Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de divulgar a produção de conhecimentos pedagógicos e científicos, a Escola Estadual São Vicente de Paula realiza o “Projeto Litermática” para os alunos do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental. A culminância das atividades ocorre nesta quarta-feira, 19, das 7h30 às 11h45 e das 13h30 às 17h45.

“O projeto busca promover uma prática metodológica diferenciada, gerada a partir do envolvimento teórico e prático de nossos alunos no campo do conhecimento matemático e literário”, explicou a coordenadora pedagógica da escola, Marilena Fernandes.

O projeto envolve as disciplinas de Língua Portuguesa, Educação Física, Arte, Matemática e Língua Inglesa. Em cada matéria é trabalhado um aspecto diferenciado durante a execução das atividades. “Essas matérias são de fundamental importância para o contexto da aprendizagem. Cabe aos professores buscarem possíveis maneiras para trabalhar o ensino, propiciando uma aprendizagem significativa”, disse, Marilena.

No projeto, serão homenageados compositores como Alceu Valença, Gilberto Gil, Cazuza, Luiz Gonzaga, Cássia Ellen e Elis Regina. Entre as atividades desenvolvidas pelos alunos estão escrita da biografia do compositor, criação do mascote do artista ou música que será apresentada, grito de guerra, criação de jogos matemáticos e instrumentos musicais com materiais recicláveis.

Para a execução das atividades foi desenvolvida uma gincana, onde cada prática contará pontos. Durante o evento será somada a pontuação de cada turma e os vencedores ganharão troféu e um passeio.

“Durante o desenvolvimento das atividades, percebemos que houve uma maior interação dos alunos nas disciplinas. Eles têm trabalhado melhor em grupo. Além disso, conhecem melhor os nossos compositores brasileiros”, ressaltou a coordenadora.

LITERMÁTICA - É desenvolvido pela escola desde 2011, ou seja, está é a VIII edição do projeto e tem como tema: "Construindo valores, transformando atitudes". O projeto é trabalhado com a prática de ação pedagógica, que visa proporcionar a interação do conhecimento entre as disciplinas, oportunizando aos alunos uma visão mais ampla do conhecimento científico.

“As disciplinas trabalhadas fazem um redirecionamento na dinâmica das aulas com práticas diferenciadas, que possam proporcionar curiosidades, estímulos e desejos de buscar novos conhecimentos”, explicou Marilena.

A Escola São Vicente de Paula está localizada na Avenida Nossa Senhora da Consolata, 2772, bairro São Vicente, em Boa Vista. Atualmente são atendidos 492 alunos na modalidade de Ensino Fundamental.

Avalie este item
(0 votos)

A criação da Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa em Roraima), anunciada pelo governador do Estado Antonio Denarium, vai principalmente ampliar a oferta de vagas de emprego em Roraima para jovens empreendedores.

Nesta terça-feira, 18, o governador se reuniu com o vice-presidente do Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa), Fábio Guedes, e com o desembargador do Estado do Paraná e também proprietário da Cescage (Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais), Fagundes Cunha.

Eles discutiram os próximos passos a partir do anúncio da criação da Faperr, feito durante o Workshop de Desafios e Perspectivas das Políticas de Amparo à Pesquisa em Roraima, ocorrido na segunda-feira, 17, bem como ações de desenvolvimento para o Estado no âmbito do agronegócio e educação empreendedora.

“Com a Faperr vamos estimular a inovação, tecnologia, visando principalmente jovens empreendedores. Estamos também trabalhando para atrair investidores com novas tecnologias, ampliar a oferta de vagas de emprego de Roraima, e consequentemente aumentar a renda e a qualidade de vida dessas pessoas”, pontuou Denarium.

O vice-presidente do Confap, Fábio Guedes, frisou que Roraima tem um cenário positivo para este tipo de investimento. “Estamos muito otimistas. Roraima deu um grande passo em criar a Faperr porque é o único Estado do país que não conta com uma Fundação. Então a partir disso, haverá uma interligação entre os governos Federal e Estadual”, disse.

Para Fagundes Cunha, a Faperr abre portas para novas parcerias e projetos que vão fomentar a produção a partir de pesquisas.

“Já estamos trabalhando para desenvolver ações e produções de leite, bem como intensificar a exportação de carne bovina e pescado. Nosso objetivo é trabalhar com o agronegócio tanto com produção quanto com qualificação, por isso, uma das metas é instalar um colégio técnico agrícola. São muitas ações que pretendemos desenvolver em parceria com o Governo”, afirmou.

Avalie este item
(0 votos)

O governador de Roraima Antonio Denarium, anunciou nesta segunda-feira, 17, durante Workshop, o painel ‘Desafios e Perspectivas das Políticas de Amparo à Pesquisa em Roraima’ a criação da Faperr (Fundação de Amparo e Pesquisa de Roraima) que dará suporte técnico às ações de pesquisa para toda a comunidade científica de Roraima.

O evento ocorreu no auditório do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) com as instituições de ensino superior de Roraima apresentando os resultados positivos das pesquisas na área de Ciência, Tecnológico e Inovação em Roraima.

“É um momento importante a formação do grupo de trabalho, onde o Governo de Roraima firma uma parceria com as intuições de ensino superior do Estado para a criação do Parque tecnológico de Roraima. Dessa forma, vamos criar também o fundo de amparo à pesquisa para que tenhamos algumas ações tecnológicas para aumentar a produção e criar soluções técnicas que possam aumentar a produtividade em Roraima’, disse Antonio Denarium.

O presidente do IACTI (Instituto de Amparo Ciência e Tecnologia e Inovação) Aluízio Nascimento, ressaltou a necessidade de o Estado fazer parte do Confap com a criação da Faperr.

"Roraima era o único Estado que ainda não tinha uma Fundação de Ampara à Ciência e Tecnologia. Esse é um compromisso do governador Antonio Denarium, esse é o nosso compromisso para que o Estado possa avançar. Então estamos dando um passo muito importante que vai beneficiar toda sociedade", ressaltou Nascimento.

De acordo com o presidente do Confap (Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa), Edvaldo Vilela, sem educação, ciência e tecnologia não haverá desenvolvimento.

“Educação, Ciência e Tecnologia são a base para o desenvolvimento. E nosso problema no Brasil é a falta de desenvolvimento. A criação de amparo em Roraima vai suscitar uma discussão que vai levar as instituições e pessoas a terem um coletivo. Roraima tem hoje, uma discussão muito especial encaminhada pelo governador, que luta com muita dignidade para vencer todas as dificuldades e dar um futuro para Roraima”, explicou.

COMUNIDADE ACADÊMICA - A ideia do Workshop foi de sensibilizar as autoridades locais sobre a importância da manutenção e aprovação de projetos de pesquisas na área de Ciência Tecnologia e Inovação em Roraima.

O encontro contou ainda com a presença dos representantes do IFRR (Instituto Federal de Roraima), INPA (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), UERR (Universidade Estadual de Roraima), UFRR (Universidade Federal de Roraima), e Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Na oportunidade os representantes de cada instituição reforçaram a necessidade de apoio para a manutenção de projetos no campo do científico.

“É um momento muito importante não somente para a Universidade apresentar os dados que vêm desenvolvendo no campo da pesquisa, mas para que a comunidade entenda a importância da Fundação de Amparo à Pesquisa como uma ferramenta para o desenvolvimento do nosso Estado”. declarou Jeferson Fernandes reitor UFRR.

Para o vice-presidente do Confap, e presidente da Fapeal (Fundação de Amparo e Pesquisa de Alagoas), Fábio Guedes, a criação da Fundação é um sonho aguardado pela comunidade científica do Estado de Alagoas e Roraima.

“É uma vitória da comunidade científica, isso vai incrementar as relações da comunidade científica e das instituições com o Governo do Estado. Vai atrair também para Alagoas, programas importantes no cenário Nacional. Além disso, Roraima pode contar através da Faperr com um aporte substancial de instituições internacionais. É importante a criação dessa Fundação, porque uma vez fazendo parte do Conselho ela pode incrementar e fazer a interligação no plano nacional”, declarou Guedes

 

Avalie este item
(0 votos)

Com uma configuração de rede própria monitorada por especialistas na área de TI (Tecnologia da Informação), os serviços do Posto Avançado de Pacaraima já estão funcionando de forma on-line.

Com isso, quem mora no município já conta com a emissão da Carteira de Identidade mais ágil. A entrega do RG que levava em média 40 dias, agora a previsão do documento está pronto é de 10 dias úteis.

O RG será disponibilizado na sede da Defensoria, Rua Ester de Oliveira Seabra, 684, Centro, que passa a atender o cidadão de forma on-line e com a foto impressa direto na carteira, para evitar fraudes. 

O serviço foi possível por conta de uma parceria entre a Polícia Civil, através do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz) com a DPE (Defensoria Pública do Estado).

De acordo com o diretor do IIOC, Amadeu Triani, os próximos municípios que terão os serviços modernizados serão Mucajaí e Alto Alegre.

“A previsão é que todos os municípios de Roraima ofereçam os serviços do Instituto de forma on line, agilizando os atendimentos e garantindo comodidade a população”, complementou Triani.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS - A primeira via do RG é gratuita. Para emitir a segunda via é preciso apresentar os documentos originais e cópias da Certidão de Nascimento para solteiro e se casado a Certidão de Casamento.

O Brasileiro Naturalizado tem que apresentar o Certificado de Naturalização ou o Diário Oficial da União com a publicação da Naturalização. Além dos documentos citados, é preciso pagar uma taxa no valor da taxa R$45,14. A taxa é emitida pela Sefaz (Secretaria de Fazenda) no endereço eletrônico www.sefaz.rr.gov.br, código da Receita 8095.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de valorizar os escritores locais, promover a interação dos alunos com os mesmos, e estimular a prática da leitura, a Escola Estadual Doutor Ulysses Guimarães realizará nesta quarta-feira, 19, a VIII Gincana Literária com o tema ‘Autores em terra de Makunaima’. O evento ocorre na quadra poliesportiva das 8h às 12h e das 14h às 18h.

“Essa é uma forma de ampliar os conhecimentos dos alunos, despertando a curiosidade e o desejo de ler obras literárias regionais”, disse uma das coordenadoras do evento, professora Jeane Oliveira.

As provas antecipadas da Gincana vêm sendo realizada desde 22 de abril sob a orientação dos professores conselheiros de cada turma. Entre as atividades desenvolvidas estão, venda de rifa, para custeio de novos livros para a sala de leitura, confecção de mural com vida e obra do autor defendido, sensibilização de novos alunos para frequentar a sala de leitura.

Além de produção de painel de tecido que represente uma obra, entrevista com o autor defendido, torcida identificada, grito de guerra em forma de paródia, apresentação teatral, melhor torcida organizada e torta na cara com perguntas sobre os autores defendidos.

Os estudantes trabalharam obras de autores como Zezé Maku, Ricardo Dantas, Eli Macuxi, Marcela Monteiro, José Vilela, Leo Cruz, Tanner Menezes, entre os outros. Haverá ainda um momento de interação entre os estudantes e os escritores regionais. 

“Durante o desenvolvimento das atividades, as turmas serão avaliadas e assim acumularão pontos. No final da gincana iremos somar os pontos e apresentar as turmas vencedoras”, explicou Jeane.

ESTÍMULO À LEITURA- Desde o inicio da gincana, houve um aumento dos alunos cadastrados na Sala de Leitura da escola. No primeiro bimestre, apenas 189 alunos compareceram ao ambiente. Já no segundo bimestre 290 realizaram o cadastro.

“A Sala de Leitura é um dos ambientes mais importantes da escola e após o início da Gincana houve um interesse maior por parte dos estudantes. Nós ficamos muitos felizes que eles estejam interessados em ler”, salientou a coordenadora.

A Gincana é desenvolvida pela sala de leitura da escola desde 2011. Atualmente está sob a coordenação das professoras mediadoras da Sala de Leitura Jeane, Ronilda Rodrigues e do coordenador pedagógico Leonilto Cruz.

A turma vencedora da Gincana receberá medalha e uma tarde de lazer no shopping com direito a cinema. “A turma escolherá o filme com classificação para idade deles. Essa é uma premiação que os alunos gostam e é maneira também de incentivá-los a participar da gincana”, disse a coordenadora.

A escola Doutor Ulysses Guimarães está localizada na Rua Jerusalém, 833, bairro Doutor Silvio Botelho e atende 850 alunos no Ensino Fundamental.

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde) promoveu nesta segunda-feira, 17, uma oficina sobre o Programa Crescer Saudável e a Rede de Atenção ao Sobrepeso e Obesidade no Estado de Roraima, por meio da NAPAN (Núcleo de Ações Programáticas de Alimentação e Nutrição), no auditório do Núcleo Estadual do MS (Ministério da Saúde).

O evento reuniu profissionais da atenção básica de todos os municípios, além de representantes de departamentos da Sesau, instituições ligadas à saúde, de ensino superior privado e órgãos públicos de justiça, para discutir ações articuladas desse projeto à prevenção, controle e tratamento da obesidade infantil.

Palestrante do evento, a representante do MS, Isabel Dienfenthaler, explicou que, com o Crescer Saudável, o Ministério busca articular um conjunto de ações a serem implementadas na rede de atenção básica do SUS (Sistema Único de Saúde), a fim de monitorar o crescimento e desenvolvimento das crianças.

“Estamos solicitando aos profissionais que trabalhem junto às crianças com ações, brincadeiras e atividades físicas, entre outros, que as façam entender a importância da alimentação saudável”, afirmou.

Por meio de pesquisas e artigos, o MS percebeu que o ambiente escolar é o melhor local para a linha de frente do combate à obesidade infantil. Com esse contraponto e a implementação efetiva do Crescer Saudável, estão sendo trabalhadas oficinas nos Estados para que os profissionais envolvidos com o programa possam desenvolver as ações junto ao público-alvo.

“Precisamos de uma intersetorialidade para que seja feita essa articulação no território nacional, a fim de que a complexidade dos determinantes da obesidade infantil seja enfrentada”, pontuou Isabel.

A nutricionista Andressa Dabela participou do evento e ressaltou que a discussão auxilia na desconstrução de pensamentos. “Essa oficina vem para te dar um novo suporte, uma abertura para trabalhar e interagir com outros grupos e, assim, ver melhor os resultados”, disse.

A PROGRAMAÇÃO – Nesta terça-feira, 18, a equipe da Cgab (Coordenação Geral de Atenção Básica), em colaboração com a SMSA/BV (Secretaria Municipal de Saúde) e técnicos da CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) e do HGR (Hospital Geral de Roraima) visitarão as duas unidades estaduais, os postos de saúde Olenka Macellaro e Mariano de Andrade, além do Cernutri (Centro de Recuperação Infantil).

O objetivo dessa vistoria in loco é avaliar o serviço ofertado ao paciente com sobrepeso e obesidade em Roraima, para subsidiar a elaboração do plano de ação para organização da linha de cuidado desse público na rede de atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas.

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium esteve, na manhã desta segunda-feira, dia 17, na Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Na oportunidade, ele conversou com servidores e os gestores da pasta e ouviu as demandas de cada setor. Ele colocou como principal foco para o desenvolvimento do setor primário o combate à mosca da carambola, além de levantamento de patrimônio e a retomada de ações que estimulem a produção de alimentos.

“Estivemos na Seapa, onde passamos de sala em sala conversando com os servidores e levantando a demanda de cada setor. Um dos nossos principais objetivos é resolver o problema da mosca da carambola, inclusive quarta-feira, dia 19, estarei em Brasília, em uma reunião no Ministério da Agricultura, onde vou explicar nossa situação e buscar soluções”, disse o governador Antonio Denarium.

Outra demanda que deve ser tomada como prioridade é o levantamento do patrimônio da Seapa. Muitos veículos que poderiam estar auxiliando o pequeno produtor, como caminhões e tratores, estão cedidos para associações e cooperativas, que por falta de recursos e até mesmo de cuidados, não fizeram manutenção, o que colaborou para uma deterioração precoce. 

“Nos lugares corretos, esses veículos podem auxiliar o homem do campo e fomentar a produção de alimentos, gerando emprego e renda”, declarou o governador.

Para estimular a produção, o governador pretende retomar o atendimento aos produtores com cedência de tratores, implementos, sementes e adubos. “São ações para estimular a produção de alimentos, não podemos mais vivem em um Estado onde a Secretaria de Agricultura não esteja funcionando. Nosso objetivo é fazer um trabalho conjunto entre secretários e servidores, fazendo levantamento das demandas e que o benefício possa chegar a cada produtor”, declarou.

O titular da Seapa, Emerson Baú, afirmou que a presença do governador Antonio Denarium é de suma importância para o fortalecimento dos trabalhos. “Isso nos dá respaldo. Aproveitamos para fazer uma apresentação do planejamento do que nós estamos trabalhando, o que fizemos esses meses à frente da pasta e o que pretendemos trabalhar no futuro, fortalecendo o homem do campo, a agricultura familiar, empresarial e indígena, para que Roraima desenvolva e consiga caminhar a passos largos para um futuro com qualidade de vida”, pontuou o secretário.

Avalie este item
(0 votos)

Os 740 estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional Professor Antônio de Pinho Lima, localizado no bairro Caranã, retornam às salas de aula nesta terça-feira (18), nos três turnos: matutino, vespertino e noturno.

O Centro oferece cursos presenciais de Formação Inicial Continuada e Cursos Técnicos de Nível Médio nas formas subsequente e concomitante. Atualmente o Centro oferta nove cursos técnicos profissionalizantes: Técnico em Móveis; Manutenção Automotiva; Manutenção e Suporte de Informática.

E ainda Refrigeração e Climatização; Segurança no trabalho; Agroindústria; Recursos Humanos; Serviços Jurídicos e Cuidados de idosos.

Os cursos têm a duração de um ano e meio e a carga horária varia de 1.400 a 1.800 horas.

Os estudantes também precisam cumprir uma carga horária de estágio para concluir o curso. Hoje a unidade de ensino conta com a parceria de 72 empresas locais para a realização dos estágios.

“O Centro tem colocado profissionais no mercado de trabalho para atuação nas mais diversas áreas, contribuindo com a economia de nosso Estado”, destacou Rosimery Cabral de Lima, diretora da Unidade.

Recentemente, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) realizou processo seletivo para a contratação de docentes para atuação no Centro. O certame já foi finalizado e foram contratados 20 profissionais.

A unidade de ensino profissionalizante conta hoje em termos de estrutura, sete laboratórios, nove salas de aula, auditório com capacidade para 144 pessoas, biblioteca além de um pavilhão administrativo.

O Centro Estadual de Educação Profissional Professor Antônio de Pinho Lima está localizado na Avenida Chile n° 593, bairro Caranã.

Avalie este item
(0 votos)

Com o tema “Políticas de Amparo à Pesquisa – Contextualização e Planejamento Estratégico”, o Workshop promovido pelo Grupo de Trabalho do Parque Tecnológico, nesta segunda-feira (17), tem o objetivo de criar uma FAP (Fundação de Amparo a Pesquisa) em Roraima. O encontro ocorreu no auditório do Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

O evento conta com a participação do IACTI (Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação), e com a presença do presidente da Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Ciência), Evaldo Vilela.

Para ele, Roraima é considerado um grande potencial para pesquisas inovadoras e que é necessário investir em ciência e tecnologia para o desenvolvimento do Estado.

“Precisamos agregar a essas ações em curso a ciência e a tecnologia da inovação. Fazer uso do conhecimento para evoluir. Estamos aqui hoje com essa motivação para criar uma Fundação de Amparo a Pesquisa no Estado. O compartilhamento de ideias, de ações vai estar a disposição de Roraima”, enfatizou.

O presidente do IACT Aluízio Nascimento lembrou que Roraima é o único Estado do País que não possui uma FAP e disse que investir em tecnologia faz parte do projeto do governo de Roraima de médio a longo prazo “Roraima 2030”. Segundo ele, não tem como falar em desenvolvimento e  não falar em ciência da tecnologia.

“Todo esse trabalho é para que a gente construa com várias mãos essa FAP e que faça com que toda a população ganhe. Temos mais de 20 mil pessoas fazendo faculdades e temos que gerar expectativa para que essas pessoas melhorem”, enfatizou.

Aluízio destacou que o Estado tem uma população acadêmica muito grande, trazer uma fundação para incentivar as pesquisas vai fazer com que o Estado atraia mais investidores e que os talentos formados em Roraima fique no Estado.

“Hoje nós temos várias pessoas querendo fazer pós-graduação, mestrado, doutorado e nós temos quer intensificar isso. Com isso o Estado cresce e fica cada dia melhor”, complementou.

Membro do Grupo de Trabalho, Alexandre Henklein Fonseca, frisou que Roraima precisa ter uma estruturação de pesquisa para, assim, receber recursos e gerar desenvolvimento na área.

"O objetivo é fazer um diagnóstico e planejamento estratégico orientado para implantação de uma fundação de amparo à pesquisa em Roraima. E todos que fazem parte do Grupo de Trabalho se reuniram para debater os rumos da pesquisa no Estado”, disse.

Conforme estudos do Grupo de trabalho, se estima que somente nos últimos quatro anos Roraima deixou de captar cerca de R$ 20 milhões em recursos para ciência e tecnologia pela ausência de uma Fundação.

Henklein acrescentou que estudos internacionais evidenciam que, a cada dólar de investimentos em pesquisa são gerados seis dólares em crescimento econômico, no mínimo nosso PIB (Produto Interno Bruto) teria crescido mais R$ 120 milhões.

Além do Iact, fazem parte do Grupo de Trabalhos o FCTI (Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Faculdades Cathedral, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Faerr/Senar (Federação de Agricultura e Pecuária/ Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), IFRR (Instituto Federal de Roraima).

Bem como o Mapa (Ministério da Agricultura e Abastecimento), Sistema OCB-RR (Organização das Cooperativas do Brasil), Uerr (Universidade Estadual de Roraima), UFRR (Universidade Federal de Roraima), Unirr (União dos Empreendedores de Roraima), Seapa (Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Seplan (Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento).

SERVIÇO - A programação continua, às 18h, onde a comunidade acadêmica terá oportunidade de conhecer os resultados das pesquisas do IFRR (Instituto Federal de Roraima), INPA (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), UERR (Universidade Estadual de Roraima), UFRR (Universidade Federal de Roraima), e Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Casa Civil, está oferecendo neste fim de semana, dias 15 e 16, aos moradores do bairro Senador Hélio Campos e da vizinhança o curso Artes com Balões. As atividades começaram na manhã deste sábado e estão ocorrendo na Casa do Cidadão, localizada na Avenida Izídio Galdino da Silva.

O diretor-geral da Casa do Cidadão, Shaolyn Gomes, destacou os serviços ofertados na unidade. “Estamos funcionando de segunda-feira a sexta-feira, em horário comercial, com expedição de primeira e segunda via da Carteira de Identidade, atendimento com a Defensoria Pública e marcação de exames”, disse e acrescentou que, até o fim do ano, pretende ampliar os serviços “Pretendemos trazer para dentro da Casa outras instituições para que o cidadão possa ser melhor assistido”, afirmou.

Ele ressaltou que nos fins de semana está buscando realizar novas atividades, a exemplo do curso de Arte com Balões. “Há 15 dias trouxemos o curso de arte em flores. A ideia é oferecer outros cursos, para que a população possa se sentir em casa”, disse.

A instrutora do curso Arte com Balões, Ivonete Oliveira, explicou que são quatro anos dedicados ao aprendizado. “Comecei fazendo cursos de arte com balões e, este ano, tive a iniciativa de repassar esse conhecimento para a população, com o objetivo de ensinar pessoas que gostam de fazer a festinha do seu filho, da família em casa, mas não tem condições financeiras para pagar uma decoradora profissional”, frisou.

É o segundo curso que ministra. O primeiro foi em Nova Colina, em Rorainópolis, e ela já se prepara para retornar ao município nos dias 6 e 7 de julho para mais uma oficina. “A intenção e que as pessoas aprendam a manusear o balão e fazer as esculturas. São esculturas diversas, flores, guirlandas, jardins, entre outras”, disse e adiantou que nesse curso vai trabalhar com a temática de São João.

Para a corretora de imóveis Leonora Pinheiros, uma das participantes do curso, é uma ótima oportunidade para adquirir novos conhecimentos na área de decoração de festas.

“Eu vim, porque lá em casa sempre tem festinhas de aniversários e a gente paga para ornamentar. Vim para obter conhecimento, conhecer a técnica para fazer em casa e, quem sabe, trabalhar no futuro com ornamentação que eu gosto”, explicou.

PALESTRA MENTE E CÉREBRO

Outra ação que ocorreu na manhã deste sábado, 15, na Casa do Cidadão foi a palestra Mente e Cérebro, ministrada pelo secretário estadual de Comunicação Social, Marcos Marques.

“É um projeto da Comunicação Social do Governo do Estado de trazer o entendimento de como funciona o cérebro, como funciona a mente, e, como podemos usar as emoções diante do nosso trabalho, no dia a dia. No momento em que a gente vive em um mundo cheio de depressão, de ansiedade, fazer as pessoas entenderem o quanto é importante se ter uma mente saudável”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

A equipe do Resgate do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima auxiliou, no início da tarde desta sexta-feira (14), mais um parto durante o deslocamento para o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth.

A equipe foi acionada por volta das 13h para a ocorrência no bairro Liberdade. Chegando ao local, os bombeiros militares verificaram que a mãe já estava em trabalho de parto, porém, sem forças e com pouca dilatação.

A equipe comandada pelo sargento De Deus, e tendo como auxiliares os soldados Fernando e Wagner, deu início aos procedimentos para a realização do parto, mas devido às complicações deslocou à Maternidade.

Quando a ambulância se encontrava próximo a avenida Venezuela, a mãe voltou a ter fortes contrações. Os bombeiros pararam a viatura e novamente iniciaram os procedimentos de auxílio ao parto, desta vez com sucesso.

Após 25 minutos, nasceu o primeiro bebê da haitiana Yselanda Thelusma, de 18 anos, uma menina.

Após o parto, mãe e filha foram levadas em segurança à Maternidade, para os procedimentos médicos.

Avalie este item
(0 votos)

Para comemorar o Dia Mundial e Estadual do Doador de Sangue celebrado nesta sexta-feira, 14, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) realizou programação especial para os doadores.

Além de realizar apresentações culturais e um simpósio sobre doação de sangue e cadastro de medula óssea, a unidade recebeu o apoio de instituições de ensino superior, que ofereceram sessões de massagem, higienização facial e corte de cabelo durante a Semana Estadual do Doador.

“As pessoas devem pensar no próximo e doar sangue, pois alguém próximo ou da família pode vir a precisar dessa doação. É bom vir fazer a doação para ajudar a salvar a vida das pessoas”, afirmou Luana Teles, que doou pela primeira vez.

Apesar da mobilização, o reforço obtido em algumas tipagens e o aumento no número de doadores durante a Semana, o banco de sangue continua em níveis críticos para todas as tipagens, principalmente nos fatores RH O- e O+.

“É preciso que as pessoas compreendam que não há outra opção para se conseguir sangue, produto vital para quem está nos hospitais. A população precisa doar”, pontuou Edna Félix, assistente social da unidade.

COMO DOAR – Para ser um doador, a pessoa deve estar bem de saúde e pesar mais que 50kg. No caso de adolescentes a partir de 16 anos de idade, é necessário o acompanhamento dos pais ou responsável legal. Para quem já é doador assíduo, a idade permitida é até 69 anos.

No ato da doação, é preciso levar um documento oficial com foto, estar bem alimentado, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas ou ter fumado nas últimas duas horas e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

O Hemoraima funciona de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h. A área de coleta está funcionando em um prédio anexo à unidade, na Rua Amsterdã, no bairro Aeroporto, ao lado do PAAR (Pronto Atendimento Airton Rocha). O doador também pode agendar a coleta pelo telefone (95) 2121-0874.

Avalie este item
(0 votos)

“Prevenção ao Estresse e Síndrome de Burnout" foi o tema abordado em uma roda de conversa pela equipe do CQV (Centro de Qualidade de Vida), nesta sexta-feira, 14, junto aos peritos criminais do IC (Instituto de Criminalística) de Roraima.

A iniciativa dá continuidade ao ciclo palestras que visam prevenir, identificar e posteriormente acompanhar os diagnósticos de estresse no trabalho. O trabalho é realizado pelo NSAP (Núcleo de Saúde e Atenção Psicossocial) da PCRR (Polícia Civil de Roraima), em conjunto com o CQV, gerenciado pela APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago).

De acordo com a psicóloga do CQV, Mônica Lopes, ações como esta são importantes para quem atua com um nível de estresse alto ou com constantes situações de vulnerabilidade. "Nosso trabalho é focado nos sintomas do estresse e Síndrome de Burnout, quais suas causas, como identificá-las e diferenciá-las", destacou Mônica Lopes.

Conforme o diretor do Instituto, Stefanni Ribeiro, a profissão de perito criminal é uma das mais propensas a desenvolver problemas, principalmente psicológicos. “Diversos estudos científicos já comprovam que ao longo dos anos esse tipo de contato diário com cenas de crimes causa, em um percentual significativo, diversos problemas nesses profissionais”, afirmou.

Ele ressaltou que em alguns casos um perito pode desenvolver mais de uma doença devido ao estresse no trabalho. “As cenas de crime nos acompanham mesmo após sairmos do trabalho e, às vezes, é impossível esquecer. Então vejo de uma importância sem igual no trabalho do CQV, uma vez que podemos falar abertamente sobre o estresse e assim prevenir, identificar e, se diagnosticado, até encaminhar esse perito para um tratamento”, reforçou Ribeiro.

A Síndrome de Burnout - Trata-se de um termo psicológico que se refere à exaustão prolongada e à diminuição do interesse em trabalhar, considerada um grande problema no mundo profissional da atualidade. O termo Burnout é utilizado quando o motivo primário do esgotamento está correlacionado com a atividade/ambiente profissional. Já o estresse pode aparecer em vários contextos.

Desde o início do ano, já foram realizadas cinco rodas de conversas nas unidades policiais, sendo duas na DEAM (Delegacia Especializa de Atendimento à Mulher), uma na DGH (Delegacia Geral de Homicídios) e duas no IC (Instituto de Criminalística).

Todo profissional de segurança que estiver precisando de suporte para uma melhor qualidade de vida em relação aos problemas enfrentados no trabalho, pode procurar o CQV, que conta com atendimento de psicólogos e assistentes sociais.

A convite do Governo de Roraima, um grupo de investidores de Minas Gerais, liderado pelo presidente da Aprosoja-MG (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Minas Gerais), Wesley Barbosa, esteve nesta quinta-feira, 14, no Estado para conhecer as potencialidades do setor primário.

Ao longo do dia, o grupo, composto por 12 investidores, visitou propriedades que são referência na produção de grãos e na pecuária em Roraima. Barbosa relatou que veio a Roraima a pedido do governador Antonio Denarium, que conheceu em um evento em Brasília.

Segundo ele, o que mais chamou atenção foi o fato de o Estado produzir na entressafra brasileira e as condições geográficas favoráveis como o relevo, clima e a possibilidade de alcançar grandes mercados por meio do porto de Linden, na Guiana, que vai mudar para melhor o panorama logístico do Estado quando a pavimentação da estrada que liga Roraima a Georgetown, capital do País vizinho, estiver concluída.

Após as visitas, o governador Antonio Denarium recebeu o grupo de investidores no Palácio Senador Hélio Campos. O encontro contou com a presença dos secretários do IACTI (Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Roraima) Aluízio Nascimento, da Seapa, (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) Emerson Baú, do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima) Márcio Grangeiro, da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) Gelb Platão, e da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) Ionilson Sampaio.

Na ocasião, Antonio Denarium disse que o Governo de Roraima apoia e trabalha pelo crescimento e desenvolvimento econômico do Estado. "Esse é um momento muito importante para o crescimento econômico do Estado. Esse grupo de investidores de Capinópolis veio para conhecer o nosso potencial e posteriormente trabalhar na produção de grãos, frutas e carnes", adiantou.

O governador destacou ainda as qualidades e benefícios para os produtores que têm interesse em investir no agronegócio. "Estamos em uma região estratégica no Brasil, que além de propícia para a exportação, oferece boas condições climáticas para o plantio na entressafra", explicou Denarium.

Os investidores visitaram várias propriedades e ficaram impressionados com o potencial agrícola da região. "Estamos surpresos com o que Roraima tem a nos oferecer. Mas o principal de tudo é o governador apoiar o homem do campo, isso demonstra o compromisso com o agronegócio", ressaltou o presidente da Aprosoja, Wesley Barbosa.

“Tivemos a oportunidade de ver o potencial produtivo do Estado que é uma nova fronteira agrícola. Os produtores que têm interesse de aumentar a sua produtividade, alavancar a produção de soja, tem aqui em Roraima um enorme potencial para isso. Convido a todos que tiverem interesse para que venham conhecer, ver de perto”, declarou Barbosa.

Para o produtor de soja, milho e pecuarista, José Maximiano, de Minas, a visita ao Estado superou as expectativas do grupo. “A visão que tínhamos era de um Estado muito atrasado. Mas vimos que Roraima está com um bom desenvolvimento. Fiquei muito satisfeito e surpreendido com o crescimento da região, principalmente no setor agropecuário”, destacou.

POTENCIAL – Roraima é um Estado com grande potencial agropecuário. Para alavancar o setor primário, o Governo do Estado tem feito uma série de investimentos pontuais como a regularização fundiária, combate a pragas e doenças que afetam plantações e rebanhos, atendimento ao agricultor familiar por meio de assistência técnica, entre outras ações.

Porém, para o desenvolvimento efetivo com o surgimento de agroindústria e maior geração de emprego e renda, é necessária a participação da iniciativa privada. O titular da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Emerson Baú, explicou que uma das maneiras de impulsionar o crescimento do setor é atraindo investidores.

“Essa é uma determinação do governador Antonio Denarium. Além deste grupo de Minas Gerais, já recebemos investidores do Paraná, alguns inclusive já compraram terras aqui e já estão em produção. Essas viagens são importantes porque além de trazer novos investidores, economicamente é a maneira mais fácil que temos de trazer novas tecnologias e conhecimento de produtores com expertise de outras localidades que já experimentaram o desenvolvimento”, disse.

O secretário da Seapa frisou também que essa é uma estratégia econômica. “A busca por estes investidores, não é apenas pela questão da venda e da produção propriamente dita, mas para reforçar o conhecimento prático que existe dos produtores locais, que já têm uma grande vantagem por conhecerem a nossa realidade. Já esses produtores de fora eles conhecem as melhores práticas. Com isso, conseguimos fazer uma sinergia de melhores práticas adequadas a Roraima”, pontuou.

 

Avalie este item
(0 votos)

Até 2022, a meta do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) é anualmente reduzir em 20% o número de acidentes de trânsito. O dado foi apresentado durante reunião do Planejamento Estratégico do Detran 2019-2022, que ocorreu nesta sexta-feira, 14.

No plano, entre as principais metas é modernizar o parque tecnológico, descentralizar os serviços e fortalecer as atividades de educação para o trânsito, o que deve ocasionar a redução de acidentes.

O governador de Roraima, Antonio Denarium, avaliou o planejamento como positivo. Ele acredita que a realidade do trânsito no Estado poderá ser mudada a partir do fortalecimento das atividades e ações.

“O Detran trabalhava em ilhas, ou seja, as pessoas não conversavam e não faziam planejamento de trabalho. Agora todos estão integrados com um único objetivo, que é zelar o recurso público e melhorar a qualidade de atendimento. Quem ganha com isso são os roraimenses”, disse o governador.

Denarium frisou a importância de o serviço público ser feito com eficiência, transparência e qualidade. “Estamos pontuando isso em todas as Secretarias, e fazendo com o que o Governo de Roraima faça uma gestão séria, honesta e com a correta aplicação dos recursos públicos”, acrescentou.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO - O presidente do Detran-RR, Igo Brasil, explicou o embasamento para construir o planejamento. “Ainda no período da transição, identificamos um órgão segmentando, que não estava integrado e que não tinha um objetivo definido e por isso não sabia onde iria chegar”, exemplificou.

Ele também acredita que com o Planejamento Estratégico, será possível mudar a realidade de Roraima e transformar a região em um Estado modelo para todo país.

"A partir disso, decidimos por priorizar o Planejamento Estratégico para consolidarmos as ações, monitorar as ações das diretorias e servidores para podermos elencar quais serviços que são prioritários aos cidadãos."

AÇÕES – O objetivo é que em 2022, o Detran possa levar um serviço de qualidade, com transparência, ética e que valorize os roraimenses, segundo disse o presidente do Departamento.

Uma das ações do Planejamento Estratégico já iniciou, que foi a descentralização dos serviços. “Estamos introduzindo polos nos dois shoppings da capital para que tenham menos filas e para que os serviços do Detran esteja mais próximo da população”, explicou Brasil 

Parte dos objetivos é a modernização do parque tecnológico, onde objetiva que todos os sistemas operem com mais celeridade para que o atendimento ao cidadão seja mais rápido, além de exercer medidas de controle interno para verificar dos serviços administrativos.

Outro ponto é o fortalecimento das atividades de educação para o trânsito. “Juntamente com revisões de taxas e de fiscalização, fortalecimento de estatísticas para identificarmos os dias e horários que mais ocorrem acidentes, estimamos a redução de 20% dos acidentes, anualmente. Nossa meta é que a cada ano que passe esse número continue diminuindo”, pontuou.

O presidente do Detran afirmou que todas as metas do Planejamento Estratégico serão monitoradas para que tudo seja efetivado, apresentando bons resultados.

Avalie este item
(0 votos)

Resgatar valores sociais como respeito, justiça, responsabilidade e tolerância. Este é principal objetivo do projeto “Trabalhando valores por meio dos gêneros literários”, desenvolvido pela Escola Estadual Professora Raimunda Nonato Freitas da Silva, localizada no bairro Santa Teresa, em Boa Vista.

A atividade resultou em peças teatrais e dramatizações que serão apresentadas pelos estudantes das turmas do 8° e 9° ano do Ensino Fundamental nesta sexta-feira, dia 14, pela manhã a partir das 10h e à tarde a partir das 16h, na própria instituição de ensino.

Os valores sociais foram trabalhados em sala de aula durante a disciplina de Língua Portuguesa, por meio dos gêneros literários como poesia, poema e paródia, além de música de vários estilos, incluindo o gospel.

“Percebemos que, com o projeto, os alunos ficam mais sensibilizados, se tornam mais tolerantes e sociáveis. A escola precisa trabalhar esses valores para que tenhamos um ambiente cada vez mais agradável e propício à aprendizagem”, destacou Luciene Pereira, coordenadora pedagógica da instituição.

APRESENTAÇÕES - Os alunos também estudaram textos da poetisa Cora Coralina e de poetas como Vinicius de Morais e Bráulio Bessa. A partir daí, produziram suas poesias e peças teatrais. Entre as apresentações, peças baseadas na crônica “O empresário e a morte” e no romance “Romeu e Julieta”.

Também haverá apresentação de um júri simulado sobre assedio sexual no trabalho e dramatização de um telejornal abordando a questão da violência doméstica. Além disso, mesas redondas discutirão sobre bullying e violência doméstica.

A Escola Estadual Professora Raimunda Nonato Freitas da Silva está localizada na Rua Sardinha, s/n°, bairro Santa Teresa. Atualmente atende 680 alunos no Ensino Fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Resgatar valores sociais como respeito, justiça, responsabilidade e tolerância. Este é principal objetivo do projeto “Trabalhando valores por meio dos gêneros literários”, desenvolvido pela Escola Estadual Professora Raimunda Nonato Freitas da Silva, localizada no bairro Santa Teresa, em Boa Vista.

A atividade resultou em peças teatrais e dramatizações que serão apresentadas pelos estudantes das turmas do 8° e 9° ano do Ensino Fundamental nesta sexta-feira, dia 14, pela manhã a partir das 10h e à tarde a partir das 16h, na própria instituição de ensino.

Os valores sociais foram trabalhados em sala de aula durante a disciplina de Língua Portuguesa, por meio dos gêneros literários como poesia, poema e paródia, além de música de vários estilos, incluindo o gospel.

“Percebemos que, com o projeto, os alunos ficam mais sensibilizados, se tornam mais tolerantes e sociáveis. A escola precisa trabalhar esses valores para que tenhamos um ambiente cada vez mais agradável e propício à aprendizagem”, destacou Luciene Pereira, coordenadora pedagógica da instituição.

APRESENTAÇÕES - Os alunos também estudaram textos da poetisa Cora Coralina e de poetas como Vinicius de Morais e Bráulio Bessa. A partir daí, produziram suas poesias e peças teatrais. Entre as apresentações, peças baseadas na crônica “O empresário e a morte” e no romance “Romeu e Julieta”.

Também haverá apresentação de um júri simulado sobre assedio sexual no trabalho e dramatização de um telejornal abordando a questão da violência doméstica. Além disso, mesas redondas discutirão sobre bullying e violência doméstica.

A Escola Estadual Professora Raimunda Nonato Freitas da Silva está localizada na Rua Sardinha, s/n°, bairro Santa Teresa. Atualmente atende 680 alunos no Ensino Fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Avalie este item
(0 votos)

O secretário de Gestão Estratégica e Administração do Estado - SEGAD, Pedro Cerino e a presidente do Tribunal de Contas do Estado – TCE, Cilene Salomão estudam parceria para promover a capacitação e qualificação de servidores públicos do estado. Outro convênio em análise pelos órgãos é a utilização do sistema de controle de contas do TCE. Neste caso, o objetivo é garantir maior eficiência na gestão dos recursos públicos. A reunião aconteceu no dia 11, no gabinete da presidência daquela Corte.


A Escola de Contas atua desde 2015 com 16 cursos, programados para este ano. Parte desses cursos podem atender às necessidades de qualificação dos servidores públicos estaduais. Após assinado o convênio de cooperação técnica, as equipes dos órgãos irão agendar encontros para definir o programa de qualificação e, também um calendário para realização dos cursos, palestras e workshops. O programa será planejado de acordo as necessidades de cada setor das secretarias.


Para o secretário Pedro Cerino a parceria é importante “primeiro, na valorização do servidor que terá a cerificação de cursos com a chancela do Tribunal de Contas do Estado e; segundo porque vai gerar mais eficiência nos serviços prestados à sociedade”, disse Cerino ao destacar que as medidas estão ajustadas à política de responsabilidade e eficiência de gestão dos recursos humanos do Governo de Roraima.


Controle de Contas - Outro convênio importante que está sendo acertado entre a SEGAD e o TCE é sobre a utilização dos instrumentos de controle de contas da Corte para realizar o cruzamento de dados sobre vínculos empregatícios dos servidores estaduais. Com isso, será possível detectar com mais rapidez e segurança atos de ilegalidades como acúmulo de cargos indevido, sob pena de infringir o que estabelece o Art. 126 da Lei 053/2001 que trata do regime jurídico dos servidores públicos civis do Estado de Roraima.
Um dos casos que mais incide na abertura de Processo Administrativo Disciplinar – PAD é justamente o acúmulo de cargo de maneira indevida. “A proposta além de evitar prejuízos aos cofres públicos, também garante ao servidor manter a vida funcional em consonância com a legislação vigente”. Ressaltou o secretário.


Acúmulo indevido de cargo – Conforme a Lei 053/2001, no artigo 127 se detectado a cumulação ilegal de cargo, o servidor será notificado e a partir de tomar ciência terá dez dias para fazer a opção por um dos cargos. Este prazo é improrrogável. Na hipótese de omissão, será adotado procedimento sumário para a apuração da regularização imediata, através do Processo Administrativo Disciplinar.

Avalie este item
(0 votos)

A estrutura tecnológica Data Center, criada pelo MP-RR (Ministério Público de Roraima), foi mais uma ferramenta adotada pelo Governo de Roraima, como parte do objetivo de transformar o Estado em um Governo Digital.

O termo de cooperação de uso foi assinado nesta quinta-feira, 13, pelo governador de Roraima, Antonio Denarium, e a procuradora do MP, Janaína Carneiro Costa. A estrutura vai sustentar o funcionamento do SEI (Sistema Eletrônico de Informações) em Roraima.

Denarium ressaltou a importância do uso do SEI no Estado. “Esta ferramenta vai dar transparência e credibilidade às informações do Governo e vai ser um mecanismo para controlar o que é feito dentro do governo. O objetivo é transformar Roraima em um governo digital”, disse.

A procuradora Janaína Carneiro acrescentou que a cooperação entre os dois Poderes [Governo e MP] é importante para o desenvolvimento de Roraima. “A partir deste momento, o Ministério Público vai disponibilizar ao Estado uma gaveta dentro da Data Center para que assim o Governo possa implementar o SEI e dar continuidade aos trabalhos administrativos de forma mais eficaz”, continuou.

COMO VAI FUNCIONAR?

Conforme explicou o diretor de Tecnologia de Informação do MPRR Cedric Williams, a Data Center é uma estrutura que sustenta equipamento e servidores da Tecnologia de Informação e tem como diferencial a alta disponibilidade.

“Significa que mesmo que haja uma queda de energia ou qualquer outra indisponibilidade, o serviço continuará funcionando porque tem mecanismos que mantém toda gama de serviços”, explicou.

Dessa forma, a Data Center será a estrutura tecnológica que irá sustentar o funcionamento do SEI, que por sua vez, ser um sistema interno e externo onde funcionará todos os trâmites, processos e demandas do Estado de forma totalmente digital.

Internamente, será um sistema onde as Secretarias e demais setores governamentais terão acesso para fazer envios de documentos, acompanhar processos e obter resultados de qualquer assunto relacionado às suas respectivas pastas. Com isso, haverá economia de papel e de uso de transporte, diminuindo assim o consumo de combustível.

Já externamente, todas essas informações serão disponibilizadas no Portal da Transparência, onde a sociedade poderá ter acesso a todos os trâmites relacionados ao Governo do Estado, de forma rápida e clara.

Na noite desta quarta-feira, 12 de junho, foi realizada a cerimônia de abertura da 8ª Conferência Estadual de Saúde. O evento contou com a participação do governador de Roraima, Antonio Denarium, além de uma apresentação de dados sobre a saúde pública do Estado.

Na oportunidade, Denarium apresentou projetos de melhorias para a saúde, além de ressaltar a importância de ter a sociedade tão próxima para debater as ideias que podem virar propostas para a 16ª Conferência Nacional de Saúde.

“É importante debatermos temas tão relevantes para a saúde, pois sabemos das dificuldades que enfrentamos. Espero que daqui saiam ideias que resultem em propostas que beneficiem não só Roraima, mas o Brasil inteiro”, afirmou, ao relatar a importância da participação do Estado na Conferência Nacional.

Entre os projetos anunciados por Denarium estão reformas nos blocos do HGR (Hospital Geral de Roraima), como o Bloco B, construção do Grande Trauma e do Hospital de Câncer a exemplo do de Barretos, além da entrega de equipamentos para os leitos e centros cirúrgicos do novo anexo do Hospital Geral.

“São importantes melhorias que vão refletir na população. Temos o compromisso de tornar a saúde de Roraima uma referência para o Brasil”, complementou.

A ABERTURA – O secretário de Saúde e presidente do CES (Conselho Estadual de Saúde), Elcio Franco, declarou aberta a Conferência com uma apresentação de dados de atendimentos, internações e procedimentos cirúrgicos nas unidades do Estado desde a migração venezuelana.

Além disso, o titular da Pasta ressaltou que Roraima mudou desde a chegada dos venezuelanos e que eles também precisam de cuidados.

“A crise na Venezuela tem impactado a nossa saúde pública.Os venezuelanos não são privilegiados nas unidades, mas precisamos entender que eles não devem ser tratados como pessoas inferiores”, afirmou.

Durante a apresentação, Franco reforçou que as cirurgias eletivas estão no caminho para serem regularizadas e que a Pasta tem trabalhado com dedicação para reestruturar a saúde do Estado.

“Estamos em processo de adquirir os insumos e medicamentos necessários para regularizar a nossa situação. Queremos dar o atendimento que a nossa população precisa e merece”, pontuou.

A Conferência ainda contou com a presença do coral da Escola Estadual de Roraima, cantando o Hino Nacional e do Estado, e o artista local Alisson Cristian com apresentação cultural.

O EVENTO – A duração da Conferência é de três dias, com a presença de 32 delegados de Boa Vista, selecionados na etapa municipal, assim como 56 delegados dos municípios, sendo quatro de cada um, além de 28 convidados, como presidentes de Ong’s (Organização não governamental) e Associações.

A realização das atividades teve custo zero para a Sesau (Secretaria de Saúde), uma vez que todos os elementos necessários para o evento foram doados, como o espaço, que foi cedido pela UFRR (Universidade Federal de Roraima).

PROGRAMAÇÃO – Na quinta-feira (13), os delegados estarão reunidos para discutir o tema central “Democracia e Saúde” e durante à tarde participarão de palestras do eixo I, “Saúde como Direito”.

Para encerrar, na sexta-feira, 14, será realizada a Plenária Final, que é a apresentação dos resultados da Conferência, e também as eleições dos delegados que representarão o Estado na 16ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Ensino Híbrido, Aprendizagem Adaptativa, Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), Recursos Educacionais Digitais (RED). Estas são algumas das metodologias e ferramentas que estão sendo apresentadas aos professores orientadores de tecnologia que atuam nos laboratórios de informática das escolas da rede estadual de ensino, durante a oficina pedagógica.

O encontro é nesta quinta-feira (13), durante todo o dia na Escola Estadual Diva Lima, localizada no bairro São Francisco. A oficina é coordenada pela Gerência de Tecnologia da Informação e Comunicação da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Os laboratórios de informática das escolas são um recurso a mais que está à disposição do professor para dinamizar as aulas e apresentar os conteúdos aos estudantes de forma mais atrativa.

“O professor orientador de tecnologia do laboratório de informática deve ser o dinamizador das ações pedagógicas realizadas neste ambiente, contribuindo para que o processo de ensino aprendizagem mediada pelas tecnologias realmente aconteça”, destacou Samuel Castro, gerente de tecnologia e informação da Seed.

Participam da oficina pedagógica 70 professores que atuam nas unidades de ensino da Capital. Durante o encontro, os orientadores de tecnologias irão conhecer 11 ferramentas e metodologias que podem ser aplicadas nos laboratórios.

Entre essas metodologias está por exemplo, o Ensino Híbrido, um modelo que mescla o ensino em sala de aula com o estudo autônomo do aluno por meio de tecnologias digitais. É a chamada “Sala de aula invertida”.

Ou seja, o aluno estuda os conteúdos por conta própria em casa utilizando ferramentas digitais e depois realiza exercícios, debates e demais atividades em sala, compartilhando dúvidas e reflexões com os colegas, sob mediação do professor.

Além desta, também serão trabalhadas outras metodologias como Aprendizado por problemas, personalização do Ensino, Pensamento Computacional, Educação Maker, Gamificação, Realidade Aumentada (RA) e Laboratório Virtual.

Os orientados de tecnologia participarão de oficinas todas as terças e quintas até o mês de julho. Na próxima semana, os professores começam as aulas práticas, trabalhando todas essas ferramentas e metodologias, para posteriormente aplicar o conhecimento no laboratório de informática das escolas.

Avalie este item
(0 votos)

Em cumprimento ao Calendário Escolar 2019, este sábado, 15, será dia letivo nas unidades de ensino da rede estadual e algumas escolas terão uma programação diferenciada. A Escola Estadual Carlo Casadio, no bairro Centenário, promoverá o Dia da Família na Escola, das 8h às 11h45.

A atividade é realizada por meio do Programa Novo Mais Educação e busca aproximar a família da escola, por meio de ações esportivas, sociais, lúdicas e também com a prestação de serviços.

Serão realizados atendimentos médicos com clínico geral, palestra sobre saúde da mulher, exposição de trabalhos da Sala Multifuncional, sala de jogos matemáticos, sala de alongamento e relaxamento, massagem, oficinas de música e maquiagem e na quadra da escola haverá aulas de zumba.

“Estamos nos organizando para proporcionar momentos de alegria e descontração em nossa escola. A ideia é envolver e aproximar os familiares dos alunos à nossa instituição. Estreitar essa relação é muito importante”, ressaltou Mônica Farias, gestora da unidade.

A Escola Estadual Carlo Casadio está localizada na Avenida Centenário, n° 900, no bairro de mesmo nome, em Boa Vista, e atualmente atende 998 alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos.

LITERATURA – O Colégio Estadual Militarizado Professora Elza Breves de Carvalho também realizará uma programação diferenciada neste sábado letivo. A unidade de ensino promoverá a 3ª Feira da Literatura Latino-Americana de Expressão Portuguesa e Espanhola. O evento será das 8h às 17h na unidade de ensino.

O objetivo principal é incentivar o aluno à leitura por meio de obras da literatura latino-americana de forma atrativa para despertar o gosto pela mesma e para que ele possa aprimorar o ato de ler em seu dia a dia.

Todas as turmas apresentarão trabalhos relacionados a obras literárias, com paródias, poesias, teatro, exposição de cartazes, biografia do autor e encontro com o escritor, baseadas em grandes obras literárias como “A Formiguinha e a Neve”, “O menino maluquinho”, “O Cortiço”, “O Guarani”, “Todos contra Dante”, “O Auto da Compadecida”, “Mitos e Lendas do Folclore Brasileiro”, “Iracema”, “História da Mônica”, entre outros.

“Cada obra tem uma metodologia diferente para incentivar os alunos e a comunidade a se interessarem pela literatura nacional e espanhola. É importante que a população participe do evento para prestigiar a escola e os estudantes”, ressaltou a gestora pedagógica da unidade de ensino, Ana Paula Bezerra.

O Colégio Estadual Militarizado Elza Breves de Carvalho está localizado na Rua CC 15, n° 204, bairro Conjunto Cidadão, e atualmente atende 902 alunos no Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Avalie este item
(0 votos)

Com as obras paralisadas desde o ano de 2013, oficialmente nesta quarta-feira, dia 12, foi dado o start para a retomada da construção da sede do 1º Distrito Policial, que funcionará na Rua Terêncio Lima, esquina com Pedro Rodrigues, no Centro, em Boa Vista. Nos moldes de Delegacia Cidadã, com acessibilidade, a nova delegacia deverá ser entregue em sete meses.

O governador Antônio Denarium lembrou que em 2013 foram contratados R$ 39 milhões para construir o novo bloco do Hospital Geral, o 1º DP, 2º DP e a Delegacia de Caracaraí, obras que não foram entregues à sociedade, e que estão tendo custo financeiro para o Estado, sem a população utilizar o serviço.

“Nos estamos entregando diversas obras e ordens de serviços em tempo recorde, sem demora, com objetivo de beneficiar primeiramente a população e melhorar a segurança no nosso Estado”, afirmou o governador.

Para o delegado geral da Polícia Civil, Herbert de Amorim Cardoso, a retomada da construção da sede do 1º Distrito Policial é considerada como um avanço para a política de segurança pública do Estado e vai desafogar as demandas das delegacias.

De acordo com o delegado geral, a Polícia Civil vem enfrentando uma série de dificuldades em relação a estruturas para abrigar as delegacias, uma vez que em gestões anteriores os recursos destinados para a construção de prédios, inclusive demolidos, foram perdidos.

“É o caso do prédio do 4º e 2º DPs que foram demolidos e foram perdidos os recursos em gestões anteriores. Estamos trabalhando, junto ao governador, para que possamos resolver essas questões. No prédio em que funcionava o 4º DP conseguimos alocar recursos para a construção do Centro de Vulneráveis, que vai atender duas delegacias no mesmo espaço, mas com espaços separados, que é o caso do NPCA e a DDIJ. Temos em andamento a construção da Delegacia de Caracaraí e agra o 1º DP. São obras que têm grande importância para a Polícia Civil”, destacou Cardoso.

O secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, lembrou que os recursos para a construção do 1° DP foram provenientes do Proinvest e já estavam praticamente perdidos, mas graças à gestão do Governo junto ao Banco do Brasil, que entendeu a situação, ele foi liberado.

“Com medidas austeras de efetividade, nós estamos dando continuidade a todas as obras paralisadas”, disse o secretário.

REGISTRO - A Ordem de Serviço para conclusão da construção da Delegacia de Polícia para o 1º Distrito Policial foi assinada pelo governador Antonio Denarium. A obra teve início em julho de 2013 e tinha seu término previsto para março de 2016. Porém, devido a problemas trabalhistas que a empresa responsável pela obra enfrentou, ela foi paralisada em 2016.

O valor inicial da obra foi R$ 1.657,762,49. Desse montante, foram pagos à empresa apenas 17%, referentes ao serviço que foi prestado. Foi realizada uma nova licitação para conclusão dos serviços no valor de R$ 1.512.032,61. O prazo para execução da obra é de 210 dias (sete meses).

ESTRUTURA – A sede do 1º Distrito Policial é composta de dois pavimentos, com acessibilidade, inclusive nos sanitários e na sinalização, estacionamento para público interno e externo, acesso separado para conduzidos, sala de reconhecimento, sala de contenção, auditório, cartório, salas de oitivas, salas para delegados, copa e alojamento.

Avalie este item
(0 votos)

A Secretaria de Educação e Desporto (Seed) realiza nesta quinta-feira, 13, o II Encontro para 165 professores que atuam nas turmas de Correção de Fluxo da Rede Estadual de Ensino. O evento ocorre a partir das 7h30 e segue até às 22h, na Escola Estadual Monteiro Lobato. 

O objetivo é proporcionar conhecimentos metodológicos para enriquecer a prática pedagógica dos professores da rede estadual de ensino do 6º ao 9º ano, que atuam nas turmas de Correção de Fluxo, ou seja, correção da série compatível com a idade

“Diante das situações vivenciadas no ambiente escolar, percebeu-se a necessidade de trabalhar a formação do professor para que ele possa aprimorar os conhecimentos”, explicou a chefe da Divisão do Ensino Fundamental da Seed, Rosilda Garcia.

Além de realizar o acompanhamento das turmas com os alunos que estão fora da faixa etária, os professores também passarão até o final do ano por treinamentos e encontros para mudar a realidade desses alunos. “Esse é o momento para debater sobre o projeto de Correção de Fluxo e para que o aluno fique nas turmas regulares conforme a faixa etária”, ressaltou  Rosilda.

O encontro ocorre das 7h30 às 11h30, das 13h30 às 17h30 e das 18h às 22h. Essa é a terceira fase do encontro. As primeiras ocorreram com técnicos do DEB (Departamento de Educação Básica), que abordaram sobre aprendizagem significativa, ou seja, para que aconteça a aprendizagem é necessário compreender como se ensina e como se aprende.

As atividades do encontro são coordenadas pelo CEFORR (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima), em parceria com o DEB.

Atualmente no Estado, 673 alunos estão matriculados em turmas de Correção de Fluxo em 13 escolas: Maria das Neves Rezende, Maria Raimunda Mota de Andrade, Maria de Lourdes Neves, Carlo Casadio, Severino Gonçalo Gomes Cavalcante, Dom José Nepote, Colégio Estadual Militarizado Doutor Luiz Hittler Brito de Lucena, Fagundes Varela, Pastor Fernando Grangeiro de Menezes, General Penha Brasil, Colégio Estadual Militarizado Pedro Elias Albuquerque Pereira, Presidente Costa e Silva e Antônia Coelho de Lucena.

Avalie este item
(1 Votar)

No mês dedicado ao meio ambiente, os colaboradores da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) deram provas da preocupação com a preservação ambiental. Na manhã desta quarta-feira, 12, a Companhia por meio da Atema (Assessoria Técnica de Meio Ambiente)  fez o plantio de uma muda de Eucalipto Arco Íris, em frente a ETA (Estação de Tratamento de Água), na sede da empresa, no bairro São Pedro.

“O Projeto Plante uma Muda- A natureza agradece é uma das ações ambientais executadas pela empresa, no sentido de sensibilizar a sociedade sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente e o bem-estar coletivo”, esclareceu o presidente da Caer, James Serrador.

O Projeto Plante uma Muda- A natureza agradece foi criado em setembro de 2016. Desde as primeiras atividades até o momento o projeto já promoveu o plantio de mais de 300 mudas de árvores em todo o Estado de Roraima.

“As plantas são alicerces para a água no planeta. São mantenedores do clima e do meio ambiente em equilíbrio, essenciais para a vida”, complementou Elizângela de Sousa Rodrigues, diretora de Engenharia e Gestão Ambiental.

Conforme Elizângela a planta vai permanecer por muitos anos na sede da Companhia e vai ajudar a compor toda a parte de vegetação que é tão importante para o bairro.

Avalie este item
(2 votos)

As vilas localizadas nas comunidades ribeirinhas do Baixo Rio Branco receberão a visita de técnicos da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) nos próximos dias. A equipe partiu na manhã desta quarta-feira, 12, do porto do município de Caracaraí.

Liderada pelo secretário adjunto Semaias Alexandre, a equipe é formada pela diretora do DGE (Departamento de Gestão Escolar), Milena Silva, e pelos técnicos Aldevânia Barreto (DGE) e Bruno Ricardo (Univirr) e conta com o apoio do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), uma vez que o principal acesso à localidade é por via fluvial.

Além de visitar a Escola Estadual José Bonifácio, localizada na Vila Santa Maria do Boiaçu, no município de Rorainópolis - que segundo o Censo Escolar atende hoje 94 alunos no Ensino Fundamental e Médio -, o grupo realizará estudos para a implantação do projeto Ensino Médio Modular Itinerante na localidade.

O projeto prevê a implantação de Ensino Médio em salas anexas à Escola José Bonifácio na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos), com o objetivo de atender às populações que se localizam nessas áreas ribeirinhas de difícil acesso. Serão visitadas quatro vilas do Baixo Rio Branco: Sacaí, Canauini, Cachoeirinha e Itaquera.

Com o Ensino Médio Itinerante, a Seed estará garantindo o direito à igualdade de oportunidades e o acesso à educação, combatendo também a exclusão social. Primeiramente, será realizado um estudo técnico para avaliar a viabilidade do projeto, depois serão adotadas novas providências.

“A princípio, a equipe da Seed está se deslocando até a região para avaliar a possibilidade de implantação do projeto. Sendo positiva essa avaliação, a Seed adotará as medidas legais cabíveis e outras providências, como por exemplo, a definição de logística para o envio de merenda e material escolar”, esclareceu o secretário de Educação em exercício, Aerton Dias.

A equipe deve retornar da viagem ao Baixo Rio Branco no próximo dia 20 de junho.

Avalie este item
(0 votos)

O BLH (Banco de Leite Humano) do HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) recebeu nesta quarta-feira, dia 12, uma doação de 400 frascos de vidros com tampas de plástico para armazenar o estoque da unidade.

A contribuição foi feita pela ONG (Organização não-governamental) Moradia e Cidadania, instituição criada por funcionários da Caixa Econômica Federal que, em âmbito nacional, atua no desenvolvimento de projetos voltados à inclusão social de famílias brasileiras. Essa foi a primeira doação feita por eles ao BLH.

“Sabendo da necessidade de ter muitos potes para armazenamento do leite, resolvemos fazer essa parceria com a unidade e contribuir com a doação que, lá na frente, vai ser importante para a alimentação de muitas crianças”, disse Cristiano Rodrigues, gerente financeiro da ONG.

A instituição soube da campanha de doação de frascos de vidro realizada pelo BLH durante o mês de maio por meio da imprensa local e decidiu contribuir.

“Acredito que é uma ação importante porque o leite materno é a principal alimentação dos bebês recém-nascidos. Por isso, a sociedade deve colaborar com esse gesto”, pontuou, reforçando a importância dessa contribuição ao banco de leite.

FALTA DE FRASCOS – O armazenamento, acondicionamento, coleta e pasteurização do leite materno depende desses recipientes. O estoque desses itens estava em níveis críticos, a ponto de não ter material a ser enviado para as doadoras de leite que participam  do projeto Amigos do Peito, parceria da Sesau (Secretaria de Saúde) com o CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima).

O projeto tem como objetivo buscar as doações de leite materno diretamente na residência das mães doadoras e transportar até o Banco de Leite, onde o material colhido passa por um processo de pasteurização, antes de ser utilizado para amamentar os recém-nascidos da Utin (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal).

“É muito importante que qualquer pessoa que tenha frascos de vidro, com tampa de plástico, não despreze esse material e doe para o banco de leite, pois ele é tão importante quanto o próprio leite”, afirmou Franciane Brito, fonoaudióloga do BLH.

COMO DOAR – Quem estiver interessado em fazer a doação de frascos de vidro deve entregar o recipiente, com tampa de plástico, na recepção da Maternidade.

Já para quem deseja realizar a doação de leite humano, é necessário que a candidata esteja amamentando e tenha excedente de leite, além de ter negativado nos exames de HIV e VDRL, que diagnostica a Sífilis.

Caso todos os pré-requisitos sejam atendidos, a doadora deve comparecer ao Banco de Leite Humano do HMI ou, se preferir, ligar para os telefones 4009-4939 ou 4009-4909, para realizar o cadastro.

Avalie este item
(0 votos)

Dando início às solenidades de entrega de alamar e boinas do 1° bimestre das escolas militarizadas, o Colégio Estadual Militarizado (CEM IX) Pedro Elias Albuquerque Pereira, localizado no bairro Jóquei Clube, realizará a entrega das honrarias neste sábado, dia 15, a partir das 9h, na quadra de esportes da instituição.

Serão agraciados com o alamar 141 alunos e 177 com a boina grená. Os agraciados com o alamar recebem os cordões entrelaçados, peça utilizada no uniforme social que representa o êxito e a aprendizagem escolar.

“Para receber o alamar é necessário que o aluno tenha média geral igual ou superior a oito e esteja com comportamento bom”, explicou a gestora pedagógica da unidade de ensino, Lívia Gomes.

A cada encerramento de bimestre, o número de alamar vem crescendo. Para se ter uma ideia, no último bimestre de 2018 apenas 86 alunos foram agraciados. “Nós ficamos felizes que os alunos tenham o espirito de participação e estejam motivados a conquistar o alamar”, disse Lívia.

Desde que foi militarizada em fevereiro de 2018, o CEM IX Pedro Elias Albuquerque Pereira já realizou a entrega de 376 alamares, 240 boinas e 67 alunos foram promovidos a tenente, major, capitão, 1° tenente, 2° tenente, aspirante, subtenente, 1° sargento, 2° sargento, 3° sargento e cabo aluno.

“O alamar é uma forma de o aluno exercer a meritocracia, ou seja, ele por méritos próprios é agraciado com o cordão. Além disso, essa é uma forma de incentivar, motivar e valorizar os estudantes por todo o esforço e dedicação aos estudos e bom comportamento”, enfatizou a gestora.

A escola está localizada na Rua Ametista, Conjunto C Servidor, n° 631, bairro Jóquei Clube, em Boa Vista. Atualmente atende 634 alunos no Ensino Fundamental.

BOINA GRENÁ – A entrega da boina é realizada após o início das aulas, no término do período de adaptação, simbolizando a integração completa do estudante ao Colégio Militar e que os diferencia dos alunos das demais escolas, fundamentados em valores cívicos e de sadia convivência, sob inspiração militar. A boina significa união, respeito, camaradagem e civismo.

Avalie este item
(0 votos)

Quem mora no município de Pacaraima, região norte de Roraima, não vai mais precisar se deslocar até a capital, Boa Vista, para ter acesso à emissão da Carteira de Identidade de forma mais ágil, na modalidade informatizada. A partir da próxima semana, uma parceria entre a DPE-RR (Defensoria Pública do Estado) e o Instituto de Identificação, vai possibilitar a emissão do Registro Civil.

De acordo com o diretor do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), Amadeu Triani, a parceria com a Defensoria Pública representa também segurança no fluxo de dados pessoais do cidadão, devido às configurações de uma rede própria monitorada por especialistas na área de TI (Tecnologia da Informação), recurso imprescindível em benefício da população de Roraima.

Nesta quarta-feira, dia 12, inicia o treinamento para a equipe que vai realizar o serviço. A previsão é que até segunda-feira, 17, todo trabalho esteja concluído e já comece o atendimento ao público.

O serviço será disponibilizado na sede da Defensoria, na Rua Ester de Oliveira Seabra, 684, Centro, que passa a atender o cidadão de forma online e com a foto impressa direto na carteira, o que evitará fraudes.

“Até então, o posto do município atendia a população utilizando o método antigo de entitamento, com fotografia 3x4 e preenchimento manual do pedido de identificação civil. Desta forma, o documento levava em média 40 dias ou mais para ser entregue, agora deve ser disponibilizado ao cidadão em até 10 dias úteis”, disse Triani.

As parcerias com as Instituições, segundo Triani, vêm permitindo uma modernização nos sistemas dos postos avançados do Instituto de Identificação nos município de Roraima. Os próximos municípios a serem atendidos com o serviço Online serão Mucajaí e Alto Alegre.

De acordo com o delegado Geral, Herbert de Amorim Cardoso, a previsão é que todos os municípios do Estado disponibilizem o serviço de forma online.

“Nosso objetivo é que cada vez mais possamos facilitar o acesso dos nossos serviços à população, sem que as pessoas precisem sair de suas cidades em busca de atendimento”, afirmou o delegado.

Avalie este item
(0 votos)

Na luta pela contribuição e defesa da saúde pública, a Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) realizará entre os dias 12 e 14 de junho a 8ª Conferência Estadual de Saúde. A abertura será nesta quarta-feira, 12, no auditório do Centro de Ciências da Saúde da UFRR (Universidade Federal de Roraima), às 19h.

O tema central das discussões é “Democracia e Saúde”, subdivido em três eixos: saúde como direito, consolidação dos princípios do SUS (Sistema Único de Saúde), e financiamento adequado e suficiente para o SUS.

O evento é uma exigência da Lei Nº 8.142, que garante que seja realizada uma Conferência de Saúde a cada quatro anos para avaliar a situação da saúde pública e propor políticas públicas que se façam necessárias para melhor atender a população.

“A Conferência tem grande relevância para os usuários do SUS, pois as suas necessidades são ouvidas e discutidas em um Fórum com gestores e profissionais da saúde”, disse o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Elcio Franco.

A duração da Conferência é de três dias e contará com a presença de 28 convidados especiais, sendo estes presidentes de bairros, associações e ONGs, além de 128 delegados, que são representantes e agentes de saúde dos municípios do Estado, previamente selecionados. Serão 32 de Boa Vista e quatro de cada município do interior.

Na programação do dia 13, os participantes do evento devem aprovar o Regulamento da Conferência, assistir a palestras e debater os assuntos do dia em grupos.

Para encerrar, no dia 14, será realizada a Plenária Final, apresentação dos resultados da Conferência e também as eleições dos delegados que representarão o Estado na 16ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília.

Avalie este item
(0 votos)

O CBMR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) registrou, durante o mês de maio deste ano, um total de 22 ocorrências envolvendo captura/remoção de ofídios (cobras ou serpentes). Grande parte das ocorrências foi registrada nas proximidades dos igarapés urbanos dos municípios, principalmente em Boa Vista. Esse número representa a maior quantidade registrada em um único mês desde o início do ano e é também maior que a somatória de todos as ocorrências dos meses anteriores.

As ocorrências envolvendo ofídios são divididas pelo CBMRR em animais peçonhentos (com veneno) e não peçonhentos. Das 22 ocorrências atendidas em maio, cinco foram registradas com animais peçonhentos e as demais com animais não peçonhentos.

Entre janeiro e abril de 2019, o CBMRR atendeu 21 ocorrências com ofídios. Em janeiro foram 12 ocorrências, em fevereiro não foram registradas ocorrências, em março foram atendidas apenas três, em abril foram seis. Todas as ocorrências registradas nos quatro primeiros meses de 2019 foram com animais não peçonhentos.

O tenente Alexandre Capêlo, comandante da CBS (Companhia de Busca e Salvamento) do CBMRR, alerta a população para não tentar capturar. “Em caso de ocorrências com ofídios, o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima orienta as pessoas que não tentem capturar os animais para evitar qualquer tido de acidente. A recomendação é ligar para o número 193 que enviaremos as equipes para realizar a captura do animal”, afirma.

O bombeiro destaca ainda que o período chuvoso é um dos motivos para o aumento das ocorrências com ofídios. “As cobras são animais répteis de sangue frio e precisam de lugares quentes para se aquecer. Com o início das chuvas, o solo que estava seco e quente começa a encharcar e ficar frio. Então, as cobras começam a sair dos abrigos para procurar outros locais e, nesse momento, a população fica sujeita aos ataques”.

Todos os animais capturados pelo CBMRR são entregues ao CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres), ou liberados no meio ambiente, onde não existam presença fixa de pessoas.

OCORRÊNCIAS EM 2018 - Durante todo o ano de 2018, o CBMRR atendeu 156 ocorrências envolvendo ofídios. Deste total, 33 ocorrências foram com animais peçonhentos e 123 com não peçonhentos.

Estatisticamente, o CBMRR registra um maior número de ocorrências no mês de janeiro e no período entre maio e julho. No ano de 2018, 17 ocorrências foram atendidas em janeiro, 20 em maio, 20 em junho e 17 em julho. As demais ocorrências estão distribuídas quase que igualitariamente nos demais meses.

O Canil do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) realizou, na manhã da última quinta feira, 06, um treinamento de busca, resgate e salvamento de pessoas perdidas em área de mata e de lavrado.

O treinamento, realizado com os cães Edu, Abel e Sky, contou com simulações de buscas e foi realizado na região do município de Cantá. Além das simulações, o treinamento envolveu uma marcha de aproximadamente 8km.

Os bombeiros militares que participaram do treinamento foram o tenente Macksuel Lopes, os sargentos Armando Lira e Negreiros, além dos soldados Marcel Teixeira, Jocimar Pereira e Fausto Bandeira.

Ao todo, o Canil do CBMRR dispõe de 4 cães que são empregados nas buscas realizadas pela corporação em todo o Estado.

CANIL WARINPA RORAIMA - "Warinpa" significa busca de perdido na mata na língua Macuxi e foi escolhido por representar as características culturais e geográficas de Roraima.

O Canil do CBMRR utiliza, até o presente momento, apenas cães da raça Rastreador  Brasileiro por se adaptar melhor às condições de trabalho específicas de Roraima.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de contribuir para a qualidade de vida dos colaboradores que integram a empresa, a Caer (Companhia de Águas de Esgoto de Roraima), promoverá este mês uma ação de imunização contra a Influenza. A vacinação será realizada na próxima quinta-feira, dia 13, das 8h às 12h, em frente ao auditório, na sede da empresa, na Rua Melvin Jones, 219, São Pedro, em Boa Vista. A expectativa é vacinar todos os colaboradores.

Trata-se do projeto “Atualiza Cartão”, desenvolvido pela Companhia por meio do SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), em parceria com o Centro Universitário Estácio da Amazônia.

“Essa ação é resultado da preocupação da gestão com o bem-estar do colaborador. O foco é reforçar a prevenção contra doenças e para isso estar com o cartão de vacinas em dia é o primeiro passo”, esclareceu o presidente da Caer, James Serrador.

Além da Influenza, serão aplicadas também vacinas contra hepatite B, tríplice  viral, febre amarela e antitetânica.

“Quem tiver interesse será vacinado, mas é importante trazer o cartão para que seja feita a verificação de todas as vacinas e se alguma estiver pendente a pessoa já toma as outras doses que necessitar”, complementou Roberta Acioly, colaboradora do SESMT.

As vacinas serão aplicadas por acadêmicos do curso de Enfermagem do Centro Universitário.

“Essa parceria está proporcionando a concretização de um projeto de extensão que é uma oportunidade fundamental para o aprendizado dos alunos, pois eles aprendem sobre como vacinar, como armazenar imunobiológicos, os efeitos, contraindicações e falsas indicações. Essa vivência vai engrandecer em muito o aprendizado deles”, enfatizou Nadja Salgueiro da Silva, professora do Centro Universitário Estácio da Amazônia.

CAMPANHA - Dados da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), mostram que Roraima atingiu a meta nacional da Campanha de Vacinação Contra a Influenza, alcançando a cobertura de 90% dos grupos prioritários.

Apesar de a meta nacional ter sido atingida, a  vacinação continua até o próximo dia 14 de junho, na capital e nos municípios.

Avalie este item
(0 votos)

Os números finais da 37ª Campanha contra a febre aftosa em Roraima mostram uma cobertura vacinal de 97,44%. Foram vacinados 841.414 animais, cumprindo as metas determinadas pelo Mapa (Ministério da Agricultura) e mantendo o rebanho do Estado com imunidade alta para o eficaz controle e erradicação da doença.

A maioria dos municípios teve percentual de vacinação acima de 95%, índice dentro das expectativas, mostrando que o produtor esteve envolvido na campanha, participando de cada etapa para atingir o objetivo de manter o Estado livre da febre aftosa.

Os lojistas também tiveram participação efetiva na campanha, apostaram na aquisição de grandes quantidades da vacina, que este ano teve dosagem de 2ml, e fizeram divulgação do produto junto aos seus clientes.  Eles foram parceiros do programa de imunização, fornecendo este insumo agropecuário aos pecuaristas de Roraima.

“Vale ressaltar que os municípios de Caroebe, São João da Baliza e São Luiz foram os que tiveram a maior cobertura vacinal, alcançando o percentual de quase 100%”, ressaltou o médico veterinário da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Douglas Lopes.

37ª CAMPANHA - Iniciada em primeiro de abril, a 37ª Campanha de Vacinação Contra Febre Aftosa que tinha o final previsto para 30 de abril, mas foi prorrogada por causa da forte estiagem que o Estado enfrentou.

A prorrogação foi até dia 15 de maio, com a notificação até o dia 31 daquele mês. A vacina também sofreu alteração na sua dosagem, passando de 5ml para 2ml, mas a mudança não afetou a eficiência do produto e ainda acabou com os problemas de abscessos nos animais vacinados.

A Agulha Oficial, que é feita em parceria com o Ministério da Agricultura e destinada à pecuária da área indígena, contou com a parceria de técnicos da Aderr, do Mapa e da Funai. Foi atendida toda a região das reservas Raposa Serra do Sol e São Marcos, imunizando 53.848 animais.

Avalie este item
(1 Votar)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) deu início, na manhã desta segunda-feira, 10, a mais um curso de aperfeiçoamento para seus militares. O CRAP (Curso de Resgate e Atendimento Pré-Hospitalar) contará com a participação de 29 militares, sendo 27 bombeiros e dois do EB (Exército Brasileiro).

O CRAP tem por objetivo proporcionar a capacitação dos militares do CBMRR para exercerem a função de socorristas, levando em consideração as novas demandas operacionais, aliadas às novas doutrinas na área de atendimento pré-hospitalar, preparando o profissional para atendimento das mais diversas situações operacionais.

O curso terá carga horária total de 584 horas-aula, distribuídas em oito módulos, englobando aulas teóricas, práticas, visitas técnicas e estágio operacional. A previsão de encerramento do curso é para o dia 12 de julho.

O coordenador do curso, o capitão do CBMRR Sidney Fernandes Araújo, detalhou como irá ocorrer a capacitação. “O curso visa tratar várias filosofias, assim como implantar uma doutrina focada na gestão do atendimento pré-hospitalar em cenários, observando normas técnicas e metodologias, dentro de uma área que está constantemente em evolução. Há necessidade desse aprimoramento técnico dos profissionais para prestar um atendimento de maior qualidade à população”, disse.

 

O comandante geral do CBMRR, coronel Jean Cláudio de Souza Hermógenes, destacou a importância de manter a tropa em constante aperfeiçoamento. “Uma forma de motivar a tropa é a capacitação e a especialização. Então, é mais um curso para melhor atender a nossa população. É um curso extenso e muito técnico que especializará parte do nosso efetivo para atuar diretamente no Resgate”, afirmou. 

Para ministrar a aula inaugural do curso, o CBMRR convidou o tenente da reserva, Flávio de Araújo, um dos pioneiros do Resgate em Roraima. Ele contou um pouco de sua história como socorrista, falou das dificuldades encontradas no início e destacou principalmente a importância do amor a profissão.

 

“Recebi o convite na sexta-feira só para contar um pouco da história de como foi a implantação do Resgate para essa turma que vai começar esse curso, mas eu me surpreendi. Não sabia que iriam estar todos aqui e eu fiquei muito emocionado, porque a gente que trabalha com resgate trabalha com muito amor e foi isso que eu quis passar para os novos bombeiros”, ressaltou.

Avalie este item
(0 votos)

Com objetivo de atrair empresas para se instalar em Roraima, o governador Antonio Denarium recebeu nesta sexta-feira, dia 07, representantes do escritório Naves, empresa pioneira na construção de distritos industriais na Região Centro-Oeste.

Durante a reunião, foi apresentado pela empresa, o modelo de Plano de Desenvolvimento Econômico para o Distrito Industrial do Estado, onde foram discutidos pontos necessários para instalação de grandes empresas em Roraima, como a modernização, desburocratização e desenvolvimento da área industrial.

Participaram do encontro secretários e diretores da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Sefaz (Secretaria de Fazenda), Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Iacti (Instituto de Amparo a Ciência, Tecnologia e Inovação) e Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos). 

Para Denarium, é essencial desenvolver um plano de atração de novos investidores, indústrias e empresas, que gerem novos empregos no Estado.

“Recebemos a apresentação de um projeto de desenvolvimento do Distrito Industrial que vai gerar novas oportunidades. Nosso Estado tem um potencial produtivo muito grande em diversos setores e precisa ser descoberto pelo setor empresarial. Vamos avaliar a legislação vigente para que ela possa ser adequada de forma clara e transparente, para que os investidores possam ver os benefícios e queiram se instalar em Roraima. Nosso foco é fomentar a produção, gerar empregos e fazer uma exploração sustentável, que respeite o meio ambiente”, destacou o governador.  

Fernando Costa, representante do escritório Naves, explicou que apesar da empresa ser do Estado de Goiás, tem atuação em todo o País, nas áreas empresarial e tributária.

“Em Brasília, Anápolis e Goiânia, aconteceu um fenômeno de desenvolvimento econômico extraordinário nos últimos anos, graças a iniciativas de pessoas empreendedoras. Posso dizer que deixamos nossa contribuição para atividade empresarial daquela região, devido à nossa atuação na parte empresarial e tributária, não só com ponto de vista privado e técnico, mas também acadêmico, que estudam esses temas. Olhamos Roraima como promissor e por esse motivo resolvemos conhecer o Estado e suas potencialidades, para apresentar o plano de negócio. Um plano de contribuição e cooperação de empresas privadas que pode trazer empreendedores para Roraima”, completou Fernando.

Projeto de revitalização do Distrito Industrial

No dia 1º de junho, o Governo lançou o projeto de revitalização do Distrito Industrial, que beneficiará 30 quilômetros de vias. O investimento inicial previsto é de R$ 128,8 milhões, recurso a ser captado. O projeto executivo tem prazo de seis meses para execução e o tempo previsto para realização da obra é de 24 meses.

Com execução em quatro etapas, o projeto prevê revitalização e urbanização do complexo industrial. A primeira etapa contempla implantação de rede de água, esgoto e drenagem. Em seguida, serão realizados serviços de urbanização, com pavimentação, construção de meio-fio e de calçada. A terceira fase da obra inclui iluminação e construção do pátio de manobras, com capacidade para atender até 80 caminhões. A fase seguinte é a implantação de uma praça às margens da lagoa localizada no Distrito Industrial, criando um espaço de lazer.

Avalie este item
(0 votos)

O projeto "Duas Culturas e Uma Nação" é desenvolvido pela Escola Estadual Olavo Brasil Filho e, nesta quinta-feira, 06, recebeu uma equipe de São Paulo para passar por mais uma etapa classificatória do Prêmio Innovare. O projeto possui vários destaques em nível nacional.

Durante a visita, foi acompanhado se o projeto está sendo desenvolvido e quais os impactos dentro da escola. “Estamos confiantes com o resultado, pois tivemos uma boa aceitação dos alunos”, explicou a professora Simone Catão.

O projeto é elaborado pela escola desde 2017 e tem como eixo temático a valorização humana, a formação do cidadão, interação social e combate à xenofobia, em especial os alunos estrangeiros matriculados na escola.

“O projeto já faz parte do calendário interno da escola. Desde quando foi elaborado, o número de alunos estrangeiros matriculados na escola aumentou e buscamos trabalhar essa interação com a comunidade escolar”, ressaltou Simone.

No decorrer das atividades, os alunos desenvolvem cartazes, mobilizações, visitas aos abrigos, arrecadação de alimentos para as famílias e estão desenvolvendo uma cartilha informativa que será lançada em breve. Além disso, a escola oferece uma merenda diferenciada com o cardápio da Venezuela.

O projeto já foi destaque em nível nacional e estadual em 2018, no "Prêmio Professores do Brasil e Respostas para o Amanhã".

PREMIO INNOVARE - Visa a construção do Cidadão, com o objetivo de identificar, divulgar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento da justiça.

 

 

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O governador anunciou também para a próxima semana as assinaturas das ordens de serviço para conclusão das obras de abastecimento de água do Pedra Pintada e do João de Barro

Após sete anos de espera, os moradores do Cidade Satélite terão o abastecimento de água normalizado. Na manhã desta sexta-feira, 7, o governador Antonio Denarium assinou a Ordem de Serviço para conclusão da obra do Centro de Reservação e Distribuição (CRD) da rede de abastecimento de água do bairro, que também vai atender ao residencial Vila Jardim. A previsão de conclusão é em novembro deste ano.

O governador Antonio Denarium lembrou que assumiu o Governo com mais de 100 obras paralisadas e essa era uma das mais antigas nessa situação.

"Já foram gastos mais de R$ 8 milhões e a obra não foi entregue à sociedade. É um prejuízo muito grande e quem perde é a população, porque o benefício não chega. Isso demonstra a falta de gestão, a má gestão, corrupção e também falha na hora de aplicar os recursos públicos", afirmou Denarium, adiantando que na próxima semana também deverá dar a Ordem de Serviço para a conclusão do sistema de abastecimento de água dos bairros Pedra Pintada e João de Barro.

O secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Lima, lembrou que a obra foi paralisada com cerca de 80% dos serviços executados e, após uma auditoria, a Seinf (Secretaria Estadual de Infraestrutura) realizou uma nova licitação para conclusão da obra, no valor de R$ 1.321.811,78, que foi vencida pela empresa LB Construções.

"Essa obra possui dois reservatórios, um apoiado e outro elevado, que somam uma capacidade de dois milhões e cem mil litros de água, que vão atender a aproximadamente 10 mil residências e 40 mil pessoas", explicou.

O diretor-presidente da Caer, James Serrador, explicou que, na área operacional, essa é uma obra de vital importância para essa região, pois a água que abastece os domicílios vem do CRD localizado no bairro Caranã, além de quatro poços artesianos que complementam o abastecimento.

"A retomada dessa obra é crucial para a operacionalização de um bom serviço aqui, pois vai dar estabilidade ao sistema. Você vai ter um reservatório de grande capacidade, que vai permitir, por exemplo, a expansão dessa região e vai nos reduzir muitos problemas e garantir que nós tenhamos um serviço de qualidade para a população", conta.

Fábio Oliveira, presidente da Associação dos Moradores do Cidade Satélite, disse que a população têm sofrido com a falta de água, porque são abastecidos com um poço artesiano, e devido a demanda de moradores ter aumentado com a chegada do pessoal do Vila Jardim e de outros residenciais que tem no bairro.

"Há seis anos nós enviamos ofícios pedindo para terminar essa obra, mas nunca fomos atendidos. Até que enfim essa vai ser finalizada. Os moradores do Cidade Satélite agradecem a iniciativa do Governo, que foi uma promessa de campanha, e aproveitamos para fazer mais um pedido, que é a construção de uma escola estadual aqui no bairro", comemora.

"Essa obra está sendo retomada hoje, por conta do empenho do governador Denarium, que apesar do pouco tempo de mandato, demonstrou que, quando nós temos decisão política, quando nós temos firmeza de propósito, é possível realizar", destacou o superintende regional da Caixa em Roraima, Paulo Sérgio.

VILA JARDIM - Recentemente, o Governo do Estado, em parceria com o Exército Brasileiro, perfurou um poço artesiano com capacidade de produção para garantir a pressão da água e abastecer todos os prédios do residencial Vila Jardim, localizado no bairro Cidade Satélite, que tem quase 15 mil moradores residentes em 2.992 apartamentos, divididos em 180 blocos.

O Vila Jardim utiliza o sistema que foi planejado para atender as demandas do bairro Cidade Satélite e com isto, o abastecimento para os moradores fica comprometido.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), do Departamento de Desporto da Seed (Secretaria de Educação), Secom (Secretaria de Comunicação) e Rádio Roraima, com apoio da Prefeitura de Caracaraí, realizou nesse sábado, 8, a Tarde de Lazer para os moradores daquele município. As atividades ocorreram na Orla da cidade, com aula de zumba, atendimento psicossocial, espaço lúdico para as crianças, entre outras ações.

A secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, explicou que as ações de governo são intersetoriais. “São várias secretarias juntas levando lazer, cultura e o esporte que fazem parte do desenvolvimento humano e social. Em Caracaraí, precisamos trabalhar o fortalecimento da juventude para que possa lidar com grandes desafios. A questão do suicídio, por exemplo, é uma situação que enfrentamos no município e que precisa ser trabalhada com políticas publicas”, disse.

O secretário de Comunicação, Marcos Marques, explicou que o objetivo é levar aos municípios lazer e atendimento para a população. “Com o apoio de várias secretarias e da Rádio Roraima, estamos trazendo para as praças do interior: zumba e o ônibus da Mulher Brasileira com atendimento psicossocial. O projeto ganhou asas e, agora, vai acontecer em outros municípios de Roraima”, afirmou.

A coordenadora estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Graça Policarpo, ressaltou a importância dos atendimentos levados pelo projeto Tarde de Lazer. “É uma ação itinerante da Saúde da Mulher, do enfrentamento da violência contra a mulher, da autonomia econômica da mulher. É uma equipe multidisciplinar, trabalhando em prol das mulheres. Estamos na Setrabes, na Casa da Mulher Brasileira, nas comunidades e no interior, fazendo um trabalho em parceria com outras instituições para fortalecimento das políticas para as mulheres. Trazemos ainda conhecimento para ensinar as mulheres a desenvolver alguma atividade econômica”, disse, e destacou também a parte de embelezamento, cabelo, unhas e sobrancelhas, oferecida durante a ação.

Para a psicóloga Raíssa Lemos, que atua na Casa da Mulher Brasileira, a ação é importante, porque leva o auxílio mais próximo das mulheres que sofrem violência doméstica. “Estamos com o ônibus Lilás, que tem cabine de atendimento psicológico e com assistente social, tirando as dúvidas e fazendo encaminhamento para a Rede”, explicou.

A presidente do Instituto ‘A Moda é Viver’, Alda Araújo, frisou que as parcerias com o Governo do Estado são fundamentais para a realização do evento. “São várias ações, desde arrumar as unhas, os cabelos e sobrancelhas da mulherada até o atendimento no ônibus. O instituto está inserido nessa ação e sempre faremos essas parcerias”, ressaltou.

Quem também participou da ação foi a artesã da Casa da Mulher Brasileira, Nízia da Costa, com artesanatos produzidos por mulheres que no momento estão na unidade. “Na Casa da Mulher Brasileira temos o projeto para as mulheres que sofrem violência doméstica e são atendidas lá. É um projeto para que elas tenham autonomia econômica e uma renda extra, com a produção de artesanato usando material reciclável”, explicou.

Os moradores de Caracaraí tiveram acesso também à aula de zumba, comandada pela professora Rose Lemos e pelo professor Zin Janderson Pereira. Segundo a instrutora, foi uma satisfação receber as equipes do Governo do Estado. “É importante esse apoio que estamos recebendo do Governo, por meio da Setrabes, e também do Instituto A Moda é Viver. A zumba é movimento, saúde e qualidade de vida, que estamos oferecendo à população de Caracaraí”, frisou.

Animada com a programação em seu município, a moradora Melissa Karen disse que é importante, porque são poucas as atividades ofertadas à população. “Achei maravilhoso pelo fato de não ter muita diversão aqui. Foi uma tarde diferente. Gostaria que tivesse mais vezes”, afirmou.

A moradora Adriana Gonçalves participou das atividades com seus três filhos. Enquanto ela cuidava da beleza, arrumando cabelos, unhas e sobrancelhas, eles participavam das atividades culturais de pintura. “Estou achando muito bom, porque aqui em Caracaraí quase não tem programação para as crianças. Além disso, ainda temos o apoio para as mulheres. É muito bom”, ressaltou.

Avalie este item
(0 votos)

 

O Governo de Roraima em parceria com o Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da Vara da Justiça Itinerante e os cartórios Loureiro e Aquino, realizou nessa sexta-feira, 7, o 1º Casamento Coletivo Empreendedor Amor A2, que oficializou a união de 101 casais na Rede Cidadania Melhor Idade.

A programação foi coordenada pela Diretoria de Proteção Social Básica da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social).

Estiveram presentes o governador Antonio Denarium e a primeira-dama Simone Denarium, as secretárias da Setrabes, Tânia Soares e Geisla Ferreira, a deputada estadual Tayla Peres, o defensor-geral Stélio Dener, empresários, servidores e autoridades militares.

A cerimônia religiosa com as bênçãos das alianças foi conduzida pelo pastor da Igreja do Nazareno, Jean Nogueira e pastora Krezi Kelly. Já a cerimônia civil esteve sob a responsabilidade do tabelião do Cartório do 1° Oficio e juiz de Paz, Josiel Loureiro, que destacou o momento importante para as famílias que celebraram o amor com a parceria dos cartórios e as demais instituições.

“Os casais têm a chance de ter seu registro de casamento e celebrar o momento de maior significado em suas vidas, por meio desta oportunidade oferecida pelos cartórios em parceria com a Justiça Itinerante e o Governo do Estado. Alguns já convivem há muitos anos e sempre tiveram este desejo, mas esbarravam na questão financeira para custear as taxas e a organização da cerimônia. Sem dúvida é um dia que ficará eternizado em suas vidas”, destacou.

As cerimônias civil e religiosa não tiveram nenhum custo para os casais e foi a chance de aliar o amor ao reconhecimento civil, conforme explicou a secretária Tânia Soares. “É um momento único na vida deles. Oficializar a união propicia ao casal algumas facilidades e direitos da vida a dois, exercendo a função protetiva da família, e este aspecto trabalharemos durante nossa gestão como ação de governo. Foi, sem dúvida, uma experiência inovadora em que os casais trabalharam também nos preparativos para este momento, aprendendo nas oficinas a confecção dos doces e a preparação dos buquês”, comentou.

O governador Antonio Denarium disse que essa foi a realização do sonho de muitas famílias e se concretizou com esta importante parceria entre o poder público e as demais instituições envolvidas, com o objetivo de fortalecer os laços familiares em um ato de cidadania.

“Estamos fortalecendo a principal instituição, que é a família. Agradeço imensamente a parceria com o Tribunal de Justiça e os cartórios Loureiro e Aquino, que nos ajudaram a propiciar a felicidade aos 101 casais que participam deste momento festivo, reunindo casais brasileiros, venezuelanos e guianenses. Este caráter empreendedor será sempre defendido, pois estamos deixando de ser um governo totalmente assistencialista e possibilitando que o cidadão desperte a necessidade de empreender e gerar renda com dignidade, ajudando no sustento de sua família”, pontuou.

Casais aprovam iniciativa e destacam ação como vínculo de garantias

O casal Demétrio da Silva Mota e Albaniza Correia Silva está junto há mais de oito anos e destaca que sempre almejou oficializar sua união, mas o principal impedimento sempre foi o custo para concretizar este objetivo.

“Há mais de cinco anos estamos planejando celebrar este momento, mas sempre tivemos dificuldades financeiras. Quando soubemos desta nova oportunidade, pois já tínhamos tentado outra vez e não conseguimos, nos inscrevemos e fomos selecionados. Sem dúvida é um momento de muita emoção e agora podemos declarar que estamos casados, graças a este apoio do governo e dos demais parceiros que ajudaram a concretizar nosso objetivo”, comentou Albaniza Correia.

Para o casal Adriano Júnior e Fabíola Karla, além de toda celebração festiva, o momento também proporciona a garantia de direitos jurídicos em comum e essa conquista é extremamente importante para os casais que oficializam sua união.

“Estamos juntos há mais de seis anos e, como a maioria das famílias, sempre desejamos regularizar nossa situação. Agradecemos esta oportunidade que representa um vínculo de garantias a todos os casais que estão participando deste importante momento”, relatou Adriano Junior.

Avalie este item
(1 Votar)

A data de 9 de junho é comemorado o Dia da Imunização. Para celebrar a data, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) divulgou que Roraima atingiu a meta nacional de imunização contra a Influenza e finalizou a campanha com 90% dos grupos prioritários imunizados.

A campanha começou em 10 de abril e seguiu até 31 de maio de 2019 e 174.385 mil pessoas dos grupos específicos foram vacinadas, entre eles, pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses até cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Também foram vacinados trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do Sistema Prisional 

“O resultado da campanha é muito satisfatório, visto que atingimos a maior cobertura desde 2015. É motivo de muita alegria alcançar um número tão relevante para a saúde pública do nosso Estado”, afirmou Alice Dantas, gerente do Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunizações.

As vacinas estão disponíveis para toda a população desde o dia 3 de junho. O Estado conta com um estoque de cerca de 20 mil doses da vacina à disposição dos núcleos nos municípios.

“É importante lembrar à população que ainda está em tempo de ir a um posto de saúde se vacinar, para que possamos atingir o maior número de imunizações possível e evitar surtos virais da H1N1”, ressaltou.

Embora a meta estadual tenha sido alcançada, alguns munícipios e grupos ainda não alcançaram o número de vacinações desejado e continuam em campanha até o dia 14 de junho.

Avalie este item
(0 votos)

O aspirante Natan Mesquita Barbosa, do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), está participando do Curso de Salvamento Terrestre, promovido pelo CBMMG (Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais).

A especialização teve início nesta semana e segue até o dia 28 de junho. A primeira etapa do curso está sendo executada em Belo Horizonte. A segunda será na cidade de Montes Claros (a 424km de BH).

São 160 horas de instruções teóricas e práticas abordando temáticas relacionadas à contenção de animais, salvamento em local de difícil acesso, salvamento em espaço confinado, salvamentos especiais, corte de árvore, salvamento veicular, desabamento e soterramento. O bombeiro militar terá instruções com profissionais extremamente qualificados que atuaram em Brumadinho.

O militar disse que, após o curso, será um multiplicador dos conhecimentos em Roraima. “Participar de uma capacitação deste nível em Minas Gerais é extremamente importante para nossa corporação, pois, após o término do curso, poderemos transferir o conhecimento aos bombeiros de Roraima”, declarou.

O comandante Geral do CBMRR, Coronel Jean Cláudio de Souza Hermógenes, destacou a importância de capacitação para a corporação Bombeiro Militar de Roraima. “Estamos sempre em busca de capacitar nossos militares. Esse é um dos pilares da nossa gestão. Conseguimos enviar um bombeiro sem proporcionar ônus para o Estado, mas iremos colher o bônus de uma capacitação com qualidade reconhecida nacionalmente”.

Avalie este item
(0 votos)

A Escola Estadual Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes, que tem salas anexas na Pamc (Penitenciaria Agrícola do Monte Cristo), vive uma nova realidade graças ao Governo de Roraima. A unidade passou por uma reforma completa e as aulas iniciarão na próxima segunda-feira, 10.

A nova estrutura é baseada nos presídios federais e conta com quatro salas, uma biblioteca e banheiros masculino e feminino. Além disso, a parte externa conta com sala dos professores, direção e secretaria.

Após a reforma da escola, houve uma maior adesão dos alunos para estudar. Em 2016 apenas 210 alunos estavam matriculados. Este ano, 50 estão matriculados nas series iniciais, 25 no Projeto Remissão Pela Leitura, para aqueles que já concluíram o ensino médio, e 600 estão na lista de espera para começar a estudar.

“Eles entendem que a escola contribui para a ressocialização, além de contribuir com a redução de pena. Nós acreditamos que eles estão vivendo uma nova realidade, pois hoje perceberam que por si só têm voz e representatividade dos seus direitos”, explicou a gestora da escola, Maria Arlete de Santana.

A reforma da escola foi graças ao Governo do Estado e da sociedade civil, que doou itens como mesa, cadeiras, livros, entre outros, além da participação da Força Tarefa de Intervenção Federal, que também contribuiu para a conclusão das obras 

“A escola é uma garantia dos direitos da sociedade carcerária. Esse é um momento de transformação do Sistema Penitenciário do Estado. A nova estrutura está entre as melhores do Brasil e garante mais segurança para o agente e professor”, disse o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes.

No primeiro momento, as aulas ocorrerão no período da tarde das 13h30 às 17h30 de segunda a sexta-feira. A escola atende os alunos na modalidade de ensino EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Para se matricular é necessário que os detentos passem por uma triagem e estejam com comportamento bom e não tenham cometido nenhuma infração ou tentado fuga na cadeia.

Além da Pamc, a escola Crisotelma atende os alunos na Cadeia Pública Feminina, Cadeia Pública Masculina de Boa Vista. Cada unidade possui uma escola nas suas dependências que atende aproximadamente 215 alunos do Sistema Prisional.

PROJETO REMISSÃO PELA LEITURA - É desenvolvido na escola desde 2018 e consiste na diminuição de pena. Para isso, é necessário que o aluno leia um livro, participe de instruções junto ao professor e escreva uma resenha. Após isso, o trabalho passa por uma avaliação.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima recebeu duas boas notícias para a segurança pública do Estado. O secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theóphilo, anunciou mais de R$ 10 milhões de investimento para Roraima e também o aumento do efetivo da Força Nacional em Pacaraima. Os anúncios foram feitos durante a inauguração do bloco “B” da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), na tarde desta quinta-feira, 06.

Os mais de R$ 10 milhões fazem parte de um pacote do Governo Federal para todos os Estados brasileiros. O recurso deve ser liberado para o Governo de Roraima até setembro. “Estamos agora fazendo os últimos critérios para passar do Fundo Nacional para o Fundo do Estado. Isso deve acontecer até setembro de 2019”, enfatizou Theóphilo.

Já o efetivo da Força Nacional em Pacaraima vai aumentar dos atuais 63 para 117 agentes até o mês de julho. Guilherme Theóphilo disse que as atribuições dos agentes na fronteira com a Venezuela irão mudar.

“O que nós temos é que colocar a Força Nacional com uma presença maior na segurança pública, auxiliando os bombeiros, no policiamento da cidade de Pacaraima, tirando da burocracia de documentos da Polícia Federal e colocar nas ruas”, disse o general, acrescentando que após o nivelamento, a Força Nacional terá o número maior de agentes.

O governador Antonio Denarium destacou o trabalho em conjunto do Governo do Estado e a União. “Nós estamos trabalhando com o apoio do presidente Bolsonaro para fazer essas melhorias. Com a chegada desses homens, vamos reforçar a segurança de Pacaraima e investir esses recursos na segurança pública do Estado”, afirmou.

Homenagem à FTIP

Os agentes da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária foram parabenizados pelo trabalho que vem sendo realizado na Pamc. Os agentes são os responsáveis de controlar e fazer a segurança para as obras do presídio. O diretor de Políticas Públicas, Sandro Abel Sousa Barradas, disse que esse processo de transformação da Pamc só ocorreu graças aos agentes.

“Em tempo recorde acontecer essa transformação de unidade prisional, onde a estrutura física ajuda o agente, contribui significativamente com o combate à criminalidade externa das unidades”, disse.

Quinta, 06 Junho 2019 21:11

Primeira etapa da obra da Pamc é inaugurada

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Como parte da reforma da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), o Bloco B com sete alas e 154 celas, das quais seis são para pessoas com deficiência, foi entregue oficialmente nesta quinta-feira, 06. Iniciada em dezembro de 2018, esta foi a primeira etapa da obra. As demais etapas devem ser concluídas em agosto deste ano.

A área total construída é de 3.282,40 m² e terá 13 alas no total. O prazo da obra completa é de 270 dias, em valor total de R$ 9.928.823,3, do qual já teve R$ 4.310.500,09 do valor executado, ou seja, 43,40% da obra em andamento.

O secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, afirmou que a nova estrutura foi totalmente reforçada e garantirá mais segurança. “Agora as celas não têm ponto elétrico, o que não permite que o preso consiga carregar aparelhos eletrônicos; o sistema hidráulico foi todo reformado e a iluminação é externa e o piso, paredes e grades também foram reforçados”, disse, acrescentando que a obra contempla espaços que não existiam como lugar para banho de sol e visitas de familiares e advogados.

Edilson pontuou que a obra na Pamc é inovadora, isso porque as trancas, alas, celas, ambiente de convivência e banheiros foram todos reformulados. “Foi toda uma logística bem pensada para poder oferecer segurança para a população, bem como aos agentes que atuam no local”, enfatizou.

A transferência dos presos ocorre na próxima segunda-feira, 10, e após isso será dada continuidade na obra da Pamc, que abrangerá o Bloco A.

Paralelo a isso, é construído o Presídio de Monte Cristo e será dado início à reforma nas Cadeias Públicas Feminina e Masculina. “Desta forma, teremos segurança de excelente qualidade. É um compromisso do Governo em parceria com a Presidência da República”, pontuou o governador de Roraima, Antonio Denarium.

O governador informou que até 2020 todo o Sistema Penitenciário de Roraima vai estar completamente reformado, ampliado e totalmente novo.

“Isso dará segurança carcerária, para a população e para os detentos, que terão mais qualidade de vida. Antes os familiares precisavam levar alimentação, roupas, medicamentos e produtos de higiene para os presos e atualmente tudo isso é fornecido pelo Governo. Eles também recebem tratamento de saúde, como atendimento básico e psicológico”, pontuou.

SISTEMA PRISIONAL - O massacre de 33 presos que ocorreu em 6 de janeiro de 2017 na Pamc e a falta de condições de trabalho com segurança para os agentes marcou a história carcerária do Estado. Após o ocorrido, o Governo solicitou a atuação de agentes da Força Nacional para controlar a situação, que chegaram no dia 10 de janeiro, quatro dias depois do massacre na unidade prisional.

Posteriormente, foi autorizada pelo Ministério de Segurança Pública, no dia 22 de novembro de 2018, a FTIP (Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária), executada por agentes federais de execução penal e agentes penitenciários dos entes federativos na Pamc. A partir dessa autorização de FTIP, o Depen (Departamento Penitenciário Nacional) detém, até hoje, o controle da Pamc.

A primeira ação de reestruturação da unidade foi uma reorganização de presos e a reforma do local. A obra era uma das 50 que estavam paradas e reiniciou com a ordem de serviço enquanto o governador Antonio Denarium estava como interventor federal.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Para melhorar a gestão e alinhar as demandas enfrentadas pelos gestores das escolas estaduais da capital e do interior, a Seed (Secretaria de Educação) realizou nesta quinta feira, dia 6, no Palácio Senador Hélio Campos, o I Encontro de Gestores das Escolas dos Municípios.

O evento contou com a participação de pelo menos 60 diretores e serviu de base para que o Governo, por meio da Seed, fizessem o nivelamento da política pública de educação. O governador Antonio Denarium conversou com os gestores e disse que o Governo está trabalhando para que o Estado possa ter uma educação pública de qualidade.

“Nós estamos fazendo uma gestão compartilhada com nossos gestores e professores para identificar as falhas e implementar as melhorias necessárias. Roraima está no caminho certo para uma educação de boa qualidade”, destacou Denarium.

De acordo com a secretária de educação, Leila Perussolo, é importante manter o diálogo com o governador que tem atenção especial pela Seed e também pelas escolas estaduais.

“Hoje nós estamos no I Encontro de Gestores das Escolas dos Municípios para que possamos fazer um alinhamento da plataforma de gestão educacional do nosso Estado, para que eles possam ouvir o nosso direcionamento e, principalmente, trazer as demandas das nossas escolas e das nossas necessidades para que as políticas públicas educacionais sejam realizadas nas escolas”, explicou.

I ENCONTRO

Pela manhã, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, foram discutidos técnicas e administrativas como fortalecimento das ações pedagógicas na rede pública estadual, além da oportunidade de esclarecer dúvidas e posicionamento dos gestores.

Também foram debatidas dinâmicas de elaboração do planejamento escolar, práticas pedagógicas que permitam um trabalho didático com eficácia para os alunos da Educação Básica, fortalecer a usabilidade dos recursos destinados à educação através dos programas federais, os quais subsidiam todas as atividades que demandam gastos financeiros para a sua efetivação, entre outras situações. 

“Tivemos pela manhã uma reunião com os representantes de todos os departamentos da Seed, juntamente com a secretária Leila, para esclarecer as dificuldades e saber o que está sendo melhorado e o que ainda vai melhorar. A gente espera e acredita que o Governo vai resolver o problema da educação de Roraima”, disse o professor José Adilson dos Santos.

Avalie este item
(0 votos)

Com tema "Corpo, alma e coração", a Escola Estadual Mário Davi Andreazza realiza nesta sexta-feira, 07, a 10° edição da Mostra de Educação Física. O evento ocorre na quadra da escola, a partir das 15h.

Apesar de ser um conteúdo rico, a dança é ainda pouco explorada ou desenvolvida de forma descontextualizada no âmbito escolar. O objetivo é trabalhar a temática na disciplina de Educação Física, problematizando alguns desafios da prática pedagógica na atualidade.

“Vamos ressaltar a importância da dança como patrimônio cultural da humanidade e como linguagem artística que possibilita o desenvolvimento da criatividade de uma forma de expressão poética, sentimentos e visões do mundo da dança”, explica a coordenadora do projeto, Lucimary Azevedo.

Durante o evento serão apresentadas danças de rua, clássica, moderna, folclórica, de roda, contemporânea, latinas, hip hop, do ventre, afro, dança de salão do Brasil, indígena, disc music dos anos 60, 70, 80 e 90, danças típicas das regiões do país, como Norte, Sul, Centro Oeste, Nordeste e Sudeste, além de exposições e stands explicando a origem de cada dança, entre outras pesquisas realizadas pelos alunos.

“Essa mostra traz contribuições significativas, pois desafia alunos e professores para uma reflexão sobre a importância da dança, tanto no ambiente escolar quanto no contexto de lazer”, afirma a coordenadora.

Atualmente a escola desenvolve os projetos pedagógicos "Caça-Talentos" e "Jogos Internos". A instituição atende 714 alunos nas modalidades de Ensino Fundamental e Ensino Médio. A Escola está localizada na Rua Alcides Lima, 246, bairro Caimbé, em Boa Vista.

Avalie este item
(0 votos)

A fim de fortalecer a prática de orientação educacional nas escolas estaduais, professores orientadores e orientadores educacionais passaram pelo treinamento "Práticas de orientação educacional e  cotidiano escolar". A ação teve inicío na última terça-feira, 04, como parte do Projeto de Formação Continuada. As atividades ocorrem no auditório da DPE-RR (Defensoria Pública do Estado) e continuam nesta sexta-feira, 07.

O objetivo do treinamento é dar subsidio teórico e prático à atividade de orientação educacional em escolas públicas estaduais, orientando dos processos de gestão educacional nos desafios do ensino-aprendizagem presentes no cotidiano escolar.

“Essa é uma forma de fortalecer a prática de orientação educacional nas escolas estaduais da capital e interior, orientando e instruindo os profissionais acerca das novas realidades que se apresentam no cenário da escola pública”, explicou a chefe da Dipse (Divisão de Desenvolvimento Psicossocial Escolar), Maria de Nazaré Sicsu.

Um dos focos da formação reside no campo da competência técnica dos profissionais da educação, especificamente com as melhorias da prática do professor orientador e do orientador educacional.

“É fundamental a observação, o estudo e o direcionamento de estratégias para o acompanhamento de como o processo de desenvolvimento da atividade de orientação educacional, praticado pelos profissionais, vem incidindo sobre os resultados do processo de ensino-aprendizagem desenvolvido na escola”, ressaltou Nazaré.

Os temas abordados no treinamento são: motivação profissional, relações interpessoais e condições de aprendizagem, atendimento à família, mediação de conflitos na escola, indisciplina escolar, atendimento e acompanhamento aos alunos envolvidos com drogas e facções criminosas, como trabalhar com adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social e atendimento aos alunos com dificuldades de aprendizagem.

O curso é desenvolvido pelo Ceforr (Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima), em parceria com a Dipse, e terá a carga horária de 100 horas, distribuídos em sete módulos que terá a duração até novembro e atenderá 140 profissionais do SOE (Serviço de Orientação Educacional), ou seja, que atuam como professores orientadores e orientadores educacionais nas escolas estaduais.

Avalie este item
(1 Votar)

Nos cinco primeiros meses deste ano a APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago) capacitou 300 profissionais de segurança pública. Paralelamente à capacitação, foi realizado um trabalho voltado à saúde mental dos policiais, via CQV (Centro de Qualidade de Vida) e por meio de uma parceria com a UFP (Universal nas Forças Policiais), levando apoio espiritual aos policiais de Roraima.

A diretora da Academia, Giuliana Castro, destacou a importância da capacitação continuada volta aos policiais. Segundo ela, é de suma importância que os policiais estejam acompanhando a evolução na sociedade e se preparando para atender às mais diversas demandas.

A capacitação na APICS atendeu aos policiais civis e militares, bombeiros militares, federais e rodoviários federais e guardas civis municipais nos mais diversos cursos, tais como o COSAP (Curso de Conduta de Sobrevivência e Autoproteção Policial), o CAPPS (Curso de Abordagem Policial à Pessoa Surda), o COPAM (Curso de Operações Policiais Ambientais), Curso de Capacitação Técnica para Manuseio de Arma de Fogo de Repetição e Semiautomática, Curso de Práticas de Tiro e Manejo e Manuseio em Arma de Fogo, Curso de Proteção de Dignitários, Curso de Segurança Orgânica; Curso de Salvamento Aquático e 1º Simpósio de Direito Militar.

“Buscamos proporcionar aos policiais uma gama de conhecimento nos mais diversos temas. É importante a capacitação continuada, pois assim esses profissionais de segurança pública estarão mais preparados para atender as demandas da sociedade”, disse Giuliana.

Ponto importante destacado por Castro é o trabalho realizado pelo Centro de Qualidade de Vida junto aos policiais estaduais.

“Nossa equipe tem percorrido as unidades policiais levando esclarecimento, vez que a profissão policial é uma das mais estressantes. Temos acompanhamentos individuais aos policiais que necessitam desse trabalho. Paralelamente, temos uma equipe que faz o acompanhamento espiritual, levando a palavra, motivando os policiais a praticarem a fé, de forma que tenham mais equilíbrio em sua rotina diária”, afirmou Castro.

Para Giuliana Castro, é extremamente importante a integração entre as forças de segurança no ambiente acadêmico. Com as capacitações continuadas, por meio da Academia, a diretora enfatizou essa realidade, o que, no seu entendimento, promove uma maior interação e compartilhamento de informações importantes para o combate à criminalidade.

“Buscamos promover a integração entre todas as instituições de segurança na Academia de Polícia. Não há um lugar melhor para promover essa integração do que no ambiente escolar”, observou.

Avalie este item
(1 Votar)

Uma obra que teve início em 2012 e passou por duas gestões sem ser concluída, deve ser retomada na próxima semana pelo Governo do Estado, através da Seinf (Secretaria Estadual de Infraestrutura). A Ordem de Serviço para a conclusão dos serviços do Centro de Reservação e Distribuição da rede de abastecimento de água do bairro Cidade Satélite, que também irá contemplar o  Residencial Vila Jardim, será dada pelo governador Antonio Denarium nesta sexta-feira, 7, às 11h, na Rua Josemar B. de Albuquerque, no Cidade Satélite.

Segundo informações da Caer (Companhia de Águas e Esgoto de Roraima), o sistema de abastecimento tem capacidade para 2.100 mᶟ e vai atender mais de 10 mil domicílios, atingindo mais de 40 mil pessoas com água tratada e de qualidade.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Edilson Lima, a obra que teve início em julho de 2012, foi paralisada com cerca de 80%, devido a empresa responsável pela execução ter abandonado o serviço na gestão passada. Foi feita uma nova licitação para conclusão da obra, no valor de R$ 1.321.811,78.

Desde que foi iniciada a obra, foram investidos R$ 8.381.019,19. Ao final da obra, que está prevista para ser concluída em novembro deste ano, serão investidos R$ 9.702.830,97.

“No início do ano, o governador Antonio Denarium determinou que todas as obras paralisadas fossem auditadas e, depois disso, sanar as pendências para que fossem retomadas. Essa foi uma delas e, agora, estamos dando a Ordem de Serviço para que possa ser concluída e entregue à população, que há tanto tempo espera por um abastecimento de água adequado e contínuo”, disse.

Por solicitação da Seinf, a empresa vencedora da licitação já iniciou o processo de limpeza da área, já que devido o longo tempo paralisada, havia muito mato ao redor. Também foi solicitada que fosse colocada vigilância no local, para evitar o acesso de pessoas, como forma de evitar acidentes.

ENTENDA O SISTEMA – O Centro de Reservação e Distribuição da rede de abastecimento de água do bairro Cidade Satélite compreende um reservatório apoiado de 1.800 mᶟ, um elevado de 300 mᶟ, uma Estação Elevatória de Água Tratada, um prédio para abrigar a Unidade de Tratamento de Água, além de dois poços profundos.

 

Durante apresentação de palestra aos integrantes do Sistema de Segurança Pública do Estado, ministrada pelo secretário Nacional de Segurança Pública, General Guilherme Cals Theophilo, o governador Antonio Denarium disse que Roraima reduziu em 70% os casos de criminalidade, se comparado o 1° trimestre 2019 ao mesmo período de 2018.

"Desde a intervenção não tivemos nenhuma fuga, rebelião, ou assassinato dentro dos presídios. Tivemos a maior redução do Brasil em número de assassinatos. Comparando o mesmo período, de janeiro a março de 2018 e 2019, houve redução de 70% sobre os números de mortes no Estado de Roraima. Em 2018, foram registrados 73 assassinatos no Estado, enquanto em 2019 foram 28”, disse o governador Antonio Denarium.

O evento ocorreu na noite desta quarta-feira, dia 05, no Salão Nobre do Palácio Senador Hélio Campos. A palestra abordou as principais ações da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) no Brasil e também no Estado de Roraima para a redução dos índices de criminalidade.

De acordo com o secretário da Senasp, general Guilherme Cals Theophilo, no 1º trimestre houve a redução de 24% em nível nacional, quando a prospecção dos especialistas em Segurança Pública seria de apenas 3%.

“A palestra é um retrospecto da Segurança Pública no Governo Bolsonaro, que é a área que mais se destacou. Nós tivemos em todo território nacional uma redução entorno de 24%. Isso serve não para comemorar, mas sim para analisar o porquê dessa redução, considerando que em nenhuma das previsões havia esse dado estatístico”, ressaltou Theophilo.

A vinda do secretário ao Estado se concentra também em observar a atuação da FNSP (Força Nacional de Segurança Pública) em Roraima, além de acompanhar o trabalho de recepção dos venezuelanos pela Operação Acolhida, em Pacaraima.

Na oportunidade, Theophilo fez um panorama geral das ações realizadas pela Senasp em vários Estados do País. Para ele, os números alcançados são o resultado de pelo menos 20 ideias no combate à criminalidade, dentre as principais, a integração das forças de Segurança Pública que tem se destacado em operações coordenadas ao mesmo tempo em vários Estados, a atuação da FNSP, o compartilhamento de informações, a atuação da Equipe de Inteligência e a utilização de novas tecnologias.

FORÇA NACIONAL

Com 120 homens atuando em Roraima desde agosto de 2018, a FNSP atual em parceria as forças de Segurança do Estado no policiamento ostensivo e repressivo.

“Atuamos aqui desde agosto do ano passado, em média com 120 homens, fazem o policiamento ostensivo, preventivo e repressivo em toda Boa Vista. Chegamos a níveis de resultados excelentes de prisões e apreensões e flagrantes em colaboração conjunta, que são essenciais para minimizar os efeitos da violência em Roraima”, destacou o diretor da FNSP em Roraima, Aginaldo Oliveira.

Comprometidos com a oferta da educação de excelência, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) realizará nesta quinta- feira, 06, o I Encontro dos Gestores das Escolas da Rede Estadual de Ensino do Interior para nivelamento das informações dos departamentos da Secretaria. O evento ocorre das 8h30 às 13h, na videoteca do Palácio da Cultura Nenê Macaggi.

O encontro é voltado para discussões técnicas e administrativas como fortalecimento das ações pedagógicas na Rede Pública Estadual. Além da oportunidade de esclarecer dúvidas e posicionamento dos gestores.

“Esse encontro é para que haja o nivelamento de informações das atividades no processo educacional administrativo e pedagógico desenvolvidas pelos departamentos da Seed, considerando como de grande relevância para a melhoria das indicações do ensino local”, explicou a diretora do DGE (Departamento de Gestão Educacional), Milena Souza.

Além de promover a interação entre os gestores da rede estadual de ensino e os assessores pedagógicos da Secretária de Educação. O encontro também irá discutir dinâmicas de elaboração do planejamento escolar, práticas pedagógicas que permitam um trabalho didático com eficácia para os alunos da Educação Básica, fortalecer a usabilidade dos recursos destinados à educação através dos programas federais, os quais subsidiam todas as atividades que demandam gastos financeiros para a sua efetivação, entre outras situações.

“Esse é um momento de compartilhar experiências do ambiente escolar que envolve todos os atores do processo educacional. Além de coletar sugestões para subsidiar o planejamento das ações da Secretaria diante da realidade das escolas do interior do Estado”, ressaltou Milena.

Atualmente o Estado conta com 383 escolas e 72.471 alunos. No interior são 64 escolas  e 17.443 alunos. Além disso, são 18 escolas militarizadas, sendo sete nos municípios de Mucajaí, Caracaraí, Rorainópolis, Nova Colina, Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre.



 

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium recebeu nesta quarta-feira, dia 05, o diretor do Centro de Ciências da Saúde da UFRR (Universidade Federal de Roraima), José Geraldo Ticianeli, o coordenador do Curso de Enfermagem, Raphael Florindo, e a cordenadora do Curso de Medicina, Ellem de Souza, com a finalidade de firmar parcerias para receber doações que melhorem o atendimento no sistema de saúde estadual. 

Além das doações de materiais da UFRR para o Estado, foi discutida ainda a ideia de uma parceria para que os hospitais do Estado recebam mais acadêmicos para estagiar, além da possibilidade de o Hospital das Clínicas, se tornar um hospital-escola que atenderia não apenas aos acadêmicos de Medicina e Enfermagem da UFRR, mas também da UERR (Universidade Estadual de Roraima).

Denarium destacou como essas parcerias são importantes. “Queremos firmar um acordo de cooperação onde a UFRR vai estar inserida dentro do Hospital Geral e do Hospital das Clínicas. Uma parceria sólida, a longo prazo, que vai melhorar a qualidade de atendimento nos nossos hospitais. Além disso, vamos receber doações de equipamentos da Universidade Federal, como móveis, materiais de limpeza e até equipamentos de informática e hospitalares”, pontuou.

José Geraldo Ticianeli explicou que as unidades hospitalares do Estado têm um campo extremamente importante para a capacitação dos alunos de Medicina e Enfermagem.

“Temos que agradecer ao governador Antônio Denarium por essa possibilidade de abrir parceria, pois a Universidade Federal, além de poder auxiliar no atendimento aos usuários do sistema público, também pode ajudar com doações de equipamentos e, no final, quem ganha é a população”, disse Geraldo.

Ele ressaltou que, ao longo dos anos, a UFRR vem doando equipamentos para o Estado, seja por meio do Ministério da Educação ou do Ministério da Saúde. São materiais que ajudaram e ajudam no atendimento dos usuários, como ambulâncias, leitos hospitalares, equipamentos de bioquímica, entre outros.

“Além de favorecer na melhoria do atendimento, a parceria com o Estado ajuda na capacitação dos nossos alunos, que serão nossos futuros profissionais de saúde”, completou.

A diretora do Hospital das Clínicas, Silvia Vasconcelos, também participou da reunião e pontuou benefícios que a parceria com a UFRR pode trazer para os pacientes. “Além de ajudar com materiais e insumos, uma parceria desse porte vai beneficiar a população e transformar o HC em hospital-escola de referência na região”, ressaltou.

Avalie este item
(0 votos)

Tornar mais célere e segura a emissão do documento de identidade, tão importante para o cidadão, foi o objetivo da ação que se estendeu até a noite de terça-feira, 4, na sede do Posto Avançado do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz) no município de Rorainópolis.

A partir desta quarta-feira, dia 5, a carteira de Identidade em Rorainópolis passa a ser emitida online e entregue em no máximo em dez dias, evitando assim o desgaste que o cidadão enfrentava para ter acesso ao documento somente após cerca de 40 dias.

De acordo com o diretor do Instituto de Identificação, Amadeu Triani, com a instalação de novos equipamentos, obtidos pela Polícia Civil para IIOC, o posto passa a atender online e com a foto impressa direto na carteira, o que evitará fraudes. Até então, segundo o diretor, o posto do município atendia a população utilizando o método antigo de entitamento, com fotografia 3x4 e preenchimento manual do pedido de identificação civil.

“Assim os nossos técnicos precisavam ter um trabalho dobrado em digitar os dados biográficos e digitalização das imagens de impressões digitais, fotografia e assinatura, levando de três a quatro meses para a carteira ser impressa e entregue no município”, lembrou Triani.

A modernização do posto também contou com a colaboração da Sesp (Secretaria Estadual de Segurança Pública), conforme explicou o diretor, que qualificou os colaboradores do posto para utilizar o novo sistema. Além disso, o novo espaço foi cedido pela Defensoria Pública do Estado de Roraima.

“O posto já está disponível para população com ambiente climatizado, novo sistema, internet e colaboradores qualificados. Tudo isso é  resultado da parceria e do compromisso do Governo para atender melhor a população de Rorainópolis e adjacências do Sul do Estado”, concluiu o diretor.

O delegado Geral de Polícia, Herbert de Amorim Cardoso ressaltou que a meta da Polícia Civil é trabalhar para que cada município tenha um posto de atendimento do Instituto de Identificação.

“Isso resultará em mais dignidade ao cidadão, que terá acesso a esse atendimento em sua cidade, sem necessariamente ter mais gastos de deslocando a Boa Vista. Sabemos das dificuldades financeiras que o Estado atravessa, mas a Polícia Civil vem trabalhando para resolver esse problema que há anos se arrasta em Roraima. Aos poucos vamos atingindo essa meta”, disse Cardoso.

IIOC -  Além da emissão de carteiras de identidade, o Instituto de Identificação Odílio Cruz também oferece os serviços de perícias papiloscópicas, tanto nos hospitais quando precisa identificar pessoas hospitalizadas, corpos encontrados sem identificação, quanto em visitas domiciliares, quando a pessoas não têm mobilidade para ir ao Instituto.

Em Boa Vista, há dois postos de atendimento, sendo a sede, localizada na Avenida Mário Homem de Melo, bairro Liberdade e na Casa do Cidadão, na Rua Izídio Galdino, 2469, bairro Senador Hélio Campos.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de desenvolver o gosto pela leitura e a escrita, a Escola Estadual Jesus Nazareno de Souza Cruz está realizando nesta quarta-feira, 05, a II Gincana Literária, que tem o tema ‘Ampliando horizontes através da literatura’. O evento é destinado para alunos do turno matutino e vespertino.

“Buscamos estimular a leitura de diferentes gêneros literários, promovendo atividades que despertem o desejo de levar a descoberta do prazer que a leitura proporciona”, explicou a coordenadora do projeto, Maria Aparecida Araújo.

As equipes vencedoras de cada desafio serão premiados  com troféus, medalhas, entre outros itens. “Essa é uma forma de incentivar os alunos a trabalharem em equipe e desenvolverem um bom trabalho. São premidos simples, mas que tem uma importância muito grande para os vencedores”, finalizou.

A programação envolve atividades como soletrando, citação de poemas, paródias, adivinhação, contos fabulosos, música, provérbios populares, teatro, trilha do conhecimento sobre as escolas literárias, batalha de rimas, desfile com a caracterização dos escritores, torta na cara sobre as tipologias e gêneros textuais, mitos e lendas e exposição da colcha literária, criada pelos próprios alunos com desenho das obras.

A escola está localizada no bairro Caranã e atende 767 alunos nas modalidades de ensino fundamental e médio.

 

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O Palácio da Cultura foi o palco de celebração em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado hoje, 05 de junho. O evento discutiu as formas de preservação da fauna, flora, recursos hídricos e minérios de Roraima. Participaram das discussões alunos, professores e autoridades ambientais

Em seu discurso, Denarium afirmou que Roraima não é o pedaço de chão mais rico do Brasil, mas o mais rico do mundo e acrescentou que preservar essas riquezas é responsabilidade de toda a sociedade. “Quem são os responsáveis por essa preservação somos nós. Toda a população de Roraima e do mundo. É dever da sociedade a preservação do meio ambiente para as novas gerações”, disse.

O governador destacou que Roraima precisa se desenvolver e que a vocação do Estado está na produção de alimentos, mas tem que produzir respeitando o meio ambiente.

“Temos que produzir com sustentabilidade. O governo está trabalhando para aprovar o ZEE [Zoneamento Ecológico Econômico] que vai nortear todos os produtores sobre quais áreas poderão ser usadas para a produção com responsabilidade”, enfatizou.

O Dia Mundial do Meio Ambiente começou a ser comemorado em 1972, com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação da natureza e alertar o público e governos de cada país sobre os perigos de negligenciarmos a tarefa de cuidar do mundo em que vivemos.

SEMANA DE COMEMORAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio do DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais), promoverá de 05 a 07 de junho no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi ações de sensibilização ambiental para os alunos da rede estadual de ensino. Entre as atividades estão palestras, sarau literário, exposições e oficinas pedagógicas.

No dia 06, as escolas Voltaire Pinto Ribeiro, Ana Libória, Presidente Costa e Silva e Lobo D’Almada farão distribuição de mudas frutíferas, ornamentais e medicinais para a população que reside no seu entorno.

Para a realização das atividades, a Seed conta com os seguintes parceiros: Detran (Departamento Estadual de Trânsito), UFRR (Universidade Federal de Roraima), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa), Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e EMURR (Escola de Música de Roraima), além dos poetas Zezé Maku e Elienai Menezes.

 

PROGRAMAÇÃO:

Dia 06 de junho

Local: Escolas Estaduais;

Ação: Distribuição de mudas de plantas para a comunidade.

 

Dia 07 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h);

Local: Palácio da Cultura;

Ações: Momento Cultural, Exposição Biofotografia de Roraima – Comissão da Feira de Ciências e Oficia de Reciclagem (Senac/RR).

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium recebeu nesta terça-feira, 4, dois grupos de empresários do Estado do Paraná que vieram conhecer de perto o potencial produtivo de Roraima. Denarium destacou que a visita dos empresários é o resultado de sua ida a outras regiões do Brasil, com o intuito de atrair novos investimentos para o crescimento econômico de Roraima.

"É bom lembrar que depois que estivemos no Paraná, 18 grupos de empresários acordaram em enviar uma caravana por semana para conhecer o potencial produtivo do nosso Estado. São ações como essa que vão atrair novos investimentos, trazer desenvolvimento, alavancar a economia e gerar renda para o nosso Estado", disse.

O grupo de empresários veio das cidades de Curitiba, Guarapuava, Reserva, Ponta Grossa, Castro e Maringá. Eles visitaram pequenas e grandes propriedades por todo Estado e constataram as possibilidades de investimentos, tanto na agricultura como na pecuária.

"Tenho a convicção que Roraima tem um bom potencial de investimento pelos produtores em qualquer um dos setores. Para nós é uma satisfação ter vindo conhecer esse potencial para uma possível aquisição de área para investimento de curto, médio e longo prazo", disse o empresário paranaense Herbert Barkema.

Para Barkema, o Estado é privilegiado pelo clima e localização de geográfica, considerando que fica próximo à Linha do Equador. Além disso, afirma, existe a possibilidade de exportar a produção pelo Porto de Georgetown, na Guiana.

"Isso faz uma grande diferença, uma vez que vai agregar mais valor a qualquer produto, quando se tem uma via de escoamento que facilita a exportação, seja para a Europa ou Ásia. Temos uma linha rápida de escoamento e isso potencializa muito o valor do produto", destacou.

Para o prestador de serviços e produtos tecnológicos para o setor da agropecuário, Bernadro Bouwman, o Estado tem futuro para grandes investimentos.

"O governador Antonio Denarium está preocupado com o Estado e isso é o grande diferencial. Roraima é um Estado que está engatinhando no setor agropecuário. Eu vejo isso com bons olhos, porque há um futuro aqui para que possamos investir em novas tecnologias e ajudar o produtor a ser mais eficiente", ressaltou.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 4, o governador Antonio Denarium esteve reunido com o procurador do Trabalho, Márcio Ribeiro e o promotor de Justiça do Patrimônio Público, Hevandro Cerutti, para conhecer o estudo feito pelo Ministério Público do Trabalho da 11ª Região (MPT 11, que abrange Amazonas e Roraima) sobre a distribuição de cargos comissionados e efetivos da estrutura do Governo do Estado.

Na ocasião, foi proposto um pacto pela legalidade e moralidade no provimento de cargos comissionados do Estado e reforma administrativa, que deverá ser firmado por meio de uma ação conjunta envolvendo órgãos do Governo de Roraima, entre eles a PGE (Procuradoria Geral do Estado), Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento) e o MPT 11, além do MPRR (Ministério Público de Roraima). 

O procurador geral do Estado, Jean Michetti, lembrou que desde que assumiu o Governo, Denarium tem tentado equalizar as contas públicas e já conseguiu reduzir consideravelmente os gastos desnecessários e enxugar a folha de pagamento dos servidores, que em dezembro de 2018 tinha cerca de 6 mil cargos em comissão, chegando aos atuais pouco mais de 3 mil.

“A forma de gerenciar o Estado e o empenho para realizar ações que reduzam os gastos do Governo foram reconhecidos pelo Ministério Público do Trabalho. Em cinco meses de gestão o Governo conseguiu, ainda, fazer um acordo com os Poderes, repactuando o duodécimo; reduzir despesas e recentemente encaminhou para apreciação e votação na Assembleia Legislativa, o Plano de Recuperação e Ajuste Fiscal. Também está finalizando o plano da reforma administrativa. As gestões passadas comprometeram o orçamento do Governo, inchando a folha e destinando um valor superior ao que é previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. O que o MPT deseja é readequar a estrutura em conformidade com a legislação vigente”, pontuou Michetti.

O procurador geral explicou que o Governo do Estado está disposto a fazer o estudo e analisar o impacto financeiro, para tentar implementar o que diz a lei. Os ajustes devem ser feitos dentro da limitação orçamentária do Estado.

“Essa foi a primeira reunião com o governador. Vamos buscar viabilizar, por meio do pacto, meios para que possamos adequar e cumprir gradativamente as sugestões do Ministério Público do Trabalho e do Ministério Público Estadual”, complementou Michetti.

Conforme Márcio Ribeiro, o MPT 11 verificou que no âmbito o Estado, desde muitos governos anteriores, houve violação dos parâmetros constitucionais. “Queremos avançar no sentido de promover a regularização da conduta do Estado aos parâmetros estabelecidos na Constituição, no que se refere ao provimento de cargos comissionados. A Constituição estabelece que esses cargos devem ser destinados a cargos da administração superior, direção, chefia e assessoramento”, esclareceu.

Márcio ressaltou que a atual gestão do Executivo fez grandes avanços com a redução dos cargos comissionados. “Estamos propondo um ajuste junto ao Estado”, disse.

Entre as principais considerações do Mistério Público do Trabalho, a indicação para cargos de direção e que estes sejam assumidos por pessoas capacitadas e com formação na área (ou seja, com base em critérios técnicos).

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima abasteceu todas as escolas estaduais com merenda escolar de qualidade. Mais de R$ 2,3 milhões em merenda foram distribuídos nas escolas indígenas e não indígenas. Os alimentos são adquiridos do comércio local - a maioria da agricultura familiar -, o que garante uma merenda de qualidade e a valorização do produtor rural de Roraima.

O governador Antonio Denarium visitou, nesta terça-feira, 04, as instalações do DAE (Departamento de Apoio ao Educando) para fiscalizar o armazenamento e a distribuição dos alimentos para as escolas. Denarium explicou que garantir uma merenda escolar de qualidade é um compromisso do Governo.

“Desde 2005 a merenda escolar não era entregue a escolas de forma regular. Em 2019, desde o primeiro dia de aula, as escolas foram abastecidas com arroz, feijão, macarrão, carnes, frango e peixes. além das frutas e verduras vindas da agricultura familiar”, disse.

Momento Histórico- O diretor do DAE, Naycon Rodrigues, explicou que todas as escolas da capital e do interior, indígenas e não indígenas, foram abastecidas e que essa entrega de alimentos entrou para a história de Roraima.

“Quem está atendendo no primeiro momento é a agricultura familiar. Temos o peixe, que pela primeira vez foi introduzido na merenda escolar e o frango desfiado. Essa é a primeira vez que o município do Uiramutã recebe produtos da agricultura familiar, um fato histórico para o Estado”, enfatizou.

Em visita à Coophorta (Cooperativa dos Hortifrutigranjeiros de Roraima), Denarium avaliou a qualidade das frutas e verduras que foram à região sul do Estado. Três caminhões carregados com os produtos da cooperativa foram complementar a merenda das escolas de São Luís, Rorainópolis, São João da Baliza e Caroebe.

“São 600 famílias de produtores que fazem parte dessa cooperativa. Todos os pagamentos em relação à parceria com o Governo do Estado estão em dia. Isso garante a entrega da mercadoria e o desenvolvimento da agricultura familiar”, explicou.

O produtor rural Crezival Neres, conhecido como Goiano do Taiano, disse que sem essa parceria com o Governo do Estado a agricultura familiar correria risco de acabar e que os produtores, que não têm outra fonte de renda, ficariam desempregados.

“Nosso mercado não consome toda a produção da agricultura familiar. Sem ter para quem vender, a nossa mercadoria iria estragar ainda na lavoura. Essas famílias que não teriam renda, iriam se mudar para as cidades em busca de emprego. Mas graças ao trabalho do Governo, a gente está produzindo e recebendo em dia, para investir na próxima produção”, comemorou.

Encerrando a fiscalização sobre a qualidade da merenda escolar, Denarium foi até a Escola Mario David Andreazza, no bairro Caimbé. O governador comeu junto com os alunos e pôde comprovar a qualidade da comida.

Gás garantido- Outra grande novidade para 2019 é a entrega de botijas de gás para as escolas. Há mais de três anos que o governo não fornecia o gás de cozinha para as unidades de ensino. A Vanuza Rodrigues, cozinheira da Escola Mario David Andreazza, lembrou que nos anos anteriores os funcionários faziam “vaquinha” para comprar o gás.

“Antes, o gestor comprava o gás. Quando não tinha, a gente pedia dos funcionários uma colaboração e tirava do próprio bolso, porque não podíamos deixar os alunos sem merenda. Hoje, a gente recebe o gás e, quando está acabando, basta solicitar que é entregue na mesma hora”, complementou.

Avalie este item
(1 Votar)

Anunciada em abril deste ano, a Delegacia Online está em fase de ajustes finais para começar a funcionar em Roraima. Por meio da Polícia Civil, o Governo de Roraima assinou acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão para utilização do Sistema da Delegacia Online, que vai iniciar ainda neste mês de junho.

Em um primeiro momento, a Delegacia Online permitirá ao cidadão o registro de BO (Boletim de Ocorrência) de perda e extravio de bens, documentos e objetos (inclusive aparelhos celulares), situações para fins de preservação de direitos, furtos simples de alguns tipos de bens e documentos.

De acordo com informações prestadas pelo delegado Geral da Polícia Civil, Herbert de Amorim Cardoso, uma das iniciativas do Planejamento Estratégico aprovado pelo Conselho Superior, é de aproximar a Polícia do Cidadão, por meio da implementação de uma delegacia virtual, onde as pessoas possam comunicar os fatos à autoridade policial do conforto de sua residência.

Nesse contexto e com o objetivo de dar cumprimento ao Planejamento Estratégico, em 08 de abril de 2019 foi assinado um Acordo de Cooperação Técnica entre a Polícia Civil do Estado de Roraima e a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão para cessão do sistema denominado "Delegacia Online" e capacitação dos policiais responsáveis pela implantação da solução em questão.

Ainda segundo o delegado geral, com o auxílio da Secretaria de Estado da Fazenda de Roraima, a equipe da Polícia Civil, em conjunto com a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão está, concluindo a implantação da solução Delegacia Online.

COMO ACESSAR – Com a finalização dos trâmites para que inicie o funcionamento da Delegacia Online, a expectativa é que nos próximos dias o sistema já esteja disponível para registro pelo cidadão. Estará inserida na plataforma do site da Polícia Civil de Roraima no endereço www.pc.rr.gov.br.

Para acessar, o cidadão deverá possuir uma conta de e-mail (correio eletrônico) e acesso à internet para solicitar o registro de BO. No momento da solicitação, ele prestará as informações necessárias ao registro e receberá um número de protocolo.

Após análise pela equipe da Polícia Civil e validação dos dados apresentados, será encaminhado ao e-mail indicado o respectivo Boletim de Ocorrência ou os motivos pelo qual seu registro possa ter sido negado.

“É importante esclarecer que a solução adotada pela Polícia Civil para disponibilizar a Delegacia Online não gerou nenhum ônus ao Estado de Roraima, uma vez que foi cedida gratuitamente pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão e está sendo implementada na estrutura física e operacional já existente”, disse o delegado Geral.

Avalie este item
(0 votos)

Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrada nesta quarta-feira, 05, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio do DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais), promoverá de 05 a 07 de junho, no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi, ações de sensibilização ambiental para os alunos da rede estadual de ensino. O evento ocorre das 8h às 12h e das 14h às 18h.

O objetivo do evento é contribuir de forma efetiva com as ações de Educação Ambiental que as escolas já realizam ao longo do ano letivo, além de ser uma oportunidade para os alunos aprenderem um pouco mais sobre esse tema tão importante para a vida em sociedade.

“Serão realizadas atividades que favoreçam a reflexão, construção de conceitos ambientais, adoção de hábitos e atitudes cidadãs”, explicou Karen Ribeiro, chefe da Divisão de Educação Ambiental do DEPE.

Entre as atividades estão palestras, sarau literário, exposições e oficinas pedagógicas, que serão realizadas no Palácio da Cultura, nos dias 05 e 07 de junho. Também no dia 05, ocorrerá o lançamento do Concurso de Redação com o tema “O meio ambiente: O lugar que vivo”.

No dia 06 de junho, as escolas Voltarie Pinto Ribeiro, Ana Libória, Presidente Costa e Silva e Lobo D’Almada farão distribuição de mudas frutíferas, ornamentais e medicinais para a população que reside no seu entorno.

“Essa é uma forma de alcançar a comunidade sobre ações de sensibilização ambiental. É importante que todas as pessoas possam refletir sobre o seu papel no meio em que está inserido, pois não estamos alheios aos problemas ambientais, pelo contrário, fazemos parte dele”, destacou Karen.

Para a realização das atividades, a Seed conta com os seguintes parceiros: Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito), UFRR (Universidade Federal de Roraima), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa), Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e EMURR (Escola de Música de Roraima), além dos poetas Zezé Maku e Elienai Menezes.

Confira a programação:

05 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

- Momento Cultural: Elienai Menezes

- Sarau Literário: Zezé Maku

- Palestra: Meio Ambiente – uso não sustentável dos recursos naturais (UFRR)

- Lançamento do Concurso de Poesias: Meio Ambiente: O lugar onde vivo

06 de junho

Escolas Estaduais

- Distribuição de mudas de plantas para a comunidade

07 de junho(08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

- Momento Cultural

- Exposição Biofotografia de Roraima – Comissão da Feira de Ciências

- Oficia de Reciclagem (Senac/RR)

Avalie este item
(0 votos)

Estudantes do Colégio Militar Derly Vieira Borges e colaboradores da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), por intermédio da Divisão de Educação Ambiental, realizaram na manhã desta segunda-feira, 03, uma blitz ambiental. A ação ocorreu na frente da sede da Femarh. A atividade deu início às comemorações alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado mundialmente no dia 05 de junho.

O diretor de Licenciamento e Controle Ambiental da Femarh, Rogério Martins Campos, falou na solenidade de abertura sobre a  importância de celebrar a data e levar conscientização ambiental à população. “O Dia Mundial do Meio Ambiente é um momento para que a gente se conscientize cada vez mais da importância de se preservar, para que todos os dias do ano tenhamos responsabilidade nas nossas residências com os nossos rios, igarapés e no nosso ambiente de trabalho”, disse.

O diretor de Monitoramento e Controle Ambiental da Femarh, Eugenio Thomé, também falou sobre a importância da atividade com a distribuição das mudas de estévia à população. “A estévia é um excelente adoçante natural. Com três folhas você consegue adoçar um litro de  água, para fazer seu chá, seu café e consumir de forma mais saudável”, destacou.

Durante a abertura da programação, a aluna Aipana, do Colégio Militar Derly Vieira Borges, fez a leitura de uma mensagem de sua autoria. “Hoje o Colégio Militar Derly Vieira Borges soma-se à Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos para juntos praticarem a semeadura. Não é tarde demais para salvar o planeta. Hoje serão entregues plantas e amanhã poderá ser desenvolvida a saúde do planeta. Espera-se que os objetivos sejam alcançados e com a participação e responsabilidade de todos nada pode dar errado”, disse na mensagem.

A blitz iniciou às 8h30 e entregou cerca de 500 mudas à população que passava pelo local. Quem recebeu as mudas viu de forma positiva a iniciativa, como é o caso da servidora pública Alaíde da Silveira. “A Femarh está de parabéns, bem como os alunos que estão aqui dedicando sua manhã para ajudar o planeta”, disse.

PROGRAMAÇÃO

Conforme a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Femarh, Ana Carolina Rodrigues, a programação segue durante toda a semana.

“Nesta terça-feira, 04, a programação será na Escola Municipal Tia Ercilia, na sede do município de Cantá, durante toda a manhã. No dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, será no município de Amajari, com palestras e distribuição de mudas. Na quinta-feira, 06, será a vez do município de Iracema receber nossa equipe, fechando a programação na sexta-feira, 07, com uma grande exposição de todos os projetos desenvolvidos pela Divisão de Educação Ambiental ao longo dos anos, no Palácio da Cultura”, disse.

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado no dia 05 de junho. Foi criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas na resolução (XXVII) de 15 de dezembro de 1972 com a qual foi aberta a Conferência de Estocolmo, na Suécia, cujo tema central foi o Ambiente Humano.

Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente.

Em 2019, a China sediará a Conferência Internacional do Dia Mundial do Ambiente, com o principal objetivo de combate à poluição, em uma iniciativa promovida pela Organização das Nações Unidas no quadro da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima.

POLUIÇÃO DO AR

Poluição do ar é o tema do Dia Mundial do Meio Ambiente 2019 e tem a China como país-sede da celebração. De acordo com a ONU, Aproximadamente 7 milhões de pessoas morrem prematuramente a cada ano devido à poluição do ar, sendo 4 milhões das mortes somente na região da Ásia e do Pacífico.

O Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano incitará governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

Segundo a ONU Meio Ambiente, 92% das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 trilhões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

Avalie este item
(0 votos)

 

Espaço importante para práticas esportivas, atividades culturais e de lazer, o Parque Anauá recebeu na tarde deste domingo, 2, dezenas de pessoas, que acompanharam competição de cross country moto e participaram de aula de zumba, oferecida pelo Governo do Estado para servidores e para a população em geral.

Criado com a finalidade de atrair a população pra participar de atividades esportivas e culturais no Parque Anauá, o projeto Domingo no Parque é realizado em parceria pelas secretarias de Comunicação Social (Secom), do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) e Rádio Roraima.

“É uma ação do Governo do Estado pra trazer as famílias pro Parque Anauá, que é um parque muito bonito, um dos maiores da Região Norte e precisa ser movimentado. O Domingo no Parque com a família é pra descontrair, tirar o estresse, e, é claro, se preparar pra uma semana toda de trabalho, porque o roraimense gosta de trabalhar, e pode aproveitar o domingo pra se divertir, curtir com a família, fazer um piquenique, andar de bicicleta, pular amarelinha, correr de corrida de saco e aproveitar pra fazer uma zumba”, afirmou o secretário de Comunicação, Marcos Marques.

As atividades começaram às 15 horas com a corrida de cross country moto, organizada pelo Clube Tribos e Trilhas, com apoio do Governo do Estado, da Prefeitura de Boa Vista e de empresas privadas. Conforme um dos organizadores, Dão Roberto, a competição é um evento solidário para ajuda no tratamento de câncer da professora Kátia Cilene.

“Este é o segundo evento solidário de outros que virão por aí. Estamos aqui pra ajudar as pessoas necessitadas. O CTT [Clube Tribos e Trilhas] está imbuído nesse propósito de ajudar. Fizemos uma competição beneficente em 2017, para ajudar no tratamento de uma jovem que tinha a doença de ossos de vidro [osteogênese imperfeita], e agora estamos aqui pra ajudar a professora Kátia”, enfatizou.

Cerca de 50 motociclistas de várias modalidades participaram da competição, que exige perícia pra passar sobre obstáculos e velocidade. Não houve cobrança de ingressos, por se tratar de ação beneficente. O recurso a ser repassado para a professora Kátia Cilene foi adquirido nas inscrições individuais e por equipe, respectivamente R$10,00 e R$30,00, feita pelos competidores. O Clube também está realizando rifas para arrecadar recursos.

Além da satisfação de participar de uma ação solidária, os competidores receberam premiações. Vencedores do primeiro ao quinto lugar ganharam troféus. Os demais motociclistas receberam medalhas.

Praticante de motociclismo desde os 15 anos, o piloto Cereade Sousa, hoje com 26 anos, foi um dos participantes e ressaltou o caráter filantrópico da competição. “O pensamento maior aqui é ajudar a professora Kátia nessa hora em que ela realmente precisa. Todos os pilotos estão ajudando de coração. É o mínimo que podemos fazer”, disse.

Como ocorreu no domingo anterior, a zumba atraiu, no fim da tarde, pessoas interessadas em atividades físicas. Praticante há quatro meses, Andréia de Sousa, ressaltou as qualidades da zumba. “É muito bom pra gente ter mais energia, disposição. É uma atividade que reanima. Recomendo pra quem não faz que venha fazer. Estou vindo pela segunda vez. O Parque é uma área de lazer muito boa pra trazer as crianças pra brincar, e a gente ainda faz atividade física”, afirmou.

O governador Antonio Denarium lançou, na manhã deste sábado, 1º, o projeto de revitalização do Distrito Industrial, que beneficiará 30 quilômetros de vias. O investimento inicial previsto é de R$128,8 milhões, recurso a ser captado. O projeto executivo tem prazo de seis meses para execução e o tempo previsto para realização da obra é de 24 meses.

Participaram da cerimônia parlamentares da bancada federal, entre os quais, o senador Chico Rodrigues e os deputados federais Haroldo Campos e Antonio Nicoletti, secretários de Estado, presidentes de autarquias, presidente da FIER (Federação das Indústrias de Roraima) Rivaldo Neves, e empresários.

Com execução em quatro etapas, o projeto prevê revitalização e urbanização do complexo industrial. A primeira etapa contempla implantação de rede de água, esgoto e drenagem. Em seguida, serão realizados serviços de urbanização, com pavimentação, construção de meio-fio e de calçada. A terceira fase da obra inclui iluminação e construção do pátio de manobras, com capacidade para atender até 80 caminhões. A parte é a implantação de uma praça, às margens da lagoa localizada no Distrito Industrial, criando um espaço de lazer.

O governador Antonio Denarium frisou a importância de firmar parceria com a bancada de parlamentares em Brasília para alocar recursos para as obras. “Lançamos um projeto de revitalização e reurbanização do Distrito Industrial, que inclui pavimentação, rede de esgoto, iluminação, rede de água e calçada, apresentando melhor o Distrito Industrial para os que estão aqui e, também, possibilitando a atração de novos investidores”, afirmou.

Ele ressaltou que o objetivo é mudar a matriz econômica do Estado, saindo da economia do contracheque. “Roraima não tem mais condições de contratar servidores públicos. Então, vamos mudar a matriz econômica do contracheque para o setor privado, setor empresarial, e o agronegócio, gerando emprego e renda paraa população”, disse.

Conforme o senador Chico Rodrigues, este é um momento histórico para Roraima. Ele lembrou que o Distrito Industrial foi criado em 1979 pelo governador Ottomar de Sousa Pinto. “Obviamente, passou por várias fases e tem hoje quase 75 empresas já instaladas e mais 30 em fase de instalação. A melhoria da infraestrutura é necessária”, afirmou.

O senador destacou que o projeto elaborado pelo atual governo já está no ponto de ser apresentado como emenda parlamentar para captação de recurso. “Agora, a bancada de deputados e senadores vai realmente se debruçar sobre essa questão e decidir pra ajudar o governo a revitalizar o Distrito Industrial. Afinal de contas, é uma espécie de cartão postal do Estado. Com essa infraestrutura pronta, o Distrito vai deslanchar”, garantiu.

Segundo o deputado federal Haroldo Campos, o projeto é um marco importante para o setor industrial de Roraima. “Sou convicto de que, a partir da revitalização do Distrito Industrial, vamos ter geração de empregos e de renda. Vamos atrair novas indústrias para o Estado. Isso está se afunilando no momento em que iniciaremos a construção do Linhão de Tucuruí. Tudo vai somar para tirar Roraima do problema do desemprego. Como parlamentar, estou alinhado nesse projeto e vou contribuir com emendas”, frisou.

De acordo com o secretário de Planejamento, Marcos Jorge Lima, há muitos anos os empresários do Distrito sonham com a revitalização deste espaço, que é fundamental para o desenvolvimento da economia do Estado. “Temos aqui pessoas que acreditam no potencial de Roraima, que geram emprego e renda, e que não têm abastecimento de água, nem esgotamento sanitário, nem drenagem adequada. O projeto contempla não apenas a estrutura para o Distrito, mas também pavimentação, iluminação pública e, com certeza, vai contribuir pra melhoria do ambiente de negócios, para o desenvolvimento de quem já está aqui e das novas empresas que serão implantadas no Distrito Industrial”, explicou.

Ele acrescentou ainda o empenho do governo para alavancar o desenvolvimento. “É importante incentivar os que estão empreendendo em Roraima, para que possam ampliar seus investimentos, gerando mais emprego e renda, melhorando a economia do Estado e, também, atrair novos investidores, para que possamos tirar o Estado da dependência da economia do contracheque”, afirmou Marcos Jorge.

Conforme o presidente da Câmara de Comércio Brasil-Guiana e do Conselho de Desenvolvimento Industrial, Remídio Monai, a revitalização é uma reivindicação antiga dos empresários do Distrito. “Os empresários lutam aqui, desde a década de 1980, para recuperar as ruas, para ter iluminação, para ter segurança, para ter água e esgoto. Hoje, estamos vendo essa possibilidade com o projeto que o Governo do Estado está trazendo. Projeto de reurbanização, que pode ser a redenção do nosso Distrito, para receber investimentos de novos empresários, uma vez que está chegando energia, regularização fundiária”,

Instalada há mais de 25 anos no Distrito Industrial, a empresária Izabel Itikawa destacou a importância do projeto para os empreendedores. “Hoje é um dia de muita comemoração. Receber um projeto bem elaborado, com prazo definido pra revitalização é motivo de alegria. Sofremos com alguns problemas, dos quais, destaco a segurança. O governador é comprometido com o desenvolvimento de Roraima, consciente das dificuldades encontradas no Distrito Industrial. Saio desse encontro com bastante esperança, confiante de que este projeto sairá do papel”, disse.

Empresário do ramo de transportes, Valcir Peccini, também falou sobre a relevância do projeto de reestruturação do Distrito Industrial. “Há muito esperamos essa revitalização. Todos estão vendo como está a situação aqui. As pessoas têm dificuldades de chegar ao seu próprio negócio. Não tem iluminação, não tem água encanada. Tudo é difícil, e o custo é muito alto. Precisamos mesmo que revitalize esse espaço para os empresários que estão aqui e para outros que virão pra cá, com certeza”, ressaltou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima participou na manhã desta sexta-feira (31) da audiência pública sobre a imigração venezuelana na Assembleia Legislativa. Os secretários da Segurança Pública Olivan Pereira Melo, da Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social) Tânia Soares, o adjunto da saúde Edvaldo Hermógenes e o adjunto da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) Semaias Alexandre apresentaram aos deputados e à plateia os números dos impactos da imigração venezuelana ao governo do Estado.

Semaias apresentou o número de estudantes imigrantes nas escolas estaduais. Em 20119 foram matriculados mais de 4.500 alunos venezuelanos. Segundo o secretário, todos os 15 municípios de Roraima possuem alunos venezuelanos e mesmo com esse número crescendo a cada ano, não falta vagas para os estudantes.

Ele destacou o trabalho feito pela Secretaria de Educação em parceria com a Operação Acolhida para que todas as crianças e adolescentes tenham o direito de estudar garantido.

“A Acnur faz a busca ativa dessas crianças no abrigo e a Seed faz a matrícula. Aqueles alunos que não possuem o histórico escolar passam por um processo de localização, para saber em qual série ele se encaixa. A partir daí eles são inseridos no banco de dados Nacional e, mesmo se esse aluno mudar de cidade, leva o currículo escolar. Assim a gente garante que todos tenham o direito de estudar”, disse.

Outra pasta muito afetada com a chegada em massa dos imigrantes venezuelanos é a saúde. O secretário Adjunto Edvaldo Hermógenes explicou que o número de atendimentos nos hospitais sofre um aumento regular a cada ano, mas o número de atendimentos de venezuelanos em relação aos brasileiros teve uma mudança radical.

“Na prática, o brasileiro quando chega aos hospitais lotados, percebe uma demora maior no atendimento devido ao aumento de pacientes venezuelanos. Isso em todos os hospitais do Estado”, enfatizou.

O secretário de Segurança Pública Coronel Olivan Pereira Melo parabenizou a Operação Acolhida desenvolvida pelas Forças Armadas.  Disse que o Governo Federal tem tratado com carinho a Operação, mas reconheceu que é preciso olhar com mais atenção para os cidadãos roraimenses. Olivan destacou o esforço do governador de Roraima Antonio Denarium em buscar junto ao Governo Federal recursos para investir no Estado

“Protocolamos no dia 2 de maio um pedido no Palácio do Planalto para que o Estado de Roraima receba R$ 161 milhões por semestre para que possamos cobrir despesas com saúde, educação e a parte social. O governador tem feito gestões para que isso aconteça e nós temos esperança que isso aconteça”, complementou.

 

Avalie este item
(0 votos)

 Na manhã desta sexta-feira, dia 31, os servidores da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) tiveram a oportunidade de participar da palestra “O Poder da Ação”, ministrada pelo master coach Max Fraga. O objetivo da ação foi fazer com que as pessoas busquem solucionar os conflitos na vida pessoal e profissional para que possam atingir a alta performance em diversas áreas da vida.

O titular da Seapa, Emerson Baú, explicou que a palestra faz parte de um projeto em execução na Seapa, que toda sexta-feira proporciona uma capacitação para os servidores nos mais diversos temas. “Já tivemos algumas palestras em parceria com a Embrapa voltada para os nossos técnicos. Temos planejamento de palestras para a área administrativa e demais setores”, destacou.

O palestrante, o coach Max Fraga, explicou que o objetivo da palestra é trazer à consciência como que a pessoa está em seu interior. “A partir do momento que a pessoa tem essa autoconsciência, nós trabalhamos alguns pilares para eles melhorarem. Utilizamos algumas ferramentas para que eles possam melhorar, buscar alta performance nos pilares da vida que estão ruins, seja profissional, pessoal, saúde, relacionamento conjugal e com os filhos”, detalhou.

Fraga ressaltou que para desempenhar bem as funções e ser produtivo, o servidor precisa estar bem internamente. “Ninguém consegue ter alta performance com problemas em casa. A primeira coisa é trazer o problema à consciência, se perguntar onde está errando, em que pilar ocorre a falha, o que fazer para melhorar. A palestra trabalha a inteligência emocional para que a pessoa possa atingir a alta performance tanto na vida pessoal como na profissional”, disse.

A servidora Luiama Azevedo avaliou de forma positiva a capacitação proporcionada aos funcionários da Seapa. “Foi sensacional essa intenção da Seapa em trazer o Max Fraga para falar sobre o poder da ação. Acontece muito com os servidores de um modo geral, eles estão desmotivados, vêm trabalhar sem ânimo, cumprem as tarefas apenas pela obrigação de executá-las, não vêm com vontade de servir ao público. Essa palestra ajuda nesse sentido, nos motiva a melhorar, a servir e ter um melhor desempenho tanto na vida profissional como na vida pessoal”, pontuou.

 

Avalie este item
(0 votos)

A secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, a gerente da unidade de Educação Empreendedora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RR), Kátia Maria Veskesky, e a diretora técnica do Sebrae/RR formalizaram a parceria para o desenvolvimento de projetos educacionais voltados ao empreendedorismo.

A assinatura do Termo de Parceria foi realizada na manhã desta quinta-feira, 30, no gabinete da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Por meio do Termo, alunos da rede estadual de ensino participarão de projetos como o Despertar, voltado aos estudantes do Ensino Médio; programa JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), direcionado aos estudantes do Ensino Fundamental; e programa Crescendo e Aprendendo, para os alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Todos os programas estimulam a educação empreendedora, o desenvolvimento profissional e autoconhecimento. Também proporciona novas aprendizagens, atuação coletiva e busca tornar os alunos aptos a atuarem no mercado de trabalho, assumindo o papel de empreendedores.

Na Seed, as ações dos programas serão coordenadas pelo DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais). A secretária Leila Perussolo considera a parceria importante, destacando que o tema empreendedorismo deve ser trabalhado também no dia a dia, em sala de aula.

"Hoje o empreendedorismo integra o currículo escolar como um tema transversal e ele deve ser trabalhado em sala de aula. Com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), o empreendedorismo passa a compor de forma sistemática o currículo, as atividades e os conteúdos", disse.

Por meio da parceria, os professores das escolas participantes dos programas recebem uma capacitação de 40 horas que será ministrada por profissionais do Sebrae, responsável também por todo o material a ser utilizado durante o programa.

Depois, atuando nas escolas como multiplicadores, os professores promoverão encontros presenciais, atividades de campo e organizarão uma feira para mostra dos trabalhos. Nos encontros, os estudantes recebem noções sobre elaboração de plano de negócios, trabalho em equipe, possibilidade de riscos e captação de recursos, além de noções teóricas e práticas sobre empreendedorismo.

Avalie este item
(0 votos)

Para solucionar e prever extravasamentos na rede de esgoto, especialmente durante o inverno, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) tem investido na aquisição de equipamentos e materiais, como bombas eletromecânicas, quadro de comando elétrico, peças de reposição e geradoras de energia.

Além destes investimentos estruturais, a Companhia mantém um quadro de técnicos que monitora diariamente os poços de visita, instalação nas vias públicas (tampa redonda) que dá acesso às redes. As equipes estão preparadas para atender às ocorrências de transbordamento e sempre estão em alerta, fazendo vistorias constantes, pois o problema se agrava durante as chuvas intensas.

“Os resíduos sólidos nas tubulações são um problema sério que dificulta o bom funcionamento da rede, mas as equipes estão sempre prontas para realizar os serviços de desobstrução, seja nas demandas rotineiras, seja em situação de emergência”, explica a diretora de Engenharia e Gestão Ambiental, Elizângela Rodrigues.

Atualmente, a Caer possui três equipes e três caminhões em campo para executar os serviços, entre desobstrução e limpeza na rede. As equipes atuam diariamente - incluindo os finais de semana - monitorando e atendendo chamados dos clientes por meio dos canais de comunicação.

INVESTIMENTOS - Está em processo de ativação nos meses de maio e junho a rede que atenderá parte dos bairros Asa Branca, Cambará e Jóquei Clube. A Companhia está entregando o aviso de liberação da rede nas residências autorizadas e, após o recebimento do comunicado, passa a contar o prazo de 30 dias para que os moradores façam a interligação das residências.

Em 2019, a capital registrará o aumento da cobertura de 65% para 93%, por meio da conclusão de obras de esgotamento sanitário, superando a média nacional que atualmente é de 40% e da Região Norte que é de 20%. As obras de implantação da rede de esgoto, iniciadas em 2009 e executadas pela Seinf (Secretaria Estadual de Infraestrutura), fazem parte de uma parceria entre o Governo de Roraima e o Ministério das Cidades.

Ao todo, cinco etapas estão previstas no convênio, um investimento total de aproximadamente R$ 500 milhões. Após o término dos trabalhos, o sistema será administrado pela Caer. Atualmente, dos 55 bairros de Boa Vista, 41 são atendidos, 22 bairros contam do 100% de rede, outros 19 são atendidos parcialmente e 11 estão em obras, o que representa uma cobertura de 65%.

Após a conclusão das três primeiras fases, o trabalho segue agora o cronograma de ações das duas últimas etapas. Com isso, 93% dos domicílios estarão interligados à rede de esgoto.

Avalie este item
(0 votos)

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, terá atenção especial este ano. O Governo do Estado por meio da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e Seed (Secretaria de Educação e Desporto) realiza de 3 a 7 de junho palestras, blitz educativa e distribuição de mudas.

Segundo a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Femarh, Ana Carolina Rodrigues, as atividades iniciam na segunda-feira, 3, a partir das 8  horas em frente à Femarh. “Estaremos realizando uma blitz ambiental, levando conscientização ambiental e entregando mudas com o apoio dos alunos do Colégio Militar Derly Vieira Borges”.

Na terça-feira, 4, a programação será na sede do município do Cantá, na Escola Municipal Tia Ercilia durante toda a manhã. “No dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, estaremos no município do Amajari, realizando palestras e distribuindo mudas, na quinta-feira, 6, será a vez do município de Iracema receber nossa equipe, fechando a programação na sexta-feira, 7, com uma grande exposição de todos os projetos desenvolvidos pela Divisão de Educação Ambiental ao longo dos anos no Palácio da Cultura”.

A Seed por meio do DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais) promoverá de 5 a 7 de junho no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi ações de sensibilização ambiental para os alunos da rede estadual de ensino. O evento ocorre das 8h às 12h e das 14h às 18h.

O objetivo do evento é contribuir de forma efetiva com as ações de Educação Ambiental que as escolas já realizam ao longo do ano letivo. Além de ser uma oportunidade para os alunos aprenderem um pouco mais sobre esse tema tão importante para a vida em sociedade. Entre as atividades estão palestras, sarau literário, exposições e oficinas pedagógicas.

“Serão realizadas atividades que favoreçam a reflexão, construção de conceitos ambientais, adoção de hábitos e atitudes cidadã”, explicou Karen Ribeiro, chefe da Divisão de Educação Ambiental do DEPE.

No dia 05 de junho, ocorrerá o lançamento do Concurso de Redação: “O meio ambiente: O lugar que vivo”.  No dia 06 de junho, as escolas Voltarie Pinto Ribeiro, Ana Libória, Presidente Costa e Silva e Lobo D’Almada farão distribuição de mudas frutíferas, ornamentais e medicinais para a população que reside no entorno das instituições de ensino.

“Essa é uma forma de alcançar a comunidade sobre ações de sensibilização ambiental. É importante que todas as pessoas possam refletir sobre o seu papel no meio que está inserido, pois não estamos alheios aos problemas ambientais, pelo contrário, fazemos parte dele”, finalizou Karen.

Para a realização das atividades, a Seed conta com os seguintes parceiros: Detran (Departamento Estadual de Trânsito), UFRR (Universidade Federal de Roraima), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa), Femarh e EMURR (Escola de Música de Roraima). Além dos poetas Zezé Maku e Elienai Menezes.

ENTENDA A DATA

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado no dia 5 de junho, foi criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas na resolução (XXVII) de 15 de dezembro de 1972 com a qual foi aberta a Conferência de Estocolmo, na Suécia, cujo tema central foi o Ambiente Humano.

Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente.

Em 2019, a China sediará a conferência internacional do Dia Mundial do Ambiente com o principal objetivo de combate à poluição, em uma iniciativa promovida pela Organização das Nações Unidas no quadro da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima.

POLUIÇÃO DO ARPoluição do ar é tema do Dia Mundial do Meio Ambiente 2019 e tem a China como país-sede da celebração. De acordo com a ONU, Aproximadamente 7 milhões de pessoas morrem prematuramente a cada ano devido à poluição do ar, sendo 4 milhões das mortes somente na região da Ásia e do Pacífico. O Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano incitará governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

Segundo a ONU Meio Ambiente, 92% das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 trilhões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

PROGRAMAÇÃO

3 de junho (a partir das 8h)

Em frente à Femarh.

Blitz ambiental, com entrega de mudas com o apoio dos alunos do Colégio Militar Derly Vieira Borges

4 de junho

Município do Cantá (durante toda a manhã)

Escola Municipal Tia Ercilia

 

5 de junho

Município de Amajari

Palestras e distribuição de mudas

 

6 de junho

Município de Iracema

Palestras e distribuição de mudas

 

7 de junho

Palácio da Cultura

Exposição de todos os projetos desenvolvidos pela Divisão de Educação Ambiental da Femarh

5 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

 

 

 

- Momento Cultural: Elienai Menezes

- Sarau Literário: Zezé Maku

- Palestra: Meio Ambiente – uso não sustentável dos recursos naturais (UFRR)

- Lançamento do Concurso de Poesias: Meio Ambiente: O lugar onde vivo

6 de junho

Escolas Estaduais (Capital)

- Distribuição de mudas de plantas para a comunidade

7 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

 

- Momento Cultural

- Exposição Biofotografia de Roraima – Comissão da Feira de Ciências

- Oficia de Reciclagem (Senac/RR)

 

Avalie este item
(0 votos)

O Estado de Roraima deu um importante passo rumo à independência energética. O primeiro leilão de energias renovais, que ocorreu na manhã desta sexta-feira, 31, na CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) em São Paulo, garantiu redução de 35% no valor do MWh (Megawatt por hora). 

Hoje o valor da energia gerada pelas térmicas é de R$ 1.287/MWh. Com o resultado do leilão, haverá redução de 35% com o novo valor médio de R$ 833/ MWh, assim que as novas fontes de energia começarem a ser comercializadas, em 2021.

Considerado um momento histórico para Roraima, o governador Antonio Denarium pontuou que a estabilidade energética vai atrair investidores, gerar trabalho e fomentar a economia no Estado.

“A segurança de energia vai fazer com que empresários tenham confiança em investir em Roraima, o que vai auxiliar no desenvolvimento econômico e social do Estado. A construção das usinas vai gerar, pelo menos, três mil empregos, garantindo renda para a população e movimentação do comércio”, pontuou Denarium.

Além de ser um marco, Denarium classificou este momento como uma grande conquista. “Considero uma vitória concretizar um compromisso de governo, que teve total apoio do presidente Jair Bolsonaro. Era um objetivo em conjunto e prioritário para a presidência e o Governo de Roraima”, continuou.

O governador representou o Estado a convite do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que ressaltou a importância deste acontecimento. Para o ministro, o leilão foi um sucesso.

“Uma das prioridades do governo Bolsonaro foi proporcionar ações na área de energia para Roraima, tendo em vista que era o único Estado que ainda não faz parte do Sistema Interligado Nacional”, disse.

Albuquerque pontuou que é a primeira vez que haverá novas fontes de energias híbridas e renováveis. “Será bom para Roraima, para o meio ambiente e vai proporcionar condições que nenhum outro estado brasileiro tem”, justificou.

FONTES RENOVÁVEIS – O leilão proporcionou a contratação de 293,869 MW que permitirão ao consumidor maior segurança energética, a um preço mais justo para a sua energia.

Ao todo, serão 9 tipos de usinas para geração de energia por meio de gás natural, bioenergia, biomassa de madeira, energia solar e óleo diesel em menor quantidade, que substituirão o uso integral de diesel, hoje usado nas termoelétricas que abastecem Boa Vista.

O investimento será em torno de R$ 1,6 bilhão, que vai contemplar tanto a construção das usinas, quanto o pagamento da mão de obra. A previsão é que a operação comercial inicie em junho de 2021.

O presidente da CCEE, Rui Guilherme, empresa responsável pela operação do leilão, falou sobre os benefícios da construção das usinas. “Nosso objetivo era garantir tanto o suprimento quanto diminuir o custo da energia, o que conseguimos”, enfatizou.

“A redução deste custo tem impacto tanto em Roraima quanto no restante do Brasil, uma vez que este valor é rateado em todo país. Por isso, o leilão foi considerado um verdadeiro sucesso”, complementou Rui.

Cinco empresas vencem leilão de energia renovável

Ao todo, cinco empresas serão contratadas para o fornecimento de energia. A empresa Oliveira foi a única que ganhou para fornecer energia por meio de óleo diesel. O investimento foi de R$ 126.983.750,00 com potência nominal de 38,116 MW.

A empresa Azulao investiu R$ 425.410.800,00 para gerar 126,290 MW. A empresa BFF fez investimento de R$ 97.416.022,00 para fornecimento de energia via Biocombustível e biomassa, e R$ 573.759.883,00 para energia de origem de Biocombustível e radiação solar. A potência é de 17,616 MW e 56,218 MW, respectivamente.

Outra empresa que ganhou o leilão para fornecimento energético por meio de Biocombustível e radiação solar foi a Enerplan. O investimento é de R$ 70.355.713,00 com potência de 11,490 MW.

A Uniagro investiu R$ 227.400.000,00 com potência de 40 MW, totalizando os 293,869 MW contrata

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde) e a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) deram início nesta quinta feira, 30, a uma parceria para a limpeza das ambulâncias que fazem o atendimento emergencial das unidades hospitalares do Estado de Roraima.

Os trabalhos consistem na soma de esforços entre as secretarias para a higienização das ambulâncias que fazem atendimento à população. A iniciativa entre as Secretarias trará para o Estado uma economia de R$1.500 por mês, totalizando R$ 18 mil por ano.

Segundo a coordenadora do CGA (Coordenadoria Geral de Administração), Mara Ryan Kojima, a intenção é também aumentar a demanda para lavagem dos carros, fazendo com que se economize R$ 3.000 mil por mês e R$ 36 mil por ano.

“Nós iniciamos uma parceria com a Sejuc, primeiramente para a lavagem de ambulâncias. Se conseguirmos expandir para os demais veículos, a Sesau terá uma redução anual de R$ 54 mil por ano”, explicou. 

De acordo com o secretário de Justiça e Cidadania André Fernandes, a Sesau gera a demanda e entra com os insumos e produtos de limpeza e a Sejuc com a aplicação da mão de obra dos reeducandos do projeto Roma. Além de trazer benefícios para o Estado, a ação vai beneficiar os reeducandos.

“Existe a necessidade da Sesau na limpeza das ambulâncias e nós temos um lava-jato utilizado para a limpeza das nossas viaturas. A Sesau vai fornecer os produtos de limpeza e nós com a mão de obra dos reeducando que terá remissão de pena, que para três dias trabalhados eles terão um dia a menos de pena para cumprir”, disse.

PROJETO ROMA – Desenvolvido pela Sejuc, o projeto Roma realiza o trabalho de limpeza e revitalização de áreas e instalações do Estado que estejam degradas sujas e/ou depredadas. Uma das propostas do projeto é promover melhorias em locais públicos, diminuir o tempo e os custos para o erário.

O projeto visa a ressocialização do preso do regime semiaberto com bom comportamento utilizando a mão de obra na prestação de serviços para o Estado.

A ação faz parte de um acordo de cooperação técnica firmado entre a Sejuc, a Vara de Execuções Penais do TJRR (Tribunal de Justiça e Roraima) e o Ministério Público.

Avalie este item
(0 votos)

Em busca da construção de um marco referencial docente, o GT (Grupo de Trabalho) de Formação de Professores do Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação) se reuniu para discussão da implementação das estratégias de ações.

Coordenado pela secretária de Educação e Desporto de Roraima, Leila Perussolo, o grupo se encontrou na tarde desta quinta-feira (30), no Eco Hotel, em Boa Vista. Presentes também no encontro, Nilce Costa, secretária executiva do Consed, Thaís Righetto, Coordenadora de projetos do Consed.

E ainda Lia Glaz do Instituto Penísula, Isadora Caiuby da Fundação Lemann e Caroline Tavares do Profissão Professor (Todos pela Educação). Além de Semaias Alexandre, secretário adjunto da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Isabel da Costa Lima, assessora técnica da Seed.

Esta é a primeira vez que acontece uma reunião técnica de GT do Consed em Roraima. O grupo está iniciando os trabalhos para alinhar uma política de formação para o professor. Será construído um documento que deverá ser seguido em todo o Brasil, e que irá nortear a formação dos professores.

A ideia é construir um documento articulado junto ao MEC (Ministério da Educação) e CNE (Conselho Nacional de Educação), por meio de uma colaboração conjunta, com a participação de técnicos das secretarias estaduais de educação e de gestores municipais.

“Estaremos fazendo a mobilização nacional junto às secretarias e além da participação de técnicos e professores das redes de educação, é importante que tenhamos também a participação das universidades nas discussões. Criaremos  ainda plataformas digitais como forma de ampliar as colaborações e facilitar as discussões para construção do documento”, destacou a secretária Leila Perussolo.

Base Nacional Comum Curricular é pauta de discussão

Outro tema abordado no encontro foi a formação de professor para implementação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), dentro do GT BNCC em Regime de Colaboração.

As atividades deste GT têm o objetivo de apoiar os Estados a avançar na formação continuada com qualidade para os novos currículos, com base no regime de colaboração entre estados e municípios, por meio de eventos presenciais e videoconferências.

A secretária executiva do Consed Nilce Costa informou que a formação dos professores é um dos sete temas prioritários do Consed, o que o mesmo também consta na Agenda de Aprendizagem do Consed, documento elaborado em conjunto com a Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação).

Nilce destacou ainda a importância do fortalecimento do regime de colaboração para a implementação das ações relacionadas à BNCC. “Entendemos que hoje o gestor estadual não pode se preocupar somente com as escolas da rede estadual, porque ele vai receber alunos dos municípios e esses alunos também precisam ter uma boa educação. Hoje existe uma preocupação muito forte para que todas as ações do Consed sejam em regime de colaboração com os municípios”, complementou.

VISITA EM ESCOLA – Pela parte da manhã, Nilce Costa e Thaís Righetto, ambas do Consed e Isadora Caiuby (Fundação Lemann) visitaram a Escola Estadual Euclides da Cunha, uma das mais tradicionais do Estado, localizada no centro da capital Boa Vista.

Os estudantes receberam os visitantes em sala de aula, com apresentação cultural, cantando o hino do Estado de Roraima. Depois, em uma roda de conversa informal, os alunos também tiveram oportunidade de fazer perguntas e entender um pouco mais sobre as atribuições do Consed.

Depois, acompanhados da gestora da unidade, Flávia Coelho, os visitantes conheceram as salas de aulas e as demais dependências da unidade de ensino, que este ano completará 70 anos de história na educação estadual.

Avalie este item
(0 votos)

Com 156 ofertas que somam 6 gigas de energia elétrica, o leilão de energias alternativas para Roraima promovido pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) ocorre nesta sexta-feira, 31, na CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) em São Paulo. O governador do Estado Antonio Denarium vai participar do evento a convite da Aneel.

"Esse é um momento importante para o Estado de Roraima. Um passo para a independência energética até que estejamos interligados ao Sistema Nacional, pelo Linhão de Tucuruí. Isso mostra o trabalho sério que nossa gestão está fazendo", disse Denarium.

Conforme explicou o secretário da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Marcos Jorge, os principais requisitos para escolher o projeto são os que apresentam maior potência para geração de energia noturna por meio de gás natural e as do tipo fotovoltaicas durante o dia, tendo em vista a capacidade de geração de energia solar em Roraima.

“Os projetos que oferecerem as melhores condições e melhor preço dentro desses requisitos serão os contemplados. Desde a intervenção o governador [Denarium] articula para melhorar a qualidade do fornecimento em Roraima”, acrescentou.

A publicação do aviso de homologação do resultado e adjudicação do objeto do Leilão, bem como da outorga de autorização ocorrem no dia 27 de julho.

PROJETOS – Os projetos incluem opções de suprimento que vão desde usinas solar fotovoltaicas, eólicas, a gás natural, biomassa, biodiesel e biogás até projetos que contam com o armazenamento de energia elétrica em baterias. Além disso, soluções híbridas, que aliam mais de uma fonte energética, também estão entre as alternativas.

Boa parte dos interessados é do setor privado de multinacionais. A expectativa é que exista contratação acima da necessidade energética de Roraima que atualmente é de 210MW.

A energia a diesel pode ser ofertada, mas não será prioridade nas escolhas. O preço continuará o mesmo para serviços, à noite em torno de R$ 1.000 por megawatt e pela parte da manhã R$ 400 por megawatt, como oferta inicial.

AVANÇOS – Um dos maiores avanços na questão está no reconhecimento da obra do Linhão de Tucuruí como de interesse nacional pelo Conselho Nacional de Defesa. Com isso, os serviços têm previsão de início em agosto deste ano e conclusão em 2021.

Roraima é marcado pela instabilidade energética e por isso a resolução desta questão se tornou prioridade na atual gestão.

No ano passado foram registrados 72 blecautes no fornecimento de energia elétrica no Estado.

Avalie este item
(0 votos)

A PMRR (Polícia Militar de Roraima) intensificou o policiamento com a Operação Saturação no município de Mucajaí e adjacências. As ações iniciadas nesta quarta-feira, dia 29, seguem até dia 02 de junho, em toda a região.

No primeiro dia de Operação, foram realizadas 66 abordagens, sendo 45 a pessoas, 05 a carros, 14 motocicletas e duas bicicletas.

Ainda na ação, foi capturado o foragido M. P. V. da S., conhecido por Mayke, que foi devidamente apresentado na DICAP (Divisão de Captura da Secretaria de Justiça e Cidadania), em Boa Vista. Duas pessoas também foram conduzidas e apresentadas à Delegacia de Mucajaí, por tráfico de drogas.

Conforme o comandante Geral da PMRR, coronel Elias Santana, a atuação ocorre com policiamento ostensivo, repressivo e preventivo no município e principais vias de acesso.

“A Operação Saturação visa potencializar a sensação de segurança da população, principalmente nas rodovias e viciais do interior, além de prestar orientação aos condutores sobre medidas preventivas para evitar roubo e outros crimes. Nosso foco é garantir a ordem, coibir e combater ações criminosas”, pontuou o comandante.

Santana destacou ainda que a Operação Saturação vem sendo desencadeada em vários municípios do interior. “Entre as ações da Operação estão abordagens em pessoas que frequentam bares e festas, bloqueios a veículos com prioridade para abordagens a condutores de motocicletas. O objetivo é combater o contrabando de armas, munição, drogas, crimes ambientais, bem como a captura de foragidos da justiça”, complementou.

Além do efetivo da 4ª CIPMFron (4ª Companhia Independente de Policiamento de Fronteira), a Operação conta com apoio do CPC (Comando de Policiamento da Capital), por meio das unidades do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) e do Giro (Grupamento de Independente de Intervenção Rápida Ostensiva).

Avalie este item
(0 votos)

A Sesp (Secretaria de Segurança Pública) e a Seampu (Secretaria de Articulação Municipal e Política Urbana) passam a ter novos titulares. O Coronel do Exército Brasileiro, Olivan Pereira de Melo Junior, é novo secretário da Segurança e a empresária Ilaine Henz é a nova secretária da Seampu.

Olivan é bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras, especialista em Comunicação Social (Centro de Estudos do Pessoal – Exército Brasileiro), em Gestão da Comunicação e Marketing Institucional (Universidade Castelo Branco – RJ), em Gestão em Administração Pública (Universidade Gama Filho) e mestre em Operações Militares, pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais.

Trabalhou na Assessoria de Planejamento, Programação e Controle Orçamentário do Comando Logístico do Exército. Tem experiência na área de defesa, com ênfase em logística e orçamentação e já atuou como relações públicas, assessoria de imprensa e divulgação institucional em operações reais do Ministério da Defesa.

Ilaine é empresária e produtora no ramo de fruticultura, mestre em Administração em Recursos Humanos pela Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. No Brasil, tem experiência como diretora operacional e de divisão em empresas de agronegócio.

Em Roraima, atuou como Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Rorainópolis e antes de se tornar titular, era secretária adjunta da Seampu. Para esta gestão, Ilaine reforçou que o objetivo é estreitar a relação entre o Governo e os municípios para traçar metas de resolução das principais demandas das cidades, por meio de políticas públicas.

Avalie este item
(0 votos)

Atendendo a uma solicitação da Comissão de Educação, Desporto e Lazer da Assembleia Legislativa de Roraima, a secretária de Educação e Desporto Leila Perussolo participou na tarde desta quarta-feira (29) de uma Audiência Pública para discutir a desativação temporária da Escola Estadual 13 de setembro.

A audiência foi conduzida pelo deputado Evangelista Siqueira, presidente e único membro da Comissão presente.

Leila Perussolo esclareceu que a desativação temporária da instituição de ensino, por meio do Decreto Nº 26.662-E publicada no Diário Oficial do Estado do dia 5 de abril de 2019, foi apenas um ato formal para oficializar a situação da escola.

Os 98 estudantes da Escola 13 de Setembro foram levados para a Escola Estadual Barão de Parima no ano de 2016 em função de uma obra de reforma a qual foi iniciada no ano de 2013, foi suspensa, depois retomada e até o presente momento ainda não foi concluída.

Documentos do processo administrativo de reforma apontam que os valores da obra ficaram na ordem de R$ 1,5 milhão e que consta ainda solicitação de um aditivo no valor de R$ 700 mil.

Apesar de os alunos estarem lotados na Escola Barão de Parima desde 2016, a Escola 13 de setembro foi informada normalmente nos anos 2017 e 2018 no Censo Escolar, no endereço anterior no qual não estava funcionando. A secretária de Educação informou que o decreto regularizou a situação da unidade de ensino

“Quero deixar claro que não houve nenhuma decisão unilateral por parte da Seed. O Decreto não extinguiu a escola, apenas desativou temporariamente e regularizou a situação da unidade de ensino. Foi um ato administrativo respaldado na legislação educacional vigente”, esclareceu a secretária Leila, ao enfatizar que quando for possível a finalização da obra, a instituição voltará a funcionar normalmente.

A titular da Educação também informou que em dezembro de 2017, o Conselho Estadual de Educação de Roraima, por meio da Resolução CEE/RR Nº 67/17 renovou o ato de funcionamento da Educação Básica da Escola Estadual 13 de Setembro, porém não recredenciou a escola, desta forma, os atos da unidade de ensino desde a resolução editada no fim do ano de 2017 até a edição do Decreto de desativação da unidade de ensino em abril de 2019, estavam irregulares.  

SINDICATO - O presidente do Sinter (Sindicato dos Trabalhadores de Educação do Estado de Roraima) Flávio Bezerra, presente também na audiência, disse que é necessário que seja instaurado processo de sindicância para investigar a aplicação dos recursos na obra da Escola 13 de setembro.

Flávio também cobrou maior fiscalização da Comissão de Educação da ALE. “Os alunos da Escola 13 de Setembro não foram transferidos agora e anteriormente também outras nove escolas foram fechadas inclusive no Interior do Estado e a Casa Legislativa não se manifestou”, disse.

Por fim, a secretária Leila Perussolo solicitou apoio da ALE/RR para que seja instaurada uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para averiguar a aplicação dos recursos públicos, incluindo recursos oriundos do FUNDEB (Fundo de Desenvolvimento de Educação Básica), para reforma da Escola 13 de setembro e também de outras unidades escolares estaduais em processos abertos nas gestões anteriores.

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium assinou este mês a alteração do Decreto 24.852-E, de 5 de março de 2018, que dispõe sobre a redução de base de cálculo do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), de 17% para 3%, nas operações internas com querosene de aviação.

Ele frisou que esta é mais uma ação do Governo do Estado para aumentar a integração do Brasil com outros Estados e países. “É uma conquista que com toda certeza trará desenvolvimento econômico e turístico para Roraima”, disse o governador.

Conforme explicou o diretor do Detur (Departamento de Turismo) da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Bruno Muniz de Brito, o decreto vai proporcionar que as empresas aéreas que estão chegando no Brasil ou em operação possam ampliar as ofertas de voos para Roraima.

“Como Roraima vai se tornar um local onde o combustível é muito barato, vai compensar parar aqui para abastecer as aeronaves”, explicou, ao acrescentar que vai possibilitar também que as empresas que fazem voos internacionais também escolham Roraima como ponto de parada.

“Roraima tem uma localização favorável. Estamos muito próximos do Caribe, Estados Unidos e países da Europa, que são interesses nossos tanto em exportação de cargas quanto captação de turistas. É por conta deste contexto que estamos criando esta situação favorável. A partir disso, os voos serão ampliados e o Estado ganhará mais estrutura para escoar tanto os turistas quanto para atrair pessoas para a nossa região”, justificou o diretor.

ESTADO TURÍSTICO

Associação de agências aposta em redução no preço das passagens aéreas

O Estado de Roraima tem grande potencial para fomentação de turismo de passeio e de aventura, conforme pontuou a vice-presidente da Abav-RR (Associação Brasileira de Agências de Turismo em Roraima), Andressa Guilherme.

"O que dificulta a vinda de turistas para Roraima é o preço das passagens, que é muito caro, como também a distância já que voos para essa região têm várias escalas. E essas as pessoas têm interesse em conhecer Roraima e visitar o estado de forma sustentável, então essa alteração no decreto vai baratear o valor das passagens, o que vai viabilizar a vinda das pessoas para cá", exemplificou.

Ela acrescentou que com a vinda dos turistas, a partir do decreto, o turismo local seja ainda mais fomentado.

"Nosso objetivo principal é que Roraima se transforme em um Estado turístico, para ser a principal fonte de renda para quem vive aqui, tanto em turismo de passeio quanto de aventura", disse.

Atendendo à solicitação do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) do Ministério da Justiça, o Governo de Roraima por meio da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) autorizou o deslocamento de quatro agentes penitenciários para compor a equipe da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária no Estado do Amazonas.

“O Governo Federal está auxiliando Roraima há cerca de sete meses, e é importante que os agentes daqui também participem de ações desse porte, para trazer experiências de outros Estados, que possam ser adequadas no sistema daqui”, afirmou André Fernandes, secretário da Sejuc.

Conforme ele, o Depen solicitou 10 agentes, mas para não desfalcar o efetivo de Roraima, apenas quatro foram disponibilizados. “Os agentes mobilizados para compor a FTIP no Amazonas são altamente qualificados para atuar em situação de intervenção penitenciária. Essa ajuda não afeta o sistema prisional em Roraima, que está controlado e sendo monitorado pelas equipes de inteligência dos órgãos de segurança”, destacou.

A permanência dos agentes no Amazonas vai ser custeada pelo Governo Federal. Até sábado devem estar se deslocando para o estado vizinho onde vão permanecer por 90 dias. Caso seja necessária a prorrogação da Força Tarefa, o Depen vai fazer nova solicitação.

SISTEMA PRISIONAL NO AMAZONAS - Dia 26 de maio, iniciou um motim no Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim) e demais unidades penitenciárias do Estado, onde foram registradas 57 mortos.

Após solicitação do Governo do Amazonas, no dia 27 de maio, o Ministro da Justiça, Sergio Moro, autorizou o envio de tropas da FTIP para o Estado.

Avalie este item
(0 votos)

A 37ª Campanha Contra a Febre Aftosa entra na reta final da notificação, quando são confirmados os números totais. Mas muitos criadores dos municípios de Alto Alegre, Amajari, Boa Vista e Bonfim ainda estão atrasados na declaração da vacina.

Até o momento, foram vacinados 89% dos animais de toda faixa etária, segundo dados estatísticos divulgados pela Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), com base nas notificações entregues.

Conforme o médico veterinário Marcos Eugênio, responsável pelo Programa de Febre Aftosa em Roraima, os criadores que têm seus rebanhos em propriedades localizadas nesses municípios devem agilizar a notificação. “A declaração da vacina é importante para o controle do rebanho vacinado”, afirma.

Ainda segundo Marcos Eugênio, caso o pecuarista não faça a notificação dentro do prazo, que é 31 de maio, poderá ser multado. “O produtor tem que ficar atento ao prazo de declaração da vacina, pois poderá ser penalizado”, alerta.

O criador que não fizer a notificação dentro do prazo será penalizado conforme as seguintes infrações: propriedade não vacinada/não notificada, multa de 4,00 UFERR (equivalente a R$ 1.463,08); animal não vacinado, multa de 0,25 UFERR (R$ 91,44); animal não notificado, multa de 0,25 UFERR (R$ 91,44).

Avalie este item
(0 votos)

O Departamento Estadual de Trânsito de Roraima (Detran-RR) vai realizar, nos dias 06 e 07 de junho, o primeiro leilão de veículos deste ano. O leilão terá início às 16h e será realizado na WR Leilões, localizado na Rua das Três Marias, nº 139, no bairro Raiar do Sol, em Boa Vista.

“Caso os interessados queiram verificar os lotes que estarão aptos a leilão, devem se dirigir até o pátio WR Leilões, no período de 03 a 05 de junho, no horário de 08h às 12h e das 14h às 17h”, disse Daniel Calixto, presidente da comissão de leilão do Detran-RR.

São 400 veículos aptos a leilão, que poderão ser adquiridos no local ou virtualmente, como afirmou Calixto. “Os lances serão tanto presenciais como online. O público que for participar de forma online precisa se cadastrar na empresa WR Leilões antecipadamente, através do site www.wrleiloes.com.br. Quem estiver presente, pode se cadastrar na hora, bastando apresentar documento com foto e comprovante de endereço”.

O presidente da comissão de leilão disse ser muito importante que o condutor interessado leia o edital que está no site do Detran-RR e lembra que, além do valor do arremate, o futuro proprietário deverá pagar as taxas de 17% do ICMS, 5% do leiloeiro (calculado em cima do valor do veículo), mais a taxa administrativa que está no edital.

 De acordo com o diretor-presidente do Detran, Igo Brasil, além do cumprimento da obrigação legal da instituição, o leilão é importante e traz benefícios para a população. “Além de dar mais espaço ao pátio, é uma oportunidade para a população poder adquirir um veículo e, ao mesmo tempo, os bens que já estão no pátio há muito tempo não ficarão se deteriorando, porque voltam a circular.”

Igo ressaltou ainda que todos os procedimentos legais referentes às notificações foram feitas antes da realização do leilão. “Nós entramos em contato com todos os proprietários três vezes. conforme a legislação obriga, para então depois podermos fazer o leilão”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Cento e cinquenta policiais civis participam de hoje, 29, até sexta-feira, dia 31, do Curso de Prática de Tiro Policial, Manejo e Manuseio de Armamento. As aulas teóricas ocorrem na APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago) no período da manhã e, à tarde, as aulas práticas, no Stand de Tiros CTGP, localizado no Distrito Industrial.

O curso está sendo promovido pela Delegacia Geral de Polícia por meio do NUPEN/PCRR (Núcleo de Pesquisa e Ensino). As aulas, tanto teóricas, quanto práticas serão ministradas por policiais do GRT (Grupo de Resposta Tática). O objetivo principal é repassar conhecimentos e procedimentos adequados para o uso policial do cotidiano, quanto ao uso de armamentos da Polícia Civil.

Para atender a demanda, o curso será realizado em três turmas, com 50 policiais em cada. Pela manhã as aulas serão teóricas e a tarde partirão para a prática, com a aplicação dos fundamentos de tiro policial, regras de segurança e disparos em alvo único, com mão forte e mão fraca, barricado em múltiplos alvos, com troca de carregador e com transição de arma longa para curta.

De acordo com o delegado Geral Herbert de Amorim Cardoso, esse curso requer um investimento alto por parte da Polícia Civil, e, por se tratar de uma capacitação importante para atividade policial, promover essas ações fazem parte da atual gestão e da política do Governo do Estado, que é investir no profissional.

“Nesse treinamento o policial que estiver participando terá a oportunidade de passar por uma atualização e aperfeiçoar sua forma de agir quando houver necessidade”, reforçou o delegado Geral

Avalie este item
(0 votos)

Será realizado nesta quarta-feira, 29, o Exame de Proficiência da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) para 730 alunos do 9° ano do Ensino Fundamental de cinco escolas da Capital. A aplicação das provas será simultanea e será reqlizada por 26 servidores da Seed, das 7h30 às 9h30 e das 13h às 15h30.

De acordo com dados do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), em 2017, os alunos do 9° ano do Ensino Fundamental apresentaram desenvolvimento da leitura, escrita e operações matemáticas no nível insuficiente. Com a intenção de mudar essa estatística, a Seed criou o Projeto de Proficiência.

O objetivo do projeto é intervir com condições pedagógicas de desenvolvimento das habilidades em Língua Portuguesa e Matemática, previstas para o melhoramento, aprendizagem e o desempenho dos estudantes.

“Por meio dessa avaliação vamos ter um diagnóstico do nível de aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática das escolas. Essa iniciativa é apenas uma amostragem, posteriormente iremos atender as demais escolas”, explicou a diretora do Departamento de Educação Básica da Seed, Raimunda Rodrigues.

As escolas que farão o exame são: Colégio Estadual Militarizado Irmã Tereza Parodi, Girassol, General Penha Brasil, Euclides da Cunha e Antônio Coelho de Lucena, que fazem parte do Programa Novo Mais Educação do Governo Federal.

“Por meio desse programa o Governo Federal disponibiliza recursos para as escolas de Ensino Fundamental. Este recurso é voltado para o melhoramento do desenvolvimento acadêmico dos alunos, por conta disso queremos saber o impacto desse programa nas escolas”, complementou a diretora.

As avaliações foram elaboradas pela Divisão de Fortalecimento de Currículo (DIFC) em parceria com a Divisão de Ensino Fundamental (DIENF), de acordo com a Matriz de Referência das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

A correção das provas será feita nas escolas pelos professores das disciplinas, sob a orientação do coordenador pedagógico de cada escola.

PÓS EXAME

Resultado vai contribuir para novas estratégias de melhoria de ensino

Com os resultados dos exames, será feita uma avaliação e posteriormente será agendado um encontro com os professores das disciplinas correspondentes e coordenadores Pedagógicos das escolas a fim de traçar estratégias de melhorias na aprendizagem dos alunos nas habilidades em que mais apresentarem dificuldade.

Os professores que atuarão nas turmas do Projeto serão do quadro efetivo, lotados nas escolas e licenciados nas disciplinas em questão. “Esses profissionais elaborarão e desenvolverão planejamentos segundo as necessidades dos alunos”, ressaltou Raimunda.

O projeto terá a duração de oito meses, finalizando em dezembro. Ao final do período letivo será realizado mais uma prova para avaliar o avanço dos alunos ao longo do desenvolvimento do Projeto.

Segundo o Censo Escolar, a Rede Estadual de Ensino possui 383 escolas e 72.471 alunos, sendo 50 escolas de Ensino Fundamental e 5.685 alunos matriculados nesta etapa de ensino.

Avalie este item
(0 votos)

O Censo Escolar inicia nesta quarta-feira, 29, em todo o Brasil. Nesta primeira etapa serão realizadas a coleta, digitação e exportação dos dados da matricula inicial dos estudantes. A coleta de dados segue até o dia 31 de julho.

Na sexta-feira, 31, gestores escolares, secretários de escola e responsáveis pelo Censo Escolar de cada instituição de ensino da capital passarão por uma capacitação das 8h às 12h e das 14h às 18, no auditório do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), localizado na Avenida Venezuela, em Boa Vista.

Este ano, o Censo Escolar está com novidades, entre elas, o “formulário do gestor”, onde serão cadastrados os dados do gestor da escola e dos alunos autistas. Antes, a nomenclatura utilizada era “Transtornos Globais do Desenvolvimento” e este ano a nomenclatura a ser utilizada no sistema será “Transtornos do Espectro Autista”. Também será feito o cadastro das dependências físicas das escolas.

Outra inovação é o campo “Censo localiza”, que é o georreferenciamento das escolas, ou seja, sua localização por meio de satélite que agora também deverá constar no Censo Escolar.

“O Censo busca retratar a realidade do sistema educacional de ensino. A coleta de dados envolve as escolas públicas, privadas e federais”, explicou Rosalete Saldanha, gerente da GAIE (Gerência de Avaliação e Informações Educacionais) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Parte dos profissionais que atuam nas escolas do interior do Estado já passaram por capacitações e em breve receberão apenas atualizações das novidades do Censo.

“É importante que todos os servidores responsáveis pelo Censo Escolar das escolas participem da capacitação, principalmente os gestores, pois a coleta fidedigna dos dados é responsável pelo sucesso do trabalho”, ressaltou Rosalete.

Entre os dados coletados no Censo estão: se a escola possui água potável, dependências de alunos, destinação do lixo, reciclagem do lixo, modalidade do aluno, número de professores que cuidam de alunos com deficiência, número de alunos, dados do gestor, entre outros 

Nos dias 21 e 22 de maio, Rosalete e dois técnicos do Censo Escolar da Seed participaram em Brasília de um curso intensivo no auditório do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pela realização do Censo em todo o país. “Durante o curso, nós recebemos as orientações do que é novo no Censo Escolar e atualização do que já conhecemos”, disse a gerente.

CENSO ESCOLAR - O Censo Escolar é importante para a Educação Básica, pois é a partir dos dados coletados que são destinados todos os recursos federais, como Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) e PNAE (Programa de Alimentação Escolar), entre outros.

Principal instrumento de coleta de informações da Educação Básica, o Censo Escolar é o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro nessa área. Coordenado pelo INEP, é realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do País.

O Censo Escolar abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional: ensino regular, educação especial, educação de jovens e adultos (EJA) e educação profissional.

 

 

 

 

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde), por meio do Núcleo de Controle de Zoonoses da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), promove um treinamento sobre o tratamento intralesional de Leishmaniose do tipo Tegumentar.

O encontro envolve profissionais de saúde de todo o Estado e teve início nesta terça-feira, 28, seguindo até esta quarta-feira, 29, no HC (Hospital das Clínicas). A oficina é ministrada pelo médico infectologista Armando Schubach e pela dermatologista Maria Cristina Duque, que deu suas considerações sobre a ação.

“A gente tá numa região tão longe do Sul e do Sudeste e temos uma equipe tão grande de médicos, enfermeiros e técnicos que replicarão esse tratamento e chegarão aos pacientes”, declarou Maria Cristina. 

A gerente do núcleo, Mônica Soares, explicou que o treinamento tem como principal objetivo diminuir a duração do tratamento de Leishmaniose Tegumentar para apenas três dias. Atualmente, o procedimento dura em média de 20 a 30 dias.

“Assim, conseguiremos fazer com que reduza bastante o número de abandono do tratamento e desafogue o número de pacientes das unidades de saúde”, disse a gerente.

A médica veterinária do núcleo, Letícia Pezente, salientou que esse novo tratamento irá facilitar principalmente a vida dos pacientes que vivem em locais mais afastados. “Por exemplo, o agricultor antes se ausentava durante 20 dias para fazer esse procedimento. Agora, ele ficará menos tempo e voltará somente para fazer o acompanhamento”.

Letícia também comemorou o número recorde de participantes dessa qualificação, ressaltando que mais de 50 médicos estiveram no primeiro dia. “Isso reflete o trabalho do núcleo quanto a essas qualificações, pois cada vez mais pessoas ficam sabendo dessas programações, inclusive as mais leigas”.

Além da teoria, o treinamento proporcionará aos participantes a prática do que está sendo apresentado durante esses dois dias, com pacientes que possuem a doença.

“Eles vão ter essa oportunidade de estar analisando e aplicando o tratamento nesses pacientes. Isso vai ser uma experiência muito rica para a realidade desses profissionais”, finalizou Mônica.

 

Avalie este item
(0 votos)

Por meio da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), o Governo de Roraima está investindo progressivamente no abastecimento de água e adquiriu mais dois conjuntos motobomba para reforçar o Centro de Captação do Bairro São Pedro, em Boa Vista.

Ao todo, a companhia investiu R$ 473 mil nos equipamentos que começaram a ser instalados nesta terça-feira, 28, na plataforma de captação fixa de água bruta na sede da empresa, localizada no bairro São Pedro. Cada conjunto tem potência de 300 CV e vazão de 900m³/h de água a ser enviada para a ETA (Estação de Tratamento de Água).

Atualmente, o Centro de Captação funciona com três conjuntos motobomba e a produção de água da ETA São Pedro totaliza 1.050 litros/segundo distribuídos na capital por meio dos CRDs (Centros de Reservação e Distribuição).

O consumo da cidade de Boa Vista atinge uma média de 1.500 litros por segundo, com abastecimento mantido tanto pelos CRDs quanto pelos 50 poços artesianos distribuídos na capital.

A instalação dos equipamentos garantirá maior vazão de água bruta, aumentando a produção de água tratada, além de assegurar o funcionamento contínuo de todo o sistema de abastecimento de água potável fornecida aos clientes.

Conforme o presidente da Companhia, James Serrador, a instalação dos equipamentos é medida preventiva. Ele ressaltou que o investimento é fundamental para garantir a confiabilidade no fornecimento de água na capital.

“Além de garantir a manutenção nos equipamentos para evitar comprometimento dos serviços prestados pela empresa, é um investimento importante de aproximadamente meio milhão de reais que vai assegurar confiabilidade na captação e abastecimento”, disse Serrador.

Avalie este item
(0 votos)

A manhã desta terça-feira, 28, começou diferente na Seed (Secretaria de Educação e Desporto). Os servidores participaram de uma palestra na qual foram trabalhados os temas “motivação”, “stress e relacionamento interpessoal” e “psicologia da família”. O evento foi no auditório da secretaria.

A palestra foi ministrada por Gabriel Castro, graduado em Comunicação Social, especialista na área de liderança e vendas, com experiência em palestras motivacionais para servidores e funcionários de instituições.

Para a secretária Leila Perussolo, todos os servidores, independente da função que exercem na secretaria, são importantes e merecem ser respeitados, acolhidos e cuidados. A palestra de motivação é apenas uma das ações que deverão ser implementadas na Secretaria em busca da valorização e fortalecimento do vínculo com os servidores.

“Pensar numa política educacional requer, em primeiro lugar, cuidar e zelar pelo bem-estar dos servidores e a Secretaria de Educação vai investir nessa política, de conhecer o servidor e de trabalhar ações em que ele possa se sentir melhor e ter uma vida profissional mais saudável no ambiente de trabalho”, destacou a secretária Leila.

Durante o evento, o palestrante, além de abordar os temas propostos, apresentou diversos slides, vídeos e realizou dinâmicas com os servidores, enfatizando a importância da coletividade, a confiança um no outro, a valorização da família e a prática de atividades físicas como forma de evitar o stress e manter a saúde em dia.

“Hoje, um dos grandes problemas enfrentados pelos profissionais são de ordem emocional. Nós buscamos trabalhar na palestra essa parte, para que reflita sobre as suas ações, sobre como ele tem cuidado de sua mente, de sua saúde, das suas relações pessoais, para que a partir dessa reflexão ele tenha atitudes novas em sua vida pessoal e também no trabalho”, explicou o palestrante Gabriel Castro.

Para o servidor Josué Reis, que atua na Assessoria de Planejamento da Seed, a palestra foi excelente para refletir sobre as ações enquanto pessoa e enquanto servidor.

“As palestras motivacionais sempre vêm dar novos ânimos. Foi importante para a interação com os colegas de trabalho e também foi uma oportunidade para refletirmos instrospectivamente aquilo que temos de melhor para mostrar aos nossos colegas e entender um pouco mais o outro. Serviu também para nos dar uma nova visão para nossa vida pessoal e para o ambiente em que vivemos, o nosso local de trabalho”, explicou o servidor.

 

Avalie este item
(0 votos)

Traduzida simultaneamente por uma interprete de libras, a cerimônia de abertura do Curso de Abordagem para Pessoas Surdas, contou, na manhã desta terça-feira, dia 28, com a presença de representantes de todas as esferas da segurança pública que atuam em Roraima.

Realizado pelo Governo do Estado por meio da APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago), a capacitação visa instruir os agentes de segurança para um atendimento humanizado e diferenciado às pessoas surdas. "Em todos esses anos de polícia no Estado, nunca houve um curso específico para o atendimento policial à pessoas surdas”, disse em seu discurso de abertura a diretora da APICS, delegada Giuliana Castro.

“É nossa obrigação, como academia e Estado, nos adequar para o melhor atendimento a essas pessoas. É mais que uma honra saber que estamos dando esse pontapé inicial rumo a mais inclusão, de forma integrada com todas as forças de segurança de Roraima”, afirmou Castro.

No total, 20 profissionais de segurança pública, como policiais civis, militares, federais, rodoviários federais, guardas civis municipais e outras instituições de segurança, participam desta primeira capacitação.

Durante o curso, os policiais serão capacitados nas seguintes disciplinas: legislação aplicada à pessoa com deficiência, aspectos legais de abordagem policial, conhecimentos básicos de Linguagens Brasileira de Sinais, noções de abordagem policial, comandar em Libras para abordagem policial e prática de abordagem policial a pessoa surda.

O delegado Geral de Polícia, Herbert Cardoso, também esteve no evento e ressaltou que a capacitação vai melhorar o atendimento nas delegacias. “Após esse curso, essa parcela da população será interpretada de forma correta dentro das nossas delegacias, prestando um serviço efetivo e de qualidade para eles”, concluiu.

Conforme o comandante da Polícia Militar, coronel Elias Santana, a qualificação é essencial para o atendimento. “Eu tenho dito que a essência de fazer Polícia bem feita é a busca constante pela qualificação. Este curso é de uma importância ímpar, porque muitas vezes uma abordagem pode ser malsucedida pela simples falta da capacidade de verbalização e argumentação do policial com o abordado. Essa é uma tentativa concreta de atingirmos esse público e fazer uma melhor abordagem com particularidade e respeito a cada ser humano”, concluiu.

CURSO - A ideia de uma capacitação específica para o atendimento de pessoas surdas surgiu em 2016, após um trabalho de Conclusão de Cursos de Formação de Oficiais, apresentado pelo 1º tenente Frankeslane Sampaio Barbosa. À época, ele propôs o manual de abordagem para pessoas com surdez.

Ainda segundo Giuliana Castro, foi identificada a dificuldade no atendimento às pessoas com surdez nas unidades policiais, por falta de capacitação dos profissionais de segurança a esse público específico. “Pela natureza de sua atividade, o policial tem o dever de estar preparado para atuar em quaisquer atividades, estando envolvidas ou não as pessoas com deficiência.

O trabalho conta com uma parceria da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e PMRR (Polícia Militar de Roraima). Ao final da capacitação, os profissionais de segurança vão adotar o Manual Específico de Orientações de Abordagem Policial à Pessoa Surda, como ferramenta de consulta, caso ocorra alguma dúvida durante a abordagem policial.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

A conscientização com o meio ambiente vem crescendo e em Roraima, a cada ação promovida pela Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), aumenta cada vez mais o número de voluntários. Desde 2015, a Caer promove o programa “Caer Socioambiental”, com sete projetos voltados para a área da educação contribuindo para o desenvolvimento sustentável da empresa e despertando a sensibilização na sociedade.

Os projetos têm como público alvo crianças, jovens e adultos e todos falam sobre a importância da preservação dos recursos hídricos e meio ambiente. “Nosso setor é estratégico para a tomada de decisões para as políticas de saneamento, por meio de seus projetos e campanhas que engajam milhares de pessoas durante o ano. De 2015 a 2018, foram mais de 28 mil pessoas envolvidas nas ações. Nos primeiros meses de 2019, as ações se intensificam cada vez mais”, garantiu a chefe do Núcleo de Meio Ambiente, Airlene Carvalho.

PROJETOS

São sete projetos educativos, o Caer nos Rios, Caer de Olho no Óleo, Caer Educação Ambiental, Reúse, Bairro Sustentável, Adote um Caneco e Caminhada Ecológica. O Caer Socioambiental desenvolve uma série de atividades, como a mobilização e reuniões com os parceiros para planejamento de ações socioambientais e avaliações dos projetos realizados, campanhas educativas, palestras nas escolas e nas instituições de ensino superior sobre o uso adequado da rede de esgoto e o uso sustentável da água, visitas guiadas de alunos na Estação de Tratamento de Água e na Estação de Tratamento de Esgoto, viagens técnicas para ajudar os gestores municipais a implantarem a coleta seletiva de resíduos sólidos nos municípios e palestras de educação ambiental para uso sustentável da água e proteção dos mananciais para evitar a poluição.

Os resultados são positivos. Por exemplo, no domingo, 26, durante a XXI edição do Caer nos Rios, que contou com mais de 100 voluntários, cerca de 500kg de resíduos foram recolhidos nas margens do rio Branco, mesmo com o aumento expressivo do volume de águas do rio.

VETERANO - O colaborador Dagmar Ramalho (in memorian) foi o pioneiro dessas ações na Caer. Ele atuou por quase 30 anos na empresa, com destaque em projetos desenvolvidos na conscientização do uso racional da água. Ramalho levava conhecimentos aos estudantes de todas as idades, com orientações sobre como preservar os mananciais, rios e igarapés, além de dicas de economia de água em casa.

Avalie este item
(1 Votar)

Com o objetivo de despertar a necessidade da prática esportiva de fácil acesso, desenvolvendo as qualidades físicas e mentais, a Escola Estadual Mário David Andreazza realizará de 31 de maio a 7 de junho, a 12° edição dos Jogos Internos (JIMDA). A abertura será no dia 31 de maio às 18h na quadra da escola.

O evento é uma forma de mostrar para a comunidade a importância de eventos esportivos na escola. “Buscamos fazer com que os alunos interajam de maneira saudável com a sociedade em que vivem, estimulando o espírito de equipe, cooperação e a união para vencerem desafios e proporcionar o contato com diferentes turmas”, explicou a coordenadora do projeto, Lucimary Azevedo.

Durantes os jogos, serão disputadas as categorias de Ensino Fundamental e Ensino Médio nas modalidades de basquete, futsal, judô, jiu-jitsu, queimada, tênis de mesa, vôlei de praia, vôlei misto, xadrez, skate e slackline misto, naipes masculino e feminino. Podem participar dos Jogos alunos matriculados na escola e que estejam frequentando as aulas. 

Os treinamentos para os jogos ocorrem nas aulas de Educação Física. Além disso, o projeto promove a união e integração de todos os seguimentos da unidade de ensino. “O JIMDA é um projeto pedagógico e uma festa esportiva dentro da nossa escola, onde sempre descobrimos talentos esportivos”, complementou Lucimary.

As competições serão realizadas no horário normal de aula. Os alunos que conquistarem o 1° e 2° lugar em cada modalidade serão premiados com medalhas.

SERVIÇO - A Escola Estadual Mario David Andreazza está localizada na Rua Alcides de Lima, n° 246, bairro Caimbé. Atualmente atende 714 alunos no Ensino Fundamental e Médio.

Avalie este item
(0 votos)

A Polícia Civil de Roraima participa da Operação Cronos II, coordenada pelo CONCPC (Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil), com apoio do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública). A ação em Roraima cumpre 33 mandados de prisão com foco no encaminhamento, resolução e prisão de autores de crimes letais, como feminicídios e homicídios tentados e consumados.

Em Roraima o trabalho é coordenado pela Delegacia Geral de Polícia e a parte operacional é executada pelo DOPES (Departamento de Operações Especiais), com a participação do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção da Pessoa), DPE (Departamento de Polícia Especializada) e DPJI (Departamento de Polícia Judiciária do Interior). Conta com o envolvimento de unidades como GRI (Grupo de Resposta Imediata), GRT (Grupo de Resposta Tática) e o Plantão Diferenciado, composto por agentes de várias unidades policiais, com destaque à DGH (Delegacia Geral de Homicídios), POLINTER (Polícia Interestadual) e DDIJ (Delegacia de Defesa da Infância e Juventude). Ao todo, 40 policiais participam dos trabalhos.

A Operação ocorre no Distrito Federal e em 21 Estados, entre eles Roraima. De acordo com informações prestadas pelo Delegado Geral de Polícia, Herbert de Amorim Cardoso, para Roraima, a meta é o cumprimento de 28 mandados de prisão somente pela Polinter. Pela DGH são cinco mandados de prisão e um mandado de busca e apreensão em residência. A DDIJ cumprirá dois mandados de busca e apreensão de adolescentes. Totalizando 33 mandados de prisão, dois mandados de busca e apreensão de adolescentes e um de busca e apreensão em residência, a serem cumpridos durante a operação.

Cardoso destacou que foi realizado um levantamento em todos os procedimentos referentes aos crimes em questão e um mapeamento operacional, de forma a serem cumpridos. Até às 9 horas desta terça-feira, 11 mandados de prisão, um de busca e apreensão de adolescente e um de busca e apreensão em residência já haviam sido cumpridos.

“Trata-se de uma ação coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia, em parceria com o Ministério da Justiça e as Polícias Civis dos estados. O monitoramento da operação é realizado no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional do Ministério da Justiça, em Brasília. Em Roraima estamos acompanhando os trabalhos e somente no final da tarde poderemos apresentar mais resultados das ações que percorrem Boa Vista e outros municípios”, disse Cardoso.

Avalie este item
(0 votos)

Terá início nesta terça-feira, dia 28, o Curso de Abordagem Policial para Pessoas Surdas, realizado pelo Governo do Estado por meio da APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago).

As aulas serão das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, na Academia de Polícia Integrada. A capacitação vai atender inicialmente 20 profissionais de segurança pública, tais como Policiais Civis, Militares, Federais, Rodoviários Federais, Guardas Civis Municipais e outras Instituições de Segurança, visando uma maior integração entre as forças de Segurança Pública.

De acordo com informações prestadas pela diretora da APICS, delegada Giuliana Castro, a capacitação prevê a padronização neste atendimento diferenciado, com aulas teóricas e práticas, que vão subsidiar as ações policiais nas abordagens às pessoas com surdez.

Durante o curso os policiais serão capacitados nas seguintes disciplinas: Legislação aplicada à pessoa com deficiência; aspectos legais de abordagem policial; conhecimentos básicos de Linguagens Brasileira de Sinais; Noções de abordagem policial; Comandar em Libras para Abordagem Policial e Prática de abordagem policial a pessoa surda.

DEMANDA - Segundo Giuliana Castro, foi identificada a dificuldade no atendimento às pessoas com surdez nas unidades policiais, por falta de capacitação dos profissionais de segurança a esse público específico.

A ideia surgiu após um trabalho de Conclusão de Cursos de Formação de Oficiais, apresentado pelo 1º tenente Frankeslane Sampaio Barbosa.

“Pela natureza de sua atividade, o policial tem o dever de estar preparado para atuar em quaisquer atividades estando envolvidas ou não, as pessoas com deficiência. Para promover a inclusão social, a ideia é estabelecer uma doutrina no atendimento, por meio de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais), entre o policial e a pessoa surda, primando sempre pelo respeito aos direitos humanos”, destacou.

O trabalho conta com uma parceria da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e PMRR (Polícia Militar de Roraima). Ao final da capacitação, os profissionais de segurança vão adotar o Manual Específico de Orientações de Abordagem Policial a Pessoa Surda, como ferramenta de consulta, caso ocorra alguma dúvida durante a abordagem policial.

Avalie este item
(0 votos)

Com o início do inverno, as atenções da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDC) voltam-se para a realização de vistorias e levantamento dos danos causados pela estiagem e pelas queimadas. Inicialmente, o foco da Defesa Civil Estadual é o levantamento das pontes danificadas para evitar que comunidades do Interior do Estado fiquem isoladas.

Já foram concluídas as vistorias nos municípios de Caracaraí, Amajari, Bonfim e Uiramutã. Os municípios de Caracaraí e Amajari já decretaram Situação de Emergência, solicitando recursos emergenciais DE QUEM? para a reconstrução de pontes destruídas por incêndios.

As equipes de CEPDC constataram um grande número de pontes em situação precária por falta de manutenção em todos os municípios visitados, e que, mesmo que não tenham sido destruídas por essas queimadas, precisam de ação emergencial de reconstrução, porque podem não resistir à intensificação do inverno. No Bonfim, por exemplo, há pontes destruídas por incêndios e pontes danificadas ao longo do tempo. O município ainda não decretou situação de emergência.

No Uiramutã não houve pontes destruídas por incêndios, mas é o município com a pior situação por conta do relevo acidentado e com ocorrências de fortes enxurradas.

Em Normandia não houve vistorias e a Prefeitura informou que vai solicitar esse atendimento. O rompimento da BR-433 ocorreu em um local onde havia uma ponte que foi queimada durante incêndio florestal. Foi feito um desvio, que foi rompido pela enxurrada. A CEPDC avalia, em conjunto com o município a melhor forma de atuar naquela região.

O diretor Executivo Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Cleudiomar Ferreira, os trabalhos da CEPDC podem servir de base para declarações de Situação de Emergência e Estado de Calamidade Pública. “Os relatórios produzidos pelas equipes da CEPDC serão encaminhados à Secretaria de Infraestrutura [Seinf] e, além de pareceres técnicos, servirão para sustentar qualquer eventual declaração de situação especial pelas Prefeituras municipais ou Governo do Estado.

Avalie este item
(0 votos)

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) convocará candidatos do quadro reserva classificados nos processos seletivos para os cargos de Intérprete de Libras, Copa e Cozinha (merendeiras) e professor (Capital). Os editais de convocação (N° 049/2019, N° 050/2019 e N° 051/2019) devem ser publicados no DOE (Diário Oficial do Estado) nesta segunda-feira (27).

Os classificados devem ficar atentos à convocação e deverão comparecer na Seed, localizada na Rua Barão do Rio Branco, n° 1495, Centro, das 8h às 17h, para assinatura dos contratos e lotação. Todos os candidatos devem estar presentes às 8h para a chamada nominal.

Estão sendo convocados 13 profissionais de copa e cozinha, 02 Intérpretes de Libras e 41 professores, sendo 04 para a disciplina de Ciências Biológicas, 01 para Filosofia, 01 para Física, 06 para Geografia, 05 para História, 02 para Língua Espanhola, 03 para Língua Inglesa, 13 para Língua Portuguesa e 06 professores de Matemática.

“Os docentes devem atender as demandas das escolas da rede estadual de ensino da Capital nas etapas de Ensino Fundamental, Ensino Médio e EJA [Educação de Jovens e Adultos]”, destacou Virlândia Alcoforado, diretora do Departamento de Recursos Humanos da Seed.

Inicialmente a Seed ofertou 52 vagas para o cargo de Intérprete de Libras. A remuneração é de R$ 1.200 para jornada de 40 horas. Para Copa e Cozinha, foram 251 vagas também com jornada de 40h e remuneração de R$ 1.200.

Já para professores, foram disponibilizadas 127 vagas para a Capital e 352 para o Interior e os salários variam de R$ 1.483,45 a R$ 3.782,94, dependendo da jornada de trabalho que pode ser de 16h, 25h ou 30h.

SEGUNDA CHAMADA – Esta é a segunda chamada do Cadastro Reserva do seletivo para contratação de professores da Capital. Já foram convocados mais 95 professores além das vagas iniciais ofertadas. E está prevista ainda para esta semana, a primeira convocação do Cadastro Reserva do seletivo para contratação de professores do interior.

Avalie este item
(0 votos)

O governador de Roraima Antonio Denarium esteve nesta sexta-feira, 24, no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre (RS), para concluir a assinatura do SEI (Sistema Eletrônico de Informações).

O SEI é uma plataforma que promove a eficiência administrativa, gestão de processos e documentos eletrônicos e tem como principais características a celeridade nos trâmites documentais e processuais além da diminuição do uso de papel na administração pública 

Para Denarium, usar essa ferramenta é motivo de orgulho para o povo Roraimense. "Só assim vamos dar transparência para a população, pois assinar o SEI com TRF-4 é mostrar transparência com as contas públicas", disse.

Denarium foi recebido pelo presidente do TRF-4 desembargador Carlos Eduardo Thompson, que citou a satisfação em ajudar Roraima com o Sistema, que vai auxiliar nos processos de documentação dando transparência para a população.

"Somos todos homens públicos e devemos servir ao público, com transparência", ressaltou Thompson.

Produto desenvolvido pelo TRF-4, o SEI já ajudou a economizar mais de R$ 3 bilhões no que tange à contratação de software e controle de contratos na gestão pública, inclusive em licitações.

Cerca de 40 órgãos e entidades federais, estaduais e municipais utilizam o Sistema em todos os estados brasileiros e Distrito Federal, com exceção do Amapá.

Avalie este item
(0 votos)

 

O Parque Anauá, um dos pontos turísticos mais bonitos da Capital e um dos locais mais procurados pelo boavistense para caminhadas, prática esportiva e lazer, foi o local escolhido pelo Governo do Estado para oferecimento de aulas de zumba, comandadas pelo professor Zin Janderson Pereira, para servidores públicos e população em geral, neste domingo, 26.

A atividade, segunda a secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, faz parte do Projeto Domingo no Parque e será realizada todos os fins de semana. “O domingo no Parque estará sempre acontecendo, como uma forma de integrar as pessoas e levar às famílias atividades culturais e esportivas”, disse e acrescentou: “Estou pronta para a aula de zumba, vou testar o condicionamento físico. Atividade física é saúde, é esporte. Todos estão convidados pra participar e melhorar a qualidade de vida”.

A zumba mistura ritmos latinos, dentre eles, salsa, merengue, cumbia, reggaeton, cha cha cha, latin pop, samba, reggae e bachata, e atrai mulheres e homens de várias faixas etárias.

Os benefícios da zumba são inúmeros. Melhora a frequência cardíaca, ajudando o coração a bombear mais sangue para o corpo e para os músculos, aumenta a flexibilidade, melhora a coordenação motora, entre outros, conforme assegura o professor Janderson Pereira. “A zumba trabalha todo o nosso corpo, tonifica, você perde calorias, ganha flexibilidade. O objetivo da zumba é levar bem-estar para os praticantes”.

De acordo com o instrutor, a duração de uma aula é de 50 minutos. “A zumba se espalhou no mundo inteiro também por causa dessa vantagem, porque durante essa atividade, em 50 minutos, você pode perder de 700 a mil calorias”, enfatizou.

Participante da aula deste domingo, Priscila Lima de Araújo ressaltou os benefícios da dança para os praticantes. “Procurei a zumba para benefício do meu corpo, por questão de saúde e de estética. Pratico há um ano e vale muito a pena. Recomendo pra todos. Favorece a saúde, nos deixa mais ativos e ajuda na autoestima”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

Acompanhado pela gestora Dorly Guerra e pela diretora do Depe (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais), da Seed (Secretaria de Educação e Desportos), Maria Aparecida Oliveira, o deputado federal Haroldo Campos visitou, na manhã deste sábado, 25, a Emur (Escola de Música de Roraima).

Conforme o parlamentar, o objetivo da visita foi conhecer as necessidades da estrutura física da escola e trabalhar um novo projeto. “Vamos trabalhar para resgatar este que eu acho que é um dos espaços mais importantes que temos em Roraima. Vamos propor um projeto novo para a Escola de Música e ocupar parte deste espaço com uma nova estrutura, muito mais moderna do que esta.”, disse

Ainda segundo o deputado, o pedido foi feito pela secretária de Educação, Leila Perussolo. “Vamos fazer o possível para conseguir recursos para a escola que só não tem mais estudantes porque o espaço, hoje, não conseguiria comportar”, explicou.

Ele ressaltou que de, agora em diante, pretende discutir o tema com a bancada de Roraima em Brasília. “Se possível, trabalhar com a nossa bancada de Roraima que, hoje, é uma bancada muito unida, para transformarmos esse espaço”.

A diretora do Depe, Maria Aparecida Oliveira, destacou a importância da visita. “Ninguém melhor do que ele para verificar as condições físicas estruturais da escola. A secretária Leila o convidou, para que possa avaliar a situação e fazer uma emenda para reformar o prédio. A estrutura da instituição está precisando, com urgência, de um novo modelo. Ele é arquiteto e vai verificar quais são as necessidades”, afirmou e lembrou que a Emur é uma riqueza que o Estado tem e precisa ser preservada.

Para a gestora da Escola de Música, Dorly Guerra, a visita do parlamentar para conhecer as necessidades da estrutura é relevante pela importância que a Escola tem na formação musical de pessoas de todas as faixas etárias.

A gestora destacou o papel importante da instituição que, no dia 12 de abril passado, celebrou 36 anos de criação e atende 1.100 alunos, nos turnos matutino, vespertino e noturno. “Nosso prédio já tem 36 anos. Ele precisa de uma reforma, porque já não comporta mais a quantidade de alunos que temos. A procura por vaga é grande. Oferecemos curso de musicalização para crianças a partir de sete anos. Atendemos também os adolescentes, os jovens, e a comunidade adulta, de 40, 50, 60 anos. Todos em busca da música; seja para terapia ou para formação. Cada um procurando o seu grau de ensino na parte musical. Estamos felizes. Parece que temos uma luz no fim do túnel”, ressaltou.

Ela afirmou que há alunos formados na Escola de Música que já criaram seus conjuntos, suas bandas. “Temos muitos frutos aí. Hoje, às 19 horas, teremos um recital de piano. No dia 30, vamos ter outro recital de alunos em comemoração ao Dia das Mães. Estão todos convidados. Quem não conhece a Emur, estamos aqui de portas abertas para vocês se deliciarem com música”, finalizou.

HISTÓRICO - A Escola de Música foi fundada em 12 de abril de 1983. Oferece ao público musicalização, flauta doce, saxofone, clarinete, trombone, pianos, violão, teclado, sanfona, bateria e percussão. Além da parte prática e teórica, tem coral adulto e coral infantil.

Avalie este item
(0 votos)

 

Cerca de dois mil moradores da Zona Oeste de Boa Vista, área mais populosa da cidade, foram beneficiados neste sábado, 25, com serviços ofertados pela ação Defensoria Solidária, parte das atividades comemorativas dos 19 anos da Defensoria Pública do Estado, e realizada em parceria por vários órgãos, dentre os quais, as Secretarias estaduais de Educação, de Segurança Pública, de Saúde, Liga Roraimense de Combate ao Câncer, Superintendência Regional do Trabalho, Tribunal de Justiça, Sesi (Serviço Social da Indústria), Polícia Militar e Prefeitura de Boa Vista.

As atividades ocorreram na Escola Estadual América Sarmento, no bairro Sílvio Botelho, com oferecimento de serviços da Defensoria Itinerante; Câmara de Conciliação, com projeto Descomplica; Central de Agendamento, em que o cidadão já sai com ação protocolizada na Justiça. Além dos serviços ofertados pelos demais parceiros, entre eles, emissão de Carteira de Identidade e de Trabalho; atendimento de saúde e de estética.

De acordo com o defensor-geral, Stélio Dener, diversas ações estão em desenvolvimento neste mês, em razão da comemoração do Dia do Defensor e da Defensoria, 19 de maio. “Além da data comemorativa, estamos também numa campanha nacional pela Anadep [Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos] e Condege [Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais] em defesa das mulheres. Hoje, estamos oferecendo diversos serviços, com a ajuda de parceiros, para que possamos dar vazão a esse grande fluxo de pessoas que necessitam dos serviços oferecidos pelo nosso Estado. É uma satisfação muito grande implementar isso na Defensoria Pública, aproximando mais ainda a Defensoria da população. Estamos próximos na questão jurídica, mas queremos levar algo mais para a sociedade”, enfatizou.

O subdefensor-geral, Oleno Matos, também destacou o caráter aproximativo da ação em relação à população. “Estamos comemorando os 19 anos de criação da Defensoria e este ano resolvemos fazer um mês de atividades. Criamos a Defensoria Solidária e estamos num momento de solidariedade para ajudar o cidadão e comemorar fazendo isso. Além de ser um grande escritório de advocacia, para atender à população carente, por assim dizer, a Defensoria é responsável pela educação em direitos. Estamos fazendo isso aqui e, mais, trazendo parceiros para somar forças e servir ao cidadão, à população da Zona Oeste, que tem maior dificuldade de acessar alguns serviços”, afirmou.

Conforme o diretor da Escola América Sarmento, Edney Lima, a unidade sempre foi referência em sediar esse tipo de ação. Ele ressaltou a relevância do oferecimento de cerca de 20 serviços para a população do bairro Sílvio Botelho e da circunvizinhança neste sábado. “A Secretaria de Educação dá apoio, por meio da escola, e é muito importante para a comunidade ter acesso, num único ponto, a essa gama de serviços sem custo nenhum. Os moradores da periferia encontram dificuldades pra se deslocar para o Centro e conseguir senhas para acessar serviços e estamos proporcionando esse atendimento”, afirmou.

A facilidade de acesso aos atendimentos foi destaque também entre os beneficiados pela ação. Enquanto aguardava para obter a segunda via da Carteira de Identidade, o servidor público Fabrício dos Santos frisou a importância da ação. “Vi o anúncio no jornal e aproveitei para solicitar a segunda via de meu documento de Identidade, porque não tenho muito tempo pra fazer isso nos horários da semana. É uma ação realmente muito boa trazer esses serviços para os bairros”, disse.

Vivendo no Brasil há um ano e quatro meses, a venezuelana Crisálida Del Carmen Ortega, que, em seu país, era proprietária de uma sorveteria e, no Brasil, trabalha como empregada doméstica ou diarista utilizou a oportunidade para obter a Carteira de Trabalho. “Agora estou com minha Carteira de Trabalho na mão e quero conseguir um emprego formal aqui. Sinto-me muito bem em Boa Vista”, afirmou.

PARCEIROS - Defensoria Itinerante; Justiça Itinerante (TJRR); Instituto de Identificação (emissão de RG); Polícia Militar; Caer (renegociação de dívidas); Corpo de Bombeiros; Escolinha do Detran (Departamento Estadual de Trânsito); Femarh (entrega de plantas); Centro de Referência da Mulher; Centro de Atendimento Multidisciplinar; Superintendência Regional do Trabalho: Emissão de CTPS; Liga Roraimense de Combate ao Câncer; Liga Roraimense de Karatê; Prefeitura Municipal de Boa Vista (Vacinação); Secretaria Municipal de Saúde (testes rápidos); Polícia Rodoviária Federal; Procon da Assembleia Legislativa de Roraima.

No próximo domingo, 26, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) vai realizar a segunda edição do ano da ação Caer nos Rios e a 21ª desde sua criação.

A concentração será no porto Marina Meu Caso, às 7h30, com saída programada para às 8h. Os voluntários vão percorrer por terra, argeando o rio Branco, e por embarcação, com 13 barcos da Associação dos arqueiros e dezenas de voluntários, entre parceiros e sociedade civil.

O Caer nos Rios é realizado pela Companhia a cada dois meses e é realizado pelo Núcleo de Meio Ambiente (NMA).

“A Companhia é uma empresa que já tem essa preocupação com o meio ambiente e nossa expectativa é de recolher cada vez menos resíduos nas margens do rio Branco. A cada edição, ganhamos mais adeptos, ganhamos mais voluntários e isto nos deixa muito feliz”, explicou a chefe do NMA, Airlene Carvalho.

 PARCEIROS - A última parceria firmada para realização do evento foi com o Tribunal de Justiça, no início deste mês.

A reunião para fechar a parceira ocorreu na sede administrativa do TJRR, com a subsecretária de Planejamento e Gestão de Projetos, Érika Horta. Além do TJ, a Polícia Militar, Femarh, Eletrobrás, Corpo de Bombeiros, Associação dos Barqueiros são parceiros da ação ambiental.

Avalie este item
(0 votos)

Pela primeira vez, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) participa da ação solidária da Defensoria Pública que será neste sábado, dia 25.

Os atendimentos serão realizados das 8h às 16h, na Escola Estadual América Sarmento Ribeiro, no cruzamento da avenida Raimundo Rodrigues Coelho com a rua S4, bairro Silvio Botelho.

“Vamos levar nossos serviços aos usuários do evento e estaremos a disposição para tirar dúvidas também”, reforçou o gerente Comercial, Oriedson Medeiros.

Na ação serão ofertados os serviços de renegociação de débitos, consultas gerais, transferência de nomes, emissão de segunda via, declaração anual de quitação de débitos e solicitação de conta em braille.

Segundo Medeiros, a equipe da Caer será composta por dois colaboradores, além da Ouvidoria. Todos os  atendimento da ação solidária serão gratuitos.

Avalie este item
(0 votos)

O governador de Roraima Antonio Denarium e o secretário da Seplan (Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento) Marcos Jorge participaram da 19ª reunião ordinária do Condel (Conselho Deliberativo) da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia), nesta quinta-feira, 23, em Belém (PA).

Os principais temas conversados foram o Zoneamento Ecológico-Econômico, Regularização Fundiária e os projetos para interligar Roraima ao Sistema Interligado Nacional, para que o Estado tenha independência energética.

Na oportunidade, foi apresentado o PRDA (Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia) que é um documento onde o governo dos estados e o Governo Federal estão colocando os projetos que são prioritários para o Desenvolvimento Regional Da Amazônia.

Entre as demandas citadas no Plano Regional estão à reforma e ampliação da BR-174 e da BR-319 e a execução dos trechos remanescentes da BR-210 e BR-163, interligando municípios do Sul do Estado de Roraima, como: São João da Baliza, São Luís e Caroebe com o Norte do Estado do Pará (Porto Trombetas, Óbidos e Alenquer), além da intervenção na Hidrovia do Rio Branco e revitalização das estradas vicinais, cuja finalidade é favorecer o escoamento da produção da agricultura familiar.

O secretário da Seplan, Marcos Jorge, explicou qual o próximo passo após a entrega do PRDA. “Esse documento será apreciado pelo presidente Bolsonaro, que, após finalizado, será encaminhado ao Congresso Nacional para aprovação desses eixos temáticos e dos projetos prioritários para o desenvolvimento da Amazônia”, especificou.

REUNIÃO – A 19ª reunião ordinária foi presidida pelo ministro de estado do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e tem como objetivo promover o desenvolvimento includente e sustentável de sua área de atuação (Amazônia Legal) e a integração competitiva da base produtiva regional na economia nacional e internacional.

Além do governador de Roraima e o do ministro de estado, estiveram presentes o vice-governador do Amazonas, Carlos Alberto Souza de Almeida Filho; vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa Castro; vice-governador do Amapá, Jaime Domingues Nunes, e o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir José de Souza Tose.

Avalie este item
(0 votos)

Peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil realizaram nesta quinta-feira (23) a segunda etapa de coleta de DNA dos reeducandos da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo). Ao todo, 100 presos passaram pelo processo que é indolor e voluntário, totalizando 200 nas duas etapas.

O processo consiste na coleta da saliva dos detentos da unidade prisional através de um suabe, que é passado na bochecha (interna) dos reeducandos. Essa saliva posteriormente será processada onde vai ser retirado o perfil genético dos presos para alimentar o banco de dados Nacional.

A Lei 12.658/12 prevê a coleta do material genético de condenados por crimes hediondos ou de natureza grave contra a pessoa. O Governo Federal estabeleceu metas para os Estados coletarem material genético dos presos. Para Roraima a meta foi 200 reeducandos, mas o objetivo da Polícia Civil é triplicar esse número como explicou o diretor do Instituto de Criminalística Sttefani Ribeiro.

“Isso faz parte do pacote Nacional anticrime. Roraima vem se destacando e nós queremos triplicar essa meta ainda em 2019. Isso implica na questão de envio de recursos para o sistema de segurança como um todo do Estado de Roraima”, informou.

Para ele, o perfil genético é mais uma ferramenta na investigação policial no sentido de determinar com precisão a autoria de um crime. “Algum reeducando que saia do sistema prisional e cometa um novo crime e deixe vestígios biológicos compatíveis com o banco de dados vai ser identificado”, enfatizou.

O coordenador institucional da FTIP (Força Tarefa de Intervenção Penitenciária) MayconRottava disse que essa coleta é fundamental para que o Estado e a União tenham acesso ao material genético dos presos para auxiliar as futuras investigações. Para ele, a parceria entre a FTIP e o Governo do Estado é fundamental para proporcionar de forma segura todas as ações que o Estado queira realizar no presídio.

“Com o apoio do Estrado, junto com a Sejuc, nós conseguimos efetuar essa segurança e oferecer os mecanimos para que seja feita essa coleta pela equipe da Polícia Civil que é uma grande parceira da Força Tarefa”, complementou.