Avalie este item
(0 votos)

A XXIX Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima) que ocorreria entre quarta-feira, 24 e quinta, 25, foi adiada para a próxima semana, nos dias 29 e 30 de novembro, no Parque Anauá, em formato presencial. O motivo do adiamento é devido ao calendário de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo Catar 2022.

 

A Fecirr é o maior evento de iniciação científica da Educação Básica do Estado, e é uma iniciativa do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), em parceria com o Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima).

 

Este ano, a Fecirr traz o tema “Roraima: 33 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação”. O evento será aberto para a visitação do público das 8h às 12h e das 14h às 20h. A abertura oficial está agendada para o dia 29 de novembro, às 9h.

 

O número de projetos inscritos nesta edição, a primeira em formato presencial desde a pandemia, superou a expectativa da organização, que era de 150 trabalhos.

 

“O objetivo da Feira é desenvolver a iniciação científica nas escolas da Educação Básica do Estado. Nesta edição temos 193 trabalhos inscritos, superando nossas expectativas”, disse uma das coordenadoras do evento, professora Gisele Oliveira, destacando a participação de escolas da capital e interior.

 

Uma superestrutura será preparada com a montagem de 80 estandes para a exposição dos trabalhos científicos. O evento contará ainda com apresentações culturais.

 

PREMIAÇÃO

 

A Seed premiará os projetos que possuam as melhores pontuações de todo o evento.  Os cinco melhores colocados receberão troféus, certificados, medalhas e garantem credenciais para participação em feiras nacionais. Os primeiros colocados de cada etapa de ensino receberão também Menção Honrosa.

Avalie este item
(0 votos)

Seguindo a programação de encerramento do 3º bimestre letivo de 2022, as instituições de ensino da Rede de Colégios Estaduais Militarizados realizam, até o dia 9 de dezembro, a entrega de alamares e promoções de alunos.

 

Na noite desta terça-feira, 22, o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Fernando Grangeiro de Menezes, localizado no bairro Caranã, em Boa Vista, realizou uma cerimônia para a entrega de 126 alamares e promoção de alunos. O evento ocorreu no colégio.

 

Nesta quarta-feira, 23, ocorre no CEM Professor Carlo Casadio, no bairro Cinturão Verde, a entrega de 124 alamares. Na sexta, 25, a solenidade acontece no CEM Professora Antônia Tavares da Silva, município de Rorainópolis com a entrega de 213 alamares.

 

Na próxima semana, as condecorações iniciam na segunda-feira, 28, nos Colégios Professor Jaceguai Reis Cunha, localizado no bairro Asa Branca, em Boa Vista às 9h e no colégio Carlos Drummond de Andrade, localizado no bairro Pricumã, às 8h30.

 

QUEM RECEBE?

 

A honraria do alamar é entregue para os estudantes que alcançaram nota igual ou superior a 8,5 e tiveram comportamento no mínimo bom ao longo do bimestre. As solenidades de entrega dos alamares fazem parte da rotina dos colégios militarizados da Capital e interior do Estado. A cada encerramento do bimestre, os alunos destacados são agraciados com a homenagem.

 

“O alamar é uma conquista pessoal. Cabe a cada aluno alcançar a condição de aluno destaque durante o bimestre tendo como parâmetro o rendimento escolar, a disciplina, a assiduidade e a pontualidade e assim usar o alamar como forma de reconhecimento acadêmico. Lembrando que o alamar é o símbolo da meritocracia dos colégios militarizados”, destacou o secretário-adjunto de coordenação dos colégios militarizados, José Rodrigues Souza.

 

REDE DE COLÉGIOS

 

Atualmente existem 33 colégios militarizados em todo o Estado, sendo 20 na capital e 13 no interior, em Mucajaí (e Vila Samaúma), Iracema, Caracaraí, Rorainópolis (e Vila Nova Colina), Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre, São Luiz do Anauá e Amajari. Os colégios militarizados em Roraima atendem, juntos, 27.885 estudantes.

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) promove, nesta sexta-feira, 25, uma ação especial voltada para os doadores regulares.

 

A programação terá início às 7h30, com a realização de um café da manhã. Haverá ainda sorteio de brindes e momentos de homenagem. Atualmente, a unidade conta com 247 doadores regulares.

 

“Nós estamos na semana nacional do doador fidelizado, que é aquele doador regular que assumiu o compromisso de ajudar outras pessoas, independente de nós, enquanto captação, estarmos convocando para a doação. Esse doador sabe de responsabilidade e ele acredita que com a doação, vai realmente salvar vidas e se tornar um herói”, destacou a assistente social do setor de captação do Hemoraima, Rejane Dias.

 

Instituída por meio da Lei nº 53.988/1964, o Dia Nacional do Doador de Sangue tem como finalidade ressaltar a importância da doação no país. Com a realização de Copa do Mundo e a proximidade de festejos de final de ano, a data ganha ainda mais relevância.

 

“Aqui em Roraima, nós precisamos muito que esses doadores se tripliquem, uma vez que só temos esta unidade e ele abrange todo o Estado, fornecendo esses hemocomponentes para todas as unidades hospitalares. Por esse motivo, é importante que sempre estejamos com os nossos estoques elevados”, frisou.

 

Dentre os doadores mais assíduos está o estudante Pedro Santos, de 25 anos. Sua primeira doação ocorreu em 2016, durante uma campanha da Igreja Adventista, mas foi só em 2020 que ele passou a comparecer ao Hemoraima de forma regular.

 

“É muito gratificante saber que estou sendo solidário com uma pessoa apenas com esse simples gesto. Minha última doação foi em outubro, durante o curso de formação da polícia penal, onde fizemos uma campanha. Se tudo der certo, em dezembro vou fazer mais uma [doação]”, comentou.

 

COMO SER UM DOADOR DE SANGUE?

 

Para ser um doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98414-0726.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), publicou no DOE (Diário Oficial do Estado) o calendário escolar 2023. A Portaria Normativa N° 16/Seed/GAB do dia 18 de novembro está disponível para consulta no site www.imprensaoficial.rr.gov.br.

 

“O calendário foi elaborado por uma comissão com representantes das várias etapas e modalidade de ensino e setores da Seed, como a Secretaria Adjunta dos Colégios Militarizados, Auditoria do Controle de Ensino, Desporto Escolar, além de representantes do Sinter”, destacou a diretora do Departamento de Educação Básica da Seed, Nildete Melo.

 

O ano de 2023 terá 204 dias letivos. O período de 9 a 13 de janeiro está reservado para as matrículas novas, no dia 25 os professores devem se apresentar nas escolas e no período de 26 a 31 de janeiro ocorrerá o planejamento e formação com os docentes.

 

As aulas iniciam no dia 1° de fevereiro e o primeiro bimestre segue até o dia 20 de abril, com 54 dias letivos. O segundo bimestre vai de 24 de abril a 30 de junho, contabilizando 47 dias letivos. O recesso escolar do meio do ano será de 03 a 17 de julho. 

 

O terceiro bimestre, que possui 53 dias letivos, será de 18 de julho a 29 de setembro e o quarto bimestre vai de 02 de outubro a 18 de dezembro, com 50 dias letivos. O período de 19 a 22 de dezembro está reservado para a recuperação final e as férias escolares serão de 26 de dezembro de 2023 a 24 de janeiro de 2024.

 

“Os calendários escolares são documentos que orientam as atividades educacionais durante o ano letivo. A legislação vigente determina que tenham no mínimo 200 dias letivos. Para 2023 estão previstos 204 dias letivos para as escolas não indígenas e 208 para as instituições indígenas, desta forma, temos dias além para usufruir por exemplo, com pontos facultativos, sem comprometer o calendário”, destacou Nildete.

 

 

Educação Escolar Indígena terá 208 dias letivos

 

As escolas indígenas terão um Calendário Escolar diferenciado com 208 dias letivos e algumas datas diferentes de início e término de bimestre, todos com 52 dias letivos. Desta forma, o primeiro bimestre vai de 1° de fevereiro a 18 de abril, o segundo, de 19 de abril a 29 de setembro.

 

O terceiro bimestre será de 18 de julho a 29 de setembro e o quarto bimestre, de 02 de outubro a 18 de dezembro. Já o início das aulas, recesso escolar, período de recuperação e férias escolares, serão nas mesmas datas do Calendário Escolar não-indígena.

 

De acordo com o Censo Escolar 2021, a rede estadual de ensino possui 346 escolas e 77.313 estudantes matriculados, somente na capital Boa Vista são 58 escolas e 41.013 alunos. Na educação escolar indígenas são 226 escolas e 17.279 alunos.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) encerra nesta quarta-feira, 23, a programação unificada alusiva ao Outubro Rosa e ao Novembro Azul, com palestra destinada aos colaboradores sobre o câncer de próstata, ministrada pela enfermeira Maria de La Paz, especialista em câncer da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia, a partir das 8h, no auditório da companhia.

 

A campanha de arrecadação de lenços, acessórios, chapéus e bonés para pacientes em tratamento para o câncer de mama e próstata, realizada em parceria com a Liga Roraimense de Câncer, segue até quarta, 23, e os interessados em ajudar podem procurar os pontos de coletas dentro da Caer para realizar as doações.

 

“Agora em novembro, estamos reforçando a importância dos cuidados para prevenir e combater o câncer de próstata e doenças em geral, incentivando os homens a buscarem atendimento médico, seja diretamente na Caer ou nas unidades básicas de saúde”, explicou a assistente social da empresa, Elianete Saraiva.

 

O mês de novembro é dedicado à sensibilização e prevenção do câncer de próstata, que é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). “Por meio do SUS [Sistema Único de Saúde] os homens podem encontrar tratamento em hospitais habilitados em oncologia, incluindo exames clínicos, procedimentos cirúrgicos e tratamentos”, completou a assistente social.

 

Iniciada em 24 de outubro, a campanha unificada promovida pelo SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) da Companhia, contou com a parceria da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), da Liga Roraimense de Combate ao Câncer e do SESI (Serviço Social da Indústria), em programação interna de palestras, blitz de saúde com nutricionista e ginástica laboral, além de mini circuito com atividades físicas e caminhada na área interna da Companhia.

 

Avalie este item
(0 votos)

Diante do cenário atual da covid-19 no país, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), tem reforçado junto aos municípios a necessidade de intensificar ações de proteção, controle e diagnóstico da doença.

 

Uma das medidas que podem ajudar a frear a curva de crescimento do vírus é a realização de testagem. O exame pode ser feito em qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde) e as amostras são encaminhadas para análise no Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima).

 

“É preciso identificar oportunamente, para poder isolar as pessoas positivas, e assim evitar o maior número de pessoas contaminadas”, destacou a coordenadora Geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira.

 

De acordo com dados do Boletim Epidemiológico dessa segunda-feira, 22, o Estado soma atualmente 462.217 notificações de casos, com 177.522 confirmações e 2.175 óbitos. O tratamento dos casos mais graves é feito na rede hospitalar, tendo o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) como a principal referência do Estado.

 

“O teste de covid pode ser feito que qualquer Unidades Básicas de Saúde, em todos os municípios do Estado, e é importante reforçar que a rede hospitalar não é destinada para realização diagnóstico, mas sim para o atendimento de pessoas com sintomas mais exacerbados ou graves da covid-19 e que necessitam de cuidados maiores”, completou Valdirene. 

 

Na última sexta-feira, 18, a CGVS emitiu uma nova nota informativa com o propósito de enfatizar a importância do uso de máscaras de proteção facial para o público mais vulnerável, como idosos, gestantes e pessoas com imunossupressão.

 

“Em estabelecimentos de saúde, como hospitais, farmácias e clínicas, o uso da máscara continua obrigatório, assim como em caso de pessoas com algum tipo de sintoma respiratório”, lembrou a coordenadora.

 

Outro ponto destacado por Valdirene é a importância da vacinação. Atualmente, apenas 53,3% da população está com o seu esquema vacinal completo, com 1ª e 2ª dose, mais duas doses de reforço.

 

“A vacinação é o meio de prevenção mais eficaz que nós temos para vencer a covid-19. Então, aqueles que não estão com sua caderneta de vacinação contra a covid atualizada, procure uma unidade de saúde, um posto de vacinação no seu município e atualize o seu cartão de vacina. Juntos com todos esses cuidados, podemos diminuir ou eliminar a covid de circulação no nosso estado”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima liberou mais de 700 mil reais em financiamento para micro e pequenos empreendedores e produtores rurais durante os cinco dias de realização da Expoferr 2022. O último lote para pagamento das linhas de crédito realizadas durante a feira, ocorrida no período de 11 a 15 de novembro, está sendo efetuado nesta semana pela Desenvolve Roraima.

 

Ao todo, foram feitos 90 contratos do Microcrédito Empreendedor para autônomos, com financiamento solicitado no valor de R$ 5 mil cada, e três contratos de pessoas jurídicas no valor de R$ 10 mil cada, o que totalizou um valor de R$ 480 mil.

 

Já no Crédito Rural, foram realizados 31 contratos com valor total de R$ 222 mil.

 

Somando as duas linhas de crédito, o financiamento total foi de R$ 702 mil no período. Os procedimentos estão sendo finalizados conforme prazo exigido pelas instituições financeiras.

 

A ação só foi possível graças ao investimento do Governo do Estado, que disponibilizou R$ 3 milhões para impulsionar a economia e atender a demanda dos micro e pequenos produtores rurais e empreendedores.

 

“Os valores de financiamento e o volume de negócios fechados deixam claro a importância da Expoferr na economia local”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

DESENVOLVE RORAIMA

 

Durante todo o mês de outubro, e à parte da Expoferr 2022, o Governo, por meio da Desenvolve Roraima, gerou 89 contratos de Microcrédito Empreendedor e Crédito Rural, totalizando um valor aproximado de R$ 550 mil em pagamento por meio das linhas de crédito.

 

O presidente da Desenvolve Roraima, Adailton Fernandes, ressaltou que esta foi a primeira vez que a agência estadual de fomento montou estrutura de atendimento em um estande funcionando de forma ininterrupta de 10h às 22h no evento.

 

“Nosso foco foi trabalhar a experiência do cliente no atendimento, a força institucional e o papel relevante da Desenvolve para a geração de renda e para o desenvolvimento, além da liberação dos recursos em tempo recorde, de cinco dias úteis”.

 

Durante a Expoferr 2022, a Desenvolve Roraima disponibilizou um banner contendo um Código QR com check-in automático. A partir do escaneamento, o cliente pôde conferir as linhas de crédito com simulações variadas, a lista completa de documentações necessárias para propor crédito e o passo a passo das etapas para a liberação de crédito, além de avaliar o atendimento via formulário de pesquisa de satisfação.

 

“O Governo acredita no potencial da instituição e do empreendedor de Roraima, e quem ganha com tudo isso é a população. O que a Desenvolve fez na Expoferr é o resultado desse investimento somado ao empenho dos colaboradores que planejaram e executaram com eficiência o que foi proposto pela gestão”, ressaltou Fernandes.

Avalie este item
(0 votos)

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Alvim, participou nesta segunda-feira, 21, da cerimônia de abertura da II Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, promovida pelo Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

 

A abertura da conferência ocorreu no Palácio Senador Hélio Campos, com presença do governador Antonio Denarium e a programação segue até quarta-feira, 23. Durante a solenidade, o ministro falou sobre o lançamento oficial do Programa Centelha Roraima, que será gerenciado pela Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa de Roraima), instituição criada pela atual gestão do Governo do Estado. O Estado era o único do Brasil que não contava com uma agência de fomento do tipo.

 

O governador Antonio Denarium discursou na abertura da Conferência, ressaltando a importância da Faperr e de todos os setores de ciência e de estímulo à inovação para os avanços no desenvolvimento do Estado.

 

“A conferência é aberta para toda a comunidade acadêmica e a participação da população é muito importante, porque o incentivo à pesquisa é fundamental. O Governo fomenta e apoia todas as práticas de empreendedorismo inovadoras, estimula a criação de soluções e gera crescimento econômico, emprego, renda e desenvolvimento”, disse.

 

CENTELHA RORAIMA

 

Na oportunidade, o ministro Paulo Alvim explicou sobre o lançamento do Programa Centelha, uma iniciativa do Governo Federal no sentido de alavancar o empreendedorismo inovador.

 

“O Centelha estimula a criação de empreendimentos inovadores a partir da geração de novas ideias e dissemina a cultura da inovação. Aqui em Roraima ele será desenvolvido pelo Governo do Estado”, disse Alvim.

 

O Centelha Roraima será executado por meio da Faperr com apoio das instituições federais ligadas ao Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação, como a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) em parceria com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Confap (Tecnológico o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa) e outros.

 

De acordo com o presidente da Faperr, Pedro Cerino, o programa é uma ferramenta que traz para o público jovem incentivos ao empreendedorismo. 

 

“É um projeto do Finep, órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia. Esse projeto vem trazendo inovações voltadas ao incentivo ao empreendedorismo. Então, foi apresentado hoje como mais uma ferramenta de desenvolvimento e sustentabilidade dos negócios, os micros e pequenos negócios. Quando falamos em novos negócios, muitos deles são feitos por jovens empreendedores nas startup, que são empresas de tecnologia e precisam de oportunidades para entrarem no mercado, se estabelecerem e gerarem emprego e renda,” declarou.

COMO PROPOR AO PROGRAMA

Até o dia 9 de janeiro de 2023, as propostas para o Centelha em Roraima podem ser submetidas por pessoas físicas, vinculadas ou não a empresas com até 12 meses de existência anteriores à data de publicação do edital, e que tenham faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões sediadas no Estado.

Serão destinados à concessão de subvenção econômica à inovação, em apoio às propostas aprovadas, recursos no valor global de R$ 800 mil, sendo R$ 600 mil, oriundos do FNDCT (Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) do Finep e R$ 200 mil provenientes de contrapartida do Governo do Estado.

Os recursos disponibilizados serão destinados à subvenção de até 15 projetos de inovação, cada um com valor unitário de até R$ 40 mil com recursos do FNDCT do Estado.

Os proponentes devem apresentar suas ideias de produtos (bens e/ou serviços) ou processos inovadores com potencial para se transformar em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos listados na chamada pública.

Para ter acesso ao edital, basta acessar o site oficial da Faperr.

A CONFERÊNCIA

 

Durante os três dias, o evento conta com a participação de várias instituições de ensino e da sociedade civil, estudantes, pesquisadores e gestores empresariais. No encontro, também haverá debates, discussões e proposições.  

  

O titular da Seadi, Emersom Baú, afirmou que as ações vão ser balizadoras para Roraima avançar rumo ao crescimento e desenvolvimento. De acordo com o secretário, com a conferência e a estruturação da Faperr pelo governador Antonio Denarium, começamos a andar de maneira estruturada em termos de tecnologia.

 

“É um trabalho diferenciado feito por pesquisadores, cientistas e sociedade para discutir e definir as diretrizes da política estadual de ciência e tecnologia e inovação, ou seja, buscar da sociedade a gestão pública. Essas diretrizes estabelecem uma mudança de mentalidade da gestão com novos procedimentos no sentido de o Estado atender melhor e com mais qualidade a sociedade”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

No dia 3 de dezembro, o Cadah/S (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação) realiza o 1º Desafio Artístico: As pinceladas de Van Gogh, que vai ocorrer na quadra da unidade, localizada na rua Prof. Agnelo Bittencourt, 768, no Centro de Boa Vista, das 8h às 12h.

 

Para participar, crianças e adolescentes de 10 a 14 anos interessados podem se inscrever até terça-feira, 22, no próprio Cadah/S. O Desafio faz parte do projeto Domínio Artístico, do centro, e vai explorar a vida e obra do pintor pós-impressionista neerlandês Vincent Willem Van Gogh.

 

Nesta terça-feira, às 17h, os participantes terão um encontro com a organização do evento para receber orientações sobre o desafio.

 

A iniciativa é do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

“Este evento foi organizado para proporcionar uma manhã artística, de conhecimento e criatividade, por entendermos que um desafio artístico estimula a imaginação dos participantes”, disse a orientadora do projeto, professora Jeane Chacon.

 

O primeiro colocado será premiado com um kit de pintura e medalha. O segundo e terceiro colocados receberão brindes. Todos vão receber certificados de participação, concorrer a um sorteio e vão compartilhar um lanche.

 

O EVENTO

 

Durante o desafio, serão colocados à prova com questões de raciocínio lógico; estudo orientado sobre a história de Van Gogh e releitura de uma das obras mais conhecidas do artista, intitulada “Girassóis”, de 1899.

 

Todas as atividades serão pontuadas para o somatório dos três colocados. Será entregue um e-book sobre o pintor para ser estudado para o primeiro momento da competição, a releitura também será explicada para que no dia do evento não haja dúvidas.

 

Quem visitar o local acompanhando os participantes pode interagir com apresentações musicais de alunos do Cadah/S e Juninho da Pegada, comprar um trabalho artístico dos alunos e assistir aos três momentos do desafio.

 

O CENTRO

 

O Cadah/S atende alunos com AEE (atendimento educacional especializado) com indicadores de superdotação ou altas habilidades. Esses indicadores, de acordo com o psicólogo educacional americano Joseph Renzulli, são: habilidades gerais e/ou específicas acima da média; elevados níveis de comprometimento com a tarefa e elevados níveis de criatividade.

 

Atualmente o Cadah/s de Roraima atende a oito alunos com domínio psicomotor que trabalha os indicadores de altas habilidades, como é o caso dos enxadristas ou dos que se destacam em provas de raciocínio lógico. Ao todo são 77 alunos matriculados no centro.

Avalie este item
(0 votos)

Os acidentes de trânsito impactam diretamente na saúde pública. Em Roraima, de 1º de janeiro até 31 de outubro deste ano, 5.835 pessoas deram entrada no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) em decorrência de acidentes de trânsito.

 

Do total de vítimas de acidentes que deram entrada na unidade de saúde, 75% estavam em motocicletas, o que representa 4.401 pessoas.

 

Outros números são: 390 pacientes vítimas de acidentes de bicicleta; 521 vítimas estavam em carros; 281 foram de atropelamentos e 242 em razão da colisão entre veículos. Os dados são do SAME (Serviço de Arquivo Médico e Estatística), da Sesau (Secretaria de Saúde).

 

O presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), Álvaro Duarte, explicou que a Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito) divulgou, na semana passada, que 60% dos leitos dos hospitais no País estão ocupados com vítimas de acidentes de trânsito. Esses atendimentos geram gastos nos hospitais com medicamentos, médicos e infraestrutura.

 

“O atendimento de uma vítima de acidente no trânsito já inicia, muitas vezes, com a mobilização do SAMU [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência], que exige uma estrutura de equipe e equipamentos para ser eficiente”, comentou.

 

Já sobre o número 4.401 vítimas de acidentes de moto que deram entrada no HGR, o presidente do Detran-RR alertou que os motociclistas precisam redobrar a atenção no trânsito.

 

“É um dado preocupante, e você motorista que está no trânsito dirigindo motocicletas, dirija com responsabilidade e cidadania e use seus equipamentos de segurança. Isso vale também para passageiros”, ressaltou Duarte.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) realiza, nesta terça-feira, 22, e quarta, 23, uma capacitação dirigida para técnicos do órgão, produtores rurais, profissionais e demais entidades e interessados do setor da agricultura sobre a praga quarentenária ausente Foc R4T (Fusarium oxysporum f.sp. cubense Raça 4 Tropical) e a praga quarentenária presente Moko da Bananeira.

 

O treinamento é aberto ao público da área que estiver interessado em participar. Para isso, basta comparecer ao local do evento, que será realizado a partir das 8h de terça-feira, 22, no auditório da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), na rua General Penha Brasil, 1121, bairro São Francisco.

 

O curso será ministrado por dois especialistas no assunto que foram designados pelo DTEC (Departamento de Serviços Técnicos) do Mapa (Ministério da Agricultura). Além de Roraima, a capacitação também é realizada para o público do Amazonas, Rondônia e Acre.

 

De acordo com o presidente da Aderr, Marcelo Parisi, o treinamento é uma oportunidade para técnicos e produtores de banana de Roraima conhecerem mais sobre as pragas, que são muito perigosas para o plantio, pois as ocorrências tanto do fungo da Fusariose (ou mal-do-Panamá) e da bactéria do Moko podem causar perda total da produção, além de que medidas os capacitados podem tomar no caso de identificarem algum foco.

 

“É importante a participação dos produtores, já que o mal-do-Panamá e o Moko da Bananeira são pragas que podem desencadear um grande prejuízo nas plantações. A Raça 4 é uma das piores doenças que podem chegar a uma produção de banana e destruir tudo”, enfatizou Parisi.

 

SOBRE O FUSARIUM

 

De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), hoje são conhecidas quatro raças do fungo Fusarium oxysporum f.sp cubense, sendo a Raça 4 subdividida em sub-tropical (ST4) e tropical (TR4).

 

A TR4 não está presente no Brasil, porém já se encontra disseminada na Austrália, China, Indonésia, Malásia, Laos, Moçambique, Myanmar, Omã, Taiwan, Líbano, Paquistão e Vietnã, e mais recentemente foi detectada na Colômbia, este último com fronteira com o Brasil.

 

Os sintomas da TR4 são semelhantes aos sintomas das Raças 1 e 2, o que dificulta seu diagnóstico. O surgimento dos sintomas pode ser observado pelo amarelecimento das folhas, iniciando das bordas para o centro e atingindo primeiro as folhas mais velhas, progredindo para as mais novas.

 

Com o avanço do fungo, as folhas apresentam-se murchas e quebram próximo do pseudocaule, conferindo à planta a aparência de um guarda-chuva fechado. As folhas centrais permanecem eretas.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), promove, a partir desta semana, as ações realizadas durante a campanha dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. A abertura da programação ocorreu neste domingo, 20, no Parque Anauá.

 

Executada em Roraima pela CEPPM (Coordenação Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres) e entidades parceiras, o objetivo da campanha a nível nacional é dar visibilidade às diversas formas de violência de gênero e doméstica contra as mulheres previstas na Lei Maria da Penha como uma questão pública a ser enfrentada no âmbito dos Direitos Humanos e da luta igualitária, sem opressão e exploração.

 

Com uma abordagem simplificada, o intuito é tornar as formas de violências conhecidas pelo público e combatê-las no meio social. Com a iniciativa, a Setrabes pretende aumentar a sensibilização, criando ações durante a campanha, com ações, palestras e debates sobre o assunto em questão.

 

A secretária Tânia Soares, destacou esse encontro como um momento especial, e que esta política de Direitos Humanos terá sempre nosso olhar atento e responsável na condução desta missão de reduzir os atuais índices de violência contra a mulher em todo o estado de Roraima.

 

“Estamos felizes em consolidar resultados positivos nesta luta, por meio das ações que o Governo de Roraima vem executando sob a coordenação de nossa Política Estadual de Mulheres, a qual tem como apoio principal os programas desenvolvidos pela Casa da Mulher Brasileira”, afirmou Tânia.

 

Segundo a coordenadora estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Graça Policarpo, a campanha tem o objetivo de mobilizar a sociedade pelo fim da violência contra a mulher, a conscientização   precisa acontecer em todos os lugares, na rua, em casa, trabalho, nas comunidades e em todos os municípios.

 

“Precisamos falar sobre a violência contra a mulher, conhecer as causas e o grande impacto negativo em cadeia que ela gera para muita gente. É um momento para reforçar a importância da defesa e da garantia dos Direitos Humanos para as mulheres”, disse Graça.

 

A defensora pública titular da DEPDDM (Defensoria Especializada de Promoção e de Defesa dos Direitos da Mulher), Terezinha Muniz, explicou ainda que o evento em leva a mensagem das organizações, instituições e órgãos que compõem a Rede de Proteção à Mulher para que a sociedade possa se una no combate a esse tipo de violência.

 

“A sociedade precisa se conscientizar, para que possamos trabalhar na busca da redução desses índices. Durantes esses 16 dias, as redes de proteção, atenção, assistência e o sistema de Justiça se mobilizam para trabalhar ações para sensibilizar a população da necessidade de lutar pelo fim da violência doméstica”, enfatizou Terezinha.

 

 

PROGRAMAÇÃO DOS DIAS DE ATIVISMO:

 

 

DATA

 

HORÁRIO

 

ATIVIDADE

 

LOCAL

 

 

20/11

 

 

16:00 as 20:00

Abertura da Campanha. Panfletagem e stands de informação (proposta: distribuição de materiais, panfletos, oficina de cartazes, exposição de banner, dados do FBSP, atendimento psicossocial, unidades móveis de atendimento à mulher, palestras, vídeos)

 

 

Parque Anauá

 

21/11

 

16:00 as 20:00

 

Chá com Elas – Mulheres Empresárias.

 

Casa da Mulher Brasileira

22 a 24/11

09:00

Webinário

Online

 

 

22 e 23/11

 

 

15:30

 

Visitação a Casa da Mulher Brasileira como forma de re (conhecimento) do espaço e promoção da convivência pacífica e da autonomia.

 

Casa da Mulher Brasileira Missão de Laura Cespedes (UNFPA)

 

25/11

 

16:00

Dia “D” – Panfletagem em frente à Assembleia Legislativa de Roraima.

 

ALERR

 

27 a 29/11

 

-

Realização de Ação Itinerante Alusiva aos 21 dias de ativismo no município de Amajari.

 

Tepequem e Trairão

 

06/12

 

09:00 às 17:00

Laço Branco – Encontro Homens Unidos pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Corpo de Bombeiros (proposta)

 

07 a 10/12

 

-

Realização de Ação Itinerante Alusiva aos 21 dias de ativismo no município de Caroebe.

 

-

 

15 a 17/12

 

-

Realização de Ação Itinerante Alusiva aos 21 dias de ativismo no município de Uiramutã.

 

-

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O sucesso da Expoferr 2022 (Exposição Feira Agropecuária de Roraima) foi assunto na programação do Agenda da Semana, na Rádio Folha FM 100.3, deste domingo, 20, com a presença do titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o economista Emerson Baú.

Com arrecadação de mais de R$ 300 milhões em volume de negócios, a Expoferr 2022 também contabilizou uma média recorde de mais de 70 mil visitantes por dia, movimentando, ao todo, mais de 350 mil pessoas, nos cinco dias do evento, curtindo os shows e demais atrativos instalados no Parque de Exposições Dandãenzinho.

Diante de números tão expressivos, o secretário Emerson Baú ressaltou que a Feira superou todas as expectativas planejadas.

“Passados cinco anos da Expoferr 2017, a expectativa da população foi realmente grande em 2022, e nossa estimativa do evento era movimentar cerca R$ 100 milhões em volume de negócios, o que foi superado e muito, chegando a 300 milhões na contabilização final”, reforçou Baú.

Ele destacou também a aprovação do público e a estrutura da Expoferr, que este ano comportou mais de 190 expositores dos mais variados segmentos, além de 140 bares e restaurantes, que contabilizaram vendas e lucros.  

“A aceitação dos expositores, instituições parceiras e, principalmente, da sociedade, foi maciça durante todo o evento. O Governo de Roraima e a Seadi contabilizam todo esse esforço conjunto com os frequentadores e expositores, considerando também a infraestrutura, organização, revitalização do Parque, variedade de produtos e limpeza do evento, sobretudo, para que possamos evoluir ainda mais com nosso trabalho”, destacou o titular da Seadi.

 

Agricultura Familiar

 

Na Feira, o Executivo, por meio da Seadi, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural de Roraima) e SEI (Secretaria Estadual do Índio), viabilizou a liberação de crédito do Basa (Banco da Amazônia) no valor de R$ 3 mil para cada beneficiário, que serão pagos sem juros e com 30% de desconto do valor total, beneficiando as comunidades indígenas de Pacaraima, Amajari, Cantá e Uiramutã.

“Tivemos um misto em operações de custeio e de pessoas atendidas. Um exemplo, foi uma operação do Banco da Amazônia, que atendeu as comunidades indígenas, por meio do Pronaf digital. Mais de 100 produtores indígenas foram financiados. Isso demonstra o empenho do Governo no financiamento para a agricultura familiar. Além disso, o ambiente é tão favorável que estimamos a operação em R$600 milhões somente pelo Banco da Amazônia em Roraima, dinheiro novo sendo aplicado na praça”, disse Baú.

 

Negócios

 

As instituições financeiras instaladas na Expoferr 2022: o Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob e a Desenvolve Roraima aplicaram mais de R$ 200 milhões dentro do Parque Dandãezinho.

“Durante o evento, as linhas de crédito e financiamentos foram atuantes na realização dos negócios, bem como os segmentos variados de expositores que lucraram com a venda de veículos leves e pesados, máquinas e equipamentos agrícolas, produtos agropecuários, serviços, movelaria, setor de gastronomia, entre outros, também favorecidos pela setorização da Feira, além da divulgação televisiva, redes sociais e rádio. Todos ficaram satisfeitos com o retorno e só temos a agradecer por terem acreditado no que fizemos”, ressaltou o secretário.

 

Expectativas

 

Sobre o futuro do ambiente de negócios em Roraima, Emerson Baú frisou a tendência de crescimento da economia.

“Temos perspectivas de ampliação de área de produção e fortalecimento da economia. A nova safra começa em novembro e dezembro e o clima está ajudando bastante. Temos pesquisa com novos produtores e, em cenário de grandes culturas, como milho, soja e feijão, chegamos a 200 mil hectares plantados. Não temos razões para sermos pessimistas. A política de fortalecimento do empreendedorismo está sendo ampliada, nossas metas e indicadores estabelecidos. Temos várias empresas se instalando aqui e muitas das grandes investindo o dinheiro que está circulando no Estado. Temos novos investidores em Roraima e o cenário é otimista”, concluiu Emerson Baú.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nos últimos quatro anos, a atual gestão do Governo de Roraima vem realizando ações que tornaram possíveis a chegada de novas empresas ao Estado e a criação de postos de trabalho.

O resultado dessas ações está na divulgação dos dados de desemprego, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo o levantamento, durante o terceiro trimestre de 2022, a taxa de desemprego em Roraima ficou em 4,9%.

Com isso, o Estado atinge a oitava queda consecutiva, registrando o menor valor em toda a série histórica, existente desde 2012, ficando bem abaixo da média nacional, de 8,7% no mesmo período.

A nível nacional, o Estado apresenta a quarta menor taxa de desemprego do país, atrás apenas de Rondônia (3,9%), Santa Catarina e Mato Grosso (ambos com 3,8%). Se comparado com os outros estados da Região Norte, Roraima fica atrás apenas de Rondônia

“Isso é fruto do nosso trabalho desenvolvido para atrair novos investidores e novas empresas para Roraima, bem como para criar condições para que as empresas que aqui já existem crescessem pois, com empresas fortes, temos mais postos de trabalho disponíveis para a nossa população”, destacou o governador Antonio Denarium.

O secretário de Planejamento e Orçamento, Diego Prandino, ressaltou que a atual gestão sempre teve como prioridade maior o bem-estar da população por meio desenvolvimento econômico, atuando na atração de investimentos e na criação de um ambiente empreendedor.

LIBERDADE ECONÔMICA

As ações promovidas pelo Governo de Roraima colocaram o Estado como primeiro colocado nacional em liberdade econômica em estudo do Instituto Mackenzie, publicado em julho de 2021. A avaliação mede a capacidade dos indivíduos agirem na esfera econômica sem restrições indevidas.

“Nos últimos quatro anos, Roraima foi destaque recorrente em gestão financeira, em exportações e em geração de empregos formais. Esse é o resultado de uma gestão séria, focada na população e no crescimento do nosso estado, cujo trabalho é o responsável pela instalação de novas empresas e pela geração recorde de empregos”, frisou Prandino.

QUEDA CONTÍNUA DA TAXA DE DESEMPREGO

Roraima tem apresentado queda contínua nas taxas de desemprego no Estado, se levado em consideração os dados do IBGE.

O Estado começou 2022 com uma taxa de desemprego de 8,8% no primeiro trimestre, já abaixo da média nacional. No segundo semestre, esse índice caiu para 6,2%.

De acordo com o economista e secretário-adjunto da Seplan, Fábio Martinez, essa queda sequencial se deve ao aumento da geração de empregos formais em todos os setores, em especial nos setores de comércio, agropecuária e indústria focada na produção de gêneros alimentícios, o que coloca o Estado em seu melhor momento econômico da história.

“Nunca tivemos antes uma taxa de desemprego tão baixa e, mesmo proporcionalmente falando, a gente nunca teve imposições e destaque em relação a taxa de desemprego. Historicamente nossa taxa de emprego sempre foi acima da média nacional e agora a gente está tendo uma das menores do Brasil”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

O Dia Nacional de Combate à Dengue é celebrado neste sábado, 19. Por conta disso, o Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, tem reforçado a necessidade de intensificar ações de combate aos vetores do mosquito Aedes aegypti junto aos 15 municípios do Estado.

 

“O dia 19 foi instituído como o ‘Dia D’, e as atividades podem ser feitas a partir desse dia. Alguns municípios, no entanto, se organizaram de forma diferente, com cada um realizando as suas próprias ações”, explicou a gerente do NCFAD (Núcleo Estadual de Controle da Febre Amarela e Dengue), Rosângela Santos.

 

Conforme dados do 4º LIRAa (Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti), seis cidades apresentaram risco alto para transmissão da dengue, sendo elas São João da Baliza (5,5%); Mucajaí (5,3%); Caracaraí (4,4%), Caroebe (4,3%); Alto Alegre (4,2%) e Cantá (4,0%).

 

O levantamento considera alto risco para transmissão das arboviroses quando o município obtém índice igual ou superior a 4,0% de infestação do Aedes aegypti.

 

Já os municípios de Rorainópolis (3,7%); Iracema (3,0%); Boa Vista (2,8%); São Luiz (2,2%); Bonfim (2,1%) e Uiramutã (1,4%) apresentaram médio risco de Aedes; enquanto Normandia (0,6%), Pacaraima (0,4%) Amajari (0,0%) foram as cidades que obtiveram baixo risco para arboviroses.

 

“No caso de Rorainópolis, que é o segundo município mais populoso do Estado, eles conseguiram reduzir muito o número de casos de arboviroses, por meio da execução de várias ações. No caso do Dia D, a atividade deles com o Governo do Estado será no dia 17 de dezembro”, completou Rosângela.

 

APOIO AOS MUNICÍPIOS

 

Ao longo do ano, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) elaborou e implementou rotinas de eliminação de criadouros, ofertou capacitações e treinamentos aos municípios, além de visitas técnicas de acompanhamento de atividades de controle dos vetores em todo o Estado.

 

Segundo a gerente do NCFAD, o número de casos prováveis de dengue este ano está abaixo do limite mínimo esperado, totalizando pouco mais de 56 casos.

 

“Por esse motivo, nós convidamos toda a população para se juntar aos profissionais de saúde e agentes de endemias que estão todos os dias à frente desse serviço, para assim conseguir realizar uma grande campanha de eliminação de criadouros do Aedes aegypti”, afirmou.

 

Rosângela lembra ainda que pequenas atitudes podem ser feitas para dar apoio às equipes de combate, como identificar os potenciais criadouros, como lixo doméstico mal acondicionado, tampinhas de refrigerante jogadas no quintal, pratinhos de planta com água, recipientes de armazenamento de água como caixa d’água, potes e tonéis descobertos, entre outros.

 

“A equipe estadual de controle das arboviroses e os municípios convocam a população para combater o mosquito todos os dias. Assim, vamos evitar essas doenças que são transmitidas pelo Aedes Aegypti”, concluiu.

 

SOBRE O DIA D

 

A lei número 12.235/2010 estabelece o penúltimo sábado do mês de novembro, este ano sendo realizado no dia 19, como o Dia Nacional de Combate à Dengue.

 

O objetivo principal da data é mobilizar iniciativas do poder público e participação da população para o combate e controle do vetor dessa doença, o Aedes aegypti, por meio de campanhas educativas.

Avalie este item
(0 votos)

Uma grande ação com oferta de serviços de secretarias e autarquias estaduais marcou, neste sábado, 19, a comemoração do primeiro ano do programa Governo Sem Parar.

Os cerca de 2 mil atendimentos foram realizados na Escola Estadual Professor Severino Cavalcante, no bairro Doutor Sílvio Botelho, beneficiando moradores da localidade e de bairros adjacentes com consultas médicas, entrega de cadeiras de rodas, além de serviços de cidadania, cuidados pessoais e atividades culturais.

De acordo com a Coordenação, em um ano de atividade, cerca de 30 mil pessoas já foram atendidas pelo Governo Sem Parar, que integra diversas instituições estaduais e facilita o acesso da população aos mais variados serviços.

“É uma premissa do programa a desburocratização e a proximidade do serviço para a população. Sabemos o quanto o nosso povo é trabalhador e, por conseguinte, seus horários são restritos. Essa é uma forma de oferecer a melhor assistência ao cidadão que necessita do atendimento médico e administrativo”, ressaltou a secretária de Saúde e uma das coordenadoras da ação, Cecília Lorenzon.

 

Secretaria de Saúde atendeu cerca de 20 mil pessoas durante as ações

 

Com oferta de consultas médicas com especialistas, de vacinação e de testagem para detecção de doenças, além de entrega de cadeiras de rodas e de óculos, a Secretaria de Saúde já realizou aproximadamente 20 mil atendimentos em 12 meses. 

O coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante) da Sesau, Rafael Sena, destacou o quantitativo de atendimentos e a redução da demanda reprimida nas unidades convencionais.

“A saúde itinerante vem atuando no Governo Sem Parar desde novembro do ano passado, acumulando mais de 20 mil atendimentos até agora. O foco é reduzir as demandas nas unidades, e as pessoas estão sendo beneficiadas com essa assistência, de forma rápida e dinâmica, com profissionais qualificados. Hoje está previsto atender 900 pessoas. Temos vários especialistas, inclusive, por causa do novembro azul, estamos com o urologista aqui também”, afirmou o coordenador.

“Não sabíamos que tínhamos condições de fazer esse alcance. Um ano depois, estamos aqui com sucesso, com a satisfação da população, e a meta agora é melhorar cada vez mais”, reforçou Cecília Lorenzon.

Além das consultas e dos demais serviços, a Sesau realizou neste sábado também a entrega de 22 cadeiras de rodas a pessoas cadastradas no NERF (Núcleo de Reabilitação Física).

“A equipe de toda a Secretaria de Saúde tem feito um trabalho brilhante. Hoje estamos entregando 22 cadeiras de rodas, sendo duas elétricas. Ao todo, já foram entregues mais de quatro mil cadeiras só na gestão Antonio Denarium. Foi um ano de muito trabalho, o programa Governo Sem Parar é um sucesso e, não tenho dúvidas, de que em 2023 vai continuar e melhorar ainda mais o atendimento à população de Roraima”, destacou o secretário de Infraestrutura e vice-governador eleito, Edilson Damião.

 

População destaca a rapidez e a praticidade no acesso aos serviços

 

Elias Vieira da Costa, de 89 anos, morador do bairro Buritis, recebeu uma cadeira de rodas. Seu neto, Wando Costa, de 36 anos, destacou a importância do equipamento para melhorar a qualidade de vida do idoso.

“Com essa cadeira, ele pode dar uma volta na rua, ir a uma praça, não vai ficar “preso” dentro de casa, pois passa praticamente o dia inteiro sentado e fica um pouco estressado. Agora tudo vai melhorar”, afirmou.

Morador do bairro Laura Moreira, Hudson Alves, de 43 anos, se consultou com oftalmologista e com cardiologista e elogiou o atendimento. “A avaliação é ótima. Fiquei surpreso pela rapidez e qualidade do atendimento e da receptividade. Estou muito satisfeito”, enfatizou.

Maria do Socorro Silva, de 63 anos, fez consulta com ginecologista e também saiu satisfeita. “Achei ótimo o atendimento. Estive no posto médico duas vezes e não consegui assistência. Hoje fui muito bem atendida aqui”, disse.

 

Espaço lúdico chamou a atenção de crianças e de adultos

 

Entre os serviços oferecidos durante a ação, os de entretenimento chamaram a atenção neste sábado. A diretora da Biblioteca Central, Kátia Drumond, explicou que uma média de 60 a 70 crianças são atendidas por dia, dependendo da densidade populacional do bairro onde o Governo Sem Parar é realizado.

“O cinema é uma opção de interatividade para a criançada, e a procura é contínua. Todos os sábados, quando a gente vem para a ação, esse público é fiel. As crianças gostam muito. Além do cinema, oferecemos gibiteca, pois leitura é o carro-chefe da Biblioteca, pintura facial, brincadeiras com palhaços, musicais, e servimos pipoca com refrigerante. Procuramos dinamizar para atrair a criançada”, afirmou.

Com variação na procura por serviços, a quantidade de atendimentos realizada na ação pelas instituições estaduais impacta na redução de filas de espera. E, além da Sesau e da Secretaria de Cultura, participaram do Governo Sem Parar neste sábado, a Polícia Civil, por meio do Instituto de Identificação, Detran, as Secretarias do Índio e do Trabalho e Bem-Estar Social, Femarh, Defensoria Pública, Agência Desenvolve RR, Codesaima, Junta Comercial, Caer, Iater, Jucerr e Procon.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Instituto AOCP divulgou, nesta sexta-feira, 18, o resultado final da homologação e classificação da segunda turma dos policiais penais de Roraima do concurso público da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania).

 

A entidade é a banca organizadora do certame do Governo de Roraima, realizado em 2020.

 

A lista com o nome dos classificados pode ser encontrada no site oficial do instituto.. Ao todo, 324 policiais penais passaram pelo curso de formação, e estão aptos a tomarem posse e exercer a carreira.

 

O secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes, reforçou como os aprovados devem proceder ao serem convocados.

 

“Os novos policiais serão chamados o mais rápido possível. E a partir do momento em que forem convocados, eles irão se submeter a junta médica do Estado e vão assinar o termo de posse. Após a assinatura, eles terão 30 dias para entrar em exercício onde forem lotados”, disse

 

No início do mês de agosto, a ALE-RR (Assembleia Legislativa de Roraima) autorizou a abertura de 100 vagas. Para o restante, o chamamento vai ocorrer de acordo com as demandas do sistema penitenciário estadual.

 

“Nesse caso, a convocação do restante será feita conforme as necessidades forem se apresentando, com a inauguração das novas unidades prisionais”, ressaltou Fernandes.

 

No início da atual gestão, o quadro de policiais penais tinha apenas 277 servidores. Com o ingresso deles no serviço público, o efetivo total dos policiais penais do sistema penitenciário passará para 800 servidores, podendo ultrapassar 1000 mil policiais penais após finalizar a lista.

Avalie este item
(0 votos)

Em encontro com representantes do Ministério da Saúde e OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) apresentou um plano de contingenciamento para a erradicação do sarampo.

 

A doença era considerada erradicada no Brasil, no entanto, voltou a preocupar as autoridades de saúde após a confirmação de casos importados da Venezuela, durante a fase mais grave da crise migratória daquele país.

 

Só em 2018, por exemplo, o Estado contabilizou 366 notificações da doença e 180 casos confirmados na capital Boa Vista.

 

“O objetivo dessa visita é verificar o plano de contingência diante dos casos notificados e suspeitos de sarampo, ou seja, como está ocorrendo as ações [de enfrentamento] do estado e municípios, verificar a cobertura vacinal e curva epidemiológica para saber se há um vírus circulando”, explicou a gerente do Núcleo Estadual de Controle das Doenças Exantemáticas, Daiane Rodrigues.

 

A gerente explica ainda que basta apenas a confirmação de um único caso para que a situação seja considerada surto, em razão da rápida disseminação do vírus. Por esse motivo, é importante a atualização do cartão de vacinação, principalmente no caso das crianças.

 

“É muito importante sensibilizar as famílias, porque o sarampo é uma doença extremamente grave que pode levar à morte. Não deixem de vacinar os seus filhos quando tiver campanha, leve-os até os postos, para que haja o aumento da cobertura vacinal. Só assim vamos conseguir vencer esse vírus”, ressaltou.

 

A reunião também contou com a presença de representantes dos 15 municípios, como a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Boa Vista, Thalita Siqueira, que apresentou as ações que a capital tem desempenhado nos últimos anos.

 

“A importância desse encontro é justamente para podermos avaliar as ações que foram tomadas, para daqui em diante possamos planejar quais serão as novas estratégias que poderemos tomar frente ao sarampo e outros agravos, e também em relação a vigilância e imunização, para que consigamos não ter mais casos da doença”, pontuou.

Avalie este item
(1 Votar)

Em alusão ao Novembro Azul, mês dedicado a conscientização sobre os riscos do câncer de próstata, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), promoverá mutirões de avaliações médicas na Clínica Médica Especializada Coronel Mota.

 

Na ocasião, a unidade irá oferecer consultas médicas com profissionais da área de urologia. A ação ocorrerá em dois dias, sendo uma neste sábado, 19, e depois na próxima segunda-feira, 21.

 

“Esse mutirão é especial, pois quando o paciente pegar a senha de atendimento, iremos realizar liberação de PSA [antígeno prostático específico] em laboratório, para que quando for feita a consulta nos dias 29 e 30, ele já apresentar o resultado do exame ao médico”, destacou a diretora-geral da unidade, Rayane Santos.

 

Ao todo, serão disponibilizadas 200 senhas de atendimento para homens acima de 50 anos. Os atendimentos ocorrerão no horário das 8h às 11h no dia 19, e das 15h às 18h no dia 21.

 

“O paciente tem que vir munido do Cartão do SUS, Comprovante de Residência, Identidade e CPF. Se ele não apresentar esses documentos, não teremos como liberar a senha com a APAC [Autorização de Procedimentos Ambulatoriais] que será preenchida no momento da retirada”, completou Rayane.

 

A DOENÇA

 

O câncer de próstata é o segundo tipo de neoplasia que mais acomete a população masculina no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), a doença mata um homem a cada 38 minutos.

 

Esse tipo de câncer se desenvolve na próstata, uma glândula do sistema reprodutor masculino que fica abaixo da bexiga e que é responsável pela produção de espermas. 

 

O câncer de próstata não costuma apresentar sintomas na fase inicial, o que torna perigoso para os homens. Em 95% dos casos, a doença é detectada na fase mais avançada, dificultando o seu tratamento.

 

Caso paciente apresente dor óssea, dores ao urinar, vontade frequente de urinar e presença de sangue na urina ou no esperma, é recomendado que o mesmo procure ajuda médica.

 

Outros fatores que devem ser observados incluem a obesidade e histórico da doença na família. A neoplasia também é muito comum entre os homens de raça negra.

 

Por esse motivo, é importante que homens a partir de 45 anos com fatores de risco, ou a partir dos 50 anos sem nenhum sintoma, procure o médico urologista. A detecção da doença ocorre por meio do exame de toque retal, que avalia aspectos como endurecimento e presença de nódulos suspeitos na glândula, e o exame de sangue PSA.

 

Somente com esses cuidados é que o profissional poderá indicar a melhor forma de tratamento.

Avalie este item
(1 Votar)

A CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), da Sesau (Secretaria de Saúde), emitiu nesta sexta-feira, 18, uma nova nota informativa onde reforça junto aos municípios a necessidade das medidas de prevenção contra a covid-19.

 

O documento trata, dentre outras situações, da importância do uso de máscaras e incentivo à vacinação contra a doença. O alerta se faz necessário em razão do aumento de novos casos, principalmente os relacionados às subvariantes Ômicron BQ.1 e BA.5.3.1.

 

“Devido ao aumento do número de casos das duas últimas semanas, reforçamos e recomendamos a utilização de máscara facial por pessoas imunossuprimidas, com comorbidades, mulheres grávidas e idosos, bem como para os profissionais que atuam em estabelecimentos de saúde e pessoas com sintomas respiratórios que estejam em eventos e locais fechados”, destacou a coordenadora da CGVS, Valdirene Oliveira.

 

BOLETIM

 

De acordo com o Boletim Epidemiológico do Coronavírus desta quinta-feira, 17, foram 631 novos casos da doença registrados nas últimas 24 horas. Ao todo, o Estado soma 175.344 casos positivos e 2.175 óbitos desde o início da pandemia.

 

Os aumentos de casos foram mais expressivos nos municípios de Alto Alegre, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caroebe, Mucajaí, Pacaraima e São Luiz.

 

“É importante que as pessoas completem o esquema vacinal contra a covid-19, com 1ª e 2ª dose, mais as duas doses de reforço”, completou Valdirene.

 

VEJA QUAIS SÃO AS RECOMENDAÇÕES

 

1) Utilização de máscara de proteção facial por pessoas que possuam fatores de risco para agravamento da covid-19, como comorbidades, imunossuprimidas, mulheres grávidas e idosos de 70 anos ou mais;

 

2) Utilização de máscara de proteção facial por qualquer pessoa que frequente locais e estabelecimentos de saúde como: hospitais, postos de saúde, laboratórios, clínicas, consultórios, farmácias e drogarias;

 

3) Utilização de máscara de proteção facial por qualquer pessoa que apresentar sintomas respiratórios, evitando locais fechados e com aglomerações de pessoas;

 

4) Adoção de medidas de higiene e etiqueta respiratória, como higienizar as mãos com álcool 70% ou com água e sabonete líquido com frequência, cobrir o rosto com o antebraço ao tossir ou espirrar e evitar compartilhar objetos de uso pessoal;

 

5) Distanciamento mínimo de 1,0 metro entre pessoas ou grupos em todos os ambientes, evitando aglomerações;

 

6) Priorização de ambientes com ventilação natural, com portas e janelas abertas, a fim de assegurar a boa circulação de ar e a ventilação cruzada;

 

7) Reforçar a importância das vacinas atuais e das campanhas de vacinação contra a Covid-19, incluindo as doses de reforço;

 

8) Enfatizar que o ato de se vacinar é importante para proteção de todas as pessoas da sua convivência;

 

9) Reforçar a necessidade de realização do teste RT-PCR em casos sintomáticos com resultado de teste rápido de antígeno negativo;

 

10) Reforçar aos municípios que promova a coleta de amostras (swab nasal) destinado ao teste de RT-PCR em tempo oportuno, e as enviem ao Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima), para identificação da variante, objetivando a vigilância genômica no Estado.

Avalie este item
(1 Votar)

Em razão do surgimento de novos casos da covid-19, a Sesau (Secretaria de Saúde) promoveu, na manhã desta sexta-feira, 18, a testagem em massa dos servidores que trabalham na sede administrativa da pasta, no bairro Aeroporto.

 

Conforme a gerente do Núcleo Estadual de Controle da Influenza, Larissa Costa, a ação tem a finalidade evitar a disseminação da doença.

 

“O objetivo dessa testagem é diagnosticar precocemente o vírus da covid-19, para que possamos estar tomando medidas de isolamento e prevenindo os servidores com o uso de máscara, distanciamento”, afirmou.

 

Servidora da CGTES (Coordenadoria Geral de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde), Lívia Figueiredo, de 29 anos, classificou a ação como vital para a segurança dos funcionários da pasta.

 

“A ação [de hoje] demonstra a valorização e a importância do servidor, já que é preciso controlar os casos recentes que vêm aparecendo em nossa cidade”, completou.

 

BOLETIM

 

De acordo com Boletim Epidemiológico do Coronavírus desta quinta-feira, 631 novos casos da doença foram registrados nas últimas 24 horas. Ao todo, o Estado soma 175.344 casos positivos e 2.175 óbitos desde o início da pandemia.

 

“Esse tipo de ação continuará nas outras secretarias, de acordo com a necessidade de cada pasta, para que possamos estar controlando de forma imediata a doença. Amanhã, dia 19, estaremos também na ação do Governo Sem Parar, na Escola Severino Cavalcante, e também há uma previsão de testagem na Polícia Federal, para todos os funcionários da sede”, ressaltou Larissa.

Avalie este item
(1 Votar)

A reconstrução e a manutenção de pontes estão entre os serviços mais executados pelo Governo do Estado nos municípios. Atualmente, as vicinais 2, 14, 18 e 31 de Rorainópolis recebem novas pontes de madeira. O Executivo também já recuperou mais de 200 quilômetros de estradas na região desde 2020.

 

Nas Vicinal 31, a Seinf (Secretaria de Infraestrutura) está finalizando uma ponte de 20 metros e realizando manutenções de outras duas pontes na Vicinal 14 (10 metros) e na Vicinal 18 (15 metros) com R$ 1,2 milhão de recursos próprios do Governo.

 

“Esse investimento do Governo de Roraima é muito importante para garantir o escoamento de produção e acesso dos moradores que trabalham e estudam em outras regiões do município e precisam se deslocar com segurança”, declarou o governador Antonio Denarium sobre as obras.

 

Também com recursos do Tesouro Estadual de R$ 5.295.295,28, de 2021 a 2022, o Governo já implementou mais 400 metros de pontes, que abrangem mais de 30 vicinais da região. As estradas rurais de Rorainópolis receberam obras coordenadas pela Seinf em 16 vicinais (2, 3, 9, 11, 15, 13, 20, 25, 27, 28, 29, 32, 45 e vicinais Zé do Valdo, Trairi 2 e Colina).

 

A próxima localidade do município que vai receber uma nova ponte de 25 metros será a Vicinal 2. “Estamos recuperando nestas vicinais um total de mais 60 metros de pontes, onde antes não passava veículos com cargas pesadas. Agora essas pontes estão sendo construídas com material de primeira qualidade e   muito mais resistentes, destacou o secretário adjunto de Infraestrutura, Emerson de Paula.

 

ESTRADAS

 

O Governo de Roraima também intensificou os serviços de reconstrução das estradas rurais de Rorainópolis, afetadas pela falta de manutenção e pelo abandono das gestões passadas.

 

De 2020 a março de 2022, foram investidos mais de R$ 4 milhões em recursos próprios estaduais, aplicados na recuperação de mais de 200 quilômetros de estradas do município. Foram beneficiadas 14 vicinais da região (2, 4, 6, 7, 11, 17, 18, 25, 26, 29, 34, 35, 36 e 37).

Avalie este item
(1 Votar)

Criado com a finalidade de facilitar o acesso da população aos serviços de saúde e utilidade pública que são oferecidos pelas secretarias e autarquias da administração estadual, o programa Governo Sem Parar completa um ano de criação neste mês de novembro.

 

 

Para celebrar a data, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), levará atendimentos de saúde para os moradores do Sílvio Botelho e bairros adjacentes. A ação será neste sábado, 19, na Escola Estadual Professor Severino Cavalcante, localizada na avenida Nazaré Filgueiras.

 

 

O coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante) da Sesau, Rafael Sena, destaca que além dos serviços de oftalmologista, ginecologia, pediatria, cardiologia e dermatologia, a atividade contará com a presença de urologista.

 

 

“Serão mais de 10 médicos, de especialidades diferentes, em especial a urologia, que ofertará 100 atendimentos em alusão ao Novembro Azul”, completou.

 

 

Outros serviços que serão oferecidos no evento incluem testagem e vacinação covid, orientações sobre DTS's (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e atendimentos odontológicos, por meio do Consultório Odontológico Itinerante.

 

 

“É sempre bom ressaltar que toda pessoa que busca pelos atendimentos nas nossas ações, que elas levem sempre o cartão do SUS, a identidade, CPF e um comprovante de residência, pois as senhas são limitadas”, completou Sena.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) realiza, até domingo, 20, programação alusiva à Semana da Consciência Negra, com apresentações culturais e palestras. O evento é promovido pela Coordenação Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e parceiros.

 

A Semana em alusão ao Dia da Consciência Negra tem como objetivo reforçar a valorização da cultura afro-brasileira por meio de apresentações culturais, performances artísticas e oficinas e também de conscientizar através de palestras que abordam temas pertinentes à negritude, como o combate ao racismo, preconceito e intolerância religiosa.

 

A coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Setrabes, Rafaela André, explicou que a Semana da Consciência Negra leva uma reflexão sobre a discriminação e o racismo estrutural, enfrentados pela população negra no Brasil e no mundo.

 

“O evento é muito importante para levantar a valorização da cultura negra e debater os problemas que ainda englobam as questões raciais”, disse Rafaela.

 

A presidente da Comissão da Promoção da Igualdade Racial da OAB-RR (Ordem dos Advogados do Brasil em Roraima), Milene Evangelista da Silva declarou que o evento tem o intuito de promover um diálogo e  ampliar a conscientização sobre o combate ao racismo e o preconceito.

 

“É um momento de reflexão e sensibilização durante a programação, em que devemos lembrar todos os dias a luta da população negra e seus direitos”, finalizou Milene.

 

A titular da Setrabes, Tânia Soares, lembrou que a criação da Coordenação de Política de Igualdade Racial, possibilitou mudanças na postura do Estado em relação às demandas dos movimentos sociais.

 

“O Estado hoje é sensível a essas demandas, e busca promover um diálogo com todos os movimentos ouvindo suas reivindicações, e assim buscar atender a sociedade civil organizada, Essa mudança nos permite avançar na luta por meio de políticas públicas contra o racismo, a discriminação e as desigualdades”, afirmou Tânia.

 

A programação segue até domingo, 20, com atividades, palestras e apresentações culturais.

 

AGENDA

 

Sexta-feira, 18

 

Oficina de Movimento e Roda de Capoeira (Mestre Lázaro)

 

Horário: das 08h30 às 10h30 e das 14h às 16h;

Local: Fundação Fé e Alegria (Igreja da Consolata)

 

Domingo, 20 (Dia da Consciência Negra)

 

Roda de Capoeira

Horário: 16h

Local: Praça da Cultura - Centro

 

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

 

O dia 20 de novembro remete ao falecimento de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, em 1695. Posteriormente, na década de 1970, o Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial reivindicava a valorização de um símbolo histórico nacional negando a antiga data comemorativa de 13 de maio, abolição da escravatura, visto que não houve apoio ou assistência aos negros libertados na época.

Avalie este item
(1 Votar)

De acordo com dados divulgados esta semana pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o PIB (Produto Interno Bruto) de Roraima atingiu o valor de R$ 16 bilhões em 2020 e variação em volume de 0,1% em relação a 2019. Depois de Mato Grosso do Sul (com 0,2%), o Estado teve a segunda maior variação em volume entre as 27 unidades da Federação.

 

O PIB caiu em 24 das 27 unidades da federação em 2020, o ano inicial da pandemia de covid-19. Mato Grosso foi o único a mostrar estabilidade 0% no índice.

 

O setor agropecuário de Roraima apresentou o maior crescimento em volume entre três grupos de atividades econômicas locais, com elevação de 11,0%, aumentando sua participação na economia do Estado, que era de 5,5% em 2019, para 6,9% em 2020.

 

Esse crescimento foi impulsionado pelo desempenho na agricultura, inclusive as atividades de apoio à agricultura e a pós-colheita, que cresceram 15,2% no ano, com destaque para a soja, o cultivo de cereais e outros produtos de lavoura permanente, como o milho. Ainda na agropecuária, a atividade pecuária, além do apoio à pecuária, que apresentou crescimento de 6,7%.

 

“O agronegócio em Roraima tem impulsionado a economia com a geração de mais empregos, uma vez que a área plantada cresce a cada ano. Isso se dá as ações estruturantes promovidas pelo Governo do Estado, que regulariza as terras, emite o licenciamento ambiental, ou seja, dá condições ao pequeno, médio e grande produtor”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

 

Para o secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, parte desses índices positivos são resultado do trabalho do governador Antonio Denarium no setor agropecuário, principalmente, com a regularização de terras e fortalecimento da área produtiva em Roraima.

 

“Isso passa no esforço de articular as transferências de terras da União para o Estado, na regularização fundiária, a aprovação do Zoneamento Ecológico-Econômico [ZEE] e as estruturações dos órgãos estaduais para agilizar e transparecer processos de licenças ambientais. Isso permite que o produtor tenha confiança”, afirmou Baú.

 

Ele destacou que o Governo trabalha para atrair investidores de forma a ampliar a capacidade de produção do Estado, além de valorizar as cadeias produtivas de forma com que o Estado não seja apenas um exportador de commodities.

 

COMÉRCIO

 

Outro ponto que teve crescimento econômico em Roraima foi o comércio. Isso por ser observado nas atividades de serviços, como comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, que cresceu 3,2% devido ao aumento do consumo vinculado à distribuição do auxílio emergencial, atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares, com variação de 8,6%.

 

Em todo o Brasil, durante a pandemia, a maior parte dos Estados teve queda, devido a restrições impostas pelo período, mas houve crescimento no comércio em Roraima.

 

Segundo o secretário-adjunto da Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento), economista Fábio Martinez, esse fato pode ser interpretado pela perspectiva das políticas públicas e medidas econômicas exitosas do Governo de Roraima.

 

“Nesse sentido o Governo autorizou o parcelamento do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] e deu condições econômicas para que os empresários pudessem se sustentar naquele período mais fortes de restrições e mais adiante conseguissem se recuperar. Foi isso que aconteceu, tanto é que o comércio não teve queda em Roraima,  ele cresceu”, afirmou.

 

PACOTE ECONÔMICO

 

Em 2020, o governador Antonio Denarium enviou à Assembleia Legislativa o projeto de lei que criou o Refis (programa de recuperação fiscal) para pessoas físicas e empresas para facilitar a regularização de tributos em atraso, como o ICMS e o ISS (Imposto Sobre Serviços).

 

Ainda em serviços, houve variação negativa nas atividades de transporte, armazenagem e correio (-13,8%) e alojamento e alimentação (-14,4%).

 

SETOR INDUSTRIAL EM CRESCIMENTO

 

“O setor industrial teve dois grandes pesos positivos em Roraima no período observado de 2020. Primeiro na parte de construção e nos serviços industriais e depois os serviços industriais de utilidade pública, que são aqueles relativos à fornecimento de água, de energia e coleta de lixo”, detalhou Martinez.

 

No Estado, houve aumento em volume de 2,5% para as atividades de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação, com variação de 9,1% devido à geração e distribuição de energia elétrica.

 

A presidente do Sistema Fier (Federação das Indústrias de Roraima), Izabel Itikawa, comemora os dados positivos para a indústria roraimense, que contribuíram para o melhoramento do PIB. “A Fier trabalha com a ferramenta de planejamento estratégico e vem acompanhando o cumprimento dos seus objetivos relacionados ao fomento do crescimento industrial, por meio da criação de um ambiente favorável aos negócios, apoiado pela execução do programa do governo do estado Roraima 2030”, enfatizou.

 

Ela relaciona esse crescimento do PIB à sinergia entre as políticas governamentais e as demandas dos setores produtivos, faz com que o Estado desenvolva, impulsionando a geração de emprego, renda e riqueza para o povo roraimense.

 

O setor de construção teve alta de 3,6%, e as indústrias extrativas (que extrai recursos e insumos da natureza sem alterar suas características), cresceu 7,8%, impulsionada pela categoria da produção familiar, com 10,78%.

 

Além disso, o setor imobiliário cresceu 5,7%, influenciado principalmente pelo aumento de novas construções em geral e de residências para aluguel, de acordo com a Seplan.

 

 

 

SETORES PÚBLICO E PRIVADO

 

Outro destaque positivo é a redução da participação da administração pública na economia do estado de Roraima.

 

Os dados de 2020 mostram que a administração pública continua sendo a principal atividade econômica. Contudo, entre os três grupos, a de serviços foi a única que não registrou crescimento em volume (variação de -0,3%), devido à administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, atividade de maior peso na economia do estado, que no período atingiu a menor participação desde o início da série, em 2002: 45,0% (em 2019, era 47,7%).

 

“Isso mostra que, cada vez mais, o setor privado está aumentando a participação na economia local, crescendo mais do que os setores da administração pública”, completou o secretário-adjunto da Seplan.

Avalie este item
(1 Votar)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) realizou, na tarde desta quinta-feira, 17, a formatura geral de encerramento do CFCQE BM (Curso de Formação de Cabos do Quadro Especial Bombeiro Militar).

 

A solenidade foi realizada no pátio de formaturas do QCG (Quartel do Comando Geral), no bairro Pricumã. O evento reuniu autoridades civis, militares e os familiares dos concludentes do curso.

 

O CFCQE capacitou 26 alunos para o exercício de novas atividades dentro da corporação. Eles passaram por um curso intensivo de três meses, com carga horária de 847 horas/aulas, divididas em quatro módulos: operacional, complementar, jurídico e estágio operacional de salvamento com cabos.

 

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Anderson Carvalho de Matos, destacou a importância do término de mais um curso com a consequente ascensão profissional dos militares.

 

“Estamos entregando à nossa sociedade mais 26 profissionais bem preparados para atuar de forma eficiente junto a nossa sociedade e com a promoção desses militares chegamos a 537 militares promovidos nesses últimos quatro anos”, declarou.

 

O secretário de Infraestrutura e vice-governador eleito, Edilson Damião, marcou presença no evento representando o governador Antonio Denarium. Ele falou dos investimentos feitos na Corporação.

 

“São mais 26 novos cabos que estão sendo promovidos, melhorando mais o serviço prestado à população roraimense e nós temos muito orgulho, pois eles se somam aos mais de 500 bombeiros que já foram promovidos. E esses investimentos vão continuar na próxima administração do governador Antonio Denarium”, declarou.

 

O cabo Marcel Teixeira destacou a satisfação de concluir o curso em segundo lugar entre os 26 concludentes.

 

“É uma satisfação enorme, pois aguardávamos esse curso há muito tempo. Nós militares almejamos a promoção, porque ela representa um alento para todos nós e nossa família. Sabemos da responsabilidade, mas é satisfatório concluir mais esse curso com o apoio da família”, finalizou.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quinta-feira, 17, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) promoveu mais uma ação em alusão ao Dia Mundial da Prematuridade. Desta vez, voltada para as mães de recém-nascidos prematuros da UCINCa (Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru) e da Casa da Gestante.

 

O Novembro Roxo é o mês alusivo à prematuridade, e o tema deste ano é “Garanta o contato pele a pele com os pais desde o momento do nascimento”. Diversos estudos demonstram que o contato direto do bebê recém-nascido com a pele da mãe promove uma série de benefícios para a mãe e a criança, principalmente as que nasceram prematuras ou com muito baixo peso. Ao estimular o vínculo entre mãe e filho, a técnica garante um desenvolvimento saudável dessas crianças.

 

O HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) é o único do Estado a possuir uma UTI Neonatal, o que o torna a principal referência no atendimento de mães e recém-nascidos. A unidade tem ainda o selo IHAC (Iniciativa Hospital Amigo da Criança), pelos ótimos serviços prestados para esse público.

 

As atividades que estão sendo realizadas este mês têm o objetivo de fortalecer a relação das mães com os bebês e da família com a equipe da unidade.

 

Pela manhã, profissionais se reuniram com as mães que estão internadas no Cuidado Intermediário Canguru da UTI Neonatal, onde foi oferecido um chá para as mulheres. “O mesmo foi feito à tarde com as mães da Casa da Gestante, que também são mães de bebês prematuros, mas que ainda não estão naquele momento de vínculo pele a pele”, ressaltou a coordenadora da UTI Neonatal, Débora Maia.

 

A atividade foi acompanhada de perto pela primeira-dama do Estado, Simone Denarium, que ressaltou a importância dos cuidados com as pacientes da unidade.

 

“Esse é o primeiro passo de uma gestão que tem esse olhar acolhedor, sensível, onde todas essas crianças poderão ter essa oportunidade. Realizando um bom pré-natal, as mães reduzem os riscos de terem um filho prematuro. É todo um trabalho que a Sesau e os profissionais do Materno-Infantil fazem com excelência”, afirmou.

 

Além de café da manhã, a programação contou ainda com oficina de maquiagem e roda de conversa com profissionais da unidade. “Essa é mais uma ação humanizada dentre várias que estamos fazendo de modo a promover uma melhor qualidade de vida e uma humanização para a população, nesse caso específico para as mães”, declarou a secretária da Sesau, Cecília Lorenzon.

 

REFERÊNCIA EM TODO O ESTADO

  

A servidora pública Cristiane da Conceição, 35, teve gêmeas prematuras de 25 semanas em um parto de emergência em decorrência da síndrome do colo curto. Porém, por ter nascido com pouco peso, a Jasmim, de 520 gramas, resistiu apenas alguns dias.

 

Já a outra filha, Ana Rosa, depois de quatro meses internada, está prestes a receber alta e finalmente ir para casa. Tudo graças ao apoio da equipe multiprofissional da UTIN, UCINCa e também do método canguru, que é bastante usado no setor.

 

“Não foram dias fáceis, primeiro porque a minha menorzinha não resistiu, já foi um sofrimento muito grande, mas conforme a Ana Rosa ia se desenvolvendo e ganhando peso e vencendo as intercorrências isso me deu força. Nós fomos muito bem acolhidos aqui, desde a técnica até os médicos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. Eu só tenho a agradecer mesmo, tudo que vem sendo feito até agora”, comentou Cristiane.

 

PROGRAMAÇÃO

 

As programações alusivas ao Novembro Roxo seguem até o fim deste mês em Roraima. As atividades propostas incluem palestras, confraternizações e capacitações para os agentes que atuam nas unidades de saúde do Estado.

 

22/11 – Treinamento sobre infecção primária da corrente sanguínea, 9h e 15h.

 

23/11 – Blitz Educativa na Ala das Rosas, às 15h.

 

24 e 25/11 – Curso de Sensibilização do Método Canguru, de 8h às 18h.

 

28/11 – Curso de admissão do recém-nascido em unidade Neonatal, às 9h e 15h.

 

29 e 30/11 – Curso de manejo clínico em aleitamento materno, de 8h às 18h.

Avalie este item
(1 Votar)

Estão abertas de 17 a 24 de novembro as inscrições para participar do PAB (Programa Alimenta Brasil) 2022, antigo PAA (Programa de Aquisição de Alimentos. A ação federal é executada em parceria com o Governo de Roraima e voltada para agricultores familiares do Estado enquadrados no Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

 

Para este ano, o PAB disponibilizou mais de R$ 7 milhões para Roraima, aumentando também o valor disponível para o produtor individual em até R$ 12 mil reais. O Alimenta Brasil é um programa de aquisição de alimentos do Governo Federal que busca ampliar o acesso à alimentação e incentivar a produção de agricultores familiares.

 

Para o governador Antonio Denarium, o PAB é um projeto importante para Roraima beneficiando os pequenos produtores e a população mais necessitada. “Os alimentos comprados pelo governo são doados para as redes assistenciais no intuito de ajudar famílias em situação de vulnerabilidade a terem acesso à alimentação de qualidade”, concluiu.

 

O PROGRAMA

 

O Alimenta Brasil promove o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos, fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização, valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos, incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o cooperativismo e o associativismo.

 

“Com o PAB, o poder público também pode comprar os alimentos produzidos por esses agricultores e destiná-los a famílias em situação de insegurança alimentar, e várias instituições, como as redes de assistência social, escolas públicas e unidades de internação”, destacou o secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú.

 

O presidente do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Marlon Buss, explicou que em Roraima, a execução do programa é feita por meio da compra com doação simultânea. “Por meio do PAB, os produtores podem garantir o atendimento ao programa em todos os municípios”, reforçou.

Avalie este item
(1 Votar)

Continuando a programação de encerramento do 3º bimestre letivo de 2022, as instituições de ensino da Rede de Colégios Estaduais Militarizados realizam, até o dia 1º de dezembro, a entrega de alamares e promoções de alunos.

 

Na manhã desta quarta-feira, 16, o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Senador Hélio da Costa Campos, no bairro Silvio Leite, em Boa Vista, realizou uma cerimônia para a entrega de 33 alamares e promoção de alunos. O evento ocorreu no próprio colégio.

 

No período da tarde, a cerimônia ocorreu no CEM Profº Severino Gomes Cavalcante, localizado no bairro Silvio Botelho. Foi feita a entrega de 274 alamares e 203 promoções de alunos. Já na tarde de quinta-feira, 17, ocorreu no CEM Professora Maria dos Prazeres Mota, no bairro Santa Tereza, com entrega de 67 alamares.

 

No dia 18, sexta-feira, as solenidades acontecem em mais dois colégios. No CEM João Rodrigues da Silva, em São Luiz, será feita solenidade de entrega de 32 alamares e no CEM João Rogélio Schuertz, em Caracaraí, onde serão distribuídos 46 alamares para os destaques do bimestre.

 

Anteriormente, de 7 a 11 de novembro, outras sete CEMs da capital e do interior entregaram mais de mil alamares a estudantes da rede.

 

QUEM RECEBE O ALAMAR?

 

A honraria do alamar é entregue para os estudantes que alcançaram nota igual ou superior a 8,5 e tiveram comportamento no mínimo bom ao longo do bimestre. As solenidades de entrega dos alamares fazem parte da rotina dos colégios militarizados da Capital e interior do Estado. A cada encerramento do bimestre os alunos destaque são agraciados com a honraria.

 

“O alamar é uma conquista pessoal. Cabe a cada aluno alcançar a condição de aluno destaque durante o bimestre tendo como parâmetro o rendimento escolar, a disciplina, a assiduidade e a pontualidade e assim usar o alamar como forma de reconhecimento acadêmico. Lembrando que o alamar é o símbolo da meritocracia dos colégios militarizados”, destacou o secretário adjunto de coordenação dos colégios militarizados, José Rodrigues Souza.

 

REDE DE COLÉGIOS

 

Atualmente existem 33 colégios militarizados em todo o Estado, sendo 20 na capital e 13 no interior, em Mucajaí (e Vila Samaúma), Iracema, Caracaraí, Rorainópolis (e Vila Nova Colina), Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre, São Luiz do Anauá e Amajari. Os colégios militarizados em Roraima atendem, juntos, 27.885 estudantes.

Avalie este item
(0 votos)

O Conselho Federal de Farmácia realizou, de 10 e 12, na cidade de Foz do Iguaçu (PR), a 2ª edição do CBCF (Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas) com o tema “Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade na Assistência à Saúde”, o maior congresso farmacêutico da América Latina.

 

A Sesau (Secretaria de Saúde) participou do evento, representada pela a coordenadora da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) de Roraima, Valdirene Cruz, que na oportunidade, palestrou sobre as políticas públicas de imunização realizadas pelo órgão.

 

“Fui convidada como palestrante [do evento] em uma mesa para falar das experiências exitosas em serviço de vacinação, à frente da coordenação de vacinação covid-19, sarampo e outros”, disse a coordenadora.

 

Valdirene apresentou questões sobre a administração de políticas de vacinação realizadas pelo Governo de Roraima com outros cinco farmacêuticos de diferentes Estados, que relataram as experiências que tiveram em unidades hospitalares privadas e rede de farmácias.

 

“A importância desse tema como palestrante é poder levar, além da questão profissional, a nossa experiência aqui na gestão do Programa de Imunização com outros Estados”, ressaltou.

 

FRONTEIRA

 

No início de novembro, o Governo de Roraima participou do dia “D” da Campanha de Multivacinação Transfronteiriça dos países Brasil e Guiana. O evento ocorreu no município de Bonfim e contou com a participação de autoridades do Brasil e da Guiana.

 

A ação implementou estratégias diferenciadas com a finalidade de melhorar as coberturas vacinais e ofertar o serviço à população, sem distinção de nacionalidade, visando manter o controle das doenças imunopreveníveis.

Avalie este item
(0 votos)

A notificação da vacina contra febre aftosa termina nesta sexta-feira, 18. O prazo foi prorrogado porque a última data para fazer a declaração seria para terça-feira, 15, mas devido ao feriado do Dia da Proclamação da República, e para não prejudicar os produtores rurais, a Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) decidiu estender o prazo.

 

Os pecuaristas devem procurar o órgão e seus escritórios nos municípios do interior para fazer a declaração da vacina.

 

Para fazer a notificação, é preciso levar a nota fiscal da compra da vacina e a estratificação por sexo e idade do rebanho, conforme informou o presidente da Aderr, Marcelo Parisi.

 

“Pedimos aos produtores para que notifiquem a vacinação dos animais dentro do prazo, pois é muito importante para evitar penalidades. Além de ser rápido e fácil, isso garante a manutenção do status de livre de febre aftosa do Estado de Roraima com vacinação”, declarou Parisi.

 

Com mais de 90% de cobertura vacinal, a 42ª campanha de vacinação obteve o êxito necessário para continuar livrando o rebanho da doença, mantendo Roraima como área livre da doença por meio da vacinação.

 

AGULHA OFICIAL

 

A campanha continua nas comunidades localizadas nas Terras Indígenas Raposa/Serra do Sol e São Marcos, dentro dos municípios de Normandia, Pacaraima e Uiramutã. A meta é vacinar as 52 mil cabeças de gado localizadas nas comunidades e garantir o índice de mais 95% de cobertura vacinal em Roraima.

 

Avalie este item
(0 votos)

Na noite de quarta-feira, 16, o Governo do Estado realizou mais uma ação de reconhecimento e valorização pelo trabalho realizado por pessoas em prol do desenvolvimento do Estado de Roraima. Foi feita a entrega da Medalha de Honra ao Mérito “Governador Ottomar de Sousa Pinto” para 111 personalidades roraimenses, sendo 76 militares e 35 civis.

 

Acompanhado da primeira-dama, Simone Denarium, o governador Antonio Denarium fez a entrega da medalha durante cerimônia realizada no Salão Nobre Augusto Cardoso, no Palácio Senador Hélio Campos, com a presença dos agraciados e familiares.

 

“É o Governo do Estado em um momento muito especial entregando a medalha Ottomar de Sousa Pinto, para autoridades, personalidades e pessoas que contribuíram e contribuem com o Estado de Roraima, tanto no crescimento econômico quanto no social e no atendimento à nossa população. Eu fico muito honrado e feliz de contar com o apoio de milhares de pessoas que trabalham diuturnamente para o atendimento da nossa população em todos os setores, incluindo a saúde, educação, segurança, gestação e no social”, complementou o governador.

 

Instituída em 2008, em alusão ao aniversário da Casa Militar, a medalha é uma honraria que homenageia personalidades civis e militares que comprovadamente tenham colaborado de forma expressiva nas ações da Casa Militar, bem como pelos feitos meritórios e de inestimável valor em prol da sociedade, instituições e ao Governo do Estado de Roraima.

 

“A Casa Militar, que tem papel fundamental nas relações institucionais, bem como no acompanhamento e garantia da segurança do Chefe do Executivo, oferece essa justa homenagem para pessoas que merecem ser reconhecidas pelo trabalho diferenciado oferecido para à população”, complementou o chefe da Casa Militar, coronel Miramilton Goiano de Souza.  

 

Aos militares, a medalha contribui para a pontuação e promoção da carreira militar. O tenente coronel Josinei Freitas recebeu a medalha pelo relevante serviço desempenhado junto a corporação Corpo de Bombeiros.

 

“Sou militar desde 2001 e durante todos esses anos tenho tentado fazer o meu melhor e prestar um serviço de excelência. É um orgulho receber essa honraria”, enfatizou.

 

A sargento Caroline Cabral foi homenageada pelo relevante trabalho executado na Polícia Militar.  “Desde 2008 tenho desempenhado meu trabalho com o compromisso de zelar pelo serviço público honrado a farda e a minha profissão. Receber essa homenagem é ter o reconhecimento de todo esse empenho”, disse.

 

O atual presidente da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), James Serrador, foi um dos homenageados civis. “É uma satisfação estar aqui e receber essa medalha que leva o nome do saudoso Ottomar, um visionário que merece todo o carinho pelo imenso trabalho realizado em Roraima e nós só temos a agradecer pela valorização do trabalho de reestruturação da Caer e a conquista da saúde financeira da Companhia”, agradeceu.

LISTA DE HOMENAGEADOS COM  111 PERSONALIDADES RORAIMENSES, SENDO 76 MILITARES E 35 CIVIS.

 

 

HOMENAGEADOS MILITARES

1 – CORONEL PMAM MARCUS VINICIUS OLIVEIRA DE ALMEIDA

2 – CORONEL PMAM ALGENOR MARIA DA COSTA TEIXEIRA FILHO;

3 – CORONEL PMAM EYDERSON PRADO DA FONSECA;

4 - CORONEL PMBA CARLOS HENRIQUE FERREIRA MELO;

5 – CORONEL PMBA PAULO SÉRGIO SIMÕES RIBEIRO;

6 – CORONEL PMBA MANUEL PAULO MUNIZ JÚNIOR;

7 – CORONEL PM R/R JOSÉ RODRIGUES SOUSA;

8 – TENENTE - CORONEL PMBA MARCO AURÉLIO CORRÊA SANTANA;

9 – TENENTE – CORONEL PMBA MARCELO DOS SANTOS CARVALHO;

10 – TENENTE – CORONEL PMPB RODRIGO MAIA PIMENTA;

11 – TENENTE – CORONEL QCOBM JOSENEY DOS SANTOS FREITAS;

12 – MAJOR PMBA RENATO LEMOS SANDES JÚNIOR;

13 – MAJOR QOCBM KELLY CRISTINA PAIVA JONES;

14 – MAJOR QOC PM FRANCIKLEBER CARDOSO SILVA;

15 – MAJOR PMPB EDGARD BARBOZA DE SOUZA;

16 – MAJOR PMMG MAURO LÚCIO SIQUEIRA JÚNIOR;

17 – MAJOR PMMG LUCIANO PARREIRA DE CARVALHO

18 – MAJOR PMMG FERNANDA PATRÍCIA VEIRA DA SILVA;

19 – MAJOR PMMG LEONARDO MARTINS MARQUES;

20 – MAJOR PMMG LEONARDO ABDALA GUIMARÃES;

21 - MAJOR QCOPM FRANCISCO RAMALHO DA SILVA

22 – MAJOR QCOPM IRINÉIA DAVID FERREIRA

23 – CAPITÃO QCOPM JOSÉ ANTONIO DE LIMA DOMINGUES

24 – CAPITÃO PMBA HÉLIO HENRIQUE DE MATOS DO NASCIMENTO;

25 – CAPITÃO PMBA TIAGO DE OLIVEIRA ROCHA;

26 – CAPITÃO QCO PM ARQUIMEDES JUNIO SOUZA SOARES;

27 – 1º TENENTE PMBA ÉDIPO ADRIEL DA PAIXÃO DE JESUS;

28 – 1º TENENTE QCOPM JOCENILDO RODRIGUES COSTA

29 – 1º TENENTE QCOPM SANDRO DA SILVA ARAÚJO;

30 – 1º TENENTE QCOPM JÂNIO DA SILVA ALENCAR;

31 – 1º TENENTE QCOPM MOABI TRINDADE ARAUJO;

32 – 1º TENENTE QCOPM DANIEL WAGNER DE OLIVEIRA ROCHA

33 – 1º TENENTE QCOPM AMAURY MARTINS OLIVEIRA

34 – 1º TENENTE QCO BM TIAGO POERSCHKE BICA; 

35 – 1º TENENTE PMAM ADAUMIR DIEGO SOUZA DA SILVA;

36 – 1º TENENTE QCOBM STEVE ROSÁRIO DA SILVA;

37 – 2º TENENTE QEOPM JANOELE LIMA COSTA;

38 – 2º TENENTE QCO PM MARCOS ANTONIO DA SILVA;

39 – 2º TENENTE QOCPM MARLOS SANTOS EVANGELISTA;

40 – 2º TENENTE QCOPM ROSIMERI ALBANO CORREIA COSTA;

41 – 2º TENENTE QEO PM ADRIANA ROSADO MAIA OLIVEIRA DOMINGUES;

42 – SUBTENENTE QEPPM SÉRGIO SILVA RÉGIS;

43 – SUBTENENTE QPCPM MÁRIO MAGALHÃES DA SILVA JÚNIOR;

44 – SUBTENENTE QPCPM THAÍS MEDEIROS DE ABREU;

45 – SUBTENENTE QPCPM JARDEL JONES PEREIRA BESSA;

46 – SUBTENENTE QPCPM CERLENE SOBRINHO SANTOS

47 – SUBTENENTE QPCPM ALEXSANDRO MICHEL HUMPHREY DA SILVA;

48 – SUBTENENTE QEPPM KAHEL ISAAC SAHDO;

49 – SUBTENENTE QPPM ITAMAR ALVES BASTOS;

50 – SUBTENENTE QPCBM LEONARDO DIAS DA SILVA

51 - SUBOFICIAL LUÍS HENRIQUE DE OLIVEIRA GASPAR

52 – 1º SARGENTO QPCBM PABLO BOERI DE SOUZA;

53 – 1º SARGENTO QEPPM JANILSON SANTIAGO SOUZA;

54 – 1º SARGENTO QEPPM JUNIELSON ARAÚJO OLIVEIRA

55 – 2º SARGENTO QPCPM RUDHE DE JESUS LIMA;

56 – 2º SARGENTO QPCPM JAELSON MOREIRA DA SILVA;

57 – 2º SARGENTO QPCPM WENDLER ANDRADE LEMOS;

58 – 2º SARGENTO QPCPM AIRTON DE ARAUJO SOUSA;

59 – 2º SARGENTO QPCPM TATIANA BARBOSA DO NASCIMENTO SILVA

60 – 2º SARGENTO QPCPM FERNANDA COSME DO NASCIMENTO

61 – 2º SARGENTO QEPPM FRANCISCO MÁRCIO LOPES SILVA

62 – 2º SARGENTO QEPPM ANNA KAROLLYNE CABRAL DE OLIVEIRA;

63 – 2º SARGENTO QEEPM FRANCISCO PAULLNO SILVA FILHO;

64 – 2º SARGENTO QPMPM JASON MARCOS DOS SANTOS FRANÇA;

65 – 2º SARGENTO QPMPM JACKSON AMARAL MARTINS;

66 – 2º SARGENTO QPMPM AYRON SILVA FERREIRA;

67 – 2º SARGENTO QPMPM JEREMIAS DA SILVA CORREA;

68 – 2º SARGENTO QPMPM ELSON MAGALHÃES MARQUES;

69 – 2º SARGENTO QEPPM AGUINALDO ALVES LACERDA;

70 – 3º SARGENTO QPCPM GILMAR DO NASCIMENTO VELOSO;

71 – 3º SARGENTO QPCPM FÁBIO AMORIM SILVEIRA;

72 – ALUNO-SARGENTO QPCPM DEIVISSON SILVA MACIEL;

73 - CABO PMMG FREDERICO GUILHERME SOUZA FERREIRA;

74 – CABO QPCBM JOSÉ OLIVEIRA SENA;

75 – CABO QPCPM FELIPE SOUZA ALBUQUERQUE

76 – SOLDADO QPCPM MARIA AGOSTINIANA SOARES.

HOMENAGEADOS CIVIS

1 - TAYLA RIBEIRO PERES – DEPUTADA ESTADUAL;

2 - MARCELO MOTA DE MACEDO (MARCELO CABRAL) – DEPUTADO ESTADUAL;

3 - ANGELA ÁGUIDA PORTELLA – DEPUTADA ESTADUAL;

4 - JORGE EVERTON BARRETO GUIMARÃES – DEPUTADO ESTADUAL;

5 - FRANCISCO MOZART HOLANDA PINHEIRO – DEPUTADO ESTADUAL;

6 - EDER BARCELOS BRANDÃO (EDER LOURINHO) – DEPUTADO ESTADUAL;

7 - JULIANA ALVES GARCIA DE ALMEIDA – VEREADORA;

8 - JOSÉ FRANCISCO LOPES DE ALBUQUERQUE – VEREADOR;

9 - GENILSON COSTA E SILVA – VEREADOR;

10 - ALINE MARIA DE MENEZES REZENDE CHAGAS – VEREADORA;

11 – REGYS ODLARE LIMA DE FREITAS – REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA - UERR;

12 – JAMES DA SILVA SERRADOR – DIRETOR PRESIDENTE DA COMPANHIA DE ÁGUAS E ESGOTOS DE RORAIMA – CAER;

13 – GLICÉRIO MARCOS FERNANDES PEREIRA – PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO E RECURSOS HÍDRICOS - FEMARH;

14 – CECÍLIA SMITH LORENZON BASSO – SECRETÁRIA DE ESTADO DE SAÚDE - SESAU;

15 – CEL ÁLVARO DUARTE – DIRETOR PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO – DETRAN/RR;

16 – DIEGO PRANDINO ALVES – SECRETÁRIO DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO – SEPLAN;

17 – GERLANE BACCARIN – SECRETÁRIA DA REPRESENTAÇÃO DO GOVERNO DE RORAIMA EM BRASÍLIA – SERBRÁS;

18 - RICARDO AMARAL – SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - SECOM;

19 – BRUNA SACK NOGUEIRA – COORDENADORA DE RELAÇÕES PÚBLICAS E CERIMONIAL;

20 – DR. CLÁUDIO BELMINO RABELO – PROCURADOR-GERAL ADJUNTO DO ESTADO DE RORAIMA – PGE/RR;

21 – CEL MANOEL SUEIDE FREITAS – SECRETÁRIO DE ESTADO ADJUNTO DA FAZENDA - SEFAZ;

22 – DELCHELLY ROBERTA DE SOUZA OLIVEIRA – SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA DE INFRA-ESTRUTURA - SEINF;

23 – ELLAN WAGNER OLIVEIRA DE SOUZA – SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA - SESP;

24 – JOSÉ DE SOUSA – SECRETÁRIO ADJUNTO DA REDE DE COLÉGIOS ESTADUAIS MILITARIZADOS;

25 – DISNEY BARRETO MESQUITA - EMPRESÁRIO;

26 – DR. PAULO LUÍS DE MOURA HOLANDA - PROCURADOR GERAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RORAIMA;

27 – DR. HERICK FEIJÓ MENDES – CHEFE DA CONSULTORIA JURÍDICA DO IPER;

28 – DR.ª MARIÂNGELA NASÁRIO ANDRADE – COORDENADORA DO CAOP DA SAÚDE DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RORAIMA;

29 – ÍTALO RÔMULO MACEDO DE VASCONCELOS – DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS TÉCNICOS LEGISLATIVOS DA CASA CIVIL;

30 – ADRIANA TERESA BRANDÃO – CHEFE DE GABINETE DA GOVERNADORIA;

31 – MARIA HELENA DA SILVA – ASSESSORA DA GOVERNADORIA;

32 – GUERES PEREIRA MESQUITA - DIRETOR DE SEGURANÇA DO TRÂNSITO DETRAN-RR;

33 – ANA NERY DE PINHO DE SOUZA – SERVIDORA DA CASA MILITAR DA GOVERNADORIA;

34 – MARCOS COSTA LIMA – SERVIDOR DA CASA MILITAR DA GOVERNADORIA;

35 – FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA MARTINS – SERVIDOR DA CASA MILITAR DA GOVERNADORIA.

 

MEDALHA DO MÉRITO “GOVERNADOR OTTOMAR DE SOUSA PINTO”

 

HISTÓRICO

TRATA-SE DE UMA FORMA DE HOMENAGEAR PERSONALIDADES QUE FIZERAM E FAZEM HISTÓRIA EM RORAIMA, BEM COMO AQUELES QUE COLABORARAM EXPRESSIVAMENTE PARA ENGRANDENCER O TRABALHO DESENVOLVIDO PELA CASA MILITAR DA GOVERNADORIA DO ESTADO, O GOVERNO DE RORAIMA, À ÉPOCA CHEFIADO POR JOSÉ DE ANCHIETA JÚNIOR (1965-2018), CRIOU A MEDALHA DO MÉRITO “GOVERNADOR OTTOMAR DE SOUSA PINTO”, POR MEIO DO DECRETO N° 8.616-E, DE 18 DE JANEIRO DE 2008.

O DECRETO ESPECIFICA QUE SÃO HOMENAGEADAS AS PERSONALIDADES, CIVIS E MILITARES, E AINDA ENTIDADES, QUE COMPROVADAMENTE TENHAM COLABORADO DE FORMA EXPRESSIVA NAS AÇÕES DA CASA MILITAR, BEM COMO PELOS FEITOS MERITÓRIOS E DE INESTIMÁVEL VALOR EM PROL DA SOCIEDADE, INSTITUIÇÕES E AO GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA:

·        DE MANEIRA CONSCIENTE E VOLUNTÁRIA;

·        PARA PREVENIR GRAVES DANOS A TERCEIROS, À COMUNIDADE OU AO ESTADO;

·        DE QUE RESULTE EM GRANDE BENEFÍCIO A TERCEIROS, À COMUNIDADE, À CASA MILITAR OU AO ESTADO;

·        DEMONSTRANDO GRANDE DESPRENDIMENTO, INTERESSE, CORAGEM OU ESPÍRITO DE SACRIFÍCIO.

CARACTERÍSTICAS DA MEDALHA

A MEDALHA POSSUI UM PADRÃO EM METAL DOURADO, DE FORMATO CIRCULAR, COM 35 MM, TENDO AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS:

·        NO ANVERSO, A ESFINGE DO GOVERNADOR OTTOMAR DE SOUSA PINTO, EM ALTO RELEVO, ACIMA DA FIGURA, EM ALTO RELEVO, A INSCRIÇÃO MÉRITO GOVERNADOR OTTOMAR DE SOUSA PINTO E, ABAIXO, O ANO DE 1977, INSCRITO SOB DUAS GARRUCHAS CRUZADAS;

·        NO VERSO, NA PARTE SUPERIOR, A INSCRIÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA; NA PARTE INFERIOR, CASA MILITAR E, NO CENTRO, O BRASÃO DO ESTADO;

·        A FITA-SUPORTE DE SEDA CHAMALOTADA, COM 35MM  DE LARGURA E 50MM DE ALTURA, COM AS SEGUINTES CORES EM FAIXAS VERTICAIS: AZUL NA LATERAL DIREITA E ESQUERDA, E DOURADO NO CENTRO, MEDINDO 11MM DE LARGURA CADA UMA;

·        A MOLDURA EM METAL DOURADO, DISPOSTA NA PARTE SUPERIOR DA FITA, MEDINDO 35 MM DE LARGURA POR 10MM DE ALTURA, TENDO NO CENTRO UMA ESTRELA AMARELA MEDINDO 5MM, QUE REPRESENTA A ESTRELA DA BANDEIRA DO ESTADO DE RORAIMA, ALÉM DE UMA LINHA NA BASE DA ESTRELA, DE COR VERMELHA, SIMBOLIZANDO A LINHA IMAGINÁRIA DO EQUADOR;

·        A BARRETA EM FORMA DE MOLDURA RETANGULAR, EM METAL DOURADO, MEDINDO 35MM DE LARGURA POR 10MM DE ALTURA, NA MESMA DISPOSIÇÃO DA MOLDURA;

·        O BOTÃO DA LAPELA TERÁ FUNDO BRANCO DENTRO DE UM CÍRCULO DE 15MM DE DIÂMETRO, TENDO, NO CENTRO, UMA ESTRELA DE COR AMARELA;

·        NA PARTE SUPERIOR, UM SEMICÍRCULO NA COR AZUL TURQUESA E, NA PARTE INFERIOR UM SEMICÍRCULO NA COR VERDE, TENDO EM SUA BASE UMA LINHA DE COR VERMELHA, REPRESENTANDO A LINHA IMAGINÁRIA DO EQUADOR;

·        O SUPORTE DA MEDALHA CONSTARÁ DE UM RETÂNGULO DOURADO MEDINDO 35MM DE LARGURA POR 10MM DE ALTURA.

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Dia do Diabetes, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou na quarta-feira, 16, uma programação especial para pacientes que fazem acompanhamento pela Clínica Médica Especializada Coronel Mota.

 

A ação, que ocorreu no Centro Especializado de Atenção a Diabetes, unidade criada especialmente para o atendimento de pessoas com a doença no Estado. O espaço está em funcionamento desde o dia 20 de setembro.

 

“Em decorrência desse mês de novembro, alusivo ao paciente diabético, a importância do evento de hoje é para conscientizar, instruir, ajudar, auxiliar e além de tudo proporcionar melhor acompanhamento e tratamento dos pacientes que são afetados pela diabetes”, afirmou a secretária da Saúde, Cecília Lorenzon.

 

Segundo a diretora do Coronel Mota, Rayane Santos, dois oftalmologistas foram designados para atender os pacientes. Houve ainda a realização de palestras e rodas de conversa com enfermeiros, nutricionistas e endócrinos.

 

A consulta com o oftalmologista é importante para os pacientes com diabetes. Segundo o médico, Marcelo Batista, o objetivo é evitar a possível perda irreversível da visão, um dos alvos da doença.

 

“A ideia de fazer exames oftalmológico nos pacientes diabéticos é prevenir a cegueira, para que possamos, porventura, detectar alguma alteração na retina, que é o órgão alvo da diabetes, para evitar sequelas e situações que possam causar baixa da visão”, pontuou.

 

Diabético há 18 anos, o pintor Samuel Moreira, de 33 anos, descobriu a doença após perceber que alguns ferimentos não estavam cicatrizando. Ele conta que o Centro Especializado irá ajudar bastante a manter a saúde em dia.

 

“Eu já sabia dos casos de diabetes na minha família, mas eu não sabia que podia atacar pessoas mais jovens. Eu tive complicações na retina por não saber que tinha que fazer contagem de carboidrato, eu fiquei dois anos sem enxergar, e fazendo essas consultas e ter um Centro desses vai ajudar muita gente”, frisou.

Avalie este item
(0 votos)

Na noite de quarta-feira, 16, o Governo do Estado realizou mais uma ação de reconhecimento e valorização pelo trabalho realizado por pessoas em prol do desenvolvimento do Estado de Roraima. Foi feita a entrega da Medalha de Honra ao Mérito “Governador Ottomar de Sousa Pinto” para 111 personalidades roraimenses, sendo 76 militares e 35 civis.

 

Acompanhado da primeira-dama, Simone Denarium, o governador Antonio Denarium fez a entrega da medalha durante cerimônia realizada no Salão Nobre Augusto Cardoso, no Palácio Senador Hélio Campos, com a presença dos agraciados e familiares.

 

“É o Governo do Estado em um momento muito especial entregando a medalha Ottomar de Sousa Pinto, para autoridades, personalidades e pessoas que contribuíram e contribuem com o Estado de Roraima, tanto no crescimento econômico quanto no social e no atendimento à nossa população. Eu fico muito honrado e feliz de contar com o apoio de milhares de pessoas que trabalham diuturnamente para o atendimento da nossa população em todos os setores, incluindo a saúde, educação, segurança, gestação e no social”, complementou o governador.

 

Instituída em 2008, em alusão ao aniversário da Casa Militar, a medalha é uma honraria que homenageia personalidades civis e militares que comprovadamente tenham colaborado de forma expressiva nas ações da Casa Militar, bem como pelos feitos meritórios e de inestimável valor em prol da sociedade, instituições e ao Governo do Estado de Roraima.

 

“A Casa Militar, que tem papel fundamental nas relações institucionais, bem como no acompanhamento e garantia da segurança do Chefe do Executivo, oferece essa justa homenagem para pessoas que merecem ser reconhecidas pelo trabalho diferenciado oferecido para à população”, complementou o chefe da Casa Militar, coronel Miramilton Goiano de Souza.  

 

Aos militares, a medalha contribui para a pontuação e promoção da carreira militar. O tenente coronel Josinei Freitas recebeu a medalha pelo relevante serviço desempenhado junto a corporação Corpo de Bombeiros.

 

“Sou militar desde 2001 e durante todos esses anos tenho tentado fazer o meu melhor e prestar um serviço de excelência. É um orgulho receber essa honraria”, enfatizou.

 

A sargento Caroline Cabral foi homenageada pelo relevante trabalho executado na Polícia Militar.  “Desde 2008 tenho desempenhado meu trabalho com o compromisso de zelar pelo serviço público honrado a farda e a minha profissão. Receber essa homenagem é ter o reconhecimento de todo esse empenho”, disse.

 

O atual presidente da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), James Serrador, foi um dos homenageados civis. “É uma satisfação estar aqui e receber essa medalha que leva o nome do saudoso Ottomar, um visionário que merece todo o carinho pelo imenso trabalho realizado em Roraima e nós só temos a agradecer pela valorização do trabalho de reestruturação da Caer e a conquista da saúde financeira da Companhia”, agradeceu.

Avalie este item
(0 votos)

A Expoferr 2022 (Exposição-Feira Agropecuária de Roraima) foi cenário de muitos negócios voltados ao fortalecimento do agro no Estado. Ao todo, 14 pequenos produtores rurais dos municípios de Boa Vista, Normandia e Cantá, incluindo comunidades indígenas, receberam juntos a ordem de R$ 106 mil em crédito rural ofertado pelo Governo do Estado, por meio da Desenvolve-RR.

 

Para obter o financiamento, os produtores inicialmente precisam fazer um projeto com o Iater (Instituto de Assistência técnica e Rural) para avaliar a necessidade. Depois disso, a Desenvolve-RR, por meio de implementos agrícolas, maquinário e insumos, libera o Crédito Rural. O valor pode ser parcelado em até cinco anos.

 

A agricultora indígena Luzimar Raposo, da comunidade Canauani, no Cantá, afirmou que a assinatura do contrato é motivo de felicidade. “Veio em boa hora, pois vou investir em criação de galinhas. O crédito rural é muito importante para os agricultores”, disse.

 

Todos os 14 produtores rurais que foram contemplados vão receber os equipamentos necessários para atividades agropecuárias, de modo a incentivar o trabalho que praticam no campo.

 

O governador Antonio Denarium destacou a importância em investir no pequeno produtor, de modo a fortalecer a produção. “Com o crédito rural, é possível o pequeno produtor investir em tecnologia, ampliar a produção, gerar mais renda e ainda tem a vantagem dos juros abaixo do mercado e tempo para pagar”, complementou.

 

Sobre as assinaturas dos contratos, o diretor de Crédito e Investimento da Desenvolve Roraima, Mgleide Batista, explicou que a ação acontece em parceria com o Iater, já que o órgão trabalha na elaboração dos projetos, com a liberação do financiamento executada pela agência. Ele destacou que o objetivo do Governo é fomentar a agricultura familiar e indígena.

 

“O Governo de Roraima está levando crédito assistido, orientado e inclusivo para a agricultura familiar. É uma determinação do governador Antonio Denarium incentivar o crescimento e a segurança financeira para o homem do campo e fortalecer o agronegócio em Roraima”, afirmou o diretor.

Avalie este item
(0 votos)

O CEAEE (Centro Estadual de Atendimento Educacional Especializado) Denise Messias Santos, do município de Caracaraí, realiza nesta sexta-feira, 18, a exposição do projeto Inclusão com Arte, das 14h às 18h, na Escola Estadual Euclides da Cunha, Centro de Boa Vista.

 

A iniciativa é do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

Durante o evento, alunos e servidores podem prestigiar apresentações de grupos folclóricos e exposição de obras de artes, com o objetivo de levar os alunos do Centro a adquirirem uma visão mais ampla do meio em que vivem. O projeto também desenvolve capacidades de transformação por meio da arte.

 

De acordo com a diretora do CEAEE, Gerliane Alves, conhecer a arte é importante para a vida das pessoas, e, no caso das pessoas com deficiência, conhecê-la e praticá-la oferece oportunidades de crescimento e desenvolvimento.

 

“O projeto já acontecia no centro em Caracaraí. No ano passado, nossos alunos com realizaram uma live apresentando músicas de boi-bumbá. Neste ano, além da dança, teremos pintura em tela feita pelos alunos de altas habilidades”, ressaltou.

 

A Escola Estadual Euclides da Cunha vai receber o projeto, porém outras escolas podem participar visitando e assistindo às apresentações.

 

“O GEC [como a escola é conhecida popularmente\ tem a missão de trabalhar a Base Nacional Comum Curricular na perspectiva de educação inclusiva. A exposição ajuda a romper barreiras, fazendo uma interação de aprendizado e mostrando que todos estão em condições de igualdade”, disse a gestora da escola, Flávia Coelho.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima divulgou o Edital de Matrículas para o Ano Letivo de 2023 para as escolas estaduais em Boa Vista. A rede estadual de ensino está ofertando 11.976 vagas distribuídas entre 6º ano do Ensino Fundamental Regular; 1ª Série do Ensino Médio Regular; 1ª Série do EMTI (Ensino Médio em Tempo Integral); EJA (Educação de Jovens e Adultos) para 2º e 3º segmentos; 6º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio nos Colégios Estaduais Militarizados.

 

Estudantes do interior do Estado estão com vagas garantidas nas localidades de origem, assim como o caso dos alunos que já estudam na mesma escola estadual, em que a rematrícula é automática.

 

O período de novas matrículas na rede será de 9 a 13 de janeiro. Estão sendo ofertadas 3.215 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental, 3.311 para a 1ª série do Ensino Médio e 1.190 vagas para a EJA (Educação de Jovens e Adultos) no 1° e 2° segmentos.

 

Os pais ou responsáveis devem dirigir-se às escolas pretendidas e efetuar a matrícula diretamente na secretaria da escola. É necessário apresentar cópia e original dos seguintes documentos: histórico escolar ou guia/declaração de transferência; CPF do aluno (se tiver) ou RG, ou certidão de nascimento do aluno.

 

E ainda RG e CPF do pai, mãe ou responsável legal do aluno; comprovante de residência com CEP; cartão de vacina atualizado; cartão do Bolsa Família (se beneficiário) e duas fotos 3x4 recentes.

 

SORTEIO

 

Para os Colégios Estaduais Militarizados, Escolas Euclides da Cunha e Lobo D’Almada, será realizado sorteio público eletrônico de vagas devido à alta demanda de matrículas nestas instituições de ensino.

 

“A Seed [Secretaria de Educação e Desporto] abriu vagas suficientes para atender aos alunos novos oriundos da rede municipal que estão entrando para o 6º ano do ensino fundamental.  O que pode ocorrer é o aluno querer uma escola mais concorrida e a vaga ter sido preenchida. No entanto, escolas próximas da residência estarão à disposição”, disse a diretora do Departamento de Educação Básica da pasta, Nildete Melo.

 

Estão sendo ofertadas 3.875 vagas distribuídas em 19 Colégios Estaduais Militarizados sendo 2.580 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental e 1.295 vagas para a 1ª série do Ensino Médio. Além de 135 vagas para o ingresso no 6° ano da Escola Euclides da Cunha e 207 vagas para a 1ª série do Ensino Médio na Escola Lobo D’Almada.

 

Os pais ou responsáveis de alunos que desejam concorrer a uma das vagas do sorteio devem fazer a inscrição pela internet até o dia 2 de dezembro. Tato para os colégios militarizados quanto para as escolas civis, a inscrição deve ser feita no link https://is.gd/colegiosmilitarizadosrr.

 

A inscrição é simples, com o preenchimento de alguns dados pessoais. Os editais com todas as informações estão disponíveis no DOE (Diário Oficial do Estado) de 11 de novembro e no portal do Governo de Roraima.

 

O sorteio público eletrônico será no dia 16 de dezembro a partir das 16h no auditório do Ierr (Instituto de Educação de Roraima) com acesso restrito a gestão das escolas e representantes das APM’s (Associação de Pais e Mestres).

 

O sorteio será transmitido ao vivo pelo canal da PMRR (Polícia Militar de Roraima) no YouTube para que os pais e a comunidade escolar possam acompanhar. O resultado será divulgado nos links e nos murais das escolas.

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Novembro Roxo, mês de sensibilização sobre a prematuridade, o CRSM (Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luíza Perin Castro) promoveu, na manhã desta quarta-feira, 16, uma ação voltada para as mães de recém-nascidos que fazem acompanhamento pelo seguimento Follow-Up.

 

Além de ressaltar a importância do método para o desenvolvimento dos bebês, a programação também contempla a realização de oficinas de beleza e bem-estar. O encerramento das atividades está previsto para quinta-feira, 17.

 

“Nesses dois dias, estaremos confraternizando com as famílias dos pacientes e oferecendo oficinas de shantala, ofurô e beleza para as mães. É um momento de congraçamento da equipe com eles, para lembrar da importância de prevenir a prematuridade, pelo risco que pode trazer para a saúde e vida dos bebês”, afirmou a pediatra neonatologista da unidade, Ana Carolina Brito.

 

Segundo Ana, cerca de 10% dos nascimentos no Brasil são de bebês prematuros. Atualmente, o Follow-Up do Centro de Referência faz o acompanhamento de 300 a 350 crianças mensalmente.

 

“O fato disso acontecer pode acarretar muitos problemas, inclusive neurológicos, motores e cognitivos nesses bebês. É muito importante que as mães cuidem da sua gravidez, para que ela possa ter o parto no momento certo, para que eles não corram o risco de ser prematuros e vir a ter as necessidades especiais”, completou.

 

SHANTALA E OFURÔ

 

A Shantala e o ofurô são métodos que auxiliam no relaxamento de recém-nascidos prematuros. As duas técnicas são bastante utilizadas dentro do Follow-Up da unidade.

 

Coordenadora do setor de terapia, Joelma Magalhães esteve orientando e ensinando técnicas de relaxamento exclusivamente para os bebês. Ela ressaltou a importância da prática da atividade em casa.

 

“A oficinas de massagem para os bebês foi idealizada com intuito de orientar as mães sobre como estimular seus filhos em casa. No ofurô e na shantala, o toque da própria mãe com o recém-nascido estimula, aumenta o vínculo, auxilia no desenvolvimento psicomotor desses bebês e propicia melhor movimentação”, explicou a fisioterapeuta.

 

Em decorrência de problemas no momento do parto, o pequeno João Lucca Honorato, de apenas 13 meses, precisou ser internado em UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal), sendo encaminhado para tratamento no Follow-up após receber alta.

 

Sua mãe, a professora Sivanilda Rodrigues, de 40 anos, fala da importância do serviço para o seu desenvolvimento.

 

“Eu não sei o que seria se meu filho não tivesse esse acompanhamento. Já houve investigação sobre o TEA [Transtorno do Espectro Autista], ele foi diagnosticado e continua fazendo as terapias aqui, as meninas são excelentes, dão orientações de como temos que prosseguir em casa para continuar com esse processo”, disse.

 

Avalie este item
(0 votos)

O presidente da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Glicério Fernandes, entregou a Licença de Operação da empresa Palmaplan Energia Spe S.A, instalada no município de Rorainópolis. O empreendimento produz biocombustível a partir da palma do óleo de dendê.

 

De acordo com o representante da empresa, Alexandre Borba, que recebeu a licença da Femarh, a usina tem previsão de gerar 11,5 megawatts e agora está apta a operar gerando energia em Roraima de forma sustentável.

 

Ele afirmou que a estimativa é que cada hectare de plantação adulta seja capaz de armazenar cerca de 26 toneladas de carbono retirados da atmosfera.

 

“Com vida econômica de 25 anos, a palma de óleo demanda menos fertilizante e pesticida por tonelada de óleo produzido do que outras oleaginosas. Além disso, temos a preocupação de capacitar e acompanhar de perto o manejo sustentável dos insumos, inclusive nos nossos parceiros da agricultura familiar”, disse Borba.

 

O biocombustível produzido por intermédio da palma do dendê vem das fazendas da empresa, bem como da produção de famílias de agricultores familiares da região de Rorainópolis.

 

O projeto é resultado do leilão de energia realizado em Roraima em maio de 2019, onde a Palmaplan foi uma das contempladas, e teve como objetivo garantir o suprimento de energia elétrica para a população.

 

Segundo o presidente da Femarh, essa é mais uma conquista do Governo do Estado, com a geração de mais energia com segurança ambiental, social e sustentável.  

 

“A entrega dessa licença demonstra o compromisso do Governo de Roraima e sua responsabilidade socioambiental em incentivar as empresas do país a gerarem energia com baixa emissão de carbono e compõe o rol das políticas públicas do Estado de Roraima. Parabéns ao governo, a empresa e principalmente a sociedade por ter mais energia com segurança e com bem menos emissão de gases do efeito estufa”, destacou.

 

Avalie este item
(0 votos)

 

Durante os cinco dias de Expoferr (Exposição Feira Agropecuária de Roraima), maior evento do agronegócio do Estado, promovido pelo Governo de Roraima, a delegacia itinerante instalada pela PCRR (Polícia Civil de Roraima) dentro Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, registrou baixo índice de ocorrências no evento.

 

A delegacia itinerante atuou com uma equipe formada por delegado, escrivão e agentes, além da equipe do GRT (Grupo de Resposta Tática).

 

NÚMEROS

 

Conforme os dados, apesar da grande movimentação de público, a PCRR registrou dois APFs (autos de prisão em flagrante) por embriaguez ao volante, dois TCOs (termos circunstanciados de ocorrência) por desacato, um BO (Boletim de Ocorrência) por lesão corporal culposa, um por perda de documento, um por violência doméstica, dois por furto, um de invasão de dispositivo de informática e um mandado de prisão cumprido.

 

De acordo com o delegado-geral Eduardo Wayner, a delegacia móvel facilitou o atendimento dentro da Expoferr, trazendo comodidade aos policiais que atenderam as eventuais ocorrências registradas na feira.

 

“Milhares de pessoas participaram do evento, e com toda a força de segurança mobilizada para manter a tranquilidade durante a Expoferr, o resultado foi um baixo número de ocorrências registradas no Parque de Exposições, e todo trabalho saiu como o esperado”, concluiu o delegado.

 

Avalie este item
(0 votos)

Antes intrafegável, o acesso à Vicinal Coqueirinho, em Normandia, passa por recuperação executada pelo Governo de Roraima. Ao todo, serão recuperados 54 km de estrada, que vão receber os serviços de terraplanagem, colocação de piçarra e bueiros, além de reconstrução de pontes.

 

Todos os serviços de manutenção de estradas, incluindo a construção de pontes e implantação de bueiros são feitos com recursos próprios do Poder Executivo. Para a recuperação das vicinais de Normandia, são investidos R$ 2 milhões. Para as reconstruções das pontes, estão sendo empregados R$ 1,5 milhões.

 

A obra vai beneficiar moradores e o setor produtivo da região, que há anos passavam por transtornos, principalmente na época das chuvas. 

 

“Estamos ligando nosso Estado de ponta a ponta por meio de estradas e  pontes. Em breve, esta obra beneficiará a população da região com sua locomoção e o envio de suas mercadorias para o resto de Roraima”, afirmou o governador Antonio Denarium.

 

Na região também está sendo concluída a construção de duas pontes de 15 metros cada. E ainda serão construídas mais duas, sendo uma de 25 metros e outra de 50 metros.

 

“Após o período chuvoso, já recuperamos a estrada da região do Jacarezinho, onde foi feita a manutenção de 18 km. E seguimos com a recuperação da estrada do coqueirinho, onde têm duas empresas trabalhando uma na construção de pontes e outra na estrada. Há previsão que até dezembro todos os serviços sejam finalizados”, destacou o secretário adjunto de Infraestrutura, Emerson de Paula.

 

MAIS OBRAS

 

Em Normandia, a estrada do Lameiro, que dá acesso às comunidades do Macaco, Santa Cruz e Jibóia, também passou por manutenção. Ao todo, são 15 quilômetros da estrada que receberam os serviços de terraplanagem, colocação de bueiros e revestimento primário com piçarra.

 

No município também já foram recuperados 56 km de estradas e sete pontes. Entre elas, as que passam sobre os igarapés Confusão, Paricasal e Ranchinho, perfazendo um total de 65 metros de extensão.

 

O Governo de Roraima tem investido na recuperação das estradas vicinais dos municípios por entender a importância que elas possuem na interligação das cidades e no escoamento da produção agrícola do Estado.

 

Avalie este item
(0 votos)

Encerrou nesta terça-feira, 15, a edição de 2022 dos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), no Rio de Janeiro (RJ), e a delegação de alunos-atletas e técnicos de Roraima volta para casa com 25 medalhas na bagagem.

 

“Estou muito feliz e satisfeito com a participação dos nossos atletas. Esse é um número expressivo de medalhas para Roraima. Parabenizo os professores, técnicos e dirigentes que acompanharam a delegação em mais uma competição nacional exitosa”, disse o governador Antonio Denarium.

 

A delegação conquistou seis medalhas de ouro, oito de prata e 11 de bronze, distribuídas nas Séries Ouro, Prata, Bronze e Cobre.

 

Um dos destaques da delegação foi o atleta de natação Pedro Medrado, do Colégio Militar Estadual Cel PM Derly Luiz Vieira Borges, que conquistou três medalhas de ouro na Série Ouro, sendo o campeão nas três provas que competiu: 50m borboleta, 50m costa e 200m medley.

 

A atleta de karatê Larissa Amorim, do Colégio Estadual Militarizado Luiz Rittler de Lucena, também conquistou uma medalha de ouro na Série Ouro.

 

MAIS DESTAQUES

 

Outro destaque importante da delegação roraimense foi a participação inédita no wrestling (luta olímpica) e no badminton.

 

Apesar de ser a primeira vez competindo nessas modalidades, nossos atletas conquistaram medalha. O atleta Wanderson Coimbra, do Colégio Estadual Militarizado Maria Sônia de Brito Oliva, participou no wrestling  na categoria greco romana até 62kg, e conquistou medalha de prata  dentro da Série Ouro.

 

No badminton, a atleta Ana Lívian da Escola Monteiro Lobato conquistou medalha de bronze na Série Bronze no individual. E ao lado da parceira Ingrid Pereira, do Colégio Estadual Militarizado Fernando Grangeiro, conquistou a medalha de bronze na categoria duplas.

 

“Voltamos muito satisfeitos com esse resultado, especialmente com essas medalhas inéditas no wrestling e no badminton, em que Roraima é estreante na competição nacional. Para além das medalhas, esse evento é uma vivência importante para nossos atletas. Conhecer outra cultura, outro Estado, outros atletas é algo muito importante e que vai marcar a vida de cada um deles”, destacou o chefe da delegação, Dinaildo Barreto.

 

OS JOGOS

 

Os Jogos Escolares Brasileiros são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

 

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, o que foi realizado durante os JERs (Jogos Escolares de Roraima). Outras informações sobre os Jebs estão disponíveis no site https://www.jebs.com.br.

 

Avalie este item
(0 votos)

O cantor de pop e sertanejo Luan Santana fez o show de encerramento na última noite da Expoferr 2022, maior feira de exposição agropecuária do Estado e promovida pelo Governo de Roraima. A apresentação do artista ocorreu no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona Rural de Boa Vista, que recebeu visita de cerca de 80 mil pessoas, segundo estimativa da PMRR (Polícia Militar de Roraima).

 

O governador Antonio Denarium falou sobre as atrações da Expoferr 2022, lembrando que, além dos shows nacionais, o público pôde curtir várias opções de lazer e atividades no local.

 

“A Expoferr 2022 não se limita apenas ao agronegócio. Com ela, a gente valoriza o lazer, a cultura e as tradições de Roraima. Foram cinco shows nacionais e hoje, com o encerramento do Luan Santana, nós fechamos a feira com chave de ouro. Foi um sucesso absoluto, com muita aprovação do público. No futuro com certeza teremos mais”, declarou o governador.

 

A dona de casa Kathiucia Braga da Rocha levou as filhas para assistir ao show de sertanejo romântico do artista sul-mato-matogrossense que visita Roraima pela terceira vez e agora trouxe a turnê Luan City. “Vim antes com a minha família e gostamos muito, a estrutura está maravilhosa. Viemos novamente hoje e ficamos até o final para curtir tudo, afinal é o Luan Santana”, disse, bem humorada.

 

PÚBLICO E SEGURANÇA

 

De acordo com a Polícia Militar, nesta terça-feira, 15, a Expoferr teve um público de aproximadamente 80 mil pessoas. Todo esse público, assim como nos dias anteriores, aproveitou a feira com tranquilidade devido a presença de agentes de segurança pública estaduais.

 

Diariamente, atuaram cerca de 150 policiais militares que fizeram a proteção preventiva de visitantes, artistas e expositores. A PCRR (Polícia Civil de Roraima). também montou uma delegacia no evento com mais de 20 agentes que participaram do esquema de segurança.

 

O governador Antonio Denarium destacou que a organização da Expoferr 2022 garantiu a segurança de todos os visitantes nas cinco noites de festa. “A PM esteve todas as noites no Parque de Exposições Dandãezinho com quase 600 policiais militares. Foi uma festa segura, sem ocorrências policiais e a população se divertiu com tranquilidade, conforto e segurança”, ressaltou.

 

Expoferr é plataforma que movimenta grande volume de negócios

 

As instituições financeiras instaladas na Expoferr 2022, entre elas o Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob e a Desenvolve Roraima  já aplicaram mais de R$ 200 milhões dentro do Parque Dandãezinho.

 

O governador explicou que isso é a demonstração do efetivo crescimento econômico de Roraima. “Além de linhas de crédito e financiamento, não podemos nos esquecer das vendas diretas de cada expositor dos stands que devem chegar a um número alto de circulação geral”, disse Denarium.

 

Além disso, a prospecção de novos negócios está sendo efetuada com cada empresa expositora da feira, que pode ser uma concessionária de veículos como tratores e caminhões. “A feira teve mais de 250 expositores e mais de 140 bares e restaurantes. A Expoferr é uma vitrine em que mostramos para empreendedores de todo o Brasil o potencial produtivo do estado de Roraima”, completou o governador.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi, que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupou uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Promovido pelo Governo de Roraima, a Expoferr 2022, o maior evento da agroindústria do Estado, agitou por cinco dias o Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona Rural de Boa Vista, ajudando a fomentar a economia local e oferecendo entretenimento para os visitantes, que curtiram shows nacionais, leilões, rodeios, vaquejadas e gastronomia, além de muitas opções de cultura e lazer.

 

Durante toda a realização da Expoferr 2022, equipes dos SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estiveram de prontidão no Dandãezinho para atender aos casos de urgência e emergência médica, fazendo a diferença na segurança da população.

 

Ao todo, foram contabilizados 56 atendimentos, com quatro encaminhamentos para a rede hospitalar do Estado. Além das unidades móveis do próprio SAMU e CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), as ações contaram ainda com mais três ambulâncias terceirizadas.

 

De acordo com a coordenadora de urgências médicas do SAMU, Leidiana Nobles, o evento no geral foi considerado tranquilo e não foram registradas ocorrências graves. Parte das atuações foram realizadas em parceria com o Corpo de Bombeiros. 

 

“Lembrando que, quando se trata de eventos de grande porte, o SAMU conta com uma equipe extra no local, da mesma forma que o Corpo de Bombeiros. Durante toda a Expoferr, essas equipes de suporte básico e avançado realizaram a cobertura de todas as ocorrências relacionadas a ação”, completou.

 

VACINAÇÃO

 

Outro ponto importante da Expoferr 2022 foi a oferta de vacinas que estão inseridas no Calendário Nacional de Vacinação Brasileira para todos os públicos. A intenção da Sesau é reforçar a imunização da população, visto a possibilidade de reintrodução de doenças consideradas erradicadas no país, como é o caso da poliomielite, ou súbito aumento de casos de influenza e covid-19.

 

O diretor do DVE (Departamento de Vigilância Epidemiológica), José Vieira Filho, avaliou como positiva o interesse dos visitantes na busca por vacinas e orientações de saúde.

 

“Tivemos uma procura satisfatória da população, tanto pela vacina, quanto pelas orientações sobre o autoteste de HIV e uso do hipoclorito, que são serviços que costumamos oferecer rotineiramente. Para nós é bastante positivo e deixamos o nosso pedido para que as pessoas continuem buscando pela vacina e que estaremos sempre próximo da população”, explicou.

 

O funcionário público Lucinaldo Vieira, de 51 anos, aproveitou a oportunidade para atualizar o cartão de vacinação. Ele aprovou a iniciativa do Governo em trazer a imunização para perto das pessoas.

 

“A vacinação é importante justamente para evitar a situação grave da doença, e como nós estamos voltando de uma pandemia, é muito bom estarmos imunizados, para poder curtir as coisas boas da vinda”, salientou.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi, que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupou uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

A agricultura familiar e indígena de Roraima ganhou mais um incentivo para o desempenho da produção no campo. Durante o último dia da Expoferr 2022, nesta terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, o Governo de Roraima formalizou um acordo de cooperação técnica com o Banco do Brasil para acesso a um convênio que viabiliza linhas de crédito de investimento aos produtores do estado.

Com a assinatura do convênio, os técnicos do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural) que já atuam nas unidades locais dos municípios levando assistência técnica altamente qualificada aos produtores familiares, agora passam a ter acesso ao centro de operações agro do Banco do Brasil. Isso resulta em um acesso mais rápido às linhas de créditos e demais ações da instituição financeira.

O governador Antonio Denarium destacou que a parceria é muito importante para o desenvolvimento da agricultura familiar em Roraima.

“Somos o estado que mais cresce e desenvolve no Brasil, e as instituições financeiras são de fundamental importância para o crescimento econômico, tanto é que na Expoferr 2022 já foram aplicados R$ 300 milhões, um volume significativo que confirma Roraima na rota do agro. Esse é um dos motivos pelos quais diversos investidores de todo o Brasil têm procurado nosso Estado para fazer os investimentos na agricultura”, disse Denarium.

O presidente do Iater, Marlon Cristiano Buss, ressaltou que o convênio é um grande avanço, pois com a parceria e o trabalho do instituto, os agricultores têm a possibilidade de estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar.

“Hoje o Governo do Estado e o Iater subiram degraus importantes, pois com essa parceria conseguiremos chegar em qualquer lugar do estado e levar crédito e mais oportunidades para os agricultores que ainda não conseguiram executar suas atividades com empenho. Só temos que agradecer a disponibilidade da agência por acreditar no nosso trabalho”, comentou.

O superintendente do Banco do Brasil em Roraima, Thalles Tavares, afirmou que o banco é parceiro do agronegócio brasileiro e roraimense, e não podia deixar de firmar e consolidar um convênio tão importante para a agricultura familiar da região.

“Este é um momento histórico. Estamos unindo esforços com o Governo do Estado para disponibilizar ao homem do campo mais uma alternativa para assessoramento técnico, trazendo acesso às novas tecnologias, minimizando custos, perdas, tudo isso conjugado com o crédito agro”, disse.

Ele falou ainda sobre a importância da criação do Iater. Segundo ele, é a consolidação do trabalho árduo que está sendo realizado para mudar a matriz econômica do estado. “O instituto nasce com o propósito de levar aos produtores, em especial aos agricultores familiares, uma nova proposta de trabalho e de bom desempenho produtivo, para que eles consigam ter os devidos resultados econômicos e permanecer no campo. Isso é gratificante”, frisou.

A FEIRA

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A feira ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 15, o cônsul honorário dos Países Baixos em Manaus (AM), Peter Jan Tilanus, visitou a Expoferr 2022 durante o último dia do evento promovido pelo Governo de Roraima, que ocorre no Parque de Exposições Dandãezinho, zona Rural de Boa Vista.

O representante esteve na exposição-feira para conhecer as potencialidades econômicas no campo agroindustrial do Estado, verificando possibilidades de investimentos nos setores e aproveitando o ambiente de trocas comerciais e de exposição. Durante o encontro com o governador Antonio Denarium e secretários estaduais, Tilanus discutiu ainda meio ambiente, crédito de carbono, segurança jurídica de terras e transparência pública.

O governador Antonio Denarium afirmou que é uma honra receber a visita do cônsul honorário dos Países Baixos na Expoferr 2022. “Recebemos o cônsul Peter Jan em um ambiente favorável ao desenvolvimento, e temos muito orgulho deste momento. Aqui ele pôde constatar que Roraima cresce com sustentabilidade, está gerando mais empregos e mais renda para o nosso povo, o que é interessante para eventuais investidores”, declarou o governador durante a visita.

O cônsul honorário que representa os Países Baixos no Amazonas, explicou que a visita a Roraima foi precedida pelo potencial que o Estado já conquistou Brasil afora. “Roraima desenvolveu um ambiente de investimento com certo destaque no País. Eu mesmo fiquei surpreso com o que vi [na Expoferr] e vi a energia e empenho do Governo em querer resolver as questões que discutimos, algumas já muito avançadas, como a transparência. Percebi a união da equipe e eu dou parabéns para o Estado”, disse Peter Jan Tilanus.

O titular da Seadi (Secretaria da Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, ressaltou que a visita de cortesia do consulado dos Países Baixos representa mais um avanço em termos de relações institucionais do Governo de Roraima, no sentido de mostrar o processo de desenvolvimento de Roraima e as mudanças das matrizes econômicas pelas quais o Estado passa.

“O cônsul viu como estamos avançados em relação à política de sustentabilidade ambiental. Apresentamos a ele o Plano Roraima 2030, no eixo de desenvolvimento, e o Roraima Agroambiental, que permite que a gente tenha, de um lado, o processo de crescimento de forma sustentável, e do outro, a preservação e a valorização de ativos ambientais. Uma preocupação que ele pôde entender”, ressaltou Baú.

TRANSPARÊNCIA

Outra prospecção feita pelo cônsul foi relativa à questão de transparência e processos de informação no entendimento de que um dos papéis dos consulados é o de atrair investidores dos países de origem para ambientes externos, conforme explicou Emerson.

“É a partir dessa percepção que o consulado começa a fazer o trabalho de conversar e atrair investidores europeus. E como a transparência é trabalhada pelo governador Denarium com foco na gestão eletrônica, todo esse processo hoje é 100% digital, aberto para os usuários. Essa transparência dá segurança para eventuais investidores, o que é bom para a gente”, disse.

A FEIRA

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A feira ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

O Dia da Família na Expoferr 2022 destacou muita diversão entre pais e filhos numa programação repleta de entretenimento cultural, dinâmicas educativas, passeio a cavalo, arena do conhecimento, cultura maker, sorteios, atendimento médico, dança, espaço sensorial, contação de histórias e demais atividades especiais.

“A iniciativa do Governo de Roraima celebrou nesta terça-feira, 15, o sucesso da programação Expoferr 2022 com mais um grande público presente, as famílias, também diante de atrações oportunas que somente um evento desse porte oferece”, comentou a primeira-dama Simone Denarium.

 

Equoterapia

 

No Centro Estadual de Equoterapia Thiago Vidal de Magalhães Pinheiro, a programação envolveu o público com necessidades especiais e seus familiares, oportunizando a vivência da cavalgada como método terapêutico.

Segundo a gestora Aline Reis, “Algumas crianças até sentem receio de subir no animal, mas a maioria fica extremamente empolgada com o passeio. E sendo eles um público com mobilidade reduzida ou autismo, o experimento da equoterapia inicia de forma sensível, mas logo eles desenvolvem emoções, estabilidade muscular e postura com o animal”, explicou.

A dona de casa Francinalva Conceição, de 43 anos, aproveitou o Dia da Família para curtir a Expoferr com seus seis filhos, sendo três deles autistas. “Os meus filhos adoram as atividades educacionais, principalmente com os animais. O Carlos Eduardo, de 15 anos, também pratica o multifuncional e esportes como forma de socialização, e isso os deixa empolgados”, concluiu.

 

Cultura Primitiva

 

As tradições indígenas também foram destaque no Dia da Família na programação da SEI (Secretaria Estadual do Índio), onde o artesanato, a culinária, a pecuária, a agricultura e os rituais despertaram o foco do público familiar.

“Hoje trabalhamos com 385 comunidades indígenas em Roraima, sendo diversas línguas e costumes de povos que hoje desempenham excelentes resultados produtivos e desenvolvem grandes projetos também alçando inserção econômica no Estado”, comentou Adriana Bezerra, técnica da SEI.

 

Desenvolvimento Rural

 

Na tenda da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), as famílias perceberam a evolução da produção de grãos em Roraima, conheceram o processo do Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE-RR), e também aprenderam sobre os benefícios fiscais da Lei 215 para empreendimentos agropecuários.

“De 2019 a 2022, a produção de soja em Roraima evoluiu em 153%, ou seja, passou de 40 mil para mais 101.503 mil hectares. Também são destaque com a produção de milho e feijão os agricultores familiares, que tiveram mais de 800 hectares plantados em 2022 com expectativa de ampliação para 3.

Avalie este item
(0 votos)

O público que tem comparecido a Expoferr 22, além de aproveitar os inúmeros atrativos que a feira oferece, tem também a oportunidade de conferir os programas e ações sociais executadas pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), por meio de suas políticas de assistência social e emprego.

O Cesta da Família, Colo de Mãe, Mais Esporte Mais Cidadania, Sine/RR, Programa de Artesanato Roraimense e Plantando Sonhos são programas apresentados, com destaque, no galpão institucional.

As equipes do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência e da Equoterapia, bem como a coordenação estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, com o Ônibus Lilás com palestras, esmaltação e orientações sobre a lei Maria da Penha, também estão presentes na Expoferr.

 A titular da Setrabes, Tânia Soares, enfatizou a importância da divulgação das ações institucionais executadas pelo Governo de Roraima em benefício da população, em especial, as que integram o contexto dos programas sociais desenvolvidos pela pasta.

“Montamos um informativo de todas as políticas que integram a Setrabes e estamos repassando ao público presente na feira, para que todos conheçam o trabalho que realizamos. Além disso, estamos exibindo um vídeo institucional contendo todos os atendimentos já realizados, na capital e no interior, por meio dos nossos programas”, informou.

O governador Antonio Denarium ressaltou que, após cinco anos sem ser realizada, a edição de 2022 da feira reuniu o maior número de expositores já registrado. Segundo ele, esse é um reflexo positivo dos investimentos efetuados pelo governo para alavancar a agricultura e a pecuária, atividades importantes para a economia regional.

 “Já temos um reflexo positivo desta edição de 2022 que supera todas já realizadas pelo Governo de Roraima, tanto pelo número de expositores como em público comparecendo todos os dias, prestigiando as atrações locais e nacionais. Roraima passa a ser uma vitrine positiva no contexto do agronegócio e, com isso, está atraindo cada vez mais investidores, gerando emprego e renda para nossa população local”, destacou.

  

EXPOFERR 2022

 

A Expoferr é uma feira e exposição agropecuária de destaque regional e nacional, reconhecida como um dos maiores eventos de apresentação de potencialidade agropecuária do Estado.

A feira reúne diferentes públicos, produtores rurais, trabalhadores das propriedades agrícolas, profissionais da agroindústria, engenheiros agrônomos, pesquisadores, estudantes, lideranças do setor, assim como os representantes das principais instituições do agronegócio.

 

Avalie este item
(0 votos)

A maior feira de agronegócios de Roraima, a Expoferr 2022, evento organizado pelo Governo do Estado junto com a junto com a Federação da Agricultura de Roraima, chega ao seu último dia com muita emoção e recordes de público. 

Durante toda esta terça-feira (15), a partir de 9h, haverá uma programação alusiva ao feriado da Proclamação da República, voltada para as famílias roraimenses e ‘roraimadas’ vivenciarem atividades recreativas, educativas e de saúde. 

O governador Antonio Denarium ressaltou a programação em geral, voltada para todos os públicos e convidou a população para comparecer ao último dia de Expoferr 2022 e participar das atividades do “Dia da Família”.

“A Expoferr 2022 tem sido um verdadeiro sucesso, com grande público todos os dias e com atrações para todos. E para encerrar com chave de ouro, teremos essa programação especial, em que pensamos em atividades para todas as faixas etárias, para toda a família roraimense”, disse.

A programação do “Dia da Família” traz passeios a cavalo, cultura maker, sorteios, atendimento médico, nutrição, massagem, dança, degustação de produtos da agricultura familiar, espaço sensorial, contação de histórias regionais, dança Parixara e muito mais.

“Neste dia especial dedicado à Família, a Expoferr oportuniza prazer e muito entretenimento cultural, espaços tecnológicos e capacitação, além de áreas demonstrativas da suinocultura, Agricultura Familiar e Indígena”, destacou Emerson Baú, titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

Na oportunidade, o programa Governo em Ação, promovido pela Sesau (Secretaria de Saúde), também disponibilizará atendimentos diversos. “Serão distribuídas senhas possibilitando acesso a atendimentos pediátrico e oftalmológico. Os atendimentos iniciam às 9h”, reforçou o coordenador-técnico da Sesau, Rafael Sena.

E somando também forças na Expoferr, diversas instituições prestarão serviços no Dia da Família, dentre elas, o Colégio Claretiano, Unama (Universidade da Amazônia), Projeto Teamar, Seed (Secretaria Estadual de Educação e Desporto), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural de Roraima) e SEI (Secretaria do Índio).

 

 PROGRAMAÇÃO DO DIA DA FAMÍLIA:

 

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

LOCAL

09h às 12h

Passeio a Cavalo

Equoterapia

Degustação de produtos da agricultura familiar (Iater)

Fazendinha

Apresentação Cultural (Secult)

Arena Cultural

Espaço sensorial (Projeto Teamar)

Arena do Conhecimento

Apresentações e Cursos (SEI)

Área SEI

Governo em Ação (Sesau)

Arena do Leilão

Atendimentos ao Público (Unama)

Estande Unama

Atendimentos ao Público (Claretiano)

Estande Claretiano

14h às 16h

Passeio de Cavalo

Equoterapia

Apresentação Kennel Club

Tendas Kennel

Apresentações e Cursos

Área SEI

Apresentação Cultural (Secult)

Arena Cultural

Espaço Sensorial (Projeto Teamar)

Arena do Conhecimento

Degustação de Produtos da Agricultura Familiar (Iater)

Fazendinha

Atendimentos ao Público (Clarentiano)

Estande Claretiano

 

LUAN CITY

E para encerrar a Expoferr com chave de ouro, o público que vai ao Parque de Exposições Dandãezinho terá a oportunidade de assistir ao show de Luan Santana, considerado um dos maiores fenômenos da música sertaneja.

Dono de sucessos como “Meteoro”, “Morena”, “Cê topa” e “Eu, você, o mar e ela”, Luan canta desde os três anos de idade. Subiu ao palco pela primeira vez em 2007 e gravou, de forma amadora, o seu primeiro álbum. Porém, foi em 2009, com o álbum “Tô de Cara”, que veio o sucesso.

Desde então, o cantor mato-grossense lançou inúmeros hits e álbuns ao vivo e de estúdio. Seu atual trabalho é o Luan City, e a turnê homônima encerrará com chave de ouro uma das maiores edições da história da Expoferr.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO ÚLTIMO DIA DA EXPOFERR: 

 

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

LOCAL

09h às 16h

DIA DA FAMÍLIA

10h

Abertura com Show Gospel com Gedson e Banda, Felipe Flores e Moyses Levy

Arena Cultural

11h

Brincadeiras e Recreação com Grupo de Teatro e Circo (Locombia e Palhaço Teco-Teco)

15h às 22h

Leilão

Arena do Leilão

16h

Tenda Lúdica (Brincadeiras, Jogos Infantis, Pintura Facial, Gibiteca e Literatura)

Arena Cultural

16h

Espaço Identidade Cultural (Mostra de figurinos e alegorias dos grupos juninos de Roraima)

16h às 22h

Exposição e Negócios

Estandes

16h às 22h

Gastronomia

Praça de Alimentação

17h

Palhaçaria com grupos circenses (Criart Teatral)

Arena Cultural

18 às 20h

Palestras

Arena do Conhecimento

18h às 22h

Rodeio e Provas equestres

Arena do Rodeio

18h

Show Musical Infantil com Giulia Amaral

Arena Cultural

19h

Grupo Folclórico Guardiões da Toada Boi Bumbá

20h

Emerson e Fabiano

21h

Halisson Cristhian e Banda

22h

Remela de Gato

23h

Nadyne Leal e Banda

22h30

Show Nacional: Luan Santana

Arena do Rodeio

01h30

Pós-Show com Renato Poesk

 

Avalie este item
(0 votos)

A Expoferr 2022 tá rocheda! A banda de forró e tecnobrega Barões da Pisadinha foi a quarta atração nacional a se apresentar na maior feira agropecuária de Roraima, que ocorreu nesta segunda-feira, 14, no Parque de Exposições, Dandãezinho, zona Rural de Boa Vista.

 

O show inédito foi promovido pelo Governo de Roraima para todos os visitantes do evento. A banda se apresentou pela primeira vez em Boa Vista com hits conhecidos em todo o Brasil, como Esquema Preferido, Recairei, Tá Rocheda, Tô Zero Saudades, Amor da Despedida e Meia Noite.

 

O governador Antonio Denarium assistiu ao show e afirmou que a festa é um presente à população, a quem convidou para prestigiar o último dia de evento, nesta terça-feira, 15, que terá como atração principal o artista sertanejo Luan Santana.

 

“A Expoferr 2022 é uma festa e um presente para os roraimenses, um momento que consagra muitas conquistas que alcançamos para o Estado até agora. Convidamos você a trazer sua família para curtir o último dia do evento conosco com muita festa, diversão e lazer”, declarou.

 

PÚBLICO

 

De acordo com a PMRR (Polícia Militar de Roraima) na noite do show dos Barões da Pisadinha, o público presente foi de 80 mil pessoas.

 

Uma grande estrutura com mais de 250 expositores foi organizada para atender os visitantes, oferecendo serviços e produtos. O fato foi comprovado pelo integrante da produção da dupla artística, o amazonense Leonardo Oliveira.

 

“É minha primeira vez aqui. A gente tem rodado o Brasil inteiro e é muito legal ver o povo daqui de Roraima, gente simpática e bonita. Já visitei vários lugares e confesso que não via uma estrutura igual essa da Expoferr há muito tempo. A organização está de parabéns. É gratificante ver as pessoas felizes e gerando emprego, e é isso que nosso país precisa”, frisou.

 

A fisioterapeuta Vanessa Seixas é de Manaus (AM), mas mora e trabalha em Boa Vista. Ela veio com a amiga para conhecer o parque e aproveitou para curtir a festa. “Hoje vim acompanhar minha amiga nessa festa maravilhosa. Aproveitei para curtir as músicas dos Barões da Pisadinha. Sinceramente, o evento está muito legal, tranquilo e com muitas opções de comida. Nunca falta nada para fazer”, disse.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Os Barões da Pisadinha foram a grande atração na noite desta segunda, 14, com forró eletrônico e tecnobrega animado.

 

O último dia de programação será na terça-feira, 15, com o show principal da festa fica por conta de Luan Santana com a turnê “Luan City”, que já passou por mais de 90 cidades brasileiras, e encerra a Expoferr 2022 com chave de ouro.

 

Nas noites anteriores, o público visitante da Expoferr 2022 pôde acompanhar diversas atrações, entre elas shows nacionais na sexta-feira, 11, com Raí Saia Rodada, e no sábado, 12, de Felipe e Ferrari.

 

No domingo, 13, a festa foi comandada pela dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano com sucessos que embalaram gerações e marcaram corações em todo o Brasil.

 

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energét

Avalie este item
(0 votos)

A tecnologia no campo já é uma realidade para os agricultores rurais e indígenas do Estado. Isso porque, por meio do projeto Roraima Digital, o Governo de Roraima leva internet gratuita a todos os municípios. Nesta segunda-feira, 14, durante a programação da Expoferr 2022, foi assinado um termo de cooperação técnica com as prefeituras para ampliar a cobertura da ferramenta em diversas localidades.

 

Estiveram presentes na cerimônia de assinatura do documento, o presidente do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Marlon Cristiano Buss, a prefeita de São João da Baliza, Luiza Maura, o representante de Uiramutã, Edmar Augusto, além do secretário municipal de agricultura de Amajari, Tiago Sabino.

O projeto, desenvolvido pelo Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), pretende instalar mais 115 pontos de internet em diversas localidades do Estado, totalizando assim, 180 pontos.

 

“Com acesso à internet, os técnicos do Governo vão utilizar a conexão para agilizar o trabalho de assistência nas unidades espalhadas pelo Estado. Por exemplo, vai ajudar no cadastro de agricultores no Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar], que é feito online, além de outras ações que vão integrar e impulsionar o setor em Roraima”, declarou o governador Antonio Denarium.

O presidente do Iater, Marlon Cristino Buss, ressaltou que a agricultura digital vai contribuir para o desenvolvimento da produção agrícola no campo. E segundo ele, fazer parcerias com as prefeituras acelera mais ainda esse trabalho com a agricultura familiar nos municípios.

“Hoje estamos dando um grande passo, pois a tecnologia no campo, sem dúvida traz mais agilidade no processo de produção nas lavouras. O Iater criou uma base de informações que comprovam essa realidade. E unir forças com os prefeitos facilita e acelera os resultados. Estamos no caminho certo”, enfatizou Buss.

A prefeita de São João da Baliza, Luiza Maura, enfatizou o quanto o projeto será importante para os produtores da região sul. “Quero agradecer ao governador Antonio Denarium por disponibilizar o Roraima Digital para os moradores do interior. Tenho certeza que o projeto vai contribuir muito para o melhoramento da produção nas regiões”, disse.

 

PROJETOS

 

Ainda durante a assinatura dos termos, foram apresentados outros projetos-piloto desenvolvidos pelo Iater, que também são voltados à tecnologia no campo. Um deles é o projeto Viveiro de Mudas Iater. A ideia é motivar a produção de pesquisas e produtos, e assim, melhorar ainda mais a vida de aproximadamente 20 mil famílias rurais de Roraima.

As mudas serão produzidas no viveiro com suporte do laboratório de biotecnologia vegetal, que também está em fase de implantação. O principal objetivo é fornecer aos agricultores mudas de alto vigor e com grande tecnologia embarcada, principalmente de culturas de grande interesse e valor agregado como açaí, cacau, café, cítricos e eucalipto. A proposta é que as duas estruturas funcionem a serviço do agricultor, através da assistência técnica e extensão rural desenvolvidas pelo Iater.

O outro projeto é o aplicativo Iater Digital. O foco é modernizar e facilitar o acesso as informações e serviços oferecidos pelo Instituto, aproximando os pequenos, médios e grandes produtores rurais das ações de inovação tecnológicas desenvolvidas no Iater.

Esta plataforma inovadora deve atender às demandas dos agricultores, colaboradores e dos técnicos do Instituto, trazendo economia e eficiência para administração pública, uma vez que irá melhorar o serviço de armazenamento de dados, acesso às informações e atualizações contínuas no que diz respeito às necessidades de desenvolvimento das atividades.

Todas essas ações estão disponíveis para os visitantes no espaço Iater na Expoferr 2022. Qualquer dúvida, os interessados podem procurar um dos técnicos no local para saber mais informações.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

 

Avalie este item
(1 Votar)

Com o objetivo de estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar, especialmente nas comunidades indígenas do Estado, o Governo de Roraima entregou 100 créditos do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), às comunidades indígenas de Pacaraima, Amajari, Cantá e Uiramutã.

 

A entrega ocorreu nesta segunda-feira, 14, durante a Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, área rural de Boa Vista.

 

O Executivo, por meio de ação entre o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural de Roraima), a SEI (Secretaria Estadual do Índio) e a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), viabilizou a liberação de crédito do Basa (Banco da Amazônia) no valor de R$ 3 mil para cada beneficiário, que serão pagos sem juros e com 30% de desconto do valor total.

 

O governador Antonio Denarium explicou que são as ações para os agricultores na ponta que fazem a diferença, e é por isso que o Governo de Roraima está próximo da agricultura familiar.

 

“Vemos o esforço e o compromisso dos produtores roraimenses para estarem em dia com as documentações e o interesse deles em participar dos programas. Por isso, nada mais justo que a gente trabalhe também para ajudá-los a obter linhas de crédito e alavancar o setor”, explicou.

 

LINHAS DE MICROCRÉDITO

 

O presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose, esteve presente na ação e ressaltou a importância da Expoferr para fomentar a agricultura nas comunidades indígenas, um dos públicos alvo da instituição bancária, incentivando produtores a melhorarem suas propriedades que comportam atividades agrícolas.

 

“Estamos fechando contratos de microcrédito com as comunidades indígenas, permitindo o pagamento em condições facilitadas e sem dificuldades, para que eles se acostumem ao mercado. Pois, 90% dos beneficiados de hoje estão assinando um contrato pela primeira vez. De maneira que estamos promovendo cidadania para estas pessoas, algo muito mais relevante do que o próprio financiamento”, afirmou.

 

A ação pioneira do governo de Roraima já atende mais de 50 polos de produção no Estado e tem previsão de quase 1.500 hectares de plantio de milho e feijão-caupi em 2022.

 

PRODUÇÃO INDÍGENA

 

O titular da SEI (Secretaria do Índio), Marcelo Pereira, ressaltou que o crédito vai incrementar a produção, a partir dos projetos elaborados com o apoio do Estado. “Principalmente pelas condições que são ofertadas. O produtor indígena vai se sentir estimulado a incrementar suas atividades na comunidade”, afirmou.

 

O tuxaua Cirênio da Silva Peres, da Comunidade do Guariba, em Pacaraima, foi um dos beneficiados com o Pronaf. Ele enfatizou que o crédito vai contribuir com o fortalecimento da produção local. “Temos um projeto pronto e o Pronaf vai fortalecer a nossa produção agrícola”, disse.

 

O produtor Julio da Silva Pereira, da comunidade Pé da Serra, no município de Uiramutã, está investindo na criação de aves. Ele explicou que o Pronaf chegou em boa hora. “Só tenho a agradecer ao Basa e ao Governo de Roraima que são nossos parceiros. Esse financiamento chegou em boa hora. Agora é dar continuidade nos projetos”, declarou.

 

PRONAF

 

O Pronaf permite acesso ao crédito rural para diversos grupos como assentados da reforma agrária, beneficiários de crédito fundiário, agricultores familiares de baixa renda, agricultores familiares dinâmicos, povos indígenas e comunidades tradicionais como quilombolas, pescadores artesanais, ribeirinhos e outros.

 

As operações de crédito rural ao amparo do Pronaf possibilitam aos beneficiários da agricultura familiar financiarem a aquisição de insumos, sementes, para realizarem o custeio de suas atividades, como a produção de milho, leite, feijão, entre outros.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi, que é responsável pela coordenação do evento, Iater, Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI, Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições da administração do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

O agro é um universo produtivo primário que exige muito esforço na lida com a lavoura e com os animais. Esse trabalho não pode ser compreendido apenas como esforço físico, mas que também requer bastante estudo, pesquisa e tecnologias buscando a evolução das diferentes culturas sustentáveis e alcance do sucesso econômico familiar.

 

Por isso, a Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça-feira, 15, atua na formação educacional de crianças e adolescentes para somar com a vivência prática de ciência e tecnologia.

 

A programação com as turmas iniciou na sexta, 11, e foi concluída nesta segunda, 14, com as escolas Geraldo Da Silva Pinto, Vovó Eugênia e Riachuelo, do município de Alto Alegre, e a escola Índio Manoel Barbosa, de Pacaraima.  O encontro ocorreu no Parque de Exposições Dandãezinho, área rural de Boa Vista, onde está sendo realizada a Expoferr.

 

O professor Marcos Vinicius explicou que nesta semana, os jovens aprenderam sobre várias temáticas que movimentam setores envolvidos nos dias de realização da Expoferr. “Eles entenderam como é o processo desenvolvido na produtividade dos animais, no manejo da alimentação, higienização, diferenciação de culturas, dos esportes com os bichos e até moda country, além do impacto ambiental e geração de renda com serviços e comércios”, disse.

 

A estudante Bruna Lais, de 11 anos, afirmou que a excursão foi muito interessante e serviu como complemento de atividades curriculares. “Adorei esses dias aprendendo com os meus, vendo de perto os animais e aprendendo algumas curiosidades de fora da minha rotina. Foi muito divertido”, afirmou.

 

Para o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, a Expoferr é uma oportunidade que além de valorizar a economia regional, também abraça a educação e as famílias pelo desenvolvimento conjunto.

 

“Na programação da feira a gente aborda temas diversos sobre educação, capacitação, orientação e direcionamento profissional do público jovem, além de promover o encontro entre empresas e instituições de ensino, proporcionando uma troca muito legal de informações e experiências que direcionam os estudantes na escolha da profissão”, concluiu.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi, que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

A Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado que segue até terça-feira, 15, está movimentando a economia local e gerando renda para mais de 170 vendedores ambulantes e 235 expositores que participam da exposição-feira realizada no Parque de Exposições Dandãezinho, área rural de Boa Vista.

 

A expectativa é que sejam movimentados cerca de R$ 100 milhões em volume de negócios e 200 mil pessoas visitem o local.

 

“A Expoferr é uma oportunidade para os vendedores e expositores mostrarem atrações e novidades para o público e aumentarem o orçamento. Convidamos as famílias que prestigiem a Expoferr e se encantem com uma vasta programação como shows e outras opções que o Governo de Roraima preparou para todos”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

Sócio proprietário de uma empresa de produtos agrícolas, o comerciante Aurélio Barros afirmou que a feira está com um grande fluxo de pessoas. “Esse movimento é justamente uma oportunidade de a gente mostrar os nossos produtos para quem vem passear. Conseguimos fazer algumas propostas e vamos aguardar a finalização das compras”, disse.

 

Ele destacou ainda que a empresa tem um portfólio de mais de 10 mil itens com foco principal na área de irrigação, pulverizadores e máquinas agrícolas voltadas à agricultura familiar. São produtos para casa de farinha, motores, microtratores, atomizadores, motosserras, bombas com placa solar, entre outros. Além disso, a empresa também é distribuidora de várias marcas e conta também com assistência técnica autorizada.

 

O vendedor de artigos rurais, Benício Carneiro, avaliou de forma positiva as vendas e destacou que a feira vai garantir uma renda extra antes do final do ano. “Estou muito satisfeito com o movimento da feira. Estamos conseguindo vender mais de R$ 3 mil reais por dia. E isso será ótimo, pois podemos renovar o estoque e garantir mais produtos para o final do ano”, disse.

 

Os itens de vestimenta country, como bonés e chapéus de couro, variam entre R$ 45 a R$ 95; calçados como botas podem chegar a R$ 450 reais. Na loja também podem ser encontrados chapéus, fivelas para cinturão e camisetas, entre outros produtos.

 

ESTACIONAMENTO

 

Quem visita a Expoferr pode encontrar estacionamento em vários pontos a partir de R$ 10 na frente do Parque de Exposições Dandãezinho. Com a presença da PMRR (Polícia Militar de Roraima) e sem registros de ocorrências graves ou casos de violência no local, o público conta com segurança e comodidade para curtir as noites em uma infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

A quarta noite da Expoferr 2022, nesta segunda-feira, 14, foi marcada com a entrega de 126 títulos definitivos que totalizam mais de 38 mil hectares de terra regularizados para produtores rurais dos municípios de Boa Vista, Alto Alegre, Amajari, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Iracema e Mucajaí.

 

A solenidade do programa Aqui tem Dono fez parte da programação da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura de Roraima, que segue até terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, área rural de Boa Vista.

 

Na ocasião, o governador Antonio Denarium falou sobre a segurança jurídica que o documento garante aos produtores, entre outros diversos benefícios. “Esta entrega de 126 títulos rurais para pequenos, médios e grandes produtores é muito importante porque o setor faz a diferença para o desenvolvimento de Roraima. É o Governo do Estado dando a segurança jurídica para que todos produzam mais e melhor, com a certeza de retorno econômico”, declarou o governador.

 

A produtora Bruna de Souza Prill, que possui uma propriedade no município do Cantá, foi uma das contempladas com título definitivo. “Eu me sinto feliz por ganhar esse título que é de muita importância e eu quero agradecer ao governador por nos ajudar”, disse.

 

Outro produtor beneficiado foi Lucas Miguel Elias Silveira. Ele explicou que possui uma propriedade em Mucajaí há cerca de 30 anos, onde tem criação de peixes e gado. “Para a gente, é uma sensação de alívio ter um governador tão presente na produção rural, tenho só que agradecer ao governador que é quem nos valoriza, valoriza a produção e está nos favorecendo com esse título que vai alavancar a nossa produção”, disse o produtor.

 

Durante a solenidade, o presidente do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), órgão responsável pela regularização fundiária de áreas do Estado, Márcio Grangeiro, falou da continuidade da regularização por meio do programa Aqui Tem Dono, e da importância do documento para o produtor rural.

 

“Estamos contribuindo para o desenvolvimento do estado de Roraima, que é entregando títulos definitivos, segurança jurídica, esse é o trabalho do Iteraima, é o grande desafio do Estado que é a regularização fundiária e nós estamos conseguindo cumprir”, destacou Grangeiro.

 

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

 

O programa Aqui tem Dono foi lançado em julho de 2019, com a finalidade de promover a regularização fundiária nos 15 municípios de Roraima.

 

Executado pelo Iteraima, o Governo de Roraima entregou mais de 2.500 títulos definitivos entre urbanos, rurais e no Distrito Industrial. A medida é uma garantia jurídica para os proprietários da terra, o que permite acesso a linhas de crédito, por exemplo.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais, em um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Desde a sexta-feira, 11, a PCRR (Polícia Civil de Roraima) conta com uma Delegacia Itinerante, instalada dentro Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, onde está sendo realizada a 41ª Expoferr (Exposição Feira Agropecuária de Roraima).

O maior evento do agronegócio do Estado, promovido pelo Governo de Roraima, está reunindo diariamente milhares de pessoas. Mesmo com uma grande movimentação de público, esta edição da festa tem sido considerada tranquila.

A Delegacia Itinerante da PCRR registrou, nos três primeiros dias de evento, dois APFs (Autos de Prisão em Flagrante) por embriaguez ao volante, dois TCOs (Termos Circunstanciados de Ocorrência) por desacato, um BO (Boletim de Ocorrência) por lesão corporal culposa, um BO por perda de documento e um BO por violência doméstica.

De acordo com o delegado Geral, Eduardo Wayner, o serviço prestado à população na Expoferr, além de garantir maior segurança, também traz comodidade para quem está no Parque, caso tenha uma eventual necessidade de registrar um Boletim de Ocorrência.

“Todas as ocorrências relacionadas ao evento, como Autos de Prisão em Flagrante ou Termos Circunstanciados de Ocorrência são atendidos e processadas na própria unidade itinerante. E, nesses primeiros dias, a segurança redobrada pelas Forças de Segurança tem garantido ao público um evento tranquilo”, concluiu o delegado.

A Delegacia Itinerante está funcionando das 19h às 7h, durante os dias de Expoferr, de 11 a 15 de novembro, com uma equipe formada por delegado, escrivão e agentes, além da equipe do GRT (Grupo de Resposta Tática) reforçando a segurança do Parque.

Avalie este item
(0 votos)

Uma das maiores duplas da música sertaneja, Zezé Di Camargo e Luciano, levantou a multidão que foi neste domingo (13) para curtir a Expoferr 2022 no Parque de Exposições Dandãezinho.

Segundo a PMRR (Polícia Militar de Roraima), cerca de 75 mil pessoas prestigiaram o quarto dia do evento, organizado pelo Governo de Roraima junto com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima.

Para o quarto dia, outra grande atração nacional deve agitar o público: a banda Os Barões da Pisadinha, fenômeno do forró elétrico no Brasil e no mundo, vai apresentar seus sucessos na Arena do Rodeio, palco dos grandes shows nacionais da Expoferr. O pós-show ficará por conta da cantora roraimense Brisiane.

Criado por Rodrigo e Felipe Barão, o grupo foi formado em 2015 em Heliópolis e Ribeira do Amparo, cidades do interior da Bahia. A princípio, o duo se chamava Barões do Forró, porém o nome “Os Barões da Pisadinha” foi adotado com o tempo por conta do foco do grupo para a pisadinha.

O grande momento da carreira de Rodrigo e Felipe veio em 2019, quando o jogador Neymar publicou um vídeo nas redes sociais dançando a música “Tá Rocheda”, aquele que seria o primeiro sucesso da dupla.

Desde então, a banda vem colecionando sucessos nas plataformas digitais, com hits como “Já que me ensinou a beber”, “Recairei”, “Basta você me procurar”, entre outros grandes singles.

Os Barões da Pisadinha já lançaram, ao todo, quatro álbuns pela Sony Music.

 

E TEM MAIS

 

Para aqueles que forem para a Expoferr e quiserem curtir outros ritmos, o palco Arena Cultural é o local certo: entre 19h e 23h, haverá apresentações musicais de Edilson Marques e Banda, Serginho Barros, Danilo e Reinaldo, Neto Andrade e Banda, bem como Zerbine Araújo e Banda.

Ainda na Arena Cultural, a partir de 16h, haverá o penúltimo dia da Mostra de figurinos

e alegorias dos grupos juninos de Roraima, além de recreação e palhaçaria com os grupos Locombia, Criart Teatral e Xuxu e Cia. Outras programações como palestras e exposições ocorrerão durante todo o dia.

 

Confira a programação desta segunda-feira:

 

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

LOCAL

10h às 20h

Palestras

Arena do Conhecimento

16h às 22h

Exposição e Negócios

Estandes

16h às 22h

Gastronomia

Praça de Alimentação

16h

Espaço Identidade Cultural (Mostra de figurinos e alegorias dos grupos juninos de Roraima)

Arena Cultural

18h às 22h

Rodeio e Provas Equestres

Arena do Rodeio

18h

Recreação e Palhaçaria – Locombia, Criart Teatral e Xuxu e Cia

Arena Cultural

19h

Edilson Marques e Banda

20h

Serginho Barros

21h

Danilo e Reinaldo

22h

Neto Andrade e Banda

23h

Zerbine Araújo e Banda

22h30

Show Nacional: Os Barrões Da Pisadinha

Arena do Rodeio

01h30

Pós-Show com Brisiane

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

 

Avalie este item
(0 votos)

O time de handebol masculino do Colégio Estadual Militarizado Cícero Vieira Neto, de Pacaraima, ficou com a medalha de prata nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), dentro da Série Cobre.

Os meninos chegaram à grande final com o time do Colégio Marista, do Rio Grande do Norte. O jogo foi acirrado, com pontos bem marcados pelos dois times.

Mas o time do Marista conseguiu abrir uma boa diferença no placar, manteve o ritmo do jogo e acabou vencendo a partida por 28 X 19.

Para o professor Eraldo Nunes, um dos técnicos que acompanha a equipe, os JEBs serviram de aprendizado para o time.

"Somos vice-campeões e essa medalha vale muito para nós. É uma recompensa por todo o esforço da equipe, da escola e também dos pais que acompanham todo o trabalho", pontuou Eraldo.

Já a técnica Missiane Moreira disse que o time precisa focar nos erros e continuar treinando para vir em outros anos.

"Saímos com a cabeça erguida. Vamos continuar os treinamentos na nossa escola para aprimorar a técnica. Esse resultado também vai servir para estimular outros alunos a praticar esportes", disse.

O time feminino de handebol, que também é do CEM Cícero Vieira Neto, vai disputar nesta segunda-feira, 14, o 7° e 8° lugar da Série Bronze.

 

Voleibol Masculino vai brigar pelo bronze

 

A equipe de voleibol masculino da Escola Penha Brasil, que está entre os quatro melhores times do campeonato, disputou hoje o jogo da semifinal da Série Ouro contra o time de São Paulo.

Os roraimenses entraram bem em quadra e conseguiram marcar pontos de saque. Porém, alguns erros de recepção e de ataque facilitaram o jogo dos paulistas, que não deixaram barato e acabaram vencendo por 2x0.

"Faltou acertarmos o passe na mão e também melhorar o saque. Eu também errei algumas jogadas, o nervosismo me atrapalhou um pouco", avaliou Emanoel Brito, levantador e capitão do time.

Agora os roraimenses vão lutar pela medalha de bronze e o jogo será na manhã desta segunda-feira, 14, contra o time de Sergipe.

No feminino, as meninas da Escola Oswaldo Cruz vão disputar o 7° e 8° lugar da Série Ouro, também neste dia 14 de novembro, contra o Maranhão.

 

JEBs

 

Os Jogos Escolares Brasileiros seguem ocorrendo no Rio de Janeiro até 15 de novembro com a participação de mais de 5.600 atletas na faixa etária de 12 a 14 anos. Os Jogos são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada durante os JERS (Jogos Escolares de Roraima). Ou

Avalie este item
(0 votos)

A dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano foi a grande atração nacional neste domingo, 13, na terceira noite da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça, 15, no Parque de Exposição, Dandãezinho, zona Rural de Boa Vista.

 

Os sertanejos estão entre os artistas do gênero mais queridos pelo público brasileiro. Pela segunda vez no Estado, Zezé e Luciano cantaram clássicos de sucesso da carreira musical e atraíram uma multidão na arena de apresentações do parque, que recebeu a visita de 75 mil pessoas.

 

O governador Antonio Denarium assistiu ao show de perto e disse que a festa é uma maneira de comemorar grandes conquistas alcançadas para os roraimenses.

 

“A Expoferr 2022 é uma festa para brindar os primeiros anos de mandato com muitas realizações para a população de Roraima. Pois com muita dificuldade conseguimos transformar Roraima em um Estado bom para todos. Vimos hoje uma grande apresentação! O show do Zezé e Luciano foi muito bom, contagiou o público e levantou a galera”, declarou.

 

TRAJETÓRIA DA DUPLA

 

A dupla sertaneja surgiu na década de 90 e estourou no cenário nacional em 1991, com a música “É o Amor”. A banda vendeu mais de 40 milhões de discos e é uma das mais prestigiadas do país.

 

Entre os prêmios mais importantes para os músicos, estão o Grammy Latino e duas indicações. Eles também já receberam 20 discos de platina, 15 de platina duplo, 27 discos de ouro, 27 discos de prata e 27 discos de diamante.

 

PÚBLICO

 

De acordo com a PMRR (Polícia Militar de Roraima) o show de Zezé Di Camargo & Luciano superou as noites anteriores: o público presente foi de mais de 75 mil pessoas.

 

Para o microempreendedor Diego Silva, as canções trazem muitas boas recordações vividas na juventude. “Eu não podia deixar de vir nesse show. Estou com minha esposa recordando nosso passado. Quando eles subiram no palco um filme passou na minha cabeça, isso porque essas canções marcaram a nossa história”, lembrou.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Durante as cinco noites, o público visitante da Expoferr 2022 pôde acompanhar diversas atrações, entre elas shows nacionais na sexta-feira, 11, com Raí Saia Rodada, e no sábado, 12, de Felipe e Ferrari.

 

Na terceira noite, no domingo, 13, a festa foi comandada pela dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano com sucessos que embalaram gerações e marcaram corações em todo o Brasil.

 

Os Barões da Pisadinha chegam na noite desta segunda, 14, com forró e tecnobrega animado.

 

E finalmente na terça-feira, 15, o show principal da festa fica por conta de Luan Santana com a turnê “Luan City”, que já passou por mais de 90 cidades brasileiras, e encerra a Expoferr 2022 com chave de ouro.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Os integrantes da Associação Game Dog Roraima apresentaram neste domingo, 13, uma competição e exposição de cães da raça American Pitbull Terrier para os visitantes da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

A competição envolveu duas modalidades disputadas pelos cachorros da raça, considerados animais fortes e ágeis, instruídos pelos criadores que os direcionam nas provas.

 

De acordo com Rodrigo Parreira, fundador da associação, além de preservar a saúde dos animais envolvidos nas competições, a intenção é desmistificar a imagem negativa dos cães. “Trouxemos essa grande energia e capacidade atlética para dentro de uma modalidade esportiva do Game Dog no Nosso Estado”, explicou.

 

PROVAS

 

Nas competições, os organizadores trabalharam quatro tipos de modalidades: a primeira foi a escalada vertical na parede, em que o animal tem como objetivo pegar um brinquedo em determinada altura. Uma das regras deste certame é que o tutor deve pegar o pitbull antes que o cachorro caia no chão, para evitar lesões no pet.

 

A segunda modalidade é o salto livre em altura, que pode ser aumentado conforme a demanda do dono. Além disso, existe ainda a modalidade de salto em distância, que consiste na saída de uma banqueta e aterrissagem em uma caixa de areia apropriada.

 

E por fim, a última modalidade, a esteira mecânica, que visa a distância percorrida pelo animal pelo tempo de dois minutos. O diferencial é que a máquina entra em funcionamento somente quando o cachorro estiver em movimento.

 

CAMPEÕES

 

Os vencedores da competição organizada na feira foram os irmãos Lucas e Matheus Monteiro, que ficaram como 1º e 2º colocados, respectivamente. Os dois trabalham em parceria nos cuidados e trato com os animais. Para Lucas, é muito gratificante fazer o que gosta e ainda competir.

 

“Esse cão foi uma seleção feita como um hobby entre a gente, para nos divertirmos. É um esporte que veio para unir as famílias. Hoje vemos que a criação de pitbull é marginalizada e estamos aqui para derrubar esse mito por meio do esporte”, destacou Lucas.

 

AGENDA

 

Na última noite de festa, na terça-feira, 15, a partir das 18h, os organizadores da Associação Game Dog Roraima vão realizar um desfile com os animais. Pelo menos 20 pitbulls serão apresentados ao público.

 

A competição terá como critérios de avaliação a qualidade do pêlo, raça padrão e, principalmente, a saúde física dos animais. A premiação terá como valor simbólico troféus e medalhas.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

A tarde deste domingo, 13, foi de conhecimento e qualificação durante o terceiro dia da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Como parte da programação, técnicos e visitantes participaram de um treinamento na exposição-feira sobre o manuseio dos equipamentos e tratores agrícolas adquiridos pelo Governo do Estado.

 

O curso, promovido pelo Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), foi ministrado pelo empresário Rodrigo D’Lucas, e teve como principal objetivo mostrar o desempenho das máquinas e a melhor forma de utilizá-las no campo, somando na produção agrícola em todos os municípios do Estado.

 

O governador Antonio Denarium explicou que a ideia com os cursos é que as capacitações se revertam em investimento na produção agrícola familiar e indígena roraimense.

 

“Os produtores da agricultura familiar e indígena podem contar com esse reforço do Governo de Roraima para aumentar a produção. Por isso, é muito importante que eles sejam capacitados para utilizá-los da maneira correta, prolongando a vida útil do maquinário”, declarou.

 

O presidente do Iater, Marlon Cristiano Buss, destacou que o curso foi uma forma de técnicos e agricultores interessados conhecerem a qualidade dos equipamentos. E segundo ele, o número de pessoas reunidas durante a capacitação foi muito além do esperado.

 

“Esse foi o momento de mostrarmos na prática o quanto os investimentos do Governo na agricultura familiar têm sido importante para o desenvolvimento do setor. Muitas pessoas participaram e viram de perto o quanto as máquinas são de alto nível de tecnologia, e como o uso correto no campo vai contribuir para o desenvolvimento e crescimento da produção nos municípios”, disse.

 

Além de auxiliar as capacitações, os equipamentos adquiridos pelo Governo do Estado também estão sendo expostos durante a Expoferr 2022. Os produtores da agricultura familiar e indígena vão contar com os maquinários no próximo ano.

 

O secretário municipal de agricultura de Normandia, João Menezes, esteve presente no treinamento. Ele enfatizou que os tratores são importantes para a agricultura familiar na região e que o curso ampliou a visão dele com relação ao uso das máquinas.

 

“Eu acredito na força da agricultura. E levar informações sobre esses implementos agrícolas para Normandia vai ser um grande ganho. Só tenho que agradecer ao Governo de Roraima, que tem visto o setor do campo como a principal alternativa na geração de emprego e renda no estado”, frisou.

 

O Governo de Roraima oferece assistência técnica e rural para os agricultores familiares e indígenas de todo estado. Hoje, o Iater possui 28 unidades locais presentes nos municípios, com diretores e técnicos capacitados para atender os produtores. Os resultados dessas ações estão expostos na Expoferr 2022, onde os interessados podem comparecer e tirar qualquer dúvida sobre os projetos.

 

TRATORES

 

Os equipamentos adquiridos são: trator agrícola, plantadeira de grãos seis linhas com adubação, roçadeira acoplada no trator, grade aradora, grade niveladora controle remoto, distribuidor calcário, pulverizador acoplado de barra, enxada rotativa encanteiradora e adubadora, carreta agrícola basculante, batedeira de cereais (trilhadeira), perfurador de solo e colhedora de grãos.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

A população pode aproveitar com segurança e tranquilidade a Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça-feira, 15 de novembro. Isso porque o policiamento está reforçado para as cinco noites de realização no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Nos dias em que ocorre a Expoferr, a PMRR (Polícia Militar de Roraima) disponibiliza cerca de 120 a 150 policiais militares que reforçam o sistema integrado de segurança no local.

 

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Francisco Xavier, as instituições de segurança pública e viária têm preservado a ordem durante todos os dias de evento da Expoferr. “Diariamente atua uma média de 150 policiais militares que estão prestando algum tipo de proteção preventiva ao público em geral, artistas e expositores”, disse.

 

Para o trânsito, o Detran-RR (Departamento de Trânsito do Estado de Roraima) disponibiliza 20 agentes por dia de evento, com viaturas e motocicletas para garantir a segurança de quem entra e sai do Parque Dandãezinho.

 

A população que visita o evento aprova. Curtindo a Expoferr desde a primeira noite, a autônoma Débora Guimarães disse que se sente tranquila em todos os ambientes da exposição. “Desde que cheguei notei as viaturas do Detran fazendo o direcionamento dos carros e a segurança. É possível ver o grande volume de policiais por todo o parque. A gente se sente muito seguro com essa presença”, afirmou.

 

POLÍCIA CIVIL

 

A estrutura de segurança da Expoferr 2022 também conta com uma delegacia montada pela PCRR (Polícia Civil de Roraima). O delegado Marcos Lázaro explica que diariamente são mais de 20 agentes que compõem a segurança.

 

“Até agora estamos satisfeitos com os resultados. O funcionamento de forma integrada transmite sensação de segurança para a população. O reflexo naturalmente é de um evento tranquilo”, destacou Lázaro.

 

Além das Polícias Militar e Civil, a Expoferr também possui, diariamente, sete militares do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Roraima), com viaturas de salvamento, resgate e combate ao incêndio. A Polícia Penal conta com 5 policiais e viaturas.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Comp

Avalie este item
(1 Votar)

Um dos maiores eventos de Roraima, a Expoferr 2022, organizada pelo Governo de Roraima junto com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, vem sendo um grande sucesso de público. No primeiro dia, 50 mil pessoas foram até o Parque de Exposições Dandãezinho. E no segundo dia, esse número aumentou para 70 mil visitantes.

 

E o terceiro evento da feira está mais do que especial. Isso porque Zezé Di Camargo e Luciano, uma das maiores duplas da história da música sertaneja promete ferver a Arena do Rodeio com seus grandes sucessos.

 

Considerados uma das maiores potências da música sertaneja, a dupla natural de Pirenópolis (GO) está em atividade desde a década de 1990, deixando sua marca no imaginário brasileiro.

 

Dentre os grandes sucessos, estão “É o amor”, “No dia em que eu saí de casa”, “Dou a vida por um beijo”, entre outros hits. O legado da dupla é tão grande que até mesmo outros gigantes da música brasileira, como Maria Bethânia, já regravaram os seus sucessos.

 

Em 2005, a história de Mirosmar e Welson chegou aos cinemas com o longa-metragem “Dois Filhos de Francisco”, dirigido por Breno Silveira (1964-2022). O filme conta toda a trajetória da dupla, moldada a partir do sonho do pai, o Seu Francisco, de ver os filhos se tornarem estrelas da música sertaneja.

 

“A Expoferr tem sido um sucesso de público e de negócios todas as noites. Hoje, em especial, com o show da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, a expectativa é lotar o Parque Dandãezinho, onde está acontecendo a maior feira agropecuária de Roraima. E você é o nosso convidado, nessa festa tão linda promovida pelo Governo em parceria com a Faerr”, disse o governador Antonio Denarium.

 

O QUE TEM PRA HOJE

 

Além do show da dupla, que subirá ao palco a partir de 22h30 na Arena do Rodeio, haverá opções para toda a família: na Arena Cultural, que funcionará das 10h às 23h, haverá mais uma Mostra de figurinos e alegorias dos grupos juninos de Roraima, Recreação e Palhaçaria com os grupos Locombia, Criart Teatral e o Palhaço Teco-Teco.

 

Ainda na Arena Cultural, haverá apresentações musicais de Zé da Silvera e Silvery, Euterpe e Banda, Gleycinho e Banda, Marcos King, Leka Denz e Ernandes Dantas e Banda, bem como outras programações culturais. Para quem quiser explorar a culinária roraimense e os mais variados pratos brasileiros, a Praça de Alimentação estará aberta ao público entre 16h e 22h.

 

E para quem curte uma competição, o que não vai faltar é emoção. A partir de 15h na Arena da Vaquejada, mais um dia de disputa da modalidade. No mesmo horário, mas na Arena de Corrida de Cavalo (Prado), haverá disputa da modalidade que dá nome ao espaço. Entre 18h e 22h, a Arena do Rodeio será palco das disputas de Rodeio e de Provas Equestres.

 

Confira abaixo a programação completa deste domingo:

 

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

LOCAL

10h às 23h

Programação Cultural

Arena Cultural

10h às 22h

Palestras

Arena do Conhecimento

15h às 23h

Vaquejada

Arena da Vaquejada

15h às 18h

Corrida de Cavalo

Arena de Corrida de Cavalo (Prado)

16h

Espaço Identidade Cultural (Mostra de figurinos

e alegorias dos grupos juninos de Roraima)

Arena Cultural

16h às 22h

Exposição e Negócios

Estandes

16h às 22h

Gastronomia

Praça de Alimentação

17h

Recreação e Palhaçaria – Locombia , Criart Teatral e Palhaço Teco-Teco

Arena Cultural

18h

Zé da Silvera e Silvery

18h às 22h

Rodeio e Provas Equestres

Arena do Rodeio

19h

Euterpe e Banda

Arena Cultural

20h

Gleycinho e Banda

21h

Marcos King

22h

Leka Denz

23h

Ernandes Dantas e Banda

22h30

Show Nacional: Zezé Di Camargo e Luciano

Arena do Rodeio

01h30

Pós-Show com Walker Tavares

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

As feiras de negócios são uma ferramenta oportuna para apresentação de produtos e para conquista de consumidores. Nesse sentido, a Expoferr funciona como uma grande vitrine, conforme destaca o coordenador de Competitividade Industrial e Comercial, Max Fraga.

“As feiras funcionam como uma vitrine ideal para mostrar seu novo produto ou serviços, reunindo compradores, vendedores, fornecedores e acionistas do ramo a que se destina”, destacou o servidor da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

E no seu amplo espaço, com mais de 235 expositores, possibilidade de movimentação de mais de R$100 milhões em volume de negócios e circulação de um público estimado de cerca de 200 mil pessoas, a Expoferr traz, este ano, diversas novidades do mercado produtivo.  

 

Soluções Ambientais

 

Atuante na área do Meio Ambiente, a Ecovery é uma empresa roraimense que desenvolve soluções para os empreendimentos do agro, fornecendo amparo técnico com preocupação sustentável e o bem-estar social.

“Trabalhamos com comprometimento, assertividade, ética, transparência e eficiência, entregando soluções ambientais inovadoras e ágeis para a tranquilidade dos nossos clientes”, destacou o empresário Paulo Estevam.

Na Expoferr 2022, a Ecovery montou um estande especial destacando oportunidades para os produtores rurais na prestação de serviços de Licenciamento Ambiental e Mineral, Elaboração e Execução de Manejo Florestal Sustentável, Corte Raso Para Uso Alternativo do Solo, Outorgas de Água, Georreferenciamento, Plano de Recuperação de Áreas Degradadas, Execução de Plantios Florestais e outros.

“A Expoferr é um ambiente ideal para profissionais que desejam ampliar seu negócio e se antecipar frente às tendências, numa forma também de possibilitar ao público a realização de pesquisas de mercado e identificação das necessidades de produtos específicos e adequação de serviços”, reforçou Paulo.

 

Shopping Country

 

Estampas de vaca, botas de couro, pingentes, anéis, cintos e toda uma série de acessórios compõem o estilo country, uma tendência de moda comum nos grandes festivais do agronegócio, no quais a caracterização toma conta do espaço evidenciando beleza e simpatia do público.

E garantindo esse aspecto peculiar, a Expoferr 2022 estruturou um shopping country bastante oportuno para os amantes do estilo.

“As Feiras de Exposições Agropecuárias são um momento favorável para os lojistas que lidam com a moda country, pois ampliamos as vendas de produtos originários de Roraima e das demais regiões do país”, destacou o empreendedor Sebastião Ramos, que há 20 anos vende produtos country nos mais diversos festivais da região Norte.

 

Comércio Internacional

 

Alinhando o mercado tri-fronteiriço entre Brasil, Venezuela e Guiana, a Expoferr 2022 estruturou um pavilhão internacional oportunizando a aproximação comercial também com os países do Caribe.

Os empresários estrangeiros destacaram tecnologia, inovação, gastronomia, cultura, turismo, produção e serviços.

“Para a Expoferr, eles trouxeram a possibilidade de construção de casas de madeira, tubos e cercas metálicas, produtos derivados do petróleo, importação de alimentos específicos, também a fabricação da moringa em cápsulas viabilizando o consumo humano de mais aminoácidos e proteínas de origem vegetal”, comentou o coordenador de Negócios Internacionais na Seadi, Eduardo Oestreicher.

 

Sustentabilidade do solo

 

Agregando ideias de inovação na Expoferr 2022, a Agrosmart levou para a Feira uma startup de inteligência climática como solução mais produtiva e econômica.

“Nossa tecnologia é 100% nacional e monitora, reporta, verifica e melhora indicadores socioambientais promovendo uma cadeia agroalimentar mais rentável, resiliente e sustentável, permitindo ao produtor monitorar tudo via WhatsApp pela necessidade de irrigar sua lavoura, por exemplo. Dessa forma, nossa empresa trabalha com a cadeia regenerativa, com desmatamento zero e carbono neutro também na agricultura familiar”, concluiu o gestor Paulo Quirino.

Avalie este item
(1 Votar)

A doação de órgãos é um dos gestos mais nobres que uma pessoa pode ter. Esse ato de amor ao próximo pode fazer a diferença na vida de quem está à espera de um doador. Com esse propósito, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou, no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), na última sexta-feira, 11, mais uma captação de órgãos.

Graças ao esforço e empenho da equipe médica da CET-RR, a retirada do fígado e rins do doador foi considerada exitosa. O procedimento foi realizado por profissionais da CNT (Central Nacional de Transplantes).

“Quero agradecer a toda a família desse doador, que está levando vida para pacientes que estão no Distrito Federal e em Salvador. Nós devemos muito a eles, são vidas que serão salvas nessas próximas horas”, afirmou a coordenadora do CET-RR, Dra. Patrícia Renovado.

 

A IMPORTÂNCIA DA DOAÇÃO

 

Se por uma fatalidade, o paciente sofrer lesões neurológicas graves e irreversíveis e for diagnosticado com morte encefálica, pode se tornar um doador. Diante disso, com o consentimento da família, a CNT é notificada pela CET e OPOS (Organizações de Procura de Órgãos), que envia uma equipe de outro estado para fazer a captação.

Para ser um doador, é necessária a autorização da família. Por isso, é importante o diálogo com parentes sobre o seu desejo.

Segundo a Dra. Patrícia, a Sesau ainda não faz transplantes, mas realiza palestras de conscientização para o público e também a sensibilização da família para que o paciente seja um doador.

“Em nosso estado nós não realizamos o transplante ainda, nós somos um hospital que apenas faz a captação de órgãos para a distribuição aos demais estados. A doação de órgãos é um ato altruísta e importante para quem está numa fila de espera aguardando um órgão, para melhorar sua qualidade de vida e seu convívio social”, ressaltou.

Avalie este item
(1 Votar)

Com o objetivo de gerar mais negócios e impulsionar a economia, durante a Expoferr 2022 - Exposição-Feira Agropecuária de Roraima, o Governo do Estado transferiu para a Desenvolve Roraima R$ 3 milhões, que estão disponíveis para o oferecimento de linhas de crédito para micro e pequenos empreendedores e produtores.

“O remanejamento desse valor representa mais investimento, mais capacitação. Estamos atendendo de acordo com a demanda da população. Com o recurso, a agricultura familiar pode produzir mais e o micro empreendedor ter mais recurso para investir no seu negócio”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

O presidente da Desenvolve Roraima, Adailton Fernandes, ressaltou a importância da transferência do recurso para a Agência.

“Essa é mais uma importante transferência de recursos que o governador fez para financiar os produtores da agricultura familiar em seus projetos de geração de renda e também os microempreendedores que tanto contribuem para a economia e fortalecimento do Estado”, destacou o presidente.

O governador visitou, neste sábado, 12, o stand da Desenvolve, que faz parte da Rota do Agro e tem como foco o eixo do desenvolvimento. Ele presenciou a liberação de crédito para cerca de 12 pessoas. Elas fizeram todo o processo, tiveram seu crédito aprovado e já assinaram o contrato para o dinheiro ser depositado.

Uma das beneficiadas foi Geovana Melo, de 22 anos. Ela é cabelereira há 2 anos, atende em domicílio, e solicitou o crédito para expandir o salão de beleza.

“Na verdade, foi uma surpresa, achei que não ia ser aprovado o crédito de primeira, porque tem uma análise que demora, mas aqui foi super rápido e já saí com contrato assinado. Estou muito feliz e vou poder alavancar o meu negócio”, informou a contemplada.

 

Desenvolve Roraima já financiou R$9 milhões este ano

 

A Agência oferece duas linhas de crédito: Microcrédito Empreendedor, para fortalecer o empreendedorismo, e o Crédito Rural, para fortalecer a agricultura familiar e indígena. Somente este ano, a Desenvolve já financiou R$9 milhões para a população.

Avalie este item
(1 Votar)

O badminton de Roraima estreou muito bem nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros). Além de ser a primeira vez que o Estado leva representantes dessa modalidade para a competição nacional, ainda conquistou duas medalhas de bronze, na Série Bronze.

O feito foi realizado pelas atletas Ana Lívian, da Escola Estadual Monteiro Lobato, e Ingrid Pereira, do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Fernando Grangeiro.

Ana Lívian conquistou a medalha de bronze na categoria simples (individual) e, junto com a parceira Ingrid, as roraimenses também levaram o bronze na categoria duplas.

"A sensação é de dever cumprido. Estamos levando medalha para Roraima. Isso é bom porque o nosso Estado vai conhecer mais o badminton, ano que vem vai ter mais e, com certeza, vou querer participar", disse Ana.

Para a atleta Ingrid, a medalha é motivo de muita felicidade. "Queria o ouro, mas estou feliz com o bronze porque é a primeira vez que Roraima traz o badminton e já vou levar uma medalha para casa", complementou.

Além das meninas, Arllisson Sousa Ferreira, da Escola José Vieira Sales Guerra (Caracaraí), e Richarlyson Bizerra Portela, da Escola Monteiro Lobato, completaram a equipe de badminton de Roraima, que foi coordenada pelos professores Klyssia Sahdo e Raimundo Moraes.

"Foi muito bom, foi um grande aprendizado. O masculino ficou nas quartas de final, mas o feminino avançou e conseguimos as medalhas. É uma semente que foi plantada, e esperamos que sirva de estímulo para o crescimento da modalidade em nosso Estado", explicou o professor Moraes.

Com a conquista do badminton, a Delegação de Roraima já contabiliza 24 medalhas no campeonato, sendo seis de ouro, oito de prata e dez de bronze.

 

Voleibol masculino disputa semifinal e handebol masculino briga pelo ouro

 

O time de voleibol masculino da Escola Estadual Penha Brasil venceu neste sábado, 12, o time do vizinho Amazonas por 2x0 pela Série Ouro. Com a vitória, os roraimenses garantiram vaga na semifinal do campeonato e, na tarde deste domingo, 13, enfrentarão o time de São Paulo.

Já as meninas da Escola Oswaldo Cruz, que estão entre as oito melhores equipes da competição, dentro da Série Ouro, não conseguiram vencer o time de São Paulo, não avançando, portanto, para a semifinal. Neste domingo, elas disputam a colocação entre 5° e 8° lugar.

O handebol masculino do CEM Cícero Vieira Neto de Pacaraima venceu ontem, 12, o time do Amapá por 31x17, garantindo a vaga na final da Série Cobre. Hoje, 13, eles disputam a medalha de ouro contra o Rio Grande do Norte.

Já as meninas, que são da mesma instituição de ensino, não conseguiram passar ontem pela Paraíba e vão seguir a disputa entre o 5° e 8° lugar, dentro da Série Bronze.

JEBS

Os Jogos Escolares Brasileiros são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada nos JERS (Jogos Escolares de Roraima), organizados pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do IDRR (Instituto do Desporto de Roraima).

A competição segue acontecendo no Rio de Janeiro até o dia 15 de novembro. Outras informações sobre os JEBs estão disponíveis em www.jebs.com.br.

Avalie este item
(1 Votar)

O segundo dia da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que segue até terça-feira, 15 de novembro, foi marcado por recorde de público. Conforme estimativa da Polícia Militar, o evento reuniu mais de 70 mil pessoas.

Somente nos dois primeiros dias, a feira já registrou aproximadamente 120 mil visitantes no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

A atração musical nacional ficou por conta da dupla sertaneja Felipe e Ferrari, que agitou o público presente na arena do rodeio com apresentação de pouco mais de uma hora. O pós-show foi comandado pela cantora Marília Tavares.

O governador Antonio Denarium destacou que a feira foi planejada para receber um grande volume de negócios, que servirá de vitrine para atrair novos investidores, além de diversão para as famílias com uma grande estrutura de serviços e produtos ligados ao agro.

“Além dos grandes negócios realizados na feira, temos a oportunidade de mostrar o nosso potencial no agronegócio. Nosso Estado está se tornando uma grande fronteira agrícola, e hoje temos condições de demonstrar esse potencial tanto para quem mora aqui como para o público de outros Estados que querem conhecer a produção de Roraima”, destacou o governador.

O servidor público Roger William aproveitou a feira juntamente com a esposa e os filhos de 2 e três anos. Ele falou da alegria de ter o evento de volta após cinco anos.

“Depois de muito tempo é gratificante para o povo de Roraima, pois o agro em si que é o forte do estado de Roraima. Então isso aqui tem que ser todo ano e está de parabéns o governo, aqui é um local família, na verdade o agro ele envolve a família. Então, isso é importante”, destacou William.

Outro visitante que prestigiou o evento foi Francisco Haroldo, que reside no estado do Ceará e está na cidade a passeio. “Uma cidade bastante pacata e acolhedora, para mim está sendo maravilhoso, eu estou achando incrível, parabéns mesmo para a organização, por esse evento maravilhoso”, disse Haroldo.

SEGURANÇA

A Polícia Militar destacou um efetivo de 140 policiais para a segurança dos visitantes durante todo o segundo dia de exposição. O policiamento é iniciado juntamente com a programação da feira, para garantir que a população possa aproveitar o evento de forma segura e tranquila.

A FEIRA

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A Expoferr 2022 ocupa uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

Na edição de 2022, a Expoferr se consolida como uma vitrine para divulgação de produtos e serviços voltados à agroindústria do Estado. O evento atrai empresários de várias regiões do Brasil e até países da região, que procuram em Roraima oportunidades para firmar parcerias e expandir negócios.

“A Expoferr representa muito do esforço que o Governo do Estado empreende e idealiza para Roraima. Ela vai além das atrações e das novidades que o público pode desfrutar, mas é uma plataforma de conexão que estimula o comércio e o nosso desenvolvimento econômico. Convidamos a todas as famílias e produtores a virem à feira e fazer parte dessa história”, declarou o governador Antonio Denarium.

Durante os dias do evento, que segue até a próxima terça-feira, 15, a expectativa é que sejam movimentados cerca de R$ 100 milhões em volume de negócios e 200 mil pessoas visitem o Parque de Exposições Dandãezinho, na zona Rural de Boa Vista.

A empresa amazonense Carboxi atua no setor de gases industriais para inseminação bovina e está em Roraima há 12 anos e está participando da Expoferr 2022. De acordo com o sócio proprietário Marcelo Dutra, o evento mostra a credibilidade do Estado para investidores de todos os lugares e aponta um momento positivo para o investimento no agronegócio local.

“Estamos dando ao setor produtivo uma certeza que ele nunca teve, de que Roraima está se tornando uma ponta de desenvolvimento do Brasil. Encontrei aqui grupos de Minas Gerais, do Mato Grosso e de São Paulo e tivemos a oportunidade de interagir e falar de parcerias. Todos enxergam muitas oportunidades no cenário econômico roraimense”, declarou.

Segundo Marcelo, o crescimento observado nesta edição da feira demonstra o otimismo de empresários em relação ao Estado. Ele conta que o grupo empresarial já participou da Expoferr há alguns anos, mas nesta edição, encontrou muitas novidades.

“Era uma feira muito tímida, com pouca presença de pessoas e menos animais do que vemos agora. Na verdade, era só uma festa, e hoje é um ambiente de negócios, onde todos os empreendedores de todos os setores conseguem se encontrar e discutir meios de contribuir com o desenvolvimento de Roraima”, acrescentou.

INTERNACIONAL

O mesmo otimismo é observado em empresários estrangeiros, que estão cada vez mais presentes no Estado, investindo nos mais variados setores da economia. O comerciante Ernesto Sifon é venezuelano e atua no setor de construções em Roraima há 5 anos. Em 2022, ele expandiu negócios para a área metalúrgica e, de acordo com ele, a Expoferr possibilita que ele apresente o novo empreendimento.

“Com a indústria siderúrgica renascendo na Venezuela, estamos prontos para investir no desenvolvimento de Roraima, em especial no agronegócio, que é o foco desta feira. A indústria cresce a cada dia no Estado e ainda podemos fazer muito mais”, afirmou Sifon.

PEQUENOS EMPREENDEDORES

Com expectativa de mais de 200 mil visitantes, a Expoferr também acolhe pequenos empreendedores, em especial os do setor de alimentação. José Pereira, conhecido como Paulista, veio de Presidente Figueiredo especialmente para o evento.

Ele explicou que esta é a quinta edição da qual ele participa com sua churrascaria. De acordo com José, a feira cresceu e com ela, as expectativas de vendas. “A Expoferr está firmeza! É a quinta vez que eu venho a Boa Vista só para a feira e desta vez ela está maior e melhor! A expectativa é de muitas vendas durante esses dias e a organização está de parabéns”, afirmou.

Na primeira visita à feira, Miguel Ramos, proprietário de um restaurante de comida venezuelana, se mostra contente em poder contribuir com a economia local. “É minha primeira participação na Expoferr. Tem sido uma experiência muito boa e diferente, uma oportunidade para sermos mais conhecidos na região e mostrar que nós venezuelanos também contribuímos para a economia do Estado e geramos empregos”, disse Miguel.

A FEIRA

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima. A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

A Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima, segue neste sábado, 12. A maior feira-exposição do agronegócio do Estado conta com uma megaestrutura em uma área de mais de 93 mil metros quadrados para o público, que pode assistir a shows nacionais inéditos, ver leilões, rodeios, vaquejadas e apreciar uma ampla variedade de gastronomia e comércio.

 Durante os dias do evento, que segue até a próxima terça-feira, 15, a expectativa é que sejam movimentados cerca de R$ 100 milhões em volume de negócios e 200 mil pessoas visitem o local, sediado no Parque de Exposições Dandãezinho, na zona Rural de Boa Vista.

 Com tendas e barracas numeradas para abrigar os vendedores, a Expoferr 2022 conta com 87 lotes para os empreendedores comercializarem seus produtos. Os mais de 235 espaços de exposição de atrativos foram programados e especificados por edital para garantir organização e fluidez do tráfego de pedestres.

 O governador Antonio Denarium afirmou que a Expoferr representa tudo o que idealizamos para Roraima. É uma oportunidade para os vendedores mostrarem atrações e novidades para o público e aumentarem o orçamento de casa. Por isso convidamos as famílias e produtores para que venham participar e se surpreendam com tantas coisas boas que o Governo do Estado preparou para vocês”, declarou.

 Os vendedores ajudam a movimentar esse ambiente econômico com centenas de barracas e pontos ambulantes espalhados pelo parque. Esse processo é integrado por vários agentes, como o vendedor de chapéus William Guarín, de nacionalidade colombiana. Ele afirmou que veio para Roraima quando soube do evento ao visitar o filho em Manaus (AM), visando boas oportunidades de negócios.

 Com um estande de vendas do acessório, Guarín já havia comercializado chapéus em uma edição anterior da feira, e afirmou que a Expoferr está sendo uma grande oportunidade para o negócio familiar. “Eu e meu filho ficamos gratos em estar aqui novamente. Esse é um momento muito oportuno para ganharmos uma renda”, declarou.

 

ECONOMIA CRIATIVA

 Em grandes eventos como a Expoferr, é comum a prática de gerar economia e aumentar o orçamento com o recolhimento de descartáveis, garrafas PET e latinhas, que são posteriormente vendidas como alumínio.

 Os autônomos Elis Gardênia, Juvenal Almeida e Clara da Silva estão trabalhando na segunda noite e veem a Expoferr como uma forma de ganhar uma renda e se divertir enquanto trabalham. Elis explicou que está aproveitando a alta circulação de consumidores no evento.

 

“Além de prestigiar os cantores, a gente consegue tirar um valor significativo com o material reciclado. É um momento que tenho para garantir um dinheirinho a mais para o final do ano”, disse.

 

PARA CRIANÇAS

 A Expoferr também conta com opções para as famílias e crianças. Com muitas opções de diversão, o evento dispõe de atividades infantis, atividades de recreação, palhaçaria e peças teatrais, tendo como objetivo de incluir toda a família.

 Márcia Silva é mãe da Sara, de 4 anos. Ela relatou a importância de promover um espaço na qual crianças possam interagir. “É um momento muito bacana, ver ela brincando e se divertindo com outras crianças me deixa extremamente feliz”, declarou.

 A menina participou das brincadeiras e atividades do Circo Locômbia, coletivo artístico que fez parte da programação da noite de sábado, 12. “Foi bem legal, eu gostei muito”, disse Sara.

 

A FEIRA

 Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

O Dia Mundial do Diabetes será celebrado na segunda-feira, 14, e em Roraima, a programação alusiva à data ocorrerá na quarta-feira, 16, no CEAD (Centro Especializado de Atenção ao Diabetes), que funciona na Clínica Médica Especializada Coronel Mota.

A ação será realizada no período das 15h às 18h, contemplando os serviços de consultas oftalmológicas e triagem com profissionais de enfermagem, além de um ciclo de palestras com endocrinologistas e nutricionistas. O apoio técnico é do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde).

A diretora geral da unidade, Rayane Santos, afirma que a ação tem como finalidade não só orientar pessoas sobre os cuidados com a diabetes, mas também dar visibilidade aos serviços que são oferecidos no CEAD.

“Esperamos contar com a presença de todos, para que possam conhecer um pouco mais do CEAD, que é um serviço implantado recentemente na unidade e foi pensado em melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”, disse.

Doença crônica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue, o diabetes pode provocar danos em vários órgãos, caso não venha a ser tratada de imediato.

Segundo dados do Sistema e-SUS APS (Atenção Primária), do Departamento de Saúde da Família do Ministério da Saúde, Roraima tem 15.369 pessoas com a doença. Os números levam em consideração as informações que são fornecidas pela Atenção Básica dos municípios.

Servidor público de 23 anos, Leonardo Gabriel classifica como positiva a iniciativa do Governo de dar maior atenção às pessoas que sofrem com o diabetes.

"O diabetes é uma doença que ultimamente vem afetando a vida de muitas pessoas e, tendo essas iniciativas, ajuda bastante quem mais precisa", pontuou.

 

 

SOBRE O CEAD

 

Em funcionamento no Coronel Mota desde o dia 20 de setembro, o Centro conta com a parceria dos serviços de enfermagem e educação física da UERR (Universidade Estadual de Roraima).

A unidade presta serviço no atendimento clínico multiprofissional, com cerca de 15 especialidades, na assistência à prática de atividades físicas, incluindo iniciativas como programas em grupo para auxiliar e assistir pessoas com diabetes na experiência do cotidiano, com a filosofia de transformar doenças em saúde, fazendo dos corredores de longa distância, com diabetes, um exemplo de saúde para toda a comunidade.

Avalie este item
(1 Votar)

Maior feira de agroindústria de Roraima, a Expoferr 2022, evento organizado pelo Governo de Roraima junto com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, já é um verdadeiro sucesso.

 

Na sexta-feira, dia 11, primeiro dia do evento, cerca de 50 mil pessoas prestigiaram a feira e curtiram o show do cantor de forró Raí Saia Rodada, segundo informado pelo CPC (Comando de Policiamento da Capital), da Polícia Militar de Roraima.

 

E neste sábado (12) haverá atrações para todos os gostos. De 9h até 22h, o público vibrará com as competições de Prova de Laço em Dupla e Vaquejada, que ocorrerão, respectivamente, nas arenas de Tambor & Laço e Vaquejada. Durante o mesmo período, haverá ciclo de palestras na Arena do Conhecimento.

 

Entre 16h e 22h, estará funcionando os espaços de estandes e gastronomia, para que o público em geral conheça que há de melhor no segmento do agronegócio e na culinária brasileira.

 

Às 22h30, a dupla sertaneja Felipe e Ferrari sobe ao palco da Arena do Rodeio para agitar o público. O pós-show ficará por conta da roraimense Marília Tavares, que ganhou projeção nacional após participar do The Voice Kids, talent show da TV Globo.

 

ARENA CULTURAL

 

A partir de 16h, a Arena Cultural da Expoferr será aberta para todos os públicos, que poderão prestigiar várias atrações locais. Os trabalhos no espaço começam com a Mostra de figurinos e alegorias dos grupos juninos de Roraima, do Espaço Identidade Cultural.

 

Às 18h, as crianças poderão desfrutar de atividades de recreação e palhaçaria com os grupos de teatro e circo Locombia, Criart Teatral e Palhaça Farofinha. A partir de 19h, a Arena Cultural será o palco do Grupo Folclórico Boi Bumbá Síntese.

 

Entre 20h e 23h, haverá shows de atrações musicais locais de vários ritmos, sendo elas: Emily Oliveira e Banda, George Farias e Banda, Forrozin Bom Demais, Anna Louise Sanfoneira e Trio Flor do Norte.

 

“É um enorme prazer estarmos realizando a Expoferr, que é um dos maiores eventos do nosso estamos. São atrações para toda a família, para todos os gostos, pensados para que esse evento na memória do público. E fico feliz de recebermos hoje a dupla Felipe e Ferrari, que irá animar o Parque de Exposições Dandãezinho”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

Dupla Felipe e Ferrari é a grande atração da noite

 

Em cada dia de Expoferr 2022, uma atração nacional irá emocionar o público. E neste sábado, essa missão estará a cargo da dupla sertaneja mato-grossense Felipe e Ferrari, responsáveis por hits autorais como “A Carta de Larissa”, “A Menina de Fone”, “Tira a Mão de mim”, “A Minha Dose de Você” e “Comendo Água”.

 

Músicos com história marcada com apresentações em bares e casas noturnas, a dupla está em atividade desde 2012. Em 2019, lançaram o primeiro DVD, intitulado “No Fervo em Cuiabá”, que contou com participações de Eduardo Costa, César Menotti (da dupla César Menotti e Fabiano) e da cantora Josiane Moura.

 

O álbum foi produzido por Ferrari, integrante da dupla e teve como grande hit o single “Dolce Gabanna”. O show da dupla começa a partir de 22h30, na Arena do Rodeio.

 

Confira a programação completa deste sábado:

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

LOCAL

09h às 22h

Provas de Laço em dupla

Arena de Tambor & Laço

09h às 22h

Vaquejada

Arena de Vaquejada

09h às 22h

Palestras

Arena do Conhecimento

16h às 22h

Exposição e Negócios

Estandes

16h às 22h

Gastronomia

Praça de Alimentação

16h

Espaço Identidade Cultural (Mostra de figurinos e alegorias dos grupos juninos de Roraima)

Arena Cultural

18h

Recreação e Palhaçaria com grupos de teatro e circo – Locombia, Criart Teatral e Palhaça

Farrofinha

19h

Grupo Folclórico Boi Bumbá Síntese

20h

Emily Oliveira e Banda

21h

George Farias e Banda

22h

Forrozin Bom Demais

23h

Anne Louise Sanfoneira e Trio Flor do Norte

22h30

Show Nacional: Felipe e Ferrari

Arena do Rodeio

01h30

Pós-Show com Marília Tavares

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Agro é um universo econômico emergente para as nações, e não somente pela figuração produtiva, mas repleto, sobretudo, de desenvolvimento científico, tecnológico e inovação. Nesse aspecto, a Expoferr 2022 - Exposição-Feira Agropecuária de Roraima, promovida pelo Governo de Roraima, vem evoluindo com o Agronegócio a cada evento, abrangendo a parceria de serviços e capacitação no intuito de valorizar as culturas, o trabalho e a ascensão dos povos. O evento ocorre no Parque Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista até o dia 15 de novembro.

 

Dentre a programação da Expoferr 2022, uma área destinada ao conhecimento abrangerá palestras, simpósios e oficinas destacando temas diversos sobre o ambiente de negócios.

 

Para o governador Antonio Denarium, a tecnologia associada à produção agropecuária apresenta bons resultados e a Expoferr é um espaço ideal para proporcionar o conhecimento ao homem do campo. “A Expoferr é uma vitrine tecnológica e de negócios. Movimenta a economia de todas as formas, gera renda e também entretenimento para a população”, disse.

 

Neste sábado, a programação inicia às 16 horas com a palestra “Potencial do trigo para o cerrado”, proferida pelo pesquisador da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Sebastião Neto. A ação será na Arena e segue até às 18 horas.

 

Também das 16h às 18h, a criação de ovinos será tema da palestra, na Sala 1, ministrada pela pesquisadora da Embrapa, Ramayana Braga. E na Sala 2, a palestra “Recuperação tributária do agro”, com o palestrante Ângelo Peccini, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Boa Vista.

 

Segundo o secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, a Expoferr é uma amarra de produtividade e conhecimentos. “O conteúdo da Feira promove um ambiente perfeito para a geração de novos negócios, buscando integrar as pessoas com o mercado de eventos, congressos e demais atrações do universo Agro”, reforçou.

 

PROGRAMAÇÃO DE PALESTRAS

 

SÁBADO, 12:

- Potencial do Trigo para o Cerrado, das 16h às 18h, Arena, pesquisador Sebastião P. da Silva Neto, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

- Criação de Ovinos, das 16h às 18h, Sala 1, pesquisadora Ramayana Braga, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Recuperação Tributaria do Agro, das 16h às 18h, Sala 2, palestrante: Ângelo Peccini, CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Boa Vista).

 

DOMINGO, 13:

- Drone na Agropecuária, das 16h às 20h, Arena, pesquisador Amaury Bendahan, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Palestra sobre ZARC, das 16h às 18h, Sala 1, palestrante de outro Estado, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Fertilidade do Solo e Amostragem, das 16h às 18h, Sala 2, analista José Alberto Martell Mattioni, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Manejo de pomar de cupuçuazeiro infestado por vassoura de bruxa e aproveitamento de resíduos de forma sustentável, das 18h às 20h, Sala 1, pesquisadora Hyanameyka E. Lima Primo, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Estratégias do Empreendedorismo no Agronegócio Roraimense, das 18h às 20h, Sala 2, Profª. Me. Eng. Agr. Jéssica Milanez Tosin Lima, IEDI;

- Avanços nos sistemas de produção do Caçari e as estratégias para consolidação da cultura no Estado, das 18h às 20h, Sala 1, pesquisador Edvan Chagas, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Compostagem de Adubação verde, das 18h às 20h, Sala 2, analista José Alberto Martell Mattioni, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

 

SEGUNDA-FEIRA, 14:

- Estratégias de Integração Lavoura – Pecuária - Floresta, das 16h às 18h, Arena, Prof. Me. Eng. Agr. Leonardo Breckenfeld de Lima, IEDI;

- Consorcio melancia irrigada x mandioca, das 18h às 20h, Sala 1, pesquisadores Roberto Dantas e Analista TT Admar Alves, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária);

- Mineralização de bovinos no cerrado de Roraima, das 16h às 18h, Sala 2, Pesquisadora: Ramayana Braga, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

 

TERÇA-FEIRA, 15:

- Piscicultura: Manejo d’água e sanidade do peixe, das 18h às 20h, Sala 1, palestrante Juliana Colodo, Faculdade Estácio.

- Resultados de SAF´S no Município de Caroebe, das 18h às 20, Sala 2, analista Alcides Galvão dos Santos, Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta sexta-feira, 11, professores lotados na Escola Estadual Profª Crisotelma Francisca de Brito Gomes, instalada na Cadeia Pública Feminina e na PAMC (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), tiveram o último dia do curso de formação continuada para professores que atuam na EJA (Educação de Jovens e Adultos) no sistema prisional. A capacitação ocorreu no Ceforr (Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima).

 

O curso, que iniciou em setembro, é uma iniciativa do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania).

 

Foram 15 professores que receberam a formação de carga horária de 40 horas, focando em ações pedagógicas transmitidas a um público de reeducandos com diferentes ideias e histórias.

 

“Essa formação já deveria ter sido desenvolvida em função da especificidade desse público, que exige de nós um olhar sensível. Mas, na questão pedagógica, necessita de uma metodologia diferenciada, que, por sua vez deve ser desenvolvida com muito critério”, disse Stela Damas, diretora do Ceforr.

 

COOPERAÇÃO TÉCNICA

 

A formação continuada atende a um termo de cooperação técnica estabelecido entre as duas secretarias, que visa atendimento educacional qualificado aos estudantes em privação de liberdade.

 

O coordenador de Educação no Sistema Prisional da Sejuc, Marlison Brito, explicou que no sistema prisional há um quantitativo elevado de reeducandos que desejam estudar, o que também pode reduzir a pena deles.

 

“A demanda é grande e ainda existem algumas dificuldades operacionais. Nem todos podem estudar devido a determinados graus de ressocialização, mas realizamos as matrículas das pessoas que são liberadas para estudar”, disse Brito.

 

O professor de matemática e física na escola, Francisco Chaves, leciona no local há dois meses e percebeu as diferenças encontradas e o que pode corrigir com o treinamento da formação continuada.

 

“Temos nos esforçado ao máximo. Tenho colegas muito devotados à causa, o que faz que seja possível levar educação de qualidade para todos”, declarou o professor.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) agora é Alimenta Brasil (PAB). Houve mudança de nome, mas sua estrutura continua a mesma com a finalidade de ampliar o acesso à alimentação e incentivar a produção de agricultores familiares.

O PAB estadual é uma realização do Governo de Roraima, coordenado pela Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) com apoio do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), e atende todos os municípios da região. A execução do programa é feita por meio da compra com doação simultânea.

Sucesso em Roraima, o Alimenta Brasil já tem disponibilizado na conta mais de 7 milhões de reais. Segundo a coordenadora do PAB-RR, Yoná Suanny, os recursos advindos do Governo Federal vão fortalecer a Agricultura Familiar e Indígena.

“O objetivo do Alimenta Brasil é promover o acesso à alimentação, em quantidade e qualidade, às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional”, destacou.

“Para este ano, a novidade será o valor por unidade familiar, de 12 mil reais por ano, para incentivar a produção agro através da compra dos produtos e destinar os alimentos para atender as necessidades da suplementação alimentar das pessoas que se encontram em risco de vulnerabilidade social ou insegurança alimentar e nutricional, cadastradas nos programas locais”, reforçou o secretário Emerson Baú.

O Alimenta Brasil promove ainda o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos; fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização; valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos; incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o cooperativismo e o associativismo.

Para o governador Antonio Denarium, Roraima trabalha para dar segurança alimentar para todos, principalmente, aos mais necessitados. “Isso é fruto do nosso empenho em fortalecer Roraima com investimento na Agricultura Familiar e empresarial”, concluiu.

O Decreto nº 10.880, de 2 de dezembro de 2021, regulamenta o PAB, e seu orçamento é composto por recursos do Ministério da Cidadania, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e demais órgãos públicos que façam uso da modalidade Compra Institucional.

Avalie este item
(1 Votar)

Trazendo novidades diversas, a Expoferr 2022 (Exposição-Feira Agropecuária de Roraima) também destaca os processos tecnológicos e de inovação inseridos no universo Agro. E nesta programação especial, o evento está exibindo os espaços Maker, Hub Innovation, Meetups e Podcast, abrangendo soluções mecânicas, oficinas de impressão 3D, sustentabilidade, robótica, programação, modelagem, workshops temáticos e realidade virtual.

Através da tecnologia, o Governo de Roraima busca ampliar a eficiência da atividade humana em todas as esferas, incluindo a produção primária.

“A importância da tecnologia é a chave da renovação em nossa vida. Por meio dela alcançamos patamares nunca antes imaginados. E sem os avanços tecnológicos e de inovação, nosso modo de vida continuaria complexo”, avaliou Reginaldo Rubhi, coordenador de Indústria Criativa e Inovação sustentável, na Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

 

ESPAÇOS TECNOLÓGICOS

 

Dentro da programação, a Hub Roraima Innovation apresenta um ambiente de inovação projetado para reunir o público estabelecendo conexões em favor da geração de negócios, estimulando a interação entre os diferentes agentes, desenvolvendo ideias institucionais e startups numa superfície de testes tecnológicos em rede.

Com a Dimitra, a missão é auxiliar os agricultores no aumento dos rendimentos, redução de despesas, mitigar riscos e inserir a transformação digital do campo.

 “A plataforma é construída na tecnologia blockchain e incorpora tecnologia móvel, aprendizado de máquina, dispositivos IOT, imagens de satélite e drone, genômica e pesquisa agrícola avançada”, explicou Rubhi.

Já a Agrosmart - considerada a maior plataforma de agricultura digital de inteligência climática da América Latina - utiliza a tecnologia e o design para acelerar a transição da agricultura em modelos mais produtivos, sustentáveis e resilientes ao clima.

“A Agrosmart fornece soluções de monitoramento, reporte e verificação de parâmetros ambientais, sociais e de governança para empresas que visam maior transparência, sustentabilidade e previsibilidade em sua cadeia de suprimentos, bem como o alinhamento frente às práticas ESG”, comentou Rubhi.

E concluindo a programação, a Cultura Maker revela um espaço personalizado na Expoferr 2022, fomentando um ambiente com oficinas criativas, onde são aplicados atividades e projetos interdisciplinares pelo uso da tecnologia. O espaço maker é uma parceria do Governo do Estado, Seadi, Fier (Federação das Indústrias), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Sesi (Serviço Social da Indústria).

Avalie este item
(1 Votar)

O primeiro dia de Expoferr foi um sucesso. Organizada e promovida pelo Governo de Roraima, a feira-exposição teve início nesta sexta-feira, 11, e segue até terça-feira, 15. Abrigando uma grande estrutura com shows nacionais, rodeios, leilões e vaquejadas, o evento ocorre no Parque de Exposições Dandãezinho, na zona Rural de Boa Vista.

O governador Antonio Denarium explicou que são esperadas cerca de 300 mil pessoas no complexo do parque durante as cinco noites da Expoferr. Ele afirmou ainda que Roraima é o Estado que mais cresce em áreas plantadas e rebanho bovino, e por isso, nada mais natural que a retomada da maior feira-exposição agropecuária na agenda de eventos local.

“A Expoferr tem mais de 250 expositores. São restaurantes, shows nacionais, muita diversão e entretenimento com rodeios, vaquejada, prova de tambor, e a escolha da Rainha do evento. Convido toda a população, todas as famílias roraimenses a prestigiarem esse evento tão importante para a nossa economia e cultura”, declarou Denarium na abertura da feira.

PÚBLICO

De acordo o comandante do CPC (Comando de Policiamento da Capital), o tenente-coronel, Igo Maiko, a estimativa de público na primeira noite superou as expectativas. “Tivemos hoje um público acima do que esperávamos. Mais de 50 mil pessoas vieram prestigiar as atrações desta primeira noite”, disse.

PRIMEIRAS ATRAÇÕES

Para abrilhantar a primeira noite da Expoferr 2022, as pessoas escutaram muita música com a atração nacional Raí Saia Rodada e shows de artistas locais.

O visitante Toni Castro compareceu com a esposa para prestigiar o show do artista e falou sobre o retorno do evento.

“Acho muito importante porque é um evento muito tradicional que tinha parado e agora está de volta. É muito bacana essa iniciativa do Governo de Roraima em retornar com essa festa, e espero os próximos sejam iguais a esse que vi hoje. O meu sentimento hoje é de alegria, pois temos um ambiente agradável para trazer a família, com várias atrações e opções de comida e lazer. Está sendo muito bom”, afirmou.

PROGRAMAÇÃO

Em todas as noites, o público visitante da Expoferr será brindado com shows nacionais.

A atração da primeira noite foi o cantor Raí Saia Rodada. O potiguar abriu o evento às 23h.

Agora, neste sábado, 12, será a vez da dupla Felipe e Ferrari agitar o evento com sertanejo. A terceira noite, no domingo, 13, a dupla Zezé Di Camargo e Luciano comanda a festa com sucessos que embalaram gerações e marcaram corações em todo o Brasil.

Os Barões da Pisadinha chegam na noite de 14 com forró e tecnobrega animado.

E finalmente na terça-feira, 15, o show principal da festa fica por conta de Luan Santana com a turnê “Luan City”, que já passou por mais de 90 cidades brasileiras, encerrando a Expoferr 2022 com chave de ouro.

A FEIRA

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr, SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura)

Avalie este item
(1 Votar)

A primeira noite da Expoferr 2022 ficou marcada com o concurso de escolha da Rainha da 41ª edição do evento. A feira é organizada e promovida pelo Governo de Roraima, e teve início nesta sexta-feira, 11, e segue até terça-feira, 15. A grande vencedora que conquistou o primeiro lugar e o prêmio de R$ 3 mil foi Fabiana Cardoso, de 24 anos, representante de Alto Alegre.

 

“Parabenizamos a todas as meninas que participaram do concurso Rainha da Expoferr. Foi um momento muito bacana e todas representaram muito bem seus municípios, convidando a população a conhecer os pontos turísticos de Roraima”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

Feliz e surpresa com o resultado, a campeã máxima escolhida pelo corpo de jurados, Fabiana Cardoso falou sobre o sentimento que teve no momento em que foi anunciada como primeira colocada. “Me senti muito lisonjeada e feliz! Confesso que fiquei com o coração apertado e batendo forte, mas graças a Deus o resultado foi positivo”, disse, após receber a faixa de Rainha da Expoferr.

 

A COMPETIÇÃO

 

As candidatas foram avaliadas pelo corpo de jurados, composto por autoridades e personalidades roraimenses. Os trajes típicos do campo como calça, camisa, chapéu, cinto e bota, além de desenvoltura e presença de palco foram alguns dos itens avaliados pela comissão.

 

Além da Rainha, foram escolhidas a Princesa Madrinha e a Garota Simpatia. O valor da premiação para a Rainha foi de R$ 3 mil. Para a Primeira Princesa, foram R$ 2 mil; para a Segunda Princesa, R$ 1 mil, e para a quarta colocada, a Garota Simpatia, R$ 500.

 

A disputa foi promovida pela comissão organizadora da Expoferr 2022 e teve duas fases. Um dos organizadores do concurso, Luiz Santos, falou sobre o processo de organização e seleção das garotas.

 

“É um momento que o Governo de Roraima está retornando com o evento e para nós foi algo muito importante porque conseguimos trazer um concurso que, assim como a própria Expoferr, é muito querido. Avaliamos não somente o quesito beleza, mas também desenvoltura e presença de palco”, declarou Santos.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

A variedade de opções gastronômicas é unanimidade entre os visitantes da 41ª Expoferr. São centenas de barracas e vendedores ambulantes espalhados pelo Parque de Exposições Dandãezinho durante o maior evento de agronegócios do Estado, promovido pelo Governo de Roraima, que teve início nesta sexta-feira, 11, e segue até a próxima terça-feira, 15.

 

O Parque de Exposições está localizado no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, e

oferece um cardápio amplo de alimentos para atender a todos os paladares do público. Por outro lado, para quem vende esses produtos de consumo, a Expoferr é também uma oportunidade de negócios devido à grande quantidade e rotatividade de clientes nos cinco dias de evento.

 

A perspectiva de bons negócios trouxe para o evento um leque de alternativas para o empreendedor, que aposta em oferecer desde comidas tradicionais de feiras, como churrasco, carne de sol, paçoca, caldos e churros, até aquelas consideradas “atípicas” neste tipo de evento, como hambúrgueres artesanais, sucos naturais e outras opções.

 

Com o sentimento de volta da Expoferr após cinco anos sem ser realizada, a expectativa de lucro vem reforçada pela curiosidade e demanda dos clientes.

 

Antigo frequentador da feira, o comerciário Arcanjo Sobrinho explicou um pouco sobre essa sensação. “Eu ia à Expoferr com os meus pais quando era pequeno e ela acontecia no bairro São Pedro, onde hoje é a quadra do TRE [Tribunal Regional Eleitoral]. Estava com saudade. Hoje trago meus filhos para manter esse costume. Ainda bem que o governador Denarium trouxe essa tradição de volta”, disse.

 

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO

 

O trabalho de servir o público da Expoferr começa ainda cedo, com a equipe de organização localizando o estandes da feira e a preparação dos produtos pelos vendedores, que também escolhem as melhores estratégias para atrair clientes.

 

Todo esse fluxo comercial de cinco dias de evento gera empregos e renda, aquecendo a economia e possibilitando aos comerciantes um ganho extra para aumentar o orçamento familiar.

 

A necessidade de atrair consumidores para impulsionar os negócios tem criado ideias inusitadas de marketing, como é o caso da vendedora Cineide Melo. Ela usou a criatividade para vender seus produtos. A barraca dela, localizada na Praça de Alimentação da Expoferr, chama a atenção de quem passa, tudo por causa do nome que ela colocou.

 

“Caldo de Kenga” foi o nome utilizado para o negócio de Cineide a partir de uma pesquisa na internet, conforme disse. Ela comercializa caldo de quenga, uma sopa cremosa de frango com bastante substância, ideal para os dias mais frios.

 

“Eu precisava de um ‘algo a mais’ para atrair as pessoas, pois ficar só no comum com certeza ia me deixar para trás em relação aos outros. Pesquisei na internet, vi esse nome e resolvi colocar. E olha, vou dizer, deu super certo. Estou vendendo bem”, disse Cineide, rindo.

 

CHURRASCO GAÚCHO

 

O CTG (Centro de Tradições Gaúchas) não poderia deixar de estar presente na Expoferr oferecendo o tradicional churrasco sulista. Costelão, picanha, cupim e até pescado estão no cardápio do restaurante típico, que tem tido boa procura, segundo o mestre churrasqueiro Júlio de Lima.

 

“Nossa especialidade é churrasco, por isso oferecemos uma variedade que permita ao cliente escolher o que ele quiser. A Expoferr começa hoje [11], mas pelo que estamos vendo, o início foi muito promissor para quem trabalha com alimentação. A esta altura já estamos na terceira leva de carne assada e não para de chegar gente. É algo muito bom, anima muito a gente”, comemorou Júlio.

 

VIGILÂNCIA

 

Quem visita a Expoferr para consumir a alimentação do local pode ficar tranquilo. A Sesau (Secretaria de Saúde) está na feira atuando na fiscalização dos alimentos manipulados na exposição. Esse trabalho é feito pela Vigilância Sanitária Estadual, que está verificando se cada comerciante realiza a manipulação de alimentos da forma mais adequada.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr, SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

 

Avalie este item
(1 Votar)

A Expoferr 2022, organizada e promovida pelo Governo de Roraima, teve início nesta sexta-feira, 11, e segue até terça-feira, 15. Além de abrigar uma grande estrutura com shows nacionais, rodeios, leilões e vaquejadas, o Parque de Exposições Dandãezinho, onde ocorre o evento, também se tornou um ponto de acesso dos visitantes a serviços de saúde básica, graças à presença da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) da Sesau (Secretaria de Saúde).

 

O Parque de Exposições está localizado na BR-174, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Durante os cinco dias de realização da Expoferr, os visitantes têm acesso a serviços da saúde, como as vacinas que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação Brasileira, além de orientações sobre DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

 

“O governador Antonio Denarium faz essa mobilização para trazer esses serviços para a população. Onde houver qualquer iniciativa do Estado, nós vamos levar esse trabalho para as pessoas”, destacou o diretor da Vigilância Epidemiológica da CGVS, José Vieira Filho.

 

AUTOTESTES

 

Além de distribuir preservativos masculinos e femininos, o órgão também está disponibilizando o acesso ao autoteste para HIV. Segundo a gerente do Núcleo de Controle da DST/Aids, Sumaia Dias, o item é mais um facilitador no rastreio da doença. 

 

“A pessoa faz o teste no local onde se sentir mais à vontade. Lembrando que é um teste de triagem, e caso dê reagente, o usuário fica orientado a buscar uma unidade de saúde para fazer a confirmação”, ressaltou Sumaia.

 

O autônomo Edivan Silveira, de 37 anos, aproveitou a oportunidade para buscar orientações sobre o uso do autoteste. Para ele, a iniciativa de trazer profissionais para tirar dúvidas mostra a preocupação do Estado com o bem-estar da população roraimense.

 

“Eu considero esse tipo de iniciativa importante, e como estudante de curso técnico de enfermagem, estou tirando as minhas dúvidas sobre o assunto”, disse.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

Fortalecendo a agricultura familiar e o agronegócio do Estado por meio da qualificação e conhecimentos técnicos, as oficinas técnicas realizadas do Governo de Roraima, por meio do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural) marcaram o primeiro dia do maior evento da agroindústria local, a Expoferr 2022, evento promovido que teve início nesta sexta-feira, 11, e segue até a próxima terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

O tema da primeira oficina foi a IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo em Bovino), que reuniu aproximadamente 200 acadêmicos de medicina veterinária, zootecnia, agronomia, produtores rurais e indígenas, além de técnicos do Iater e profissionais da área.

O governador Antonio Denarium explicou que as oficinas são uma grande oportunidade para os agricultores familiares de Roraima. “São qualificações que agregam conhecimento ao que já é feito pelos nossos produtores no campo e gostaríamos que o máximo de profissionais aproveite essas ocasiões. São experiências que passam desde a criação dos animais a manejo de novas tecnologias”, declarou.

O presidente do Iater, Marlon Cristiano Buss, falou da importância das oficinas técnicas para o desenvolvimento da agricultura familiar em Roraima. “Temos um time excelente no Instituto, por isso, a nossa missão é compartilhar esses conhecimentos. E o governador Antonio Denarium tem nos proporcionado condições necessárias para desenvolvermos a agricultura familiar em todos os municípios do estado”, disse.

Durante as atividades teóricas e práticas, o veterinário do Iater, Denylson Nantes, falou sobre as principais técnicas da inseminação artificial, que podem ser feitas de forma simples e acessível pelo produtor. “São conhecimentos que somam para o melhoramento genético dos animais, isso é importante para o crescimento do setor produtivo do estado. É muito gratificante compartilhar isso na Expoferr”, destacou.

A acadêmica do curso de medicina veterinária da UFRR (Universidade Federal de Roraima), Laise Rios, ressaltou que participar da oficina foi uma experiência incrível. “É a primeira vez que participo de um curso nesse nível. Aprendi muito, principalmente pela parte prática, uma sensação maravilhosa. Valeu muito a pena participar”, frisou.

Oficinas técnicas seguem até o último dia da Expoferr

Até o final do evento, na terça-feira, 15, serão ministradas diversas oficinas. Para realizar as inscrições, os interessados podem acessar este link  até segunda, 14, para selecionar as atividades que queiram participar. Quem preferir, também pode se inscrever no próprio local das oficinas, que é a tenda do Iater na Expoferr.

A FEIRA

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater, Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr, SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(1 Votar)

A Desenvolve Roraima liberou crédito para vendedores ambulantes interessados em trabalhar na Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo do Estado, que iniciou nesta sexta-feira, 11, e segue até a próxima terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Os financiamentos foram por meio do Microcrédito Empreendedor, linha da agência de desenvolvimento que fortalece o empreendedorismo roraimense, garantindo mais geração de emprego e renda, além de movimentar a economia local.

 

A ideia surgiu no período de credenciamento dos ambulantes, realizado na Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) no início do mês. Analistas da Desenvolve trabalharam durante o credenciamento, explicando o que é o Microcrédito Empreendedor e cadastrando os interessados para efetivar a liberação do crédito.

 

O Governo de Roraima ofereceu aos microempreendedores que trabalham como vendedores ambulantes uma oportunidade de financiamento para comprar produtos e trabalhar na exposição-feira, que tem expectativa de receber cerca de 200 mil pessoas nos 5 dias de realização.

 

“Na maioria das vezes, estes trabalhadores querem fazer algo para impulsionar os negócios, mas nem sempre tem dinheiro para comprar os produtos. O Governo do Estado, por meio da Desenvolve, consegue financiar esse crédito com juros mais baixos que o dos bancos convencionais, de 0.99% ao mês, com carência de seis meses para começar a pagar as parcelas”, afirmou o presidente da agência de fomento, Adailton Fernandes.

 

EXPERIÊNCIAS

 

Durante a primeira experiência com a linha de crédito da Desenvolve Roraima, Maria do Socorro fez o cadastro e foi uma das dezenas de pessoas sorteadas para trabalhar como vendedor ambulante na Expoferr. Ela vende churros e crepe suíço há 20 anos, e afirmou estar agradecida pela oportunidade do financiamento, pois não possuía o valor para garantir a melhoria de seus equipamentos e comprar todo o material necessário.

 

“Muita gente não está preparada para comprar mercadoria e investir, mas com a Desenvolve Roraima eu consegui. É importante porque estar na Expoferr, vai ter uma boa circulação de gente e temos que aproveitar essa oportunidade”, finalizou a empreendedora.

 

Também novato com a linha de financiamento, o vendedor ambulante José da Silva se mostrou entusiasmado para levar bebidas e alimentos para o evento.

 

“É muito gratificante porque esperamos cerca de 200 mil pessoas durante o evento. É um fluxo grande e importante para garantir renda extra e poder investir no meu negócio. Vai render muito e eu vou poder usar o valor para comprar minhas mercadorias”, disse José.

 

Os beneficiados com o Microcrédito Empreendedor receberam a assistência necessária e até mesmo algumas dicas de investimento da equipe da Desenvolve Roraima.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi, que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Dando continuidade à programação alusiva ao Novembro Roxo, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) promoveu na manhã desta sexta-feira, 11, uma palestra sobre a fonoaudiologia intensiva neonatal exclusiva para servidores da equipe multiprofissional da unidade, ressaltando a importância do serviço na recuperação de bebês internados na UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal).

 

“O objetivo principal do serviço é qualificar funcionários para assegurarmos uma via de alimentação segura, oral, e diminuirmos o tempo de internação do bebê na terapia intensiva”, ressaltou a fonoaudióloga da unidade, Thalyany Garcia.

 

Atualmente, o HMI conta com 12 fonoaudiólogos que atuam nos plantões da unidade. O trabalho desempenhado por eles é considerado vital para atender as demandas daquela que é considerada a referência materna em cuidados de saúde do Estado.

 

“A fonoaudiologia na UTI Neonatal em Roraima já existe há mais de 20 anos, começamos bem pequenininhos e hoje tendo um curso de informação e esclarecimento das técnicas de alimentação é de grande importância para o paciente”, enfatizou a fonoaudióloga Ramona Pinto.

 

Mãe da pequena Maria Luiza, de apenas 13 dias, a estudante Francisca Mangabeira, 22, fala da importância das orientações prestadas pela equipe de fonoaudiologia da Maternidade no cuidado com os bebês que nascem na unidade.

 

“O aleitamento materno é muito importante para o desenvolvimento da criança, e a médica inclusive acabou de me falar que ela [Maria Luiza] está amarelinha e que tem que amamentar bastante para isso passar e para a saúde dela”, disse.

 

A programação do Novembro Roxo visa conscientizar as mães sobre os cuidados com a prematuridade de bebês. As atividades na unidade seguem até o final do mês.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

 

17/11 – Café da manhã para as mães da UNCINCa e Chá da Tarde para as mães da casa da gestante, às 10h e 15h.

 

22/11 – Treinamento sobre infecção primária da corrente sanguínea, 9h e 15h.

 

23/11 – Blitz Educativa na Ala das Rosas, às 15h.

 

24 e 25/11 – Curso de Sensibilização do Método Canguru, de 8h às 18h.

 

28/11 – Curso de admissão do recém-nascido em unidade Neonatal, às 9h e 15h.

 

29 e 30/11 – Curso de manejo clínico em aleitamento materno, de 8h às 18h.

Avalie este item
(0 votos)

A Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) é uma das instituições que participa da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima, terá início nesta sexta-feira, 11, e segue até a próxima terça-feira, 15, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

A Fundação vai apresentar os projetos que serão executados em 2023 ao público visitante, como o Centelha Roraima, um programa realizado nacionalmente pelo Governo Federal, e que será executado em Roraima pela primeira vez.

 

Para o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, a Expoferr 2022 é um evento importante para o desenvolvimento econômico e também uma plataforma que serve como exposição das potencialidades da pesquisa científica que pode ser incorporada ao desenvolvimento humano e econômico do Estado.

 

“Com o início do trabalho da Faperr, nós podemos ter a certeza de que a pesquisa aplicada, principalmente para o agronegócio, vai transformar positivamente a realidade dos roraimenses”, afirmou Baú.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr, SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Maior evento da agroindústria do Estado, a Expoferr 2022 terá início nesta sexta-feira, 11, e segue até a próxima terça-feira, 15. Diante da grande presença de público, o Governo de Roraima, que promove e organiza a exposição-feira, estará oferecendo diversos serviços de saúde para os visitantes.

 

Para aqueles que estiverem com atrasos no cartão de vacinação, a Sesau (Secretaria de Saúde) vai disponibilizar imunizantes contra febre amarela, hepatite B, influenza, poliomielite, covid-19, varicela, rotavírus, pentavalente e tríplice viral, entre outras.

 

“Estaremos levando para o evento os imunizantes que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação, tanto os das crianças quanto a dos adultos”, afirmou o diretor de Vigilância Epidemiológica da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), José Vieira Filho.

 

As equipes da CGVS farão ainda a distribuição de preservativos e autoteste para HIV/Aids e orientação sobre DST’s (Doenças Sexualmente Transmissíveis), além de oferta de Hipoclorito de Sódio.

 

“Ao todo, teremos 35 servidores dos departamentos de vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental, cada um com sua atribuição, e nós temos o apoio de alguns parceiros importantes, como a UNICEF [Fundo de Emergência das Nações Unidas para a Infância], o que acaba fortalecendo todo o nosso processo de trabalho”, destacou.

 

COMÉRCIO ADEQUADO

 

Além da parte de orientação, a Sesau também atuará na parte de fiscalização. A Vigilância Sanitária Estadual estará verificando se cada comerciante estará realizando a manipulação de alimentos da forma mais adequada.

 

“Estaremos atuando na orientação e fiscalização das barracas de alimentos, ajudando assim na segurança alimentar de toda a população presente no evento”, pontuou o diretor do DVS (Departamento de Vigilância Sanitária) da CGVS, Rafael Chrusciak.

 

PRESENÇA DO SAMU

 

O suporte avançado do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também estará presente na Expoferr 2022. O serviço ficará disponível a partir das 16h, seguindo até 22h.

 

O gerente da Regulação Médica de Urgência e Emergência do órgão, Raimundo Sóter, explica como irá funcionar o atendimento para a população.

 

“As equipes estarão atuando dentro do Parque [de Exposições] Dadãezinho, através da unidade de suporte avançado. Nós estaremos removendo esses pacientes para as unidades hospitalares, uma vez que a equipe é composta por médicos, enfermeiros e condutores socorristas”, informou.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr, SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Pela primeira vez, Roraima possui atletas representantes na modalidade wrestling (luta olímpica) nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros). A equipe é formada por cinco atletas e no primeiro dia de competição, Wanderson Coimbra conquistou a prata dentro da Série Ouro.

 

“É muita felicidade saber que até em modalidades novas em que o Estado ainda não tem tradição, nossos atletas estão conseguindo um ótimo desempenho. Isso é fruto do trabalho dos nossos técnicos e professores com uma boa base proporcionada pelo investimento do Governo na educação. Quero parabenizar a toda a equipe”, disse o governador Antonio Denarium.

 

O estudante Wanderson é aluno do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Maria Sônia de Brito Oliva. Ele compete na categoria greco-romana até 62 kg e venceu as quatro primeiras lutas, chegando à final com a Paraíba.

 

O desempenho nas disputas foi excelente para o atleta. Estreante nos JEBs, Coimbra foi vice-campeão da categoria. “Está muito legal a competição. Eu me senti um pouco nervoso, mas o importante é que deu certo, consegui o segundo lugar”, disse.

 

O técnico que acompanha a equipe, Anderson Braga, disse que está muito feliz com o resultado, principalmente porque Roraima de forma inédita participa com esta modalidade e falou um pouco sobre a preparação para chegar até aqui.

 

“Tivemos um preparo de base inicialmente com o judô, com o sensei Eudênio e treinamos intensamente por dois meses. Estou extremamente feliz com esse resultado. O Wanderson tem muito futuro porque é um atleta que escuta as orientações”, destacou o professor Anderson.

 

O professor esclareceu que Wanderson venceu todas as lutas dele por encostamento, ou seja, por superioridade técnica e na última luta, por pouco, ele não levou o ouro. “Eu sinceramente não esperava esse resultado, por dois pontos ele não venceu. Tendo em vista que foi um tempo curto de treinamento, foi um ótimo resultado, estamos muito felizes”, finalizou.

 

WRESTLING

 

O wrestling é o nome do torneio de luta olímpica dividida na modalidade greco-romana e estilo livre. É realizada por dois lutadores onde o objetivo é manter uma posição superior durante o máximo de tempo possível. O termo inglês wrestling significa segurar, prender, imobilizar.

 

Nas competições de greco-romano, os lutadores só podem utilizar seus braços e tronco para atacar. Já no estilo-livre, podem usar suas pernas e atacar o oponente abaixo da linha de cintura.

 

Durante uma partida os lutadores podem utilizar vários tipos de ataques como arremessos, chaves e pinos. A luta termina quando um dos lutadores consegue manter a posição superior durante uma contagem de três segundos feita pelo árbitro da partida.

 

A COMPETIÇÃO

 

Os Jogos Escolares Brasileiros são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

 

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada nos JERS (Jogos Escolares de Roraima), organizados pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do IDR (Instituto do Desporto de Roraima).

 

O Estado de Roraima está representado nos Jebs com uma delegação formada por 266 integrantes, sendo 202 atletas.

 

Outras informações sobre os JEBs estão disponíveis no site oficial da competição. https://www.jebs.com.br

Avalie este item
(0 votos)

Implantado em Roraima em setembro de 2019, o LGF-RR (Laboratório de Genética Forense do Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Roraima), está passando por auditoria externa para ser integrado à Rede Integrada de Perfis Genéticos (RIBPG).

 

O LGF conta com equipamentos de alta tecnologia e um grupo técnico formado por peritos criminais, capacitado para trabalhar nos processos que têm como objetivo esclarecer crimes por meio de exames de DNA, colaborando com investigações criminais.

 

De acordo com o diretor do IC (Instituto de Criminalística Perito Dimas Almeida), Sttefani Ribeiro, a Rede Integrada de Perfis Genéticos foi criada com a finalidade principal de manter, compartilhar e comparar perfis genéticos a fim de ajudar na apuração criminal e na instrução processual.

 

O trabalho é realizado nos Estados por meio de ação conjunta entre a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) e a Polícia Federal no compartilhamento de perfis genéticos obtidos em laboratórios de Genética Forense.

 

“Para que o Laboratório de Genética de Roraima faça parte da rede, deve atender a uma resolução nacional que determina padrão qualidade dos processos laboratoriais”, disse Ribeiro, que explicou ainda que a Rede Integrada enviou auditores para avaliar a adequação do LFG-RR à resolução. A auditoria teve início na terça-feira, 8, e encerrou na quinta, 10.

 

“Recebemos duas auditoras e uma representante da Senasp. O relatório final da avaliação posteriormente será encaminhado pelas auditoras, porém, as avaliações são sigilosas. A única informação que poderá ser divulgada é se o laboratório está ou não apto a integrar a Rede Integrada”, enfatizou Sttefani.

 

SISTEMA DE QUALIDADE

 

De acordo com a perita criminal, Andrea Sant'Ana, do Laboratório de Genética Forense, tem buscado desde sua implantação meios para adequar o Sistema de Qualidade do Laboratório, para se interligar à RIBPG.

 

“O trabalho do laboratório de genética permite aos peritos a garantia de atestar laudos que somam com a investigação policial, ajudando na elucidação de crimes, sem a hipótese da dúvida, isso é um ganho enorme para sociedade e para Justiça”, destacou a perita.

 

Para o delegado-geral Eduardo Wayner, o LGF-RR é de extrema importância pelo trabalho em conjunto com o IML (Instituto Médico Legal de Roraima), com padronização de coleta de vestígios em vítimas de crimes sexuais para realização de exame de DNA, além da formação de um grupo de trabalho com a finalidade de subsidiar a formulação de medidas para a identificação genética de pessoas desaparecidas, entre outras atividades.

 

“O Laboratório é imprescindível para o sistema de Segurança Pública em Roraima. É uma tecnologia de ponta que dá suporte ao trabalho da Polícia Judiciária e à Justiça com celeridade e economia. Integrar a Rede Integrada sem dúvidas significa um grande avanço”, concluiu Eduardo Wayner.

 

O resultado da auditoria será divulgado após uma reunião do comitê de gestão da Rede Integrada, estimado para o final do mês de novembro.

 

Avalie este item
(0 votos)

A tecnologia e a inovação também serão destaques na Expoferr 2022 (Exposição-Feira Agropecuária de Roraima), evento promovido pelo Governo de Roraima que inicia nesta sexta-feira, dia 11 e segue até o dia 15 de novembro com diversas atrações culturais, rodadas de negócios e exposições de produtos do setor agro.

 

Com intuito de dar uma experiência digital para o circuito de eventos diante do público, o Governo do Estado, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) criou um aplicativo (App) que beneficiará a interação dos negócios com a diversão.

 

A ferramenta chamada “Expoferr App” oferece a agenda de programação, leque de serviços, mapa de localização, notícias e notificação das atividades que vão ocorrer no evento, entre outros recursos.

 

Para o governador Antonio Denarium, a tecnologia e a inovação são primordiais no avanço da comunicação e ampliação econômica de Roraima. “A conexão interativa tem possibilitado enorme praticidade diante dos empreendimentos produtivos. E a ideia do Expoferr App, na Expoferr 2022, deverá estimular os objetivos de mercado intencionado com não os feirantes”, destacou.

 

Segundo o coordenador de Indústria Criativa e Inovação Sustentável da Seadi, Reginaldo Rubhi, a inclusão desta tecnologia móvel facilitará a funcionalidade da Expoferr 2022 ampliando a qualidade das atividades propostas, bem como a mensuração dos resultados.

 

A plataforma servirá como um novo elo entre o feirante e o cliente.  “Ao baixar o Expoferr App, o usuário efetuará um simples cadastro e terá acesso às informações disponíveis sobre o evento, onde as empresas participantes também estarão dispostas destacando seus atributos comerciais”, reforçou Rubhi.

 

Para o secretário da Seadi, Emerson Baú, o Expoferr App permitirá uma caracterização visual e mais acessível ao público sobre a Expoferr 2022. “O Expoferr App reforçará o menu do evento, mapeando a localização dos implementos agrícolas, rodeio, mercado, serviços, shows, estandes de exposição, policiamento, órgãos públicos, praça de alimentação, pavilhão internacional, entre outros segmentos”, destacou.

 

O Expoferr App é uma inovação na Expoferr e seus atributos de informação irão ampliar a interação do físico com o virtual, reforçando as marcas e organização dos ambientes. “A partir da interação o público poderá escolher e clicar numa área específica e interagir com cada conteúdo apresentado no evento seja palestras, mostras culturais, leilões ou esfera de rodeio”, ressaltou Rubhi.

 

SERVIÇO

O Expoferr App está disponível nas plataformas de aplicativos para a versão Android.

Avalie este item
(0 votos)

Dando sequência à programação do Novembro Roxo, o HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth) promoveu, nesta quinta-feira, 9, um treinamento voltado para enfermeiros e técnicos de enfermagem que trabalham com recém-nascidos internados na UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal).

 

A atividade foi realizada pela manhã no auditório da Maternidade. A temática abordada contou com conteúdo teórico e prático sobre os cuidados dos bebês em uso de PICC (Cateter Central de Inserção Periférica).

 

De acordo com a enfermeira Laura Pinto, a utilização do dispositivo tem se provado a melhor opção para as unidades neonatais, uma vez que possui potencial menos invasivo para a saúde dos bebês, onde o vaso sanguíneo não fica inutilizado e o paciente permanece com a rede venosa preservada ao sair do hospital.

 

“O objetivo dele é durar bastante, para que toda medicação seja feita por esse cateter até o fim da internação, evitando futuras punções e estresses no recém-nascido, pois se tratam de condutas dolorosas”, ressaltou.

 

A técnica em enfermagem Ana Cassia Freitas trabalha na Ala das Rosas há nove anos. Apesar de não ser da UTIN, ela participou do treinamento para agregar conhecimento na sua vida profissional.

 

“É um progresso. Quanto mais cursos vierem para os profissionais se aperfeiçoarem e aprenderem novas técnicas, melhor. Hoje estou na [Ala das] Rosas, mas depois posso ir para a UTI onde tem essa manipulação do PICC. Para mim, é de grande valia aprender, porque conhecimento é sempre necessário”, pontuou.

 

Além de capacitações, o Novembro Roxo no HMI também terá momentos de sensibilização junto às pacientes da Unidade. A programação segue até o fim deste mês.

 

 CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

 

11/11 – Treinamento sobre fonoaudiologia intensiva neonatal, às 10h e 16h.

 

17/11 – Café da manhã para as mães da UNCINCa e Chá da Tarde para as mães da casa da gestante, às 10h e 15h.

 

22/11 – Treinamento sobre infecção primária da corrente sanguínea, 9h e 15h.

 

23/11 – Blitz Educativa na Ala das Rosas, às 15h.

 

24 e 25/11 – Curso de Sensibilização do Método Canguru, de 8h às 18h.

 

28/11 – Curso de admissão do recém-nascido em unidade Neonatal, às 9h e 15h.

 

29 e 30/11 – Curso de manejo clínico em aleitamento materno, de 8h às 18h.

Avalie este item
(0 votos)

Com as vitórias dos jogos desta quinta-feira, 10, o voleibol roraimense avançou nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros) e conquistou a vaga na Série Ouro da competição, a elite do voleibol escolar nacional dentro da categoria de 12 a 14 anos.

 

Pela manhã, o time da Escola Estadual Penha Brasil venceu com muita tranquilidade a equipe de Goiás por 2x0, com os parciais 25x9 e 25x14.

 

“É muito bom receber as notícias do excelente desempenho de todos os nossos atletas. Com certeza os jogos a nível nacional estão sendo uma grande experiência para o crescimento de cada um deles, tanto pessoal quanto na modalidade que praticam”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O atleta Guilherme Ciqueira, oposto da equipe, disse que gostou do jogo e confiante, falou que vai brigar pelo ouro. “O jogo foi ótimo. Tivemos alguns erros, mas conseguimos reverter, colocamos o jogo pra cima, vencemos e vamos rumo ao ouro”, afirmou.

 

Para os professores que acompanham a equipe, Lucas Guilherme e Alline Braide, o score é resultado é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido em Roraima.

 

“Para mim é motivo de muito orgulho colocar o time na primeira divisão. Na categoria infantil também estamos na Série Ouro e isso é orgulho também para os pais, para os atletas, para o voleibol roraimense. Agradeço ao Governo de Roraima por estar sempre apoiando o esporte. Hoje é só comemoração”, disse Lucas.

 

FEMININO

 

O time feminino também mostrou garra na quadra. Pela parte da tarde, a equipe da Escola Estadual Oswaldo Cruz enfrentou o time do Rio de Janeiro. No primeiro set, as roraimenses venceram por 25x17.

 

No segundo set, o nervosismo apareceu e as meninas acabaram errando muitas recepções e saques. Com isso, as atletas cariocas cresceram, empataram e venceram a partida por 26x24, levando o jogo para o tie-break.

 

No terceiro set, as roraimenses voltaram para a quadra mais concentradas, impondo o ritmo do jogo. Elas abriram uma boa diferença no placar que se manteve durante toda a partida e a vitória veio. O placar final foi de 15x5.

 

“Estamos confiantes e felizes. As meninas estão muito bem mas um pouco nervosas, o que é normal, porque não temos uma rodagem de campeonatos como os demais times do sul e sudeste têm. Mas a diferença é só essa, porque técnica e voleibol, Roraima tem para dar e vender”, disse confiante a técnica Edilamar Matheus, que lidera a equipe ao lado do professor Roberval Magalhães.

 

A capitã do time, Maria Eduarda Mangabeira, afirmou que o time entrou nervoso em quadra, porém muito confiante. “No jogo, nossa expectativa sobre nós mesmas melhorou e a gente conseguiu jogar. Elas conseguiram tirar o segundo set da gente, mas no terceiro estávamos com toda vontade para ganhar e conseguimos”, disse a capitã.

 

PRÓXIMAS RODADAS

 

Com os resultados, tanto o time masculino quanto o time feminino estão entre os oito melhores do campeonato, dentro de cada naipe, na Série Ouro. Agora aguardam para conhecer os adversários. As próximas partidas serão disputadas no sábado, 12.

 

A COMPETIÇÃO

 

Os Jogos Escolares Brasileiros, que este ano ocorrem no Rio de Janeiro, seguem até 15 de novembro. Nesta quarta-feira, 9, teve início o segundo bloco da competição com disputas nas modalidades de atletismo, natação, badminton, ciclismo, voleibol, handebol, ginástica rítmica e wrestling (luta olímpica).

 

Os JEBs são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

 

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada durante os JERs (Jogos Escolares de Roraima). Outras informações sobre os JEBs estão disponíveis no site oficial da competição.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quinta-feira, 10, é celebrado o Dia do Intensivista, data instituída no País por meio da Lei nº 13.119/2015. O profissional é primordial para os trabalhos que são desenvolvidos em unidades hospitalares, uma vez que auxilia na redução da mortalidade de pacientes em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

 

“O profissional que é inserido nessa área lida com o início de sobrevivência do ser humano. É um setor que precisa de todo um aparato que garanta a condição clínica do paciente, mas que também necessita de profissionais que vão estar analisando a evolução de saúde dessas pessoas”, afirmou o médico Mauro Asato.

 

Plantonista do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Asato é um dos médicos mais respeitados do Estado. Com experiência profissional de 30 anos, ele explicou que atuar dentro de uma UTI nem sempre é uma tarefa simples.

 

“Em algumas situações, trabalhar como intensivista pode ser tranquilo, mas em outras é estressante, porque os cuidados podem variar de várias formas, seja pela a idade, perfil social ou mesmo pela relação médico-paciente”, frisou.

 

PANDEMIA

 

Mauro destacou ainda durante a pandemia da covid-19, o trabalho desempenhado pelos profissionais intensivistas fez toda a diferença na qualidade de atendimento à população, uma vez que poucos tinham conhecimento de como lidar com a doença.

 

“A pandemia foi uma situação que impôs medo a todos. Era uma situação nova, com risco de sofrimento, necessidade de intubação nos pacientes, com administração mecânica. Foi um processo temeroso, mas com o tempo a gente foi aprendendo a lidar com a doença”, destacou.

 

Foi durante a pandemia que o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou as maiores ações em prol da saúde do Estado, com destaque para a ampliação do número de leitos e estruturação de unidades hospitalares da capital e interior, além da aquisição de itens médicos, insumos e contratação de novos profissionais da saúde.

 

Também foi nesse período que o médico se viu pela primeira vez como paciente da terapia intensiva, uma experiência que lhe trouxe uma compreensão maior sobre a importância do profissional no cuidado com o paciente.

 

“Fiquei 30 dias na UTI com intubação e ventilação mecânica. Falo que vivi, convivi e sobrevivi à covid. Ainda assim, continuo trabalhando aqui na UTI com essa obrigação de prestar assistência e tentar salvar vidas”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) instalou um escritório para prestar serviços aos produtores que participam da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima, de 11 a 15 de novembro, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Com um plantel variado de animais de exposição locais e de outros Estados, a presença da Aderr vai assegurar a sanidade de bovinos, equinos, caprinos, suínos, aves e pescados que vão estar na feira agropecuária, garantindo a inspeção e a fiscalização para que os expositores sigam à risca as normas sanitárias vigentes.

 

“Nossa gestão fomenta o crescimento econômico de Roraima e isso passa pelo agronegócio. A sanidade do rebanho fortalece essa atuação, que gera emprego e renda para a população”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

Segundo o presidente da Aderr, Marcelo Parisi, os serviços prestados durante o evento vão garantir segurança e sanidade. Médicos veterinários estarão presentes para realizar as ações de inspeção sanitárias e assim contribuir com o sucesso da Feira.

 

“O objetivo do Governo de Roraima é proporcionar um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio com a demonstração de resultados. A Aderr estará presente com os trabalhos de fiscalização e visando o bem-estar dos animais no evento”, disse Parisi.

 

A FEIRA

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr, SEI (Secretaria do Índio), Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

Durante a programação da Expoferr 2022, que ocorre de 11 a 15 de novembro no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) e a SEI (Secretaria do Índio) vão oferecer aos produtores familiares e indígenas diversos treinamentos sobre uso de tratores e implementos.

 

Além de auxiliar as capacitações, os equipamentos adquiridos pelo Governo do Estado também serão expostos durante a Expoferr 2022.

 

“Esses equipamentos vão auxiliar a produção em todos os municípios de Roraima. Os produtores da agricultura familiar e indígena podem contar com esse reforço para aumentar a produção. Mas antes disso, é muito importante que todos sejam capacitados para utilizá-los da maneira correta, prolongando a vida útil do maquinário”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O presidente do Iater, Marlon Cristiano Buss, ressaltou que este é um momento histórico para Roraima, que hoje tem os maiores investimentos na agricultura familiar por meio do Governo do Estado.

 

“Os tratores e implementos foram adquiridos pelo Governo de Roraima e todos são destinados para a produção familiar, inclusive indígena. Os equipamentos ficarão expostos na Expoferr para a população conhecer a qualidade, capacidade e os altos níveis de tecnologias investidos”, disse Marlon.

 

A ideia é mostrar o desempenho das máquinas, assim como a manutenção necessária e a melhor forma de utilizá-las. Com isso, tanto os técnicos do Iater como os produtores vão adquirir conhecimentos sobre a utilização dos equipamentos, garantindo o melhor desempenho e uso prolongado das máquinas.

 

TRATORES

 

Os equipamentos adquiridos são: Trator agrícola, plantadeira de grãos 6 linhas com adubação, roçadeira acoplada no trator, grade aradora, grade niveladora controle remoto, distribuidor calcário, pulverizador acoplado de barra, enxada rotativa encanteiradora e adubadora, carreta agrícola basculante, Batedeira de cereais (trilhadeira), perfurador de solo e colhedora de grãos. Os produtores da agricultura familiar e indígena poderão contar com os equipamentos em 2023.

 

A EXPOFERR

 

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

A organização da feira envolve diretamente a Seadi, que é responsável pela coordenação do evento, Iater, Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), Secretaria do Índio, Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e Desenvolve Roraima. E de forma indireta, as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. Um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Cerr (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

 

Avalie este item
(0 votos)

As inscrições para o PGE (Prêmio Estadual Gestão Escolar 2022) encerram nesta sexta-feira, 11. A iniciativa é do Governo de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto). A data foi prorrogada pelo Depe (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais), coordenador da premiação, para dar mais oportunidades para as escolas, principalmente do interior, na participação do evento.

 

 

“As unidades escolares que não conseguiram realizar suas inscrições estarão perdendo a oportunidade de apresentar para a sociedade as suas ações e atividades que realizaram ao longo do ano letivo”, disse a diretora do Depe, Rosilda Garcia.

 

 

Todas as escolas da rede estadual de ensino podem concorrer. Este ano, o PGE distribuirá R$ 33 mil reais em premiação para as escolas vencedoras, sendo R$ 15 mil para o primeiro lugar, R$ 10 mil para o segundo lugar e R$ 8 mil para o terceiro lugar. Os valores devem ser investidos na instituição de ensino.

 

 

Para participar, a equipe gestora deve inscrever a escola por meio do preenchimento de um formulário de inscrição e apresentação do Relato de Boas Práticas. A inscrição é online, por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., até sexta-feira 11 de novembro.

 

 

O regulamento completo com todas as informações para participação já foi publicado no DOE (Diário Oficial do Estado) no dia 30 de setembro e está disponível para consulta no site.

 

 

SOBRE O PRÊMIO

 

 

Estimular uma gestão participativa e colaborativa, valorizar ações que fortalecem a relação escola-comunidade e destacar as boas práticas de gestão no ambiente escolar. Estes são alguns dos objetivos do PGE (Prêmio Estadual de Gestão Escolar) Professora Maria Odete Calheiros Pena, que já está na sua terceira edição.

 

 

O PGE (Prêmio Gestão Escolar) Maria Odete Calheiros Pena foi instituído pelo Governador Antonio Denarium em agosto de 2020. Seguindo os moldes da edição especial do PGE promovido pelo Consed (Conselho Nacional de Educação), o prêmio estadual foi criado para valorizar as boas práticas escolares em tempos de pandemia.

 

 

Na primeira edição, realizada em 2020, o prêmio contou com a participação de 55 escolas, sendo 42 da capital, 11 do interior e duas escolas de comunidades indígenas. A escola Estadual Major Alcides foi a vencedora desta edição.

 

 

Em 2021, na segunda edição, participaram 43 escolas sendo 40 da capital, uma indígena (Escola Estadual Indígena David de Souza) e duas do interior: Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto de Alto Alegre e Colégio Estadual Militarizado Tenente João de Azevedo Cruz, de Nova Colina, Rorainópolis.

Avalie este item
(0 votos)

Antes intrafegável, o acesso à Vicinal Coqueirinho, em Normandia, está sendo recuperado pelo Governo de Roraima. Ao todo, serão recuperados 54 km da estrada do município, que vão receber serviços de terraplanagem, colocação de piçarra, bueiros e reconstrução de pontes.

 

Todos os serviços de manutenção de estradas, incluindo a construção de pontes e implantação de bueiros, são feitos com recursos próprios do Governo do Estado.

 

Para a recuperação das estradas de Normandia, são investidos R$ 2 milhões, e para as reconstruções das pontes estão sendo empregados mais R$ 1,5 milhões.

 

A obra beneficiará moradores e o setor produtivo da região, que há anos passavam por transtornos, principalmente na época das chuvas. 

 

“Estamos ligando nosso Estado de ponta a ponta por meio de estradas e pontes. Essa obra na vicinal vai beneficiar a população de Normandia, que vai poder se locomover e enviar mercadorias com mais agilidade para o resto de Roraima”, afirmou o governador Antonio Denarium.

 

Na região também estão concluindo a construção de duas pontes, cada uma com 15 metros. E ainda serão construídas mais duas, sendo uma de 25 metros e outra de 50 metros.

 

O secretário-adjunto da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Emerson de Paula, explicou que, após o período chuvoso, o Governo já recuperou a estrada da região do Jacarezinho, onde foi feita a manutenção de uma extensão de 18 km.

 

“Seguimos com a recuperação da estrada do Coqueirinho, onde há duas empresas trabalhando uma na construção de pontes e outra na estrada. Há previsão que até dezembro todos os serviços sejam finalizados”, destacou.

 

OBRAS EXECUTADAS

 

O Governo de Roraima investe na recuperação das estradas vicinais dos municípios por entender a importância que elas possuem na interligação das cidades e no escoamento da produção agrícola do Estado.

 

Ainda em Normandia, a estrada do Lameiro também recebeu manutenção. O trecho dá acesso às comunidades indígenas do Macaco, Santa Cruz e Jibóia. Ao todo, foram 15 quilômetros da via que receberam terraplanagem, bueiros e revestimento primário com piçarra.

 

No município também já foram recuperados 56 km de estradas, além de sete pontes. Entre elas, as que passam sobre os igarapés da Confusão, Paricasal e Ranchinho, totalizando 65 metros de extensão.

Avalie este item
(0 votos)

A quarta-feira, 9, foi de excelentes resultados para a delegação de Roraima que participa dos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), no Rio de Janeiro (RJ). Os atletas conquistaram mais cinco medalhas, sendo duas de ouro e três de prata nas modalidades natação, atletismo e ciclismo.

 

O destaque do dia foi na natação. O atleta Pedro Pedrado, do Colégio Militar Estadual Cel. Derly Luiz Vieira Borges, conquistou o título de campeão brasileiro escolar ao vencer a prova dos 50 metros nado borboleta, dentro da Série Ouro, com o tempo de 26”27.

 

“O JEBs é um campeonato que abrange muitos atletas e ganhar uma medalha aqui é bem importante, para adquirir confiança e para treinar cada vez mais. Eu também baixei meu tempo. Gostei do resultado e estou muito feliz”, disse o campeão.

 

Ainda na natação, a atleta Kalyne Greco, estudante da escola do Sesc, também levou a medalha de ouro na Série Bronze. A equipe de natação está sob orientação das professoras Teca Marinho e Jhyennefer Damasceno.

 

CICLISMO E ATLETISMO

 

E teve mais medalha para Roraima. No ciclismo, nossos representantes também garantiram um lugar no pódio. O atleta Ryam Lima, do Colégio Militar Estadual Derly Luiz Vieira Borges conquistou medalha de prata na Série Bronze na prova de velocidade.

 

No feminino, a atleta Alyssia Mourão, da Escola Diva Alves de Lima, ganhou medalha de prata na Série Prata na mesma prova. Os atletas estão acompanhados dos professores Emilângelo Medeiros e Leide Patrícia.

 

Além disso, Roraima também subiu no pódio no atletismo. A atleta Ana Isabel de Lima do Colégio Estadual Militarizado Fernando Grangeiro de Menezes ganhou medalha de prata na Série Prata na prova dos 80 metros rasos. A equipe de atletismo está acompanhada dos professores Edivaldo Pereira, Marcondes Pereira, Shyrleno  Evangelista e Petrônio Guivares. 

 

“Fico muito feliz por nossos atletas estarem elevando o nome de Roraima no cenário do esporte nacional com a conquista de medalhas nos Jogos Escolares Brasileiros. Parabéns para nossos atletas e professores”, disse o governador Antonio Denarium.

 

MAIS RESULTADOS

 

O voleibol roraimense também estreou com sucesso nos Jogos Escolares Brasileiros. O time masculino da Escola Penha Brasil venceu a equipe da Bahia por 2x0. As parciais foram 25x11 e 25x23.

 

“Foi uma estreia tranquila. Essa vitória é muito importante, principalmente para essa categoria de 12 a 14 anos, são jovens atletas e eles sentem bastante o jogo de estreia, então foi importante começar vencendo. Vamos continuar dando o nosso melhor em quadra e que venha o próximo adversário, que é Goiás”, disse o técnico da equipe, Lucas Guilherme.

 

As meninas do time da Escola Oswaldo Cruz também foram vitoriosas no primeiro jogo. Elas enfrentaram o time de Sergipe e venceram por 2x0, com as parciais 25x5 e 25x23. O próximo desafio será contra o Rio de Janeiro.

 

A COMPETIÇÃO

 

Os Jogos Escolares Brasileiros, que este ano ocorrem no Rio de Janeiro, seguem até 15 de novembro. Nesta quarta-feira, 9, teve início o segundo bloco da competição com disputas nas modalidades de atletismo, natação, badminton, ciclismo, voleibol, handebol, ginástica rítmica e wrestling (luta olímpica).

 

Os JEBs são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

 

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada durante os JERs (Jogos Escolares de Roraima). Outras informações sobre os JEBs estão disponíveis no site oficial da competição.

Avalie este item
(0 votos)

A PMRR (Polícia Militar de Roraima) estará presente durante as cinco noites de festa da 41ª Expoferr (Exposição-Feira Agropecuária de Roraima), evento promovido pelo Governo de Roraima, de 11 a 15 de novembro, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Para as cinco noites de evento, a PM estará com efetivo de pelo menos 600 policiais militares, além de 53 agentes de trânsitos do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), que vão trabalhar para garantir uma boa realização da feira.

 

“Será uma média de 600 policiais escalados durante os dias do evento, cerca de 130 efetivos por dia, subdivididos em unidades como o CPC [Comando de Policiamento da Capital], o Giro [Grupamento Independente de Intervenção Rápida e Ostensiva] e o BOPE [Batalhão de Operações Policiais Especiais], entre outros”, detalhou o comandante do CPC, tenente-coronel Igo Mayko.

 

DICAS DE SEGURANÇA

 

Além de promover a segurança no local, a corporação militar orienta o público para aproveitar os festejos com tranquilidade. Os policiais militares estarão no local da feira realizando a entrega de cards ilustrativos com dicas sobre cuidados com as crianças, veículos e pertences pessoais.

 

“Contamos com a colaboração da população. É preciso lembrar que o sucesso da festa depende da responsabilidade de cada um. Estaremos disponibilizando algumas dicas de segurança extremamente importantes para o bom andamento da exposição. Ajude a Polícia Militar a cuidar da sua segurança”, frisou.

 

O tenente-coronel reforçou que as orientações são consideradas importantes para evitar incidentes. Veja, abaixo, algumas dicas:

 

Cuidados com o carro!

 

Se for de carro, não deixe destrancado, mesmo que seja por alguns minutos;

Ao estacionar seu veículo, mantenha-o com os vidros fechados, portas travas e alarmes acionados;

Evite deixar objetos embrulhados.

 

Cuidado onde estaciona!

 

Sempre estacione sua motocicleta em locais iluminados;

Evite locais ermos.

 

Proteja seus filhos

 

Em vias públicas segure a criança pelo braço, nunca pela mão;

 

Cuide de seus pertences

 

Tome cuidado com bolsas, celulares e carteiras. Coloque-os à frente de seu corpo para que tenha domínio sobre eles.

 

Evite brigas

 

Tome cuidado com tumultos de pessoas e não se aproxime dessas aglomerações se for possível. Porém, caso ocorra algum tumulto próximo a você, afaste-se com cautela e sem correria.

Avalie este item
(0 votos)

O combate ao tráfico de drogas por meio de ações preventivas é uma das metas da PCRR (Polícia Civil de Roraima). Esse trabalho é desenvolvido por meio de palestras educativas.

 

Nesta semana, durante os dias 9, 10 e 11 de novembro, agentes do Denarc (Departamento de Narcóticos), da PCRR, estão nas comunidades indígenas de Pacaraima.

 

A prática educativa foi solicitada pelos líderes das comunidades, tendo em vista o aumento de ocorrências relacionadas ao consumo e tráfico de drogas.

 

Durante as ações estão sendo realizadas palestras e exposições de mostruário de tipos de drogas, além de registros de ocorrências.

 

De acordo com a delegada-geral adjunta, Darlinda Moura, o foco principal das atividades é alertar os jovens sobre os danos que as drogas podem causar em suas vidas e de toda a família.

 

“O Denarc tem o objetivo de mostrar, especialmente aos jovens, o quanto é perigoso o envolvimento deles com o mundo das drogas, além de familiarizá-los com o trabalho da Polícia Civil”, disse a delegada.

 

Nesta quarta-feira, 9, os trabalhos dos policiais civis ocorreram na Comunidade do Barro. Participaram cerca de 250 pessoas entre crianças, adolescentes e outros moradores.

 

Na quinta-feira, 10, as atividades serão nas comunidades Taxí I e Taxí II.

 

Na sexta-feira, 11, as palestras e atendimentos para registros de ocorrências serão disponibilizados no Contão.

 

TRABALHO PREVENTIVO

 

Conforme Darlinda, esse tipo de trabalho educativo já é desenvolvido na capital e pode ser estendido para as cidades do interior. Para isso, basta haver interesse de alguma entidade ou organização da sociedade civil, que faz uma solicitação ao Departamento de Narcóticos da Polícia Civil, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

“Nossa intenção é sempre aproximar a instituição do cidadão, indo nas escolas e comunidades, realizando um trabalho social, preventivo, sempre em busca de alertar sobre os prejuízos causados pelo crime, principalmente no combate ao uso e tráfico de drogas”, declarou a delegada.

Avalie este item
(0 votos)

A Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) participou do XIV EICEA (Encontro de Iniciação Científica e Extensão da Estácio Amazônia), evento anual que apresenta à comunidade as produções desenvolvidas em trabalhos acadêmicos que envolvem pesquisa e extensão.

 

Realizado pelo Centro Universitário Estácio da Amazônia, este ano o EICEA ocorreu entre os dias 7 a 9 de novembro, na sede da instituição de ensino em Boa Vista.

 

O encontro contou pela primeira vez com a participação da Faperr, que na ocasião teve a oportunidade de apresentar os projetos que serão executados a partir de 2023, além do Programa Centelha, que em breve estará com edital aberto em Roraima.

 

O órgão de fomento roraimense foi representado pelo presidente, Pedro Cerino, e os assessores técnicos Elemar Favreto e Gabriel Carvalho. Para o assessor técnico, Elemar Favreto, é importante encontros para desenvolver cada vez mais a pesquisa no meio acadêmico.

 

“Apresentamos todos os programas da Faperr, além do Programa Centelha Roraima, que terá como marco o lançamento pela primeira vez em Roraima, no próximo dia 21 de novembro. Esperamos uma boa adesão de todo o público, principalmente dos jovens”, afirmou Favreto.

 

A contribuição científica agrega valores sociais, científicos, ambientais e institucionais para a instituição de ensino, além de integrar e envolver o meio acadêmico em ações de iniciação científica e de extensão, direcionando o contato direto com as metodologias e procedimentos, com o objetivo de despertar o lado científico dos alunos.

 

SOBRE O EVENTO

 

O EICEA busca a abordagem de áreas como Direitos Humanos, educação ambiental e questões étnico-raciais, além de cultura dos povos indígenas e quilombolas, e trabalha com grandes temas de pesquisa e extensão definidos por um plano de desenvolvimento próprio da instituição.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), está intensificando as ações de vigilância e combate à malária, transmitida pela fêmea do mosquito Anopheles darlingi.

 

Nesta quarta-feira, 9, o NCM (Núcleo de Controle da Malária), departamento subordinado à CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), deu início a um curso sobre vigilância de óbitos por malária. A atividade segue até esta sexta-feira, 11, no Centro de Treinamento do Servidor, que fica na UFRR (Universidade Federal de Roraima).

 

Conforme o coordenador do NCM, Gerson Castro, a iniciativa conta com a parceria do Ministério da Saúde e da OPAS (Organização Panamericana de Saúde). A ideia é reduzir para zero o número de mortes pela doença no país até 2030.

 

“Roraima foi selecionado pelo Ministério da Saúde para ser o plano-piloto, para que seja feita a investigação das mortes por malária com o fim de identificarmos o local de infecção e que assim trabalhemos ações de controle na localidade”, disse.

 

As ações de vigilância e combate do Estado incluem a disponibilização gratuita de diagnósticos, tratamentos, borrifação intradomiciliar, distribuição de mosquiteiros, nebulização domiciliar e teste rápido, além de outros insumos para os municípios.

 

RISCOS DA MALÁRIA

 

A malária é uma doença infecciosa febril aguda, causada pelo protozoário do gênero Plasmodium. A transmissão pode acontecer por meio da picada de um mosquito que esteja infectado ou pelo do uso incorreto e do compartilhamento de agulhas e instrumentos cortantes.

 

Em 2020, o Estado registrou 29.410 casos, representando 20,5% das ocorrências da doença da região amazônica. Até outubro deste ano, 16.814 casos e oito óbitos foram confirmados.

 

A atividade desta semana se destina para os profissionais que atuam na vigilância de óbitos pela malária, como a Saúde Indígena, a Vigilância Epidemiológica e Sanitária, a Atenção Primária e Especializada, além de Atendimento de Urgência e Emergência.

 

A técnica de enfermagem da vigilância do óbito do DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena) Yanomami, Darla Almeida, destacou que os debates propostos no curso ajudam a tirar dúvidas dos profissionais sobre como adequar as rotinas de trabalho diante o panorama atual da doença.

 

“O curso é importante para nós tirarmos várias dúvidas em relação à informação do óbito por malária. O nosso estado é muito endêmico e a região em que eu trabalho é ainda mais, porque quase 100% da área indígena tem malária”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 09, alunos da 3ª série do ensino médio do CEM (Colégio Estadual Militarizado), João Rodrigues, município de São Luiz, fizeram uma visita técnica à fábrica de azeite de dendê BBF, localizada em São João da Baliza, sul de Roraima.

 

“Foram 40 estudantes da nossa escola que viram como é feito o plantio de dendê, da macaúba e do cacau. Eles puderam ter uma ideia de como é o setor do agronegócio, pensando na faixa etária de alunos que logo vão estar aptos para o mercado de trabalho”, disse o gestor pedagógico do colégio, Rubens Leitão Silva.

 

Durante a visita, os alunos foram recebidos pelo gerente da empresa, Francisco Maciel. Em seguida, assistiram a uma palestra sobre o funcionamento da fábrica. Após a palestra, realizaram visitas de campo, principalmente no plantio do dendê para a produção do óleo, muito utilizado na culinária baiana.

 

Ainda segundo o gestor, a empresa desenvolve um trabalho fundamental no sul do Estado com a produção de óleo mineral e biodiesel. Com a queima dos resíduos sólidos, o empreendimento produz energia limpa, algo que, para os alunos, foi interessante conhecer o processo.

 

Além da curiosidade, o momento serviu como uma opção de oportunidades que podem se abrir aos jovens que estão deixando a escola em busca do primeiro emprego, ou que pensam em buscar uma formação voltada para o setor de produção rural.

 

Esta foi a visão da aluna Ana Beatriz Silva, uma das estudantes que esteve na fábrica. Para ela, está sendo uma experiência muito incrível poder visitar a fábrica. “Agradeço à equipe por compartilhar a experiência sustentável que nós, como futuro do Brasil, precisamos ter e praticar”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

A Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde da Sesau (Secretaria de Saúde) e o Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima) receberam o reconhecimento do Ministério da Saúde pela excelência de trabalhos realizados durante a pandemia da covid-19.

 

As menções honrosas foram anunciadas nesta quarta-feira, 9, durante a Reunião Nacional de Síndromes Gripais e Avaliação da Resposta da Vigilância para a covid-19 no Brasil, que está sendo realizado desde o início da semana em Brasília.

 

“Durante esses três dias de evento, houve discussões sobre avanços e desafios da vigilância epidemiológica, dinâmica de epidemiologia e laboratório, e atualizações do tratamento da influenza”, explicou a gerente estadual do Núcleo de Controle da Influenza, Larissa Costa.

 

Para a premiação, foram observadas a capacidade tecnológica e de rede de assistência dos Estados, além do empenho das equipes de saúde na promoção da testagem e vacinação em massa da população ao longo da pandemia.

 

Foram pontos levados em consideração: a vigilância genômica de SARS-CoV-2, a vigilância laboratorial durante a pandemia, a coberturas vacinais da influenza e covid, os avanços e desafios da Vigilância Sentinela de síndrome gripal e a vigilância de Síndrome Respiratória Aguda Grave da influenza.

 

“Estar recebendo uma menção honrosa é muito gratificante para toda a equipe da Coordenação Geral da Vigilância em Saúde de Roraima, diante de tantos desafios que enfrentamos durante a pandemia da covid-19”, ressaltou Larissa.

Avalie este item
(0 votos)

Atletas escolares de Roraima que praticam judô podem se inscrever no II Open Escolar de Judô até sexta-feira, 11. Podem participar judocas com idade entre 12 a 17 anos que estejam devidamente matriculados nas escolas da rede pública, particular ou federal.

 

O campeonato é uma iniciativa do Governo de Roraima, por meio do IDR (Instituto de Desporto de Roraima) em parceria com a Fejurr (Federação de Judô do Estado de Roraima) com o objetivo de fomentar a modalidade no Estado.

 

Para efetuar a inscrição, basta apresentar o RG e uma declaração de matrícula da escola do atleta no IDR. O instituto está localizado no Estádio Canarinho, em horário comercial ou na Academia Kodokan de Judô, que fica na rua da mangueira, nº 567, bairro Caçari das 18h às 21h30, somente na sexta-feira, gratuitamente.

 

 A data da pesagem já está definida; será no dia 17 de novembro no horário das 9h às 10h30, no IDR.

 

“O Open já está consolidado no calendário esportivo escolar. É um incentivo para mais alunos-atletas participarem ano após ano”, disse o diretor-interino do IDR, Jucelito Lima Junior

 

O CAMPEONATO

 

O momento em que os atletas mostrarão suas técnicas e habilidades no tatame será na competição, agendada para o dia 20 de novembro no Ginásio Hélio Campos, a partir das 9h. A entrada será gratuita e aberta ao público.

 

“Conclamamos aos gestores das escolas e pais de alunos a incentivarem a participação neste evento judoísta-escolar, comemorando assim, mais uma competição esportiva do mérito escolar”, disse o presidente da Fejurr, Paulo César Ferreira.

Avalie este item
(0 votos)

Durante a manhã desta quarta-feira, 9, os servidores da PCRR (Polícia Civil de Roraima) participaram do Programa Cuidando do Servidor, iniciativa do Governo de Roraima por meio da EGRR (Escola de Governo de Roraima). A ação ocorreu no estacionamento da Delegacia Geral.

 

Foram disponibilizados aos servidores atendimentos na área de enfermagem, farmácia, biomedicina, nutrição, educação física e fisioterapia. Também foram realizados testes para covid-19, de glicemia, medição de sinais vitais, aferição de pressão, vacinação, avaliação funcional e de aptidão física.

 

“Esse é um momento para o nosso servidor. O Governo do Estado disponibiliza uma grande estrutura para cuidar e valorizar os profissionais e agradecemos pelos serviços prestados. Esse cuidado se reverte em uma melhora no atendimento para a população”, destacou a delegada-geral adjunta da PCRR, Darlinda Moura.

 

Para o chefe do NSAP (Núcleo de Saúde e Auxílio Psicossocial) da PCRR, Deusimar Batista, a ação contribuiu para fortalecer a relação entre a Polícia Civil, instituições do Governo e os demais órgãos, além de trazer muitos benefícios aos servidores.

 

“O programa cumpre uma meta de fortalecimento entre as instituições do Governo. Tivemos uma grande participação dos servidores da Polícia Civil que puderam aproveitar todos os serviços prestados”, enfatizou Deusimar.

 

O agente de polícia Mozar Pinho ressaltou a importância da participação do público masculino nessas ações de autocuidado, fazendo alusão ao Novembro Azul, mês dedicado à sensibilização do cuidado com a saúde do homem.

 

“Queria destacar a importância dos servidores estarem recebendo esse atendimento nesse período muito importante para os homens. Todos os serviços que estamos recebendo no nosso local de trabalho são de extrema relevância”, declarou Mozar.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima começa a recuperar importantes vicinais nos municípios do interior do Estado. Foram iniciados os trabalhos de recuperação das estradas rurais das vicinais de Tatajuba 5, 7, 7A e 7B, no Cantá, além da reconstrução das pontes de madeira ao longo dessas rodovias.

 

A manutenção e conservação das estradas do PA (Projeto de Assentamento) Tatajuba estão sendo feitas com recursos próprios na ordem de R$ 1,2 milhões. As reconstruções de pontes são feitas com emenda parlamentar de R$, 1,5 milhões destinados pelo deputado federal e senador eleito Hiran Gonçalves.

 

O governador Antonio Denarium explicou que cada ação de logística no Estado tem um valor muito grande para o homem do campo, valorizado pela atual gestão. “Moradores e produtores vão contar com estradas e acessos dignos para que possam trafegar de uma comunidade para outra. Também estamos reconstruindo pontes, importantes para que a população tenha tráfego pleno nos períodos chuvosos”, declarou.

 

Nesta semana, o Executivo iniciou a recuperação da Vicinal Tatajuba 5. As máquinas trabalham em ritmo acelerado para garantir a trafegabilidade ao longo dos 16 km da estrada.

 

Estão sendo feitos os serviços de abaulamento (para facilitar o escoamento de águas de chuva) e evitar erosão, além de cascalhamento nos pontos críticos. Os serviços também serão feitos na Vicinal 7A, onde vão ser recuperados 4,8 km, e posteriormente na Vicinal 7, onde serão recuperados mais 12,3 km de estradas.

 

Também serão reconstruídas todas as pontes ao longo desta estrada. Ao todo, serão recuperadas cerca de 17 pontes, totalizando 195 metros abrangendo todas as vicinais.

 

“Há anos as estradas não recebiam serviços desse nível de qualidade. Há previsão que até dezembro essas estradas da região da Tatajuba estejam completamente recuperadas”, destacou o secretário-adjunto Emerson de Paula.

Avalie este item
(0 votos)

O presidente da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), Marcelo Parisi, participou, no início desta semana, em Belém (PA), do V Fórum Estadual de Vigilância para Febre Aftosa, na sede da FAEPA (Federação da Agricultura e Pecuária do Pará). O evento reuniu médicos veterinários, pecuaristas, autoridades e especialistas na doença com objetivo de debater a retirada da vacina.

 

A retirada da vacina, que deverá ser substituída pelo aperfeiçoamento dos serviços e ações de vigilância, que compreende a prevenção e a rápida detecção da doença com a participação efetiva dos produtores, vem sendo debatida em fóruns estaduais, com a preparação para o fim da imunização dos rebanhos.

 

Com o prazo final fixado em 2026, o trabalho que vem sendo feito pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e governos estaduais por meio de agências, vai possibilitar a abertura de mercados, a geração de negócios, a melhoria da qualidade dos produtos e o aumento da produção que irá trazer mais e emprego e renda para toda cadeia produtiva.

 

“No fórum de Belém, nós discutimos os mecanismos para a retirada da vacina, já nos adiantando sobre a preparação das ações de sanidade animal. Quando chegar o prazo final, a ideia é que estejamos preparados para essa transição que será de grande importância para todos envolvidos com a pecuária. Isso vai trazer muitos benefícios para produtores, consumidores e para a economia dos Estados”, disse Parisi.

 

PLANO ESTRATÉGICO

 

Iniciado em 2017, o plano estratégico prevê várias ações que terão de ser executadas em até dez anos, programando a retirada da vacina obrigatória no Brasil. O país foi dividido em cinco blocos para facilitar a administração dos trabalhos, respeitando as características de cada Região. Roraima faz parte do segundo bloco, junto com o Amazonas, Amapá e Pará.

 

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta quarta-feira, 9, alunas do curso de psicologia da Unama (Universidade da Amazônia) fizeram uma visita às dependências do Denarc (Departamento de Narcóticos) da PCRR (Polícia Civil de Roraima).

 

A ação é resultado de uma parceria entre as instituições com o intuito de aprofundar o conhecimento dos futuros profissionais sobre o atendimento realizado nas delegacias, principalmente sobre o encaminhamento dado às vítimas de crimes e os suspeitos que cometem delitos, levados diariamente às diversas delegacias estaduais.

 

A acadêmica Natália Borges Quintão, 21, explicou que a visita técnica serve para que as estudantes de psicologia entendam como funciona cada processo na instituição policial.

 

“Na visita passada fomos à Casa da Mulher Brasileira, que tem um trabalho mais voltado para o atendimento psicológico. Aqui [no Denarc] a gente percebe um trabalho operacional, o que é interessante não só para a gente como acadêmicas, mas como cidadãs. Entendemos como funciona cada órgão e como eles agem”, disse.

 

Com exposição alguns entorpecentes apreendidos durante as operações policiais, a delegada titular da DRE (Delegacia de Repressão ao Entorpecente), Francilene Lima Hoffmann de Vargas, recepcionou as alunas também explicando sobre as atribuições policiais da unidade e como é feito o trabalho investigativo para combater o tráfico de drogas.

 

“Toda troca de experiência é sempre muito válida, apesar de sermos uma delegacia de repressão, também temos um trabalho de prevenção e esclarecer para as alunas de psicologia qual é o nosso trabalho da Polícia Civil e fazer que elas compreendam como que a profissão delas pode, de alguma forma, favorecer ou contribuir para essa nossa função é extremamente louvável”, afirmou a delegada.

 

Na agenda das acadêmicas, ainda consta uma visita na DGH (Delegacia Geral de Homicídios).

 

“Foi muito bom ter esse contato, essa experiência. E, principalmente, porque isso acaba despertando na gente a curiosidade de estudar o perfil de cada pessoa, como ela entra no mundo das drogas, como é que a família dessa pessoa, então quem sabe isso não pode ser algo que eu trabalhe no meu TCC [Trabalho de Conclusão de Curso]”, avaliou Natália.

 

Avalie este item
(0 votos)

Pela primeira vez o Estado de Roraima tem representantes na modalidade badminton participando dos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros). A estreia na competição acontece na manhã desta quinta-feira, 9. 

 

Nossos representantes são no masculino, Arllisson Sousa Ferreira da Escola José Vieira Sales Guerra (Caracaraí) e Richarlyson Bizerra Portela, da Escola Monteiro Lobato. 

 

No feminino, Ana Lívian Andrade de Almeida da Escola Monteiro Lobato e Ingrid Pereira Henrique, do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Fernando Grangeiro de Menezes. 

 

“É uma alegria ter Roraima representado pela primeira vez nessa modalidade nos Jogos Brasileiros. Com certeza é uma semente que está sendo plantada e que renderá muitos frutos no futuro. Parabenizo nossos professores e atletas pelo trabalho e pioneirismo”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

Os atletas estão sob orientação dos professores Klyssia Sahdo e Raimundo Moraes.

 

“Nós iniciamos o badminton em Roraima, fizemos a seletiva dos atletas e hoje eles estão aqui, fazendo história. Ontem no congresso técnico, também destacaram que essa é a primeira edição dos JEBs em que todos os Estados da federação trazem representantes”, enfatizou o professor Raimundo, que espera ainda que a experiência incentive a prática da modalidade em Roraima.

 

Os atletas, por outro lado, afirmam que sentem orgulho do que alcançaram. “Antes eu participava da competição no atletismo, mas hoje estou no badminton, que eu já conhecia. Meu professor me chamou, comecei a treinar e estou aqui. Isso vai ficar para a história, para mim e para Roraima”, disse o atleta Arllisson.

 

Já as meninas estão focadas e pretendem levar medalha. "Estou muito feliz e também com a responsabilidade de levar medalha para Roraima. Mas as expectativas são as melhores e esperamos ter um bom desempenho", disse Ana Lívian.

 

“Eu estou me divertindo, mas também estou muito focada na competição”, complementou Ingrid.

 

A COMPETIÇÃO

 

O primeiro desafio foi na categoria dupla mista e os atletas Arlisson e Ana Lívian enfrentaram a dupla do Maranhão. Na primeira partida, os maranhenses levaram a melhor e venceram por 2x0.

 

Ainda pela manhã, o atleta Richarlyson enfrentará o adversário do Amazonas e na parte da tarde, dentro da categoria dupla mista, Roraima enfrentará o Amapá. Na competição, estão inscritos 108 atletas sendo uma dupla masculina e uma dupla feminina de cada estado da federação.

 

O BADMINTON

 

Badminton é um esporte dinâmico, praticado entre dois ou quatro jogadores. É parecido com o tênis, que usa raquetes e está dividido por uma rede, porém, ao invés de uma bola, ele é jogado com uma espécie de peteca.

 

A modalidade exige treinamento físico, além de agilidade, coordenação e reflexo dos jogadores. O Badminton é considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo. No início da década de 90, ele foi incluído nas modalidades olímpicas, sendo disputado pela primeira vez nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992.  

 

OS JOGOS

 

Os Jogos Escolares Brasileiros são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação. 

 

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada nos JERs (Jogos Escolares de Roraima), organizados pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do IDR (Instituto do Desporto de Roraima). 

 

A competição segue acontecendo no Rio de Janeiro até o dia 15 de novembro. Outras informações sobre os JEBs estão disponíveis no site oficial da competição.

Avalie este item
(0 votos)

O Pecali (Programa Estadual Caminhada Literária), desenvolvido pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) realiza o VII Expondo e Encantando, evento que promove a aprendizagem, valorização e reconhecimento de projetos feitos em salas de leitura e bibliotecas das unidades escolares do Estado de Roraima.

 

O evento acontece nesta quinta-feira, 10, das 8h às 12h no auditório da Escola Estadual Oswaldo Cruz, localizado na Avenida Getúlio Vargas, nº 5364, no centro de Boa Vista.

 

“Os mediadores de leitura apresentam seus projetos, levam representações de alunos que realizam manifestações culturais e artísticas ilustrando como tem sido realizado os projetos dentro das escolas. Todos os anos escolhemos um autor da nossa literatura para homenagear, dando oportunidade para o público presente conhecer esse representante”, disse Valdenize Cardoso, coordenadora do Pecali.

 

Neste ano o tema escolhido foi “Carolina Maria de Jesus: Literatura, Resistência e Esperança”. Onze escolas participam dividindo informações e dando visibilidade às ações desenvolvidas em cada uma delas. Em 2023, o Pecali vai ampliar o acesso ao programa realizando as atividades nas escolas do interior.

 

 A ESCOLHIDA

 

Carolina Maria de Jesus nasceu em 14 de março de 1914 em Sacramento, Minas Gerais. Encontrou na escrita uma forma de resistir ao preconceito e ao racismo vivenciado dentro e fora da Favela do Canindé, em São Paulo.

 

A autora ficou nacionalmente conhecida quando publicou seu livro “Quarto de despejo: diário de uma favelada”, em 1960. Nessa e em outras obras da escritora predominam a crítica social e a narrativa de caráter autobiográfico.

 

PECALI

 

O programa Estadual Caminhada Literária foi criado em 2008 pelo Governo de Roraima por meio da Seed para desenvolver estratégias de leitura junto aos professores, bem como aprimorar a proficiência do ato de ler entre os alunos do Ensino Fundamental e Médio da rede estadual de ensino.

 

São desenvolvidas formações continuadas aos mediadores de leitura, servidores que atuam nas salas de leitura e bibliotecas em encontros mensais e oficinas pedagógicas, assim como periodicamente realizam eventos literários como o “Expondo e Encantando”.

 

Escolas participantes do projeto:

 

CEM (Colégio Estadual Militarizado) Carlo Casadio;

Escola Estadual Professora Diva Alves de Lima;

Escola Estadual Euclides da Cunha;

Escola Estadual Lobo D’Almada;

Escola Estadual São Vicente de Paula;

CEM Professora Maria Nilce Macedo Brandão;

Escola Estadual Penha Brasil;

Escola Estadual Oswaldo Cruz;

Escola Estadual Jesus Nazareno de Souza Cruz;

CEM Senador Helio Campos;

CEM Nova Esperança (Mucajaí).

Avalie este item
(0 votos)

Os investimentos em reformas, ampliação e construção de novas escolas tem sido um marco na atual gestão do Governo do Estado. O ano letivo 2023 terá mais conforto, segurança e acessibilidade para educadores e alunos com a reforma das salas de aulas, copa, refeitórios e quadras esportivas das escolas estaduais Luís Ribeiro e Antônio Ferreira.

 

“Essa é uma importante conquista para a população e mais um exemplo da firmeza do nosso compromisso com a educação pública de qualidade, além de proporcionar um ambiente mais moderno e confortável para os alunos”, afirmou o governador Antonio Denarium.

 

O Governo de Roraima está reformando as duas unidades de ensino, que estão com 80% dos serviços concluídos. Na escola Antônio Ferreira, localizada no bairro Liberdade, a quadra de esportes está sendo finalizada. Na escola Luís Ribeiro, localizada no bairro Jardim Tropical, falta apenas terminar os serviços de um pavilhão.

 

“As escolas estavam em condições precárias e receberam infraestrutura de alta qualidade. Os dois prédios devem ser entregues à população ainda em novembro”, destacou o secretário-adjunto da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Emerson de Paula.

 

As unidades educacionais foram contempladas com os serviços de: troca das Instalações elétricas, hidrossanitários, troca de todo o piso para revestimento cerâmico, e todo o forro. Troca de todas as esquadrias e recebeu portas e banheiros totalmente novos. A copa toda ganhou revestimento novo e novas bancadas de mármore.

 

MAIS ESCOLAS

 

Recentemente foram finalizadas as reformas das Escolas Estaduais Voltaire Pinto, no bairro Silvio Leite, e Raimunda Nonato Freitas, no bairro Santa Tereza, ambas localizadas na zona oeste da capital.

 

O investimento do Governo assegurou ainda adaptações de acessibilidade em todas as dependências dos dois prédios. A quadra de esportes das escolas também foi totalmente revitalizada com pintura nova e adequação da cobertura e estrutura e totalmente emassada e pintada.

Avalie este item
(0 votos)

A PCRR (Polícia Civil de Roraima) vai montar uma Delegacia Itinerante para atender as eventuais ocorrências registradas durante a realização da 41ª Expoferr (Exposição Feira Agropecuária de Roraima), maior evento da agroindústria do Estado e promovido pelo Governo de Roraima, que será realizado no Parque de Exposições, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, entre os dias 11 a 15 de novembro.

De acordo com o delegado Márcio Amorim, diretor interino do DPJC (Departamento de Polícia Judiciária da Capital), o serviço será disponibilizado das 19h às 7h, durante todos os dias, com uma equipe formada por delegado, escrivão e agentes.

“Todas as ocorrências relacionadas ao evento como APFs [autos de prisão em flagrante] ou TCOs [termos circunstanciados de ocorrência] serão atendidas e processadas na própria unidade itinerante”, ressaltou o delegado.

Amorim também destacou a importância dos visitantes da feira estarem atentos a normas de segurança para evitar transtornos durante a festa.

“Temos registrado ocorrências de furtos de telefones celulares em locais onde ocorrem aglomerações de pessoas. Esses furtos podem ser evitados com alguns cuidados, como por exemplo, a pessoa diminuir a exposição do aparelho. Ela também pode utilizar todos os recursos de bloqueio e senhas possíveis, além de aplicativos para localizar e mesmo inutilizar o aparelho para evitar uso indevido”, disse o diretor do DPJC.

VEÍCULOS

Outros cuidados também podem ser tomados em relação aos veículos dos visitantes da feira.

“Nosso conselho é que as pessoas não deixem objetos de valor dentro dos carros e se certifiquem de que o alarme está acionado e que seja feito o travamento das portas. E óbvio, para evitar acidentes, não dirigir sob o efeito de álcool em nenhuma circunstância”, ressaltou Amorim.

O delegado frisou ainda que as orientações de segurança são importantes para que a feira seja marcada apenas por diversão. Muitas vezes algumas práticas aparentemente comuns podem trazer prejuízos à população.

“É importante estar atento e sempre registrar um boletim de ocorrência ao ser vítima de um crime. O auxílio da polícia é indispensável para coibir ações delituosas”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

O ano de 2023 terá reforço nas ações de Governo com a destinação de emendas parlamentares da bancada roraimense. Nesta terça-feira, 8, o governador Antonio Denarium se reuniu com os parlamentares de Roraima, para discutir as propostas de emendas para o próximo período do Orçamento Federal.

 

Além dos senadores e deputados roraimenses, o encontro contou com a presença dos prefeitos de Amajari, Cantá, Pacaraima, São João da Baliza, Bonfim, Iracema, Rorainópolis, como também de secretários e representantes de autarquias estaduais e federais de Roraima.

 

Durante a reunião, Denarium apresentou um documento estruturado com sugestões para as captações de recursos dentro do Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2023. A peça é norteada em sete eixos e propõe a captação de recursos para execução de ações e programas nas áreas de economia, infraestrutura, desenvolvimento, saúde, segurança e bem-estar social.

 

A proposta inclui políticas voltadas ainda para a inclusão digital, fomento para agricultura indígena, incentivo à produção de leite, programas de eletrificação de assentamentos e melhoria na segurança pública.

 

O documento, consolidado pelo Governo, apresenta um roteiro de ações que podem mitigar desafios e entraves na execução de políticas públicas intersetoriais robustas de infraestrutura para modernizar Roraima e, como consequência, melhorar a qualidade de vida de roraimenses de todas as regiões do Estado. O governador Antonio Denarium adiantou na reunião que ficou definida a construção de mais um bloco do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento).

 

“Outra ação muito importante é que vamos colocar emendas do Orçamento Geral da União para recuperar os trechos Norte e Sul da BR-174, além da BR-210”, disse.

 

SISTEMA SANITÁRIO

 

Entre as ações, ficou destacado ainda o início da sexta etapa da ampliação do sistema de esgoto sanitário em Boa Vista, que será a primeira capital brasileira com sistema de esgotamento sanitário com cobertura de 100% do território.

 

“Vale ressaltar também o investimento em unidades habitacionais devido ao número crescente de imigrantes venezuelanos e da população em geral por meio de emendas parlamentares junto à Caixa Econômica Federal”, declarou Denarium.

 

INFRAESTRUTURA E SAÚDE

 

Com recursos divididos entre R$ 284 milhões para as emendas de bancada e de R$ 20 milhões para as emendas individuais, a previsão é que o Estado invista de forma maciça na continuidade de ações que fortaleçam a oferta de serviços de saúde pública para os roraimenses e modernizem a infraestrutura do setor até 2040.

 

“Houve uma discussão longa onde deliberamos por aplicar parte dos recursos na construção de mais um bloco para o HGR do mesmo tamanho do anterior”, afirmou o deputado federal e senador eleito Hiran Gonçalves, que também é coordenador da bancada de Roraima no Congresso Nacional.

Avalie este item
(1 Votar)

Para adotar medidas menos invasivas para não prejudicar os recém-nascidos com problemas respiratórios, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) realizou, nesta terça-feira, 8, uma qualificação com os profissionais que atuam na UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal).

 

A UTIN recebe bebês prematuros com más condições respiratórias para que recebam cuidados especiais e possam ir para casa com saúde. Conforme a fisioterapeuta especialista em terapia intensiva neonatal e pediátrica, Manoella Dias, o curso deve otimizar o tempo e a assistência dos bebês dentro do Materno-Infantil.

 

“Hoje foi realizada uma capacitação sobre ventilação mecânica invasiva para todos os profissionais da maternidade. Nossa UTI Neonatal possui uma demanda muito alta de pacientes. Por isso precisamos sempre nos atualizar e capacitar para melhorar o cuidado e assistência ao prematuro”, afirmou.

 

O VPM (Ventilação Pulmonar Mecânica) é frequentemente usado em bebês prematuros que nascem com insuficiência respiratória. O suporte mais indicado é o ventilatório não invasivo, que é utilizado como primeira estratégia para restabelecer a oxigenação do bebê.

 

Já a opção invasiva, é ideal em situações de perda do nível de consciência, arritmias cardíacas, sinusite, fratura de ossos da face. Apesar de aumentar as capacidades pulmonares do prematuro, esse método pode refletir negativamente, como a redução no número de fibras musculares de resistência e obstrução de via aérea que pode levar a uma insuficiência respiratória.

 

“A ventilação mecânica na neonatologia está sendo muito abordada e nós procuramos alternativas para ventilar e assistir o paciente de maneira menos traumática, evitando danos provenientes da ventilação mecânica no aparelho cardiorrespiratório da criança. Isso vai favorecer que elas saiam da UTIN e possuam melhor qualidade de vida após a alta”, ressaltou a fisioterapeuta.

 

A fisioterapeuta da Ala da Orquídeas, Karine Blanco, ressaltou que a capacitação trará benefícios para melhor auxiliar os recém-nascidos que nascem na unidade.

 

“Esses cursos e palestras são muito importantes para manter os funcionários atualizados. Temos que ter o contato com todos os setores do hospital, porque às vezes os meus pacientes vão para a UTI ou para a Ala das Rosas, e temos que estar alinhadas para dar continuidade ao serviço”, disse.

Para adotar medidas menos invasivas para não prejudicar os recém-nascidos com problemas respiratórios, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) realizou, nesta terça-feira, 8, uma qualificação com os profissionais que atuam na UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal).

 

A UTIN recebe bebês prematuros com más condições respiratórias para que recebam cuidados especiais e possam ir para casa com saúde. Conforme a fisioterapeuta especialista em terapia intensiva neonatal e pediátrica, Manoella Dias, o curso deve otimizar o tempo e a assistência dos bebês dentro do Materno-Infantil.

 

“Hoje foi realizada uma capacitação sobre ventilação mecânica invasiva para todos os profissionais da maternidade. Nossa UTI Neonatal possui uma demanda muito alta de pacientes. Por isso precisamos sempre nos atualizar e capacitar para melhorar o cuidado e assistência ao prematuro”, afirmou.

 

O VPM (Ventilação Pulmonar Mecânica) é frequentemente usado em bebês prematuros que nascem com insuficiência respiratória. O suporte mais indicado é o ventilatório não invasivo, que é utilizado como primeira estratégia para restabelecer a oxigenação do bebê.

 

Já a opção invasiva, é ideal em situações de perda do nível de consciência, arritmias cardíacas, sinusite, fratura de ossos da face. Apesar de aumentar as capacidades pulmonares do prematuro, esse método pode refletir negativamente, como a redução no número de fibras musculares de resistência e obstrução de via aérea que pode levar a uma insuficiência respiratória.

 

“A ventilação mecânica na neonatologia está sendo muito abordada e nós procuramos alternativas para ventilar e assistir o paciente de maneira menos traumática, evitando danos provenientes da ventilação mecânica no aparelho cardiorrespiratório da criança. Isso vai favorecer que elas saiam da UTIN e possuam melhor qualidade de vida após a alta”, ressaltou a fisioterapeuta.

 

A fisioterapeuta da Ala da Orquídeas, Karine Blanco, ressaltou que a capacitação trará benefícios para melhor auxiliar os recém-nascidos que nascem na unidade.

 

“Esses cursos e palestras são muito importantes para manter os funcionários atualizados. Temos que ter o contato com todos os setores do hospital, porque às vezes os meus pacientes vão para a UTI ou para a Ala das Rosas, e temos que estar alinhadas para dar continuidade ao serviço”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 8, é celebrado o dia do radiologista. O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), ressalta a importância da profissão no atendimento das demandas da rede pública de saúde.

 

Segundo o coordenador do setor de imagem do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Daniel Azevedo, o trabalho do radiologista auxilia para se definir de forma clara a condição de melhora ou piora do paciente e consequentemente para que ele possa voltar para casa ou receber um melhor tratamento dentro da unidade.

 

“A importância da profissão do médico radiologista é basicamente fornecer uma avaliação especializada dos exames de imagem dos pacientes e dar um laudo detalhado, que será direcionado para as equipes de especialistas e dos médicos, fazendo com que os diagnósticos sejam mais precisos e rápidos”, destacou.

 

Em 2022, a unidade realizou 68.335 exames simples e especiais. Já as tomografias somaram 25.841 exames.

 

Outros dados relevantes são os 94.176 exames de radiologia entre janeiro e setembro deste ano. O quantitativo contempla tanto o HGR quanto o Pronto Socorro Airton Rocha.

 

“É uma demanda grande. Trabalha-se uma média de 90 a 100 exames em 24h. São mais de 2 mil exames por mês. Isso varia dependendo da situação”, reforçou o médico.

 

A rotina no HGR para os profissionais radiologistas é principalmente relacionada aos exames de tomografia computadorizada, seja na urgência, emergência, pronto socorro, atendendo também os pacientes de trauma e os internados.

 

Além de receber pacientes de todo o estado, sejam vindos do HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), do Pronto Atendimento Cosme Silva, do HC (Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco) ou do HRS (Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto), o Estado também atende as demandas vindas das unidades instaladas no sistema prisional.

 

“Atualmente fazemos exames de radiografia simples e contrastada, raio-x, tomografia computadorizada e também fazemos exames de radiologia dentro do centro cirúrgico, como o arco cirúrgico e ortopédicos”, explicou Azevedo.

 

A paciente Francisca Saboya, de 74 anos, foi diagnosticada com covid-19 e pneumonia moderada. Por essa razão, precisou fazer uma tomografia para saber como anda o estado do seu pulmão. “Fui muito bem atendida. A equipe está de parabéns pelo investimento”, declarou. 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta segunda-feira, 7, a equipe da Desenvolve Roraima realizou uma ação itinerante no sul do Estado para atender e contemplar produtores de São Luiz do Anauá, São João da Baliza, Caroebe, além das vilas Jundiá e Equador, em Rorainópolis, com cerca de 100 mil reais em crédito rural.

 

Os produtores receberam informações sobre a linha de crédito e todos os contratos foram assinados, proporcionando a oportunidade para que os contemplados gerem crescimento em suas atividades. Após a efetuação do pagamento para as empresas, os agricultores vão poder retirar as ferramentas necessárias para a melhoria das atividades, o que vai estimular a produção e o desenvolvimento na região.

 

“É necessário atender e auxiliar a população do interior do Estado, principalmente dos municípios mais distantes, para que todos possam ter a oportunidade de expandir seu negócio, e esse é o nosso trabalho”, disse o presidente da Desenvolve Roraima, Adailton Fernandes.

 

A equipe se reuniu na sede da  Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) de São Luiz do Anauá e atendeu 14 produtores rurais com crédito rural no valor de R$ 5 mil e 10 mil em insumos, conforme a necessidade de cada produtor.

 

“Agradecemos o Governo do Estado que beneficiou os produtores rurais da associação de agricultores familiares da Vicinal 6 de São Luiz do Anauá com linhas de créditos da Desenvolve Roraima”, disse um dos produtores contemplados José Silva.

 

Os produtores foram selecionados e contemplados com as linhas de crédito rural por meio de parceria da Desenvolve com o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural) e do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima).

Avalie este item
(0 votos)

Os ambulantes contemplados para comercializar produtos alimentícios durante os cinco dias da Expoferr 2022 receberam, nesta terça-feira, 8, um treinamento especial para a manipulação de comida, higiene pessoal, além de esclarecimentos sobre o uso de bens acautelados pelo Estado.

 

A Expoferr 2022 é o maior evento da agroindústria do Estado, promovido pelo Governo de Roraima. A feira também reúne famílias e empresários de outras regiões do Brasil, além da Guiana, Venezuela e Caribe.

 

A palestra foi ministrada pela especialista sanitária Conceição Sales, que destacou aspectos de prevenção à saúde e sobre a demanda de consumo dos alimentos ofertados, que precisam ser processados seguindo à risca a cartilha de boas práticas sanitárias. “É uma preocupação do Governo orientar a população que lida com alimentação em grandes eventos para resultar em uma boa relação de consumo de todos os envolvidos”, explicou.

 

Dentre os assuntos abordados, Conceição reforçou os aspectos de recepção, preparo e distribuição de alimentos, equipamentos e utensílios, manipulação de produtos, além do controle de vetores e pragas.

 

Para o secretário Emerson Baú, o Governo de Roraima trabalha seriamente com o desenvolvimento da população roraimense, promovendo políticas que reforçam a economia de todos que trabalham e produzem.

 

“A Expoferr 2022 reforça a produtividade regional, a cultura, o lazer, a tecnologia, a inovação e o desenvolvimento econômico do Estado. É um momento muito aguardado pelo roraimense. Por isso atuamos sobretudo com segurança, higiene e respeito”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

O Colégio Estadual Militarizado Aldébaro José de Alcântara, em Bonfim, realiza nesta quarta-feira, 10, a 6ª edição do Festival de Línguas da unidade.

 

Com o tema “Decolando nas línguas portuguesa, inglesa, espanhola, indígena e Libras”, o projeto é destinado a todos os alunos, desde o ensino fundamental, médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos), porém, neste dia, os portões permanecem abertos a visitantes durante os três turnos letivos.

 

O evento é de iniciativa da coordenação e orientação pedagógica do colégio, sob responsabilidade das professoras Edinalva Vieira da Silva e Roseann Agatha Mann. Todos os professores são coautores do projeto e a gestão é a apoiadora pedagógica.

 

Localizado próximo à fronteira com a Guiana e a comunidades indígenas, o colégio busca agregar as disciplinas de línguas portuguesa, inglesa, espanhola e aderiram o uso da Libras (Lingua Brasileira de Sinais), o macuxi e o wapixana, línguas maternas do local.

 

“Alguns professores vão trabalhar as histórias das línguas, outros vão intermediar diálogos e teremos comidas típicas, danças e músicas, diversificando culturalmente nosso evento”, disse Edinalva Vieira.

 

Muitos alunos que estudam no Aldébaro são bilíngues. Falam inglês ou espanhol, devido à proximidade geográfica e cultural com Guiana e Venezuela, ou ainda são influentes em línguas indígenas, no caso de pertencerem a alguma etnia.

 

Os professores, por sua vez, também apresentam esta qualidade e alguns possuem formação em Libras. Segundo as professoras, o projeto veio dar sustentação ao modo de falar, escrever e entender a segunda língua que aprenderam.

Avalie este item
(0 votos)

O suspense acabou com a revelação das cinco atrações nacionais que vão sacudir a Arena do Rodeio da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima, de 11 a 15 de novembro, no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

A primeira atração será o Raí Saia Rodada que promete não deixar o público parado. Dono de hits que estão entre as 50 mais ouvidas em diversas plataformas de streaming de áudio, o cantor potiguar abre o evento no dia 11 de novembro, a partir das 22 horas. No dia 12 será a vez de Felipe e Ferrari agitarem com muito sertanejo.

 

A terceira noite da Expoferr 2022 promete balançar os corações mais apaixonados: isso porque a dupla Zezé Di Camargo e Luciano vai comandar a festa, cantando sucessos que embalaram gerações e marcaram uma carreira de sucesso arrastando fãs por todo o Brasil.

 

Mas nem só de sertanejo é feita uma festa na roça. Vai ter muito forró e tecnobrega para deixar o piseiro ainda mais animado com a banda Barões da Pisadinha, na noite do dia 14 de novembro.

 

E no dia 15, o comando da festa ficará por conta de Luan Santana, com a turnê do show Luan City, que já passou por mais de 90 cidades do Brasil e agora também chega em Boa Vista, para encerrar a Expoferr 2022 com chave de ouro.

 

O governador Antonio Denarium destacou que a programação cultural da Expoferr 2022 foi organizada para atender a todos os gostos musicais e movimentar as cinco noites de evento. “A Expoferr 2022 será um grande evento, com oportunidades de negócios e exposição de todos os serviços, projetos e programas do Governo de Roraima, não apenas no ambiente de grandes negócios, mas principalmente destacando a agricultura familiar e indígena que estão cada vez mostrando o seu protagonismo, com o apoio do Governo de Roraima”, disse.

 

ATRAÇÕES REGIONAIS

 

As atrações culturais iniciam todos os dias às 16 horas, com uma programação que contempla todos os públicos. No Espaço Identidade Cultural haverá mostra de figurinos e alegorias dos grupos juninos do Estado, como também recreação e brincadeiras com grupos de teatro e circo. Os shows com atrações locais iniciam às 21 horas, todas as noites.

 

A EXPOFERR

Realizada pelo Governo de Roraima em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Roraima, a Expoferr 2022, é o maior evento da agroindústria de Roraima.

 

Envolve diretamente a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), que é responsável pela coordenação do evento, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), Secretaria do Índio e Desenvolve Roraima. E de forma indireta as demais instituições da administração direta e indireta do Governo de Roraima.

 

O objetivo da Expoferr 2022 é oferecer um ambiente favorável à integração da cadeia produtiva do agronegócio, por meio da demonstração dos resultados empresariais e institucionais da sociedade produtiva roraimense, obtidos nos últimos anos.

 

A Expoferr 2022 ocupará uma área de mais de 93 mil metros quadrados com infraestrutura completa para shows nacionais, locais, leilões, rodeios, vaquejadas, gastronomia, palco cultural, arena do conhecimento e muito mais. um evento que mistura tradição e inovação.

 

O processo de revitalização do Parque Dandãezinho contou com a parceria entre a Seadi, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), CERR (Companhia Energética de Roraima) e Seinf (Secretaria de Infraestrutura).

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito) montou um plano de trabalho de integração com a PRF (Polícia Rodoviária Federal) para atender as demandas da Expoferr 2022, evento promovido pelo Governo de Roraima que será de 11 a 15 de novembro, no Parque Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

 

Os postos de segurança estarão nos principais pontos de acesso, desde a ponte do Cauamé até o Parque Dandãezinho com o objetivo de orientar os motoristas em relação ao estacionamento no local da festa e o tráfego na BR-174. A pista está sendo recuperada pelo Governo de Roraima para garantir melhor trafegabilidade.

 

Serão duas vias de acesso para chegar no Parque Dandãezinho: uma é pela BR-174, passando pela ponte do Caumé. E a outra via RR-205 e Anel Viário.

 

Pela BR-174, ao chegar na altura do Monte Cristo, a população tem a opção de entrar à esquerda e estacionar os veículos aos fundos do Parque.

 

A segunda via de acesso é um pouco mais longa, porém pega-se o contrafluxo. Dessa forma, o condutor segue pela RR-205, sentido Alto Alegre, quando chega no Anel Viário,  vira à direita até chegar na BR-174 e segue até o Parque de Exposições

Serão duas opções de estacionamento: uma à esquerda bem em frente do Parque Dandãezinho e outra à direita, na outra margem da BR-174.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte sugere a prática da “carona solidária”, a fim de evitar congestionamento de veículos. “A carona solidária é um exemplo para diminuir o fluxo de carros. Então, um carro pode atender a um grupo de amigos, casais. Dividindo o veículo, dará um impacto menor no trânsito no dia dos eventos”, aconselhou.

 

Outra dica importante é que quem for dirigir, não consumir bebida alcóolica, para evitar acidentes de trânsito. Nesse caso, então, passe a direção do veículo para um condutor sóbrio.

Avalie este item
(0 votos)

Entre os dias 7 a 11 de novembro, 200 consumidores que possuem dívidas junto à Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), podem negociar os débitos e ficar em dia com a empresa por meio da campanha de negociação da Semana da Conciliação.

 

A ação é realizada em parceria com o Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania), do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima).

 

O mutirão está ocorrendo no Cejusc de Boa Vista, localizado no Fórum Cível Sobral Pinto, centro da capital. A Caer é representada pela assessoria jurídica da companhia.

 

A empresa busca negociar R$ 5 milhões em dívidas de consumo, que giram em torno de R$ 10 mil à R$ 100 mil reais, entre pessoas físicas e jurídicas, referentes à prestação dos serviços de saneamento básico.

 

“O objetivo é solucionar de maneira rápida a situação dos consumidores notificados que estão em débito e se encaixam no perfil do mutirão. A Caer está facilitando as formas de pagamento com excelentes oportunidades de negociação”, afirmou o procurador jurídico da empresa, Henrique Maravalha.

 

BENEFÍCIOS

 

Os consumidores notificados para o mutirão serão beneficiados com descontos de 100% sobre os juros e multas, além da redução do percentual da entrada, que é de 10% do valor da dívida negociada.

 

A entrada poderá ser efetuada via cartão de crédito, em parcela única, ou em até 30 dias, a contar da data do acordo.

 

A empresa também possibilita o parcelamento do restante da dívida em até 60 vezes, que poderá ser incluído na própria fatura ou no boleto bancário. E no cartão de crédito, com parcelamento em até 12 vezes.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Detur (Departamento de Turismo de Roraima), vinculado à Secult (Secretaria de Turismo), participa neste sábado, 12, da Feira Intercultural Indígena promovida pelo CCFI (Centro Cultural e de Formação Indígena), iniciativa da FFHI (Fraternidade Federação Humanitária Internacional).

 

O evento cultural contará com a presença de várias etnias locais de Roraima e da Venezuela, com exposições da culinária, artesanatos, mostras de dança, música, arte, beleza e ecomoda.

 

Segundo o diretor de turismo, Bruno Muniz, o departamento atuará como um mediador no processo de seleção de integração do turismo nas comunidades indígenas do Estado. Para ele, o momento é propício para expor as ações de valorização local por meio da recepção de turistas.

 

“Vamos levar para as comunidades que estão trabalhando na realização dessa feira os nossos projetos de turismo em terras indígenas. As oportunidades que vêm surgindo com a realização do projeto de turismo nas mais de 12 comunidades, que já se abriram para visitação turística nos seus territórios, estão construindo e receberam a autorização da Funai [Fundação Nacional do Índio], gerando oportunidades de renda, também com o artesanato”, disse.

 

Além disso, Muniz explicou que o convite para a participação no evento será mais uma oportunidade de apresentar os projetos do Governo de Roraima voltados à geração de renda nas comunidades.

 

“É importante gerar oportunidades para toda a população do Estado. O nosso objetivo é nos colocarmos à disposição quando eles estiverem em seus territórios. Assim, teremos uma participação maior, destacando a importância desse projeto de turismo em terras indígenas, que é uma iniciativa do governador Antonio Denarium, para oportunizar e diversificar as oportunidades existentes nas comunidades no Estado”, ressaltou.

 

INTEGRAÇÃO DOS POVOS

 

Muniz explicou que o evento possibilita esclarecer que os projetos oportunizam uma integração entre os países que fazem fronteira com o Estado de Roraima.

 

“Também a integração que isso oportuniza entre a Goiana, entre a Venezuela e como essa geração de oportunidades e de valor é agregado aos artesanatos podem desenvolver ainda mais”, esclareceu.

 

ARTESANATO

 

O artesanato indígena no Estado tem característica marcante. E o Governo de Roraima tem buscado fortalecer o segmento. Muniz explicou que é preciso um esforço na valorização das etnojoias, peças elaboradas por distintas comunidades que trabalham com artesanato. Este conceito vem sendo trabalhado nos projetos de turismo em terras indígenas.

 

“Estamos ressignificando esse conceito, valorizando e contribuindo para que isso seja identificado e reconhecido nessas peças, e que esses povos tenham suas identidades asseguradas, não só com artesanato, mas com hábitos de alimentação, gastronomia, rituais e cosmologia que cada etnia tem para contribuir com a experiência de visitação turística nas comunidades”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da EGRR (Escola de Governo de Roraima) promove nesta quarta-feira, 9, um mutirão de atendimentos para servidores da PCRR (Polícia Civil de Roraima) e seus familiares.

 

A ação integra o Programa Cuidando do Servidor, que tem como finalidade realizar atividades destinadas ao bem estar do servidor, melhorando assim sua qualidade de vida no ambiente de trabalho.

 

De acordo com a diretora do DPE (Departamento de Polícia Especializada), delegada Elivânia Aguiar, é um momento importante para os funcionários do órgão, pois possibilita um momento para a promoção do autocuidado.

 

“É imprescindível a participação de todos, pois cada servidor terá um espaço disponibilizado para cuidar de si e da sua saúde, melhorando o atendimento ao público”, enfatizou a delegada.

 

A ação será realizada das 8h às 12h, no estacionamento da Delegacia Geral, localizada na Cidade da Polícia Civil. Serão disponibilizados atendimentos de enfermagem, farmácia, biomedicina, nutrição, fisioterapia e vacinação, além de atenção institucional do Procon, Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito), Clube de Benefícios do Servidor e atendimento jurídico.

Avalie este item
(0 votos)

Com o fechamento do terceiro bimestre do ano letivo de 2022, as instituições de ensino da rede de Colégios Estaduais Militarizados de Roraima realizam, até o final do mês de novembro, a entrega de alamares e promoções de alunos.

 

Na tarde desta segunda-feira, 7, o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Pedro Elias Albuquerque Pereira, localizado no bairro Jóquei Clube, realizou uma cerimônia para a entrega de 166 alamares e promoção de alunos. O evento ocorreu no colégio.

 

A honraria do alamar é entregue para os estudantes que alcançaram nota igual ou superior a 8,5 e tiveram comportamento no mínimo bom ao longo do bimestre.  As solenidades de entrega dos alamares fazem parte da rotina dos colégios militarizados da Capital e interior do Estado. A cada encerramento do bimestre os alunos destaque são agraciados com a honraria.

 

O secretário-adjunto de coordenação dos colégios militarizados, José Rodrigues Souza, explicou que o alamar é uma conquista pessoal e cabe a cada aluno alcançar a condição de aluno destaque durante o bimestre. “Os parâmetros são o rendimento escolar, a disciplina, a assiduidade e a pontualidade. É uma forma de reconhecimento acadêmico. Lembrando que o alamar é o símbolo da meritocracia dos colégios militarizados”, destacou.

 

“O objetivo do alamar é fazer do aluno um destaque. Ele busca aprender mais e, além disso, possui um aprendizado melhor, porque a motivação aquece a vontade de vencer”, completou o gestor administrativo do colégio, coronel Sandro Costa.

 

AGENDA

 

Já está programada para esta quarta-feira, 9, a entrega de alamar no CEM Dom Pedro II, em Iracema, no CEM Dr. Luiz Rittler Brito de Lucena, no bairro Nova Cidade, em Boa Vista. Já no dia 10 de novembro, a solenidade acontece no CEM Ovídio Dias de Souza em Amajari e no CEM Cícero Vieira Neto, em Pacaraima

 

No dia 11 de novembro, o CEM Mariano Vieira, em Normandia, realiza a entrega de alamar, simultâneo ao evento que vai ocorrer no CEM Aldébaro José de Alcântara, em Bonfim.

 

REDE DE COLÉGIOS

 

Atualmente existem 33 colégios militarizados em todo o Estado, sendo 20 na capital e 13 no interior, nos municípios de Mucajaí, Iracema, Caracaraí, Rorainópolis, Nova Colina, Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre, Samaúma, São Luiz do Anauá e Amajarí. Os colégios militarizados em Roraima atendem juntos, 27.885 estudantes.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura) assinou diversas ordens de serviços com ações que serão desenvolvidas em diferentes regiões do Estado. As obras incluem reforma em escolas estaduais, construção de pontes, implantação de vicinais e asfaltamento em estradas.

 

Conforme o governador Antonio Denarium, são obras esperadas há muito tempo pela população roraimense. “Damos o primeiro passo para realizar diversas obras importantes para a população. Rodovias importantes vão receber asfalto e pontes de madeira serão substituídas por estruturas modernas e seguras. Além disso, teremos escolas completamente reformadas”, destacou.

 

AMAJARI E CANTÁ

 

A Vicinal Paraíso, em Amajari, vai receber a implantação de bueiros e pontes na extensão de 25 km da estrada.

 

Já a estrada da região de Tatajuba, no Cantá, receberá novas pontes. Serão construídas pontes nas Vicinais 5, 7, 7-A, e 7-B.

 

PAVIMENTAÇÃO

 

No próximo ano, as obras de asfaltamento das estradas nos municípios também continuam. No município de Alto Alegre, serão executados os serviços de asfaltamento e drenagem da rodovia RR-452, incluindo também o trecho entre a RR-205 até a Vila São Silvestre, com extensão de 9.933,52 metros.

 

ESCOLAS

 

Os investimentos na área da educação continuam com a reforma e revitalização de escolas estaduais. O processo será dividido em dois lotes, incluindo a unidade de ensino Antônia Coelho de Lucena, em Boa Vista.

 

Avalie este item
(0 votos)

A dupla de vôlei de praia formada pelas atletas Thamila Leal e Eloisa Maria da Escola Estadual Oswaldo Cruz, venceu na manhã desta segunda-feira, 07, a dupla do Maranhão e garantiu o terceiro lugar no pódio dos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), dentro da Série Prata.

 

“Fico muito feliz de ver nossos atletas se destacando nacionalmente no esporte, um instrumento fundamental para a formação completa das nossas crianças e adolescentes. Também investimos nesta área, garantindo inclusive a participação de atletas em diversas competições nacionais e internacionais”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

A dupla de Roraima, que participa pela primeira vez dos JEBs, fez uma excelente participação no campeonato. Até chegar à disputa do bronze, enfrentaram quatro jogos.

 

A estreia foi contra Tocantins e as roraimenses venceram por 2x0. No segundo jogo, pegaram o Rio Grande do Norte mas não conseguiram passar.

 

O terceiro desafio foi contra o Pará. As meninas venceram por 2x0 e foram para as quartas de final.

 

Nas quartas, perderam para a dupla do Rio de Janeiro, não conseguindo classificação para a semifinal e foram para a disputa com o Maranhão e então garantiram o bronze.

 

“Estamos muito felizes com a nossa colocação, com a nossa vitória. Em Roraima nós treinamos nas praças, na quadra da escola, não temos praia, mas mostramos que temos muito talento no Estado”, disse satisfeita Edilamar Mateus, professora da dupla.

 

A atleta Thamila, feliz com o resultado, deixou um recado para os atletas roraimenses. “Estamos muito felizes com o bronze, disputamos com 28 duplas e para nós é um resultado muito bom. Queremos incentivar todos os atletas do nosso Estado dizendo para eles persistirem e acreditarem em seu potencial”, finalizou.

 

A COMPETIÇÃO

 

Os Jogos Escolares Brasileiros são realizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), instituição responsável por toda a logística do evento, como passagens, hospedagem e alimentação.

 

A contrapartida do Governo de Roraima foi a realização da fase estadual, garantindo a classificação dos estudantes dentro da faixa etária específica, que foi realizada nos JERS (Jogos Escolares de Roraima), organizados pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do IDR (Instituto do Desporto de Roraima).

 

O Estado de Roraima está representado nos Jebs com uma delegação formada por 266 integrantes, sendo 202 atletas. 

 

Outras informações sobre os JEBs estão disponíveis no site oficial da competição.

 

Avalie este item
(0 votos)

Para reforçar os cuidados com o recém-nascido, o HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth) passará a adotar uma nova dinâmica de neuroproteção. Os trabalhos para a reestruturação dos métodos foram iniciados nesta segunda-feira, 7, com um treinamento com médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e enfermeiros e técnicos que atuam na unidade.

 

“Dentro dessa atividade, nós vamos tratar de um conjunto de ações que a equipe multiprofissional adotará para proteger o cérebro do recém-nascido prematuro que está em pleno desenvolvimento ainda, e que por algum agravo ou complicação na gestação, nasce antes da 37 semana”, afirmou a fisioterapeuta neonatal da unidade, Márcia Sartor.

 

Conforme Márcia, as boas práticas no cuidado a ser adotado pela unidade terá o intuito de diminuir as lesões cerebrais que os bebês venham a ter. Algumas das medidas também visam controlar os ruídos dentro da UTI Neonatal, diminuir a luminosidade, controlar a temperatura, além de usar com mais frequência o método canguru, que consiste no contato pele a pele com o recém-nascido e seus pais.

 

“Nós tentamos protocolar medidas e condutas que favoreçam o desenvolvimento saudável desse recém-nascido, não apenas a sobrevida, mas que ele saia da unidade com uma qualidade neuropsíquica, comportamental e motora”, ressaltou.

 

A técnica de enfermagem da Ala das Orquídeas do Materno-Infantil, Claudineia de Sousa, ficou empolgada em aprender novas técnicas de cuidados que poderão ser usadas para ajudar os bebês.

 

“É algo essencial para nós que somos da saúde, e como trabalho diretamente com os recém-nascidos, é importante estarmos aprendendo cada vez mais”, destacou.

 

Vale lembrar que o treinamento desta segunda-feira faz parte da programação alusiva ao Novembro Roxo, mês de sensibilização sobre a prematuridade de bebês. As atividades seguem até o fim deste mês.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

 

7/11 – Exposição Fotográfica com o tema: “Garanta o contato pele a com os           pais”, das 9h e15h.

8/11 – Treinamento sobre Neuroproteção, das 9h às 15h.

9/11 – Blitz Educativa na Ala das Rosas, às 15h.

10/11 – Treinamento dos cuidados da enfermagem com o recém nascido, ás  9h às 15h.

11/11 – Treinamento sobre fonoaudiologia intensiva neonatal, às 10h e 16h.

17/11 – Café da manhã para as mães da UNCINCa e Chá da Tarde para as mães da casa da gestante, às 10h e 15h.

22/11 – Treinamento sobre infecção primária da corrente sanguínea, 9h e 15h.

23/11 – Blitz Educativa na Ala das Rosas, às 15h.

24 e 25/11 – Curso de Sensibilização do Método Canguru, de 8h às 18h.

28/11 – Curso de admissão de recém-nascido em unidade Neonatal, às 9h e 15h.

29 e 30/11 – Curso de manejo clínico em aleitamento materno, de 8h às 18h.

 

Avalie este item
(0 votos)

Promovendo melhorias na trafegabilidade e manutenção da malha viária do Estado, o Governo de Roraima dá continuidade aos trabalhos de conservação das estradas e pontes dos municípios.

 

 

Até o momento, a Seinf (Secretaria de Infraestrutura) já construiu mais de 195 metros de pontes abrangendo as Vicinais Apiaú e Samaúma, regiões localizadas em Mucajaí. Recentemente, o Governo construiu ainda uma ponte de 15 metros na Vicinal 19 , na região do Apiaú.

 

 

São cinco novas pontes no Apiaú, o que totaliza 120 metros. Na vicinal do Samaúma também foram recuperadas três pontes, que, juntas, somam 75 metros.

 

De acordo com o governador Antonio Denarium , a atual gestão trabalha para evitar transtornos ao longo da malha viária do município e facilitar o escoamento da produção agrícola da região.

 

 

“Seguimos promovendo serviços para melhorar o tráfego das estradas, desde manutenções simples até construções de pontes. São atividades de extrema importância, pois quando se tem um Estado com estradas de qualidade, há também fortalecimento na economia e desenvolvimento do Estado”, afirmou o governador.

 

 

Os trabalhos continuam, e serão finalizadas as pontes das Vicinais 8, 21 e 23 do Apiaú. No município já foram recuperadas as pontes das Vicinais 1, da Vila Nova, além da 6, 8, 11, 14, 15, 19, 21 e 23.

 

 

Conforme o engenheiro da Seinf, Emerson de Paula, os produtores rurais que utilizam as estradas do Apiaú sentem a diferença, e mais pontes serão construídas na região. “Essa ponte da Vicinal 19 estava deteriorada pela ação do tempo e abandonada por gestões passadas. Também temos uma boa notícia para os moradores: ainda este ano vamos concluir mais 5 pontes de madeira na região do Apiaú e de Samaúma”, destacou Emerson.