n
Avalie este item
(1 Votar)

Ao completar mais um ano de institucionalização neste 19 de julho, marcada pela posse da primeira turma de policiais concursados pelo Estado, a PCRR (Polícia Civil de Roraima) chega aos seus 19 anos e comemora a consolidação das ações como um órgão de investigação e responsabilização civil criminal.

 

“Onde houve um crime, nós somos parte fundamental da resposta do Estado. Somos uma força que age com expertise e tecnologia investigativa. Somos o olhar técnico e apurado que desvenda situações muitas vezes ocultas propositalmente, somos quem colhe provas, identifica suspeitos, somos quem indicia culpados e remete todo esse escopo para que, enfim, o crime seja julgado e o dano à sociedade seja reparado”, avaliou o Delegado-Geral da PCRR, Eduardo Wayner.

 

Ao todo a PCRR é composta pela Delegacia Geral e oito departamentos. A Capital é dividida em cinco distritos e a Central de Flagrantes. O interior conta com dez delegacias. Há também 14 Delegacias Especializadas, 15 Núcleos, dois grupamentos (Grupo de Resposta Tática e Grupo de Resposta Imediata) e três Institutos Periciais: ICPDA (Instituto de Criminalística Perito Dimas Almeida), IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), IML (Instituto de Medicina Legal). Além disso, a PCRR tem hoje 755 policiais efetivos, distribuídos em dez cargos, além do reforço de 52 policiais da União.

 

 

Delegado-Geral destaca crimes complexos esclarecidos pela PCRR e avanço no combate às drogas

 

De acordo com Eduardo Wayner, ao longo da história, a PCRR tem avançado em estrutura não somente física, mas também incorporado na sua rotina de trabalho tecnologia de última geração e aprimorando intelectualmente todos os seus agentes. Essas ações tiveram fortes reflexos na qualidade das investigações e no combate à criminalidade, dentre elas o combate ao crime organizado e o tráfico de drogas.

 

“A atuação em investigações complexas e, que muitas vezes causaram grande comoção social, expõe o atual nível técnico da Polícia Civil”, disse, o Delegado-Geral, ao lembrar que a força humana e tecnológica da PCRR são fundamentais para a responsabilização de culpados.

 

Em uma análise comemorativa, o Delegado-Geral relembrou de um caso considerado por ele “marcante e de grande êxito social”.  A investigação em questão foi marcada pela estruturação da Força Tarefa entre unidades da PCRR, como a DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), o ICPDA (Instituto de Criminalística Perito Dimas Almeida) e IML (Instituto de Medicina Legal) e agentes de segurança do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), que identificou um estuprador utilizando análises de vestígios sexuais.

 

O crime ocorreu no dia 28 de maio de 2019, em Roraima. A vítima foi abordada por dois homens armados enquanto colocava o lixo para fora. Dentro da residência, os bandidos amarraram o filho dela em um cômodo, enquanto um dos criminosos a arrastou para dentro de um quarto, onde a estuprou. Após revirar a casa, os suspeitos fugiram, deixando as vítimas amarradas. Elas foram socorridas com a ajuda dos vizinhos e chamaram a polícia.

 

As investigações apontaram a autoria para um adolescente de 15 anos, que foi apreendido na época e confessou o crime. Ele apontou que praticou o delito com um amigo, que teria estuprado a mulher e fugido, sem, contudo, revelar o nome do amigo.

 

Pouco tempo depois, em 2021, o material genético que foi colhido na cena do crime passou por análise em Brasília, numa perícia realizada pela perita Criminal de Roraima Érica Veras.  Assim o autor do crime de estupro foi identificado como sendo J. M. G. R., de 22 anos e o crime, por fim, foi desvendado e o suspeito localizado no Maranhão, onde já estava preso por estupro de vulnerável e outros crimes.

 

Para Wayner, o resultado dessa investigação “mostra a singularidade e a força que a PCRR tem como instituição”.

 

MAIS UM CASO SOLUCIONADO

 

Outro caso destacado pelo Delegado-Geral, foi a investigação que descobriu os verdadeiros assassinos do policial militar, Uirandê Costa de Mesquita e a namorada dele, a empresária Joseane Gomes da Silva. O crime ocorreu no dia 23 de agosto de 2020.

 

A delegada Simone Arruda, que conduziu as investigações pelo 3º DP (Distrito Policial), detalhou a complexidade do inquérito e como o extenso trabalho de levantamento e análise de provas foi fundamental para confrontar os suspeitos e trazer à tona a verdade.

 

“O assassinato da mulher ocorreu no domingo à noite e na segunda pela manhã nós já estávamos em diligências, com a equipe de perícia e os policiais da Delegacia Geral de Homicídio. Dentro das oitivas, em um primeiro momento, foram ouvidos dois supostos amigos da vítima. Na versão deles, havia ocorrido uma discussão entre o casal, no qual o policial tinha se exaltado e matado Joseane”, lembrou a delegada.

 

De acordo com a delegada, a coleta de imagens de segurança e a montagem de uma linha do tempo mostrou que a versão apresentada pelos amigos não condizia com a realidade.

 

“O trabalho mais árduo foi a análise de todos os vídeos arrecadados e a utilização da técnica da elaboração da linha do tempo, mostrando por onde a vítima esteve antes da morte. Com isso nós observamos que o depoimento deles não batia com as imagens”, destacou Arruda.

 

Os suspeitos foram intimados a depor novamente e, a partir daí, o caso teve uma reviravolta.

 

“O que tinha acontecido, na verdade, foi que por uma dívida de R$ 4,5 mil que um dos suspeitos tinha com Uirandê, a dupla, considerados amigos do policial, matou ele e a namorada”, relembrou a delegada.

 

Ela continuou: “Ele foi morto envenenado e, depois, teve o corpo carbonizado dentro do próprio carro. A empresária foi agredida e assassinada com um tiro nas costas”, afirmou a delegada que conduziu as investigações, destacando ainda que eles usaram a arma de Uirandê para matar Joseane, na intenção de incriminá-lo, pelo crime.

 

Após identificados, os dois suspeitos respondem pelos crimes de duplo homicídio qualificado, ambos por motivo torpe, emprego de meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, além de ocultação e destruição de cadáver e dano qualificado pelo uso de substância inflamável e por motivo egoístico.

 

“Lembro que o Ministério Público de Roraima tratou o crime como ‘brutal’ e a comoção social do caso foi enorme, pois o policial tinha uma conduta ilibada. Hoje o julgamento de um dos acusados já aconteceu e ele foi condenado a mais de 45 anos no júri popular”, complementou Simone Arruda acerca do caso.

 

COMBATE À CRIMINALIDADE

 

O fortalecimento de efetivo e logística em Delegacias especializadas, como a Delegacia Geral de Homicídios e a Delegacia de Repressão ao Entorpecente tem resultado em um combate mais eficaz à criminalidade, na visão do Delegado Geral, Eduardo Wayner.

 

“Temos um índice de resolução de crimes bastante elevado em Roraima. Por exemplo, na DGH, muitos crimes têm sido esclarecidos rapidamente. Outros são mais complexos, mas sempre estamos aperfeiçoando o trabalho para melhor atender a nossa sociedade”, disse.

 

Nas unidades policiais dos municípios, Wayner destacou o empenho dos policiais no Interior.

 

“Crimes muito complexos são esclarecidos no interior. Muitas quadrilhas criminosas desativadas. Na capital temos os distritos, cujos policiais têm se esforçado para esclarecer os crimes nos bairros, sobretudo de furtos e roubos”, disse.

 

Outro ponto positivo destacado pelo Delegado-Geral é o combate às drogas.

 

“A cada ano, temos superado o ano anterior. A exemplo, em 2022 apreendemos 356 quilos de droga. Esse ano, em menos de sete meses, apreendemos mais de meia tonelada de drogas, superando o ano anterior. Em sete meses destruímos quase uma tonelada de drogas apreendidas. Isso demonstra o compromisso da Instituição, mas principalmente, o esforço e o empenho de cada policial civil no combate à criminalidade”, destacou.

Denarium destaca obras que projetam Polícia Civil de Roraima

 

De casas alugadas e adaptadas para funcionarem como delegacias de Polícia, a um conjunto de obras com designer voltado à acessibilidade do cidadão, em 19 anos a Polícia Civil de Roraima vem apresentando um novo formato de Delegacias tanto na Capital quanto no Interior.

 

Para o Delegado-Geral, Eduardo Wayner, esses investimentos vêm se consolidando na gestão do governador Antonio Denarium.

 

“Um dos exemplos que podemos citar é a construção do novo IML, que será construído após uma articulação do Governo, junto ao senador Hiran Gonçalves, no valor de R$ 7 milhões e muitas outras que estão em andamento”, destacou.

 

Ao parabenizar os profissionais, o governador Antonio Denarium destacou que em sua gestão tem trabalhado para garantir avanços para a carreira dos policiais civis, como também proporcionado melhores condições de trabalho com aquisição de viaturas, armamentos, munições, como também melhoria do ambiente de trabalho com a reforma de delegacias e construção de novas unidades e aquisição de equipamentos tecnológicos e mobiliário.

 

Denarium ressaltou que nos últimos quatro anos, a Polícia Civil recebeu mais de 120 viaturas novas, inclusive veículos com celas.

 

“Investimos na valorização do servidor, que hoje conta com um efetivo de 755 policiais civis concursados do Estado, com capacitação continuada, tanto no Estado, quanto fora de Roraima. No entanto, um dos maiores avanços da minha gestão foi o decreto de promoção atendendo nove cargos, sendo 730 policiais para a classe especial e 01 para a classe intermediária. E, agora, estamos na fase final do concurso público”, disse.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

A partir de agora, a coleta de sangue do tipo A+ será feita somente por meio de agendamento no Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima). O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 19, pela Secretaria de Saúde.

 

De acordo com a diretora Geral do Hemoraima, Patrícia Veríssimo, a medida busca assegurar o controle de doações desse tipo de fator [A+], evitando a perda de bolsas por vencimento de prazo.

 

"Diferente da situação das tipagens O+ e O-, cujo volume de bolsas encontra-se baixo, o nosso estoque de A+ está bem satisfatório. A gente até agradece ao comparecimento dos doadores, mas neste momento nós estamos focando na captação de O- e O+", explicou.

 

Atualmente, o prazo de validade do sangue armazenado varia de 35 a 42 dias. Nesse período, as bolsas ficam armazenadas em equipamentos que preservam a qualidade de hemoderivados e hemocomponentes.

 

Devido ao comparecimento expressivo de doadores do tipo A+, o Hemoraima havia adotado o remanejamento de bolsas para a Hemoam (Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas). No entanto, a unidade também vem enfrentando situação semelhante à de Roraima.

 

O AGENDAMENTO

 

Para realizar o agendamento, o doador poderá entrar em contato diretamente com o setor de Captação de Doadores, por meio do telefone (95) 98404-9593.

 

"A orientação para os doadores de A+ é que eles procurem o contato de telefone do setor de Captação, para fazer o agendamento de sua doação", reforçou Patrícia.

 

Vale lembrar que as demais tipagens seguem sendo coletadas da forma tradicional, com o doador voluntário comparecendo até a unidade.

 

O Hemoraima está localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento, no bairro Aeroporto. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Avalie este item
(0 votos)

Quem é que não gosta de viajar e se aventurar? E para quem não sabia, Roraima possui lugares com cenários perfeitos para momentos de boas descobertas e novas experiências. E graças ao trabalho executado pelo Governo do Estado, nos últimos anos, o turismo ganhou força, proporcionou maior visibilidade às riquezas turísticas de Roraima, que a partir de agora serão incluídas no Projeto EBO (Experiências do Brasil Original), desenvolvido pelo MTur (Ministério do Turismo), em parceria com a UFF (Universidade Federal Fluminense).

 

O Projeto é pioneiro e Roraima é destaque por mostrar como os povos originários têm conseguido utilizar as riquezas da região para garantir sustentabilidade e renda, mantendo a cultura viva e valorizada.

 

A execução será em parceria com a Secut (Secretaria de Cultura e Turismo), por meio do Detur (Departamento de Turismo), na Comunidade da Raposa I, em Normandia, onde o Departamento tem trabalhado com foco no turismo comunitário, sendo a primeira região que recebeu anuência da Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas) para explorar o turismo.

 

O governador Antonio Denarium ressaltou que a gestão do governo busca potencializar o turismo no Estado, em especial nos territórios indígenas, com a finalidade de gerar renda para as comunidades, atrair turistas e colocar Roraima no trade turístico. “São ações que valorizam além do turismo, a cultura indígena”, ressaltou.

 

De acordo com o diretor do Detur, Bruno Muniz, o Ministério do Turismo trabalhava com o Projeto Caminhos do Brasil Rural, e este ano decidiu envolver comunidades tradicionais, e como Roraima atua desde 2019 com o turismo em territórios indígenas, foi ampliado o diálogo sobre o interesse do Governo de Roraima de ampliar o trabalho, por meio da parceria com o Governo Federal.

 

“E com o contato reforçado nos últimos meses o Ministério percebeu que tem feito um trabalho responsável e planejado, então foi concretizado o Termo de Cooperação, onde o convênio firmado entre o Ministério e a Universidade Federal Fluminense, e Roraima foi selecionado pelo destaque nas atividades que realiza, o que vai possibilitar o mapeamento das principais iniciativas do país que vem desenvolvendo o turismo em terras indígenas no Brasil e Roraima foi destaque e referência, por isso o estado foi incluído no projeto”, esclareceu o diretor.

 

Na semana que vem Roraima vai receber a equipe do Ministério e da Universidade Federal Fluminense, para iniciar o diagnóstico, em parceria com a equipe do Departamento, ou seja, conhecer o produto do etnoturismo da Raposa.

 

APOIO AO TURISMO

 

Bruno ressalta que desde 2012 Roraima vem executando o trabalho na área de turismo e a partir de 2019 o trabalho tem sido fortalecido com capacitação, debate e contato mais próximo com as comunidades e lideranças. Por isso a Raposa se destacou e é referência.

 

As outras comunidades se espelham na Raposa, onde a comunidade tem participação em todas as decisões, por que a comunidade tem grande participação nas decisões que são tomadas.

 

“O trabalho como turismo é plural e envolve todos os que vivem na comunidade, ou seja, todos encontraram uma forma de participar da geração de renda que o turismo proporciona lá”, enfatizou.

 

ECONOMIA

 

O turismo de base comunitária é uma forma de gestão do turismo e o foco é  motivar as pessoas a viajarem para Roraima com a motivação de conhecer como as próprias comunidades residentes tem gerenciado o trabalho turístico.

 

“Eles são os próprios responsáveis pelo seu turismo, fazem a recepção do turista, gerenciam todo o trabalho, criam os pacotes, estabelecem a alimentação, a distribuição das pessoas, a programação que vai ser feita, ou seja, fazem o turismo de base comunitária”, reforçou.

 

Isso gera expectativa entre as comunidades de fazer as parcerias com as agências de turismo, empresas e isso rende benefícios para todos e com isso todos ganham com essa forma de fazer turismo.

 

PROJETO

 

O Projeto Experiências do Brasil Original executado pelo Ministério do Turismo tem como foco promover o turismo de base comunitária, valorizando as comunidades indígenas e quilombolas, e ampliando e diversificando a oferta turística brasileira por meio da formatação de experiências turísticas memoráveis e transformativas ofertadas pelos povos originários e comunidades quilombolas em seus territórios.

 

Por meio do projeto, o MTur pretende transformar a vida das populações mais vulneráveis atendidas na experiência, como jovens, mulheres e demais membros das comunidades quilombolas e povos indígenas, trazendo qualificação, apoio à comercialização de produtos turísticos, bem como a valorização dos recursos naturais e culturais em seus territórios.

Avalie este item
(0 votos)

Com o propósito de promover a atualização de servidores e melhorar o atendimento à população, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) promoveu nesta semana um treinamento sobre primeiros socorros.

 

Conforme explica a responsável pelo Núcleo de Educação da unidade, Terli Ayres, a atividade foi dividida em dois dias, tendo o seu encerramento realizado na manhã desta terça-feira, dia 18.

 

“O treinamento é voltado para os servidores da coleta de sangue e a parte da Clínica que faz o atendimento aos pacientes com problemas de sangue. Eles estão se atualizando em primeiros socorros caso alguém passe mal ou aconteça alguma situação de emergência”, afirmou.

 

O atendimento pré-hospitalar de pacientes foi um dos assuntos abordados. O tema foi conduzido pelo 2º Sargento do CBM-RR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), Rayan Andrade, que destacou a relevância da ação.

 

Foram discutidos a importância do imediato atendimento a traumas em geral, como quedas, contusões, ferimentos cortantes ou perfurantes, mal súbito, ataques epiléticos, sangramento nasal, obstrução de vias aéreas, queimaduras e fraturas.

 

“Fizemos um treinamento de análise de vítimas, manobras de obstrução de vias aéreas, um pouquinho de reanimação cardiorrespiratória, e trouxemos os equipamentos para fazer uma demonstração prática de primeiros socorros”, ressaltou.

 

O enfermeiro do Hemoraima, Bruno Rodrigues, destacou a importância de se manter atualizado para melhor dar assistência para a população.

 

“A qualquer momento pode chegar situações aqui [no Hemoraima] em que podemos nos deparar e necessitar prestar os primeiros socorros, seja para um doador ou para alguém que sofreu algum acidente de trânsito aqui na frente [da unidade]”, frisou o servidor.

 

Paralelo a capacitação, uma equipe do setor de Capacitação de Doadores do Hemoraima esteve realizando visitas de sensibilização sobre doação de sangue e cadastro de voluntários de medula em unidades do Sesc (Serviço Social do Comércio) e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem)

 

“O evento foi um sucesso, nós conseguimos muitos cadastros de voluntários para a doação de medula, e isso mostra a solidariedade das pessoas”, pontuou a enfermeira do setor, Liliana Bezerra.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Educação e Desporto, realiza a 7ª chamada do processo seletivo para contratação temporária de professores da educação básica para atuação na Capital e Interior

 

Além das convocações, foi lançado um novo Processo Seletivo para professores da Educação Básica. Seis editais de convocação foram publicados no Diário Oficial do Estado de 12 e 13 de julho de 2023.

 

“Os processos seletivos representam a oportunidade de mostrar o nosso potencial, habilidades e conhecimentos. A Seed procura candidatos adequados e está convocando classificados capacitados, alinhando as competências profissionais do candidato às necessidades da Secretaria”, disse a presidente da Comissão de Processos Seletivos, Rosalete Saldanha.

 

Foram convocados 19 professores de matemática, química, geografia, história, língua espanhola, ciências biológicas, educação física, língua portuguesa e sociologia para atenderem aos municípios de Amajari, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Mucajaí, Rorainópolis, São Luiz, São João da Baliza além da Capital.

 

A contratação ocorrerá no dia 21 de julho a partir das 8h na Seed, localizada na Rua Barão do Rio Branco, Nº. 1495, no Centro de Boa Vista.

 

 

O edital de convocação está disponível no Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 18, no entanto é possível conferir por meio do link: https://drive.google.com/file/d/1e8qTKjeg1C6zBcF0Xvu_h0eRm0OWsN4l/view?usp=sharing

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium participou da abertura da 1ª Jornada de Integração Regional e Interiorização do Desenvolvimento em Roraima, evento promovido pela Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) para disseminar as vantagens comparativas da ZFM e das ALCs (Áreas de Livre Comércio), além de divulgar linhas de financiamentos acessíveis e fomentar o ecossistema de inovação de Roraima.

 

O encontro ocorre até quinta-feira, 20, e reúne os principais entes de desenvolvimento da Amazônia. Na cerimônia de abertura, realizada, no auditório da Faculdades Cathedral, o governador Antonio Denarium afirmou que a Suframa está colocando à disposição o portfólio de projetos e ações da autarquia que podem ser aplicados em Roraima.

 

“Estamos vivendo um momento em que a Suframa não está mais concentrando tudo em Manaus. O objetivo é expandir o serviço e o atendimento para outros Estados da Amazônia Legal com pesquisas, incentivo fiscal, geração de emprego e crescimento econômico. Inclusive fomos convidados para participar desse processo por meio de uma representação do Governo de Roraima em Manaus, na autarquia, para quando um potencial empreendedor procurar a Suframa, também possa ser atendido por servidores daqui. Com essa integração os Estados da Amazônia vão crescer, desenvolver e gerar mais oportunidades”, declarou.

 

O superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, que lidera a comitiva de visita em Boa Vista, explicou que o intuito da articulação é descentralizar e disseminar recursos gerados a partir do faturamento gerado na ZFM.

 

“É fundamental que todos os Estados daqui do Norte do Brasil estejamos integrados efetivamente. E essa jornada é uma das diretrizes da nossa gestão. Estamos trazendo as informações do formato que devem ser apresentados os projetos, como ter acesso aos recursos de PD&I [Pesquisa de Desenvolvimento e Inovação], as vantagens de [a empresa] se cadastrar na Suframa e comprar equipamentos baratos, de como industrializar um produto com matéria-prima regional com incentivos, enfim, viemos dizer que a Suframa é de toda a Amazônia”, disse o superintendente.

 

Ele detalhou ainda os casos de benefícios fiscais, como o caso da Lei de Informática, com a qual fabricantes desses bens têm como contrapartida a obrigação de destinar 5% do seu faturamento para PD&I. “A previsão é que neste ano gire em torno de R$ 2 bilhões, e nosso propósito é que boa parte desse recurso seja destinado não só em Manaus, mas também em Roraima e outros Estados da região”, ressaltou.

 

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

 

A próxima reunião ordinária do CAS (Conselho de Administração da Suframa) está agendada para a próxima terça-feira, 25, em Manaus.

 

Um dos temas da programação será a oficialização do contrato em que a FUEA (Fundação Universitas de Estudos Amazônicos) se tornará a gestora do CBA (Centro de Bionegócios da Amazônia) e terá a presença do ministro do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços), Geraldo Alckmin.

Avalie este item
(0 votos)

As infrações de trânsito registradas no primeiro semestre de 2023 teve um aumento de 37% em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a junho de 2023, foram 13.529 autos de infrações de trânsito, sendo 3.658 a mais do que em 2022, que teve 9.871 registros.

 

Os dados são do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima). E esse aumento, segundo o diretor de segurança do trânsito da Autarquia, Gueres Mesquita, é resultado das fiscalizações que foram intensificadas, com o objetivo de reduzir o número de acidentes e fazer do trânsito um espaço mais seguro para todos.

 

“Esse aumento também pode ter influência de fatores como o crescimento da frota de veículos e o número de condutores. As nossas ações de fiscalização estão sendo intensificadas em locais estratégicos da cidade que apresentam maior incidência de acidentes de trânsito, principalmente nas vias com grande fluxo de veículos”, pontuou Gueres.

 

O diretor acrescentou ainda que as infrações mais cometidas estão sempre ligadas ao descuido e falta de atenção do condutor. “Pedimos que os motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres redobrem a atenção no trânsito”, complementou.

 

INFRAÇÕES

 

Dentre as infrações mais recorrentes nesse primeiro semestre de 2023, está a do motorista e passageiro sem cinto de segurança, no primeiro lugar do ranking, com 4.941 ocorrências.

 

Veículo sem licenciamento ocupa o segundo lugar, com 1.955 infrações; dirigindo sem CHN ou PPD, na terceira posição, com 1.564 ocorrências, e 1.437 motoristas foram autuados fazendo uso de celular.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) emitiu ofício descartando a obrigatoriedade do exame de mormo como condição para a emissão de GTA (Guia de Trânsito Animal) em Roraima para a movimentação de equídeos (cavalos, burros, pôneis e asnos).

 

A medida está amparada na Portaria nº 593, publicada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária, que define novas diretrizes para prevenção, controle e erradicação da doença no Brasil. Antes da publicação desta resolução, o exame negativo era obrigatório e tinha validade de 60 dias.

 

De acordo com o Ofício da Aderr, “o Estado não emitirá normativa complementar, seguindo as determinações previstas na portaria do Mapa que determina o fim da exigência de exames de mormo como condição para emissão de GTA para trânsito e para participação de eventos onde essa exigência não conste em regulamento próprio”.

 

Os organizadores dos eventos, responsáveis técnicos e produtores rurais devem comunicar, em caso de suspeita da doença, ao Serviço Veterinário Oficial conforme destaca o presidente da Aderr, Marcelo Parisi. “É extremamente importante que os responsáveis pelos animais com sintomas do mormo ou de outras doenças de notificação obrigatória comuniquem à Aderr para que se tomem medidas emergenciais a fim de que se evite a disseminação da doença no Estado”.

 

Mas a emissão da GTA de equídeos continua com a obrigatoriedade de resultado negativo de Anemia Infecciosa Equina.

 

O QUE É MORMO?

 

Mormo é uma doença causada por uma bactéria (Burkholderia mallei) e atinge os equídeos, de maneira geral (cavalos, asnos, burros, etc.). A contaminação ocorre pelo contato com secreções, pus, fezes ou urina de animais infectados, de modo que a bactéria invade a corrente sanguínea do animal e se espalha pelo organismo.

 

Os principais sintomas da doença nos animais são nódulos subcutâneos nas mucosas nasais, pulmões e gânglios linfáticos, além de catarro e pneumonia.

 

Os casos mais graves costumam ocorrer em asininos e em cavalos, podendo até ser assintomático. Assim, de maneira geral, a taxa de mortalidade da doença é alta e gera graves consequências para os rebanhos — justificando a preocupação das autoridades com qualquer ocorrência.

 

A partir da presença de um animal infectado na propriedade, o mormo é comumente transmitido pela água, ambiente onde a bactéria pode sobreviver por bastante tempo — mas também pode se alastrar através de utensílios e alimentos contaminados. Dessa forma, uma das principais medidas para evitar que a doença se espalhe é a desinfecção completa e rigorosa da propriedade.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de tornar mais efetivo o trabalho de segurança pública no Estado, o Governo de Roraima entregou nesta terça-feira (18), novas viaturas, ambulâncias e materiais bélicos, como coletes balísticos, munições e cartuchos para a PMRR (Polícia Militar), PCRR (Polícia Civil) e CBMRR (Corpo de Bombeiros Militares). Um investimento de R$ 20.635.866,09, com recursos de emenda do ex-deputado federal Jhonatan de Jesus (hoje ministro do Tribunal de Contas da União), do Fundo Estadual de Segurança Pública do Estado de Roraima e recursos próprios do Governo de Roraima.

 

O governador Antonio Denarium destacou que os grandes investimentos feitos pela atual gestão têm trazido grandes resultados para a população, à exemplo da redução do número de crimes violentos, assaltos, furtos e arrombamentos registrado recentemente.

 

“O nosso governo tem realizado as maiores entregas da história de Roraima para a segurança pública. São investimentos em viaturas, armamentos, munição, coletes balísticos, construção de novos prédios das polícias, novas delegacias e unidades. Ou seja, uma infraestrutura muito melhor”, ressaltou Denarium.

 

Essa é, até o momento, a maior entrega de itens para as forças de segurança realizada este ano. Um trabalho de valorização realizado pelo Governo de Roraima aos profissionais que atuam nas corporações beneficiadas, conforme pontuado pelo secretário de Segurança Pública, André Fernandes.

 

“É um trabalho muito grande do Governo para valorizar a Segurança Pública, que precisa de condições de trabalho. Então é uma grande entrega da gestão, que proporciona essa condição de trabalho para os profissionais da segurança pública e para a população do Estado”, afirmou Fernandes.

 

PARA A PMRR

 

Para fomentar a força de trabalho da Polícia Militar de Roraima, o Governo de Roraima, por meio da Sesp (Secretaria de Segurança Pública) adquiriu 42 novas viaturas. Dessas, cinco são veículos tipo sedan descaracterizados.

 

Na mesma leva, também foram adquiridos 274 coletes balísticos. Essa aquisição em específico foi feita com recursos oriundos de emenda parlamentar do ex-deputado federal Jhonatan de Jesus, com investimento de R$ 10.429.494,09.

 

Referente a armamento, a PMRR também recebeu 254 mil munições dos mais variados tipos e 35 cartuchos, adquiridos com recursos provenientes do Fundo Estadual de Segurança Pública, na ordem de R$ R$ 2.265.680,00.

 

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Miramilton Goiano, pontuou que essa é só uma parte do gigantesco investimento feito pela atual gestão na corporação. Até o momento, foram investidos cerca de R$ 616 milhões na reestruturação da Corporação.

 

“Por conta desse forte investimento, a PMRR vive uma nova realidade. Esse reforço trouxe até mesmo redução no número de chamadas no disque 190 e dados nacionais apontando a redução de crimes em Roraima, pois estamos com todo o nosso corpo de policiais efetivamente atuando junto à população”, declarou.

 

PARA A PCRR

 

Comemorando 19 anos de institucionalização, a Polícia Civil também recebeu importantes presentes para otimizar a força de trabalho.

 

Para a instituição, foram entregues nove caminhonetes para as unidades do Interior, bem como um ônibus para o Núcleo de Saúde e Assistência Psicossocial e uma caminhonete semi-blindada. A aquisição dessas viaturas, cujo investimento foi de R$ 4.097.000,00, foi feita com recursos oriundos de emenda parlamentar do ex-deputado Jhonatan de Jesus e do Fundo Estadual de Segurança Pública.

 

Sobre as viaturas, o delegado-geral da PCRR, Eduardo Wayner, disse que serão distribuídas entre as delegacias que têm a maior produtividade no Estado e ressaltou a aquisição do ônibus para atender a saúde física e mental de todos os policiais civis lotados na capital e no interior.

 

“Esse ônibus foi comprado exatamente para aproximar nossa equipe do Núcleo a cada servidor do interior. Às vezes é difícil para o servidor do Interior se deslocar pra Capital para ser atendido. E esse ano nós iremos facilitar esse trabalho. Sobre as viaturas, esse investimento é sempre muito interessante pra Polícia Civil, pois é uma determinação do governador [Antonio Denarium] de sempre ter uma preocupação maior com o nosso servidor”, explicou.

 

Também com recursos do Fundo Estadual, foram adquiridas 1.000 pistolas semiautomáticas calibre 9mm. O valor do investimento é de R$ R$ 2.249.560,00.

 

PARA O CBMRR

 

O Corpo de Bombeiros Militares de Roraima foi beneficiado com a entrega de cinco novos veículos, sendo uma Van, um caminhão tipo ¾ e três automóveis do tipo sedan.

 

O investimento total na aquisição destes cinco veículos é de R$ 927.132,00, oriundo de recursos do Tesouro Estadual e de emenda parlamentar do ex-deputado Jhonatan de Jesus.

 

“Esse é um dia feliz para a segurança pública e, sobretudo, para o Corpo de Bombeiros. É um motivo de orgulho para todos nós, pois temos bombeiros treinados, capacitados e, sobretudo, equipados para atender a nossa população. São viaturas que somam aos demais investimentos já feitos pelo governo na nossa corporação”, frisou o comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos.

 

NOVAS AMBULÂNCIAS

 

O Governo também entregou duas novas ambulâncias: uma para o Corpo de Bombeiros Militares e outra para o Centro de Saúde da Polícia Militar. O investimento foi de R$ 700.000,00 e a aquisição foi feita com recursos do Fundo Estadual de Segurança Pública.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, terá início o segundo semestre letivo 2023. A nova etapa é celebrada com um encontro formativo para todos os professores da rede estadual e na quarta-feira, dia 19, com o retorno mais de 78,9 mil estudantes matriculados nas escolas da Capital e Interior. A data segue o Calendário Escolar da rede estadual de ensino.

 

“Nós iniciaremos o semestre letivo com uma formação aos professores, com novidades como a plataforma Tooday, que será disponibilizada a eles e em seguida a presença dos alunos nas escolas. O semestre só terminará no dia 18 de dezembro. Esperamos que os alunos retornem empolgados porque estamos com as escolas preparadas para recebe-los”, disse a diretora do Departamento de Educação Básica, Nildete Melo.

 

Equipes de apoio logístico e pedagógico estão preparadas para atenderem aos alunos e professores nos próximos dias.  Nas comunidades indígenas 79 escolas têm calendário diferenciado. O início do ano letivo ocorreu no dia 19 de junho e seguirá, sem recesso até 11 de março de 2024.

 

O retorno dos professores ao cotidiano escolar será marcado por um Encontro Formativo Virtual com o objetivo de capacitar os professores quanto a práxis pedagógicas, na perspectiva da Recomposição de Aprendizagem e, também, a utilização da Plataforma Tooday na prática docente.

 

“O encontro será transmitido pelo canal do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais de Educação de Roraima) pelo Youtube nos turnos matutinos, vespertino e noturno. Todos os professores devem estar na sua escola de origem, pois será reservado um espaço para que participem da formação”, afirmou a chefe interina da Divisão de Fortalecimento do Currículo, Marta Melo.

 

PLATAFORMA TOODAY

 

A Plataforma e aplicativo Tooday é uma plataforma para fomentar a “Implementação da Política de Recomposição de Aprendizagens” e visa apoiar a prática docente e fortalecer os processos de ensino e de aprendizagem.

 

A aquisição da plataforma foi uma iniciativa da Secretaria de Educação e Desporto para fornecer suporte pedagógico aos professores da rede otimizando o seu tempo e proporcionando qualidade de vida.

 

A Tooday apresenta ferramentas de apoio ao professor com aulas completas de acordo com a Bncc (Base Nacional Comum Curricular), diário online, atividades, agenda de planejamento e um painel digital com sistema de comunicação entre a Seed e o docente.

 

ESCOLAS EM REFORMA

 

Seis escolas continuam em ensino híbrido devido a reformas e revitalizações prediais. São elas: Escola Estadual Mário David Andreazza, atualmente localizada no prédio das Faculdades Facetem e as Escolas Estaduais Elza Breves de Carvalho, Antônia Coelho de Lucena, Vanda da Silva Pinto e os colégios estaduais militarizados Maria Sônia de Brito Oliva e Presidente Tancredo Neves que são atendidas por ensino híbrido.

 

CALENDÁRIO ESCOLAR

 

Conforme o Calendário Escolar, o 3º bimestre letivo terá início no dia 18 de julho e segue até 29 de setembro. O 4º bimestre está previsto para iniciar no dia 02 de outubro seguindo até 18 de dezembro.

 

O 3º bimestre terá 53 dias de aulas enquanto que o 4º bimestre terá 50 dias letivos. Encerrando o ano com 204 dias letivos, conforme preconiza a legislação vigente. O período que vai de 19 a 22 de dezembro está reservado para a recuperação final. O ano letivo 2023 encerra dia 22 de dezembro, quando inicia as férias escolares.

Avalie este item
(0 votos)

Estabelecer um efetivo planejamento de ações na administração estadual, com reflexos na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e na LOA (Lei Orçamentária Anual), bem como uma execução compatível com os recursos financeiros disponíveis, neste sentido, o Governo de Roraima por meio da Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento), deu início nesta segunda-feira, dia 17, a capacitação preparatória para elaboração do PPA (Plano Plurianual) 2024-2027.

 

O treinamento, que acontece na Escola Superior da Defensoria Pública de Roraima, é destinado aos servidores públicos que atuam na área de planejamento dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. A proposta é capacitar no período de 17 a 28 de julho, pelo menos 80 técnicos, divididos em quatro turmas, com aulas manhã e tarde.

 

“Essa capacitação é fundamental e também uma grande oportunidade, para que os agentes públicos tirem todas as dúvidas sobre planejamento orçamentário. Nós precisamos saber da real necessidade do Governo do Estado e dos poderes. Cada planejamento e cada investimento precisam ser analisados de forma responsável, para que os recursos possam ser aplicados de forma correta, honesta e transparente”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

O secretário adjunto da Seplan, Fábio Martinez,  reforçou que é de extrema importância que os servidores compreendam o funcionamento orçamentário do Estado, pois é a partir deles que a execução correta começa a ser feita.

 

“O PPA, a LOA e a LDO são instrumentos que existem para definir as metas do governo, formular diretrizes e planejar as ações para atingir os objetivos da gestão em prol da população. Daí surge a importância da administração pública em investir na capacitação dos profissionais envolvidos neste processo”, destacou Fábio.

 

Segundo o consultor Legislativo do Senado Federal, Otávio Gondin, especialista em Planejamento e Orçamento Público, responsável por aplicar o treinamento, a proposta da capacitação de elaboração do PPA, nesta edição, tem ênfase na estruturação de programas.

 

“Iremos trabalhar ferramentas de planejamento, doutrinar todos os instrumentos do sistema na elaboração do plano plurianual, observando sua relação com a LDO e com as leis orçamentárias. A ideia é passar este instrumental aos participantes por meio de aulas expositivas com aplicação de exercícios e também realização de oficinas, partindo para a parte mais prática”, frisou.

 

Para a coordenadora de Planejamento Estratégico da Seplan, Alessandra Hallem, o curso proporciona mais conhecimentos e atualização na metodologia de elaboração do PPA.

 

“Os técnicos de todos os órgãos da administração pública, inclusive, de todos os poderes, terão a oportunidade de agregar conhecimentos, bem como dar uma renovada na metodologia de elaboração do PPA. Eles serão municiados de elementos que irão permitir com que eles procedam uma análise mais crítica da programação em vigor, com a capacidade de propor as adequações que se façam necessárias”, destacou.

 

ENTENDA O PPA

 

O PPA é o instrumento legal que estabelece, de forma regionalizada e para um período de quatro anos, as diretrizes, objetivos e metas da administração pública direta e indireta, abrangendo os programas de manutenção e expansão das ações do governo. Ele está previsto pelos artigos 165 da Constituição Federal e 149 da Constituição Estadual, sendo elaborado no primeiro ano de governo, para os próximos quatro anos, alcançando o primeiro ano do governo seguinte.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima), publicou o edital de Chamamento Público nº. 001/2023, na modalidade de credenciamento para contratação de empresas de construção civil especializadas na prestação de serviços técnicos profissionais para o programa “Aqui Tem Morar Melhor”.

 

As empresas habilitadas ficarão responsáveis pela construção, reforma, melhoria, ampliação ou conclusão de obras nas unidades habitacionais de famílias de baixa renda, contempladas pelo programa habitacional de governo. O edital de chamamento está publicado no site: www.codesaima.rr.gov.br.

 

De acordo com o presidente da CPL (Comissão Permanente de Licitação) da Codesaima, Arthur Henrique Lima de Oliveira, o edital ficará aberto em um prazo de até 12 meses, com possível prorrogação por igual período.

 

“É importante ressaltar que desde 2021, com o lançamento do programa Aqui tem Morar Melhor, esse modelo de edital é publicado pela Codesaima, o que à época possibilitou a participação de várias empresas de grande e pequeno portes. Com isso, atingimos o êxito que é atender os anseios da população”, explicou Arthur, ao acrescentar que o chamamento público é válido para todos os municípios do Estado.

 

Segundo o presidente da CPL, 25 empresas já estão credenciadas e publicadas no DOE-RR [Diário Oficial do Estado de Roraima]. Porém, 12 delas estão contratadas, e logo receberão as ordens de serviços para a execução das obras.

“Vale ressaltar que a intenção é contratar todas as empresas que atendam os critérios, conforme a necessidade da administração pública”, garantiu o presidente da CPL.

 

De acordo com a presidente da Codesaima, Maria Dantas Nobrega, o valor máximo para cada família beneficiada pelo programa habitacional “Aqui Tem Morar Melhor” é de até R$ 7 mil.

 

NOVAS ORDENS DE SERVIÇO

 

Maria Dantas informou ainda que na quinta-feira, dia 20, às 14h, na sede do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima, o Governo de Roraima entregará 250 ordens de serviço para as famílias moradoras dos bairros Centenário, Cidade Satélite, Cinturão Verde, Dr. Silvio Botelho, Dr. Silvio Leite, Governador Aquilino Mota Duarte, Jardim Equatorial, Jardim Primavera, João de Barro, Jóquei Clube, Buritis, Tancredo Neves, Asa Branca, Santa Tereza, Pintolândia, Professora Araceli, Raiar do Sol, Nova Cidade, Operário, Senador Hélio Campos, Jardim Alvorada, Laura Moreira, Caranã e Monte das Oliveiras. 

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde) deu início nesta segunda-feira, dia 17, à reorganização do fluxo de atendimento a pacientes renais crônicos da Rede SUS (Sistema Único de Saúde). A medida foi anunciada na semana passada, após celebração do credenciamento de novas empresas do segmento.

 

O Centro de Hemodiálise Ari Gonçalves, por exemplo, realiza atendimento aos pacientes no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) e no HC (Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco). A expectativa é que sejam atendidos 300 pacientes por dia nas duas unidades hospitalares do Governo de Roraima.

 

“Inicialmente pedimos que todos os pacientes que faziam diálise na Clínica Renal de Roraima se dirijam ao HGR no horário que seria o tratamento, que faremos a triagem e depois será designado para a diálise no HGR ou HC”, afirmou o coordenador do setor de Nefrologia do HGR, Fabrício Lessa.

 

De acordo com o diretor do Centro de Hemodiálise, André Silva, o procedimento de terapia renal será realizado tanto para pacientes crônicos, como também para pessoas que se encontram internadas em UTI [Unidade de Terapia Intensiva].

 

 

“Nós contamos com toda a infraestrutura para oferecer o suporte aos pacientes, suporte a vida e a realização das sessões de hemodiálise sem comprometer absolutamente nada”, ressaltou o representante.

 

SOBRE O TRATAMENTO

 

A insuficiência renal crônica é uma doença que não tem cura, mas possui um tratamento para melhorar a qualidade de vida desse paciente.

 

Entre métodos está hemodiálise [procedimento em que uma máquina filtra e limpa o sangue, fazendo parte do trabalho de um rim doente] ou diálise peritoneal [o processo ocorre dentro do corpo do paciente, com auxílio de um filtro natural como substituto da função renal], além do tratamento com medicamentos e uma dieta balanceada.

 

“O tratamento serve para limpar o sangue do paciente e fazer a substituição do rim que não está funcionando. Os pacientes precisam passar pela diálise para evitar que tenham intoxicações no sangue, porque o rim não tá eliminando as toxinas do corpo”, explicou Fabrício Lessa.

 

IMPACTOS DA MIGRAÇÃO

 

Desde o agravamento da crise migratória na Venezuela, diversos serviços do SUS no Estado têm enfrentado desafios para atender ao grande número de pacientes. Entre os setores mais impactados está a hemodiálise.

 

De acordo com um levantamento da própria Sesau, a média de atendimento realizados pela Clínica Renal de Roraima foi de 700 acompanhamentos em 2022. A unidade era a única a oferecer esse tipo de serviço no Estado.

 

Imigrante de nacionalidade venezuelana, Maria de Los Angeles, de 38 anos, está desempregada e há seis meses tem passado pelo tratamento de hemodiálise em Roraima.

 

"Espero que as coisas melhorem e nós [pacientes] consigamos continuar com a hemodiálise, porque precisamos disso para viver", contou a paciente.

 

Além do Centro de Hemodiálise Ari Gonçalves, a Sesau também firmou contrato com HME Soluções e Saúde LTDA, de São Paulo.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O Iper (Instituto de Previdência do Estado de Roraima)  iniciou nesta segunda-feira, dia 17, o I Seminário Norteando RPPS Invest 2023.   O evento discute temas ligados ao mercado financeiro e de investimentos direcionados para a gestão dos Regimes Próprios de Previdência.  A ação segue até o dia 21 de julho no auditório do Instituto, das 08h às 13 horas.

 

Para o diretor de Investimentos e Arrecadação do Iper, Wemerson Batista, o Seminário foi pensado para apresentar transparência e conhecimento do RPPS.

 

“Queremos oferecer  conhecimento aos membros dos Conselhos, pois toda decisão de investimento passa por um colegiado, por isso, todos os membros  precisam estar preparados sobre a movimentação do mercado econômico” , esclareceu o diretor.

 

Durante dias, o Seminário abordará temas como: Cenário Econômico – Desafios e Estratégias; Renda Fixa - títulos públicos, privados, derivativos e seus riscos; Títulos Públicos - aquisição e custódia, marcação a mercado e na curva e sua custódia; Títulos Privados - aquisição direta, ativos em fundos, marcação a mercado e na curva sua custódia; Renda Variável - ativos dos fundos e seus riscos; Investimentos no Exterior; Investimentos Estruturados - Multimercado, FIP e Ações - Mercado de Acesso; Fundos Estressados e sua Liquidação; ALM – Asset Liability Management - Fundamentos e Aplicabilidade; Política de Investimentos; Governança nos investimentos; Pró-Gestão e Certificação dos Gestores.

Avalie este item
(0 votos)

Até o dia 21 de julho, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) estará participando da Semana da Conciliação, realizada em parceria com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, do Tribunal de Justiça de Roraima.

 

Ao todo, 200 consumidores que possuem débitos acima de R$ 10 mil, poderão negociá-los com a Caer, por meio da Assessoria Jurídica, que atuará no mutirão que vai ocorrer no Cejusc de Boa Vista, localizado no Fórum Cível Sobral Pinto, centro da capital.

 

A empresa prevê negociar R$ 3 milhões em dívidas de consumo, que giram em torno de R$ 10 mil a R$ 100 mil, entre pessoas físicas e jurídicas, com débitos nas categorias residencial, comercial e industrial, referentes à prestação dos serviços de saneamento básico.

 

“Os 200 consumidores foram selecionados e notificados previamente para o mutirão. Estamos facilitando as formas de pagamento com excelentes oportunidades de negociação para os consumidores ficarem em dia com a empresa”, afirmou o diretor Comercial e do Interior, Cícero Batista.

 

BENEFÍCIOS

 

A Caer oferecerá desconto de até 100% sobre os juros, mora e correções monetárias; Redução do percentual da entrada para 10% do valor da dívida negociada, que poderá ser efetuada via cartão de crédito, em parcela única, ou no boleto para vencimento em até 30 dias, a contar da data do acordo.

 

E também possibilitará o parcelamento do restante da dívida em até 60 vezes, que poderá ser incluído na própria fatura ou no boleto bancário, bem como no cartão de crédito, com parcelamento em até 12 vezes.

 

Avalie este item
(0 votos)

As Forças de Segurança do Estado realizaram na noite de sábado, dia 15 e madrugada de domingo, 16, a terceira edição da “Operação Saturitas”, uma ação integrada que tem por objetivo intensificar a presença policial em áreas de riscos.

 

22 pontos estratégicos, entre praças e estabelecimentos comerciais, foram percorridos ao longo da operação, o que resultou em 673 abordagens de pessoas, 05 bares notificados, 152 veículos fiscalizados, cumprimento de dois mandados de prisão e duas prisões em flagrante por embriagues ao volante.

 

Ao todo 150 profissionais de segurança Pública que atuam na Sesp (Secretaria de Segurança Pública), Sejuc (Secretaria da Justiça e da Cidadania), PCRR (Polícia Civil de Roraima), PMRR (Polícia Militar de Roraima), CBMRR (Corpo de Bombeiro Militar de Roraima) e Detran/RR (Departamento Estadual de Trânsito), integraram a operação que percorreu bares, praças e distribuidoras, nos bairros Cauamé, Caranã e Cidade Satélite.

 

Os profissionais integraram equipes mistas para auxiliar na revista das pessoas abordadas, na segurança e nas verificações de documentos.

 

Coordenada pela Sesp, a Operação Saturitas visa intensificar a presença policial em áreas de riscos, locais definidos após minuciosa análise dos indicadores de violência e planejamento operacional.

 

EM NÚMEROS

 

Nesta terceira edição, a operação abordou 417 pessoas nos bares e ruas dos bairros percorridos.

 

A equipe da Polícia Civil, dividida em quatro equipes, atuou nas ruas e uma equipe fixa que ficou na base montada no 3º DP (Distrito Policial).

 

Os policiais civis efetuaram a abordagem de 61 pessoas, com verificação de documentação pessoal. A grande maioria não portava documentos pessoais. Durante as abordagens, os agentes localizaram uma pessoa que estava com mandado de prisão aberto. C. S. D., de 20 anos, estava com a prisão preventiva decretada por crime de violência doméstica.

 

A Sejuc disponibilizou quatro equipes. Ao todo, realizaram 166 consultas aos bancos de dados do Canaimé e BNMP (Banco Nacional de Mandados de Prisão). Também realizou a abordagem a 84 pessoas. Dessas, sete foram detidas. Quinze veículos foram fiscalizados, e desses, seis foram apreendidos por irregularidades.

 

A equipe do Corpo de Bombeiros notificou cinco estabelecimentos que estavam com irregularidades, como falta de extintores, extintores insuficientes ou vencidos, falta de iluminação de emergência, falta de regularização do estabelecimento no CBMRR e falta de sinalização de saídas de emergências.

 

A Polícia Militar abordou 528 pessoas, dentre eles 493 brasileiros e 35 estrangeiros. Foram abordados e fiscalizados ainda na ação, 24 veículos de passeio e 54 motocicletas. Desses, um carro e três motocicletas foram apreendidos, o que resultou em dois AIT (Autos de Infração de Trânsito) e três remoções de veículos.

 

Os policiais militares cumpriram também um mandado de prisão em aberto, prenderam duas pessoas que estavam com suas motocicletas com chassis adulterados. Duas pessoas foram presas em flagrante por desacato durante a ação e uma pessoa foi presa em flagrante por embriaguez ao volante. Um albergado foi detido por se encontrar infringindo sua condicional. Todos apresentados na Central de Flagrantes.

 

Integração no combate ao crime

 

Os representantes das Instituições de Segurança do Estado ressaltaram, durante a terceira edição da Operação Saturitas, que para o combate eficaz à criminalidade é necessária a integração operacional.

 

“Atuamos com as cinco forças de Segurança do Estado e tivemos mais uma operação bastante exitosa. Conseguimos fazer diversas abordagens, verificamos diversos estabelecimentos e principalmente levamos mais segurança à população de Roraima. Estivemos no bairro Cauamé, Caranã e Cidade Satélites, são áreas muito populosas e que precisavam dessa presença policial”, disse o secretário de Segurança Pública, André Fernandes.

 

Para ele, essa integração entre as forças de segurança é importante para ajudar a população e trazer mais segurança.

 

“Verificamos toda a situação nas praças, bares, pessoas que estavam nas ruas foram abordadas. Verificamos também os monitorados que estão proibidos pela Justiça de sair na rua depois determinado horário. Isso traduz em mais segurança à população”, disse.

 

O Delegado-Geral da Polícia Civil, Eduardo Wayner, destacou que a presença policial nos bairros fortalece a segurança do Estado.

 

“É mais uma ação do Governo de Roraima, por meio das forças de Segurança. Acreditamos que esse trabalho tem obtido os resultados necessários, que é o combate ao crime. É um trabalho que vai continuar”, destacou.

 

A segurança dos estabelecimentos e do cidadão é outro ponto avaliado pela Operação Saturitas. Segundo o subcomandante Operacional do CBMRR, tenente-coronel Juberly Bernardo Coutinho, os bombeiros reforçam a ação especialmente com a função de fiscalizar o serviço de prevenção contra incêndio e pânico.

 

“Bem como verificar os locais, os estabelecimentos e os autos de vistorias. Além disso, observamos também rota de fugas, extintores e iluminação de emergência para, assim, garantir a segurança das pessoas que frequentam esses estabelecimentos”, disse.

 

Para o secretário da Sejuc, Hércules Pereira, durante a operação, o foco principal dos policiais penais, é fazer a fiscalização dos internos que cumprem pena na Central de Monitoração Eletrônica.

 

“Durante a operação realizamos várias abordagens e fiscalizamos se esses internos estão cumprindo as medidas de restrição em relação ao horário e locais que eles não podem frequentar a partir das 22 horas. A exemplo, eles não podem frequentar bares. Caso sejam localizados, fazemos uma observação na ficha deles, encaminhamos ao Poder Judiciário. Em alguns casos eles chegam a uma regressão de regime”, observou.

 

O comandante do CPC (Comando de Policiamento da Capital) da PM, tenente-coronel Marcelo Rocha, enfatizou que a integração fortalece o trabalho entre as forças de segurança.

 

“A população só tem a ganhar com isso. Trabalhamos de forma integrada e conseguimos lograr êxito para diminuir as ocorrências que tendem a aumentar no final de semana. Então mais operações desse nível tendem a melhorar a satisfação da população quanto à segurança pública no estado de Roraima”, concluiu.

 

TRÂNSITO CONTROLADO

 

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) participou da terceira fase da Operação Saturitas. Os agentes de trânsito foram divididos em três equipes. No bairro Caranã, por exemplo, em um bar com grande concentração de pessoas, os profissionais realizaram procedimento para verificar a documentação de carros e motocicletas e dos donos desses transportes.

 

Ao final da operação, o Detran-RR fiscalizou 59 veículos, sendo 10 carros e 49 motocicletas. Os agentes registraram 12 autos de infração de trânsito diversos; apreensão de cinco veículos, sendo dois carros e três motocicletas. Também fizeram a autuação de um motorista dirigindo sob influência de bebida alcoólica, que foi conduzido à Central de Flagrantes, além de duas motocicletas que foram apresentadas no 3º DP por estarem adulteradas.

 

“Trabalhamos nessa operação realizando a fiscalização dos sinais característicos dos carros e motocicletas, observando possíveis irregularidades, e ainda verificando na abordagem se os condutores estavam habilitados”, ressaltou o presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte.

 

Moradores elogiam o trabalho das forças de segurança

 

Moradores elogiaram a ação das forças de segurança do Estado, dizendo que esse tipo de operação deveria ocorrer com mais frequência. A chegada dos profissionais despertou a atenção de famílias próximas a um bar localizado no bairro Caranã.

 

Do portão de casa, a empregada doméstica Josefina Torreias e familiares acompanharam a ação dos agentes de segurança. Ela contou que tem um filho autista de quatro anos de idade.

 

“É um alívio para a gente quando vemos uma ação como essa, o que deveria ocorrer muito mais vezes”, disse.

 

Josefina relatou que nas noites de todos os fins de semana não consegue dormir bem, porque tem que cuidar do filho autista que fica agitado devido ao barulho da música alta e das motocicletas com escapamento barulhento.

 

“Pelo menos hoje [ontem], depois dessa operação, acredito que dormiremos tranquilos”, complementou.

 

Avalie este item
(0 votos)

Os ribeirinhos que vivem em 25 comunidades no Baixo Rio Branco começam a ser atendidos nesta semana com as ações sociais do Governo de Roraima. O Programa Cesta da Família, executado pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), atenderá 800 famílias com a entrega de 2.400 cestas físicas encaminhadas à região.

 

A ação de entrega das cestas iniciou pela localidade de Santa Maria do Boiaçu, e de lá as equipes se deslocaram para os outros pontos de distribuição. A Setrabes levou também a equipe do Projeto Colo de Mãe para realizar cadastros e atender as mães ribeirinhas. 

 

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) é parceiro no auxílio do transporte das cestas até as comunidades mais distantes. Outras ações estão sendo desenvolvidas com a participação de militares da PMRR (Polícia Militar de Roraima). Além disso, servidores da Caer (Companhia de Águas e Esgotos) e do Instituto de Identificação também integram a missão Baixo Rio Branco, segundo informou a coordenadora do Cesta da Família, Joselita Martins Peixoto.

 

"Esta é a nossa segunda ida ao Baixo Rio Branco, onde junto com as demais secretarias e parceiros realizamos ações sociais que beneficiam famílias da localidade", destacou.

 

A secretária Tânia Soares ressaltou que o planejamento para o deslocamento das equipes para as localidades é previsto a cada três meses, com a entrega de alimentos que suprem as necessidades por esse período.

 

"Realizamos uma ação no mês de março, e agora em julho estamos retornando e cumprindo mais uma etapa de entregas dos alimentos aos ribeirinhos. Desde o início da gestão do governador Antonio Denarium, já realizamos atendimentos aos moradores de comunidades do Baixo Rio Branco em todos os programas sociais que integram a Setrabes”, informou.

 

Avalie este item
(0 votos)

Na reta final do prazo do Censo Previdenciário, o Iper (Instituto de Previdência do Estado de Roraima) promoveu neste sábado (15), das 8h às 12h, o Dia D de Atendimento do Censo Previdenciário. Ao todo, foram realizados 443 atendimentos entre as modalidades presencial e online.

 

A presidente do Iper, Cinara Machado, ficou satisfeita com a presença dos servidores, mas esclarece que muitos ainda não fizeram o Censo Previdenciário. “O objetivo do plantão foi oferecer mais uma alternativa para os servidores efetivos estaduais realizarem o recenseamento, pois o prazo encerra no dia 20 de julho, próxima quinta-feira”, afirmou a presidente.

 

Antes do horário estipulado, alguns servidores já aguardavam a abertura dos portões. Para a professora Francisca Moraes, o plantão de atendimento no sábado foi importante, pois durante a semana é muito corrido. “Foi uma grande iniciativa promover esse mutirão para realizar o Censo. Foi uma ótima oportunidade para os servidores”, disse a servidora estadual.

 

Tedy Francisco da Silva Sobrinho, servidor estadual há 21 anos, resolveu realizar o Censo pessoalmente, pois tinha muitas dúvidas em relação ao preenchimento dos dados. “O atendimento foi muito rápido e eficaz”, afirmou o servidor.

 

O Censo Previdenciário se encerra na próxima quinta-feira. O servidor que não fizer a atualização cadastral terá o salário suspenso, conforme determina a Lei Federal nº 10.887 e a Lei Complementar Estadual nº 305, de 2022.

 

Polo de Atendimento

 

O Iper está oferecendo dois Polos de Atendimento. Um funciona no prédio do Instituto de Previdência, localizado na Rua Araújo Filho, 823, Centro. O segundo Polo atende no auditório da Secretaria Estadual de Educação. Os Polos funcionam das 8h às 17h, sendo necessário fazer o agendamento prévio pelo site do Iper.

 

Para quem preferir fazer o Censo online, basta acessar o site do Iper: www.iper.rr.gov.br  ou pelo aplicativo meu RPPS. Em caso de dúvidas, ligar para o número 0800-800-3400 ou enviar mensagem (95) 99134-4805.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima iniciou nesta quinta-feira,13, a perfuração de um poço artesiano no bairro da Pista, localizado na sede do município de Uiramutã.

 

Um investimento de cerca de R$100 mil da Caer (Companhia de Água de Esgoto de Roraima) em saneamento básico que atenderá a mais de 100 famílias na localidade. A previsão para entrega será de até 15 dias.

 

O diretor Comercial e do Interior da Caer, Cicero Batista, afirmou da importância do investimento no município e a sensibilidade da companhia em destinar recursos para saneamento básico para a população local.

 

“Uiramutã é um dos municípios que mais recebeu investimentos de saneamento básico do Governo. O poço é uma reivindicação antiga dos moradores, e agora será solucionado o problema da falta de abastecimento e garantir o fornecimento de água potável para a população,” explicou.

 

Além da perfuração do novo poço, que vai reforçar o abastecimento com pressão suficiente de água potável nas residências, também será realizado a construção de uma rede 100 milímetros, com 800 metros de extensão para atender esta parcela da população.

 

MAIS INVESTIMENTOS

 

Em 2018, no início da atual gestão, Uiramutã contava apenas com dois poços artesianos e uma barragem sem tratamento de água. A Caer já ampliou o sistema de abastecimento do município com a perfuração de quatro poços artesianos e a construção de 2 mil metros de extensão de rede no município.

 

Além disso, foram revitalizados o reservatório de 100 mil litros, localizado no bairro Venezuela, um reservatório elevado de 40 mil litros e instalados cloradores novos em todos os poços.

 

A agência de atendimento ao público e um laboratório para análise fisioquímica da água, na sede do município, já está pronta e em breve será entregue à população.

 

Com 236 clientes ativos e os investimentos realizados pela atual gestão, a empresa dispõe hoje de seis poços com vazão de 75 mil litros/hora para atender a demanda satisfatoriamente.

 

Desde o início da gestão, o Governo de Roraima realiza um investimento maciço na ampliação do sistema de abastecimento de água. São mais de 90 poços artesianos perfurados em todo Estado, além da extensão da rede, obras de reformas e construção de novas unidades de atendimento da Companhia em todo o Estado.

 

Avalie este item
(0 votos)

A partir do dia 1º de janeiro de 2024, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) estará apto a emitir o boleto do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) com desconto de até 10% no pagamento em cota única, conforme a lei nº 1.835, sancionada pelo governador Antonio Denarium no dia 7 de junho de 2023.

 

O IPVA é um imposto da Sefaz (Secretaria da Fazenda), e sua quitação é um requisito para o licenciamento. A lei tem o objetivo de facilitar e incentivar os contribuintes a cumprirem as obrigações tributárias e regularização dos veículos.

 

A emissão do boleto pode ser realizada via digital pelo site do Detran-RR ou pessoalmente nas agências descentralizadas da autarquia (Raiar do Sol, Cidade Satélite, Casa do Cidadão, Pátio Shopping e Garden Shopping) ou na sede do Detran.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, explicou que a partir de 2024 o pagamento em cota única será disponível no site da autarquia com o valor dos 10% de desconto já incluído no boleto.

 

“Com a aprovação desta lei, o cidadão tem uma alternativa mais acessível para pagar seu IPVA e evitar inadimplências e multas. O condutor também pode optar por parcelar, porém com essa forma de pagamento os 10% de desconto não é incluso”, reforçou o presidente.

Avalie este item
(0 votos)

A partir do dia 1º de janeiro de 2024, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) estará apto a emitir o boleto do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) com desconto de até 10% no pagamento em cota única, conforme a lei nº 1.835, sancionada pelo governador Antonio Denarium no dia 7 de junho de 2023.

 

O IPVA é um imposto da Sefaz (Secretaria da Fazenda), e sua quitação é um requisito para o licenciamento. A lei tem o objetivo de facilitar e incentivar os contribuintes a cumprirem as obrigações tributárias e regularização dos veículos.

 

A emissão do boleto pode ser realizada via digital pelo site do Detran-RR ou pessoalmente nas agências descentralizadas da autarquia (Raiar do Sol, Cidade Satélite, Casa do Cidadão, Pátio Shopping e Garden Shopping) ou na sede do Detran.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, explicou que a partir de 2024 o pagamento em cota única será disponível no site da autarquia com o valor dos 10% de desconto já incluído no boleto.

 

“Com a aprovação desta lei, o cidadão tem uma alternativa mais acessível para pagar seu IPVA e evitar inadimplências e multas. O condutor também pode optar por parcelar, porém com essa forma de pagamento os 10% de desconto não é incluso”, reforçou o presidente.

Publish modules to the "off-canvas" position.

Orjinal cialis sipariş hattı orjinal cialis resmi sitesi olan https://cialispillshop.com adresidir. mert tesisat