n
Avalie este item
(181 votos)

 

Credenciada pelo Ministério da Saúde para o tratamento de pacientes oncológicos em Roraima, a Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima realizou 135.225 atendimentos no ano de 2023.

Ao todo, 592 pacientes deram entrada pela primeira vez para o tratamento de neoplasias no ano passado. A unidade também realizou 884 procedimentos cirúrgicos.

“A tendência que temos observado ano após ano é que os atendimentos aqui na Unacon têm aumentado consideravelmente”, afirmou o coordenador da Unacon-RR, Anderson Dalla Benetta.

Localizada na estrutura do Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento, a Unacon-RR oferece tratamento integral e humanizado aos pacientes do Estado, oferecendo 32 serviços exclusivos.

Para solicitar a assistência na unidade, é necessário apresentar a biópsia positiva juntamente com as documentações pessoais (RG, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS).

“Damos um tratamento integral e uma abordagem completa para o paciente. A unidade é altamente especializada com uma equipe bastante grande, com total capacidade de prestar o completo atendimento aos pacientes”, destacou o médico.

É importante destacar ainda que a duração do tratamento de um paciente oncológico pode variar de acordo com a neoplasia e objetivos do tipo de procedimento do qual ele será submetido. No geral, esse tempo pode ser de três a seis meses.

“O aumento da incidência de câncer é causado principalmente por hábitos como etilismo [grande consumo de álcool], tabagismo, dieta inadequada, falta de atividades físicas, entre outros”, complementou Dalla Benetta.

A Unacon-RR está localizada na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, nº 1.364, bairro Aeroporto. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

 

 

Avalie este item
(85 votos)

 

O Governo de Roraima segue estreitando laços com instituições parceiras por meio de atividades, cooperações técnicas e entregas. Para fortalecer as relações institucionais em prol da população, o Executivo entregou ao Dsei-Leste (Distrito Sanitário Especial Indígena Leste) repassou um caminhão tipo trucado para ser utilizado pelo órgão federal vinculado ao Ministério da Saúde.

O veículo, entregue nesta semana pela Sepi (Secretaria dos Povos Indígenas) e o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), atenderá todas as comunidades ligadas ao Dsei-Leste para auxiliar em serviços logísticos, de adequações, transporte de materiais e apoio ao sistema de abastecimento de água, seguindo demanda e programação de cada localidade.

O governador Antonio Denarium explicou que um dos eixos de trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado é atuar para atender as demandas dos povos indígenas, inclusive de forma indireta, por meio de parcerias, como é o caso. Ele também frisou que o veículo foi adquirido com recursos próprios do Estado e foi firmado termo de cooperação técnica entre as instituições.

“A princípio, o Distrito vai utilizar esse caminhão por uma temporada, que pode ser renovada em caso de necessidade. E se houver, iremos prontamente atender. Isso é respeito com as comunidades indígenas de Roraima”, disse.

De acordo com o coordenador do Dsei-Leste, Zelandes Oliveira, o veículo atenderá diversas comunidades localizadas nos 11 municípios em que o Dsei-Leste atende, além de 31 terras indígenas em todo o Estado.

“Agradecemos por essa valiosa contribuição do Governo de Roraima que celebrou um termo de cooperação técnica conosco para ceder um caminhão para ficar à disposição da nossa instituição nos próximos 40 dias. Ele vai atender o nosso serviço de edificação e saneamento ambiental indígena levando materiais de construções para as comunidades que precisam”, afirmou.

 

COOPERAÇÃO TÉCNICA

O secretário dos Povos Indígenas, Tadeu Lima, ressaltou que conversas sobre as demandas já haviam ocorrido anteriormente, dando origem a solicitação oficial, por meio da pasta, que visava o uso do veículo para a realização das atividades em regiões mais distantes, como as comunidades no Uiramutã ou em Normandia.

“Diante dessa necessidade, o governador Antonio Denarium, sensível ao atendimento aos povos indígenas, se propôs em fazer essa doação através de cautela, de um caminhão ao Dsei-Leste, que só fortalece mais e ajuda o trabalho de apoio às comunidades”, declarou.

O presidente do Iater, Marcelo Pereira, complementou, dizendo que haverá, em breve, novas entregas para outras entidades indígenas, como tratores, caminhões, motocultivador, casa de farinha, roçadeira, motor de rabeta, além de outras ferramentas e implementos para trabalhar a irrigação e apoiar os projetos de piscicultura e avicultura.

“Estamos também levando para essas mesmas comunidades e população atendida pelo Dsei Leste os projetos de grãos, de café, que está disponível, de melancia em algumas comunidades, e de mandiocultura, para subsidiar a alimentação da população indígena e, com o excedente, trabalhar a comercialização”, completou.

 

 

Avalie este item
(24 votos)

 

 A Policlínica Coronel Mota iniciou na manhã desta sexta-feira, dia 5, a programação alusiva ao Janeiro Branco, campanha que tem como foco a sensibilização acerca dos cuidados com a saúde mental.

Organizada pelo setor de Psicologia e Psiquiatria, a programação foi voltada especialmente para os servidores da unidade. Este ano, a campanha tem como tema “Saúde Mental Enquanto Há Tempo”.

“Pensando no tema, resolvemos focar este ano nos colaboradores, ou seja, cuidando do cuidador. O servidor também precisa de atenção com a saúde mental, para que possamos acolher melhor, recepcionar melhor os usuários que vão vir à unidade”, explicou a responsável pelo setor, Suely Melo.

No ano passado, segundo o Serviço de Estatísticas do Coronel Mota, foram realizados 14.772 atendimentos na especialidade de psiquiatria e 6.823 atendimentos na área de psiquiatria.

“Não vamos esquecer dos nossos pacientes, eles também serão beneficiados, teremos palestras para os usuários. Não devemos deixar a saúde mental se agravar, precisamos buscar ajuda o quanto antes, para que a sua saúde não seja prejudicada”, acrescentou Suely.

Entre os participantes da ação estava a Kamylla Ferreira, que atua na unidade como técnica de Enfermagem. Para ela, muitos servidores acabam esquecendo de cuidar de si mesmo.

“Alguns pacientes chegam super sobrecarregados e é importante ouvirmos eles, até para desestressar das frustrações que eles têm. Só que nós servidores também ficamos sobrecarregados emocionalmente. Esse é um momento muito importante para poder descarregar todas as frustrações que assimilamos, até dos nossos casos também”, afirmou.

A servidora Mônica Freitas trabalha no setor de Vigilância Sanitária do Coronel Mota. Ela também reconhece a importância de cuidar da saúde mental para melhorar o bem-estar das pessoas.

“Não podemos nos esconder, precisamos sempre buscar ajuda e é o que eu faço, porque eu faço tratamento lá também. [A programação] está sendo muito interessante e eu gostei muito da apresentação de hoje, com a possibilidade de poder relaxar”, afirmou.

 

Confira a programação:

26/01 – Palestra voltada para servidores com o médico psiquiatra, Alessandro Domingues.

Horário: 14h30

Local: Coronel Mota

 

31/01 – Café com a Psicóloga (Voltado para servidores).

Horário: 8h

Local: 8h

 

 

Avalie este item
(7 votos)

 

O ano de 2024 chegou com uma grande conquista realizada pelo Conselho Fiscal do Iper (Instituto de Previdência do Estado de Roraima). Atualmente, cinco conselheiros receberam a certificação profissional exigida pela Secretaria de Previdência, órgão vinculado ao Ministério da Previdência.

A certificação é feita conforme art. 8º-B da Lei nº 9.717 de 1998 e pelos normativos do Ministério da Previdência para todos os dirigentes da unidade gestora do RPPS (Regimes Próprios de Previdência Social), dos membros dos conselhos deliberativo e fiscal, responsável pela gestão dos recursos, além dos membros do comitê de investimentos.

Para o presidente do Conselho Fiscal, Herick Feijó Mendes, o propósito da certificação é aprimorar as habilidades dos dirigentes e conselheiros que exercem funções na instituição previdenciária.

“A certificação de todos os conselheiros como uma medida adotada pela presidência e orientação da gestão do RPPS,  possibilita que possamos fiscalizar de maneira mais técnica e profissional às ações do Regime Próprio de Previdência”, esclareceu o presidente

Receberam a certificação os seguintes membros do Conselho Fiscal: o conselheiro presidente Herick Feijó Mendes, como representante do Governo do Estado de Roraima, a conselheira representante do Ministério Público do Estado de Roraima, Katiúscia Carvalho Albuquerque Teles, o conselheiro titular representante do Iper, Carlos Alexandre Praia Rodrigues de Carvalho, o conselheiro representante do Poder Judiciário, Crystopher Rodrigues da Silva, e o conselheiro representante do Poder Legislativo, José Francisco da Silva.

Os conselheiros se reúnem mensalmente para examinar o balanço anual, balancetes e demais atos de gestão.

Eles têm como atribuições verificar a coerência das premissas e resultados da avaliação atuarial, acompanhar o cumprimento do plano de custeio em relação ao repasse das contribuições e aportes previstos, emitir pareceres sobre a prestação de contas anual da unidade gestora do RPPS nos prazos legais estabelecidos, além de relatar as discordâncias eventualmente apuradas sugerindo medidas saneadoras com o objetivo principal de zelar pelo patrimônio previdenciário de todos os segurados.

 

 

Avalie este item
(9 votos)

As inscrições para o Programa CNH Cidadã 2024 estarão abertas a partir do dia 5 de fevereiro. O anúncio foi feito pelo governador Antonio Denarium durante a entrega de carteiras de habilitação para os contemplados pelo projeto, na manhã desta sexta-feira, 5, no pátio de provas práticas do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima).

Para a nova etapa do programa neste ano, a previsão é de 2 mil CNHs Cidadã, sendo mil carteiras para o primeiro semestre e outras mil para o segundo semestre.

“Esse é um importante programa social permanente que atende as pessoas que mais precisam. Além do mais, elas poderão conduzir seus veículos com segurança, além de estarem agora habilitadas e preparadas para o mercado de trabalho”, comentou.

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, explicou que 239 pessoas foram contempladas. “Entre essa turma, hoje compareceram ao evento 73 pessoas contempladas com CNHs Cidadãs. Outros beneficiados virão na semana que vem e outros ainda estão concluindo o processo”, ressaltou.

Uma das contempladas que recebeu a CNH Cidadã é Obilene Bezerra Chagas. “Estou muito feliz por estar habilitada nas categorias A e B. Sou muito grata a Deus pela conquista e também agradeço ao governador Antonio Denarium, à equipe do Detran-RR e aos meus instrutores da autoescola. A CNH Cidadã é muito importante para todos nós, até porque não tínhamos condições de pagar por uma habilitação”, disse.

O Programa CNH Cidadã tem como objetivo oportunizar gratuitamente a capacitação de novos condutores e democratizar o acesso ao documento. A iniciativa tem como público-alvo pessoas de baixa renda e concede a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias A, B e AB.

 

 

Avalie este item
(6 votos)

Ao longo do ano de 2023, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) realizou a distribuição de 19.327 bolsas de sangue para unidades hospitalares da rede pública e privada do Estado.   

Esse resultado só foi possível graças à execução de várias estratégias por parte das equipes da Unidade, seja por meio da convocação de voluntários, da presença de doadores voluntários ou de reposição e realização de campanhas com parceiros.

“É fundamental que as pessoas saibam em números o quanto podem ajudar e o quanto podemos precisar delas cada vez mais. É importantíssimo para o paciente que está precisando, e para que o doador sinta a importância do seu ato de doar”, destacou a enfermeira do setor de triagem do Hemoraima, Liliana Bezerra.

Considerada vital para que não haja desassistência ao paciente que precisa de uma transfusão de sangue, o Hemoraima busca mecanismos que garantam o pleno abastecimento do estoque de hemocomponentes no nosso estoque, uma vez que as demandas costumam aumentar na mesma proporção em que há diminuição do comparecimento de doadores regulares.

“A necessidade de bolsas de sangue não para, temos rotineiramente acidentes, cirurgias de grande porte e doenças que necessitam de sangue. Nós precisamos de você doador e de você que ainda não é doador, que vocês se sensibilizem e entendam que com um simples ato de doar sangue você pode fazer a diferença em uma vida”, reforçou Liliana.

Para ser doador é preciso ter a partir de 16 anos até os 69 anos, caso seja menor de idade é necessário estar acompanhado do tutor legal. Para pessoas acima dos 60 anos, é preciso ter um histórico de doação.

Além disso, é importante que o voluntário esteja saudável, não apresente sintomas de gripe, ou alergias, nem tenha ingerido bebidas alcoólicas a menos de 24h antes da doação.

É importante ressaltar ainda que doadores do sexo masculino podem doar a cada 61 dias e mulheres precisam de um intervalo de 91 dias para fazer a doação.

“E cada vez que você se dispõe a fazer sua doação de sangue, você está ajudando até quatro pessoas”, completou.

SERVIÇO HEMATÓGICO

Além do serviço de coleta de sangue, o Hemoraima também dispõe da Clínica Hematológica, principal referência em Roraima no tratamento de doenças benignas relacionadas ao sangue.

“Quando fala em Hemocentros, pensamos logo na parte de doação e distribuição de sangue, mas o Hemoraima também conta com o cuidado hematológico às pessoas que precisam de tratamento., salientou a Diretora-Geral do Hemoraima, Patrícia Veríssimo.

Em 2023, segundo os dados da unidade, foram contabilizados 6.778 atendimentos a pacientes do Estado.

Segundo a diretora, o ambulatório de Hematologia realiza um atendimento multidisciplinar para todos os pacientes hematolőgicos, tanto crianças como adultos, com serviços especializados em hematologia, clínica médica, pediatra, clínica geral, infectologia, psicologia, fisioterapia, nutrição, psiquiatria, assistência social e endocrinologia.

“Nós contamos com toda a linha de cuidado para atender, acompanhar e oferecer uma melhor qualidade  de vida aos pacientes. 2023 foi um ano de muitos atendimentos e achamos importante compartilhar esse resultado satisfatório ”, reforçou Patrícia.

Para marcar uma consulta, é preciso ter um encaminhamento de outro médico, além de apresentar o CPF e cartão do SUS. Após isso, o paciente passará por triagem e investigação.

 

FUNCIONAMENTO

O Hemoraima fica na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). A unidade funciona de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 18h.

Mais informações podem ser obtidas pelo número (95) 98404-9593 ou (95) 98116-7367.  

 

 

Avalie este item
(6 votos)

Nesta quinta-feira, 4, os moradores do loteamento João de Barro, em Boa Vista, recebem ação da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) com palestra sobre educação ambiental e esclarecimento de dúvidas sobre a regularização das novas ligações de água que serão feitas pela empresa assim que o Centro de Reservação e Distribuição do local for entregue à população.

Objetivo do evento e informar os moradores, como vai ocorrer acesso para receber água potável nas residências, as etapas para regularização cadastral e principalmente sensibilizar as pessoas quanto ao uso consciente da água.

“Atualmente os moradores do loteamento utilizam água de forma irregular, e por isso é importante a regularização cadastral junto à Caer. Também levaremos informações de como economizar água para garantir um futuro com qualidade de vida para todos”, explicou a chefe do NMA (Núcleo do meio Ambiente) Airlene Carvalho.

 

INVESTIMENTOS

No loteamento João de Barro, está sendo construído o sistema de abastecimento e distribuição de água bruta e tratada, que inclui a perfuração de três poços artesianos, construção de rede adutora, reservatório elevado de 300 m³, reservatório apoiado de 600 m³, estação elevatória de água tratada, rede de distribuição e ligações domiciliares. O Governo de Roraima investiu R$ 12 milhões no pacote de obras.

A produção de água tratada na capital aumentou cerca de 35% nos últimos quatro anos, e possui excelência em cobertura, com 99,9% da população atendida com água potável. Roraima é o terceiro Estado brasileiro que mais investe em saneamento básico, conforme dados do Instituto Trata Brasil.

 

 

Avalie este item
(7 votos)

 

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) realizou, no período de 22 de dezembro a 1º de janeiro de 2024, a operação Trânsito Mais Seguro, durante as comemorações festivas de fim de ano.

As ações de segurança viária foram realizadas nas principais ruas e avenidas da Capital, na RR-205, avenida Brasil (sentido Mucajaí) e na avenida João Alencar (sentido Pacaraima). Os agentes de fiscalização do Detran-RR também estiveram no réveillon do Parque Anauá, mantendo o fluxo de veículos e garantindo mais segurança para todos.

Nos dez dias de operação foram abordados 792 veículos, entre carros e motos, sendo que 31 foram removidos ao pátio do Detran-RR, pois estavam em desacordo com as normas do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

O diretor de segurança do trânsito do Detran-RR, Gueres Mesquita, destacou a importância de realizar essas operações principalmente em época festiva.

“Nossos agentes de trânsito realizaram 67 testes de alcoolemia onde apenas um condutor foi flagrado dirigindo sob efeito de álcool, então esse resultado mostra que é fundamental todos se conscientizarem para ter mais tranquilidade e dirigirem com segurança”, frisou.

 

INFRAÇÕES

As infrações mais cometidas pelos condutores nesse período foram “Sem cinto de segurança” com 113 autuações; seguida de “Fazendo uso do celular” com 54 autos e “Veículo sem licenciamento” também com 54 e “Dirigir sem CNH” com 36 autuações.

 

 

Avalie este item
(7 votos)

 

Uma das principais vocações econômicas de Roraima é a agricultura. E para fomentar o segmento, o Governo do Estado realizou, durante o ano de 2023, uma série de investimentos em várias frentes, que atendeu mais de 6 mil produtores rurais e fortaleceu culturas já existentes ou em desenvolvimento, como o plantio de milho, mandioca, banana, entre outros. 

Foram cerca de R$ 40 milhões revertidos na aquisição de insumos agrícolas, aquisição de máquinas, equipamentos e compras institucionais da produção, como caminhões e maquinários agrícolas. O volume de investimentos inclui emendas parlamentares federais.

Esses itens foram utilizados em ações de fomento da produção rural, como o Projeto de Grãos, que atingiu a marca de mais de 6 mil hectares somente em 2023, abrangendo a agricultura familiar e indígena.

O governador Antonio Denarium explicou que, como grande vocação econômica de Roraima, o setor é estimulado de forma a garantir emprego, renda e comida na mesa dos cidadãos, beneficiando produtores rurais e a população em geral.

“Todo esse investimento potencializa ainda mais a agricultura mecanizada e as organizações de produtores rurais, favorecendo a produção e o escoamento dos produtos produzidos, garantindo maior qualidade do campo à mesa. E o mais importante: promove o melhor aproveitamento de área, retardando maior pressão sobre o meio ambiente com abertura de novas áreas e a possibilidade de cultivos em sistemas integrados de produção com atividades agrícolas, pecuária e madeireiras. Isso é compromisso com o desenvolvimento sustentável de Roraima”, avaliou.

FAMILIAR E INDÍGENA

Na agricultura familiar, o Governo de Roraima tem promovido trabalho, renda e segurança alimentar efetivando vários projetos, também conectados com associações e cooperativas. 

Em 2023, com o Projeto de Grãos, a área plantada registrou 6.777 hectares, estimando uma produção de 43,203 toneladas, representando 106,25 sacas por hectare, mais do que dobrando o período anterior. Isso inclui, por exemplo, o cultivo do milho e do feijão-caupi.

Além disso, segmentando o desenvolvimento sustentável, o Governo e o Basa (Banco da Amazônia S/A) firmaram parceria para facilitar acesso ao Crédito Rural com investimento de R$ 455 milhões, que estão oportunizando mais aplicações em infraestrutura primária.

O Plano Safra da Agricultura Familiar 2023/24 também destinou R$ 134 milhões para fortalecer os pequenos produtores locais. Estas parcerias são consideradas importantes para o progresso social, considerando que um relatório divulgado pela CGU (Controladoria Geral da União) de 2020 que aponta que a modalidade de produção familiar representa 90% da economia dos municípios brasileiros.

Ainda no setor produtivo rural do Estado, a entrega de mais de 400 kits de pesca, que inclui barco de alumínio, motor rabeta e um kit de malhadeira e caixas térmicas, para ribeirinhos e pescadores, fomentou a aquicultura nos rios de Roraima. A Sepi (Secretaria dos Povos Indígenas), entregou ainda 90 mil alevinos para comunidades indígenas da capital e do interior. Antes também foram atendidas 117 comunidades em seis municípios, com expectativa de alcançar mais de 2 mil famílias que vivem em 200 localidades.

 

AGRONEGÓCIO E INVESTIMENTOS

Para garantir o crescimento do agronegócio em terras roraimenses, o Governo do Estado garantiu o desenvolvimento do Estado por meio da segurança e governança fundiária e ambiental do Zoneamento Ecológico-Econômico, já em implementação, além de estimular a abertura de novos mercados fronteiriços, garantir disponibilidade de créditos junto a entidades bancárias parceiras, da isenção fiscal e tributária e demais políticas públicas.

Como ressaltado pelo secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Márcio Grangeiro, no geral, o resultado do trabalho voltado ao eixo é extremamente positivo, uma vez que, com a ampliação de áreas de produção e da capacidade de armazenamento privado e a abertura de novas plantas agroindustriais, se tem o favorecimento à geração de emprego e renda, dando oportunidade a todos no campo e nas cidades.

“A política pública do eixo de desenvolvimento rural sustentável do Estado é pensada dentro da Seadi em parcerias com demais pastas a ela vinculadas. Isso dá mais garantias e segurança aos investidores, além da articulação institucional com entidades afins”, complementou.

Vale ressaltar que os trabalhos para atração de negócios também incluem a modernização do Distrito Industrial Governador Aquilino Mota Duarte, em Boa Vista. Com recursos oriundos de convênios federais e recursos próprios, houve investimento de R$ 25 milhões nos trabalhos de revitalização.

Ainda sobre o Distrito Industrial, outra medida tomada, visando favorecer as empresas instaladas e as que estão em processo de instalação na área foi o arrendamento de lotes, por meio de licitação e leilões públicos. Com isso, em breve, essas empresas estarão produzindo e gerando emprego e renda, além de diversidade de produtos e serviços.

Expoferr Show 2023: Feira garantiu mais de R$ 700 milhões em volume de negócios

Maior evento voltado ao agronegócio e à atração de negócios, a 42ª edição da Expoferr Show (Exposição-Feira Agropecuária de Roraima) foi um verdadeiro sucesso de público e volume de negócios.

Em números gerais, a feira teve público recorde de 505 mil pessoas durante os cinco dias de evento. Ainda no período, obteve-se mais de R$ 700 milhões entre negócios realizados e prospectados durante a programação, com mais de 150 empresas expositoras e prestadoras de serviços e mais de 1.000 animais expostos para vendas diretas e leilões.

A pluralidade de atrações foi um grande diferencial. Além das atrações musicais locais e nacionais, o público presente também prestigiou mostras do artesanato indígena, da produção da agricultura familiar, da rota do agro e da vitrine tecnológica. E para 2024, vem muito mais por aí!

“Para 2024, temos inúmeras ações visando dar continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido, fortalecendo ainda mais o setor produtivo, buscando implementar tecnologias como a irrigação e o cultivo protegido, mais investimentos no setor e melhor preparo da área, maior verticalização e melhoria do escoamento da produção agropecuária do Estado. Com o aumento do PIB [produto interno bruto], da geração de emprego, renda, sustentabilidade ambiental e a longevidade dos negócios, vamos garantir alimentação saudável e qualidade de vida nas cidades de Roraima”, destacou o secretário de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação, Márcio Grangeiro.

 

Avalie este item
(7 votos)

 

A Policlínica Coronel Mota dará início nesta sexta-feira, 5, à programação alusiva ao Janeiro Branco, mês dedicado sobre a importância de ações em prol da saúde mental. 

Organizada pelo setor de Psicologia e Psiquiatria, a programação de 2024, que tem como tema “Saúde Mental Enquanto Há Tempo”, contará com palestras, roda de conversas e outras ações especialmente para pacientes e servidores de toda a unidade.

“Teremos palestras, dinâmicas e teremos um grupo de apoio durante todo mês de janeiro para fazer essa sensibilização dos servidores e pacientes, falando sobre a importância que nós devemos ter com a saúde mental”, afirmou a coordenadora do setor, Suely Melo.

A programação para o mês de janeiro é uma iniciativa para estimular a compreensão sobre os riscos dos danos mentais. A campanha é realizada em todo o mundo, sendo iniciada no Brasil em 2014.

No ano passado, segundo o setor de estatística da unidade, foram realizados 20.814 atendimentos, sendo 14.297 na área de psiquiatria e 6.517 na área de psicologia.

“Muitas pessoas ainda não ouviram falar sobre o Janeiro Branco, que se trata de uma campanha com o objetivo de chamar a atenção da humanidade para as questões e as necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas, além das instituições”, destacou Suely.

 

Confira a programação:

05/01 – Abertura da programação com entrega de panfletos sobre cuidados com saúde mental.

Horário: 8h30

Local: Coronel Mota

 

26/01 – Palestra voltada para servidores com o médico psiquiatra, Alessandro Domingues.

Horário: 14h30

Local: Coronel Mota

 

31/01 – Café com a Psicóloga (Voltado para servidores).

Horário: 8h

Local: 8h

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

Às 00h32 desta segunda-feira, 1º de janeiro, nasceu o primeiro bebê roraimense do novo ano de 2024. Filha da dona de casa Yuliana del Carmen Guerra González, a pequena Rosmairys González chegou ao mundo em parto normal, pesando 3,675 kg e medindo 53 centímetros. 

A mãe Yuliana compartilhou detalhes do procedimento, que ocorreu no HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazaré). Ela deu entrada na Maternidade às 23h30 de domingo, 31 de dezembro, acompanhada da família assim que sentiu as primeiras contrações. O parto transcorreu de forma rápida e segura sob os cuidados das pediatras Cláudia Aires e Bárbara Pacheco e da equipe da unidade.

“Foi tudo tranquilo. Quando eu cheguei já senti algumas dores pelas dilatações, mas todos me atenderam bem. O parto aconteceu rápido, em cerca de uma hora. A equipe foi muito compreensiva e me disseram na hora que [Rosmairys] era a primeira bebê do ano”, explicou Yuliana, que já era mãe de outra menina.

Ela disse ainda que realizou o pré-natal durante a gravidez, o que ajudou a garantir uma gestação tranquila e um parto sem complicações.

O médico pediatra e coordenador da Neonatologia do HMI, Pedro Salomão, afirmou que Yuliana e Rosmairys receberam toda a assistência necessária no momento do parto.

“Graças a Deus [Rosmairys] passou por um parto tranquilo. É uma bebê linda, e como todo primeiro bebê do ano, traz para a gente uma simbologia muito grande de esperança, de vida nova, que se renova a cada dia e a cada ano. Na nossa cultura temos o hábito de saudar o primeiro dia e o primeiro bebê do ano, e estamos muito felizes com esse nascimento na nossa Maternidade”, disse Salomão.

O pediatra considera ainda que o procedimento é um nascimento saudável, e que agora, Yuliana e Rosmairys permanecem na unidade recebendo os cuidados pós-parto até receberem alta médica, onde são acompanhadas de 48 a 72 horas.

Como procedimento padrão, o recém-nascido recebe as vacinas contra a hepatite B e a BCG, que protege contra a tuberculose. Ambas são as primeiras do calendário que são feitas ainda dentro da Maternidade.

Os bebês também já saem da unidade com os testes do olhinho (reflexo vermelho), da orelhinha e do coraçãozinho realizados. Além disso, embora não seja obrigatório, a equipe de odontologia do HMI faz ainda o teste da linguinha na criança.

“É de fundamental importância que toda mãe que decida ter uma criança ou esteja em uma gestação procure imediatamente o posto de saúde mais próximo para iniciar os procedimentos de pré-natal adequados para estarem protegidas no momento do parto e no pós-parto. Isso faz toda diferença na hora que o bebê nasce e na vida do bebê até se tornar uma pessoa adulta”, reforçou o pediatra.

 

MAIS DE 9 MIL PARTOS EM 2023

Até o dia 18 de dezembro foram contabilizados 9.517 partos no Hospital Materno Infantil, sendo 5.705 partos normais e 3.812 cesarianas A unidade realiza, diariamente, cerca de 30 procedimentos diários.

“Há um atendimento crescente por algumas variáveis, como a demanda migratória do Estado. Procuramos, dentro do possível, fazer um atendimento humanizado e que procure privilegiar a gestante durante o período que está aqui”, ressaltou Salomão.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Um dos mais tradicionais eventos do Estado e da região Norte, o Réveillon no Parque Anauá ocorreu neste domingo, 31, e recebeu um público de 60 mil pessoas que prestigiaram vários shows culturais e a tão esperada queima de fogos para recepcionar a passagem para o ano de 2024.

E um evento desses não poderia deixar de pensar em uma comemoração voltada para as famílias roraimenses. Para que a celebração fosse feita com muita alegria, beleza e votos de esperança, foi preparado uma estrutura que contemplou espaço de diversão para as crianças, praça de alimentação, decoração moderna e “instagramável”, além de um grande palco para as manifestações musicais.

O governador Antonio Denarium ressaltou que o evento tradicional recebeu público da capital, do interior e até de outros estados brasileiros, tornando a festa ainda mais plural.

"São 11 horas de festa com a tradicional queima de fogos e apresentações que, com certeza, foram abrilhantadas com uma das maiores forrozeiras do Brasil: a Solange Almeida, que fez muito sucesso com a banda Aviões do Forró. E a população compareceu em peso aqui no Parque Anauá para prestigiar esse grande evento", frisou.

O diarista Junior Franco, de 23 anos, participou da programação de Réveillon com a esposa, o filho, a mãe e a irmã. Frequentador recorrente da passagem de ano no Parque Anauá, ele elogiou a organização do evento, pautada na diversão da família roraimense, e fez alguns pedidos para o ano de 2024.

“Espero que 2024 seja um ano de muitas bênçãos para toda a família roraimense. Que cada um alcance suas expectativas, que seus sonhos sejam realizados e suas metas sejam cumpridas. Eu passei alguns anos morando fora e, agora que eu voltei com a família, estou tendo esse privilégio novo de comemorar o ano novo de novo aqui no Parque Anauá", disse

Quem também aproveitou a virada de ano no parque da família foi a psicóloga Gabriele Almeida, de 29 anos, que estava acompanhada das amigas e da família. Para o novo ano, a jovem busca ter maior autoconhecimento, trabalhar os limites e as conquistas, buscando nunca desistir. Ela também comentou sobre a organização do Réveillon.

"A gente tirou muitas fotos, está muito lindo os fogos, ficaram muito perfeitos. Aqui no Parque Anauá vi uns letreiros com algumas palavras-chave e, pra 2024, quero principalmente felicidade e amor, porque acho que a gente precisa bastante para o nosso 2024", pontuou

 

Virada de ano é marcada por grandes sucessos de Solange Almeida e queima de fogos de 11 minutos

O grande destaque do Réveillon no Parque Anauá foram as atrações musicais. Além de apresentações de oito artistas locais no pré e pós-show, o público presente prestigiou o show da cantora baiana Solange Almeida. Expoente do forró, fez história na banda Aviões do Forró e segue carreira solo desde 2017.

“Apesar da distância, pensei no calor humano das pessoas. Eu tenho muitos fãs por aqui e estar aqui no Norte é sempre um prazer. Vim aqui e dei o meu melhor, como eu sempre dei, além de matar a saudade desse povo, trazendo a minha música, a minha energia e tudo que eu posso dar de melhor ao povo de Roraima”, declarou a cantora.

A cantora agitou o público com seus grandes sucessos e comandou a queima de fogos, que durou cerca de 11 minutos. Assim como nos últimos anos, o show da virada foi feito com fogos de artifícios silenciosos, respeitando a legislação vigente. Além disso, cerca de 150 ambulantes atuaram durante toda a noite, criando emprego e renda.

Avalie este item
(1 Votar)

O ano de 2023 foi marcado na Polícia Civil de Roraima por um intenso combate ao crime organizado, principalmente no enfrentamento ao tráfico de drogas. Com aumento expressivo de 348,7% nas apreensões de drogas em relação ao ano anterior, a estratégia da Polícia Civil foi concentrada em investigações macro que resultaram na interceptação de três aeronaves carregadas com drogas.

Os dados do ano de 2023 ainda estão em fase de consolidação, mas até o dia 28 de dezembro, a Polícia Civil registrou, em todo o Estado, 63.092 BOs (boletins de ocorrências), uma pequena redução em relação a 2022, que teve 63.219 boletins registrados.

Dos registros efetuados neste ano, 28.338 são considerados atípicos, ou seja, não são de natureza criminal.

MAIS INQUÉRITOS POLICIAIS

Foram instaurados 12,7% mais inquéritos policiais em 2023 do que em 2022. Ao todo, 1224 inquéritos ou APFs (autos de prisão em flagrante) foram lavrados em 2023 contra 1086 em 2022. Esses procedimentos resultaram na prisão de 2.203 pessoas neste ano, 15,2% a mais que em 2022, com 1.912 prisões resultantes dos inquéritos policiais.

Outro dado importante é que, ao longo de 2023, as investigações da Polícia Civil levaram ao esclarecimento da autoria de 2379 pessoas envolvidas em crimes, um percentual de 107,4% a mais que em 2022 com 1147 autorias definidas.

REDUÇÃO DOS CRIMES VIOLENTOS

Dados do NEAC (Núcleo de Estatística e Análise Criminal) da PCRR, apontaram a queda de 15% dos casos envolvendo os crimes violentos. Foram registrados 125 homicídios dolosos em redução de 28,5% em todo o Estado, comparado a 2022, que registrou 175 homicídios.

Em 2023, a Polícia Civil registrou o cumprimento de 1040 mandados de prisão, um pequeno aumento em relação a 2022, que resultou em 1020 mandados cumpridos. Por outro lado, aumentou o número de mandados de busca e apreensão de adolescentes em 54,5%.

Em 2022 foram 33 adolescentes apreendidos por mandado de busca e 51 em 2023. Aumentou em 477% os mandados de busca e apreensão em residências autorizados pela Justiça decorrentes de investigações. Em 2022 foram nove mandados e, em 2023, foram 52.

ARMAS APREENDIDAS

A Polícia Civil registrou a apreensão de 440 armas de fogo até 25 de dezembro deste ano, um aumento de 14,5% a mais que em 2022, que apreendeu 384 armas. O maior número de apreensões foi de pistolas. Um total de 132 em 2023 e 111 ano passado, um aumento de 18,9% desse tipo de armas. Também foi registrada a apreensão de quatro fuzis, um número bem maior que em 2022, que apreendeu apenas um fuzil.

ENFRENTAMENTO ÀS DROGAS

As ações de combate ao tráfico de drogas bateram recordes pela Polícia Civil em Roraima. Foram realizadas 70 operações policiais pela DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes) e Denarc (Departamento de Narcóticos) que resultaram na prisão de 123 pessoas e na apreensão de uma tonelada e 601 quilos de drogas.

Os resultados positivos no combate ao tráfico de drogas tiveram um aumento de 348,7% em relação a 2022 que apreendeu 356,925 kg de drogas. Em números, as duas unidades policiais desativaram 70 pontos de vendas de drogas e apreenderam, em 2023, 12 armas de fogo, 848 munições diversas, 44 veículos, 138 aparelhos de telefones celulares, 41 balanças, três aeronaves e apreendeu o equivalente a R$ 30.550,00.

Para a delegada-geral em exercício, Darlinda de Moura Viana, os números refletem o comprometimento e a dedicação incansável dos profissionais da Polícia Civil de Roraima, o que, para ela, resultou em conquistas significativas durante o ano de 2023.

“O foco incessante no combate às organizações criminosas, especialmente no tráfico de drogas, demonstra a determinação da equipe da Polícia Civil em garantir a segurança da sociedade. Consideramos que os resultados positivos alcançados pela Polícia Civil de Roraima em 2023 reforçam sua posição como uma força dedicada ao combate ao crime”, disse.

Darlinda Viana ressaltou ainda que o comprometimento evidenciado pelos números reflete não apenas uma resposta eficaz da Polícia Civil, mas, também, a resiliência da instituição diante dos desafios enfrentados e o investimento do governador Antonio Denarium.

“Tivemos um amplo investimento em aquisição de armas, munições, coletes balísticos, viaturas, equipamentos tecnológicos, construção de delegacias, capacitação de policiais, realização do concurso público. Todas essas ações são resultados de um esforço concentrado do Governo do Estado, visando melhorar e expandir a segurança pública, evidenciando o compromisso com a proteção e bem-estar da população”, ressaltou.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Agentes de fiscalização do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) irão garantir a segurança de pedestres e veículos durante o Réveillon no Parque Anauá. O evento, promovido pelo Governo do Estado, iniciará às 17h30 deste domingo, 31, com término previsto para a madrugada de segunda-feira, 1º de janeiro de 2024.

A partir das 9h deste domingo, 31, agentes farão a sinalização interna no parque. Nas proximidades do lago, onde será uma área de segurança por conta da queima dos fogos de artifícios, não será permitido o tráfego de veículos, somente de pedestres.

“Veículos poderão estacionar nas áreas internas do Parque Anauá, tendo acesso pela entrada lateral, em frente ao Bairro dos Estados, e no portão principal, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes”, explicou o diretor de Segurança do Trânsito do Detran-RR, Gueres Mesquita.

Os agentes de fiscalização também vão realizar o controle do fluxo de pessoas e veículos na faixa de pedestre em frente à entrada principal do parque, localizada na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes.

TRÂNSITO MAIS SEGURO

O Detran-RR, com apoio da PMRR (Polícia Militar de Roraima), está localizado em vários pontos estratégicos da capital e em rodovias estaduais intensificando a fiscalização para garantir maior segurança nas ruas, principalmente com foco na alcoolemia, por conta da combinação nociva de álcool e direção neste período de confraternizações.

Durante as abordagens, os agentes observam a documentação do veículo e do motorista, uso de bebida alcoólica e do celular enquanto dirige, uso do cinto de segurança pelo condutor e passageiro, entre outras regras.

Avalie este item
(1 Votar)

Dados da Sesau (Secretaria de Saúde) apontam que o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) realizou mais de 9 mil partos em 2023. A unidade é a principal referência do Estado na assistência especializada à mulheres durante a gravidez, parto e período pós-parto.

Até o dia 18 de dezembro foram contabilizados 9.517 partos, sendo 5.705 partos normais e 3.812 cesarianas. A unidade também realizou 897 curetagens, procedimento médico recomendado para remover qualquer tipo de tecido do útero.

Além disso, a Maternidade executou 337.463 atendimentos nas áreas de serviço social, Banco de Leite Humano, fisioterapia, odontologia, fonoaudiologia, psicologia, recém-nascido externo, follow up médico e serviço de saúde e segurança do trabalhador.

“Acredito que 2023 foi um ano de desenvolvimento e crescimento. Fizemos boas mudanças, alterações de fluxo e não só estamos suportando a demanda existente, que tem sido crescente devido ao aumento da população, mas mantendo o padrão de qualidade no trbalho”, afirmou a diretora-geral da unidade, Laís Blanco.

Atendimento humanizado da Maternidade é realizado em várias frentes

Com 41 anos de existência, o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth é responsável por atender tanto às demandas de pacientes locais quanto de mulheres vindas de outros Estados e de países vizinhos.

Só este ano, por exemplo, foram realizados 29.733 exames médicos divididos em ultrassonografia, radiologia, ecocardiograma e eletrocardiograma, possibilitando atendimento de qualidade para as pacientes.

As pacientes também podem conhecer o ambiente da Maternidade antes do parto, por meio do projeto “Enquanto o Bebê não Chega”, uma iniciativa voltada para aumentar a segurança das mulheres que se encontram no terceiro trimestre de gestação.

As interessadas em fazer a tour pela unidade podem procurar a Direção de Ensino e Pesquisa da Maternidade, local onde será feito o cadastro e o agendamento da data de visita.

A unidade também é referência nas três etapas do Método Canguru, projeto do Ministério da Saúde que busca minimizar os efeitos adversos do nascimento prematuro e que propõe a melhora do cuidado de recém-nascidos, por meio da observação constante da criança e toda sua família.

“Em 2024, nós buscaremos as melhorias nos atendimentos pré-natais, para que essas pacientes cheguem menos agravadas, para que elas tenham consciência do corpo delas, entendam o quanto é importante se respeitar, para que assim nós criemos vidas saudáveis no futuro”, destacou a diretora.

ASSISTÊNCIA NEONATAL

Cumprindo com a missão de auxiliar no desenvolvimento de recém-nascidos, o HMI também realiza os primeiros exames necessários dos bebês, como o teste do pezinho, do olhinho, da orelhinha e do coração, que podem ser feitos dentro da unidade antes do recém-nascido receber alta.

Ao todo, 19.946 testes em bebês foram feitos em 2023, sendo 5.214 testes do olhinho, 4.323 testes do pezinho, 9.001 testes da orelhinha e 1.408 testes do coraçãozinho. Os números são referentes apenas aos bebês que nasceram na unidade.

A Maternidade oferece ainda aplicações de vacinas (BCG, Hepatite B, dTp Acelular Adulto, Tríplice Viral, Imunoglobulina, Palivizumabe, Influenza, Pneumocócica, Varicela, Hexavalente e Meningo). De janeiro a novembro deste ano, foram aplicados 19.552 imunizantes em bebês no Estado.

Somamos esforços e garantimos grandes e excelentes melhorias não só para a unidade como para a população. No ano de 2024 nos aprofundaremos em mais melhorias para assim garantir excelência no atendimento”, pontuou Laís.

Avalie este item
(2 votos)

Responsável por atender as demandas de urgência e emergência médicas de bairros da zona Oeste de Boa Vista, o Pronto Atendimento Cosme e Silva contabilizou 537.483 atendimentos, entre 1º de janeiro a 19 de dezembro de 2023.

A unidade realiza uma série de serviços, tais como avaliações médicas, psicológicas, exames de bacilo álcool-ácido resistente, tomografia, pareceres odontológicos e exames de gasometria. A média diária por lá é de 560 atendimentos médicos, com uma rotina de funcionamento de 24 horas por dia.

“Os pacientes são atendidos na recepção, fazem a ficha e depois passam pela triagem, onde classificamos ele de acordo com o protocolo de classificação de risco. Após isso, é encaminhado para o médico, e se necessário é pedido uma avaliação de fisioterapeutas, de psicólogo, assistente social ou odontologia dependendo do caso”, afirmou a diretora geral da unidade, Moema Gonçalves.

O Cosme e Silva oferece também serviços de raio x; eletrocardiograma; Sala de Vacina; Sala de Sutura; Sala de Estabilização, onde o paciente pode ficar até 24 horas em observação antes de ser transferido para hospital de retaguarda; Sala de Gesso, que possui avaliação ortopédica; Sala da Malária, uma sala para o tratamento de pacientes com malária, onde é realizado o exame para um diagnóstico mais preciso da malária.

NOVIDADE

Situado na rua Delman Veras, no bairro Pintolândia, o Pronto Atendimento Cosme e Silva é uma unidade que possui 27 anos de existência, sendo indispensável no socorro à população, tanto da capital quanto dos municípios do interior.

Este ano, a unidade ampliou a sua capacidade de atendimento, com destaque para a inauguração da Sala de Procedimento, onde é feito drenagem de abscessos.

“Nós da administração vimos a necessidade desse serviço para a população, porque a pessoa chega com um abscesso, ao ponto de ser drenado, e não tinha onde realizá-lo no nosso estado”, explicou a diretora.

É importante esclarecer ainda que a unidade não é responsável pelo serviço de curativos, uma função exclusiva das Unidades Básicas de Saúde. Contudo, o serviço foi implantado como uma maneira de suprir a carência dos usuários do SUS que buscam suporte para o alivio de dor.

 

Avalie este item
(2 votos)

Dados da Devir (Delegacia Virtual) da PCRR (Polícia Civil de Roraima) apontam que os registros mais realizados pela plataforma nos últimos dois anos são relativos ao extravio e perda de documento e/ou objeto.

 

Neste ano de 2023 foram registrados cerca de 4630 B.Os (boletins de ocorrência) e, no ano passado, 4930 ocorrências de Perdas ou Extravios de Documentos.

 

Na lista dos cinco tipos de ocorrências mais registrados nos últimos dois anos, de acordo com os dados da Devir, o de Perda de Documentos lidera, seguido de Estelionato em segundo lugar, com 1967 B.Os em 2023 e 2109 em 2022.

 

Além disso, o registro de Furto está em terceiro lugar, com 1611 comunicados em 2023 e 1393 em 2022. Em quarto lugar está o crime de Acidente de Trânsito Sem Feridos, com 1425 registros em 2023 e 1160 registros em 2022. Por último, em quinto lugar, Outros Fatos Atípicos (que não são considerados crimes) com 616 registros, tanto em 2023 como em 2022.

 

Ao mesmo tempo, crimes como Estupro, Extorsão, Falsidade Ideológica, Abandono de Incapaz, Assédio Sexual; entre outros, tiveram baixos índices de registro em 2023 e 2022, alguns com apenas um registro online.

 

Para a delegada-geral em exercício da PCRR, Darlinda de Moura Viana, o alto índice de registros de perdas ou extravios de documentos ocorre devido à natureza do fato.

 

“A burocracia para registrar pessoalmente o boletim de ocorrência referente a perda de um documento é, muitas vezes, considerada desnecessária pelas pessoas. É melhor registrar no conforto de sua casa, por exemplo. Já os demais crimes, no qual muitas vezes se precisa de perícia ou algo do tipo, têm baixos índices de registro online, pois as pessoas preferem ir à Delegacia”, detalhou a delegada.

 

Ela destacou ainda um pequeno aumento no total de registros feitos virtualmente quando comparados os períodos de 2023 e de 2022.

 

Em 2022 foram registrados o total de 13.315 e, até o dia 23 de dezembro deste ano, foram registrados 13.528 registros, mostrando um pequeno aumento de 213 registros a mais pela plataforma da Devir.

 

“Percebemos que a população tem utilizado sim nosso atendimento online e mantido o grau de confiança. Nossos números internos também mostram que todos os boletins registrados têm tido respostas dentro do prazo máximo de 24h”, ressaltou Viana.

 

Conforme explicou a delegada, a Devir tem equipe de atendimento 24h.

 

“Apesar de não ser uma delegacia física, nós temos um local de funcionamento e agentes de Polícia para receber e dar prosseguimento a toda e qualquer ocorrência registrada, após o despacho do delegado”, disse.

 

Para Darlinda, a Devir também amplia a forma como a PCRR presta serviços à população.

 

“A Delegacia Virtual é uma comodidade em um momento difícil. Claro que todas as nossas delegacias físicas estão equipadas e preparadas para receber o cidadão, mas a Devir tem a particularidade de ser acessível em qualquer lugar e em qualquer hora. Com certeza é um serviço necessário e que tem desempenhado bem sua função”, avaliou.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima paga nesta quinta-feira, 28, o abono pecuniário extraordinário para os servidores da educação. A iniciativa beneficiará 9.618 profissionais da Educação estadual com o valor de R$ 5 mil reais, o que representa o total de R$ 48 milhões injetados na economia local.

Os valores serão pagos por meio de uma folha suplementar e devem estar na conta dos servidores após o meio-dia desta quinta-feira, 28. Sobre o valor do abono incidem os descontos referente ao IRPF (Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas).

“Pelo terceiro ano consecutivo estamos pagando o abono pecuniário extraordinário. Hoje, dia 28 de dezembro de 2023, está na conta o valor de R$ 5 mil reais para todos os servidores lotados e ativos da Educação. Agradeço a  todos os deputados estaduais que aprovaram esse projeto tão importante para o Estado e os servidores”, ressaltou o governador Denarium.

O Projeto de Lei n° 316/2023 referente ao pagamento do abono foi encaminhado pelo Poder Executivo para a Assembleia Legislativa, que aprovou a peça em sessão extraordinária realizada nesta quarta-feira, 27.

Serão contemplados servidores ativos da educação entre professores e servidores técnicos e administrativos que atuam nas escolas da capital, interior e comunidades indígenas e também no prédio-sede da Seed (Secretaria de Educação e Desporto). O abono será para servidores efetivos, comissionados e seletivados.

SERVIDORES VALORIZADOS

Além do pagamento do abono pecuniário, outras ações integram a política pública de valorização dos servidores da educação promovida pela atual gestão.

“São muitas as ações promovidas para melhorar a qualidade da educação no Estado. Com certeza o reconhecimento e a valorização dos nossos servidores e professores vão refletir positivamente na busca de melhores resultados”, destacou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mequita.

Entre estas ações estão, por exemplo, a convocação de professores concursados para reforçar o quadro efetivo da Seed (já são 1.490 novos docentes contratados), salários com valores acima do piso salarial da categoria, pagos em dia e dentro do mês trabalhado e o pagamento de mais de R$ 26 milhões em progressões verticais para dois mil professores.

Também estão inseridas dentro desta política de valorização, a aprovação da lei que incluiu os profissionais da Educação do Campo no PCCR (Plano de Cargos Carreiras e Remunerações) do Magistério da Educação Básica e a aprovação do novo plano dos técnicos administrativos.

A oferta de cursos de formação continuada pelo Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação) e de vagas para Curso de Doutorado em Educação por meio de parceria entre a Seed e o Centro Universitário Estácio da Amazônia, também estão no pacote das ações de valorização dos servidores da educação.

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

A estrutura da maior festa de Ano Novo de Roraima já está quase pronta. O tradicional Réveillon do Parque Anauá, promovido pelo Governo do Estado por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), promete reunir toda a família roraimense para a chegada de 2024.

 

A estrutura do palco, que vai receber todas as atrações musicais, começou a ser montada antes do Natal. A segurança do evento promete ser marcante para o público presente, que vai poder curtir toda a programação com tranquilidade na passagem de ano.

 

“O Governo do Estado está investindo em uma grande festa. Teremos muita música local para todos os gostos, além do nosso comércio que estará presente para movimentar a economia. O roraimense vai se divertir e começar 2024 com o pé direito”, afirmou o secretário-adjunto da Secult, Jaffé Oliveira.

 

Para isso, a programação foi pensada para atingir públicos de todos os gêneros e contará com atrações musicais locais e nacional. As crianças contarão com o espaço para a diversão, praça de alimentação e a tão esperada queima de fogos, que deve durar cerca de 10 minutos e respeitará a legislação vigente sobre ruídos.

 

Solange Almeida fará o show da virada no Parque Anauá

 

Os shows da festa de Réveillon iniciam às 17h30 com Fruto dos Lábios, seguidos de Neuber Uchôa (18h30), Reinaldo Barroso (19h30), Gleysinho Pegador (20h30), Estevão Alves (21h30). Às 22h30, antes da atração principal, sobe ao palco Edilson Marques.

 

A partir de 23h30, a cantora e compositora Solange Almeida subirá no palco do Parque Anauá.

 

A artista é uma das maiores referências do forró e é conhecida nacionalmente pelo repertório gigantesco de sucesso que conquistou o público. Entre os hits mais conhecidos da cantora, que integrou a banda Aviões do Forró, estão “Se Me Odeia Deita na BR”, “Se é Pra Gente Ficar” e “O Amor da Minha Vida Sou Eu”.

 

Após a virada de ano com Solange, quem comanda a festa é a banda Xote de Buteco (1h) e, na sequência, vem Dithânia e Banda (2h30). O evento encerra às 4h da manhã.

 

RÉVEILLON SEGURO

 

Para garantir a tranquilidade e evitar qualquer tipo de transtorno durante o Réveillon no Parque Anauá, as forças de segurança vão atuar de forma conjunta na festa, por meio de um planejamento montado pela Polícia Militar.

 

Cerca de 180 policiais militares estarão envolvidos na ação, na modalidade a pé e em viaturas.

 

Além da PM, o trabalho integrado envolve o CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), Polícia Civil e Polícia Pena, cada um atuando nas áreas de atribuição próprias.

 

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Miramilton Goiano, a ação de segurança iniciará às 16h, com previsão de término para o final do evento.

 

“Vamos empregar todas as equipes e companhias da Polícia Militar, incluindo policiais militares do Quartel do Comando-Geral, Comando de Policiamento da Capital, Colégios Militarizados, banda de música e Corregedoria. O foco é ter homens presentes em pontos estratégicos, fazer a cobertura de todo o espaço e garantir que a população se divirta com tranquilidade e segurança”, esclareceu.

Avalie este item
(1 Votar)

Os candidatos de primeira CNH (Carteira Nacional de Trânsito) com processos ativos no Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) até 31 de dezembro deste ano terão mais um ano para concluir os processos. Para os trâmites abertos a partir de 1º de janeiro de 2024, o prazo para conclusão permanece sendo de 12 meses.

O dia 31 de dezembro de 2024 é o prazo final para que os candidatos que estavam com processos ativos desde a pandemia em 2020, até aqueles que iniciaram o processo já em 2023, possibilitando, assim, que possam concluir todas as etapas e exames para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A prorrogação do prazo para tirar a CNH ainda é reflexo do impacto que a pandemia da Covid-19 causou nos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito. A Resolução 271/2023, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), foi publicada no Diário Oficial da União, desta quarta-feira, 27.

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, informou que em Roraima mais de cinco mil candidatos à CNH não concluíram o processo até o dia 31 deste mês.

“Esses candidatos ganharam mais um ano para concluir o processo”, comentou.

Avalie este item
(1 Votar)

O Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima) completou 31 anos de criação. A data é comemorada no dia 26 de dezembro, ocasião em que o órgão deixou de ser um departamento da antiga Secretaria de Agricultura, tornando-se uma autarquia autônoma para a realização da regularização fundiária em Roraima.

O governador Antonio Denarium enfatizou os investimentos do Governo de Roraima e os avanços do instituto, especialmente nos últimos cinco anos.

“Nesses 31 anos de Iteraima só temos a comemorar. Foram muitos avanços principalmente nos últimos cinco anos de gestão em que demos toda a prioridade possível para que o Iteraima pudesse dar a resposta que a sociedade precisa. A regularização fundiária no Estado avançou muito e Roraima já conta com mais de 12 mil títulos expedidos e mais de um milhão de hectares regularizados”, destacou o governador.

A presidente do Iteraima, Dilma Costa, ressaltou que a modernização das leis roraimenses e federais e a regulamentação de normas internas do Iteraima permitiram mais celeridade e transparência nos atos do instituto.

“Nestes últimos anos o Iteraima foi preparado para trabalhar de forma otimizada. A parte de legislação, de controles internos, fluxograma, portarias e capacitações para os servidores permitiram que o Iteraima pudesse realmente avançar e prestar sua função institucional à população. A questão do quadro de servidores também foi resolvida, vários cargos foram criados e a estrutura foi refeita, tudo totalmente trabalhado para que hoje os servidores tenham segurança para desenvolver suas atividades”, disse.

Ainda conforme a presidente, os avanços promovidos nos últimos anos beneficiam tanto o produtor quanto os servidores do Iteraima, permitindo que o Instituto realize um trabalho de excelência na regularização fundiária.

“Hoje o servidor trabalha com total segurança, porque ele tem uma legislação clara, tem fluxograma de trabalho informando o que cada setor tem que fazer, qual a competência de cada um. Além disso, hoje o Iteraima tem sede própria graças ao empenho e a visão do atual governo que é focado na qualidade de vida do servidor, na melhoria das condições de trabalho, e isso é muito importante não só para os servidores, como para todo público que nos visita, que precisa de atendimento”, ressaltou.

HISTÓRICO

Em 26 de dezembro de 1992 o Iteraima foi transformado em autarquia para atuar de forma autônoma na regularização fundiária das terras de propriedade do estado de Roraima, por força da Lei nº 030/92.

Até então, o órgão funcionava como um departamento da Secretaria de Agricultura.

Desde então o instituto passou por vários endereços, iniciando na Secretaria de Agricultura, na rua General Penha Brasil, no bairro São Francisco. Posteriormente, teve como sede a avenida Ville Roy, no Centro (antigo prédio da Secretaria de Segurança) e depois mudou-se para outra sede também na Ville Roy, desta vez no São Pedro.

Posteriormente, instalou-se na rua João Evangelista Pereira de Melo, no Aparecida, e por fim, o novo endereço, na avenida Capitão Júlio Bezerra, 1861, no bairro 31 de Março.

No total, desde a criação do Instituto, já foram regularizados com título definitivo mais de 12 mil imóveis urbanos, rurais e empresas do Distrito Industrial.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), está ofertando atendimentos de saúde para o público feminino de Boa Vista, através da Unidade Móvel de Saúde da Mulher Itinerante.

Até a sexta-feira, dia 29, a unidade estará à disposição da população no Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luiza Castro Perin, que fica localizado na avenida Capitão Júlio Bezerra, 1632, bairro Aparecida.

“Ao procurar a nossa unidade móvel, a interessada precisa apresentar o cartão do SUS, RG e Comprovante de Residência, facilitando o seu atendimento”, destacou o diretor do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau, Genival Ferreira.

Conforme o diretor, o atendimento está sendo realizado por demanda livre, com distribuição de 10 senhas por turno. Os serviços oferecidos incluem consultas ginecológicas; preventivos; e ultrassons de mama, pélvica e transvaginal.

SOBRE A UNIDADE

A Unidade Móvel de Saúde da Mulher Itinerante faz parte do programa Saúde Itinerante, tendo iniciado as atividades no dia 26 de maio deste ano. A iniciativa ajuda a desafogar a demanda de atendimentos da especialidade ginecológica do Centro de Referência em Saúde da Mulher.

Até o final de outubro, a unidade realizou 3.198 consultas ginecológicas, 1.907 mamografias, 1.476 exames de ultrassom e 914 exames de Papanicolau.

“Isso é um comprometimento do Governo de Roraima que é melhorar a saúde a cada dia. Então com carinho e orgulho para você mulher, aproveite e venha finalizar esse ano cuidando da sua saúde”, completou Ferreira.

Página 1 de 138

Publish modules to the "off-canvas" position.

Orjinal cialis sipariş hattı orjinal cialis resmi sitesi olan https://cialispillshop.com adresidir. mert tesisat