Avalie este item
(1 Votar)

Nos últimos dois anos, o Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima) da Sesau (Secretaria de Saúde) já realizou 142.920 exames. A unidade é responsável por realizar procedimentos laboratoriais de média e alta complexidade.

 

Os exames mais frequentes são nas áreas da vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental, tais como micologia clínica, tuberculose, bacteriologia clínica, biologia molecular e sequenciamento genético.

 

Também são realizados exames confirmatórios e para detecção da carga viral de HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) e hepatites virais B e C, além de diagnósticos laboratoriais na área de imunologia e parasitologia, microbiologia de água e alimentos, físico-química, tendo ainda os setores de malária, hanseníase, preparo de reagentes, preparação de meios de cultura, setor de lavagem, esterilização e almoxarifado.

 

De acordo com a diretora técnica do Lacen, Cátia Meneses, anualmente o Lacen-RR planeja metas, incluindo análises laboratoriais a serem executadas. Essas metas estão de acordo com as atribuições definidas em portaria pelo Ministério da Saúde.

 

No ano passado, a meta foi alcançada com 99,2% nas ações realizadas. Nos dois primeiros quadrimestres deste ano, cerca de 50 mil exames foram analisados, e até o momento atingiu 92,50% das metas propostas.

 

“No ano de 2021, nós tivemos durante todo o ano a realização de cerca de 90 mil exames de interesse em saúde pública. Esse é um número muito significativo quando tratamos de exames de interesse nas áreas de vigilância epidemiológica, ambiental e sanitária. Não são exames de análises clínicas, nós trabalhamos com demandas com suspeita de doenças, como COVID-19, dengue, chikungunya, sarampo, meningite”, destacou.

 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

 

O Lacen-RR fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 3510, Aeroporto. Os atendimentos são de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, mas o recebimento das amostras acontece somente até às 17h, e seguindo o perfil epidemiológico da situação, há equipes durante o turno da noite e no final de semana que podem receber essas amostras.

 

Além de diagnósticos, também são feitas capacitações de laboratórios públicos e privados que realizam exames de interesse em saúde pública, treinamento de novos profissionais e também atualizações. No ano passado, foram cumpridas ao todo 35 capacitações externas e internas.

 

A unidade também passa por avaliações de qualidade realizadas pelo Ministério da Saúde através dos laboratórios de referência, avaliando a qualidade do diagnóstico e dos insumos que são utilizados durante a rotina.

 

“Ao longo desses treinamentos, que acontecem semestralmente para atender toda a rede, nós fazemos o controle de qualidade analítica deles. Não basta formar novos profissionais, mensalmente nós fazemos a acurácia dos diagnósticos, fortalecendo a saúde pública do nosso Estado”, ressaltou Cátia.

Avalie este item
(1 Votar)

Na tarde de quinta-feira, 20, o Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), realizou a cerimônia de reinauguração do Abrigo Masculino.

 

Agora, o abrigo tem capacidade de atender simultaneamente a mais de 20 crianças e adolescentes, com espaço mais adequado, banheiros em cada quarto, sala pedagógica, de artesanato, de música, refeitório, área de lazer e horta. Todo o espaço foi revitalizado para proporcionar aos nossos adolescentes mais dignidade e oportunidade no futuro ao sair do abrigo e serem aceitos na sociedade.

 

O abrigo é uma unidade de acolhimento institucional, destinada ao atendimento socioassistencial de adolescentes do sexo masculino, com faixa etária de 12 a 18 anos incompletos e, excepcionalmente, menores de 12 anos quando se tratar de grupo de irmãos, que estejam afastados do convívio familiar por medida protetiva de abrigo, conforme Art. 101 do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

 

“É com muita gratidão que recebemos esta obra de revitalização do Governo que com certeza vai melhorar a qualidade de vida dos jovens”, relatou o coordenador do Departamento de Proteção Especial, Aminadabi Santos.

 

A primeira-dama, Simone Denarium destacou que é dever de todos trabalhar no acolhimento do jovem, e que sua passagem no abrigo ocorra com conforto, dignidade, em um ambiente acolhedor e que ofereça o necessário para que os adolescentes possam se desenvolver de maneira saudável.

 

“Estou muito feliz com a inauguração do Abrigo Masculino. Essa é uma gestão que acolhe quem tem empatia e amor pelas pessoas. Os nossos adolescentes estão recebendo um novo espaço para que eles se sintam acolhidos da forma que merecem”, explicou a primeira-dama.

 

A secretária Tânia Soares, disse que foi necessário a obra de revitalização no abrigo masculino, pois vai garantir a oferta do serviço de forma qualificada, um espaço digno, organizado, com local apropriado para estudo e lazer, prioridades para os adolescentes.

 

“Iremos proporcionar uma série de atividades que são necessárias na formação de cada adolescente. Eles são acolhidos temporariamente, mas assim que estão no abrigo, precisam dar continuidade na vida e a equipe de acolhimento deve estar preparada para ajudar os jovens em processo de aceitação”, afirmou Tânia.

 

 

HISTÓRICO

 

A criação do Abrigo Masculino remonta à década de 1980. O local anteriormente era uma instituição assistencial e conhecido como “Casa Lar Masculina”. Era dirigida pelo casal Albertino Castro e Maria Silva de Castro, e funcionava na av. São Sebastião, no bairro Tancredo Neves. Alguns momentos importantes na trajetória da unidade merecem destaque:

 

2004 – Realização do primeiro concurso público do Estado que inseriu servidores efetivos no quadro de funcionários do abrigo.

 

2006 – A instituição é regulamentada como unidade vinculada à Setrabes, por meio do Decreto nº 7224-E, de 13 de julho de 2006.

 

- O Abrigo Masculino passa a funcionar em novo endereço (na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, no bairro Mecejana).

 

2008 - Em julho ocorre nova mudança de endereço, passando a localizar-se no bairro São Vicente, onde permaneceu por cinco anos.

 

2012 - Aprovação dos documentos normativos da unidade (Projeto Político Pedagógico e Regimento Interno), estabelecendo parâmetros de funcionamento e orientações específicas para o trabalho social desenvolvido;

 

- Realização de processo seletivo simplificado 001/2012 para contratação temporária de profissionais de nível médio e superior;

 

- Manutenção do imóvel com a realização de reparos na parte hidráulica e elétrica, pintura de paredes e construção de uma lavanderia;

 

- O Abrigo muda novamente de endereço, passando a localizar-se na rua Jauaperi, bairro Mecejana.

 

2017 - Mudança de endereço do Abrigo Masculino a ser localizado na Rua Jacamim, número 22, bairro Mecejana, onde permaneceu por dois anos.

 

2019 - O Abrigo Masculino passa a ser localizado no atual endereço, no bairro Mecejana.

 

- Intervenção do Juizado da Infância e Juventude limitando a capacidade máxima da entidade de acolhimento em 15 acolhidos, em decorrência da migração venezuelana que impactou o serviço de acolhimento.

 

2020 - Declarada situação de emergência em saúde pública pela OMS Organização Mundial da Saúde), em 11 de março, em decorrência do surto do novo coronavírus e publicado o Decreto Estadual nº 28.587-E, que dispõe sobre o plano de contingência no enfrentamento da COVID-19;

 

- Restrição de visitas familiares, afastamento de servidores considerados grupo de risco, remanejamento das escalas de plantão, suspensão de atividades externas;

 

- Contratação de profissionais de nível médio e superior por meio do processo seletivo simplificado nº 001/2020.

 

- A situação de emergência em saúde pública perdura e o Poder Judiciário emite a Portaria nº 3/2021, prorrogando a suspensão de visitas ao abrigo.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Durante a 306ª reunião ordinária do CAS (Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus), o secretário Emerson Baú destacou a ascensão do agronegócio e da agroindústria de Roraima nos últimos três anos. O encontro da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) foi realizado nesta quinta-feira, 20, na capital amazonense, onde Baú representou o governador Antonio Denarium na ocasião.

 

No ciclo de reuniões, o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) reforçou a responsabilidade da Suframa em lidar com os desafios que estruturam o crescimento de toda a Região Norte, oportunizando trabalho e sustentabilidade.

 

“Hoje Roraima colhe os melhores frutos de um esforço produtivo em que o Governo do Estado tem sido visto com bons resultados econômicos, beneficiando os processos de industrialização, implementando programas de energias renováveis, lidando com a integração amazônica e fronteiriça por mais avanços significativos de crescimento rentável”, comentou.

 

Sobre a base produtiva roraimense, Baú reforçou o reconhecimento do Governo Federal destacando Roraima com o maior índice de liberdade econômica e o terceiro Estado inserido no ambiente de negócios e atração de investimentos.

 

“No agronegócio, saímos de um volume de produção de 45 mil hectares para mais de 160 mil em 2022, evoluindo 400% a produtividade roraimense. Para 2023, nossa estimativa é ultrapassar a casa dos 200 mil hectares de plantio. Hoje, Roraima também comporta uma esmagadora e refinadora de soja, a Serra Verde, uma empresa que tem beneficiado renda para o Estado integrando pequenos, médios e grandes produtores, além da Agricultura Familiar Indígena que a cada ano vem produzindo mais”, disse.

 

Os negócios transfronteiriços também foram discutidos durante o encontro do CAS. O secretário relatou a aproximação de Roraima com alguns países da Caricom (Mercado Comum do Caribe), que têm enxergado a Amazônia como potencial fornecedor de alimentos, com a perspectiva de que Roraima está situada em região estratégica, viabilizando logística, tecnologia e produção sustentável para exportação.

 

“Contudo, nosso Estado tem avançado bastante com a gestão atual alinhada com o Governo Federal, onde já evoluímos com o Zoneamento Ecológico-Econômico [ZEE-RR], além da regularização fundiária, também no intuito de preservar o meio ambiente das queimadas e do desmatamento irregular”, detalhou.

 

INDÚSTRIA E INFRAESTRUTURA

 

Outro fator importante conquistado pela atual gestão do Governo de Roraima é a revitalização do Distrito Industrial em Boa Vista, e novos polos também serão criados no interior.

 

“Nesse sentido a Suframa é mais um parceiro no desenvolvimento do Estado. Com uma infraestrutura industrial adequada, vamos somar nos indicadores macroeconômicos que permitem formar e consolidar filiações estratégicas para melhorar a economia, e, consequentemente, a qualidade de vida para todos os roraimenses”, concluiu Emerson.

Avalie este item
(0 votos)

Um dos projetos da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) voltados à ressocialização, o Costurando Recomeços, promove, com a produção de bonecas, uma nova realidade às reeducandas da Cadeia Pública Feminina de Boa Vista. O artesanato será apresentado para a sociedade roraimense na IV Feira de Bonecas.

 

O evento ocorrerá nesta sexta-feira, 21, entre 9h e 16h, na sede da Sejuc, e será aberto para toda a comunidade. No local, os visitantes vão conhecer e podem adquirir, além das bonecas, outros itens produzidos no projeto, como toalhas, panos de prato e outros itens expostos.

 

Nascido em setembro de 2021, por meio de uma iniciativa de uma policial penal, o “Costurando Recomeços” atende atualmente 12 detentas da Cadeia Pública Feminina de Boa Vista.

 

As detentas trabalham com a produção de bonecas, panos de prato, toalhas, capas de travesseiro, entre outros itens produzidos com máquinas de costura. Em breve, o projeto também deverá qualificar as participantes da iniciativa para produzirem os uniformes das unidades prisionais do Estado.

 

Conforme o titular da pasta, André Fernandes, o projeto e a feira se traduzem como chances de recomeço para as reeducandas que estão no sistema penitenciário, proporcionando novos rumos a elas quando estiverem reinseridas na sociedade.

 

“É muito importante para as internas essa oportunidade de ressocialização. Sempre pensamos na maioria, que são os homens, mas não podemos esquecer das mulheres. Elas estão sendo capacitadas para que no futuro possam gerar renda própria, quando saírem de dentro da unidade prisional e, principalmente, possam sustentar e dar dignidade às suas famílias”, destacou.

 

PROJETO RENASCER

 

Durante a atual gestão do Governo de Roraima, outras iniciativas voltadas à ressocialização de internos do sistema penitenciário vêm sendo executadas. Uma delas é o Projeto Renascer, que atende, atualmente, 50 detentos do sistema prisional.

 

No projeto, os detentos trabalham com atividades nas áreas de mecânica elétrica, lanternagem, posto de lavagem, serralheria, borracharia, marcenaria e barbearia, e dessa forma os reeducandos realizam as atividades aprendendo um ofício, o que reduz a pena em um dia para cada três dias trabalhados.

Avalie este item
(0 votos)

Retomadas no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) em setembro deste ano, as cirurgias reparadoras são procedimentos que vão além da estética. O serviço é bastante solicitado por pessoas que passaram pela cirurgia bariátrica, um método menos invasivo para pacientes com obesidade grave.

 

 

“A [cirurgia] reparadora não está envolvida apenas no aspecto pós-operatório, mas também leva em consideração a questão da saúde pública. Os pacientes que se submetem ao procedimento têm sua autoestima resgatada e, posteriormente, conseguem ter uma melhoria na saúde mental”, destacou o cirurgião-geral da unidade, Elias Carvalho.

 

Quanto ao pós-operatório, o especialista explica que são tomadas as mesmas medidas de uma operação comum, com vistas para a potencialização de resultados, garantindo a pronta recuperação do paciente.

 

“Nesse pós-operatório, os pacientes são submetidos a sessões de drenagem. Isso ocorre uns dois dias após o procedimento cirúrgico e são entre 10 a 15 sessões. A técnica que usamos não utiliza dreno e as chances de abertura de feridas ou acúmulo de líquido são mínimas, o que reduz os riscos de infecção”, completou.

 

Além do uso de medicamentos, é necessário ainda que o paciente siga todas as orientações médicas no que diz respeito a repouso e cuidado básicos, como uso da cinta ou sutiã pós-cirúrgico, a não exposição aos raios solares, ingestão de água e alimentação saudável.

 

A paciente Greice Terra passou pelo procedimento e hoje conta como felicidade os benefícios que tem sentido no dia a dia.

 

“Fiz a cirurgia e recebi alta em menos de 24 horas. Me sinto maravilhosamente bem. Tenho mantido meu foco [nas orientações médicas] e a minha recuperação está sendo fantástica. Agradeço a todos os envolvidos, que se empenharam muito para a realização dessa cirurgia. Eles me tratam bem na sala do centro cirúrgico Todo o HGR está de parabéns, o tratamento foi VIP e fiquei muito encantada”, salientou.

Avalie este item
(0 votos)

Para discutir estratégias de implementação do NEM (Novo Ensino Médio) e do DCRR (Documento Curricular de Roraima), técnicos da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) vão estar no município de São Luiz do Anauá nesta quinta-feira, 20, e sexta-feira, 21, para um encontro formativo.

 

O evento acontece das 8h às 12h e das 14h às 18h, no ginásio do CEM (Colégio Estadual Militarizado) João Rodrigues da Silva, e é voltado aos gestores e coordenadores pedagógicos de escolas de São Luiz, São João da Baliza e Caroebe.

 

“O professor vai receber a capacitação de acordo com a área equivalente de formação. Esta ação vem se repetindo nos municípios e vai continuar acontecendo. Ela é contínua, e o conteúdo, neste momento, são os documentos curriculares do Ensino Fundamental e Médio e a implementação do NEM”, disse a diretora do DEB (Departamento de Educação Básica) da Seed, Nildete Melo.

 

O encontro é uma iniciativa da Seed por meio do DEB, Ceforr (Centro Estadual de Formação de Profissionais da Educação de Roraima) e equipe ProBNCC (Programa da Base Nacional Comum Curricular).

 

NOVO ENSINO MÉDIO

 

A implementação do Novo Ensino Médio teve início neste ano obrigatoriamente em todo país com as primeiras séries, de acordo com a realidade de cada Estado.

 

Atualmente, das 153 escolas estaduais de Ensino Médio na rede estadual, 14 já implementaram o NEM no Estado.

 

No interior, as unidades são a Escola Indígena José Marcolino (Pacaraima), Presidente Castelo Branco e José Vieira de Sales Guerra (Caracaraí), José de Alencar (Rorainópolis), Padre José Monticone (Mucajaí) e Geraldo da Silva Pinto (Alto Alegre).

 

Serão alcançados inicialmente 8.825 estudantes nesta primeira etapa. Até 2024, mais 139 escolas devem concluir o ciclo de implementação. Para auxiliar a equipe gestora das escolas, a Seed promove uma série de oficinas de formação e qualificação curricular.

 

Os componentes curriculares “Eletivas” e “Projeto de Vida”, que estão inseridos na parte flexível da nova matriz curricular na 1ª série do Ensino Médio e a ampliação da carga horária anual, que passou de 800 horas para mil horas, são algumas das mudanças do novo modelo de ensino, trazidas pela Lei 13.415 de 2017.

 

DOCUMENTO CURRICULAR

 

A BNCC (Base Nacional Comum Curricular) é um documento de caráter normativo, que define o conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Sua implementação ocorre em todo o Brasil.

 

Em Roraima, o DCRR foi construído à luz das diretrizes estabelecidas na BNCC e é um instrumento estadual que direciona as políticas públicas educacionais e o currículo a ser ministrado em todas as escolas das redes estadual e municipal, tendo como foco os direitos de aprendizagem e a formação integral do aluno.

 

No Estado, o processo de implementação da BNCC e DCRR ocorre mediante regime de colaboração entre Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação), Seed e Undime-RR (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Roraima).

Avalie este item
(0 votos)

Com editais a serem lançados em breve, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) realizou na manhã desta quarta-feira, 19, no auditório da UERR (Universidade Estadual de Roraima), uma apresentação de todos os programas que serão executados a partir de 2023 a professores, alunos e toda a sociedade.

 

Estiveram presentes o diretor técnico Carlos Borges e os assessores técnicos Elemar Favreto, Josias Silva e Gabriel Carvalho representando a Faperr. Eles exibiram os 15 programas já constituídos pela fundação, além do Programa Centelha, criado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e, que será coordenado pelo órgão em Roraima.

 

De acordo com o vice-reitor da UERR, Cláudio Travassos Delicato, a criação da Faperr representa um marco para o Estado. “Estamos vivendo um período histórico, onde hoje já podemos contar com os trabalhos da fundação, algo que era um pedido antigo de todos nós. Hoje estamos conhecendo os programas e, sem dúvidas, vamos colaborar para o desenvolvimento da pesquisa”, afirmou Delicato.

 

Para o assessor técnico Elemar Favreto, a apresentação dos programas e o retorno dos pesquisadores da UERR é fundamental para a melhoria e desenvolvimento dos editais.

 

“Entender melhor o ambiente de pesquisa e o ecossistema de inovação de Roraima é uma das funções da Faperr nesse momento de implantação dos trabalhos, de modo a desenvolver programas que sejam mais adequados e adaptados à realidade roraimense e respondendo às demandas sociais, econômicas e de pesquisa do Estado”, destacou.

 

CENTELHA RORAIMA

 

De início, o Programa Centelha, desenvolvido em todo o País, já está em sua segunda edição, e é o programa mais consolidado pelo órgão até o momento.

 

Com edital que será lançado em breve no Estado, o Centelha Roraima visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

 

Além disso, o Programa visa contribuir para ampliação da quantidade e melhoria da qualidade das propostas de empreendimentos de base tecnológica submetidas aos ambientes promotores de inovação existentes no país, tais como incubadoras e aceleradoras de empresas, espaços de coworking, laboratórios abertos de prototipagem, parques e polos tecnológicos, entre outros.

 

OS PROGRAMAS

 

São 15 programas já construídos pela Faperr e os editais previstos para o ano que vem, que contemplará diversas áreas do conhecimento. Projetos como pró-solos/águas, pró-equipamentos, pró-ciencia, pró-educação, além de subprogramas com abrangência nas áreas de inovação, saúde e segurança, para estudantes da educação básica, realização de eventos, indústria, biodiversidade, entre outros. Para mais informações, basta acessar o site oficial da Faperr.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quarta-feira, 19, o governador Antonio Denarium, juntamente com o Ministro de Minas e Energia, Adolpho Sachsida, o presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Júnior e demais autoridades participaram da solenidade de concretização de acordo para a interligação Manaus – Boa Vista do linhão de Tucuruí. O evento ocorreu no Palácio Senador Hélio Campos.

 

A linha de transmissão, esperada há 30 anos pela população, vai interligar Roraima ao SIN (Sistema Interligado Nacional). A subestação será construída na BR-174, na região do Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Quando o governador Antonio Denarium assumiu o Estado, ainda quando interventor em dezembro de 2018, o projeto do linhão estava parado no STF (Supremo Tribunal Federal). A partir daí, o Governo de Roraima e o Governo Federal, trabalharam em parceria para que as obras finalmente acontecessem.

 

Em agosto deste ano, a Justiça revogou a suspensão da obra. Com a decisão, foram reiniciadas as negociações com as comunidades da terra indígena waimiri-atroari, por onde passará a linha de transmissão de energia elétrica.

 

“Gostaria de agradecer ao presidente Bolsonaro pela parceria e pelo apoio para que essa obra fosse iniciada. Essa nova fase vai permitir a Roraima um marco muito importante para o desenvolvimento de toda a Região Norte, que será concluída ainda no nosso próximo mandato”, reforçou Denarium.

 

HISTÓRICO E PROGRESSOS

 

Roraima é o único Estado brasileiro não integrado ao Sistema Interligado Nacional, um conjunto de instalações e de equipamentos que possibilitam o suprimento de energia elétrica nas regiões do País que estão conectadas à rede.

 

Em março de 2019, houve o corte da transmissão de energia da Venezuela, e Roraima passou a obter energia elétrica somente de suas termelétricas, com um consumo diário variável entre 700 a 1.100 mil litros de combustível.

 

Anteriormente, em 2021, o presidente da República, Jair Bolsonaro, veio a Roraima e concedeu a autorização de instalação e a licença ambiental. Essas obras foram aprovadas pelo Conselho de Defesa Nacional. No entanto, foi importante trabalhar pela via de negociação com os povos indígenas waimiri-atroari, estabelecendo um acordo judicial para compensação ambiental no valor de R$ 90 milhões.

 

O ministro de Minas e Energia, Adolpho Sachsida, acredita que além do aspecto econômico, social e ambiental, essa obra tem o aspecto moral. “Roraima é um importante estado da nossa Federação e tem que estar ligado ao sistema energético. Ou seja, vamos ter uma energia limpa, segura e barata para a população”, disse.

 

A OBRA

 

Segundo o Ministério de Minas e Energia, nos próximos 36 meses, serão construídos cerca de 715 km de linha de transmissão. Deste total, 425 km passarão pelo estado de Roraima e 290 km no Amazonas, margeando a BR-174, rodovia federal que liga as duas capitais brasileiras.

 

Com a obra, haverá a redução de custo para os consumidores de todo país, a ampliação da segurança do atendimento à capital Boa Vista e a redução do uso de combustíveis fósseis. “O empreendimento constitui a maior ação ambiental do Ministério de Minas e Energia, com a redução de geração de energia elétrica de fontes de combustíveis fósseis, além de gerar mais de 4 mil empregos diretos e indiretos”, detalhou Sachsida.

 

Para a presidente da Fier (Federação das Indústrias do Estado de Roraima), Izabel Itikawa, é importante destacar a importância da obra do Linhão de Tucuruí para a indústria roraimense.

 

“Hoje esperançosamente recebemos esse acordo com muita alegria e motivação de que vai alavancar economicamente o nosso Estado. Além disso, vai trazer novos investidores que, por meio dessa notícia, podem comprovar a mudança da matriz econômica em Roraima”, complementou.

Avalie este item
(1 Votar)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) divulgou um novo edital com os nomes de selecionados no projeto social CNH Cidadã, que também estão sendo convocados para que comprovem os dados cadastrais.

 

Os beneficiários são da capital Boa Vista e de outros municípios do Estado. A relação com os nomes selecionados está disponível no site do Detran, por meio do link do edital com a divulgação da seleção.

 

Os contemplados devem comparecer entre os dias 20 de outubro a 4 de novembro de 2022, das 8h às 14h, no salão de atendimento na sede do Detran-RR, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, nº 4214, bairro Aeroporto.

 

O diretor de Controle de Condutores e Veículos do Detran-RR, Diego Aragão, informou que os contemplados que residem nos municípios do interior do Estado, podem entregar a documentação nas sedes das Ciretrans de seus municípios ou no mais próximo.

 

“O prazo de entrega para os beneficiários do interior é o mesmo de Boa Vista. Ou seja, das 8h às 14h entre os dias 20 de outubro a 04 de novembro de 2022”, ressaltou Aragão. 

 

O não comparecimento ao local no prazo estabelecido, bem como a não comprovação dos dados informados no ato da inscrição, implicará na eliminação do candidato do projeto social CHN Cidadã.

 

No ato da comprovação dos dados cadastrais, o selecionado deverá informar 1ª, 2ª e 3ª opção para a categoria de CNH pretendida (A, B ou AB).

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), iniciou no último mês de setembro a Missão Baixo Rio Branco de Subsistência Extrativista e Produção Agrícola. A pesquisa em campo forneceu dados da realidade comunitária ribeirinha, que vão fomentar novas políticas públicas de desenvolvimento sustentável.

 

Ao todo, foram visitadas 16 comunidades: Bela Vista, Cachoeirinha, Caicubi, Canauani, Floresta, Itaquera, Lago Grande, Panacarica, Remanso, Sacaí, Samaúma, Santa Maria do Boiaçú, Santa Maria Velha, Terra Preta e Xixuaú.

 

As comunidades analisadas permeiam as margens dos rios Branco, Várzea do Negro, Jufari e Jauaperi, nos municípios de Rorainópolis e Caracaraí.

 

“Realizamos um diagnóstico socioeconômico nestas localidades verificando as atividades de produção primária, onde é comum o plantio de açaí, bananas, castanha-do-brasil, pescado, macaxeira, milho, feijão, melancia, pupunha e cupuaçu como modelos de subsistência”, explicou o engenheiro agrônomo Vanderson Mesquita.

 

Em Santa Maria do Boiaçu, com intuito de atender os serviços rurais na localidade, o Governo do Estado disponibilizou um trator na casa de apoio do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural). Na oportunidade, o produtor Alexandro Barroso observou a necessidade de mais implementos agrícolas operacionais para desenvolver a produção comunitária.

 

“Com a chegada do trator, daremos continuidade a abertura das áreas de plantio, mas ainda necessitamos de mais e, principalmente, da atenção política recuperando 17 quilômetros de vicinais, que hoje está intrafegável, inviabilizando o escoamento da nossa produção”, disse Barroso.

 

Na comunidade Santa Maria Velha, em Rorainópolis, o pescador Antônio Batista pediu a atenção das secretarias municipal e estadual com a agricultura familiar. “Onde vivemos, o acesso continua remoto. Aqui ainda precisamos de água tratada, estradas, eletricidade e conexão permanente”, reforçou.

 

Para o titular da Seadi, Emerson Baú, o diagnóstico realizado no Baixo Rio Branco subsidiará projetos de subsistência produtiva na região. “O Governo atenderá as necessidades rurais e de infraestruturas nas comunidades ribeirinhas fomentando produção de arroz, milho, suinocultura, avicultura, criação de casas de farinha, fábrica de gelo, além de assistência técnica, acompanhando a evolução de projetos de curto, médio e longo prazo. É um compromisso do governador Antonio Denarium com quem produze e gera renda no Estado”, concluiu.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), tem reforçado cada vez mais a importância da prevenção e diagnóstico precoce das IST's (Infecções Sexualmente Transmissíveis), em especial a sífilis.

 

Entre o ano de 2021 até a segunda semana de outubro de 2022, o estado registrou 1.131 casos confirmados de sífilis, sendo 754 casos em gestantes. A doença é transmitida por meio do ato sexual sem uso de preservativo, podendo também ser repassada durante a gestação ou no parto.

 

“Em razão desses números, pedimos para que as pessoas estejam atentas aos sinais, principalmente as gestantes, de maneira que possamos fazer o tratamento e evitar a sífilis congênita”, destacou a gerente do NCDST/AIDS (Núcleo Estadual de Controle das DST/AIDS), Sumaia Dias.

 

A sífilis é uma infecção causada pela bactéria Treponema pallidum, podendo se manifestar de várias formas. A transmissibilidade é ainda maior nos estágios primário e secundário da infecção.

 

Em formas mais graves da doença, como no caso da sífilis terciária, se não houver o tratamento adequado, pode causar complicações graves como lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares e neurológicas, podendo levar à morte.

 

PERIGO NA GESTAÇÃO

 

Sumaia ressalta ainda que a infecção pela sífilis pode colocar em risco não apenas a saúde do adulto, como também a de bebês durante a gestação. O acompanhamento das pacientes e parceiros sexuais durante o pré-natal é fundamental para prevenir a transmissão para a criança.

 

“No dia de Combate à Sífilis e Sífilis congênita, que é comemorado hoje, dia 19, nós pedimos que a população procure os métodos de prevenção para a sua vida. Nisso, nós temos o uso de preservativos, seja o masculino ou feminino, que é o insumo mais eficaz para que a pessoa não adquira uma IST e que pode ser encontrado em qualquer unidade básica de saúde”, completou.

 

Vale lembrar ainda que além da distribuição de preservativos, o NCDST/AIDS também realiza o teste rápido e a orientação para o usuário em ações de saúde, como forma de sensibilizar a população sobre os riscos das DTS’s. 

 

“O resultado destes testes demora 20 minutos, e tendo resultado positivo, o usuário pode buscar ajuda em alguma unidade básica de saúde para assegurar o seu tratamento”, finalizou Sumaia.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quinta-feira, 20, o canal do YouTube OlimpíadaLP Cenpec realiza a live “Relatos do Norte – Saberes na Prática: Convite à Partilha”. Professores de língua portuguesa da Rede Estadual de Ensino podem participar.

 

O encontro virtual será às 17h (horário local) e tem o objetivo de celebrar aprendizagens sobre o relato de práticas, encerrando o ciclo de formação do ano de 2022 do Programa da Olimpíada de Língua Portuguesa – escrevendo o futuro.

 

Durante o ano, ocorreram três encontros formativos divididos por regiões. Roraima sediou o primeiro, Tocantins o segundo, e o Amazonas o terceiro evento.

 

“O Programa é destinado a todos os professores de língua portuguesa da rede pública. Todos os professores interessados podem participar. A formação deste ano veio com uma roupagem nova porque foi realizada por meio de lives”, afirmou a coordenadora estadual da Olimpíada de Língua Portuguesa, Elenice Pereira Prado.

 

COMO SE INSCREVER

 

Até o momento, apenas seis professores se inscreveram. O link de inscrição está aberto por meio do link do Google Formulários.

 

COMO ASSISTIR

 

Durante a transmissão, haverá a palestra “O diário de leituras e a dimensão narradora dos sujeitos: reflexões em torno de práticas autorais de leitura e escrita”, além de uma conversa com as professoras Edzélia da Silva Moreira, do Amazonas, e Gilcélia Amaral Mendes, do Pará, que mostrarão suas reflexões sobre a formação e o processo da escrita. 

 

Todos os participantes receberão certificados de participação. A live será transmitida por meio do endereço do link do YouTube, às 17h de quinta-feira, 20.

 

O PROGRAMA

 

O Programa de Formação Escrevendo o Futuro, ocorreu, no ano de 2022 de forma diferenciada, por regiões e lives interativas.

 

A proposta era relatar os trabalhos desenvolvidos por professores de Língua Portuguesa da rede pública com um dos gêneros da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa, que envolve poemas, memórias literárias, crônicas, documentários e artigos de opinião.

Avalie este item
(1 Votar)

A Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) iniciou, nesta segunda-feira, 17 de outubro, o atendimento do programa de regularização urbana Aqui Tem Dono, do Governo de Roraima, nos conjuntos habitacionais Caçari l, Caçari ll e Monte Roraima.

 

A ação deve atingir 198 moradias sendo: são no 40 casas no Caçari l; 82 casas no Caçari ll; e 76 apartamentos no conjunto Monte Roraima.

 

Os moradores foram notificados a comparecerem até sexta-feira, 21, na Escola Estadual Vitória Mota Cruz, na rua Zacarias Mendes Ribeiro, n° 1344, no bairro Paraviana, no horário das 14h às 18h.

 

No local, são analisados os documentos solicitados como: RG e CPF (original e cópia); comprovante de residência (original e cópia); certidão de casamento (original e cópia); matrícula do imóvel, caso tenha (original e cópia) e carteira de vacinação contra Covid-19 para isenção de tarifas.

 

No caso do primeiro mutuário, aquele primeiro proprietário do imóvel, é preciso apresentar a cópia do contrato de compra e venda firmado com a Codesaima (ou o Banco de Roraima, a instituição financeira responsável pela transação na época de lançamento do empreendimento).

 

Do segundo comprador em diante, deve ser apresentada a cópia do recibo ou contrato de compra e venda, particular e/ou procuração pública.

 

Nestes empreendimentos, muitos moradores já conseguiram, através da Justiça, a escritura pública de seus imóveis em processos longos e onerosos. Os remanescentes que estão sendo chamados, terão a oportunidade de abrir o processo de transferência da moradia, que ainda está no nome da Codesaima para o seu, de maneira rápida e gratuita.

 

A coordenadora da campanha, Jaíra Monteiro, falou do atendimento dos moradores dos conjuntos habitacionais. “Lembramos que temos uma equipe na sede da Codesaima recebendo todo e qualquer requerimento de todos os conjuntos pertencentes à carteira da Codesaima”, disse.

 

OUTROS BAIRROS

 

O Governo de Roraima já levou o Aqui Tem Dono para moradores dos bairros Alvorada e Equatorial e os conjuntos habitacionais Caimbé l e ll em duas ações durante o mês de agosto. A ação também ocorreu para beneficiários de 1200 casas dos conjuntos habitacionais Caimbé I e Caimbé II.

 

Foram mais de 600 declarações de posse para moradores de conjuntos habitacionais construídos desde 1979, e a entrega de mais de 2 mil títulos rurais e urbanos em parceria com o Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima).

 

Avalie este item
(1 Votar)

Estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª série do Ensino Médio de Roraima podem participar do Desafio Nacional “SouTEC”. As inscrições seguem até o dia 23 de outubro.

 

O SouTEC é um aplicativo desenvolvido pelo MEC (Ministério da Educação), por meio da Setec (Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica), que busca auxiliar jovens e estudantes na escolha de cursos técnicos e carreiras, de acordo com o seu perfil, inclusive apresentando cursos que lhe atendem nas proximidades de sua residência.

 

O Desafio “SouTEC” é um concurso técnico-cultural que tem o objetivo de ampliar o acesso ao aplicativo e mobilizar estudantes a pensarem em estratégias que estimulem o uso do mesmo. A iniciativa do MEC é feita em parceria com o Núcleo de Excelência em Tecnologias Sociais da UFA (Universidade Federal de Alagoas).

 

Para participar, os alunos interessados devem enviar propostas que incentivem o uso do aplicativo SouTec. Propostas para novas funcionalidades de imagem, acesso e inclusão também serão aceitas.

 

“Cada proposta será avaliada por quatro membros da comissão de avaliação, dois da Setec/Mec e dois do Núcleo da Ufa. Eles pontuarão individualmente cada um dos cinco critérios especificados em edital, considerando a pontuação de 0 a 3, obtidas pela proposta. O resultado final será feito por meio da soma das pontuações”, explicou o coordenador da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), professor Augusto de Oliveira.

 

O resultado do concurso está previsto para divulgação no dia 11 de novembro.

 

INSCRIÇÃO

 

A inscrição é gratuita e pode ser feita por meio do formulário disponível no link do Google Formulários.

 

Já o edital completo com todas as informações está disponível no site oficial do MEC.

 

O APLICATIVO

 

Visando orientar o estudante que está ingressando no Ensino Médio a escolher uma carreira, o aplicativo SouTec foi lançado com ferramentas que podem facilitar esta decisão, como o teste de orientação profissional que ao final, mostra o perfil profissional que mais se identifica com o estudante.

 

O aplicativo Soutec pode ser baixado gratuitamente por download em equipamentos com sistema Android ou iOS.

Avalie este item
(1 Votar)

A Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) recebeu, nesta terça-feira, 18, a primeira remessa de insumos que beneficiam 41 famílias produtoras de pescado no PA Nova Amazônia, em Boa Vista, e Vila Nova Esperança, no Bonfim.

 

O objetivo do Governo de Roraima é ampliar a verticalização da piscicultura em todo o Estado, possibilitando autonomia econômica aos pequenos produtores.

 

Segundo o coordenador de aquicultura e pesca, Wolney Costa, a ração chegará nas localidades já nos próximos dias. “Esta é a primeira etapa do projeto que vai alimentar a criação de peixes de cativeiro do início até sua retirada com peso ideal para comercialização. E dentre os peixes estão o tambaqui e matrinxã, além de outros”, destacou.

 

O projeto é um incentivo do Governo de Roraima com a Agricultura Familiar fomentado políticas públicas que geram renda e trabalho nos setores produtivos. “A piscicultura tem conquistado seu espaço na Agricultura Familiar, beneficiando a sustentabilidade do povo do campo, das grandes cidades e dos bichos. Nesse intuito, logo daremos andamento às etapas seguintes, além dos demais projetos da piscicultura”, reforçou o secretário Emerson Baú.

 

Para o governador Antonio Denarium, além da piscicultura, a economia roraimense vem expandindo seus negócios também na fruticultura, citricultura, suinocultura, avicultura, bovinocultura e outros.

 

“Nossos esforços com a produtividade em Roraima é uma realidade que amplia o desenvolvimento de todos. E dentro da piscicultura ainda vamos promover mais trabalho e renda também com a construção de novos tanques para o produtor expandir sua criação, alimentar sua família e comercializar seus excedentes, garantindo assistência técnica no trato alimentar, e melhorar as condições para criar pescado com suporte da Seadi e do Iater [Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural]”, finalizou.

Avalie este item
(1 Votar)

Com o objetivo de capacitar agentes públicos em todo o País para o combate eficaz ao crime organizado, a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) deu início nesta terça-feira, 18, à capacitação e treinamento para o combate à corrupção e à lavagem de dinheiro.

 

Ao todo, 61 pessoas participam da capacitação, dentre eles oito policiais civis de Roraima. O treinamento ocorre na sede da Polícia Federal em Boa Vista, e encerra no próximo dia 21.

 

A iniciativa é feita por meio do DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional, do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), em parceria com a Polícia Federal.

 

O delegado-geral da Polícia Civil de Roraima, Eduardo Wayner, participou da abertura do treinamento e destacou a importância desta capacitação ser aplicada em Roraima aos agentes públicos.

 

“Este treinamento já capacitou mais de 26 mil agentes públicos em todo o País e serve para fortalecer as habilidades necessárias para a adoção de medidas preventivas na condução de investigações, além da troca de experiência entre as instituições”, destacou.

 

PLANO INTEGRADO

 

O curso faz parte do PNLD (Programa Nacional de Capacitação e Treinamento para o Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro) como meta da ENCCLA (Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro).

 

O objetivo é criar um plano integrado de capacitação e treinamento de agentes públicos, orientar a sociedade, e otimizar a utilização de recursos públicos, promovendo a cultura de prevenção e combate à corrupção e à lavagem de dinheiro no Brasil.

 

A capacitação consiste em articular os órgãos e a sociedade civil que atuam, direta ou indiretamente, na prevenção e combate à corrupção e à lavagem de dinheiro, com o objetivo de identificar e propor ajustes aos pontos falhos do sistema antilavagem e anticorrupção.

 

Ao longo do treinamento, serão aplicadas aulas teóricas, como prevenção à fraude documental, a perícia criminal no combate à lavagem do dinheiro, inteligência financeira, técnicas de investigação, dentre outros, bem como a apresentação de casos práticos.

Avalie este item
(1 Votar)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) registrou aumento no número de ocorrências relacionadas à captura de animais domésticos no Estado.

 

Segundo dados estatísticos da corporação, entre o início de janeiro e o final de setembro deste ano, foram registradas 188 ocorrências envolvendo captura de animais domésticos. No mesmo período do ano passado, o CBMRR havia realizado o atendimento de 112 ocorrências envolvendo captura e/ou remoção de animais.

 

“Percebemos um aumento de 67,8% no número de ocorrências envolvendo animais domésticos. Geralmente são animais que fogem das residências ou que adentram em locais de difícil acesso e não conseguem sair”, disse o tenente Natan Mesquita, comandante da Companhia de Busca e Salvamento do CBMRR.

 

O CBMRR realiza a captura dos animais domésticos que estão em situação de risco ou ameaçando a população, seja dentro ou fora das residências.

 

“Quando os tutores são localizados, os animais são devolvidos. Quando não, direcionamos o animal para ONGs, Centro de Zoonoses, etc”, completou Mesquita.

 

O número de ocorrências registradas entre janeiro e setembro de 2022 também supera o registrado nos anos de 2019 e 2020, mesmo quando considerado anos completos. Nos anos citados, foram registradas, respectivamente, 117 e 123 ocorrências.

 

EM 24 HORAS

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima realizou, nesta segunda-feira, 18, a captura de três animais domésticos em Boa Vista.

 

As duas primeiras envolveram a captura de cães da raça pitbull que estavam em via pública. A terceira envolveu a captura de um gato que havia caído em uma fosse séptica. O animal foi retirado e entregue aos cuidados dos tutores.

 

O CBMRR orienta a população a entrar em contato com a corporação somente quando que verificar a existência de um animal em via pública ameaçando os populares que transitam pelo local ou em caso de grave risco para o próprio animal.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 18, é comemorado o Dia do Médico, um profissional vital na garantia do bem-estar da população e de pacientes que recorrem às unidades de saúde. Ao todo, Roraima dispõe de 767 profissionais, entre efetivos, seletivados e temporários, segundo levantamento da Sesau (Secretaria de Saúde).

 

“São profissionais que se dedicam com tanto amor, carinho e cuidado com a saúde da nossa população. E nós, enquanto Sesau, seguimos investindo em qualificação e infraestrutura para que eles possam sempre atuar da melhor maneira possível”, destacou a secretária da Sesau, Cecília Lorenzon. 

 

Deste quantitativo, 315 atuam no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), a principal unidade de referência do Estado. Eles estão divididos por especialidades, atendendo 24 horas por dia.

 

“É graças ao amor, dedicação e profissionalismo dos médicos que muitas vidas continuarão sendo salvas. Aproveitamos não só para parabenizá-los por esse dia, mas também para agradecer pelos investimentos feitos pelo Governo na infraestrutura, aquisição de materiais e equipamentos, e outros feitos na área de saúde, pois estes trazem qualidade a quem trabalha”, salientou a diretora-geral do HGR, Patrícia Renovato.

 

O professor José de Souza, de 51 anos, é atendido pela cardiologia do HGR há quase dois meses. Ele relatou sobre a boa relação e atendimento humanizado recebido da equipe médica que compõe a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da unidade.

 

“Eu só tenho a agradecer a todos os médicos da unidade, em especial à UTI cárdio. A equipe é humanizada e vou sair daqui levando exemplos de vida”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta terça-feira, 18, servidoras da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) participaram de um evento alusivo à campanha Outubro Rosa, no pátio da antiga Escola Estadual Princesa Isabel, no centro de Boa Vista.

 

O encontro de autocuidado sobre a saúde feminina abrangeu um momento cultural com música, café compartilhado e palestra com a médica e diretora do CRSM (Centro de Referência de Saúde da Mulher), Marília Pinto.

 

O evento foi uma iniciativa do DEB (Departamento de Educação Básica), da Dipse (Divisão de Desenvolvimento Psicossocial) em parceria com a Assessoria de Comunicação da Seed.

 

“Nós procuramos neste momento atingir dois pontos de prevenção: o autocuidado, elevando a autoestima e o emocional e quando se busca o cuidado através dos exames. O outro ponto é o equilíbrio e saúde emocional, quando a mulher precisa encontrar apoio em profissionais preparados para ampará-la”, disse a chefe da Dipse, Nazaré Sicsú.

 

Na oportunidade, a palestrante repassou orientações importantes para identificar o câncer de mama palpável e não palpável, e como o Centro de Referência da Saúde da Mulher, localizado no bairro Aparecida, pode ajudar no diagnóstico precoce.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado concedeu, por meio da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), mais um título no SIE (Serviço de Inspeção Estadual). Desta vez, o registro foi para uma agroindústria familiar produtora de queijo coalho, localizada no município de Mucajaí.

 

A nova empresa foi registrada no SIE sob o selo 121, classificada como queijaria, e está apta a comercializar produtos em todos os mercados de Roraima. O respaldo do serviço de inspeção garante à empresa o comércio legal e para os consumidores um alimento de qualidade e sem risco para a saúde.

 

“A partir de agora, a queijaria fica autorizada a comercializar o seu produto em todo Estado, por atender as exigências do SIE, visando preservar a inocuidade, qualidade e a integridade dos produtos de origem animal, além da saúde pública” afirmou o presidente da Aderr, Marcelo Parisi.

 

De acordo com o gerente de Produtos de Origem Animal do órgão, Diego Costa, o objetivo do título do SIE é dar garantia aos produtos comercializados. “Isso assegura a sanidade e permite um consumo que não cause danos à saúde da população. Já para o produtor, significa a regularização da sua produção, abrindo a oportunidade de atender todos os mercados no Estado, gerando empregos e maior lucro”, disse.

 

O trabalho de inspeção de produtos alimentícios é diário. Eles passam por rigoroso controle de qualidade até chegar à mesa dos roraimenses, por isso, enfatiza o presidente da Aderr, Marcelo Parisi, é importante que o consumidor fique atento para quando for ao mercado, verificar se o produto que irá comprar tenha o selo com o registro do SIE.

 

“O cuidado em observar se carnes, aves, queijos, iogurtes, ovos, mel, tapiocas, paçocas, entre outros produtos em Roraima é feito pela concessão do selo de registro é de suma importância para garantir que os alimentos consumidos não causem danos à saúde”, ressaltou Parisi.

Avalie este item
(0 votos)

Debater desenvolvimento, pesquisa e tecnologia é um dos principais objetivos da XVI Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Roraima, realizada nesta segunda-feira, 17, na UFRR (Universidade Federal de Roraima).

 

O evento será realizado até o dia 23 de outubro, no auditório de Ciências Biológicas da UFRR. O encontro é aberto para a comunidade escolar como alunos e professores da educação básica, técnica, tecnológica e sociedade roraimense.

 

A Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) participou do debate, representada pelo presidente da instituição, Pedro Cerino, além de professores e alunos de diversos cursos de graduação.

 

Com o tema “Bicentenário da Independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no Brasil - Da Independência do Brasil à Emancipação Tecno-científica do Estado de Roraima”, os participantes divulgaram os resultados científicos produzidos por instituições de ensino de Roraima, valorizando as conquistas alcançadas por pesquisadores do Estado.

 

Para Cerino, a XVI Semana Nacional de Ciência e Tecnologia traz mais possibilidades de inovação e evidencia pesquisas realizadas em Roraima. “É um ótimo evento, que sem dúvidas só engrandece nossa pesquisa. A Faperr está de braços abertos para futuros apoios e programas que serão realizados em breve”, afirmou.

 

EMPREENDEDORISMO

 

A 5ª edição da Semei (Semana de Empreendedorismo e Inovação), realizada pelo IFRR (Instituto Federal de Roraima) teve início nesta quarta-feira ,17, com o tema “Fomentar Educação Empreendedora e Inovação dos Servidores e Estudantes do IFRR”.

 

A edição, que será realizada até o dia 21 de outubro, incentiva boas práticas empreendedoras e inovadoras dos setores do instituto. A Faperr foi represenda no evento por assessores técnicos, que fizeram uma apresentação sobre o Programa Centelha, criado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e, que agora está sendo coordenado pelo órgão de fomento recém-fundado em Roraima. 

 

De acordo com o coordenador do Programa Centelha em Roraima, Elemar Favreto, a Semana de Empreendedorismo e Inovação do IFRR é um evento que busca aproximar o mundo acadêmico do mundo empresarial.

 

“É uma oportunidade para que diversas ideias inovadoras possam surgir nas discussões. Nesse sentido, o Programa Centelha Roraima se mostra como um diferencial para o impulsionamento dessas ideias dentro das Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação de Roraima", destacou Favreto.

Avalie este item
(0 votos)

Durante dois dias (18 e 19 de outubro), 825 reeducandos do sistema prisional de Roraima fazem a prova do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade).

 

As provas iniciaram às 8h, com previsão de término para às 12h. À tarde, das 14h às 19h e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) é o órgão responsável pela organização.

 

O exame é a oportunidade para que todo jovem ou adulto que não concluiu as etapas escolares na idade certa possa obter o diploma do Ensino Fundamental ou Médio e dar continuidade em sua vida escolar.

 

Do total de inscritos no sistema prisional de Roraima, 454 são para o nível fundamental e 371 para o nível médio. A Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) juntamente com a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) tem trabalhado para ampliar a oferta de educação dentro do sistema prisional. “Com essa nossa estratégia, podemos observar o avanço por meio dos dados comparativos dos inscritos nos anos anteriores”, reforçou o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes.

 

Segundo ele, em 2017 foram 59 inscritos; em 2018, foram 67; em 2019 foram 177 e em 2020, 520 inscritos no Encceja. “O que corresponde um aumento de 58% comparado a última inscrição do Encceja realizado em 2020”, detalhou.

 

AS PROVAS

 

Para o Ensino Fundamental serão quatro provas objetivas que avaliarão as seguintes áreas:  prova I: Ciências Naturais, prova II: Matemática, prova III: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação e prova IV: História e Geografia.

 

As provas de Ensino Médio serão abordadas as seguintes áreas:  prova I: Ciências da Natureza e suas Tecnologias, prova II: Matemática e suas Tecnologias, prova III: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação e prova IV: Ciências Humanas e suas Tecnologias.

 

As disciplinas mudam de acordo com o nível de ensino (Fundamental ou Médio) e as provas são distribuídas nos dois turnos.

 

SOBRE O ENCCEJA

 

A participação no Encceja é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada etapa de ensino, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e, no mínimo, 18 anos completos, no caso do Ensino Médio, na data de realização do exame.

 

As provas do Encceja têm o mesmo nível de dificuldade do Encceja regular. A única diferença está na aplicação, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos respectivos órgãos de administração prisional e socioeducativa de cada unidade da Federação.

 

O Encceja é uma avaliação para aferição de competências, habilidades e saberes de jovens e adultos. Dessa forma, estabelece uma referência nacional de avaliação para esse público, tendo, assim, uma relevância multidimensional para a educação brasileira.

 

Para ser aprovado é preciso atingir o mínimo de 100 pontos em cada área de conhecimento do Encceja e obter nota igual ou superior a 5 pontos na prova de redação.

 

Para realização da prova foi montado todo uma estrutura de segurança pela direção de cada unidade prisional com apoio dos Policiais Penais. Durante a aplicação da prova foram mantidos todos os protocolos de segurança contra o covid-19, buscando atender as orientações e prevenção contra o vírus.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima deu início às obras de pavimentação nas ruas do bairro Pedra Pintada, em Boa Vista. A região também recebe os serviços de drenagem, totalizando 2.655.20 metros. Além disso, os serviços abrangem o esgotamento sanitário, com extensão de 6.961m e passeio com acessibilidade que terá ao todo 11.112,8 m².

 

“Aqui no bairro Pedra Pintada está sendo colocado asfalto, esgoto, água tratada, calçadas, meio fio, drenagem, sarjetas, acabando com todos os problemas dessa localidade. Além do mais, estamos entregando títulos definitivos no bairro. É o Governo do Estado trabalhando e levando dignidade para o nosso povo”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

Segundo Denarium, o Governo vai investir ainda mais em infraestrutura levando dignidade aos moradores, e, em breve, terão uma escola estadual.

 

“O Pedra Pintada nunca mais será o mesmo. Estamos beneficiando mais de 10 ruas, fazendo drenagem profunda com urbanização completa, calçada, meio-fio, sarjeta e canteiro central. É um trabalho que muda totalmente a realidade do local. As casas passam a valer mais e as pessoas têm mais qualidade de vida”, destacou o secretário de Infraestrutura Edilson Damião.

 

Entre as ruas contempladas estão: ABC, Topázio, Olho de Tigre, Jaspe, Pérola, Quartzo e Cristal, além da avenida Amazonita.

 

Para a moradora Nilmara Melo com a obra de pavimentação o bairro terá mais valorização. “Aqui era intrafegável,uma verdadeira lagoa. Agora tenho certeza que muitas pessoas terão mais interesse em vir morar aqui. Posso dizer que Antônio Denarium meteu a mão no arado, e disse aqui eu vou construir e trazer desenvolvimento. E ta aí, mostrando que o  trabalho continua”, afirmou.

 

No total, serão investidos R$ 19.056.249,21 que foram viabilizados por meio de emenda parlamentar do deputado federal Carlos Nicoletti.

 

“Quero agradecer ao Governo, pois fez questão de aprovar essa emenda parlamentar para trazer melhoria e qualidade de vida as pessoas do bairro, que há muitos anos sofriam para se deslocar, pois as ruas eram poças da água. Agora o cenário é outro, o governo está dando dignidade a milhares de família”, ressaltou Nicoletti.

 

Avalie este item
(0 votos)

Garantir saúde para todas as pessoas, dando a assistência necessária aos 15 municípios do Estado. É com esse objetivo que o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), vem investindo na ampliação da capacidade de imunização da população roraimense.

 

De janeiro até o dia 14 de outubro deste ano, o Estado realizou a distribuição de quase dois milhões de insumos, como vacinas e soros, tudo com o intuito de reforçar as salas de vacinas existentes em Roraima.

 

A gerente do NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização), Simirames Lopes, explicou que na rede de frio são recebidas as vacinas. “Elas [vacinas] são armazenadas e distribuídas aos municípios com qualidade e excelência, dentro dos padrões preconizados pelo Ministério da Saúde”, ressaltou.

 

Além do envio de insumos, o NEPNI também tem sido responsável por promover orientação aos profissionais de saúde, graças à realização de capacitações sobre a eficiência da vacinação e combate às notícias falsas.

 

“Desde abril deste ano, nós capacitamos os 15 municípios em salas de vacinação, além dos DSEIs [Distrito Sanitário Especial Indígena] Leste e Yanomami. Houve sensibilização desses técnicos para buscar o público-alvo com o objetivo de manter o cartão de vacina atualizado, porque observamos que há um descrédito em relação às vacinas, por conta da disseminação de fake news”, ressaltou.

 

MONITORAMENTO

 

A Campanha contra a Poliomielite e Multivacinação segue até o final deste mês, conforme determinação do Ministério da Saúde. Até o momento, Roraima aplicou 16.551 doses de vacinas, o que equivale a cobertura vacinal de 33,23%. Os dados são parciais e estão em constante atualização.

 

Cabe destacar que os municípios são responsáveis pela execução das campanhas junto ao público-alvo, sem desconsiderar ainda o papel dos pais na responsabilidade em vacinar os filhos, evitando a reintrodução de doenças já consideradas erradicadas no país.

 

Paralelamente, a CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), órgão da Sesau, tem executado algumas atividades nas chamadas cidades gêmeas das fronteiras de Roraima, como a vacinação simultânea em Pacaraima e Bonfim, municípios vizinhos de Santa Elena de Uairén (Venezuela) e de Lethem (Guiana), respectivamente.

 

As atividades nessas localidades iniciam no dia 2 de novembro e se encerram no dia 12, beneficiando ainda a área indígena que é assistida pelos DSEI Leste e Yanomami.

Avalie este item
(0 votos)

Esta segunda-feira, 17, é o último dia para se inscrever na oficina de formação para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual sobre o Novo Ensino Médio em Roraima, promovida pelo Ceforr (Centro Estadual de Formação de Profissionais da Educação de Roraima), da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

As vagas são para três oficinas de capacitação. O público-alvo são professores e coordenadores pedagógicos de escolas que ofertam o ensino médio e para professores de educação física com o intuito de fortalecer seus currículos escolares nas escolas estaduais de Roraima.

 

A oficina “Aspectos Legais e Ressignificação Conceituais do Novo Ensino Médio na Política Educacional da BNCC”. Com carga horária total de quatro horas, a oficina acontece no dia 20 de outubro, das 8h às 12h, de forma presencial, no Colégio Estadual Militarizado Camilo Dias localizado no bairro Liberdade. Para se inscrever, basta acessar o link do Google Formulários.

 

“Essa oficina faz parte de um ciclo de 15 capacitações que o Ceforr está proporcionando aos profissionais do Estado. Elas tratam de planejamento com áreas de conhecimento, planejamento de eletivas e projeto de vida. Estamos na 12ª oficina, e fecha no mês de novembro”, explicou a coordenadora pedagógica do Ceforr, Maristela Pereira.

Avalie este item
(0 votos)

Retomadas no mês passado na rede estadual, as cirurgias bariátricas são os procedimentos mais adequados para tratar quadros de obesidade. A volta do procedimento é mais um compromisso do Governo de Roraima, que não tem medido esforços para atender aos anseios da população.

 

“Atualmente, a cirurgia bariátrica é um método que faz com que você controle melhor essas doenças que são associadas com a obesidade, e ofertar esse procedimento é de vital importância para a saúde da população”, destacou o coordenador do serviço de cirurgia bariátrica do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Gláucio Carneiro.

 

Desde a retomada até o momento, foram realizados sete procedimentos na unidade hospitalar. A tendência é aumentar o fluxo de cirurgias conforme o crescimento da demanda.

 

O coordenador explicou ainda que a obesidade é um mal que pode trazer uma série de riscos à saúde do paciente, tais como pressão alta, diabetes, problemas cardíacos, depressão e até mesmo câncer.

 

“O paciente geralmente perde peso, mas logo em seguida volta a ganhá-los novamente, o que é muito maléfico para a saúde. Na medicina, atualmente, a cirurgia bariátrica é o método de perda de peso mais eficaz, em que a pessoa vai ter uma manutenção do próprio peso”, completou.

 

A empresária Jeanie Lima, de 49 anos, sofreu de obesidade há cerca de duas décadas. Como consequência, acabou adquirindo problemas como hipertensão, pré-diabetes e dores na coluna. Ela tentou perder peso de diversas formas, através de dietas e procedimentos, mas não conseguiu chegar ao peso ideal.

 

Com o retorno das cirurgias bariátricas, a paciente entrou na fila de espera das cirurgias eletivas para realizar o sonho de recuperar a saúde e a autoestima.

 

“Há três meses fizeram contato comigo. Fui para uma consulta com o doutor Gláucio [Carneiro] e ele marcou o procedimento e passou alguns exames para fazer no Coronel Mota. No dia 4 de outubro eu fiz o procedimento, foi uma cirurgia muito boa e tranquila. Fui internada e bem atendida no HGR, muito bem amparada pelos profissionais”, salientou.

 

COMO FUNCIONA?

 

A cirurgia bariátrica costuma ser um procedimento seguro, consistindo em um método menos invasivo ao corpo humano, chamado de videolaparoscopia.

 

“Foi um procedimento rápido, indolor e satisfatório. Realmente é uma coisa de primeiro mundo, muita tecnologia, eu saí da cirurgia sem dor nenhuma, já está até cicatrizando, não aparece mais os furinhos na barriga”, detalhou Jeanie.

 

Para melhores resultados da cirurgia, é preciso tomar bastante alguns cuidados no período pós-operatório, assim como seguir as orientações médicas. A mudança para hábitos mais saudáveis também é um dos passos importantes na recuperação e melhora na saúde do paciente.

 

“Às vezes [os pacientes] depositam tudo na cirurgia, achando que será uma mágica que vai mudar a vida deles, o que é um engano. Por mais que ela perca peso, a tendência é que eles resgatem isso no futuro, caso não se cuidem como devem”, finalizou Carneiro.

Avalie este item
(0 votos)

Instituições da rede estadual de ensino, entre elas, o CME (Colégio Militar Estadual) Coronel PM Derly Vieira Borges, Escola Estadual Euclides da Cunha e Escola Estadual São José, todas em Boa Vista, alcançaram excelentes médias no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2021.

O resultado foi divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), no dia 16 de setembro de 2022, e revela um cenário de superação, em meio ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Algumas notas ultrapassaram a média nacional.

O Colégio Militar obteve nota 7.3, a Escola Euclides da Cunha 5,6 e a Escola São José 5,0 para o Ensino Fundamental. O Colégio Militar também obteve a nota 6,4, no Ensino Médio Regular, maior que a média nacional, que é de 5,0.

“Nós atribuímos o resultado satisfatório do Ideb à nossa filosofia de trabalho que é fundamentada no gerenciamento participativo de toda a comunidade escolar. A educação oferecida pelo colégio visa um ensino de qualidade, aliado a disciplina consciente e interativa. É um trabalho realizado a várias mãos e que tem trazido bons frutos”, disse a gestora militar do CME, a major Ana Cláudia de Santana Mourão.

A Escola Euclides da Cunha alcançou a segunda melhor nota entre as escolas de Ensino Fundamental, e a gestora Flávia Coelho afirmou que a colocação tem um grande sabor de vitória.

“Estávamos em pandemia, com alunos em casa, as salas de aula viraram grupos de WhatsApp. No início, não sabíamos o caminho a percorrer, tivemos dificuldades, mas paramos, nos organizamos e, através do modelo guarda-chuva, pudemos realizar uma nova gestão envolvendo funcionários, pais e principalmente as crianças, nossos protagonistas”, disse.  

A gestora da Escola São José, Jeane Soares, destacou o esforço da equipe diante das dificuldades impostas pela pandemia.

“A equipe da Escola São José recebeu com grande alegria o resultado do Ideb, pois saímos da média 4,4 para 5,0, e isso demonstra que, mesmo diante das dificuldades no período da pandemia, a escola privilegiou o esforço conjunto da equipe que buscou desenvolver estratégias com foco na recomposição da aprendizagem e também no acolhimento do professor e dos alunos”, ressaltou.

Vale destacar que os índices nacionais entre as escolas públicas e privadas do País para o Ensino Fundamental, anos finais (6º a 9º ano), foram 5,0 e 6,3, respectivamente. O Ensino Médio Regular no Brasil obteve 5,0, e a rede estadual em Roraima alcançou o índice de 3,9.

 

Região Norte

 

Nos índices regionais, Roraima obteve nota 4,6 para os anos finais (6° ao 9° ano), enquanto a média das escolas públicas da Região Norte foi 4,5. Já para o Ensino Médio, o Ideb ficou em 3,4 na Região, e Roraima alcançou 3,7.

Outras escolas da capital que ofertam o Ensino Fundamental anos finais que merecem destaque com a nota do Ideb são o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Irmã Maria Teresa Parodi que obteve 4,9, Escola Estadual Presidente Costa e Silva com a nota 4,7 e Escola Estadual Professora Antônia Coelho de Lucena que alcançou 4,6.

Embora Roraima tenha alcançado bons resultados, algumas unidades de ensino não apresentaram nota do Ideb 2021. Os percentuais de municípios do Estado com Ideb divulgados para o ensino fundamental foram 27%, para os anos iniciais, e 20%, para anos finais. Em 2019, esse percentual foi de 60% e 73% respectivamente.

O fato se deu em razão da necessidade da oferta do ensino remoto durante o período crítico da pandemia da Covid-19 e, como consequência, houve a redução da participação dos estudantes no exame.

A situação atípica do Estado foi esclarecida por meio de uma Nota Técnica publicada pelo Inep.

 

O IDEB

 

O Ideb é um importante indicador utilizado para avaliar a qualidade do aprendizado das escolas do Brasil. Foi criado em 2007 e é realizado em todo o País pelo Inep, a cada dois anos.

O Ideb é calculado mediante os dados de aprovação do Censo Escolar juntamente com as médias de desempenho das provas do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

O Saeb é formado por três avaliações: a Aneb (Avaliação Nacional da Educação Básica), Anresc (Avaliação Nacional do Rendimento Escolar), também conhecida como Prova Brasil, e a Ana (Avaliação Nacional de Alfabetização).

Com esses resultados, o MEC (Ministério da Educação) possui panorama da educação brasileira e, a partir dessas informações, pode elaborar políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade do ensino.

Outras informações sobre o Saeb, bem como os resultados do Ideb, estão disponíveis para consulta no site do Inep: https://www.gov.br/inep/pt-br.

Avalie este item
(0 votos)

Os 324 alunos que concluíram o segundo Curso de Formação da Polícia Penal de Roraima participaram da cerimônia de formatura, na noite deste sábado, 15, no CAF (Centro Amazônico de Fronteira) da UFRR (Universidade Federal de Roraima).

A solenidade marcou o encerramento do curso e contou com a presença de familiares dos novos policiais penais, além de diversas autoridades, entre as quais, o governador Antonio Denarium e o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes.

Esses alunos fazem parte da turma mais recente de aprovados no concurso público realizado pelo Governo do Estado, por meio da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), sendo 86 mulheres e 238 homens. O término do processo de formação é a segunda fase do certame, e a data da nomeação dos concursados ainda será definida.

Com o ingresso deles no serviço público, o efetivo total dos policiais penais do sistema penitenciário passará para 800 servidores, quase o triplo do efetivo existente no início da atual gestão, quando contava com apenas 277 servidores.

O governador Antonio Denarium destacou o trabalho desenvolvido desde o início de sua gestão e os resultados obtidos ao longo de quatro anos.

“O Governo está trabalhando para Roraima ser o primeiro Estado do Brasil a acabar com o déficit carcerário. Esse trabalho vem sendo executado desde o primeiro dia de governo. Na nossa gestão, o sistema prisional está sob controle. Com essa nova equipe de policiais penais trabalhando e com a inauguração dos novos presídios, teremos uma segurança pública modelo para todo o País”, afirmou.

O secretário André Fernandes enfatizou que os novos policiais penais ajudarão principalmente no trabalho de ressocialização dos internos.

“São 324 formandos do curso da Polícia Penal que já estão prontos para integrar nossas fileiras. Eles serão nomeados, lotados em várias unidades e ajudarão principalmente na ressocialização dos internos. Esse é nosso maior dever e a nossa maior função. Teremos nosso quadro completo e conseguiremos oferecer o melhor serviço à sociedade, aos internos do sistema e aos seus familiares”, ressaltou.

 

Curso segue padrão estabelecido pelo Departamento Penitenciário Nacional

 

O secretário-adjunto de Justiça e Cidadania e coordenador-geral do Curso de Formação da Polícia Penal, Hércules Pereira, salientou o processo de instrução baseado na doutrina aplicada pela Espen (Escola Nacional de Serviços Penais). 

“O curso de formação para o ingresso na Polícia Penal é a segunda fase do concurso público. A carga horária total foi de 400h/aula, sendo 80 horas dedicadas ao estágio supervisionado nas unidades prisionais, quando os alunos foram submetidos à rotina desses locais e dos demais setores da Secretaria. Foram empregados cerca de 100 instrutores e formamos os 324 policiais penais, que estão prontos para exercer a função”, explicou.

Ele frisou também a evolução da Polícia Penal do Estado. “A Polícia Penal de Roraima vem passando por uma transformação ao longo dos anos. Todas as unidades prisionais estão reformadas e o policial penal tem hoje uma formação que pode ser considerada uma das melhores do País, voltada para execução da atividade finalística e também da atividade administrativa”, afirmou. 

 

Formandos destacam a conclusão do curso e a expectativa da nomeação

 

A formanda Gislayne Silva, de 33 anos, falou da superação dos obstáculos e da ansiedade de aguardar a nomeação.

“Foram 75 dias de muita luta, muito cansaço e também de muito ensinamento. Aprendemos sobre o sistema, estagiamos e vimos a necessidade de mais servidores dentro das unidades, inclusive para que os projetos de ressocialização sejam ampliados. Concluímos hoje essa etapa e agora esperamos que todos os alunos que se formaram sejam nomeados”, disse.

Thaís Jhennifer Leite, de 29 anos, enfatizou a dedicação durante a preparação para o concurso e a sensação atual de sonho realizado.

“Desde o princípio é uma renúncia que a gente faz. A partir do momento em que você começa a estudar para o concurso, renuncia a momentos com a família e com os amigos, abre mão de tudo para se dedicar a um sonho, e este momento para mim é de realização. Durante o processo de formação, passei por coisas que imaginei que não suportaria. Hoje estou aqui e vejo que é possível. O sonho se tornou realidade. Estou realizada e feliz”, afirmou.

Rodrigo Araujo Carneiro, de 25 anos, mencionou ter alcançado o objetivo de trabalhar na segurança pública.

“Trabalhar na área de segurança pública para mim sempre foi um sonho. Hoje estamos concluindo essa etapa que possibilita ingressar na segurança pública para poder proteger e servir a toda a população. Tivemos muitas aulas teóricas e práticas, estágio dentro das unidades prisionais, para que possamos exercer as atribuições necessárias após a nossa nomeação. Acredito que nossa missão foi cumprida. Estamos muito satisfeitos e esperamos logo o momento de iniciar os trabalhos e contribuir com o Governo de Roraima”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Com o apoio do Governo do Estado e organização da FJJER (Federação de Jiu-Jitsu do Estado de Roraima), o Campeonato Norte Internacional de Jiu-Jitsu 2022 reúne mais de mil atletas e ocorre neste sábado, 15, e no domingo, 16, no Ginásio de Esportes Hélio Campos.

Os competidores são de Roraima, do Amazonas, do Pará, da Venezuela e da Guiana, com idades entre 4 e 70 anos.

O governador Antonio Denarium prestigiou o evento e ressaltou a importância do apoio do Governo do Estado ao esporte, em várias modalidades. Ele destacou que, por meio do Projeto Compete Roraima da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), 139 atletas estão participando de competições fora do Estado, inclusive, dois atletas estão competindo nos Estados Unidos.

“O Campeonato Norte Internacional de Jiu-Jitsu reúne atletas da Venezuela, da Guiana, do Amazonas, do Pará e de Roraima. São mais de mil atletas participando com o apoio do Governo de Roraima.  Minha gestão tem apoiado o esporte em suas várias modalidades para os atletas participarem de campeonatos regionais, estaduais, brasileiros, sul-americano e mundiais e eles estão trazendo muitas medalhas para Roraima. O nosso compromisso é continuar apoiando todas as atividades esportivas”, disse o governador.

Ele destacou também que os espaços para as práticas esportivas estão sendo revitalizados, para que os esportistas possam ter locais apropriados para treinamentos e competições.

“Estamos reformando todos os ginásios do Estado de Roraima e vai começar também a obra do Totozão. Dentro do Parque Arauá, serão construídos diversos espaços, entre os quais, a pista de atletismo, homologada pela Federação Brasileira de Atletismo”, afirmou.

O diretor do Instituto de Desporto da Secretaria estadual de Educação, Dinaildo Barreto, falou do empenho do Governo do Estado para incentivar o esporte roraimense.

“É sempre muito importante o apoio do Governo nessa parceria com a Federação de Jiu-Jitsu que é o órgão principal que leva esse esporte para fora com essa quantidade de talentos que temos em Roraima. Essa união entre a Federação e o Governo do Estado é muito importante para o desenvolvimento das nossas crianças e dos nossos atletas”, disse.

 

Federação destaca a importância do apoio governamental

 

O diretor técnico da Federação de Jiu-Jitsu e um dos organizadores do campeonato, Daniel Trindade, frisou a importância do apoio do Governo.

“O principal apoiador é o Governo do Estado, que acredita no esporte. Hoje somos uma referência nacional e internacional no jiu-jitsu. É um trabalho que está se concretizando de ano em ano. Com a parceria efetiva do Governo, somos uma referência fora do nosso Estado”, ressaltou.

Ele destacou também o número de atletas inscritos e a perspectiva social da competição.

“Este ano quebramos o recorde de inscrever mil atletas. São 72 academias participantes. Para as inscrições, pedimos dois quilos de alimentos não perecíveis, e a entrada no ginásio é um quilo de alimento não perecível. Vamos reunir todos esses alimentos e depois vamos fazer uma ação social nas academias que atuam com projetos sociais em Roraima”, explicou Trindade.

 

 

Familiares e atletas comentam a participação no campeonato

 

O funcionário da prefeitura de Cantá, Jefferson Vasconcelos, estava acompanhando as filhas Raiane, de 7 anos, e Raimara, de 13 anos, que estão competindo.

 “A minha filha Raiane foi medalha de ouro. É uma satisfação imensa ver nossos filhos se devolvendo por meio do esporte. Agradeço aos organizadores do evento e estou feliz por elas serem de uma academia do município de Cantá”, afirmou.

Aluna do 2º ano da Escola Municipal Tia Ercília, Raiane Vasconcelos estava emocionada com sua medalha de ouro.

“Eu gosto do jiu-jitsu porque é um esporte que desenvolve o físico, e eu amo”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, levou neste sábado, 15, atendimentos médicos com clínico geral e especialistas para as servidoras da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) e seus familiares. A ação ocorreu na sede da Seadi, no bairro São Francisco, beneficiando mais de 400 pessoas.

Alusiva à campanha Outubro Rosa, marcada por atividades afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico do câncer de mama e do colo do útero, a ação foi realizada durante todo o período da manhã.

Foram ofertadas consultas com otorrinolaringologista, ortopedista, dermatologista, cardiologista, ginecologista, oftalmologista e clínico geral, e 420 pessoas foram atendidas.

“É uma satisfação da Secretaria de Saúde atender a um ofício do secretário Emerson Baú [titular da Seadi), em referência ao “Outubro Rosa”, promovendo a valorização do servidor. Ficamos felizes de trazer esses especialistas e suprir a demanda, valorizando os servidores e seus familiares. Para melhorar o Estado, o funcionalismo precisa estar bem”, ressaltou o servidor do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau, Genival Ferreira.

A economista Maionara Ribeiro fez consultas e destacou a importância da ação. “Aproveitamos todos os médicos aqui. Fui ao cardiologista, ao dermatologista e ao otorrino. Um atendimento maravilhoso. Uma ação dessa para servidores e familiares nunca houve antes”, afirmou.

A servidora Edivânia de Souza também enfatizou a relevância de inserir os familiares dos servidores na ação. “A gente recebeu essa ação como uma benfeitoria para o servidor e para a família. Amei essa visão estendida não apenas para o servidor cuidar de si, mas para a família também se consultar com essa diversidade de médicos”, disse.

Nessa mesma linha, a funcionária Yara Amorim destacou a inserção dos familiares no atendimento e também o fato de poder ter acesso aos serviços oferecidos no fim de semana.

“Foi muito bom ter recebido essa ação aqui na Secretaria e principalmente em horário oposto ao nosso trabalho. Muito bacana o atendimento ter se estendido aos nossos familiares, porque assim diminuem os nossos receios sobre a saúde, cuidando também da nossa família, isso é muito importante”, afirmou.

Vera Pereira, familiar de uma funcionária da Seadi, se consultou com o clínico e com dois especialistas, oftalmologista e cardiologista, e elogiou o atendimento.

“Estava precisando muito, não conseguia consulta no posto de saúde e consegui aqui. Agradeço aos médicos e aos funcionários. Fui bem atendida e sou grata por isso”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

Com o propósito de manter a sequência de capacitação dos servidores da Saúde do Estado, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou neste sábado, 15, mais uma oficina para funcionários que atuam na CSL (Comissão Setorial de Licitação) e Núcleo de Processos da pasta.

 

Realizada pela manhã, a atividade ocorreu no auditório da ETSUS-RR (Escola Técnica do SUS em Roraima), que fica localizada no bairro São Vicente. Foram repassados conhecimentos práticos sobre prazos do pregão eletrônico, atrelados às leis 8.666/1993 e 14.133/2021, além de tirar dúvidas relacionadas às principais ocorrências no decorrer do processo até a conclusão dele na CSL.

 

“A oficina é de extrema importância não apenas para os servidores que são da Comissão de Licitação, mas para todos, pois é necessário que eles tenham conhecimento de como funciona o fluxo do pregão eletrônico dentro do Comprasnet. Desta forma, é possível compreender a variação de tempo entre a conclusão de um processo e outro”, ressaltou o presidente da CSL da Sesau, Bruno Uchôa.

 

Conforme a palestrante da capacitação, Inaiara Albuquerque, os conhecimentos adquiridos pelos servidores contribuirão para o melhor desenvolvimento dos trâmites dos processos. “A principal contribuição será acelerar os processos, detectar onde estão travando e prestar esclarecimentos para um melhor andamento do processo no pregão”, destacou.  

 

Para a servidora da equipe de apoio da Comissão Estrutural de Licitação, Sara Souza, a melhor parte da oficina foi entender sobre a nova lei que logo será usada nos fluxos da Secretaria.

 

“Essa oficina foi importante para adquirir conhecimento sobre o fluxo do processo, quando ele chega aqui na Comissão Setorial de Licitação e também como vai funcionar com a aplicação dessa nova Lei de Licitação”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

Diante da demanda produtiva local que precisa ser escoada para novos mercados, o Governo de Roraima tem alinhado estratégias de negócios com países da Caricom (Comunidade do Caribe), visando oportunizar a exportação de gêneros alimentícios.  

Nesta semana, a embaixadora de Barbados, Tonika Sealy-Thompson, esteve em Roraima discutindo acordos transfronteiriços, objetivando segurança alimentar, cooperação técnica e intercâmbio linguístico.

Representando o governador Antonio Denarium, o secretário Emerson Baú, titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), percorreu o Estado acompanhado da embaixadora, durante quatro dias, visitando propriedades rurais de grande e pequeno porte.

 “Nossa maior necessidade é a segurança alimentar, e estamos na fronteira de várias oportunidades que podem transformar a vida de todos os envolvidos num momento em que buscamos superar os abalos da pandemia e da guerra entre Ucrânia e Rússia. Em Roraima, a nossa rotina nos últimos dias tem sido de visitação a fazendas de fruticultura, horticultura, pecuária, suinocultura e grãos, também aprendendo técnicas específicas do agronegócio, além de políticas que viabilizem o sucesso do empreendedorismo com o transporte de cargas e o turismo numa região que desenvolve depressa a oportunidade dos negócios internacionais”, destacou a embaixadora.

Segundo o secretário Baú, o governador Denarium tem possibilitado o desenvolvimento do setor primário, potencializando o agronegócio e a agroindústria roraimense e beneficiando quem trabalha e produz.

“A vinda da embaixadora de Barbados ao nosso Estado reflete a gestão de bons projetos, elevando a economia regional, ampliando as oportunidades de sustentabilidade com sinergia entre as instituições que fomentam a produtividade através da tecnologia e da inovação, pensando de forma estratégica também para suprir as necessidades da Caricom”, pontuou.

O presidente da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Marcelo Parisi, também referiu as potencialidades de Roraima em favor da Caricom. “Nosso Estado está avançando rapidamente na produção e no empreendedorismo, fatores que têm despertado a atenção de investidores, também podemos evoluir economicamente com a Caricom na eficiência logística diante da segurança alimentar”, reforçou.

 

Trânsito de cargas e turismo

 

Na análise do coordenador de Negócios Internacionais, Eduardo Oestreicher, a visita da embaixadora Tonika Sealy-Thompson reforça os acordos entre o governador Antonio Denarium, o presidente da Guiana Irfaan Ali e a primeira ministra de Barbados, Mia Mottley, gerando escala de produção para abastecer a Caricom.

“Dentro da agricultura familiar e agroindústria roraimense estão sendo elaboradas as necessidades contínuas de exportação para suprir o bloco econômico caribenho, atendendo a Jamaica, Trinidad Tobago, Dominica, Santa Lúcia e outros países, possibilitando de imediato a exportação de frutas e carnes. Nesse objetivo, estamos ainda fomentando a capacitação técnica, buscando também romper os demais obstáculos, dentre eles a logística terrestre e aérea com acordo de transportes, além da barreira da língua, ampliando todo este esforço com segurança e sucesso econômico”, comentou.

 

Visita a Embrapa

 

Durante encontro com a embaixadora Tonika na Embrapa, o chefe-geral da instituição, Edvan Chagas, destacou as possibilidades de uma parceria técnica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária com Barbados.

“A República de Barbados é uma ilha localizada no Caribe Oriental, onde o turismo é a principal atividade econômica. Sua população praticamente não produz nada de agricultura. Nesse objetivo, Roraima pode exportar alimentos, além de promover cooperação técnica para a subsistência agrícola do país”, comentou.

Edvan reforçou a atuação das empresas de pesquisa, do Governo do Estado, Universidades e a produção de novas políticas públicas aproximando o setor primário roraimense com a nação caribenha.

“Somos totalmente capazes de promover uma receita de sucesso sustentável e econômico para Barbados, consolidando estratégias tecnológicas na agricultura e pecuária”, concluiu.

 

Indústria e exportação

 

Recepcionada na Agroindústria Serra Verde, a embaixadora vivenciou todo o processo de mecanização da esmagadora de soja na produção de óleo vegetal e demais produtos alimentícios.

“Há 10 anos atuamos no mercado de soja em Roraima e hoje estamos iniciando o esmagamento de mil toneladas de soja por dia, trabalhando 87 mil toneladas de grãos já armazenados em nossa estrutura. Com a visita da embaixadora Tonika Sealy-Thompson, entendemos as necessidades do mercado caribenho no consumo alimentício de Barbados e demais ilhas, onde as populações locais e o turismo demandam de diversos produtos provenientes da soja. Essa perspectiva para Roraima fortalece o nosso mercado, ampliando as possibilidades de emprego e renda, sobretudo, fomentando a sustentabilidade das nações fronteiriças diante de uma logística mais acessível”, destacou o empresário Felipe Falavinha.

 

Opinião de produtores

 

Na zona Rural de Boa Vista, o produtor Edson Rodrigues planta frutas e hortaliças com suporte da Agricultura Familiar. “A visita da embaixadora de Barbados proporcionou o compartilhamento de conhecimentos, sobretudo, viabiliza aos pequenos agricultores do Estado novas possibilidades de escoação da produção”, analisou.  

Em Bonfim, o produtor Victor Spiens lida com melancia, pecuária e grãos. Ele avaliou com positividade a vinda de Tonika Sealy-Thompson a Roraima.

“A proximidade dos países caribenhos buscando conhecimento e fechando negócios com o nosso Estado possibilita desenvolvimento produtivo, já trabalhamos com empenho a qualidade alimentícia sustentável, sendo Roraima um local privilegiado para atender as demandas da Caricom”, reforçou.

Avalie este item
(1 Votar)

Estudantes do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Camilo Dias, localizado no bairro Liberdade, em Boa Vista, venceram a Obsma (Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente) da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) na categoria Projeto de Ciências para o Ensino Fundamental entre os concorrentes da Região Norte. Agora elas concorrem na etapa nacional.

 

As alunas Ellen Edna Alves da Rosa, Thaeme Myshara Santana da Silva e Javimar Alejandra Rodriguez Gouveia, supervisionadas pelas professoras e irmãs Tamires, Tatiana e Mara Maia apresentaram um podcast intitulado “EmPODeradas: Lei Maria da Penha na escola”.

 

“A professora Tamires me chamou para participar do projeto. Quando chegamos para gravar o podcast, minhas colegas, professoras e eu debatemos sobre o assunto. Acho essencial trazer esse tipo de diálogo para a escola, incentivar as meninas a não ficarem caladas. Eu gostei muito da experiência de participar do projeto e espero realmente que motivem o público a não ficar calado e nem aceitar que a violência seja a melhor opção”, disse a aluna Ellen Edna.

 

O objetivo do projeto é em alusão à Lei 14.164/21 que cria a ‘Semana escolar de combate à violência contra a mulher’ mobilizando a comunidade escolar para uma conversa franca sobre violência doméstica e sobre a Lei Maria da Penha (11.340/06).

 

“Em cada região foram escolhidos seis projetos, dois de cada modalidade (Produção Audiovisual, Projeto de Ciências e Produção de Texto). Nós ficamos entre os seis da região norte, porém o prêmio é nacional. As gravações do projeto foram feitas com o celular, de forma bem simples com uma roda de conversa”, salientou a coordenadora geral, Mara Maia.

 

A premiação acontece de 6 a 9 de dezembro, no Rio de Janeiro.

 

A OLIMPÍADA

 

A Obsma, criada em 2001, está em sua 11ª edição e visa estimular o desenvolvimento de atividades interdisciplinares nas escolas públicas e privadas de todo o país.

 

As frentes de trabalho das olimpíadas são educação, meio ambiente e saúde, reconhecendo os trabalhos desenvolvidos por professores e alunos nas escolas e a cooperação com a divulgação de ações governamentais.

 

A Olimpíada é voltada aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, de escolas públicas e privadas do Brasil, reconhecidas pelo Mec (Ministério da Educação).

Avalie este item
(1 Votar)

Foi divulgado nesta sexta-feira, 14, o gabarito oficial da prova objetiva do cargo de delegado de Polícia do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima), que foi aplicada no dia 25 de setembro.

 

De acordo com o diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, o gabarito está disponível no site da Vunesp (Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista). https://www.vunesp.com.br

 

“Também foi disponibilizado o edital de convocação dos candidatos que vão fazer as provas nos dias 5 e 6 de novembro. O candidato pode conferir o local que irá fazer a prova através do site da Vunesp”, disse o delegado.

 

Jimmy ressaltou que as dúvidas também podem ser esclarecidas através do telefone (11) 3874-6300. A lista contendo as orientações aos candidatos que vão fazer a prova também será disponibilizada no DOE (Diário Oficial do Estado), com acesso pelo site da publicação. https://www.imprensaoficial.rr.gov.br

 

Conforme o delegado, é importante que os candidatos confiram com atenção os locais e horários das provas, que seguem o horário de Brasília, e aqui serão aplicadas uma hora mais cedo. Bem como devem estar atentos aos locais onde prestaram o exame, que não é o mesmo da prova que foi suspensa em agosto.

 

“Os candidatos devem estar atentos. No período da tarde, as provas terão início às 16h [15h no horário local]. Os candidatos devem conferir o local de aplicação e chegar com a antecedência necessária portando o documento oficial de identificação, conforme previsto no edital do concurso. Ainda há tempo para os candidatos estudarem e se prepararem de forma adequada para as provas”, frisou Jimmy.

 

O delegado-geral da Polícia Civil, Eduardo Wayner, ressaltou que esse é mais um momento importante, com a realização das provas e por conseguinte será dado andamento às demais fases do concurso da instituição.

 

5 E 6 DE NOVEMBRO

 

No dia 5 de novembro pela manhã serão aplicadas as provas objetiva e discursiva pela manhã para os candidatos aos cargos de médico-legista, odontolegista e perito criminal.

 

No período da tarde, no dia 5, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de perito papiloscopista.

 

No dia 6 de novembro será aplicada a prova objetiva para quem vai concorrer às vagas ao cargo de auxiliar de necropsia no período da manhã.

 

À tarde do dia 6 de novembro serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de escrivão.

Avalie este item
(1 Votar)

As atividades do segundo curso de formação dos policiais penais de Roraima encerram nesta sexta-feira, dia 14. Os 324 alunos fazem parte da turma mais recente de aprovados no concurso público realizado pelo Governo do Estado por meio da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), sendo 86 mulheres e 238 homens.

 

No início da gestão do governador Antonio Denarium, o sistema prisional tinha 277 agentes penitenciários (à época, era o termo aplicado. Depois de alteração na lei, passou a se chamar policial penal). Após a nomeação dos aprovados, o efetivo total dos policiais penais do sistema penitenciário passará para 800 servidores, quase o triplo do efetivo quatro anos atrás.

 

O curso de formação dos novos policiais teve duração de 75 dias e carga horária de 400 horas. Eles seguem o legado da primeira turma de policiais penais do Brasil, empossada em Roraima no dia 29 de novembro de 2021. Nesse segundo curso de formação se inscreveram 360  alunos e se formaram com êxito um total de 324. Assim que tomarem posse, começarão a atuar dentro do sistema prisional do Estado.

 

A FORMAÇÃO

 

O curso de formação dos policiais penais de Roraima é resultado do compromisso e dos investimentos em segurança feitos pelo Governo de Roraima.

 

Os policiais tiveram disciplinas teóricas e práticas que fazem parte do currículo previsto pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional), órgão do Ministério da Justiça responsável pelas políticas de execução penal do país.

 

Foram disciplinas como de Direitos Humanos, ferramentas de gestão penitenciária, tratamento penitenciário, uso progressivo e proporcional da força, intervenção tática, imobilizações e algemamentos, armamento e tiro, ética profissional, entre outras disciplinas.

 

Para o governador Antonio Denarium, esse é um compromisso da gestão, em manter o sistema prisional organizado, controlado e com boas condições de vivência para os presos e para os servidores que atuam nos presídios. “São investimentos importantes para garantir a segurança pública”, enfatizou.

 

CERIMÔNIA DE FORMATURA

 

A cerimônia de formatura que marca o encerramento do segundo curso de formação de policial penal ocorrerá no dia 15, sábado, no CAF (Centro Amazônico de Fronteira) da UFRR (Universidade Federal de Roraima), às 18h30.

 

O secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes, destacou a importância do momento solene para os alunos. “A cerimônia de formatura é um dos mais belos momentos da jornada. Com ela se compartilha a alegria entre os formandos e familiares, assim, como expressa o reconhecimento para aqueles que, de alguma forma, contribuíram para essa vitória”, disse.

 

Ele ressaltou que os profissionais assim que tomarem posse,  trabalharão e desenvolverão as atividades de forma a garantir a segurança dos estabelecimentos penais. “Eles também atuarão para garantir aos internos do sistema prisional um tratamento humanizado e condizente com a legislação brasileira”, complementou.

 

Investimentos proporcionam melhores condições de trabalho

 

Nos últimos três anos, os policiais penais tiveram os pagamentos de progressões funcionais, reajuste salarial em 11%, cursos de capacitação continuada, compra de armamento (pistolas. 40, calibre 12, fuzis .556), coletes balísticos, algemas, munições reais, de treinamento, impacto controlado, granadas, gás e etc.

 

Para o transporte dos policiais, locomoção e transferência dos reeducandos, foram adquiridas novas viaturas (caminhonete 4x4, motocicletas, ônibus, viaturas adequadas para transporte de presos).

 

Além disso, houve modernização em todos sistemas de informação, com a compra de computadores, impressoras e etc. Também teve a implantação do Sistema SEI (de tramitação documental digital) em todas as unidades prisionais, assim como a implantação da Central de Monitoramento eletrônico, monitoração por câmeras em todas as unidades prisionais e  no edifício sede da Sejuc. Foram reformadas ainda  a sede do Desipe (Departamento do Sistema Prisional), da Dicap (Divisão de Inteligência e Captura); compra e instalação de equipamentos de inspeção corporal em todas as unidades prisionais.

 

UNIDADES PRISIONAIS REFORMADAS

 

O Governo de Roraima realizou reformas em todas as unidades prisionais do Estado. Foram investidos mais de R$50 milhões.

 

Entre as unidades prisionais reformadas e prontas para uso estão: o edifício sede da Sejuc, a PAMC (Penitenciária Agrícola do Monte Cristo), CPMBV (Cadeia Pública Masculina de Boa Vista), CPFBV (Cadeia Pública Feminina de Boa Vista) CME (Central de Monitoração Eletrônica), e construção do Presídio de Rorainópolis (transferência de reeducandos em andamento). Todas as unidades estão em pleno funcionamento.

 

Ainda em fase de construção e reforma estão a construção da Cadeia Pública de Monte Cristo, o novo Centro de Progressão Penitenciária, Prisão Especial, e o Centro de Triagem e Observação Criminológica.

Avalie este item
(1 Votar)

Neste dia 15 de outubro, data que celebra o Dia do Professor, os profissionais da rede estadual podem comemorar muitos avanços conquistados para a categoria em Roraima. Neste sentido, o Governo do Estado contribuiu e reforçou o setor com a posse de novos professores concursados e o pagamento de retroativos de progressões verticais, estão entre algumas das ações que merecem destaque.

 

Somente de progressões verticais, o Governo de Roraima saldou, em três anos e meio de gestão, uma dívida de 14 anos com a categoria, pagando R$ 26,5 milhões de retroativos a 2.051 docentes que aguardavam a efetivação de seus direitos. Um deles é o professor Antônio Nilson de Almeida Silva, que atua como gestor na Escola Estadual Padre José Monticone, em Mucajaí.

 

“Eu tinha esperança em receber essas progressões e essa esperança se tornou realidade. Agradeço ao governador Denarium que é um político diferenciado que valoriza a educação, com escolas revitalizadas, mobiliadas, escolas essas hoje que contam com profissionais valorizados e motivados. Neste dia, só tenho a agradecer”, disse Nilson, que é educador físico concursado do Estado desde o ano de 2002.

 

CONCURSOS PÚBLICOS

 

Outro marco da atual gestão que demonstra o respeito e valorização da carreira docente foi a realização de dois concursos públicos, aguardados há 15 anos. O concurso para professor da Educação Básica foi realizado em outubro de 2021 e ofertou 650 vagas imediatas e até o momento, foram empossados 617 docentes.

 

Já o primeiro concurso público específico e diferenciado para professor indígena do Brasil, com a oferta de mil vagas, ocorreu em março deste ano e até agora, 548 docentes foram empossados e já estão atuando nas escolas indígenas.

 

Juliana Morais é professora de Língua Portuguesa recém concursada. Empossada no início deste ano, foi lotada na Escola Estadual Tancredo Neves, unidade de ensino que estudou e que hoje atua como docente, fato este que é motivo de orgulho e de dedicação à sala de aula.

 

“Há dez anos trabalho com a educação, já fui professora ‘seletivada’ e agora sou efetiva do Estado. Hoje estou trabalhando na mesma escola que terminei o Ensino Médio e tenho o prazer de trabalhar ao lado de colegas que foram meus professores e que tenho muita admiração. Espero contribuir e ser exemplo para meus alunos assim como meus professores foram exemplo para mim”, disse Juliana.

 

QUALIFICAÇÃO

 

Estimular a capacitação de professores é outro foco da atual gestão em busca da melhoria da qualidade do ensino. A fim de alcançar a excelência do processo educacional, o secretário de Educação e Desporto Nonato Mesquita anunciou a oferta de curso de Mestrado para o próximo ano.

 

“Sabemos da responsabilidade do professor em sala de aula, motivo pelo qual estamos preocupados com a formação deles. Estamos fechando uma parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora para trazer o curso de Mestrado para Roraima, a partir do ano de 2023, contemplando 70 professores na primeira turma”, disse Nonato Mesquita.

 

Ainda dentro da área de formação e capacitação, o Governo do Estado por meio do Ceforr (Centro Estadual de Formação de Professores) ofertou 91 cursos de formação continuada nos últimos três anos e meio, realizando mais de dez mil capacitações.

Avalie este item
(1 Votar)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) divulgou o edital com o resultado da comprovação de dados cadastrais da 3ª seleção da capital Boa Vista e da 1ª seleção realizada no interior do projeto social do órgão, a CNH Cidadã.

 

A relação pode ser conferida no link disponibilizado pelo Detran-RR. https://www.detran.rr.gov.br/wp-content/uploads/2022/10/SEI_19301.008431_2021.91-1.pdf

 

No documento consta a lista com as inscrições deferidas e indeferidas. Quem teve a comprovação de dados cadastrais indeferida pode entrar com recurso nesta sexta-feira, 14, até às 14h, e na segunda-feira, 17, das 8h às 14h, na sede do Detran.

 

O contemplado que resida em município do interior também pode entrar com recurso na sede da Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito), tendo o mesmo período para interpor recurso.

 

Não será aceito recurso protocolado via e-mail, aplicativos de mensagens e/ou outro meio que não seja o presencial. Também não será recebido recurso protocolado fora do prazo estipulado, ou seja, nos dias 14 e 17 deste mês.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, informou que o contemplado com inscrição deferida deve aguardar agora a publicação da portaria de homologação da inscrição para então dar início ao processo de obtenção da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

 

“Para conferir a relação, basta acessar o site do Detran e clicar em Habilitação (CNH) ou mesmo as redes sociais do órgão para verificar se teve o nome deferido ou indeferido, e nesse último caso, saber o motivo do indeferimento. Caso tenha sido indeferida, a pessoa deve comparecer hoje [14] e segunda-feira [17] na sede do Detran, trazendo a documentação probatória para entrar com recurso sobre o indeferimento”, explicou o presidente.

 

Na terça-feira ,18, será publicado edital com resultado de quem entrou com recurso e teve o nome deferido, e a homologação com a relação de todos os contemplados da terceira turma de Boa Vista e primeira do interior.

 

Posteriormente, na quarta-feira, 19, o Detran vai divulgar o edital de chamamento dos beneficiários às vagas remanescentes para concluir o processo de seleção para a CNH Cidadã. O contemplado deverá aguardar a convocação para a realização da biometria e posterior matrícula na autoescola.

Avalie este item
(1 Votar)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) registrou, nos primeiros nove meses de 2022, um aumento no número de ocorrências de incêndios em rede elétrica em Roraima. A instituição considera incêndio em rede elétrica qualquer incêndio ocasionado por sobrecarga, curto-circuito, entre outros na rede elétrica.

 

De janeiro a setembro deste ano, o CBMRR registrou um total de 45 ocorrências. Já no mesmo período de 2021, a corporação havia registrado apenas 18, um aumento de 150%.

 

“Registramos um aumento significativo no número de atendimentos de incêndios em rede elétrica. As oscilações, sobrecargas e curto circuitos são os principais responsáveis pelo início dos incêndios que podem se propagar e causar danos maiores”, disse o capitão Claudevam Farias, comandante da Companhia de Combate a Incêndio do CBMRR.

 

RECOMENDAÇÕES

 

O Corpo de Bombeiros reforça os cuidados necessários com a rede elétrica para evitar ocorrências de incêndio.

 

A manutenção da rede elétrica deve ser realizada a cada dez anos, visando o desgaste natural da fiação, que pode causar curtos circuitos e sobrecargas, ou por motivos de adição de novos aparelhos, pois deve ser realizado um redimensionamento de carga na residência.

 

A troca da fiação antiga ou readequação na rede trará maior segurança e economia. O CBMRR destaca que as manutenções devem ser realizadas sempre por profissionais especializados na área.

 

A utilização de sistema de disjuntores independentes e internos na residência ou edificação comercial traz maior segurança, uma vez que os disjuntores desligam a rede para evitar danos e, consequentemente, as sobrecargas.

 

O CBMRR também recomenda que não sejam instalados equipamentos que consomem muita carga elétrica (Microondas, Fritadeira Elétrica, Centrais de Ar, etc) na mesma fiação ou com adaptadores (multiplicador de tomadas).

Avalie este item
(1 Votar)

O mês de outubro é voltado a sensibilização sobre a importância da prevenção e diagnóstico do câncer de mama. Pensando nisso, nesta sexta-feira, 14, a partir de 10h, o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural) e a LRCC (Liga Roraimense de Combate ao Câncer) realizam palestra sobre a temática. O evento ocorre na sala interativa do órgão.

 

A palestra será ministrada pela presidente da LRCC, Magnólia Rocha, onde o público feminino atendido pelo órgão e as servidoras da instituição vão receber informações primordiais sobre a temática.

 

A responsável pela Comunicação Técnica do Iater, Eduarda Franco, explicou que o Iater realizou o convite para a Liga, visando levar essa informação necessária ao público-alvo. Ela também acrescentou que a convidada irá participar do evento de abertura.

 

“Foi feito o convite para que a presidente Magnólia Rocha pudesse fazer a palestra, pois ela trabalha com patologista clínica e também é ginecologista. Com a ideia da parceria, a Liga nos respondeu muito prontamente e aceitou a colaboração”, explicou Eduarda.

 

Até o fim de outubro, mais ações dentro do Iater voltadas à conscientização sobre a prevenção e diagnóstico do câncer de mama para as demais unidades do órgão em todo o Estado, para atingir um público maior com a discussão.

 

“A intenção é utilizar os profissionais de saúde para levar informação e maneiras de prevenir a doença para o nosso público, que são as agricultoras, produtoras rurais, assim também como pra servidoras da sede aqui do Iater”, complementou.

 

NA SEADI

 

Para valorizar os servidores da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o Governo de Roraima realizará, neste sábado, 15, a partir das 7h, uma ação de saúde alusiva ao Outubro Rosa.

 

No local, serão ofertados aos trabalhadores da Seadi atendimentos de oftalmologista, ginecologista, ortopedista, clínico-geral e dermatologista.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo do Estado está finalizando a obra de construção do estande de tiros do Quartel do Comando Geral da PMRR (Polícia Militar de Roraima). Em breve, os agentes de segurança pública terão um ambiente com 470 metros quadrados e isolamento acústico antichamas para treinos de disparos curtos e longos de armas de fogo. O investimento foi de R$ 577.886,38.

 

“Com este investimento, nossos policiais militares poderão se profissionalizar de forma segura e em um ambiente adequado. Estamos valorizando e equipando a nossa PM com aquisição de viaturas, armamentos e munições, além de equipamentos de segurança para uso militar no dia a dia”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

Os recursos são oriundos de emenda parlamentar da deputada Shéridan Oliveira e contrapartida do Governo de Roraima.

 

O local vai contribuir para o treinamento dos cursos de formação e também no aprimoramento da tropa, pois o espaço poderá ser utilizado pelos policiais da corporação.

 

O titular da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Emerson de Paula, lembra que o estande era uma reivindicação antiga da Polícia Militar. “Quando chovia, os policiais ficavam impedidos de treinar. Além disso, por conta da luz natural, as instruções tinham limitação de horário. Agora os alunos e policiais vão poder utilizar o espaço em qualquer horário. Esta é mais uma ação em favor da segurança pública” disse.

 

QUARTEL DO GIRO

 

Os investimentos do Governo na área de segurança pública não param por aí. Também está em construção o novo quartel do GIRO (Grupamento de Intervenções Ostensivas), da Polícia Militar de Roraima. Já foram executados no prédio os serviços de instalações hidráulicas, sapatas e armações de laje, além da parte de alvenaria, com a vedação de blocos cerâmicos.

 

A construção está orçada em mais de R$ 1,2 milhão, sendo R$ 764 mil de emenda do deputado federal Ottaci Nascimento, com contrapartida do Governo.

Avalie este item
(1 Votar)

Em alusão ao Dia Nacional do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional, celebrado nesta quinta-feira, 13, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) promove um ciclo de palestras para ressaltar a importância dos trabalhos que são realizados pelos profissionais. A atividade segue até esta sexta-feira, 14, no auditório da unidade, no bairro Aeroporto.

 

“Essas palestras vão envolver toda nossa equipe multiprofissional, para abordar as relações de trabalho [desses profissionais], visando sempre levar a melhor assistência para os usuários do SUS”, destacou o coordenador da fisioterapia clínica do HGR, Geraldo Medeiros.

 

Outro ponto que será destacado será os avanços estruturais que ocorreram no HGR nos últimos anos. Ao todo, a unidade conta com 165 fisioterapeutas que foram divididos nos três turnos, suprindo assim as demandas dos setores de pronto atendimento, emergências médicas, enfermarias e UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

 

“As salas de reabilitação, assim como outros setores, foram criadas no pós-pandemia para podermos especificar e levar um melhor atendimento ao usuário que está internado aqui no HGR. Os serviços são bem específicos, abrange todo o hospital, e nossa equipe está preparada e engajada para levar uma melhor assistência aos pacientes”, explicou Geraldo.

 

Dentre os profissionais que atuam na área de fisioterapeuta está Iara Dias. Ela fala do orgulho de contribuir para a recuperação dos inúmeros pacientes que recorrem ao atendimento do HGR.

 

“O nosso sentimento aqui é de gratidão, ao poder devolver um paciente ao seu lar. Às vezes pegamos alguém muito fragilizado, com pouca expectativa de voltar para a sua vida e seu trabalho. Ver ele se recuperar e voltar para sua rotina é muito gratificante”, disse.

 

OUTRAS UNIDADES

 

Além do HGR, as comemorações pelo Dia do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional também ocorreram no Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco Rodrigues e Pronto Atendimento Cosme e Silva. Os servidores das duas unidades foram contemplados com um delicioso café da manhã e um culto de ações de graças.

 

“Além de celebrar a data de hoje, a proposta deste café da manhã é ressaltar a importância desses profissionais, dentro e fora da unidade”, ressaltou a coordenadora de fisioterapia da unidade, Camila Dias.

 

Para o coordenador da fisioterapia do Cosme e Silva, Gil Gleydson, a contribuição dos fisioterapeutas para as atividades da unidade é notória, principalmente levando em consideração que o serviço de emergência funciona 24 horas por dia.

 

“Durante a pandemia, nós percebemos que a profissão teve o seu reconhecimento, e hoje a fisioterapia é suma importância dentro das unidades hospitalares. Tanto no Cosme e Silva quanto no HC, essa profissão só vem crescendo, vem ampliando o número de profissionais e atuamos em várias áreas”, enfatizou.

 

A paciente Zonia Coromoto, de 55 anos, é cardiopata e após a cirurgia no coração iniciou o tratamento para reabilitar algumas funções motoras. Apesar da progressão lenta, ela conta que já consegue fazer algumas atividades, como levantar da cama e ir ao banheiro.

 

“Estou muito agradecida pelas fisioterapeutas, e elas têm me tratado bem e me ajudado muito”, relatou.

Avalie este item
(1 Votar)

Alunos e professores que ainda desejam inscrever trabalhos para a XXIX Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima) devem se apressar. As inscrições encerram nesta sexta-feira, 14. O maior evento de iniciação científica da Educação Básica do Estado ocorrerá entre os dias 24 e 25 de novembro de forma presencial no Parque Anauá.

 

Cada instituição de ensino pode inscrever até sete projetos científicos. O meio para se inscrever continua sendo a internet, por meio do (https://forms.gle/xCt99mXdpU8qsYhaA).

 

A XXIX Fecirr é uma iniciativa do Governo de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), em parceria com o Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima).

 

No ato da inscrição, o representante da escola deverá inserir alguns documentos na plataforma, como relatório de pesquisa, diário de pesquisa (ou de bordo), quadro de atividades do projeto de pesquisa e termo de autorização dos pais ou responsáveis dos estudantes, entre outros critérios constantes no edital.

 

“A meta é atingir 150 inscrições. O tema deste ano é ‘Roraima: 33 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação”, ressaltou uma das coordenadoras da Fecirr, professora Gisele Oliveira.

 

A Seed premiará os projetos que possuam as melhores pontuações de todo o evento.  Além disso, os cinco melhores colocados receberão troféus, certificados e medalhas. Os primeiros colocados de cada etapa de ensino receberão também Menção Honrosa.

Avalie este item
(1 Votar)

Os 324 alunos do curso de formação da Polícia Penal da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), iniciaram na manhã desta quinta-feira, 13, mais uma ação de doação de sangue para o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima). A ação segue até esta sexta-feira, 14, com grupos de 50 pessoas por turno (manhã e tarde).

 

O secretário da Sejuc, André Fernandes, falou sobre a importância do ato solidário. “Doar sangue é doar vidas. Os alunos da Polícia Penal, se prontificaram para fazer essa doação e abastecer os bancos de sangue do Hemoraima, e principalmente para que as cirurgias que já estão acontecendo continuem ocorrendo sem alteração. Isso é a Polícia Penal contribuindo ainda mais para sociedade de Roraima”, disse.

 

O aluno Célio Roberto Feitosa, de 42 anos, afirmou que foi a primeira vez que doou sangue e ficou feliz em ajudar. “É uma experiência única. Às vezes para quem nunca veio, pode sentir um pouco de medo ou receio, até mesmo porque é algo novo. Mas o pelotão do segundo curso, abraçou a causa e nos sensibilizamos, e vejo que quem doa sangue, está doando vida. Fiquei muito feliz e tudo foi muito rápido. Quem nunca doou sangue, venha e faça parte de um seleto grupo de salvar vidas”, destacou o voluntário.

 

REQUISITOS PARA SER DOADOR

 

O doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Precisa pesar mais de 50 quilos. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(1 Votar)

Em breve, os moradores do município de Pacaraima vão contar com um novo espaço para a prática esportiva. O Governo de Roraima está finalizando a obra de reforma e revitalização do ginásio poliesportivo do município, com investimento de aproximadamente R$ 1 milhão.

 

A obra foi iniciada em dezembro do ano passado pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura do Estado) e está com 80% dos serviços executados.

 

“A quadra de esportes será entregue ainda neste mês de outubro, e esperamos que seja bem utilizada por crianças, jovens e adultos, enfim, toda a comunidade de Pacaraima, que precisava e pedia a recuperação desse espaço tão importante. O ginásio pode ser utilizado para diversas modalidades esportivas como futsal, vôlei e basquete”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O Governo do Estado também está reformando os ginásios dos municípios de São João da Baliza, São Luiz do Anauá, Rorainópolis, Caroebe, Alto Alegre, Iracema e Cantá.

 

INVESTIMENTO

 

No ginásio, o Governo realizou, entre vários serviços, a substituição total da cobertura, recuperação estrutural interna e externa, banheiros e vestiários com louças e metais novos e pintura total dos muros externos e internos do local.

 

Também fez os forros nos vestiários e banheiros, instalou portas de madeira e de proteção, portão principal em aço, substituiu todas as louças do banheiro, fez sinalizações de acessibilidade (piso tátil com alerta direcional), substituiu totalmente as grades de proteção da quadra, realizou as instalações elétricas e trocou todos os cabos existentes, além da iluminação em led, construção de castelo d’água e combate a incêndio.

 

“Quando a bola voltar a rolar no salão, a arquibancada do ginásio será utilizada. Por isso a obra contempla também a reforma dos alambrados, substituição de telas, pintura, além de melhorias na iluminação do local”, destacou o secretário de Infraestrutura, Emerson de Paula.

Avalie este item
(1 Votar)

A Praça Interativa José Renato Hadad, reinaugurada no dia 27 de setembro, foi palco para a celebração do Dia das Crianças, nesta quarta-feira, 12, e centenas de famílias aproveitaram o espaço para comemorar a data com muita diversão, banho nas fontes luminosas e músicas infantis.

O governador Antonio Denarium falou sobre a data comemorativa e enfatizou os investimentos do Governo do Estado que estão em execução no Parque Anauá, destacando a reabertura da Praça Interativa José Renato Hadad.

“Hoje é um dia muito especial, 12 de outubro, Dia das Crianças e também dia de Nossa Senhora  Aparecida. Esse é um evento bacana, com muita alegria e descontração. A Praça Interativa foi totalmente revitalizada, está com cores lindas e maravilhosas; a meninada se divertindo nesse período de calor intenso e se refrescando nas fontes luminosas. Esse é apenas o início da reforma geral e revitalização do Parque Anauá, que vai ser todo reconstruído. O Governo do Estado tem trabalhado muito, primando pelo lazer, pelo esporte, pela cultura, pela diversão e pela melhoria da qualidade de vida do nosso povo”, ressaltou.

O secretário de Cultura, Shérisson Oliveira, também destacou a revitalização da Praça Interativa e a reforma total do maior parque urbano de Roraima e um dos maiores da região Norte. 

“A Praça Interativa foi uma grande entrega feita pela gestão do governador Denarium recentemente. Ainda tem a previsão de entregar, ao longo dessa nova gestão nesse novo mandato, todo o complexo. É um espaço que estava desativado há mais de dez anos e, em uma cidade quente como a nossa, nada mais justo do que ter um local como esse. Desde a inauguração, está sendo muito prestigiado por todos. As crianças estão felizes e têm todo o apoio dos Bombeiros e da PM [Polícia Militar]. É um ganho para a população. Funciona a partir das 6 horas e tem sido um grande ponto de encontro das famílias roraimenses, principalmente nos finais de semana. E hoje, Dia das Crianças, nada melhor do que um lugar como esse para comemorar”, disse.

 

Frequentadores ressaltaram a importância da reabertura da Praça

 

Joice Araújo Veras levou os filhos e salientou a importância da reabertura do espaço de lazer.  “Há muito tempo trouxe a esse local a minha filha que hoje tem 22 anos e agora retornei com meus outros filhos. Foi bacana a reabertura da Praça, estava precisando, porque ficou muito tempo esquecida e agora surgiu esse novo projeto”, disse.

A adolescente Vitória Maria, de 13 anos, foi com parentes e amigos e ressaltou a alegria de aproveitar o Dia das Crianças na Praça Interativa. “Estou gostando muito. É uma experiência que nunca tinha tido. Vim com minha tia e meus primos. Estou também com muitos amigos aqui. Temos música para nos alegrar e água para banhar à vontade. Está sendo muito divertido”, falou. 

Eder dos Santos levou a filha para aproveitar o espaço e falou do ambiente e da segurança. “Eu tinha ouvido falar, mas nunca tinha vindo a essa praça. Hoje estava de folga e lembrei dessa pracinha, meus parentes me deram a dica, disseram que estava funcionando e resolvi trazer minha filha. Está tudo ótimo, bom para as crianças, ambiente familiar, tem segurança, bem legal”, concluiu.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quinta (13) e sexta-feira (14), a partir das 15h, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) receberá em sua sede, localizada na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, as pessoas contempladas com o Projeto Social CNH Cidadã.

 

O setor de Biometria do Detran funcionará nestes dois dias, a partir das 15h, para atender as 91 pessoas já contempladas e com os nomes homologados, que irão iniciar o processo para emissão da primeira CNH (Carteira Nacional de Habilitação), para posterior encaminhamento para a autoescola e para fazer os exames.

 

“Isso ocorre após toda a fase interna realizada pelo Detran, para contratação de autoescola e credenciamento de clínicas médica e psicológica, para atender o projeto CNH Cidadã e as pessoas contempladas”, disse o diretor de Controle de Condutores e Veículos, Diego Aragão

 

O diretor informou também que na terça-feira, dia 18, o Detran homologará o resultado com os nomes dos contemplados da segunda turma de Boa Vista e da primeira turma do interior. “O próximo passo é dar publicidade, informando os beneficiados”, comentou Aragão.

 

Na quarta-feira (19), o Detran vai divulgar o edital de chamamento dos beneficiados às vagas remanescentes, para concluir o processo de seleção para a CNH Cidadã. “Quem se inscreveu fique atento”, ressaltou o diretor.

 

Diego Aragão disse ainda que, nesta primeira versão do projeto, serão contempladas 400 pessoas, sendo 65% da capital e 35% do interior, além da reserva de vagas para pessoas com deficiência.

 

BENEFICIÁRIOS – São pessoas de baixa renda que estejam desempregadas há mais de um ano, que sejam beneficiárias do programa Bolsa Família e egressas do sistema prisional, além da renovação de CNH para condutores profissionais de baixa renda, que comprovem o exercício da profissão.

 

CNH CIDADà- O Projeto Social de Formação, Qualificação e Habilitação Profissional de Condutores de Veículos – CNH Cidadã foi instituído pela Leis número 338/2002 e 1.011/2015, regulamentadas pelo Decreto Estadual número 29.492-E, de 19 de outubro de 2020. A iniciativa concede às pessoas de baixa renda a oportunidade de obtenção da Carteira de Habilitação gratuita.

Avalie este item
(1 Votar)

O IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), da PCRR (Polícia Civil de Roraima), está realizando nesta semana atendimentos de emissão de RG destinado a servidores da SEI (Secretaria de Estado do Índio) e seus familiares.

 

O serviço será interrompido somente nesta quarta, 12, devido ao feriado alusivo à Nossa Senhora Aparecida, mas volta na quinta-feira, 13.

 

A ação visa atender uma solicitação feita pela SEI, em alusão ao Dia do Servidor Público, celebrado nacionalmente no dia 28 de outubro, e tem como intuito valorizar o trabalho prestado pelos servidores públicos ao Estado de Roraima.

 

Segundo o diretor do IIOC, Hênio Stânio Lima de Andrade, a ação na Secretaria do Índio ocorrerá somente nesta semana, das 7h30 às 13h30.

 

“A Polícia Civil tem sido uma grande parceira com as diversas instituições do Estado. Esta é uma maneira de levar mais cidadania às pessoas que necessitam dos nossos serviços e facilitar a vida do servidor público”, destacou o diretor.

Avalie este item
(1 Votar)

O Dia das Crianças está se aproximando, e com isso, o Governo de Roraima, por meio do Ipem-RR (Instituto de Pesos e Medidas de Roraima), realiza ação especial de fiscalização em vários estabelecimentos comerciais da capital e do interior de Roraima.

 

A operação especial, intitulada “Dia das Crianças”, ocorreu entre os dias 3 a 7 de outubro, e tem como principal objetivo, verificar se os brinquedos expostos estão em conformidade com as normas do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), tanto em relação à presença do selo de conformidade do Inmetro, quanto à simbologia, que indica a faixa etária de uso do item.

 

Foram fiscalizados cerca de 25 estabelecimentos que comercializam produtos infantis, como brinquedos, bicicletas de uso infantil, berços infantis, carrinhos de bebê e cadeiras de alimentação para bebês.

 

Segundo a presidente do Ipem-RR, Isabella Dias, antes de realizar a compra para a meninada, é preciso que o responsável siga algumas orientações importantes.

 

“O consumidor deve observar se na embalagem do brinquedo, por exemplo, consta o selo do Inmetro, que é a principal evidência de que o produto passou pelo processo de certificação e está em conformidade com os requisitos técnicos estabelecidos no regulamento e na norma”, pontuou Isabella Dias.

 

Outro ponto bastante importante para ser levado em consideração na hora da compra do brinquedo, é a indicação da faixa etária de uso do item, para que esse não venha oferecer riscos à segurança da criança.

 

“Isso evita, por exemplo, que a criança se engasgue por ingestão de pequenas peças e ou partes de um brinquedo. Alguns produtos exigem inclusive a presença de um adulto para preparo e entrega à criança, e outros necessitam da supervisão contínua dos responsáveis pelos pequenos. É preciso ter cuidado também com peças pontiagudas, com bordas que podem causar cortes, e com produtos tóxicos, como tinturas”, concluiu Dias.

 

A embalagem do produto também deve conter outras informações obrigatórias, como: dados do fabricante ou do importador, CNPJ da empresa fabricante, país de origem e material de composição, tudo isso em português.

 

OUVIDORIA

 

O consumidor pode tirar dúvidas e apresentar denúncias ou sugestões por meio da ouvidoria do Ipem-RR, no telefone (95) 99971-6066 ou (95) 99135-3061. O órgão está localizado na avenida Surumu, nº 1719, bairro São Vicente, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

Avalie este item
(1 Votar)

Em alusão à campanha Outubro Rosa, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), vai reforçar as suas ações junto às mulheres com a finalidade de reforçar a prevenção contra o câncer de mama.

 

O Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luiza Castro Perin, localizado no bairro Aparecida, realizará atendimento estendido para o rastreio do câncer de mama. Serão 50 vagas diárias com mastologistas e ginecologistas, além de oferta de exames de mamografia nos turnos matutino, vespertino e noturno.

 

“Aumentos as ofertas de exames de mamografia e estendemos neste mês de outubro os exames para o horário noturno. Também colocamos alguns médicos, ginecologistas e mastologistas à disposição de mulheres que não são usuárias dos nossos serviços, mas que possuem alguma queixa relacionada à mama”, destacou a diretora-geral do Centro de Referência, Marília Pinto.

 

Conforme a diretora, o diagnóstico precoce da doença ajuda a ampliar de forma positiva a respostas terapêuticas durante o tratamento, aumentando as chances de cura em mais de 90%.

 

Para isso, é necessário que a paciente esteja atenta a qualquer sinal de alteração na mama, como surgimento de caroço, espessamento da pele na região mamária, vermelhidão, descarga papilar, entre outros.

 

“O Centro de Referência possui o mamógrafo digital bastante completo e sensível, e nós realizamos mamografias durante todo ano. Neste ano estamos intensificando e conscientizando as pacientes que estão vindo à procura de outros serviços aqui na unidade, e sobre a necessidade desse cuidado a partir dos 40 anos”, reforçou Marília.

 

ORIENTANDO A PACIENTE

 

Durante este mês, a equipe multiprofissional da unidade realizará palestras de conscientização nas salas de espera. A assistente social Danuza Assunção ressalta a importância da atividade.

 

“Montamos várias equipes para fazer uma atividade diferente a cada dia, buscando a sensibilização das mulheres na detecção do câncer precoce de mama, porque vamos priorizar a informação”, completou.

 

A servidora pública Stefany Mambaru foi até a unidade para marcar uma consulta para a irmã. Ela afirmou que a iniciativa do Centro de realizar atendimentos noturnos é muito oportuna e interessante, além de dar maior conforto e tranquilidade para as pacientes.

 

“O Centro de Referência é bem equipado para que as mulheres possam se cuidar, e abriram mais vagas à noite. Isso é muito importante, porque tem mulheres que trabalham pela manhã e à tarde e só têm a noite para fazer algumas coisas”, disse.

 

ENDEREÇO

 

O Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luiza Castro Perin está localizado na avenida Capitão Júlio Bezerra, nº 1632, bairro Aparecida.

Avalie este item
(1 Votar)

Instrumento que liga o cidadão aos órgãos e entidades que compõem o SUS (Sistema Único de Saúde), a OGSUS-RR (Ouvidoria-Geral da Rede Estadual do SUS) está funcionando em novo endereço. O órgão agora está localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 1364, Bairro dos Estados, mesmo prédio do TFD (Tratamento Fora de Domicílio).

 

A mudança visa melhorar a qualidade dos serviços que são oferecidos nas unidades de saúde do Estado, conforme destaca a coordenadora do órgão, Danielle Braga.

 

“Nas ouvidorias os cidadãos podem fazer reclamações, denúncias, dar sugestões, fazer elogios e solicitar informações [sobre os serviços oferecidos pela saúde]. Mas a maior importância é intermediar as relações da população com os gestores do SUS e promover uma boa comunicação, a formação de laços de confiança e colaboração mútua”, disse.

 

As demandas podem ser feitas pela população tanto de forma presencial quanto on-line, por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. De maio a agosto deste ano, a OGSUS-RR recebeu um total de 489 solicitações. Ao todo, o setor dispõe de quatro servidores.

 

Para aqueles que optarem pelo serviço presencial, o atendimento acontece de segunda à sexta-feira, das 7h às 13h. Há ainda o número de telefone (95) 984100-6188.

 

O cidadão também pode mandar suas sugestões ou queixas por meio das ouvidorias que funcionam dentro das unidades de saúde do Estado, sendo elas o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento, Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco Rodrigues, Pronto Atendimento Cosme e Silva e Clínica Médica Especializada Coronel Mota.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Como parte das atividades da 11ª Semana da Leitura, em alusão ao Dia Nacional da Leitura, celebrado em 12 de outubro, a Escola Estadual General Penha Brasil, no bairro Aparecida, em Boa Vista, está realizando uma série de atividades até sexta-feira, 14, que finaliza com uma exposição de dioramas (maquetes artísticas tridimensionais).

 

Todas as turmas estarão envolvidas no projeto, e a exposição dos trabalhos segue o plano de leitura bimestral da escola. Na manhã desta segunda-feira, 10, aconteceu a abertura da semana com exibição do filme “O Pequeno Príncipe” para os alunos das turmas do 6º ano do Ensino Fundamental.

 

“Nossa escola desenvolve bimestralmente um plano de leitura, onde cada aluno de nossa unidade tem a oportunidade de receber um livro previamente escolhido pela Sala de Leitura para realizar uma leitura autônoma”, disse a mediadora da Sala de Leitura da escola, a professora Marly Maia.

 

Além desse momento em casa, dentro da escola são realizadas leituras compartilhadas na Sala de Leitura ou ainda dentro de sala de aula com o professor titular.

 

Como culminância do processo de aprendizagem desse bimestre, os alunos farão uma exposição de dioramas, que são maquetes de apresentação artística que ilustram, de forma tridimensional, trechos dos livros lidos pelos alunos.

 

“A gente sabe que a leitura é algo fundamental na vida dos estudantes, principalmente para os adolescentes e jovens, público alvo de nossa escola. Tentamos ao máximo desenvolver esta habilidade nos alunos, portanto, esta data não poderia ficar em branco e gostaria de convidar a comunidade escolar para prestigiar a nossa exposição”, disse Marly.

 

SEMANA DA LEITURA

 

A exibição do filme desta segunda-feira foi a versão de 1974 após a leitura do clássico de Antoine de Saint Exupéry. Durante a semana os alunos serão presenteados com lembrancinhas, haverá ainda a premiação do mais bem produzido diorama.

 

Os alunos dos 6º anos interpretarão a música “Cativar” e no último dia, além da exposição, os alunos receberão uma palestra com a professora Celina do Espaço Saber sobre incentivo à leitura.

 

INCENTIVO

 

A data foi instituída através da Lei 11.869 de 8 de janeiro de 2009 em conformidade com a data mundial de incentivo à leitura comemorada no mesmo dia. Durante toda a semana, as escolas da rede estadual estarão realizando atividades para incentivar seus alunos à prática da leitura visando a melhoria do raciocínio, vocabulário e interpretação textual.

Avalie este item
(2 votos)

Estimular uma gestão participativa e colaborativa, valorizar ações que fortalecem a relação escola-comunidade e destacar as boas práticas de gestão no ambiente escolar. Estes são alguns dos objetivos do Prêmio Estadual de Gestão Escolar Professora Maria Odete Calheiros Pena, que já está na sua terceira edição.

 

O lançamento oficial do PGE 2022 acontece nesta terça-feira, 11, no auditório do Centro Estadual Profissionalizante Professor Antônio de Pinho Lima, no bairro Caranã, às 16h. O evento é organizado pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do Depe (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais).

 

“Esse ano o prêmio tem como objetivo reconhecer e homenagear as escolas que se destacam pela gestão competente e participativa no desenvolvimento de ações e atividades capazes de impulsionar o processo administrativo e pedagógico, contribuindo assim para a melhoria da aprendizagem”, destacou Rosilda Garcia, diretora do Depe.

 

PÓDIO

 

Todas as escolas da rede estadual de ensino podem concorrer. Este ano, o PGE distribuirá R$ 33 mil reais em premiação para as escolas vencedoras, sendo R$ 15 mil para o primeiro lugar, R$ 10 mil para o segundo lugar e R$ 8 mil para o terceiro lugar. Os valores devem ser investidos na instituição de ensino.

 

No ano passado, a Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto, do município de Alto Alegre, foi a vencedora com o projeto intitulado “Realidade da Comunidade Escolar durante a pandemia da Covid-19”. A escola conquistou o prêmio de R$ 8 mil reais.

 

“Esse prêmio trouxe para a escola uma valorização dos nossos servidores, desde o porteiro ao professor. Também nos proporcionou diversificar e dinamizar o nosso trabalho para que o aluno possa absolver melhor os conteúdos. Os estudantes ficaram mais motivados aos estudos. Só trouxe coisas positivas o que nos motiva a querer participar cada vez mais”, destacou André Viana, gestor da Escola Geraldo Pinto.

 

Na segunda colocação, ficou a Escola Estadual Cívico Militar Fagundes Varela, de Boa Vista, com o projeto ‘Aulas de Superação: Desafios e Reformulação do Ensino em Tempos de Pandemia’ com o prêmio de R$ 5 mil reais e em terceiro, a Escola Estadual Lobo D’Almada com o projeto “Ensino Colaborativo como Apoio a Educação Inclusiva em Tempo de Pandemia da COVID-19”, com o prêmio de R$ 3 mil reais.

 

COMO FAZER A INSCRIÇÃO?

 

Para participar, a equipe gestora deve inscrever a escola por meio do preenchimento de um formulário de inscrição e apresentação do ‘Relato de Boas Práticas’. A inscrição é on line, por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. no período de 13 de outubro a 04 de novembro.

 

O regulamento completo com todas as informações para participação já foi publicado no DOE (Diário Oficial do Estado) e está disponível para consulta no endereço https://www.imprensaoficial.rr.gov.br no dia 30 de setembro.

 

De acordo com o cronograma do edital, entre os dias 07 a 18 de novembro ocorrerá a avaliação das inscrições e dos Relatos de Boas Práticas, que será realizada pelo Comitê Estadual de Avaliação. Serão selecionadas dez escolas, as quais receberão visita do Comitê entre os dias 23 a 30 de novembro. Das dez, serão escolhidas três escolas.

 

No dia 06 de dezembro será divulgada a seleção das três escolas classificadas e no dia 16 de dezembro, a divulgação do resultado e cerimônia de premiação. Todas as escolas que efetivarem a inscrição no Prêmio receberão certificados de participação.

 

PRÊMIO GESTÃO ESCOLAR

 

O PGE (Prêmio Gestão Escolar) Maria Odete Calheiros Pena foi instituído pelo governador Antonio Denarium por meio do Decreto N° 29.112-E de 13 de agosto de 2020.  Seguindo os moldes da edição especial do PGE promovido pelo Consed (Conselho Nacional de Educação), o Prêmio Estadual de Gestão Escolar ‘Professora Maria Odete Calheiros Pena’ foi criado para valorizar as boas práticas escolares em tempos de pandemia.

 

Na primeira edição, realizada em 2020, o prêmio contou com a participação de 55 escolas, sendo 42 da capital, 11 do interior e 02 escolas de comunidades indígenas. A escola Estadual Major Alcides foi a vencedora desta edição.

 

Em 2021, na segunda edição, participaram 43 escolas sendo 40 da capital, uma indígena (Escola Estadual Indígena David de Souza) e duas do interior: Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto de Alto Alegre e Colégio Estadual Militarizado Tenente João de Azevedo Cruz, de Nova Colina, Rorainópolis.

Avalie este item
(2 votos)

Dando continuidade aos negócios transfronteiriços entre as nações que compõem a Caricom (Mercado Comum e Comunidade do Caribe), o Governo de Roraima recebeu nesta segunda-feira, 10, a visita da embaixadora de Barbados, Tonika Sealy-Thompson buscando estreitar o mercado econômico entre os povos na perspectiva do desenvolvimento sustentável.

 

Na oportunidade, o governador Antonio Denarium recebeu a comitiva internacional no Palácio Senador Hélio Campos. Participaram ainda secretários estaduais, empresários, presidentes de associações e cooperativas de Roraima.

 

Para o governador, a aproximação de Roraima com os mercados caribenhos impulsiona o crescimento econômico regional. “Este novo encontro é mais um passo no nosso trabalho de viabilizar o escoamento da produtividade estadual com os países próximos do nosso Estado. É uma grande oportunidade para o desenvolvimento roraimense que vai nos permitir continuar investindo e gerando oportunidades de trabalho e renda”, declarou Denarium.

 

A embaixadora Tonika Sealy-Thompson avaliou a importância do esforço de Roraima e Barbados fomentando o desenvolvimento. “Construir relações comerciais com bons parceiros é o nosso intuito, onde consigamos alinhar os mercados, favorecer treinamento técnico e recursos humanos, além de promover intercâmbio linguístico em uma troca de experiências que seja duradoura e tenha resultados concretos e de curto prazo”, frisou.

 

O crescimento das áreas plantadas, infraestrutura e o estímulo ao agronegócio também foi discutido com a embaixadora Tonika. “Diante do potencial roraimense, nosso setor primário tem se multiplicado a cada ano, e na relação com Barbados, já estamos iniciando o processo de exportação de mercadorias para compor as demandas da ilha, onde são concentrados 67% da economia nos serviços turísticos”, informou o secretário titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú.

 

Ele destacou ainda o desempenho do Governo estadual na atração de novos investidores ampliando a infraestrutura roraimense.

 

“Nosso maior desafio é o escoamento da produção estadual passando pela Guiana, onde as estradas naquela região ainda estão recebendo asfaltamento e vão ganhar novas pontes até Georgetown. Isso vai facilitar o tráfego de Roraima direto aos países caribenhos e vamos poder exportar carnes, frutas e grãos. Isso sem falar em uma oportunidade logística sem precedentes para o turismo”, explicou.

 

A programação da comitiva em Roraima segue até quarta-feira, 12, com visitas técnicas a propriedades rurais de citricultura, fruticultura, pecuária, suinocultura e grãos.

Avalie este item
(2 votos)

A partir desta segunda-feira, 10, os proprietários de veículos registrados em Roraima podem verificar no site do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) todas as infrações de trânsito aplicadas pela Smtran (Superintendência Municipal de Trânsito) da prefeitura de Boa Vista.

 

O chefe da DCVV (Direção de Controle e Condução de Veículos) do órgão estadual, Diego Aragão, informou que desde 2018, quando o município de Boa Vista entrou no Sistema Nacional de Trânsito, houve problemas de migração com as bases de infração, o que impossibilitou os proprietários de veículos de verificarem no site do Detran-RR as multas aplicadas pela prefeitura.

 

“Os motoristas consultavam a situação financeira de seu veículo no site do Detran, mas só acessavam informações sobre IPVA [Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores], licenciamento e outras taxas, além de multas do federais, de Roraima e até de outros estados. A exceção eram as infrações de responsabilidade da prefeitura de Boa Vista. Ou seja, para concluir a pesquisa, era preciso acessar dois sites para atingir o mesmo fim”, ressaltou.

 

Ele explicou ainda que, desde o ano passado, o Detran-RR trabalhava na migração da alimentação referente às multas, o que já foi concluído.

 

“Agora o cidadão terá a segurança de acessar apenas o site do Detran e conseguir visualizar todos os débitos de seu veículo sem ter que se dirigir à Smtran ou acessar o site da prefeitura. A fonte agora é unificada de informações e emite boletos e débitos de todas as instituições que compõem o trânsito”, garantiu Aragão.

 

Ainda segundo o diretor da DCCV, é possível que ocorram algumas inconsistências isoladas, mas, em caso de dúvidas, os condutores de veículos devem entrar em contato com a Coordenação do Sistema Renainf (Registro Nacional de Infrações de Trânsito) ou com a Divisão de Multas do Detran-RR.

Avalie este item
(1 Votar)

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e o IFRR (Instituto Federal de Roraima) Campus Bonfim, assinaram, nesta segunda-feira, 10, um termo de cooperação para oferecer cursos técnicos a alunos do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Aldébaro José Alcântara.

 

As aulas dos cursos técnicos serão ministradas no polo do Instituto com a participação de 120 estudantes distribuídos em quatro turmas sendo duas do curso técnico em Agroecologia, e outras duas turmas do curso técnico em Administração.

 

Em 2019, o Instituto Federal de Roraima procurou a gestão do colégio propondo a parceria para a oferta de cursos técnicos profissionalizantes concomitantes, ou seja, simultâneos às aulas regulares, para os estudantes do Ensino Médio.

 

“O diálogo com o IFRR iniciou, mas foi adiado pela pandemia. Retomamos a ideia em 2021, quando o instituto e a Seed firmaram o acordo e escolheram o Colégio Aldébaro”, disse Álvaro Flávio Rodrigues, gestor pedagógico do colégio estadual.

 

AULAS

 

Os alunos farão as aulas técnicas no horário oposto ao das convencionais e em dias alternados, de forma a não sobrecarregar os alunos. Os cursos terão duração mínima de três semestres e duração máxima de seis para atender estudantes das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio da unidade. As matrículas foram efetuadas em setembro.

 

A parceria entre as instituições vem de encontro ao que propõe o Novo Ensino Médio, que está sendo implementado em todo o país.

 

O novo modelo propõe mudanças como o aumento da carga horária anual de 800 horas para 1000 horas, a inclusão de disciplinas eletivas (voltadas ao interesse dos estudantes), além de projeto de vida e itinerários formativos que contemplem a formação técnica profissional.

 

Atualmente, de 153 escolas estaduais de Roraima que ofertam o Ensino Médio, 14 já estão inseridas no novo modelo. Até 2024, 139 escolas devem concluir a implementação.

Avalie este item
(1 Votar)

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima informa à população que já registrou os primeiros focos de incêndio em vegetação em Roraima referentes ao verão 2022/2023. A ocorrência de incêndios em vegetação, conhecida como incêndios florestais, são sazonais em Roraima e sempre ocorrem no período do verão.

 

Em 2022, o CBMRR registrou algumas ocorrências no início do ano e, após o inverno, voltou a realizar alguns atendimentos.

 

“Apesar de ainda termos chuvas em todo o Estado, já é possível perceber um aumento normal da temperatura e, consequentemente, o aumento das ocorrências de incêndio em vegetação”, disse o gerente de Proteção e Defesa Civil de Roraima, capitão Rodrigo Maciel.

 

Para atender as primeiras demandas que estão surgindo, o CBMRR já trabalha com o emprego de guarnições de combate a incêndios florestais em Boa Vista.

 

“Devido à demanda crescente, começamos a trabalhar desde o início de outubro com duas guarnições exclusivas para atender as solicitações referente a incêndios florestais. As guarnições mistas, Bombeiros Militares e Brigadistas de Proteção e Defesa Civil, estão preparadas e equipadas para atuar em caso de necessidade", informou o Coronel Anderson Carvalho de Matos, Comandante Geral do CBMRR e Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil.

 

OCORRÊNCIAS POR PERÍODOS

 

De janeiro a setembro de 2022, o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima registrou 389 ocorrências envolvendo incêndios florestais. No mesmo período do ano passado, a corporação havia registrado 119, ou seja, um aumento de 227%.

 

Os anos de 2019 e 2020 foram os que mais registraram atendimentos de incêndio florestais. Entre janeiro e setembro de 2019 e 2020, o CBMRR verificou, respectivamente, 1094 e 747.

 

“O ano de 2021 foi diferente da normal climatológica. Tivemos um inverno rigoroso e prolongado, com chuvas que iniciaram muito cedo e demoraram para terminar. Isso diminuiu bastante a quantidade de ocorrências no ano passado. Em 2022, a expectativa é que tenhamos o retorno à normalidade”, disse o capitão Rodrigo Maciel.

 

RECOMENDAÇÕES

 

O CBMRR reforça que a queima de vegetação sem a devida autorização dos órgãos competentes é crime ambiental, passível de sanções civis e criminais.

 

 

A corporação orienta a população a não atear fogo para limpeza de terrenos urbanos, lotes rurais ou queima de lixo. O clima quente e a vegetação seca, juntamente com ventos fortes, auxiliam na propagação das chamas, fazendo com que o incêndio atinja áreas adjacentes, podendo causar danos às pessoas, aos animais, ao meio ambiente e ao patrimônio.

Avalie este item
(2 votos)

O Governo de Roraima inicia, na próxima segunda-feira, 10, a Agulha Oficial, vacinação contra febre aftosa dos rebanhos das comunidades indígenas, com o deslocamento das equipes da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), em parceria com o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). O trabalho será feito nos municípios de Pacaraima, Uiramutã e Normandia, na região das terras indígenas Raposa/Serra do Sol e São Marcos.

 

A meta é vacinar 50 mil cabeças distribuídas em 450 rebanhos nas comunidades indígenas. Entre 10 a 23 de outubro, seis equipes irão trabalhar em uma ação conjunta entre Aderr, Mapa e Funai (Fundação Nacional do Índio).

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, lembrou que na última campanha, foram vacinados 48.364 animais. A tendência é o aumento da imunização, já que o rebanho das comunidades tem aumentado. Ele também destacou a participação importante dos indígenas na Agulha Oficial.

 

“Vale ressaltar a colaboração valiosa dos indígenas, que a cada campanha têm participado efetivamente, prendendo os animais, consertando os currais, dando o suporte para os raposeiros e nos recebendo com muita cordialidade. Hoje eles têm muita consciência da importância da vacinação na proteção dos rebanhos.”

 

Segundo a Coordenadora Agropecuária Região Norte, Ingryd Mota, que atua como supervisora durante a Agulha Oficial, serão 45 dias de trabalho nas comunidades.

 

“Em um primeiro momento a gente faz [a Agulha Oficial] na região de São Marcos, em Pacaraima, avançando na segunda quinzena para o Uiramutã, e finalizamos a vacinação no município de Normandia”, ressaltou Ingryd.

 

PECUÁRIA INDÍGENA

 

De acordo com historiadores, quando os indígenas trabalhavam nas fazendas locais na década de 1970, eles aprenderam o manejo com os bovinos, o que ajudou a criar uma cultura entre eles de ter seus próprios animais. Com a saída dos fazendeiros, eles assumiram os pastos e começaram a investir na pecuária, que é feita de forma comunitária.

 

Com aproximadamente 50 mil animais, o rebanho das comunidades indígenas tem crescido ao longo dos anos e a tendência é aumentar, pois eles estão cada vez mais se aperfeiçoando e melhorando técnicas, genética, estrutura física e compreendendo o valor da pecuária para a própria economia.

 

“A Agulha Oficial, que neste ano completa 12 anos de trabalho, é uma ação importante para a imunização dos rebanhos nas comunidades indígenas. É um serviço feito pelo Mapa, Funai e Governo de Roraima, por meio da Aderr, que ajuda a manter a sanidade dos rebanhos na região de fronteira, além de garantir nosso status de área livre de febre aftosa com vacinação”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

 

OBSTÁCULOS

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, lembrou das dificuldades que foram enfrentadas pelos vacinadores da Agulha Oficial para cumprir com a cobertura vacinal projetada nas campanhas.

 

“Foram muitos obstáculos nesses 12 anos, mas, apesar dos obstáculos, sempre houve êxito nas ações. Hoje, existem rotas georreferenciadas, comunicação por internet, participação massiva dos indígenas, melhorias nas estruturas físicas, dentre outros benefícios que facilitam os trabalhos dos vacinadores”, disse.

Avalie este item
(1 Votar)

O titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, foi entrevistado, nesse sábado, 8, pelo jornalista Ribamar Rocha, apresentador do Programa Gestão em Foco da Rádio Roraima AM-590.

Na oportunidade, ele destacou o crescimento econômico estadual conquistado nos últimos anos, além da projeção do Plano Roraima 2030 impactando na Agricultura Familiar e Indígena, Indústria, Comércio, Serviços, Infraestrutura, Segurança, Educação, Bem-Estar, Saúde e Desenvolvimento Sustentável.

“A cada ano, o Governo de Roraima vem elevando os indicadores econômicos do Estado, promovendo trabalho e renda para o povo. Nesse intuito, nosso esforço contínuo tem sido destaque na imprensa geral, além do Tesouro Nacional que pela segunda vez consecutiva avaliou Roraima com nota A, a máxima em Capacidade de Pagamento, indicando a situação fiscal de Municípios e Estados capazes de sanar suas dívidas”, explicou Baú.

 

Plano Roraima 2030

 

Segundo o secretário, até 2027 o governo já projeta uma performance de 100% no alcance do Plano Roraima 2030. “Trabalhamos no intuito de antecipar as metas desta gestão, também para mantermos nossa credibilidade com o serviço público estadual diante do reconhecimento regional, nacional e internacional, já que Roraima agrega uma tríplice-fronteira estratégica para o agronegócio, agroindústria, turismo e cultura”, disse.

Ainda cruzando os objetivos do Roraima 2030, Baú reforçou a garantia da propriedade urbana e rural, destacou a gestão integrada do Governo do Estado e o trabalho desenvolvido para promover o crescimento socioeconômico.

“Trabalhando de forma integrada, as secretarias têm fomentado segurança jurídica, assistência técnica, além de crédito para o pequeno empreendedor investir e crescer de forma autônoma. Vivemos ainda o melhor período em Roraima na valorização do patrimônio. E nesse caminho, também trabalhamos a transição da independência do setor público, num momento em que 48,5% da nossa economia ainda circula nesse sentido. Contudo, até 2030 nossa estimativa é reduzir o percentual de participação da gestão pública para 30%, favorecendo um crescimento médio da nossa produção interna bruta de 5% ao ano”, observou.

 

Agricultura Familiar

 

Na Agricultura Familiar, Baú destacou a atuação do governo estadual na atração de investidores de maior porte junto aos pequenos produtores. “Estamos estruturando as cadeias produtivas da suinocultura, avicultura, fruticultura, citricultura, horticultura, grãos e outros, viabilizando suporte, além do incentivo para a capacitação técnica operacional, com apoio do Sistema S, das Federações e das Universidades Estadual e Federal que asseguram a formação profissional, fomentando o desenvolvimento com técnicas de inovação para quem trabalha e produz suprir a necessidade dos investidores”, referiu.

 

Distrito Industrial

 

Sobre o Distrito Industrial, o secretário destacou avanços na implantação de médias e grandes empresas no local e reforçou que novos polos serão implantados no interior.

“A gestão atual do governo é bastante expressa na articulação dos negócios. Com o Distrito Industrial na Capital, observamos hoje uma vitrine de obras a céu aberto. Também vem acontecendo a revitalização de ruas e avenidas, iluminação e demais obras de melhorias necessárias, além da regularização de lotes e empresas. Já no interior, o mesmo favorecimento econômico será implantado, tendo Rorainópolis e Bonfim seus polos industriais, enquanto Roraima se destaca entre os Estados que mais recebem investidores de outras regiões e países, favorecendo a circulação da moeda interna com efeito multiplicador”, exclamou.

 

Desenvolvimento Estadual

 

Concluindo a entrevista, Baú falou sobre inovação e reforçou a atuação da Seadi junto ao eixo de desenvolvimento estadual.

“O Governo de Roraima está transformando o nosso Estado também com inovação. Estamos melhorando os benefícios fiscais e logo os problemas energéticos e de internet também serão sanados. Este esforço, além da Seadi, é um conjunto de atitudes da Femarh (Fundação Estadual Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Desenvolve Roraima, Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Codesaima, (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) e SEI (Secretaria do Índio)”, finalizou.

Avalie este item
(1 Votar)

O trabalho de divulgação do Estado realizado pelo Governo de Roraima, por meio de parcerias e mostras em feiras e eventos voltados ao turismo, tem atraído os olhares de turistas de todo o Brasil. Entre esses olhares, estão o de influenciadores digitais, que chegam para mostrar o que temos de melhor.

 

Entre esses influenciadores digitais, estão o casal de jornalistas Carina Furlanetto e João Paulo Mileski, responsáveis pela página do Instagram Crônicas na Bagagem, com 134 mil seguidores na plataforma, além de outros 21 mil no Facebook.

 

A bordo de um carro popular, o casal de Bento Gonçalves (RS) está há mais de 500 dias explorando as belezas naturais do Brasil e, na terça-feira, 4, chegaram à Roraima para conhecer vários pontos turísticos dos municípios do Estado. Eles também devem subir o Monte Roraima.

 

VOLTA AO ESTADO

 

A viagem pelo Brasil é, na verdade, uma continuação da aventura de 14 meses por dez países da América do Sul, iniciada em 2019. As experiências dessa viagem foram contadas no livro “Crônicas na Bagagem: 421 dias na estrada - uma jornada de desprendimento pela América do Sul”, escrito por Carina e João Paulo.

 

O trajeto foi interrompido em 2020, quando teve início o período de pandemia da Covid-19. A essa altura, o casal já havia conhecido alguns Estados da Região Norte, dentre eles, Roraima. Agora eles voltam para conhecer melhor o Estado, e contaram com o apoio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo). “Retomamos em maio do ano passado e voltamos para a estrada com o objetivo de passar por todos os Estados do Brasil numa única expedição. A gente repetiu os lugares que já tínhamos passado. Roraima é um desses destinos, mas decidimos voltar porque ficaram alguns atrativos para conhecer”, explicou Carina. O casal deve ficar por volta de 30 a 40 dias conhecendo o Estado.

 

Programa do Governo de Roraima possibilitou vinda de influenciadores

 

Durante o ano de 2022, o Governo de Roraima firmou várias parcerias para fomentar o turismo local. Uma dessas parcerias foi com a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) e a Fornatur (Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo). 

 

A atual gestão e a instituição trouxeram, pelo programa “Voar de Novo”, cinco influenciadores digitais, que conheceram o Estado em vários segmentos, sendo eles:

 

Guilherme Serpa: influenciador digital especializado em observação de aves, viajou para os municípios de Caracaraí e Amajari, locais com a maior concentração de aves do Estado;

 

Elizabeth Werneck: influenciadora digital com 137 mil seguidores no Instagram, veio à Roraima para conhecer o etnoturismo na comunidade Raposa I, em Normandia;

 

Vergílios na Trip: Pai e filho, os influenciadores digitais Cristiano e Leonardo Vergilio possuem, somente no TikTok, cerca de 1,3 milhão de seguidores. Em Roraima, conheceram parques aquáticos, balneários e cachoeiras dos municípios turísticos;

 

Mariella Lazaretti: editora da revista “Prazeres da Mesa”, conheceu um pouco da culinária roraimense. Na rota gastronômica, esteve os municípios de Boa Vista, Pacaraima e Amajari;

 

Lucian Grillo: administrador da página “Os Lugares Incríveis do Brasil”, possui mais de 1 milhão de seguidores no Instagram. Veio a Roraima para conhecer os roteiros de ecoturismo na Serra do Tepequém e de etnoturismo na região de Uiramutã.

 

O diretor do Departamento de Turismo da Secult, Bruno Muniz de Brito, disse que 2022 foi um ano desafiador por conta do crescimento do setor em Roraima. Porém, o resultado desse esforço trouxe um novo olhar para o Estado, o que inclui a vinda dos influenciadores digitais. “Isso é motivo de orgulho pra nós, pois vai oportunizar ainda mais a nossa divulgação junto a esses públicos influenciadores, junto a esses profissionais que trabalham com comunicação e que apresentam a sua experiência de viagem para um número cada vez maior de pessoas que certamente ficarão muito interessados e estimulados a nos visitar”, disse Bruno.

Avalie este item
(1 Votar)

A PCRR (Polícia Civil de Roraima) iniciou nesta quinta-feira, 6, o Curso de Autoproteção Policial e Saque Velado, ofertado exclusivamente para policiais civis.

 

De acordo com a diretora do DPE (Departamento de Polícia Especializada), delegada Elivânia Aguiar, o curso integra o Programa de Capacitação Continuada, e tem como objetivo, aprimorar os policiais sobre técnicas para autoproteção dentro e fora do ambiente de trabalho.

 

“Ao todo, estão inscritos no curso 30 policiais de diversas unidades e áreas. Capacitações como estas visam aperfeiçoar os profissionais em relação à proteção pessoal de cada um”, destacou a delegada.

 

A instrução está sendo ministrada pelo agente carcerário James Vasconcelos e o policial penal da Paraíba, Lucas Leal.

 

Segundo Leal, o curso é fundamental para que os policiais saibam como se portar em momentos de risco, que geralmente acontecem em horário de folga.

 

“É imprescindível que o policial saiba como se proteger da maneira correta durante sua folga, proteger sua família ou em caso de legítima defesa”, disse o instrutor.

 

PRÓXIMA TURMA

 

O curso terá uma nova turma no dia 18 deste mês. As inscrições serão realizadas entre os dias 10 a 14 de outubro, exclusivas para policiais civis.

 

Avalie este item
(1 Votar)

A partir de segunda-feira, dia 10 de outubro, a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) vai retornar com as visitas das crianças e adolescentes nas unidades prisionais do Estado. A visitação ocorrerá durante todo esse mês de outubro, sendo retomada a cada três meses.

 

A medida leva em consideração a necessidade de reforçar, resgatar e preservar vínculos afetivos, sociais e familiares, de modo a contribuir com a reinserção social do reeducando junto à sociedade.

 

A proposta vai beneficiar as crianças com idade entre cinco e 12 anos e adolescentes de 12 a 18 anos, conforme explicou o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes. “Nós vamos retornar com as visitas das crianças agora no mês de outubro. A partir de segunda-feira nós daremos início às visitas em nossas unidades”, reforçou.

 

A iniciativa vale para aqueles que possuem o cadastro no sistema e estejam acompanhados dos pais ou responsáveis, que poderão visitar os familiares internos do sistema prisional.

 

COMUNICADO

 

Além disso, a direção informou por meio de um comunicado que será exigido, obrigatoriamente, por medida de preservação da saúde dos reeducandos, o teste negativo de covid-19 para todos os visitantes, inclusive crianças, realizado no máximo 72h antes da data da visita.

 

Para facilitar o atendimento, a Sejuc informou ainda que vai fornecer através do Estado, em parceria com a Sesau (Secretaria de Saúde) um ponto de apoio na secretaria de Justiça para a realizar as testagens.

 

Os exames já podem ser realizados nos dias 7, 10, 11, 12 e 15 de outubro. Os horários para os atendimentos se iniciam pela manhã das 8h às 12h e pela tarde, das 14h às 17h30.

 

REGULAMENTO

 

A Sejuc publicou também, nesta segunda-feira, 6, a portaria Nº 783, que traz todos os regulamentos de entrada de crianças e adolescentes para visitas nas unidades prisionais de Roraima.

 

Para facilitar o processo de visitação, os interessados poderão ter acesso às informações contidas no documento afixado no mural da secretaria.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Profissionais da Sesau (Secretaria de Saúde) e acadêmicos de cursos voltados para a área de saúde participaram nesta quinta-feira, 6, de uma qualificação voltada para a melhoria de fluxos de trabalho em hospitais públicos. A ação é uma iniciativa do Ministério da Saúde com o Hospital Sírio Libanês e o Conass (Conselho Nacional das Secretarias de Saúde).

 

Realizada pela manhã, a atividade teve como foco a gestão de programas de residência médica, em complementação aos cursos de preceptoria e especialização do SUS e qualificação de segurança do paciente. 

 

O secretário-adjunto da Sesau, Edson Castro, ressaltou a importância do curso para o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) e o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), consideradas as duas unidades de referência hospitalar do Estado.

 

“Como a saúde vem passando por transformações nos últimos meses, essa parceria é mais um fator que nos ajuda a reavivar os nossos programas de residência médica, tanto no HGR quanto na Maternidade. Ou seja, analisar os fluxos, os protocolos e as dinâmicas que são aplicadas em São Paulo, nos grandes centros [urbanos], e trazer para o nosso estado”, afirmou.

 

Ao todo, a atividade de hoje contou com a participação de 40 pessoas que fizeram a apresentação de seus projetos para os representantes da Maternidade e HGR.

 

“Os cursos estão acontecendo em Boa Vista desde fevereiro de 2022. São três cursos de especialização que qualificam nos programas de residência e do cuidado com o paciente, refletindo na melhoria da assistência à população no SUS”, pontuou representante do Sírio Libanês, Akemi Fuonke.

 

Segundo a diretora do DGES (Departamento de Gestão da Educação na Saúde), Márcia Máximo, o principal intuito é colocar em prática os projetos propostos pelos acadêmicos, resultando em melhorias na assistência aos pacientes do SUS.

 

“A importância desse evento é exatamente atender aos anseios que os gestores e os servidores tem, que é estar em constante capacitação dos profissionais. Esse curso é um dos melhores, estão se especializando para orientar os nossos próprios alunos e servidores”, enfatizou a diretora.

 

Fisioterapeuta do HGR há 10 anos, Evair Rocha foi um dos servidores selecionados para participar da especialização. Ele afirmou que apresentou para os representantes do Sírio Libanês uma proposta de qualidade e segurança do paciente.

 

“O curso tem sido muito importante, porque na formação acadêmica não somos acostumados a trabalhar essa prática de segurança. Para a população, isso dará a garantia de que ela será recebida com segurança, humanização, qualidade e que ela possa ter o seu problema resolvido de forma justa e adequada dentro da unidade”, salientou.

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) retornou com as atividades de educação sanitária em escolas públicas e privadas. O objetivo é esclarecer a um público específico da sociedade sobre o cuidado com os alimentos consumidos.

 

Segundo o presidente da Aderr, Marcelo Parisi, a meta é que a GPOA (Gerência de Produtos de Origem Animal), do órgão, leve informações mais precisas para adolescentes em idade escolar para torná-los consumidores conscientes. Serão ministradas diversas palestras nos próximos meses em escolas públicas e privadas da rede estadual.

 

“Estamos levando um conhecimento para o público jovem para que se tornem multiplicadores, conscientizando suas famílias e amigos sobre a necessidade do consumo saudável para evitar doenças que podem levar até a morte”, destacou Parisi.

 

PALESTRA

 

O fiscal agropecuário e médico veterinário Haroldo Trajano e a técnica e fiscal agropecuária Raqueline Sousa, ministraram palestra, nesta quinta-feira, 6, sobre educação sanitária para alunos do Colégio Adventista de Boa Vista.

 

Na ocasião foram abordados temas relativos ao consumo de produtos de origem animal legal, segurança dos alimentos e a atuação do médico veterinário na cadeia alimentar. Ao todo foram duas palestras, pela manhã e pela tarde, com um público aproximado de 240 crianças.

 

Carnes, leites, embutidos, mel, ovos e derivados podem ser consumidos com segurança, basta que se tomem os cuidados recomendados pelos técnicos, como, por exemplo, produtos que sejam inspecionados e fiscalizados, identificados pelo carimbo do serviço de inspeção pública.

 

“Nosso trabalho é levar informações ao público adolescente das escolas públicas e privadas com o objetivo de formar consumidores conscientes de seus direitos previstos no código do consumidor”, enfatizou Trajano.

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) participa do Encontro Regional de Educadores Etapa Norte, promovido pela Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito). O evento ocorre nesta quinta, 6, e sexta-feira, 7, em Palmas, capital do Tocantins.

 

Nesses dois dias, acontecem oficinas e palestras que abordam várias questões como redução de acidentes, a segurança e a paz no trânsito, estratégias de mobilidade, entre outros assuntos.

 

O Encontro Regional de Educadores, realizado em todo o País, é dividido por regiões, tem como objetivo aproximar a Senatran das entidades e órgãos do SNT (Sistema Nacional de Trânsito), no campo da educação para o trânsito, identificando desafios e buscando a construção de uma agenda conjunta, tendo como base o Pnatrans (Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito).

 

Para o Educatran, os Detrans do Norte enviaram, previamente, dez temas e cinco foram escolhidos para serem apresentados no evento. O Detran-RR participa com o tema “Ações educativas para o trânsito com alunos do ensino médio, fundamental, EJA (Educação de Jovens e Adultos), empresas públicas e privadas e servidores”.

 

O órgão de Roraima está sendo representado pelo chefe da DPET (Divisão de Prevenção e Educação para o Trânsito), Milton Emílio Melo de Oliveira.

 

“É importante nossa participação nesse evento, porque podemos contribuir de maneira significativa para mudar o atual quadro do trânsito no País, por meio dessa ação que já desenvolvemos em Roraima”, ressaltou Milton Emílio.

 

“Os motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres precisam de mais ações de conscientização e aí é que entra a educação para o trânsito, que é capaz de construir valores, para nos tornarmos mais solidários, gentis e responsáveis para salvarmos vidas”, finalizou.

 

Avalie este item
(0 votos)

Responsável por atender as demandas de mães que possuem dificuldade de produção de leite materno, o BLH (Banco de Leite Humano) do HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) encontra-se atualmente com o seu estoque baixo.

 

Durante todo o mês de setembro, a unidade conseguiu coletar 38.110 litros de leite, 20 litros a menos do que foi coletado em agosto. A demanda em todo o estado é alta, uma vez que os recém nascidos precisam ser alimentados a cada 3 horas.

 

“O leite materno é o melhor alimento para um bebê e principalmente quando ele é prematuro e está na UTI neonatal. Nós precisamos desse leite para que os nossos recém-nascidos sejam alimentados”, reforçou a coordenadora do BLH, Sílvia Furlin.

 

Para ser uma doadora, a interessada não precisa sair de casa. Basta entrar em contato pelo número (95) 98117-1995 ou pelo link do formulário do Google.

 

Além de estar com boa saúde, é importante que a voluntária tenha uma produção de leite maior do que as necessidades de seu próprio filho e que não faça uso medicamentos contraindicados para a amamentação.

 

A vendedora Íris Santos, de 36 anos, conheceu as atividades do BLH por meio da equipe de enfermagem da unidade. Seu interesse pelo assunto fez com que ela se comprometesse com a causa, principalmente em razão de ter bom excedente de leite.

 

“Eu descobri sobre o Banco de Leite na maternidade e achei muito importante fazer a doação do leite para ajudar as criancinhas que precisam, e também porque meu seio estava machucando por conta que tenho muito leite”, relatou.

 

Além da doação presencial, a voluntária também pode recorrer ao serviço de doação em domicílio, que funciona graças ao projeto Bombeiros Amigos do Peito, uma parceria do BLH com o CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima).

 

Por meio de agendamento, a equipe vai até a residência da lactante para fazer a coleta em frascos. O serviço funciona de segunda a sexta-feira.

 

“É muito gratificante fazer a coleta para o Banco de Leite. É uma parceira muito antiga do Corpo de Bombeiros com a Maternidade. Nós vamos na casa das doadoras e pegamos em média 20 frascos diariamente”, salientou o cabo do CBMRR, Gilson Mário de Oliveira.

 

Doadora de leite desde 2015, a dona de casa Monique de Souza, sabe muito bem da importância de ajudar recém-nascidos. Ela inclusive socorreu a própria sobrinha, que precisou ficar internada na UTI Neonatal do HMI.

 

“Eu quero incentivar as mães a doarem leite, pois é super importante para os bebês. Às vezes estamos com o seio muito cheio e já ouvi relato de mulher que faz a extração do leite e joga na pia. Isso é triste”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima chega aos 34 anos de história com muitos avanços. Foi um longo período até chegar ao atual momento, em que há um Estado com vários investimentos, uma economia forte e com conquistas durante a atual gestão.

 

Em janeiro de 2019, o Estado enfrentava a pior crise financeira. Salários dos servidores atrasados e uma dívida histórica de R$ 8,9 milhões referentes a precatórios, dívida pública, previdência estadual e federal, Imposto de Renda, empréstimos consignados dos servidores, transferências constitucionais, restos a pagar, empenhos cancelados, processos judiciais, duodécimos dos poderes, retiradas indevidas de convênios, além de dívidas água e energia.

 

Agora, quatro anos depois, no aniversário do Estado, a situação é bem diferente: Roraima é nota A em Capacidade de Pagamento, segundo estudo do Tesouro Federal, que leva em consideração a liquidez, a poupança e o endividamento de estados e municípios de todo o país.

 

Esse resultado se deve ao trabalho de equilíbrio das contas do Estado feito pela atual gestão. Dívidas foram pagas, incluindo aquelas com servidores estaduais, mostrando o respeito da atual gestão com o trabalhador.

 

Isso permitiu que o servidor fosse ainda mais valorizado. Além do pagamento feito em dia, várias categorias dentro da estrutura governamental, como a Saúde e a Educação, foram contempladas com o PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) e com o pagamento de progressões, bem como o reajuste salarial de 11% para todos os servidores estaduais.

 

Na avaliação do governador Antonio Denarium, o governo avançou positivamente em todas as frentes de atuação. “Recuperamos a economia que estava fracassada quando assumimos o governo e hoje somos nota A, pagamos os salários dos servidores em dia, não devemos aos fornecedores. Avançamos na saúde, na infraestrutura, na educação e no social. Somos um governo que trabalha para o povo, de forma séria e compromissada”, enfatizou.

 

CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS

 

O equilíbrio fiscal e as contas em dia permitiram a realização de concursos públicos e processos seletivos voltados para as áreas da Saúde, da Educação, Segurança Pública, Fazenda, Planejamento e Defesa Agropecuária, bem como para a UERR (Universidade Estadual de Roraima).

 

Somente na Educação, cerca de 1.650 professores foram empossados e atuarão na rede estadual de ensino. Desse total, 529 professores entraram por meio do concurso público específico e diferenciado para a educação indígena, enquanto que 572 foram empossados por meio do concurso público da Educação Básica.

 

A atual gestão convocou mais de 970 novos policiais militares, bem acima do quantitativo de vagas disponíveis em edital do concurso realizado em 2018, pela gestão anterior. Além disso, realizou concurso para contratação de policiais penais para o sistema prisional, totalizando 867 novos servidores efetivos. E o concurso da Polícia Civil, que está em andamento, com 175 vagas.

 

SOCIAL

 

Para atender às famílias em vulnerabilidade social, o Governo de Roraima deu criou o Cesta da Família.

 

A primeira entrega ocorreu em dezembro de 2020, em meio a pandemia de covid-19, quando cerca de dez mil famílias foram atendidas com entregas de cestas básicas e cartões com recargas mensais de R$ 200 e o programa tornou-se oficialmente permanente.

 

Desde então, o programa vem atendendo famílias de todo o Estado que estejam em vulnerabilidade social cadastradas no programa com as duas modalidades. Em 2021, cerca de 65 mil famílias foram atendidas pela iniciativa e, em 2022, são cerca de 50 mil famílias sendo atendidas até o momento.

 

SAÚDE

 

A saúde estadual também foi contemplada por grandes obras importantes. Dentre elas, o Bloco E Governador Anchieta Junior, do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). Com investimento de R$ 41 milhões no total, o novo espaço possui 120 leitos de enfermaria, 40 leitos de UTI e 10 salas no Centro Cirúrgico com capacidade para realizar mais de 100 cirurgias por dia.

 

No HGR, também foi entregue o Pronto Socorro Francisco Elesbão, que recebeu investimento de R$ 3,7 milhões para a reforma e ampliação para a unidade de emergência. Também foi entregue, nesta terça-feira (4), o Pronto Socorro Dr. Airton Rocha. A reforma e ampliação da unidade de urgência teve investimentos de R$ 3,4 milhões.

 

Em Rorainópolis, o Governo entregou a construção da Maternidade Thereza Monay Montessi, com investimentos de R$ 4 milhões e do Centro de Especialidades Médicas Dr. Alceste Madeira, com investimentos de R$ 1.087.375,26, bem como o Hospital De Santa Maria do Boiaçu, no baixo Rio Branco, tendo investimentos de R$ 1,1 milhão. Com essas unidades, a população do Sul do Estado terá um atendimento de maior qualidade, sem precisar se deslocar para a Capital.

 

EDUCAÇÃO

 

Na rede estadual de ensino, o Governo de Roraima reformou cerca de 36 escolas estaduais durante a atual gestão. Somente em Boa Vista, 17 unidades foram reformadas simultaneamente.

 

Durante o período mais forte da pandemia da covid-19, o governo buscou alternativas que suprissem o ensino presencial, que estava paralisado por conta das medidas de isolamento.

 

Uma dessas alternativas foi a adesão ao programa “Vamos Aprender”, iniciativa do Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação) e Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) com o objetivo de disponibilizar conteúdos educacionais de qualidade de forma gratuita para Estados e municípios.

 

Para o futuro, a população com novas escolas e a construção da nova sede da Seed (Secretaria de Educação e Desporto). Com investimentos de R$ 15 milhões, o prédio terá uma estrutura administrativa moderna, que irá atender os servidores, os profissionais da educação estadual e a comunidade escolar.

 

SEGURANÇA PÚBLICA

 

Uma das áreas prioritárias do Governo de Roraima nos últimos três anos e nove meses, a Segurança Pública recebeu um total de R$ 726.234.989,75 em investimentos, se somados todos os valores empregados nas corporações roraimenses com aquisição de equipamentos, armamentos e viaturas, bem como outros investimentos.

 

Dentro deste total, está o investimento de R$ 30 milhões no Polícia na Rua, considerado o maior programa da história voltado para a Segurança Pública. Somente para essa iniciativa, foram adquiridos 155 viaturas e 21 motos, bem como armamentos, munições e equipamentos para as Polícias Militar e Civil de Roraima e o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima.

 

INFRAESTRUTURA

 

Para garantir a trafegabilidade da população e o escoamento da produção, o Governo do Estado investiu R$ 318.576.185,61 na revitalização de estradas e R$ 72.502.412,02 na reconstrução de pontes, perfazendo um total de R$ 391.078.597,63 investido nestes trabalhos de infraestrutura.

 

O investimento possibilitou a revitalização de 4.500 km de vicinais e a reconstrução de 300 pontes de madeira em todo o Estado, perfazendo quase 5.000 metros lineares de ponte. Além disso, 14 pontes de concreto foram executadas e/ou estão em execução, bem como 200 km de obras de pavimentação asfáltica estão em fase de execução.

 

Esses investimentos podem ser vistos em algumas das principais rodovias de Roraima, como a RR-203, que interliga a BR-174 com o município de Amajari e a Serra do Tepequém, e a RR-342, que liga a RR-205 – também recuperada na atual gestão – com a Vila do Taiano, bem como a construção de cinco pontes de concreto na RR-325.

 

O governo vai pavimentação da Vicinal Tronco-Malacacheta (que também abrange 5 km da RR-207), da RR-452 (que interliga a RR-207 à Vila São Silvestre), a Vicinal Tronco-Trairão (em Amajari), as Vicinais 26 e 28 (em São João da Baliza), entre outras estradas que estão sendo e serão recuperadas.

 

AGRICULTURA

 

A agricultura familiar e indígena teve grande destaque na atual gestão. Nas comunidades indígenas, o Governo desenvolve o Projeto de Grãos desde 2020. Somente em 2022, está prevista a aplicação de R$ 11.456.760,00 na iniciativa, bem como a colheita de 1.500 hectares da cultura de milho e feijão-caupi.

 

Por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o Governo de Roraima investiu R$ 49.856.345,00 na compra de equipamentos agrícolas, como tratores, grades aradoras e niveladoras, distribuidor de calcário, plantadeira de grãos, caixas individuais para sementes, pulverizadores, roçadeiras acopladas no trator, carretas agrícolas, perfurador de solo, enxadas e batedeira de cereais, para serem utilizados pela agricultura familiar de Roraima.

 

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

 

O programa Aqui tem Dono foi lançado em 17 de julho de 2019, com a finalidade de promover a regularização fundiária nos 15 municípios de Roraima.

 

Por meio do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), o Governo do Estado entregou cerca de 2.500 títulos definitivos entre urbanos, rurais e no Distrito Industrial. A medida é uma garantia jurídica para os proprietários da terra, o que permite acesso a linhas de crédito, por exemplo.

Avalie este item
(0 votos)

O Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima), em parceria com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), deu início nesta segunda-feira, 3, a um treinamento sobre atualização de protocolos para a vigilância das variantes da covid-19. A atividade segue até a sexta-feira, 7, na própria unidade.

 

Ao todo, sete profissionais do setor de biologia molecular, entre biomédicos e bioquímicos, do Laboratório Central estão envolvidos na capacitação.

 

Conforme a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau (Secretaria de Saúde), Valdirene Oliveira, a atividade é de suma importância, uma vez que sua temática é inteiramente voltada para o sequenciamento do SARS-CoV-2.

 

“A vigilância laboratorial é muito importante e é mais um instrumento na vigilância em saúde para conseguirmos monitorar o que circula no nosso estado. Os nossos técnicos estão passando pelo aprimoramento e se capacitando para melhorar a qualidade e a eficiência da resposta da covid-19”, enfatizou a coordenadora.

 

A parceria entre as duas instituições está inserida nas ações do Projeto Ciência, Saúde e Solidariedade no Enfrentamento à Covid-19, uma iniciativa que é desenvolvida pela Fiocruz Amazônia: ILMD (Instituto Leônidas e Maria Deane), USAID (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional) e Palladium International NPI EXPAND.

 

“Desde o início da pandemia temos trabalhado juntos e agora trouxemos o protocolo que utilizamos em Manaus com uma experiência de quase 9 mil genomas feitos com ele, que é mais rápido, prático e dá melhores resultados”, salientou o pesquisador em saúde pública da Fiocruz Amazônia: ILMD, Felipe Naveca.

 

REFERÊNCIA EM RORAIMA

 

Referência laboratorial em todo o Estado, o Lacen-RR se destacou ainda mais na precisão de diagnósticos relacionados ao Coronavírus. Tudo isso ocorreu graças aos investimentos em tecnologia realizados pelo Governo de Roraima.

 

Após a aquisição de equipamentos mais modernos em abril deste ano, o Lacen-RR começou a realizar o sequenciamento genético, melhorando a eficiência da unidade.

 

“Inicialmente tínhamos três profissionais treinados para fazer o sequenciamento genético, e com a vinda dessa equipe, está sendo importante porque estamos tendo a oportunidade de capacitar todo o nosso setor, com uma atividade teórico-prática presencial”, completou a diretora técnica do laboratório, Cátia Meneses.

 

Bioquímica do Lacen-RR, Luísa Tajujá, ressaltou a importância desse aprimoramento para a sua vida profissional e também para o estado.

 

“O sequenciamento é essencial para a produção de vacinas e o controle epidemiológico, e isso para o nosso estado é um ganho muito importante porque sempre enviávamos para os laboratórios de referência, e hoje poder estar realizando esse serviço aqui é gratificante”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), vem fortalecendo o acesso da população a serviços de odontologia. Dentre as unidades que realizam este tipo de atendimento, está o CEO (Centro de Especialidades Odontológicas), que funciona no PACS (Pronto Atendimento Cosme e Silva).

 

“Por ser um centro de especialidades, ele atende a todos pacientes que possuem encaminhamento das Unidades Básicas de Saúde ou provenientes de hospitais conveniados do sistema SUS. Aqui, eles são submetidos a uma triagem, para em seguida serem avaliados pelos profissionais da unidade”, destacou o diretor geral do CEO, William Guedes. 

 

Em setembro, a unidade realizou 259 atendimentos, número que se soma aos quase 3 mil procedimentos realizados no primeiro semestre deste ano. Isso reforça a importância dos serviços prestados pelo CEO para a comunidade. 

 

“Esses números reforçam ainda mais a importância dos serviços que são feitos pelos profissionais, pois a boca não é separada do corpo e sim um órgão integrado, onde problemas na cavidade bucal podem inclusive interferir em cirurgias”, frisou a dentista Camila Sampaio.

 

Além de tratamento de canal, o CEO é responsável por realizar extrações complexas, tratamento com pacientes especiais, procedimento ortopedia dental, radiologia odontológica e periodontia.

 

Jorge Nattrodt, de 67 anos, é um dos pacientes que fazem acompanhamento na unidade. Esse ressaltou o acolhimento dado pelos profissionais que prestam todas as orientações sobre saúde bucal.

 

“É a terceira vez que venho aqui [no CEO], já fiz extrações de dentes e agora estou fazendo a limpeza dos dentes. Sempre fui bem tratado pelas dentistas daqui”, pontuou.

 

O Centro de Especialidades Odontológicas do Cosme e Silva fica localizado na rua Delman Veras, s/n, no bairro Pintolândia. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e 14h às 18h.

 

ITINERANTE

 

Outra novidade implantada pelo Governo é o Consultório Odontológico Itinerante, uma unidade móvel que leva os serviços de saúde bucal para mais perto da comunidade.

 

Em funcionamento desde o dia 24 de setembro, a unidade realiza procedimentos como limpeza, raspagem, restauração, extração, entre outros. Até o momento, mais de 100 pessoas usufruíram do serviço. 

 

A estrutura do consultório possui isolamento térmico, estrutura elétrica moderna e hidráulica com acionamento semiautomático, sistema de nivelamento, climatização, quatro cadeiras odontológicas, acessibilidade para cadeirantes, refletor e unidade de água.

Avalie este item
(0 votos)

A Direção Geral do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) realizou na tarde desta segunda-feira, 3, a apresentação dos dados do Projeto Lean sobre redução de superlotação dos setores da emergência. A ação foi voltada inteiramente para os profissionais que fazem parte da área técnica e administrativa da unidade.

 

“A importância do Lean é otimizar o tempo de atendimento nas portas de entrada dos hospitais que possuem atendimento de urgência e emergência. A maior dificuldade foi começar a desenvolver [o projeto] na unidade e com ele em funcionamento. Nisso, conseguimos visualizar um tempo de diminuição muito grande no atendimento aos pacientes que nos procuram”, destacou a secretária-adjunta da Sesau (Secretaria de Saúde), Adilma Rosas.

 

Criado pelo Ministério da Saúde, o projeto está sendo desenvolvido com apoio do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo (SP). A metodologia é oriunda do Japão, atuando diretamente no aperfeiçoamento das equipes que prestam o atendimento direto aos pacientes que recorrem à unidade.

 

“O Projeto nos mostra a melhor alternativa, a melhor saída, com ferramentas internas. Fizemos todo o projeto sem nenhum custo, somente com a organização do fluxo interno dentro do Hospital. Hoje conseguimos trabalhar toda dinâmica ensinada e evitamos a superlotação no Pronto Socorro”, pontuou a diretora do HGR, Patrícia Renovato.

 

A assessora da direção de enfermagem da unidade, Ana Renata Guirro, esteve à frente da implantação do Projeto Lean desde o início. Ela conta que os indicadores tiveram resultados satisfatórios ao longo de cinco meses de trabalho.

 

“Um dos nossos indicadores que mais conseguimos resultado foi o Nedocs, que é o indicador que calcula o nível de saturação ou superlotação do nosso serviço de urgência. Foi nele que tivemos uma redução de 74% em comparação com o dado inicial de quando foi feito o diagnóstico da nossa unidade”, disse.

 

Os dados também apontaram uma redução de 95% no tempo de permanência do paciente dentro da unidade, desde a sua entrada até a sua saída.

 

“O tempo de permanência no Pronto Socorro diminuiu de forma significativa e também da organização de todos os setores dentro Hospital, trazendo como principal resultado uma visão diferente dos pacientes sobre os nossos serviços”, enfatizou o médico fluxista do Pronto Socorro, Pedro Lins.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta segunda-feira, 3 de outubro, a Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) completa 43 anos de fundação. A empresa de economia mista foi criada pela Lei nº 6.693, em 1979, ainda no Território Federal de Roraima, com o objetivo de promover o desenvolvimento rural e urbano do Estado.

 

Com esta diretriz, a Codesaima atuou nas áreas de habitação, construiu 4.565 moradias em 23 conjuntos residenciais do Estado; na produção de alimentos, criou estruturas importantes como o Mafir (Matadouro e Frigorífico Industrial de Roraima), o Incubatório de Frangos, a Usileite, a Usina de Calcário e a Fábrica de Gelo em Caracaraí, entre outras unidades. A empresa também garantiu o registro de áreas com grande potencial para exploração mineral.

 

O tempo passou, e em 1988, Roraima tornou-se uma unidade federativa do Brasil, com maior autonomia, e a iniciativa privada começou a ter condições de atender às necessidades da população, mas a Codesaima continuou a desempenhar um papel importante. Participou da construção de mais conjuntos residenciais como Manaíra, Cruviana, Uailã, Auaris, Macunaíma, Jardim Floresta e Vila Jardim, além de manter o Mafir funcionando e comercializando seus produtos até 2018.

 

A presidente da Codesaima, Maria Dantas, destaca a importância da Companhia para o Estado. “A Codesaima sempre protagonizou grandes projetos de desenvolvimento, sendo um pilar fundamental para o Estado que estava nascendo”, analisou.

 

NOVOS TEMPOS

 

Em 20 de agosto de 2020, o governador Antonio Denarium e o conselho administrativo da empresa aprovaram o novo estatuto da Codesaima, que redefiniu o perfil para atuar intensamente nas áreas da habitação e mineração.

 

Na habitação, a Codesaima iniciou ainda dois programas de grande relevância: o “Morar Melhor” e o “Aqui Tem Dono”.

 

O primeiro executa pequenas e médias reformas nas casas de famílias carentes. Atualmente, a ação já tem mais de 7 mil inscritos e mais de 2 mil beneficiados.

 

O “Aqui Tem Dono” é um programa do Governo de Roraima para a regularização fundiária urbana e rural. A Codesaima regulariza os conjuntos habitacionais erguidos desde 1979 e faz o mapeamento de áreas que ainda estão em seu nome em bairros para, futuramente, iniciar o processo de transferência destes imóveis para os verdadeiros proprietários.

 

CAPITAL HUMANO

 

Na atual gestão há uma atenção para promover melhorias aos mais de 200 funcionários da Empresa. Recentemente foi implementado o PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração), uma antiga reivindicação dos funcionários; a licença-maternidade também foi ampliada para seis meses; a companhia planeja reformas na sede da empresa que vão impactar positivamente nas condições de trabalho e no atendimento à população, como um refeitório e um auditório.

 

INVESTIMENTOS

 

Para realizar os projetos da Codesaima, o governador Antonio Denarium fez repasses significativos à empresa nos últimos três anos, com aportes que chegaram a R$ 30 milhões.

 

“Agradecemos muito ao governador, que sempre apoiou os projetos de uma empresa tão importante para o Estado. Em três anos pudemos realizar ações à população em projetos que resgatam a dignidade de grande parte da população em programas como o ‘Morar Melhor’ e o ‘Aqui Tem Dono’”, declarou Maria Dantas.

 

MINERAÇÃO

 

Na mineração, a empresa aguarda o Congresso Nacional definir as regras sobre exploração em terras indígenas. A Codesaima possui 29 registros com os mais variados minerais. A produção e comercialização dessas riquezas, tem o potencial de transformar o perfil econômico do Estado.

Avalie este item
(0 votos)

Atual governador de Roraima, Antonio Denarium foi novamente eleito pela população roraimense para uma nova gestão de quatro anos no Poder Executivo. Para falar sobre a nova gestão, o chefe do Executivo realizou uma rodada de entrevistas, concedidas à afiliada local da TV Globo, a Rede Amazônica Roraima, além da Rádio Folha FM e TV Cultura Roraima.

 

Durante a maratona de entrevistas, o governador discutiu temas como saúde, educação e sobre gestão de Governo em geral, bem como o momento da apuração dos votos do pleito deste ano.

 

Em uma das entrevistas, Denarium ressaltou que o trabalho realizado à frente do Governo é voltado para todas as parcelas da população, ao frisar que a atual gestão é firmada em parcerias com as prefeituras, e com respeito aos poderes Legislativo e Judiciário, de forma a trazer melhorias para a população roraimense.

 

“Eu afirmo: podem confiar no trabalho de um Governo que é sério, é honesto e aplica corretamente o dinheiro público. É dessa forma que vamos dar continuidade. Quando tratamos de gestão municipal, estou aberto a fazer parcerias com todos os prefeitos, independente de ideologia partidária. Nós temos que olhar para a população”, disse o governador.

 

SAÚDE

 

Durante o primeiro momento da entrevista, Denarium ressaltou o trabalho realizado pelo Governo de Roraima na gestão da saúde estadual e pontuou que o Hospital Materno Infantil, que atualmente funciona de forma provisória no antigo Hospital de Retaguarda por conta do trabalho de reforma e ampliação da unidade, deverá ser entregue à população nos próximos quatro meses.

 

“Eu tenho o objetivo de entregar no máximo nos próximos quatro meses. A meta inicial era inaugurar este ano ainda, mas não foi possível. Com certeza logo a gente vai estar inaugurando, porque nós já temos equipamentos, temos mão de obra, é só a estrutura física que falta concluir”, explicou Denarium.

 

Segundo ele, há uma emenda parlamentar do deputado federal [e futuro senador] Hiran Gonçalves, que destinou recursos para a construção de uma nova maternidade no bairro Pintolândia, em Boa Vista. Ou seja, o Governo trabalha para ampliar os atendimentos de saúde”, completou.

 

Ainda sobre o tema, o governador anunciou que mais de 2 mil cirurgias emergenciais e eletivas foram realizadas em 2022, assim como a fila das cirurgias eletivas em Rorainópolis reduziu de 1.500 procedimentos para apenas 19 procedimentos em espera, o que coloca o município do Sul do Estado muito próximo do fim das filas de cirurgias eletivas.

 

INFRAESTRUTURA

 

Assumindo o compromisso de continuar o trabalho que já vem sendo realizado na atual gestão, Denarium relembrou que foram recuperados cerca de 4 mil km de estradas e 600 pontes nos últimos três anos e 9 meses.

 

Em relação à BR-174, de responsabilidade do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Denarium disse que haverá articulação junto ao Ministério da Infraestrutura e a nova bancada federal para que sejam feitas, o mais rápido, obras necessárias para a recuperação da principal rodovia do Estado, que liga Roraima ao resto do Brasil e à Venezuela.

 

EDUCAÇÃO

 

Outro ponto abordado pelo governador foi a educação estadual. Atualmente o Estado possui 383 escolas estaduais, sendo 265 unidades localizadas em terras indígenas. Desse total, 125 escolas estaduais estão sendo reformadas e revitalizadas

 

“Autorizei também a construção de mais de cem escolas estaduais, principalmente nas vilas e comunidades indígenas, que têm infraestruturas inadequadas para atender alunos e professores”, disse.

 

DEMAIS ASSUNTOS

 

Nas três entrevistas, foram citados a redução do ICMS de 25% para 17%, a política econômica, que possibilitou o aumento do tamanho da folha de pagamento estadual, concursos públicos (em especial o da Polícia Militar de Roraima) e o déficit carcerário do sistema prisional.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), segue empenhada em suas ações para melhorar a prestação de serviços de saúde para população do Estado. Graças à CGAE (Coordenadoria Geral de Assistência Especializada), a pasta vem intensificando a entrega de dispositivos auditivos, melhorando a qualidade de vida dos pacientes que sofrem com esse tipo de problema.

 

“O trabalho está sendo realizado pela Sesau para contemplar os pacientes com perda auditiva que tenham passado por médico otorrino e possuam todos os exames de audiometria que comprovem a perda auditiva”, destacou a coordenadora da CGAE, Léa Maria Sversut.

 

Ao todo, o Estado adquiriu 372 unidades de aparelhos auditivos. A entrega dos dispositivos deve ser concluída até o fim deste ano. “Sabemos que a perda auditiva é uma parte funcional da qual é muito importante ouvir e entender a pessoa que está falando. Então, com esses aparelhos a gente pode estar oferecendo para essas pessoas uma melhor qualidade auditiva”, completou a coordenadora.

 

Para adquirir um dispositivo, o paciente deve comparecer em horário comercial (das 7h às 12h e das 14h às 18h) até a sala da CGAE, que funciona na sede da Sesau, na rua Madri, 180, bairro Aeroporto. No ato da solicitação, é preciso apresentar RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência, além do laudo de otorrino e exame de audiometria.

 

Filha da paciente Maria de Nazaré Rocha Melo, de 101 anos, a dona de casa Heloísa Helena Melo, 59 anos, se emocionou ao perceber que os testes iniciais com o dispositivo foram satisfatórios.

 

“Foi um momento de muita alegria. Antes, eu precisava falar em um tom mais alto para minha mãe poder me ouvir, e às vezes até falava pra ela que os vizinhos poderiam achar que eu a estava maltratando, mas é porque ela não me ouvia. Mas graças a Deus [ela recebeu o dispositivo], e eu estou muito feliz, porque agora ela vai me entender melhor”, completou.

 

A arquiteta Clara Gimenez Barbosa, de 58 anos, começou a perceber os primeiros sinais de perda auditiva durante uma sessão de exercícios físicos. Para ela, a utilização do aparelho fará que possa garantir uma rotina de atividades com maior qualidade de saúde.

 

“[A utilização do aparelho] é uma novidade, é uma coisa que vai estar constantemente no seu ouvido, ampliando o som, é tudo novo [pra mim], mas o corpo vai se adaptando e o cérebro vai se acostumando. Mas a sensação é de gratidão”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Os avanços e melhorias nas estruturas da saúde não param. O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), inaugurou na tarde desta sexta-feira, 30, a nova sede da CERMU (Central Estadual de Regulação Médica de Urgência). A unidade está localizada na rua Madri, 180, bairro Aeroporto.

 

A Central foi implantada no estado em 2012, onde funcionou até julho de 2022 em espaços alugados ou cedidos, sendo sua última estadia na CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), onde não havia espaço suficiente para acomodação dos servidores.

 

A CERMU é responsável por regular o atendimento pré-hospitalar de urgência e, conforme organização local, o acesso aos leitos hospitalares de urgência além de intermediar todos os atendimentos clínicos e traumáticos e transferências inter-hospitalares de pacientes graves sendo estes, primários ou secundários.

 

“Agora, além de ter sede própria atendendo a todas as diretrizes do Ministério da Saúde, também contamos com um parque totalmente informatizado e os chamados serão atendidos com mais eficiência, com controle estatístico. É mais uma entrega da gestão do Governo do Estado para a população”, destacou a secretária, Cecília Lorenzon.

 

“Esse é um serviço importantíssimo para sociedade, diante da estrutura que nos foi oferecida. Hoje temos um prédio conforme as adequações conforme preconiza o Ministério da Saúde. Temos um parque tecnológico que recebe as ligações através do sistema web, capta essas informações e elas são gravadas, registradas pelo servidor. Com isso, nós potencializamos o atendimento da população e minimizamos as perdas”, frisou o gerente da central, Raimundo Sother.

 

COMPOSIÇÃO

 

A CERMU é o elemento ordenador e orientador dos Sistemas Estaduais de Urgência, organizando a relação entre vários serviços e qualificando o fluxo dos pacientes no sistema e gerando uma porta de comunicação aberta ao público em geral, através da qual os pedidos de socorro são recebidos, avaliados e hierarquizados.

 

Atualmente a CERMU conta com 16 médicos reguladores, seis rádio operadores, 18 técnicos auxiliares de regulação médica (TARM), um gerente, e dois assistentes administrativos.

 

Com a mudança das instalações para a unidade foi contemplada com 1 sala de Regulação, 1sala de gerência, 1 sala para estatística, 2 salas para equipamentos, 1 conforto masculino, 1 conforto feminino, 1 copa mais 2 banheiros sociais e com equipamentos novos e modernos, tais como computadores, mobiliário e eletrodoméstico e sem contar que agora os servidores tem estacionamento privativo para guarda de seus veículos.

 

ATENDIMENTOS

 

De janeiro até esta sexta-feira, 30, a CERMU atendeu 10.052 ocorrências, sendo uma média mensal de 12.228.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de saúde), tem realizado uma série de investimentos em obras em todas as unidades de saúde do Estado. Nesta sexta-feira, 30, foi entregue a Casa da Gestante Kelly Cristiny Braga Wanderley Gama.

 

Anexa ao HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), a Casa vai atender a três demandas das mães que estão de alta hospitalar e aguardando a saída dos filhos internados na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), das parturientes indígenas e de mulheres que ainda não estão seguras quanto aos cuidados com o bebê.

 

“A Casa da Gestante é um lugar muito especial e, agora, está ainda mais. De coração, desejo que este seja um lugar de amor, de segurança e de carinho, que todas as mulheres que passarem por lá sintam-se cuidadas e protegidas por nós e que, assim, a gente possa colaborar para que elas voltem para casa com saúde e com o coração em paz, sabendo que existe um Governo que cuida e olha por elas”, ressaltou a primeira-dama, Simone Denarium.

 

A unidade é um componente da Rede Cegonha, instrumento do Ministério da Saúde, que serve como casa de apoio à gestante, bebê e puérpera.

 

“A entrega da Casa da Gestante é uma concessão inicial do todo o complexo da maternidade, uma releitura do que tinha sido oferecido em anos anteriores. Agora devidamente adequada às necessidades de todas as mães, e em especial das mães indígenas que estão sendo devidamente assistidas com a cultura delas, com inclusão e humanização, marcas do Governo de Roraima”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

A estrutura contempla a destinação de cinco quartos, para atender aproximadamente 20 pacientes, principalmente as mulheres que vêm do interior do Estado e que ficam muito tempo internadas na unidade. Há ainda um dormitório específico para indígenas com redes, um adicional importante considerando a cultura de muitas etnias de Roraima.

 

ESTRUTURA

 

Foram totalmente revitalizados a cobertura, rede elétrica de baixa e média tensão, instalações hidrossanitárias, instalações de combate a incêndio e pânico, esquadrias (portas e janelas), sanitários, área de serviços e lavanderia, sistema de climatização e acessibilidade.

 

A área total da revitalização é de 440m², contempla uma lavanderia, área de serviço, uma copa, cozinha, uma recepção, um banheiro de acesso público, uma sala de atividades coletivas e cinco dormitórios com banheiro integrado.

Avalie este item
(0 votos)

Autoridades de saúde do Estado, da União e municípios de Roraima se reuniram com representantes da República da Guiana para discutir a necessidade de intensificar ações de imunização epidemiológica em regiões de fronteira, por meio do programa controle e erradicação de doenças imunopreveníveis e evitar a reintrodução de doenças consideradas erradicadas no país.

 

Realizados durante esta semana, os encontros tiveram como foco principal foco apresentar dados de cobertura vacinal locais e definir um calendário de atividades de vacinação conjunta, que será executado no período de 3 a 12 de novembro.

 

Além do Ministério da Saúde, Sesau e Atenção Básica dos municípios de Pacaraima e Bonfim, as ações vão contar ainda com o apoio da OPAS (Organização Panamericana de Saúde) e Operação Acolhida.

 

“Essas reuniões foram promovidas para alinhar as atividades de intensificação vacinal nas fronteiras. Essas ações ocorrerão simultaneamente em 33 cidades gêmeas, com duas delas situadas em Roraima”, destacou a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau (Secretaria de Saúde), Valdirene Oliveira.

 

“No município de Bonfim, o diferencial será que a ação ocorrerá simultaneamente com a cidade de Lethen. As autoridades da Guiana também estiveram presentes na reunião e eles concordaram com essa pactuação de vacinação”, completou.

 

Também ficou definido que o DSEI-Leste (Distritos Sanitários Indígenas do Leste) também participará da iniciativa.

 

“Nessa ação, será feito a atualização das carteiras de vacinação e proteger a população mais vulnerável nessas cidades de fronteira”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), inaugurou na tarde desta sexta-feira, 30, a nova sede do Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador). O novo espaço fica localizado na rua Rocha Leal, no bairro São Francisco, em Boa Vista.

 

Ocupando espaço em um do prédio da administração pública do Estado, o local foi totalmente revitalizado e adequado, possuindo área total de 586 m².  A edificação conta com salas modernas e climatizadas.

 

“Essa entrega é muito significativa e faz parte dos nossos cuidados não só com os servidores públicos estaduais, mas com todos os trabalhadores que contribuem com o Estado. O novo prédio é moderno, com equipamentos de ponta, garantindo ainda mais conforto, segurança e humanização nos atendimentos”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

A secretária destacou ainda que as novas instalações foram idealizadas para dar maior conforto para quem trabalha e quem será atendido na unidade.

 

“O Cerest é um super cuidado que sempre se deveria ter. Agora é um espaço adequado para eles poderem desenvolver suas atividades. E necessariamente proporcionar melhorias para outros trabalhadores do nosso Estado”, explicou.

 

HISTÓRICO E IMPORTÂNCIA

 

Em funcionamento desde 2007, o Cerest tem como principal objetivo promover ações para melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida do trabalhador, por meio da prevenção e vigilância.

 

“A unidade conta com equipe multidisciplinar (médico, enfermeira, técnica de enfermagem, fisioterapeuta, psicóloga e assistente social) todos para dar suporte a saúde do trabalhador, seja da rede pública ou privada”, destacou a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira.

 

Segundo a gerente do Cerest, Maria Cecília Ribeiro, os serviços oferecidos são especializados de retaguarda para os serviços do SUS (Serviço Único de Saúde).

 

“Nos damos todo o suporte especializado de fato para rede. Se a rede tiver alguma dificuldade para identificar se aquele acidente foi relacionado ao trabalho, se o adoecimento foi relacionado, aqui a gente faz aquele suporte especializado”, informou Ribeiro.

 

 ESTRUTURA

 

As instalações foram contempladas com 17 salas. Sendo gestão, núcleo administrativo, núcleo/setor de Epidemiologia, Comunicação e Informação (ECI), núcleo/setor Vigilância de Ambientes e Processos de Trabalho (VAPT), núcleo/setor Educação Permanente, Capacitações e Integração (EPCI), auditório, sala de reunião, consultório médico, psicologia, serviço social, fisioterapia, copa, multidisciplinar, banheiro masculino, banheiro feminino, depósito, biblioteca, depósito de material de limpeza, dois apoios logísticos, portaria, recepção e oito banheiros.

 

O Cerest conta ainda com equipamentos novos e modernos, tais como computadores, mobiliário e eletrodoméstico e agora os servidores têm estacionamento privativo para guardar veículos.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou o repasse de aparelhos de laringes eletrônicas para 12 pacientes oncológicos. O item é essencial para proporcionar maior autonomia às pessoas que foram submetidas ao procedimento de laringectomia total.

 

A laringectomia total é um procedimento cirúrgico realizado para o tratamento do câncer de laringe. A cirurgia consiste também na retirada das pregas vocais.

 

A entrega dos aparelhos foi realizada na manhã desta quinta-feira, 29, no auditório do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). O projeto é uma iniciativa da Coordenação de Fonoaudiologia da Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima) com o apoio da CGAE (Coordenadoria Geral de Assistência Especializada) da Sesau.

 

“A Secretaria de Saúde, com o empenho da equipe técnica e administrativa, conseguiu esse aval para que as laringes eletrônicas fossem adquiridas em tempo hábil. Lembrando que tem pacientes desde 2016, aguardando esse aparelho”, destacou a coordenadora da CGAE, Léa Maria Sversut.

 

A fonoaudióloga e coordenadora do GAL (Grupo de Acolhimento ao Paciente com Câncer de Cabeça e Pescoço) da Unacon-RR, Fernanda Ross, ressalta que os aparelhos vão contribuir para a reintegração dos pacientes na sociedade.

 

“Os pacientes têm muita dificuldade em socializar, em desenvolver atividades da vida diária, como se comunicar. E a laringe eletrônica é mais um método de reabilitação fonatória, mais um método de trazer uma nova voz para eles”, frisou.

 

A eletrolaringe é um equipamento portátil que funciona com baterias recarregáveis. Ela possibilita a emissão de uma onda sonora contínua, formando palavras através dos órgãos articuladores como lábios, língua e dentes.

 

Além dos aparelhos, a CGAE fez o repasse de equipamentos utilizados no ambulatório da Unacon-RR para a reabilitação dos pacientes com dificuldades de mastigar, comer e abrir a boca, ou qualquer tipo de alteração decorrente do procedimento de radioterapia na região da cabeça e pescoço.

 

“Esse é um momento histórico, pois é a primeira vez que o estado fornece esses equipamentos. Os pacientes estão felizes e reunidos aqui para fazermos essa entrega”, reforçou Fernanda.

 

O paciente José Aguiar da Silva foi um dos 12 contemplados com a eletrolaringe. Ele descobriu que tinha câncer em 2021, e em quatro meses passou por duas cirurgias, sendo a segunda para tirar o tumor por completo, ocasionando a perda da habilidade da fala.

 

Segundo a filha do paciente, Alexandra Salazar, foi necessário solicitar um TFD (Tratamento Fora do Domicílio) para fazer as sessões de radioterapia e assim completar o seu tratamento.

 

Ela agradece todo o apoio que seu pai recebeu do Governo de Roraima para a realização das cirurgias, do tratamento fora do Estado, e agora, que está com o novo aparelho.

 

“Ele foi bem recebido pelo hospital, quando saímos [da cirurgia] teve até alimentação por sonda que o governo forneceu por três meses. Meu pai hoje está curado e recebendo a laringe para poder falar, realizando o sonho dele de falar novamente”, completou. 

Avalie este item
(0 votos)

Investir na reestruturação das unidades de saúde sempre foi uma das principais preocupações do Governo de Roraima. Além de promover reformas, a atual gestão tem realizado uma série de investimentos em obras, aquisição de equipamentos e insumos, melhorando a prestação de serviço para a população.

 

A partir desta sexta-feira, dia 30, a Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado passa a funcionar em novo endereço. O espaço fica localizado na avenida São Sebastião, nº 1485, no bairro Santa Tereza.

 

“A entrega desse novo prédio é um passo imenso que nós damos rumo a uma saúde pública cada vez mais estruturada e de qualidade. Além disso, demonstra o nosso cuidado e respeito pela população e o quanto estamos trabalhando para garantir o bem-estar e a dignidade de todos”, ressaltou a primeira-dama, Simone Denarium.

 

A nova sede tem aproximadamente 4 mil metros quadrados. A localização também facilita o acesso aos pacientes e uma melhora logística na distribuição de medicamentos para as unidades de saúde da capital e do interior de Roraima.

 

“Está é mais uma entrega do Governo de Roraima para a população. A nova estrutura irá abrigar todo o medicamento do Estado, em condições dignas, atendendo às recomendações do Ministério da Saúde, inclusive gerando segurança para quem trabalha, porque é uma estrutura de ponta, informatizada e totalmente moderna”, explicou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, que também informou que, com a nova estrutura, terá um maior controle de medicamentos e estoque.

 

“Com a informatização teremos um maior controle de estoque e mais eficiência, porque nós estaremos levando isso diretamente para todos os pacientes. De modo que nós possamos saber efetivamente o custo, e não deixar baixar estoque de forma a não ficar desabastecidos”, completou.

 

De acordo com o coordenador geral de Assistência Farmacêutica, Charles Gonçalves, a mudança para o novo local era necessária em razão do antigo já não possuir capacidade de armazenamento.

 

“Com a nova gestão optamos por um espaço mais amplo, onde pudesse ser contemplada toda a questão da estrutura sanitária e o atendimento humanizado ao paciente que vem em busca de atendimento. A localização também facilita o acesso aos pacientes e uma melhora na nossa logística de distribuição”, reforçou.

 

O assessor técnico de assistência farmacêutica do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), Heber Bernarde, elogiou o novo espaço e as instalações.

 

“Estou bastante entusiasmado e contente com tudo que estou vendo hoje. Pra quem não conhecia as antigas instalações e vê o que está aqui hoje, não tem dimensão da onde a gente chegou. O medicamento é considerado hoje a terapia mais custo efetiva, ou seja, o que trata mais com menos recursos. Então, o simbolismo dessa estrutura, significa dar mais eficácia ao sistema. E o sistema não é uma entidade, são pessoas. Um exemplo para todo o Brasil e toda assistência farmacêutica”, frisou.

Avalie este item
(0 votos)

Para incentivar ainda mais a prática esportiva e o desporto escolar no Estado, na manhã desta sexta-feira, 30, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) assinou um termo de adesão que confirma a participação de Roraima nos JEB’s (Jogos Escolares Brasileiros), que será realizado de 31 de outubro a 15 de novembro no Rio de Janeiro (RJ).

 

O documento foi assinado pelo secretário da pasta, Nonato Mesquita e o presidente da Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima), Gean Carlos Menezes, com a presença do diretor do IDR (Instituto do Desporto de Roraima), Dinaildo Barreto.

 

Os JEB’s são voltados aos estudantes da categoria mirim (12 a 14 anos) e são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira do Desporto Escolar), responsável por toda logística do evento, o que inclui transporte, hospedagem, alimentação, além de toda a parte técnica da competição.

 

A contrapartida do Estado é a promoção da fase estadual dos jogos, garantindo a participação dos estudantes dentro da faixa etária específica e a classificação de atletas, o que já foi executado pelo Estado quando da realização dos JER’s (Jogos Escolares de Roraima).

 

“Entendemos que o esporte auxilia o processo educacional, além de ser uma ferramenta de socialização e troca de experiências, o que é muito importante para os alunos, principalmente após o período pandêmico que vivemos. Então assinamos esse termo para garantir a participação de Roraima com uma delegação formada por mais de 260 integrantes e acreditamos que terão muito sucesso na competição”, destacou Nonato Mesquita.

 

OS JEB’S

 

Os Jogos Escolares Brasileiros serão realizados na Vila Olímpica do Rio de Janeiro localizada na Barra da Tijuca. Serão disputadas 18 modalidades: atletismo, atletismo adaptado, badminton, basquetebol, ciclismo, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, karatê, natação, taekwondo, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia, wrestling e xadrez. Roraima terá representantes em todas as modalidades, com exceção na ginástica artística.

 

“Os JEBS estavam parados há 15 anos e que voltaram a ser realizados no ano passado com a participação de mais de sete mil atletas. Com o Termo já assinado, continuaremos organizando a participação de Roraima em um trabalho de parceria entre a Federr, CBDE e Governo do Estado. Vamos agora aguardar a nossa ida e esperamos que tenhamos êxito na competição”, disse Gean Carlos Menezes, presidente da Federr.

 

Na edição dos JEB’S do ano passado, a Delegação de Roraima formada por 229 integrantes trouxe na bagagem sete medalhas para o Estado, sendo duas de ouro, três de prata e duas de bronze.

 

Confira abaixo a participação de Roraima e o quadro de medalhas nos JEBS 2021:

 

MEDALHA

SÉRIE

MODALIDADE

ESCOLA / ATLETAS

OURO

BRONZE

VOLEIBOL MASCULINO

ESCOLA CAMILO DIAS

OURO

PRATA

VÔLEI DE PRAIA

FEMININO

ESCOLA TANCREDO NEVES

DUPLA: JÚLIA E YASSAMY

PRATA

BRONZE

FUTSAL

MASCULINO

COLÉGIO ESTADUAL MILITARIZADO LUIZ RIBEIRO DE LIMA

PRATA

-

NATAÇÃO

KALYNE GRECO (INSTITUTO BATISTA DE RORAIMA)

PRATA

-

KARATÊ

RAFAELLE OLIVEIRA - ESCOLA ESTADUAL

MARIA DE LOURDES NEVES

 

BRONZE

 

OURO

VÔLEI DE PRAIA MASCULINO

ESCOLA CAMILO DIAS

DUPLA: LUCAS E FERNANDO

BRONZE

-

NATAÇÃO

GABRIEL  SANTOS (INSTITUTO BATISTA DE RORAIMA)

 

Avalie este item
(1 Votar)

No próximo domingo, dia 2 de outubro, milhões de eleitores em todo o Brasil têm compromisso marcado com a cidadania e com o exercício do direito à democracia. Para garantir a segurança e a tranquilidade no primeiro turno das eleições gerais de 2022 em Roraima, o Governo do Estado definiu o planejamento de trabalho e atuação de 1.130 agentes de segurança pública estaduais.

 

Estarão envolvidos no trabalho 1.000 militares que compõem a PMRR (Polícia Militar de Roraima), 110 homens da PCRR (Polícia Civil de Roraima) e 20 agentes do Detran-RR (Departamento de Trânsito de Roraima) para garantir a tranquilidade aos eleitores durante a escolha dos representantes para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

 

De acordo com o titular da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), Coronel Edison Prola, o planejamento foi definido com o objetivo de assegurar a normalidade na capital e nos municípios.

 

“Teremos equipes com homens e viaturas distribuídos de forma estratégica para possibilitar a atuação em todos os locais de votação, em Boa Vista e no interior. O foco é dar a resposta imediata e objetiva necessária para qualquer caso de ilícito, evitando transtornos nesse dia tão importante para o exercício da democracia”, esclareceu o secretário.

 

Polícia Militar participa da Operação do Ministério da Justiça

 

Desde o dia 26, a Polícia Militar de Roraima também participa, em âmbito estadual, da Operação Eleições 2022, coordenada a nível nacional pela Secretaria de Operações Integradas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que consiste no monitoramento junto ao Centro Integrado de Comando e Controle Nacional para a prevenção e combate a ilícitos durante o período eleitoral.

 

O objetivo é complementar as ações de segurança aos eleitores e dar apoio ao TRE-RR (Tribunal Regional Eleitoral de Roraima), por meio de ações integradas com os outros órgãos de segurança pública estaduais e federais.

 

De acordo com o Coordenador Estadual da Operação Eleições 2022 em Roraima, tenente-coronel Ronivon Silva de Oliveira, a PMRR estará presente nos 316 locais, e dois policiais serão responsáveis pela operação no Estado nos dias de votação, sendo o dia 2 de outubro no primeiro turno, e 30 de outubro, caso haja segundo turno.

 

“A operação tem como finalidade proporcionar segurança em todas as áreas de interesse operacional em apoio à Justiça Eleitoral no Brasil. Os órgãos de segurança estarão em todos os locais de votação do Estado, cartórios eleitorais, local de apuração dos votos e vias da capital e interior para garantir a ordem pública e proporcionar segurança e proteção aos cidadãos, eleitores e servidores do TRE, garantindo a segurança e coordenação entre os órgãos envolvidos no pleito para que tenhamos uma votação tranquila e segura”, reforçou oliveira.

 

LEI SECA

 

O secretário reforça a todos que estará em vigor a Portaria n° 126, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 21 de setembro de 2022, que trata sobre a Lei Seca Eleitoral, a qual proíbe a venda, distribuição, fornecimento e consumo de bebidas alcóolicas durante o período entre 23h de sábado, dia 1º, às 19h de domingo, dia 2.

 

“É um momento importante e por isso é fundamental que as pessoas, principalmente os adultos, estejam cientes das restrições e respeitem as normas, pois o descumprimento da medida pode acarretar prisão em flagrante por desobediência, bem como aplicação de multa, conforme a legislação eleitoral”, ressaltou.

 

Para informações, denúncias, comunicação de crimes e emergência durante as eleições, o cidadão poderá ligar para o 190, que funciona 24 horas.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta sexta-feira, 30, a Escola Estadual Major Alcides Rodrigues dos Santos comemora 30 anos de fundação. A equipe gestora da escola preparou uma programação diferenciada com momentos culturais, homenagens e entrega de premiações.

 

Toda a programação acontecerá no pátio da escola, a partir das 9h. Toda a comunidade escolar está convidada a prestigiar. Haverá homenagens a ex-gestores, funcionários e ex-alunos, entrega de placas de honra ao mérito, além do encerramento da gincana em alusão à data, iniciada na segunda-feira, 26.

 

A professora Ana Ilza Silva é gestora da escola e se sente muito agradecida pelos anos compartilhados com equipe e amigos porque, na sua infância, também foi aluna da escola. Para ela, o trabalho e respeito pela escola são combustíveis de sucesso.

 

“Em 1993 comecei como aluna e hoje respondo pela gestão. Uma escola que vem se destacando a cada ano no cenário roraimense, quando se fala em educação e comprometimento. Educação se faz com amor, dedicação e nossos profissionais, desde o começo, um ano antes, com a professora Ieda, vem se perpetuando a cada gestão”, disse Ana Ilza.

 

A ESCOLA

 

Fundada em março de 1992, a escola localizada no bairro Asa Branca, em Boa Vista, leva o nome do ex-prefeito da capital, que exerceu o mandato de 1980 a 1983. Alcides Rodrigues dos Santos era Major da Força Aérea Brasileira, e respondeu interinamente, por 21 vezes, pelo Governo do ex-território de Roraima, sendo responsável por importantes pavimentações de ruas e estradas da capital e do interior.

 

A instituição, que possui 70 servidores entre professores e colaboradores de apoio, atende a 420 alunos no Ensino Médio, desenvolve importantes projetos junto à comunidade, como o incentivo à leitura e à horta escolar, além do Festival da Matemática.

 

Avalie este item
(0 votos)

Incentivando melhorias no setor cacaueiro da Amazônia Legal, o Plano Inova Cacau 2030 promoveu nesta quarta-feira, 28, um workshop reunindo técnicos agrícolas, pesquisadores e produtores rurais do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Mato Grosso.

 

A iniciativa da Ceplac (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira) e da Esalq-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo) tem fomentado ações na produtividade do cacau com assistência técnica, crédito rural, associativismo e cooperativismo.

 

Para o engenheiro agrônomo e técnico da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Sousalem Bastos, o Plano Inova Cacau 2030 corrobora na qualidade e sustentabilidade da produção. “O programa estimula o melhoramento genético das espécies de cacau, melhora a resistência a pragas e doenças, além de capacitar o produtor em questões ambientais”, explicou.

 

Em Roraima, a produção de cacau está concentrada no município de Caroebe, especificamente na região da Vila Entre Rios, no Sul do Estado, onde foi criado o quinto pólo cacaueiro do Brasil implantado pela Ceplac, destacando 300 hectares. A iniciativa partiu do fórum da Agricultura Familiar junto com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

 

“Em Rorainópolis, São João da Baliza, São Luiz do Anauá e Caracaraí também estão sendo desenvolvidos pólos cacaueiros, elevando para 500 hectares a produção do Estado que é expandida a cada ano”, ressaltou Sousalem.

 

O titular da Seadi, Emerson Baú, reforçou a importância do Plano Inova Cacau 2030. “Roraima está iniciando nesta nova cultura no Estado. Nossas mudas e sementes ainda chegam do Pará e de Rondônia, e também enfrentamos dificuldades no manejo técnico, além da falta de informação para a evolução cacaueira. Com o plano, os produtores e técnicos agrícolas de Roraima estão evoluindo com a produção diante da pesquisa e tecnologia”, concluiu.

 

Avalie este item
(0 votos)

Depois de otimizar os serviços oferecidos no Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto, no município de Rorainópolis, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), conseguiu zerar a fila de procedimentos eletivos na especialidade de cirurgia geral. Foram 1.452 pessoas atendidas na unidade desde o início do ano.

 

A diretora do Hospital, Juliene Monauer, disse que a capacidade de atendimento na unidade aumentou e o quadro de especialistas também, sendo que hoje o centro cirúrgico conta com quatro salas, todas bem equipadas.

 

“Hoje temos condições físicas para realizar cirurgias de grande e médio portes. Diante disso, a demanda reprimida que vinha para Boa Vista já está sendo toda atendida em Rorainópolis. Hoje, o paciente que precisa de cirurgia de hérnia, vesícula e ortopedia e bucomaxilo consegue marcar o procedimento em uma semana. Não temos mais demanda reprimida de cirurgias gerais”, afirmou.

 

Ela também destacou as melhorias que estão sendo implementadas pelo Governo na unidade. "Estão em fase de instalação os equipamentos de tomografia e de mamografia. Os pacientes que necessitam de exames de alta complexidade, vão fazer na própria unidade, melhorando o fluxo de atendimento”, complementou.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, explica que além de retomar as cirurgias eletivas no Estado, a meta do Governo é proporcionar o máximo de atendimento.

 

“No que for possível, zeramos as filas. Estabelecemos e cumprimos uma meta de seis meses. No Sul do Estado elas estão zeradas e na Capital já estamos operando desde julho de 2022”, destacou.

 

 

PRIMEIRAS CIRURGIAS DE CATARATA NO SUL DE RORAIMA

 

Além de oferecer os atendimentos oftalmológicos, uma das propostas da gestão era realizar também as cirurgias de catarata aos pacientes do Sul de Roraima. O plano foi posto em prática pela Sesau na segunda-feira, dia 26, durante o Dia D do Projeto de Atenção Oftalmológica em Rorainópolis.

 

Na ocasião, foram realizadas as primeiras cirurgias de catarata por Facoemulsificação no Sul do Estado. Além da implementação do serviço, foram realizados 22 procedimentos cirúrgicos, sendo 14 pela manhã e oito na parte da tarde.

 

“Nós investimos no Sul do Estado para que essas pessoas não tenham que se deslocar e tenham acesso a um serviço de qualidade e na mesma proporção da Capital, com uma boa recuperação e no conforto do seu lar”, destacou Cecília Lorenzon.

 

Segundo a coordenadora do projeto, Cristiane Cordeiro, a intenção do projeto é oportunizar o tratamento evitando que as pessoas fiquem cegas e sejam prejudicadas na sua rotina diária.

 

“É um programa importante, porque a visão é o principal sentido que as pessoas precisam para estarem realizando suas atividades diárias. E trabalhar para reabilitar as pessoas e preparar a visão é algo fundamental para que tenham qualidade de vida e boa autoestima. Muitos pacientes saíram contentes e felizes porque já saíram do centro cirúrgico enxergando”, enfatizou.

 

 

O PROCEDIMENTO

 

A Facoemulsificação é um método moderno de cirurgia de catarata, no qual a lente interna do olho é emulsificada com uma peça de mão ultrassônica e aspirada pelo olho. Fluidos aspirados são substituídos por irrigação de solução salina equilibrada para manter a câmara anterior.

Avalie este item
(0 votos)

O dia 29 de setembro é celebrado como o Dia Mundial do Coração, data em que o setor da saúde promove medidas de prevenção das DCVs (Doenças Cardiovasculares), como o infarto do miocárdio e o acidente vascular encefálico, considerados as principais causas de morte no Brasil. O problema é comumente associado a uma série de fatores, dentre eles a hereditariedade, estresse elevado e sedentarismo.

 

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 300 mil pessoas sejam acometidas por algum tipo de DCV por ano, com destaque para os infartos e derrames. Em 30% dos casos, o paciente acaba não resistindo aos danos causados, evoluindo rapidamente ao óbito.

 

O coordenador do serviço de cardiologia do HC (Hospital das Clínicas Dr Wilson Franco Rodrigues), Leonardo Vasconcelos, explica que as DCVs são decorrentes de muitas doenças. “Então o Dia Mundial do Coração serve como um dia-símbolo de promoção para prevenir essas doenças. Elas não matam agudamente, mas trazem prejuízos para o corpo ao longo dos anos, e com isso aumenta as chances de exposição para essas enfermidades”, destacou.

 

De acordo com o especialista, os principais fatores de risco para eventos cardiovasculares são: hipertensão, diabetes, dislipidemia (níveis elevados de gordura no sangue), histórico familiar, estresse, tabagismo, obesidade, sedentarismo e doenças da tireoide. O uso de drogas ilícitas, como a cocaína, também pode levar ao infarto agudo do miocárdio.

 

“Se a gente trata essas doenças precocemente, as chances de o paciente evoluir bem, de não ter essas enfermidades, são altas. São problemas simples de tratar se os cuidados forem feitos no início”, completou.

 

INVESTIMENTOS

 

Visando melhorar os atendimentos e procedimentos voltados para o coração, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), reforçou o quantitativo de especialistas da área de cardiologia, que atualmente é de 22 médicos. 

 

A atual gestão também realizou a aquisição de equipamentos, dentre eles 12 aparelhos de anestesia com monitorização de agentes anestésicos; dois desfibriladores cardioversor, com funções adulto; 10 eletrocardiogramas; 54 monitores multiparâmetro, dois microscópios cirúrgicos, para uso em neurocirurgia no HGR; dois sistemas de cirurgias guiadas por imagens, neuronavegador e 30 desfibriladores, totalizando 114 equipamentos.

 

“O serviço de cardiologia passou por transformações nos últimos anos e conseguimos avançar no diagnóstico e tratamento, com exames de primeiro mundo. Fazemos cerca de 30 cateterismos cardíacos por mês, 15 angioplastias”, ressaltou Vasconcelos.

 

Em agosto foram iniciadas as cirurgias cardíacas de grande porte, o projeto piloto realizou 8 cirurgias e a proposta é aumentar para 16, além disso, foi estruturada uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) cardiológica com 10 leitos.

 

 

IMPORTÂNCIA DA DATA

Instituída pela Confederação Mundial do Coração (do inglês World Heart Federation), a data tem como principal marca a prestação de esclarecimentos sobre os cuidados com a saúde cardíaca, além da promoção de hábitos saudáveis, como manter uma boa alimentação e a prática de atividades físicas.

 

Todos esses cuidados são seguidos à risca pelo autônomo Giovane José Lira, de 43 anos. Ele recorreu ao serviço de ecocardiograma do HC para verificar como está o coração.

 

“Como prevenção fazemos os exames, tipo um check-up, de todo o seu sistema, como o coração, ver a pressão, fazer dieta também, se prevenir no peso, que eu acho que a maioria dos problemas cardíacos hoje é devido ao aumento de peso, uma má alimentação, falta de atividade física e também a idade”, disse.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Prestar um atendimento de qualidade para a população mais necessitada é uma das prioridades do Governo de Roraima. Por isso, a Sesau (Secretaria de Saúde) implantou o Consultório Odontológico Itinerante, unidade móvel que irá realizar atendimentos tanto na capital como no interior do Estado.

 

A ação, iniciada no mês de setembro, já resultou no atendimento de 100 pacientes.

 

“O ônibus é uma proposta anterior que foi consolidada nesta gestão. São atividades itinerantes que levamos para a população na mesma qualidade das unidades fixas, sem que as pessoas precisem se deslocar às vezes de um lugar distante. É mais um programa de saúde do Governo que está sendo implementado de forma permanente, em benefício ao público roraimense”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

Segundo a responsável técnica do consultório itinerante, Aline Amâncio, o objetivo é ofertar diversos procedimentos à população, priorizando um atendimento humanizado, e com capacidade de atender 120 pessoas por dia.

 

“A unidade comporta quatro cadeiras odontológicas, sendo que ela tem capacidade para atender diversos procedimentos como limpeza, raspagem, extração, restauração, aplicação de flúor, entre outros serviços. Conseguimos atender 120 pessoas entre manhã e tarde. E o que nós queremos priorizar é a atenção humanizada”, frisou.

 

O servidor público Celso Pires, morador do bairro Caranã, levou o filho para ser atendido no consultório odontológico, e ressaltou a qualidade do serviço.

 

“Ao entrar no ônibus a gente observa que o atendimento é de primeira qualidade, até mais do que outras clínicas particulares que pagamos e não têm uma especialização como a que tem aqui dentro. Quero parabenizar o Governo por essa iniciativa e por levar esse serviço para a gente”, destacou.

 

EQUIPE E EQUIPAMENTOS

 

Atualmente a equipe do consultório é composta por dentistas e auxiliares de saúde bucal, que realizam limpeza, raspagem, extração, restauração, aplicação de flúor, entre outros serviços.

 

Os equipamentos são os mais modernos. A estrutura possui isolamento térmico, estrutura elétrica moderna, sistema de nivelamento, estrutura hidráulica com acionamento semiautomático, climatização, rodo ar, quatro cadeiras odontológicas, acessibilidade para cadeirantes, refletor, unidade de água.

Avalie este item
(0 votos)

A Escola Estadual EMTI (de Ensino Médio Em Tempo Integral) José de Alencar, localizada no município de Rorainópolis realizou um projeto de incentivo à leitura entre seus estudantes, intitulado “Desafio Literário e o Pensamento do Jovem Contemporâneo da Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral José De Alencar”.

 

O objetivo do projeto é sensibilizar o educando na prática da leitura de obras literárias, na escrita de diversos gêneros textuais, interpretação textual, dramatização, competição individual e coletiva durante um bimestre letivo.

 

“Foram escolhidas três obras. O 1º ano ficou com a literatura roraimense, 2º e 3º anos com literatura nacional. Os alunos leem as obras e em seguida precisam produzir um gênero textual baseado no livro que é escolhido na hora a exemplo de uma das turmas que escreveram uma lenda.

 

Dentro da programação, os alunos tiveram o desafio interpretar, por meio de peças teatrais as obras que leram de autores como José Vilela, José de Alencar, e Rachel de Queiroz, além de participarem de um jogo de perguntas e respostas também baseado nas obras lidas e construir um documentário e um vídeo publicitário de incentivo a leitura.

 

 Cada atividade tem uma pontuação diferente. Para avaliar os alunos, são convidados professores formados em letras para serem os jurados. A equipe que obter as melhores notas, sagra-se campeã.

 

As equipes do 1º, 2º e 3º anos receberam como prêmio pelo seu desempenho nas provas literárias um dia de lazer no Parque Aquático Aquamak. Os alunos contemplados farão o passeio nesta sexta-feira, 30.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Escola Estadual EMTI (de Ensino Médio Em Tempo Integral) José de Alencar, localizada no município de Rorainópolis realizou um projeto de incentivo à leitura entre seus estudantes, intitulado “Desafio Literário e o Pensamento do Jovem Contemporâneo da Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral José De Alencar”.

 

O objetivo do projeto é sensibilizar o educando na prática da leitura de obras literárias, na escrita de diversos gêneros textuais, interpretação textual, dramatização, competição individual e coletiva durante um bimestre letivo.

 

“Foram escolhidas três obras. O 1º ano ficou com a literatura roraimense, 2º e 3º anos com literatura nacional. Os alunos leem as obras e em seguida precisam produzir um gênero textual baseado no livro que é escolhido na hora a exemplo de uma das turmas que escreveram uma lenda.

 

Dentro da programação, os alunos tiveram o desafio interpretar, por meio de peças teatrais as obras que leram de autores como José Vilela, José de Alencar, e Rachel de Queiroz, além de participarem de um jogo de perguntas e respostas também baseado nas obras lidas e construir um documentário e um vídeo publicitário de incentivo a leitura.

 

 Cada atividade tem uma pontuação diferente. Para avaliar os alunos, são convidados professores formados em letras para serem os jurados. A equipe que obter as melhores notas, sagra-se campeã.

 

As equipes do 1º, 2º e 3º anos receberam como prêmio pelo seu desempenho nas provas literárias um dia de lazer no Parque Aquático Aquamak. Os alunos contemplados farão o passeio nesta sexta-feira, 30.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) vai inaugurar mais uma agência descentralizada. A nova unidade está localizada no Centro de Atendimento Social (CAS) Vila Jardim na Rua James Meirelles Sobreiro Júnior, 33, Cidade Satélite.

 

A inauguração será às 9h30 desta quinta-feira, 29. A nova unidade funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

 

Serão disponibilizados serviços referentes à CNH (Carteira Nacional de Habilitação), veículos, infrações, emissão de taxas, consultas, emissão de CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos), biometria, transferência de propriedade de veículo, agendamento de vistoria, entrega de documentos, entre outros atendimentos.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, garantiu que com a nova agência, o acesso aos serviços prestados pelo órgão ficará mais fácil para a população do Cidade Satélite e bairros adjacentes.

 

“Esta é a quinta unidade que temos na capital que facilita a vida do cidadão de Boa Vista por descentralizar e aumentar o alcance do Detran. É mais comodidade para a população que precisa resolver alguma questão no órgão ou tirar dúvidas sobre o processo da CNH e outros serviços”, declarou o presidente.

 

OUTRAS UNIDADES

 

O Detran-RR agora conta com cinco agências descentralizadas em funcionamento. Confira o endereço:

 

  • Casa do Cidadão - Rua Izidio Galdino da Silva, 2.469, bairro Senador Hélio Campos. Atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

 

  • Shoppings Garden (bairro Caçari) e no Pátio (bairro Cauamé). Atende de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h.

 

  • Bairro Raiar do Sol - Rua Três Marias, 139. Atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Funciona em uma sala da empresa W.R. Leilões.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Seguindo com a política de valorização do servidor público, marca da atual gestão, o Governo de Roraima vai efetuar o pagamento de R$ 10 milhões referentes a retroativos de verbas rescisórias e RRA (Rendimento Recebido Acumuladamente), a professores e servidores técnicos do quadro efetivo da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

O anúncio foi feito pelo secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, na tarde desta terça-feira, 27, na sede do Sinter (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Roraima), onde foi protocolada a lista com o nome de 1.086 servidores ativos que serão contemplados.

 

Esses pagamentos são devidos desde o ano de 2007 e são valores retroativos referentes a abono de permanência, adicional de insalubridade e penosidade, salário família, verbas rescisórias sobre exoneração, indenização à gestante, licença prêmio em pecúnia, dias trabalhados, férias, e gratificação natalina.

 

“O governador Antonio Denarium vem cumprindo uma política de valorização dos servidores porque respeita e reconhece os direitos de cada um. Recentemente pagamos o quinto lote de progressões verticais. Somados todos os lotes foram mais de R$ 25 milhões em progressões. Agora mais uma dívida está sendo quitada com os profissionais da Educação, tudo isso graças ao equilíbrio econômico que o Estado alcançou”, enfatizou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

Os professores receberão valores referente ao RRA, relacionados à abono de férias, abono de faltas, abono pró-funcionário, gratificação natalina, adicionais de interiorização, qualificação e de substituição, vencimentos comissionados, GID e GIDAE, além de diferença de enquadramentos.

 

“São direitos dos servidores que por motivos diversos deixaram de ser efetivados em gestões anteriores. São demandas antigas que há muito tempo éramos cobrados diariamente no departamento. Agora, mais um débito será saldado e os servidores terão seus direitos garantidos”, destacou a diretora do Departamento de Recursos Humanos da Seed, Nilza Chaves.

 

A previsão é que o pagamento esteja na conta dos servidores na próxima terça-feira, dia 4. A listagem completa dos contemplados está disponível para consulta no Sinter.

 

 

VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES

 

Até o momento já foram pagos R$ 26,5 milhões em retroativos de progressões verticais para 2.051 professores. São valores devidos desde 2008.

 

Em novembro de 2021, o Governo de Roraima pagou R$ 5 milhões para 817 professores. Em março deste ano, foram pagos mais R$ 7 milhões para 278 professores. Em maio, no terceiro lote, foram mais R$ 4,9 milhões beneficiando 418 docentes.

 

Em julho, foram beneficiados mais 231 professores com o pagamento de R$ 4 milhões em progressões. E em agosto, o quinto lote de R$ 5,5 milhões contemplou 307 professores.

 

REAJUSTE

 

Além disso, no pagamento do mês de março de 2022, os professores e os demais servidores do Estado foram contemplados com um reajuste linear de 11%, o maior da história de Roraima. O reajuste salarial não ocorria desde 2016.

 

Com diálogo sempre aberto junto à categoria dos professores, além do reajuste salarial de 11%, o governador Denarium autorizou a criação de um Projeto de Lei para adequação do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remunerações) dos professores em um percentual de 10%, que somados ao reajuste de 11% totalizaram 21% de acréscimo para a categoria.

 

ABONO PECUNIÁRIO

 

Em dezembro de 2021, todos os servidores da educação (professores, servidores administrativos, porteiros, merendeiros) foram contemplados com um abono pecuniário no valor de R$ 6 mil.

 

Além disso, no mesmo ano, foi pago R$ 600 mil em retroativos para 46 servidores aposentados e R$ 960 mil em verbas rescisórias para 235 servidores.

 

Avalie este item
(1 Votar)

A população agora tem dois ambientes totalmente revitalizados pelo Governo do Estado. Na noite desta terça-feira, dia 27, foram entregues revitalizadas a Praça Interativa José Renato Hadad, conhecida popularmente como Praça das Fontes, e a piscina olímpica, localizadas no complexo de esporte e lazer do Ginásio Totozão.

 

Desativada há dez anos, a Praça das Fontes passou por completa revitalização, e agora conta com iluminação em LED composta por 280 refletores que mudam de cor e com uma estrutura totalmente modernizada, incluindo mesa de controle para garantir a utilização segura do espaço.

 

“É um momento de felicidade ver entregar hoje esse trabalho do Governo de Roraima no parque interativo. É uma alegria ver esse momento de resgate da nossa juventude, de pessoas que desfrutaram desse espaço e hoje são pais e mães que vão trazer suas famílias. E esse é só o pontapé inicial de muitas obras que serão inauguradas aqui no Parque Anauá que contemplam a inclusão de pessoas com deficiência”, ressaltou a Secretária de Promoção, Desenvolvimento e Inclusão Social, Simone Denarium. 

 

O espaço é administrado pela secretaria de educação e desporto. Segundo o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, será feito um cronograma para que a população possa usufruir do espaço tendo mais uma opção de lazer e descontração.

 

“O mérito é do Governo do Estado que sempre executou obras e ações que garantem o bem-estar da população roraimense. Enquanto equipe, nós temos feito o melhor e seguido as orientações para que esse trabalho seja efetivo e benéfico para o Estado. Por isso agradecemos e felicitamos a todos pela inauguração do nosso parque interativo”, ressaltou o secretário.

 

O PARQUE

 

O local tem 10 mil metros quadrados, onde foram colocados três mil metros de grama, nova grade, nova pintura, as bombas injetoras foram substituídas, também foram implantados inversores de frequência para as águas se movimentarem e substituição da pavimentação molhada.

 

De acordo com o titular da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Emerson de Paula, a ação faz parte do programa “Aqui Tem Obra”, que visa recuperar os prédios públicos do Estado. Foram investidos cerca de R$ 5 milhões com recursos próprios do Governo para garantir a revitalização total da praça e da piscina olímpica.

 

“Hoje é uma data especial, pois estamos entregando essa praça que estava desativada e a piscina, que não estava sendo usada. Graças ao apoio e preocupação do Governo, foram destinados recursos para a revitalização desse espaço, e hoje temos o prazer de entregar uma etapa do trabalho no Parque Anauá que inclusive vai receber outras obras para a população”, enfatizou.

 

População agradece pela recuperação do espaço público

 

Foi com muita emoção que centenas de pessoas acompanharam a entrega da Praça nesta terça-feira, 26, e muitos aproveitaram para se refrescar. A autônoma Carmina Matias, 41 anos, trouxe a filha para conhecer a praça em que ela também aproveitou no passado. 

 

“É maravilhoso estar aqui depois de anos. Só tenho a agradecer ao Governo por resgatar essa praça linda principalmente nesse verão, então só tenho a elogiar essa iniciativa”, disse.

 

A professora Laiane Abreu, 30 anos, também compareceu e matou a saudade dos tempos de criança. “Achei muito bacana essa iniciativa e quero dizer que a gestão está de parabéns, pois era muito necessário ter esse espaço de volta, principalmente para as crianças”, agradeceu.

 

A advogada Valessa Tabosa, 37 anos, não perdeu tempo. Compareceu e acompanhou tudo de perto.  “Foi uma excelente iniciativa do Governo em restaurar esse local maravilhoso e resgatar memórias como as que vivemos aqui. Na minha época eu aproveitei muito essa praça, e hoje estou trazendo a minha filha para aproveitar também. É uma maravilha”, ressaltou.

 

Os filhos de José Renato Hadad, que dá nome à praça, também se emocionaram.

 

“É uma satisfação ver o reconhecimento ao nome do meu pai e principalmente de ver a população tendo o benefício de usufruir desse espaço tão maravilhoso”,  salientou Marco Antonio Bartholomew de Oliveira Hadad.

 

“Eu não tenho palavras para agradecer a homenagem que foi feita ao meu pai e hoje ver esse espaço funcionando novamente me deixa muito emocionada”, acrescentou Julia de Oliveira Hadad.

 

REFORMA DO PARQUE ANAUÁ E DO TOTOZÃO

 

A reforma do Parque Anauá conta com emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus, com investimento no valor de R$ 14 milhões, e é dividida em duas etapas.

 

A primeira etapa da obra do complexo poliesportivo do Parque Anauá foi concluída. O projeto compreende uma lanchonete, duas quadras poliesportivas cobertas, um campo de futebol society, uma pista pavimentada para cooper, um relógio solar em granito, além da urbanização do local.

 

A segunda etapa contempla um campo de futebol gramado com sistema de irrigação e drenagem, reforma da escola de música e construção de um novo museu. Além disso, serão construídas quadras de vôlei e de tênis, pista de atletismo e kartódromos no Ginásio Totozão.

 

“O nosso objetivo é atender a preocupação do Governo do Estado e tornar o Parque Anauá o primeiro inclusivo do Brasil”, acrescentou o titular da Seinf, Emerson de Paula.

Avalie este item
(1 Votar)

A comunidade escolar do bairro Pintolândia, em Boa Vista, está em festa com a revitalização e entrega da Escola Estadual Maria Raimunda Mota de Andrade foi entregue na tarde desta terça-feira, 27. A instituição estava funcionando em formato remoto há três anos, por conta da pandemia de Covid-19.

 

Devido à estrutura e mobiliários antigos, a escola precisou passar por uma manutenção intensiva para melhor acolhimento e ensino aos alunos.

 

Francisca Gomes é avó de Jó Emanuel de 12 anos, um aluno autista, muito atuante na escola. Ele não vê a hora de voltar para a escola e a avó mais ainda, porque agora tem um lugar adequado para levar o filho para aprender.

 

“Eu estou achando a escola muito linda. Conheço o lugar há muitos anos e acompanhei essa transformação feita pelo Governo. Agora tem mobília nova, central de ar, janela de vidro, um refeitório muito lindo. Estou muito feliz porque meu neto também vai ficar muito feliz em estudar aqui”, disse Francisca.

 

CARA NOVA

 

A escola foi criada em fevereiro de 2000 e a última manutenção na unidade de ensino ocorreu em 2015. Desta vez, a escola recebeu revitalização total incluindo a parte elétrica, hidráulica e pintura. O investimento é do Tesouro Estadual e na ordem de R$ 1.871.378,48.

 

Entre os mobiliários novos que a escola recebeu estão 250 carteiras escolares, 15 kits refeitório, 30 armários, 20 centrais de ar, 20 cadeiras para professor, além de freezer, geladeira, dois bebedouros, fogão, utensílios para copa e cozinha, 15 quadros brancos, uma smart TV e um projetor.

 

A Escola Vovó Mundica, como é conhecida pela comunidade escolar, atende a 578 estudantes no Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e conta com 32 professores. As aulas iniciam em formato presencial, nesta quarta-feira, 28.

 

Investimentos da gestão na recuperação de prédios escolares

 

O Governo de Roraima vem investindo na reestruturação de prédios escolares. Até o momento, já foram reinauguradas 38 escolas em todo o Estado, entregues revitalizadas e mobiliadas.

 

Na Capital, das 17 escolas que passam por manutenção, dez já foram entregues para a comunidade escolar.

 

O investimento com a revitalização é de R$ 9 milhões do Tesouro Estadual, beneficiando mais de 6.800 estudantes com ambientes revitalizados, equipados e propícios para o desenvolvimento do processo educacional.

 

Avalie este item
(1 Votar)

A Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) entregou ao TRE-RR (Tribunal Regional Eleitoral de Roraima) a lista com a relação de 174 reeducandos aptos a votar em Roraima neste domingo, 2 de outubro, nas eleições de 2022.

 

As regras para a instalação das urnas nas unidades prisionais foram definidas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). De acordo com a Sejuc, seria possível abrir uma sessão eleitoral somente com 20 ou mais eleitores.

 

Conforme o secretário da pasta, André Fernandes, são 144 reeducandos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo e 30 da Cadeia Pública Masculina de Boa Vista. As demais unidades tiveram número de interessados abaixo do estabelecido.

 

“Nós fomos dentro das unidades, selecionamos todos os presos provisórios e perguntamos quem gostaria de votar. Aqueles que manifestaram interesse vão ter o direito de exercer o voto”, afirmou.

 

O protocolo segue os critérios baseados no artigo 15º da Constituição Federal de 1988, onde diz que é vedada a cassação de direitos políticos de qualquer cidadão, salvas as exceções dos casos de cancelamento da naturalização por sentença transitada em julgado; condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos; incapacidade civil absoluta e improbidade administrativa.

 

SEGURANÇA E LOGÍSTICA

 

A previsão de início para a votação segue conforme o horário já definido pelo TRE-RR, que, considerando o horário de Brasília, ocorrerá das 7h às 16h em Roraima. No dia do pleito, a Sejuc deverá montar uma força tarefa de segurança para garantir a tranquilidade na votação.

 

“Vamos ter um sistema especial de segurança com vários agentes reforçando o transporte das urnas. Inclusive, nós vamos recebê-las do TRE com antecedência e teremos um esquema de segurança para levá-las até às unidades, recolhê-las e entregá-las ao tribunal no dia”, revelou.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Como previsto no cronograma, os gabaritos oficiais e preliminares das provas objetivas do concurso da PCRR (Polícia Civil de Roraima) que foram aplicadas nos dias 24 e 25 de setembro de 2022 estão disponíveis no site da Fundação Vunesp.

 

O diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, lembrou que os candidatos que fizeram as provas para os cargos de delegado, perito criminal e agente de polícia já podem interpor recurso contra o gabarito.

 

“Esse recurso pode ser feito também pelo site da Vunesp, das 8h de quarta [28 de setembro] até exatamente 23h59 de sexta-feira [30 de setembro]. Lembrando que é no horário de Brasília”, alertou Santana.

 

PRÓXIMAS PROVAS

 

O concurso para o provimento de vagas na PCRR segue com novas provas previstas para novembro deste ano.

 

Na manhã do dia 5 de novembro (sábado), serão aplicados exames de caráter objetivo e discursivo para os candidatos aos cargos de médico-legista, odontolegista e perito criminal. Ainda neste dia, pelo período da tarde, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de perito papiloscopista.

 

No dia 6 de novembro (domingo), será aplicada a prova objetiva para os concorrentes às vagas de auxiliar de necrópsia no período da manhã. Já na tarde do dia 6 de novembro, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de escrivão.

Avalie este item
(1 Votar)

A CET-RR (Central Estadual de Transplantes de Roraima) iniciou nesta segunda-feira, 26, um ciclo de palestras para sensibilizar a população sobre a importância da doação de órgãos e de como os profissionais da medicina podem agir em situações de morte encefálica. A iniciativa faz parte da programação do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), alusiva à campanha do Setembro Verde.

 

Nesta terça-feira, 27, haverá uma palestra sobre o tema no Centro Universitário Estácio da Amazônia, a partir das 19h, no auditório da instituição, que fica localizada na rua Jornalista Humberto Silva, 308, bairro União. O evento é aberto ao público.

 

A primeira discussão com a comunidade acadêmica foi promovida na UFRR (Universidade Federal de Roraima) na segunda-feira.

 

De acordo com a coordenadora da CET-RR, Patrícia Renovato, o ciclo está sendo voltado para a comunidade acadêmica e profissionais da área de medicina.

 

“A CET optou por estar realizando essas palestras com os alunos do 5º e 6º ano de medicina por estarem em estágio nas unidades hospitalares. A intenção [da atividade] é que eles tenham o conhecimento do que é a morte encefálica, para estarem atuando da forma correta diante desse tipo de situação”, afirmou.

 

Cursando o quinto ano de medicina da UFRR, Leonardo Aguiar, de 24 anos, aproveitou a palestra para tirar dúvidas e destacar alguns pontos interessantes que serão relevantes para a sua vida profissional. “Os direitos da família e do paciente devem ser respeitados, e essa parte o curso está abordando muito bem pois estão nos ajudando a ter essa noção sobre como se comportar frente a essa situação”, destacou.

 

A programação sobre o Setembro Verde será encerrada nesta sexta-feira, 30, às 17h, com uma panfletagem na Orla Taumanan, no Centro de Boa Vista. A iniciativa é da Astras (Associação de Transplantados e Amigos de Roraima), tendo o HGR como entidade apoiadora.

 

SOBRE A CET-RR

 

Inaugurada no Estado em 2015, a Central Estadual de Transplantes de Roraima está conectada aos CETs de todo o país. Como o Estado não realiza as cirurgias de transplantes, a unidade funciona como unidade de captação de possíveis doadores, a partir da autorização dos familiares.

 

Com o consentimento da família, uma equipe cirúrgica de outro estado vem ao Estado para fazer a captação no Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento.  Os órgãos são ofertados na Central Nacional, para que um receptor seja beneficiado.

 

Em 2018, foi efetuada a primeira captação de órgãos no Estado e outras cinco captações foram realizadas ao longo de quatro anos.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sefaz (Secretaria da Fazenda), antecipou para esta
quarta-feira, dia 28, o pagamento do salário dos servidores estaduais, das
administrações direta e indireta, referente ao mês de setembro. Com a medida, serão
injetados pouco mais de R$ 236 milhões na economia local.

De acordo com o calendário instituído pelo Governo no início do ano, o pagamento do
salário estava marcado para ser feito no dia 29, próxima quinta-feira. A antecipação foi
anunciada pelo governador Antonio Denarium na segunda-feira, dia 26.

O secretário adjunto da Fazenda, Manoel Sueide Freitas, destacou que o pagamento
dos servidores em dia tem sido uma política da atual gestão, como forma de valorizar
quem faz a máquina do Estado funcionar.

“Com uma gestão séria e eficiente, o Governo conseguiu tirar o Estado do caos
financeiro que encontrou em 2018 e equilibrar todas as contas públicas, sanando dívidas
de gestões anteriores, pagando em dia os fornecedores, fazendo os repasses
constitucionais rigorosamente em dia e pagando o salário dos servidores dentro do mês
trabalhado, coisa que não acontecia em outras gestões”, pontuou o secretário.

O secretário adjunto do Tesouro, Valdeildo Paiva de Menezes, informou que a equipe da
Segad [Secretaria de Gestão e Administração] está finalizando o fechamento da Folha
de Pagamento, e ainda nesta terça-feira, dia 27, será encaminhada para o banco.

“Nossas equipes da Segad e da Sefaz iniciaram os trabalhos para garantir que o
pagamento esteja creditado na conta de todos os servidores no início da manhã desta
quarta-feira”, complementou.

 
Avalie este item
(1 Votar)

A 44ª Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa terá início no próximo sábado, 1º, e se encerrará no dia 31 de outubro. O Governo do Estado, por meio da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), já mobilizou todos os técnicos, lojistas e produtores rurais para realizar o trabalho de imunização do rebanho roraimense. A meta é vacinar cerca de 450 mil animais de zero a 24 meses.

 

 

Os produtores devem ficar atentos para a atualização dos dados cadastrais. A retirada da vacina está prevista para o final de 2023, prazo que ainda será confirmado pelos integrantes do Bloco 2, composto por Roraima, Amazonas, Amapá e Pará.

 

 

Com a retirada da cadeia produtiva da carne bovina desses Estados, haverá vários benefícios, como a diminuição de custos, possibilidade de novos mercados, trabalho e desgaste no manejo dos animais.

 

“Em contrapartida aumentará também a responsabilidade de todos os envolvidos a fim de reforçar os cuidados com o rebanho, que precisa estar sempre sendo monitorado em ações constantes de prevenção”, explicou a diretora de Defesa Animal da Aderr, Erika Paracat.

 

A retirada da vacinação também vai proporcionar maior lucratividade para o produtor rural do Estado, além de ratificar a Defesa sanitária de Roraima como capaz de manter o status de área livre de febre aftosa sem vacinação.

 

Rebanho de bois e búfalos em Roraima ultrapassa 1 milhão de cabeças

 

Roraima chega a 1.000.879 (um milhão oitocentos e setenta e nove) animais entre bovinos e bubalinos. Os números vêm aumentando nos dois últimos anos, reflexo direto das ações que vêm sendo implantadas pelo Governo de Roraima.

 

A retirada da vacina vai possibilitar a abertura do mercado de carnes no chamado “circuito não aftósico”, onde a exportação chega à casa dos bilhões de Reais.

 

“Nosso rebanho cresceu, o que é muito importante para a economia de Roraima. Vamos realizar mais uma campanha para reforçar a luta contra a febre aftosa. Precisamos do envolvimento de todos, desde o produtor rural, comerciantes e técnicos da Aderr, para continuarmos com uma alta cobertura vacinal e conquistarmos nosso objetivo maior, que é consolidar cada vez mais nossa área como livre da doença por meio da vacinação e assegurar a sanidade desses animais”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

 

NOTIFICAÇÃO

 

O produtor tem até o dia 15 de novembro para fazer a notificação de vacinação junto à Aderr. Para isso, basta apresentar as notas fiscais da vacina e os dados do rebanho, que inclui sexo e idade dos animais. “Mas a partir do momento que vacinar, o produtor já pode fazer a declaração, não deixando para a última hora,” ressaltou o presidente da Aderr, Marcelo Parisi.

 

Ele lembrou que é importante o produtor rural preparar seus animais para receber a vacinação e ficar atento para a atualização dos dados cadastrais.

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

Única unidade de captação de sangue do Estado, o Hemoraima completou 30 anos de fundação no dia 24 de setembro. Responsável por atender às demandas da rede hospitalar pública e privada de Roraima, o trabalho realizado pelo centro resulta no resguardo de várias vidas.

 

De janeiro até o dia 23 de setembro deste ano, o Hemocentro alcançou a marca de 12.223 mil doadores, além de 352 doadores de medula óssea. Para a direção do órgão, estes são números considerados positivos, pois a unidade vem retomando a rotina de trabalho que havia sido impactada pela pandemia da covid-19.

 

“A nossa comemoração de 30 anos foi no último sábado, 24, através de campanhas extraordinárias em parceria com a Unama [Universidade da Amazônia] e Moto Clube Insano, além da realização de palestras na Ceterr”, destacou a diretora da unidade, Patrícia Veríssimo.

 

De acordo com Patrícia, o Hemoraima é responsável pelo processamento e distribuição de sangue em todo o Estado para a realização de procedimentos hemoterápicos, o que, além da captação, torna a unidade também uma referência no tratamento de pacientes com doenças do sangue.

 

Para atender e acolher os doadores e pacientes hematológicos, a unidade dispõe de 130 funcionários que estão distribuídos entre setores de captação, coleta de sangue, Redome (Registro de Doadores de Medula), triagem hematológica e clínica.

 

“Frisamos a importância do nosso Hemocentro, que é sempre acionado quando há a necessidade de atender pacientes com doenças hematológicas. E também aqueles que precisam fazer cirurgias, sejam eletivas ou de emergência”, ressaltou a diretora.

 

Por incentivo do irmão, Tony Pan resolveu doar sangue pela primeira vez. Ele ressalta que tal gesto ajuda a salvar muitas vidas.

 

“Sempre tive vontade de doar mas nunca conseguia. Então como hoje meu irmão veio doar, vim junto com ele. Acho importante incentivar a doação, porque pode fazer a diferença na vida de alguém”, completou.

 

QUEM PODE DOAR

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo dez minutos.

 

“Você que já é doador de sangue e está em tempo de doar novamente, ou você que não é doador de sangue, mas sente a vontade de se tornar um, venha até o Hemoraima, pois todos os nossos estoques estão baixos, e a importância disso é que você estará fazendo o bem e salvando vidas”, completou.

 

ENDEREÇO

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima zerou, nesta segunda-feira, 26, a fila de espera por cirurgias de cataratas no município de Rorainópolis. Foram realizados 23 procedimentos cirúrgicos, sendo 15 pela manhã e oito na parte da tarde.

 

O atendimento aos pacientes que aguardavam as cirurgias ocorreu durante todo o dia, no Centro Estadual de Especialidades Médicas, no Hospital Ottomar de Souza Pinto.

 

Somente esse ano de 2022, o número de pacientes atendidos na especialidade ultrapassou as 1.720 intervenções. Desde que foram retomadas, no mês de março até setembro, o Estado realizou em média 240 atendimentos.

 

A iniciativa é um compromisso e realização do Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde) em zerar as filas e acabar com as internações nas unidades de saúde do Estado.

 

“O Governo zerou a fila das cirurgias em Rorainópolis em um esforço um de diminuir filas e internações investindo ainda nos exames e consultas para a população”, disse o governador Antonio Denarium.

 

CATARATA

 

A característica mais comum da doença ocorre lentamente ao longo dos anos. Entre os sintomas, é possível destacar a visão embaçada, como se a pessoa estivesse olhando por um vidro opaco.

 

Outro ponto importante a ser destacado é a interferência nas atividades normais do indivíduo, o cristalino embaçado pode ser substituído por lentes artificiais transparentes. Segundo os especialistas este geralmente é um procedimento ambulatorial seguro.

 

De acordo com a médica oftalmológica, Cristiane Cordeiro, a Catarata se apresenta nas pessoas com o envelhecimento. “A catarata é uma doença decorrente principalmente do envelhecimento. Todos aqueles que viverem bastante serão acometidos por essa doença, e o quanto antes puderem operar e corrigida, melhor para o paciente”, explicou.

 

Ainda de acordo com Cristiane, a intenção do projeto é oportunizar o tratamento evitando que as pessoas fiquem cegas e sejam prejudicadas na sua rotina diária.

 

“É um programa importante, porque a visão é o principal sentido que as pessoas precisam para estarem realizando suas atividades diárias. E trabalhar para reabilitar as pessoas e preparar a visão é algo fundamental para que tenham qualidade de vida e boa autoestima. Muitos pacientes saíram contentes e felizes porque já saíram do centro cirúrgico enxergando”, enfatizou.

Avalie este item
(1 Votar)

A comitiva de saúde da RAMI (Rede de Atenção Materno Infantil) visitou Pacaraima, município da região Norte de Roraima, para definir ações estratégicas na implantação do projeto nas unidades do Estado.

 

Realizada no último dia 22, a comitiva é formada pela Sesau (Secretaria de Saúde), Hospital Israelita Albert Einstein, Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena).

 

“O objetivo dessa visita é elaborar um planejamento estratégico para a implementação da Rede de Atenção Materno Infantil no estado, para garantir o pré-natal e parto seguro, levando em consideração a população indígena e Venezuela”, afirmou a coordenadora geral da Atenção Básica da Sesau, Helena Castelo Branco.

 

A RAMI assume essas ações que antes pertenciam a Rede Cegonha, uma estratégia do MS (Ministério da Saúde) que trabalha uma cadeia de cuidados para gestantes e puérperas.

 

De forma mais estruturada, a iniciativa garante às mulheres uma série de benefícios, dentre eles o direito ao planejamento familiar, à atenção segura, qualificada e humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

 

As primeiras ações do RAMI foram realizadas no dia 14, com a realização de oficinas para conselheiros de saúde, gestores e profissionais que atuam em unidades de saúde dos municípios e do Estado.

 

Além da Sesau, Albert Einstein, Fiocruz e Sesai, a comitiva também conta com as presenças do CES-RR (Conselho Estadual de Saúde de Roraima), ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), UNFPA (Fundação da População das Nações Unidas) e Operação Acolhida.

 

“Após diálogo com os gestores do município e corpo técnico da secretaria municipal de saúde, nós acolhemos as demandas e voltamos com a missão de elaborar um planejamento estratégico para enfrentar as dificuldades que foram mostradas”, pontuou Helena.

 

Avalie este item
(0 votos)

Reforçando as atividades desenvolvidas pela rede estadual de saúde, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), deu início nesta segunda-feira, 26, ao repasse de computadores para unidades do interior do Estado.

 

Os primeiros contemplados com a iniciativa foram os municípios de Mucajaí e Iracema. Os equipamentos foram adquiridos por meio de recurso do próprio Governo do Estado, com a junção de emendas parlamentares.

 

“É uma iniciativa que nos enche de orgulho, pois é mais um compromisso que o Governo cumpre em prol da população. Esses equipamentos vão ajudar a dinamizar os serviços que são realizados pela saúde, através da Sesau”, destacou a coordenadora geral de Urgência e Emergência da pasta, Adélia Bonfim.

 

Para esta terça-feira, 27, serão entregues equipamentos para o município de Caracaraí, e os municípios do Sul do Estado serão atendidos até o fim da semana.

 

“Vale destacar que além de computadores, a Sesau também está fazendo a entrega de nobreaks para algumas unidades e toda a instalação desses equipamentos está sendo feita pelo nosso DTI [Departamento de Tecnologia da Informação]”, completou a coordenadora da CGUE.

 

CONFIRA A LISTA DE UNIDADES CONTEMPLADAS:

 

- Hospital Estadual Vereador José Guedes Catão (Mucajaí)

Quantitativo: quatro computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 26 de setembro;

 

- Unidade Mista Irmã Camila (Iracema)

Quantitativo: dez computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 26 de setembro;

 

- Hospital de Caracaraí Irmã Aquilina (Caracaraí)

Quantitativo: três computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 27 de setembro;

 

- Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto (Rorainópolis)

Quantitativo: 28 computadores e quatro nobreaks

Previsão de Entrega e Instalação: 28 de setembro;

 

- Hospital Francisco Ricardo Macêdo (São Luiz)

Quantitativo: sete computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 29 de setembro;

 

- Unidade Mista de São João da Baliza (São João da Baliza)

Quantitativo: seis computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 29 e 30 de setembro;

 

- Unidade Mista de Caroebe (Caroebe)

Quantitativo: dois computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 30 de setembro;

 

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), reforça a oferta de serviços de saúde para usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) que residem tanto na capital quanto nos municípios do interior e áreas indígenas do Estado.

 

Graças a ações da Saúde Itinerante, na sexta-feira, 23, a população do município de Mucajaí teve a oportunidade de acessar, de forma direta, serviços de oftalmologia e cardiologia.

 

“Foram cerca de 240 atendimentos realizados no decorrer do dia, reafirmando o compromisso do Governo do Estado de estar cada vez mais próximo da população”, destacou o coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante) da Sesau, Rafael Sena.

 

DSEI LESTE

 

Na sexta-feira, além de Mucajaí, a equipe da Saúde Itinerante atendeu ainda o público da Casai (Casa de Apoio à Saúde Indígena) do Dsei Leste (Distrito Sanitário Especial Indígena do Leste), levando serviços para indígenas graças a uma parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

 

Na ocasião, foram oferecidas as especialidades de ginecológico e pediátrico, resultando assim em mais 200 atendimentos.

 

"Agradecemos a esta parceria da Sesau, que foi de suma importância os atendimentos aos nossos povos indígenas que se encontram internados aguardando consultas e retorno para as suas comunidades”, enfatizou a enfermeira da coordenação da Casai Leste, Nonata de Souza.

 

Avalie este item
(1 Votar)

A equipe do Censo Escolar 2022 da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) iniciou uma nova etapa no sistema EducaCenso. A coleta de dados encerrou em agosto, agora as escolas têm até o dia 18 de outubro para conferir, confirmar e retificar dados junto ao sistema.

 

Esta é a última oportunidade para realizar alterações nos dados declarados. 

 

“Chamamos a atenção de todos os atores envolvidos no Censo Escolar da Educação Básica. Neste período, devemos estar atentos para verificar se todas as informações conferem ou se precisa retificar alguma informação. A equipe da Coordenação Estadual, está na Seed à disposição dos profissionais que precisarem de qualquer orientação”, salientou a coordenadora do censo escolar, Rosalete Saldanha.

 

Neste período, as escolas também podem complementar informações que não tenham conseguido declarar no período de coleta, desde que estes dados sejam referentes ao censo de 2022.

 

DATA DE REFERÊNCIA

 

De acordo com a Portaria nº 264 de 26 de março de 2007, a última quarta-feira do mês de maio é sinalizada como a data de referência do Censo Escolar. Logo, para o ano de 2022, esta data é o dia 25 de maio. Todas as informações declaradas ao sistema EducaCenso devem retratar as informações baseando-se nesta data.

 

CENSO ESCOLAR

 

A maior pesquisa educacional do Brasil começou no dia 25 de maio e finalizou o período de coleta no dia 1º de agosto. Em Roraima, 100% das Escolas finalizaram o censo antes do encerramento do prazo.

 

O Censo é coordenado nacionalmente pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação, com a participação de escolas públicas e privadas.

 

Em 2021, o Estado de Roraima registrou a matrícula de 77.313 estudantes em 346 escolas.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Caer (Companhia de Águas e Esgoto de Roraima) inicia, nesta terça-feira, 27, a construção do sistema de água do bairro Pedra Pintada, zona leste da capital.

 

 

O investimento é de R$ 8 milhões e vai beneficiar mais de 14 mil pessoas que moram no Pedra Pintada e no Said Salomão.

 

 

O novo sistema inclui a perfuração de dois poços tubulares profundos, uma estação de tratamento de água, um reservatório elevado de 300 m³, um reservatório apoiado de 600 m³, além de uma subestação aérea trifásica e uma casa de química, que serão instaladas no terreno onde ficará o CRD (Centro de Reservação e Distribuição), na RR-321.

 

 

Ao todo, serão implantados 21 mil metros de rede de distribuição de água, sendo, uma rede adutora de água bruta com tubulação de 100mm e uma rede adutora de água tratada com tubulação de 150mm.

 

 

Conforme o presidente da Caer, James Serrador, no local também será construída uma unidade de atendimento para facilitar o acesso da população aos serviços da companhia.

 

 

“A gestão tem se empenhado em melhorar a qualidade de vida de toda a população, tanto na capital, como no interior. E esta é mais uma obra do Programa Água Para Todos que segue o cronograma de planejamento do Governo de Roraima para universalizar o acesso à água em Roraima”, destacou.

 

 

Estão em andamento, as obras do sistema de abastecimento de água do João de Barro, na Cooperativa dos Carvoeiros de Roraima, e do bairro bairro Senador Hélio Campos.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio do Departamento de Políticas de Saúde Mental da Sesau (Secretaria de Saúde), promoveu no domingo, 25, um passeio ciclístico em alusão ao mês de sensibilização e cuidados sobre a saúde mental e prevenção do suicídio, o Setembro Amarelo.

 

O evento contou com a participação de mais de 300 ciclistas, que se concentraram na Praça Fábio Paracat. O percurso do grupo percorreu a Praça das Águas, em frente ao Portal do Milênio e passou pelo Parque Anauá.

 

O passeio foi realizado graças à parceria do CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Edna Macellaro Marques de Souza), CAPS-AD III (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III), Núcleo de Educação Permanente do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima).

 

“O evento foi lindo, muitas famílias participaram, crianças e tudo com muita organização e segurança. Ações como essas, além de promoverem a saúde mental, também são incentivo à população para que adotem hábitos saudáveis e pratique exercícios físicos”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

O diretor geral do CAPS III, Maurício Caldart, destacou que o passeio ciclístico foi um sucesso graças a união de todos em prol de uma saúde melhor.

 

“O passeio foi tranquilo e o sol ajudou no nosso percurso. Quero agradecer à presença de todos que nos ajudaram para a realização desse momento de lazer e consciência coletiva. Essa socialização serve também para quebrar aquele ciclo vicioso do celular, da televisão, falta de convívio familiar, e é uma oportunidade de resgatar aquela pessoa que apresenta os primeiros sinais de depressão”, declarou.

 

Quem participou do evento foi a servidora Cecília Magalhães, de 33 anos. Ela destacou que eventos como esses consegue integrar pessoas de todas as idades.

 

“O passeio foi muito bacana, e o melhor é que consegue incluir crianças, jovens e adultos em um só lugar. Todos em busca de uma saúde mental melhor”, afirmou.

Avalie este item
(6 votos)

Investir em medidas que visem melhorar a atenção em saúde dos pacientes sempre foi uma prioridade para o Governo de Roraima. Essa preocupação pode ser sentida principalmente no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), considerada a unidade hospitalar mais importante do Estado.

 

Graças à implantação de recreações terapêuticas, o tempo de internação de pacientes tem reduzido consideravelmente. A novidade tem sido executada pela equipe de enfermagem na unidade desde 2020, minimizando os efeitos da ansiedade.

 

A recreação terapêutica é entendida como um elemento facilitador e humanizado no processo de recuperação do paciente internado, conciliando a diversão e a terapia com atividades e dinâmicas de acordo com a necessidade de cada pessoa, o que faz com que a passagem pelo hospital seja menos traumática.

 

“Por visitar os pacientes diariamente, a enfermagem sentiu a necessidade de dar uma acolhida melhor para estas pessoas. Foi então que pensamos em ocupar o tempo deles com atividades manuais como os crochês e pinturas de várias formas”, destacou a diretora de enfermagem do HGR, Joelma Rebouças.

 

As atividades atuam diretamente na condição mental, auxiliando na comunicação dos pacientes, tornando o tempo de passagem pelo hospital menos traumático.

 

Técnica em enfermagem do HGR, Antônia Monteiro ressalta a relevância da recreação terapêutica para o fortalecimento dos aspectos de humanização aos pacientes.

 

“Muitos pacientes da cardiologia e da oncologia ficavam deitados e cobertos sem conversar com ninguém. Então eu oferecia desenhos e lápis de cores para eles aguardarem os procedimentos com mais tranquilidade”, relatou.

 

A idealização da iniciativa da equipe de enfermagem ganhou força através da doação e voluntariado de alguns acompanhantes, que viram o resultado das atividades recreativas e se empolgaram com a evolução dos pacientes durante a internação.

 

“Para nós da coordenação de enfermagem, tanto para mim como para a Joelma, tem sido muito gratificante ver o sorriso de cada um deles quando eu entrego os desenhos e alguns lápis de cores. Isso tem sido uma felicidade enorme para mim, porque acabo ajudando-os no restabelecimento [da saúde] e com a ida deles mais rápido para casa”, salientou Antônia.

 

Internada por causa do câncer no intestino, Maria José Lima, de 49 anos, revelou que as atividades têm melhorado sua qualidade de vida.

 

“No primeiro dia que eu pintei, foi tão maravilhoso que cansei e dormi a noite todinha. Eu gostei porque eu consegui descansar, que era algo que não conseguia antes, pela ansiedade. Foi bom demais e todos os desenhos foram muito bem-vindos. Foi uma terapia para mim, pelo menos não fico pensando na doença”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

A final do Torneio de Badminton ocorreu na tarde deste domingo, 25, no Estádio Canarinho, com entrega de medalhas e seleção dos atletas que representarão Roraima nos JEBS (Jogos Escolares Brasileiros), organizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), que serão realizados de 31 de outubro a 15 de novembro, no Rio de Janeiro.

Uma realização do Governo de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), o 1º Torneio de Badminton começou na sexta-feira, dia 23, e envolveu estudantes de nove escolas estaduais, com idades entre 12 a 14 anos.

O Badminton é uma modalidade nova em Roraima e o objetivo é fomentar cada vez mais o esporte em todas as suas vertentes.

O coordenador da 1ª Seletiva de Badminton e presidente da recém-criada Federação Roraimense de Badminton, Raimundo Morais, explicou que o torneio contou com alunos atletas de Boa Vista, Caracaraí e Bonfim.

“É a primeira vez que abrimos inscrições para esta modalidade e se inscreveram 18 atletas, no masculino, e 20 no feminino. Os quatro atletas selecionados em primeiro e segundo lugar, tanto do masculino como do feminino, vão representar Roraima nos Jogos Escolares Brasileiros. Criamos a Federação de Bedminton e vamos colocar subsedes nos municípios para desenvolver a modalidade, não só escolar, mas para toda a comunidade”.

 

Alunos selecionados para representar Roraima nos JEBS no Rio de Janeiro

 

A aluna do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Monteiro Lobato, Ana Lívia de Andrade, 14 anos, segunda colocada, disse que descobriu o esporte há pouco tempo, antes participava do voleibol, mas está confiante em fazer uma boa participação na maior competição escolar do Brasil. 

“Treino exatamente há duas semanas. É uma emoção enorme, porque não imaginava que ia chegar até a final. Então, estou feliz porque já tive oportunidade de vôlei, mas não consegui ter um bom resultado, fiquei em segundo e terceiro, mas com o Badminton é treinar para trazer a medalha para Roraima. Gostei muito do Badminton e pretendo continuar. É um jogo de inteligência, de rapidez. É uma coisa nova pra mim, mas gostei muito”, disse feliz.

Aluno do 9º ano da Escola Monteiro Lobato, Richarlysson Bezerra, de 14 anos, também esbanjava felicidade por ter sido selecionado em 1º lugar e poder participar da competição nacional.

“Estou muito feliz.  É a primeira vez que vou sair daqui.  Foi a minha professora quem me chamou pra jogar. Estou gostando e vou continuar treinando Badminton”, disse.

A aluna do 8º ano do Colégio Estadual Militarizado Fernando Grangeiro de Menezes, Ingride Henrique, de 14 anos, ficou em primeiro lugar e contou que está se preparando para representar Roraima no Rio de Janeiro.

“Eu descobri o Badminton por meio da professora Jeniffer. Nunca tinha ouvido falar. É a primeira vez que estou participando. Estou bem feliz por representar Roraima lá fora. A minha expectativa é ser uma das melhores. Não sei se eu vou conseguir, mas quero fazer o meu melhor”, garantiu.

O 2º colocado na seletiva de Badminton, masculino, é do município de Caracaraí. Arllisson Sousa Ferreira, de 13 anos, é aluno do 8º ano da Escola Estadual José Vieira Sales Guerra, ele pratica Atletismo e contou que ficou sabendo do Badminton pelo professor Morais.

“Ele estava treinando lá com as meninas e me convidou para treinar e disse que tinha vaga para os Jogos Escolares. Estou feliz pela segunda colocação. Vou continuar praticando o Badminton e também atletismo, que é um esporte que eu adoro”.

 

Avalie este item
(0 votos)

No Brasil, o milho é a segunda maior cultura agrícola, ficando atrás apenas da soja. A utilização do cultivo do milho no país desencadeia enorme esforço na alimentação animal até a indústria de alta tecnologia. O Brasil também é o segundo maior exportador mundial de milho, atrás somente dos Estados Unidos.

Em Roraima, com o advento da irrigação na cultura do milho como segunda safra em algumas propriedades, a alternativa tem garantido mais produtividade, além da melhoria na qualidade do produto, segundo o técnico-agropecuário, Nonato Rodrigues, do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural).

“O manejo irrigado do milho confronta a estiagem, pois em regiões mais quentes e secas a necessidade de irrigação aumenta em relação às regiões úmidas. Dessa forma, o milho irrigado promove continuidade ao plantio”, destacou.

A irrigação também fornece outras vantagens ao cultivo do grão, reforça o técnico. “Lavouras convencionais de milho têm produtividade média de 95 sacas por hectare. As áreas irrigadas, por sua vez, podem atingir mais de 200 sacas por hectare. Portanto, possuir um sistema de irrigação faz com que cerca de 60% da água seja contida pelo solo. Essa quantidade é suficiente para o ciclo de desenvolvimento do milho, garantindo uma boa qualidade do produto final”, concluiu.

Para a agricultora amazonense Raimunda Ferreira, 47 anos, o manejo irrigado na produção de milho também acarreta a diminuição de perdas. “Mesmo subutilizado durante o período chuvoso, o sistema de irrigação tem sido crucial para minimizar prejuízos e garantir uma boa colheita”, comentou.

E dentre alguns tipos de irrigação desenvolvidos para o cultivo de grãos são destaques o de aspersão, por superfície e localizada. Na propriedade de Raimunda, no Bom Intento, ela utiliza o modelo de aspersão. “Esse processo consiste num pivô central lançando jatos de água no ar caindo sobre a cultura em forma de precipitação. O procedimento abrange um enorme espaço da lavoura”, enfatizou.

O secretário estadual Emerson Baú destaca que a produção de milho irrigado em Roraima vem ocorrendo massivamente na Agricultura Familiar. “A produção de milho verde é uma especialização dos pequenos produtores, no plantio irrigado a produtividade pode durar o ano todo”, concluiu o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

 

Manejo na irrigação do milho

 

Segundo o técnico Nonato Rodrigues, para obter bons resultados não basta apenas irrigar. “É preciso manejar o sistema com eficiência e qualidade. Dessa forma, dois fatores são cruciais na hora de irrigar: quando e quanto. Pois, o momento da aplicação e o volume de água a ser aplicada são critérios que podem determinar a rentabilidade da lavoura na safra”, destacou.

No caso do milho, Nonato explica que o consumo de água na fase vegetativa fica próximo aos 2,5 mm diários, mesmo em climas quentes e secos, e reforça. “Já no estádio reprodutivo, desde o embonecamento até a maturação, a demanda pode crescer mais de 200% e alcançar níveis entre 5 e 10 mm/dia”, comentou.

O técnico também esclarece que o fornecimento preciso e controlado de água é fundamental para o desenvolvimento da cultura. “O período de transição entre os estágios vegetativo e reprodutivo é considerado o mais delicado, pois a espiga está sendo formada, e um déficit hídrico nesse estágio pode reduzir a produtividade drasticamente”, disse.

 

Quando e quanto irrigar

 

Nonato explica que a irrigação pode ser mensurada através de métodos diretos ou indiretos que variam em função de preço, tempo de leitura e precisão das mensurações. “Com a utilização de um tensiômetro, por exemplo, a ferramenta determina a tensão com que a água é retida pelas partículas do solo. Quanto mais seco estiver o solo, maior a dificuldade a planta tem de absorver água, ou seja, maior será a tensão indicada pelo manômetro e vice-versa”, comentou.

Já com a utilização dos sensores FDR e TDR, o técnico reforça que o método é mais apropriado para quem busca praticidade e precisão na tomada de decisão sobre quando e quanto irrigar. “Estas tecnologias fornecem leituras precisas, rápidas e em diferentes profundidades num processo automatizado e com medições em tempo real”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Teve início neste sábado, 24, a aplicação das provas para os candidatos que concorrem às vagas de delegado e auxiliar de perito no concurso da PCRR (Polícia Civil de Roraima).

Segundo o diretor Administrativo da PCRR e membro da Comissão do Concurso, delegado Jimmy Santana, o início das provas foi tranquilo, sem intercorrências. Apenas alguns candidatos chegaram atrasados e acabaram perdendo a oportunidade de fazer a prova.

Pela manhã foi aplicada a prova discursiva para quem concorre à vaga de delegado. Os portões foram fechados às 8h.

Uma candidata que veio do Amazonas para concorrer a uma das vagas de delegado não conseguiu realizar o certame, pois chegou atrasada e os portões já estavam fechados.

“Vim ontem à noite de Manaus, cheguei nesta manhã e, por conta do atraso, perdi a prova. Agora vou tentar a vaga de agente, na prova que acontece no domingo”, disse a candidata.

“De acordo com a banca organizadora do concurso, a Vunesp (Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista), foi registrado um índice de abstenção de aproximadamente 50% em relação ao número de candidatos inscritos no cargo de delegado. Ou seja, dos 2.772 inscritos, aproximadamente a metade não fez a prova”, disse Jimmy Santana.

No período da tarde, houve um incidente externo na rede elétrica que atende à Universidade Estácio, o que gerou um atraso no início da aplicação das provas para alguns candidatos, mas sem prejuízo aos inscritos, uma vez que foi garantido o tempo de prova para os candidatos.

Os locais de prova tiveram a segurança reforçada por policiais civis e a equipe do GRT (Grupo de Resposta Tática). Acompanharam o início das provas o delegado geral, Eduardo Wayner, e a delegada geral adjunta, Darlinda Moura.

“O horário de abertura dos portões e fechamento é um desafio aos candidatos, pois seguem o horário de Brasília. Quem não se atentou ou deixou para chegar em cima da hora e se atrasou não pôde entrar e ficou sem a chance de concorrer a uma das vagas do concurso”, enfatizou Eduardo Wayner.

As provas seguem à tarde, com 5.109 candidatos inscritos para concorrer às vagas do cargo de auxiliar de perito de polícia civil.

No domingo, 25, pela manhã, os candidatos ao cargo de delegado fazem a prova objetiva e, à tarde, serão aplicadas as provas para os 5.987 candidatos que concorrem ao cargo de agente de Polícia Civil.

“O certame segue dentro da normalidade e, conforme a banca, os cadernos de provas estarão disponíveis a partir das 10h de segunda-feira, 26, no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br)”, concluiu o delegado geral.

Avalie este item
(1 Votar)

A ação deste sábado, dia 24, do Governo Sem Parar, atendeu aproximadamente mil pessoas do bairro Pintolândia e de bairros adjacentes que buscaram pelos serviços que são oferecidos por todos os órgãos do Governo de Roraima. Os atendimentos ocorreram no Colégio Estadual Militarizado Professora Maria de Lourdes Neves.

O coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde), Rafael Sena, destacou a dinâmica dos atendimentos e a grande procura pelos serviços de saúde.

“Na ação deste sábado, trouxemos oftalmologista, otorrino, ortopedista, além do nosso ônibus odontológico. Só os atendimentos médicos foram em torno de 600. Além dos demais serviços oferecidos no Governo Sem Parar, totalizando aproximadamente mil pessoas atendidas. Uma ação bastante dinâmica, bastante produtiva, todo mundo saindo satisfeito e feliz”.

A coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira, ressaltou que, durante o Governo Sem Parar, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) disponibiliza testes rápidos, além de todas as vacinas.

“Estamos com o teste rápido de HIV, sífilis, hepatite B e C, teste Covid, vacina para as crianças e para adultos, vacina de influenza, covid, sarampo. Nos preparamos para atender de 200 a 250 pessoas”. 

A servidora pública Vitória Lima, de 35 anos, moradora do bairro Silvio Botelho, soube da ação deste sábado por intermédio da irmã dela. Ela disse que a ação é muito positiva, sobretudo, porque acontece no fim de semana.

“Vim tomar a vacina de covid. Achei ótimo. Tudo bem organizado, o atendimento bem rápido e fui bem atendida. É muito bom acontecer no fim de semana, porque durante a semana a gente trabalha e não tem disponibilidade. Facilita muito pra gente”, afirmou.

O cinegrafista Adonias Ribeiro, de 56 anos, soube da ação pelas redes sociais e foi para retirar a 2ª via da Certidão de Nascimento dele na DPE (Defensoria Pública do Estado).

“Eu vim procurar fazer a 2ª via da minha Certidão de Nascimento. Fui bem atendido e o Governo está de parabéns por essa ação nos bairros”.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), iniciou neste sábado, dia 24, as obras de construção da rede de abastecimento de água tratada dos bairros Senador Hélio Campos e Operário, localizados na zona Oeste de Boa Vista. No bairro Pedra Pintada as obras começarão na próxima semana.

A obra vai beneficiar as famílias com 700 ligações domiciliares, perfuração de um poço artesiano tubular, uma adutora de água tratada, e ainda 8 mil metros de extensão de rede de água, atendendo aos padrões da Caer e reforçando o abastecimento das famílias.

O valor total do investimento é de R$1,5 milhão, recurso oriundo do Programa Água para Todos. No processo executado pela empresa, cada residência ficará com a ligação pronta e já padronizada para a instalação do hidrômetro.

O presidente da Caer, James Serrador, explicou que a área compreende cerca de 37 ruas do bairro que antigamente eram chácaras e foram desmembradas em terrenos menores. A partir dessa regularização é que a Companhia pode realizar os investimentos no sistema de distribuição de água local, iniciando na Travessa S-22 até a Travessa S-40.

“Estamos dando continuidade aos trabalhos de universalização da água por meio do Água para Todos. Após a regularização da área, a Caer vai mudar a realidade destas pessoas que há anos anseiam por este serviço. A Companhia vai implantar aqui um sistema dentro do padrão com todas as caixas, com todas as ligações domiciliares para as residências de maneira que essas pessoas tenham água potável, água de qualidade e possam melhorar a sua condição de vida”, disse.

O diretor Comercial da Caer, Cícero Batista, ressaltou a importância da obra. “É muito gratificante estarmos aqui, hoje, fazendo a implantação dessa rede que vai beneficiar inúmeros moradores dessa região. Hoje o poder público está trazendo água de qualidade para todos”, afirmou.  

 

População destaca importância do acesso à água tratada

 

A água potável é fundamental para garantir a qualidade de vida e da saúde do ser humano e traz inúmeros benefícios, e os moradores dos bairros beneficiados destacaram a importância da obra de implantação da rede de abastecimento de água.   

Para a líder comunitária do bairro Senador Hélio Campos, Damiana Correa, de 44 anos, o início da obra é motivo de alegria e de gratidão ao Governo do Estado e à Caer porque vai melhorar a vida de muitos moradores que esperam há alguns anos.

“Para nós, essa obra representa muita felicidade, porque são muitas pessoas que moram aqui e não têm água em suas casas. Agradecemos ao Governo do Estado e ao presidente da Caer, porque são 700 famílias que vão ter água em suas residências. Vai ficar nota dez”, disse.

A dona de casa Irene de Oliveira, de 37 anos, mora no bairro há 12 anos. Ela falou da dificuldade de não ter água potável em sua casa.

“Moro aqui desde que meu filho nasceu. Como ele tem problema renal, sempre compro água mineral para ele. Hoje quero agradecer ao Governo por começar esse trabalho que vai nos trazer água de qualidade, que vai fazer a diferença na minha vida e de todo mundo aqui, porque água é vida, e sem a água nós não podemos fazer nada”, frisou.

 

MAIS INVESTIMENTOS    

 

Em 2022, a Caer concluiu a implantação dos sistemas de abastecimento nos bairros Nova Vida e Jardim das Copaíbas. Atualmente, estão em andamento as obras dos sistemas do bairro João de Barro e na Cooperativa Unicarvão. A empresa inicia ainda neste mês as obras do sistema de água no bairro Pedra Pintada, cuja licitação já foi concluída e homologada.

Por meio do Programa Água para Todos, que visa beneficiar a população com água potável e encanada nas residências da capital, lançado em novembro de 2021, o Governo de Roraima vai investir R$ 60 milhões para garantir saneamento básico em todo o Estado.

Serão implantados no sistema de abastecimento, reservatórios, subestações, casa de químicas com laboratórios e 76. 216 mil metros de rede de distribuição de água potável, além de 5.672 ligações domiciliares, que beneficiarão cerca de 22 mil pessoas, nos bairros João de Barro, Pedra Pintada, Nova Vida e Jardim das Copaíbas.

 

INTERIOR

 

O interior do Estado também será atendido com a construção de novas agências de atendimento, nos municípios de Rorainópolis, Mucajaí, São Luiz, Uiramutã e Amajari (vila do Tepequém), com investimento de R$ 3,3 milhões.

O Governo do Estado também vai investir em sistemas com rede de distribuição, poços, reservatórios e ligações domiciliares em 20 vilas no interior. A estimativa é beneficiar 10 mil pessoas, com investimento de cerca de R$ 19 milhões.

Os municípios e vilas atendidas são: Alto Alegre (vilas Samaúma e Recrear); Amajari (Tepequém, Vila Nova, Projeto Assentamento Amajari); Bonfim (vila Primavera); Cantá (vilas Santa Rita, São José, Aguiar, Progresso, Taboca, Fonte Nova, São Raimundo e Rodrigão); Caracaraí (vilas Itã, no Km 75, Baraúna, no Km 55, e Vista Alegre); Mucajaí (vilas Nova, Roxinho, Penha, Antônio Silva e Pirilândia).

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Setembro Amarelo, mês da Campanha de Prevenção ao Suicídio, a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) promoveu a palestra Juntos Somos Mais Fortes? O encontro ocorreu nesta sexta-feira, 23, reunindo os servidores com a psicóloga Joselita Peixoto, no auditório da Instituição.

 

Para o titular da Seadi, Emerson Baú, a oportunidade instigou atenção sobre os valores do ser humano. “O momento foi de reflexão sobre a continuidade das nossas vidas, onde aprendemos a enxergar nossas atitudes com os outros e o mundo na relação de respeito e prosperidade”, destacou.

 

Referindo as condições no trabalho, a psicóloga Joselita explicou que a saúde mental está diretamente ligada à produtividade. “Fortalecer um ao outro, resgatar a proximidade familiar, agradecer todos os dias as boas oportunidades da vida, dialogar e quebrar tabus são fatores importantes para entendermos que o corpo fala, o olhar fala e assim podemos administrar melhor os limites comportamentais, inibindo os impactos do estresse, favorecendo nossa saúde mental”, comentou.

 

A psicóloga também manifestou como diagnosticar o alerta da autodestruição. “A manutenção do equilíbrio mental é uma constante diária, sendo preciso observar a ausência de paz no trabalho, agressividade, faltas, o ritmo dos filhos na escola, os laços de amizade e convívio familiar, entre outras decorrências que necessitem de apoio urgente, antes que o estrago emocional ocorra num impacto explosivo. Diante destes problemas, a prática de atividades saudáveis e prazerosas é um caminho positivo de sensibilização, além de ouvir e dialogar com o outro sem julgar, acolher suas razões e demonstrar a credibilidade de que precisamos das pessoas nesta vida”, concluiu.

 

Para a técnica da Seadi, Joana Dark, o encontro também destacou a necessidade da atuação profissional diante das dificuldades emocionais. “Aprendemos a observar os sintomas físicos da depressão diante da indisposição no trabalho, ansiedade, falta de concentração, fraqueza, sudorese, pressão alta. Sobretudo, aprendemos a coibir estes males praticando boas ações, organizando nossa vida com equilíbrio e esforço, com uma boa noite de sono, reforçando os laços de amizade e reservando um tempo para curtirmos a vida com os outros, também intensamente com a família”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

Pequenos e grandes produtores, analistas de mercado e novos empreendedores rurais poderão acompanhar de perto o desenvolvimento da pecuária em Roraima através dos leilões de rebanhos novamente recorrentes no Parque de Exposições Dandãezinho, na região do Monte Cristo.

 

“Com a revitalização do salão e curral, o agronegócio em nosso Estado reconquista um espaço amplamente revigorado e prontamente projetado para o recebimento e saída de animais de pura raça, num local também propício para palestras e demais programações do Agro. Com os leilões em andamento de forma presencial, a conversa rola solta e alegre entre o público e empresários do campo”, destacou o produtor Renato Primo.

 

No salão, enquanto acontecem os leilões, os animais em oferta desfilam pelo palco e os lances de aquisição giram no placar eletrônico. “Com o negócio fechado, o martelo do leiloeiro ressoa no ambiente. Em seguida, a comemoração irrompe o salão com cumprimentos e abraços”, explicou Primo.

 

Em Roraima, o Parque de Exposições Dandãezinho recebe animais de várias regiões, além de localidades mais distantes do Estado. Na última aquisição feita por produtores de Amajari, Bonfim, Cantá, Caroebe e São Luiz, 126 animais, dentre novilhas e touros, desembarcaram no Dandãezinho.

 

“O lote atual chegou no início de setembro, sendo todos provenientes de São Paulo. A aquisição partiu de grandes e pequenos pecuaristas em Roraima, havendo comprador de apenas um bicho e comprador que arrematou até 26 cabeças”, disse Primo.

 

No mesmo lote, 100 cabeças de touros da raça Nelore chegaram para incrementar o melhoramento genético no Estado. O recebimento e a comercialização de animais no Parque de Exposições Dandãezinho integram o processo de revitalização do complexo.

 

“As vantagens do Nelore em Roraima viabilizam rápido ganho de peso, forte resistência às doenças, longevidade reprodutiva em machos e fêmeas, boas habilidades maternas no caso das fêmeas, carne de qualidade com pouca gordura e sabor acentuado e carcaça de qualidade”, concluiu Primo.

 

MOVIMENTAÇÃO CONSTANTE

 

Com a revitalização do Parque de Exposições realizada pelo Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o Dandãezinho vem fomentando também um novo leque de atividades com intuito familiar, em que a Equoterapia e o Circuito Esportivo de Arrancadas têm se destacado, além do amparo agroindustrial.

 

O titular da Seadi, Emerson Baú, explicou que o Governo do Estado objetiva uma reformulação total no Dandãezinho. “Este é um local estratégico para o auxílio de pequenos e grandes agricultores no manejo de animais e demais produtividades do campo, oferecendo além do suporte, a segurança necessária para as negociações. Contudo, mais que uma fronteira de mercado, queremos estimular a cultura, o lazer, a diversão e novos serviços, favorecendo uma movimentação frequente no local”, destacou.

Avalie este item
(0 votos)

Suspensas há seis anos, as cirurgias plásticas pós-bariátricas voltam a ser realizadas no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). A retomada foi possível graças aos investimentos em infraestrutura e em equipamentos, realizados pelo Governo do Estado.

 

O procedimento que marcou o retorno da especialidade ocorreu na tarde desta sexta-feira, 23, sendo uma realização da Sesau (Secretaria de Saúde), que tem melhorado o fluxo de atendimento das unidades da rede pública estadual.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou o retorno da especialidade, como um ganho para os pacientes que aguardavam por tanto tempo pelo procedimento.

 

“Esta é mais uma demonstração do cuidado da gestão com a população. Passando o nosso marco de mais de 22 mil cirurgias em 2022, os procedimentos pós-bariátricos complementam o esforço que o Governo de Roraima faz para que operemos todos os pacientes que necessitam”, afirmou.

 

A diretora do HGR, Patrícia Renovato, falou sobre o procedimento e os benefícios para as vidas dos pacientes.

 

“Com o retorno das bariátricas, esses pacientes irão perder peso ao longo do tempo, e com isso necessitarão de uma cirurgia reparadora para a redução de pele que fica em excesso. Esse procedimento não era realizado há mais de seis anos, e é um benefício para quem busca uma qualidade de vida e uma saúde melhor”, disse.

 

O PROCEDIMENTO

 

De acordo com o cirurgião geral do HGR, Elias Carvalho, foi realizada uma abdominoplastia, método que remove o excesso de pele da região do abdômen e realoca os músculos abdominais, melhorando o contorno corporal.

 

“O intuito é trazer para o paciente autoestima, que é muito importante para cada pessoa. E hoje estamos proporcionando a volta das reparadoras e prover melhores condições, tanto física como emocionalmente”, frisou.

 

A primeira pessoa a ser atendida neste tipo de procedimento foi a professora Grace Martins, de 54 anos. Ele relatou como foi a espera.

 

“A partir de hoje é só alegria. Eu sei que a partir da minha cirurgia os outros também começam a sentir aquela alegria e esperança de volta. Não é uma plástica, é uma cura, faz parte do processo, e ficamos estacionados no meio do processo. Agora existe a esperança concreta da realização da outra parte que estava faltando”, declarou.

 

BARIÁTRICAS

 

Também suspensas desde 2017, as cirurgias bariátricas voltaram a ser realizadas no HGR por investimentos em infraestrutura do Governo do Estado. O procedimento que marcou o retorno da especialidade ocorreu no dia 12 de setembro.

 

O HGR é o único hospital do Estado especializado para realizar o atendimento bariátrico pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A expectativa é de que sejam atendidos os pacientes com obesidade grau 3 vindos do ambulatório do Coronel Mota.

 

As cirurgias são realizadas por meio de videolaparoscopia, método moderno e com eficácia cientificamente comprovada.

Avalie este item
(0 votos)

A parceria entre os Governos de Roraima e Federal para derrubar os entraves da construção do Linhão de Tucuruí, que vai interligar Roraima ao SIN (Sistema Interligado Nacional), resultaram em um momento histórico: o TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1° Região) homologou acordo judicial que conclui as ações públicas sobre o licenciamento ambiental para a obra.

 

Com isso, se permite a continuação das obras dos 715 km da linha de transmissão, sendo que 122 km do linhão passarão dentro da Terra Indígena Waimiri-Atroari, às margens da BR-174. No total, 425 km da linha de transmissão passarão pelo lado roraimense, enquanto que cerca 122 km passarão em território amazonense.

 

Para que essa decisão se tornasse realidade, a atual gestão do Governo de Roraima esteve presente em todas as etapas deste processo, dialogando em todas as frentes, principalmente junto aos povos indígenas da Terra Indígena Waimiri-Atroari, comunidade que também é interessada no projeto.

 

O Governo também dialogou e formou parcerias com os senadores, deputados federais e estaduais de Roraima. Tudo isso foi feito por meio de conversas e audiências públicas que contaram com a participação da Funai (Fundação Nacional do Índio) e de representantes de organizações indigenistas.

 

Em maio deste ano, foi publicado o termo de repasse de R$ 133 milhões para os povos indígenas Waimiri-Atroari como forma de compensação pelo impacto ambiental do empreendimento, necessário para garantir a continuidade das obras e a segurança energética de Roraima.

 

ENQUANTO O LINHÃO NÃO VEM

 

Com investimentos de R$ 1,5 milhão, a construção do Linhão de Tucuruí deve ter duração de 36 meses e, em outubro deste ano, está previsto o início da obra da subestação Boa Vista.

 

Sabendo da necessidade de garantir a segurança energética para o Estado enquanto a interligação ao SIN não saía do papel, o Governo de Roraima contratou, por meio de leilão realizado pelo Governo Federal em 2019, o consórcio de empresas Oxe Energia.

 

O consórcio contratado é responsável por um empreendimento composto por quatro usinas termoelétricas de biomassa de madeira reflorestada, do tipo Acácia Mangium. Destas, duas já estão em funcionamento em Bonfim e Cantá, gerando energia limpa e de qualidade para Roraima.

 

Cada uma dessas termoelétricas terão capacidade de produção de 10 MW, o que irá totalizar 40 MW a mais de energia gerada para o Estado. O investimento é de R$ 365 milhões

 

O mesmo leilão que liberou as usinas administradas pela Oxe Energia também autorizou a construção de mais cinco geradores de energia limpa. Uma delas é a usina termoelétrica Jaguatirica II, localizada na zona Rural de Boa Vista. Considerada a maior desse conjunto, produz 126,29 MW de potência, graças a produção de energia movida a gás natural.

Avalie este item
(0 votos)

Na Semana da Luta da Pessoa com Deficiência, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio da Saúde Itinerante, levou atendimentos médicos para o “Dia D” de saúde dos usuários do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência. A ação ocorreu durante todo o período da manhã desta sexta-feira, 23.

 

“Essa é uma ação da Setrabes [Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social], da qual a Sesau teve a honra de participar como apoiadora. Estamos com cardiologista, ginecologista, pediatra e otorrino dando atenção especial às pessoas com deficiência”, ressaltou o coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau, Rafael Sena.

 

O apoio da Saúde Itinerante na data de hoje foi mais um reforço nas atividades que são desenvolvidas pelo CER II (Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual), unidade subordinada a CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Especializada) da pasta.

 

A diretora-geral da unidade, Irgélia Ramos, pontuou que o apoio destaca ainda mais a preocupação do Governo de Roraima com uma parcela social que sempre necessita de atenção por parte do poder público.

 

“Isso tem sido importante, porque os usuários se sentem acolhidos e nós gratificados quando vemos as respostas”, disse.

 

Mãe da pequena Isadora Rodrigues, Regina de Almeida aproveitou a oportunidade para requisitar uma consulta com otorrino, uma especialidade que ela não conseguiu na Rede Municipal. Ela avaliou a iniciativa de tornar o atendimento acessível como algo positivo.

 

“Com essa ação, por ela já estar fazendo a estimulação precoce, eu consegui receber esse atendimento que é importante para ela, a muito tempo eu vinha correndo atrás de um especialista para saber o que ela precisa”, relatou.

 

DIA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

 

Instituído pela Lei nº 11.133/2005, o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é celebrado no dia 21 de setembro, e tem como finalidade sensibilizar a sociedade sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência.

 

No campo da saúde, as diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência são:

 

– Promoção da qualidade de vida das pessoas com deficiência;

 

– Assistência integral à saúde da pessoa com deficiência;

 

– Prevenção de deficiências;

 

– Ampliação e fortalecimento dos mecanismos de informação;

 

– Organização e funcionamento dos serviços de atenção à pessoa com deficiência;

 

– Capacitação de recursos humanos.

Avalie este item
(0 votos)

Para qualificar servidores de departamentos voltados para a área de administração e licitação e melhorar os serviços da saúde no Estado, a Sesau (Secretaria de Saúde), promove neste sábado, 24, a 4ª Oficina de Fluxo de Processo Licitatório.

 

A ação será realizada a partir de 9h e é voltada aos funcionários da pasta que atuam no Núcleo de Processos da CGA (Coordenadoria Geral de Administração) e CSL (Comissão Setorial de Licitação). A ênfase do curso será na qualificação técnica de fase interna, visto a importância e a obrigatoriedade nas contratações e aquisições da pasta.

 

“A ideia das oficinas é justamente capacitar os servidores para que eles tenham mais conhecimentos sobre as próprias rotinas de trabalho”, ressaltou o coordenador do Núcleo de Processos da Sesau, Jonathan Amaral.

 

O coordenador informou ainda que os servidores vão conhecer, de forma mais dinâmica, os requisitos que são preconizados no ato da licitação, onde os concorrentes apresentam todas as especificações de seus produtos, sobretudo os itens que fazem parte do componente especializado da Assistência Farmacêutica.

 

“Nessa qualificação médica, nós vamos qualificar ou desabilitar esse licitante na esfera da qualificação técnica, onde avaliaremos a licença sanitária dele, a autorização de funcionamento, entre outros requisitos solicitados”, destacou o palestrante e coordenador geral de Assistência Farmacêutica da Sesau, Charles Gonçalves.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 27, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) entregará revitalizada a Escola Estadual Maria Raimunda Mota de Andrade, no bairro Pintolândia, em Boa Vista. A ação será às 16h30 e toda a comunidade escolar está convidada a participar. As aulas presenciais retornam na quarta-feira, 28.

 

A escola foi criada em fevereiro de 2000, e a última manutenção na unidade de ensino ocorreu em 2015. Desta vez, a escola recebeu revitalização total, incluindo na parte elétrica e hidráulica, além de pintura. O investimento é de R$ 1.871.378,48, do Tesouro Estadual.

 

“Hoje nossos alunos voltam para a escola para aulas presenciais com ambiente adequado, mobílias novas, uma escola linda. É muito importante para o processo de ensino aprendizagem, principalmente para aqueles que estão retornando após três anos de ensino remoto” disse a gestora da escola, Márcia Rocha.

 

Ao longo dos anos, devido à estrutura antiga e mobiliários velhos, antes da entrega, o acolhimento e ensino aos alunos estava prejudicado.

 

MOBÍLIA

 

Entre os mobiliários novos que a escola recebeu, estão 250 carteiras escolares, 15 kits refeitório, 30 armários, 20 centrais de ar, 20 cadeiras para professor, além de freezer, geladeira, dois bebedouros, fogão, utensílios para copa e cozinha, 15 quadros brancos, uma TV Smart e um projetor.

 

A Escola Vovó Mundica, como é conhecida pela comunidade escolar, atende 578 estudantes no Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e conta com 32 professores. As aulas iniciam em formato presencial, nesta quarta-feira, 28.

 

“Mais uma escola entregue na capital revitalizada e mobiliada que com certeza estimulará os nossos alunos que terão um ambiente favorável ao aprendizado quanto aos professores que terão um ambiente propício ao ensino. Solicitamos agora o apoio da comunidade para cuidar e manter a escola preservada ”, destacou Nonato Mesquita, secretário de Educação e Desporto.

 

INVESTIMENTOS DA GESTÃO

 

O Governo de Roraima vem investindo na reestruturação de prédios escolares. Até o momento, 38 escolas já foram revitalizadas e mobiliadas em todo o Estado.

 

Na capital, das 17 escolas que passam por manutenção, dez já foram entregues para a comunidade escolar. O investimento com a revitalização é de R$ 9 milhões do Tesouro Estadual, beneficiando mais de 6.800 estudantes com ambientes revitalizados, equipados e propícios para o desenvolvimento do processo educacional.

Avalie este item
(3 votos)

O início da aplicação das provas do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima) será neste final de semana. Ao todo, são esperados 13.868 candidatos que concorrem às vagas de delegado, auxiliar de perito criminal e agente de polícia.

 

De acordo com o delegado-geral da PCRR, Eduardo Wayner Brasileiro, a expectativa pela classificação e futura efetivação dos candidatos é a melhor possível.

 

“Iniciamos mais uma etapa do nosso concurso que sem dúvida é muito esperado, tanto por nós, que estamos há quase duas décadas na corporação, quanto para os candidatos que sonham com a carreira e se preparam para isso. Desejamos a todos uma ótima prova”, destacou o delegado-geral.

 

ORIENTAÇÕES GERAIS

 

O diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, lembrou que alguns cuidados são necessários para que o candidato realize a prova sem nenhum tipo de contratempo ou impedimento.

 

Conforme o edital do certame, para identificação só será aceito o documento original, vigente e com foto da cédula de identidade (RG), Registro Nacional de Estrangeiro (RNE), Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), carteira de órgão ou conselho de classe, ou, ainda, passaporte.

 

Para a realização da prova, o candidato deve portar caneta transparente de tinta preta, lápis preto e borracha. Para preenchimento da folha de respostas somente será permitida a utilização de caneta transparente de tinta preta.

 

“Atender corretamente a todas essas determinações e também respeitar o horário de abertura e fechamento dos portões é imprescindível, pois qualquer inferência nesse sentido vai desclassificar o candidato”, alertou Santana.

 

Além disso, o delegado reforçou que os candidatos devem permanecer em sala por, no mínimo, 75% do período da prova. “Eles também não poderão sair com o caderno de provas”, disse.

 

Ainda em suas orientações, o delegado destacou que o candidato declarado sabatista deverá observar as regras específicas relativas à sua condição, constante do edital de convocação. “Eles deverão comparecer ao local de prova no mesmo horário dos demais”, frisou.

 

DELEGADO

 

No sábado, dia 24, os 2.772 candidatos inscritos para disputar as 35 vagas para delegado iniciam o certame fazendo a prova discursiva.

 

Os portões abrem às 7h da manhã no horário local (8h no horário de Brasília). O fechamento dos portões e início das provas está marcado para às 8h da manhã de Boa Vista (9h no horário da Capital Federal).

 

No domingo, observando o mesmo horário das provas do sábado, os candidatos fazem a prova objetiva.

 

“As provas para delegado ocorrerão tanto na Faculdade Cathedral como no IFRR (Instituto Federal de Roraima). Devendo o candidato confirmar o seu local de prova tanto nos editais de convocação disponíveis no site da VUNESP”, afirmou o diretor administrativo da PCRR, Jimmy Santana.

 

AUXILIAR DE PERITO CRIMINAL

 

Dando continuidade ao certame, no sábado, 23, pela tarde, os 5.109 candidatos ao cargo de auxiliar de perito de polícia civil fazem a prova de caráter objetivo.

 

Para eles, na hora local de Boa Vista, os portões abrem às 13h e fecham às 14h (ou seja, 14h e 15h no horário de Brasília, respectivamente).

 

As provas serão aplicadas na Faculdade Cathedral, IFRR, Colégio Claretiano e Faculdade Estácio Atual.

 

AGENTE DE POLÍCIA

 

São 5.987 candidatos ao cargo de agente de Polícia Civil. As provas ocorrem no domingo, 24, à tarde, com abertura dos portões às 13h e fechamento às 14h, em Boa Vista (14h e 15h, pelo horário de Brasília). As provas serão aplicadas na Faculdade Cathedral, no IFRR (Instituto Federal de Roraima), no Colégio Claretiano e na Faculdade Estácio Atual.

 

O candidato pode conferir o local que irá fazer a prova através do site oficial da Fundação Vunesp ou pelo telefone (11) 3874-6300. A lista contendo as orientações também foi disponibilizada no DOE (Diário Oficial do Estado), com acesso pelo site da Imprensa Oficial de Roraima.

Avalie este item
(0 votos)

As obras de asfaltamento de 11 km da Vicinal Tronco-Malacacheta, rodovia que liga a BR-432 à comunidade indígena Malacacheta, no município de Cantá, estão avançando. Executada pelo Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), os serviços encontram-se atualmente na fase de implantação de arte corrente e terraplenagem, com previsão de conclusão em março de 2023.

 

O valor de investimento na obra é R$ 8.105.093,28, oriundos de recursos da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia), autarquia do MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional). O Governo de Roraima empregou contrapartida de R$ 100 mil no projeto.

 

O titular da Seinf, Emerson de Paula, pontuou que esse trecho é somente a primeira etapa dos trabalhos, uma vez que há projeto previsto de asfaltamento até a Vila do Taboca.

 

“É uma obra do primeiro lote, de 11 km, que vai beneficiar muito a escoação da produção, porque a via será pavimentada. Nós já substituímos a ponte de madeira que existia no Igarapé do Inácio por uma galeria tripla. Era um ponto crítico que tinha ali, pois só passava um veículo por vez e agora tem uma galeria que permite a passagem de dois veículos ao mesmo tempo”, explicou.

 

PERÍODO CHUVOSO

 

As obras de asfaltamento da Vicinal Tronco-Malacacheta iniciaram no primeiro trimestre de 2022 e até então, estavam na fase de terraplanagem. Entretanto, com o forte período chuvoso enfrentado no Estado, as obras foram paralisadas, prejudicando os trabalhos e a população da região.

 

O secretário de Infraestrutura pontuou que, com o fim do inverno, as máquinas voltarão a funcionar e, com a obra concluída, o escoamento da produção, o transporte escolar e o deslocamento serão garantidos.

 

“Vai permitir facilidade para que todos os produtores da região possam trafegar pela rodovia com conforto e o Governo do Estado já está com planejamentos para dar sequência nas etapas de pavimentação sentido Malacacheta. Em breve a gente deve ter mais projetos para continuar essa pavimentação asfáltica”, disse De Paula.

 

NO CANTÁ

 

A pavimentação da Vicinal Tronco-Malacacheta, que também compreende 5 km da RR-207, é uma das inúmeras obras que foram executadas pela Secretaria de Infraestrutura em estradas do município de Cantá nos últimos três anos e nove meses.

 

Somente naquele município, a atual gestão realizou serviços de manutenção, recuperação e implantação de mais de 1.200 km de vicinais, com realização de implantação de bueiros e obras de arte corrente. Isso significa um investimento de mais de R$ 23 milhões nessas estradas.

 

O Governo também revitalizou 80 pontes de madeira, perfazendo mais de 1.000 metros lineares, com investimento de cerca de R$ 12 milhões na malha viária do município de Cantá. São pontes de madeira reforçadas, que suportam a passagem de veículos mais pesados, como caminhões que transportam a produção da região.

Avalie este item
(0 votos)

Considerada como a principal referência hospitalar do Estado, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) registrou redução nos índices de lotação em emergências médicas, graças à metodologia Lean.

 

O Lean pode ser traduzido como “produção enxuta”, e é uma metodologia japonesa que chegou ao ocidente após a Segunda Guerra mundial. Utilizada em praticamente todos os setores produtivos, foi adaptada para a área da saúde nos anos 90, com impactos muito positivos na área.

 

Implantado na unidade em maio, a iniciativa tem como foco a melhoria progressiva dos aspectos de humanização e agilidade de atendimento ao paciente. O Lean é um projeto do Ministério da Saúde, que no caso de Roraima, conta com dois consultores da Beneficência Portuguesa de São Paulo (SP).

 

“Com ele, nós trabalhamos a questão da lotação das emergências e os três indicadores principais que nós tivemos foram bem representativos em relação à redução desse fator”, ressaltou a assessora da direção de enfermagem do HGR, Ana Renata Guirro.

 

O primeiro indicador avaliado foi o NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência), que mediu o percentual de lotação do Pronto Socorro Francisco Elesbão. Nele, foi analisada a agilidade das equipes nos horários de atendimentos considerados de pico, que são às 10h e às 16h. A redução alcançada foi de 74%.

 

O segundo indicador avaliado foi o LOS (sigla do inglês Length of Stay) com Internação, que mede o tempo transcorrido entre a entrada de pacientes que necessitam de internação até a sua alta médica. Nesse quesito, a unidade apresentou redução de 95%.

 

Já o último indicador é conhecido como LOS sem Internação, que é basicamente o tempo de entrada do paciente da unidade sem a necessidade de internação. A redução apresentada foi de 60%.

 

Em resumo, o Lean fez com que os fluxos de trabalho das emergências médicas ganhassem melhor dinamismo, eliminando os desperdícios com as atividades de baixo valor agregado. A pontuação geral foi de 309 para 154 em quatro meses, desde a implantação do projeto.

 

“Todos os indicadores e atividades que foram realizadas [no HGR], elas foram focadas na questão de fluxo de processo. É importante ressaltar que esses dados estão sendo acompanhados diretamente pelo Ministério da Saúde, junto com os consultores, onde ao final desse ciclo nós estaremos concorrendo com mais 38 hospitais para apresentar o nosso case de sucesso em São Paulo”, frisou Ana.

 

As avaliações das etapas do Projeto Lean no HGR foram feitas por dois representantes da Beneficência Portuguesa, que estiveram participando de em encontros quinzenais na unidade.

 

A dona de casa Célia Maria Francisca, de 57 anos, veio do município de Iracema trazer o filho para o atendimento na emergência. Ela avaliou a agilidade da unidade como um ponto positivo.

 

“Eu vim de lá para cá com ele doente, suspeita de pneumonia. Fomos bem recebidos aqui, e não demorou. Estamos aqui ainda porque estamos esperando só o resultado do exame”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

Diante do baixo quantitativo de bolsas de sangue no estoque, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) abrirá as portas para a comunidade em geral neste sábado, 24, das 7h às 12h.

 

A recepção ocorre em paralelo à celebração da parceria do Hemoraima com o Motoclube Insanos e Unama (Universidade da Amazônia). 

 

“Nesse dia, nós estaremos em parceria com o Motoclube Insanos e a Unama, mas os doadores [interessados] podem comparecer normalmente, porque o Hemoraima vai estar recebendo a comunidade em geral”, destacou a enfermeira captação de sangue da unidade, Liliana Bezerra.

 

Para ser um doador de sangue, o interessado precisa ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o doador seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

“Você que já é doador de sangue e está em tempo de doar novamente, ou você que não é doador de sangue, mas sente a vontade de se tornar um, venha até o Hemoraima, pois todos os nossos estoques estão baixos, e a importância disso é que você estará fazendo o bem e salvando vidas”, completou.

 

ENDEREÇO

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(0 votos)

A inclusão social é um dos caminhos mais eficazes para oportunizar transformação e conquistas em várias áreas da sociedade, e na área da educação não é diferente. Em Roraima, escolas públicas da rede estadual de ensino adotam a educação inclusiva como ferramenta primordial para o processo de aprendizagem dos alunos. Graças a essa metodologia, um aluno com deficiência auditiva do CEM IX (Colégio Estadual Militarizado) Pedro Elias Albuquerque Pereira pôde vivenciar a experiência de ser xerife de sala.

 

O cargo de liderança é assumido por alunos que se destacam nas atividades escolares, e o estudante Maurício José Salazar Guarena, do 7º ano, conquistou o mérito após aprender os comandos e sinalizar para a turma as tarefas diárias durante as atividades.

 

De acordo com a coordenadora pedagógica da escola, Gisele Sodré, o xerifado é exercido por todos os estudantes para que adquiram atitudes de liderança e autoconfiança. Ela explica que essa é uma conquista não só do estudante, mas da escola que propicia um ambiente saudável, justo e inclusivo.

 

“Sempre tivemos a proposta de reforçar a inclusão na escola e com a chegada do Maurício essa ideia ficou mais forte, principalmente depois da chegada da tradutora de Libras que o acompanha em todas as aulas fazendo a tradução e ajudando na explicação para que ele possa realizar as tarefas e socializar em sala de aula”, disse.

 

Gisele ressalta que o estudante se destaca muito, é assíduo e participativo, sendo inclusive o primeiro aluno a receber o alamar por ter notas superiores ou iguais a 80 e ter passado em todas as disciplinas sem precisar fazer recuperação.

 

Durante uma semana, o aluno foi colocado para comandar a turma e superou as expectativas. 

 

“Ele é aluno do colégio desde 2021 e apesar da deficiência auditiva é um aluno que lê e escreve e conquistou ainda mais autonomia e interação com a turma depois que passou a contar com o auxílio da intérprete de libras”, complementou.

 

Outros alunos PCD também são destaque na escola

 

O colégio possui 28 alunos que são pessoas com deficiência (PCD), e a coordenação busca garantir o envolvimento de todos nas atividades educacionais.

 

A coordenadora salienta que a escola marcou presença na primeira fase da 17ª OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas) e graças ao esforço, a escola será representada na segunda fase, prevista para esse mês, com a participação do aluno Arthur Gama Carvalho 9º ano.

 

“Tivemos a alegria de ter um aluno autista que se destacou nessa competição e esse foi um dos momentos mais importantes para a nossa escola, pois é o reconhecimento do trabalho que temos realizado em prol da inclusão social entre os nossos alunos”, enfatizou.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima foi destaque durante o 24º CBCENF (Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem), realizado no dia 13 de setembro. A enfermeira do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Paula Lopes, foi agraciada com o prêmio Anna Nery, uma das mais importantes honrarias da área de saúde do país pela atuação profissional nas ações de atenção e cuidados ao paciente durante a pandemia da covid-19.

 

“Para mim foi uma surpresa quando fui convidada, e recebi [o prêmio] com muito orgulho. Eu fui representando o estado de Roraima e voltei trazendo [o prêmio] para todos os meus colegas técnicos, enfermeiros, auxiliares, parteiras, porque a enfermagem é uma só. É ela quem cuida, que está ao lado do paciente 24 horas”, afirmou Paula.

 

Ela fez parte da equipe de profissionais da UTI 4 (Unidade de Terapia Intensiva), ambiente o qual já está familiarizada desde 2004.

 

“Quando a pandemia começou de fato, foi feita uma reunião para definir como seria o atendimento dos pacientes, quem iria ficar e quem não estaria seguro para atuar na UTI, até porque não havia uma obrigação, e nisso, eu optei por ficar, já que sou servidora na unidade desde 2004. Lá é a minha segunda casa e não seria da minha índole desistir”, afirmou.

 

Foi durante a pandemia da covid-19 que o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou as maiores ações em prol da saúde do Estado.

 

Além da ampliação do número de leitos e estruturação de unidades hospitalares da capital e interior, a gestão investiu pesado na aquisição de itens médicos, insumos e contratação de profissionais de saúde.

 

“O que me fez perseverar no início é que tínhamos material para trabalhar, conseguimos fazer o nosso serviço. Tiveram muitos óbitos, assim como em todo o Brasil, mas era algo desconhecido e estávamos aprendendo a lidar com essa guerra. Tínhamos os equipamentos de proteção, medicação, então isso fez com que eu conseguisse ficar do primeiro paciente até o último”, ressaltou a enfermeira.

 

A PREMIAÇÃO

 

O Prêmio Anna Nery é a honraria máxima concedida pelo Sistema Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) e Conselhos Regionais de Enfermagem aos profissionais que se destacaram e contribuíram de forma relevante para o desenvolvimento da Enfermagem brasileira.

 

As indicações foram propostas pelos plenários dos Conselhos Regionais e do Cofen, respeitando os requisitos estabelecidos pelas resoluções 601/2019 e 676/2021.

 

Este ano, a celebração de premiação foi realizada durante o 24º CBCENF (Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem), que ocorreu na cidade de Fortaleza (CE).

Avalie este item
(0 votos)

No dia 2 de outubro, a população roraimense vai às urnas para decidir o futuro político de Roraima e do Brasil. Como medida para garantir que os eleitores possam assegurar o direito de exercer a democracia, foi publicada no Diário Oficial do Estado a Portaria n° 126, da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), que vale para as Eleições 2022, que trata da Lei Seca Eleitoral, adotada em todo o país.

 

O texto, assinado pelo titular da Pasta, coronel Edison Prola, prevê a proibição de venda, distribuição, fornecimento e consumo de bebidas alcóolicas durante o período entre 23h de sábado (1) e 19h de domingo (2).

 

O descumprimento da medida pode render prisão em flagrante por desobediência, bem como aplicação de multa, conforme previsto no Art. 347 do Código Eleitoral e Art. 330 do Código Penal.

 

Segundo o coronel Prola, em 2022, o horário de votação será uniformizado conforme o horário de Brasília, o que ocasionou o adiantamento do período para o pleito. Em 2020, a proibição valeu até às 20h de domingo.

 

“A sociedade nunca teve problema grave em relação a isso, tanto é que já está acostumada. Os comerciantes já estão acostumados a isso. Esperamos que não haja nenhum tipo de problema em relação a isso. O nosso povo roraimense é um povo ordeiro e nossos comerciantes são da mesma forma. Então esperamos que tudo aconteça da melhor forma possível”, ressaltou Prola.

 

FISCALIZAÇÃO

 

Para garantir o cumprimento da Portaria 126, haverá fiscalização por parte dos órgãos de segurança pública do Estado, como Polícia Militar de Roraima, Polícia Civil, Guarda Municipal, além do Tribunal Regional Eleitoral. A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral também devem atuar nessa fiscalização, uma vez que a portaria também foi distribuída para esses órgãos.

 

Qualquer cidadão que presenciar alguma situação que fere a normativa pode denunciar por meio do 190, que as forças policiais tomarão as providências em caso de descumprimento da ordem.

Avalie este item
(0 votos)

Para apoiar os professores nos desafios do ambiente escolar no período pós-pandêmico, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), iniciou nesta quarta-feira, 21, o curso “Acolhimento e Bem-estar na Sala de Aula”, feito em parceria com o Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação) e a Plataforma Vivescer.

 

De forma inédita no Brasil, a formação acontece no formato híbrido, e será ministrado em 80 horas, divididas em 40h online e 40h presenciais. O curso foi construído coletivamente entre os profissionais da Vivescer e do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima) para qualificar professores nas relações interpessoais envolvendo aspectos de acolhida e de uma visão mais humana nas relações que se estabelecem na escola.

 

As aulas presenciais serão ministradas pelo Ceforr. Elas foram destinadas inicialmente a 60 professores da rede de escolas militarizadas de Roraima, e recentemente ampliadas, abrangendo agora um total de 33 instituições de ensino do Estado.

 

“Entendemos que as escolas militarizadas estão vivendo um momento importante de ampliação e os profissionais precisam também de um suporte pedagógico mais efetivo. Nesse sentido, essa primeira formação é direcionada a eles”, explicou Stela Damas, diretora do Ceforr.

 

Ferramentas de acolhimento e práticas pedagógicas

 

No formato online serão quatro módulos com atividades diversas envolvendo textos, fotos, infográficos e vídeos e, na sequência, encontros presenciais ao final de cada módulo.

 

A representante da Plataforma Vivescer, Silvia Breim, Vivescer destacou que o curso busca auxiliar professores a lidarem com situações observadas atualmente nas salas de aulas entre os alunos com o retorno das aulas presenciais, como ansiedade, preocupação, estresse e aumento de conflitos.

 

“A formação apresenta ferramentas de acolhimento e práticas que o professor pode aplicar em sala de aula, como rodas de conversa, feedback sensível, escuta qualificada, diários de aprendizagem, ou seja, ferramentas do âmbito pedagógico que ajudam a construir um clima positivo em sala de aula”, detalhou.

 

Ao final da formação, os docentes receberão certificados emitidos pelo Instituto Singularidades, parceiro da ação.

Avalie este item
(0 votos)

Mais uma etapa da II Gincana do Detran-RR ocorreu nesta quinta-feira, 22, no pátio da instituição. A prova teve a participação de diretores, coordenadores, professores e pais de alunos, que foram indicados pelos estudantes de cinco escolas da rede estadual de ensino.

 

A gincana faz parte das ações programadas pela autarquia, em alusão à Semana Nacional de Trânsito, que acontece anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro, para incentivar um ambiente mais seguro no trânsito junto à sociedade.

 

Na etapa desta quinta-feira, 23, participou uma dupla de condutores de cada escola, sendo um motorista de moto e um de carro, que passaram por testes que geram pontos para as escolas que eles representavam.

 

Os coordenadores, professores e pais de alunos também cumpriram as provas de doação de sangue, vistoria de veículos, teste do bafômetro e a prova prática.

 

A agente de trânsito Ruth Prill contou que a gincana é importante para que toda a comunidade escolar esteja unida em busca de um trânsito mais seguro. “A gincana busca mobilizar toda a comunidade escolar. Aqui nós estamos fazendo as provas antecipadas que começaram com a doação de sangue e em cada etapa as escolas vão somando pontos”, explicou.

 

O encerramento da II Gincana do Detran, quando serão divulgados os resultados das provas, ocorrerá no sábado, 24, na Escola Estadual Ana Libória, a partir das 14h

 

Avalie este item
(0 votos)

Buscando fomentar cada vez mais o esporte em todas as suas vertentes, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), realizará a I Seletiva de Badminton, voltada para estudantes entre 12 a 14 anos, a partir desta sexta-feira, 23, até domingo, 25, no Estádio Canarinho.

 

Durante a manhã o campeonato inicia às 8h e no período da tarde, a partir das 15h. Participam do evento 38 inscritos, sendo 20 atletas no naipe feminino e 18 atletas no masculino.

 

O evento é organizado pelo IDR (Instituto do Desporto de Roraima) em parceria com a Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima), FRBd (Federação Roraimense de Badminton) e Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

 

“Nós estamos lançando a primeira semente da modalidade com parceria da recém-criada Federação Roraimense de Badminton, cujo presidente é Raimundo Morais. Os atletas inscritos são de nove escolas, e quatro são do interior do Estado”, disse a gerente-técnica do evento, Adriana de Souza.

 

As inscrições para a seletiva ocorreram entre 12 e 20 de setembro no Estádio Canarinho. Nesta quarta-feira, 21, ocorreu o congresso técnico com toda a equipe organizadora.

 

Os estudantes que vencerem a seletiva garantem vaga para representar Roraima nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), que ocorrerá de 31 de outubro a 15 de novembro, no Rio de Janeiro, e é organizado pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar).

 

PARABADMINTON

 

Em parceria com a Uerr, durante a seletiva, haverá ainda um momento especial do paradesporto, com a apresentação e vivência do parabadminton voltado a estudantes de 13 a 17 anos. A ação é promovida pelo Centro Paralímpico da Uerr.

 

A MODALIDADE

 

Badminton é um esporte dinâmico praticado entre dois ou quatro jogadores. É parecido com o tênis, que usa raquetes e está dividido por uma rede, porém, ao invés de uma bola, ele é jogado com uma espécie de peteca.

 

A modalidade exige grande treinamento físico, além de agilidade, coordenação e reflexo dos jogadores. O Badminton é considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo. No início da década de 90, ele foi incluído nas modalidades olímpicas, sendo disputado pela primeira vez nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992.

 

E neste ano de 2022, a modalidade começa a ser implementada em Roraima, com a fundação da Federação Roraimense de Badminton e a realização da primeira seletiva no Estado.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), deu início nesta quinta-feira, 22, a uma capacitação sobre noções básicas para fiscalização sanitária. A atividade segue até esta sexta-feira, 23, no auditório da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância Epidemiológica), no bairro São Francisco.

 

Ao todo, 14 representantes de municípios do Estado estão participando da atividade, que reforça o poder de atuação dos agentes que desempenham atividades de fiscalização sanitária.

 

“O curso de fiscalização e conduta sanitária serve para capacitar e orientar os fiscais sanitários nas suas inspeções. Ele é voltado para todos os municípios, e hoje 14 deles estão participando”, afirmou o diretor da Vigilância Sanitária da CGVS, Rafael Chrusciak.

 

A programação havia sido acordada com os municípios há bastante tempo, mas sua execução precisou ser adiada por conta da pandemia de covid-19. Somente agora, com a doença sob controle, foi que a CGVS conseguiu colocar a capacitação em prática para os profissionais da área.

 

“A vigilância sanitária do Estado é responsável por capacitar e orientar os fiscais sanitários, tanto nas ações quanto na conduta, postura e habilidade. Então preparamos uma equipe técnica com experiência para estar ministrando a capacitação”, ressaltou o administrador do DVS (Departamento da Vigilância Sanitária), Jander Welson Arruda.

 

RELEVÂNCIA DA AÇÃO

 

As vigilâncias sanitárias dos municípios são as que mais desenvolvem mudanças ações diretas em prol da sociedade, uma vez que são conhecedoras da realidade de suas regiões. O intuito do curso é que cada representante esteja ciente das principais condutas que deve desempenhar dentro de seu ambiente de trabalho.

 

“Nossa principal expectativa em relação a esse treinamento é agregar mais conhecimento a respeito do nosso trabalho, do dia a dia e da postura do fiscal sanitário, acredito que isso será muito relevante para o nosso município”, comentou o gerente da Vigilância Sanitária de Caroebe, Josiel Almeida.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Água e Esgoto de Roraima), inicia, neste sábado, 24, as obras de construção da rede de distribuição e abastecimento de água tratada do bairro Senador Hélio Campos, localizado na zona Oeste de Boa Vista.

 

A obra vai beneficiar as famílias com 700 ligações domiciliares, perfuração de um poço artesiano tubular, uma adutora de água tratada, e ainda, 8 mil metros de extensão de rede de água, atendendo aos padrões da Caer e reforçando o abastecimento das famílias.

 

O valor total do investimento é de R$ 1,5 milhão oriundos do Programa Água para Todos. No processo executado pela empresa, cada residência ficará com a ligação pronta e já padronizada para a instalação do hidrômetro.

 

O presidente da Caer, James Serrador, explicou que a área compreende cerca de 37 ruas do bairro que antigamente eram chácaras e foram desmembradas em terrenos menores. A partir dessa regularização é que a companhia pode realizar os investimentos no sistema de distribuição de água local, iniciando na Travessa S-22 até a Travessa S-40.

 

“Estamos dando continuidade aos trabalhos de universalização da água por meio do Água para Todos. Após a regularização da área, a Caer vai mudar a realidade destas pessoas que há anos anseiam por este serviço”, disse.

 

MAIS INVESTIMENTOS     

 

Em 2022, a Caer concluiu a implantação dos sistemas de abastecimento de abastecimento nos bairros Nova Vida e Jardim das Copaíbas. Atualmente, estão em andamento as obras dos sistemas do bairro João de Barro e na Cooperativa Unicarvão. A empresa inicia ainda neste mês as obras do sistema de água no bairro Pedra Pintada, cuja licitação já foi concluída e homologada.

Avalie este item
(0 votos)

Estudantes do CME (Colégio Militar Estadual) Coronel PM Derly Luiz Vieira Borges conquistaram 24 medalhas na 7ª Olimpíada Brasileira de Geografia e Ciências da Terra.

 

Dentre as escolas roraimenses, o CME foi a instituição de ensino que conquistou o maior número de medalhas na Olimpíada GeoBrasil. Foram seis condecorações de ouro, três de prata e quinze de bronze alcançadas pelos alunos .

 

A conquista do ouro na competição assegurou uma das três vagas para representar Roraima na cidade de Campinas (SP), nos dias 25 a 27 de novembro.

 

INTERIOR

 

A EMTI (Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral) José de Alencar, localizado no município de Rorainópolis também participou da olimpíada, recebendo a medalha de prata na fase estadual.

 

Agora, os alunos João dos Santos Cunha, Deyse Kelli Oliveira Morais e Ana Rita Gomes de Castro, formam “Os Rurais”, única equipe do interior do Estado que conseguiu se classificar para a terceira fase em Campinas. Eles foram coordenados pelo professor Roniel Vitor de Oliveira

 

“Como professor coordenador, agradeço muito a participação dos alunos e a colaboração da gestão da escola. Todos estamos de parabéns”, explicou Roniel.

 

O objetivo primordial da olimpíada é fortalecer o processo de construção do conhecimento geográfico e contribuir para o processo ensino aprendizagem, tendo como pressuposto o ensino para uma formação cidadã.

 

A COMPETIÇÃO

 

A Olimpíada GeoBrasil é uma competição científica para estudantes das escolas públicas e particulares do Brasil, desde o 9° ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio, abrangendo temas de Geografia e das Geociências.

 

Os medalhistas terão a oportunidade de fazer parte da Seleção Brasileira que participará da Olimpíada Internacional de Geografia (IGeo) em 2023 na cidade de Bandung, Indonésia.

Avalie este item
(0 votos)

O dia 21 de setembro é marcado pela sensibilização sobre o Alzheimer, doença neurodegenerativa que afeta cerca de 1,2 milhão de pessoas no Brasil, segundo estimativas do Ministério da Saúde.

 

Em Roraima, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota é uma das unidades que realizam atendimentos voltados para quem sofre da doença, com média de 4 atendimentos por dia.

 

“O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que infelizmente não tem cura, e que ao longo dos anos progride. No entanto, temos medidas para fazer com que essa progressão seja mais lenta, através de medicamentos e com terapia multidisciplinar”, ressaltou o médico neurologista Felipe Queiroz.

 

A doença é definida como demência ou perda de funções cognitivas, como a memória, orientação, atenção e linguagem, causada pela morte de células cerebrais, além da piora progressiva dos sintomas. Quando diagnosticado precocemente, é possível retardar o seu avanço e ter um controle dos sintomas, permitindo uma melhor qualidade de vida para o paciente.

 

A evolução dos sintomas pode ser dividida em três fases: leve, moderada e grave.

 

Na fase leve, podem ocorrer alterações como perda de memória recente, dificuldade para encontrar palavras, desorientação no tempo e no espaço, dificuldade para tomar decisões, perda de iniciativa e de motivação, sinais de depressão, agressividade, diminuição do interesse por atividades e passatempos.

 

Na fase moderada, são comuns dificuldades mais evidentes com atividades do dia a dia, como esquecimento de fatos importantes e de nomes de pessoas próximas; incapacidade de viver sozinho, incapacidade de cuidar da casa, de fazer compras; dependência de outras pessoas, como ajuda com autocuidados; maior dificuldade para falar e se expressar com clareza; alterações de comportamento (agressividade, irritabilidade, inquietação); ideias sem sentido (desconfiança, ciúmes) e alucinações (ver pessoas, ouvir vozes de pessoas que não estão presentes).

 

Na fase grave, observa-se prejuízo gravíssimo da memória, com incapacidade de registro de dados e muita dificuldade na recuperação de informações antigas como, reconhecimento de parentes, amigos, locais conhecidos; dificuldade para alimentar-se; dificuldade de orientar-se dentro de casa. Pode haver incontinência urinária e fecal e intensificação de comportamento inadequado. Há tendência de prejuízo motor, que interfere na capacidade de locomoção, sendo necessário auxílio para caminhar. Posteriormente, o paciente pode necessitar de cadeira de rodas ou ficar acamado.

 

As causas da doença ainda são desconhecidas, mas há a possibilidade de que seja geneticamente determinada. Identificando algum dos sintomas, o paciente ou familiar deve procurar por um psiquiatra, geriatra ou neurologista especializado na doença para receber o tratamento adequado.

 

“O diagnóstico precoce é importante, porque o quanto antes descobrirmos a doença daquele paciente nós conseguimos fazer as intervenções mais cedo, visando dar um ganho funcional e mais tempo para esse paciente”, reforçou o especialista.

 

Queiroz salientou ainda a importância da data, uma vez que o Alzheimer ainda é encarado como um tema tabu para muitas pessoas.

 

"A data é importante para poder lembrar a todos nós dessa condição que não consideramos rara. O Alzheimer é uma doença que tem uma relativa frequência, que vai aumentando ao longo da idade e acomete principalmente os idosos acima de 65 anos”, completou.

 

A Clínica Médica Especializada Coronel Mota está localizada na rua Coronel Mota, nº 636, Centro. O horário de funcionamento é das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira.

 
Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 21, é comemorado o Dia de Luta pela Pessoa com Deficiência, uma data que ressalta a importância de promover ações de inclusão por parte das esferas pública e privada no Brasil.

 

Em Roraima, o CER II (Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual) se destaca na oferta de serviços de reabilitação para pessoas com algum tipo de deficiência, reforçando o compromisso do Governo de Roraima em dar autonomia para os pacientes.

 

Localizada no bairro Santa Tereza, o centro realiza uma média de 3 mil atendimentos por mês. A unidade é subordinada ao Departamento de Políticas de Reabilitação da Sesau (Secretaria de Saúde), que tem colocado em prática uma série de ações com foco na oferta de serviços de saúde para a população.

 

“O CER II tem o objetivo de reabilitar as pessoas, tanto as que sofrem acidentes quanto aquelas que nascem ou desenvolvem algum tipo de problema neurológico. Com esse serviço, nós estamos reforçando que somos o apoio para o desenvolvimento das atividades deles”, destacou a diretora da unidade, Irgélia Ramos.

 

Entre os pacientes assistidos está Raimundo da Silva, de 59 anos. Ele tem recorrido ao serviço de terapia da unidade para recuperar os movimentos que foram comprometidos por um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

 

“Às vezes, não nos sentimos parte da sociedade, e ter um dia específico para lembrar de nós é gratificante. O tratamento que eu tenho aqui no CER II é muito bom, o atendimento é humanizado”, completou.

 

O SERVIÇO

 

As atividades do CER II funcionam no prédio do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência em Boa Vista. A unidade atende todos os casos neurológicos do estado, como síndrome de Down, espectro autista, microcefalia, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e traumatismo craniano.

 

A equipe é composta por assistentes sociais, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeuta, fisiatra, pediatra, psicólogos e profissionais de enfermagem. Um trabalho essencial para reabilitar o paciente para a rotina de sua vida.

 

O Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência em Boa Vista está localizado na Avenida São Sebastião, 1195, bairro Santa Tereza. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 19h.

 

MEIOS AUXILIARES

 

Outro serviço oferecido pelo Governo é o repasse de meios auxiliares de locomoção, que ocorre através do PAPD (Programa de Atenção e Prevenção a Deficiência).

 

De janeiro a julho deste ano, foram realizadas a entrega de 2.108 meios auxiliares de locomoção. O repasse é feito após o paciente realizar um cadastro junto ao NERF (Núcleo Estadual de Reabilitação Física 08 de Outubro), unidade que funciona na avenida Ataíde Teive, bairro Nova Canaã.

 

Os documentos exigidos são os seguintes:

 

- Cópia da carteira de identidade ou registro de nascimento;

- Cópia do CPF;

- Cópia de comprovante de residência;

- Cópia do Cartão do SUS;

- Solicitação original do material médico, fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional com o diagnóstico médico ou CID (Classificação Internacional de Doença).

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 21, gestores das escolas estaduais do interior se reuniram no auditório da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) para tratar de assuntos referentes a pré-lotação de servidores para o ano de 2023 pela Dilot (Divisão de Lotação) e receber orientações sobre o NEM (Novo Ensino Médio).

 

Na reunião foram tratados assuntos como o envio da frequência, abono e lançamento de faltas, retroativo de gratificação, além de esclarecimentos sobre pedido de férias, progressões, licenças, retorno de atividades e aposentadoria.

 

“A reunião aconteceu ainda no mês de setembro para que os gestores se preparem dentro da escola, conversando com os professores. A novidade para o interior é a implementação do Nem, então este tempo servirá para organizar o quadro de servidores, no intuito de serem atendidos em novembro na pré-lotação”, informou Vanessa Peres, servidora da divisão de lotação e responsável pelos informes desta reunião.

 

O secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, participou da reunião, dando boas-vindas aos gestores e debateu demandas dos profissionais.

 

ASSISTÊNCIA AO INTERIOR

 

Na ocasião, a pedido dos gestores, o Diretor do DGE (Departamento de Gestão Escolar), Silvano Pinho e o diretor do DAE (Departamento de Apoio ao Educando), Naicon Araújo, falaram sobre a distribuição de itens do mobiliário e merenda escolar às escolas do interior.

 

De acordo com o DGE, até o final do ano, cerca de 1.900 tablets e notebooks devem ser entregues para as escolas que não haviam sido previamente contempladas.

 

Já os itens da merenda escolar, serão, mais uma vez reforçados para garantir comida de qualidade a todas as comunidades, principalmente aquelas fora das sedes dos municípios.

 

Vinda da comunida