Avalie este item
(0 votos)

Nesta quinta-feira, dia 17, os ônibus do programa federal Caminhos da Escola, adquiridos pelo Governo de Roraima por meio de emendas parlamentares, começaram a atender estudantes da zona rural de Boa Vista. Foram encaminhados cinco veículos para atender algumas rotas das regiões do Bom Intento e do Projeto de Assentamento Nova Amazônia.

“Temos uma frota de 49 ônibus adquiridos com recursos de emendas parlamentares, contratamos motoristas e monitores e agora os ônibus começam a ser distribuídos para as rotas. Também vamos finalizar, em breve, a contratação do serviço das empresas terceirizadas e aí atenderemos os mais de oito mil alunos que necessitam de transporte no Estado”, destacou o governador Antonio Denarium.

Foram enviados para a rota do P.A. Nova Amazônia três ônibus, com as placas NUH-3F65, NAW-2B44 e NUH-3G15. Esses veículos vão fazer as rotas das vicinais 01, 03 e 07, BR-174 e do P.A. Nova Amazônia, atendendo estudantes da escola Albino Tavares.

Para a rota da região do Bom Intento foram enviados dois ônibus: um com a placa NUH-3F55, que atenderá as rotas da BR-174, Monte Cristo 3 e vicinal Bom Intento; e o veículo placa NAW-2D24, para atender as rotas BR-174 e vicinal 349, atendendo alunos que estudam na Capital, nas escolas Ana Libória, Oswaldo Cruz, Gonçalves Dias e Maria Nilce Macedo Brandão, além das escolas Caranã, Antonio Ferreira e Francisca Élzika que, no momento, estão com aulas remotas em função da revitalização, mas assim que retornarem as aulas presenciais, o transporte já está garantido.

“É importante que a comunidade conheça o veículo, saiba qual ônibus faz a rota nas localidades para poder acompanhar de perto e fiscalizar o atendimento que está sendo prestado. Muito em breve teremos todos os nossos alunos atendidos com o serviço de transporte escolar”, enfatizou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

Esses veículos serão administrados pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e os municípios a serem atendidos na próxima semana são São Luiz, São João da Baliza e Rorainópolis.

Os ônibus foram adquiridos com recursos de emendas parlamentares

No total, foram adquiridos pelo Governo de Roraima, 49 veículos, sendo 44 por meio de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus, na ordem de R$ 11 milhões, e outros cinco veículos com iniciativa de emenda parlamentar no senador Telmário Mota, na ordem de R$ 1,1 milhão.

Os veículos vão atender juntos, 1.669 estudantes de 32 escolas distribuídos em 13 municípios do Estado, em rotas específicas. Além de adquirir os veículos, o Estado realizou processo seletivo para contratação de motoristas e monitores do transporte escolar.

Agneli Souza de Oliveira é um dos motoristas recém contratados pelo Estado para conduzir um dos ônibus destinados ao P.A. Nova Amazônia. Para ele, é uma satisfação iniciar esse trabalho.

“É com muita honra que recebo a entrega desse ônibus. Foi um longo processo até aqui e, para mim, é uma grande responsabilidade transportar o filho de um agricultor, de um colono ou fazendeiro pelas vicinais até a escola. Eu costumo relacionar como se fosse um filho meu, então, responsabilidade está cima de tudo”, enfatizou Agneli.

Já os monitores, que também foram contratados, vão dentro dos ônibus, em todo o trajeto. A função desses profissionais é acompanhar os estudantes, conferir a frequência de chegada na escola e retorno às residências e prestar o apoio necessário aos estudantes com dificuldades de locomoção, uma vez que os ônibus possuem acessibilidade para alunos portadores de deficiência.

“Estou muito feliz pela oportunidade de estar trabalhando. Eu já morei aqui no interior e já usei o transporte escolar. Na época, não tínhamos esse monitor. Então eu acredito que os pais vão ficar felizes e mais tranquilos em saber que os filhos estarão bem acompanhados nesse percurso até a escola”, disse Risonete Froz de Oliveira, que atuará como monitora em um dos veículos destinados à região Boa Vista Rural.

Governo está finalizando a contratação de serviço de empresas terceirizadas

Além dos veículos do Programa Caminhos da Escola, o Governo de Roraima está finalizando o processo de contratação do serviço de transporte escolar por meio de empresas terceirizadas.

O processo havia sido suspenso por uma decisão judicial. Porém, uma decisão recente da justiça, datada de 14 de fevereiro, autorizou o prosseguimento do certame. No momento o processo está na fase de habilitação de propostas e em breve, o serviço estará disponível para toda a comunidade escolar.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado realizou, na noite desta quinta-feira, dia 17, a conclusão do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos e o Curso de Habilitação de Oficiais do Corpo de Bombeiro Militar de Roraima.

A solenidade ocorreu no Centro Amazônico de Fronteiras da Universidade Federal de Roraima e contou com a presença do governador de Roraima, Antonio Denarium, do Comandante Geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, e outras autoridades civis e militares.

Durante a solenidade, o governador Antonio Denarium assinou o decreto de quebra de interstício e falou sobre os investimentos que o Governo de Roraima faz na instituição.

“Temos os maiores projetos de segurança pública vistos na história. Pelo Bombeiro Militar não é diferente. Nós promovemos 516 bombeiros militares e, hoje, um momento muito importante, é a formação do Curso de Habilitação de Oficiais e também o Curso de Aperfeiçoamento para Sargento, nos quais formam 62 bombeiros militares. Estamos proporcionando mais condições de trabalho e profissionalizando os nossos bombeiros, que, além do pagamento em dia, receberam investimentos de mais de R$ 20 milhões”, destacou.

Como forma de reconhecimento e valorização, Denarium assinou o decreto de quebra de interstício, diminuindo o tempo de espera para promoção dos militares.

“Assinei o decreto de quebra de interstício que vai habilitar 162 bombeiros militares. A promoção, que seria efetuada somente no mês de dezembro de 2022, fica habilitada para novas promoções a partir do mês de abril de 2022, antecipando a carreira profissional dos nossos bombeiros militares”, ressaltou.

O Coronel Anderson Carvalho de Matos, Comandante Geral do CBMRR, agradeceu ao Governador de Roraima, Antonio Denarium, pelo empenho para a realização dos cursos.

 “Agradeço, em nome de toda a corporação, ao governador Antonio Denarium pelo empenho para a realização dos cursos. Com a conclusão, podemos promover estes militares e colocá-los em posição estratégica, melhorando a prestação do serviço bombeiro militar”.

CURSO DE HABILITAÇÃO DE OFICIAIS

O Curso de Habilitação de Oficiais ocorreu dia 28 de dezembro de 2021, no auditório do CBMRR.

A convocação dos subtenentes para o ingresso no curso foi assinada no dia 13 de novembro, durante evento realizado no Salão Nobre do Palácio Senador Hélio Campos. Os 54 subtenentes convocados foram divididos em duas turmas, uma com 28, e outra com 26 que iniciará o curso após o término da primeira turma.

O CHOBM teve uma carga horária total de 944 horas, mescladas em disciplinas teóricas e práticas, divididas em 704 horas/aula, 180 horas de estágio operacional e 60 horas à disposição da coordenação.

O curso durou quatro meses, distribuído em cinco módulos: preparatório, administrativo, jurídico, complementar e operacional. A capacitação ocorreu de forma presencial com atividades no turno matutino das 07h30 às 12h00 e no turno vespertino das 14h às 18h30, totalizando 10 horas-aulas diárias.

Todas as atividades foram desenvolvidas no Centro de Ensino e Instrução de Bombeiros (CEIB), na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS), e no QCG do CBMRR.

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE SARGENTOS

O Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos teve início no dia 6 de dezembro de 2021 com a participação de 34 segundos sargentos, sendo 30 do Quadro de Praças Combatentes, 1 do Quadro Especial e 3 do Quadro de Saúde.

O segundo sargento, Rafael Alexandre Rocha, primeiro colocado da turma disse que, de fato, a qualificação permite colocar em prática os conhecimentos adquiridos no curso "

"O curso é muito importante porque melhora o nosso trabalho. A valorização da instituição faz com que nos tornemos cada vez mais aperfeiçoados e possamos desenvolver nosso trabalho com presteza e eficiência perante a sociedade", contou.

A qualificação é pré-requisito essencial para a ascensão funcional dos militares às graduações de 1º Sargento e posteriormente de Subtenente.

O CAS teve uma duração de 14 semanas, totalizando 869 horas/aulas com instruções teóricas e práticas, estágios administrativo e operacional. Foi desenvolvido de forma semipresencial com encontros presenciais semanais no Centro de Ensino e Instrução de Bombeiros.

CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL

Desde 2019, a gestão do governador Antonio Denarium já realizou 28 cursos de formação, habilitação, especialização ou aperfeiçoamento, ofertando 621 vagas nos cursos para os bombeiros militares de Roraima e 174 vagas para integrantes de outras corporações e secretarias estaduais.

“Investimos na aquisição de viaturas, materiais e equipamentos para as corporações militares, sem esquecer da formação e especialização dos nossos bravos guerreiros. Formamos mais 62 Bombeiros que, a partir de hoje, estão preparados para exercer novas funções dentro da corporação”, disse o governador.

Atualmente, com a conclusão do CHO e CAS, o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima conta com mais um curso de formação em andamento, que é o Curso de Formação de Oficiais com 26 cadetes.

Avalie este item
(0 votos)

Instituída pela ONU (Organizações das Nações Unidas), o Dia Mundial da Água é comemorado na próxima terça-feira, 22 e tem como objetivo alertar a população mundial sobre a preservação dos mananciais e dos bens naturais.

 Por conta disso, o Governo de Roraima, por meio de parceria entre a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), a Caer (Companhia de Águas e Esgoto de Roraima) e a Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), vai promover mais uma edição da Semana da Água.

 A programação vai contar com a realização de blitz educativa, distribuição de mudas de plantas frutíferas, visitas à estação de tratamento de água da Caer e ciclo de palestras em cinco escolas:

 

  • Escola Estadual Cívico-Militar Fagundes Varela;

 

  • Escola Estadual 13 de Setembro;

 

  • Escola Estadual Major Alcides Rodrigues;

 

  • Escola Estadual São Vicente de Paula;

 

  • Colégio Estadual Militarizado Jaceguai Reis Cunha;

A chefe da Divisão de Educação Ambiental e Temáticas da Seed, Karen Gonçalves Ribeiro, explicou que a Semana da Água é prevista em calendário escolar para mobilização das escolas, por meio do planejamento do professor e ações construídas juntos com os alunos.

“A água é uma temática transversal e que perpassa, portanto, por todas as áreas do conhecimento que compõe o currículo da educação básica. E nessa perspectiva, a base nacional comum também traz temáticas que compõem o meio contemporâneo, a vida contemporânea, que é a vida em sociedade”, frisou.

BEM ESSENCIAL PARA A HUMANIDADE

Karen também ressaltou que temáticas como a preservação da água devem ser discutidas em salas de aula e junto à comunidade escolar, uma vez que é necessário para o ser humano compreender direitos e deveres como cidadão.

“Tudo que nós desenvolvemos na nossa vida, em todos os processos, seja no transporte, seja na alimentação, na vestimenta, perpassa por processos que envolvem a água. Então é importante que também a família possa se apropriar dessas discussões e também que resulte a uma mudança de comportamento”, complementou a representante da Seed.

O presidente da Femarh, Glicério Fernandes, salientou que a água, como bem natural, é imprescindível para a atua e para as futuras gerações e enumerou alguns projetos desenvolvidos pelo órgão voltados à água, tal como a Semana da Água.

“É importante ressaltar que o Governo do Estado, por meio da Femarh, em parceria com a Caer, tem um trabalho de análise da qualidade de água em todo o Estado de Roraima. Temos também campanhas educativas e campanhas feitos nos rios e igarapés, além dos trabalhos com a Seed, voltados à educação ambiental, com foco no uso racional da água nas escolas com os alunos”, disse Fernandes.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima aderiu ao Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, composto por 154 medidas, cuja meta é reduzir em até 50% as ocorrências de acidente de trânsito até 2030. A assinatura do termo de compromisso ocorreu na tarde desta quinta-feira, dia 17, no Salão Nobre Augusto Cardoso, no Palácio Senador Hélio Campos.

A formalização contou com a presença do governador Antonio Denarium, do secretário Nacional da Secretaria Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, e do presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito), Álvaro Duarte.

“Por meio do trabalho integrado entre diversas entidades civis e militares, vamos trabalhar para colocar em prática as 154 medidas estabelecidas no Plano Nacional, para ao final do prazo de 10 anos, reduzir no mínimo em 50% o número de mortes e lesões no trânsito e juntos salvar vidas”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

Na prática serão seis grupos de trabalho, ou seja, seis pilares a serem trabalhados em ações contínuas e de forma conjunta. Vamos unir as forças para que alcance a meta de redução de acidentes de trânsito, em especial, mortes.

Segundo Denarium, o Governo tem feito a sua parte. “Vamos reforçar a educação no trânsito, com o Projeto ‘Se Essa Rua Fosse Minha’, queremos ampliar a CNH Cidadã para que novos condutores de baixa renda estejam habilitados e conscientes, na infraestrutura estamos investindo na construção do novo prédio para garantir a estrutura necessária aos servidores, e de Deus quiser vamos avançar muito mais”, disse.

Além disso, o governador declarou que o Governo está investindo em infraestrutura, equipamentos e recursos humanos no Detran-RR para intensificar o trabalho de educação e fiscalização no trânsito.

O secretário Nacional de Trânsito, Frederico de Moura Carneiro, destacou a participação de Roraima no Plano Nacional. “O sucesso do alcance das metas depende dessa ação integrada dos governos estaduais e Roraima tem papel fundamental em agregar todos os órgãos afins com o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito”, enfatizou.

Segundo ele, o Plano foi instituído em 2018 e no ano passado, o Contran [Conselho Nacional de Trânsito] revisou e estabeleceu meta até 2030 para que se reduza em até 50% o número de mortes no trânsito. “Cada dia que passa essa meta vai ficando mais próxima e o Governo de Roraima se mostrou proativo na parceria”, disse.

PRINCIPAIS AÇÕES DO PLANO – Dentre as principais ações do Plano, estão: Regulamentação de novos itens de segurança aos veículos, Veiculação de campanhas de conscientização, aumento dos postos de fiscalização, capacitação dos agentes públicos, estímulo à participação da sociedade, redução de pequenas burocracias, modernização dos Departamentos de Trânsito, entre outras.

O diretor-presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, ressaltou que no ano passado foram registrados em Roraima mais de quatro mil acidentes com 139 vítimas. “Estamos investindo na educação, com trabalho nas escolas estaduais e também intensificando a fiscalização, a fim de reduzir as infrações de trânsito”, disse.

ENTENDA O PNATRAN

O PNATRAN foi instituído pela Lei nº 13.614, de 11 de janeiro de 2018, e regulamentado pela Resolução CONTRAN nº 740, de 12 de setembro de 2018, revogada pela Resolução CONTRAN nº 870, de 13 de setembro de 2021, na qual são descritas 160 ações voltadas para o seu objetivo principal: reduzir, ao final do prazo de 10 anos, no mínimo em 50% o número de mortes e lesões no trânsito.

O Plano norteia todas as ações dos órgãos e entidades que compõem o Sistema Nacional de Trânsito e afeta toda a sociedade, pois visa à redução do número de mortes e lesões no trânsito. O processo de revisão conta com o apoio do WRI Brasil, no âmbito da Iniciativa Bloomberg pela Segurança Global no Trânsito.

Sexta, 18 Março 2022 08:31

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 404.957 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.748 foram confirmados, sendo 30.227 por RT-PCR e 124.521 por teste rápido, 250.209 descartados, sendo 67.607 por RT-PCR e 182.602 por teste rápido e 2.143 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.199 em Alto Alegre, 1.259 no Amajari, 119.311 casos foram notificados em Boa Vista, 2.887 em Bonfim, 3.665 no Cantá, 3.085 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.568 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 995 em Normandia, 2.778 em Pacaraima, 3.899 em Rorainópolis, 1.933 em São João da Baliza, 883 em São Luiz e 1.400 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.674 em Alto Alegre, 2.397 em Amajari, 195.917 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.405 em Bonfim, 4.120 no Cantá, 4.098 em Caracaraí, 3.149 em Caroebe, 1.874 em Iracema, 3.857 em Mucajaí, 1.064 em Normandia, 7.765 em Pacaraima, 6.364 em Rorainópolis, 3.045 em São João da Baliza, 2.023 em São Luís e 781 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.143 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.617 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 46 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 53 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 14 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.346 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.160 em Alto Alegre, 1.232 em Amajari, 117.508 são de Boa Vista, 2.848 de Bonfim, 3.617 no Cantá, 3.023 em Caracaraí, 2.433 em Caroebe, 1.550 em Iracema, 2.832 em Mucajaí, 958 em Normandia, 2.723 em Pacaraima, 3.822 em Rorainópolis, 1.919 em São João da Baliza, 869 de São Luiz e 1.334 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(0 votos)

Os problemas relacionados às questões emocionais têm atingido pessoas de várias idades, causando ansiedade, depressão e o desenvolvimento de algumas síndromes. O apoio psicológico disponibilizado pelo Iper (Instituto de Previdência de Roraima) tem ajudado os aposentados e pensionistas a evitarem o agravamento desses desequilíbrios emocionais.

O acolhimento está sendo realizado de forma on-line, com duração de 45 minutos de escuta. Neste espaço de tempo, a psicóloga Lusia Barbosa, faz o trabalho de escuta e, quando necessário, apresenta técnicas de manejo de ansiedade.

“Este atendimento é uma via de acesso para cuidar da saúde mental dos aposentados e pensionistas, tentando amenizar os impactos desse processo de envelhecimento nesta fase da vida”, explicou a psicóloga.   

Há um ano que o Iper oferece apoio psicológico para os beneficiários. Neste período foram feitos 78 atendimentos.

Entre os principais motivos relacionados à procura do serviço estão ansiedade e depressão. O mês de setembro registrou o maior número, com cerca de 20 atendimentos. Uma das causas levantadas para a grande procura foi devido à visibilidade da campanha Setembro Amarelo, mês que trata sobre a prevenção ao suicídio.

Ainda segundo os dados levantados, as mulheres foram as que mais procuraram o serviço de acolhimento psicológico. 

“Isso reflete o momento pandêmico pelo qual todos nós ainda passamos. Muitas evidências mostram que o isolamento social aumentou os sintomas de doenças mentais como depressão e ansiedade, entre outras. É muito importante procurar ajuda e apoio o mais cedo possível, para prevenir o agravamento dos problemas de saúde mental”, disse Lusia.

Com o afrouxamento das regras de isolamento, o Iper está fazendo o estudo para que o apoio psicológico seja realizado de forma presencial. Os beneficiários poderão fazer o agendamento com dia e horário marcados para serem atendidos.

Avalie este item
(0 votos)

Por conta do retorno das cirurgias eletivas e em virtude de ser o único hemocentro a abastecer todo o Estado, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) anunciou que estenderá a sua rotina de trabalhos aos sábados.

Conforme a assistente social da captação de doadores da Unidade, Márcia Pinheiro, a medida seguirá por período indeterminado, com foco no reforço de todas as tipagens sanguíneas, principalmente as de fator negativo.

“Diante disso, o Hemoraima está abrindo aos sábados, por um período indeterminado. Neste sábado, funcionaremos das 7h30 às 12h. Então, eu peço que compareçam ao Hemocentro”, completou.

Para se tornar um doador de sangue, o interessado precisa ter mais de 50kg e não estar em jejum no dia da coleta do material. No caso de adolescente a partir de 16 anos de idade, é necessário que esteja acompanhado pelos pais ou responsável legal. Para quem já é doador assíduo, a idade permitida é até 69 anos.

É preciso ainda evitar a ingestão de bebida alcoólica ou consumo de alimentos gordurosos até duas horas antes da coleta. Além disso, o interessado não pode estar com febre, gripe ou resfriado. Grávidas e mulheres no período pós-parto também não poderão realizar a doação.

“Aqui você passará por uma triagem clínica, e se atender a todos os requisitos, fará a sua doação e salvará até quatro vidas”, destacou Márcia Pinheiro.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

O Hemoraima funciona regularmente de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e de 13h30 às 18h. Os interessados também podem agendar um horário por meio do telefone (95) 2121-0831. A unidade fica na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR.

Avalie este item
(0 votos)

Com a criação do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), pelo Governo de Roraima, as feiras fixas e móveis que eram administradas pela Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), agora são responsabilidade do novo órgão.

Com esta nova composição, as feiras serão modernizadas. “Eu determinei uma reorganização das feiras, porque sei da importância que elas têm para os feirantes e produtores familiares de todo Estado. A produção de alimentos é essencial para a economia de milhares de roraimenses”, pontuou o governador Antonio Denarium.

O coordenador de Assuntos Estratégicos do Iater, Denysson Amorim, afirmou que é um desafio coordenar as feiras, não somente pelos feirantes e produtores, mas também por ser algo tão tradicional em Roraima.

“A compra de produtos hortifrutigranjeiros faz parte da nossa tradição, somos acostumados e gostamos de comprar produtos regionais direto dos nossos produtores/feirantes. O apoio e fortalecimento desse mecanismo de comercialização é um dos pilares do Iater”, explicou Amorim.

Feira fixas e móveis em Boa Vista

A Feira do Iater funciona em frente à sede da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), localizada na rua General Penha Brasil, 1121, no bairro São Francisco, toda sexta-feira, das 7h30 às 12h.

Na Casa do Cidadão, localizada na rua, Izídio Galdino da Silva, no bairro Senador Hélio Campos, em frente ao Campo do Cachorrão), a Feira do Iater funciona todas às quintas-feiras, das 7h às 12h.

O Instituto é o novo responsável também pela organização da feira móvel do Vila Jardim, na avenida principal do bairro, todas às quartas-feiras, das 6h até 20h. Já  a feira itinerante do Conjunto Cidadão, também localizada na avenida principal do bairro, funciona das 6h às 12h, todas as sextas-feiras.

As feiras fixas, do Passarão, que atualmente está sendo reconstruida e a do Produtor Rural, que irá entrar em reforma nos próximos dias, também fazem parte agora da administração do Iater. Na zona rural de Boa Vista, a feira da Vila Maklaren funciona aos sábados.

O próximo passo é a criação de uma feira do Iater em frente ao Parque Anauá. Em breve será anunciado os dias e horários de funcionamento.

Feiras do interior

As feiras da Vila do Apiaú e da Vila Pirilândia, funcionam no município de Mucajaí, ambas aos sábados. Já a feira Três corações, no município do Amajari, funcionam de segunda a domingo.

No município de Iracema, a feira da Vila Campos Novos funciona aos sábados e domingos. Já a feira da Vila Nova Colina, no município de Rorainópolis, funciona todos os sábados. Recentemente, a feira do município do Cantá, executada em parceria com a Prefeitura do Cantá, foi incluída na lista de feiras do Iater.

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) traz mais duas inovações para facilitar a vida do homem do campo. A primeira é referente ao pagamento do DAS  (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) e a outra é sobre o acesso ao Módulo Produtor Rural do Sigaderr.

A liberação dos serviços via boleto do DAS vai ser mais rápido, pois em 15 minutos o produtor terá sua demanda atendida. A partir de agora, ele não precisará perder muito tempo para ser atendido pela Agência.

Para se ter uma ideia dessa inovação, o produtor precisava esperar dois dias para ser liberado o acesso ao serviço desejado, pois todo o trabalho de liberação teria que esperar que um único funcionário autorizasse e, agora, vai se tornar mais célere o atendimento.

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, ressaltou que o pagamento das taxas com o PIX continua e essa é mais uma facilidade que a Agência disponibiliza aos produtores, visando tornar mais rápido o processo de liberação dos serviços prestados.

“Tem produtor que não gosta de pagar com o PIX, então, a gente tomou a decisão de facilitar ainda mais o pagamento do boleto da DAS, liberando o acesso de forma rápida, dando uma opção segura e com celeridade. Agora em 15 minutos está tudo resolvido”, explicou Parisi.

Módulo Produtor

Para ter acesso ao módulo produtor, por meio do Sigaderr, antes o produtor tinha que procurar o Núcleo de Tecnologia e Informática (NTI) da Agência para realizar o cadastro e poder usar os serviços que o sistema oferece, como emissão de GTA (Guia de Trânsito Animal), DAS, consultas de movimentação, entre outros.

Agora, com mais uma solução criada pelos técnicos para facilitar a vida dos produtores rurais, a solicitação do cadastro poderá ser feita pelo próprio sistema, cabendo ao produtor apenas preencher os requisitos necessários para ter acesso.

“Temos procurado trazer para o serviço público soluções inovadoras para atender de forma rápida e segura toda a comunidade. Com essas mudanças feitas pela a equipe técnica da Aderr, é possível fazer de casa o preenchimento dos dados solicitados e, se estiver tudo ok, os chefes das Unidades de Defesa já enviam a senha para o produtor ter acesso aos serviços”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

Como Fazer

Para ter acesso ao sistema, o produtor faz o cadastro na Aderr e tira pela Secretaria de Fazenda a Inscrição Estadual para ser cadastrada na Agência. “Antes era manual e agora é sistematizado. Todos os chefes das UDA’s podem analisar a documentação, “informou Leandro Sobenk, chefe do NTI da Aderr.

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) tem um novo presidente. Formado em Agronomia pela Universidade Federal de Roraima e pós-graduado em Direito Agrário, o servidor de carreira da Agência, Marcelo Parisi, assume o comando da autarquia no lugar do também engenheiro agrônomo Kelton Lopes, que estava à frente da pasta desde fevereiro de 2021.

Parisi nasceu em Sarandí, Rio Grande do Sul em 1991, chegando em Roraima em 2007. Na Aderr começou na função de fiscal agropecuário, trabalhando no Posto Fiscal do Jundiá.

No início do governo Antonio Denarium assumiu a Diretoria de Defesa Vegetal, onde se destacou por uma gestão comprometida com ações importantes para o desenvolvimento e a defesa da produção agrícola de Roraima. À frente da diretoria, desenvolveu um trabalho sério que deu respaldo técnico ao produtor para trabalhar com segurança e comercializar produtos com sanidade comprovada, podendo exportar e colocar no mercado local, garantido alimentos saudáveis na mesa do consumidor.

Parisi afirmou que dará continuidade ao trabalho do seu antecessor, ressaltando que é uma determinação do governador Antonio Denarium a execução de ações para fortalecer a Agência, o produtor rural e a defesa agropecuária de Roraima.

“Fico muito feliz em assumir a Aderr. Sou fiscal agropecuário e engenheiro agrônomo, participo da gestão desde 2019 quando aceitei o desafio de conduzir a direção da Defesa Vegetal e agora assumo a presidência. Para mim fica muito claro o compromisso do governador em valorizar e reconhecer o servidor de carreira, fazendo que a gestão seja feita pelos técnicos da casa que entendem muito bem o que deve ser feito para benefício de toda população de Roraima”.

Quinta, 17 Março 2022 08:50

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 404.747 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.702 foram confirmados, sendo 30.226 por RT-PCR e 124.476 por teste rápido, 250.045 descartados, sendo 67.551 por RT-PCR e 182.494 por teste rápido e 2.143 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.198 em Alto Alegre, 1.259 no Amajari, 119.273 casos foram notificados em Boa Vista, 2.887 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.085 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 995 em Normandia, 2.776 em Pacaraima, 3.899 em Rorainópolis, 1.933 em São João da Baliza, 882 em São Luiz e 1.400 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.667 em Alto Alegre, 2.397 em Amajari, 195.775 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.403 em Bonfim, 4.112 no Cantá, 4.098 em Caracaraí, 3.148 em Caroebe, 1.874 em Iracema, 3.857 em Mucajaí, 1.064 em Normandia, 7.765 em Pacaraima, 6.364 em Rorainópolis, 3.045 em São João da Baliza, 2.023 em São Luís e 781 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.143 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.617 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 46 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 53 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 14 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.286 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.159 em Alto Alegre, 1.232 em Amajari, 117.456 são de Boa Vista, 2.848 de Bonfim, 3.616 no Cantá, 3.023 em Caracaraí, 2.433 em Caroebe, 1.549 em Iracema, 2.832 em Mucajaí, 958 em Normandia, 2.721 em Pacaraima, 3.820 em Rorainópolis, 1.918 em São João da Baliza, 869 de São Luiz e 1.334 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(1 Votar)

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (CEDCAR) por meio do Fundo Estadual da Criança e do Adolescente (FECA) juntamente com o Governo de Roraima e Receita Federal, lançou a campanha “Amigo da Criança e do Adolescente”, para incentivar e orientar o contribuinte a doar parte de seu Imposto de Renda e com isso, ajudar a desenvolver projetos de proteção às crianças e adolescentes.

O governador Antonio Denarium, ressaltou a importância da participação de toda a sociedade de Roraima e a classe empresarial para fortalecer os projetos e ações sociais voltados à criança e o adolescente.

“Diversas crianças e adolescentes podem ser beneficiados por meio de doações que possam ser feitas através da destinação de parte do valor do imposto de renda. Por essa razão, pedimos para que pessoas físicas e jurídicas conheçam os projetos, entendam a importância dessa colaboração e façam suas doações”, comentou.

O secretário geral do Cedcar, jornalista Paulo Thadeu, destacou que a parceria entre as instituições com a sociedade civil será importante para agregar e fomentar a importância para a doação no âmbito do estado de Roraima e dos municípios credenciados, incentivando a destinação para o FECA.

"É importante que todos entendam que a doação não gera um custo extra na declaração. Essa atitude é um importante complemento para o fomento das ações sociais executadas em prol das crianças e adolescentes”, orientou.

A titular da Setrabes, Tânia Soares, enfatizou que o objetivo principal é ampliar os recursos necessários ao desenvolvimento dos projetos institucionais em Roraima e dos municípios que passam a ser credenciados para receber estas doações.

“É muito importante a participação para ajudarmos quem mais precisa. A criança e o adolescente são prioridade em nossa gestão, pois eles são o futuro do nosso Estado. E quem puder ajudar, ajude”, destacou.

COMO DOAR - As doações podem ser realizadas durante o preenchimento da declaração do imposto de renda. Para fazer o repasse do percentual, o contribuinte deve acessar a ficha “Doações”, selecionar o “Fundo Estadual da Criança e do Adolescente”. Ao fazer esta escolha, o dinheiro vai direto para a conta do FECA e assim que estiver disponível, estará à disposição para os projetos que já são desenvolvidos pelas organizações parceiras.

O prazo para a declaração do imposto de renda 2022 vai até o dia 30 de abril. Pessoas físicas podem doar até 3% do imposto de renda devido. Essa ação não gera nenhum ônus extra ao contribuinte.

Além do Fundo Estadual, nove municípios também estão aptos a receberem as doações: Boa Vista, Alto Alegre, Bonfim, Cantá, Caroebe, Mucajaí, Rorainópolis, São João da Baliza e Uiramutã.

SOBRE O FECA - Criado por lei para captar recursos que serão destinados especificamente para área da infância e da adolescência, tendo a finalidade específica de financiar programas, projetos e ações voltados para a promoção e a defesa dos direitos da criança e do adolescente e suas respectivas famílias, por meio da declaração de imposto de renda de pessoas físicas e na modalidade de declaração completa, oportunidade em que o contribuinte pode destinar até 3% do imposto devido, e o próprio sistema calcula, na hora, o valor máximo que o cidadão pode doar.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, retomou nesta semana as cirurgias eletivas no Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto, no município de Rorainópolis.

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou que a retomada dos procedimentos na unidade só foi possível graças a um esforço coletivo que envolve técnicos da pasta e o apoio do governador Antonio Denarium em priorizar a saúde do Estado.

“Após um tempo sem poder realizar cirurgias devido a pandemia, conseguimos reestruturar e abastecer o hospital de Rorainópolis com medicamentos e materiais cirúrgicos para que possamos atender a população do Sul do Estado. Sem dúvida, é uma grande vitória do Governo de Roraima e quem ganha são os moradores da região que não serão mais obrigados a se deslocar para capital”, ressaltou.

Segundo o diretor geral do Hospital, Márcio Alves, para normalizar a fila de espera, a direção montou duas equipes para realização das cirurgias, nos períodos da manhã e tarde. A intenção é realizar 60 procedimentos por mês.

“Iniciamos os procedimentos cirúrgicos aqui no hospital, a princípio com as cirurgias gerais, como hérnia, vesícula e pequenas cirurgias. Temos uma demanda reprimida de mais de 100 pacientes dos municípios de Rorainópolis, Baliza, Caroebe, São Luiz e Caracaraí. E acreditamos que até o próximo mês consigamos zerar a fila”, afirmou.

Avalie este item
(0 votos)

Você já imaginou um projeto onde materiais alternativos, que poderiam virar lixo, podem virar itens como cadeiras, balanços, entre outros, criando ambientes acolhedores para os estudantes dentro das escolas estaduais? E tudo isso com doações da própria comunidade?

Pois é exatamente isso que o Governo de Roraima vem fazendo com o projeto “Escola, Ambiente Sustentável”, desenvolvido pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto). O trabalho é feito atualmente em 48 unidades da rede estadual de ensino da Capital.

A iniciativa é baseada no projeto “Bio Diva Sustentável”, desenvolvido desde 2019, na Escola Estadual Professora Diva Alves de Lima. 

Criadora da proposta, a diretora da unidade, Nádia Santos, explicou que tudo começou após a escola submeter o projeto, ainda em sua fase inicial, a uma premiação, na qual a escola saiu vencedora. Com o prêmio, todos os equipamentos necessários para a confecção dos itens, como lixadeira e cortadeira elétrica, foram adquiridos.

“Nós temos um servidor da nossa escola que trabalha muito bem [com a transformação], e a partir daí, nós estendemos para toda a escola, para a comunidade. Atendemos mais de 50 pessoas da comunidade, pessoas em vulnerabilidade”, relembrou a gestora.

À medida que o projeto avançava e crescia, a iniciativa começou a ganhar atenção até mesmo dentro da Seed. Em 2019, Uma amostra dos produtos confeccionados foi realizada na Praça das Águas. Itens como móveis e biombos de leitura, feitos a partir de pallets, pneus de trator, entre outros materiais alternativos, foram expostos ao público.

“Eu acredito que a gente, como educadores, temos responsabilidade em cuidar do planeta, em passar para os nossos alunos e servidores. Dentro da nossa escola temos vários ambientes acolhedores para o aluno, ambiente prazeroso, na leitura, na biblioteca. Então a nossa escola é totalmente voltada pra essa visão sustentável”, disse Nádia sobre o projeto. 

48 ESCOLAS SUSTENTÁVEIS

Com o projeto base ganhando notoriedade, a Seed decidiu levar o projeto para outras unidades da rede estadual de ensino existentes na Capital. A titular da pasta, Leila Perussolo ressaltou que, até o momento, 48 pessoas de cada uma das escolas onde está acontecendo o projeto já passaram pelo treinamento. Há planos para a expansão do projeto em Caracaraí.

“Hoje nós temos um profissional dentro de cada escola, que é um pai ou uma mãe de aluno, que passou por oficinas na escola Diva Lima para aprender a produzir esse tipo de material, ou seja, transformar o material que nós chamamos de inservível ou sucata, que é do lixo ao luxo, em materiais e ambientes sustentáveis para tornar a escola agradável e um espaço acolhedor para os nossos alunos”, disse.

E alguns destes produtos encontram-se à mostra no hall de entrada no Palácio Senador Hélio Campos desde esta quarta-feira, dia 16, para apreciação da população, ficando em exposição até o dia 23 deste mês.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta quarta-feira, dia 16, gestores escolares da Capital e Interior prestigiaram o projeto ‘Se essa rua fosse minha’, fruto de parceria interinstitucional entre a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), para fomentar ações de educação no trânsito das escolas da rede estadual.

“Trabalhamos de forma integrada e essa articulação entre a Seed e Detran tem o objetivo de fomentar a educação no trânsito nas escolas, em busca de formar cidadãos mais conscientes para que tenhamos também a redução de acidentes de trânsito e, com isso, a diminuição também do número de internação na rede hospitalar”, destacou o governador Antonio Denarium.

O projeto é direcionado a estudantes do 7° e 8° anos do Ensino Fundamental e tem como objetivo a formação de uma cultura harmônica no trânsito, partindo de experiências diárias, por meio da pesquisa, da observação, da análise e reflexão que favorecem a incorporação de atitudes cidadãs voltadas para o bem comum.

“O projeto está dentro das diretrizes das dez competências da BNCC [Base Nacional Comum Curricular], e contempla com transversalidade todas as áreas do conhecimento. Fica como responsabilidade de todos os professores e profissionais da educação efetivar ações, estratégias, metodologias e práticas escolares, que auxiliem nossos alunos nesse conhecimento de respeito e acolhimento à vida do outro, que passa pela segurança no trânsito”, declarou a secretária estadual de Educação, Leila Perussolo.

O projeto será implementado este ano em cinco escolas da rede estadual: 13 de setembro, Barbosa de Alencar (Cantá), nos colégios estaduais militarizados Elza Breves de Carvalho e Luiz Rittler Brito de Lucena, e a Escola Estadual Cívico Militar Fagundes Varela.

Para Sinésia Pereira, gestora da escola Fagundes Varela, é um privilégio receber o projeto na unidade. “É um projeto de extrema importância para a educação no trânsito dos nossos alunos. Tenho certeza que trará impactos muito positivos a toda comunidade”, completou a gestora.

Professores vão passar por capacitação

Materiais didáticos foram entregues pelo Detran aos gestores escolares, que distribuirão para alunos, pais e professores, a fim de que integrem a educação no trânsito aos conteúdos das áreas curriculares, enriquecendo o fazer pedagógico de forma dinâmica e participativa, e colaborando também para que a temática possa ir além da sala de aula.

“O artigo 76 do CTB [Código de Trânsito Brasileiro] já prevê a inclusão da educação no trânsito nas escolas, e é uma felicidade para o Detran poder participar desse projeto como órgão técnico, apoiando a Seed nos eventos com os estudantes, onde poderemos educar as crianças para que elas levem esses ensinamentos para seus pais e familiares”, relatou o coronel Álvaro Duarte, presidente do Detran/RR.

Nesta quinta-feira, dia 17, pela manhã e tarde, professores das escolas contempladas com o projeto receberão capacitação, a fim de que se tornem multiplicadores do projeto dentro das escolas. A formação será no auditório do Sest/Senat,

Avalie este item
(0 votos)

Em Roraima, as mulheres militares têm se destacado. Com a valorização do Governo do Estado, elas estão assumindo postos de comando, seja na Polícia Militar ou no Corpo de Bombeiros. Hoje, pela primeira vez na história, uma policial militar assumiu o subcomando da PMRR.

A coronel Valdeane Alves assumiu o posto no dia 15 de março, após nomeação do governador Antonio Denarium. Ela foi a primeira mulher coronel policial militar do Estado, abrindo o caminho para outras mulheres militares.

“Na minha gestão, o Governo tem valorizado a força feminina, em todas as frentes, e, de forma inédita, as militares. Somos um governo que busca a igualdade”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

A subcomandante da PMRR, cel Valdeane considera que esse é um grande momento para as mulheres policiais militares. "É um grande momento para as mulheres dentro da instituição. Uma Polícia que tão recentemente tem nas suas fileiras a presença feminina, começando nos anos 2000. Ou seja, estamos mais presentes há apenas 22 anos", ressaltou.

Para ela, nesses 22 anos, as policiais têm conquistado muitos espaços com muito trabalho e profissionalismo, ao quebrar barreiras e demonstrar resistência dentro da Corporação com muito sangue e suor.

"Estou muito feliz, realizada e emocionada porque é um momento histórico e fico feliz em representar não só as policiais femininas, mas todas as trabalhadoras que sabem as dificuldades de estarem no mercado de trabalho", pontuou a coronel Valdeane.

Outra mulher que assumiu posto de comando de tropa na PMRR, foi a capitã Camila Thomé de Oliveira, que passou a comandar o 1° Batalhão, que atende toda a zona Leste da Capital.

O comandante Geral da PMRR, coronel Francisco Xavier, agradeceu ao governador Antonio Denarium por proporcionar esse grande momento histórico para a Polícia Militar.

"Isso demonstra uma valorização muito grande das mulheres dentro da Corporação. A coronel Valdeane é uma oficial extremamente competente, diligente, profissional e com certeza vai saber conduzir conosco o trilho do caminho da Polícia Militar no estado de Roraima, sempre objetivando uma polícia mais desenvolvida e preparada", enfatizou o comandante Geral.

No Corpo de Bombeiros, a primeira a assumir a patente de coronel foi a Vanísia de Sousa Santos.

"Fiquei muito feliz por alcançar o último posto da carreira de militar estadual. Entrei como Soldado na Polícia Militar em 2001 e, com a emancipação do CBMRR, migrei para a corporação. Desde lá, venho me dedicando dia após dia, e em conjunto com o Comando da Corporação, para que a mulher seja mais reconhecida dentro das corporações militares estaduais e estamos, ano após anos, alcançando nossos objetivos".

EFETIVO FEMININO – Atualmente o efetivo feminino da Polícia Militar de Roraima é de 383 mulheres, dividido por patentes.

E do Corpo de Bombeiros, efetivo de 89 mulheres, dividido por patentes.

 

Avalie este item
(0 votos)

Como mais uma forma de divulgação do potencial turístico do Estado, o Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), participará da 14ª edição do Pesca & Companhia Trade Show, maior feira de equipamentos e turismo de pesca, camping, tiro esportivo e cutelaria da América Latina.

O evento ocorrerá em São Paulo, entre os dias 17 e 20 deste mês. No local, será apresentada a pescadores, empresas e investidores da área da pesca esportiva a revista “Roraima: Um destino, mil roteiros”. 

O periódico, produzido pelo Executivo Estadual, foca na divulgação dos roteiros existentes no Baixo Rio Branco, entre os municípios de Caracaraí e Rorainópolis, que fazem parte da região turística “Águas e Florestas da Linha do Equador”.

“A divulgação da revista e das RAI [Rotas Amazônicas Integradas], que vem trabalhando desde 2021 com os roteiros de pesca esportiva na Amazônia, é mais uma amostra do potencial que o nosso Estado tem. Nós acreditamos e estamos investindo no setor turístico, pois temos lugares inacreditáveis dentro de Roraima e uma enorme gama de segmentos prontas para nos elevar ao status de potência turística brasileira”, destacou o governador Antonio Denarium.

O Pesca & Companhia Trade Show marcará o encerramento do ciclo de promoção da pesca esportiva na Amazônia, trabalhado pelos Estados. Além da equipe da Secult, operadores turísticos de Roraima listados no Cadastur estarão na feira para dar informações importantes dos roteiros, como período da temporada de pesca (entre outubro e março), dicas e orientações aos pescadores e investidores.

Diretor do Detur (Departamento de Turismo), Bruno Muniz de Brito ressaltou que, assim como em outros eventos de divulgação turística, o Ministério do Turismo dará apoio aos estados da região Norte durante a feira.

“Eu avalio como extremamente positiva, desde a criação da RAI, como extremamente positiva a nossa divulgação turística do segmento de pesca esportiva no país. Nós participamos de vários eventos, desde o ano passado, com o apoio do Ministério do Turismo e, agora, a gente vai findar esse ciclo de promoção da pesca esportiva em um evento que é classificado como o mais importante para o segmento de pesca esportiva do País”, frisou.

DESTINO TENDÊNCIA

A forte divulgação turística promovida pelo Executivo em eventos como o Pesca & Companhia Trade Show e em outras frentes de divulgação, tem dado bons resultados. Tanto é, que o Estado foi citado pelo Ministério do Turismo como destino tendência em 2022, na revista Tendências do Turismo. Essa foi a primeira menção ao Estado dentro do periódico.

No total, a publicação destaca 25 destinos tendências em todo o Brasil e, além da capital Boa Vista, que representa o Estado no artigo, outros três destinos da região Norte foram destacados, sendo eles Alter do Chão e Belém, no Pará, e o Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins.

Avalie este item
(1 Votar)

Com o propósito de avaliar as medidas adotadas em Roraima e definir estratégias de fortalecimento do trabalho, ouvidores que integram a Rede Estadual de Ouvidorias participaram de um encontro, nesta quarta-feira, dia 16, em homenagem ao Dia do Ouvidor, em parceria com a CGU (Controladoria Geral da União) e a DPE-RR (Defensoria Pública do Estado de Roraima).

Participaram do encontro o Superintendente da CGU em Roraima, Alessandre Pinagé, o Defensor Público Geral do Estado, Stélio Dener, a Ouvidora Geral do Estado, Kátia Marreiro, e os ouvidores que integram a Rede Estadual.

A programação incluiu a palestra “Saúde Mental no mundo pós pandemia”, com o psicólogo Wagner Costa, e debate sobre a atuação do ouvidor e temas pertinentes às ações realizadas até agora, dificuldades que precisam ser vencidas e as metas para ampliar a cobertura futuramente, com mediação pelo ouvidor William Souza.

“Desde o primeiro dia do nosso governo temos trabalhado com foco na transparência porque o nosso objetivo não é esconder os problemas, mas sim identificá-los e buscar uma solução, e para isso, queremos saber qual é a opinião das pessoas porque é o cidadão que sabe exatamente se o serviço está bom ou não, é ele que recebe o atendimento lá na ponta, então, através da Ouvidoria, conseguimos filtrar as reclamações e sugestões e saber de fato o que a pessoa achou do atendimento prestado”, esclareceu o governador Antonio Denarium.

Para aproximar ainda mais a gestão do Governo com a população, foi criada em 2019 a Rede Estadual de Ouvidorias, uma estratégia de integração das ações realizadas na administração direta e indireta, para garantir que iniciativas adotadas de forma individualizada pudessem ser colocadas em prática de forma conjunta, garantindo o fortalecimento do trabalho e maior rapidez no atendimento prestado ao usuário. Nessa quarta-feira, dia 16, Dia Nacional do Ouvidor, o destaque é para os resultados positivos que o trabalho em conjunto tem proporcionado à população.

“Este ano, queremos avançar ainda mais, com a inclusão de mais instituições. Nossa proposta é reforçar o diálogo com novos gestores para garantir a implantação da Ouvidoria também na Secretaria das Cidades e em outras unidades setoriais como Polícia Civil e Casa Militar, onde ainda não há o serviço. Temos tido o apoio do Governo do Estado que está sempre de portas abertas para ouvir as demandas e ajudar a sanar as necessidades, e, assim, atender a preocupação do governo em ter esse canal de comunicação com o usuário”, ressaltou a Ouvidora Geral do Estado, Katia Marreiro.

5 MIL ATENDIMENTOS

Graças ao trabalho de divulgação entre as equipes e o envolvimento das instituições e entidades que integram a Rede Estadual de Ouvidorias, foram registrados, até agora, cerca de 5.290 manifestações junto aos núcleos que integram a Rede, sendo 2.073 atendimentos em 2019, 1.806 registros em 2020 e 1.411 no ano passado. Os contatos referem-se a denúncias, reclamações, solicitações, sugestões e elogios.

PLATAFORMA FALA.BR

Por meio da Plataforma Fala.BR, o Estado de Roraima tem reforçado o trabalho integrado com o Governo Federal, quando passou a integrar a Rede Nacional de Ouvidorias.

"Os gestores precisam estar atentos para a importância da Ouvidoria, e é muito importante Roraima fazer parte da rede nacional, coordenada pela Controladoria Geral da União, pois demonstra o interesse do gestor em ouvir os anseios da população", enfatizou o Superintendente da CGU em Roraima, Alessandre Pinagé.

CIDADÃO PODE TER ACESSO À OUVIDORIA DE FORMA RÁPIDA E SEM BUROCRACIA

Para acessar os núcleos que integram a Rede Estadual de Ouvidorias a pessoa que deseja fazer alguma reclamação, sugestão ou pedido pode acessar os canais de comunicação de casa mesmo, por meio do site www.ouvidoria.rr.gov.br, o email:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., ou ainda o telefone (95) 4009-4250. Se precisar de atendimento presencial é só se dirigir até a sede localizada na Avenida Ville Roy, 5504, Centro.

Com foco em garantir que a população tenha como opinar e seja ouvida, a Rede Estadual de Ouvidorias tem buscado manter a ampliação contínua do número de instituições integrantes. 

“E, graças ao empenho do nosso governador, temos conseguido estruturar a rede e implantar a Ouvidoria em unidades que não contavam com o serviço. O nosso objetivo é ampliar cada vez mais a rede e fortalecer o atendimento ao usuário, para garantir que a população receba a atenção que merece durante o atendimento”, reforçou a Ouvidora Geral.

 

 

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

Durante a 1ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Acompanhamento e Controle Social do Funded (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), foi eleita a presidência do Colegiado para atuação nos próximos quatro anos.

O encontro ocorreu no auditório da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) na tarde desta terça-feira, 15, e contou com a presença da secretária de Educação, Leila Perussolo.

A presidente eleita foi a professora Antonia Pedrosa Vieira, representante do Sinter (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima) e como vice-presidente, foi eleito Waldemir Aguiar Souza, Secretário Municipal de Educação de Iracema e representante da Undime/RR (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Roraima).

“É um desafio, mas é algo importante, acredito que quando algo é importante para nossa carreira, nós precisamos assumir responsabilidades. O Conselho é um órgão de controle social de verbas públicas e espero que, junto com os demais membros desse Conselho, possamos desempenhar esse papel com firmeza e com muita unidade”, destacou Antonia Pedrosa. 

O Conselho é formado por 32 integrantes entre titulares e suplentes, representantes da sociedade civil organizada, dos Poderes Executivos Municipal e Estadual, da Undime/RR, de estudantes, pais de estudantes, do Conselho Estadual de Educação, Sinter, além de escolas e professores indígenas.

Os membros do Conselho foram nomeados por meio dos Decretos N° 31.700-E de 14 de março de 2022 e 31.640-E de 22 de fevereiro de 2022, ambos publicados no DOE (Diário Oficial do Estado).

Entre as principais atribuições do Colegiado estão: acompanhar a aplicação dos recursos federais, supervisionar o Censo Escolar e elaborar parecer das prestações de contas, examinar os registros contábeis e demonstrativos gerenciais mensais, entre outros.  O Conselho do Fundeb está previsto na Lei N° 14.113 de 25 de dezembro de 2020.

“O Conselho do Fundeb está previsto na legislação vigente e é um órgão importante dentro do sistema educacional para acompanhar as transferências e aplicações dos recursos públicos para execução de programas federais que são essenciais para o pleno desenvolvimento da Educação Básica”, destacou Leila Perussolo.

Fundeb

O Fundeb é destinado ao financiamento de ações de manutenção e desenvolvimento da Educação Básica, e foi instituído como instrumento permanente por meio da Emenda Constitucional N° 108 de 27 de agosto de 2020. Para outras informações sobre Fundeb, acesse www.fnde.gov.br.

Quarta, 16 Março 2022 08:36

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 404.421 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.641 foram confirmados, sendo 30.226 por RT-PCR e 124.415 por teste rápido, 249.780 descartados, sendo 67.470 por RT-PCR e 182.310 por teste rápido e 2.140 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.197 em Alto Alegre, 1.258 no Amajari, 119.224 casos foram notificados em Boa Vista, 2.887 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.775 em Pacaraima, 3.899 em Rorainópolis, 1.928 em São João da Baliza, 882 em São Luiz e 1.399 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.667 em Alto Alegre, 2.396 em Amajari, 195.546 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.403 em Bonfim, 4.111 no Cantá, 4.094 em Caracaraí, 3.142 em Caroebe, 1.873 em Iracema, 3.856 em Mucajaí, 1.063 em Normandia, 7.761 em Pacaraima, 6.355 em Rorainópolis, 3.042 em São João da Baliza, 2.023 em São Luís e 781 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.140 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.617 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.199 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.158 em Alto Alegre, 1.231 em Amajari, 117.384 são de Boa Vista, 2.848 de Bonfim, 3.616 no Cantá, 3.022 em Caracaraí,  2.432 em Caroebe, 1.549 em Iracema, 2.832 em Mucajaí, 955 em Normandia, 2.721 em Pacaraima, 3.819 em Rorainópolis, 1.913 em São João da Baliza, 869 de São Luiz e 1.333 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(1 Votar)

O governador Antonio de Denarium anunciou nesta segunda-feira, 14, no Palácio Senador Hélio Campos que vai convocar a segunda turma de policiais penais concursados para o curso de formação.

O encontro contou com a presença do presidente do Sindicato dos Policiais Penais de Roraima, Rarison Barbosa, além da comissão de concursados aprovados no concurso público para Policial Penal.

Durante a reunião, os concursados solicitaram o chamamento imediato da segunda turma dos candidatos aprovados no certame. Após o entendimento entre a categoria e o Governo, Denarium anunciou que vai atender ao pedido dentro das possibilidades e conforme as demandas apresentadas.

“Garanti o início do curso de formação da segunda turma dos concursados aprovados, mais do que isso, a ampliação do número de vagas. Após passarem por essa fase, chamarei conforme a necessidade e de acordo com a inauguração de novas unidades prisionais”, disse o governador Antonio Denarium.

De acordo com o secretário de Justiça de Cidadania, André Fernandes, o Governo busca meios legais para que o curso de formação ocorra o mais breve possível.

“Os alunos serão formados por professores selecionados através de edital específico, de maneira que a minuta do edital já está em análise pela Proge [Procuradoria Geral do Estado]. Somente após a seleção dos professores é que será possível lançar a data de início do curso”, destacou André.

Fernandes disse ainda que é preciso resolver questões relacionadas ao orçamento para que tudo ocorra naturalmente.

“Temos ainda que solucionar uma demanda orçamentária. Quando a Assembleia destinou o recurso, especificou para despesas de pessoal. Já solicitamos a mudança e estamos aguardando a autorização da Assembleia”, explicou.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo do Estado, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) continua com o trabalho forte de incentivo ao desenvolvimento da agricultura familiar em Roraima, o que inclui o reforço no contato com os agricultores e empresários que integram as cooperativas e associações que atuam no Estado.

Nesta terça-feira, dia 15, durante reunião na sede da Secretaria, um grupo composto por 43 membros de 22 associações e cooperativas tiveram a oportunidade de receber informações sobre as mudanças na Lei Estadual de Incentivos Fiscais 215/98, que dispõe sobre o incentivo fiscal para empreendimentos agropecuários, com isenção de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), para aquisição de máquinas e implementos agrícolas como insumos, peças de reposição e diesel, no âmbito da agricultura.

A Lei apresentava algumas limitações por conta da temporalidade, que permitia o acesso apenas a associações fundadas até 2002, o que deixou uma série de instituições sem acesso aos benefícios, e com a reformulação essa restrição deixou de existir, possibilitando que novas entidades empreendedoras sejam beneficiadas. Outra alteração aumenta de um para cinco anos, o prazo de habilitação do projeto apresentado, para se obter o incentivo fiscal.

“Eram demandas antigas e quando assumimos o governo ouvimos dos pequenos produtores. Então determinei que a equipe técnica responsável fizesse a análise necessária e depois do estudo técnico pronto fizemos a revisão na Lei e as alterações importantes para facilitar a vida do homem do campo. Agora, estamos de forma gradativa buscando o alinhamento, para que eles possam saber das mudanças e perceber os resultados o mais breve possível”, esclareceu o governador Antonio Denarium.

Participaram do encontro a equipe técnica da Seadi e os gestores das principais entidades que atuam no estado.

“Tivemos a participação de mais pessoas do que estava previsto o que nos deixou muito satisfeitos, pois promover um momento de esclarecimento como esse é fundamental para que os produtores saibam realmente quais as mudanças foram feitas, e como podem utilizar o sistema e apresentar os projetos a partir de agora. A ideia é facilitar a vida dos produtores e por isso realizamos esse encontro de hoje, para esclarecer todas as dúvidas sobre os novos fluxos e orientar como devem ser feitos os encaminhamentos das solicitações”, complementou o secretário da Seadi, Emerson Baú.

COOPERATIVAS APROVAM MUDANÇAS

Entre as mudanças estão ainda o maior controle e agilidade na tramitação dos processos pelo SEI (Sistema Eletrônico de Informações), o que para os pequenos empresários presentes na reunião foi avaliado de forma muito positiva.

“Eu acredito que, para os novos investidores que estão chegando no estado as mudanças são ótimas, e assim a Lei conseguiu absolver as novas associações, sindicatos e cooperativas, alcançando uma maior cadeia de produtores dentro do Estado, ou seja, é positivo pra gente, para o Estado e para os investidores que estão chegando”, disse Nadisson Peixoto, representante da Coopercarne, criada há 20 anos e com 120 cooperativados.

Para Sérgio Medeiros, representante da Coopercinco, que atua no setor agropecuário há 16 anos e conta com 645 cooperativados utilizar a tecnologia a favor da agricultura é a inovação que Roraima precisava.

“Melhorou muito porque hoje não existe mais a obrigatoriedade de ter um técnico específico para acessar o projeto, e hoje não tem mais isso. E outra coisa boa é que agora, lá mesmo do lote, nós podemos acessar o sistema e identificar onde está o processo, como está tramitando e se tem alguma pendência, então melhorou bastante, pois esse sistema eletrônico está ótimo, pois possibilita mandar a documentação de casa mesmo, sem precisar vir até a Capital”, complementou.

Para Elizoneto Cardoso de Macedo, representante da Coopana, que atua no Estado há seis anos na área de fruticultura e plantação de grãos, e conta com 116 cooperados, a gestão está de parabéns. 

“Vai ser uma mudança maravilhosa por causa dos benefícios, pois hoje estamos vivendo um aumento generalizado em diversos produtos que interfere na produção e essas mudanças na Lei vieram para nos ajudar com o desconto que vai diminuir os nossos gastos, então, é uma alegria imensa e, hoje, nossa cooperativa está muito feliz por conta dos benefícios que virão à nossa terra, nossa agricultura, nossas famílias, pois vamos produzir mais e com mais qualidade”, agradeceu Elizoneto.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Seguindo com a política de valorização de todos os servidores que compõem o quadro do estado de Roraima, o governador Antonio Denarium anunciou nesta terça-feira, dia 15, reposição salarial de 11% para todos os servidores da Defensoria Pública Estadual (DPE).

A Informação foi confirmada pelo chefe do Executivo durante visita à Instituição nesta manhã, oportunidade em que reuniu servidores e autoridades.

Denarium explicou que a medida é uma forma de reconhecimento do trabalho prestado pelos servidores da DPE. Ele afirmou que a ação foi possível após o Governo conseguir equilibrar as contas públicas do Estado, e que a reposição está dentro da lei.

“Da mesma forma em que fizemos a reposição salarial dos servidores do quadro efetivo do estado, hoje eu assinei o Projeto de Lei para fazer a reposição salarial dos servidores da DPE. Lembrando também que, este ano, nós fizemos o aumento do Duodécimo dos poderes em 11%, valorizando a harmonia e a individualidade de cada Poder, pois é de fundamental importância que o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, trabalhem em uma causa só, que é levar um serviço de qualidade para nossa população”, frisou.

O Projeto agora deverá ser encaminhado para a Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE-RR), para que seja apreciado e votado. Se aprovado, os servidores vão receber o acréscimo no vencimento já a partir do mês de abril.

“Este é um momento muito importante para a Defensoria, que a gente recebe com muita gratidão. Também entendemos como um reconhecimento ao trabalho que realizamos diariamente em todos os municípios, em todas as comunidades, em todas as localidades do nosso Estado, que é levar dignidade para as pessoas, seja por meio da Defensoria Itinerante, seja por meio das nossas atividades físicas. Obrigado governador!”, destacou o defensor geral, Stélio Dener.

Presente ao anúncio, a deputada estadual Lenir Rodrigues reforçou que o projeto será encaminhado a ALE-RR em caráter de urgência, para que logo seja aprovado e sancionado.

“O Governo do Estado tem realizado o maior trabalho de valorização dos servidores públicos da história de Roraima. Com a realização de concursos públicos, PCCRs, promovendo progressões atrasadas há mais de 20 anos entre outras importantes ações. E nada mais justo do que neste momento também valorizar os profissionais da nossa Defensoria Pública, um órgão que tem um papel fundamental no atendimento à população”, disse a parlamentar.

Avalie este item
(1 Votar)

Está cada vez mais perto o Concurso Público específico e diferenciado para a carreira do Magistério Indígena. As provas acontecem no próximo domingo, dia 20, e os candidatos precisam ficar atentos aos locais de prova e às demais regras previstas no edital.

“O reforço do quadro efetivo de docentes é uma de nossas ações para melhorar a qualidade da educação escolar indígena, além dos investimentos contínuos na infraestrutura dos prédios escolares com revitalizações, reformas e entrega de mobiliários novos. Atualmente, existem cinco escolas indígenas recebendo serviços de manutenção, duas em Pacaraima, uma em Normandia, uma em Uiramutã e uma em Amajari”, ressaltou o governador Antonio Denarium.

As provas do concurso ocorrerão em seis escolas de Boa Vista: Ana Libória e Ayrton Senna, (as duas escolas estão funcionando de forma compartilhada no mesmo prédio, no bairro Mecejana), Monteiro Lobato e Oswaldo Cruz, (no Centro da cidade), Gonçalves Dias (no bairro Canarinho) e no Colégio Estadual Militarizado Luiz Rittler Brito de Lucena (Nova Cidade).

Para saber o seu local de prova, o candidato deve acessar o site www.idecan.org.br, procurar a sessão ‘Locais de Prova’, e informar o CPF. A consulta é individual e os locais foram disponibilizados desde a última sexta-feira, dia 11.

“Esse é um concurso muito esperado, que vinha sendo demandado ao Governo do Estado há anos e agora vai acontecer no próximo domingo. Então, é importante que os candidatos confiram seus locais de prova e cheguem com antecedência para evitar imprevistos. Desejamos desde já uma excelente prova e sucesso a todos”, ressaltou Stela Damas, membro da Comissão do Concurso.

No dia da prova

Os participantes devem comparecer aos locais de prova com antecedência mínima de uma hora. As provas vão iniciar às 9h e encerrar às 13h (horário local). Os candidatos devem levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta, feita de material transparente e de ponta grossa, além do Cartão de Confirmação de Inscrição, documento de identidade original e utilizar máscara de proteção facial durante toda a permanência no local de prova.

“É importante que os candidatos leiam novamente o edital para relembrar todas as regras exigidas para o momento da prova”, reforçou Stela Damas.

O Concurso

Estão sendo ofertadas mil vagas para cargos e Nível Médio e Nível Superior, com Cadastro Reserva. O salário inicial para cargos de Magistério Nível Médio Completo é de R$ 3.004,80 e para cargos de Nível Superior é de R$ 3.782,94, ambos com jornada de trabalho de 30 horas semanais. Os aprovados vão atender as escolas indígenas da Rede Estadual de Ensino.

Avalie este item
(1 Votar)

Os moradores do município de Uiramutã, ao Norte do Estado, contam com mais dois novos poços artesianos e mais 1 mil metros de rede de distribuição de água.

Os novos poços foram ativados na segunda-feira, dia 14, um com vazão de 6.000 litros/hora e outro com 19.000 litros/hora e vão somar ao sistema de abastecimento da localidade, totalizando seis poços, que vão beneficiar os moradores de 150 residências.

“Estamos avançando em todo o Estado com obras de saneamento básico e de rede de distribuição de água, além das perfurações de poços artesianos. Isso é compromisso com o bem-estar e a saúde da população, que passam a contar com serviços de qualidade”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

Ainda em 2022, será instalado na localidade, um filtro russo com capacidade para tratamento de 50 mil litros/hora de água para expandir a capacidade de tratamento, também será construída uma nova sede administrativa.

Em Uiramutã também será construída a casa de máquinas, e será feita a reforma do reservatório apoiado do bairro Venezuela e a construção de um reservatório elevado de 20 mil litros, para melhorar o abastecimento de água na região.

“A água potável é uma necessidade básica e indispensável, por isso, é prioridade do Governo do Estado. Já viabilizamos recursos para atender todos os municípios de Roraima por meio do Programa Água para Todos e até o final do ano as melhorias serão executadas”, explicou o presidente da Caer, James Serrador.

INVESTIMENTO – Em 2021, o governo investiu em melhorias, com a perfuração de dois poços artesianos no município e a construção de 2.000 mil metros de extensão de rede. Além disso, foram revitalizados 60 mm de rede de água e instalado cloradores novos em todos os poços.

Em 2018, Uiramutã contava apenas com dois poços artesianos e uma barragem sem tratamento de água.

Avalie este item
(1 Votar)

Para garantir a segurança e acessibilidade da população rural no município de Pacaraima, o Governo do Estado, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), finalizou a recuperação de mais uma ponte de madeira, que não passava por obras há 35 anos, e agora foi totalmente reformada.

A ponte com extensão de 60 metros e 10 metros de altura fica localizada sobre o rio Maruai, entre os municípios de Pacaraima e Boa Vista.  Várias famílias utilizam essa ponte para escoamento da produção agrícola, transporte escolar e de insumos e, indiretamente, demais usuários que usam o trajeto para acessar outras comunidades.

“Estamos garantindo mobilidade a estas regiões como forma de fortalecer a economia do município, já que todos os acessos são importantes para o escoamento da produção agrícola. Temos isso como prioridade, pois dessa forma conseguimos atender às necessidades dos pequenos e médios produtores rurais e a nossa agricultura familiar que são responsáveis pela maior parte da produção do município”, destacou o governador Antonio Denarium.

O Governo de Roraima investiu nesta obra R$ 1.070.000.00 e tem intensificado os serviços de manutenção das estradas rurais, como também a reconstrução total das pontes.

VICINAIS

E os investimentos não param por aí. Por meio do Programa Aqui tem Obra serão recuperados o trecho de 33 km de estrada da vicinal Marway, e 29,20 km da vicinal  Maravilha.

Além disso, serão recuperadas três pontes na vicinal Táxi, com extensão total de 50 metros.

SAÚDE

O hospital Délio Oliveira Tupinambá, na sede de Pacaraima, passa por uma reforma completa. A obra conta com investimento no valor de R$ 2.321.207,25, recursos originários de emenda parlamentar do ex-deputado federal Remídio Monai.

Avalie este item
(1 Votar)

Gestores, secretários escolares ou responsáveis pelas escolas têm até o dia 17 de março para concluir a segunda etapa do Censo Escolar da Educação Básica chamada de “Situação Aluno”.

 É nesta etapa que as escolas informam dados sobre o ‘Movimento’ do aluno como transferências, abandono ou falecimento, e sobre o ‘Rendimento’, ou seja, se ele foi aprovado ou reprovado durante o ano letivo.

A coordenadora do Censo Escolar em Roraima, Rosalete Saldanha, informou que até o momento, a rede estadual de ensino concluiu 81,51% desta 2ª etapa e fez um alerta para as escolas que ainda precisam encaminhar os dados.

“Pedimos que todos fiquem atentos para não deixar de registrar os dados das escolas e nem deixar para a última hora. Os dados devem ser inseridos no Sistema Educacenso, pelos responsáveis de cada escola”, destacou Rosalete.

CENSO ESCOLAR - É realizado em todo o País pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e ocorre de forma simultânea e programada em todos os estados do país.

Por meio da coleta de dados, é possível obter informações individualizadas de cada estudante, professor, turma e escola do Brasil, de todas as redes, públicas (municipais, estaduais e federais) e privadas.

Também é com base no Censo Escolar que são definidas as políticas públicas educacionais e o repasse de recursos do Governo Federal para o fomento das ações na área da educação.

Além disso, o Censo Escolar juntamente com o SAEB (Sistema de Avaliação da Educação Básica) compõem o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), um dos principais indicadores educacionais do país.

Terça, 15 Março 2022 08:50

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 404.273 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.608 foram confirmados, sendo 30.225 por RT-PCR e 124.383 por teste rápido, 249.665 descartados, sendo 67.456 por RT-PCR e 182.209 por teste rápido e 2.140 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.197 em Alto Alegre, 1.258 no Amajari, 119.206 casos foram notificados em Boa Vista, 2.879 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.775 em Pacaraima, 3.899 em Rorainópolis, 1.928 em São João da Baliza, 882 em São Luiz e 1.392 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.665 em Alto Alegre, 2.395 em Amajari, 195.447 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.403 em Bonfim, 4.109 no Cantá, 4.094 em Caracaraí, 3.139 em Caroebe, 1.873 em Iracema, 3.855 em Mucajaí, 1.063 em Normandia, 7.761 em Pacaraima, 6.353 em Rorainópolis, 3.042 em São João da Baliza, 2.023 em São Luís e 780 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.140 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.617 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.102 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.158 em Alto Alegre, 1.231 em Amajari, 117.309 são de Boa Vista, 2.840 de Bonfim, 3.611 no Cantá, 3.022 em Caracaraí,  2.432 em Caroebe, 1.549 em Iracema, 2.831 em Mucajaí, 953 em Normandia, 2.721 em Pacaraima, 3.819 em Rorainópolis, 1.912 em São João da Baliza, 868 de São Luiz e 1.330 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(0 votos)

“O Iater já nasce grande, planejado e estruturado, não temos tempo para passos pequenos”, assim define Marlon Buss, o primeiro presidente do Instituto escolhido pelo governador Antonio Denarium. Com o objetivo de acompanhar desde o planejamento, análise de solo, até a comercialização dos alimentos produzidos no Estado, além de trazer novas tecnologias, o Governo de Roraima criou o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural de Roraima), para suprir a necessidade de assistência ao homem do campo.

Para o governador Antonio Denarium, a criação do Instituto é a consolidação do trabalho árduo que está sendo realizado para mudar a matriz econômica do Estado. “A agricultura é um setor muito importante para o nosso Estado, nossa terra produz, nossa gente trabalha de sol a sol, somos fortes e trabalhadores, e estamos empenhados para dar total assistência para nossos produtores”, disse.

O presidente do Iater, Marlon Buss, fala sobre os desafios à frente da pasta. “O Instituto nasce com o propósito de levar aos produtores, em especial aos agricultores familiares, uma nova proposta de trabalho e de bom desempenho produtivo, para que eles consigam ter os devidos resultados econômicos e permanecer no campo”, ressaltou.

Ele explicou ainda que o objetivo é trazer as modernidades, as tecnologias, já embarcadas nestas culturas e com muita cautela, desenvolver o plano de pesquisa. “Vamos identificar o que melhor se adequa a nossa região, com todos os cultivares que a gente pode imaginar que vai de verduras, frutas, legumes e grãos, então isso está dentro da nossa plataforma”, detalhou.

Assistência técnica e comercialização

O Iater já inicia as atividades com todas as exigências de uma boa assistência técnica, que contempla desde uma análise de solo e a sua interpretação, a devida recomendação para cada tipo de cultura.

“Diante disso, vamos trazer mais alternativas, como uma biofábrica, onde vamos produzir aqui, mudas a exemplo do cacau clonado, vamos fazer multiplicação de mudas. Vamos trazer equipamentos atualizados, com toda tecnologia embarcada que será de modelo e também ambientação para treinamento da equipe técnica”, afirmou Buss.

No país, somente Roraima ainda não possuía uma instituição exclusiva para atender  a Assistência Técnica e Extensão Rural, agora o Estado se iguala aos demais e avança nesta questão. “O Governo de Roraima não mediu esforços para atender a criação do Instituto, agradeço ao Antonio Denarium pela proatividade e pela visão de trabalho onde o foco são os homens e as mulheres do campo”, frisou o presidente.

BIOGRAFIA

Antes de assumir a presidência do Iater, Marlon Buss estava como secretário-adjunto da antiga Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), hoje Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação). Com formação técnica em Contabilidade, ele fez especialização em Gestão de Agronegócios pela Fundação Dom Cabral.

Possui longa experiência em gestão pública, exercendo cargos na área administrativa e financeira. Já foi secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas da Prefeitura de Boa Vista. Na iniciativa privada, atuou durante quatro anos na Vanguarda do Brasil, uma das maiores empresas de produção brasileira, atuando como diretor executivo e vice-presidente.

HISTÓRICO

A SEAAB (Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento), órgão da Administração Direta do Governo do Estado de Roraima, foi criada por meio da Lei Nº 01 de 26 janeiro de 1991, que tinha por finalidade formular a Política Agrícola do Estado e estabelecer as normas técnicas relacionadas com as atividades ligada à produção animal, vegetal e ao abastecimento.

No decorrer destes mais de 30 anos, passou por diversas reformulações, passando a ser denominada Seapa, que recentemente foi transformada em Seadi.

No decorrer dessas reestruturações, houve alguns desmembramentos de departamentos, que se tornaram autarquias, como foi o caso do Departamento de Defesa Agropecuária, hoje Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima),  (Lei nº 644 de 8 de abril de 2008) e no ano de 2022, o Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural, resultando na criação do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), (Lei Nº 1.642, de 25 de janeiro de 2022).

Avalie este item
(0 votos)

Mais um compromisso com a comunidade rural está sendo cumprido pelo Governo de Roraima. Desta vez, os trabalhos de manutenção e recuperação de estradas vicinais contemplam cerca de 200 agricultores familiares, da região do Novo Passarão, zona rural de Boa Vista. A equipe do Programa Aqui Tem Obra intensifica as ações, a fim de resolver os problemas de trafegabilidade dos produtores rurais, antes do período do inverno.

Existem relatos de moradores que é a primeira vez desde a implantação do Assentamento, que um governante estadual dá atenção especial a essa zona rural que, na prática, é de responsabilidade do Município.

“Nós sabemos que aqui é de competência da Prefeitura. Mas, infelizmente quando cobramos melhorias como água e estrada sempre nos viraram as costas. E, graças ao Governo do Estado estamos tendo esta atenção e a possibilidade de escoar nossa produção.”, disse Adriana Suelen de Souza, comerciante e produtora rural.

As máquinas do programa Aqui Tem Obra estão trabalhando na recuperação da estrada do Tronco, principal via de acesso à região do Novo Passarão. Além disso, serão recuperadas mais nove estradas vicinais na localidade.

“Máquina do governo + Estradas recuperadas + Governo da participação = dignidade e respeito pelo homem do campo”, destacou Carla Cristina Rocha, presidente da associação dos Produtores Rurais do Novo Passarão. Ela agradece e parabeniza à atual gestão pela atenção dada à zona rural do município. “Temos alguém que nos representa com carinho, atenção e traz o desenvolvimento”, afirmou.

O Governo do Estado tem investido na recuperação das estradas rurais, haja vista que a agricultura familiar além de ser fonte de renda dos pequenos produtores, também impulsiona a economia e beneficia toda a cidade.

MAIS INFRAESTRUTURA

A Seinf (Secretaria de Infraestrutura) está coordenando os serviços de alargamento, colocação de piçarras e elevação das estradas na região. Também serão colocados bueiros nos trechos mais críticos, para garantir o acesso de qualidade e com segurança aos moradores.

Algumas pontes também serão recuperadas. Já estão no cronograma de obras, uma ponte com extensão de 25 metros, localizada na comunidade do Milho e outra com extensão de 15 metros, localizada na comunidade do Morcego.

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), por meio do Programa Estadual de Sanidade Equídea, vai intensificar as ações de controle da Anemia Infecciosa Equina, com o objetivo de diminuir os casos da doença, responsável por causar muitas mortes em cavalos. Para isso, a Portaria Nº 2412/ADERR/DDA, publicada em novembro de 2021, entrará em vigor a partir da segunda quinzena de maio.

AIE é uma doença de maior interesse econômico na criação de cavalos, pois causa inúmeros prejuízos e limita consideravelmente o desenvolvimento da produção de equídeos em Roraima, segundo informou o gerente de Defesa Animal e responsável pelo Programa de Sanidade Equídea, Paulo Fiqueirôa.

Desde a publicação da Portaria, estão sendo realizadas palestras com criadores de cavalos, a fim de esclarecer sobre as mudanças. Em abril, será feito treinamento de veterinários autônomos, que precisam se cadastrar na Aderr para ficarem aptos a coletar sangue para AIE.

Além do cadastramento que irá proporcionar uma maior proximidade dos veterinários autônomos com o serviço oficial, as coletas só poderão ser realizadas em propriedades cadastradas na Agência para evitar problemas no trabalho de controle da doença.

“É obrigatório a inserção do código da propriedade, que é o mesmo código do Guia de Trânsito Animal [GTA], no campo do endereço específico e a determinação da eutanásia, no caso de animais reagentes, quando não houver outra destinação prevista em Lei”, destacou Figueirôa.

Os técnicos da Aderr entendem que é um grande desafio baixar o alto índice da doença no Estado. Para ter êxito no trabalho de combate e erradicação da AIE serão feitas ações de educação sanitária, a fim de melhorar a comunicação com os proprietários de cavalos e toda população.

“É de fundamental importância a participação de todos para a promoção de um rebanho saudável, respeitando as normas, tradições e o interesse público de tornar cada vez mais competitivo o agronegócio do cavalo no Estado”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

AIE

De acordo com o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a anemia infecciosa equina (AIE), doença da lista "B" do Escritório Internacional de Epizootias (OIE), é uma enfermidade viral, extremamente contagiosa e fatal que infecta todos os equídeos (equinos, asininos e muares), de qualquer idade ou sexo.

A AIE foi incluída entre aquelas passíveis de aplicação das medidas previstas no Regulamento de Defesa Sanitária Animal em 1981, através da Portaria nº 200, de 18 de agosto 1981, sendo obrigatório o sacrifício dos animais doentes, uma vez que a doença não tem cura.

Ocorrendo em todo o Território Nacional, a AIE pode ser encontrada em qualquer rebanho, independente da forma de criação e da exploração econômica a que esteja submetido.

Sintomas

A doença se manifesta sob as formas aguda, crônica ou inaparente.

Os animais que apresentam a forma aguda podem apresentar sintomas severos e inespecíficos como febre, anemia, hemorragias petéquiais, edemas nos membros e abdome, fraqueza, falta de apetite e podem morrer entre duas e três semanas.

A forma crônica se manifesta através de febre recorrente, fraqueza, falta de apetite, baixo rendimento esportivo, podendo o animal morrer em uma das crises.

A forma inaparente ou latente caracteriza os "portadores assintomáticos", que se apresentam aparentemente sadios, mas permanecem como reservatórios do vírus e com poder de contaminação e propagação da doença.

Transmissão

A transmissão se dá através de picadas de insetos hematófagos, principalmente as mutucas (Stomoxys sp.), além de agulhas, seringas, esporas, freios, arreios ou outros utensílios contaminados com sangue infectado.

Outras formas de transmissão são através do sêmen e do leite.

Controle e Erradicação

Algumas medidas podem ser adotadas no controle da AIE, dentre elas podemos citar:

• uso de seringas e agulhas descartáveis (uma para cada animal);

• limpeza de todos os utensílios utilizados nos animais;

• isolamento dos animais positivos até a realização do sacrifício;

• sacrifício dos animais positivos à prova de diagnóstico, pois não existe até o momento tratamento ou vacina para esta doença;

• submeter ao exame de diagnóstico para AIE todo equídeo que necessite transitar;

• realização de exame de diagnóstico para AIE para os animais adquiridos em leilões, feiras ou de outras propriedades.      

Avalie este item
(0 votos)

Nos próximos 15 dias, equipes do Governo de Roraima farão a busca ativa por pacientes que ainda aguardam por cirurgia eletiva. A medida faz parte de uma parceria firmada entre a Sesau (Secretaria de Saúde) e SeCidades (Secretaria das Cidades). Ao todo, 100 servidores devidamente identificados farão esse recadastramento que inicia nesta terça-feira, dia 15 de março.

Estão cadastrados 11.473 procedimentos cirúrgicos, o que não quer dizer que representa a quantidade de pacientes, uma vez que há pessoas com duas ou mais cirurgias registradas na fila de espera do Sistema Único de Saúde.

Desse total, 1.519 procedimentos são só do interior. Os servidores que vão atualizar esse dado vão percorrer as  residências de cerca de 5.913 pessoas com idade entre 18 e 90 anos, em Boa Vista e no interior.

“Nós temos este plano de zerar essa fila de cirurgias eletivas, em especial aquelas de maior predominância, como as ortopédicas, de hérnia, entre outros procedimentos. Com a inauguração do novo HGR, contratação de empresa para realizar cirurgias, compra de insumos e equipamentos, iremos promover uma verdadeira revolução na saúde do nosso Estado”, disse o governador Antonio Denarium.

Segundo o titular da SeCidades, Edécio Júnior, a princípio, os 100 servidores da pasta farão a busca ativa pelos pacientes na capital, Boa Vista, de segunda a sexta-feira, com equipe extra para o sábado, nos próximos 15 dias. “A ideia é que cada a gente visite, por dia, um total de 15 pacientes que estão na fila de espera. Os servidores estarão identificados com a camiseta identificando o Governo do Estado e crachá”, afirmou.

BAIXA PROCURA VIA APP

Segundo o coordenador Geral de Regulação, Avaliação, Auditoria, Controle e Sistema do SUS, Eliakin Terminelle dos Santos, apenas 500 pessoas acessaram o app Zera Fila RR para atualizar o cadastro no sistema até o dia 11 de março.

Para reforçar a procura por esses pacientes, a Sesau abriu pontos de recadastramento, sendo eles o CECM (Clínica Especializada Coronel Mota), de segunda a sexta das 16h às 21h, na Central de Marcação de Exames e Consultas, também de segunda a sexta, das 15h às 20h e nas unidades hospitalares da capital, no caso dos pacientes do interior. Apesar disso, apenas mil pessoas foram recadastradas.

Segunda, 14 Março 2022 09:02

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 404.011 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.567 foram confirmados, sendo 30.224 por RT-PCR e 124.343 por teste rápido, 249.444 descartados, sendo 67.365 por RT-PCR e 182.079 por teste rápido e 2.140 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.197 em Alto Alegre, 1.258 no Amajari, 119.167 casos foram notificados em Boa Vista, 2.879 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.774 em Pacaraima, 3.899 em Rorainópolis, 1.928 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.392 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.664 em Alto Alegre, 2.394 em Amajari, 195.252 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.399 em Bonfim, 4.102 no Cantá, 4.093 em Caracaraí, 3.137 em Caroebe, 1.872 em Iracema, 3.855 em Mucajaí, 1.063 em Normandia, 7.760 em Pacaraima, 6.353 em Rorainópolis, 3.042 em São João da Baliza, 2.021 em São Luís e 778 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.140 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.617 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.058 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.158 em Alto Alegre, 1.231 em Amajari, 117.267 são de Boa Vista, 2.840 de Bonfim, 3.611 no Cantá, 3.022 em Caracaraí,  2.432 em Caroebe, 1.549 em Iracema, 2.831 em Mucajaí, 953 em Normandia, 2.720 em Pacaraima, 3.819 em Rorainópolis, 1.912 em São João da Baliza, 867 de São Luiz e 1.330 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima reiniciou, neste domingo, dia 13, o projeto Ritmos no Parque.  Realizado por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), o projeto trouxe de volta as aulas de zumba com exercícios dançantes, no Forródromo do Parque Anauá, e atraiu dezenas de praticantes.

Esta retomada das atividades vem também com uma novidade: a partir de agora, as aulas vão ocorrer às quartas-feiras, com início às 19h10 e término às 20h10, e aos domingos, das 17h às 19h.

Pessoas de idades diversas e vindas de todas as regiões da capital aproveitam o fim de tarde no Parque Anauá e participam das aulas sob o comando do professor Janderson Pereira, que destacou a importância do projeto e a alegria do retorno.

“Estamos voltando com o nosso projeto, levando qualidade de vida para as pessoas, por meio da dança. O Governo do Estado oportuniza essa atividade pra você cuidar da sua saúde. Tem muita gente que não tem condição de pagar uma academia, nem de pagar uma aula particular e hoje tem acesso à zumba. Lembrando que agora serão dois dias, aos domingos, a partir das 17 horas até as 19h, e às quartas-feiras, das 19h10 até as 20h10”, explicou o professor.

Aluna fiel do professor Janderson e praticante assídua da zumba no Parque Anauá, a profissional de serviços gerais Ana Lúcia Oliveira, de 50 anos, moradora do bairro Piscicultura, também ressaltou a relevância da ação e o esforço que faz para participar das aulas.

“Hoje peguei carona com a minha amiga, mas às vezes venho correndo para chegar a esse lugar maravilhoso e poder participar da aula. O projeto é muito bom pra gente, está incentivando a mulherada a participar. Incentivo minhas colegas, o pessoal da minha família, sempre estou “arrastando” uma ou duas comigo. Isso é maravilhoso”, afirmou.

A gerente administrativa, Ana Amorim, de 42 anos, moradora do bairro Cinturão Verde, pratica zumba há vários anos e comemorou a retomada das atividades no Parque Anauá.

“Ficamos um tempo só em casa engordando, fazia atividade, mas nada substitui a animação da zumba. É um ótimo exercício, trabalha o corpo, a mente e também um pouquinho da autoestima da gente. Convido todos para que venham ao Parque Anauá para passear e também dançar”, frisou.

SOBRE O PROJETO - Iniciado no primeiro semestre de 2019, o projeto ganhou adeptos vindos de todos os bairros de Boa Vista e tornou rotineira na vida deles a oportunidade de praticar zumba, além de interagir e aproveitar o espaço privilegiado de um dos maiores parques urbanos da Região Norte.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), convoca mais 88 candidatos aprovados no concurso 01/2021 da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) para entrega de documentos e exames médicos.

O Decreto de nomeação dos novos professores efetivos foi publicado no Diário Oficial do Estado, na edição da última quinta-feira, dia 10. A data da posse ainda será definida.

Nos dias 21 e 22 de março, a Segad receberá a documentação dos novos convocados exigida em edital. Nos dias 24 e 25, eles devem comparecer à sede da Secretaria, na Rua Francisco Paulino da Silva, 215, Canarinho, no prédio das Faculdades Cathedral, para entrega de exames médicos.  

Os professores nomeados vão atuar em dez municípios. Para atender ao município de Boa Vista (capital e área rural), foram convocados 70 professores; Rorainópolis (incluindo a região do Baixo Rio Branco), 2; Alto Alegre, 2; Cantá, 3; Mucajaí, 1; Caracaraí, 2; Uiramutã, 2; Iracema, 1; Bonfim 2; Pacaraima, 3.

Conforme a Secretaria de Educação e Desporto, 49 desses professores foram convocados para ocupação das vagas remanescentes para o preenchimento das 650 vagas imediatas, ofertadas no Concurso Público para Professor da Carreira de Magistério da Educação Básica, que ainda não foram preenchidas.

Também estão sendo convocados mais 39 professores para preenchimento de vagas decorrentes de aposentadorias e falecimentos. Esses profissionais vão atuar em escolas de Alto Alegre, Boa Vista (área urbana e rural) e em Uiramutã.

De janeiro até hoje, 496 novos professores estão sendo lotados em escolas do Estado. O governador Antonio Denarium frisou a importância da nomeação desses profissionais para o desenvolvimento educacional.

“Estamos trabalhando para ofertar um ensino de qualidade em Roraima e isso inclui a ampliação do quadro de professores efetivos, ação importante para o processo de ensino aprendizagem. Realizamos esse concurso esperado há 15 anos, estamos cumprindo com os trâmites legais. Agora estamos convocando mais professores para nos ajudar a transformar a educação do Estado”, declarou.

Segunda, 14 Março 2022 08:57

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 404.004 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.566 foram confirmados, sendo 30.224 por RT-PCR e 124.342 por teste rápido, 249.438 descartados, sendo 67.365 por RT-PCR e 182.073 por teste rápido e 2.139 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.197 em Alto Alegre, 1.258 no Amajari, 119.166 casos foram notificados em Boa Vista, 2.879 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.774 em Pacaraima, 3.899 em Rorainópolis, 1.928 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.392 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.664 em Alto Alegre, 2.394 em Amajari, 195.246 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.399 em Bonfim, 4.102 no Cantá, 4.093 em Caracaraí, 3.137 em Caroebe, 1.872 em Iracema, 3.855 em Mucajaí, 1.063 em Normandia, 7.760 em Pacaraima, 6.353 em Rorainópolis, 3.042 em São João da Baliza, 2.021 em São Luís e 778 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.139 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.616 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.042 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.157 em Alto Alegre, 1.231 em Amajari, 117.254 são de Boa Vista, 2.840 de Bonfim, 3.611 no Cantá, 3.022 em Caracaraí,  2.432 em Caroebe, 1.549 em Iracema, 2.831 em Mucajaí, 953 em Normandia, 2.718 em Pacaraima, 3.819 em Rorainópolis, 1.912 em São João da Baliza, 867 de São Luiz e 1.330 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar), da Defesa Civil Estadual e da Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social, realizou, nessa sexta-feira, dia 11, a entrega de cestas básicas aos moradores que foram afetados pela enchente do Rio Trairão no município de Amajari.

Foram atendidas 33 famílias, que precisaram deixar suas residências, situadas nas proximidades das margens do rio, devido a inundação do local onde vivem e obtêm a subsistência.

O município de Amajari, principalmente a região do PA Trairão, foi o mais atingido pelas chuvas registradas em Roraima no final do mês de fevereiro e início de março. Até este sábado, dia 12, foram registrados 74,2 milímetros de chuvas em março, mais que o dobro do previsto para todo o mês.

"Desde que recebemos a informação das dificuldades enfrentadas pelos municípios, estamos atuando nas ações de resposta", destacou o comandante geral do CBMRR e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil de Roraima, coronel Anderson Carvalho de Matos.

Apoio aos Municípios

O Governo de Roraima está atuando nas ações de resposta desde o dia 5 deste mês e, conforme orientação do governador Antonio Denarium, permanecerá com equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil nos locais atingidos pelas cheias, enquanto for necessário.

"As equipes estão registrando redução do volume de chuvas e diminuição do nível dos rios no Amajari. O tráfego de veículos foi normalizado na RR-203 e na vicinal de acesso ao Projeto de Assentamento Amajari. Aos poucos, as famílias afetadas estão retornando para suas residências, mas permaneceremos no local até que a última família esteja de volta ao seu lar", disse o governador.

La Niña e as Chuvas em Roraima

Roraima vem sendo afetado desde o final de fevereiro pela ação do La Niña, um fenômeno caracterizado pelo resfriamento anormal das águas do oceano Pacífico. Diferentemente do El Niño, a ocorrência do La Niña causa um aumento do volume de chuvas nos estados do Norte e do Nordeste, assim como aumento do calor e de seca nos estados do Sul do Brasil.

Somente nos três primeiros meses de 2022, Roraima já registrou chuvas acima da média em fevereiro e março, sendo que o volume acumulado registrado até o momento foi de 129,4 mm, enquanto o normal para o trimestre era de 74,1 mm.

Avalie este item
(0 votos)

Esta semana Roraima registrou mais um momento importante para o desenvolvimento do Estado. Durante dois dias, secretários estaduais de Planejamento estiveram reunidos no Salão Nobre Augusto Cardoso, do Palácio Senador Hélio Campos, para discutir propostas de trabalho que possam contribuir para o crescimento sustentável dos Estados brasileiros.

O 84º Fórum do Conseplan (Conselho Nacional de Secretários de Estado do Planejamento) foi realizado pela primeira vez em Roraima e foi encerrado nessa sexta-feira, dia 11, com o debate construtivo sobre estratégias de gestão importantes para o desenvolvimento econômico e equilibrado, apresentadas pelos representantes dos Estados do Amapá, Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná e Roraima.

Foi um momento para troca de experiências e discussão sobre diversos temas que envolvem o desenvolvimento do País. No primeiro dia, foi tratado sobre o “Plano Plurianual 2020 – 2023”, as áreas de abrangência que integram o Plano, medida fundamental para definir e traçar o rumo para o desenvolvimento de uma região. 

“Tivemos a honra e a grata satisfação de sediar esse evento tão importante para o nosso País, pois reúne a equipe técnica fundamental para o planejamento de governo. Foi um momento para discussão sobre a importância de traçar metas e avaliar o trabalho realizado, para que a gestão pública tenha condições de efetuar o trabalho em prol da população de forma organizada e preparada”, ressaltou o governador Antonio Denarium.

No segundo dia, entre os assuntos tratados estão “Políticas públicas familiares e desenvolvimento econômico social”, com debate iniciado pela secretária nacional da Família, Ângela Vidal Gandra da Silva Martins. A experiência da avaliação de subsídios da União do Conselho de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (CMAP), com debate iniciado pelo subsecretário de Avaliação dos Subsídios da União, do Ministério da Economia, Nelson Leitão Paes.

Também houve discussão sobre “As restrições e condutas vedadas para a gestão em período eleitoral”, tema abordado pelo advogado, professor e controlador geral do Município de São Paulo, Daniel Falcão, convidado para contribuir com o encontro, e sobre a “Sustentabilidade: desafios e oportunidades de uma agenda para transformação nacional”, pelo chefe do Departamento de Meio Ambiente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento), Nabil Kadri.

“O Conseplan nos proporciona um espaço de crescimento, pois trata-se de um espaço de promoção do debate entre as secretarias. Nestes dois dias, por meio do debate, tivemos a chance de refletir e agora vamos levar para a equipe técnica, para que o gestor da pasta de cada Estado avalie as propostas de sucesso que poderão ser aplicadas de forma conjunta, para aprimorar o trabalho realizado em cada região”, complementou Valdemar Bernardo Jorge, presidente do Conselho Nacional e secretário de Planejamento e Projetos Estruturantes do Paraná.

Para Roraima as contribuições foram inúmeras e ajudarão na reestruturação da Secretaria de Planejamento.

“Trata-se do debate para o planejamento estratégico envolvendo as outras secretarias de forma transversal. A Seplan hoje conta com uma área que executa e uma outra que faz monitoramento e a avaliação do que foi executado. Tudo o que foi apresentado aqui vai servir para que levemos as sugestões para dentro da Seplan, com a finalidade de adaptar esses estudos e melhorar nossa forma de atuação, monitoramento a avaliação das políticas públicas no nosso Estado”, reforçou o secretário de Planejamento, Diego Prandino.

Avalie este item
(1 Votar)

O maior e mais bem equipado hospital de Roraima foi entregue à população nesta sexta-feira, dia 11, em solenidade que contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do governador Antonio Denarium.

O novo Hospital Geral de Roraima tem 120 leitos de enfermaria, 40 leitos de UTI e 10 salas no Centro Cirúrgico com capacidade para realizar mais de 100 cirurgias por dia. E leva o nome do ex-governador José de Anchieta Junior.

Durante a entrega do novo anexo, o ministro Marcelo Queiroga, destacou a importância da unidade não só para o Estado, mas também para toda a região Norte.

“Hoje temos essa unidade que foi ampliada, com estruturas muito modernas para realizar atendimentos de urgência, atender as demandas das cirurgias eletivas, terapia intensiva e suprir uma lacuna aqui do estado de Roraima e também da região Norte do Brasil. Portanto, é uma referência para o país como um todo”, afirmou.

Para o governador Antonio Denarium, com esse reforço importante para a saúde de Roraima, a população ganha um legado e passará a sentir toda a diferença nos próximos dias.

“Ao assumir o Governo de Roraima, em dezembro de 2018 como interventor federal, a minha prioridade foi regularizar as pendências para que a obra fosse retomada e concluída. Todo o projeto teve que ser refeito e adequado aos padrões de um hospital”, destacou o governador.

O novo prédio permitirá uma integração no fluxo de atendimento das unidades, incluindo diagnóstico por imagens, hemoterapia, banco de sangue e radioterapia, facilitando o acesso da população aos serviços, sem necessidade de deslocamento.

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, pontua que a entrega da obra simboliza a realização de um sonho iniciado pela atual gestão em 2019, e que trará benefícios para a população.

“Não negamos que sofremos muito em 2019, quando pegamos o Estado quebrada, falido, desestruturado, e agora, com pouco mais de três anos de gestão, nós podemos dizer que devolvemos aquilo que foi um sonho de toda uma sociedade junto ao governador Antonio Denarium, e eu garanto que nós teremos atendimento de muito mais qualidade. Nós acabaremos com essas narrativas de que não sabemos fazer gestão. Pelo contrário, nós sabemos e fazemos, e nós fazemos entregas, que mais importante que promessas”, enfatizou.

Presente na solenidade, a deputada federal Shéridan Oliveira resgatou o projeto do ex-governador José de Anchieta ao iniciar a construção do Bloco E. “Foi uma semente plantada que hoje, mesmo depois de anos, está pronta e entregue para a população. Um sonho que se tornou realidade e melhor ainda, vai mudar a saúde pública no nosso Estado, com um serviço de melhor qualidade e infraestrutura adequada”, disse.

INFRAESTRUTURA DE PRIMEIRA QUALIDADE

Presente na solenidade de inauguração do novo HGR, o secretário de Infraestrutura, Edilson Damião, destacou que o projeto inicial da unidade não tinha um modelo físico adequada, precisando ser refeito do zero pela pasta.

"Logo em 2019, o governador Antonio Denarium pediu prioridade nesta obra. Readaptamos o projeto incluindo sistema de climatização, rampas de saída de emergência, grupos de geradores, sistema de gases medicinais. Projetos vitais que não estavam contemplados e hoje entregamos um hospital de alto padrão de qualidade", ressaltou.

Além disso, o sistema de refrigeração na nova área do HGR, vai muito além de proporcionar conforto aos pacientes. O sistema utilizado tem a potência necessária para climatizar diversos ambientes, com versatilidade e economia de energia. E, é comprovado que unidades que possuem ambientes mais confortáveis, do ponto de vista térmico e da qualidade do ar, podem diminuir a estadia do paciente, junto com os custos de operação.

"Esse sistema de climatização conta com diversas vantagens como, alta eficiência energética, economia no consumo de energia, sistema de controle microprocessado, que permite o gerenciamento por zona", complementou o secretário.

NOVOS EQUIPAMENTOS

Para acelerar as cirurgias neurológicas, foram adquiridos dois equipamentos de imagem tridimensional, os Neuronavegadores, que possibilitam a realização de cirurgias com maior precisão e segurança.

Além de aparelhos de anestesia, ultrassonografia, torres de videolaparoscopia, monitores multiparâmetro, desfibriladores, coloscópios, ventiladores de transporte, camas elétricas, mesas cirúrgicas, focos auxiliares.

E ainda, sistema de vídeo laparoscópico, bombas de infusão, colposcópio com braço pantográfico, oxicapnógrafo, capnógrafos, aspirador de vapores, garrote pneumático eletrônico/manual, bombas de infusão, monitores multipâmetro, litotriptor intracorpóreo, mesas cirúrgicas, camas para obesos entre outros equipamentos.

Governo reforça a saúde com contratação de mais de 5 mil profissionais

Ao longo do ano, o Governo do Estado contratou cerca de 5 mil profissionais, ou seja, mais de 90% de todos os candidatos aprovados nos processos seletivos foram chamados e estão atuando nas unidades da rede estadual de saúde e também na ampliação das cirurgias eletivas.

Para a realização das cirurgias eletivas, médicos de diversas especialidades foram contratados, logo no primeiro mês do ano, entre eles: médico Especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço, médico Especialista em Cirurgia Geral, médico Especialista em Cirurgia Plástica, médico Especialista em Cirurgia Torácica, médico Especialista em Cirurgia Vascular, médico Especialista em Clínica Médica.

 

 

Domingo, 13 Março 2022 09:52

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 403.976 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.562 foram confirmados, sendo 30.224 por RT-PCR e 124.338 por teste rápido, 249.414 descartados, sendo 67.365 por RT-PCR e 182.049 por teste rápido e 2.139 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.197 em Alto Alegre, 1.258 no Amajari, 119.163 casos foram notificados em Boa Vista, 2.879 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.774 em Pacaraima, 3.898 em Rorainópolis, 1.928 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.392 em Uiramutã.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima segue virando a página na saúde do Estado. Para que os procedimentos de cirurgias eletivas sejam fortalecidos em 2022, a Sesau (Secretaria de Saúde) e a SeCidades (Secretaria das Cidades) firmaram parceria para realizar visitas à pacientes que estão na fila de espera das cirurgias eletivas para realizar os procedimentos na rede estadual.

Com base na lista fornecida pela Sesau, a SeCidades iniciará as visitas na próxima terça-feira, 15, a princípio na capital, Boa Vista, porém o trabalho in loco também ocorrerá no interior. Um total de 100 servidores da Secretaria das Cidades percorrerão  residências de cerca de 10 mil pacientes entre 18 e 90 anos, constados na relação.

O governador Antonio Denarium destacou o empenho da atual gestão para a realização dessas cirurgias eletivas, tão esperadas pela população.

“Nós temos este plano de zerar essa fila de cirurgias eletivas, em especial aquelas de maior predominância, como as ortopédicas, de hérnia, entre outros procedimentos. Com a inauguração do novo HGR, contratação de empresa para realizar cirurgias, compra de insumos e equipamentos, iremos promover uma verdadeira revolução na saúde do nosso Estado”, declarou o chefe do Executivo.

Segundo o titular da SeCidades, Edécio Júnior, a princípio, os 100 servidores da pasta farão a busca ativa pelos pacientes na capital, Boa Vista, de segunda a sexta, com equipe extra para o sábado, nos próximos dez dias. A ideia é que cada agente visite, por dia, um total de 15 pacientes que estão na fila de espera. Os servidores estarão identificados com a camiseta identificando o Governo do Estado e crachá.

“Da parte da SeCidades, além da situação das pessoas, ter uma economia na procura e reduzir a questão da fila pro recadastramento, os agentes de campo também estarão treinados e orientados a fazer um relatório da situação dessas famílias, porque em alguns casos, elas não procuraram o recadastramento presencial devido a sua condição financeira e a gente está buscando auxiliar quem mais precisa”, frisou.

Após o encerramento dos trabalhos na capital, a equipe da pasta começará a busca ativa pelos pacientes residentes nos municípios do interior. “Daqui a duas semanas a gente entra no interior com essa busca ativa, mas de todas as maneiras nós temos representantes da Secretaria das Cidades”, complementou Júnior.

BAIXA PROCURA

Apesar da alta divulgação nos canais de comunicação e a retomada dos procedimentos eletivos, houve uma baixa procura por parte dos pacientes constados na fila de espera.

Segundo o coordenador geral de Regulação, Avaliação, Auditoria, Controle e Sistema do SUS (Sistema Único de Saúde), Eliakin Terminelle dos Santos, apenas 500 pessoas acessaram o app Zera Fila RR para atualizar o cadastro no sistema até esta sexta-feira, 11.

Para reforçar a procura por esses pacientes, a Sesau abriu pontos de recadastramento, sendo eles o CECM (Clínica Especializada Coronel Mota), de segunda a sexta das 16h às 21h, na Central de Marcação de Exames e Consultas, também de segunda a sexta, das 15h às 20h e nas unidades hospitalares da capital, no caso dos pacientes do interior. Apesar disso, apenas mil pessoas foram cadastradas.

“Esse recadastramento é necessário porque estamos com equipes ligando todos os dias, de manhã, a tarde e à noite. A cada lista de cem pacientes, a gente consegue entrar em contato com três a dez, no máximo quinze pessoas. E esse recadastramento é necessário por causa disso, senão não tem como nós contactarmos pacientes que necessitam da cirurgia”, explicou o coordenador.

Vale ressaltar que o estudo para a viabilização vem sendo feito desde 2020. Porém, por conta da pandemia, foi interrompida e retomada recentemente. “Agora a gente está indo com a equipe in loco pra ver se conseguimos contactar o paciente que necessita da cirurgia”, concluiu Terminelle.

Avalie este item
(1 Votar)

O fortalecimento das ações de prevenção e combate ao HIV e IST’s (Infecções Sexualmente Transmissíveis) foi o principal tema de uma reunião técnica promovida esta semana pelo Ministério da Saúde, em parceria com a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) e a UNAIDS (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids).

O encontro foi realizado nos dias 9 e 10, tendo como finalidade a apresentação de iniciativas combinadas que foram desenvolvidas nos estados do Acre, Rondônia e Roraima, entre 2020 e 2021.

A Coordenadora Geral de Vigilância em Saúde, Valdirene Oliveira, apresentou a situação epidemiológica e as medidas de prevenção de urgência que foram aplicadas no Estado, por meio do Projeto de Prevenção Combinada.

“As ações se concentraram em três municípios, sendo eles Boa Vista, porque concentra grande parcela populacional; Pacaraima e Rorainópolis, que são municípios de fronteira e que possuem um fluxo constante de pessoas. A ideia desse projeto foi o de fortalecer a articulação dessas cidades para nas ações alusivas ao tema e execução de capacitações de lideranças comunitárias e de cooperação técnica no enfrentamento ao HIV e as IST’s”, pontuou.

Aos participantes da reunião, a coordenadora destacou a importância das estratégias implantadas junto às secretarias de saúde e coordenações de vigilância sanitárias dos municípios, como a pactuação de ações prioritárias para a ampliação da oferta de PEP, PrEP, TARV e Autoteste de HIV.

“O nosso trabalho funcionou de forma integrada e queremos fortalecer a realização das testagens para a população, ajudando assim, nas discussões sobre a oferta desses serviços no mesmo contexto da covid-19, com foco nos fluxos de diagnóstico, tratamento e cuidado contínuo”, destacou.

Mais de 70 mil testes rápidos de HIV foram realizados em 2021

Segundo os dados do Núcleo Estadual de Controle de DST/AIDS e Hepatites Virais, 74.540 testes rápidos de HIV foram realizados no ano passado, enquanto em 2020, este número era de 26.208 testes. A realização desse tipo de exame é feita de forma gratuita em qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde).

Vale lembrar ainda que a atenção em saúde aos pacientes com HIV é feita pelo Núcleo Estadual de Controle de DST/AIDS e Hepatites Virais, que funciona no SAE (Serviço de Assistência Especializada). A unidade é responsável pelo acompanhamento e tratamento das pessoas vivendo com HIV/AIDS, na Capital, por meio de uma equipe multidisciplinar, além do tratamento que é feito pela Atenção Primária.

No interior, essa assistência é desempenhada pela Atenção Primária dos municípios, sendo que o tratamento direto à patologia pode ser feito em Bonfim, Pacaraima, Rorainópolis, Alto Alegre e Amajari. As demais cidades fazem o acompanhamento, identificação e notificação dos casos.

Avalie este item
(1 Votar)

Quem não lembra de algum momento especial que teve na biblioteca nos tempos de escola? E hoje, mesmo com as facilidades que a tecnologia nos proporciona, ainda tem quem goste de reservar parte do tempo para uma boa leitura, e quando o assunto é conhecimento, a escola é o melhor exemplo, pois o que não falta são estudantes interessados em desbravar as histórias contidas nos livros.

Na Escola Estadual Diva Alves de Lima, no bairro São Francisco, a biblioteca ganhou o reforço da sala de leitura, que é um dos ambientes preferidos dos alunos e o bibliotecário tem papel fundamental nesse processo.

De acordo com a gestora da unidade, Nádia David dos Santos, o colégio que atende cerca de 530 alunos criou uma sala de leitura para complementar a biblioteca e a iniciativa deu tão certo que, a cada dia, aumenta o interesse pelo espaço.

“Trabalhamos com alunos do ensino fundamental, do sexto ao nono ano e, para envolver todas as turmas, criamos um ambiente lúdico e ao mesmo tempo moderno para agradar aos pequenos e aos mais velhos. E foi com muita criatividade que surgiu a sala de leitura com uma decoração especial, sofás, almofadas e iluminação diferenciada, ou seja, tudo para deixá-los relaxados e tornar a leitura ainda mais agradável”, esclareceu a gestora. 

O Dia do Bibliotecário celebrado nesse sábado, dia 12 de março, é motivo de orgulho em dobro para Eliane Freitas de Souza Sampaio. Professora por formação e com mais de quatro décadas dedicadas à educação, ela aceitou, há seis anos, o desafio de coordenar a biblioteca da escola, experiência engrandecedora para a vida profissional e pessoal.

“Eu acredito que a biblioteca e a sala de aula andam juntas na promoção do conhecimento aos alunos, pois o aprendizado continua fora da sala de aula e os alunos procuram o espaço com frequência, especialmente pelos livros de história. Ter a chance de vivenciar a dinâmica de trabalho na biblioteca é uma experiência ímpar, e sem dúvidas uma oportunidade de continuar mantendo contato com os alunos, auxiliando com as orientações essenciais para uma boa leitura e aquisição de mais conhecimento”, ressaltou.

O bibliotecário é o nosso guia, amigo e às vezes até conselheiro, dizem os estudantes

Para a estudante Maria Eduarda Martins Oliveira a figura do bibliotecário contribui para a leitura acertada, pois é bom saber que tem alguém pronto para ajudar quando necessário.

“Ele é como alguém que me dá um rumo, um norte, um guia. Pra mim, a leitura tem importância diferente de acordo com determinado momento, pois eu me envolvo com a história e sinto como se fizesse parte dela, é uma sensação bem diferente, é como se a gente pudesse viajar para qualquer lugar do mundo, nem dá pra descrever por completo. E quando vejo ela por perto me sinto ainda melhor pois sei que é uma pessoa que vai me orientar no que eu precisar”, disse. 

Já a aluna Luany Gabriely Santos Teixeira entende que conhecimento é poder e o bibliotecário merece todo o reconhecimento pela dedicação à profissão.

“Alguns adultos veem crianças e adolescentes lendo livros de fantasia e afins e não consideram isso como leitura de fato, mas nós adolescentes podemos nos interessar por leituras mais fluídas e fantasiosas, ainda mais porque estamos descobrindo o mundo e temos ideias diferentes e um modo de viver diferente, então, a nossa preferência é diferenciada. A minha irmã está fazendo faculdade de Biblioteconomia e como eu acompanho a dedicação dela, vejo que o bibliotecário é o profissional que possui o conhecimento e o entendimento que a gente ainda não tem e tê-lo próximo é ótimo, pois com a ajuda desse profissional a gente conhece pontos do livro que muita gente não dá atenção, mas que são importantes”, enfatizou.

João Montanha Gallego que vê a biblioteca como o ambiente ideal para a leitura também valoriza a presença do profissional.

“Eu sempre gostei de ler e escrevo também como passatempo, e gosto da biblioteca para manter o contato com o livro, pois, desde pequeno, tenho essa interação com os livros. Meus pais amam ler, minha mãe é escritora e ter esse profissional aqui pertinho é importante, pois eles estão sempre dispostos a nos ouvir, se tornam nossos amigos e nos ajudam a manter o contato com um ambiente tranquilo e que proporciona paz”, acrescentou.

O bibliotecário é o profissional que trabalha para o progresso cultural do país. Ele faz o gerenciamento das bibliotecas e tem a missão de desempenhar uma série de tarefas, entre elas a catalogação e a identificação de obras.

Mãe de três filhas e sete netos a bibliotecária Eliane Freitas sempre incentivou a família a ler e acredita que essa filosofia de vida tem contribuído para as conquistas no ambiente de trabalho.

“Minhas filhas e até os netos sempre acompanharam a minha rotina com os livros e aprenderam a gostar de ler livros de romance, policial e muitos outros. Acho que consegui passar para eles o meu objetivo de mostrar que quando você lê você viaja e navega em um outro mundo, o do conhecimento, e para nós que somos da área de educação promover o acesso de crianças e jovens pela leitura por meio da biblioteca e sala de leitura é bom demais, a melhor recompensa para o nosso trabalho”, reforçou Eliane.

Avalie este item
(1 Votar)

A balsa Trombetas, que faz travessia do rio Uraricoera e garante o trânsito de veículos e pessoas entre a Vila do Passarão, zona rural de Boa Vista, e mais de 14 comunidades indígenas do Baixo São Marcos, precisou ser interrompida na manhã desta sexta-feira, dia 11 de março, por conta da cheia no rio e para manutenção do porto, que é imprescindível para atracar a balsa na hora do embarque e desembarque.

A operação da embarcação é de responsabilidade da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação). O secretário da pasta, Emerson Baú, explica a importância de atracar a balsa com segurança no porto.

“Com as chuvas, o rio aumentou de volume, com isso a água danificou o porto, e a segurança é essencial para a todos, tanto os usuários, quanto os funcionários no momento de atracar a balsa. Nosso trabalho é pautado na responsabilidade, a interrupção temporária do serviço é para garantir a segurança. Já estamos contatando com a Seinf para que seja feito um trabalho de reestruturação do porto”, disse.

Enquanto o maquinário é enviado para iniciar a manutenção do porto e garantir a segurança na atracagem da mesma, uma lancha da Defesa Civil foi solicitada para garantir a travessia de pessoas até a outra margem do rio.

NÚMEROS

Em média, são realizadas 2.500 travessias por ano, cerca de 15.800 carros são transportados, 47 mil pessoas utilizam a embarcação e um total de 15 mil litros de óleo diesel são utilizados para realizar a travessia.

Avalie este item
(2 votos)

Com o foco na construção de estratégias de gestão para garantir o desenvolvimento econômico dos Estados brasileiros, representantes do Amapá, Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná e Roraima, participam do 84º Fórum do CONSEPLAN (Conselho Nacional de Secretários de Estado do Planejamento), que pela primeira vez é sediado em Roraima. A cerimônia de abertura foi realizada na tarde desta quinta-feira,10, no Salão Nobre Augusto Cardoso, no Palácio Senador Hélio Campos.

O Fórum que tem o intuito de discutir melhorias para gestão pública, com base no controle financeiro e orçamentário e nos impactos para o crescimento saudável do país é realizado trimestralmente em diferentes regiões, com a última edição ocorrida no Paraná.

Em Roraima, os dois dias de programação incluem várias atividades, entre palestras, debates, apresentação de índices relacionados aos gastos e investimentos públicos e por fim, a troca de experiências com a avaliação de estratégias exitosas em cada Estado que possam ser aproveitadas ou adaptadas para diferentes cenários em outras localidades.

O governador Antonio Denarium destacou que o trabalho de fazer o planejamento para os próximos 10 anos tem despertado o interesse de muitos investidores. E para que as metas sejam alcançadas, tem trabalhado com responsabilidade.

“Esse é um momento muito importante para o nosso Estado pois serão tratados vários assuntos de Roraima e do Brasil. Quero agradecer a participação de todos os secretários que vieram aqui para participar e ouvir um pouco da nossa estratégia de trabalho.  Temos vários projetos em andamento e o planejamento é fundamental para o crescimento e desenvolvimento equilibrado no futuro e é isso que vamos debater nesses dois dias, mostrando mais uma vez o que Roraima tem feito para receber investidores de todo o Brasil, ou seja, comprovar que Roraima é uma terra de oportunidades”, esclareceu o governador. 

De acordo com o secretário estadual de planejamento, Diego Prandino, é muito relevante ser sede do evento por ser um momento que coroa a firmeza e austeridade do Governo do Estado com a destinação dos recursos públicos.

“Roraima está entre os líderes na geração de empregos formais, crescimento na exportação com o dobro do esperado em 2018, o que colocou Roraima no cenário nacional de forma positiva pelo controle do orçamento público e financeiro, além de outras áreas também. E termos essa reunião com a presença dos secretários de planejamento proporciona uma intensa troca de experiência, ou seja, é um momento muito produtivo”, esclareceu.

Criado em 2006, durante a realização do 28º Fórum Nacional de Secretários do Planejamento, o encontro constitui uma associação civil sem fins lucrativos com sede e foro em Brasília-DF, com a proposta de aturar como um órgão permanente de coordenação e articulação dos interesses das secretarias do planejamento dos estados e do Distrito Federal, participar da formulação e implantação das políticas nacionais do planejamento público e propor políticas públicas no âmbito de atuação dos governos federal, estaduais e municipais e do distrito federal.

“É uma alegria ver que Roraima chegou a um status bem conceituado em nível nacional, como um Estado bom para investimentos, com o controle das contas públicas. E é com o objetivo de saber mais sobre as medidas que elevaram o conceito de Roraima e sobre as experiências de outros Estados brasileiros com esse mesmo êxito, que estamos reunidos aqui. Sem esquecer que tornar um lugar melhor para viver é levar em conta não só as riquezas mas o papel da família", complementou Waldemar Bernardo Jorge, Presidente do Conselho Nacional e Secretário de Planejamento e Projetos Estruturantes do Paraná.

Demonstração da cultura indígena é destaque no primeiro dia do evento –

As apresentações indígenas abrilhantaram o primeiro dia de encontro.

O momento de defumação Maroai, um ritual de purificação do ambiente realizado pela pajé Vanda Macuxi, da etnia Wapixana, encantou os participantes. Em seguida, o grupo indígena Kapói, também da etnia Wapixana, fez a apresentação da dança Parixara, tradicional entre as comunidades indígenas. 

E outro ponto alto da programação cultural foi a apresentação da Orquestra de Câmara Indígena Sem Fronteiras, das etnias Taurepang e Kamarakoto juntamente com o coral Vozes Indígenas Infantil e Juvenil Sem Fronteiras, com a canção inédita Serena, que em português significa "Canta ". E para finalizar com chave de ouro foi oferecida degustação de Damorida, comida típica indígena e exposição de artesanato indígena.

"Foi uma alegria mostrar um pouquinho da cultura da nossa gente e mostrar que os investimentos também têm sido feitos nas áreas indígenas, garantindo a estrutura para todas as comunidades produzirem e poder registrar a alegria dos nossos irmãos indígenas", finalizou o governador.

Debates continuam nesta sexta-feira pela manhã e tarde –

A programação seguirá nesta sexta-feira, dia 11, das 8h às 12h e das 14h às 17h30 com vários expositores. Entre os temas debatidos, “Políticas públicas familiares e desenvolvimento econômico social”, com a secretária Nacional da Família, Ângela Vidal Gondra da Silva Martins; “A experiência da avaliação de subsídios da União do Conselho de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (CMAP)”, com o subsecretário de Avaliação dos Subsídios da união do Ministério da Economia, Nelson Leitão Paes; “Restrições e condutas vedadas para a gestão em período eleitoral”, com o advogado, professor e controlador geral de São Paulo, Daniel Falcão e “Sustentabilidade: desafios e oportunidades de uma agenda para transformação nacional”, com o chefe do Departamento de Meio Ambiente do BNDES, Nabil Kadri.

Avalie este item
(2 votos)

Na tarde desta quarta-feira, 9, o Governo de Roraima entregou 15 mesas adaptadas e um bebedouro ao Centro de Atendimento Especializado de Boa Vista). As mesas são adaptadas para alunos cadeirantes. Ao todo, 22 alunos serão beneficiados com os novos mobiliários.

“O Governo do Estado adquiriu 580 mesas destinadas à alunos cadeirantes para facilitar as atividades educacionais, tanto nos centros especializados, quanto nas escolas da rede estadual de ensino, que atendem mais de 1,6 mil estudantes na Educação Especial”, destacou o governador Antonio Denarium.

O CAE/BV atende atualmente 142 alunos com necessidades especiais em idade escolar, matriculados também em escolas do ensino regular e conta com 16 professores especializados em AEE (Atendimento Educacional Especializado) que exercem atividades voltadas à áreas como Comunicação Alternativa, Atividades Sociais e de Vida Diária, Exercícios Cognitivos, Práticas de exercícios aquáticos e de Psicomotricidade.

“No CAE/BV atendemos alunos com autismo, deficiência intelectual, deficiências múltiplas e TGD (Transtornos Globais de Desenvolvimento), realizando atividades específicas para as necessidades de cada aluno”, informou Virgínia Conceição Marques, diretora do Centro.

Gisele Barbosa, especialista em Educação Especial e Inclusiva explicou sobre as atividades desenvolvidas no CAE/BV.

“As atividades que são realizadas no centro, como estímulos na parte sensorial, motora, raciocínio lógico, linguagens, tem com finalidade possibilitar que estes alunos consigam atingir os objetivos traçados nas escolas de ensino regular”, afirmou a professora do CAE, Gisele Barbosa, especialista em Educação Especial e Inclusiva.

Educação Especial em Roraima

Segundo dados do Censo Escolar a Rede Estadual de Ensino atende 1.692 estudantes na Educação Especial, ou seja, alunos que apresentam deficiência auditiva, visual, múltipla, intelectual, física, além de TGD, espectros do autismo e altas habilidades/superdotação.

Atualmente o Governo do Estado está investindo para aprimorar o atendimento a este público, com a realização de processo seletivo para a contratação de profissionais intérpretes de Libras (em fase de provas práticas) e cuidadores de alunos (a divulgação da lista dos inscritos será divulgada dia 10) para atuarem nas escolas da rede, fortalecendo o AEE.

Além do CAE/BV, o Governo de Roraima conta com outros seis Centros de Educação Especializados, administrados pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) que disponibilizam atendimentos específicos para estudantes da rede e comunidade em geral.

São eles: CADAHS (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação), CAS (Centro Estadual de Atendimento a Pessoas com Surdez) CAP-DV (Centro de Apoio Pedagógico para Deficientes Visuais), CEEP (Centro Estadual de Estimulação Precoce).

Centro Estadual de Atendimento Educacional Especializado Denise Messias Santos, localizado em Caracaraí e o Cequo (Centro Estadual de Equoterapia Thiago Vidal Magalhães Pinheiro), localizado no Parque de Exposições Dandãezinho, na BR-174, que funciona por meio de gestão compartilhada com outras secretarias e órgãos do Governo.

“O Governo de Roraima cumpre as políticas da educação inclusiva, com a capacitação de professores, aquisição de materiais pedagógicos e a oferta do Atendimento Educacional Especializado nas Salas Recursos Multifuncionais, ambientes equipados para atender os estudantes no horário oposto ao da sala de aula”, explicou Leila Perussolo, secretária de Educação e Desporto.

As SRM (Salas de Recursos Multifuncionais), são espaços com material diferenciado como jogos pedagógicos adaptados, blocos de montagem, material dourado, computador de mesa, notebook, materiais para desenvolver as atividades da vida diária, entre outros. Na Capital, 54 escolas possuem Salas de Recursos Multifuncionais e no interior, 30.

Está em processo licitatório na Seed (Secretaria de Educação e Desporto) a aquisição de materiais pedagógicos para equipar as Salas de Recursos Multifuncionais, entre eles, alfabeto braille, alfabeto móvel e sílabas, bola para futebol com guizo, kit de lupas manuais, dominó de animais em Língua de Sinais, dominó com textura, papel para escrita braile, entre outros. Os recursos na ordem de R$ 197 mil são do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

Sexta, 11 Março 2022 08:50

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 403.774 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.534 foram confirmados, sendo 30.222 por RT-PCR e 124.312 por teste rápido, 249.240 descartados, sendo 67.325 por RT-PCR e 181.915 por teste rápido e 2.139 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.196 em Alto Alegre, 1.258 no Amajari, 119.139 casos foram notificados em Boa Vista, 2.879 em Bonfim, 3.663 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.567 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.774 em Pacaraima, 3.898 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.391 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.663 em Alto Alegre, 2.394 em Amajari, 195.059 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.397 em Bonfim, 4.102 no Cantá, 4.093 em Caracaraí, 3.136 em Caroebe, 1.872 em Iracema, 3.855 em Mucajaí, 1.061 em Normandia, 7.758 em Pacaraima, 6.352 em Rorainópolis, 3.042 em São João da Baliza, 2.020 em São Luís e 778 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.139 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.616 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 151.889 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.155 em Alto Alegre, 1.231 em Amajari, 117.129 são de Boa Vista, 2.839 de Bonfim, 3.606 no Cantá, 3.022 em Caracaraí,  2.431 em Caroebe, 1.548 em Iracema, 2.831 em Mucajaí, 944 em Normandia, 2.716 em Pacaraima, 3.815 em Rorainópolis, 1.911 em São João da Baliza, 867 de São Luiz e 1.329 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(2 votos)

O novo HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) está pronto e será inaugurado nesta sexta-feira, dia 11. Para verificar se tudo está certo e garantir o bom funcionamento da unidade, nesta quinta-feira, dia 10, o governador Antonio Denarium fez uma visita técnica ao local acompanhado pelos secretários de Saúde, Cecília Lorenzon, e de Infraestrutura, Edilson Damião.

O Bloco E possui uma área de aproximadamente 21 mil metros quadrados e conta com 120 leitos de enfermaria, 40 leitos de UTI e 10 salas no Centro Cirúrgico. Os recursos para o início da obra foram garantidos por meio de convênio com Banco do Brasil no valor de R$ 39 milhões, além de um aditivo de R$ 10 milhões, o que representa 25% do valor da obra.

“Com a inauguração, o HGR passará a ser a referência [hospitalar] da região Norte do Brasil, pois ele trará condições para que sejam realizadas mais de 100 cirurgias por dia. O nosso objetivo é que o paciente faça a cirurgia e possa receber alta no menor espaço de tempo, fazendo com que não tenhamos mais fila de espera", destacou o governador.  

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou que a entrega do novo bloco é resultado do esforço e planejamento da atual gestão para concluir os trabalhos iniciados em 2013 e paralisados em governos anteriores.

“Com a expansão, o HGR aumenta de seis para 16 salas cirúrgicas, significa que nós dobramos a capacidade de realização de procedimentos diários, fazendo com que aumente a velocidade de atendimento, para que nossa população seja melhor atendida e em menor tempo”, disse.

Além da secretários e chefes de autarquia, a visita de hoje também contou com as presenças da imprensa e de representantes do CRM-RR (Conselho Regional de Medicina de Roraima) e do Coren-RR (Conselho Regional de Enfermagem de Roraima), que avaliaram a estrutura da nova unidade.

"O CRM, por meio de seu departamento de fiscalização, já tinha vindo aqui durante a reforma, mas hoje, podendo constatar a finalização de tudo, com todo o mobiliário, a parte de energia, de abastecimento de água e equipamentos médicos, realmente [o HGR] está de fato uma unidade de primeira linha, comparada as melhores do país", ressaltou Brenda Garcia, presidente do CRM-RR.

"Essa foi uma excelente oportunidade de compreender e aproximar os profissionais antes da execução das atividades do novo bloco. O hospital está muito bem estruturado com a questão de equipamentos, a gente consegue identificar leitos com toda a estrutura necessária para que os profissionais possam executar as suas funções aqui dentro", avaliou Tárcia Barreto, presidente do Coren-RR.

Uma nova saúde para Roraima

Além da reforma do HRG, o Governo de Roraima também tem investido na reestruturação de outras unidades importantes, como o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth e unidades mistas do interior do Estado.

"Na Maternidade, estão sendo reformados o centro cirúrgico, o Bloco das Azaléias e outros setores da unidade. Na nossa gestão, nós já entregamos o Hospital de Santa Maria do Boiaçu, o novo Hospital de Caroebe, o novo Hospital de Alto Alegre, e estamos a revitalização de mais cinco unidade, que são as de Mucajaí, Iracema, Pacaraima, Normandia e Bonfim. É um trabalho preventivo do Governo do Estado para melhorar a qualidade do atendimento", reforçou Denarium.

Avalie este item
(2 votos)

Para fomentar a atividade turística no Sul do Estado, o Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), vai promover, entre os dias 14 e 17 deste mês, um curso de condutor de turismo no município de São Luiz.

O treinamento tem 50 inscritos de Caracaraí, Caroebe, Rorainópolis, São João da Baliza e São Luiz, municípios que fazem parte da região conhecida como ‘Águas e Florestas da Linha do Equador’.

O governador Antonio Denarium destacou que a atual gestão, por meio do Departamento de Turismo da Secult, já qualificou 620 condutores de turismo durante cerca de 40 cursos promovidos pelo departamento.

“Isso é reflexo do trabalho que estamos realizando no fomento do turismo. Com estes treinamentos e com outros investimentos na área, tornaremos Roraima uma grande rota turística brasileira”, acrescentou o chefe do Executivo.

A iniciativa é uma parceria do governo e a prefeitura de São Luiz e faz parte do projeto de educação turística, que consta no Turismo 2030, Plano Estadual de Turismo que tem por objetivo estimular as pessoas, os residentes do município a empreenderem em ações que venham a desenvolver roteiros, produtos e serviços turísticos na região Águas e Florestas da Linha do Equador.

Diretor do setor responsável pelo treinamento, Bruno Muniz de Brito pontuou que a qualificação irá abordar também a parceria com a Desenvolve Roraima, agência de fomento aonde os microcréditos podem ser acessados por empreendedores para investir nas áreas de atuação do segmento turístico, seja na condução local, seja na informação turística, em meios de hospedagem, lanchonetes, bares e restaurantes.

“O curso é voltado para as pessoas que desejam ingressar na atividade turística e querem conhecer como produzir roteiros turísticos, como se capacitar para a parte de hospitalidade turística, também a parte de introdução ao turismo, conhecimentos básicos sobre atividade turística e como empreender nessa área na região aonde eles residem”, disse.

INSCRIÇÕES ABERTAS

Seguindo a rotina de atividades, o Governo de Roraima levará o curso de condutor de turismo para o município de Caroebe, também no Sul do Estado. A qualificação ocorrerá no próximo mês, entre os dias 11 e 14 de abril.

Com 50 vagas, as inscrições para o treinamento estão abertas e podem ser feitas na Secretaria de Turismo do município. Para efetuar a inscrição, o participante precisará estar munido de documento de identificação, CPF e comprovante de residência.

Assim como o curso que ocorrerá na próxima semana, poderão participar pessoas de Caracaraí, Caroebe, Rorainópolis, São João da Baliza e São Luiz, municípios que fazem parte da região conhecida como ‘Águas e Florestas da Linha do Equador’.

Avalie este item
(2 votos)

Para reforçar o quadro de professores na rede estadual de ensino neste início de ano letivo, o Governo do Estado convocou mais 88 professores do cadastro de reserva do concurso realizado em outubro de 2021. O decreto com o nome dos convocados foi assinado pelo governador Antonio Denarium nesta quinta-feira, dia 10.

“O anúncio da convocação já havia sido feito no dia 5 de março. Hoje oficializamos com a assinatura do decreto que será publicado no Diário Oficial. Estamos trabalhando para ofertar um ensino de qualidade e isso inclui o reforço no quadro de professores efetivos”, disse o governador Antonio Denarium.

Dos 88 convocados, 49 vão ocupar vagas remanescentes para o preenchimento das 650 anunciadas para preenchimento imediato, ofertadas no Concurso Público para Professor da Carreira de Magistério da Educação Básica, que ainda não foram preenchidas.

Destes 49 professores, 7 são docentes de História, 11 de Geografia, 5 de Língua Portuguesa, 4 de Artes, 5 de Língua Inglesa, 11 de Matemática, 1 de Educação Física e 5 de Sociologia.

Estes profissionais vão reforçar o quadro de professores nos municípios de Alto Alegre, Boa Vista (Capital e área rural), Bonfim, Cantá, Caracaraí, Iracema, Mucajaí, Pacaraima e Rorainópolis (incluindo a Região baixo Rio Branco).

VAGAS DECORRENTES DE VACÂNCIAS

Os 39 convocados restantes vão preencher vagas decorrentes de aposentadorias e falecimentos. Estes professores vão atuar em escolas de Alto Alegre, Boa Vista (área urbana e rural) e em Uiramutã.

Para estas 39 vagas, estão sendo convocados mais 9 professores de História, 3 de Ciências Biológicas, 5 de Educação Física, 9 de Geografia, 8 de Língua Portuguesa e 5 de Educação Física, totalizando a convocação geral de 88 docentes.

O CONCURSO - O Concurso Público ofertou 650 vagas imediatas e cadastro reserva. A jornada de trabalho dos novos professores é de 30 horas semanais e o vencimento inicial básico é de R$ 3.782,94. O concurso tem vigência de dois anos prorrogável por igual período. Os professores estão sendo lotados em escolas da Capital e interior.

Avalie este item
(2 votos)

Mais de 450 professores da Educação Básica Estadual, participam nesta quinta (10) e sexta feira (11), de um seminário com o foco na atuação pedagógica e implementação do Documento Curricular de Roraima. O Encontro Regional de Implementação do DCRR teve início na manhã de hoje no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi, com a presença do governador Antonio Denarium.

O Documento Curricular de Roraima para o Ensino Fundamental define quais são os conteúdos essenciais a serem trabalhados nas escolas públicas e particulares de ensino fundamental que garantem o direito à aprendizagem e o desenvolvimento pleno de todos os estudantes.

A capacitação que é fruto de ação integrada entre Governo do Estado por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação) e Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) é voltada aos professores da etapa Ensino Fundamental.

“Este trabalho de implementação dos currículos estaduais ocorre em todo o Brasil e Roraima segue a política. É um pacto interfederativo, em regime de colaboração. Roraima tem a adesão de 14 municípios e do Estado. Temos um documento único, elaborado seguindo as diretrizes da BNCC [Base Nacional Comum Curricular], que dará equidade no processo educativo”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

O seminário será realizado na capital e nos municípios do interior e a previsão é capacitar até o final 3 mil professores. As próximas formações estão previstas para ocorrer nos municípios de Uiramutã, Cantá e Bonfim.

A secretária de Educação, Leila Perussolo, explicou que a intenção da formação é fazer com que o professor conheça o DCRR, para que possa alinhar seu planejamento e renovar suas as práticas pedagógicas em sala de aula.

“Estamos dando continuidade às ações do programa de formação continuada para os professores da rede estadual e neste momento especificadamente, no que diz respeito ao Documento Curricular do Estado. Esse documento é o currículo normativo que está chegando nas nossas escolas. Os nossos professores e equipes técnicas, além de repensar a prática escolar hoje e os componentes curriculares, precisam também trabalhar a recomposição das aprendizagens pós-pandemia”, frisou.

O evento segue na parte da tarde desta quinta-feira no Palácio da Cultura Nenê Macaggi e na sexta-feira, 11, durante todo o dia, em duas escolas da capital: Monteiro Lobato, no Centro, e no Colégio Estadual Militarizado Luiz Rittler Brito de Lucena, no bairro Nova Cidade.

Simone Batista, coordenadora estadual do Pro-BNCC, ressaltou que nas escolas, os professores terão a parte prática da formação e participarão de atividades que abordarão temas como planejamento, processos de avaliação da aprendizagem, entre outros.

“Esta fase do seminário terá a atenção voltada para a parte prática, nos fundamentos pedagógicos, nas concepções no novo currículo e na elaboração do plano de aula alinhado ao DCRR e à BNCC”, destacou.

Avalie este item
(2 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) tem realizado, com muito trabalho dos seus técnicos, combate e erradicação da mosca da carambola. Uma das causas da dispersão da praga é o transporte de frutos hospedeiros. Isso porque muita gente ainda não respeita as recomendações passadas pelo Ministério da Agricultura e pelo Governo do Estado.

O transporte de caju, manga, taperebá, biribá, ajuru, acerola, muruci, araçá-boi, pitanga, goiaba, goiaba-araçá, ameixa-roxa, jambo-vermelho, carambola, sapotilha (sapoti), abiu, cutiti, tangerina, laranja-da-terra, tomate, pimenta-de-cheiro, fruta-pão e bacupari, mesmo que em pequenas quantidades, faz a praga chegar em lugares que ainda não ocorre.

O diretor de Defesa Vegetal da Aderr, Marcelo Parisi, faz uma alerta para as pessoas que ainda insistem em burlar as recomendações e as barreiras fitossanitárias, sobre o problema que pode ser criado para a fruticultura do Estado e, consequentemente, do País.

“A gente alerta a quem transporta os frutos hospedeiros, passando pelas barreiras de forma oculta para evitar perder o produto, que o dano que pode ser causado gira em torno de milhões de reais. É um prejuízo gigantesco para a economia de Roraima e do Brasil, porque se uma mosca dessa sair para regiões de grande produção, o estrago será incalculável”, enfatizou Parisi.

COMO FICAM AS FRUTAS ATACADAS

A fruta é perfurada e dentro dela são colocados ovos. No local da perfuração forma um buraco onde se dá o apodrecimento. As larvas da mosca destroem a polpa das frutas, ficando ruim para o consumo.

DANOS PARA A ECONOMIA

É importante ter também a consciência do problema que pode causar a economia. Conforme destaca Parisi, se a praga se alastrar pelo Brasil o prejuízo estimado é 30,7 milhões de dólares no primeiro ano, além de perdas na produção, pois os frutos ficam impróprios para serem consumidos.

Hoje a mosca da carambola representa um dos grandes problemas fitossanitários da fruticultura mundial. Em Roraima, a Aderr trabalha com ações de controle com a instalação de armadilhas onde há focos de mosca, visando o monitoramento da área. Nas barreiras que estão localizadas em pontos estratégicos como aeroportos e rodoviárias e, em rodovias de trânsito interestaduais, a fiscalização é rigorosa para evitar o trânsito de frutos hospedeiros.

“Pedimos a colaboração de todos para que fiquem atentos aos frutos que podem conter a praga, evitando a sua propagação. Quando estamos em trânsito somos obrigados a passar nas barreiras da Aderr e é necessário termos a consciência dessa fiscalização, pois é importante para evitar a disseminação da praga e danos irreversíveis à fruticultura de Roraima e do país”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

MOSCA DA CARAMBOLA

Chamada cientificamente como Bactrocera carambolae, a praga quarentenária é uma das que mais tem causado problema para a fruticultura mundial.

No ciclo de vida ela apresenta as fases de ovo, larva, pupa e adulto. As fêmeas põem ovos na casca dos frutos novos e, a partir daí, nascem as larvas, que para se desenvolverem vão para dentro da polpa.

As larvas depois que crescem saem do fruto e se transformam em pupa no solo, ficando nessa fase por 10 a 12 dias, quando nascem os adultos, com asas de coloração amarela, dando início a um novo ciclo.

Avalie este item
(2 votos)

Os crimes violentos em Roraima seguem em redução em 2022. Os dados da Polícia Militar de Roraima apontam queda de 43% nos crimes de roubos, 20,5% em casos de estupros e 17,8% nos números de tentativas de homicídios.

“O Governo de Roraima vem fazendo um intenso investimento na segurança pública e o resultado é a redução de 43% nos roubos, nos assaltos e arrombamento. E Roraima também está entre os estados do Brasil que teve a maior redução de assassinatos e crimes violentos”, destacou o governador Antonio Denarium.

As informações repassadas pela PMRR foram estratificadas por meio do 190 e de dados da CIOPS/CAD (Centro Integrado de Operações Segurança Pública) entre os dias 04 agosto de 2021 a 19 de fevereiro de 2022, além dos registros em relatórios de ocorrência policial, entre os dias 04 de agosto e 31 de dezembro.

Números em queda são reflexo dos investimentos do Governo do Estado

A gestão do governador Antonio Denarium tem investido em todas as forças de segurança estaduais. Já foram mais de R$ 30 milhões em equipamentos, armamentos e itens de proteção individual.

“Em toda história nunca foram feitos tantos investimentos na Polícia Militar. Além do pagamento dos salários rigorosamente em dia, nós já investimos mais de R$ 30 milhões em equipamentos, munição, pistolas, rifles, fuzis e coletes balísticos, enfim, uma infinidade de equipamentos que resulta na redução da criminalidade”, pontuou o governador.

Além disso, o Governo de Roraima lançou no dia 12 de novembro de 2021, o Polícia na Rua, o maior programa de segurança pública da história do Estado. São mais de 120 viaturas modernas e equipadas com sistema de inteligência para reforçar o policiamento ostensivo tanto na Capital, quanto no interior.

“Hoje nós temos viaturas do programa em todo o Estado de Roraima, atendendo todas as vilas e cidades do interior e também de todos os 56 bairros de Boa Vista”, reforçou o governador.

REFORÇO POLICIAL

O Governo também tem valorizado a tropa com promoções de policias militares do quadro de praças e oficiais. Também realizou concurso público para a PMRR com 400 vagas. No entanto, após todas as etapas finalizadas, 423 aprovados foram convocados para o curso de formação e todos já estão trabalhando.

Além disso, 137 policiais da segunda turma também foram chamados para fazer o curso de formação, totalizando 560 novos policiais que passaram a fazer parte da corporação. Para junho de 2022 está prevista a convocação de mais 120 classificados do cadastro de reserva.

Avalie este item
(2 votos)

Moradores de Boa Vista foram contemplados com a entrega de títulos definitivos de lotes urbanos do Programa Aqui Tem Dono, do Governo do Estado. A solenidade ocorreu na tarde desta quarta-feira, 9, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi.

Nesta etapa, foram contemplados 250 moradores dos bairros Cidade Satélite, Silvio Botelho, Equatorial, Liberdade, Pintolândia, Santa Luzia, São Bento, São Francisco, Bairro dos Estados e Senador Hélio Campos.

O Governador Antonio Denarium falou do programa de regularização fundiária do Governo e dos efeitos práticos do documento na vida dos moradores.

“Os proprietários poderão dizer ‘Aqui tem dono’, que é o programa de regularização fundiária do Governo do Estado, devidamente aprovado pela Assembleia legislativa, cumprindo com toda a legislação e fazendo com que os imóveis rurais e urbanos tenham uma valorização patrimonial. Nós temos casos em que, após o título definitivo, o imóvel praticamente dobrou de valor”, afirmou o governador.

Um dos contemplados com o documento foi João Bosco Paiva da Silva, 66 anos, morador do bairro Liberdade há 30 anos, que falou sobre estar recebendo o documento após tanto tempo.

“É um sentimento de muita alegria porque há tanto tempo que eu venho almejando esse título e só agora eu tive a oportunidade de receber. Há 30 anos que eu moro naquele bairro e só agora que eu vou conseguir ser o dono realmente do lote”, disse o morador.

Outra beneficiada com o título definitivo foi a senhora Zória Aquino Morais, moradora do São Bento, que conseguiu o documento após a ação de regularização fundiária do Governo no bairro.

“É uma oportunidade muito boa ter o título definitivo, que a gente tem a certeza que a casa é da gente e podemos ter a oportunidade de ter um crédito melhor que a gente queria. Ficamos muito gratos por tudo”, disse Zória.

Conforme o presidente do Iteraima, Márcio Grangeiro, o Governo está trabalhando para que todos possam ter acesso à regularização de imóveis por meio do título definitivo.

“São títulos urbanos sendo entregues hoje, beneficiando pessoas que já habitam e moram nesses imóveis há muito tempo e nunca tiveram a oportunidade de ter acesso a esse documento. Todo esse trabalho resulta em segurança jurídica, oportunidades e dignidade a essas pessoas”, destacou o presidente.

Com esta etapa, o Programa Aqui Tem Dono, o Governo de Roraima, por meio do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), já entregou 1.350 Títulos de lotes ubanos em Boa Vista, Cantá e Rorainópolis, além de quase 500 Títulos rurais, equivalentes a mais de 160 mil hectares de terra.

PRÓXIMAS ETAPAS

Outras etapas de entrega de títulos definitivos devem ocorrer até o final deste ano. “O trabalho não para. O Iteraima está rodando não só a cidade, como o interior e nós pretendemos, até o fim do ano, entregar mais 1.200 títulos urbanos e rurais.”

O governador afirmou que há títulos definitivos urbanos para serem entregues no Cantá e em Rorainópolis. Disse ainda que equipes do Iteraima realizaram levantamento topográfico em Iracema, para a entrega de documentos no município.

“Estamos fazendo um trabalho junto com os prefeitos para que possam ser parceiros do Governo do Estado trabalhando na regularização fundiária”, afirmou o governador.

Quinta, 10 Março 2022 09:58

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 403.341 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.405 foram confirmados, sendo 30.220 por RT-PCR e 124.185 por teste rápido, 248.936 descartados, sendo 67.179 por RT-PCR e 181.757 por teste rápido e 2.137 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.196 em Alto Alegre, 1.257 no Amajari, 119.023 casos foram notificados em Boa Vista, 2.874 em Bonfim, 3.662 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.566 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.773 em Pacaraima, 3.896 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.389 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.661 em Alto Alegre, 2.394 em Amajari, 194.788 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.395 em Bonfim, 4.098 no Cantá, 4.093 em Caracaraí, 3.133 em Caroebe, 1.872 em Iracema, 3.853 em Mucajaí, 1.061 em Normandia, 7.755 em Pacaraima, 6.344 em Rorainópolis, 3.041 em São João da Baliza, 2.020 em São Luís e 777 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.137 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 151.687 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.155 em Alto Alegre, 1.231 em Amajari, 116.961 são de Boa Vista, 2.833 de Bonfim, 3.602 no Cantá, 3.021 em Caracaraí,  2.429 em Caroebe, 1.547 em Iracema, 2.827 em Mucajaí, 937 em Normandia, 2.716 em Pacaraima, 3.811 em Rorainópolis, 1.910 em São João da Baliza, 867 de São Luiz e 1.327 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(2 votos)

Com o objetivo principal de capacitar os professores da Educação Básica para atuação pedagógica no planejamento, avaliação e implementação do Documento Curricular de Roraima, o Governo de Roraima promove o “Seminário Regional de Implementação do DCRR”. A abertura acontece nesta quinta-feira (10), a partir das 8 horas, no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi.

O seminário é uma ação integrada entre Governo do Estado por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação) e Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) e é voltado aos professores da etapa Ensino Fundamental.

“O Estado de Roraima segue as políticas públicas da educação nacional e nesse contexto, estamos promovendo a formação dos nossos professores para a implementação do Documento Curricular de Roraima, ação que acontece de forma integrada entre Estado e municípios, fortalecendo o regime de colaboração”, ressaltou o governador Antonio Denarium.

O seminário será realizado na capital e nos municípios do interior e a previsão é capacitar 3 mil professores. Nesta etapa capital, devem participar 400 docentes. As próximas formações estão previstas para ocorrer nos municípios de Uiramutã, Cantá e Bonfim.

“Esse é um momento importante para a educação de Roraima. O DCRR foi elaborado seguindo as diretrizes da BNCC [Base Nacional Comum Curricular], foi aprovado pelo Conselho Estadual de Educação e devidamente homologado. Agora avançamos com a formação dos professores, para que possam conhecer e se apropriar do documento e com isso, promover a efetiva implementação do DCRR na escola”, enfatizou a secretária de Educação, Leila Perussolo.

Na capital, o Seminário ocorrerá em duas etapas. O encontro formativo será realizado em dois momentos: na quinta-feira, 10, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, a partir das 8 horaS, será o credenciamento dos participantes e em seguida, às 9h, a cerimônia de abertura com a presença de autoridades.

Na sequência, duas palestras: a primeira com o tema “O Currículo Escolar na Construção do Conhecimento”, ministrada pela secretária de Educação e Desporto e Vice-Presidente do Consed da Região Norte, Leila Perussolo.

A segunda palestra será sobre “O papel do professor na concretização do Currículo Escolar”, com Giovani José da Silva, palestrante convidado da Unifap (Universidade Federal do Amapá).

O segundo momento da formação ocorrerá na quinta-feira, 10, pela parte da tarde e na sexta-feira, 11, durante todo o dia, em duas escolas da capital: Monteiro Lobato, no Centro, e no Colégio Estadual Militarizado Luiz Rittler Brito de Lucena, no bairro Nova Cidade.

Nas escolas, os professores terão a parte prática da formação, conhecendo o DCRR e participarão de outras atividades que abordarão temas como Formação de Sujeitos, Progressão das Aprendizagens, Transição entre etapas, Organizador Curricular do Componente, Planejamento, Processos de avaliação da aprendizagem, entre outros.

“A importância desta formação é a materialização do novo documento dentro das escolas, capacitando o professor seguindo as diretrizes da BNCC”, destacou Simone Batista, coordenadora estadual do Pro-BNCC.

Avalie este item
(2 votos)

Em nove dias, o volume de chuvas de março já ultrapassou o normal para o mês inteiro. O dado foi apresentado pela Defesa Civil, que faz o monitoramento nos 15 municípios de Roraima e equivale a 74,2 milímetros de chuvas.

O normal para o março inteiro é de 30,9mm. Sendo assim, Roraima já registrou mais que o dobro do valor esperado para todo o mês.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, o volume de chuvas de março de 2022 permanece maior. Até o dia 09 de março do ano passado, foram registados apenas 5mm e, no mês inteiro, foram registrados 132 milímetros.

"Em apenas nove dias registramos mais que a metade do volume de chuvas de março de 2021. Já esperávamos um volume de chuvas maior que a normal, uma vez que já tínhamos recebidos informações do Instituto Nacional de meteorologia nesse sentido, mas não esperávamos que fosse nessas proporções", disse o comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima e secretário Executivo de Proteção e Defesa Civil de Roraima, coronel Anderson Carvalho de Matos.

VOLUME DE CHUVAS EM RORAIMA

Analisando os dados estatísticos do volume de chuvas captados pelas estações pluviométricas presentes em Roraima, verifica-se que 2019 e 2020 mantiveram os volumes de chuvas dentro da normal esperada para os primeiros meses do ano. Em 2021 e 2022 apresentam volume acima do esperado.

Em 2021, foram registrados, durante todo o ano, 2189mm de chuva, sendo 329,2 nos três primeiros meses. janeiro registrou 172,40, fevereiro 24,80 e março 132mm. Todos os meses do primeiro trimestre de 2021 registravam volume de chuvas acima da normal climatológica.

Em 2022, até o momento, foram registrados 129,40. janeiro deste ano registrou apenas 3,2mm ficando dentro da normal para o período. Fevereiro com 52 e março com 74,2mm já superam os valores pluviométricos normais.

DANOS CAUSADOS PELAS CHUVAS

Desde o início das fortes chuvas em Roraima, o Governo do Estado colocou o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil em estado de alerta.

"Estamos monitorando todos os municípios desde o aumento do volume de chuvas em fevereiro. As equipes que estavam trabalhando na Operação Guardiões do Bioma foram direcionadas para prestarem apoio aos moradores atingidos", disse o gerente de Operações da Defesa Civil, capitão Jefferson Debastiani.

Dessa forma, todos os integrantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil de Roraima estão de sobreaviso para emprego nas ações de respostas as fortes e constantes chuvas. "O inverno ainda não começou, estamos sofrendo com os efeitos do La Niña e esperamos que as chuvas diminuam nos próximos dias", destacou o coronel Anderson Carvalho de Matos.

Avalie este item
(2 votos)

Policiais civis responsáveis pelo preenchimento de Boletins de Ocorrências nas unidades da Polícia Civil participam de um treinamento para utilização da Plataforma de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE), instrumento da Secretaria Nacional da Segurança Pública (Senasp). A capacitação teve início nesta quarta-feira (9) e vai até sexta-feira (11), na sede da Univirr (Universidade Virtual), sendo coordenada pela Delegacia Geral de Polícia.

A ação é executada pelo Denarc (Departamento de Narcóticos) e DPE (Departamento de Polícia Especializado). De acordo com a diretora do Denarc, delegada Darlinda Moura Viana, o objetivo principal é capacitar agentes de Polícia e agentes carcerários de Polícia para o correto e minucioso preenchimento de Boletins de Ocorrência no Sistema PPE/ Sinesp, implantado no âmbito da Polícia Civil de Roraima no ano de 2015, para o registro de ocorrências e de 2017, para a instauração e movimentação de outros procedimentos.

A Polícia Civil vai realizar uma segunda etapa do treinamento, tendo como alvo escrivães e delegados de Polícia.

Além da delegada Darlinda Moura Viana, os escrivães Amauri de Oliveira Carvalho, Geovane Pimenta e Fernando Eiji Imagawa, são instrutores no treinamento.

A delegada esclarece que apesar do PPE ter sido implantado há anos em Roraima, há a necessidade de constante atualização.

“Manter os policiais atualizados nas mudanças que são implementadas pela Senasp no sistema é importante, para que possam sempre terem conhecimento do serviço que estão ofertando ao cidadão no momento do preenchimento do registro de um Boletim de Ocorrência ou de outros procedimentos. Isso melhora o atendimento ao público e o retorno nas investigações”, destacou.

Segundo o delegado geral, Eduardo Wayner, o sistema PPE é fornecido pelo Governo Federal por meio da Senasp e não traz custos ao governo estadual. Esclarece que o programa auxilia de forma intensa o combate ao crime, com estatísticas extraídas dos procedimentos realizados, fazendo com que a polícia adote estratégias personalizadas de acordo com cada região, visando diminuir a incidência dos mais diversos crimes.

Ainda segundo Wayner, o Governo de Roraima está alinhado com a política pública adotada pelo Ministério da Justiça, por meio da plataforma PPE e é importante que os policiais tenham conhecimento das constantes atualizações.

“O treinamento visa melhorar a qualidade dos dados que extraímos para fomentar as estatísticas e investigações. É um trabalho importante e estamos alinhados com as diretrizes determinadas pelo governador Antonio Denarium, uma política de mais agilidade e proteção ao cidadão, por meio das forças de Segurança”, disse.

Avalie este item
(2 votos)

O Governo de Roraima, por meio da PMRR (Polícia Militar de Roraima), divulgou o calendário de Cursos de Capacitação Continuada de 2022 para a corporação. Ao todo, um total de 90 cursos de qualificação serão realizados este ano dentro da corporação.

Desenvolvido pela DEP (Departamento de Ensino e Pesquisa), estes treinamentos devem qualificar cerca de dois mil policiais em cursos de formação para várias patentes (como cabos e sargentos),

Também haverá especialização em vários segmentos (como operações do Choque, Giro e Força Tática) e de aperfeiçoamento em espanhol e libras voltados para a atividade policial, além do curso de multiplicadores do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas), voltado aos estudantes da rede pública de ensino.

O governador Antonio Denarium destacou que esta série de treinamentos que vêm sendo realizados dentro da Polícia Militar é reflexo do alto investimento e da evolução da Segurança Pública do Estado e, principalmente, da PMRR.

“Uma das áreas que mais evoluiu em nosso governo foi a Segurança Pública, não apenas na questão do investimento em viaturas, munição e demais equipamentos, mas também na valorização dos nossos servidores”, frisou.

“Com o programa Polícia na Rua e sua aprovação junto à população, precisamos cada vez mais de policiais comprometidos com a segurança da nossa gente. Capacitar os nossos policiais é garantir segurança de qualidade para a nossa gente”, complementou o chefe do Executivo Estadual.

De acordo com o coronel Francisco Xavier, comandante da PMRR, essa é a primeira vez que a instituição está divulgando o calendário antecipadamente, uma vez que os treinamentos já ocorrem desde janeiro e devem chegar ao fim em dezembro deste ano.

Ele também explicou que o calendário será divulgado por meio do SEI (Sistema Eletrônico de Informações). Cada comandante de unidade receberá esse calendário e deverá disponibilizar para toda a tropa.

“Alguns desses cursos, como os de formação, são necessários pra que o policial continue sendo promovido na carreira. A ascensão funcional depende de alguns desses cursos, como de cabo, de sargento e de aperfeiçoamento de sargentos também”, pontuou.

O comandante também salientou que, em razão do programa Polícia na Rua, com a implementação de tecnologias e o TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência), que já está sendo lavrado pela Polícia Militar, é necessário uma qualificação contínua e técnica por parte do policial, uma vez que terá que lidar com estas questões durante o dia a dia.

“É um policial mais qualificado. Ele, com certeza, vai prestar esse serviço melhor, vai atender o cidadão com mais diligência, com mais cuidado e a população vai sentir a qualidade desse atendimento. Isso tudo é reflexo dessas capacitações proporcionadas pela polícia militar”, disse.

Avalie este item
(1 Votar)

A delegada titular da DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Verlânia Silva de Assis, participa em Brasília, na Escola Superior de Defesa, da Jonasp (Jornada Nacional de Segurança Pública e Defesa Social). O evento começou nesta quarta-feira (9) e se encerra amanhã (10), tendo como tema a Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

O evento é realizado pelo MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), sendo coordenado pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) e faz parte de uma ação inédita para compartilhar experiências e boas práticas na área da segurança pública. Participam, representantes das forças de segurança pública de todo o país.

Além da delegada Verlânia de Assis, Roraima é representado também pela coronel do Corpo de Bombeiros, Vanísia de Sousa Santos e a capitã da Polícia Militar, Dyanna Vieira de Oliveira.

De acordo com a delegada Verlânia a jornada tem o foco de debater ações que otimizem o atendimento especializado, conhecer as boas práticas desenvolvidas no país em busca de garantir segurança para as mulheres.

“A participação de representantes das forças de segurança de Roraima é de suma importância para que o nosso Estado conheça e se integre com todo o Brasil nas ações de enfrentamento à violência contra a mulher”, disse a delegada.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima deverá lançar em breve, o edital do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima). Após manifestação favorável da PGE (Procuradoria Geral do Estado), foi assinado no dia 4 de março, o segundo Termo Aditivo ao Contrato, formalizado entre a Polícia Civil e a Fundação Para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Vunesp), prorrogando o prazo do contrato 001/2018 e finalizando os entraves burocráticos para o lançamento do novo edital.

“Esse é um concurso muito aguardado e graças ao trabalho intenso de reequilíbrio das contas públicas, agora o governo tem condições de realizá-lo e o mais importante: de contratar e pagar em dia os futuros novos policiais civis, que irão contribuir ainda mais para o reforço da segurança pública de Roraima”, destacou o governador Antonio Denarium.

De acordo com o diretor Administrativo da Polícia Civil, delegado Jimmy Santana, além da prorrogação da vigência do contrato, foram realizados ajustes na forma de execução, dotação orçamentária e pagamento, em razão da alteração no número de vagas, permitindo a manutenção da Fundação VUNESP como instituição organizadora do certame.

“A empresa ficará responsável pela coordenação, supervisão, inscrições, elaboração de questões de provas inéditas, aplicação de provas, fiscalização, correção de provas, divulgação de resultado, acolhimento e julgamento de recursos e divulgação do resultado final, de todas as fases do concurso público para ingresso na Carreira Policial Civil do Estado de Roraima”, disse o diretor.

Santana esclareceu que foi firmado um termo aditivo ao contrato, garantindo que não haverá qualquer pagamento por parte da Polícia Civil, em decorrência da prestação de serviços à Vunesp.

O delegado Geral, Eduardo Wayner, ressaltou que com a assinatura do Termo Aditivo, as formalidades legais relativas à contratação foram cumpridas, sendo que a aplicação do concurso público permanecerá a cargo da Fundação VUNESP, devendo o novo edital ser publicado em breve, uma vez que a Comissão de Concurso Público da Polícia Civil do Estado de Roraima está empenhada em concluir os trabalhos no menor prazo possível.

“Estamos finalizando os últimos ajustes burocráticos para que o Governo de Roraima lance em breve o edital do concurso público da Polícia Civil”, afirmou.

Avalie este item
(1 Votar)

Proporcionar um ambiente agradável para o processo de ensino aprendizagem é uma das principais metas do Governo de Roraima, que tem trabalhado na revitalização de escolas em todo o Estado. Nesta terça-feira, dia 8, foram reinauguradas três unidades de ensino no município de Mucajaí que foram completamente revitalizadas e estruturadas com mobiliário e equipamentos novos.

Juntas, as unidades atendem cerca de 1,4 mil alunos em duas vilas na sede do município. As obras de recuperação fazem parte do programa “Aqui Tem Obra”. “Escolas estruturadas favorecem o aprendizado e pensando nisso estamos trabalhando para dar melhores condições aos nossos estudantes, professores e servidores, em busca da melhoria dos nossos índices educacionais", destacou Antonio Denarium.

Entre os mobiliários e equipamentos novos estão carteiras escolares, kits refeitório, quadros brancos, conjunto de mesa e cadeira para professor, bebedouros, armários, TVs Smart, além de utensílios para copa e cozinha como freezers e geladeiras. O valor investido nas revitalizações das três unidades foi R$ 1,4 milhões, recursos do Tesouro Estadual. 

A primeira unidade reinaugurada foi a Escola Estadual Francisco Julião, localizada na Vila Tamandaré, distante 15 quilômetros da sede do município. Para o gestor Henderson Silva, ver o prédio recuperado é um sonho realizado.

“Agora temos um ambiente agradável para receber os alunos, temos também professores qualificados além de equipamentos como datashow, computadores e TV. A comunidade agradece por esse olhar especial para nossa escola”, disse.

A segunda unidade entregue foi a Escola Estadual Vereador Francisco Pereira Lima, localizada na sede de Mucajaí. Para Thayamilly da Costa, estudante do 8° ano do Ensino Fundamental, é uma alegria retornar às aulas presenciais em uma escola nova.

“Gostei da volta às aulas presenciais, pois pude rever meus amigos, e ainda tem várias coisas novas aqui, compraram carteiras novas, bebedouros, fizeram a revitalização da escola, ficou tudo muito legal”, disse.

A terceira unidade de ensino reinaugurada foi a Escola Estadual Nossa Senhora da Penha, na vila da Penha, a 70 quilômetros da sede. O terreno onde hoje fica localizada a escola, foi doado pelo senhor Antonio Siqueira da Silva, conhecido como Tuíca, que esteve presente na reinauguração.

“Sou recém concursada do Estado, cheguei aqui nessa escola e foi uma surpresa para mim encontrar em uma comunidade pequena como a Vila da Penha, uma escola já revitalizada e com móveis novos. É muito gratificante saber que contamos com o apoio do Governo”, disse a professora Luciana Chaves.

Entrega de kits com material de fanfarra

Em Mucajaí, também houve a entrega de kits de reposição de material de fanfarra para quatro escolas: Colégio Estadual Militarizado Maria Mariselma, Escolas Vereador Francisco Pereira Lima e Padre José Monticone e Colégio Estadual Militarizado João Rogélio Shuertz, de Caracaraí. Cada kit contém 37 instrumentos.

O Governo do Estado adquiriu 34 kits que serão distribuídos para as escolas que possuem fanfarras e bandas marciais, o objetivo é fortalecer e estimular o trabalho musical desenvolvido com os estudantes da rede estadual de ensino. O investimento do Tesouro Estadual é na ordem de R$ 30 mil.

Pagamento de retroativos e progressões

Durante o discurso, a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, informou que o Governo já autorizou o pagamento de R$ 7 milhões em retroativos de progressões verticais e horizontais para 278 professores.

“Existem progressões devidas desde 1995 e o Governo está trabalhando para saldar esse débito. Outra ação importante é a aquisição de 26 mil tablets para todos os estudantes do Ensino Médio, os equipamentos vão dinamizar o processo de ensino aprendizagem em sala de aula”, finalizou a secretária Leila Perussolo.  

Avalie este item
(1 Votar)

Dando continuidade ao trabalho de combate aos ilícitos, por meio de ações preventivas, a Polícia Civil em Normandia participou de mais uma ação educativa, promovida em comunidades indígenas da região. O encontro foi coordenado pelo delegado titular de Normandia, Rodrigo Gomides e contou com a participação do GRT/PCRR (Grupo de Resposta Tática), inseridos na Operação Hórus. A ação contou ainda com a participação da Polícia Militar do município.

Desta vez, as palestras foram direcionadas aos alunos do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano, da Escola Estadual Indígena Ko’Ko Luíza, que atende às comunidades Santa Cruz, Serra Grande, Macaco, Jiboia, Nova Amizade, Piaba, Lameiro e Reforma.

Foram abordados temas relacionados ao combate a diversos ilícitos, tais como violência em geral, violência doméstica e familiar contra a mulher, violência sexual, crime de estupro de vulnerável, tráfico e uso de drogas, uso de armas de fogo, participação em facções criminosas, proibição de vendas de bebidas alcoólicas dentro das comunidades, orientação quanto à compra de motocicletas, evitando-se a compra de veículos com restrição de roubo/furto, para que não respondam pelo crime de receptação, entre outros. 

O trabalho ocorreu na manhã desta terça-feira, dia 8, e faz parte da política de aproximação com o cidadão coordenado pelo Delegado Gomides, com apoio dos policiais que integram a Unidade Policial no município.

De acordo com Gomides, a ação segue uma diretriz da Delegacia-Geral e do Governo de Roraima. Ele destacou que a equipe da Polícia Civil recebeu o convite do gestor da unidade de ensino, professor Daniel Viana de Araújo.

Gomides enfatizou que um dos principais temas abordados se refere à importância do respeito ao próximo, aos pais e familiares, aos professores, gestores da escola e aos tuxauas da região, uma vez que eles são escolhidos pela própria comunidade para representá-los.

“Além de proporcionarmos essa interação entre as polícias Civil e Militar e a comunidade, também temos a oportunidade de ajudar com doações que recebemos em prol dessa população que é muito carente”, disse Gomides.

O Delegado reforçou que a Polícia Civil na escola exerce um importante papel de orientação, com o objetivo de evitar que os adolescentes sejam assediados para as práticas delituosas.

“Essa parceria valoriza o ensino e fortalecemos o trabalho da Polícia, que é buscar meios para coibir a criminalidade. Nessas ações, recebemos denúncias de crimes e atos infracionais, que possam vir a ocorrer dentro da unidade de ensino e em suas proximidades. Fortalecemos a presença da Polícia e damos ao estudante a oportunidade de ter na escola um ambiente sem as influências do crime”, finalizou Gomides.

Avalie este item
(1 Votar)

O Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) terá em breve mais profissionais capacitados para fazer o processo de coleta por aférese, quando somente as plaquetas ou hemácias são aproveitadas e os demais componentes do sangue são devolvidos ao doador. Cerca de 10 enfermeiros e técnicos de enfermagem começaram nesta terça-feira, dia 8, uma capacitação que segue até o dia 10, onde vão aprender a manusear o equipamento que realiza este processo.

Atualmente, o Hemoraima conta com apenas quatro profissionais capacitados para fazer a coleta por aférese. O objetivo da capacitação é otimizar esse tipo de coleta com mais profissionais qualificados para fazê-la, garantindo mais agilidade neste processo.

Também participam da capacitação profissionais que atuam no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Sousa Bento). As aulas serão ministradas pela enfermeira Mônica Torres. “Vamos ensinar estes profissionais a manusearem o equipamento. A coleta por aférese garante o atendimento a pacientes que necessitam de qualquer tipo de hemoterapia sem a necessidade de removê-los para outros Estados”, explicou.

A máquina coletora de plaquetas começou a ser usada em 2010, desde então tem garantido que pacientes que passaram por transplante de medula óssea, cirurgias cardíacas, ou tratamento de leucemias e outros cânceres, possam ser beneficiados com a coleta em Roraima.

Para o técnico de enfermagem Sullivan Guivara, que atua no Hemoraima há mais de 15 anos, essa é uma oportunidade de agregar ainda mais nos serviços do Hemoraima. “Além de adquirir conhecimentos, vamos agregar no serviço do Hemoraima, pois agora serão mais profissionais para realizar essa coleta. Essa capacitação vem em um ótimo momento”, completou o técnico.

Quem pode doar

Para realizar a doação de plaquetas, é necessário que o voluntário já tenha doado sangue, seguindo os mesmos critérios como:

- Estar em boas condições de saúde (sem gripe, resfriado, diarreia ou alergias), sem feridas e/ou machucados pelo corpo ou na boca;

- Ter entre 18 e 55 anos de idade;

- Pesar 50 quilos ou mais;

- Estar bem alimentado;

- Não ter ingerido bebida alcoólica 12 horas antes da doação;

- Ter doado sangue pelo menos 2 vezes.

Os interessados em fazer doação podem comparecer no Hemocentro, localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 3418, Aeroporto, ao lado do HGR. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e de 13h30 às 18h.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio do Corpo de Bombeiros Militar e da Defesa Civil, resgatou, na  segunda-feira, dia 7, uma família com quatro mulheres que estavam isoladas no sítio Flexal, que fica localizado a 40 minutos da Vila do Trairão, no município de Amajari.

Desde as chuvas ocorridas do final de semana, as senhoras Maria José dos Santos Freire, Lindalva Castro de Souza e Maria Castro, acompanhadas da menor Ludmila Castro, estavam isoladas no Sítio.

Devido a cheia do rio Trairão, o acesso foi bastante difícil. As correntezas do rio impediam o acesso com motores de menor potência disponíveis no local. Uma embarcação do CBMRR e um motor de popa mais potente foram enviados ao local para resgatar a família.

"Não estamos medindo esforços para atender a toda a população atingida pelas fortes chuvas do final de semana. Assim que soubemos da situação da família no sítio Flexal, procuramos e disponibilizamos os melhores meios para realizar o resgate com segurança", informou o comandante geral do CBMRR, Coronel Anderson Carvalho de Matos.

A Senhora Maria José dos Santos Freire havia passado por uma cirurgia recentemente e foi monitorada pela guarnição durante todo o trajeto. Após chegar a Vila do Trairão, as senhoras e a adolescente foram realojadas em casas de famílias.

SITUAÇÃO ATUAL

No momento, o Governo de Roraima não tem informação de pessoas ilhadas que precisem de apoio com remoção ou outro tipo de atendimento.

Entretanto, as guarnições do CBMRR e da Defesa Civil permaneceram no local prestando apoio aos órgãos de Defesa Civil no município do Amajari. Neste momento, a principal ação das equipes está sendo a retirada de eletrodomésticos dos moradores atingidos das residências.

O nível dos rios e igarapés está diminuindo consideravelmente e as equipes realizaram vistorias de áreas que sofreram com alagamentos.

O Governo de Roraima reforça o pedido para que os condutores que não tentem passar em locais onde a água ultrapassa o nível da via ou das pontes. O tráfego de veículos deve obedecer à sinalização e com velocidade reduzida. O excesso de água nas estradas e vicinais pode causar aquaplanagem de veículos ou esconder danos nas vias que podem colocar em risco a segurança e a integridade física dos condutores e passageiros.

VOLUME DE CHUVAS

O mês de março deste ano já registra um volume de chuvas acima do previsto. Já foram registrados 47 milímetros de chuva quando a normal, para todo o mês, é de 30,9mm.

"Estamos sofrendo o efeito do La Niña, O resfriamento das águas do oceano Pacífico, causa diversas mudanças climáticas e, aqui pra Roraima e pra Região Norte do Brasil, percebemos um aumento do volume de chuvas", explicou o Tenente Rodrigo Maciel, Gerente de Monitoramento e Análise da Defesa Civil de Roraima.

EQUIPES EM PRONTO EMPREGO

O governador Antonio Denarium determinou que o CBMRR e a Defesa Civil prestassem todo o apoio necessário às famílias atingidas. Assim como permanecessem em pronto emprego para atuar emergencialmente caso fosse preciso.

No Amajari, município mais afetado pelas chuvas, o CBMRR e a Defesa Civil contam com uma equipe de três bombeiros militares e quatro brigadistas.

Alto Alegre também sofreu com as fortes chuvas, mas não houve isolamento de comunidades ou danos graves às estruturas viárias.

O Governo de Roraima reforça que está atuando em todos os municípios atingidos pelas fortes chuvas e cheias dos rios e, quaisquer urgência e emergência, a população deve entrar em contato com os órgãos de defesa civil dos municípios, ou com o CBMRR (193) ou a Defesa Civil de Roraima (199).

Avalie este item
(0 votos)

O Estado de Roraima recebeu nesta terça-feira, dia 8, uma nova remessa de vacinas para a Campanha de Imunização contra a covid-19. Desta vez, foram enviadas pelo Ministério da Saúde 12.800 doses da vacina Janssen e 4.800 doses da vacina pediátrica da Pfizer.

Os imunizantes que chegam são repassados de forma quinzenal para os municípios e, desta forma, o Governo de Roraima garante que as salas de vacinas em todo o Estado estejam sempre abastecidas.

Segundo a coordenadora geral de Vigilância em Saúde, Valdirene Oliveira, jovens, adultos, crianças e idosos precisam fazer sua parte e completar o esquema vacinal primário e secundário.

“Continuamos orientando os municípios sobre a importância da imunização completa. Recebemos as vacinas, armazenamos e entregamos aos municípios, mas é preciso que a população se atente à segunda e terceira doses e não deixe de buscar os postos de vacinação”, alertou a coordenadora.

Governo distribuiu mais de 950 mil doses para os municípios

Até o momento, Roraima recebeu 1.302.538 doses de vacinas e distribuiu 956.699 doses. Foram aplicadas 413.488 (1ª doze), 307.225 (2ª dose) e 52.657 (dose reforço).

Os dados relacionados à vacinação contra covid-19 podem ser acompanhados no site da Sesau, no Vacinômetro, pelo endereço https://covid19.modulo.com/vacinometro/abastecidas.

Quarta, 09 Março 2022 09:29

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 402.883 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.258 foram confirmados, sendo 30.220 por RT-PCR e 124.038 por teste rápido, 248.625 descartados, sendo 67.157 por RT-PCR e 181.468 por teste rápido e 2.137 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.256 no Amajari, 118.933 casos foram notificados em Boa Vista, 2.868 em Bonfim, 3.662 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.566 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 993 em Normandia, 2.773 em Pacaraima, 3.892 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.344 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.658 em Alto Alegre, 2.394 em Amajari, 194.682 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.395 em Bonfim, 4.098 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.988 em Caroebe, 1.872 em Iracema, 3.853 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.754 em Pacaraima, 6.298 em Rorainópolis, 3.039 em São João da Baliza, 2.020 em São Luís e 777 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.137 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 151.501 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.145 em Alto Alegre, 1.230 em Amajari, 116.817 são de Boa Vista, 2.826 de Bonfim, 3.601 no Cantá, 3.020 em Caracaraí,  2.424 em Caroebe, 1.547 em Iracema, 2.826 em Mucajaí, 934 em Normandia, 2.716 em Pacaraima, 3.809 em Rorainópolis, 1.910 em São João da Baliza, 866 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(0 votos)

O preço da gasolina está mais salgado que o normal, não é mesmo? E é pensando nisso que, nesta segunda-feira, dia 7, o Governo do Estado sancionou a Lei 1.653/ 22, que diminui a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o preço da gasolina e do álcool, foi sancionada pelo governador Antonio Denarium.

Com a redução gradativa de 25% para 17% ao longo de cinco anos, o principal beneficiado será o consumidor, que sentirá a redução no preço da gasolina praticado nos postos de gasolina.

O motorista de caminhão Rafael Batista Lopes, de 26 anos, aprovou a sanção da lei. Por semana, Lopes gasta cerca de R$ 300 a R$ 400, o que eleva o gasto para mais de R$ 1 mil por mês. Entre outros afazeres diários, o motorista usa o veículo para levar o filho, que tem TEA (Transtorno do Espectro Autista), para as sessões de terapia. Com o preço atual da gasolina, isso limitou mais os investimentos em outros afazeres.

“Nosso dinheiro não vai ficar só no posto, a gente vai poder gastar em outras coisas também no Estado. E isso é ótimo, porque vou poder voltar a levar meu filho para o sítio ou para passeios em locais mais distantes”, disse.

Outro consumidor que tem que encarar os altos preços praticados atualmente nos postos é o funcionário público Carlos Rossini, de 33 anos. Por mês, ele gasta R$ 900 para manter a rotina de deslocamento para o trabalho e para levar o filho, que também possui TEA, para a escola e para as sessões de terapias, que ocorrem três vezes por semana.

Levando isso em consideração, ele tem feito um planejamento minucioso para conseguir pagar as contas em dia e manter o carro abastecido, por isso a redução gradativa da alíquota é bem vinda por ele. “A redução irá beneficiar o estado como um todo, não só ajudando a população a economizar, mas também ajudando a diminuir os custos de serviços ligados ou não diretamente a transporte ou entregas”, pontuou.

Redução na alíquota irá beneficiar diretamente a população

Apesar de não ser reajustada desde 1993, a alíquota atual do ICMS é considerada a mais baixa de todo o Brasil. Mesmo assim, o Executivo decidiu por reduzi-la durante os próximos cinco anos, o que trará um impacto financeiro de R$ 240 milhões na arrecadação, perda essa que o Estado tem condições de suportar.

Para o governador Antonio Denarium, essa ação é necessária para que a população não sinta os impactos da inflação atual e da pandemia da covid-19. Ele também ressaltou que a atual gestão está alinhada com a política de redução dos impostos dos combustíveis, capitaneada pelo presidente Jair Bolsonaro.

“É mais uma ação do Governo do Estado para reduzir o custo de vida das pessoas. Hoje, nós permitimos fazer essa redução e levar esse benefício para a população, devido ao equilíbrio fiscal do Estado. Hoje, nós arrecadamos mais do que gastamos e sobra dinheiro para fazer investimentos", destacou.

O secretário de Fazenda, Marcos Jorge, pontuou que essa é só mais uma das medidas econômicas tomadas pela atual gestão que fazem a diferença no bolso dos contribuintes e também na sobrevivência das empresas instaladas no Estado.

Entre as ações citadas pelo secretário, constam a redução de 17% para 12% na alíquota do ICMS do gás de cozinha, o congelamento do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) dos combustíveis, que fixou o valor do ICMS por cinco meses, independente do valor final na bomba, entre outras medidas.

“Tudo isso visa amenizar a situação vivida pela população roraimense em razão da crise econômica ocasionada pela pandemia de covid-19, cuja calamidade se perpetua até os dias atuais. Ao mesmo tempo, são importantes medidas para manter o estímulo na economia do Estado, uma vez que tais produtos são considerados essenciais à vida da população, pois seus preços contribuem sobremaneira para o aumento da inflação”, declarou.

Avalie este item
(1 Votar)

O cenário positivo para as exportações roraimenses, que se observa desde 2019, continua expressivo. Em janeiro de 2022, Roraima atingiu a marca de US$ 32,9 milhões em mercadorias exportadas, a maior para o mês de janeiro em 25 anos. É o que aponta um estudo realizado pela Seplan (Secretaria do Planejamento e Orçamento) com base nos dados extraídos do Portal Comex Stat do Ministério da Economia.

Os números revelam uma alta de 127% em relação ao mesmo período de 2021, quando foi registrado US$ 14,5 milhões em exportações. Conforme a Seplan, o valor alcançado em janeiro deste ano é o maior de toda a série histórica - que agrega dados desde 1997.

“Temos observado que, a cada mês e a cada ano, esse volume de exportações tem superado recordes. E isso vem contribuindo diretamente para o desenvolvimento de Roraima, com o crescimento do nosso PIB [Produto Interno Bruto] e, consequentemente, com a geração de emprego e renda”, frisou o governador Antonio Denarium.

Para o secretário da Seplan, Diego Prandino, mesmo com os impactos na economia em decorrência da pandemia de covid-19, esse saldo positivo nas exportações demonstra que Roraima retomou a atividade econômica com equilíbrio, garantido posição no mercado agroexportador.

“Mantendo a tendência de alta verificada durante o ano de 2021, o mês de janeiro de 2022 deu continuidade ao bom desempenho das exportações roraimenses, ficando abaixo apenas dos meses de novembro e dezembro de 2021. Esses números expressivos também demonstram o compromisso da atual gestão em criar um ambiente de negócios saudável e promover o aumento da atividade econômica”, reiterou Prandino.

Ainda conforme o secretário, a pauta das exportações em janeiro de 2022 teve dois destaques. O primeiro aponta para a Venezuela como principal destino dos itens exportados, com 64% em produtos alimentícios e outros, num total de US$ 21,2 milhões. O segundo revela a soja como destaque, com 33% de participação na balança comercial do Estado, tendo como destino principal a Espanha.

IMPORTAÇÕES - Em relação às importações, foram adquiridos US$ 15,6 milhões em produtos, valor 1.064% maior do que o mesmo período do ano passado. Os principais itens importados foram: geradores de vapor, vindos da Suécia; fertilizantes, oriundos de Israel; e pneumáticos, vindos da China.

Iniciando o ano, o saldo da balança comercial de Roraima mais uma vez apresentou-se superavitário, com o valor das exportações superando o das importações em US$ 17,3 milhões no mês de janeiro deste ano, uma alta de 32% em relação ao mesmo período do ano passado.

Avalie este item
(1 Votar)

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira, dia 8, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) promoveu um Talk Show para as servidoras com uma palestra da fisioterapeuta Karol Queiroz. As mulheres tiveram a oportunidade de aprender mais sobre saúde íntima, sexualidade e empoderamento da mulher, com conteúdo rico em uma linguagem clara sobre educação sexual, sem tabus, estimulando a autoestima das participantes.

O evento, que também faz parte da programação em comemoração aos 53 anos da Empresa, ocorreu no auditório Dagmar Ramalho, na segunda-feira, dia 7. A diretora de Tecnologia e Gestão do Sistema de Águas, Anabel Mota classificou a palestra como importantíssima. “Essa palestra tenho certeza que vai enriquecer com autoestima e empoderamento das nossas mulheres”, ressaltou.

A diretora de Engenharia e Gestão Ambiental, Elizângela Rodrigues, também ressaltou a importância da palestra para as mulheres. “Nós mulheres temos muitas responsabilidades no dia-a-dia e às vezes esquecemos de nos cuidar, autovalorizar e se amar. Uma palestra como esta vem nos mostrar a importância que somos”, afirmou.

Mulheres da Caer

Atualmente, a Caer conta com mais de 200 mulheres colaboradoras na Capital e interior, entre engenheiras químicas, engenheiras civis, advogadas, administradoras, contadoras, fisioterapeutas, psicólogas, enfermeiras, jornalistas, técnicas e auxiliares administrativo, assistentes sociais e muitas outras.

Avalie este item
(1 Votar)

Mais de dois mil acadêmicos retornaram ao ensino presencial nos campi Boa Vista e do município de Rorainópolis da UERR (Universidade Estadual de Roraima), nesta segunda-feira, dia 07.

Na Capital, o campus conta com novas instalações. Situado na Rua Presidente Juscelino Kubitscheck, 300, bairro Canarinho, o prédio tem 42 salas de aula, 20 salas de coordenações de cursos, secretaria acadêmica, Núcleo de Práticas Jurídicas, Departamento de Registro Acadêmico e Núcleo de Acessibilidade e Inclusão, entre outros.

Aluna do primeiro semestre do curso de História, Ana Caroline de Holanda, de 19 anos, estava ansiosa para conhecer os colegas e a Universidade. “É o primeiro vestibular que presto para História e eu estava bem nervosa aguardando pelo começo das aulas. É um mundo completamente novo. Saí do Ensino Médio em 2020 e estava ansiosa. Hoje conheci a Universidade e achei tudo incrível. Acho o ensino presencial melhor porque temos contato direto com os nossos professores para podermos tirar dúvidas mais rapidamente e de forma mais eficiente”, destaca.

O governador Antonio Denarium esteve presente à solenidade de recepção da comunidade acadêmica. Ele adiantou que o Estado vai manter os investimentos no Ensino Superior Público de Roraima. “O Ensino Superior é fundamental para a qualificação profissional dos nossos jovens. O Governo do Estado tem feito investimentos para melhorar a qualidade de ensino e valorizar os servidores da UERR”.

O reitor Regys Freitas destacou os investimentos feitos pelo Governo do Estado nos últimos meses para dar mais qualidade aos serviços prestados pela UERR. “É um espaço físico que permite que a gente possa ofertar todos os nossos cursos com toda a estrutura que uma universidade precisa para funcionar”, ressalta.

O prédio tem oito mil metros quadrados. Dois pisos serão ocupados exclusivamente por laboratórios. “Fizemos e faremos muitos investimentos em tecnologia”, frisa o reitor. Além disso, o novo espaço acomoda a estrutura física da Biblioteca Virtual, que ofertará gratuitamente mais de 10 mil obrasGabriele Silva, de 22 anos, conta que está empolgada para começar a utilizar os recursos disponibilizados pela Biblioteca Virtual. Aluna do segundo semestre do curso de Medicina, ela conta que a ferramenta facilitará os estudos. “Vai ser bom ter acesso aos livros em qualquer local, aqui no campus ou em casa. A maioria dos livros é grande e pesada, então vai dar mais comodidade pra gente estudar”, comemora.

Avalie este item
(1 Votar)

As mulheres movem o mundo e fazem a diferença na atual gestão do Governo de Roraima. Em várias áreas de atuação da estrutura governamental, em especial na segurança pública, elas têm feito a diferença junto à população.

O governador Antonio Denarium ressaltou que a presença das mulheres nos efetivos das forças estaduais de segurança humaniza ainda mais o atendimento às ocorrências, com mais sensibilidade quando a vítima é uma outra mulher, além de aproximar as corporações ao povo.

Na PMRR (Polícia Militar de Roraima), atualmente há o efetivo de 383 mulheres presentes no batalhão, sendo que, deste total, duas são oficiais e 94 atuam como praças. Um total de 212 mulheres foram promovidas dentro da Corporação durante a gestão do governador Antonio Denarium.

Centenas delas passaram por cursos de qualificações que formaram e aperfeiçoaram a ação de 678 policiais militares, entre mulheres e homens. Dentro deste total, está presente os 389 aprovados que fizeram concurso para soldados e concluíram o curso de formação da patente.

Atualmente, a PCRR (Polícia Civil de Roraima) possui o efetivo de 211 mulheres ocupando cargos na corporação, sendo 79 agentes carcerárias, 49 agentes de Polícia Civil, 41 escrivãs e 20 delegadas.

Complementando o total presente no efetivo, também compõem a Polícia Civil um total de oito peritas criminais, quatro auxiliares de necropsia, três médicas legistas e duas odontologistas.

Atual titular da DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Jaira Farias de Oliveira, de 43 anos, sonhava em ser policial e delegada desde criança. Por conta disso, fez concurso em todos os Estados possíveis e entrou na PCRR em 2005 após passar em concurso público da instituição.

“Então eu realmente me identifico com o cargo. E sou muito feliz com o que eu faço. Agora o principal desafio, antes, depois e durante é, sem dúvida nenhuma, estar longe da família, porque eu sou de Belém e a minha família mora e é de lá. E eu não tenho familiar nenhum aqui, só os amigos que a gente escolhe para ser a nossa família”, disse.

POLÍCIA PENAL

Já no efetivo da Polícia Penal, que atua dentro das unidades do Sistema Prisional de Roraima, administrado pela Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), um total de 201 mulheres trabalham como policiais penais.

Destes, 100 ingressaram ao quadro de servidores na atual gestão e 101 eram agentes penitenciárias e foram promovidas ao novo cargo.

A categoria, antes conhecida como agentes penitenciários, ganhou a nova nomenclatura em dezembro de 2019, por meio de lei que alterou o nome do cargo. Um ano após a mudança, o Executivo Estadual realizou concurso público para a contratação dos novos policiais penais.

Deste total, 444 candidatos passaram pelo curso de formação oriundo do certame, ocorrido durante dois meses na Apics (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago). Tal fato ampliou o efetivo em 167%, uma vez que o total de policiais penais saltou para 711 servidores.

Corpo de Bombeiros tem efetivo de mais de 80 mulheres

No CBMRR (Corpo de Bombeiros Militares de Roraima), 85 mulheres estão inseridas na corporação. Deste total, 62 são praças e 24 são oficiais, dentre eles, três coronéis que estão na ativa. A promoção de duas delas ocorreu durante o atual mandato governamental.

Na Corporação desde julho de 2004, a 1ª Tenente Monic Soares Silva, de 36 anos, contou que a possibilidade de se qualificar e poder atuar em diversas áreas, superar limites e ajudar as pessoas, somado ao encantamento pelo sistema militar, foi fundamental para escolher ingressar nos Bombeiros.

“A minha Corporação me proporcionou experiências incríveis, que vão desde missões em comunidades indígenas completamente isoladas de convívio social por exemplo, até um emocionante parto realizado a 35 mil pés de altitude, sem os materiais adequados, num voo para outro Estado - cortar o cordão umbilical e pegar aquele bebê nos braços com certeza foi o momento mais marcante da minha carreira.  Sou muito feliz pela minha escolha e pela minha profissão”, disse.

A tenente relembrou que entrou na corporação aos 18 anos e enfrentou, durante a carreira nos Bombeiros, muitas dificuldades ocasionadas pelo machismo.

“Fui subestimada em muitos momentos por ser mulher, por carregar um estereótipo que muitas vezes está associado à fragilidade. Porém, tudo que enfrentei me fortaleceu, e me tornou a profissional que sou hoje.  Temos que estar preparadas fisicamente, intelectualmente e emocionalmente para lidar com tudo isso.  Hoje me sinto muito mais forte”, enfatizou a oficial.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima executa diversas ações para coibir e reduzir cada vez mais os índices de violência contra o público feminino. Uma das estratégias é a CMB (Casa da Mulher Brasileira).

Criada há três anos para oferecer acolhimento e apoio às vítimas de violência doméstica com atendimentos humanizados, a CMB oferece toda a proteção e garante o sigilo para que a vítima não seja identificada e não sofra preconceito.

Entre os anos de 2019 e 2021, o espaço acolheu cerca de 10.523 mulheres. Destas 6.857 deram entrada pela primeira vez na unidade e 3.666 mulheres retornam para atendimento continuado psicossocial, autonomia econômica, oitiva, atendimento médico e reincidência da violência.

A primeira-dama do Estado, Simone Denarium, destaca a importância de a mulher vítima de violência doméstica buscar apoio junto aos instrumentos do Governo de Roraima. “Estamos preparados para acolher essa mulher e proporcionar condições de mudança de vida, com cursos profissionalizantes, por exemplo, que permitem a independência financeira, o que a encoraja a deixar o companheiro violento”, disse.

SERVIÇOS OFERTADOS

Além do acolhimento e do apoio psicossocial, outros serviços são ofertados pela Casa da Mulher Brasileira, tais como delegacia, Defensoria Pública, promoção da autonomia econômica, brinquedoteca, alojamento de passagem, serviços de saúde, ronda Maria da Penha e um ônibus para atendimento.

O espaço também realizou a promoção de cursos profissionalizantes voltado para o público feminino, tais como os voltados para a área de artesanato, e palestras para este público.

A coordenadora Estadual de Políticas Públicas Para as Mulheres e da CMB, Graça Policarpo, frisa que a instituição realiza ações itinerantes nos municípios do interior com os serviços ofertados pelo órgão, garantindo a comodidade que a população necessita.

“Tivemos mais de 36.946 atendimentos incluindo palestras, oficinas de artesanato, orientações e atendimentos clínicos nas ações realizadas nos últimos anos”, complementou.

Sobre a chegada da estrutura do Ministério Público de Roraima à CMB, a coordenadora pontua que a novidade dará celeridade no atendimento aos serviços de proteção e segurança da mulher que sofrer qualquer tipo de violência.

“Será, sem dúvida, um importante instrumento de apoio na garantia da integridade física e moral das mulheres que, por ventura, necessitem de nossos serviços”, informou.

Para tirar dúvidas em relação aos serviços da Casa da Mulher Brasileira, basta ligar para o telefone (95) 99122-1956.

Terça, 08 Março 2022 10:00

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 402.366 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.034 foram confirmados, sendo 30.220 por RT-PCR e 123.814 por teste rápido, 248.332 descartados, sendo 67.071 por RT-PCR e 181.261 por teste rápido e 2.137 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.256 no Amajari, 118.737 casos foram notificados em Boa Vista, 2.867 em Bonfim, 3.659 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.456 em Caroebe, 1.566 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 991 em Normandia, 2.766 em Pacaraima, 3.892 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 881 em São Luiz e 1.331 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.656 em Alto Alegre, 2.392 em Amajari, 194.511 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.393 em Bonfim, 4.094 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.892 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 3.853 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.752 em Pacaraima, 6.294 em Rorainópolis, 3.039 em São João da Baliza, 2.020 em São Luís e 777 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.137 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 151.207 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.145 em Alto Alegre, 1.230 em Amajari, 116.583 são de Boa Vista, 2.817 de Bonfim, 3.597 no Cantá, 3.019 em Caracaraí,  2.419 em Caroebe, 1.546 em Iracema, 2.826 em Mucajaí, 923 em Normandia, 2.707 em Pacaraima, 3.803 em Rorainópolis, 1.908 em São João da Baliza, 863 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(1 Votar)

De hoje, 07 de março, até o dia 29 de abril, os servidores públicos estaduais podem ter acesso a Cédula C, documento necessário para a declaração do imposto de renda.

Os funcionários públicos que preferem se antecipar e não deixar para a última hora,  podem acessar o portal do servidor, por meio do link www.servidor.rr.gov.br., e fazerem a declaração do imposto de renda junto à Receita Federal.

Também, os servidores que, por algum motivo, não conseguirem acessar o portal do servidor para retirada da Cédula C poderão se dirigir até a sede da Segad, na rua Francisco Paulino da Silva, 215, Caçari, de segunda a sexta-feira, no horário de expediente, de 7h30 às 13h30, sala 11 ou através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O comprovante de rendimentos é com base no ano de 2021 para fins de declaração do Imposto de Renda 2022, para aqueles contribuintes que receberam até 28.559,70.

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) completou 53 anos no dia 4 de março e comemorou a data com cerimônia na parte externa da instituição, nesta segunda-feira, dia 7.

Na ocasião, o governador Antonio Denarium falou dos avanços dos últimos três anos em saneamento básico e da satisfação dele em participar da comemoração de 53 anos da Companhia.

“É uma empresa que hoje tem um dos maiores investimentos da história em água tratada, com cobertura de 90%. O programa Água Para Todos está sendo executado com recurso estadual, e vai garantir mais saneamento básico, beneficiando a população com água potável e encanada. Tudo isso está sendo possível graças ao equilíbrio financeiro do Estado, que permite mais investimentos”, explicou o governador.

Programa Água Para Todos vai beneficiar 22 mil famílias

A Caer tem implantado 1.124.079,00 km de rede de água, e o programa Água Para Todos, lançado em novembro de 2021, vai permitir a implantação de mais de 76 mil metros de rede de distribuição de água e quase seis mil ligações domiciliares, que beneficiarão cerca de 22 mil pessoas, nos bairros João de Barro, Pedra Pintada, Nova Vida e Jardim das Copaíbas. O programa prevê ainda, a perfuração de 40 novos poços, a instalação de cinco mil caixas d'água de mil litros e a construção de sete novas sedes administrativas.

O primeiro bairro a receber o sistema de água por meio do programa, foi o Nova Vida, que será inaugurado dia 16 de março. Ainda este mês, ocorrerá a licitação para construção do sistema de abastecimento do bairro João de Barro.

Durante o evento, diretores da Caer entregaram a Antonio Denarium uma placa em reconhecimento pelos investimentos no saneamento básico em todo Estado. Além de uma agenda comemorativa aos 53 anos da Companhia.

Reposição salarial de servidores é anunciada

Na ocasião, o governador Antonio Denarium anunciou a reposição salarial para os funcionários da Companhia a partir do mês de maio, que é proporcional à mesma reposição salarial que foi concedida aos servidores da administração direta.

“A Caer nunca recebeu tantos investimentos do Governo do Estado como está recebendo agora. Esses recursos estão permitindo a perfuração de mais poços artesianos e implantação de todo sistema de abastecimento de água em quatro bairros da capital, além da construção de setes novas sedes administrativas. São investimentos significativos, que graças à sensibilidade do governador estão permitindo melhorias na qualidade de vida da população e valorização dos funcionários”, pontuou James Serrador, presidente da Companhia.

Nos últimos três anos, a Companhia investiu em reformas e construções de novos escritórios de atendimento, revitalização das estações de tratamento, perfuração de poços artesianos e execução de obras de extensão de rede na capital e interior.

Avalie este item
(1 Votar)

As servidoras do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth vão participar de uma programação especial em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira, dia 8. Buscando valorizar essas mulheres que atuam diariamente em prol da saúde de mães e bebês recém-nascidos, o Governo de Roraima preparou uma exposição fotográfica e uma oficina de maquiagem.

Segundo a diretora de Ensino e Pesquisa da Maternidade, Raissa Sampaio, a programação é voltada para servidoras como forma de reconhecimento e gratidão ao trabalho prestado.

“Nessa data além de homenagear nossas profissionais, queremos resgatar o melhor de todas elas, a oficina é uma forma de aliviar o estresse, ressaltar a beleza de todas e agradecer pelo trabalho realizado durante o ano todo”, finalizou a diretora.

A programação começará às 9 horas desta terça-feira, dia 8, com a exposição fotográfica “Mulheres na Saúde”. A ação visa traduzir em imagens a rotina das servidoras no atendimento das pacientes que recorrem à unidade. Pela parte da tarde, servidores de todos os setores vão participar de um almoço especial.

Na sexta-feira, dia 11, será realizado um momento de relaxamento, por meio da oficina de maquiagem, que deve servir para resgatar a autoestima e o autocuidado de quem possui uma rotina extremamente corrida dentro da unidade.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, tem fortalecido ações voltadas às servidoras públicas, com oferta de consultas médicas e foco na promoção e atenção integral à saúde. Ao todo, 328 servidoras já foram atendidas no Centro de Referência da Saúde da Mulher Maria Luíza Castro Perin.

Os serviços ofertados incluem consultas ambulatoriais de ginecologia geral, mastologia geral, nutrição e psicologia, que iniciam a partir das 18 horas, sendo um consultório permanente com atendimento semanal de segunda a quinta-feira.

Além disso, o Centro oferece coleta de preventivo/exame Papanicolau, pela equipe de enfermagem que realiza o agendamento, serviços de fisioterapia geral e fisioterapia em uroginecologia.

As servidoras não precisam de encaminhamento para agendar consultas médicas, basta apresentar um documento que a identifique como servidora estadual, podendo ser um crachá, uma declaração da unidade ou um contracheque.

E com os documentos em mãos, incluindo o cartão do SUS, RG, CPF e comprovante de residência, ela pode se dirigir ao SAME, na entrada da Unidade, para abrir o prontuário.

A diretora da unidade, Dra. Marília Pinto, destaca que as mulheres que passam pelo ambulatório de mastologia também podem ser atendidas com exames de mamografia, ou ultrassom ou biópsia, dependendo da solicitação pela médica especialista.

“Conforme a avaliação das servidoras, se for necessário podem realizar na própria unidade os exames necessários, além disso, elas contam com a consulta com a nutricionista, psicóloga que proporciona às servidoras a oportunidade de saber mais sobre como manter uma alimentação saudável e melhorar a qualidade de vida”, pontuou.

É importante reforçar que o prontuário pode ser feito durante o dia, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, ou se a servidora preferir pode ainda na quarta-feira à noite, a partir das 18h, mas somente neste dia à noite.

Domingo, 06 Março 2022 21:42

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 402.211 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.001 foram confirmados, sendo 30.220 por RT-PCR e 123.781 por teste rápido, 248.210 descartados, sendo 67.071 por RT-PCR e 181.139 por teste rápido e 2.137 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.256 no Amajari, 118.711 casos foram notificados em Boa Vista, 2.867 em Bonfim, 3.659 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.456 em Caroebe, 1.566 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 991 em Normandia, 2.760 em Pacaraima, 3.892 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 880 em São Luiz e 1.331 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.656 em Alto Alegre, 2.392 em Amajari, 194.428 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.391 em Bonfim, 4.094 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.883 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 3.853 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.752 em Pacaraima, 6.294 em Rorainópolis, 3.038 em São João da Baliza, 1.994 em São Luís e 777 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.137 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 151.172 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.144 em Alto Alegre, 1.230 em Amajari, 116.555 são de Boa Vista, 2.817 de Bonfim, 3.597 no Cantá, 3.019 em Caracaraí,  2.419 em Caroebe, 1.546 em Iracema, 2.826 em Mucajaí, 923 em Normandia, 2.702 em Pacaraima, 3.803 em Rorainópolis, 1.908 em São João da Baliza, 862 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, prorrogou o recadastramento presencial de pacientes que estão na fila única de cirurgia até o dia 11 de março. O objetivo é que as pessoas que ainda precisam do procedimento consigam atualizar o cadastro e realizar a cirurgia.

De acordo com o coordenador Geral de Regulação, Avaliação e Controle, Eliakin Terminelle, a procura pelo recadastramento ainda é baixa.

“A fila única de cirurgia eletiva do SUS foi prorrogada, devido à baixa procura pela população. Solicitamos que as pessoas que ainda precisam passar pelo procedimento cirúrgico procurem um dos nossos pontos de atendimento, tanto na capital quanto no interior, para atualizar o seu cadastro”.

O recadastramento foi dividido por ordem alfabética. Os usuários do SUS com as iniciais de A a J, por exemplo, devem procurar a Clínica Médica Especializada Coronel Mota, na Rua Coronel Pinto, 664, Centro, no horário das 16h às 21h.

Já os usuários com iniciais de K a Z devem se dirigir até a Central de Marcação de Exames e Consultas, na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 1364, no bairro dos Estados, no período das 15h às 19h, e, aos sábados, das 8h às 12h. Para os moradores do Interior, o procedimento pode ser feito diretamente nas unidades da rede estadual, das 8h às 12h.

Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar identidade, CPF, Comprovante de Residência e o Cartão do SUS. A não realização do procedimento poderá ocasionar a exclusão do nome do paciente da Fila Única do SUS.

Nos casos em que a pessoa não puder comparecer presencialmente por questão de saúde que impeça a locomoção até os locais onde está sendo realizado o recadastramento, um familiar poderá fazê-lo, munido dos documentos originais do paciente (RG, CPF, Cartão do SUS e encaminhamento médico).

A lista com o nome completo dos pacientes que constam da fila única de cirurgias eletivas foi publicada no Diário Oficial do Estado, na edição do dia 14 fevereiro, a partir da página 23. A lista também está disponível no site www.saude.rr.gov.br.

Avalie este item
(0 votos)

As fortes chuvas que assolaram os municípios de Alto Alegre e Amajari, neste fim de semana, provocaram isolamento de comunidades. Em resposta ao fenômeno natural, o Governo de Roraima, através do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar) e da Defesa Civil Estadual, está atuando nas regiões atingidas.

Equipes estão no Amajari desde as primeiras horas de sábado, dia 05, realizando vistorias e apoio aos moradores nos pontos onde as águas dos rios e as fortes chuvas causaram danos às estruturas viárias.

As equipes do CBMRR e da Defesa Civil percorreram as vicinais de acesso às comunidades Aningal, Vila Nova, PA (Projeto de Assentamento) Amajari, Trairão e Bom Jesus, no Amajari. Dentre os locais vistoriados, alguns pontos exigem atenção das equipes do Governo de Roraima.

"Estamos prontos [Governo de Roraima] para atender aos moradores dessas regiões. Já determinei atenção das equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, que permanecerão nas regiões atingidas pelas chuvas para socorrer a população", afirmou o governador Antonio Denarium.

Vila do Trairão fica sem acesso, alerta Defesa Civil

A Vila do Trairão ficou sem acesso pela Vicinal Tronco Trairão, após as águas do rio deslocarem o eixo da ponte. Nessa localidade, algumas famílias estão alojadas na Escola José Campanha Wanderley.

Na vicinal Bom Jesus, o desvio de uma ponte em manutenção, localizada a 14km da RR-203, está submerso pelas águas das chuvas. Foi construído um acesso que permite o trânsito de pedestres, motocicletas e bicicletas, como resposta rápida.

O terceiro ponto de atenção para as equipes é a elevação dos níveis do igarapé Acará, na Vicinal de acesso ao PA Amajari. As águas do Acará ocupam um trecho de, aproximadamente, três quilômetros. As guarnições do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil já estão empregadas em serviço de baldeação dos moradores.

Foi feita uma sinalização de advertência na RR-203, aproximadamente 18 km após a sede do município, no sentido Tepequém, devido ao deslocamento de uma bueira que comprometeu o acostamento. O tráfego de veículos permanece liberado, mas é necessário a atenção dos motoristas.

Governo pede atenção redobrada dos condutores de veículos

Com o comprometimento de alguns trechos, o Governo de Roraima orienta os condutores que redobrem a atenção em todas as vias e vicinais do Amajari.

Os condutores não devem passar em locais onde a água ultrapassa o nível da via ou das pontes. O excesso de água nas estradas e vicinais pode causar aquaplanagem de veículos ou esconder danos nas vias que podem colocar em risco a segurança e a integridade física dos condutores e passageiros.

O Governo de Roraima reforça que está atuando em todos os municípios atingidos pelas fortes chuvas e cheias dos rios e, quaisquer urgência e emergência, a população deve entrar em contato com os órgãos de defesa civil dos munícipios ou com o CBMRR (193) ou Defesa Civil de Roraima (199).

 

Avalie este item
(0 votos)

O “Morar Melhor”, programa do Governo do Estado realizado pela Codesaima, está finalizando a primeira etapa, alcançando a marca de 1.000 residências com reformas finalizadas ou em execução.  
 
Com três meses de efetivação, o programa já tem aproximadamente 5 mil cadastros, mais de 1000 famílias contempladas e 2500 pré-selecionadas.
Além de fazer o levantamento de quantas reformas já foram entregues, a Codesaima também está realizando a avaliação da qualidade das obras e da satisfação dos moradores.
 
“O programa é um sucesso e está melhorando a vida das pessoas, que estão recebendo melhorias em seus imóveis. É gratificante ver, principalmente quando são obras de acessibilidade, que proporcionam mais dignidade e conforto para as famílias. A segunda fase terá novidades e mais famílias contempladas”, destacou o governador Antonio Denarium.
 
Para a execução do programa o Governo do Estado alocou R$ 6 milhões com recursos próprios. Cada obra é orçada, em média, em R$ 6 mil. A previsão é que na segunda fase o investimento chegue a R$ 10 milhões.
 
“Outra novidade da nova etapa é a construção dos ‘Embriões’ que são módulos de alvenaria substituindo casas precárias de madeira ou submoradias. Algumas construções desse tipo já foram feitas, mas agora será mais uma categoria do programa”, explicou o diretor de Habitação da Codesaima, Rodrigo Ávila.
 
O programa funciona em etapas: uma equipe de técnicos e agentes sociais fazem o primeiro contato com os moradores; o cadastro é feito e passa pelo sistema que estabelece as prioridades; a equipe técnica de engenheiros avalia a condição da moradia; em acordo com a família é definida a obra prioritária, que é encaminha para a construtora.
 
As reformas são feitas por empresas credenciadas. O objetivo do programa é contratar o maior número possível de construtoras para dinamizar o andamento das obras, atendendo mais famílias em diferentes bairros de Boa Vista simultaneamente.
 
“Telhados, banheiros, instalações hidro-sanitárias, instalações elétricas, assentamento de cerâmicas, obras de acessibilidade e até substituição de casas de madeira por alvenaria, são feitas atendendo a necessidade dos beneficiários”, destacou Ávila.
 
Atualmente 30 empresas participam do Morar Melhor.  O Edital 01/2021, para credenciamento ainda está aberto e mais construtoras podem participar. Uma equipe de 6 engenheiros integra o programa que conta também com a experiência do próprio diretor, que é profissional da área e presidente do CAU- RR (Conselho de Arquitetura e Engenharia de Roraima).
 
INSCRIÇÕES
As inscrições para o programa estavam ocorrendo na sede da Codesaima, mas, devido à pandemia da Covid-19, estão suspensas. A população pode fazer novos cadastros nas ações Governo Sem Parar que acontecem todos os sábados em diferentes bairros da capital.
 
 
 

Sábado, 05 Março 2022 19:04

Boletim Epidemiológico

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do *BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS*. A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br. A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 402.208 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Destes 153.998 foram confirmados, sendo 30.220 por RT-PCR e 123.778 por teste rápido, 248.210 descartados, sendo 67.071 por RT-PCR e 181.139 por teste rápido e 2.137 óbitos. Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.256 no Amajari, 118.709 casos foram notificados em Boa Vista, 2.867 em Bonfim, 3.659 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.456 em Caroebe, 1.566 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 991 em Normandia, 2.760 em Pacaraima, 3.891 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 880 em São Luiz e 1.331 em Uiramutã. Já sobre os casos descartados, 3.656 em Alto Alegre, 2.392 em Amajari, 194.428 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.391 em Bonfim, 4.094 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.883 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 3.853 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.752 em Pacaraima, 6.294 em Rorainópolis, 3.038 em São João da Baliza, 1.994 em São Luís e 777 em Uiramutã. O estado também contabiliza 2.137 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 45 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 52 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 23 de Uiramutã. Além disso, 151.129 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.144 em Alto Alegre, 1.230 em Amajari, 116.518 são de Boa Vista, 2.817 de Bonfim, 3.596 no Cantá, 3.019 em Caracaraí, 2.418 em Caroebe, 1.546 em Iracema, 2.825 em Mucajaí, 922 em Normandia, 2.702 em Pacaraima, 3.802 em Rorainópolis, 1.908 em São João da Baliza, 861 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã. Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(0 votos)

O Hemoraima (Hemocentro de Roraima) recebeu durante toda a manhã deste sábado, 5, doações voluntárias por meio da campanha “Disciplina, Honra e Educação a serviço da vida”, promovida pelo Colégio Militar Estadual Cel. PM Derly Luiz Vieira Borges, localizado no bairro Canarinho.

O objetivo da ação é ajudar a regularizar o estoque de bolsas de sangue do Hemoraima, o qual está baixo no momento.

O Hemocentro contou com a doação de sangue de professores, alunos do Ensino Médio e seus familiares e pessoas das equipes pedagógica e militar do Colégio. De acordo com o gestor militar da instituição, major Péricles de Araújo, a ação busca desenvolver os princípios que são pregados na unidade.

“Acreditamos que atitudes como essa são de grande valor para a sociedade. Dentre os princípios pregados, temos a compaixão, empatia, e principalmente o amor pelo próximo”, ressaltou o major Péricles.

A campanha foi estimulada dentro e fora do Colégio por meio de palestras com representantes do Hemoraima, desafios e compartilhamento nas redes sociais das instituições sobre como fazer parte dessa ação voluntária. Ao todo, 30 pessoas participaram desse ato do bem.

Entre os voluntários, está o professor de Língua Espanhola do Colégio, Jessé Moraes. O docente é doador de sangue há dez anos e, segundo ele, a sensação de salvar vidas é maravilhosa.

“O fato de saber que estarei ajudando pessoas que nem conheço é muito gratificante. O Hemoraima precisa que seu estoque seja reabastecido. Para isso, é importante que a gente venha regularmente”, enfatizou Jessé.

Outro voluntário do dia é o estudante Thiago Silva, aluno da 3a série do Ensino Médio. “Sempre tive vontade de doar sangue, porém precisava de um ‘empurrão’ como o que a campanha deu. Estou aqui hoje por pessoas que precisam dessa doação para serem salvas”, informou Thiago.

COMO DOAR

Para se tornar um doador de sangue, o interessado precisa ter mais de 50 kg e não estar em jejum no dia da coleta do material. No caso de adolescente a partir de 16 anos de idade, é necessário que esteja acompanhado pelos pais ou responsável legal. Para quem já é doador assíduo, a idade permitida é até 69 anos.

Ao chegar à unidade, o doador realiza o cadastro e, após isso, passa para triagem clínica. Se não houver nenhuma restrição, a coleta é realizada logo em seguida.

É preciso ainda evitar a ingestão de bebida alcoólica ou consumo de alimentos gordurosos até duas horas antes da coleta. Além disso, o interessado não pode estar com febre, gripe ou resfriado. Grávidas e mulheres no período pós-parto também não poderão realizar a doação.

O Hemoraima funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h. Os interessados também podem agendar um horário por meio do telefone (95) 2121-0831. A unidade fica na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima).

 

Avalie este item
(0 votos)

A partir de segunda-feira, dia 7, o Governo de Roraima vai disponibilizar a Cédula C dos servidores públicos estaduais. O documento, necessário para a declaração do imposto de renda, estará disponível no portal do servidor, no link www.servidor.rr.gov.br.

Os servidores que não conseguirem acessar o portal do servidor, para retirada da Cédula C, poderão se dirigir até a sede da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), na Rua Francisco Paulino da Silva, 215, Caçari, de segunda a sexta-feira, no horário de expediente, de 7h30 às 13h30, sala 11, ou através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O comprovante de rendimentos é com base no ano de 2021 para fins de declaração do Imposto de Renda 2022, para aqueles contribuintes que receberam até 28.559,70. Com o documento, os servidores estaduais têm até o dia 29 de abril para fazer a declaração do imposto de renda junto à Receita Federal.

 

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de desenvolver a agricultura em conjunto com a indústria, o comércio e a prestação de serviços com uma política voltada ao desenvolvimento, a Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) foi reestruturada e passa a ser denominada Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação). E nesta sexta-feira, 4, Emerson Baú foi empossado como novo secretário da pasta.

A reunião de alinhamento contou com a presença de vários secretários do Governo de Roraima, ocasião em que o o governador Antonio Denarium m enfatizou a importância da união pelo desenvolvimento do Estado, com o fortalecimento da agricultura familiar, empresarial e indígena. O encontro ocorreu no auditório da Seadi e os servidores receberam informações de como o trabalho irá ocorrer a partir de agora.

Emerson Baú, foi nomeado pela segunda vez para o cargo (a primeira foi em 2019. Em 2021, ele foi designado para a Seplan (Secretaria de Planejamento) e agora, retorna para dar andamento às mudanças e restruturação das secretarias que tem relação com o agronegócio.

“A Seadi está num novo momento, toda a sua estrutura foi pensada para agilizar e amparar o setor produtivo urbano e rural, vamos criar possibilidades de inovação e tecnologia para modernizar e de fato mudar a matriz econômica do Estado. Agradeço ao governador Antonio Denarium pela confiança em acreditar na força empreendedora de Roraima, enfatizou Baú.

Segundo o governador Antonio Denarium a Seadi é uma conquista de todos os roraimenses. “Os que acreditam em quem investe, trabalha e produz e na transferência de tecnologia para melhorar a produção, vão perceber a importância dessa reestruturação e das mudanças que foram muito bem pensadas e planejadas”, afirmou.

CURRÍCULO

Paraense de Abaetetuba, Emerson Baú, possui experiência na área de gestão, com mais de 20 anos atuando como assessor empresarial, principalmente na captação de recursos de fundos de financiamento como o FNO (Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte).

Formado pela Universidade Federal de Uberlândia (MG), possui especialização em gestão de pequenos negócios pela UFRR e é mestre em Ciências Econômicas com foco no Desenvolvimento Regional pela UFRGS.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

São João da Baliza está bem diferente e essa mudança começa nas estradas. Agora a população que utiliza a vicinal 26 terá mais conforto, com um novo caminho sem buracos e totalmente pavimentado para escoar a produção e se locomover com mais segurança.

O Governo do Estado já iniciou os serviços de preparação da base e sub-base, necessários para compor o asfalto do trecho de mais de 20 quilômetros de estrada.  A obra é executada com recursos de emenda parlamentar do senador Telmário Mota e contrapartida do Executivo Estadual, na ordem de R$ 12 milhões.

Conforme o secretário de Infraestrutura, Edilson Damião, essa vicinal liga São João do Baliza à Vila Moderna e auxiliará no deslocamento dos moradores da região. 

“Diminui muito o percurso de quem usa principalmente a Rodovia 210 para pegar a 174. Esse trecho foi deixado de lado pelas gestões passadas e agora está sendo concluído pelo governo atual” destacou Damião.

Educação

Outra mudança muito aguardada pela população do município é  na área da Educação. O prédio da Escola Estadual Henrique Dias, que não recebia manutenção há 20 anos, agora passa por uma completa reforma.

 A obra está à todo vapor. O espaço ganhará novo telhamento, pisos, janelas mais modernas e amplas. Além de banheiros com  acessibilidade. 

A reforma conta com recursos de mais de R$ 3 milhões originários de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus e contrapartida do Governo Estadual.

A unidade escolar que atende 362 alunos no Ensino Fundamental,  Médio e no EJA ganhará também um nova quadra de esportes que contará com  estrutura metálica nova, piso novo e adequado para  prática esportiva. A arquibancada receberá os serviços de chapisco e reboco.

Além disso, serão instalados alambrados, conjunto de futsal com traves, conjunto para quadra de vôlei com postes e par de tabelas de basquete.

 

Avalie este item
(0 votos)

Neste domingo, 06, a Escola Estadual Professor Antônio Ferreira de Souza, carinhosamente conhecida como “Ferreirinha”, completa 35 anos de criação e a equipe pedagógica da instituição comemora a data com o “Projeto Ferreirinha 35 anos – nossa escola nossa história”.

“Nesses 35 anos de existência, a escola vem contribuindo fortemente com a formação de muitas pessoas que passaram por aqui e, nesta data especial, é importante valorizar todos esses anos de história na educação de Roraima”, declarou Valdenrique Alves, gestor da instituição.

O Projeto Cultural será desenvolvido na próxima segunda-feira, 07, com amostras de textos, paródias e artes produzidas pelos estudantes, tudo será apresentado de forma online. 

“No nosso projeto cultural, além de os alunos conhecerem e resgatarem a história da Escola, eles resgatam também a sua própria história dentro dessa instituição de ensino, reconhecendo a escola como um espaço de construção de conhecimento e de história de vida”, explicou a professora Odaléia Araújo.

A Escola

Fundada em 6 de março de 1987, a escola localizada no bairro Jardim Floresta, homenageia um importante escritor e professor, que prestou serviços públicos por mais de 35 anos no então Território de Roraima.

A instituição, que possui 76 servidores e atende 331 alunos no Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e EJA (Educação de Jovens e Adultos), desenvolve importantes projetos junto à comunidade, como “Ação de Graças”, “Leitores/Semana Literária”, “Meio ambiente – Escola Sustentável”, além do “Projeto Família e Comunidade: uma relação de parceria”.

A Escola Estadual Professor Antônio Ferreira de Souza atualmente está recebendo serviços de revitalização dentro do “Aqui Tem Obra”, maior programa de recuperação de prédios públicos do Governo de Roraima.

Por esta razão, a instituição segue com a oferta do ensino remoto, mas em breve estará completamente revitalizada, com mobiliários novos e de portas abertas para receber alunos e professores, para continuar fazendo história na educação de Roraima.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Dando continuidade às ações para fortalecer a Educação do Estado, o Governo de Roraima convoca mais 88 professores do cadastro reserva para compor o quadro efetivo de docentes da rede estadual de ensino.

“Estamos trabalhando para ofertar um ensino de qualidade em Roraima e isso inclui a ampliação do quadro de professores efetivos, ação importante para o processo de ensino aprendizagem. Realizamos esse concurso esperado há quinze anos, estamos cumprindo com os trâmites legais. Agora estamos convocando mais professores para nos ajudar a transformar a educação do Estado”, declarou o governador Antonio Denarium.

Estão sendo convocados 49 professores de vagas remanescentes para o preenchimento das 650 vagas imediatas, ofertadas no Concurso Público para Professor da Carreira de Magistério da Educação Básica, que ainda não foram preenchidas.

Destes 49 professores, estão sendo convocados 07 docentes de História, 11 de Geografia, 05 de Língua Portuguesa, 04 de Artes, 05 de Língua Inglesa, 11 de Matemática, 01 de Educação Física e 05 de Sociologia.

Os professores vão atuar nos municípios de Alto Alegre, Boa Vista (Capital e área rural), Bonfim, Cantá, Caracaraí, Iracema, Mucajaí, Pacaraima e Rorainópolis (incluindo a Região baixo Rio Branco). A convocação será publicada oficialmente no DOE (Diário Oficial do Estado).

Professores convocados também vão preencher vagas decorrentes de vacâncias

Também estão sendo convocados mais 39 professores referentes às vagas decorrentes de aposentadorias e falecimentos. Estes professores vão atuar em escolas de Alto Alegre, Boa Vista (área urbana e rural) e em Uiramutã.

Para estas 39 vagas, estão sendo convocados mais 09 professores de História, 03 de Ciências Biológicas, 05 de Educação Física, 09 de Geografia, 08 de Língua Portuguesa e 05 de Educação Física, totalizando a convocação geral de 88 docentes.

“Estamos atentos às necessidades da rede estadual e a convocação de novos docentes ocorrerá conforme formos cumprindo todos os ritos legais, como convocação, nomeação, posse e lotação, e existem também prazos legais que precisam ser respeitados”, destacou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

O Concurso Público ofertou 650 vagas imediatas e cadastro reserva. A jornada de trabalho dos novos professores é de 30 horas semanais e o vencimento inicial básico é de R$ 3.782,94. O concurso tem vigência de dois anos prorrogável por igual período. Os professores estão sendo lotados em escolas da Capital e interior.

 

Sexta, 04 Março 2022 21:17

Boletim Epidemiológico

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS. A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br. A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 402.184 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Destes 153.986 foram confirmados, sendo 30.220 por RT-PCR e 123.766 por teste rápido, 248.198 descartados, sendo 67.071 por RT-PCR e 181.127 por teste rápido e 2.134 óbitos. Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.256 no Amajari, 118.698 casos foram notificados em Boa Vista, 2.867 em Bonfim, 3.658 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.456 em Caroebe, 1.566 em Iracema, 2.880 em Mucajaí, 991 em Normandia, 2.760 em Pacaraima, 3.891 em Rorainópolis, 1.927 em São João da Baliza, 880 em São Luiz e 1.331 em Uiramutã. Já sobre os casos descartados, 3.656 em Alto Alegre, 2.392 em Amajari, 194.416 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.391 em Bonfim, 4.094 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.883 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 3.853 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.752 em Pacaraima, 6.294 em Rorainópolis, 3.038 em São João da Baliza, 1.994 em São Luís e 777 em Uiramutã. O estado também contabiliza 2.134 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 44 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 51 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 22 de Uiramutã. Além disso, 150.961 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.135 em Alto Alegre, 1.230 em Amajari, 116.386 são de Boa Vista, 2.814 de Bonfim, 3.590 no Cantá, 3.019 em Caracaraí, 2.413 em Caroebe, 1.545 em Iracema, 2.824 em Mucajaí, 918 em Normandia, 2.701 em Pacaraima, 3.798 em Rorainópolis, 1.908 em São João da Baliza, 860 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã. Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Avalie este item
(1 Votar)

Nem todo mundo sabe exatamente qual carreira pretende seguir, mesmo quando chega a fase de prestar o vestibular. Mas, tem quem saiba desde cedo qual é a profissão que tem interesse em atuar. Assim foi com Ítalo Natan Oliveira de Araújo que durante os tempos de aluno descobriu a afinidade com a educação. O interesse foi tanto que de estudante ele passou a professor de Matemática na escola onde estudou desde criança.

Natural da cidade de Ariquemes, em Rondônia, o jovem chegou a Roraima com três anos de idade e cursou a maior parte da vida estudantil no Colégio Militarizado Luiz Rittler Brito de Lucena, na zona Oeste de Boa Vista.

Ao saber do concurso estadual para professor, realizado no ano passado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Desporto, não teve dúvidas, se dedicou aos estudos de forma direcionada e conquistou a aprovação no concurso público.

“Sempre estudei em escola pública e no colégio Rittler de Lucena cursei desde a primeira série até o 1º ano do Ensino Médio. Como gosto de matemática, na sala de aula eu ficava interessado em aprender mais porque me destacava nessa disciplina. Então por gostar muito surgiu o interesse de ensinar a matéria”, esclareceu.

O jovem de 25 anos que viu na educação o caminho para a realização profissional guarda lembranças dos bons tempos de aluno e acredita que a escola pública tem tudo para formar cidadãos e bons profissionais para o mercado de trabalho.

“Tenho um carinho muito grande pelo colégio Rittler de Lucena, pois lá vivi bons momentos e agradeço aos professores que foram meus mestres, e sem sombra de dúvidas contribuíram demais para a minha formação, não só acadêmica como pessoal também. Por isso para mim é muito gratificante fazer parte da equipe, agora como colega de trabalho”, acrescentou o jovem professor.

Professora não esconde orgulho de ter ex-aluno como colega de profissão

Thathianne Rodrigues Nascimento, que integra a equipe de professores do colégio Rittler de Lucena, desde 2010, nas disciplinas de Ciências e Biologia, se emociona ao ter o ex-aluno como colega de equipe.

"A melhor recompensa que temos como professor é ver nossos alunos superando barreiras e conseguindo alcançar seus objetivos. Temos muitos alunos formados em várias áreas e isso faz valer a pena a nossa profissão. Fui professora do Natan e sempre observava o interesse dele em fazer o melhor, e vê-lo retornar à escola como professor é a certeza de que a educação é o futuro do nosso país e o melhor caminho para a construção da cidadania”, enfatizou a professora.

A gestora Angela Maria Leite de Sousa ressalta que o Ítalo é mais um exemplo de sucesso da escola pública, composta por uma equipe qualificada e que nos últimos anos tem passado por um processo contínuo de reestruturação pela gestão de governo.

“Temos estudantes divididos em 36 salas de aula, de manhã e de tarde. E ver o Natan formado e hoje integrante do nosso corpo de docentes é um orgulho muito grande e a recompensa para o nosso compromisso enquanto gestão”, ressaltou Angela.

Em 2022 o colégio militarizado Rittler de Lucena completa 20 anos de criação, e seis anos da mudança para o sistema de ensino militarizado. Com cerca de 2.402 alunos, divididos em 72 turmas, a unidade leciona do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

 

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

Mais de 100 reeducandos matriculados na Escola Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes, localizada na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), estão cultivando hortaliças por meio de um projeto educacional.

O projeto é financiado pela Vepema (Vara de Penas e Medidas Alternativas), iniciativa do TJRR (Tribunal de Justiça do Estado de Roraima) que destina para instituições, recursos oriundos de prestações pecuniárias de transação penal, suspensão condicional do processo e sentenças condenatórias, no âmbito da comarca de Boa Vista. Os recursos são utilizados para execução de projetos sociais e educacionais.

“Os reeducandos já estão cumprindo sua pena e nosso papel, além de fazer a cumprir a legislação é disponibilizar alternativas que promovam uma verdadeira ressocialização, fazendo com que no futuro, essas pessoas tenham condições de voltar ao convívio da sociedade” destacou o governador Antonio Denarium.

Os internos estão cultivando na horta da escola, alface americana, rúcula, feijão de corda, couve, pimentão, melão, manjericão, abóbora, pepino japonês, entre outras hortaliças. Os produtos cultivados são vendidos e a renda é destinada à manutenção da horta e estrutura física da escola.

“Por meio do projeto de horta escolar é possível trabalhar temas como alimentação saudável, sustentabilidade, conteúdos de componentes curriculares, e no caso dos reeducandos, também é a oportunidade de aprenderem um trabalho com o manejo da terra. Quando saírem do sistema prisional, terão uma possibilidade de trabalhar e garantir o seu sustento”, pontuou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

Reeducandos da Pamc também atuaram na revitalização da escola

Além da horta, os reeducandos também atuaram na revitalização da Escola Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes. A ação, que recuperou a estrutura física da unidade, é fruto de parceria institucional entre a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), que disponibilizou os materiais, e a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), que coordenou os serviços de revitalização junto aos reeducandos.

Para o secretário da Sejuc, André Fernandes, essa parceria com a Seed é de extrema importância, visto que a educação é uma das ferramentas mais efetivas de ressocialização.

“Revitalizamos toda a escola contando com a mão de obra dos internos do sistema. Iniciativas como essa são importantes, pois só existem duas formas de ressocializar, que é através da educação e do trabalho ``, ressaltou o secretário.

A estrutura da escola conta com quatro salas, uma biblioteca, banheiros masculino e feminino, além de sala dos professores, direção e secretaria escolar. Atualmente, a unidade oferta o Ensino Fundamental e Médio na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos).

 

Avalie este item
(1 Votar)

VAGAS DO DIA 04.03.2022

ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,ENSINO SUPERIOR EM PSICOLOGIA, DISPONIBILIDADE DE VIAGENS,TENHA CAPACIDADE DE MEDIAÇÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS,RELACIONAMENTO INTERPESSOAL,HABILIDADES E OLHAR ESTRATÉGICO.

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, CONHECIMENTO EM ADMISSÃO, DEMISSÃO E PROCESSOS ADMINISTRATIVOS. CONHECIMENTO EM PACOTE OFFICE (WORD, EXCEL, INTERNET) CONHECIMENTO EM CLT E DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO.

CARPINTEIRO DE OBRAS (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, TER TRABALHADO NA ÁREA DE CARPINTEIRO E ENSINO FUNDAMENTAL.

CONFEITEIRO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO E CURSO NA ÁREA OU EXPERIÊNCIA.

CONSULTOR DE VENDAS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL(APRESENTAR DECLARAÇÃO),TENHA EXPERIÊNCIA EM VENDAS,ATENDIMENTO AO CLIENTE,TRABALHAR COM VENDAS DE PNEU,TENHA CNH AB E ENSINO MÉDIO.

COORDENADOR ADMINISTRATIVO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA E ENSINO MÉDIO.

COZINHEIRO (01 VAGA) 
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA OU INFORMAL,TER LIDERANÇA,CONHECER RECEITAS,DESENVOLVER PRATOS DE COMIDA,TENHA COMPROMETIMENTO,ASSIDUIDADE E ENSINO MÉDIO.

ELETRICISTA (01 VAGA)
ENSINO MÉDIO,EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,CURSO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ALTA TENSÃO E BAIXA TENSÃO,NR 10,NR 35 E SEP, TER CNH AB, AD E DISPONIBILIDADE DE VIAGENS PARA OS MUNICÍPIOS DE RORAIMA(VILA SÃO FRANCISCO).

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE PRÉDIOS (10 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TENHA CURSO NR 10,NR 35,DESEJÁVEL EXPERIÊNCIAS EM OBRAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E ENSINO MÉDIO.

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,TER CURSO BÁSICO DE QUALIFICAÇÃO DE ATÉ 200H,NA ÁREA DE ELETRICISTA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES,TER TRABALHADO COMO ELETRICISTA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES POR UM PERÍODO MÍNIMO DE 6 MESES E ENSINO FUNDAMENTAL.

ESTATÍSTICO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA E ENSINO SUPERIOR COMPLETO NA ÁREA DE ESTATÍSTICA.

FOTÓGRAFO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,POSSUIR CURSO TÉCNICO OU SUPERIOR NA ÁREA DE FOTÓGRAFO E EXPERIÊNCIA.

MARMORISTA - EXCLUSIVE EMPREGADOR EM MARMORARIA (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA INFORMAL, TENHA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO, TENHA DISPONIBILIDADE E ACEITAÇÃO PARA APRENDER E RECEBER INSTRUÇÕES E ENSINO FUNDAMENTAL.

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS, EM GERAL (03 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TER CURSO DE QUALIFICAÇÃO DE ATÉ 200H,TENHA EXPERIÊNCIA NA ÁREA MECÂNICA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES,TER TRABALHADO COMO MECÂNICO DE MOTORES A GASOLINA,FLEX E DIESEL E ENSINO FUNDAMENTAL.

MÉDICO VETERINÁRIO (01 VAGA)
SEM EXPERIÊNCIA, TER NÍVEL SUPERIOR COMPLETO OU FORMAÇÃO EM CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA (TECNÓLOGOS).

MESTRE DE OBRAS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TER DOMÍNIO EM TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL,VIVÊNCIA COM PROJETOS(HIDRÁULICA,ESTRUTURA,ELÉTRICA,ACABAMENTO E OUTROS,MEDIÇÕES E GESTÃO DE PESSOAS E ENSINO MÉDIO.

MOTORISTA DE AUTOMÓVEIS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TENHA CNH AD OU AB,EXPERIÊNCIA NO MINIMO 06 MESES,CONHECER A CIDADE,EXPERIÊNCIA COM TRANSPORTE DE MATERIAIS,SER DINÂMICO,PROATIVO E ENSINO MÉDIO.

MOTORISTA ENTREGADOR (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA INFORMAL, CNH AB E DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO.

OPERADOR DE RETRO-ESCAVADEIRA (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL NA ÁREA, SER PONTUAL, ORGANIZADO, TER BOM RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, ESTAR DISPOSTO A REALIZAR TAREFAS BRAÇAIS, CONHECIMENTO E CNH D OU E.

OPERADOR DE ROLO COMPRESSOR (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,DISPONIBILIDADE DE PARA VIAGENS(PACARAIMA) E HORÁRIOS,TENHA CNH B E ENSINO FUNDAMENTAL.

OPERADOR DE ROLO COMPRESSOR (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA INFORMAL NA ÁREA, SER PONTUAL, ORGANIZADO, TER BOM RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, ESTAR DISPOSTO A REALIZAR TAREFAS BRAÇAIS, CONHECIMENTO CNH D OU C.

OPERADOR DE TRATOR PNEU (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, ENSINO MÉDIO COMPLETO, DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO E DE VIAGENS.

PRODUTOR CINEMATOGRÁFICO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,POSSUIR CURSO TÉCNICO E/OU EXPERIÊNCIA ANTERIOR COMO PRODUTOR CINEMATOGRÁFICO E ENSINO MÉDIO.

PROMOTOR DE VENDAS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,EXPERIÊNCIA NA ÁREA COMO PROMOTOR OU REPOSITOR,TER CONHECIMENTO BÁSICO EM WORD E EXCEL,POSSUIR CNH A EM DIAS E ENSINO MÉDIO.

PROMOTOR DE VENDAS (01 VAGA)

EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,EXPERIÊNCIA NA ÁREA, TER HABILITAÇÃO CAT A,TRANSPORTE PRÓPRIO,DOCUMENTAÇÃO EM DIAS E ENSINO MÉDIO.

PSICÓLOGO DO TRABALHO (01 VAGA)
TER EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, POSSUIR ENSINO SUPERIOR COMPLETO EM PSICOLOGIA.

RASTELEIRO DE ASFALTO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, ENSINO MÉDIO COMPLETO,TENHA CNH B, DISPONIBILIDADE DE VIAGENS E HORÁRIOS.

RECEPCIONISTA ATENDENTE (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, ENSINO MÉDIO COMPLETO, CONHECIMENTO EM INFORMÁTICA E OUTRAS MÍDIAS E TER UMA BOA BASE EM MATEMÁTICA.

REPRESENTANTE TÉCNICO DE VENDAS (01 VAGA)
SEM EXPERIÊNCIA, ENSINO MÉDIO COMPLETO, TRANSPORTE PRÓPRIO, CNH AB E DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO.

TÉCNICO DE APOIO AO USUÁRIO DE INFORMÁTICA (HELPDESK) (08 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, TER EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA, TER CURSO DE INFORMATICA E ENSINO MÉDIO.

TÉCNICO DE REDE (TELECOMUNICAÇÕES) (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA E POSSUIR FORMAÇÃO TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,EXPERIÊNCIA NA ÁREA,TENHA HABILIDADE EM INTERAGIR COM PESSOAS,PARA ATUAR EM CAMPO E ENSINO SUPERIOR.

VENDEDOR INTERNO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,TENHA CONHECIMENTO EM VENDAS DE PNEUS,SERVIÇOS AUTOMOTIVOS,INFORMÁTICA BÁSICA(PACOTE OFFICE),DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO,POSSUIR CNH B E ENSINO MÉDIO.

VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,ENSINO SUPERIOR EM PSICOLOGIA, DISPONIBILIDADE DE VIAGENS,TENHA CAPACIDADE DE MEDIAÇÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS,RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, HABILIDADES E OLHAR ESTRATÉGICO.

EMPACOTADOR, A MÃO (02 VAGAS)
SEM EXPERIÊNCIA E ENSINO FUNDAMENTAL.

OFICIAL DE SERVIÇOS DIVERSOS NA MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL E ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO.

OFICIAL DE SERVIÇOS DIVERSOS NA MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL E ENSINO FUNDAMENTAL.

OPERADOR DE VENDAS (LOJAS) (01 VAGA)
SEM EXPERIÊNCIA COMPROVADA NA CARTEIRA,O CARGO É VOLTADO PARA ÁREA DE VENDAS, ATENDIMENTO AO CLIENTE, CAIXA E ORGANIZAÇÃO E ENSINO MÉDIO.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA CADASTRO E ATUALIZAÇÃO:

- CASO TENHA CURSOS DE QUALIFICAÇÃO, APRESENTAR CERTIFICADO.
- CARTEIRA DE TRABALHO (COM PIS PASEP).
- COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA (ATUALIZADO).
- CURRICULUM.
- RG E CPF.
- NO CASO DAS PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS, APRESENTAR LAUDO ATUALIZADO.

PARA MAIS INFORMAÇÕES, PROCURAR O SINE SALA 25, NA SETRABES, DAS 7H30 ÀS 13H30.

Avalie este item
(1 Votar)

Dentro da perspectiva da Educação Inclusiva, o Governo de Roraima segue investindo para proporcionar um ambiente de aprendizado melhor a cada dia.

Segundo dados do Censo Escolar, a Rede Estadual de Ensino atende 1.692 estudantes na Educação Especial, ou seja, estudantes que apresentam deficiência auditiva, visual, múltipla, intelectual, física, além de transtornos globais do desenvolvimento, espectros do autismo e altas habilidades/superdotação.

“Nos preocupamos em oferecer uma educação de qualidade a todos e a educação especial possui necessidades diferenciadas que precisam de atendimento específico. Por isso, entre diversos investimentos, adquirimos  580 mesas para alunos cadeirantes. Elas se adaptam melhor às cadeiras de rodas e assim os estudantes podem ter melhor proveito nas atividades em sala de aula”, destacou Antonio Denarium, governador de Roraima.

Outra ação importante é a realização de processos seletivos para a contratação de profissionais como intérpretes de Libras (já em fase de contratação) e cuidadores de alunos (que está com inscrições abertas) para atuarem nas escolas da rede, fortalecendo o AEE (Atendimento Educacional Especializado).

Na rede estadual, os estudantes da educação especial são atendidos nas SRM (Salas de Recursos Multifuncionais), que são espaços equipados com material diferenciado, como jogos pedagógicos adaptados, blocos de montagem, material dourado, computador de mesa, notebook, materiais para desenvolver as atividades da vida diária, entre outros. Na capital, 54 escolas possuem Salas de Recursos Multifuncionais e no interior, 30.

No dia 25 fevereiro o Colégio Estadual Militarizado Maria Mariselma, em Mucajaí, recebeu vários materiais pedagógicos para implementação da SRM da instituição de ensino. Uma equipe da Divisão de Educação Especial da Seed esteve na unidade para a entrega dos materiais.

“O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, tem investido bastante no sentido de garantir o convívio dessas crianças no ambiente escolar comum. Na verdade, a educação inclusiva diz respeito a todos, ou seja: todos nós somos responsáveis para que a inclusão de fato aconteça tanto no ambiente escolar, quanto na comunidade como um todo”, destacou Maria Aparecida Oliveira, diretora do Departamento de Políticas Educacionais da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Salas de Recursos Multifuncionais serão equipadas

E os investimentos não param. Está em processo licitatório na Seed a aquisição de materiais pedagógicos para equipar as Salas de Recursos Multifuncionais com alfabeto braille, alfabeto móvel e sílabas, bola para futebol com guizo, kit de lupas manuais, dominó de animais em Língua de Sinais, dominó com textura, papel para escrita braile, entre outros. Os recursos na ordem de R$ 197 mil são do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). 

Além disso, as escolas da rede estadual também são contempladas com recursos do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), por meio do PDDE Acessibilidade. São recursos específicos que vão direto para a escola, por meio das contas das APM’s (Associação de Pais e Mestres), para investimento em acessibilidade e adaptações no ambiente escolar, além da aquisição de materiais e equipamentos destinados ao fomento da educação inclusiva.

Em 2020 e 2021, doze escolas estaduais receberam juntas, a ordem de R$ 131 mil reais. Os recursos destinados para cada escola podem ser acompanhados por meio do aplicativo ‘Clique Escola’, disponível para download nas lojas de aplicativo.

Centros Especializados

Também voltado ao público alvo da Educação Especial, o Governo de Roraima conta com sete Centros de Educação Especializados. Os Centros administrados pela Seed, disponibilizam atendimentos específicos para estudantes da rede e também para a comunidade em geral.

São eles: CADAHS (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação), CAS (Centro Estadual de Atendimento a Pessoas com Surdez) CAP-DV (Centro de Apoio Pedagógico para Deficientes Visuais) CAE/BV (Centro de Atendimento Educacional Especializado de Boa Vista), CEEP (Centro Estadual de Estimulação Precoce).

Ainda: o Centro Estadual de Atendimento Educacional Especializado Denise Messias Santos, localizado em Caracaraí e o Cequo (Centro Estadual de Equoterapia Thiago Vidal Magalhães Pinheiro), localizado no Parque de Exposições Dandãezinho, na BR-174 que funciona por meio de gestão compartilhada com outras secretarias e órgãos do Governo.

 

 

Quinta, 03 Março 2022 19:26

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 402.010 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 153.932 foram confirmados, sendo 30.219 por RT-PCR e 123.713 por teste rápido, 248.078 descartados, sendo 67.024 por RT-PCR e 181.054 por teste rápido e 2.134 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.256 no Amajari, 118.654 casos foram notificados em Boa Vista, 2.867 em Bonfim, 3.657 no Cantá, 3.084 em Caracaraí, 2.456 em Caroebe, 1.565 em Iracema, 2.879 em Mucajaí, 991 em Normandia, 2.757 em Pacaraima, 3.891 em Rorainópolis, 1.924 em São João da Baliza, 879 em São Luiz e 1.331 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.655 em Alto Alegre, 2.392 em Amajari, 194.346 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.386 em Bonfim, 4.092 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.883 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 3.852 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.751 em Pacaraima, 6.294 em Rorainópolis, 3.027 em São João da Baliza, 1.977 em São Luís e 777 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.134 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 44 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 51 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 22 de Uiramutã.

Além disso, 150.739 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.133 em Alto Alegre, 1.228 em Amajari, 116.226 são de Boa Vista, 2.805 de Bonfim, 3.579 no Cantá, 3.017 em Caracaraí, 2.409 em Caroebe, 1.543 em Iracema, 2.815 em Mucajaí, 911 em Normandia, 2.699 em Pacaraima, 3.793 em Rorainópolis, 1.905 em São João da Baliza, 856 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

 

 

Avalie este item
(2 votos)

O concurso público do Governo do Estado para contratação de professor da Carreira do Magistério da Educação Indígena registrou 2.707 inscritos. A relação preliminar já foi publicada no site do Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional), banca responsável pelo certame.

A consulta pode ser feita no endereço eletrônico idecan.org.br. O prazo para interpor recursos contra a relação preliminar encerra amanhã, dia 4 e deve ser protocolado no site do Idecan.

“É muito importante que todos os candidatos acessem as relações disponíveis e confirmem os seus dados. Caso haja alguma inconsistência, os mesmos devem se atentar ao prazo para entrar com recurso”, destacou Semaias Alexandre, presidente da Comissão do Concurso Público para Professor Indígena.

O cargo que apresentou o maior número de inscritos foi Pedagogo com atuação no Ensino Fundamental - Anos iniciais (1° ao 5° ano), com o total de 621 candidatos, seguido do cargo de Professor Nível Médio Completo, também para atuação nos anos iniciais, com 548 inscritos.

De acordo com o Edital N° 90/2021, publicado no dia 14 de dezembro no DOE (Diário Oficial do Estado), o certame compreenderá exame de habilidades e conhecimentos mediante aplicação de provas objetivas de múltipla escolha, redação e avaliação de títulos.

Provas estão marcadas para o próximo dia 20 de março

Seguindo o cronograma do Edital, no próximo dia 11 de março serão divulgados os locais de provas que acontecem no dia 20 de março, em Boa Vista.

O resultado final, após todas as fases do certame, será publicado no dia 21 de junho. O concurso terá prazo de dois anos, prorrogável por igual período. O cronograma também está disponível para consulta no site do Idecan.

O Governo de Roraima está ofertando mil vagas, sendo 300 para cargos de Magistério Nível Médio Completo, com salário inicial de R$ 3.004,80 e outras 700 vagas para cargos de Nível Superior, com salário inicial de R$ 3.782,94, ambos com jornada de trabalho de 30 horas semanais. Também estão sendo ofertadas 36 vagas para PcD (Pessoa com Deficiência).

“O Concurso Público Específico e Diferenciado para a Carreira do Magistério da Educação Indígena era uma demanda antiga, aguardado há 15 anos pelos professores indígenas. E na nossa gestão, temos a satisfação de efetivar o certame, que vai proporcionar mais qualidade para a educação indígena, pois os aprovados atuarão cientes da segurança que a função pública traz por meio do concurso. Esperamos com isso dar uma contribuição significativa para o futuro da educação indígena de Roraima”, finalizou o governador Antonio Denarium.

 

Avalie este item
(2 votos)

Nesta sexta-feira, 4 de março, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) comemora 53 anos de criação, com gestão administrativa e operacional reformulada, garantindo a cobertura do saneamento básico em todo Estado.

“O governo tem trabalhado intensamente por meio da Caer para levar qualidade de vida à população. E todas as conquistas foram possíveis graças ao engajamento dos diretores, colaboradores e parceiros. Para 2022, temos muitos desafios, mas vamos continuar trabalhando para garantir a boa prestação deste serviço tão essencial para os roraimenses”, afirmou o governador Antonio Denarium.

Atualmente, os 15 municípios são atendidos pela Caer, com água potável em cerca de 90% e tratamento de esgoto de 96% na capital. Nos últimos três anos, a companhia investiu em reformas e construções de novos escritórios de atendimentos, revitalização das estações de tratamento, perfuração de poços artesianos e execução de obras de extensão de rede na capital e interior.

E em novembro de 2021 foi lançado o Programa Estadual Água para Todos, de universalização da água potável em Roraima, um investimento de R$ 60 milhões para implantação de sistemas de abastecimento com reservatórios e subestações, beneficiando mais de 20 mil pessoas nos bairros João de Barro, Pedra Pintada, Nova Vida, Jardim das Copaíbas e residencial Nova Esperança, no Equatorial e todo conjunto Pérola, além da perfuração de 40 novos poços artesianos e extensão de rede de distribuição.

O programa prevê ainda, a instalação de cinco mil caixas d'água de mil litros e a construção de sete novas sedes administrativas, entre elas, a unidade de São Luiz do Anauá, que já está com as obras em andamento.

“Os últimos três anos têm sido desafiadores e 2021 trouxe muitas conquistas. Adotamos diversas medidas que possibilitaram cumprir a missão da empresa, que é de fornecedora de água e coletora de esgoto, desenvolvendo e implementando soluções e gestão em saneamento, que contribuem para a saúde pública, a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento socioeconômico do Estado de Roraima”, afirmou o presidente da empresa, James Serrador.

 

 

Avalie este item
(2 votos)

Em mais uma ação de cidadania, o Governo de Roraima vai atender os moradores do município de Pacaraima com o serviço de emissão de RG (Registro Geral). A ação coordenada pela Polícia Civil, por meio do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), acontece de 7 a 11 de março e pretende emitir, em média, 100 carteiras de identidade por dia, na Delegacia do município.

De acordo com o delegado geral, Eduardo Wayner, a procura pelo documento nos municípios tem aumentado bastante e, por isso, o governador Antonio Denarium determinou a descentralização do atendimento à população por meio do programa “Seu RG na Mão”, lançado em 2021.

“Facilitar o atendimento, agilizar a liberação do documento é mais que importante para o exercício da cidadania. É a meta principal do governo”, destacou o delegado geral Wayner.

O diretor do Instituto de Identificação, Hênio Stanio Andrade, disse que o mutirão visa atender as demandas da população do município fronteiriço, feitas ao governador.

“Efetuamos o planejamento estratégico e montamos uma equipe que fará o atendimento na data já definida, tanto pela manhã, quanto pela tarde. Importante ao cidadão daquele município e adjacências, que precisa do documento, ficar atento, para que consiga participar e ser atendido”, disse.

Para o governador, facilitar o acesso ao documento é de extrema importância para levar mais comodidade ao cidadão.

“Estamos trabalhando para levar infraestrutura e serviços ao cidadão, desburocratizando os processos para facilitar a vida das pessoas, que agora não vão precisar se deslocar para outra cidade para ter um documento que é um direito básico de todos”, finalizou Denarium.

DOCUMENTOS

Seja nas ações itinerantes ou na sede do IIOC e nos postos avançados, somente a primeira via da Carteira de Identidade é gratuita. Os documentos necessários para solicitar o documento são:  Certidão de Nascimento original e a cópia para quem é solteiro ou de casamento (original e cópia), aos casados. Além disso, deve-se apresentar também o comprovante de residência. Não é necessário levar fotografia.

Para emissão da segunda via, o cidadão deve acessar o site da Sefaz: www.sefaz.rr.gov.br, clicar no banner escrito “Dare Avulso” e preencher seus dados, inserir o código da Receita 8095 – Segurança Pública, depois selecione Cédula de Identidade Segunda via e confirmar.

O valor da taxa é de R$ 54,93. Com o boleto pago, o cidadão deve apresentar o comprovante juntamente com os documentos citados acima, no momento em que for solicitar a segunda via.

 

Avalie este item
(2 votos)

VAGAS DO DIA 03.03.2022

ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,ENSINO SUPERIOR EM PSICOLOGIA, DISPONIBILIDADE DE VIAGENS,TENHA CAPACIDADE DE MEDIAÇÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS,RELACIONAMENTO INTERPESSOAL,HABILIDADES E OLHAR ESTRATÉGICO.


ASSISTENTE ADMINISTRATIVO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, CONHECIMENTO EM ADMISSÃO, DEMISSÃO E PROCESSOS ADMINISTRATIVOS. CONHECIMENTO EM PACOTE OFFICE (WORD, EXCEL, INTERNET) CONHECIMENTO EM CLT E DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO.


CARPINTEIRO DE OBRAS (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TENHA TRABALHADO NA ÁREA DE CARPINTEIRO E ENSINO FUNDAMENTAL.

CONSULTOR DE VENDAS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL(APRESENTAR DECLARAÇÃO),TENHA EXPERIÊNCIA EM VENDAS,ATENDIMENTO AO CLIENTE,TRABALHAR COM VENDAS DE PNEU,TENHA CNH AB E ENSINO MÉDIO.

COORDENADOR ADMINISTRATIVO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA E ENSINO MÉDIO.

COZINHEIRO (01 VAGA) 
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA OU INFORMAL,TER LIDERANÇA,CONHECER RECEITAS,DESENVOLVER PRATOS DE COMIDA,TENHA COMPROMETIMENTO,ASSIDUIDADE E ENSINO MÉDIO.

ELETRICISTA (01 VAGA)
ENSINO MÉDIO,EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,CURSO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ALTA TENSÃO E BAIXA TENSÃO,NR 10,NR 35 E SEP, TER CNH AB, AD E DISPONIBILIDADE DE VIAGENS PARA OS MUNICÍPIOS DE RORAIMA(VILA SÃO FRANCISCO).

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE PRÉDIOS (10 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TENHA CURSO NR 10,NR 35,DESEJÁVEL EXPERIÊNCIAS EM OBRAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E ENSINO MÉDIO.

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,TER CURSO BÁSICO DE QUALIFICAÇÃO DE ATÉ 200H,NA ÁREA DE ELETRICISTA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES,TER TRABALHADO COMO ELETRICISTA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES POR UM PERÍODO MÍNIMO DE 6 MESES E ENSINO FUNDAMENTAL.

EMPREGADO DOMÉSTICO (01 VAGA)

EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, EXPERIÊNCIA EM SERVIÇOS DOMÉSTICOS COMO LAVAR,PASSAR,COZINHAR E ENSINO MÉDIO.

ESTATÍSTICO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA E ENSINO SUPERIOR COMPLETO NA ÁREA DE ESTATÍSTICA.

FOTÓGRAFO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,POSSUIR CURSO TÉCNICO OU SUPERIOR NA ÁREA DE FOTÓGRAFO E EXPERIÊNCIA.

MARMORISTA - EXCLUSIVE EMPREGADOR EM MARMORARIA (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA INFORMAL, TENHA EXPERIÊNCIA NA FUNÇÃO, TENHA DISPONIBILIDADE E ACEITAÇÃO PARA APRENDER E RECEBER INSTRUÇÕES E ENSINO FUNDAMENTAL.

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS, EM GERAL (03 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TER CURSO DE QUALIFICAÇÃO DE ATÉ 200H,TENHA EXPERIÊNCIA NA ÁREA MECÂNICA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES,TER TRABALHADO COMO MECÂNICO DE MOTORES A GASOLINA,FLEX E DIESEL E ENSINO FUNDAMENTAL.

MÉDICO VETERINÁRIO (01 VAGA)
SEM EXPERIÊNCIA, TER NÍVEL SUPERIOR COMPLETO OU FORMAÇÃO EM CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA (TECNÓLOGOS).

MESTRE DE OBRAS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TER DOMÍNIO EM TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL,VIVÊNCIA COM PROJETOS(HIDRÁULICA,ESTRUTURA,ELÉTRICA,ACABAMENTO E OUTROS,MEDIÇÕES E GESTÃO DE PESSOAS E ENSINO MÉDIO.

MOTORISTA DE AUTOMÓVEIS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,TENHA CNH AD OU AB,EXPERIÊNCIA NO MINIMO 06 MESES,CONHECER A CIDADE,EXPERIÊNCIA COM TRANSPORTE DE MATERIAIS,SER DINÂMICO,PROATIVO E ENSINO MÉDIO.

MOTORISTA ENTREGADOR (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,TENHA CURSO MOPP E CNH CAT D/E E ENSINO FUNDAMENTAL

OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS NA MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL, TER CONHECIMENTO EM HIDRÁULICA E PINTURA

OPERADOR DE RETRO-ESCAVADEIRA (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL NA ÁREA, SER PONTUAL, ORGANIZADO, TER BOM RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, ESTAR DISPOSTO A REALIZAR TAREFAS BRAÇAIS, CONHECIMENTO E CNH D OU E.

OPERADOR DE ROLO COMPRESSOR (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, DISPONIBILIDADE PARA VIAGENS (PACARAIMA) E HORÁRIOS, TENHA CNH B E ENSINO FUNDAMENTAL.


OPERADOR DE ROLO COMPRESSOR (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA INFORMAL NA ÁREA, SER PONTUAL, ORGANIZADO, TER BOM RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, ESTAR DISPOSTO A REALIZAR TAREFAS BRAÇAIS, CONHECIMENTO CNH D OU C.

OPERADOR DE TRATOR PNEU (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, ENSINO MÉDIO COMPLETO, DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO E DE VIAGENS.

PRODUTOR CINEMATOGRÁFICO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,POSSUIR CURSO TÉCNICO E/OU EXPERIÊNCIA ANTERIOR COMO PRODUTOR CINEMATOGRÁFICO E ENSINO MÉDIO.

PROMOTOR DE VENDAS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,EXPERIÊNCIA NA ÁREA COMO PROMOTOR OU REPOSITOR,TER CONHECIMENTO BÁSICO EM WORD E EXCEL,POSSUIR CNH A EM DIAS E ENSINO MÉDIO.

PROMOTOR DE VENDAS (01 VAGA)

EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,EXPERIÊNCIA NA ÁREA, TER HABILITAÇÃO CAT A,TRANSPORTE PRÓPRIO,DOCUMENTAÇÃO EM DIAS E ENSINO MÉDIO.

PSICÓLOGO DO TRABALHO (01 VAGA)
TER EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, POSSUIR ENSINO SUPERIOR COMPLETO EM PSICOLOGIA.

RASTELEIRO DE ASFALTO (02 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, ENSINO MÉDIO COMPLETO,TENHA CNH B, DISPONIBILIDADE DE VIAGENS E HORÁRIOS.

REPRESENTANTE TÉCNICO DE VENDAS (01 VAGA)
SEM EXPERIÊNCIA, ENSINO MÉDIO COMPLETO, TRANSPORTE PRÓPRIO, CNH AB E DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO.

SERRALHEIRO (04 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA NO MINIMO 06 MESES , DISPONIBILIDADE PARA VIAJAR PARA O MUNICÍPIO DO CANTÁ, ENSINO FUNDAMENTAL,CURSO NR 35 ,SER PONTUAL,ORGANIZADO,TER BOM RELACIONAMENTO INTERPESSOAL,ESTAR DISPOSTO A REALIZAR TAREFAS BRAÇAIS,CONHECIMENTO NA ÁREA DE CONSTRUÇÃO CIVIL,LIDERANÇA DE EQUIPE,CONFECÇÃO DE MATERIAL METÁLICO E CONSTRUÇÃO DE ESTRUTURA DE TELHADO.

TÉCNICO DE APOIO AO USUÁRIO DE INFORMÁTICA (HELPDESK) (08 VAGAS)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA, TER EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA, TER CURSO DE INFORMATICA E ENSINO MÉDIO.

TÉCNICO DE REDE (TELECOMUNICAÇÕES) (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA E POSSUIR FORMAÇÃO TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA NA CARTEIRA,EXPERIÊNCIA NA ÁREA,TENHA HABILIDADE EM INTERAGIR COM PESSOAS,PARA ATUAR EM CAMPO E ENSINO SUPERIOR.

VENDEDOR INTERNO (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,TENHA CONHECIMENTO EM VENDAS DE PNEUS,SERVIÇOS AUTOMOTIVOS,INFORMÁTICA BÁSICA(PACOTE OFFICE),DISPONIBILIDADE DE HORÁRIO,POSSUIR CNH B E ENSINO MÉDIO.

VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,ENSINO SUPERIOR EM PSICOLOGIA, DISPONIBILIDADE DE VIAGENS,TENHA CAPACIDADE DE MEDIAÇÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS,RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, HABILIDADES E OLHAR ESTRATÉGICO.

EMPACOTADOR, A MÃO (02 VAGAS)
SEM EXPERIÊNCIA E ENSINO FUNDAMENTAL.

MOTORISTA ENTREGADOR (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL,TENHA CURSO MOPP E CNH CAT D/E E ENSINO FUNDAMENTAL.

OFICIAL DE SERVIÇOS DIVERSOS NA MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL E ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO.

OFICIAL DE SERVIÇOS DIVERSOS NA MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES (01 VAGA)
EXPERIÊNCIA INFORMAL E ENSINO FUNDAMENTAL.

OPERADOR DE VENDAS (LOJAS) (01 VAGA)
SEM EXPERIÊNCIA COMPROVADA NA CARTEIRA,O CARGO É VOLTADO PARA ÁREA DE VENDAS, ATENDIMENTO AO CLIENTE, CAIXA E ORGANIZAÇÃO E ENSINO MÉDIO.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA CADASTRO E ATUALIZAÇÃO:

- CASO TENHA CURSOS DE QUALIFICAÇÃO, APRESENTAR CERTIFICADO.
- CARTEIRA DE TRABALHO (COM PIS PASEP).
- COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA (ATUALIZADO).
- CURRICULUM.
- RG E CPF.
- NO CASO DAS PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS, APRESENTAR LAUDO ATUALIZADO.

PARA MAIS INFORMAÇÕES, PROCURAR O SINE SALA 25, NA SETRABES, DAS 7H30 ÀS 13H30.

Quarta, 02 Março 2022 19:16

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 401.753 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 153.833 foram confirmados, sendo 30.219 por RT-PCR e 123.614 por teste rápido, 247.920 descartados, sendo 67.023 por RT-PCR e 180.897 por teste rápido e 2.134 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.195 em Alto Alegre, 1.252 no Amajari, 118.581 casos foram notificados em 1Boa Vista, 2.867 em Bonfim, 3.657 no Cantá, 3.082 em Caracaraí, 2.454 em Caroebe, 1.564 em Iracema, 2.879 em Mucajaí, 982 em Normandia, 2.756 em Pacaraima, 3.887 em Rorainópolis, 1.924 em São João da Baliza, 879 em São Luiz e 1.331 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.655 em Alto Alegre, 2.392 em Amajari, 194.214 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.372 em Bonfim, 4.085 no Cantá, 4.091 em Caracaraí, 2.883 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 3.852 em Mucajaí, 1.060 em Normandia, 7.750 em Pacaraima, 6.293 em Rorainópolis, 3.027 em São João da Baliza, 1.974 em São Luís e 777 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.134 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.614 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 44 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 51 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 13 de São Luiz e 22 de Uiramutã.

Além disso, 150.262 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.131 em Alto Alegre, 1.224 em Amajari, 115.813 são de Boa Vista, 2.802 de Bonfim, 3.569 no Cantá, 3.011 em Caracaraí, 2.398 em Caroebe, 1.541 em Iracema, 2.813 em Mucajaí, 901 em Normandia, 2.699 em Pacaraima, 3.788 em Rorainópolis, 1.903 em São João da Baliza, 853 de São Luiz e 1.308 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.