Avalie este item
(1 Votar)

O governador de Roraima, Antonio Denarium está cumprindo agenda internacional na Guyana e no Suriname. Na pauta, diversos temas de grande relevância econômica e social para a relação entre os países fronteiriços.

 

Na manhã desta sexta-feira, dia 16, Denarium se reuniu com o presidente da Guyana, Mohamed Irfaan Ali, onde aprofundou assuntos de interesse na relação entre Roraima e a Guyana.

 

Dentre os temas discutidos, a possibilidade do início de voos regulares entre Georgetown – capital da Guyana – e Boa Vista, como também a superação dos obstáculos que podem estar dificultando a implantação dessa linha regular. “Isso vai estimular o turismo no país vizinho como também em Roraima, aquecendo as duas economias”, defendeu Denarium.

 

Além disso, o governador adiantou as negociações sobre o termo de cooperação de transporte de cargas e passageiros, de forma que as cargas possam também chegar via aérea a Georgetown, que funcionaria como hub de distribuição e assim reduzir o tempo de transporte e dinamizar o comércio com Roraima.

 

A construção de um Terminal de Alimentos na cidade de Letten também foi tema de discussão. Essa unidade vai fazer o recebimento das cargas de Roraima com destino aos países do Caricon (Comunidade do Caribe).

 

“Roraima tem avançado inclusive na relação com os países fronteiriços. Isso é importante para o Estado, que terá uma economia mais aquecida em razão das relações comerciais”, disse o governador Antonio Denarium, ao agradecer ao presidente da Guyana pela obra de arte presenteada, que é assinada por um artista do país.

 

AGENDA SURINAME

 

A agenda segue pelo sábado, dia 18. Pela manhã, a reunião ocorrerá no Suriname, com o presidente Chan Santokhi. Na pauta, estreitamento das relações comerciais.

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

Como forma de garantir maior volume de estoque para este final de ano, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) vai abrir as portas neste sábado, 17, para receber doadores voluntários que fazem parte do Moto Clube Insano.

 

“Neste sábado [17], o Hemocentro vai estar de portas abertas das 7h30 até às 11h, para seguirmos atendendo as pessoas que estão vindo doar sangue. É um ato de amor em que uma pessoa pode salvar até quatro vidas”, informou a assistente social do setor de captação, Hellen Bessa, que explicou ainda que atualmente, todas as tipagens sanguíneas necessitam de reforço no Estado.

 

“Quem estiver interessado em doar pela primeira vez precisa ficar atento a algumas recomendações importantes, como ter entre 16 e 59 anos. Mas caso a pessoa tenha um histórico de doação, pode vir até os 69 anos. Os menores de 18 anos precisam estar com o responsável legal”, ressaltou Hellen.

 

Ela explicou ainda que o interessado também precisará passar por uma triagem mais minuciosa, onde outros critérios de impedimento podem ser identificados dentro desse processo, como o fato de a pessoa apresentar diabetes.

 

“Alguns critérios compreendem a pessoa estar bem saudável e não pode estar apresentando sintomas gripais. A pessoa deve estar bem alimentada com o mínimo possível de gordura. Então, orientamos que dê prioridade para um mingau de aveia, algumas frutas e um suco”, reforçou.

 

O atendente de uma loja de eletrônicos Franklin de Souza, 28, decidiu ir ao Hemoraima após ouvir o chamado da unidade. Segundo ele, a última vez que doou sangue foi há dez anos.

 

“Vemos muito no noticiário que sempre tem pessoas precisando de doação, e esse é um gesto simples e pode estar ajudando. Eu vim aqui fazer essa doação para estar contribuindo com essa causa que é muito nobre”, disse.

 

O horário de funcionamento do Hemoraima é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h. Na recepção, é preciso apresentar a identificação oficial física (Identidade, habilitação ou carteira de trabalho).

 

A unidade fica localizada na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(1 Votar)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) promoveu, nesta sexta-feira, 16, um curso sobre gripe aviária para médicos veterinários do órgão, visando capacitá-los para atuarem nas ações de emergência da doença.

 

O curso é mais uma iniciativa do Governo de Roraima que vem acompanhando o avanço da doença e reforçando as medidas de prevenção por meio da Aderr, em parceria com o DSA (Departamento de Saúde Animal) do Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, além da colaboração de outros órgãos públicos e entidades privadas.

 

A capacitação foi ministrada no laboratório da Agência pelos veterinários e fiscais agropecuários José Kléber e Washington de Farias.

 

Segundo o veterinário José Kléber, o curso tem como objetivo preparar os técnicos para obtenção de material por meio de coleta, necropsia e identificação de sintomas clínicos da influenza aviária. “É uma doença que traz prejuízos consideráveis de saúde e economia para o país, não só para Roraima”, destacou o veterinário.

 

No curso, os participantes estão sendo treinados para identificar suspeitas da doença e na coleta de material adequado, enviando a amostra para o laboratório a fim de diagnóstico preciso, e em caso de confirmação, ocorrer ações para evitar o avanço da gripe aviária, que pode causar graves prejuízos econômicos.

 

Kléber informou que a influenza aviária, de alta patogenicidade, não ocorre no Brasil, mas que é preciso estar preparado em caso de ocorrência. Ele ressaltou que alguns casos da doença podem afetar o homem, sendo assim, também se trata de uma questão de saúde pública.

 

INFLUENZA AVIÁRIA

 

A gripe aviária é causada pelo vírus influenza tipo A. Ela evoluiu e é altamente patogênica, ou seja, com alto índice de contágio, com impactos severos no setor da avicultura. Além da necessidade do abatimento das aves, há um retardo no ciclo de produção.

 

A doença chegou à Colômbia, Peru e Equador, e no início do mês de dezembro, o vírus foi detectado em pelicanos na região costeira norte do Estado de Anzoátegui, na Venezuela, segundo informou o Governo do país.

Avalie este item
(1 Votar)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) entregou, na manhã desta sexta-feira, 16, o certificado de participação no curso para agrônomos que fizeram o Curso para Habilitação de Responsável Técnico para a Emissão de CFO (Certificado Fitossanitário de Origem) e CFOC (Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado).

 

A capacitação foi voltada para as pragas quarentenárias presentes mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae), Ácaro-hindustânico-dos-citros (Schizotetranichus hindustanicus) e Cancro cítrico (Xanthomonas citri sp. citri).

 

O curso, que contou com 19 participantes de fora do Estado, foi realizado pela Aderr com carga horária de 30 horas, no período de 22 a 30 de novembro de 2022.

 

As aulas foram ministradas no sistema híbrido de ensino, sendo obrigatória a forma presencial para os profissionais de Roraima, e à distância para os profissionais de outros Estados brasileiros.

 

O chefe do NCF (Núcleo de Certificação Fitossanitária) da Aderr, Marco Evangelista, destacou que o objetivo do curso foi promover a habilitação de novos engenheiros agrônomos.

 

“Eles estão habilitados como responsáveis técnicos para emitir CFOs e CFOCs relacionados às pragas quarentenárias e possibilitar ainda a inclusão dessas pragas na habilitação de RTs [responsáveis técnicos] já habilitados”, explicou.

 

Segundo o presidente da Aderr, Marcelo Parisi, a habilitação foi mais uma iniciativa importante e necessária executada pelo Governo de Roraima no âmbito da defesa fitossanitária, que traz qualificação para profissionais e segurança para o setor produtivo local.

 

“Esse curso vai contribuir com o desenvolvimento da agricultura em Roraima e proporciona a abertura de novos mercados de trabalho para os engenheiros agrônomos”, disse Parisi.

Avalie este item
(1 Votar)

Estudantes e servidores da Escola Estadual Raimunda Nonato Freitas da Silva estão em festa. Isso porque nesta quinta-feira, 15, o Governo de Roraima entregou a unidade completamente revitalizada e mobiliada para a comunidade escolar. Esta é a 41ª escola revitalizada e entregue à população pela atual gestão.

 

Os estudantes do ensino fundamental (6º ao 9º ano) da EJA (Educação de Jovens e Adultos) retornam às aulas presenciais e vão encontrar carteiras escolares novas, kits refeitórios, salas climatizadas, quadros brancos, bebedouros, utensílios de copa e cozinha, entre outros mobiliários que compõem a nova estrutura da instituição de ensino.

 

“O Governo do Estado também está valorizando os nossos servidores com reposição salarial, progressões, compra de equipamentos, merenda, transporte escolar e várias ações a nível estrutural. Nossa meta para 2023 é concluir 125 escolas totalmente reformadas e revitalizadas”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

A escola atende 537 estudantes no Ensino Fundamental Maior (6° ao 9° ano) e EJA (Educação de Jovens e Adultos). Para a gestora da escola, Elineuda Clara de Souza, receber os alunos em uma escola acolhedora é uma satisfação.

 

“Nós queremos dar o melhor a eles. Queremos seguir este bom trabalho e ajudar os alunos que estão com dificuldades no pós-pandemia. Os pais são presentes e cobram. Agora, com um espaço físico, podemos melhorar a vida dos nossos estudantes”, ressaltou a gestora.

 

Na próxima quarta-feira, dia 21 de dezembro, ocorre o Plantão Pedagógico da Escola para entrega dos boletins referente ao 4º Bimestre. As recuperações parciais e finais iniciam na segunda, 19, até terça, 23.

 

A aluna Wittyla Vitoria Oliveira, do 9º ano da escola, contou como foi difícil o período que ficou sem o espaço físico da escola em decorrência da pandemia de covid-19. “Só online e com a apostila era mais complicado para acompanhar. Com os professores cara a cara fica mais facil”, frisou a aluna.

 

A escola está devidamente abastecida com produtos para o preparo da merenda escolar e com o quadro de professores completo. “O governador entende que dando dignidade aos nossos alunos, muitos terão mais chances de desenvolverem suas atividades”, destacou Nonato Mesquita, secretário da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

REVITALIZAÇÃO

 

A Escola Estadual Raimunda Nonato Freitas da Silva recebeu reparos na parte elétrica e hidráulica, pintura nova no prédio e na quadra. O investimento é do Tesouro Estadual na ordem de R$ 1.641.242,11. A unidade de ensino não recebia reparos na estrutura desde a sua fundação, há 25 anos.

 

A escola também recebeu smart TVs, estantes, armários, além de freezer, geladeira, fogão e utensílios de copa e cozinha que há mais de dez anos não eram entregues para as escolas da rede estadual de ensino.

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

Nos últimos quatro anos, a atual gestão do Governo de Roraima fez o maior investimento em capital intelectual dos últimos 20 anos no Estado. As iniciativas de fomento a ações estruturantes, sobretudo na educação superior, têm ajudado centenas de famílias a melhorar sua qualidade de vida por meio da ascensão profissional e econômico-financeira.

 

O reitor da Uerr (Universidade Estadual de Roraima), Regys Freitas, explicou que desde a criação da instituição, há 17 anos, a universidade nunca havia recebido tantos investimentos mencionando, entre várias iniciativas, o processo de construção da Cidade Universitária, lançado pelo governador Antonio Denarium no ano passado, um conjunto de edifícios que deve abrigar 26 cursos nos próximos anos.

 

“O Governo de Roraima faz investimentos em volumes expressivos com resultados práticos que vão refletir de forma muito positiva no futuro do Estado para as próximas décadas”, disse Freitas.

 

ESTRUTURA

 

Desde 2021, o Governo de Roraima tem investido recursos para modernizar a área de tecnologia da Uerr com a aquisição de equipamentos e programas aliados à melhoria da estrutura física. Em março deste ano, o Executivo entregou ainda as novas instalações do Campus Boa Vista, onde funcionam 42 salas de aula, salas administrativas, núcleos de práticas acadêmicas e outros.

 

Outra obra que está em fase de conclusão é o prédio administrativo da universidade, na avenida Getúlio Vargas, no bairro Canarinho. A construção foi iniciada em 2015 e interrompida por falta de recursos.

 

“Já garantimos esse repasse e em breve vamos entregar o prédio administrativo, que é um anseio antigo da comunidade acadêmica e que vai melhorar não apenas as condições de trabalho dos servidores da Uerr, mas também o atendimento aos estudantes”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O corpo de laboratórios dos cursos de graduação também passou por melhorias com a inauguração, no início deste ano, de um Laboratório de Realidade Virtual, com simulador 3D para uso de acadêmicos da área da saúde.

 

Também foi entregue uma biblioteca virtual com mais de 10 mil obras de editoras de renome mundial. O governador Denarium determinou ainda investimentos nos próximos anos para a construção de mais de mil metros quadrados de infraestrutura para novos laboratórios. “Sabemos o quanto é importante esse reforço nas aulas práticas para a formação de profissionais mais capacitados e melhor preparados para o mercado”, completou.

 

EXPANSÃO

 

O planejamento da Uerr para os próximos quatro anos é ainda mais amplo e prevê a gestão de duas unidades hospitalares estaduais que ficam na Zona Oeste de Boa Vista, que devem funcionar a partir de 2023 sob a administração da instituição.

 

Os prédios vão servir como arcabouço para contribuir com a formação de mão de obra qualificada da universidade, em uma nova concepção de atendimento para a população.

 

Além disso, a comunidade acadêmica vai receber nos próximos dias a estrutura de um laboratório para animais de grande porte e outro para análise de solos, que vão servir para a realização de aulas práticas e pesquisas.

 

“Estamos aproveitando de maneira contundente essa fase de recuperação da economia pós-pandemia, alavancando novos negócios e trabalhando pela manutenção dos que já existiam. Nossa aposta é que Roraima vai crescer ainda mais nesse período e nossa meta é atuar para aumentar o número de postos de trabalho, e a capacitação qualificada dessa mão de obra passa pela universidade”, afirmou Antonio Denarium.

 

Formação na Uerr facilita acesso aos melhores postos no mercado de trabalho

 

Em meados de julho, uma pesquisa divulgada pela ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior) em parceria com a Symplicity, especialista em empregabilidade e engajamento estudantil, mostrou que 69% dos egressos de ensino superior estão empregados após até um ano da colação de grau.

 

A servidora pública Camila Godoy de Menezes, 26, é recém-formada em Letras pela Uerr e faz parte dessa estatística. Aprovada em um concurso público antes mesmo de colar grau, para ela, a formação superior alcançada por meio da universidade pública estadual foi fundamental no processo. “Foi uma formação extremamente positiva”, resumiu.

 

O acadêmico Vladis Barreto Moreira, 25, é outro exemplo de como a educação pode abrir portas para a vida profissional. Ele nasceu no Pará, mas mora em Rorainópolis há mais de 20 anos. Cursando Engenharia Florestal pela Uerr no município, surgiu a ideia de fundar uma empresa própria.

 

A Barreto Serviços Agrícolas e Florestais atua no ramo de licenciamento, regularização fundiária e crédito rural, e desde a colação de grau de Vladis, em 2020, só ganhou mais espaço no mercado. “Apliquei muito conhecimento adquirido na faculdade no campo de atuação de hoje”, disse o empresário.

Avalie este item
(1 Votar)

O Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima) recebeu, na quarta-feira, 14, o certificado de excelência do PNCQ (Programa Nacional de Controle de Qualidade), após alcançar a média de 96,5% no ano de 2022.

 

O teste de proficiência garante a exatidão e qualidade do laboratório. Para receber a certificação, é preciso atingir a meta anual de 90% de acertos preconizada pelo Programa.

 

Este ano, o Lacen-RR realizou uma média de 5.136 análises mensais. O laboratório é constituído por vários setores que são avaliados mensalmente, entre eles o de Imunologia e Parasitologia, sendo referência estadual na realização de exames de dengue e chagas, entre outros.

 

A diretora técnica do Lacen-RR, Cátia Meneses, ressalta a importância da Certificação de Excelência para os serviços da unidade.

 

“Esse é o 12ª ano consecutivo que o Lacen-RR recebe essa certificação, e isso é extremamente importante para que a nossa população saiba que os exames que nós fornecemos estão dentro dos critérios de excelência”, ressaltou.

 

O Lacen-RR conta ainda com os setores de Micologia Média que atua na identificação de fungos, HIV/Hepatites Virais, Bacteriologia Clínica e Tuberculose, todos participantes da avaliação do Programa.

 

Para a Gerente da Qualidade e Biossegurança da unidade, Shimene Rodrigues, o certificado traz a confirmação de que os resultados do laboratório são confiáveis e tudo graças ao constante trabalho em equipe dos setores.

 

“Durante os 12 anos que temos passado pelo controle de qualidade, o Lacen tem conseguido alcançar a meta [do PNCQ]. E para ser alcançada essa meta, há um trabalho de equipe, onde os servidores e laboratórios passam por atualizações e capacitações diariamente”, completou.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quarta-feira, 14, é celebrado o Dia do Alergista, data criada como forma de homenagear a fundação da ASBAI (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia) e ressaltar a importância do profissional no atendimento de pacientes.

 

Em Roraima, a CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) é referência para o atendimento de pessoas com problemas relacionados ao sistema imunológico. Só este ano, de janeiro a novembro, foram realizadas 658 consultas na unidade.

 

Segundo a médica alergista Janaína Sousa, o atendimento na unidade é focado no diagnóstico e acompanhamento de doenças alérgicas e da imunidade. Esse cuidado ajuda a direcionar o paciente para um tratamento individualizado, resultando assim em uma melhor qualidade de vida.

 

“O objetivo é justamente não apenas proibir de comer, tomar ou usar determinados produtos, mas dar opções seguras, isso melhora a qualidade de vida e a adesão ao tratamento”, afirmou.

 

Devido ao clima característico do Estado, as ocorrências mais frequentes estão relacionadas às alergias respiratórias, como rinite, asma, além da conjuntivite alérgica. No entanto, segundo Janaína, o número de casos de alergia a medicamentos também tem aumentado nos últimos anos.

 

“O número de casos de alergia a medicamentos é o que mais preocupa a gente. Quanto mais o paciente usa medicamentos de forma indiscriminada, quando ele se automedica, em especial com analgésicos e antiinflamatórios, maior a chance de desenvolver alergia ao medicamento em questão”, completou.

 

Mãe de uma adolescente de 16 anos, Rosiane Souza recorreu ao Coronel Mota que ajudou a identificar o melhor tratamento para a jovem. Segundo ela, o sinal de alerta foi dado em 2020, quando a garota passou a manifestar sintomas de fraqueza e perda de visão. 

 

“Trouxe minha filha no alergista, depois de quatro anos tentando descobrir o que ela tinha. E agora descobrimos que era alergia a laticínios. Está sendo gratificante o auxílio da médica, pois já estávamos sem saber o que fazer”, disse.

 

Vale lembrar que a consulta com o médico alergista é realizada somente por meio de encaminhamento do paciente pela UBS (Unidade Básica de Saúde). O Coronel Mota funciona de segunda a sexta-feira, 8h às 12h e das 14h às 18h.

Avalie este item
(1 Votar)

O HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazereth) foi contemplado com a doação de fraldas descartáveis oriundas do projeto Pequenas Fraldas, Grandes Amores, da Escola Estadual Oswaldo Cruz. A entrega ocorreu na manhã desta quarta-feira, 14.

 

Ao todo, 9.642 fraldas serão direcionadas para atender às necessidades da UTI Neonatal da unidade. A arrecadação foi fruto de uma gincana alusiva ao Novembro Roxo, campanha criada com foco na conscientização sobre os riscos da prematuridade.

 

“Esse projeto de arrecadação de itens de higiene para os bebês é de grande valia para a nossa UTI, visto que a maioria vem de famílias carentes que não têm condições financeiras de suprir esses itens”, destacou a coordenadora da UTI Neonatal, Marjorie Mota.

 

O Pequenas Fraldas, Grandes Amores surgiu em 2018, após a professora da Escola Oswaldo Cruz e mãe de prematuro, Gisele de Oliveira, vivenciar a realidade das mães dentro da UTI Neonatal.

 

O filho de Gisele, Benjamin, nasceu com 34 semanas e ficou cerca de um mês internado na unidade.

 

“Meu filho foi bem cuidado aqui dentro, com muito carinho e atenção, então eu disse para mim mesma que iria voltar com um projeto para ajudar, só não sabia de que modo. Então essa ideia foi surgindo naturalmente nas aulas com meus alunos”, explicou.

 

Em novembro, a escola realizou palestras voltadas para o mês da prematuridade, sensibilização da gravidez na adolescência e prevenção do parto prematuro. Além disso, é realizada uma gincana de doação de fraldas.

 

O projeto teve ainda o apoio da Justiça Comunitária, do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima) para ampliar as divulgações da arrecadação.

 

A estudante Suzane Nascimento, de 11 anos, foi uma das alunas que visitou o HMI. A turma dela foi uma das que mais doou fraldas durante a gincana.

 

“Eu mobilizei toda a minha família, a nossa turma se juntou muito para poder fazer acontecer. Isso é por elas [as mães de prematuros], que ficam preocupadas ao passar necessidades, mas tentamos ajudar ao máximo”, declarou a aluna.

 

O pequeno Jordan Emmanuel nasceu no sexto mês de gestação da mãe, Yuleidy Mella, de 24 anos. Ela explicou que está muito grata por todo apoio que tem recebido dentro da maternidade.

 

“Agradeço a oportunidade de todos terem nos apoiado com fraldas, cremes para o bebê e remédios, porque muitas mães às vezes não têm condições de comprar. É uma atitude muito bonita”, disse.

Avalie este item
(1 Votar)

A partir desta quinta-feira, 15, até sexta-feira, 16, o Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), abre as inscrições para os ambulantes que estejam interessados em atuar no Réveillon no Parque Anauá.

 

Serão ofertadas 136 vagas para estes profissionais, sendo que a metade delas será dedicada à Associação de Vendedores Ambulantes de Roraima. O edital será publicado no DOE (Diário Oficial do Estado), mas pode ser conferido por meio deste link.

 

Os interessados poderão se inscrever presencialmente na Biblioteca Pública de Roraima, localizada no Palácio da Cultura Nenê Macaggi nos dias 15 e 16 de dezembro, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

 

No ato da inscrição, os ambulantes deverão estar munidos de documentos originais e cópias do RG, CPF, comprovante de residência, carteira de saúde (se houver manuseio de alimentos), em caso de inscrição como Pessoa Física.

 

Para quem se inscrever como Pessoa Jurídica, é necessário apresentar CNPJ, comprovante de endereço comercial, carteira de saúde do representante da empresa (caso trabalhe com o manuseio de alimentos), RG e CPF do representante do empreendimento.

 

SORTEIO

 

O sorteio das vagas para ambulantes no Réveillon ocorrerá na próxima terça-feira, 20, e será dividido em duas etapas. A primeira será aberta ao público, das 9h às 12h, e a segunda será reservada à Associação de Vendedores Ambulantes de Roraima, das 14h às 17h.

 

“Estamos orgulhosos de estarmos realizando mais uma edição do Réveillon no Parque Anauá, que é um dos eventos mais tradicionais do nosso calendário, e os ambulantes são essenciais para o sucesso dessa virada de ano. Com essas 163 vagas para ambulantes, esperamos gerar mais de 300 empregos diretos e cerca de mil empregos indiretos durante a festa”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

EMPREENDIMENTOS

 

As vagas ofertadas para os empreendedores individuais irão contemplar, ao todo, oito segmentos de trabalho, sendo:

 

  • Bijuterias;
  • Circuito de alimentação;
  • Espaços para barracas de bebidas;
  • Máquinas especiais, trailers, food truck e carrinhos;
  • Rotativos;
  • Área Kids;
  • Tiro ao alvo e bingo;
  • Parque de Diversão.

 

O Diretor de Promoção Cultural, Enos Almeida, frisou que é política do Governo de Roraima gerar trabalho, emprego e renda para os empreendedores individuais durante os grandes eventos públicos como uma forma de valorização da classe.

 

“Temos feito isso regularmente nos eventos do governo, com bons resultados e um para esses empreendedores individuais. Em todos os eventos damos prioridade a esses empreendedores individuais. Essa gama de atividades traz para o evento uma dimensão de consumo tanto para o empreendedor como para a população”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

O Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) dará início ao cadastro de novos doadores de medula óssea em Roraima a partir de janeiro de 2023. Neste ano, Roraima atingiu a meta para o período estabelecida pelo Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea), alcançada em junho.

 

“Não paramos de tentar sensibilizar as pessoas para a doação de medula óssea. Então, a partir de 2023, vamos começar novamente a cadastrar novos doadores”, ressaltou a enfermeira da captação do Hemoraima, Liliana Bezerra.

 

O transplante de medula pode ser indicado para tratamento de um conjunto de cerca de 80 doenças, incluindo a maioria dos tipos de leucemias.

 

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), mais de dez brasileiros devem ser diagnosticados com a doença este ano, e no caso de Roraima, dois pacientes encontravam-se em tratamento contra a leucemia pela Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima).

 

Liliana lembra ainda que as chances de o paciente encontrar um doador compatível são de um em cada 100 mil pessoas, em média.

 

“Doar medula óssea é permitir que outra pessoa continue vivendo, e o doador tem esse poder. A medula auxilia nisso, pois são pessoas que já estão em uma situação crítica, e a doença não vai regredir se não houver o transplante”, afirmou.

 

SEMANA DE MOBILIZAÇÃO

 

De 14 a 21 de dezembro acontece no país a Semana de Mobilização Nacional para a Doação de Medula Óssea. No entanto, devido a cota anual já ter sido alcançada pelo Estado, o Hemoraima não participará da mobilização.

 

Roraima tem atualmente 8.073 cadastros de possíveis doadores de medula óssea, sendo que 465 cadastros foram realizados este ano, alcançando assim a cota anual estabelecida pelo Redome para o Estado.

 

COMO DOAR?

 

Para se tornar um doador de medula óssea, é necessário ter entre 18 e 35 anos, estar em bom estado de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, além de não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

 

O Hemoraima fica localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações ou até mesmo agendamento podem ser solicitadas no número (95) 98404-9593.

 

Avalie este item
(0 votos)

O edital com o resultado provisório das provas objetivas de mais três cargos do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima) está sendo divulgado nesta quarta-feira, 14, no site da Fundação Vunesp.

 

Também foram divulgados os gabaritos definitivos e as respostas dos recursos aos gabaritos para os candidatos aos cargos de médico-legista, odontolegista, perito criminal, perito papiloscopista, auxiliar de necrópsia e escrivão de Polícia.

 

O diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, destacou que, desta vez, estão sendo divulgados os resultados provisórios das provas objetivas dos cargos de médico legista, perito criminal e perito papiloscopista. 

 

No caso do cargo de perito criminal, estará disponível o resultado das seguintes especificidades: perito criminal - Administração, Ciências Contábeis ou Ciências Econômicas; perito criminal - Engenharia Florestal, perito criminal - Engenharia Mecânica, perito criminal - Física, perito criminal - Geologia, Engenharia de Minas ou Bacharelado em Geografia.

 

“Nesta fase cabe recurso e os candidatos precisam ficar atentos”, destacou.

 

O candidato poderá interpor recurso contra o resultado provisório das provas no período das 8h de 14 de dezembro de 2022 até as 23h59 (horário de Brasília) de 16 de dezembro de 2022. Para isso, o interessado deve interpor o recurso no site da banca organizadora, na respectiva página do concurso.

 

Avalie este item
(0 votos)

O ano de 2022 está chegando ao fim e para celebrar o nascimento de mais um ano em grande estilo, o Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), realizará o tradicional Réveillon do Parque Anauá. O evento ocorrerá no dia 31, a partir de 17 horas, no parque da família roraimense.

 

Para a programação deste ano, o evento terá a banda paraibana Magníficos como atração nacional. O grupo subirá no palco principal do Parque Anauá a partir de 23h, que será montado na beira do Lago dos Americanos.

 

Além da banda nordestina, o evento terá atrações locais que irão se apresentar no palco principal, no palco estrela (que ficará no Forródromo, onde também funcionará a Praça de Alimentação e o Espaço da Família) e a tenda eletrônica, dedicada à música eletrônica.

 

O governador Antonio Denarium ressalta que esse foi um ano com avanços significativos para o Estado, sendo o evento uma grande conclusão para o atual ciclo. Ele convida toda a população para essa grande celebração familiar.

 

“O Parque Anauá é o parque da família e não poderia existir lugar melhor para comemorarmos a passagem para o ano de 2023, que será tão grandioso para Roraima quanto foi 2022. Então convido a todos para prestigiarem este grande evento que estamos organizando com muito amor e carinho”, disse.

 

QUEIMA DE FOGOS

 

Para este ano, a tradicional queima de fogos terá duração de 10 minutos e será à beira do Lago dos Americanos. Serão utilizados fogos de artifícios silenciosos.

 

O secretário da Secult, Shérisson Oliveira, destacou que o Governo está trabalhando para que o evento supere as expectativas do público roraimense.

 

“O réveillon mais tradicional do Estado está sendo preparado para atender a todos, com atrações para os mais variados públicos e espaços temáticos para toda a família. Atrações locais e nacional, praça de alimentação, espaço família e uma grande queima de fogos estão entre os atrativos”, frisou.

 

O RÉVEILLON

 

Realizado há 29 anos, o Réveillon do Parque Anauá se tornou o principal e maior evento dedicado a virada do ano em Roraima, sendo postergado em 2020 por conta das medidas de proteção contra a pandemia da Covid-19.

 

O evento voltou a acontecer de forma presencial em 2021 e contou com a presença de 20 mil pessoas no Parque Anauá, respeitando as medidas de proteção contra a doença. Para agitar o evento, 16 atrações locais se apresentaram em três palcos.

 

Conheça a atração nacional

 

Considerada uma das maiores potências do forró, a banda Magníficos tem um gigantesco acervo de sucessos, que estão na boca do povo. Entre esses hits, estão “Me Usa”, “Carta Branca” e “Verdadeiro Amor”.

 

A história do grupo foi oficialmente criada em 1995, no município de Monteiro (PB) e, desde então, Magníficos vendeu mais de oito milhões de cópias, o que rendeu vários discos de ouro ao grupo musical.

 

Atualmente, a Magníficos tem como vocalistas Ohara Ravick e Fernando Frajola.

 

Confira a programação completa do Réveillon no Parque Anauá:

 

PALCO PRINCIPAL

 

19H – Cassia Kyss

20H – Dithânia

21H – Emily Oliveira

22H – Estevão Alves

23H – Banda Magníficos (Atração Nacional)

00H – QUEIMA DE FOGOS

00H30 – Marcos Noleto

01H30 – Felipe Cardoso

 

TENDA ELETRÔNICA

 

17H – DJ Larissa Merack

18H – DJ Chica Loca

19H – DJ Márcio Mota

20H – DJ Estrella

 

PALCO ESTRELA

 

17H – Grupo de Palhaçaria Xuxu & Cia.

18H – Show Infantil “Colorindo com Euterpe”

19H – Criart Teatral – Espetáculo Musical “O Menino e o Barquinho”

20H – Show Gospel – Gedson e Banda / Felipe Flore

Avalie este item
(0 votos)

Diante dos riscos do Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), deu início nesta semana a uma campanha educativa que visa reforçar a importância da eliminação dos vetores do mosquito em Rorainópolis.

 

A ação está sendo executada por meio de parceria entre a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância Sanitária) do Estado e a prefeitura de Rorainópolis. Dentre as atividades, serão realizadas passagem de carro fumacê, limpezas urbanas e orientações à população.

 

“Durante a semana, a equipe municipal de endemias irá intensificar as atividades de visita em toda a sede do município, como limpeza urbana, com retirada de lixo doméstico que possa acumular água e orientação à população realizada pelas equipes de agentes comunitários de saúde e de endemias”, afirmou a Gerente do NCFAD (Núcleo Estadual de Controle da Febre Amarela e Dengue), Rosângela Santos.

 

Conforme dados do 4º LIRAa (Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti), Rorainópolis apresentou um risco médio de transmissão da dengue (3,7%). O levantamento é considerado alto risco quando o município obtém índice igual ou superior a 4,0% de infestação do Aedes aegypti.

 

Em 2022, houveram 48 casos de dengue, 12 de chikungunya e dez de zika em no município.

 

“A atividade será finalizada no sábado [17], com uma grande blitz de coleta de lixo na cidade, principalmente naqueles bairros que apresentaram um índice de infestação alta do Aedes”, pontuou a gerente.

 

Vale lembrar que a campanha segue até o próximo sábado, 17, e todas as ações são alusivas ao Dia Nacional de Combate e Controle da Dengue, que foi celebrado em todo o País no último dia 21 de novembro.

 

PROGRAMAÇÃO

 

  • 12 a 17 de dezembro – Limpeza urbana in loco nos bairros Campolândia, Andaraí e Centro;
  • 15 a 17 de dezembro – Nebulização (carro fumacê) em todo município;
  • 17 de dezembro – Coleta de lixo no bairro Campolândia.
Avalie este item
(0 votos)

Os candidatos inscritos no sorteio público de vagas para matrículas dos colégios estaduais militarizados e para duas escolas estaduais civis (Lobo D’Almada e Euclides da Cunha) devem ficar atentos. O sorteio está marcado para esta quarta-feira, 14, no auditório do IERR (Instituto de Educação de Roraima), às 16h.

 

Durante o sorteio poderão assistir presencialmente os gestores escolares e representantes das APMs (Associações de Pais e Mestres). Pais e responsáveis poderão acompanhar ao vivo o sorteio que será transmitido ao vivo pelo canal da PMRR (Polícia Militar de Roraima) no YouTube.

 

Mais de 3,8 mil inscrições foram efetivadas, 2.902 inscrições para o 6º ano do Ensino Fundamental e 963 para a 1ª série do Ensino Médio. A lista oficial de inscrições foi divulgada por meio deste link.

 

“Os pais que inscreveram seus filhos para o sorteio podem acompanhar em tempo real, salientando, ainda, que a relação oficial já foi divulgada e os pais podem ter acesso por meio do link disponível também no edital de matrículas”, explicou o secretário militar da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), José de Sousa.

 

DAS VAGAS

 

Estão sendo ofertadas 3.592 vagas para sorteio nos colégios militarizados, sendo 1.120 para a 1ª série do Ensino Médio e outras 2.472 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental, distribuídas entre 20 instituições de ensino da capital, além de 150 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental da Escola Euclides da Cunha e 231 vagas para 1ª série do Ensino Médio da Escola Lobo D’Almada.

 

É importante destacar que a rede estadual de ensino tem vagas suficientes para atender todos os alunos em idade escolar. Após o sorteio público, aqueles que não forem sorteados, os pais poderão dirigir-se às secretarias das escolas no período de 9 a 15 de janeiro de 2023 e efetuar a matrícula dos estudantes. Estão sendo ofertadas mais de 11 mil vagas.

Avalie este item
(0 votos)

O início da noite desta segunda-feira, dia 12, foi realizada pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral a cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos no pleito de 2022. O evento que encerra o ciclo eleitoral no Brasil, ocorreu no auditório do Centro Amazônico de Fronteiras da Universidade Federal de Roraima, com a presença de autoridades civis e militares.

 

Cada candidato foi diplomado seguindo a ordem de votação nas urnas, ou seja, o maior número de votos alcançados.

 

O presidente do TRE-RR, desembargador Leonardo Cupello iniciou a diplomação pelos deputados federais, seguindo a cerimônia com os deputados estaduais, senadores e o Governador do Estado Antonio Denarium, eleito com 163.167 votos, o que representa 56,47% dos votos válidos em Roraima.

 

Para ele, esse foi um pleito realizado com segurança e envolvimento de todos os servidores.

 

"Não se trabalha sozinho e por isso que temos profundo agradecimento a todos pelo apoio na segurança pública e todos aqueles que atuaram direta e indiretamente nesse pleito, inclusive parabenizar os nossos servidores pelo êxito que hoje se concretiza com a diplomação dos eleitos", salientou  o presidente do TRE-RR.

 

Durante o discurso, o governador Antonio Denarium ressaltou a honra de receber a segunda diplomação, ato válido de legitimidade, reconhecimento e respeito à escolha da sociedade durante um processo eleitoral e reafirmou o desejo de manter o  relacionamento harmonioso com os Poderes Legislativo e Judiciário.

 

"Ao povo de Roraima muito obrigado pela confiança e tenha a certeza de que vou continuar trabalhando em prol do desenvolvimento do nosso Estado. Quero agradecer o apoio de todos, reafirmar que é fundamental o bom relacionamento com os Poderes. Além disso, dizer que vamos continuar trabalhando pela reconstrução de Roraima", esclareceu o governador.

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Soldado Sampaio, também reeleito, ressaltou os benefícios do trabalho integrado entre os Poderes para o exercício da democracia.

 

"Quero agradecer a Deus pela oportunidade de estar aqui. E dizer que tivemos um pleito tranquilo em Roraima, com seriedade e transparência do processo eleitoral. Quero agradecer à Justiça Eleitoral e dizer que o Poder Legislativo está aberto para continuar o trabalho integrado com o Poder Executivo", ressaltou.

 

 

Trabalho árduo e austero foi fundamental para mudar a realidade de RR

 

Durante a cerimônia de diplomação, o governador Antonio Denarium relembrou sobre pilares da gestão de governo que resultaram nas conquistas positivas para Roraima.

 

"Assumi o Estado com a maior taxa de endividamento e com muita austeridade alcançamos o equilíbrio fiscal. E graças ao trabalho responsável nos últimos dois anos fomos avaliados em nota ‘A’ em capacidade de pagamento, pelo Tesouro Nacional”, disse Denarium.

 

Ele complementou ao afirmar que ao longo dos quatro anos de gestão do primeiro mandato, 18.186 pessoas foram empregadas, superando os nove anos de gestões anteriores.

 

“Somos um dos melhores ambientes de negócios porque o Governo trabalha pelo povo e o interesse de investidores comprova que somos a melhor fronteira agrícola do Brasil. Isso tudo pra mim não tem preço e é por isso que vamos continuar trabalhando para o bem-estar da nossa gente", acrescentou o governador.

 

GOVERNO PARA TODOS

 

“Nessa segunda diplomação aproveito para dizer que continuarei sendo o governador de todos, porque aprendi que é importante gerir as diferenças em prol de todos”, disse Denarium ao firmar compromisso com a sociedade do Estado em governar para todos.

 

Segundo ele, ao longo da primeira gestão foram quitadas dívidas deixadas por gestões anteriores que somadas totalizam quase R$ 2,5 bilhões.

 

"Quero agradecer a Deus que nunca me deixou só e agradecer ao povo do meu Estado que me concedeu a maior votação e a minha eterna gratidão a cada servidor público que nos ajudou nessa caminhada e aos secretários que abriram mão de suas vidas e aceitaram esse desafio junto comigo. Agradeço à minha família que aceitou me dividir com a nossa população para o bem melhor de todos. Obrigado pela compreensão e carinho", agradeceu.

 

HOMENAGENS

 

Durante a cerimônia, membros das Forças de Segurança em Roraima foram homenageados pelo esforço e participação nas eleições de 2022.

 

Foram homenageados o secretário de Segurança Pública, Cel. Edison Prola, comandante da Polícia Militar de Roraima, Cel.  Francisco Xavier, delegado Geral da Polícia Civil de Roraima, Eduardo Wainer, comandante do Corpo de Bombeiros, Cel. Anderson Carvalho de Matos.

 

Além do diretor presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito), Cel. Álvaro Duarte, do secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes, do coordenador da Defesa Civil, Cel. Cleudiomar Alves Ferreira, e representantes da Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

 

Avalie este item
(0 votos)

Com a chegada das festividades de fim de ano e o aumento expressivo de acidentes de trânsito no Estado, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) volta a reforçar a importância do comparecimento de doadores de sangue.

 

“Neste final de ano é fundamental que as pessoas se sensibilizem e venham ao Hemoraima para fazer a sua doação. Nós estamos em período de festas, feriados, pessoas viajando, mas quem fica corre o risco de precisar de sangue. Por isso, precisamos estar com o nosso estoque abastecido”, ressaltou a enfermeira do setor de captação do Hemoraima, Liliana Bezerra.

 

Conforme Liliana, a unidade é a única em todo o Estado a fazer a captação de sangue que atende às demandas da rede hospitalar pública e privada. Devido a esse intenso fluxo, é necessário estar com o quantitativo de bolsas de sangue em ordem.

 

“Quem tem de 16 até 60 anos pode doar. No caso de ser menor de idade, deve vir com um acompanhante legal. O Hemocentro funciona das 7h30 às 11h30h e de 13h30 às 17h30. Quem for doar pela primeira vez deve vir dentro do horário, porque precisamos dar uma atenção mais especifica”, frisou.

 

Antes da doação, o voluntário é submetido a uma entrevista. Caso se encaixe nos critérios da unidade, os profissionais o direcionam para triagem e coleta do material, que dura no máximo dez minutos.

 

O pastor evangélico Cleiton Nunes, 38, se sensibilizou com a história de um membro de sua igreja que precisava de sangue para a filha. Essa é a segunda vez que ele ajuda a salvar uma vida por meio do Hemoraima.

 

“Ela compartilhou isso comigo e me interessei em vir aqui fazer essa doação, ainda mais nessa época que temos visto muitos acidentes acontecendo. Por isso é importante deixar o estoque sempre abastecido, para que possamos atender a população. Desejamos que não ocorra a falta [de sangue] nem acidentes, mas é bom se precaver. Por isso resolvi fazer parte dessa ação”, explicou.

 

O Hemoraima fica localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(0 votos)

O edital com o resultado definitivo das provas objetivas de três cargos do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima) está sendo divulgado nesta segunda-feira, 12, no site da Fundação Vunesp.

 

É o resultado definitivo das provas objetivas dos cargos de delegado, agente de polícia e auxiliar de perito e os resultados provisórios das provas discursivas para os cargos de delegado e agente de polícia.

 

De acordo com o diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, o candidato poderá interpor recurso contra o resultado provisório das provas discursivas para os cargos de delegado e agente de polícia, no período das 8h de 14 de dezembro de 2022, até as 23 horas e 59 minutos de 16 de dezembro de 2022. Para isso, o interessado deve interpor o recurso no site da banca organizadora, na respectiva página do concurso.

 

Ainda segundo Santana, será concedida a vista da folha de respostas das provas discursivas a todos os candidatos que tiveram suas provas corrigidas, no período recursal referente ao resultado provisório das provas discursivas.

 

Já em relação ao resultado das provas objetivas, não cabe mais recursos. Ainda nesta semana, será publicado também o edital com o resultado provisório das provas referentes aos cargos de médico legista, odontolegista, perito criminal, perito papiloscopista, auxiliar de necrópsia e escrivão de polícia.

Avalie este item
(0 votos)

Iniciou nesta segunda-feira, 12, mais uma semana de atendimentos das equipes do RG na Mão, desta vez no município de Pacaraima. A ação itinerante da PCRR (Polícia Civil de Roraima) em parceria com a DPE-RR (Defensoria Pública do Estado) segue até quinta-feira, 15, na sede do município e mais três comunidades que vão ter acesso aos serviços de emissão de 1ª e 2ª via do documento de identidade. 

 

Na tarde desta segunda-feira, 12, os atendimentos ocorrem na comunidade de Soracaima, das 14h às 18h.

 

Na terça, 13, a comunidade do Bananal recebe a ação, das 9h às 12h, com pausa para almoço e retorno das 14h até às 17h.

 

No mesmo horário, serão realizados os atendimentos na comunidade do Tarau Paru, na quarta-feira, 14.  Posteriormente, na quinta, 15, a sede do município recebe as equipes do RG na Mão, das 9 às 12h e das 14 às 17h.

 

O prazo para entrega do documento expedido nas ações itinerantes é de 30 dias, podendo ser retirado Pacaraima na sede local do posto de atendimento do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), localizado no prédio da Defensoria Pública Estadual no município.

 

DOCUMENTOS

 

Somente a primeira via da Carteira de Identidade é gratuita. Os documentos necessários para solicitar o documento são: Certidão de Nascimento original e a cópia para quem é solteiro ou de casamento (original e cópia), aos casados. Além disso, é preciso apresentar também o comprovante de residência. Não é necessário levar fotografia.

 

Para emissão da segunda via, o cidadão deve acessar o site da Sefaz, ir na opção Cidadão e clicar em “DARE-Avulso”. Na página, preencher os dados, inserir o código da Receita 8095 – Segurança Pública e depois selecionar “Cédula de Identidade Segunda via” e confirmar.

 

O valor da taxa é de R$ 54,93. Com o boleto pago, o cidadão deve apresentar o comprovante junto com os documentos citados acima, no momento em que for solicitar a segunda via.

 

RG na Mão emitiu mais de 300 documentos de identidade somente neste mês

 

Garantir acessibilidade para promover cidadania é uma meta do Governo de Roraima, por meio do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz) da Polícia Civil de Roraima. Para isso, ações itinerantes são constantemente realizadas nas comunidades e vilas mais distantes do Estado.

 

No início deste mês de dezembro, as equipes do IIOC estiveram na região nordeste de Roraima, no município de Uiramutã. Seis ações foram realizadas, atendendo as regiões da Comunidade Vizeu, (13 atendimentos), a comunidade Água Fria (120 atendimentos), comunidade Monte Muriá (15 atendimentos), a sede do município (93 atendimentos) e na Comunidade Uiramutã (80 atendimentos).

 

Todos os documentos solicitados nas ações em Uiramutã serão entregues com 30 dias. Quem solicitou na sede do município receberá o documento por meio de uma parceria com a vereadora professora Deuzuíta. Nas comunidades os documentos serão entregues para os tuxauas, que vão repassá-los aos solicitantes.

 

“Até o momento realizamos o total de 321 atendimentos em dezembro. Para este mês ainda temos programado mais uma ação. Não temos parado, nosso objetivo é sempre estar presente não só no local mais próximo do cidadão, mas com horários acessíveis e que permitam que eles obtenham o documento de identidade”, disse a servidora da PCRR Raiane Sales, coordenadora das ações.

Avalie este item
(0 votos)

O Natal é uma época única, mágica e cheia de tradição. Uma delas são as fotos em família, e pensando nisso o Governo de Roraima preparou uma decoração encantadora para o Palácio Senador Hélio Campos.

 

O Palácio está decorado na área externa e interna e está aberto todos os dias das 8h à 00h para que a população possa registrar esse período tão lindo e especial por meio de fotos, vídeos e postagens em redes sociais.

 

“A decoração de Natal é uma tradição muito especial que atrai as famílias e resgata a tradição da época. Estamos em um momento de celebração, de amor e a nossa intenção é que todos que visitem o Palácio do Governo sintam-se abraçados pela magia do Natal”, detalhou a primeira-dama do Estado, Simone Denarium

 

Diferente do ano passado que contou com uma decoração mais moderna com o tema envolvendo personagens da Disney, este ano, a ideia, como explicou o decorador Fredson Raulino foi transformar o local em um verdadeiro Palácio Natalino trazendo cores tradicionais como o dourado para deixar o local ainda mais sofisticado.

 

“A nossa inspiração foi o palácio de Versalhes [na França]. Trouxemos os painéis em 3D na parte externa e na parte interna optamos por puxar as cores tradicionais com o doutorado e o vermelho, para transformar em um Palácio do Papai Noel, e acho que conseguimos e fizemos um lindo trabalho”, comemorou Fredson.

 

 

VISITA DO PÚBLICO

 

O Palácio Senador Hélio Campos está aberto todos os dias das 8h até meia noite para visitação (de domingo a domingo). Está localizado no Centro da Capital, na praça do Centro Cívico e é a sede oficial do Governo de Roraima.

Avalie este item
(0 votos)

Iniciou nesta segunda-feira, 12, mais uma semana de atendimentos das equipes do RG na Mão, desta vez no município de Pacaraima. A ação itinerante da PCRR (Polícia Civil de Roraima) em parceria com a DPE-RR (Defensoria Pública do Estado) segue até quinta-feira, 15, na sede do município e mais três comunidades que vão ter acesso aos serviços de emissão de 1ª e 2ª via do documento de identidade. 

 

Na tarde desta segunda-feira, 12, os atendimentos ocorrem na comunidade de Soracaima, das 14h às 18h.

 

Na terça, 13, a comunidade do Bananal recebe a ação, das 9h às 12h, com pausa para almoço e retorno das 14h até às 17h.

 

No mesmo horário, serão realizados os atendimentos na comunidade do Tarau Paru, na quarta-feira, 14.  Posteriormente, na quinta, 15, a sede do município recebe as equipes do RG na Mão, das 9 às 12h e das 14 às 17h.

 

O prazo para entrega do documento expedido nas ações itinerantes é de 30 dias, podendo ser retirado Pacaraima na sede local do posto de atendimento do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), localizado no prédio da Defensoria Pública Estadual no município.

 

DOCUMENTOS

 

Somente a primeira via da Carteira de Identidade é gratuita. Os documentos necessários para solicitar o documento são: Certidão de Nascimento original e a cópia para quem é solteiro ou de casamento (original e cópia), aos casados. Além disso, é preciso apresentar também o comprovante de residência. Não é necessário levar fotografia.

 

Para emissão da segunda via, o cidadão deve acessar o site da Sefaz, ir na opção Cidadão e clicar em “DARE-Avulso”. Na página, preencher os dados, inserir o código da Receita 8095 – Segurança Pública e depois selecionar “Cédula de Identidade Segunda via” e confirmar.

 

O valor da taxa é de R$ 54,93. Com o boleto pago, o cidadão deve apresentar o comprovante junto com os documentos citados acima, no momento em que for solicitar a segunda via.

 

RG na Mão emitiu mais de 300 documentos de identidade somente neste mês

 

Garantir acessibilidade para promover cidadania é uma meta do Governo de Roraima, por meio do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz) da Polícia Civil de Roraima. Para isso, ações itinerantes são constantemente realizadas nas comunidades e vilas mais distantes do Estado.

 

No início deste mês de dezembro, as equipes do IIOC estiveram na região nordeste de Roraima, no município de Uiramutã. Seis ações foram realizadas, atendendo as regiões da Comunidade Vizeu, (13 atendimentos), a comunidade Água Fria (120 atendimentos), comunidade Monte Muriá (15 atendimentos), a sede do município (93 atendimentos) e na Comunidade Uiramutã (80 atendimentos).

 

Todos os documentos solicitados nas ações em Uiramutã serão entregues com 30 dias. Quem solicitou na sede do município receberá o documento por meio de uma parceria com a vereadora professora Deuzuíta. Nas comunidades os documentos serão entregues para os tuxauas, que vão repassá-los aos solicitantes.

 

“Até o momento realizamos o total de 321 atendimentos em dezembro. Para este mês ainda temos programado mais uma ação. Não temos parado, nosso objetivo é sempre estar presente não só no local mais próximo do cidadão, mas com horários acessíveis e que permitam que eles obtenham o documento de identidade”, disse a servidora da PCRR Raiane Sales, coordenadora das ações.

Avalie este item
(0 votos)

Executado pela primeira vez no Estado e sob responsabilidade do Governo de Roraima por meio da Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima), o Programa Centelha, do Governo Federal, pretende receber mais de 200 ideias inovadoras, sendo ao menos 15 startups beneficiadas com recursos financeiros.

 

As inscrições para o Centelha Roraima estão abertas até o dia 9 de janeiro de 2023. Até 15 projetos serão contemplados por meio do programa, com até aproximadamente R$ 53 mil em subvenção econômica, além dos demais benefícios. As regras para participação e inscrição podem ser conferidas no site oficial do projeto.

 

Por meio de benefícios como subvenção econômica, bolsas de apoio, capacitações e networking com parceiros, o programa busca incentivar a geração de ideias inovadoras em estágios iniciais, de ideação e prototipação. Nesta edição, todos os projetos contemplados receberão bolsas de apoio técnico financiadas pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

 

De acordo com o assessor técnico da Faperr, Elemar Favreto, a iniciativa é uma ótima oportunidade para quem quer começar ou melhorar o próprio negócio.

 

“É um programa que possibilita criar ideias e transformar em modelos de negócios, seja para constituir uma empresa ou ampliar as suas operações. É um projeto que estimula o empreendedorismo e o desenvolvimento do nosso estado”, afirmou Favreto, que também coordena o Programa Centelha em Roraima.

 

Durante a etapa de seleção, os empreendedores participantes passarão por três fases. As fases 1, 2 e 3 compreendem, respectivamente, na submissão de Ideias Inovadoras; na construção de um Projeto de Empreendimento; e por último, na elaboração de um Projeto de Fomento.

 

Ao longo dessas etapas, os empreendedores receberão capacitações para aprimorar os projetos inovadores, além de suporte e feedback dos avaliadores.

 

O PROGRAMA

 

Promovido pelo MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), o Programa Centelha acontece pela primeira vez em Roraima, executado de forma descentralizada por meio da articulação institucional e cooperação com órgãos e entidades do Governo do Estado.

 

O edital visa impulsionar ideias inovadoras e geração de novas empresas de base tecnológica de interesse social e empresarial, além da formação da cultura do empreendimento inovador.

 

Neste sentido, o programa busca ideias que desenvolvam produtos, processos ou serviços inovadores, que contribuam para o desenvolvimento da economia nacional.

 

Serão financiados 15 projetos com apoio financeiro de até R$ 53,3 mil pelo Governo do Estado em parceria com a Finep, além de R$ 26 mil em bolsa de inovação ofertadas pelo CNPq por projeto, totalizando um valor de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

 

No total, a previsão é de que sejam investidos R$ 97 milhões em todo o Brasil, sendo R$ 74 milhões pelo MCTI via FNDCT (Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e R$ 23 milhões pelos parceiros nos Estados.

 

As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do programa até o dia 9 de janeiro de 2023.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima está implantando a nova rede de subtransmissão e distribuição de energia em Amajari por meio da subestação Sucuba, com tensão de 34,5 kV (quilovolts). O sistema interliga o sistema da cidade ao do município de Alto Alegre, que já é conectado à matriz em Boa Vista.

 

Executada pela Seinf (Secretaria da Infraestrutura), a obra do Governo avançou mais de 60%, considerando a instalação das estruturas e o lançamento de cabos de transmissão de energia. O projeto inclui a construção da linha e uma subestação de 2,5 MVA (megavolt-ampères) na sede de Amajari.

 

Com a nova subestação que tem potencial de expansão futura para 5 MVA, o sistema passará a ser interligado ao de interiorização da fonte primária de Boa Vista, o que dará condições para atender a mais de 4 mil famílias na região.

 

“O investimento na modernização da distribuição de energia em Roraima é uma prioridade da gestão do Governo. Essa nova subestação reforça a estrutura energética em uma região que produz muito para o Estado”, declarou o governador Antonio Denarium sobre a nova estrutura, que vai atender a demanda de crescimento do município, reforçar o sistema energético e garantir ainda mais estabilidade para atrair novos investimentos.

 

A obra conta com investimento de R$ 14.790.930,20. Os recursos são provenientes de emenda parlamentar do deputado Jhonatan de Jesus em convênio com a Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia) e contrapartida do Executivo.

 

“O Governo de Roraima, com apoio do Governo Federal, está construindo mais de 95 km de linha de transmissão de energia. Isso vai solucionar um problema antigo de isolamento energético da região. Há previsão que a obra esteja pronta até maio do próximo ano”, explicou o responsável pela condução de projetos e diretor do Detel (Departamento de Engenharia de Telecomunicações) da Seinf, Jean Santos.

 

SISTEMA ELÉTRICO

 

A subestação tem como função converter (no caso, baixar) a energia gerada por uma usina ou qualquer geradora para a tensão adequada para atender as necessidades de uso das casas e das empresas.

 

Elas funcionam a partir de transformadores, que são os responsáveis por essa adaptação energética. Além disso, fazem o papel de ponto de entrega para atender as demandas, um componente fundamental em sistemas elétricos integrados.

Avalie este item
(0 votos)

Os moradores da comunidade do Roxinho, município de Iracema têm muito a comemorar. o Governo de Roraima entrega nesta terça-feira, 13, a Escola Estadual José Pereira de Araújo, completamente revitalizada e mobiliada. A solenidade será às 10h na escola localizada na Estrada Tronco, Km 55, S/N ao lado da Vicinal 5.

 

A instituição de ensino atende 157 estudantes no Ensino Fundamental Maior (6° ao 9° ano) e Ensino Médio. Para o gestor da escola, Francisco da Silva Araújo, toda a equipe gestora está entusiasmada para a volta às aulas.

 

“Estamos felizes, pois é um sonho realizado. Através do nosso governador Antonio Denarium, que mesmo em dias de sol ou chuva nunca deixou de olhar pela nossa comunidade. Com a nova realidade podemos ter grandes avanços na aprendizagem, agora que temos um ambiente escolar favorável”, destacou o gestor.

 

A Escola Estadual José Pereira de Araújo recebeu reforma geral por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura). A obra foi realizada com investimento do Tesouro Estadual na ordem de R$ 407.746,01.  A unidade de ensino não recebia reparos na estrutura física desde 2007.

 

“Em Iracema a escola José Pereira de Araújo nunca recebeu manutenção e agora será entregue uma reforma determinada pelo governador Antonio Denarium. Era um anseio antigo da sociedade local. Todos os equipamentos que escola recebeu são novos. Desde as carteiras aos utensílios de cozinha”, disse o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

MAIS INVESTIMENTOS EM IRACEMA

 

No município de Iracema, o Governo de Roraima revitalizou e reinaugurou a Escola Estadual Manoel Agostinho de Almeida e a Casa de Apoio dos Professores na Vila Campos Novos, em dezembro de 2021. O investimento foi do tesouro estadual na ordem de R$ 398.697,27.

 

Além disso, a Escola Estadual Dom Pedro II, localizada na sede, recebe obra de reforma geral. Os recursos são de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus na ordem de R$ 3,2 milhões mais contrapartida do Estado na ordem de R$ 950 mil. A obra é de responsabilidade da Seinf.

Avalie este item
(0 votos)

Nessa sexta-feira, 9, foi celebrado o Dia do Fonoaudiólogo. A data foi instituída pela lei nº 6.965/1981, tendo como finalidade reconhecer a importância do trabalho desse profissional para os serviços de saúde.

Em Roraima, o CER II (Centro Especializado de Reabilitação Física e Intelectual) se destaca como uma das unidades da rede pública estadual que mais realiza trabalhos de reabilitação de funções ligadas à fala.

Por mês, a unidade realiza 3.667 atendimentos a pessoas com problemas neurológicos que se encontram em processo de recuperação. Tais condições de saúde incluem a síndrome de Down, o espectro autista, a microcefalia, pacientes acometidos por AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou que tenham sofrido algum tipo de traumatismo craniano.

“Trabalhar no Centro de Reabilitação é vivenciar superações todos os dias. Como, por exemplo, um paciente que ficou quase um ano sem se alimentar pela boca e falar, e depois voltou a comer e a se comunicar”, destacou a fonoaudióloga Andreia Carneiro.

A especialista explica que a fono trabalha em uma série de situações, dentre elas o aperfeiçoamento da audição periférica e central, da função vestibular, da linguagem oral e escrita, da voz, da fluência, da articulação da fala e dos sistemas orofacial, cervical e de deglutição.

“A fono não se resume somente à fala, mas ela também atua na questão neurológica. Esse tipo de trauma não mexe só com a vida do paciente, mas também com a de toda família. Ver o êxito de garantir a evolução do paciente e ver a satisfação dessa família é muito gratificante”, completou.

Em abril de 2020, Wilson Amorim, de 64 anos, teve um AVC isquêmico, problema que acabou ocasionando o comprometimento da movimentação do lado direito do corpo paralisado e a fala. Desde então, ele vem passando por acompanhamento no CER II, que tem garantido um tratamento positivo para o paciente.

“[Desde o acontecimento] nós temos buscado o acompanhamento com fonoaudiólogo e com o fisioterapeuta aqui na rede, e tem sido proveitoso porque ele tem melhorado muito na questão da fala. No início, nós não conseguíamos nos comunicar com ele, e hoje é bem melhor”, comentou o filho, Higor de Andrade.

O CER II funciona dentro da estrutura do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência, que está localizado na Avenida São Sebastião, 1195, bairro Santa Tereza. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h e das 13h às 19h

Avalie este item
(0 votos)

O programa Morar Melhor, do Governo do Estado, executado pela Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima), foi agraciado, nesta quinta-feira, dia 8, com o prêmio Selo de Mérito / 2022.

A honraria foi concedida pela ABC (Associação Brasileira de Cohabs) e o FNSHDU (Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano), durante o 69º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, realizado em Brasília (DF).

A presidente da Codesaima, Maria Dantas, representando o governador Antonio Denarium, recebeu o prêmio, em cerimônia no Hotel Windsor, na Asa Norte da capital federal.

O Fórum debate temas ligados à habitação e também destaca projetos voltados para essa questão. Maria Dantas e o diretor de Habitação da Codesaima, Rodrigo Ávila, apresentaram um vídeo sobre o Morar Melhor e fizeram uma explanação sobre esse programa que já beneficiou mais de 2.000 famílias em Boa Vista e no interior de Roraima.

Segundo Rodrigo Ávila, o vídeo causou impacto nos presentes que viram a transformação que o programa promove na vida de pessoas simples da sociedade.

O Morar Melhor foi implantado em agosto de 2021 e já tem mais de 7.000 inscritos com 2.000 famílias beneficiadas. Durante a seleção, são observados critérios de prioridade que verificam a existência de pessoas com deficiências, idosos, crianças e mulheres chefes de família.

As obras ofertadas são pequenas e médias intervenções que estão fora da capacidade financeira dos moradores. São banheiros, rampas, instalações de portas e janelas, colocação de cerâmica e reboco, adaptação de cômodos para deficientes, entre outras construções que melhoram a qualidade de vida das pessoas.

A presidente Maria Dantas ressaltou a importância de todos que atuaram no programa. “Parabéns ao nosso governador Denarium que nos incentivou, ao diretor Rodrigo pela dedicação e compromisso com o programa. Obrigado a todos os colaboradores da Codesaima por fazer parte desse sucesso”, disse.

O Morar Melhor deve ser ampliado em 2023 com mais investimentos e novos projetos.

Avalie este item
(0 votos)

Nessa quarta-feira, 07, foi celebrado o Dia do Cirurgião Plástico, um profissional considerado vital para os trabalhos da atenção especializada em saúde. A data foi escolhida em alusão à fundação da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), no ano de 1948.

 

Em Roraima, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) é uma das referências locais. O setor atua em conjunto com outras áreas da unidade, como a ortopedia, mastologia, cabeça pescoço, entre outros.

 

De acordo com o coordenador de cirurgias plásticas do HGR, Márcio Arcoverde, mais de 40 procedimentos foram realizados na unidade somente este ano. Ele enfatiza ainda que a especialização nessa área requer muito investimento em cursos e capacitações.

 

“A profissão é uma curva de aprendizado muito longa. São seis anos de faculdade, mais três anos de cirurgia geral, depois quatro anos de cirurgia plástica, para só depois disso se especializar. Isso demanda muito tempo”, disse.

 

Em março deste ano, o cirurgião recebeu a Comenda Orgulho de Roraima, uma honraria entregue a personalidades que contribuíram, de alguma forma, para o desenvolvimento do Estado.

 

Arcoverde é concursado pelo Estado desde 2009, sendo reconhecido por sua conduta exemplar dentro de sua rotina de trabalho, conhecimento técnico na área em que atua de forma humanizada no tratamento com o paciente.

 

“A cirurgia plástica para mim é arte. Eu fico muito feliz em ser um artista reconhecido dentro da minha profissão. A cirurgia plástica é a minha vida”, ressaltou.

 

RESGATANDO A AUTOESTIMA

 

Dentre as principais ocorrências que a área de cirurgias plásticas atua estão os acidentes ortopédicos, fraturas, queimaduras e lesões que evoluem para perda de tecido de pele. Neste caso, o médico deve reparar as sequelas e restituir a funcionalidade corporal do paciente.

 

O aposentado Waldemir Correa, de 45 anos, sofreu um acidente de trânsito no mês passado. Agora precisa realizar o procedimento de retalho cutâneo, em que uma unidade de pele do próprio paciente é transferida para outra área receptora.

 

A técnica é utilizada na cobertura de feridas, proporcionando um melhor aspecto estético e funcional.

 

“A estética [da perna] vai voltar, não vai ter mais ferimento, acho muito importante o trabalho que o doutor faz aqui”, comentou o paciente.

 

Para Arcoverde, um dos pontos altos da profissão, mesmo diante das dificuldades encontradas nos casos mais difíceis, é pode devolver a autoestima do paciente.

 

“Poder elevar a autoestima das pessoas, trazer a recuperação funcional de algumas áreas que são lesionadas ou mutiladas, para nós cirurgiões plásticos é uma alegria, poder participar efetivamente da realização de um sonho”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

Representantes da Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) estão em Brasília participando do 69º FNHIS (Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social) da ABC (Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação).

 

O Fórum Nacional de Habitação é um evento realizado anualmente e conta com a participação de gestores públicos e técnicos de Estados, municípios e do Governo Federal que atuam no segmento. Nos últimos anos, tornou-se o principal evento do setor, contando com um público qualificado de cerca de 1400 pessoas de todo o Brasil.

 

O evento iniciou na quarta, 7, e encerrou nesta quinta-feira, 8, com uma extensa roda de debates sobre regularização fundiária e a participação de tribunais e cartórios, além de outros agentes e políticas de habitação.

 

Roraima recebeu o troféu do Selo de Mérito Especial 2022 pelo Programa Morar Melhor, projeto do Governo do Estado executado por meio da Codesaima. Outras agências de habitação do Brasil também foram premiadas.

 

O Morar Melhor foi apresentado pela presidente da companhia, Maria Dantas e o diretor de Habitação da empresa pública, Rodrigo Ávila, que expuseram os detalhes do projeto do Executivo que promove reformas nas moradias da população carente desde agosto de 2021, quando foi criado pelo governador Antonio Denarium.

 

“É importante a participação do Governo neste fórum. Debatemos com vários Estados a regularização fundiária com a participação dos Tribunais de Justiça e cartórios nesse processo. A ideia agora é contatarmos o TJ de Roraima, para concluir a regularização dos conjuntos habitacionais que ainda estão pendentes, como o Cambará e o Equatorial”, disse Maria Dantas.

 

O PROGRAMA

 

O Programa Morar Melhor foi criado em agosto de 2021 e já tem mais de 7 mil inscritos com 3 mil beneficiados.

 

Dantas falou do reconhecimento desse programa que atende tantas famílias da capital e do interior de Roraima. “É gratificante você ser reconhecido perante todos os Estados apresentando um programa de grande relevância como o Morar Melhor”, concluiu.

Avalie este item
(2 votos)

Encerrou nesta quarta-feira, 7, na esplanada do QCG (Quartel do Comando Geral), a programação de aniversário da PMRR (Polícia Militar de Roraima), com a promoção de 46 alunos-sargentos do Curso de Formação de Sargentos do Quadro de Praças Combatentes. Com a turma de hoje, o Governo de Roraima alcança mais de 2.300 policiais militares, entre oficiais e praças, promovidos na atual gestão.

 

A graduação dos militares é mais uma etapa concluída do trabalho de reestruturação da segurança no estado.

 

“Quando falamos em promoção, isso significa valorizar o profissional que se dedica à uma carreira tão nobre, e ao mesmo tempo reforçar a segurança pública do Estado. São qualificações que garantem a tranquilidade que a população merece. Na nossa gestão não houve fuga, rebelião, chacina ou outro crime bárbaro, e isso é resultado dos investimentos e da integração das nossas forças policiais. Aos novos sargentos, damos os parabéns e pedimos que sigam firmes no propósito de atuar com responsabilidade e respeito à nossa população”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

De acordo com o comandante geral da PMRR, coronel Francisco Xavier, os alunos-sargentos foram graduados e alcançaram a nova patente após cerca de cinco meses de treinamento.

 

“Foram mais de mil horas de aula e 34 disciplinas para que eles adquirissem o conhecimento necessário na área em que atuam. É com satisfação que participamos desse novo momento da segurança pública de Roraima, com os avanços que a Polícia Militar tem tido nos últimos anos graças à preocupação de uma gestão séria e preocupada com esse setor tão importante para a população roraimense, que é a maior beneficiada”, complementou o comandante.

 

Com novos equipamentos, Polícia Militar estará mais preparada para defender a população

 

Durante a solenidade, a corporação militar recebeu novos armamentos, incluindo 1.200 pistolas calibre 9mm e mais de 100 mil munições, entre os calibres 5.56 e 9mm, resultado do investimento de R$ 3.380.100,00 provenientes de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus, adquiridos por meio de convênio celebrado entre a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e o Governo de Roraima.

 

Também foram entregues seis drones tipos 1 e 2, bem como 800 novas poltronas ergométricas para as sessões e departamentos da PMRR. O investimento é de R$ 1.347.260,00 provenientes do FESP (Fundo Estadual de Segurança Pública).

 

Novos sargentos relatam emoção e orgulho por conquista da promoção

 

Concursado desde 2013, o sargento André Rodrigues foi o segundo melhor classificado no curso de formação, com nota 9,80. Orgulho que ele carrega na farda.

 

“É uma emoção tremenda estar aqui hoje. Graças a Deus estamos conseguindo conquistar essa dádiva, hoje vamos passar para outro nível e estou muito feliz e grato e pronto para servir e proteger a sociedade de Roraima”, disse o recém-promovido.

 

Uma das 15 policiais femininas promovidas a sargento na formação, Elizângela Moreno é concursada desde de 2014. Ela afirmou que é uma vitória alcançar a promoção.

 

“Eu me sinto muito honrada por fazer parte desse grupo de mulheres promovidas hoje e nós somos muito gratas pelo reconhecimento. Batalhamos muito por este espaço e estou muito feliz por galgar mais um nível na profissão e poder servir a população de Roraima”, complementou.

 

Programação de aniversário incluiu diversas atividades

 

A programação de aniversário de 47 anos da PMRR começou no dia 7 de novembro com várias atividades, incluindo ações de saúde, campeonatos esportivos, cultos ecumênicos, o tradicional concerto musical da banda da corporação, e que desta vez teve a participação especial de militares de Rondônia. No dia 26 de novembro, quando se comemora o aniversário da instituição, foi realizado o também tradicional Baile Branco da PM.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima entregou nesta quarta-feira, 07, mais de sete toneladas de alimentos a instituições carentes em Boa Vista cadastradas no PAA-RR (Programa de Aquisição de Alimentos em Roraima).

 

O montante de frutas, legumes e verduras produzido pela Coopercinco (Cooperativa dos Cinco Polos) foi adquirido pelo Governo de Roraima para promover o acesso à alimentação, inclusão social, economia e sustentabilidade produtiva.

 

O recebimento das mercadorias ocorreu na Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) e seguiu para as instituições beneficiadas na Capital. Atualmente, Boa Vista, Bonfim, Iracema, Rorainópolis e Caroebe são os municípios atendidos pelo PAA-RR.

 

Em 2022, o PAA forneceu mais de 850 toneladas de alimentos, beneficiando famílias carentes. A partir de agora, o programa será substituído pelo PAB (Programa Alimenta Brasil) a nível nacional, incluindo Roraima.

 

“Hoje encerramos o ciclo do PAA em Roraima, mas o Governo vai continuar o projeto com o PAB e reforçar as redes de comercialização de produtos naturais e originários da nossa região. A ideia é que a gente fortaleça a agricultura familiar e ao mesmo tempo destine parte dessa produção para pessoas em situação de insegurança alimentar”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O secretário Emerson Baú também avaliou a execução do PAA-RR nos últimos meses, explicando que, desde abril deste ano, o Governo do Estado já entregou 857.106 mil toneladas de produtos e movimentou R$ 3 milhões

 

“A aquisição beneficia diversas instituições de caridade, como o Ministério Missionário Desígnio de Deus, a Associação Roraimense de Pessoas com Deficiência e do Espectro Autista, a Associação de Apoio Comunitário de Boa Vista, Associação Moradia Digna, Associação Dente de Leite, entre outras”, disse o titular da Seadi.

 

BENEFICIAMENTO

 

Na agricultura familiar, o PAA-RR tem mudado a realidade de pequenos produtores em Roraima nos últimos anos. “Com o suporte do programa, nossa produção vem ganhando espaço no mercado, também beneficiando o público carente. A estrutura nos ajuda bastante com o escoamento da produção e no desenvolvimento dos negócios”, explicou o agricultor Ciro Fernandes.

 

Para o representante do Ministério Bom Samaritano, Juracy Noronha, o PAA-RR é uma realidade necessária para o povo carente de boa alimentação. “Agradecemos o trabalho do PAA-RR. Ele beneficia mais de 270 pessoas só na nossa comunidade. Sabemos que este trabalho vai continuar com o PAB”, complementou.

 

ALIMENTA BRASIL

 

Iniciando em Roraima, o Programa Alimenta Brasil cadastrou no mês de novembro novos agricultores familiares enquadrados no Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). E dentre as novidades do PAB está o benefício por unidade familiar no valor de R$ 12 mil por ano.

 

Com a implementação do PAB, o Governo Federal também ampliou os recursos para os pequenos produtores em Roraima, disponibilizado na conta mais de R$ 7 milhões para a execução da compra de gêneros alimentícios com doação simultânea por instituições também cadastradas que trabalham com pessoas em situação de vulnerabilidade social ou insegurança alimentar e nutricional.

 

Por meio de compras governamentais de alimentos, o PAB também fortalece os circuitos locais, regionais e redes de comercialização; valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos; incentiva hábitos alimentares saudáveis, estimula o cooperativismo e o associativismo.

 

Para 2023, a expectativa com o PAB-RR é atrair mais fornecedores e também distribuir mais produtos de qualidade e quantidade necessárias para quem se encontra em situação de insegurança alimentar.

Avalie este item
(0 votos)

Com detecções recentes de casos de influenza aviária na em países da América do Sul como Colômbia, Equador, Peru e Venezuela no último mês, os órgãos de defesa sanitária do Brasil elevaram o nível de atenção para a doença, que pode causar muitos prejuízos caso chegue ao País.

 

Atento à situação, o Governo de Roraima vem acompanhando e reforçando as medidas de prevenção por meio da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), em parceria com o DSA (Departamento de Saúde Animal) do Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, além da colaboração de outros órgãos públicos e entidades privadas.

 

A elevação do nível de alerta vem exigindo ações permanentes de atenção à situação da IAAP (influenza aviária de alta patogenicidade) no mundo e reforçando as medidas de prevenção do ingresso da doença no país, segundo informou o gerente de Defesa Animal da Aderr, Paulo Figueiroa.

 

“Todos os envolvidos estão trabalhando no sentido de detectar precocemente casos suspeitos em aves domésticas e silvestres, de forma a preparar respostas a eventuais ocorrências no país”, enfatizou.

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, alertou sobre o início do período de maior migração de aves silvestres para o Brasil e um possível aumento da carga viral nas populações de aves migratórias com potencial de disseminação do vírus da influenza aviária, além dos impactos socioeconômicos e ambientais de uma eventual ocorrência da doença.

 

Ainda de acordo com Parisi, é necessária a participação da sociedade no sentido de colaborar com os órgãos de defesa sanitária e agropecuária para evitar a entrada da gripe aviária no Brasil. “Pedimos a colaboração dos produtores, profissionais da área, observadores de pássaros e toda população de modo geral para a notificação imediata de eventos excepcionais de mortalidade de aves silvestres ou domésticas”, frisou.

 

CONSUMO

 

Conforme o gerente Paulo Figueiroa, a proteína animal mais consumida no mundo é a de aves, algo que ocorre pelo custo mais acessível e maior disponibilidade do produto, que chega facilmente à mesa da população.

 

“Por isso é dever de todos zelar por um plantel saudável, assim como pela saúde de todos, que pode ser definida como esforço colaborativo multidisciplinar. Esse trabalho precisa atuar a nível local, nacional e global para garantir uma sanidade ótima para o homem, os animais e o meio ambiente”, disse.

 

INFLUENZA AVIÁRIA

A gripe aviária é causada pelo vírus influenza tipo A. Ele evoluiu e é altamente patogênico, ou seja, com alto índice de contágio, com impactos severos no setor da avicultura. Além da necessidade do abatimento das aves, há um retardo no ciclo de produção.

 

A doença chegou à Colômbia, Peru e Equador, e na última sexta-feira, 2, o vírus foi detectado em pelicanos na região costeira norte do Estado de Anzoátegui, na Venezuela, segundo informou o Governo do país.

 

PRODUÇÃO RECORDE

 

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de frango, com 14,4 milhões de toneladas, mas lidera as exportações mundiais, comercializando 4,9 milhões de toneladas de carne desta ave no exterior. Uma eventual chegada da doença ao país colocaria o produto brasileiro sob suspeita de vários países, que o evitariam por questões sanitárias ou por embargos comerciais.

 

O Brasil detém 35% das exportações mundiais, e deve atingir US$ 10 bilhões neste ano. São próximos de R$ 55 bilhões vindos de fora para irrigar a economia nacional. Se a doença atingir o mercado interno, tanto os consumidores brasileiros quanto os estrangeiros serão afetados.

 

Avalie este item
(0 votos)

Referência no atendimento aos moradores que residem na região sul do Estado, o Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto, localizado no município de Rorainópolis, tem reforçado a assistência em saúde para pacientes com necessidades especiais.

 

Dentre as especialidades mais acessadas está a bucomaxilo. O serviço foi implantado na unidade em dezembro de 2020, mas precisou ser suspenso por conta da covid-19. Agora, de março deste ano até o fim do mês de novembro, a unidade tem realizado mais de 20 atendimentos mensais para esse público.

 

“É uma especialidade com muita demanda na região. O Governo de Roraima atendeu às demandas da população e fez um planejamento minucioso para que a prioridade fosse para esse público, que agora não precisa mais se deslocar para a capital”, destacou a titular da Sesau (Secretária de Saúde), Cecília Lorenzon.

 

De acordo com a diretora do hospital, Juliene Monauer, Rorainópolis possui uma média de 268 pacientes PCD (pessoas com deficiência).

 

Ela explica ainda que os procedimentos da bucomaxilo incluem extração de sisos, lesões em boca e face, frenectomia (remoção de um frênulo, pequena dobra de tecido que impede que um órgão do corpo se mova), trauma de face, DTM (Disfunção Temporomandibular), drenagem de abscesso e biópsias.

 

“Iniciamos esse trabalho de atendimento odontológico para pacientes portadores de necessidade especiais, uma grande vantagem para as famílias que agora não precisam mais se deslocar até a capital para procurar atendimento odontológico para receber atendimento especializado”, completou.

 

Outros procedimentos bucomaxilofaciais incluem extrações dentárias, cirurgia de dentes supranumerários (dentes a mais), adequação do meio bucal e remoção de lesões na boca.

 

Especialista em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial da unidade, Silvana Ruiz, ressalta a importância da realização do atendimento no centro cirúrgico.

 

“Os atendimentos são realizados no centro cirúrgico, dessa maneira fica mais fácil realizar os atendimentos, visto que não é possível realizar os tratamentos em um consultório odontológico, devido a não colaboração dos pacientes e também por apresentarem doenças sistêmicas que requerem maiores cuidados”, pontuou a médica.

 

A auxiliar de serviços gerais Jossania Domingos, 31, é mãe de criação do pequeno Joandson Herllan, de sete anos. Por ser PCD, ele precisava passar por um procedimento que necessitava de sedação total

 

“Tenho muito a agradecer a dra. Silvana e a sua equipe. [Esse serviço] é muito importante, porque tem pessoas que não tem condições de ir para Boa Vista, e ter esse atendimento especializado aqui no Hospital é ótimo para toda a população de Rorainópolis”, comentou.

 

O paciente que necessitar de atendimento basta procurar a unidade e agendar uma consulta. Em menos de uma semana é realizado os exames pré-operatório e toda a avaliação para que o procedimento seja feito.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima decidiu manter o feriado alusivo à Nossa Senhora da Conceição, quinta-feira, dia 08, em todas as repartições públicas das administrações direta e indireta somente na Capital Boa Vista e decretou ponto facultativo na sexta-feira, dia 09, em todo o Estado.

 

O ponto facultativo nesta sexta-feira, 09, é em razão do jogo do Brasil na Copa do Mundo FIFA de 2022, no Catar. Os decretos serão publicados no Diário Oficial do Estado.

 

Dessa forma, na quinta e sexta-feira, somente em Boa Vista, serão mantidos os atendimentos essenciais nas unidades de saúde de urgência e emergência, policiamento civil e militar, bombeiro militar, como também ações de fiscalização no trânsito.

 

E no interior, nos 14 municípios, o expediente será normal na quinta-feira, dia 08, e na sexta-feira, dia 09, funcionam somente os serviços essenciais.

Avalie este item
(0 votos)

A equipe de transição da área de Segurança Pública da nova gestão do Governo Federal, reuniu-se em Brasília (DF) nesta terça-feira, 6, com representantes das polícias civis das unidades da Federação. O delegado-geral da PCRR (Polícia Civil de Roraima), Eduardo Wayner, representou o Estado no evento.

 

Durante a programação, delegados-gerais e chefes de polícia expuseram a situação das polícias civis dos Estados. O encontro teve como objetivo apresentar demandas das polícias judiciárias, entre elas a Lei Geral das Polícias Civis, a criação de uma secretaria de polícia judiciária dentro do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública).

 

“Esse é um momento muito importante para a Polícia Judiciária, além da integração podemos deliberar de forma alinhada com outros Estados sobre as necessidades e prioridades relacionadas a área de segurança pública”, disse Wayner.

 

A reunião foi realizada no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) em Brasília, onde a equipe de transição está realizando diversos encontros com setores da sociedade e do atual governo para se inteirar das necessidades e ações a serem realizadas. Delegados-gerais de diversos Estados da Federação estiveram presentes.

 

Também foi discutido o uso de uma plataforma única para o trabalho integrado entre as entidades estaduais e a distribuição de recursos por meio de fundo, além de propostas de inovações tecnológicas no âmbito do setor de segurança pública.

 

ELEIÇÕES

 

Ainda nesta terça-feira, 6, em Brasília, o delegado-geral da PCRR participou do encontro com o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Alexandre de Moraes, que reuniu os delegados-gerais das polícias civis de todos os Estados brasileiros e do Distrito Federal, para agradecer pelo trabalho de cada um na garantia da segurança e a tranquilidade durante o primeiro e o segundo turno das Eleições Gerais de 2022.

 

A ministra Cármen Lúcia, que será a presidente do TSE nas Eleições Municipais de 2024, também participou da reunião e ressaltou a importância do trabalho dos delegados nas eleições.

 

Avalie este item
(0 votos)

Dando continuidade ao maior Programa de Recuperação dos Prédios Públicos do Estado, o Governo de Roraima entregou nesta terça-feira, 6, a Escola Estadual Voltaire Pinto Ribeiro Ribeiro, completamente revitalizada e mobiliada.

 

Na noite desta terça-feira, 6, os estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) retornam às aulas presenciais e vão encontrar carteiras escolares novas, kits refeitórios, salas climatizadas, quadros brancos, bebedouros, utensílios de copa e cozinha, entre outros mobiliários que compõem a nova estrutura da instituição de ensino.

 

“É um momento muito importante a entrega de mais uma escola revitalizada e com novos mobiliários, equipamentos e com a merenda em dia. Sabemos da importância de prédios escolares reestruturados, tanto para o desenvolvimento do trabalho dos nossos professores e servidores quanto para o aprendizado dos nossos alunos”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

A escola, que fica localizada no bairro Silvio Leite, em Boa Vista, atende 678 estudantes no Ensino Fundamental Maior (6° ao 9° ano) e EJA (Educação de Jovens e Adultos). Para o gestor da escola, George Areb Palheta, a entrega da revitalização é um sonho realizado.

 

“O espaço está renovado, com móveis novos, temos um grupo de professores completo, merenda e todo o material que a gente sempre sonhou, ou seja, nós só temos que agradecer e comemorar”, destacou Areb.

 

Esta é a 39ª escola revitalizada e entregue para a comunidade escolar pela atual gestão. O governador Denarium anunciou ainda a construção de quatro escolas novas na capital, os bairros Cruviana, São Bento, Pérola e Cidade Satélite, além da reforma de mais unidades de ensino.

 

A orientadora educacional da escola, Marlete Araújo, explicou que a revitalização é muito significativa para a comunidade escolar, incluindo alunos, professores, servidores e pais.

 

“Uma palavra resume o dia de hoje: alegria. Alegria pela escola nova, por recebermos nossos alunos novamente e por termos um ambiente revitalizado para trabalhar, que com certeza vai contribuir muito para o processo de ensino aprendizagem”, frisou Marlete.

 

A escola está devidamente abastecida com produtos para o preparo da merenda escolar e com o quadro de professores completo.

 

"É muito bom estar aqui na comunidade entregando mais uma escola revitalizada. É determinação do governador termos esse olhar diferenciado para a estrutura dos prédios escolares. Agora contamos com a colaboração dos estudantes e da comunidade para manter esse ambiente limpo e conservado", destacou Nonato Mesquita, secretário de Educação e Desporto.

 

REVITALIZAÇÃO

 

A Escola Estadual Voltaire Pinto Ribeiro recebeu reparos na parte elétrica e hidráulica, pintura nova no prédio e na quadra, troca de lâmpadas. Também foram colocadas telas na quadra esportiva, para evitar a infestação de pombos. O investimento foi de R$ 1.946.052,04 advindos do Tesouro Estadual. A unidade de ensino não recebia reparos na estrutura física há 15 anos.

 

A escola também recebeu TV Smart, estantes, armários, além de freezer, geladeira, fogão e utensílios de copa e cozinha que há mais de dez anos não eram entregues para as escolas da rede estadual de ensino.

 

“Estou muito feliz com a escola nova. Está muito bem mobiliada. Dou parabéns a toda a equipe que organizou a entrega. Tenho as melhores expectativas para o retorno presencial”, disse o estudante do 9° ano do Ensino Fundamental, Matheus Rodrigues.

Avalie este item
(0 votos)

Na tarde desta terça-feira, 6, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) deu início ao “Aprendendo a Fazer: workshop de desenvolvimento de ideias inovadoras para o Programa Centelha Roraima”, promovido em parceria com a UERR (Universidade Estadual de Roraima) e a UFRR (Universidade Federal de Roraima).

 

No início da tarde, o encontro foi realizado no auditório da UERR com alunos, professores e demais servidores das instituições. O objetivo do evento é dar mais publicidade e atrair mais submissões de ideias inovadoras para o Programa Centelha Roraima, que está com inscrições abertas e é executado pelo Governo do Estado por meio da Faperr.

 

O workshop foi um momento para divulgar a proposta do Centelha. O assessor técnico da Faperr, Elemar Favreto, também atua como coordenador local do programa e explicou que a comunidade acadêmica de Roraima deve aproveitar a oportunidade de submeter projetos no edital recém-aberto.

 

“Passamos pela UFRR e pela UERR para poder esclarecer as dúvidas dos interessados sobre o Programa Centelha. Estaremos passando pelas universidades e faculdades para poder levar ainda mais informação e oportunidade”, destacou Favreto.

 

Com a colaboração do advogado e pesquisador Heráclio Duran, a apresentação começou com uma palestra sobre inovação e empreendedorismo. De acordo com Heráclio, a intenção é estimular que mais pessoas possam transformar suas ideias em empreendimentos, em inovação e avanços. “Tudo isso é pensando no futuro. O Programa Centelha vem para subsidiar as boas ideias de empreendedores para avançarmos e crescermos no setor em Roraima”, afirmou.

 

O workshop deverá ser apresentado também em outras Instituições de Ensino, como o IFRR (Instituto Federal de Roraima) e no IED (Instituto de Educação e Inovação), que ocorrerá na tarde desta quarta-feira (07), às 15h. Já no IFRR, o workshop acontecerá no mês de janeiro de 2023.

 

PROGRAMA CENTELHA RORAIMA

 

Promovido pelo MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), o Programa Centelha acontece pela primeira vez em Roraima.

 

O edital visa impulsionar ideias inovadoras e geração de novas empresas de base tecnológica de interesse social e empresarial, além da formação da cultura do empreendimento inovador.

 

Neste sentido, o programa busca ideias que desenvolvam produtos, processos ou serviços inovadores, que contribuam para o desenvolvimento da economia nacional. 

 

Serão financiados 15 projetos com apoio financeiro de até R$ 53,3 mil pelo Governo do Estado em parceria com a Finep, além de R$ 26 mil em bolsa de inovação ofertadas pelo CNPq por projeto, totalizando um valor de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

 

As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do programa até o dia 9 de janeiro de 2023.

Avalie este item
(0 votos)

Após quase cinco meses de treinamento, 46 alunos-sargentos do Curso de Formação de Sargentos do Quadro de Praças Combatentes serão graduados e alcançarão a nova patente. A cerimônia ocorrerá nesta quarta-feira, 7, às 16h40, na esplanada do QCG (Quartel do Comando Geral) da PMRR (Polícia Militar de Roraima).

 

O curso teve início no dia 20 de julho deste ano, com carga horária de 1.085 horas e 34 disciplinas. Os alunos foram instruídos multidisciplinarmente em áreas do conhecimento que competem a segurança pública. Com esse arcabouço, esses formandos estarão preparados para o exercício de suas funções regulamentares.

 

“Esses policiais estão ainda mais preparados para atender a nossa população em toda e qualquer situação. Durante nossa gestão, trabalhamos para que todos os policiais pudessem ter as melhores qualificações profissionais e levassem esse conhecimento para a prática para as ruas de Roraima”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

O comandante da PMRR, coronel Francisco Xavier, ressaltou que a formatura chega durante o final das comemorações do aniversário da corporação e ressaltou que esse é mais um momento muito significativo para a Segurança Pública e para a Polícia Militar em si.

 

“Esses 46 novos sargentos estarão somando nas atividades de policiamento ostensivo na capital e no interior do Estado, serão novos comandantes com uma motivação bem acima da média, estarão aptos a comandar equipes em várias frentes de policiamento”, disse.

 

NOVOS EQUIPAMENTOS

 

Durante a cerimônia, serão entregues novos armamentos, sendo 1.200 pistolas calibre 9mm, 4 mil munições calibre 5.56 e 101 mil munições calibre 9mm.

 

O valor investido no equipamento bélico é de R$ 3.380.100,00 oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus, adquiridos por meio de convênio celebrado entre a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e o Governo de Roraima.

 

Também serão entregues seis drones tipos 1 e 2, bem como 800 novas poltronas ergométricas para as sessões e departamentos da PMRR. O investimento é de R$ 1.347.260,00 provenientes do FESP (Fundo Estadual de Segurança Pública).

 

PROGRAMAÇÃO

 

A solenidade de formatura encerra a programação de aniversário de 47 anos da PMRR, iniciada no dia 7 de novembro. Várias atividades ocorreram desde então, como ações de saúde, campeonatos esportivos, cultos ecumênicos e a recente formação dos alunos-sargentos.

 

No dia 19 de novembro, a corporação realizou o tradicional concerto musical da banda da Polícia. Aberto ao público, o evento contou com a participação de policiais militares de Rondônia.

 

Já no dia 26 de novembro, dia em que é comemorado o aniversário da instituição, foi realizado o também tradicional baile branco, que contou com a participação dos policiais militares e de autoridades do Estado.

 

Valorização da tropa e investimentos na PMRR são prioridades para atual gestão

 

A promoção dos 46 novos sargentos é a consolidação do trabalho do Governo de Roraima na valorização da Polícia Militar de Roraima. Somente durante os quatro primeiros anos da atual gestão, foram 2.276 policiais promovidos, sendo 570 oficiais e 1.706 praças beneficiados.

 

Para tornar ainda melhor o atendimento das guarnições junto à população, o governo também promoveu a realização de cursos de qualificação. Por ano, foram realizados:

 

2019: nove treinamentos, totalizando 99 policiais;

2020: 14 treinamentos, totalizando 400 policiais;

2021: 12 treinamentos, totalizando 725 policiais;

2022: 19 treinamentos, totalizando 1.169 policiais até o dia 1º de dezembro do mesmo ano. Destes, dois treinamentos ainda estão em execução.

Avalie este item
(0 votos)

Devido à grande demanda, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) abrirá novo prazo para inscrição no sorteio público de vagas para matrículas nos colégios estaduais militarizados e para duas escolas estaduais civis (Lobo D’Almada e Euclides da Cunha). O prazo havia encerrado na última sexta-feira, 2, e teve mais de 3,2 mil inscritos.

 

Agora, os interessados em participar poderão ingressar com um recurso e fazer a inscrição entre quarta, 7, a sexta-feira, 9, como explicou o adjunto da Secretaria dos Colégios Estaduais Militarizados da Seed, José de Sousa.

 

“Nesta quarta [dia 7], vamos divulgar a lista preliminar de inscritos e caso algum pai ou responsável perceba inconsistência na inscrição, poderá entrar com recurso até sexta [dia 9]. Quem, por algum motivo não conseguiu realizar a inscrição também poderá fazer durante este período”, explicou o secretário.

 

Tanto os recursos contra a lista preliminar de inscritos quanto novas inscrições devem ser protocolados por meio deste link. Até sexta-feira passada, 2, foram registradas 3.256 inscrições, sendo 2.453 para vagas nos Colégios Militarizados (2.105 para o 6º ano do Ensino Fundamental e 348 vagas para a 1ª série do Ensino Médio).

 

Para a Escola Euclides da Cunha foram realizadas 361 inscrições, e para a Escola Lobo D’Almada foram efetivadas 442 inscrições.

 

DAS VAGAS

 

Estão sendo ofertadas 3.592 vagas para sorteio nos colégios militarizados sendo 1.120 para a 1ª série do Ensino Médio e outras 2.472 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental, distribuídas entre 20 instituições de ensino da capital, além de 150 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental da Escola Euclides da Cunha e 231 vagas para 1ª série do Ensino Médio da Escola Lobo D’Almada.

 

O SORTEIO

O auditório do IERR (Instituto de Educação de Roraima), localizado na Alameda dos Bambus, nº 525, bairro Pricumã, foi o escolhido para ser o local de transmissão do sorteio público. Terão acesso presencial ao sorteio os gestores escolares e representantes das APMs (Associação de Pais e Mestres). Pais e responsáveis poderão assistir o sorteio que será transmitido ao vivo pelo canal da PMRR (Polícia Militar de Roraima) no YouTube.

Avalie este item
(0 votos)

A Sesp (Secretaria de Segurança Pública) realizou, na manhã desta terça-feira, 6, a eleição para escolha dos novos conselheiros do Conespds-RR (Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social de Roraima). O edital para convocação dos interessados no processo de seleção foi publicado no dia 26 de outubro no DOE (Diário Oficial do Estado) e as inscrições ocorreram entre os dias 4 a 11 de novembro, na sede da secretaria.

 

O Conespds disponibilizou ao todo seis vagas, porém apenas duas foram preenchidas. Um representante do Sindicato da Polícia Civil e um representante da Associação dos Oficiais da Polícia Militar foram eleitos durante a reunião realizada hoje no Auditório da SESP. Para o preenchimento das quatro vagas restantes será elaborado um novo edital, de acordo com o secretário-executivo do Conespds, capitão Ubirajara Dutra Capaverde Júnior.

 

Os integrantes do novo colegiado terão mandato de dois anos consecutivos, podendo ser prorrogado por mais dois anos, de acordo com Lei nº 1.357, de 26 de novembro de 2019 e o secretário executivo Capaverde ressalta a importância da participação da sociedade civil organizada na formulação de políticas públicas relacionadas à segurança pública, bem como para a correta aplicação dos recursos administrados pelo FESP (Fundo Estadual de Segurança Pública).

 

“O Conselho é um importante espaço para o diálogo entre o governo e a sociedade civil e sem dúvida, a constituição do Conespds foi uma conquista democrática que veio para fortalecer o controle e a participação social na tomada de decisões e o sistema de segurança no estado como um todo”, explicou Capaverde.

 

O titular da Sesp e presidente do conselho, coronel Edison Prola, destaca que as ações do colegiado são fundamentais e essenciais para a tomada de decisões, principalmente no tocante aos recursos administrados pelo Fesp (Fundo de Segurança Pública).

 

”A eficácia das ações realizadas pelas forças policiais nos mostra que estamos no caminho certo. Nosso objetivo é contribuir para fortalecer os órgãos de segurança no Estado e com isso melhorar o serviço prestado à população. Os recursos oriundos do Fundo de Segurança nos permite aparelhar nossas polícias, adquirir equipamentos, armamentos e demais insumos para dar um serviço melhor, com mais celeridade e eficiência”, destacou Prola.

 

O CONSELHO

 

O Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social de Roraima é um órgão colegiado de natureza consultiva e deliberativa, que integra a estrutura básica da Sesp. Ele tem como finalidade e competência caráter de consulta, sugestão e acompanhamento social das atividades de segurança pública e defesa social. Ele permite a participação da sociedade na definição de prioridades para a agenda política, bem como na formulação, no acompanhamento e no controle das políticas públicas.

Avalie este item
(0 votos)

Devido ao aumento de casos da covid-19, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), a principal referência hospitalar do Estado, tem reforçado uma série de medidas que visam preservar a saúde de pacientes e acompanhantes.

 

“A ideia é massificar essas normas de rotina justamente para os usuários não terem contratempos ao adentrar a unidade hospitalar. Contamos com a sensibilização de todos para que essas regras sejam seguidas", afirmou o diretor administrativo da unidade, Edgar Hoover.

 

Desde o início da pandemia, mais de 170 mil casos foram confirmados em Roraima.  A doença também causou o óbito de 2.177 pacientes e outras oito mortes seguem em investigação.

 

SUSPENSÃO CONTINUA

 

Segundo Hoover, as visitas continuam suspensas por medida de segurança, sendo permitida a presença de acompanhante apenas nos blocos de internação. Em casos isolados, a família é chamada até a unidade, por meio da equipe de serviço social.

 

“Nós continuamos em pandemia, em nenhum momento o Ministério da Saúde decretou o término dela, por isso, é super importante estar com a vestimenta adequada e o uso correto da máscara”, destacou.

 

O horário de troca de acompanhante é realizado somente nos horários das 7h às 8h, 13h às 14h e das 18h às 19h, sendo permitida a permanência de apenas um acompanhante para cada paciente.

 

Não é permitida a entrada e permanência de acompanhante que estiver trajando roupas curtas, transparentes, decotadas, com as costas nuas e também blusas de alças.

 

Outras medidas adotadas pelo HGR incluem a obrigatoriedade do uso da máscara nas dependências da unidade e a necessidade da apresentação do comprovante de vacinação.

Avalie este item
(0 votos)

O período do vazio sanitário da soja em Roraima iniciará no dia 19 de dezembro e vai durar 90 dias, com a suspensão total da cultura no campo em todo o Estado. O objetivo é evitar a propagação da ferrugem asiática nas áreas produtivas do Estado, quebrando o ciclo de produção de esporos do fungo.

 

De acordo com a Portaria n° 821 da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), publicada em 14 de abril deste ano, o vazio sanitário começa no próximo dia 19 de dezembro e será encerrado em 18 de março de 2023.

 

O vazio sanitário faz parte do Programa de Controle da Ferrugem Asiática, criado em junho de 2022 pelo Governo de Roraima e seguindo orientação do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A medida permitiu a criação de um cadastro de todos os produtores de soja locais, visando ações de controle da sanidade na produção roraimense.

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, enfatizou que a área de cultivo da soja no Estado tem crescido ano após ano, demonstrando a força do agronegócio em Roraima. “A previsão da safra 2022/2023 é de 150 mil hectares de soja. Essa é uma estimativa bastante plausível, caso acompanhe a evolução dos últimos anos. Vale ressaltar o apoio e o empenho do governador Antonio Denarium que vem incentivando muito o agronegócio,” disse Parisi.

 

VAZIO SANITÁRIO

 

O vazio sanitário para a cultura da soja é o período no qual é proibido cultivar ou implantar cultivos da leguminosa, bem como manter ou permitir a presença de plantas vivas em qualquer fase de desenvolvimento.

 

É uma estratégia agrícola, segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), utilizada para quebrar o ciclo da praga Phakopsora pachyrhizi, agente causador da Ferrugem Asiática.

 

“O principal dano dessa praga é a desfolha precoce, impedindo a completa formação dos grãos, com consequente redução da produtividade”, disse o diretor de Defesa Vegetal da Aderr, Marcos Prill.

 

O controle por meio de defensivos agrícolas, com o uso de produtos autorizados pelo Mapa tem se mostrado eficiente na redução dos danos da praga na lavoura. Entretanto, o uso ininterrupto favorece a resistência do fungo ao controle químico. “Justamente por isso a quebra do ciclo do fungo é a forma mais eficiente para reduzir a resistência da praga aos fungicidas,” detalhou o agrônomo da Aderr, Hugo Bandeira.

 

FERRUGEM ASIÁTICA EM RORAIMA

 

A ferrugem asiática da soja está presente no Brasil desde 2001. Em Roraima, a enfermidade foi detectada oficialmente por laudo oficial do Mapa em 2021.

 

Segundo o presidente Marcelo Parisi, a praga foi identificada em propriedades dos municípios de Alto Alegre e Iracema, sendo confirmada por laboratório oficial credenciado pelo Ministério. “Estamos atentos e preparados para realizar todas as ações necessárias ao combate à praga”, reforçou.

 

A descoberta do primeiro caso da praga, no plantio de soja em Roraima, foi um trabalho dos técnicos da Aderr com a colaboração da Embrapa-RR, por intermédio do pesquisador Daniel Schurt.

 

A identificação da doença ocorreu durante inspeção de rotina de plantios, quando foi realizada coleta de folhas de soja, com sintomas pelos técnicos da Aderr. A confirmação oficial veio após análise em laboratório oficial credenciado junto ao Mapa, confirmando a presença do patógeno no material amostrado.

 

Os procedimentos de coleta e de acondicionamento e envio das amostras foram acompanhados por Schurt em atendimento a um termo de cooperação técnica entre as instituições.

Avalie este item
(0 votos)

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), está atendendo moradores do município de Uiramutã, na região norte do Estado com a emissão do RG (Registro Geral). A ação ocorre em parceria com a DPE-RR (Defensoria Pública do Estado de Roraima).

 

De acordo com o delegado-geral, Eduardo Wayner, o “RG na Mão” é um programa do Governo de Roraima executado em parceria com várias instituições e de forma itinerante nos municípios, aproximando a comunidade dos serviços oferecidos pela instituição policial.

 

Nesta segunda-feira, 5, os trabalhos estão sendo realizados na comunidade Monte Moriá II, das 9h às 16h.

 

AGENDA

 

Os atendimentos seguem durante a semana. Na terça-feira, 6, e na quarta-feira, 7, a emissão de documentos será na sede do Município de Uiramutã, na Escola Estadual Joaquim Nabuco.

 

De quinta, 8, a sexta, 9, serão atendidos os moradores da Comunidade Uiramutã, na Escola Estadual Júlio Pereira.

 

De acordo com a servidora da PCRR que está coordenando a ação, Raiane Sales, o serviço tem como objetivo atender os moradores que moram distantes da capital e que têm dificuldades em ter acesso ao documento.

 

“Os documentos ficam prontos em até 30 dias, e são entregues nas comunidades por meio da Defensoria Pública Itinerante, garantindo comodidade para quem solicitou o RG”, disse a coordenadora.

 

AÇÃO ITINERANTE

 

A ação itinerante teve início no dia 1º de dezembro, na Comunidade Vizeu em Normandia. Em seguida a equipe se deslocou para Uiramutã. Nos dias 02 e 03 o atendimento ocorreu na comunidade Água Fria, onde foram solicitadas a emissão de 112 RGs

 

DOCUMENTOS

 

Somente a primeira via da Carteira de Identidade é gratuita. Os documentos necessários para solicitar o documento são: Certidão de Nascimento original e a cópia para quem é solteiro ou de casamento (original e cópia), aos casados. Além disso, deve-se apresentar também o comprovante de residência. Não é necessário levar fotografia.

 

Para emissão da segunda via, o cidadão deve acessar o site da Sefaz, ir na opção Cidadão e clicar em “DARE-Avulso”. Na página, preencher os dados, inserir o código da Receita 8095 – Segurança Pública e depois selecionar “Cédula de Identidade Segunda via” e confirmar.

 

O valor da taxa é de R$ 54,93. Com o boleto pago, o cidadão deve apresentar o comprovante junto com os documentos citados acima, no momento em que for solicitar a segunda via.

Avalie este item
(0 votos)

Representantes da PCRR (Polícia Civil de Roraima), lotados na DRE (Delegacia de Repressão à Entorpecentes) e no Denarc (Departamento de Narcóticos) participam nesta segunda, 5 até quinta-feira, 8, em Brasília, do Encontro Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Drogas.

 

O evento acontece na sede do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), no âmbito do Projeto M.O.S.A.I.C.O. da Seopi (Secretaria de Operações Integradas). 

 

Participam do evento o delegado Marcus Albano e o agente de polícia Francival Lima. O encontro também conta com representantes das polícias judiciárias de todos os Estados da Federação.

 

Durante o encontro, serão apresentados casos práticos sobre investigações de tráfico de drogas e lavagem de capitais com o objetivo de promover as boas práticas no enfrentamento a esse tipo de crime e a integração das forças de segurança.

 

Para a delegada-geral adjunta e diretora do Denarc, Darlinda Moura Viana, o evento é de extrema importância, uma vez que atualiza os policiais sobre as boas práticas no âmbito da investigação, gera mais integração entre as polícias brasileiras e aumenta o compartilhamento de informações que venham auxiliar as frentes de investigações.

 

Projeto M.O.S.A.I.C.O.

 

O projeto é desenvolvido pela Seopi, por meio da CCGO (Coordenação-Geral de Combate ao Crime Organizado), para auxiliar as investigações policiais em todas as unidades da Federação.

 

Sob o acrônimo: Modernização (M), Operações (O), Segurança Pública (S), Autonomia (A), Integração (I), Combate (C), Organizações criminosas (O), o projeto foi concebido para auxiliar as Polícias Civis e Federal na desarticulação das chamadas orcrims (organizações criminosas).

 

O projeto possui três eixos de atuação: operações, capacitações e aquisições para fomentar as investigações patrimoniais, a recuperação de ativos e a atuação em rede.

 

Avalie este item
(0 votos)

Prejudicada pela ação do tempo e das enchentes que atingiram o município do Uiramutã durante os invernos dos últimos anos, a ponte da região do Madureza, que possui 40 metros de extensão, foi reconstruída pelo Governo de Roraima e entregue à população local.

 

Foram investidos recursos próprios do Executivo estadual na ordem de R$ 640 mil para construção da ponte, que é considerada uma das mais importantes da região. A obra viabiliza o acesso dos moradores às comunidades Morro, Maracanã e Mutum, entre outras.

 

“Concluir e entregar essa obra é mais do que um compromisso do Governo com a população do Uiramutã. Cada obra concluída é uma alegria que nos traz a sensação de dever cumprido com as pessoas que enfrentaram dificuldades de locomoção na região”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O Governo tem trabalhado na recuperação de mais pontes e estradas no município. “Nosso propósito é buscar solução para os problemas identificados que surgem nas estradas, evitar outros e melhorar as condições de tráfego nas estradas vicinais de todo o estado”, afirmou o secretário-adjunto da Seinf (Secretaria da Infraestrutura), Emerson de Paula.

 

MAIS INVESTIMENTOS

 

A atual gestão do Governo de Roraima já recuperou outras pontes já foram recuperadas no município nos últimos anos, como a que fica localizada no Igarapé do Salgado também foi colocada uma nova ponte com extensão de 45 metros.

 

Ainda na RR 171, sobre o Igarapé Darora, a Seinf construiu uma ponte com extensão de 30 metros. Na RR 407 foram recuperadas mais três pontes, sobre os igarapés Santa Paz, Aradi e Bom Jardim com extensão de 15, 20 e 15 metros, respectivamente.

 

Além do trabalho de recuperação de pontes, o Governo investiu diretamente mais de R$ 3 milhões na recuperação das estradas vicinais e rodovias que cortam o município.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta segunda-feira, 5, o CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) deu início a mais um CFS BM (Curso de Formação de Sargentos do Quadro de Praças Combatentes). A solenidade de início ocorreu no auditório da corporação, no bairro Pricumã, e reuniu bombeiros militares e familiares dos alunos-sargentos.

 

A nova turma inicia com 31 componentes, sendo 30 deles selecionados através de concurso interno, e um sendo o primeiro colocado do curso de cabos.

 

A formação terá duração de seis meses, com carga horária de 1.690 horas/aulas divididas em seis módulos. As instruções teóricas e práticas serão ministradas nas unidades militares do próprio Corpo de Bombeiros e na APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago).

 

Além de toda a capacitação profissional envolvendo atividades administrativas e operacionais da corporação militar, os futuros sargentos serão especializados ainda em COI (Curso de Operações em Incêndios).

 

O aluno-sargento Souza Pinto é um dos integrantes da nova turma. Ele explicou sobre a importância de acessar uma nova etapa da carreira. “No Corpo de Bombeiros é um dos cursos mais esperados após a nossa entrada na instituição. Pelo que temos acompanhado, são cursos bastante técnicos, focados no ensino e instrução e que vão nos capacitar para contribuir da melhor maneira na corporação em prol da sociedade”, declarou.

 

O comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, parabenizou os integrantes da nova turma de sargentos e reforçou o compromisso da Corporação com a melhoria constante da capacitação dos militares.

 

“A busca pelo conhecimento técnico não pode parar. A sociedade vem evoluindo e o Corpo de Bombeiros tem que acompanhar para entregar um bom serviço à sociedade, e é sempre isso que buscamos: militares cada vez mais preparados para servir bem”, disse.

 

Após a solenidade que marcou o início do curso, os alunos-sargentos participaram da aula inaugural com o tema “Planejamento Estratégico, tático e operacional: ampliando a visão para se atingir a eficiência para o combate a incêndio urbano”, ministrada pelo tenente Cirlei Crispim.

Avalie este item
(0 votos)

As inscrições para dez novos cursos do Capacita Saúde, ofertados pelo Governo de Roraima, por meio do IERR (Instituto de Educação de Roraima), estão abertas e podem ser feitas por meio do endereço https://portal.ierr.edu.br/.

Os dez cursos oferecidos totalizam 500 vagas, as aulas começam na segunda-feira, dia 5, e serão realizadas no Centro Universitário Estácio da Amazônia. Cada turma conta com 50 vagas e a formação tem duração de 40 horas/aula. Para os cursos que começam à noite, as inscrições podem ser feitas até segunda-feira.

A reitora do IERR, Elísia Martins, destacou a importância da qualificação para os servidores que já trabalham na área e para quem almeja entrar no mercado de trabalho.

“O Governo de Roraima, através do Instituto de Educação de Roraima, continua com a sua maratona com cursos na área da saúde. É a possibilidade que o servidor da área da saúde tem de qualificar-se, dar um plus no seu currículo e melhorar a qualidade de atendimento à população”, disse Elísia Martins.

 

CURSOS OFERTADOS

 

Os cursos oferecidos na próxima semana são: Gestão e Terapia Nutricional para Pacientes Hospitalizados, Controle de Infecção Hospitalar, Gestão de Contratos de Convênios em Saúde, Gestão de Riscos de Emergência em Saúde Pública no Contexto do Covid, Epidemiologia em Saúde, Atendente de Farmácia (Intermediário), Noções Básicas de Avaliação Nutricional, Comunicação na Saúde, Biossegurança e Segurança do Paciente e Psicologia da Saúde.

 

Primeiras turmas concluíram cursos neste sábado

 

Os mais de 2 mil inscritos que iniciaram as aulas na segunda-feira, 28, concluíram os cursos neste sábado, 3. Eles destacaram a importância da formação para o desenvolvimento de suas atividades.

Para o acadêmico de Enfermagem e um dos alunos do curso de Pulsão Venosa, Thiago Monteiro, é uma excelente oportunidade que ele está tendo com essa qualificação.

“É uma oportunidade de aprimoramento profissional, de mais conhecimentos, porque muita gente peca na questão da prática. Se a gente tem o conhecimento da prática, vai conseguir fornecer uma assistência de qualidade aos pacientes com um olhar humanístico”, garantiu.

A aluna do curso de Primeiros Socorros e também acadêmica do curso de Enfermagem, Victória Alexandra Ribeiro Lobato, disse que foi muito importante participar da qualificação e que planeja fazer o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) sobre Primeiros Socorros.

“A importância é imensa tanto para os estudantes da saúde quanto para pessoas leigas, inclusive planejo fazer o meu TCC focado na importância de pessoas leigas saberem fazer primeiros socorros por conta das mortes por engasgo que a gente tem no Brasil, principalmente de crianças. As pessoas não estão preparadas para lidar com algumas situações corriqueiras do dia a dia. Então, é extremamente importante ajudar. Excelente o Governo oferecer esses cursos gratuitamente, porque, com certeza, tem muita gente que não tem como tirar do salário para pagar um curso desses”.

A estudante de Psicologia e aluna do curso de Saúde Mental nas Organizações de Trabalho, Anna Flávia Castro, ressaltou a qualidade das aulas e a necessidade de pessoas qualificadas para atuarem na área de saúde mental.

 “Sou acadêmica de Psicologia e saúde mental é um tema atual e necessário, principalmente dentro das organizações. Então só tenho a agradecer ao Governo do Estado pelo incentivo e ao Instituto de Educação por toda essa assistência que está nos trazendo. Uma estrutura incrível com mestres de excelência. Vai fazer uma grande diferença no meu currículo”.

 A Professora Jessik Custódio Pereira disse que são discutidos vários assuntos durante o curso e quem participou sai com bastante conhecimento para empregar independente da área de atuação.

“A gente discute vários assuntos dentre os quais os transtornos que mais assolam os trabalhadores, quais são as melhores formas de intervir sobre essa realidade, considerando não só o papel da psicologia, mas também como ponto de partida para explicar como as funções psicológicas atuam no adoecimento humano. Então, quem participa desse curso de capacitação sai com ferramentas, com orientações adequadas sobre como ajudar e contribuir para a produção de uma saúde mental de mais qualidade na vida das pessoas. Não importa qual o segmento do mercado em que vá atuar”.

A reitora Elísia Martins fez uma avaliação positiva sobre a primeira etapa do Capacita Saúde.

“É um balanço totalmente positivo. O governador Antonio Denarium trabalha focado em resultados e temos resultados positivos. Foram mais de dois mil alunos qualificados durante esta semana. Trabalhamos saúde mental, alimentação saudável, técnicas de pulsão venosa, primeiros socorros, inseminação artificial, saúde também na área animal.  Estamos encerrando com o sentimento de dever cumprido”, frisou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Escola de Governo da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), realiza, nesta semana, um curso de Direção Defensiva e Mecânica Preventiva destinado a servidores que conduzem veículos da frota oficial.

O investimento na modalidade visa ampliar os conhecimentos dos motoristas e garantir mais segurança no trânsito. São oferecidas 60 vagas, divididas em duas turmas, com 30 alunos em cada uma. As aulas, teóricas e práticas, serão realizadas na terça-feira, 6, e na quarta-feira, 7.  

O Curso tem carga horária de 12h e será ministrado pelo comandante da Força Tática da PMRR (Polícia Militar de Roraima), 1° tenente Marcello Paraguassú de Oliveira.

As aulas teóricas começam a partir das 7h30, na Escola de Governo, e as aulas práticas serão realizadas a partir das 13 horas, no Parque de Exposições Dandãezinho. Os inscritos terão oportunidade de atualizar-se no conhecimento e na prática de direção defensiva em veículos como S10, L200 e Hilux, utilizados na frota oficial do Estado.

 

ESCOLA DE GOVERNO

 

A Escola de Governo é vinculada à Secretaria de Gestão Estratégica e Administração e sua atividade principal é promover a capacitação e reciclagem do capital humano do Estado.

Diversos cursos fazem parte do rol de treinamento da Escola, seja por meio de aulas presenciais ou à distância.

De 2019 a outubro de 2022, a instituição já ofertou 29 cursos e palestras, nas áreas de atendimento ao público, SEI (sistema de processos e documentos eletrônicos), informática, Processo Administrativo Disciplinar e Sindicância, redação oficial, gerenciamento de RH (Recursos Humanos) e saúde, capacitando mais de 21 mil servidores. 

Avalie este item
(0 votos)

O mundo celebra neste sábado, 03, o Dia Internacional de Luta da Pessoa com Deficiência, data instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da inclusão dessas pessoas na sociedade.

Em Roraima, segundo dados do CER II (Centro Especializado de Reabilitação Física e Intelectual), cerca de 3 mil pessoas são assistidas mensalmente pela unidade.

Por lá, o paciente tem acesso aos serviços de assistência social, fonoaudiologia, terapias ocupacionais, fisioterapia, fisiatria, pediatria, psicologia e triagem em saúde com profissionais de enfermagem.

“É importante termos essa estrutura, porque é um público muito grande e quando oferecemos isso nós tocamos a vida dessas pessoas e transformamos o dia a dia delas aqui no Centro”, afirmou o médico especialista em medicina física e reabilitação, Rodrigo Vasconcelos.

José Manuel Blanco, de 52 anos, frequenta o CER II desde setembro deste ano, logo após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Desde então, ele tenta recuperar as funções do lado direito do corpo.

“Quando ele chegou aqui não andava e nem se movimentava, agora já está dando alguns passos e comendo com a própria mão. Antes, ele usava fralda e agora já pede para ir ao banheiro”, destacou o genro do paciente, Emivaldo de Araújo. 

O Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência está localizado na Avenida São Sebastião, 1195, bairro Santa Tereza. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h e das 13h às 19h

 

 

OFERTA DE MEIOS DE LOCOMOÇÃO

 

Outro serviço oferecido pelo Governo do Estado é o repasse de meios de locomoção para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, por meio do PAPD (Programa de Atenção e Prevenção a Deficiência) da Secretaria de Saúde.

A iniciativa foi criada com a intenção de proporcionar autonomia para pessoas que possuem algum problema de locomoção. De janeiro a julho deste ano, 730 cadeiras de rodas foram repassadas para pacientes da rede pública de saúde.

Para receber o item, o interessado deve fazer um cadastro junto ao PAPD, que funciona na estrutura física do NERF (Núcleo Estadual de Reabilitação Física). Os documentos exigidos são os seguintes:

- Cópia da Carteira de Identidade ou Registro de Nascimento;

 - Cópia do CPF;

 - Cópia de um Comprovante de Residência;

 - Cópia do Cartão do SUS;

 - Solicitação original do material médico, fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional.

O NERF está localizado na Avenida Ataíde Teive, 6459, bairro Nova Canaã. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 10h30 e das 13h às 16h30.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta sexta-feira, 2, o governador Antonio Denarium assinou dois decretos que beneficiam os servidores técnicos administrativos da Educação e tratam sobre o recebimento do adicional de qualificação e do abono pró-funcionário.

 

Os benefícios estão previstos no novo PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações) dos técnicos (Lei N° 1.672 de 27 de abril de 2022), mas necessitavam de regulamentação.

 

“Essa é mais uma ação que demonstra o respeito da gestão pelos profissionais que atuam na Educação de Roraima. Os servidores técnicos administrativos também têm o meu reconhecimento, pois são servidores que estão no dia a dia das escolas, na ponta, executando serviços essenciais para a rotina do ambiente escolar”, declarou o governador Antonio Denarium sobre os decretos que beneficiam a classe.

 

Com os documentos assinados, aproximadamente 800 servidores técnicos administrativos que optaram por serem enquadrados no PCCR poderão receber os benefícios, desde que cumpram os requisitos exigidos no próprio plano.

 

“Esta era uma demanda que estávamos correndo atrás há algum tempo e hoje se concretizou com a assinatura dos decretos pelo governador. Sempre trabalhamos com diálogo e acredito que é assim que deve ser. Precisamos conseguir benefícios mostrando a necessidade da nossa categoria”, destacou Leonilde Lima, diretora do Departamento dos Técnicos Educacionais do Sinter (Sindicato do Trabalhadores em Educação do Estado de Roraima).

 

OS BENEFÍCIOS

 

De acordo com um dos decretos, que trata sobre o adicional de qualificação, esta incidirá em aumentos percentuais que vão de 5% a 25%, dependendo da formação do servidor em cursos de Tecnólogo, Graduação, Especialização, Mestrado e Doutorado.

 

Já o abono pró-funcionário, tema do segundo decreto, será concedido aos técnicos que comprovarem formação no curso Pró-Funcionário ou no curso técnico profissional do Eixo Tecnológico de Desenvolvimento Educacional (de acordo com o Catálogo Nacional dos Cursos Técnicos). O valor mensal do abono será de R$ 542,08. Os decretos serão encaminhados para publicação no DOE (Diário Oficial do Estado).

 

Leonilde Lima enfatizou ainda que somente nesta gestão os técnicos administrativos estão sendo realmente valorizados. “Desde 2004 quando teve o concurso dos técnicos nós lutamos pela nossa valorização. Passaram muitos governos e nada. Somente o governador Denarium abraçou a nossa causa, ele disse que iria nos valorizar como profissionais da educação e está acontecendo”, ressaltou.

 

O governador fez questão de ressaltar que a atual gestão sempre manteve diálogo permanente com o Sinter. “É uma parceria que vem dando certo. O Governo está empenhado em valorizar todos os servidores e está demonstrando isso na prática, por meio das ações que vem valorizando todas as categorias e agor, com os técnicos da educação. Agradeço à presidente do Sinter, Josefa Matos e toda a diretoria do sindicato pela confiança”, finalizou Denarium.

 

O PLANO

 

O PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações) dos servidores técnicos administrativos da educação, regido pela Lei N° 1.672 de 27 de abril de 2022, foi elaborado por uma comissão formada por técnicos da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Segad (Secretaria de Gestão, Estratégia e Administração) e o Sinter.

 

O Plano é voltado a servidores como merendeiros, assistentes alunos e secretários de escola, profissionais que contribuem para a formação integral dos estudantes. Além de dispor sobre benefícios como adicional de interiorização, adicional de qualificação, ajudas de custo, qualificações profissionais, progressões verticais e horizontais.

 

O PCCR também prevê a criação de cargos de nível superior como nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais, profissionais necessários no atendimento educacional.

 

Após a aprovação da Lei, os técnicos administrativos, antes regidos pela Lei Estadual N° 103216, puderam optar pelo enquadramento no novo PCCR, desde que estivessem lotados na rede de Educação Básica do Estado até a data da publicação da Lei 1.67222 e que apresentassem documentos exigidos para o enquadramento.

Avalie este item
(1 Votar)

O tão sonhado asfalto está chegando à Vila São Silvestre, no município de Alto Alegre, marcando uma nova era de desenvolvimento e progresso para a região. Ao todo, o Governo de Roraima vai asfaltar 29 quilômetros da localidade, que serão divididos em dois lotes: o primeiro, de 18 km, e o segundo, de 11 km.

 

Neste momento, está em execução a preparação da base para receber o asfalto. Até o final de dezembro, serão entregues esses 3 km concluídos. “O projeto inclui asfalto com cinco centímetros de espessura e seis metros de largura, além de sinalização vertical e horizontal e drenagem”, segundo informou o secretário-adjunto da Seinf (Secretaria de Estado da Infraestrutura), Emerson de Paula.

 

A pavimentação da via é realizada pela pasta meio com investimento de mais de R$ 13 milhões, de emenda parlamentar do deputado federal Ottaci Nascimento e contrapartida do Executivo roraimense.

 

“O investimento irá facilitar o transporte de produtos agrícolas, além de evitar transtornos em períodos chuvosos e diminuir os gastos com veículos por causa de manutenção”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

A região também receberá uma ponte mista de concreto e aço com oito metros de largura. As vigas já estão em construção para o início da obra.

 

PROJETO DE ASFALTAMENTO

 

Outras estradas importantes estão passando por serviços de pavimentação no interior do Estado. É o caso da Vicinal Tronco, que dá acesso à comunidade Malacacheta, no Cantá,

e o asfaltamento da Vila Martins Pereira, em Rorainópolis, até São Luís do Anauá.

 

No município de São João da Baliza, os serviços na estrada da vicinal 26 para receber o asfalto segue a todo vapor.  A vicinal 28, também segue com obras de terraplanagem para execução do asfaltamento.

 

As vicinais 7 e 12, que interligam as vilas Martins Pereira e Moderna, em Rorainópolis, também serão asfaltadas em breve, e os trabalhos na localidade já foram iniciados.

Avalie este item
(1 Votar)

O Comitê Estadual de Avaliação do PGE (Prêmio Gestão Escolar) Maria Odete Calheiros Pena Edição 2022 deu início à execução do cronograma de visitação às escolas finalistas. Até a próxima sexta-feira, 9, serão dez escolas avaliadas e posteriormente, no dia 16 de dezembro, serão conhecidas as unidades vencedoras.

 

Os avaliadores são profissionais que atuam na Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima), CEE (Conselho Estadual de Educação), Uerr (Universidade Estadual de Roraima) e ProBncc (Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular).

 

“Neste momento, o Comitê observa todas as evidências apresentadas nos relatos de boas práticas que foram compartilhadas em conformidade com o edital, a fim de classificar as três unidades escolares que receberão os disputados prêmios”, salientou Rosilda Garcia, diretora do Depe (Departamento Especial de Políticas Educacionais) da Seed.

 

Este ano, o PGE distribuirá R$ 33 mil reais em premiação para as escolas vencedoras, sendo R$ 15 mil para o primeiro lugar, R$ 10 mil para o segundo lugar e R$ 8 mil para o terceiro lugar. Os valores devem ser investidos na instituição de ensino. No total, 28 escolas participam da Edição 2022.

 

AS FINALISTAS

 

A Escola Estadual São José está entre as dez selecionadas para esta segunda fase do Prêmio. A escola inscreveu no Prêmio o ‘Plano de Formação Docente’. A gestora da unidade de ensino, Jeane Soares, disse que é uma conquista estar entre as dez melhores escolas, destacando que toda a equipe gestora e pedagógica, incluindo os professores, participaram do planejamento.

 

“Nós estamos aguardando a visita dos avaliadores e estamos confiantes pois sabemos do nosso Plano de Formação Docente. Um Plano construído de forma colaborativa, durante o ano letivo de 2022. Todos participaram de oficinas ministradas dentro da escola. Foi uma forma de oportunizar a formação continuada dos professores”, disse Jeane.

 

Além da Escola Estadual São José, as demais finalistas são:

 

  • Colégio Estadual Militarizado João Rogélio Schuertz – CEM XIII (Caracaraí)
  • Escola Estadual Buriti
  • Escola Estadual General Penha Brasil
  • Escola Estadual Lobo D’Almada
  • Escola Estadual Major Alcides Rodrigues dos Santos
  • Escola Estadual Mario David Andreazza
  • Escola Estadual Professor Voltaire Pinto Ribeiro
  • Escola Estadual Professora Coema Souto Maior
  • Escola Estadual São Vicente de Paula

 

SOBRE O PRÊMIO

 

Em sua 3ª edição, o PGE Maria Odete Calheiros Pena foi instituído pelo Governador Antonio Denarium em agosto de 2020. Seguindo os moldes da edição do PGE promovido pelo Consed (Conselho Nacional de Educação), o prêmio estadual foi criado para valorizar as boas práticas escolares.

 

Na primeira edição, realizada em 2020, o prêmio contou com a participação de 55 escolas, sendo 42 da capital, 11 do interior e duas escolas de comunidades indígenas. A escola Estadual Major Alcides foi a vencedora desta edição.

 

Em 2021, na segunda edição, participaram 43 escolas sendo 40 da capital, uma indígena (Escola Estadual Indígena David de Souza) e duas do interior: Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto de Alto Alegre e Colégio Estadual Militarizado Tenente João de Azevedo Cruz, de Nova Colina, Rorainópolis.

Avalie este item
(1 Votar)

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) publicou na quarta-feira, 30 de novembro, a Resolução 04/2022, que dispõe sobre o reajuste de 25,03% na tarifa de água. Os novos valores virão na conta de janeiro de 2023, a partir da medição do consumo do mês em vigor. Com o reajuste, as taxas residenciais passam ao valor de R$ 29,79.

 

Desde 2017 a empresa, que tem a menor tarifa de água do Brasil, não realizava a revisão tarifária, conforme explicou o presidente da Caer, James Serrador. “Mesmo com a medida adotada, passará a ser a quarta menor tarifa entre os 27 Estados brasileiros, uma vez que a diretoria considerou o impacto que um percentual maior causaria nos usuários”, disse.

 

CÁLCULO

 

Para subsidiar a revisão, o corpo técnico da Caer analisou, por exemplo, a variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que totalizou 33,66%, de 2018 a 2022. E ainda a variação da taxa do IPCA (Índice de Preços para o Consumidor Amplo), que atingiu 29,57%, no mesmo período.

 

Também foram analisados os índices de reajuste dos últimos quatro anos do combustível, que atingiu a média de variação de até 95,4% no óleo diesel, por exemplo; da energia elétrica, que tem um reajuste acumulado de 83,81%; os produtos químicos utilizados no tratamento da água, cuja variação vai de 67, 3% à 564,6%; e o salário mínimo, cuja variação no reajuste atingiu 29,31% de 2018 a 2022.

 

“Os estudos realizados pelo corpo técnico da Caer sugeriram reajuste de 57,51%, com análise dos índices de reajustes do INPC, IPCA, energia elétrica, combustível, produtos químicos e o salário mínimo dos últimos quatro anos, bem como os custos e as receitas da empresa. Porém, a diretoria decidiu pela revisão tarifária com percentual inferior, menor impacto junto aos usuários e garantia da manutenção da qualidade dos serviços”, detalhou Serrador.

 

Com a revisão, o valor da tarifa de água passa a ser de R$ 2,96, por cada mil litros de água. Dessa forma, em uma residência que consome mensalmente 10 m³, ou seja, dez mil litros de água, o aumento será de cerca de R$ 4,00.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima executa diversas medidas de prevenção e combate à violência contra a mulher, envolvendo neste trabalho órgãos da gestão e as forças de segurança estaduais. Para fortalecer ainda mais as ações realizadas, a Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) realizou uma reunião institucional na tarde desta quinta-feira, 1º, na Casa da Mulher Brasileira.

 

Durante o debate foram definidas medidas estratégicas que serão colocadas em prática para intensificar o trabalho de prevenção e combate à violência contra a mulher.

 

“Solicitamos essa reunião para reunir os órgãos de segurança e tratar da otimização dos serviços prestados às mulheres vítimas de violência doméstica. São medidas que devem ser aplicadas de forma integrada para que o resultado esperado seja alcançado de forma mais eficaz e o mais breve possível”, esclareceu a titular da Setrabes, Tânia Soares.

 

Para a promotora de Justiça de Defesa da Mulher, Lucimara Campaner, ter o Governo imbuído no trabalho é uma demonstração de gestão comprometida com o bem-estar da população, especialmente da mulher.

 

“Vemos que o Governo também não aceita essa violência e está se mobilizando para dizer não a esse tipo de crime e os órgãos estão empenhados em prol de unir esforços para reforçar as políticas públicas existentes para que essa mulher possa buscar pelos seus direitos sem correr risco de vida”, complementou a promotora.

 

Medidas serão adotadas de forma integrada

 

Entre os pontos debatidos ficou definido que algumas medidas estratégicas serão colocadas em prática como a instalação da Sala Lilás, na Central de Flagrantes, para o melhor acolhimento das mulheres vítimas atendidas pela Polícia Civil, a ampliação do serviço 190 no interior do Estado, com a implantação nos municípios onde ainda não há o serviço, além da capacitação de servidores que atuarão nesse primeiro atendimento à mulher e ainda a criação do Aplicativo “ELA”, que será desenvolvido pela Seegd (Secretaria Extraordinária de Governo Digital) para maior divulgação das ações educativas.

 

A subcomandante-geral da PMRR (Polícia Militar de Roraima), coronel Valdeane Alves explicou que todos os órgãos de segurança reúnem esforços para coibir este tipo de violência, e cabe a Polícia Militar ampliar o canal de entrada. “Com isso, a mulher tem acesso para fazer o pedido de socorro, então o nosso trabalho será no sentido de melhorar esse atendimento que exige uma atenção maior, diante da necessidade de dar atenção priorizada a essas vítimas”, destacou.

 

CAMINHADA PELA PAZ

 

A Caminhada Pela Paz surgiu de forma espontânea entre a própria sociedade roraimense que se sensibilizou pela causa da violência de gênero, e vai ocorrer no dia 6 de dezembro, a partir das 16h30, saindo do 2º Batalhão da Polícia Militar, com destino à praça Germano Augusto Sampaio.

 

“O enfrentamento a violência, hoje mais uma reunião com os principais para ratificar o apoio e comprometimento do governo nessa causa, que é uma causa de todos nós, e incluir a própria sociedade civil. Fazemos o convite a todos que participem dessa caminhada, vamos vestir branco e buscar pela paz”, enfatizou a secretária Tânia. 

 

Reunião técnica reuniu principais agentes envolvidos nas ações de combate à violência

 

Entre as propostas discutidas pelas entidades, ficou decidido ainda que os serviços de saúde serão ampliados, com reforço da estrutura de um núcleo de saúde que funciona na sede da Setrabes e na Casa da Mulher Brasileira.

 

“A expectativa é que tenhamos uma equipe de profissionais de saúde mais completa para melhorar o atendimento e dar atenção não só à mulher, mas ao parceiro e filhos para que essa família possa conviver em um ambiente saudável”, detalhou a secretária.

 

Participaram do encontro o secretário da Casa Civil, Flamarion Portela, representando o governador Antonio Denarium; a secretária da Setrabes, Tânia Soares; o secretário extraordinário de Governo Digital, Paulo Torres; o titular da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), Edison Prola e o adjunto, Ellan Wagner; a subcomandante-geral da PMRR, coronel Valdeane Alves; o delegado-geral da Polícia Civil de Roraima, Eduardo Wayner; a diretora do CHAME (Centro Humanitário de Apoio à Mulher), da ALE-RR (Assembleia Legislativa de Roraima), Aldenize Barros; e a promotora de Justiça da Mulher, Lucimara Campaner, representando o MPRR (Ministério Público de Roraima).

 

Avalie este item
(1 Votar)

Pela segunda vez desde que foi fundada, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) está presente no Fórum Nacional do Consecti (Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação) e do Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa) 2022, realizado entre os dias 30 de novembro a 2 de dezembro em Campo Grande (MS).

 

O evento promove o encontro de presidentes e representantes das 27 instituições estaduais de amparo à pesquisa, secretarias estaduais, representantes de agências federais e internacionais de fomento à ciência, tecnologia e inovação, além da comunidade acadêmica e científica da região.

 

O Fórum Nacional segue até sexta-feira, 2, com apresentação da CGU (Controladoria Geral da União) sobre Economia da Inovação nas IFES (Instituições Federais de Ensino Superior). A programação conta com relatos de grupos de trabalho, discussões e encaminhamentos. Ainda na sexta-feira, os integrantes se deslocam até o município de Bonito (MS), para fazer uma visita ao Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) local.

 

Representando Roraima, o presidente da Faperr, Pedro Cerino, foi ao Fórum Nacional. Ele explicou que o evento é importante e uma oportunidade para enriquecer a recém-fundada instituição estadual. “Encerrarmos o ano com chave de ouro. Discutir ciência e tecnologia é necessário para o avanço do nosso Estado e da pesquisa brasileira”, afirmou Cerino.

 

O presidente do Confap, Odir Dellagostin, ressaltou a importância do diálogo. “É um encontro entre as fundações de amparo à pesquisa e agentes federais em que discutimos nossas áreas de atuação, mas acima de tudo, captura de recursos e discussão de políticas públicas”, destacou.

 

SOBRE O FÓRUM

 

Esta edição do Fórum é uma realização do Consecti e do Confap em parceria com a Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia) e da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) do Mato Grosso do Sul.

 

CENTELHA RORAIMA

 

Em novembro, o Governo de Roraima lançou o Programa Centelha, projeto de fomento que tem como objetivo alavancar a inovação e o empreendedorismo no Estado.

 

Até o dia 9 de janeiro de 2023, as propostas para o Centelha em Roraima podem ser submetidas por pessoas físicas, vinculadas ou não a empresas com até 12 meses de existência anteriores à data de publicação do edital, e que tenham faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões sediadas no Estado.

 

Os recursos disponibilizados serão destinados à subvenção de até 15 projetos de inovação, cada um com valor unitário de até R$ 40 mil com recursos do FNDCT do Estado. Os proponentes devem apresentar suas ideias de produtos (bens e/ou serviços) ou processos inovadores com potencial para se transformar em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos listados na chamada pública.

 

Para ter acesso ao edital do Centelha Roraima, basta acessar o site oficial da Faperr, órgão que executa o programa no Estado com apoio das instituições federais ligadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, como a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) em parceria com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Confap e outros.

Avalie este item
(1 Votar)

Na manhã desta quinta-feira, dia 1º, foi dado início a Operação Guardiões do Bioma para combater queimadas e incêndios florestais e o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima participa das ações integradas, desenvolvida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 

A Operação faz parte de um amplo planejamento organizado pelo Governo Federal com o objetivo principal de combater queimadas e incêndios florestais nos cinco biomas brasileiros: Amazônia, Cerrado, Pantanal, Caatinga e Mata Atlântica.

 

O Corpo de Bombeiros colocou à disposição da Operação efetivo de 34 bombeiros militares e sete caminhonetes equipadas com kits de combate a incêndio florestal.

 

Os bombeiros serão divididos em sete equipes que vão percorrer nos próximos meses todos os municípios do estado realizando ações de combate a incêndio, prevenção a incêndios e de orientação à população quanto aos cuidados necessários para se evitar que incêndios florestais ocorram.

 

O comandante-Geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, passou as últimas orientações aos militares minutos antes das equipes saírem a campo. “A Operação Guardiões do Bioma reúne diversos órgãos federais e estaduais com vistas a antecipar as ações de combate aos incêndios florestais”, declarou.

 

O coronel Anderson falou das orientações quanto aos cuidados necessários e reforçou a necessidade do empenho de todos os militares para o sucesso da Operação Bioma. “Por se tratar de uma ação preventiva, vamos atuar principalmente na orientação aos moradores das comunidades a fim de se obter os melhores resultados possíveis nesta operação”, disse.

Avalie este item
(1 Votar)

De 1º de janeiro até o dia 30 de novembro desde ano, o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) atendeu cerca de 2.076 mil pacientes interessados em fazer a testagem e o aconselhamento para as DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), dentre elas a Aids.

 

Dezembro é o mês em que as atenções se voltam à proteção dos direitos das pessoas que convivem com a Aids e a intenção do Governo de Roraima, por meio da Seseu (Secretaria de Saúde) é ressaltar a importância da realização de ações de sensibilização e prevenção junto à população do Estado.

 

E em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado nesta quinta-feira, 1º, o CTA oferecerá até sábado, dia 03, atendimento estendido para à população.

 

A programação iniciou pela manhã e se estende até às 20h15. Na sexta-feira, 02, e sábado, 03, as atividades serão realizadas no período de 8h às 12h. O Centro funciona em anexo da Clínica Especializada Coronel Mota, localizada na avenida Ville Roy, 5820, Centro.

 

 

“Hoje é o dia Internacional de Combate a Aids, e, em alusão a essa data estamos ofertando atendimento em horário estendido no CTA com o objetivo de abraçar essa população que trabalha e não consegue ser atendidos em horário comercial”, ressaltou a enfermeira do CTA, Eudemara Carvalho.

 

A data é para tentar alertar a população de que o HIV persiste, e se não for tratado precocemente pode evoluir para AIDS. “É uma forma de alertar que há prevenção e que o diagnóstico precoce é muito importante para evitar as complicações da doença”, afirmou a enfermeira.

 

PREVENÇÃO

O CTA tem a disposição preservativos femininos e masculinos de dois modelos diferentes, oferece testes rápidos para Sífilis, Hepatite B e C, e além disso, consultas de PrEP (Profilaxia Pré-exposição ao HIV).

 

Para receber o atendimento de testagem e aconselhamento, é necessário portar documento com foto e o cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

 

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito) orienta a população sobre as regras para trafegar em vias públicas, com motos elétricas e ciclomotores. A regulamentação está disposta na Resolução 947/22, do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), válida em todo País.

 

A regulamentação prevê, dentre outras regras, o emplacamento dos ciclomotores e motos elétricas, junto ao Detran-RR.

 

Conforme a resolução, os ciclomotores são veículos de duas ou três rodas que possuem motor a combustão de até 50 cilindradas ou motor elétrico de até 3.000W (4kW), cuja velocidade máxima de fabricação seja até 50 km/h.

 

O presidente do Detran-RR, coronel Álvaro Duarte, explicou qual o procedimento para trafegar em vias públicas com um ciclomotor elétrico ou a gasolina. “Para dirigir esse veículo é preciso ser maior de 18 anos e possuir uma ACC [Autorização para Conduzir Ciclomotores], é como se fosse uma CNH categoria A. Tem que fazer curso teórico, prova prática. Tem todo um trâmite normal de uma habilitação”, enfatizou.

 

As motos elétricas são de duas ou três rodas que possuem motor a combustão acima de 50 centímetros cúbicos ou motor elétrico acima de 4kW de potência e velocidade final superior a 50km/h.

 

“Para dirigir esse tipo de veículo, o condutor precisa ter CNH na categoria A. Nas duas situações, ciclomotor e moto elétrica são obrigatórios o uso de equipamentos de segurança para o condutor e o passageiro”, ressaltou o presidente do Detran-RR.

 

Conforme ele, não adianta comprar um ciclomotor em outro país e achar que pode rodar no Brasil. “Se a fiscalização pegar, esse veículo será apreendido porque não tem registro nacional. Quando vendido no Brasil, a empresa faz um pré-cadastro e o dono tem que levar o ciclomotor para fazer a vistoria e o emplacamento”, alertou.

 

Esses veículos devem ser comercializados com os respectivos equipamentos obrigatórios, bem como com o CSV (Certificado de Segurança Veicular) e o CAT (Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito) para legalização junto ao órgão de trânsito.

 

Cabe ao vendedor detalhar todas as exigências relacionadas aos ciclomotores quando realizar uma venda deste tipo de veículo, sob pena de incorrer em infração do artigo 6º do Código de Defesa do Consumidor.

 

 

BICICLETA ELÉTRICA

 

A mesma resolução trata, ainda, sobre as bicicletas elétricas, que não requerem registro ou licenciamento e o seu condutor não precisa ser habilitado, mas deve usar equipamentos de segurança.

 

A potência máxima do motor é de 350 watts, com velocidade máxima de 25 km/h. O funcionamento do motor somente quando o condutor pedalar, não possuindo acelerador ou qualquer dispositivo de variação de velocidade e potência.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima enviou seis veterinários da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) para participarem do XXIV Seminário para Padronização de Cursos e Treinamento em Métodos de Diagnóstico e Controle da Brucelose e da Tuberculose Animal.

 

O seminário vai até esta sexta-feira, 2, ocorre em uma unidade da Rede LFDA (Laboratório Federal de Defesa Agropecuária) do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) na cidade de Pedro Leopoldo (MG).

 

De acordo com a médica veterinária Yngrid Mota, que está participando do treinamento, as aulas são divididas em matérias teóricas e práticas.

 

“O objetivo do treinamento é capacitar os técnicos para oferecer condições de segurança sanitária em caso de emergência para dar uma resposta rápida, visando o controle dessas doenças, além de ampliar a ação de programas de erradicação”, disse.

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, enfatizou que a participação dos veterinários amplia e efetiva o PNCEBT (Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal) em Roraima, instituído no Brasil em 2001 pelo Mapa com o objetivo de diminuir o impacto negativo dessas zoonoses na saúde humana e animal, além de promover a competitividade da pecuária.

 

“É muito importante a nossa participação nesse seminário, pois a questão da sanidade animal precisa ser sempre discutida, estudada e praticada para estarmos aptos a exercer da melhor forma nossos serviços. A capacitação dá segurança aos produtores rurais na ponta e garante uma boa produção em Roraima”, declarou.

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

No treinamento são discutidos temas como Epidemiologia, Diagnóstico e Controle da Tuberculose, Epidemiologia, Diagnóstico e Controle da Brucelose, Utilização de Métodos de diagnóstico, Estudos de Prevalência da Brucelose e da Tuberculose no Brasil, além do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal (normas e procedimentos) Diagnóstico de Brucelose (Prática) e Diagnóstico de Tuberculose (Prática).

Avalie este item
(0 votos)

Depois de dois dias de apresentações de trabalhos científicos, a XXIX Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima) encerrou na noite de quarta-feira, 30, no Parque Anauá com a divulgação de projetos premiados em cinco categorias. As colocações vão do 1° ao 5° lugar, de cada categoria, totalizando 25 projetos.

 

A entrega da premiação será realizada em uma cerimônia ainda no mês de dezembro, com data a ser definida e divulgada em breve.

 

Além de receberem troféus, certificados e medalhas, os cinco melhores colocados garantem ainda credenciais para participar em feiras nacionais de ciências. Os primeiros colocados de cada etapa de ensino também vão receber menção honrosa. 

 

INFANTIL

 

Na categoria Educação Infantil,  ficou em 1° lugar o Centro de Educação do Trabalhador João Mendonça Furtado do Sesi (Serviço Social da Indústria), com o projeto “Customizando o plástico (garrafas PET)”.

 

ENSINO FUNDAMENTAL (ANOS INICIAIS)

 

Na categoria Ensino Fundamental (Anos Iniciais), a primeira colocação ficou com a Escola Anjo da Guarda, com o projeto “Conservante natural de carnes a base do líquido extraído da planta Manihot esculenta (mandioca)”.

 

 ENSINO FUNDAMENTAL (ANOS FINAIS)

 

Já na categoria Ensino Fundamental (Anos Finais), a Escola Estadual Hildebrando Ferro Bitencourt ficou em 1° lugar com um projeto sobre “O estrangeirismo presente em Boa Vista”.

 

ENSINO MÉDIO

 

Já na categoria Ensino Médio, a Escola Monteiro Lobato conquistou o primeiro lugar com um trabalho sobre “Endoparasitas de peixes comercializados na Feira do produtor em Roraima”.

 

JOVENS E ADULTOS

 

E na categoria Modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos), a Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto, do município de Alto Alegre ficou em 1° lugar com o projeto intitulado “O impacto financeiro e as estratégias digitais do comércio alimentício na cidade de Alto Alegre”.

 

Feira é plataforma para prática da ciência em Roraima

 

Os estudantes da Escola Monteiro Lobato, Letícia Paixão Sobral, Fábio Valcacio Carvalho e Emanuelle Mendes participaram pela primeira vez da Fecirr e já conquistaram o primeiro lugar na categoria Ensino Médio com uma pesquisa sobre os peixes consumidos em Roraima.

 

“Nosso trabalho estudou o sistema digestório dos peixes encontrados nos rios locais para identificar alguma espécie que possa causar doenças nas pessoas. Estudamos sete tipos de peixes mais comercializados na Feira do Produtor, entre eles, o cará, o piau, o tambaqui, e o tucunaré. Decidimos esse tema porque aqui em Roraima não encontramos muitos estudos sobre isso”, explicou Letícia.

 

O estudante Fábio estava muito feliz com o resultado. “É a primeira vez que participamos e já conquistamos o primeiro lugar. Sensação de dever cumprido”, disse. Os estudantes gostaram tanto do resultado que disseram que no ano que vem pretendem continuar as pesquisas na área.

 

A professora orientadora da pesquisa, Eliana Furtado, explicou que a escola contou com a parceria do IFRR (Instituto Federal de Roraima) e da Embrapa para desenvolver o trabalho.

 

“Convidei os estudantes a desenvolverem esse trabalho porque em nosso Estado há muito consumo de peixe, principalmente nas comunidades ribeirinhas e existem poucas pesquisas na área para ver a realidade do nosso pescado. Os estudantes aceitaram, então fizemos algumas parcerias. Foram seis meses de pesquisa, estudos e avaliações e o resultado está aí, um sucesso”, disse a professora.

 

Para a diretora do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais de Roraima), Stela Damas, órgão vinculado à Seed (Secretaria de Educação e Desporto) que coordenou a Fecirr, o resultado do evento foi muito satisfatório.

 

“Foram temáticas fantásticas exploradas pelos estudantes e vimos o trabalho comprometido dos professores que se dedicam cotidianamente na escola. Aqui é só uma culminância, o que é valioso mesmo é o processo que acontece na escola, na sala de aula. Temos muitas coisas boas acontecendo em nossas redes de ensino e precisamos dar essa visibilidade até para estimular mais nossos professores e estudantes”, finalizou Stela.

 

A XXIX Fecirr foi uma realização do Governo de Roraima por meio da Seed em parceria com o Sebrae-RR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Roraima).

 

O resultado completo da Fecirr, com todos os trabalhos premiados, foi divulgado no Instagram e no Facebook da Seed.

Avalie este item
(0 votos)

Os pais ou responsáveis de alunos que desejam concorrer ao sorteio público de vagas para os colégios estaduais militarizados e para as escolas estaduais Lobo D’Almada e Euclides da Cunha devem ficar atentos. As inscrições encerram nesta sexta-feira, 2 de dezembro, e devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio deste link.

 

O sorteio, que seria realizado no dia 16 de dezembro, foi antecipado para o dia 14 do mesmo mês.

 

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) está ofertando 3.592 vagas para sorteio nos colégios militarizados, sendo 1.120 para a 1ª série do Ensino Médio e outras 2.472 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental, distribuídas entre 20 instituições de ensino da capital, além de 150 vagas para o 6° ano do Ensino Fundamental da Escola Euclides da Cunha e 231 vagas para 1ª série do Ensino Médio da Escola Lobo D’Almada.

 

“Convidamos a população a acessar o link e efetuar a inscrição para a participação no sorteio de vagas dos colégios militarizados e das duas escolas civis. Reiteramos que as inscrições vão até a próxima sexta-feira, dia 02 de dezembro. O sorteio é necessário em razão da grande procura por estas unidades de ensino”, destacou a diretora do Departamento de Educação Básica, Nildete Melo.

 

Sorteio será em nova data e terá transmissão ao vivo

 

O sorteio público, que seria realizado no dia 16 de dezembro, foi antecipado para o dia 14, às 16h, e ocorrerá no auditório do IERR (Instituto de Educação de Roraima), localizado na Alameda dos Bambus, nº 525, bairro Pricumã, com acesso restrito à gestão das escolas e representantes de APMs (associações de pais e mestres). O momento será transmitido ao vivo pelo canal da PMRR (Polícia Militar de Roraima) no YouTube.

 

A mudança de data foi necessária em razão da disponibilidade do auditório do IERR e foi oficializada por meio de edital publicado no DOE (Diário Oficial do Estado) desta quarta-feira, 30.

 

No referido edital, também consta alteração em alguns dispositivos do sorteio das matrículas para 2023 em relação à oferta de vagas para a Educação Básica.

 

O Edital 001/2022 sofreu alteração no Anexo I, aumentando de 54 para 81 as vagas destinadas ao público em geral, e de seis para nove as vagas para PCDs (pessoas com deficiência) do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Carlos Drummond de Andrade para o Ensino Fundamental.

 

Já no Edital 002/2022, que trata das vagas e da matrícula, foi alterado o número de vagas ofertadas para a 1ª Série do Ensino Médio, passando para 1.120 e incluída a oferta de 70 vagas no II Segmento da EJA (Educação de Jovens e Adultos) para a Escola Estadual Lobo D’Almada. Os demais itens dos referidos editais seguem inalterados.

 

MATRÍCULAS

 

O período de novas matrículas na rede estadual de ensino tanto para a capital quanto para o interior, será de 9 a 13 de janeiro de 2023. Os pais ou responsáveis devem dirigir-se às escolas pretendidas e efetuar a matrícula diretamente na secretaria da escola.

 

É necessário apresentar cópia e original dos seguintes documentos: histórico escolar ou guia/declaração de transferência; CPF do aluno (se tiver) ou RG, ou certidão de nascimento do aluno.

 

E ainda RG e CPF do pai, mãe ou responsável legal do aluno; comprovante de residência com CEP; cartão de vacina atualizado (não é obrigatório); cartão do Bolsa Família (se beneficiário) e duas fotos 3x4 recentes.

 

Os alunos que vão permanecer na mesma escola em que já estudam, estão com as vagas garantidas uma vez que a rematrícula é automática. Quanto às transferências, estas podem ser realizadas a qualquer tempo, na secretaria da escola.

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde), por meio da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) iniciou nesta quarta-feira, 30, a capacitação sobre ações de controle e vigilância do sarampo e rubéola nos municípios do estado.

 

Para esta primeira etapa, estão sendo contemplados os profissionais que atuam em Boa Vista. A atividade vai ocorrer até esta quinta-feira, 1º de dezembro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no auditório da CGVS, que fica no bairro São Francisco.

 

A técnica do Núcleo Estadual de Controle das Doenças Exantemáticas, Daiane Rodrigues, afirmou que o objetivo da ação é auxiliar os municípios no planejamento das campanhas de imunização, resultando na melhora das coberturas vacinais e reduzindo o risco de reintrodução dessas doenças no estado, através de ações de identificação e controle dos casos suspeitos.

 

“Vamos melhorar o desenvolvimento das ações de vigilância do sarampo e da rubéola nos 15 municípios do estado. O intuito é saber identificar um caso suspeito e agir de forma rápida”, declarou.

 

No caso do sarampo, a atividade é de extrema relevância, uma vez que há a necessidade de entender a sua forma de contágio e perigosa letalidade. Só em 2018, por exemplo, o Estado contabilizou 367 casos confirmados da doença, dentre eles,180 confirmados em Boa Vista.

 

A técnica da DVE (Divisão de Vigilância Epidemiológica) Roberta Calandrini é uma das palestrantes da capacitação. Ela explicou que a temática da ação deve fortalecer a capacidade de resposta da vigilância em saúde frente a casos suspeitos de ambas as doenças.

 

“Temos que desenvolver ações para fortalecer a capacidade técnica dos municípios em fazer o diagnóstico precoce e executar ações de controle para conter um surto caso ocorra”, disse.

 

Além dos profissionais da rede de saúde, a atividade conta ainda com a participação dos agentes que atuam na assistência e vigilância epidemiológica. O representante técnico da Coordenação Municipal de Imunizações de Boa Vista, Romildo Azevedo, disse que a meta agora é receber de volta a certificação de eliminação do sarampo no estado.

 

“Em 2019 tivemos um caso confirmado em Roraima, mas com o empenho de todos os profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos, conseguimos controlar isso. E agora é importante identificar a questão do sarampo em tempo oportuno e já desencadear uma vigilância e um controle”, salientou.

 

PRÓXIMA AÇÃO

 

A próxima capacitação da CGVS será realizada para os profissionais da rede de saúde do município de Cantá, nos dias 6 e 8 de dezembro. Os demais municípios contemplados no mês de fevereiro de 2023.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), não mede esforços para melhorar o atendimento à população roraimense, investindo em inovações tecnológicas de modo seguro e responsável.

 

No período de janeiro a novembro de 2022, foram realizados 29.838 procedimentos cirúrgicos nas unidades hospitalares estaduais, um número que vem crescendo, principalmente por conta da execução de estratégias para diminuir a fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde).

 

“Desde que assumi o Governo, tínhamos demandas urgentes para resolver, e uma das mais importantes era a saúde. Com ajuda de todos os profissionais, nós conseguimos virar a página e os resultados estão chegando para população de Roraima”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

Levando em consideração somente as cirurgias eletivas, o Estado já realizou 16.044 procedimentos. Esse resultado foi possível graças ao retorno de cirurgia de vesícula, correção de hérnias e cirurgias ortopédicas, além das oftalmológicas, bariátricas, cardiológicas (retomadas após 16 anos), urologia e vasculares.

 

Outros 13.794 atendimentos estão incluídos entre os procedimentos emergenciais, partos normais e cesarianas.

 

Além da aquisição de equipamentos, a atual gestão também realizou investimentos em contratação e capacitação de profissionais.

 

“O Governo trabalha com responsabilidade, compromisso e dá condições de trabalho aos profissionais para que os procedimentos sejam bem executados, além de manter insumos e o fluxo necessário de medicamentos para realização das cirurgias”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

“Um conjunto de cirurgias estão sendo contempladas, como vesícula, cirurgias ortopédicas, pequenas cirurgias, cabeça e pescoço, otorrino, urologia, herniorrafia. Isso restabelece a qualidade de vida dos roraimenses”, completou a diretora do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Patrícia Renovato.

 

A estudante Maria Rafaela Vieira Sousa, de 18 anos, falou sobre a experiência que teve quando precisou recorrer aos serviços do HGR, para retirada de vesícula.

 

“O processo da cirurgia foi muito tranquilo. A equipe de enfermeiros, médicos e anestesistas, foram extremamente atenciosos e muito profissionais. O cirurgião, após a operação, foi ao meu quarto para ver como eu estava. Tive acompanhamento de psicólogo, nutricionista que fez a minha dieta. Percebi que a equipe foi super comprometida com a minha recuperação, só tenho a agradecer”, relatou.

 

REFORÇOS NO HGR

 

Para acelerar a realização das cirurgias no Estado, foram comprados para o HGR aparelhos de sistema de vídeo laparoscópico, bombas de infusão, colposcopia com braço pantográfico, oxicapnógrafo, capnógrafos, aspirador de vapores, garrote pneumático eletrônico/manual, bombas de infusão, monitores multiparâmetro, litotriptor intracorpóreo, mesas cirúrgicas, camas para obesos entre outros itens.

 

Também para cirurgias neurológicas foram adquiridos dois equipamentos de imagem tridimensional, os neuronavegadores, que possibilitam a realização de cirurgias com maior precisão e segurança, além de aparelhos de anestesia, ultrassonografia, torres de videolaparoscopia, monitores multiparâmetro, desfibriladores, coloscópios, ventiladores de transporte, camas elétricas, mesas cirúrgicas e focos auxiliares.

 

Em maio deste ano, também chegaram 170 escadas com dois degraus, 120 colchões hospitalares, 60 poltronas para acompanhantes, 15 carros de emergência e 9 balanças hospitalares, além de 7 guindastes para auxiliar na locomoção de pacientes com quadro de obesidade.

 

Além disso, adquiriu 12 aparelhos de anestesia com monitorização de agentes anestésicos; dois desfibriladores cardioversor, com funções adulto; 10 eletrocardiogramas; 54 monitores multiparâmetro, dois microscópios cirúrgicos, para uso em neurocirurgia no HGR; dois sistemas de cirurgias guiadas por imagens, neuronavegador e 30 desfibriladores, totalizando 114 equipamentos

 

O Governo de Roraima também investiu na compra de medicamento indicado para o tratamento do infarto agudo do miocárdio e mantém o estoque abastecido.

 

Tudo isso, aliado à estrutura do Novo HGR, com 120 leitos, 10 centros cirúrgicos, 40 UTIs, tornam a realização de cirurgias ainda mais segura para os pacientes.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima avança cada dia mais na meta de ampliar e melhorar a malha viária no Estado com obras em todos os municípios. Em Mucajaí, as frentes de trabalho estão sendo reforçadas com a construção de mais pontes na região. Recentemente, a Seinf (Secretaria de Infraestrutura) finalizou a construção de mais uma passagem com extensão de 15 metros na Vicinal Gonçalão.

 

Incluindo a região do Gonçalão, até o momento já foram construídos mais de 200 metros de pontes abrangendo ainda as vicinais Apiaú e Samaúma.

 

“As vicinais ficaram esquecidas por gestões anteriores por anos e quem sofre é a população e os pequenos produtores. Estamos fazendo uma revolução na infraestrutura viária do Estado, garantindo que todos possam ir e vir com segurança”, declarou o governador Antonio Denarium sobre o trabalho de fortalecimento da infraestrutura no interior de Roraima.

 

MUCAJAÍ

 

De 2019 até novembro de 2022, foram construídos mais de 700 metros de extensão de pontes no município.

 

Ao todo, já foram concluídos cerca de 75 metros de ponte na Vicinal 15 do Apiaú, 85 metros de ponte na Vicinal do Gonçalão, 30 metros de ponte na Vicinal 9 de Samaúma e uma ponte de 15 metros na Vicinal 19, também em Mucajaí.

 

Ainda serão finalizadas as pontes das vicinais 8, 21 e 23 do Apiaú.

 

“O Governo de Roraima está investindo mais de R$ 2 milhões na construção de pontes em Mucajaí. Vamos construir mais na Vicinal 9 e no Gonçalão. É uma preocupação do governador possibilitar a melhoria das vicinais para que o produtor rural tenha condições de escoar a produção”, afirmou o secretário-adjunto da Seinf, Emerson de Paula.

 

ESTRADAS

 

Aproveitando o período de estiagem de chuvas, o Governo do Estado tem trabalhado na recuperação e manutenção das estradas da zona rural do município de Mucajaí. Entre elas, a estrada da Vicinal 23, que recebeu serviços de terraplanagem, limpeza lateral, revestimento primário, colocação de bueiros e galerias em substituição às pontes de madeira no trecho de 26 km.

 

Avalie este item
(0 votos)

Uma parceria firmada entre o Governo do Estado e o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) possibilitou a realização do Censo Demográfico 2022 no sistema prisional, que contabilizou toda a população carcerária de Roraima. A medida, que é inédita no Estado, encerrou no domingo, dia 27.

 

A contagem totalizou 2.741 reeducandos no sistema prisional de Roraima. Com esse dado, foram identificadas as características dos detentos, produzindo informações imprescindíveis para a definição de políticas públicas e a tomada de decisões de investimentos públicos.

 

A cooperação da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) com o IBGE na realização da pesquisa decorre da garantia pessoal dos recenseadores, assegurando o cumprimento das regras de segurança e comportamento que deverão ser rigorosamente observados por todos os envolvidos.

 

“A coleta de informações foi feita diretamente com cada um dos detentos. Mas nos casos em que o contato direto era impossibilitado por questões de segurança, a coleta pôde ser feita com a prestação de informações por agentes envolvidos com os procedimentos institucionais de produção dos registros administrativos, designado pelo gestor local dos centros de detenção, ou mesmo ainda por meio do manuseio direto dos registros pelo recenseador”, disse o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes.

 

A PARCERIA

 

A parceria que permitiu agilizar o processo do Censo 2022 no Estado foi reforçada na sexta-feira, 25, durante encontro do governador Antonio Denarium e o superintendente estadual do IBGE em Roraima, Roberto Kuerten.

 

O esforço buscou atingir um resultado eficiente e mais próximo da realidade de Roraima, o que vai garantir que tanto o Governo Federal e do Estado tenham dados para balizar políticas públicas de qualidade para a próxima década.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde) promove, no período de 1º a 3 de dezembro, uma programação especial alusiva ao Dezembro Vermelho, mês que ressalta a importância da prevenção, assistência e proteção dos direitos das pessoas que convivem com o HIV/Aids.

 

A ação vai ocorrer no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), de 8h às 20h na quinta-feira, 1º, e das 8h às 12h na sexta-feira e sábado, 2 e 3. A unidade está localizada na avenida Ville Roy, 5820, Centro de Boa Vista.

 

No mês de dezembro, é realizada a campanha mundial de mobilização na luta contra o vírus HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. O intuito é chamar a atenção para a prevenção, assistência e proteção dos direitos das pessoas infectadas.

 

Conforme a gerente do NCDST/AIDS (Núcleo Estadual de Controle das DST/AIDS), Sumaia Dias, cerca de 3 mil pessoas em Roraima convivem atualmente com HIV/Aids. Todas elas estão atualmente passando por tratamento contra a doença em unidades de saúde.

 

“Para enfatizar as nossas ações, o CTA vai trabalhar com horários ampliados, para que a população que desejar fazer os testes de HIV, Sífilis e Hepatite B e C, pegar o auto teste e fazer a PrEP”, afirmou.

 

Sumaia ressaltou ainda que a campanha tem como intuito ampliar o acesso ao diagnóstico precoce. “Além disso, também são trabalhadas ações especificas para as populações-chave para a resposta ao HIV, como pessoas trans, homoafetivas, trabalhadores do sexo, população privada de liberdade e moradores de rua”, completou.

 

USO DA PrEP E DO AUTOTESTE

 

A PrEP (Profilaxia Pré-exposição ao HIV) consiste no uso diário do medicamento anti-HIV de forma programada para evitar uma infecção pelo vírus.

 

O autoteste funciona da mesma forma que os testes rápidos, podendo utilizar fluido oral ou sangue. O diferencial desse tipo de teste é que ele pode ser feito pela própria pessoa e onde ela se sentir mais confortável.

 

“Lembrando que esse é um teste de triagem. Caso dê positivo, a pessoa precisa procurar uma unidade de saúde para confirmar o resultado”, frisou Sumaia.

 

Todas as unidades de saúde do Estado e dos municípios também disponibilizam preservativos e testagem rápida para HIV, sífilis e hepatites do tipo B e C.

 

OUTRAS AÇÕES

 

Em novembro deste ano, o Núcleo de Controle de DST realizou ações de ampliação da rede de atenção à saúde de pessoas com HIV/Aids em todo o estado, como a capacitação para a realização da profilaxia pós-exposição e da transmissão vertical. Houve também capacitações sobre a importância da PrEP e do auto teste em Boa Vista, Rorainópolis e Pacaraima.

 

Além da programação no CTA, o NCDST/AIDS também estará promovendo outras ações. Ainda na quinta, dia 1º, será realizada uma abordagem junto a moradores dos bairros Tancredo Neves e Caimbé com distribuição de autoteste, gel lubrificante e preservativos femininos e masculinos.

 

“Vamos fazer uma ação de base comunitária em parceria com a OPAS [Organização Panamericana de Saúde] durante o dia no bairro Tancredo Neves e Caimbé, onde estão localizadas a nossa população-chave como os profissionais do sexo”, pontuou a gerente do NCDST/AIDS.

Avalie este item
(0 votos)

Estão abertas as inscrições para o 1º Torneio de Tênis de Mesa Fernando Imagawa, realizado pela Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do Cadah/s (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação).

 

As inscrições vão até o dia 8 de dezembro e qualquer aluno da rede básica de ensino pode participar. O torneio integra uma das ações do projeto “Talento que Vale Ouro”, desenvolvido pelo Centro de Altas Habilidades.

 

O torneio ocorrerá nos dias 10 e 11 de dezembro no Roraima Garden Shopping, a partir das 10h.

 

Para se inscrever, é necessário investir o valor de R$ 20 reais, além de apresentar uma foto de documento oficial como RG, por exemplo. A foto pode ser enviada para o WhatsApp dos números 95 991260818 ou 95 991350032.

 

O pagamento do valor pode ser feito via Pix, que será disponibilizado ao responsável pela inscrição que entrar em contato com os organizadores, por meio dos telefones informados, de acordo com o responsável pelo projeto, professor Feu Galiasso.

 

O objetivo do evento é difundir a modalidade, elevar o nível técnico dos participantes, descobrir novos talentos e prestar homenagem ao atleta mesa-tenista Fernando Imagawa.

 

CATEGORIAS E PREMIAÇÃO

 

O torneio será disputado nas seguintes categorias Masculina de 9 a 11 anos; 12 a 14 anos; 15 a 17 anos; e acima de 18 anos. E nas categorias Feminina de 9 a 14 anos; e acima de 15 anos.

 

“Todas as categorias receberão medalhas e também terão uma premiação em dinheiro sendo R$ 200 reais para o 1° lugar, R$ 150 reais para o 2° lugar e R$ 100 reais para a terceira colocação”, explicou o professor Feu Galiasso.

 

HOMENAGEM

 

O torneio leva o nome do mesa-tenista Fernando Imagawa, que atualmente é o vice-presidente FTMRR (Federação de Tênis de Mesa de Roraima). Ele se dedica à modalidade há mais de 15 anos, atuando como árbitro e coordenador de eventos relacionados ao tênis de mesa. Fernando Iniciou no esporte incentivado por sua esposa que também é atleta da modalidade.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de integrar estudantes brasileiros e venezuelanos, a Escola Estadual Ulysses Guimarães desenvolve o projeto “Todos unidos fazemos um mundo melhor”, em parceria com a organização não governamental SJMR (Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados) em Boa Vista.

 

Por meio do projeto, são realizadas palestras e encontros formativos com estudantes abordando temas como respeito e acolhimento. Além disso, a escola vai ganhar um espaço de convivência. A entrega do ambiente ocorre na tarde desta quarta-feira, 30, a partir das 15h, com a presença de toda a comunidade escolar.

 

“A intenção com o projeto é promover a integração, o intercâmbio cultural, prevenir a xenofobia e resgatar valores. Essas ações refletem também na melhoria do aprendizado dos estudantes. Sem contar que teremos um espaço agradável na escola, aconchegante, onde os alunos poderão se sentir bem acolhidos”, destacou a gestora da escola, Isane de Fátima Pedrosa.

 

O espaço colorido conta com um pergolado, plantas e uma decoração feita pelos próprios estudantes, como explicou a analista de projetos da SJMR, Thaís Freitas.

 

“O projeto trabalha os vínculos afetivos e busca quebrar situações de xenofobia, bullying, por meio de diálogos e encontros formativos e, dentro do projeto está incluída a construção de um espaço para o fortalecimento desse vínculo entre brasileiros, venezuelanos e refugiados. O espaço construído na escola conta inclusive com pinturas, desenhos e frases feitas pelos próprios adolescentes”, disse Thaís.

 

A Escola Ulysses Guimarães está localizada na Rua Jerusalém, n° 834, bairro Silvio Leite. Atualmente, a unidade atende 656 alunos do Ensino Fundamental e destes, 97 são estudantes venezuelanos.

 

Avalie este item
(0 votos)

De terça, 29, a quarta-feira, 30, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota deu início a um mutirão de consultas médicas com profissionais da área de urologia em alusão ao Novembro Azul, mês de sensibilização sobre os riscos do Câncer de Próstata.

 

Nos dias 19 e 21, a unidade distribuiu 200 senhas para os interessados em fazer avaliações médicas e exames de PSA (antígeno prostático específico). A medida tinha como objetivo acelerar o processo junto aos especialistas.

 

Segundo a diretora-geral da unidade, Rayane Santos, o PSA é feito através de uma amostra de sangue venoso do paciente, que quantifica a proteína produzida pela próstata. O exame auxilia na identificação do câncer de próstata, hiperplasia prostática benigna e a prostatite, que é a inflamação da próstata.

 

“O PSA é um exame importantíssimo que vai nortear a consulta e o paciente já vai vir com o resultado, então conseguimos otimizar essa consulta. Muitas pessoas ainda tem uma resistência, mas tem a consciência de que é muito importante prevenir o problema”, afirmou.

 

De acordo com o médico urologista Raul Villasana, além do exame de PSA, é necessário que o paciente também faça o exame de rastreamento para a confirmação dos resultados. Por isso a importância da consulta com o especialista.

 

“Um exame, positivo ou negativo, sempre deve ir acompanhado do toque retal, pois o toque vai dizer se realmente tem um caroço, nódulo ou algo suspeito de câncer”, salientou.

 

O motorista Marcos Antônio Barros, 46, revelou que sempre deixou a saúde em segundo plano e adiou por seis anos a visita ao urologista. “Nós homens não temos o costume de cuidar da saúde, essa é minha primeira consulta depois dos 40 anos”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde), em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para Infância), promoveu nesta terça-feira, 29, uma oficina para auxiliar no alinhamento sobre a vacinação nos 15 municípios do Estado.

 

Conforme a coordenadora geral de Vigilância em Saúde, Valdirene Oliveira, a atividade tem como finalidade o fortalecimento das ações de vacinação, bem como reforçar a interação entre os agentes do Governo do Estado com os municípios.

 

“O objetivo de reunir os coordenadores e técnicos das salas de vacinação dos municípios, é para mapear aquilo que temos de fortaleza e o que ainda precisamos melhorar dentro do plano de imunização, para alcançar a cobertura vacinal”, destacou.

 

A atividade de hoje contou com o apoio da oficial de Saúde e Nutrição do Unicef, Daiana Albino, que ministrou uma palestra sobre as dificuldades enfrentadas pelos municípios no que diz respeito às metas de cobertura vacinal.

 

“Hoje a Unicef está apoiando os municípios de Roraima, numa Revisão Intra-Ação que consiste em identificar onde estão as dificuldades e problemas dos municípios no que se refere à cobertura vacinal, e assim construir ideias para solucionar os problemas pontuados”, completou.

 

Para a diretora da UBS (Unidade Básica de Saúde) de Uiramutã, Sabrina Campos, a reunião foi importante para compartilhar as dúvidas e soluções para melhorar o desempenho da multivacinação nos municípios.

 

“Está sendo um aprendizado e uma experiência incrível. Estamos trocando ideias e planejando metas a serem alcançadas, e inclusive vendo soluções para melhor atingir nossa população”, reforçou a diretora.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sefaz (Secretaria da Fazenda), realiza nesta quarta-feira, 30, o pagamento do salário dos mais de 30 mil servidores estaduais da administração direta e indireta referente ao mês de novembro. Também será paga a segunda parcela do 13º. Com a medida, serão injetados mais de R$ 341 milhões na economia local.

 

O secretário da Fazenda, Manoel Sueide Freitas, destacou o trabalho feito pela Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração) e a Sefaz para que a folha de pagamento fosse fechada em tempo hábil para ser enviada ao banco para crédito na conta dos servidores.

 

“Devido o ponto facultativo na segunda-feira, nossas equipes tiveram de trabalhar de forma redobrada para deixar tudo pronto, já que, além do salário, tiveram que fazer todo o cálculo da segunda parcela do décimo, o que toma bastante tempo e concentração”, pontuou o secretário.

 

O governador Antonio Denarium afirmou que o pagamento em dia dos servidores tem sido um dos compromissos de sua gestão que vêm sendo cumpridos rigorosamente.

 

“Desde o primeiro mês de nosso governo fazemos o pagamento dos nossos servidores dentro do mês trabalhado, além de proporcionar capacitações, cursos e vários mecanismos de crescimento profissional. Também temos feito atualização das progressões, pago precatórios e garantido vários benefícios que há tempos os servidores tinham direito e não recebiam. Temos valorizado nossos servidores, pois reconhecemos sua importância para a máquina do Estado”, disse.

 

O governador adiantou ainda que a equipe econômica já está elaborando o novo calendário de pagamento para 2023, para facilitar o planejamento dos servidores para o próximo ano.

 

“Com a certeza do pagamento em dia, os servidores podem planejar melhor sua vida financeira, projetar os gastos de casa, a compra de algum bem ou até mesmo uma viagem. Tudo fica mais fácil e prático quando se tem a certeza de que seu pagamento estará na conta no dia previsto”, finalizou o governador, informando que o pagamento de dezembro será efetuado no próximo dia 22 para facilitar a compra dos presentes de Natal pelos servidores.

Avalie este item
(1 Votar)

Começou na manhã desta terça-feira, 29, a XXIX Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima), com a abertura oficial do evento no Forródromo do Parque Anauá. A Feira segue até quarta-feira, 30, com 193 trabalhos inscritos que estarão expondo projetos desenvolvidos pelos estudantes ao longo do ano letivo de 2022.

Com o tema “Roraima: 33 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação”, a Fecirr é o maior evento de iniciação científica da Educação Básica do Estado. Uma iniciativa do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) com a parceria do Sebrae-RR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Estiveram presentes na cerimônia de abertura, o secretário da Seed, Nonato Mesquita e o adjunto de Educação Básica da pasta, Semaias Alexandre, o assessor da diretoria técnica do Sebrae, Rildo Dias, a diretora do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima), Stella Damas, além da diretora do DEB (Departamento de Educação Básica), Nildete Melo, e o diretor do DGE (Departamento de Gestão Escolar), José Silvano de Pinho.

Devido à pandemia de covid-19, o evento não pôde ser realizado de forma presencial em 2021. No entanto, em uma plataforma virtual os alunos mostraram o que desenvolveram naquele ano. Nesta edição, o secretário Nonato Mesquita tem mais a comemorar porque os estudantes podem mostrar presencialmente seus projetos e interagir com alunos de outras escolas.

“Para a Seed, esta edição da Fecirr tem um significado maior que as outras porque é a oportunidade de reencontros. Depois de um momento de pandemia que assolou o mundo inteiro, é muito significativo e importante para a iniciação à ciência dos jovens a gente retomar a exposição presencial de uma tradição de Roraima, que vem desde 1985”, ressaltou o secretário Nonato.

O assessor da diretoria técnica do Sebrae-RR, Rildo Dias, falou sobre a importância da educação na vida em sociedade. “A educação é o ímã que nos torna pessoas melhores”, disse o representante da instituição parceira na realização da Fecirr.

A ESTRUTURA

Dos 193 projetos da Fecirr, 148 são de escolas de Boa Vista, 41 do interior de Roraima e quatro de comunidades indígenas das redes estaduais, municipais e particulares, sendo julgados por 120 avaliadores.

“Os trabalhos são apresentados por etapas. Hoje [dia 29], pela manhã se apresenta um grupo de escolas, à tarde outro e à noite se apresentam estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos). Amanhã [dia 30], outros trabalhos serão organizados para exposição no período da manhã e à tarde, ocupando assim os 80 estandes”, disse a coordenadora da feira, Gisele Oliveira.

A diretora do Ceforr disse estar satisfeita com os trabalhos apresentados até o momento e durante a sua fala na abertura do evento salientou que “o mais importante não é a culminância e sim o que é feito dentro dos trabalhos realizados”, completa Damas.

Vindos do município de Alto Alegre, estudantes da 1ª série do ensino médio do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Sadoc Pereira, fizeram um projeto para substituir combustível fóssil e água na geração de energia para estabelecimentos de pequeno porte.

O grupo queria ajudar os moradores região de maneira sustentável. Então, com a aquisição de materiais recicláveis construíram um amplificador de velocidade que, dependendo do tamanho e da sua finalidade, ilumina um sítio inteiro. Após muitos testes o resultado foi satisfatório.

“Pretendemos multiplicar o projeto, tornando-o acessível. Estamos pensando em abrir uma empresa para atender os moradores da região. Por exemplo, em um sítio na vicinal do Paredão, que não recebeu energia elétrica, a gente só colocaria esta máquina que ajudaria muito”, disse o estudante Harlei da Silva, um dos autores do projeto.

A Seed premiará os projetos que possuam as melhores pontuações de todo o evento.  Os cinco melhores colocados receberão troféus, certificados, medalhas e garantem credenciais para participação em feiras nacionais. Os primeiros colocados de cada etapa de ensino receberão também Menção Honrosa.

VISITAÇÃO

O horário de visitação está disponível das 8h às 12h e das 14h às 20h. Expositores e visitantes poderão participar do sorteio de um smartphone ao final do evento. O brinde é uma cortesia da Faculdade Eadi (Instituto de Educação e Inovação). Voluntários da instituição também fazem aferição de pressão arterial, medição de glicose e bioimpedância durante o evento.

Avalie este item
(1 Votar)

Em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota promoverá nesta quinta-feira, 1º, a partir das 14h, uma palestra sobre a importância do tratamento contínuo contra a doença.

 

Voltada para mães e crianças que convivem com o HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana), a ação ocorrerá na recepção do Bloco D do Coronel Mota. Além da palestra, haverá ainda um coffee break e distribuição de brindes para os pacientes.

 

“No dia primeiro de dezembro é comemorado o dia mundial do combate a AIDS, e estamos realizando uma palestra para as mães sobre a importância do tratamento da criança para a garantia de uma infância livre da AIDS”, afirmou a gerente do SAE (Serviço de Atendimento Especializado), Carina Timbó.

 

Além de ressaltar as formas de prevenção, o Dia Mundial de Luta contra a AIDS visa reforçar a assistência e a proteção dos direitos das pessoas que convivem com a doença. A data foi instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) e a OMS (Organização Mundial de Saúde) no ano de 1988.

 

REFERÊNCIA NO ESTADO

 

Dentre as referências no tratamento de pessoas com o HIV/Aids está o SAE, que funciona junto à estrutura do Coronel Mota. A unidade é a única no Estado que oferece atendimento integral aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

 

O SAE oferece acolhimento com profissionais de enfermagem, psicologia, serviço social e fisioterapia. O paciente também conta com os serviços de pediatra, clínico geral e infectologia.

 

Segundo Carina, mais de 4 mil pacientes com o vírus HIV foram atendidos na unidade em 2022.

 

“Buscamos sempre atender o paciente da melhor forma possível, acolhendo, explicando e garantindo o sigilo para que ele se sinta abraçado pela equipe e não acredite que esse é o fim”, ressaltou.

Avalie este item
(1 Votar)

De janeiro a outubro de 2022, a equipe da DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes) da PCRR (Polícia Civil de Roraima) prendeu 114 pessoas, 32,5% a mais que em todo o período de 2021, quando 86 pessoas foram presas por tráfico de drogas.

 

Como estratégias para o combate mais qualificado ao tráfico de drogas, o Denarc (Departamento de Narcóticos) tem realizado ações de prevenção com palestras e orientações nas escolas e, ainda de repressão, com inteligência e integração, .

 

A delegada-geral adjunta e diretora do Denarc, Darlinda Moura Viana, fez um balanço das ações de combate ao tráfico de drogas deste ano e destacou que o enfrentamento é constante e diário.

 

BALANÇO DE APREENSÕES

No ano de 2021, a equipe da DRE realizou 56 operações de combate ao tráfico e drogas na Capital e no Interior que resultaram na lavratura de 49 APFs (auto de prisão em flagrante) com a prisão de 86 pessoas; no cumprimento do mandado de prisão de seis pessoas e instaurou sete inquéritos por portaria.

 

As ações resultaram ainda nas apreensões de 19,073 kg de cocaína e 54,896 kg de maconha, totalizando 73,969 kg de drogas tiradas de circulação. Aprendeu ainda oito armas de fogo, 110 munições, 29 veículos, 32 balanças e a importância de R$ 85.332,00.

 

Até o dia 31 de outubro deste ano, a equipe da DRE já havia superado os números do ano de 2021. Ao todo foram realizadas 62 operações de combate ao tráfico de drogas na capital e no interior que resultaram na lavratura de 61 APFs, com a prisão de 114 pessoas, e instaurou seis inquéritos por portaria.

 

As ações resultaram ainda nas apreensões de 18,378 kg de cocaína e 75,345 kg de maconha, totalizando em 93,723 kg de drogas apreendidas.

 

As equipes policiais apreenderam ainda 10 armas de fogo, 208 munições, 38 veículos, 135 telefones celulares, 46 balanças, sete eletrodomésticos e a importância de R$106.173,00.

 

Em relação ao ano de 2021, os dados apontam que em 2022 houve um crescimento 32% no número de pessoas presas por tráfico de drogas. Também aumentou em 26,7% a apreensão de drogas pela equipe da DRE. A maconha foi o entorpecente mais apreendido, com um aumento de 37,2% em relação ao ano anterior. Segundo Moura, a fronteira com a Guiana explica o aumento na apreensão deste tipo de drogas.

 

Aumentaram também em 31%, a apreensão de veículos utilizados por traficantes para a logística de distribuição de drogas. Os policiais aumentaram ainda em 25% a apreensão de armas em 2022 e também 98% as apreensões de munições. Outro aumento que pode ser destacado é em relação ao dinheiro apreendido em poder dos traficantes, que aumentou em 25%.

 

Para Darlinda Moura, esses números evidenciam que aumentaram ainda mais as estratégias de combate ao crime organizado, que utiliza da inteligência policial e a integração entre as equipes da Polícia Civil, aliado ao apoio da população que tem denunciado mais a atuação de traficantes nos bairros.

 

“Nossos objetivos são retirar as drogas de circulação das ruas com eficiência, dando um prejuízo no núcleo financeiro dessas organizações criminosas. Paralelamente, impedir a atuação dos criminosos que, por conta do “mercado das drogas”, cometem furtos, roubos, homicídios e lavagem de dinheiro”, destacou.

 

PROBLEMA SOCIAL

Ao mesmo tempo em que atua na repressão ao crime organizado, a Polícia Civil mantém nas estruturas do Denarc o NN (Núcleo de Narcóticos), que atua no trabalho de prevenção às drogas. Formado por policiais civis, o Núcleo tem como meta esclarecer a comunidade a respeito da drogadição, principalmente de adolescentes. Os policiais realizam palestras educativas tanto na Capital, quanto no Interior ou até mesmo destinada a outras instituições de segurança.

Para a diretora do Denarc, a oferta de drogas e a “cadeia produtiva” causam um grande problema social, e é necessário que a sociedade como um todo tenha um olhar mais atento aos jovens.

“Temos percebido que aumentou o número de jovens envolvidos com drogas, seja por meio do uso ou no tráfico, o que é pernicioso para a nossa sociedade. Nossa orientação aos pais é para que estejam mais atentos aos filhos, às amizades nutridas por eles, seus comportamentos, para que possam orientá-los de forma que não ingressem no caminho das drogas que, na maioria das vezes, é um caminho sem volta”, disse.

 

INCINERAÇÃO DE DROGAS

Nas estratégias de combate ao crime organizado, a queima de drogas também obteve um grande destaque nos dois últimos anos (2021 e 2022), quando foram incinerados 323 quilos de drogas. Sendo 90,778 kg de cocaína e 232,729 de maconha.

 

AÇÕES POSITIVAS

Para o delegado-geral da PCRR, Eduardo Wayner, os dados são extremamente positivos e a perspectiva para 2023 é aumentar o efetivo da DRE e ampliar as frentes de trabalho de prevenção e repressão ao tráfico de drogas.

 

“Roraima é o menor Estado brasileiro em termos populacionais, e para combater o crime organizado temos realizado várias estratégias ao longo de 2022, seguindo as diretrizes do governador Antonio Denarium de fortalecer ainda mais as investigações. O ano ainda não terminou e acreditamos que até 31 de dezembro, esses números aumentarão e nossa meta é de ampliarmos ainda mais a força da investigação e, consequentemente, dos resultados em 2023”, ressaltou.

Avalie este item
(1 Votar)

A Sesau (Secretaria de Saúde), em parceria com a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), realizou no último sábado, 26, uma ação de saúde da Clínica Médica Especializada Coronel Mota voltada a reeducandos da Cadeia Pública Feminina de Boa Vista, da Cadeia Pública Masculina de Boa Vista e da PAMC (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo).

 

De acordo com a coordenadora geral de Atenção Básica da Sesau, Helena Castelo Branco, foram atendidos cerca de 40 reeducandos. A especialidade mais procurada foi a da ortopedia.

 

“Essa ação específica foi realizada para reduzir a demanda reprimida do sistema prisional para essa especialidade. Mas é um trabalho de rotina com ações recorrentes para atender a toda a população e muitas vezes de maneira preventiva”, afirmou Helena.

 

ATENÇÃO PERMANENTE

 

A atenção em saúde para a população privada de liberdade é uma ação rotineira, sempre realizada por meio da parceria entre Sesau e Sejuc. Em junho deste ano, por exemplo, foi realizada a imunização de 1.642  reeducandos contra os vírus da influenza e da covid-19.

 

Além disso, as equipes de saúde que atuam dentro do sistema prisional mantêm o monitoramento frequente para o rastreamento das doenças infectocontagiosas que tendem a acometer essa população.

 

AGENDA

 

Para quarta-feira, 30, está prevista a realização de um mutirão de atendimento especializado de oftalmologia para os reeducandos na PAMC. A ação está prevista para acontecer a partir das 8h30.

Avalie este item
(1 Votar)

O Coinvest (Comitê de Investimento) do Iper (Instituto de Previdência do Estado de Roraima) elegeu a servidora de carreira do órgão, Camila Cavalcante Lima como a primeira mulher para assumir a presidência da junta, que tem a missão de acompanhar as diretrizes de investimento do RPPS (Regime Próprio de Previdência do Estado de Roraima).

 

O Coinvest tem a função de opinar, por meio de nota técnica, acerca da política de investimento, acompanhar a evolução do investimento do RPPS, analisar a conjuntura econômica do país, discutir cenários e sugerir adequações nas diretrizes de investimento, além de propor critérios e aprovar procedimentos para aplicação de recursos no mercado financeiro.

 

Cavalcante, que já integrava o Conselho, possui especialização em Seguridade Social, certificada e habilitada pela APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais), requisito exigido pela SPREV (Secretaria de Previdência) do MTP (Ministério do Trabalho e Previdência) a todos os gestores que atuam no RPPS.

 

A servidora afirmou que se sente honrada em comandar o Coinvest e agradeceu o apoio dos pares que integram o Comitê e destacou que a equipe possui servidores capacitados com nível elevado de profissionalismo.

 

“Em minha experiência como servidora de carreira busquei me aperfeiçoar e fui direcionada de forma intuitiva para a análise do mercado financeiro. Seguindo o padrão de gestão desenvolvido no Iper, vou trabalhar buscando a excelência, transparência e ética, porque estamos lidando com o patrimônio público e a nossa meta é protegê-lo, principalmente por  estar relacionado ao futuro do servidor, que é a sua aposentadoria,” declarou Camila.

 

O COMITÊ

 

O Coinvest é composto por cinco membros que representam o o Iper, o TCE-RR (Tribunal de Contas do Estado de Roraima), o MPRR (Ministério Público de Roraima). As reuniões acontecem duas vezes por semana ou, quando necessário, em sessões extraordinárias.

 

A presidente do Iper, Adriana Padilha, parabenizou Camila Cavalcante e afirmou que o trabalho do Coinvest será ainda mais fortalecido. “Temos a certeza de que a gestão da presidente Camila trará bons resultados para o patrimônio do Estado”, disse a presidente.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio do IERR (Instituto de Educação de Roraima), iniciou nesta segunda-feira, dia 28, o Capacita Saúde, com a oferta de vários cursos práticos de qualificação profissional, que estão ocorrendo nas dependências do Centro Universitário Estácio da Amazônia.

Cada curso terá a duração de 40 horas /aula, e os primeiros 2.085 inscritos, em Boa Vista, seguem na qualificação até sábado, dia 3 de dezembro.

O Instituto de Educação oferecerá 4.900 vagas para cursos práticos presenciais, teóricos e no formato remoto (online), distribuídos nos municípios de Boa Vista, Cantá, Mucajaí, Iracema, Alto Alegre, Amajari, Caracaraí, Normandia, Bonfim e Pacaraima.

A reitora do IERR, Elísia Martins, explicou que o objetivo dos cursos é qualificar os servidores que já estão no mercado de trabalho e abrir espaço também para aqueles que desejam adentrar o mercado de trabalho e para a comunidade em geral.

“Os cursos da área da saúde atendem na maioria servidores que já estão no mercado de trabalho, potencializando um atendimento melhor e mais humanizado para a população", disse.

Além da área da Saúde, são ofertados cursos na área de manipulação de alimentos que contam com a participação de merendeiras, mães de famílias que desejam aprender um pouco mais sobre a manutenção de uma alimentação saudável.

“Estamos também oferecendo cursos voltados para pecuária, como o curso de Inseminação Artificial (animal), hoje muito procurado pelos jovens e por adultos que já trabalham ou que querem ingressar no mercado de trabalho. Afinal, o nosso Estado tem a vocação para o agronegócio, pecuária, avicultura, piscicultura, apicultura, e o governador Antonio Denarium trabalha de forma incansável na formação de mão de obra qualificada, empregabilidade, renda e subsídios necessários para o desenvolvimento das referidas atividades, frisou a reitora Elísia.

 

Participantes ressaltam a importância dos cursos para ampliar os conhecimentos 

A nutricionista da Secretaria de Educação, Joelma de Souza Costa, que está fazendo o treinamento de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos falou da satisfação e expectativa com o curso e que pretende compartilhar os conhecimentos adquiridos nesses dias.

“Agradeço a oportunidade de estar aprendendo um pouco mais. Sou nutricionista e quero transmitir para os futuros servidores, entre os quais as merendeiras, pois pretendemos fazer os treinamentos com eles.  Já fizemos dois, um em Cantá e outro em Mucajaí. Provavelmente, o treinamento em Boa Vista será em janeiro.  É sempre uma satisfação aprender com essa equipe do Instituto de Educação”, garantiu.

O servidor da Secretaria do Índio e médico veterinário, Johann Aly, é um dos inscritos no curso prático de Inseminação Artificial (animal).  Ele disse que vinha pensando em fazer esse curso há algum tempo e que agora está tendo a oportunidade de fazer gratuitamente.

“Eu acho importante o Governo proporcionar essa qualificação. Eu tinha interesse em fazer esse curso particular e agora surgiu essa oportunidade, eu me inscrevi e espero muito que seja bom para o mercado. Acredito que vai somar bastante para o meu currículo”, falou satisfeito.

Para a merendeira Francisca Morais Borba, que trabalha há pouco mais de um ano na Escola Estadual Vovó Mundica, o curso de qualificação vai ajudar na hora de preparar a merenda.

“Com esse curso eu vim buscar mais prática para empregar no meu local de trabalho e também para repassar para alguém que me ajuda e, às vezes, não sabe igual a mim.  Sempre trabalhei em restaurante, mas nunca fiz nenhum curso, então vim para me aperfeiçoar mais um pouco”, disse feliz.

Cursos que começaram nesta segunda-feira e seguem até o sábado: Hematologia Básica, Treinamento de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos (Merendeiras), Inseminação Artificial (Animal), Procedimentos Técnicos em Feridas e Curativos, Primeiros Socorros, Punção Venosa, Microscopia de Doenças Parasitárias Tropicais, Saúde, Alimentação e Qualidade de Vida.

O Governo de Roraima, por meio do IERR (Instituto de Educação de Roraima), iniciou nesta segunda-feira, dia 28, o Capacita Saúde, com a oferta de vários cursos práticos de qualificação profissional, que estão ocorrendo nas dependências do Centro Universitário Estácio da Amazônia.

Cada curso terá a duração de 40 horas /aula, e os primeiros 2.085 inscritos, em Boa Vista, seguem na qualificação até sábado, dia 3 de dezembro.

O Instituto de Educação oferecerá 4.900 vagas para cursos práticos presenciais, teóricos e no formato remoto (online), distribuídos nos municípios de Boa Vista, Cantá, Mucajaí, Iracema, Alto Alegre, Amajari, Caracaraí, Normandia, Bonfim e Pacaraima.

A reitora do IERR, Elísia Martins, explicou que o objetivo dos cursos é qualificar os servidores que já estão no mercado de trabalho e abrir espaço também para aqueles que desejam adentrar o mercado de trabalho e para a comunidade em geral.

“Os cursos da área da saúde atendem na maioria servidores que já estão no mercado de trabalho, potencializando um atendimento melhor e mais humanizado para a população", disse.

Além da área da Saúde, são ofertados cursos na área de manipulação de alimentos que contam com a participação de merendeiras, mães de famílias que desejam aprender um pouco mais sobre a manutenção de uma alimentação saudável.

“Estamos também oferecendo cursos voltados para pecuária, como o curso de Inseminação Artificial (animal), hoje muito procurado pelos jovens e por adultos que já trabalham ou que querem ingressar no mercado de trabalho. Afinal, o nosso Estado tem a vocação para o agronegócio, pecuária, avicultura, piscicultura, apicultura, e o governador Antonio Denarium trabalha de forma incansável na formação de mão de obra qualificada, empregabilidade, renda e subsídios necessários para o desenvolvimento das referidas atividades, frisou a reitora Elísia.

 

Participantes ressaltam a importância dos cursos para ampliar os conhecimentos 

A nutricionista da Secretaria de Educação, Joelma de Souza Costa, que está fazendo o treinamento de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos falou da satisfação e expectativa com o curso e que pretende compartilhar os conhecimentos adquiridos nesses dias.

“Agradeço a oportunidade de estar aprendendo um pouco mais. Sou nutricionista e quero transmitir para os futuros servidores, entre os quais as merendeiras, pois pretendemos fazer os treinamentos com eles.  Já fizemos dois, um em Cantá e outro em Mucajaí. Provavelmente, o treinamento em Boa Vista será em janeiro.  É sempre uma satisfação aprender com essa equipe do Instituto de Educação”, garantiu.

O servidor da Secretaria do Índio e médico veterinário, Johann Aly, é um dos inscritos no curso prático de Inseminação Artificial (animal).  Ele disse que vinha pensando em fazer esse curso há algum tempo e que agora está tendo a oportunidade de fazer gratuitamente.

“Eu acho importante o Governo proporcionar essa qualificação. Eu tinha interesse em fazer esse curso particular e agora surgiu essa oportunidade, eu me inscrevi e espero muito que seja bom para o mercado. Acredito que vai somar bastante para o meu currículo”, falou satisfeito.

Para a merendeira Francisca Morais Borba, que trabalha há pouco mais de um ano na Escola Estadual Vovó Mundica, o curso de qualificação vai ajudar na hora de preparar a merenda.

“Com esse curso eu vim buscar mais prática para empregar no meu local de trabalho e também para repassar para alguém que me ajuda e, às vezes, não sabe igual a mim.  Sempre trabalhei em restaurante, mas nunca fiz nenhum curso, então vim para me aperfeiçoar mais um pouco”, disse feliz.

Cursos que começaram nesta segunda-feira e seguem até o sábado: Hematologia Básica, Treinamento de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos (Merendeiras), Inseminação Artificial (Animal), Procedimentos Técnicos em Feridas e Curativos, Primeiros Socorros, Punção Venosa, Microscopia de Doenças Parasitárias Tropicais, Saúde, Alimentação e Qualidade de Vida.

Avalie este item
(1 Votar)

A Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), por meio de parceria com o Censipam (Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia), do Ministério da Defesa, promove nesta semana o II Curso Técnico de Geointeligência.

O objetivo da formação é habilitar os servidores da Fundação e de outras instituições para utilização do software QGIS, multiplataforma de SIG (Sistema de Informação Geográfica), que permite a visualização, edição e análise de dados georreferenciados.

O curso está sendo realizado na unidade do IERR (Instituto de Educação de Roraima), localizada no bairro Tancredo Neves. As aulas começaram nesta segunda-feira, 28, prosseguem até sexta-feira, dia 2 de dezembro, e são ministradas por militares do Censipam.

Mais de 50 servidores de órgãos públicos estaduais e federais, incluindo civis e militares, estão recebendo instruções.

"Além dos conhecimentos proporcionados pelo curso e o ganho em análise e monitoramento através da ferramenta QGIS, a diversidade da composição dos alunos da Femarh, Exército Brasileiro, Polícia Federal, GSI, Polícia Rodoviária Federal, Casa Militar, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Iteraima, Funai e outros, proporcionará grande oportunidade para ampliar a integração e aproximação entre os diversos órgãos e agências federais e estaduais que atuam em Roraima, ampliando as possibilidades de futuras ações dentro do Estado" disse o coordenador do Curso, coronel Simões.

 

Presidente da Femarh enfatizou os benefícios da formação para melhoria dos serviços

De acordo com o diretor-presidente da Femarh, Glicério Fernandes, essa formação é muito importante para o desempenho dos servidores nas atividades de licenciamento ambiental, no CAR (Cadastro Ambiental Rural), monitoramento ambiental e planejamento das ações de fiscalização, tendo em vista que o software permite a integração de dados georreferenciados, uso de imagem de satélite, edição de dados e produção de mapas.

“O QGIS é uma ferramenta de geointeligência, com a qual você consegue trabalhar os espaços geográficos do Estado, relacionar informações, trabalhar o CAR, o licenciamento, a regularidade e principalmente o controle ambiental. A Femarh é o fio condutor para que ações relacionadas à proteção ambiental ocorram, então essa atualização é muito importante”, ressaltou o presidente.

 

Servidores destacaram a importância do curso

A servidora da Femarh, Ana Kelly Barbosa, frisou a relevância da formação para o desempenho das atividades.

“É a segunda edição deste curso. Temos um Acordo de Cooperação Técnica com o Censipam. Eles vieram no ano passado, fizemos a primeira turma e, este ano, eles voltaram com essa novidade de abrir vagas para outras instituições. Então esperamos que essa capacitação sirva de ferramenta importante para implementar nossas ações de análise, monitoramento e fiscalização na Femarh”, afirmou.

A tenente da PMRR (Polícia Militar de Roraima), Rosemary Albano Correia, também enfatizou os benefícios da formação para seu exercício profissional.

“O curso de QGIS agrega bastante conhecimento para todas as áreas, inclusive para o setor de inteligência policial. Acredito que vai proporcionar muito conhecimento e facilitar nossas atividades, seja de policiamento ou de fiscalização”, disse.

 

Sobre o Censipam e o QGIS

O Censipam é um Órgão do Ministério da Defesa criado em 2002 com o objetivo de promover a proteção e o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal e com a missão de monitorar, integrar e difundir informações para o planejamento e coordenação de ações em prol da Amazônia.

O QGIS é um Sistema de Informação Geográfica livre, importante ferramenta utilizada em geoinformação e geointeligência, agregando valor e ampliando as capacidades de monitoramento, planejamento e análise ambiental em apoio ao combate aos ilícitos ambientais e diversas outras atividades.

Avalie este item
(1 Votar)

A Sesau (Secretaria de Saúde) promoveu na tarde deste domingo, 27, um encontro entre mães e servidores que atuam no cuidado de recém-nascidos na UTI Neonatal do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth. Essa é mais uma ação alusiva ao Novembro Roxo, mês de atenção e sensibilização à prematuridade.  

A programação começou às 16h30, com atividades recreativas no Parque Anauá, no bairro dos Estados. Além de pintura em rosto, a ação contou ainda com gibiteca para crianças, apresentações de danças e músicas, dentre outras atrações.

“Nós tivemos a oportunidade de fazer esse evento extra-hospitalar com o principal objetivo de nos reunirmos aqui, nesse momento muito feliz, com as mães que tiveram bebês internados na Maternidade. Graças a Deus deu tudo certo e hoje elas podem estar aqui, juntamente com a equipe do Hospital Materno Infantil e Sesau, comemorando essa vitória”, destacou a enfermeira e coordenadora da UCINCo (Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais) da Maternidade, Vivia Santana.

Thallyta Pires, de 32 anos, teve seu primeiro filho com apenas 34 semanas de gestação, devido a um mau funcionamento da placenta. Desde o nascimento do pequeno Miguel, os dois lutaram diariamente para que ele conseguisse o peso ideal para poder ir para casa.

“Esse evento é muito importante, é um alerta também. Para prevenir a prematuridade, é preciso investir mais no pré-natal e conscientizar as pessoas sobre isso, pois, conforme as estatísticas, as crianças que mais morrem são as prematuras. Então, é um tema muito importante que tem que ser abordado”, comentou.

A programação deste ano contou com o apoio da Segad (Secretaria da Gestão Estratégica e Administração), Secult (Secretaria de Estado da Cultura e Turismo), Seadi (Secretaria da Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) e Cerr (Companhia Energética de Roraima).

Avalie este item
(1 Votar)

Neste domingo, 27, será celebrado o Dia Nacional de Luta Contra o Câncer de Mama, data instituída pela Lei 12.116/2009 e que tem como objetivo conscientizar a população sobre os riscos da doença e como preveni-la.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de neoplasia ocupa a primeira colocação em mortalidade de mulheres por câncer no Brasil. Somente no ano passado, foram estimados 66.280 novos casos, com risco de 61,61 casos a cada 100 mil pacientes.

Para que o tratamento tenha eficácia, é necessário que a mulher fique atenta aos primeiros sinais, principalmente quando sente que há algum tipo de alteração na mama.

A funcionária pública aposentada Yara Carneiro, de 66 anos, foi surpreendida com um diagnóstico de câncer de mama em 2006. Mesmo não tendo casos na família, ela acabou fazendo a descoberta da doença após perceber a existência de um nódulo em um de seus autoexames de rotina.

“Sempre que menstruava, eu fazia o autoexame no meu seio, e em um desses procedimentos acabei identificando um nódulo. Fui para Manaus e consultei o médico, fiz minha cirurgia e comecei o tratamento por lá e terminei depois aqui [em Roraima]”, afirmou.

Após enfrentar a doença e passar pelo devido tratamento, a aposentada conseguiu recuperar sua autoestima com a tão sonhada reconstrução mamária. O apoio dos familiares e amigos também foi fundamental nesse período.

“Após quatro anos e meio [da retirada da mama], eu fiz a reconstrução da minha mama e não tive mais problema com isso. Pude usar minhas roupinhas de alça, colocar um biquíni, voltei a minha vida de antes. Minha maior força foi tanto minha família como meus amigos que nunca me abandonaram, até hoje tenho o carinho deles”, completou.

De acordo com o médico mastologista da Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima), Anderson Dalla Benetta, é recomendado que mulheres façam a mamografia anualmente, a partir dos 40 anos de idade. O objetivo é identificar precocemente lesões na mama, assim o tratamento poderá ser menos agressivo e a chance de cura mais alta.

“Atualmente as mulheres têm chegado à unidade com tumores cada vez mais precoces e os tratamentos felizmente estão sendo muito mais eficazes, menos agressivos e menos mutilantes. Com isso, conseguimos garantir uma melhor qualidade de vida para as pacientes”, completou o especialista.

 

SOBRE A UNACON-RR

 

A Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima) é a unidade referência no tratamento do câncer para todas as neoplasias de pessoas adultas no Estado.

Por lá, a paciente tem acesso a uma gama de serviços, como uma equipe multidisciplinar bastante ampla, formada por fisioterapeutas, assistentes sociais e nutricionistas, entre outros.

Ao todo, 104 pacientes deram entrada este ano na unidade para iniciar tratamento contra a doença. Além de cirurgia, a Unacon-RR também oferece sessões de quimioterapia quando necessário.

A Unacon-RR está situada dentro do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), que fica na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, nº 1.364, bairro Aeroporto.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima deu suporte logístico e participou neste sábado, 26, de evento do programa Conhecendo os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), organizado pela produtora Ecotransforma e pela NTICS Projetos, com patrocínio da empresa geradora de energia Eneva.

Com foco em 17 metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas para transformar o mundo, o evento chamou a atenção para o compromisso de todos, governos e sociedade, na construção do desenvolvimento econômico sustentável com responsabilidade socioambiental.

A ação foi realizada no Forródromo do Parque Anauá, das 10 às 17 horas, com mobilização de instituições e de voluntários e oferecimento de atividades interativas, orientações, transmissão de conhecimentos e de experiências, entrega de mudas de frutíferas, apresentações culturais e espaço lúdico para realização de brincadeiras para o público infantil.

O governador Antonio Denarium destacou o Plano de Desenvolvimento Sustentável Roraima 2030 e o esforço do governo para garantir o crescimento econômico com sustentabilidade.

“No início de nossa gestão, criamos o Programa Roraima 2030, essa é a política adotada pelo Estado para o desenvolvimento socioeconômico. Estamos trabalhando, com envolvimento de todas as secretarias, para diminuir as desigualdades sociais, com crescimento econômico e a preservação ambiental. Valorizamos todos que trabalham e produzem com sustentabilidade. Nesse sentido, esse Caminhão Conhecendo os ODS, que está passando por todo o País e levando as políticas de sustentabilidade, é muito importante”, ressaltou o governador.

 

 

Setrabes apresentou programas e ODS em execução

 

A Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) apresentou suas políticas públicas e ações que integram Assistência Social, Emprego e Direitos Humanos, a exemplo dos programas Cesta da Família, Sine, Planta Roraima, Mais Esportes Mais Cidadania, Igualdade Racial.

Conforme a titular da Pasta, Tânia Soares, a Setrabes tem em seu planejamento 14 ODS em execução.

“Existe a agenda mundial 2030 da qual o Brasil é signatário e nela está estabelecida a execução das 17 ODS. Roraima está à frente nesse processo, porque já elaboramos o nosso plano de desenvolvimento baseado nas ODS. Além disso, a Setrabes tem seu próprio planejamento com 14 ODS em execução. Temos a segurança alimentar, a erradicação da pobreza, nosso trabalho para geração de emprego e renda, entre outros. Todas as ações da Secretaria estão vinculadas a vários ODS”, enfatizou a secretária.

 

Programa Planta Roraima chamou a atenção dos visitantes

 

Um dos programas apresentados pela Setrabes foi o Planta Roraima. Realizado em parceria com a Desenvolve Roraima, ele propicia o plantio de hortaliças em residências para o consumo das famílias, e a produção excedente pode gerar renda.

“Os proponentes são contemplados com financiamentos de até R$5 mil. A capacitação é gratuita e feita pela Setrabes. Tivemos duas turmas, a de 2021, com 50 pessoas, e a deste ano, com 80 pessoas. A intenção é a pessoa se alimentar, alimentar sua família e, com o excedente, gerar renda”, explicou o coordenador do programa e tecnólogo em agropecuária, Juliano Correia Montenegro.

“Com um canteiro de 10 metros a pessoa terá uma média de R$700 por produção. Tendo 10 canteiros diversificados, conforme estudo já realizado, a pessoa pode ter uma renda mensal de R$1.500,00 livre, tirando a parte da produção destinada para o consumo da família”, complementou.  

A servidora pública Ângela Naiva, de 38 anos, elogiou o trabalho desenvolvido pelos técnicos da Setrabes. “É um trabalho muito bom, muito organizado. Eles estão dando informações sobre como produzir a horta e qualquer pessoa pode ter uma, além disso pode obter renda com esse projeto”, afirmou.

 

Organizadores destacaram a importância de envolver a população nas ações sobre ODS

 

O representante da NTICS Projetos, Delmon Viga, ressaltou a amplitude do programa Conhecendo os ODS e a satisfação de levar conhecimento a vários locais.

“É uma alegria estar aqui em Boa Vista e trazer esse projeto que fala sobre esses 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável, para que as pessoas tenham essa consciência de como podemos construir um planeta mais saudável e mais sustentável. Esses 17 objetivos são muito amplos e incluem erradicar a fome, proporcionar educação de qualidade, saúde e bem-estar e garantir cidades e comunidades sustentáveis”, frisou.

O coordenador de manutenção da Eneva, Marcos Antônio, destacou o comprometimento da empresa com projetos que envolvam a população.

“A Eneva defende que não tem como você trazer o crescimento para o local sem trazer sustentabilidade. A empresa precisa impactar de forma positiva as comunidades ao redor. Hoje esperamos aqui quatro mil pessoas para participar do evento. Temos as ONGs (Organizações Não-Governamentais) e várias instituições, entre elas o Governo do Estado, funcionários da própria empresa, cerca de 250 voluntários, para trazer a conscientização para que todos entendam a importância dos ODS”, disse.

 

Avalie este item
(0 votos)

Pelo menos 1.622 reeducandos do sistema prisional de Roraima irão participar entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro da 3ª Jornada Literária no Cárcere. O evento é uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça, em parceria com o Observatório do Livro e da Leitura.

 

A ação que ocorre de forma on-line e gratuita tem como objetivo fortalecer o acesso ao livro e à leitura para pessoas privadas de liberdade.

 

O secretário da Sejuc (Secretaria Justiça Cidadania), André Fernandes, destacou que o encontro dará destaque à Resolução do Conselho Nacional de Justiça, de nº. CNJ 391/2021, que aborda a remição de pena por meio de práticas socioeducativas.

 

“Escritores e especialistas de todo o país debatem a leitura como prática de transformação social, além das novas recomendações para a remição da pena por livros lidos. Também serão apresentadas uma série de iniciativas voltadas para o acesso à leitura em unidades prisionais”, declarou.

 

Ainda de acordo com Fernandes, a prática garante um direito constitucional do preso, previsto na LEP [Lei de Execução Penal].

 

“Garantido pela Constituição e pela LEP, o acesso à educação e à leitura ainda é um desafio no contexto da privação de liberdade, entretanto, ações como essa quebram barreiras e incentivam os custodiados”, ressaltou.

 

OS PARTICIPANTES

 

Essa será a primeira vez que os presos das unidades prisionais do Estado de Roraima irão participar.

 

Entre os quais, 814 internos da Cadeia Pública Masculina de Boa Vista, 599 internos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, 169 internos da Cadeia Pública Feminina de Boa Vista e 40 internos do Presídio de Rorainópolis.

 

Além do mais, em quase todas as unidades prisionais 100% dos internos foram inscritos. A intenção é atingir 100% dos custodiados de todas as unidades prisionais nas próximas edições.

 

O evento integra as atividades do Programa Fazendo Justiça, parceria do CNJ com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e apoio do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) para incidir em desafios no campo da privação de liberdade.

 

Nos Estados, a política é efetivamente implementada por meio das Secretarias estaduais, no caso de Roraima, através da Sejuc por meio do Desipe (Departamento do Sistema Penitenciário) e do Departamento de Justiça Direitos Humanos e Cidadania.

Avalie este item
(0 votos)

Quando o assunto é mercado de trabalho nunca é demais ter conhecimento técnico na área de atuação. E aqueles interessados em ter a qualificação necessária para melhorar o curriculum podem se preparar para os cursos profissionalizantes que serão realizados pelo Governo de Roraima a partir da semana que vem.

 

O Instituto de Educação de Roraima ofertará 4.900 vagas para cursos práticos presenciais e teóricos e no formato remoto (on line), distribuídos nos municípios de Boa Vista, Cantá, Mucajaí, Iracema, Alto Alegre, Amajarí, Caracaraí, Normandia, Bonfim e Pacaraima. 

 

Além de profissionais ou estudantes da área de saúde, a comunidade em geral também pode fazer a inscrição que está disponível para parte dos cursos.

 

Segundo o governador Antonio Denarium, essa é a oportunidade que muitos estavam esperando para ampliar os conhecimentos com foco em uma vaga no futuro emprego.

 

“Temos abrangência em diversas áreas para que tenhamos turmas iniciando ainda este ano. O Governo está trabalhando em várias frentes e é fundamental ter mão de obra qualificada para que o mercado de trabalho possa acompanhar o desenvolvimento do nosso Estado, e uma das propostas da nossa gestão é também dar oportunidade de capacitação para quem precisa”, esclareceu o governador.

 

AS INSCRIÇÕES

 

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas de forma online, por meio do formulário eletrônico disponível no endereço https://ierr.edu.br/form/

 

Conforme a reitora do Instituto, Elísia Martins, as pessoas interessadas devem estar atentas para o período e a forma de inscrição que varia de acordo com a área.

 

“Temos cursos que estão com inscrições abertas e que encerram no próximo domingo, e para estes as aulas iniciam na próxima semana. Porém temos outros cursos em que as inscrições serão abertas em janeiro, fevereiro, março e abril,  então os interessados precisam estar atentos ao edital, para que não percam a oportunidade de ter acesso a qualificação, tão importante para atender as exigências do mercado”, complementou a reitora.

 

CURSOS OFERTADOS

 

Entre os cursos ofertados estão Hematologia Básica, Treinamento de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos, Inseminação Artificial (animal), Procedimentos Técnicos em Feridas e Curativos, Primeiros Socorros, Punção Venosa, Microscopia de Doenças Parasitárias Tropicais, Saúde Alimentação e Qualidade de Vida, Comunicação na Saúde, Cuidados com o Idoso.

 

E ainda: Atendente de Farmácia Básico e Intermediário, Biossegurança e Segurança do Paciente, Controle de Infecção Hospitalar, Fisioterapia no Trabalho, Gestão da Diversidade e Inclusão na Liderança de Equipes da Saúde, Saúde Mental nas Organizações, Aromaterapia.

 

Como também: Gestão e Terapia Nutricional para Pacientes Hospitalizados, Gestão de Riscos de Emergência em Saúde Pública no Contexto da COVID-19, Epidemiologia em Saúde, Gestão de Contratos e Convênios em Saúde, Psicologia da Saúde, Noções Básicas de Avaliação Nutricional, Alongamento Terapêutico, Atenção Primária à Saúde, Fisioterapia Desportiva, Psicologia Social, Psicologia Organizacional, Guia Alimentar para População Brasileira, Fisioterapia no Trabalho.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima apoia e participa do programa Caminhão Conhecendo os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), que ocorre neste sábado, dia 26, no Forródromo do Parque Anauá, no Bairro dos Estados, das 10h às 17h com atividades para toda a família.

 

Considerado uma das maiores iniciativas para a regeneração do planeta, o projeto trata sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU durante o itinerário que circula de Norte a Sul do País até 2023, levando informações e atividades relacionadas à agenda. Atualmente em Boa Vista, o caminhão já passou por 13 cidades em sete Estados brasileiros.

 

APOIO LOGÍSTICO

 

Com apoio logístico e parceria do Governo do Estado, o evento é organizado pela produtora Ecotransforma e a NTICS Projetos, patrocinado pela operadora Eneva, que, com investimentos na área de energia, promove ainda desenvolvimento sustentável da região. O caminhão deve reunir cerca de 4 mil pessoas durante toda a programação neste sábado no Parque Anauá.

 

Para o governador Antonio Denarium, é de interesse do governo parcerias como essa, que levam conhecimento, entretenimento para a família que vive em Roraima. “São iniciativas desse tipo que melhoram a qualidade de vida das pessoas”, disse.

 

O representante da NTICS na Amazônia, Bellmond Viga, explicou que a empresa realiza projetos de responsabilidade social há 20 anos no mercado, e desde 2017 é signatária junto à ONU para levar os ODS para o conhecimento da população.

 

De acordo com Viga, o objetivo principal do evento, que contará com 17 barracas e o caminhão, é trazer de forma prática o que são os objetivos para os visitantes.

 

“Percebemos ao longo desses anos que muitas empresas olham para esses objetivos, mas a população ainda não sabe exatamente o que são. Muitas vezes são ações simples que a gente pode alinhar para aplicá-los de forma prática no dia a dia. Por isso a ideia é que cada pessoa seja um agente multiplicador quando a gente considera que somos oito bilhões de pessoas, o que causa um impacto enorme para o planeta”, disse Bellmond.

 

O PROGRAMA

 

Dentre as atividades programadas para o evento estão oficinas, atividades práticas, realidade virtual, exposições, rodas de conversa, oficina de robótica, exposição de brinquedos robóticos, oficina de brinquedos, artesanato, apresentação da gastronomia indígena, coleta de recicláveis, orientação para abertura de MEI (Microempreendedor Individual), distribuição de mudas frutíferas, bate papo, vídeos interativos e dezenas de atividades divididas dentro e fora do caminhão, além de talks (conversas) voltadas a empresas, universidades e instituições para debaterem o que já existe e o que ainda precisa ser feito dentro de cada cidade, Estado e no País.

 

De salários justos aos cuidados para uma saúde de qualidade e proteção social, o projeto tem como objetivo ampliar o debate sobre as 169 metas dos 17 ODS da Agenda 2030 da ONU junto a professores e alunos da rede pública de ensino e a toda população das regiões visitadas.

 

AGENDA

 

As atividades ocorrem das 10h às 17h, no Parque Anauá, localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, no Bairro dos Estados. A participação é gratuita.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) entende a importância de manter o bem-estar, saúde e qualidade de vida dos colaboradores e realizou  nesta sexta-feira, 25 , mais uma ação preventiva de imunização contra a gripe (Influenza).

 

A ação é resultado da parceria entre o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, da Companhia, e o Núcleo de Saúde e Segurança do Trabalho do Sesi (Serviço Social da Indústria).

 

A assistente Social da Caer, Elianete Saraiva, explicou que a vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra a gripe e suas complicações e, devido às diversas mutações do vírus, é necessária a vacinação anual contra a gripe.

 

“Essa ação é uma continuidade aos trabalhos de atenção à saúde do colaborador que são promovidas pela Caer. Foram disponibilizadas 200 doses da vacina contra o vírus da influenza, e 100 colaboradores aproveitaram a oportunidade para se prevenir contra doenças respiratórias e colocar o cartão de vacinação em dia”, pontuou Elianete.

 

 

A enfermeira do Sesi, Joice Silva esclareceu que a vacinação é comprovadamente eficaz na redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como o vírus da gripe e do coronavírus.

 

“A vacina imuniza os colaboradores contra as formas graves de gripe. São doses trivalentes, que têm eficácia contra as três cepas de maior gravidade. A vacinação diminui a propagação da doença e evita o avanço de casos para quadros mais graves”, disse Joice.

 

Para a colabora da Caer, Cirlene Tenente, essa ação mostra como a empresa [Caer] se preocupa com os colaboradores, e reforça a importância da vacinação nos dias de hoje, já que tem vários vírus circulando no país.

 

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) realizou nesta sexta-feira, 25, uma programação especialmente voltada para doadores regulares. 

 

Atualmente, o Hemoraima conta com 247 doadores fidelizados, que são aqueles doadores que sempre atendem o chamado da unidade.

 

“Hoje tivemos uma programação toda especial com sorteio de brindes, café da manhã e da tarde especial para aqueles que tanto ajudam. Temos muito o que agradecer a todos que participaram e puderam comparecer hoje na nossa unidade”, destacou a diretora do Hemoraima, Patrícia Veríssimo.

 

A bibliotecária Sara Cristina da Silva, de 40 anos, teve complicações durante o pós-parto em 2016, resultando em uma grave hemorragia. As três bolsas de sangue que recebeu durante este período foram fundamentais para salvar a vida dela.

 

“Isso é muito emocionante para mim porque hoje eu posso retribuir esse ato de amor que alguém fez por mim. Agora todo ano eu serei doadora”, complementou.

 

Instituída por meio da Lei nº 53.988/1964, o Dia Nacional do Doador é celebrado anualmente no dia 25 de novembro. A data tem como principal objetivo ressaltar a importância da doação no país e valorizar o doador de sangue.

 

Em Roraima, o Hemoraima é a unidade responsável por atender as demandas das unidades hospitalares da rede pública e privada do Estado, e uma única doação pode salvar até três vidas.

 

SEJA UM DOADOR

 

Para ser um doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h. Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98414-0726.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta sexta-feira, 25, o governador Antonio Denarium se reuniu com o superintendente estadual do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em Roraima, Roberto Kuerten, para firmar parceria que permite agilizar o processo do Censo 2022 realizado pelo órgão no Estado.

 

No trabalho unificado do Governo e o IBGE, a Secidades (Secretaria de Cidades e Desenvolvimento Urbano) disponibilizará veículos para melhorar o acesso dos técnicos nas comunidades mais afastadas. A Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento) também participa com o subsídio de informações e está treinando os agentes recenseadores pela plataforma do IER (Instituto de Educação de Roraima).

 

Esse esforço busca atingir um resultado eficiente e mais próximo da realidade de Roraima, o que vai garantir que tanto o Governo Federal e do Estado tenham dados para balizar políticas públicas de qualidade para a próxima década, período coberto pelo Censo 2022.

 

O governador Antonio Denarium fez um pedido à população roraimense para participar das pesquisas oficiais do IBGE, ao destacar a importância de receber os pesquisadores e responder aos questionamentos, para garantir um bom resultado do recenseamento e implantar políticas alinhadas às necessidades locais.

 

“É muito importante que cada família, cada casa visitada, passe as informações corretas para o IBGE nesse levantamento, afinal, é com esses dados que o Governo Federal vai avaliar o Estado e os municípios. Temos trabalho pela frente. Gostaria de contar com o apoio também de todas as prefeituras e da nossa população”, declarou Denarium.

 

O superintendente do IBGE em Roraima, Roberto Kuerten, reiterou a importância na prestação das informações coletadas durante as entrevistas oficiais feitas pelo órgão.

 

“Na próxima semana vamos chegar próximo de 80% do recenseamento, e nessa reta final fica mais difícil achar as pessoas em casa. Por isso a gente está fazendo esse esforço concentrado, com nosso pessoal na rua inclusive em feriados. O Censo é uma ferramenta que beneficia Roraima e o Brasil”, reforçou Kuerten.

 

 

LOGÍSTICA

 

O Governo de Roraima, por meio da Secidades, disponibilizou 18 carros e motoristas para a locomoção dos agentes recenseadores responsáveis por coletar dados para o Censo 2022.

 

O titular da pasta, Edécio Marques Júnior, explicou que, além do apoio logístico, com o trabalho de 200 pessoas divididas entre a Capital e municípios do Interior. “A parceria permitirá uma boa fluidez e capilaridade no processo, aproveitando a expertise da nossa Secretaria de Governo nesse assunto”, disse.

 

 

O coordenador técnico do censo demográfico do IBGE em Roraima, Nagib Lima, afirmou que a parceria permite criar mecanismos para acessar comunidades e moradores que hoje o órgão não obtém sucesso.

 

“O Governo do Estado tem uma capilaridade muito grande. O pessoal que faz o cadastro dos programas sociais do Governo Federal tem acesso direto a essas pessoas e experiência na abordagem. Eles explicam essa necessidade de a pessoa participar da pesquisa e a importância do trabalho para o Estado. Uma vez sensibilizada a pessoa, o recenseador do IBGE vai até a família e faz essa entrevista”, relatou.

 

POLÍTICAS PÚBLICAS

 

O secretário-adjunto da Seplan, economista Fabio Martinez, informou ainda que, para a realização do Censo 2022, o Governo já possuía alguns convênios firmados com o IBGE, o principal para cálculo do PIB (Peso Interno Bruto) de Roraima e dos municípios.

 

Ele lembrou que o recenseamento é fundamental para se conseguir dados fidedignos da economia e da participação social locais, o que auxilia políticas públicas que envolvem e são executadas tanto pelo Governo Federal quanto pelo Estado.

 

 

“Essa parceria acabou se estreitando agora para o Censo. Além do convênio sobre o PIB, tivemos outra experiência nas análises do aumento do fluxo migratório internacional, com estudos próprios da Seplan que auxiliaram o IBGE e propiciaram uma atualização da projeção populacional. Antes de 2018 a gente não tinha computado esse movimento oficialmente”, detalhou Martinez.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) entende a importância de manter o bem-estar, saúde e qualidade de vida dos colaboradores e realizou  nesta sexta-feira, 25 , mais uma ação preventiva de imunização contra a gripe (Influenza).

 

A ação é resultado da parceria entre o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, da Companhia, e o Núcleo de Saúde e Segurança do Trabalho do Sesi (Serviço Social da Indústria).

 

A assistente Social da Caer, Elianete Saraiva, explicou que a vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra a gripe e suas complicações e, devido às diversas mutações do vírus, é necessária a vacinação anual contra a gripe.

 

“Essa ação é uma continuidade aos trabalhos de atenção à saúde do colaborador que são promovidas pela Caer. Foram disponibilizadas 200 doses da vacina contra o vírus da influenza, e 100 colaboradores aproveitaram a oportunidade para se prevenir contra doenças respiratórias e colocar o cartão de vacinação em dia”, pontuou Elianete.

 

 

A enfermeira do Sesi, Joice Silva esclareceu que a vacinação é comprovadamente eficaz na redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como o vírus da gripe e do coronavírus.

 

“A vacina imuniza os colaboradores contra as formas graves de gripe. São doses trivalentes, que têm eficácia contra as três cepas de maior gravidade. A vacinação diminui a propagação da doença e evita o avanço de casos para quadros mais graves”, disse Joice.

 

Para a colabora da Caer, Cirlene Tenente, essa ação mostra como a empresa [Caer] se preocupa com os colaboradores, e reforça a importância da vacinação nos dias de hoje, já que tem vários vírus circulando no país.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem -Estar Social), junto com a CAISAN (Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar Nutricional), promoveu nesta sexta-feira, 25, o 1º Encontro Estadual do SISAN, com palestras e debates.

 

O evento buscou fortalecer o entendimento acerca do SISAN (Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional) e do processo de adesão ao sistema, além de estimular a participação da sociedade civil para o acompanhamento e o apoio a adesão, reforçando as características e a importância dos Conselhos Municipais de Segurança Alimentar e Nutricional.

 

A secretária da Setrabes, Tânia Soares, destacou que o evento buscou articular e desenvolver a política de segurança alimentar nos municípios e acompanhar ações, campanhas, projetos e programas de segurança alimentar e nutricional, a exemplo do programa Planta Roraima.

 

“Parabenizo toda a equipe da Caisan, Consea/RR e parceiros pela iniciativa e condução das pesquisas que estão sendo feitas nos municípios, levando propostas e ações para que possamos atingir a segurança alimentar das famílias e proporciona a qualidade de vida e mais saúde”, disse a secretária.

 

A coordenadora da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar Nutricional, Rita Mello, disse que o encontro propôs aos municípios a participação e adesão ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional .

 

“Nossa equipe está realizando visitas em cada município buscando o levantamento e diagnóstico. E hoje promovemos o 1º Encontro Estadual do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, com a participação dos representantes para que possam entender a importância de levar a Segurança Alimentar a população vulnerável em seus municípios”, afirmou Rita.

 

A Conselheira da Segurança Alimentar e Nutricional do Estado de Roraima (CONSEA/RR), Fabíola Gibis, disse que o evento foi importante para reunir esforços no atendimento às famílias em vulnerabilidade social diante do agravamento das condições de insegurança alimentar da população em decorrência da pandemia.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima apoia e participa do programa Caminhão Conhecendo os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), que ocorre neste sábado, dia 26, no Forródromo do Parque Anauá, no Bairro dos Estados, das 10h às 17h com atividades para toda a família.

 

Considerado uma das maiores iniciativas para a regeneração do planeta, o projeto trata sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU durante o itinerário que circula de Norte a Sul do País até 2023, levando informações e atividades relacionadas à agenda. Atualmente em Boa Vista, o caminhão já passou por 13 cidades em sete Estados brasileiros.

 

APOIO LOGÍSTICO

 

Com apoio logístico e parceria do Governo do Estado, o evento é organizado pela produtora Ecotransforma e a NTICS Projetos, patrocinado pela operadora Eneva, que, com investimentos na área de energia, promove ainda desenvolvimento sustentável da região. O caminhão deve reunir cerca de 4 mil pessoas durante toda a programação neste sábado no Parque Anauá.

 

Para o governador Antonio Denarium, é de interesse do governo parcerias como essa, que levam conhecimento, entretenimento para a família que vive em Roraima. “São iniciativas desse tipo que melhoram a qualidade de vida das pessoas”, disse.

 

O representante da NTICS na Amazônia, Bellmond Viga, explicou que a empresa realiza projetos de responsabilidade social há 20 anos no mercado, e desde 2017 é signatária junto à ONU para levar os ODS para o conhecimento da população.

 

De acordo com Viga, o objetivo principal do evento, que contará com 17 barracas e o caminhão, é trazer de forma prática o que são os objetivos para os visitantes.

 

“Percebemos ao longo desses anos que muitas empresas olham para esses objetivos, mas a população ainda não sabe exatamente o que são. Muitas vezes são ações simples que a gente pode alinhar para aplicá-los de forma prática no dia a dia. Por isso a ideia é que cada pessoa seja um agente multiplicador quando a gente considera que somos oito bilhões de pessoas, o que causa um impacto enorme para o planeta”, disse Bellmond.

 

O PROGRAMA

 

Dentre as atividades programadas para o evento estão oficinas, atividades práticas, realidade virtual, exposições, rodas de conversa, oficina de robótica, exposição de brinquedos robóticos, oficina de brinquedos, artesanato, apresentação da gastronomia indígena, coleta de recicláveis, orientação para abertura de MEI (Microempreendedor Individual), distribuição de mudas frutíferas, bate papo, vídeos interativos e dezenas de atividades divididas dentro e fora do caminhão, além de talks (conversas) voltadas a empresas, universidades e instituições para debaterem o que já existe e o que ainda precisa ser feito dentro de cada cidade, Estado e no País.

 

De salários justos aos cuidados para uma saúde de qualidade e proteção social, o projeto tem como objetivo ampliar o debate sobre as 169 metas dos 17 ODS da Agenda 2030 da ONU junto a professores e alunos da rede pública de ensino e a toda população das regiões visitadas.

 

AGENDA

 

As atividades ocorrem das 10h às 17h, no Parque Anauá, localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, no Bairro dos Estados. A participação é gratuita.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Com a presença do governador Antonio Denarium, a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) celebrou nesta quinta-feira, 24, a criação da Unidade de Apoio ao Empreendedor. Na oportunidade, o governo também contemplou a instituição com 100 novos computadores e realizou a entrega de mais três novos títulos definitivos para empresas instaladas no Distrito Industrial Aquilino Mota Duarte.

 

Destacando a UAE, o titular da Seadi, Emerson Baú, afirmou que o núcleo põe em prática a execução de ações que ampliam as necessidades da indústria, comércio e serviços em Roraima.

 

“A Unidade de Apoio ao Empreendedor é um serviço necessário para o nosso Estado valorizando quem trabalha e produz. Dessa forma, os serviços promovidos pela Unidade incluem vantagens de desburocratização e financiamentos com foco nas micro e pequenas empresas pela geração de emprego e renda”, explicou o titular da Seadi.

 

Para o governador Denarium, a UAE amplia a gestão de serviços, comércio, indústria, agricultura empresarial e agricultura familiar em todo o Estado.

 

“O microempreendedor merece atenção especial para garantir seu fomento econômico. Nesse intuito, o governo reforça os processos de informação do Estado no atendimento integral, garantindo agilidade aos projetos estruturantes em mais um ambiente aconchegado, receptivo e humanizado, tornando eficaz todas as atividades empreendedoras, também estimulando capacitação, treinamentos e orientação aos meios empresariais em sua formalização”, complementou.

 

O coordenador de Competitividade Industrial e Comercial, Max Fraga, também avaliou os objetivos da Unidade de Apoio ao Empreendedor.

 

“O núcleo nasce como um apoio direto aos trabalhadores, sobretudo, atuando em parceria com a Femicro (Federação das Associações de Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Empreendedores Individuais), Fier (Federação das Indústrias), Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), Junta Comercial, Sefaz (Secretaria da Fazenda), Desenvolve RR e demais bancos fomentando incentivos fiscais, linhas de crédito e orientações estratégicas para a efetiva segurança dos negócios”, disse.

 

ATENDIMENTO UAE

 

A Unidade de Apoio ao Empreendedor (UAE) funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30, no prédio da Seadi, situado na avenida General Penha Brasil, nº 1121, bairro São Francisco.

 

A Missão da UAE é melhorar o ambiente de negócios para o desenvolvimento econômico de Roraima, sendo um elo do empreendedor com as instituições de crédito, capacitação e treinamento por meio da simplificação de processos e a facilitação do dia a dia do empreendedor nos órgãos públicos, garantindo atendimento ágil e de qualidade.

 

“Nossa visão é ser uma referência no suporte aos empreendimentos do Estado, valorizando a ética, o comprometimento, a inovação, a responsabilidade social, o entusiasmo e o relacionamento”, ressaltou Max Fraga.

 

Na sala da UAE também funciona uma extensão da Desenvolve Roraima, onde atuam técnicos capacitados com objetivo de suprir as demandas dos pequenos empreendedores por incentivos de créditos. Os agentes realizam o cadastramento, levantamento socioeconômico e a contratação.

 

TÍTULOS E COMPUTADORES

 

Durante a solenidade, o governador Denarium destacou a entrega de 163 títulos definitivos já efetuados em sua gestão para empresas instaladas no Distrito Industrial Aquilino Mota Duarte.

 

“Há 43 anos, o polo local foi fundado com empresas que até pouco tempo nunca tinham recebido um título definitivo, mas na nossa gestão esse problema foi solucionado com a segurança jurídica favorecendo o desenvolvimento empreendedor”, comentou.

 

O governador também parabenizou os servidores da Seadi pelo desempenho realizado na Expoferr 2022 e concluiu o encontro com a entrega de 100 novos computadores para a Instituição.

 

“A Seadi fez um grande trabalho com a Expoferr 2022, parabéns a todos vocês pelo enorme sucesso com a promoção dos negócios. Já nos próximos anos realizaremos a ‘Expoferr Show’, também trabalhando para superarmos nossos esforços com entusiasmo, respeito e segurança. Hoje, a Seadi também recebe novos computadores e este compromisso é com o servidor que trabalha com seriedade no serviço público garantindo o desenvolvimento do nosso Estado”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de discutir a fauna rica e inexplorada sobre animais peçonhentos, a UFRR (Universidade Federal de Roraima) realiza o I Congresso Internacional de Animais Peçonhentos em Roraima (I VenoRaima).

 

A abertura, ocorrida nesta quinta-feira, 24, contou com a presença do presidente da Faperr (Fundação de amparo à Pesquisa do Estado de Roraima), Pedro Cerino, representando o governador Antonio Denarium na oportunidade.

 

De acordo com o grupo de pesquisa Snakebite, organizador do evento juntamente com o Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima), o Estado possui uma fauna rica e pouco explorada. Além disso, o estado tem se destacado pela maior incidência de acidentes ofídicos no país.

 

O presidente da Faperr, Pedro Cerino, explicou que o VenoRaima é um importante celeiro de pesquisa, que oferece oportunidades para se explorar ainda mais a ciência na Amazônia. “O tema tem tudo a ver com o que a Faperr vai desenvolver. Isso engrandece nosso trabalho e essa parceria veio para se concretizar ainda mais”, destacou Cerino.

 

SOBRE O EVENTO

 

O I VenoRaima trará renomados especialistas nacionais e internacionais da área de Toxinologia, no qual serão apresentados os mais recentes avanços desse ramo de pesquisa.

 

O evento, que ocorrerá até sexta-feira, 25, também contará com programação social e pré-cursos, para que os participantes conheçam a gastronomia, a cultura, os recursos naturais e o artesanato do estado de Roraima.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça, 23 e quarta-feira, 24, alunos da Colégio Adventista de Boa Vista realizaram visitas à estação de tratamento de água da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) para conhecer o processo de purificação e distribuição da água que chega às residências. 

 

As visitas fazem parte do trabalho de educação ambiental realizado pelo NMA (Núcleo de Meio Ambiente) da Companhia, que visa sensibilizar as crianças e adolescentes para uso consciente da água com mudanças de comportamento.

 

“O uso sustentável da água é de suma importância para preservação das futuras gerações e esse trabalho que fazemos junto as escolas da rede pública e privada orienta como não só como economizar água, mas como reutilizá-la de forma sustentabilidade, levando benefícios para toda a comunidade. Se nos conseguirmos mudar o comportamento das crianças de hoje, vamos garantir um futuro com qualidade de vida para todos”, explicou o chefe do NMA, José Glauber Picanço.

 

“Estou adorando a visita, está sendo ótimo poder esclarecer as dúvidas e curiosidades. É muito interessante descobrir como funciona o processo de limpeza da água”, disse a aluna do 5° ano, Penelope Evangelista da Silva.

 

Durante a visita, os técnicos da Companhia reforçaram a importância do consumo responsável e explicaram todo o trajeto de tratamento da água, desde a sua captação no rio, o processo de purificação, até a liberação para o consumo, além disso, também foi explanado sobre o tratamento de esgoto e o retorno à natureza dentro dos padrões de qualidade.

 

O Projeto de Educação Ambiental é realizado em parceria com as escolas e os interessados podem fazer a solicitação junto ao NMA ou por meio do site oficial da Caer, no link “Visitas e Palestras - Agendamento”.

 

Avalie este item
(0 votos)

Um exercício simulado de atuação frente a ocorrência de peste suína africana está sendo realizado em Santa Catarina.

 

O chefe do programa de suinocultura da Aderr (Agência De Defesa Agropecuária), Murilo Dias, está participando do treinamento, visando o aprendizado das medidas a serem tomadas, caso haja um foco da doença no Estado.

 

O simulado, que vai até o próximo dia 26, tem participação de representantes técnicos de todas as Agências de Defesa do Brasil, de participantes de outros países e da Organização Mundial de Saúde Animal.

 

No treinamento, segundo informou Murilo Dias, foi instalado um Centro de Operações de Emergência zoossanitária, para que os participantes pratiquem a organização e os procedimentos técnicos como a vigilância e investigação clínica e epidemiológica.

 

Além de ações de biossegurança, colheita e envio de amostras para diagnóstico laboratorial, eliminação de focos, limpeza, desinfecção de instalações, controle e inspeção do trânsito de veículos na região, assim como o uso de softwares para coleta e processamento de dados e gestão da informação. Também serão exercitadas atividades de planejamento, proposição de uma zona de contenção e atividades de comunicação de risco.

 

“Esse simulado é muito importante, pois vai nos capacitar para uma situação emergêncial de ocorrência de um foco da peste suína africana para que haja a contenção da doença e não a deixar avançar pelo país”, ressaltou Murilo Dias.

 

Plano de Contingência para Peste Suína Africana

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento apresentou um Plano de contingência com os princípios, as estratégias e os procedimentos para a contenção e a erradicação de focos de Peste Suína Africana.

 

O documento foi elaborado pelo Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária, com a contribuição de diferentes agentes do serviço veterinário oficial brasileiro, de instituições de ensino e de pesquisa e de entidades representativas do setor privado (produção e indústria).

 

Segundo o Plano, em caso de ocorrência da peste suína no Brasil, será declarado estado de emergência zoossanitária pelo Ministério e se dará início ao conjunto de atividades descritas nos planos de contingência, tendo em vista a condição de país livre da doença e as graves consequências econômicas e sociais advindas.

 

A DOENÇA

A Peste Suína Africana é uma doença viral que não oferece risco à saúde humana, mas pode dizimar criações de suínos, pois é altamente transmissível.

 

No Brasil, o último foco da doença foi registrado em 1981 e o país foi declarado livre da PSA em 5 de dezembro de 1984. Até o momento, não existe vacina com eficácia comprovada contra a doença.

 

Avalie este item
(0 votos)

Uma equipe do Programa Calha Norte, do Ministério da Defesa, está em Roraima vistoriando algumas obras de infraestrutura em execução.

 

Uma das obras visitadas foi a da estrada que liga a vicinal 07, Vila Martins Pereira, em Rorainópolis a São Luiz. Este trecho de 9, 30 km que liga os dois municípios, reduzirá o trajeto da viagem em 60km, e facilitará o escoamento da produção rural no Sul do Estado.

 

O investimento do Governo Federal nesta obra é de R$ 28.705.990,02 com prazo de entrega até novembro de 2023.

 

A engenheira e fiscal do Calha Norte, Alexandra Braz, falou sobre importância de fazer parcerias com o governo pra trazer infraestrutura às comunidades do interior. “Estamos aqui para levar desenvolvimento para a população desses municípios mais distantes dos centros urbanos”, destacou.

 

Quem está comemorando o asfalto é a professora Marlete Silva. Ela ministra aula na Escola localizada na vila Martins Pereira há 13 anos. “Na época do inverno têm pessoas que ficam ilhadas, muitos alunos inclusive faltam aula. Agora com o asfalto vai nos ajudar muito, facilitando o acesso de todos, isso é maravilhoso”, disse.

 

Ao todo serão vistoriadas 44 obras de infraestrutura e cinco convênios em 13 municípios entre eles:  Alto Alegre, Amajari, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caroebe, Iracema, Normandia, Pacaraima, Rorainópolis, São João da Baliza, São Luiz do Anauá e Uiramutã.

 

MAIS INFRAESTRUTURA

 

O Governo do Estado segue com as obras de asfaltamento da malha viária no Sul do Estado. O trecho de 18,50 km na vicinal 28, localizada no município do Baliza está passando pelo serviço de terraplanagem da estrada e em breve  receberá a camada asfáltica.

 

A estrada dá acesso à BR-210 e a diversos assentamentos, inclusive ao Assentamento Sabiá.

 

Esta obra está sendo executada com recursos no valor de R$ 26.196.841,74, destinados pelo senador Mecias de Jesus.

Avalie este item
(0 votos)

A população em breve poderá utilizar dois Parques Aquáticos de Boa Vista para se refrescarem nos dias quentes. Desativados há 20 anos, os parques dos bairros Caranã e Jardim Primavera recebem serviços de manutenção e revitalização geral. As obras são executadas pelo Governo do Estado, e deverão ser entregues a população até dezembro.

 

“A recuperação desses espaços vai beneficiar a população que terá um ambiente para atividades esportivas e de lazer. E o trabalho continua, em breve teremos outros espaços de lazer recuperados, garantindo qualidade de vida para a população”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

Além das piscinas, os parques contam com pistas para caminhadas, quadras para práticas de esportes como futebol e voleibol, além de áreas administrativas. Ambos os espaços recebem revitalização de toda pintura dos alambrados, fachadas, quadra poliesportiva, passarelas e calçadas.

 

“Também foram substituídos os refletores e luminárias. Restauração e troca de todo o revestimento e pisos das piscinas e manutenção das bombas e filtros e restauração das partes hidráulicas e elétricas da automação das piscinas. Tudo feito para trazer de volta um espaço de lazer a população”, explicou o diretor do Departamento de Engenharia e Obras, Raimundo Maia.

 

O investimento para a recuperação dos parques aquáticos é do Governo do Estado na ordem de R$ 19 milhões e contemplará também a revitalização e manutenção preventiva e corretiva de outros espaços esportivos do Estado como ginásios, campos de futebol e parques aquáticos da Capital e do Interior.

 

CARACARAÍ

 

Em Caracaraí, o Parque Aquático Ottomar de Souza Pinto também está recebendo obra de reforma geral e deve ser entregue a comunidade em dezembro.  A obra conta com investimento próprio do governo do Estado na ordem de R$ 830 mil.

 

 

Mais investimentos na área de esporte e lazer

 

Foram entregues em setembro deste ano para a população, a Praça Interativa José Renato Hadad, conhecida popularmente como Praça das Fontes, e a piscina olímpica, localizadas no complexo de esporte e lazer do Ginásio Totozão. Os dois espaços foram completamente reformados e se tornaram um dos principais pontos de encontro das famílias aos finais de semana.

 

Desativada há dez anos, a Praça das Fontes passou por completa revitalização, e agora conta com iluminação em LED composta por 280 refletores que mudam de cor e com uma estrutura totalmente modernizada, incluindo mesa de controle para garantir a utilização segura do espaço.

Avalie este item
(0 votos)

O Estado de Roraima será representado na segunda edição do Festival de Turismo do Amazonas, que ocorre entre sexta-feira, 25, e sábado, 26, no CCAVV (Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques).

 

A participação é resultado do convite do Governo do Estado vizinho, por meio da Amazonas Tour. Além de Roraima, outras unidades da Região Norte, como Pará e Rondônia, também vão marcar presença no festival.

 

Roraima participará no estande das RAI (Rotas Amazônicas Integradas), onde o Detur (Departamento de Turismo de Roraima), da Secult (Secretaria de Turismo), apresentará os produtos turísticos com a temática do etnoturismo da Amazônia, bem como os prestadores de serviços turísticos e empresas que foram convidadas de todos os estados também apresentarão os produtos e serviços oferecidos nessa área.

 

De acordo com o diretor de Turismo da Secult, Bruno Muniz, serão apresentados os roteiros de turismo em terras indígenas, as novas atrações do turismo de Roraima e os novos roteiros no turismo que foram criados para fortalecer ainda mais o setor.

 

“Temos como exemplo a rota Apiaú, que é uma novidade para a divulgação do turismo de Roraima, a rota das cachoeiras que hoje são divulgadas no município de Mucajaí e Iracema e o protagonismo da Comunidade Raposa I de Normandia, que estará presente com a exposição de panelas de barro da região”, esclareceu.

 

Bruno ressalta que a comunidade terá a oportunidade de apresentar também os roteiros que são oferecidos aos visitantes que passam na região, uma vez que foi concluído o plano de visitação na área.

 

Ele explica que o Governo de Roraima convidou todo o trade turístico do estado e os municípios que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro, para que cada um possa mostrar os potenciais. Confirmaram presença os municípios de São Luís, Caroebe e Pacaraima, além de empresas que atuam na área e que também vão participar do evento.

 

“A participação nesse evento no estado do Amazonas é mais uma grande reinvindicação do trade roraimense que foi atendida pelo Governo do Estado, para que as empresas tenham a chance de participar de grandes eventos na cidade de Manaus, em função da grande importância que o Amazonas tem para Roraima, que é de gerar fluxos turísticos para o nosso estado levando em consideração todos os nossos atrativos”, complementou.

 

Principais pontos turísticos de Roraima serão apresentados no evento

 

Ele ressalta que essa parceria garantirá a apresentação e divulgação de pontos turísticos como o Monte Roraima, a Serra do Tepequém e a Serra Grande, no Cantá, assim como as belezas das cachoeiras e Uiramutã e os municípios do sul do Estado, incluindo Rorainópolis e Caracaraí por conta da pesca esportiva.

 

A expectativa, de acordo com Muniz, é que durante os dias de evento seja alcançado um público de mais de 10 mil visitantes, oportunidade única para divulgar o material turístico de Roraima e os roteiros oferecidos pelo trade turístico de forma integrada com os municípios.

 

“Com as RAI nós pretendemos chegar ao nosso objetivo agora, que é de promover o Estado de Roraima em um dos principais mercados emissores do turismo na Amazônia Setentrional para os produtos e serviços turísticos disponíveis aqui”, finalizou o diretor.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 23, o governador Antonio Denarium assinou dois decretos voltados para o setor cultural de Roraima. O primeiro documento regulamenta a Lei nº 1.545, de 9 de novembro de 2021, que trata da concessão de incentivos fiscais de estímulo à realização de projetos culturais no Estado. O segundo aprova o regimento interno do CEC-RR (Conselho Estadual de Cultura de Roraima).

 

Sobre a regulamentação da lei que garante até 100% do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) de contribuintes que apoiem a cultura em Roraima, o governador afirmou que esta é uma ação muito importante, que estimula e beneficia os fazedores de cultura roraimenses.

 

“O setor cultural aguardava pela regulamentação desta lei de incentivo. Alteramos de 80% para 100% de cobertura para os beneficiários dos projetos culturais do Estado. Agora, empresas que pagam ICMS vão ter benefício para investir no setor sem contrapartida própria. Esse recurso vai vir do Governo do Estado para alavancar a cultura e as tradições do estado de Roraima”, declarou Denarium.

 

Estiveram presentes na assinatura dos decretos o titular da Secult (Secretaria da Cultura e Turismo), Shérisson Oliveira e o deputado estadual eleito Marcos Jorge, que foi secretário da Sefaz (Secretaria da Fazenda) à época da formulação do documento.

 

Anteriormente, a proposta havia sido enviada como Projeto de Lei de autoria do Governo de Roraima, e foi aprovada com 18 votos em sessão ordinária da Assembleia Legislativa no dia 27 de outubro de 2021.

 

O secretário de Cultura afirmou que a lei incentiva a produção, difusão e circulação da cultura roraimense em todos os segmentos artísticos por meio de modelos sustentáveis de desenvolvimento socioeconômico.

 

“O governador faz um trabalho de aproximação com os segmentos culturais desde o início da gestão.  A regulamentação era a última etapa antes do lançamento dos editais e nos próximos dias, vamos convidar os vários agentes da classe artística a participarem da construção desses editais que serão lançados a partir do próximo ano”, adiantou Shérisson.

 

O INCENTIVO

 

Com a regulamentação, o incentivo fiscal será concedido a pessoas físicas e jurídicas contribuintes do ICMS e deve ser utilizado como apoio à realização de projetos culturais.

 

Neste caso, a lei considera que os agentes incentivadores serão considerados as pessoas jurídicas contribuintes que apoiem financeiramente projetos culturais. Já os empreendedores são consideradas as pessoas físicas e jurídicas estabelecidas em Roraima há pelo menos dois anos que atuem comprovadamente no setor com atividades artísticas ou culturais.

 

Para as avaliações e posteriores aprovações de projetos vinculados ao setor, será criado um grupo técnico de avaliação, composto por representantes de diversos segmentos da cultura local e técnicos da Secult.

 

Os incentivos vão consistir na dedução dos recursos aplicados no projeto do saldo devedor do ICMS mensal de empresas do Regime Normal, limitado a 3% do valor do imposto por período.

 

O limite para financiamento com a isenção é de R$ 3,6 milhões, o que corresponde a 0,3% da arrecadação estadual do ICMS.

 

NOVO REGIMENTO DO CONSELHO

 

Além da regulamentação do incentivo, o governador assinou a aprovação do novo regimento interno do CEC-RR, que tem como finalidade trazer para a Secult a condução e o gerenciamento dos processos eleitorais da entidade.

 

A indexação do novo regimento será feita a partir de 2023, com a próxima eleição do órgão. Gostaria de cultura atualmente é constituído por 11 membros, em composição dividida entre os representantes do poder público e da sociedade civil.

 

“Esse regimento foi trabalhado a quatro mãos junto com o próprio Conselho de Cultura na composição atual, que foi eleita em 2015”, disse Shérisson.

 

O CEC-RR foi criado em 1993 e é um órgão colegiado de deliberação coletiva, de âmbito consultivo, normativo, fiscalizador e deliberativo, que serve para orientar e coordenar as políticas e atividades culturais de Roraima.

 

Os membros são efetivos e nomeados para representar as áreas das ciências humanas ou naturais, patrimônio histórico, literatura, cultura indígena e popular, turismo, artes plásticas e Visuais, música, comunicação e audiovisual e artes cênicas.

Avalie este item
(0 votos)

Dando continuidade às ações de reforço na prestação de serviços das unidades hospitalares do Estado, a Sesau (Secretaria de Saúde), deu início esta semana a treinamentos dos servidores que atuarão na operação de aparelhos de ecografia.

 

O aparelho de ultrassonografia é utilizado para realização de exames de imagem, facilitando o início de investigação e diagnóstico clínico, sendo realizado no paciente de maneira simples e indolor.

 

A primeira unidade a passar pela capacitação é o HC (Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco Rodrigues), no bairro Sílvio Botelho, na zona oeste de Boa Vista. Os trabalhos encerram nesta quinta-feira, 24.

 

“Receber novos aparelhos ajudam a modernizar, pois oferecem o que há de melhor em termos de tecnologia para os pacientes, melhorando a imagem e o diagnóstico, além de ter mais acurácia na identificação de doenças quando necessário”, destacou o diretor do HC, Don Martins.

 

Ao todo, o estado fez a aquisição de oito aparelhos, por meio de emendas parlamentares. Devido à complexidade de suas funcionalidades, houve a necessidade de estruturar um plano para a realização de treinamentos junto às unidades contempladas.

 

Representante da RioMed, empresa especializada na distribuição de equipamentos de saúde, Larissa de Souza veio especialmente do Acre para instruir os servidores sobre o manuseio dos equipamentos. Ela ressalta as vantagens que a nova tecnologia trará para o HC.

 

“Na linha intermediária, essa ultrassom é a mais avançada atualmente, com alguns ajustes melhores que outros equipamentos. A imagem é mais definida em níveis de cinza e preto, úteis para uma definição melhor. O médico não vai ter dificuldade nenhuma de avaliar e de fazer um bom diagnóstico com esse equipamento”, pontuou.

 

Wagner Tostes é um dos ecocardiografistas do Hospital das Clínicas. Para ele, o treinamento é vital para melhorar a precisão de diagnósticos dos pacientes assistidos pela unidade.

 

“Para nós que trabalhamos com imagem é fundamental esses aparelhos que chegaram agora. A imagem desse aparelho, para mim, é uma das melhores que já trabalhei. Ele tem uma nitidez muito grande, eu diria que nós estamos trabalhando com o que há de melhor em tecnologia, em relação a imagem”, ressaltou.

 

O funcionário público Antônio Cardoso, 53, precisou fazer um exame de ecocardiograma e teve a oportunidade de ser um dos primeiros a experimentar o aparelho novo.

 

“Para a minha surpresa positiva, o aparelho é muito moderno e sofisticado, isso possibilitou que o doutor fizesse um diagnóstico mais preciso e claro”, comentou.

 

O treinamento também será repassado para os profissionais que atuam no Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento; Hospital Materno Nossa Senhora de Nazareth; Pronto Atendimento Cosme e Silva; Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto; Hospital Epitácio de Andrade de Alto Alegre; e Unidade Mista de Caroebe.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Escola Estadual Dr. Ulysses Guimarães, localizada no bairro Silvio Botelho realiza nesta sexta-feira, 25, o encerramento do projeto Vencendo Barreiras. O evento ocorre às 8h30, no pátio da instituição.

 

Na oportunidade, serão expostos materiais utilizados nos atendimentos individuais a alunos AEE (Atendimento Educacional Especializado), como jogos pedagógicos em braille, Libras e cores diferenciadas. Todos os estudantes da escola terão contato com os objetos.

 

A instituição de ensino atende hoje 14 estudantes na SRM (Sala de Recursos Multifuncionais) e vem promovendo, por meio do projeto, a inclusão por meio de mudanças de atitudes e novos comportamentos de vida prática, abrindo espaço para a cooperação, o diálogo, a solidariedade, a criatividade e o espírito crítico da comunidade escolar.

 

“O projeto é uma iniciativa da Sala de Recursos Multifuncionais da escola. Com as nossas observações, percebemos que alguns alunos têm dificuldade para aceitar pessoas diferentes, em especial pessoas com deficiência, o que leva a não fazerem amizade, o que dificulta o processo de integração e aprendizado. Por isso tivemos a ideia de realizar o projeto”, disse um dos professores da sala, Josmar da Silva, que, junto com a professora Suely Cassia, trabalham a inclusão durante todo o ano.

 

No início do mês de novembro, os alunos receberam orientações por meio de vídeos e palestras a respeito da inclusão. Um deles foi o filme “O extraordinário”, que conta a história de um aluno que é desprezado pelos colegas por uma deficiência física e, após certo período de convivência e lição de moral, é cultivada a amizade entre os envolvidos, que aprendem a respeitar o protagonista.

 

A PMRR (Polícia Militar de Roraima) é parceira do projeto. A corporação apoiou a iniciativa e promoveu palestras para os estudantes da unidade de ensino sobre o respeito às diferenças e também sobre a prática do bullying cometida com alunos público-alvo da educação especial.

 

RECURSOS MULTIFUNCIONAIS

 

As SRM (Salas de Recursos Multifuncionais) são espaços dentro das escolas com material diferenciado como jogos pedagógicos adaptados, blocos de montagem, material dourado, computador de mesa, notebook, materiais para desenvolver as atividades da vida diária, entre outros. Na Capital, 54 escolas possuem SRM e no interior, 30.

 

Está em fase de finalização na Seed (Secretaria de Educação e Desporto) processo licitatório para aquisição de materiais pedagógicos para equipar as SRM, entre eles, alfabeto braille, alfabeto móvel e sílabas, bola para futebol com guizo, kit de lupas manuais, dominó de animais em Língua de Sinais, dominó com textura, papel para escrita braille, entre outros. Os recursos são do Tesouro Estadual na ordem de R$ 2 milhões.

Avalie este item
(0 votos)

O comandante-geral da Polícia Militar de Roraima, coronel Francisco Xavier, participou na manhã desta quarta-feira, 23, de reunião com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e os representantes das Policiais Militares de todos os estados e do Distrito Federal, em Brasília.

 

Os comandantes-gerais das Policiais Militares atenderam ao convite do ministro Alexandre de Moraes para ser apresentado o balanço do segundo turno das eleições e encerramento do ciclo eleitoral, bem como o início do planejamento das ações de segurança para o pleito de 2024.

 

Durante a reunião o ministro Alexandre de Moraes agradeceu pela participação das Polícias Militares no primeiro e segundo turnos das eleições, destacando o reduzido número de registros policiais, o que para ele superou as expectativas em relação à segurança do pleito.

 

O presidente do Conselho Nacional dos Comandantes Gerais, coronel Paulo Coutinho, expôs no encontro que as Policiais Militares desembolsaram em torno de R$ 50 milhões para o emprego de tropas nas respectivas unidades da federação para a segurança das eleições. Na oportunidade, o ministro Alexandre de Morais, colocou a Justiça Eleitoral à disposição das polícias militares, inclusive com a destinação orçamentária para as corporações estaduais cobrirem estes custos.

 

Representando Roraima, o coronel Francisco Xavier, destacou que no Estado, a segurança do pleito eleitoral de 2022 transcorreu dentro da normalidade, com o emprego de aproximadamente 1000 policiais militares na segurança dos locais de votação e na segurança das urnas nos dias anteriores às votações.

 

Quanto às manifestações pós-segundo turno, o coronel Francisco Xavier destacou que até o momento as poucas ações necessárias à desobstrução de rodovias em Roraima, ocorreram por mediação pacífica da Polícia Rodoviária Federal, com o apoio da PMRR.

 

Durante a reunião não foi registrada nenhuma nova ordem ou recomendação relacionada às manifestações que ora ocorrem nos Estados, também não correu nenhuma tratativa para interferência ou ordem em relação à dispersão de manifestantes.

 

Avalie este item
(0 votos)

A XXIX Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima) que ocorreria entre quarta-feira, 24 e quinta, 25, foi adiada para a próxima semana, nos dias 29 e 30 de novembro, no Parque Anauá, em formato presencial. O motivo do adiamento é devido ao calendário de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo Catar 2022.

 

A Fecirr é o maior evento de iniciação científica da Educação Básica do Estado, e é uma iniciativa do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), em parceria com o Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima).

 

Este ano, a Fecirr traz o tema “Roraima: 33 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação”. O evento será aberto para a visitação do público das 8h às 12h e das 14h às 20h. A abertura oficial está agendada para o dia 29 de novembro, às 9h.

 

O número de projetos inscritos nesta edição, a primeira em formato presencial desde a pandemia, superou a expectativa da organização, que era de 150 trabalhos.

 

“O objetivo da Feira é desenvolver a iniciação científica nas escolas da Educação Básica do Estado. Nesta edição temos 193 trabalhos inscritos, superando nossas expectativas”, disse uma das coordenadoras do evento, professora Gisele Oliveira, destacando a participação de escolas da capital e interior.

 

Uma superestrutura será preparada com a montagem de 80 estandes para a exposição dos trabalhos científicos. O evento contará ainda com apresentações culturais.

 

PREMIAÇÃO

 

A Seed premiará os projetos que possuam as melhores pontuações de todo o evento.  Os cinco melhores colocados receberão troféus, certificados, medalhas e garantem credenciais para participação em feiras nacionais. Os primeiros colocados de cada etapa de ensino receberão também Menção Honrosa.

Avalie este item
(0 votos)

Seguindo a programação de encerramento do 3º bimestre letivo de 2022, as instituições de ensino da Rede de Colégios Estaduais Militarizados realizam, até o dia 9 de dezembro, a entrega de alamares e promoções de alunos.

 

Na noite desta terça-feira, 22, o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Fernando Grangeiro de Menezes, localizado no bairro Caranã, em Boa Vista, realizou uma cerimônia para a entrega de 126 alamares e promoção de alunos. O evento ocorreu no colégio.

 

Nesta quarta-feira, 23, ocorre no CEM Professor Carlo Casadio, no bairro Cinturão Verde, a entrega de 124 alamares. Na sexta, 25, a solenidade acontece no CEM Professora Antônia Tavares da Silva, município de Rorainópolis com a entrega de 213 alamares.

 

Na próxima semana, as condecorações iniciam na segunda-feira, 28, nos Colégios Professor Jaceguai Reis Cunha, localizado no bairro Asa Branca, em Boa Vista às 9h e no colégio Carlos Drummond de Andrade, localizado no bairro Pricumã, às 8h30.

 

QUEM RECEBE?

 

A honraria do alamar é entregue para os estudantes que alcançaram nota igual ou superior a 8,5 e tiveram comportamento no mínimo bom ao longo do bimestre. As solenidades de entrega dos alamares fazem parte da rotina dos colégios militarizados da Capital e interior do Estado. A cada encerramento do bimestre, os alunos destacados são agraciados com a homenagem.

 

“O alamar é uma conquista pessoal. Cabe a cada aluno alcançar a condição de aluno destaque durante o bimestre tendo como parâmetro o rendimento escolar, a disciplina, a assiduidade e a pontualidade e assim usar o alamar como forma de reconhecimento acadêmico. Lembrando que o alamar é o símbolo da meritocracia dos colégios militarizados”, destacou o secretário-adjunto de coordenação dos colégios militarizados, José Rodrigues Souza.

 

REDE DE COLÉGIOS

 

Atualmente existem 33 colégios militarizados em todo o Estado, sendo 20 na capital e 13 no interior, em Mucajaí (e Vila Samaúma), Iracema, Caracaraí, Rorainópolis (e Vila Nova Colina), Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre, São Luiz do Anauá e Amajari. Os colégios militarizados em Roraima atendem, juntos, 27.885 estudantes.

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) promove, nesta sexta-feira, 25, uma ação especial voltada para os doadores regulares.

 

A programação terá início às 7h30, com a realização de um café da manhã. Haverá ainda sorteio de brindes e momentos de homenagem. Atualmente, a unidade conta com 247 doadores regulares.

 

“Nós estamos na semana nacional do doador fidelizado, que é aquele doador regular que assumiu o compromisso de ajudar outras pessoas, independente de nós, enquanto captação, estarmos convocando para a doação. Esse doador sabe de responsabilidade e ele acredita que com a doação, vai realmente salvar vidas e se tornar um herói”, destacou a assistente social do setor de captação do Hemoraima, Rejane Dias.

 

Instituída por meio da Lei nº 53.988/1964, o Dia Nacional do Doador de Sangue tem como finalidade ressaltar a importância da doação no país. Com a realização de Copa do Mundo e a proximidade de festejos de final de ano, a data ganha ainda mais relevância.

 

“Aqui em Roraima, nós precisamos muito que esses doadores se tripliquem, uma vez que só temos esta unidade e ele abrange todo o Estado, fornecendo esses hemocomponentes para todas as unidades hospitalares. Por esse motivo, é importante que sempre estejamos com os nossos estoques elevados”, frisou.

 

Dentre os doadores mais assíduos está o estudante Pedro Santos, de 25 anos. Sua primeira doação ocorreu em 2016, durante uma campanha da Igreja Adventista, mas foi só em 2020 que ele passou a comparecer ao Hemoraima de forma regular.

 

“É muito gratificante saber que estou sendo solidário com uma pessoa apenas com esse simples gesto. Minha última doação foi em outubro, durante o curso de formação da polícia penal, onde fizemos uma campanha. Se tudo der certo, em dezembro vou fazer mais uma [doação]”, comentou.

 

COMO SER UM DOADOR DE SANGUE?

 

Para ser um doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98414-0726.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), publicou no DOE (Diário Oficial do Estado) o calendário escolar 2023. A Portaria Normativa N° 16/Seed/GAB do dia 18 de novembro está disponível para consulta no site www.imprensaoficial.rr.gov.br.

 

“O calendário foi elaborado por uma comissão com representantes das várias etapas e modalidade de ensino e setores da Seed, como a Secretaria Adjunta dos Colégios Militarizados, Auditoria do Controle de Ensino, Desporto Escolar, além de representantes do Sinter”, destacou a diretora do Departamento de Educação Básica da Seed, Nildete Melo.

 

O ano de 2023 terá 204 dias letivos. O período de 9 a 13 de janeiro está reservado para as matrículas novas, no dia 25 os professores devem se apresentar nas escolas e no período de 26 a 31 de janeiro ocorrerá o planejamento e formação com os docentes.

 

As aulas iniciam no dia 1° de fevereiro e o primeiro bimestre segue até o dia 20 de abril, com 54 dias letivos. O segundo bimestre vai de 24 de abril a 30 de junho, contabilizando 47 dias letivos. O recesso escolar do meio do ano será de 03 a 17 de julho. 

 

O terceiro bimestre, que possui 53 dias letivos, será de 18 de julho a 29 de setembro e o quarto bimestre vai de 02 de outubro a 18 de dezembro, com 50 dias letivos. O período de 19 a 22 de dezembro está reservado para a recuperação final e as férias escolares serão de 26 de dezembro de 2023 a 24 de janeiro de 2024.

 

“Os calendários escolares são documentos que orientam as atividades educacionais durante o ano letivo. A legislação vigente determina que tenham no mínimo 200 dias letivos. Para 2023 estão previstos 204 dias letivos para as escolas não indígenas e 208 para as instituições indígenas, desta forma, temos dias além para usufruir por exemplo, com pontos facultativos, sem comprometer o calendário”, destacou Nildete.

 

 

Educação Escolar Indígena terá 208 dias letivos

 

As escolas indígenas terão um Calendário Escolar diferenciado com 208 dias letivos e algumas datas diferentes de início e término de bimestre, todos com 52 dias letivos. Desta forma, o primeiro bimestre vai de 1° de fevereiro a 18 de abril, o segundo, de 19 de abril a 29 de setembro.

 

O terceiro bimestre será de 18 de julho a 29 de setembro e o quarto bimestre, de 02 de outubro a 18 de dezembro. Já o início das aulas, recesso escolar, período de recuperação e férias escolares, serão nas mesmas datas do Calendário Escolar não-indígena.

 

De acordo com o Censo Escolar 2021, a rede estadual de ensino possui 346 escolas e 77.313 estudantes matriculados, somente na capital Boa Vista são 58 escolas e 41.013 alunos. Na educação escolar indígenas são 226 escolas e 17.279 alunos.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) encerra nesta quarta-feira, 23, a programação unificada alusiva ao Outubro Rosa e ao Novembro Azul, com palestra destinada aos colaboradores sobre o câncer de próstata, ministrada pela enfermeira Maria de La Paz, especialista em câncer da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia, a partir das 8h, no auditório da companhia.

 

A campanha de arrecadação de lenços, acessórios, chapéus e bonés para pacientes em tratamento para o câncer de mama e próstata, realizada em parceria com a Liga Roraimense de Câncer, segue até quarta, 23, e os interessados em ajudar podem procurar os pontos de coletas dentro da Caer para realizar as doações.

 

“Agora em novembro, estamos reforçando a importância dos cuidados para prevenir e combater o câncer de próstata e doenças em geral, incentivando os homens a buscarem atendimento médico, seja diretamente na Caer ou nas unidades básicas de saúde”, explicou a assistente social da empresa, Elianete Saraiva.

 

O mês de novembro é dedicado à sensibilização e prevenção do câncer de próstata, que é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). “Por meio do SUS [Sistema Único de Saúde] os homens podem encontrar tratamento em hospitais habilitados em oncologia, incluindo exames clínicos, procedimentos cirúrgicos e tratamentos”, completou a assistente social.

 

Iniciada em 24 de outubro, a campanha unificada promovida pelo SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) da Companhia, contou com a parceria da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), da Liga Roraimense de Combate ao Câncer e do SESI (Serviço Social da Indústria), em programação interna de palestras, blitz de saúde com nutricionista e ginástica laboral, além de mini circuito com atividades físicas e caminhada na área interna da Companhia.

 

Avalie este item
(0 votos)

Diante do cenário atual da covid-19 no país, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), tem reforçado junto aos municípios a necessidade de intensificar ações de proteção, controle e diagnóstico da doença.

 

Uma das medidas que podem ajudar a frear a curva de crescimento do vírus é a realização de testagem. O exame pode ser feito em qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde) e as amostras são encaminhadas para análise no Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima).

 

“É preciso identificar oportunamente, para poder isolar as pessoas positivas, e assim evitar o maior número de pessoas contaminadas”, destacou a coordenadora Geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira.

 

De acordo com dados do Boletim Epidemiológico dessa segunda-feira, 22, o Estado soma atualmente 462.217 notificações de casos, com 177.522 confirmações e 2.175 óbitos. O tratamento dos casos mais graves é feito na rede hospitalar, tendo o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) como a principal referência do Estado.

 

“O teste de covid pode ser feito que qualquer Unidades Básicas de Saúde, em todos os municípios do Estado, e é importante reforçar que a rede hospitalar não é destinada para realização diagnóstico, mas sim para o atendimento de pessoas com sintomas mais exacerbados ou graves da covid-19 e que necessitam de cuidados maiores”, completou Valdirene. 

 

Na última sexta-feira, 18, a CGVS emitiu uma nova nota informativa com o propósito de enfatizar a importância do uso de máscaras de proteção facial para o público mais vulnerável, como idosos, gestantes e pessoas com imunossupressão.

 

“Em estabelecimentos de saúde, como hospitais, farmácias e clínicas, o uso da máscara continua obrigatório, assim como em caso de pessoas com algum tipo de sintoma respiratório”, lembrou a coordenadora.

 

Outro ponto destacado por Valdirene é a importância da vacinação. Atualmente, apenas 53,3% da população está com o seu esquema vacinal completo, com 1ª e 2ª dose, mais duas doses de reforço.

 

“A vacinação é o meio de prevenção mais eficaz que nós temos para vencer a covid-19. Então, aqueles que não estão com sua caderneta de vacinação contra a covid atualizada, procure uma unidade de saúde, um posto de vacinação no seu município e atualize o seu cartão de vacina. Juntos com todos esses cuidados, podemos diminuir ou eliminar a covid de circulação no nosso estado”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima liberou mais de 700 mil reais em financiamento para micro e pequenos empreendedores e produtores rurais durante os cinco dias de realização da Expoferr 2022. O último lote para pagamento das linhas de crédito realizadas durante a feira, ocorrida no período de 11 a 15 de novembro, está sendo efetuado nesta semana pela Desenvolve Roraima.

 

Ao todo, foram feitos 90 contratos do Microcrédito Empreendedor para autônomos, com financiamento solicitado no valor de R$ 5 mil cada, e três contratos de pessoas jurídicas no valor de R$ 10 mil cada, o que totalizou um valor de R$ 480 mil.

 

Já no Crédito Rural, foram realizados 31 contratos com valor total de R$ 222 mil.

 

Somando as duas linhas de crédito, o financiamento total foi de R$ 702 mil no período. Os procedimentos estão sendo finalizados conforme prazo exigido pelas instituições financeiras.

 

A ação só foi possível graças ao investimento do Governo do Estado, que disponibilizou R$ 3 milhões para impulsionar a economia e atender a demanda dos micro e pequenos produtores rurais e empreendedores.

 

“Os valores de financiamento e o volume de negócios fechados deixam claro a importância da Expoferr na economia local”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

DESENVOLVE RORAIMA

 

Durante todo o mês de outubro, e à parte da Expoferr 2022, o Governo, por meio da Desenvolve Roraima, gerou 89 contratos de Microcrédito Empreendedor e Crédito Rural, totalizando um valor aproximado de R$ 550 mil em pagamento por meio das linhas de crédito.

 

O presidente da Desenvolve Roraima, Adailton Fernandes, ressaltou que esta foi a primeira vez que a agência estadual de fomento montou estrutura de atendimento em um estande funcionando de forma ininterrupta de 10h às 22h no evento.

 

“Nosso foco foi trabalhar a experiência do cliente no atendimento, a força institucional e o papel relevante da Desenvolve para a geração de renda e para o desenvolvimento, além da liberação dos recursos em tempo recorde, de cinco dias úteis”.

 

Durante a Expoferr 2022, a Desenvolve Roraima disponibilizou um banner contendo um Código QR com check-in automático. A partir do escaneamento, o cliente pôde conferir as linhas de crédito com simulações variadas, a lista completa de documentações necessárias para propor crédito e o passo a passo das etapas para a liberação de crédito, além de avaliar o atendimento via formulário de pesquisa de satisfação.

 

“O Governo acredita no potencial da instituição e do empreendedor de Roraima, e quem ganha com tudo isso é a população. O que a Desenvolve fez na Expoferr é o resultado desse investimento somado ao empenho dos colaboradores que planejaram e executaram com eficiência o que foi proposto pela gestão”, ressaltou Fernandes.

Avalie este item
(0 votos)

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Alvim, participou nesta segunda-feira, 21, da cerimônia de abertura da II Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, promovida pelo Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

 

A abertura da conferência ocorreu no Palácio Senador Hélio Campos, com presença do governador Antonio Denarium e a programação segue até quarta-feira, 23. Durante a solenidade, o ministro falou sobre o lançamento oficial do Programa Centelha Roraima, que será gerenciado pela Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa de Roraima), instituição criada pela atual gestão do Governo do Estado. O Estado era o único do Brasil que não contava com uma agência de fomento do tipo.

 

O governador Antonio Denarium discursou na abertura da Conferência, ressaltando a importância da Faperr e de todos os setores de ciência e de estímulo à inovação para os avanços no desenvolvimento do Estado.

 

“A conferência é aberta para toda a comunidade acadêmica e a participação da população é muito importante, porque o incentivo à pesquisa é fundamental. O Governo fomenta e apoia todas as práticas de empreendedorismo inovadoras, estimula a criação de soluções e gera crescimento econômico, emprego, renda e desenvolvimento”, disse.

 

CENTELHA RORAIMA

 

Na oportunidade, o ministro Paulo Alvim explicou sobre o lançamento do Programa Centelha, uma iniciativa do Governo Federal no sentido de alavancar o empreendedorismo inovador.

 

“O Centelha estimula a criação de empreendimentos inovadores a partir da geração de novas ideias e dissemina a cultura da inovação. Aqui em Roraima ele será desenvolvido pelo Governo do Estado”, disse Alvim.

 

O Centelha Roraima será executado por meio da Faperr com apoio das instituições federais ligadas ao Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação, como a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) em parceria com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Confap (Tecnológico o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa) e outros.

 

De acordo com o presidente da Faperr, Pedro Cerino, o programa é uma ferramenta que traz para o público jovem incentivos ao empreendedorismo. 

 

“É um projeto do Finep, órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia. Esse projeto vem trazendo inovações voltadas ao incentivo ao empreendedorismo. Então, foi apresentado hoje como mais uma ferramenta de desenvolvimento e sustentabilidade dos negócios, os micros e pequenos negócios. Quando falamos em novos negócios, muitos deles são feitos por jovens empreendedores nas startup, que são empresas de tecnologia e precisam de oportunidades para entrarem no mercado, se estabelecerem e gerarem emprego e renda,” declarou.

COMO PROPOR AO PROGRAMA

Até o dia 9 de janeiro de 2023, as propostas para o Centelha em Roraima podem ser submetidas por pessoas físicas, vinculadas ou não a empresas com até 12 meses de existência anteriores à data de publicação do edital, e que tenham faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões sediadas no Estado.

Serão destinados à concessão de subvenção econômica à inovação, em apoio às propostas aprovadas, recursos no valor global de R$ 800 mil, sendo R$ 600 mil, oriundos do FNDCT (Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) do Finep e R$ 200 mil provenientes de contrapartida do Governo do Estado.

Os recursos disponibilizados serão destinados à subvenção de até 15 projetos de inovação, cada um com valor unitário de até R$ 40 mil com recursos do FNDCT do Estado.

Os proponentes devem apresentar suas ideias de produtos (bens e/ou serviços) ou processos inovadores com potencial para se transformar em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos listados na chamada pública.

Para ter acesso ao edital, basta acessar o site oficial da Faperr.

A CONFERÊNCIA

 

Durante os três dias, o evento conta com a participação de várias instituições de ensino e da sociedade civil, estudantes, pesquisadores e gestores empresariais. No encontro, também haverá debates, discussões e proposições.  

  

O titular da Seadi, Emersom Baú, afirmou que as ações vão ser balizadoras para Roraima avançar rumo ao crescimento e desenvolvimento. De acordo com o secretário, com a conferência e a estruturação da Faperr pelo governador Antonio Denarium, começamos a andar de maneira estruturada em termos de tecnologia.

 

“É um trabalho diferenciado feito por pesquisadores, cientistas e sociedade para discutir e definir as diretrizes da política estadual de ciência e tecnologia e inovação, ou seja, buscar da sociedade a gestão pública. Essas diretrizes estabelecem uma mudança de mentalidade da gestão com novos procedimentos no sentido de o Estado atender melhor e com mais qualidade a sociedade”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

No dia 3 de dezembro, o Cadah/S (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação) realiza o 1º Desafio Artístico: As pinceladas de Van Gogh, que vai ocorrer na quadra da unidade, localizada na rua Prof. Agnelo Bittencourt, 768, no Centro de Boa Vista, das 8h às 12h.

 

Para participar, crianças e adolescentes de 10 a 14 anos interessados podem se inscrever até terça-feira, 22, no próprio Cadah/S. O Desafio faz parte do projeto Domínio Artístico, do centro, e vai explorar a vida e obra do pintor pós-impressionista neerlandês Vincent Willem Van Gogh.

 

Nesta terça-feira, às 17h, os participantes terão um encontro com a organização do evento para receber orientações sobre o desafio.

 

A iniciativa é do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

“Este evento foi organizado para proporcionar uma manhã artística, de conhecimento e criatividade, por entendermos que um desafio artístico estimula a imaginação dos participantes”, disse a orientadora do projeto, professora Jeane Chacon.

 

O primeiro colocado será premiado com um kit de pintura e medalha. O segundo e terceiro colocados receberão brindes. Todos vão receber certificados de participação, concorrer a um sorteio e vão compartilhar um lanche.

 

O EVENTO

 

Durante o desafio, serão colocados à prova com questões de raciocínio lógico; estudo orientado sobre a história de Van Gogh e releitura de uma das obras mais conhecidas do artista, intitulada “Girassóis”, de 1899.

 

Todas as atividades serão pontuadas para o somatório dos três colocados. Será entregue um e-book sobre o pintor para ser estudado para o primeiro momento da competição, a releitura também será explicada para que no dia do evento não haja dúvidas.

 

Quem visitar o local acompanhando os participantes pode interagir com apresentações musicais de alunos do Cadah/S e Juninho da Pegada, comprar um trabalho artístico dos alunos e assistir aos três momentos do desafio.

 

O CENTRO

 

O Cadah/S atende alunos com AEE (atendimento educacional especializado) com indicadores de superdotação ou altas habilidades. Esses indicadores, de acordo com o psicólogo educacional americano Joseph Renzulli, são: habilidades gerais e/ou específicas acima da média; elevados níveis de comprometimento com a tarefa e elevados níveis de criatividade.

 

Atualmente o Cadah/s de Roraima atende a oito alunos com domínio psicomotor que trabalha os indicadores de altas habilidades, como é o caso dos enxadristas ou dos que se destacam em provas de raciocínio lógico. Ao todo são 77 alunos matriculados no centro.

Avalie este item
(0 votos)

Os acidentes de trânsito impactam diretamente na saúde pública. Em Roraima, de 1º de janeiro até 31 de outubro deste ano, 5.835 pessoas deram entrada no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) em decorrência de acidentes de trânsito.

 

Do total de vítimas de acidentes que deram entrada na unidade de saúde, 75% estavam em motocicletas, o que representa 4.401 pessoas.

 

Outros números são: 390 pacientes vítimas de acidentes de bicicleta; 521 vítimas estavam em carros; 281 foram de atropelamentos e 242 em razão da colisão entre veículos. Os dados são do SAME (Serviço de Arquivo Médico e Estatística), da Sesau (Secretaria de Saúde).

 

O presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), Álvaro Duarte, explicou que a Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito) divulgou, na semana passada, que 60% dos leitos dos hospitais no País estão ocupados com vítimas de acidentes de trânsito. Esses atendimentos geram gastos nos hospitais com medicamentos, médicos e infraestrutura.

 

“O atendimento de uma vítima de acidente no trânsito já inicia, muitas vezes, com a mobilização do SAMU [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência], que exige uma estrutura de equipe e equipamentos para ser eficiente”, comentou.

 

Já sobre o número 4.401 vítimas de acidentes de moto que deram entrada no HGR, o presidente do Detran-RR alertou que os motociclistas precisam redobrar a atenção no trânsito.

 

“É um dado preocupante, e você motorista que está no trânsito dirigindo motocicletas, dirija com responsabilidade e cidadania e use seus equipamentos de segurança. Isso vale também para passageiros”, ressaltou Duarte.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) realiza, nesta terça-feira, 22, e quarta, 23, uma capacitação dirigida para técnicos do órgão, produtores rurais, profissionais e demais entidades e interessados do setor da agricultura sobre a praga quarentenária ausente Foc R4T (Fusarium oxysporum f.sp. cubense Raça 4 Tropical) e a praga quarentenária presente Moko da Bananeira.

 

O treinamento é aberto ao público da área que estiver interessado em participar. Para isso, basta comparecer ao local do evento, que será realizado a partir das 8h de terça-feira, 22, no auditório da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), na rua General Penha Brasil, 1121, bairro São Francisco.

 

O curso será ministrado por dois especialistas no assunto que foram designados pelo DTEC (Departamento de Serviços Técnicos) do Mapa (Ministério da Agricultura). Além de Roraima, a capacitação também é realizada para o público do Amazonas, Rondônia e Acre.

 

De acordo com o presidente da Aderr, Marcelo Parisi, o treinamento é uma oportunidade para técnicos e produtores de banana de Roraima conhecerem mais sobre as pragas, que são muito perigosas para o plantio, pois as ocorrências tanto do fungo da Fusariose (ou mal-do-Panamá) e da bactéria do Moko podem causar perda total da produção, além de que medidas os capacitados podem tomar no caso de identificarem algum foco.

 

“É importante a participação dos produtores, já que o mal-do-Panamá e o Moko da Bananeira são pragas que podem desencadear um grande prejuízo nas plantações. A Raça 4 é uma das piores doenças que podem chegar a uma produção de banana e destruir tudo”, enfatizou Parisi.

 

SOBRE O FUSARIUM

 

De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), hoje são conhecidas quatro raças do fungo Fusarium oxysporum f.sp cubense, sendo a Raça 4 subdividida em sub-tropical (ST4) e tropical (TR4).

 

A TR4 não está presente no Brasil, porém já se encontra disseminada na Austrália, China, Indonésia, Malásia, Laos, Moçambique, Myanmar, Omã, Taiwan, Líbano, Paquistão e Vietnã, e mais recentemente foi detectada na Colômbia, este último com fronteira com o Brasil.

 

Os sintomas da TR4 são semelhantes aos sintomas das Raças 1 e 2, o que dificulta seu diagnóstico. O surgimento dos sintomas pode ser observado pelo amarelecimento das folhas, iniciando das bordas para o centro e atingindo primeiro as folhas mais velhas, progredindo para as mais novas.

 

Com o avanço do fungo, as folhas apresentam-se murchas e quebram próximo do pseudocaule, conferindo à planta a aparência de um guarda-chuva fechado. As folhas centrais permanecem eretas.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), promove, a partir desta semana, as ações realizadas durante a campanha dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. A abertura da programação ocorreu neste domingo, 20, no Parque Anauá.

 

Executada em Roraima pela CEPPM (Coordenação Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres) e entidades parceiras, o objetivo da campanha a nível nacional é dar visibilidade às diversas formas de violência de gênero e doméstica contra as mulheres previstas na Lei Maria da Penha como uma questão pública a ser enfrentada no âmbito dos Direitos Humanos e da luta igualitária, sem opressão e exploração.

 

Com uma abordagem simplificada, o intuito é tornar as formas de violências conhecidas pelo público e combatê-las no meio social. Com a iniciativa, a Setrabes pretende aumentar a sensibilização, criando ações durante a campanha, com ações, palestras e debates sobre o assunto em questão.

 

A secretária Tânia Soares, destacou esse encontro como um momento especial, e que esta política de Direitos Humanos terá sempre nosso olhar atento e responsável na condução desta missão de reduzir os atuais índices de violência contra a mulher em todo o estado de Roraima.

 

“Estamos felizes em consolidar resultados positivos nesta luta, por meio das ações que o Governo de Roraima vem executando sob a coordenação de nossa Política Estadual de Mulheres, a qual tem como apoio principal os programas desenvolvidos pela Casa da Mulher Brasileira”, afirmou Tânia.

 

Segundo a coordenadora estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Graça Policarpo, a campanha tem o objetivo de mobilizar a sociedade pelo fim da violência contra a mulher, a conscientização   precisa acontecer em todos os lugares, na rua, em casa, trabalho, nas comunidades e em todos os municípios.

 

“Precisamos falar sobre a violência contra a mulher, conhecer as causas e o grande impacto negativo em cadeia que ela gera para muita gente. É um momento para reforçar a importância da defesa e da garantia dos Direitos Humanos para as mulheres”, disse Graça.

 

A defensora pública titular da DEPDDM (Defensoria Especializada de Promoção e de Defesa dos Direitos da Mulher), Terezinha Muniz, explicou ainda que o evento em leva a mensagem das organizações, instituições e órgãos que compõem a Rede de Proteção à Mulher para que a sociedade possa se una no combate a esse tipo de violência.

 

“A sociedade precisa se conscientizar, para que possamos trabalhar na busca da redução desses índices. Durantes esses 16 dias, as redes de proteção, atenção, assistência e o sistema de Justiça se mobilizam para trabalhar ações para sensibilizar a população da necessidade de lutar pelo fim da violência doméstica”, enfatizou Terezinha.

 

 

PROGRAMAÇÃO DOS DIAS DE ATIVISMO:

 

 

DATA

 

HORÁRIO

 

ATIVIDADE

 

LOCAL

 

 

20/11

 

 

16:00 as 20:00

Abertura da Campanha. Panfletagem e stands de informação (proposta: distribuição de materiais, panfletos, oficina de cartazes, exposição de banner, dados do FBSP, atendimento psicossocial, unidades móveis de atendimento à mulher, palestras, vídeos)

 

 

Parque Anauá

 

21/11

 

16:00 as 20:00

 

Chá com Elas – Mulheres Empresárias.

 

Casa da Mulher Brasileira

22 a 24/11

09:00

Webinário

Online

 

 

22 e 23/11

 

 

15:30

 

Visitação a Casa da Mulher Brasileira como forma de re (conhecimento) do espaço e promoção da convivência pacífica e da autonomia.

 

Casa da Mulher Brasileira Missão de Laura Cespedes (UNFPA)

 

25/11

 

16:00

Dia “D” – Panfletagem em frente à Assembleia Legislativa de Roraima.

 

ALERR

 

27 a 29/11

 

-

Realização de Ação Itinerante Alusiva aos 21 dias de ativismo no município de Amajari.

 

Tepequem e Trairão

 

06/12

 

09:00 às 17:00

Laço Branco – Encontro Homens Unidos pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Corpo de Bombeiros (proposta)

 

07 a 10/12

 

-

Realização de Ação Itinerante Alusiva aos 21 dias de ativismo no município de Caroebe.

 

-

 

15 a 17/12

 

-

Realização de Ação Itinerante Alusiva aos 21 dias de ativismo no município de Uiramutã.

 

-

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O sucesso da Expoferr 2022 (Exposição Feira Agropecuária de Roraima) foi assunto na programação do Agenda da Semana, na Rádio Folha FM 100.3, deste domingo, 20, com a presença do titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o economista Emerson Baú.

Com arrecadação de mais de R$ 300 milhões em volume de negócios, a Expoferr 2022 também contabilizou uma média recorde de mais de 70 mil visitantes por dia, movimentando, ao todo, mais de 350 mil pessoas, nos cinco dias do evento, curtindo os shows e demais atrativos instalados no Parque de Exposições Dandãenzinho.

Diante de números tão expressivos, o secretário Emerson Baú ressaltou que a Feira superou todas as expectativas planejadas.

“Passados cinco anos da Expoferr 2017, a expectativa da população foi realmente grande em 2022, e nossa estimativa do evento era movimentar cerca R$ 100 milhões em volume de negócios, o que foi superado e muito, chegando a 300 milhões na contabilização final”, reforçou Baú.

Ele destacou também a aprovação do público e a estrutura da Expoferr, que este ano comportou mais de 190 expositores dos mais variados segmentos, além de 140 bares e restaurantes, que contabilizaram vendas e lucros.  

“A aceitação dos expositores, instituições parceiras e, principalmente, da sociedade, foi maciça durante todo o evento. O Governo de Roraima e a Seadi contabilizam todo esse esforço conjunto com os frequentadores e expositores, considerando também a infraestrutura, organização, revitalização do Parque, variedade de produtos e limpeza do evento, sobretudo, para que possamos evoluir ainda mais com nosso trabalho”, destacou o titular da Seadi.

 

Agricultura Familiar

 

Na Feira, o Executivo, por meio da Seadi, Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural de Roraima) e SEI (Secretaria Estadual do Índio), viabilizou a liberação de crédito do Basa (Banco da Amazônia) no valor de R$ 3 mil para cada beneficiário, que serão pagos sem juros e com 30% de desconto do valor total, beneficiando as comunidades indígenas de Pacaraima, Amajari, Cantá e Uiramutã.

“Tivemos um misto em operações de custeio e de pessoas atendidas. Um exemplo, foi uma operação do Banco da Amazônia, que atendeu as comunidades indígenas, por meio do Pronaf digital. Mais de 100 produtores indígenas foram financiados. Isso demonstra o empenho do Governo no financiamento para a agricultura familiar. Além disso, o ambiente é tão favorável que estimamos a operação em R$600 milhões somente pelo Banco da Amazônia em Roraima, dinheiro novo sendo aplicado na praça”, disse Baú.

 

Negócios

 

As instituições financeiras instaladas na Expoferr 2022: o Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob e a Desenvolve Roraima aplicaram mais de R$ 200 milhões dentro do Parque Dandãezinho.

“Durante o evento, as linhas de crédito e financiamentos foram atuantes na realização dos negócios, bem como os segmentos variados de expositores que lucraram com a venda de veículos leves e pesados, máquinas e equipamentos agrícolas, produtos agropecuários, serviços, movelaria, setor de gastronomia, entre outros, também favorecidos pela setorização da Feira, além da divulgação televisiva, redes sociais e rádio. Todos ficaram satisfeitos com o retorno e só temos a agradecer por terem acreditado no que fizemos”, ressaltou o secretário.

 

Expectativas

 

Sobre o futuro do ambiente de negócios em Roraima, Emerson Baú frisou a tendência de crescimento da economia.

“Temos perspectivas de ampliação de área de produção e fortalecimento da economia. A nova safra começa em novembro e dezembro e o clima está ajudando bastante. Temos pesquisa com novos produtores e, em cenário de grandes culturas, como milho, soja e feijão, chegamos a 200 mil hectares plantados. Não temos razões para sermos pessimistas. A política de fortalecimento do empreendedorismo está sendo ampliada, nossas metas e indicadores estabelecidos. Temos várias empresas se instalando aqui e muitas das grandes investindo o dinheiro que está circulando no Estado. Temos novos investidores em Roraima e o cenário é otimista”, concluiu Emerson Baú.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nos últimos quatro anos, a atual gestão do Governo de Roraima vem realizando ações que tornaram possíveis a chegada de novas empresas ao Estado e a criação de postos de trabalho.

O resultado dessas ações está na divulgação dos dados de desemprego, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo o levantamento, durante o terceiro trimestre de 2022, a taxa de desemprego em Roraima ficou em 4,9%.

Com isso, o Estado atinge a oitava queda consecutiva, registrando o menor valor em toda a série histórica, existente desde 2012, ficando bem abaixo da média nacional, de 8,7% no mesmo período.

A nível nacional, o Estado apresenta a quarta menor taxa de desemprego do país, atrás apenas de Rondônia (3,9%), Santa Catarina e Mato Grosso (ambos com 3,8%). Se comparado com os outros estados da Região Norte, Roraima fica atrás apenas de Rondônia

“Isso é fruto do nosso trabalho desenvolvido para atrair novos investidores e novas empresas para Roraima, bem como para criar condições para que as empresas que aqui já existem crescessem pois, com empresas fortes, temos mais postos de trabalho disponíveis para a nossa população”, destacou o governador Antonio Denarium.

O secretário de Planejamento e Orçamento, Diego Prandino, ressaltou que a atual gestão sempre teve como prioridade maior o bem-estar da população por meio desenvolvimento econômico, atuando na atração de investimentos e na criação de um ambiente empreendedor.

LIBERDADE ECONÔMICA

As ações promovidas pelo Governo de Roraima colocaram o Estado como primeiro colocado nacional em liberdade econômica em estudo do Instituto Mackenzie, publicado em julho de 2021. A avaliação mede a capacidade dos indivíduos agirem na esfera econômica sem restrições indevidas.

“Nos últimos quatro anos, Roraima foi destaque recorrente em gestão financeira, em exportações e em geração de empregos formais. Esse é o resultado de uma gestão séria, focada na população e no crescimento do nosso estado, cujo trabalho é o responsável pela instalação de novas empresas e pela geração recorde de empregos”, frisou Prandino.

QUEDA CONTÍNUA DA TAXA DE DESEMPREGO

Roraima tem apresentado queda contínua nas taxas de desemprego no Estado, se levado em consideração os dados do IBGE.

O Estado começou 2022 com uma taxa de desemprego de 8,8% no primeiro trimestre, já abaixo da média nacional. No segundo semestre, esse índice caiu para 6,2%.

De acordo com o economista e secretário-adjunto da Seplan, Fábio Martinez, essa queda sequencial se deve ao aumento da geração de empregos formais em todos os setores, em especial nos setores de comércio, agropecuária e indústria focada na produção de gêneros alimentícios, o que coloca o Estado em seu melhor momento econômico da história.

“Nunca tivemos antes uma taxa de desemprego tão baixa e, mesmo proporcionalmente falando, a gente nunca teve imposições e destaque em relação a taxa de desemprego. Historicamente nossa taxa de emprego sempre foi acima da média nacional e agora a gente está tendo uma das menores do Brasil”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

O Dia Nacional de Combate à Dengue é celebrado neste sábado, 19. Por conta disso, o Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, tem reforçado a necessidade de intensificar ações de combate aos vetores do mosquito Aedes aegypti junto aos 15 municípios do Estado.

 

“O dia 19 foi instituído como o ‘Dia D’, e as atividades podem ser feitas a partir desse dia. Alguns municípios, no entanto, se organizaram de forma diferente, com cada um realizando as suas próprias ações”, explicou a gerente do NCFAD (Núcleo Estadual de Controle da Febre Amarela e Dengue), Rosângela Santos.

 

Conforme dados do 4º LIRAa (Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti), seis cidades apresentaram risco alto para transmissão da dengue, sendo elas São João da Baliza (5,5%); Mucajaí (5,3%); Caracaraí (4,4%), Caroebe (4,3%); Alto Alegre (4,2%) e Cantá (4,0%).

 

O levantamento considera alto risco para transmissão das arboviroses quando o município obtém índice igual ou superior a 4,0% de infestação do Aedes aegypti.

 

Já os municípios de Rorainópolis (3,7%); Iracema (3,0%); Boa Vista (2,8%); São Luiz (2,2%); Bonfim (2,1%) e Uiramutã (1,4%) apresentaram médio risco de Aedes; enquanto Normandia (0,6%), Pacaraima (0,4%) Amajari (0,0%) foram as cidades que obtiveram baixo risco para arboviroses.

 

“No caso de Rorainópolis, que é o segundo município mais populoso do Estado, eles conseguiram reduzir muito o número de casos de arboviroses, por meio da execução de várias ações. No caso do Dia D, a atividade deles com o Governo do Estado será no dia 17 de dezembro”, completou Rosângela.

 

APOIO AOS MUNICÍPIOS

 

Ao longo do ano, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) elaborou e implementou rotinas de eliminação de criadouros, ofertou capacitações e treinamentos aos municípios, além de visitas técnicas de acompanhamento de atividades de controle dos vetores em todo o Estado.

 

Segundo a gerente do NCFAD, o número de casos prováveis de dengue este ano está abaixo do limite mínimo esperado, totalizando pouco mais de 56 casos.

 

“Por esse motivo, nós convidamos toda a população para se juntar aos profissionais de saúde e agentes de endemias que estão todos os dias à frente desse serviço, para assim conseguir realizar uma grande campanha de eliminação de criadouros do Aedes aegypti”, afirmou.

 

Rosângela lembra ainda que pequenas atitudes podem ser feitas para dar apoio às equipes de combate, como identificar os potenciais criadouros, como lixo doméstico mal acondicionado, tampinhas de refrigerante jogadas no quintal, pratinhos de planta com água, recipientes de armazenamento de água como caixa d’água, potes e tonéis descobertos, entre outros.

 

“A equipe estadual de controle das arboviroses e os municípios convocam a população para combater o mosquito todos os dias. Assim, vamos evitar essas doenças que são transmitidas pelo Aedes Aegypti”, concluiu.

 

SOBRE O DIA D

 

A lei número 12.235/2010 estabelece o penúltimo sábado do mês de novembro, este ano sendo realizado no dia 19, como o Dia Nacional de Combate à Dengue.

 

O objetivo principal da data é mobilizar iniciativas do poder público e participação da população para o combate e controle do vetor dessa doença, o Aedes aegypti, por meio de campanhas educativas.

Avalie este item
(0 votos)

Uma grande ação com oferta de serviços de secretarias e autarquias estaduais marcou, neste sábado, 19, a comemoração do primeiro ano do programa Governo Sem Parar.

Os cerca de 2 mil atendimentos foram realizados na Escola Estadual Professor Severino Cavalcante, no bairro Doutor Sílvio Botelho, beneficiando moradores da localidade e de bairros adjacentes com consultas médicas, entrega de cadeiras de rodas, além de serviços de cidadania, cuidados pessoais e atividades culturais.

De acordo com a Coordenação, em um ano de atividade, cerca de 30 mil pessoas já foram atendidas pelo Governo Sem Parar, que integra diversas instituições estaduais e facilita o acesso da população aos mais variados serviços.

“É uma premissa do programa a desburocratização e a proximidade do serviço para a população. Sabemos o quanto o nosso povo é trabalhador e, por conseguinte, seus horários são restritos. Essa é uma forma de oferecer a melhor assistência ao cidadão que necessita do atendimento médico e administrativo”, ressaltou a secretária de Saúde e uma das coordenadoras da ação, Cecília Lorenzon.

 

Secretaria de Saúde atendeu cerca de 20 mil pessoas durante as ações

 

Com oferta de consultas médicas com especialistas, de vacinação e de testagem para detecção de doenças, além de entrega de cadeiras de rodas e de óculos, a Secretaria de Saúde já realizou aproximadamente 20 mil atendimentos em 12 meses. 

O coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante) da Sesau, Rafael Sena, destacou o quantitativo de atendimentos e a redução da demanda reprimida nas unidades convencionais.

“A saúde itinerante vem atuando no Governo Sem Parar desde novembro do ano passado, acumulando mais de 20 mil atendimentos até agora. O foco é reduzir as demandas nas unidades, e as pessoas estão sendo beneficiadas com essa assistência, de forma rápida e dinâmica, com profissionais qualificados. Hoje está previsto atender 900 pessoas. Temos vários especialistas, inclusive, por causa do novembro azul, estamos com o urologista aqui também”, afirmou o coordenador.

“Não sabíamos que tínhamos condições de fazer esse alcance. Um ano depois, estamos aqui com sucesso, com a satisfação da população, e a meta agora é melhorar cada vez mais”, reforçou Cecília Lorenzon.

Além das consultas e dos demais serviços, a Sesau realizou neste sábado também a entrega de 22 cadeiras de rodas a pessoas cadastradas no NERF (Núcleo de Reabilitação Física).

“A equipe de toda a Secretaria de Saúde tem feito um trabalho brilhante. Hoje estamos entregando 22 cadeiras de rodas, sendo duas elétricas. Ao todo, já foram entregues mais de quatro mil cadeiras só na gestão Antonio Denarium. Foi um ano de muito trabalho, o programa Governo Sem Parar é um sucesso e, não tenho dúvidas, de que em 2023 vai continuar e melhorar ainda mais o atendimento à população de Roraima”, destacou o secretário de Infraestrutura e vice-governador eleito, Edilson Damião.

 

População destaca a rapidez e a praticidade no acesso aos serviços

 

Elias Vieira da Costa, de 89 anos, morador do bairro Buritis, recebeu uma cadeira de rodas. Seu neto, Wando Costa, de 36 anos, destacou a importância do equipamento para melhorar a qualidade de vida do idoso.

“Com essa cadeira, ele pode dar uma volta na rua, ir a uma praça, não vai ficar “preso” dentro de casa, pois passa praticamente o dia inteiro sentado e fica um pouco estressado. Agora tudo vai melhorar”, afirmou.

Morador do bairro Laura Moreira, Hudson Alves, de 43 anos, se consultou com oftalmologista e com cardiologista e elogiou o atendimento. “A avaliação é ótima. Fiquei surpreso pela rapidez e qualidade do atendimento e da receptividade. Estou muito satisfeito”, enfatizou.

Maria do Socorro Silva, de 63 anos, fez consulta com ginecologista e também saiu satisfeita. “Achei ótimo o atendimento. Estive no posto médico duas vezes e não consegui assistência. Hoje fui muito bem atendida aqui”, disse.

 

Espaço lúdico chamou a atenção de crianças e de adultos

 

Entre os serviços oferecidos durante a ação, os de entretenimento chamaram a atenção neste sábado. A diretora da Biblioteca Central, Kátia Drumond, explicou que uma média de 60 a 70 crianças são atendidas por dia, dependendo da densidade populacional do bairro onde o Governo Sem Parar é realizado.

“O cinema é uma opção de interatividade para a criançada, e a procura é contínua. Todos os sábados, quando a gente vem para a ação, esse público é fiel. As crianças gostam muito. Além do cinema, oferecemos gibiteca, pois leitura é o carro-chefe da Biblioteca, pintura facial, brincadeiras com palhaços, musicais, e servimos pipoca com refrigerante. Procuramos dinamizar para atrair a criançada”, afirmou.

Com variação na procura por serviços, a quantidade de atendimentos realizada na ação pelas instituições estaduais impacta na redução de filas de espera. E, além da Sesau e da Secretaria de Cultura, participaram do Governo Sem Parar neste sábado, a Polícia Civil, por meio do Instituto de Identificação, Detran, as Secretarias do Índio e do Trabalho e Bem-Estar Social, Femarh, Defensoria Pública, Agência Desenvolve RR, Codesaima, Junta Comercial, Caer, Iater, Jucerr e Procon.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Instituto AOCP divulgou, nesta sexta-feira, 18, o resultado final da homologação e classificação da segunda turma dos policiais penais de Roraima do concurso público da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania).

 

A entidade é a banca organizadora do certame do Governo de Roraima, realizado em 2020.

 

A lista com o nome dos classificados pode ser encontrada no site oficial do instituto.. Ao todo, 324 policiais penais passaram pelo curso de formação, e estão aptos a tomarem posse e exercer a carreira.

 

O secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes, reforçou como os aprovados devem proceder ao serem convocados.

 

“Os novos policiais serão chamados o mais rápido possível. E a partir do momento em que forem convocados, eles irão se submeter a junta médica do Estado e vão assinar o termo de posse. Após a assinatura, eles terão 30 dias para entrar em exercício onde forem lotados”, disse

 

No início do mês de agosto, a ALE-RR (Assembleia Legislativa de Roraima) autorizou a abertura de 100 vagas. Para o restante, o chamamento vai ocorrer de acordo com as demandas do sistema penitenciário estadual.

 

“Nesse caso, a convocação do restante será feita conforme as necessidades forem se apresentando, com a inauguração das novas unidades prisionais”, ressaltou Fernandes.

 

No início da atual gestão, o quadro de policiais penais tinha apenas 277 servidores. Com o ingresso deles no serviço público, o efetivo total dos policiais penais do sistema penitenciário passará para 800 servidores, podendo ultrapassar 1000 mil policiais penais após finalizar a lista.

Avalie este item
(0 votos)

Em encontro com representantes do Ministério da Saúde e OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) apresentou um plano de contingenciamento para a erradicação do sarampo.

 

A doença era considerada erradicada no Brasil, no entanto, voltou a preocupar as autoridades de saúde após a confirmação de casos importados da Venezuela, durante a fase mais grave da crise migratória daquele país.

 

Só em 2018, por exemplo, o Estado contabilizou 366 notificações da doença e 180 casos confirmados na capital Boa Vista.

 

“O objetivo dessa visita é verificar o plano de contingência diante dos casos notificados e suspeitos de sarampo, ou seja, como está ocorrendo as ações [de enfrentamento] do estado e municípios, verificar a cobertura vacinal e curva epidemiológica para saber se há um vírus circulando”, explicou a gerente do Núcleo Estadual de Controle das Doenças Exantemáticas, Daiane Rodrigues.

 

A gerente explica ainda que basta apenas a confirmação de um único caso para que a situação seja considerada surto, em razão da rápida disseminação do vírus. Por esse motivo, é importante a atualização do cartão de vacinação, principalmente no caso das crianças.

 

“É muito importante sensibilizar as famílias, porque o sarampo é uma doença extremamente grave que pode levar à morte. Não deixem de vacinar os seus filhos quando tiver campanha, leve-os até os postos, para que haja o aumento da cobertura vacinal. Só assim vamos conseguir vencer esse vírus”, ressaltou.

 

A reunião também contou com a presença de representantes dos 15 municípios, como a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Boa Vista, Thalita Siqueira, que apresentou as ações que a capital tem desempenhado nos últimos anos.

 

“A importância desse encontro é justamente para podermos avaliar as ações que foram tomadas, para daqui em diante possamos planejar quais serão as novas estratégias que poderemos tomar frente ao sarampo e outros agravos, e também em relação a vigilância e imunização, para que consigamos não ter mais casos da doença”, pontuou.

Avalie este item
(1 Votar)

Em alusão ao Novembro Azul, mês dedicado a conscientização sobre os riscos do câncer de próstata, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), promoverá mutirões de avaliações médicas na Clínica Médica Especializada Coronel Mota.

 

Na ocasião, a unidade irá oferecer consultas médicas com profissionais da área de urologia. A ação ocorrerá em dois dias, sendo uma neste sábado, 19, e depois na próxima segunda-feira, 21.

 

“Esse mutirão é especial, pois quando o paciente pegar a senha de atendimento, iremos realizar liberação de PSA [antígeno prostático específico] em laboratório, para que quando for feita a consulta nos dias 29 e 30, ele já apresentar o resultado do exame ao médico”, destacou a diretora-geral da unidade, Rayane Santos.

 

Ao todo, serão disponibilizadas 200 senhas de atendimento para homens acima de 50 anos. Os atendimentos ocorrerão no horário das 8h às 11h no dia 19, e das 15h às 18h no dia 21.

 

“O paciente tem que vir munido do Cartão do SUS, Comprovante de Residência, Identidade e CPF. Se ele não apresentar esses documentos, não teremos como liberar a senha com a APAC [Autorização de Procedimentos Ambulatoriais] que será preenchida no momento da retirada”, completou Rayane.

 

A DOENÇA

 

O câncer de próstata é o segundo tipo de neoplasia que mais acomete a população masculina no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), a doença mata um homem a cada 38 minutos.

 

Esse tipo de câncer se desenvolve na próstata, uma glândula do sistema reprodutor masculino que fica abaixo da bexiga e que é responsável pela produção de espermas. 

 

O câncer de próstata não costuma apresentar sintomas na fase inicial, o que torna perigoso para os homens. Em 95% dos casos, a doença é detectada na fase mais avançada, dificultando o seu tratamento.

 

Caso paciente apresente dor óssea, dores ao urinar, vontade frequente de urinar e presença de sangue na urina ou no esperma, é recomendado que o mesmo procure ajuda médica.

 

Outros fatores que devem ser observados incluem a obesidade e histórico da doença na família. A neoplasia também é muito comum entre os homens de raça negra.

 

Por esse motivo, é importante que homens a partir de 45 anos com fatores de risco, ou a partir dos 50 anos sem nenhum sintoma, procure o médico urologista. A detecção da doença ocorre por meio do exame de toque retal, que avalia aspectos como endurecimento e presença de nódulos suspeitos na glândula, e o exame de sangue PSA.

 

Somente com esses cuidados é que o profissional poderá indicar a melhor forma de tratamento.

Avalie este item
(1 Votar)

A CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), da Sesau (Secretaria de Saúde), emitiu nesta sexta-feira, 18, uma nova nota informativa onde reforça junto aos municípios a necessidade das medidas de prevenção contra a covid-19.

 

O documento trata, dentre outras situações, da importância do uso de máscaras e incentivo à vacinação contra a doença. O alerta se faz necessário em razão do aumento de novos casos, principalmente os relacionados às subvariantes Ômicron BQ.1 e BA.5.3.1.

 

“Devido ao aumento do número de casos das duas últimas semanas, reforçamos e recomendamos a utilização de máscara facial por pessoas imunossuprimidas, com comorbidades, mulheres grávidas e idosos, bem como para os profissionais que atuam em estabelecimentos de saúde e pessoas com sintomas respiratórios que estejam em eventos e locais fechados”, destacou a coordenadora da CGVS, Valdirene Oliveira.

 

BOLETIM

 

De acordo com o Boletim Epidemiológico do Coronavírus desta quinta-feira, 17, foram 631 novos casos da doença registrados nas últimas 24 horas. Ao todo, o Estado soma 175.344 casos positivos e 2.175 óbitos desde o início da pandemia.

 

Os aumentos de casos foram mais expressivos nos municípios de Alto Alegre, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caroebe, Mucajaí, Pacaraima e São Luiz.

 

“É importante que as pessoas completem o esquema vacinal contra a covid-19, com 1ª e 2ª dose, mais as duas doses de reforço”, completou Valdirene.

 

VEJA QUAIS SÃO AS RECOMENDAÇÕES

 

1) Utilização de máscara de proteção facial por pessoas que possuam fatores de risco para agravamento da covid-19, como comorbidades, imunossuprimidas, mulheres grávidas e idosos de 70 anos ou mais;

 

2) Utilização de máscara de proteção facial por qualquer pessoa que frequente locais e estabelecimentos de saúde como: hospitais, postos de saúde, laboratórios, clínicas, consultórios, farmácias e drogarias;

 

3) Utilização de máscara de proteção facial por qualquer pessoa que apresentar sintomas respiratórios, evitando locais fechados e com aglomerações de pessoas;

 

4) Adoção de medidas de higiene e etiqueta respiratória, como higienizar as mãos com álcool 70% ou com água e sabonete líquido com frequência, cobrir o rosto com o antebraço ao tossir ou espirrar e evitar compartilhar objetos de uso pessoal;

 

5) Distanciamento mínimo de 1,0 metro entre pessoas ou grupos em todos os ambientes, evitando aglomerações;

 

6) Priorização de ambientes com ventilação natural, com portas e janelas abertas, a fim de assegurar a boa circulação de ar e a ventilação cruzada;

 

7) Reforçar a importância das vacinas atuais e das campanhas de vacinação contra a Covid-19, incluindo as doses de reforço;

 

8) Enfatizar que o ato de se vacinar é importante para proteção de todas as pessoas da sua convivência;

 

9) Reforçar a necessidade de realização do teste RT-PCR em casos sintomáticos com resultado de teste rápido de antígeno negativo;

 

10) Reforçar aos municípios que promova a coleta de amostras (swab nasal) destinado ao teste de RT-PCR em tempo oportuno, e as enviem ao Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima), para identificação da variante, objetivando a vigilância genômica no Estado.

Avalie este item
(1 Votar)

Em razão do surgimento de novos casos da covid-19, a Sesau (Secretaria de Saúde) promoveu, na manhã desta sexta-feira, 18, a testagem em massa dos servidores que trabalham na sede administrativa da pasta, no bairro Aeroporto.

 

Conforme a gerente do Núcleo Estadual de Controle da Influenza, Larissa Costa, a ação tem a finalidade evitar a disseminação da doença.

 

“O objetivo dessa testagem é diagnosticar precocemente o vírus da covid-19, para que possamos estar tomando medidas de isolamento e prevenindo os servidores com o uso de máscara, distanciamento”, afirmou.

 

Servidora da CGTES (Coordenadoria Geral de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde), Lívia Figueiredo, de 29 anos, classificou a ação como vital para a segurança dos funcionários da pasta.

 

“A ação [de hoje] demonstra a valorização e a importância do servidor, já que é preciso controlar os casos recentes que vêm aparecendo em nossa cidade”, completou.

 

BOLETIM

 

De acordo com Boletim Epidemiológico do Coronavírus desta quinta-feira, 631 novos casos da doença foram registrados nas últimas 24 horas. Ao todo, o Estado soma 175.344 casos positivos e 2.175 óbitos desde o início da pandemia.

 

“Esse tipo de ação continuará nas outras secretarias, de acordo com a necessidade de cada pasta, para que possamos estar controlando de forma imediata a doença. Amanhã, dia 19, estaremos também na ação do Governo Sem Parar, na Escola Severino Cavalcante, e também há uma previsão de testagem na Polícia Federal, para todos os funcionários da sede”, ressaltou Larissa.

Avalie este item
(1 Votar)

A reconstrução e a manutenção de pontes estão entre os serviços mais executados pelo Governo do Estado nos municípios. Atualmente, as vicinais 2, 14, 18 e 31 de Rorainópolis recebem novas pontes de madeira. O Executivo também já recuperou mais de 200 quilômetros de estradas na região desde 2020.

 

Nas Vicinal 31, a Seinf (Secretaria de Infraestrutura) está finalizando uma ponte de 20 metros e realizando manutenções de outras duas pontes na Vicinal 14 (10 metros) e na Vicinal 18 (15 metros) com R$ 1,2 milhão de recursos próprios do Governo.

 

“Esse investimento do Governo de Roraima é muito importante para garantir o escoamento de produção e acesso dos moradores que trabalham e estudam em outras regiões do município e precisam se deslocar com segurança”, declarou o governador Antonio Denarium sobre as obras.

 

Também com recursos do Tesouro Estadual de R$ 5.295.295,28, de 2021 a 2022, o Governo já implementou mais 400 metros de pontes, que abrangem mais de 30 vicinais da região. As estradas rurais de Rorainópolis receberam obras coordenadas pela Seinf em 16 vicinais (2, 3, 9, 11, 15, 13, 20, 25, 27, 28, 29, 32, 45 e vicinais Zé do Valdo, Trairi 2 e Colina).

 

A próxima localidade do município que vai receber uma nova ponte de 25 metros será a Vicinal 2. “Estamos recuperando nestas vicinais um total de mais 60 metros de pontes, onde antes não passava veículos com cargas pesadas. Agora essas pontes estão sendo construídas com material de primeira qualidade e   muito mais resistentes, destacou o secretário adjunto de Infraestrutura, Emerson de Paula.

 

ESTRADAS

 

O Governo de Roraima também intensificou os serviços de reconstrução das estradas rurais de Rorainópolis, afetadas pela falta de manutenção e pelo abandono das gestões passadas.

 

De 2020 a março de 2022, foram investidos mais de R$ 4 milhões em recursos próprios estaduais, aplicados na recuperação de mais de 200 quilômetros de estradas do município. Foram beneficiadas 14 vicinais da região (2, 4, 6, 7, 11, 17, 18, 25, 26, 29, 34, 35, 36 e 37).

Avalie este item
(1 Votar)

Criado com a finalidade de facilitar o acesso da população aos serviços de saúde e utilidade pública que são oferecidos pelas secretarias e autarquias da administração estadual, o programa Governo Sem Parar completa um ano de criação neste mês de novembro.

 

 

Para celebrar a data, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), levará atendimentos de saúde para os moradores do Sílvio Botelho e bairros adjacentes. A ação será neste sábado, 19, na Escola Estadual Professor Severino Cavalcante, localizada na avenida Nazaré Filgueiras.

 

 

O coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante) da Sesau, Rafael Sena, destaca que além dos serviços de oftalmologista, ginecologia, pediatria, cardiologia e dermatologia, a atividade contará com a presença de urologista.

 

 

“Serão mais de 10 médicos, de especialidades diferentes, em especial a urologia, que ofertará 100 atendimentos em alusão ao Novembro Azul”, completou.

 

 

Outros serviços que serão oferecidos no evento incluem testagem e vacinação covid, orientações sobre DTS's (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e atendimentos odontológicos, por meio do Consultório Odontológico Itinerante.

 

 

“É sempre bom ressaltar que toda pessoa que busca pelos atendimentos nas nossas ações, que elas levem sempre o cartão do SUS, a identidade, CPF e um comprovante de residência, pois as senhas são limitadas”, completou Sena.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) realiza, até domingo, 20, programação alusiva à Semana da Consciência Negra, com apresentações culturais e palestras. O evento é promovido pela Coordenação Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e parceiros.

 

A Semana em alusão ao Dia da Consciência Negra tem como objetivo reforçar a valorização da cultura afro-brasileira por meio de apresentações culturais, performances artísticas e oficinas e também de conscientizar através de palestras que abordam temas pertinentes à negritude, como o combate ao racismo, preconceito e intolerância religiosa.

 

A coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Setrabes, Rafaela André, explicou que a Semana da Consciência Negra leva uma reflexão sobre a discriminação e o racismo estrutural, enfrentados pela população negra no Brasil e no mundo.

 

“O evento é muito importante para levantar a valorização da cultura negra e debater os problemas que ainda englobam as questões raciais”, disse Rafaela.

 

A presidente da Comissão da Promoção da Igualdade Racial da OAB-RR (Ordem dos Advogados do Brasil em Roraima), Milene Evangelista da Silva declarou que o evento tem o intuito de promover um diálogo e  ampliar a conscientização sobre o combate ao racismo e o preconceito.

 

“É um momento de reflexão e sensibilização durante a programação, em que devemos lembrar todos os dias a luta da população negra e seus direitos”, finalizou Milene.

 

A titular da Setrabes, Tânia Soares, lembrou que a criação da Coordenação de Política de Igualdade Racial, possibilitou mudanças na postura do Estado em relação às demandas dos movimentos sociais.

 

“O Estado hoje é sensível a essas demandas, e busca promover um diálogo com todos os movimentos ouvindo suas reivindicações, e assim buscar atender a sociedade civil organizada, Essa mudança nos permite avançar na luta por meio de políticas públicas contra o racismo, a discriminação e as desigualdades”, afirmou Tânia.

 

A programação segue até domingo, 20, com atividades, palestras e apresentações culturais.

 

AGENDA

 

Sexta-feira, 18

 

Oficina de Movimento e Roda de Capoeira (Mestre Lázaro)

 

Horário: das 08h30 às 10h30 e das 14h às 16h;

Local: Fundação Fé e Alegria (Igreja da Consolata)

 

Domingo, 20 (Dia da Consciência Negra)

 

Roda de Capoeira

Horário: 16h

Local: Praça da Cultura - Centro

 

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

 

O dia 20 de novembro remete ao falecimento de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, em 1695. Posteriormente, na década de 1970, o Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial reivindicava a valorização de um símbolo histórico nacional negando a antiga data comemorativa de 13 de maio, abolição da escravatura, visto que não houve apoio ou assistência aos negros libertados na época.

Avalie este item
(1 Votar)

De acordo com dados divulgados esta semana pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o PIB (Produto Interno Bruto) de Roraima atingiu o valor de R$ 16 bilhões em 2020 e variação em volume de 0,1% em relação a 2019. Depois de Mato Grosso do Sul (com 0,2%), o Estado teve a segunda maior variação em volume entre as 27 unidades da Federação.

 

O PIB caiu em 24 das 27 unidades da federação em 2020, o ano inicial da pandemia de covid-19. Mato Grosso foi o único a mostrar estabilidade 0% no índice.

 

O setor agropecuário de Roraima apresentou o maior crescimento em volume entre três grupos de atividades econômicas locais, com elevação de 11,0%, aumentando sua participação na economia do Estado, que era de 5,5% em 2019, para 6,9% em 2020.

 

Esse crescimento foi impulsionado pelo desempenho na agricultura, inclusive as atividades de apoio à agricultura e a pós-colheita, que cresceram 15,2% no ano, com destaque para a soja, o cultivo de cereais e outros produtos de lavoura permanente, como o milho. Ainda na agropecuária, a atividade pecuária, além do apoio à pecuária, que apresentou crescimento de 6,7%.

 

“O agronegócio em Roraima tem impulsionado a economia com a geração de mais empregos, uma vez que a área plantada cresce a cada ano. Isso se dá as ações estruturantes promovidas pelo Governo do Estado, que regulariza as terras, emite o licenciamento ambiental, ou seja, dá condições ao pequeno, médio e grande produtor”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

 

Para o secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, parte desses índices positivos são resultado do trabalho do governador Antonio Denarium no setor agropecuário, principalmente, com a regularização de terras e fortalecimento da área produtiva em Roraima.

 

“Isso passa no esforço de articular as transferências de terras da União para o Estado, na regularização fundiária, a aprovação do Zoneamento Ecológico-Econômico [ZEE] e as estruturações dos órgãos estaduais para agilizar e transparecer processos de licenças ambientais. Isso permite que o produtor tenha confiança”, afirmou Baú.

 

Ele destacou que o Governo trabalha para atrair investidores de forma a ampliar a capacidade de produção do Estado, além de valorizar as cadeias produtivas de forma com que o Estado não seja apenas um exportador de commodities.

 

COMÉRCIO

 

Outro ponto que teve crescimento econômico em Roraima foi o comércio. Isso por ser observado nas atividades de serviços, como comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, que cresceu 3,2% devido ao aumento do consumo vinculado à distribuição do auxílio emergencial, atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares, com variação de 8,6%.

 

Em todo o Brasil, durante a pandemia, a maior parte dos Estados teve queda, devido a restrições impostas pelo período, mas houve crescimento no comércio em Roraima.

 

Segundo o secretário-adjunto da Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento), economista Fábio Martinez, esse fato pode ser interpretado pela perspectiva das políticas públicas e medidas econômicas exitosas do Governo de Roraima.

 

“Nesse sentido o Governo autorizou o parcelamento do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] e deu condições econômicas para que os empresários pudessem se sustentar naquele período mais fortes de restrições e mais adiante conseguissem se recuperar. Foi isso que aconteceu, tanto é que o comércio não teve queda em Roraima,  ele cresceu”, afirmou.

 

PACOTE ECONÔMICO

 

Em 2020, o governador Antonio Denarium enviou à Assembleia Legislativa o projeto de lei que criou o Refis (programa de recuperação fiscal) para pessoas físicas e empresas para facilitar a regularização de tributos em atraso, como o ICMS e o ISS (Imposto Sobre Serviços).

 

Ainda em serviços, houve variação negativa nas atividades de transporte, armazenagem e correio (-13,8%) e alojamento e alimentação (-14,4%).

 

SETOR INDUSTRIAL EM CRESCIMENTO

 

“O setor industrial teve dois grandes pesos positivos em Roraima no período observado de 2020. Primeiro na parte de construção e nos serviços industriais e depois os serviços industriais de utilidade pública, que são aqueles relativos à fornecimento de água, de energia e coleta de lixo”, detalhou Martinez.

 

No Estado, houve aumento em volume de 2,5% para as atividades de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação, com variação de 9,1% devido à geração e distribuição de energia elétrica.

 

A presidente do Sistema Fier (Federação das Indústrias de Roraima), Izabel Itikawa, comemora os dados positivos para a indústria roraimense, que contribuíram para o melhoramento do PIB. “A Fier trabalha com a ferramenta de planejamento estratégico e vem acompanhando o cumprimento dos seus objetivos relacionados ao fomento do crescimento industrial, por meio da criação de um ambiente favorável aos negócios, apoiado pela execução do programa do governo do estado Roraima 2030”, enfatizou.

 

Ela relaciona esse crescimento do PIB à sinergia entre as políticas governamentais e as demandas dos setores produtivos, faz com que o Estado desenvolva, impulsionando a geração de emprego, renda e riqueza para o povo roraimense.

 

O setor de construção teve alta de 3,6%, e as indústrias extrativas (que extrai recursos e insumos da natureza sem alterar suas características), cresceu 7,8%, impulsionada pela categoria da produção familiar, com 10,78%.

 

Além disso, o setor imobiliário cresceu 5,7%, influenciado principalmente pelo aumento de novas construções em geral e de residências para aluguel, de acordo com a Seplan.

 

 

 

SETORES PÚBLICO E PRIVADO

 

Outro destaque positivo é a redução da participação da administração pública na economia do estado de Roraima.

 

Os dados de 2020 mostram que a administração pública continua sendo a principal atividade econômica. Contudo, entre os três grupos, a de serviços foi a única que não registrou crescimento em volume (variação de -0,3%), devido à administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, atividade de maior peso na economia do estado, que no período atingiu a menor participação desde o início da série, em 2002: 45,0% (em 2019, era 47,7%).

 

“Isso mostra que, cada vez mais, o setor privado está aumentando a participação na economia local, crescendo mais do que os setores da administração pública”, completou o secretário-adjunto da Seplan.

Avalie este item
(1 Votar)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) realizou, na tarde desta quinta-feira, 17, a formatura geral de encerramento do CFCQE BM (Curso de Formação de Cabos do Quadro Especial Bombeiro Militar).

 

A solenidade foi realizada no pátio de formaturas do QCG (Quartel do Comando Geral), no bairro Pricumã. O evento reuniu autoridades civis, militares e os familiares dos concludentes do curso.

 

O CFCQE capacitou 26 alunos para o exercício de novas atividades dentro da corporação. Eles passaram por um curso intensivo de três meses, com carga horária de 847 horas/aulas, divididas em quatro módulos: operacional, complementar, jurídico e estágio operacional de salvamento com cabos.

 

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Anderson Carvalho de Matos, destacou a importância do término de mais um curso com a consequente ascensão profissional dos militares.

 

“Estamos entregando à nossa sociedade mais 26 profissionais bem preparados para atuar de forma eficiente junto a nossa sociedade e com a promoção desses militares chegamos a 537 militares promovidos nesses últimos quatro anos”, declarou.

 

O secretário de Infraestrutura e vice-governador eleito, Edilson Damião, marcou presença no evento representando o governador Antonio Denarium. Ele falou dos investimentos feitos na Corporação.

 

“São mais 26 novos cabos que estão sendo promovidos, melhorando mais o serviço prestado à população roraimense e nós temos muito orgulho, pois eles se somam aos mais de 500 bombeiros que já foram promovidos. E esses investimentos vão continuar na próxima administração do governador Antonio Denarium”, declarou.

 

O cabo Marcel Teixeira destacou a satisfação de concluir o curso em segundo lugar entre os 26 concludentes.

 

“É uma satisfação enorme, pois aguardávamos esse curso há muito tempo. Nós militares almejamos a promoção, porque ela representa um alento para todos nós e nossa família. Sabemos da responsabilidade, mas é satisfatório concluir mais esse curso com o apoio da família”, finalizou.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quinta-feira, 17, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) promoveu mais uma ação em alusão ao Dia Mundial da Prematuridade. Desta vez, voltada para as mães de recém-nascidos prematuros da UCINCa (Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru) e da Casa da Gestante.

 

O Novembro Roxo é o mês alusivo à prematuridade, e o tema deste ano é “Garanta o contato pele a pele com os pais desde o momento do nascimento”. Diversos estudos demonstram que o contato direto do bebê recém-nascido com a pele da mãe promove uma série de benefícios para a mãe e a criança, principalmente as que nasceram prematuras ou com muito baixo peso. Ao estimular o vínculo entre mãe e filho, a técnica garante um desenvolvimento saudável dessas crianças.

 

O HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) é o único do Estado a possuir uma UTI Neonatal, o que o torna a principal referência no atendimento de mães e recém-nascidos. A unidade tem ainda o selo IHAC (Iniciativa Hospital Amigo da Criança), pelos ótimos serviços prestados para esse público.

 

As atividades que estão sendo realizadas este mês têm o objetivo de fortalecer a relação das mães com os bebês e da família com a equipe da unidade.

 

Pela manhã, profissionais se reuniram com as mães que estão internadas no Cuidado Intermediário Canguru da UTI Neonatal, onde foi oferecido um chá para as mulheres. “O mesmo foi feito à tarde com as mães da Casa da Gestante, que também são mães de bebês prematuros, mas que ainda não estão naquele momento de vínculo pele a pele”, ressaltou a coordenadora da UTI Neonatal, Débora Maia.

 

A atividade foi acompanhada de perto pela primeira-dama do Estado, Simone Denarium, que ressaltou a importância dos cuidados com as pacientes da unidade.

 

“Esse é o primeiro passo de uma gestão que tem esse olhar acolhedor, sensível, onde todas essas crianças poderão ter essa oportunidade. Realizando um bom pré-natal, as mães reduzem os riscos de terem um filho prematuro. É todo um trabalho que a Sesau e os profissionais do Materno-Infantil fazem com excelência”, afirmou.

 

Além de café da manhã, a programação contou ainda com oficina de maquiagem e roda de conversa com profissionais da unidade. “Essa é mais uma ação humanizada dentre várias que estamos fazendo de modo a promover uma melhor qualidade de vida e uma humanização para a população, nesse caso específico para as mães”, declarou a secretária da Sesau, Cecília Lorenzon.

 

REFERÊNCIA EM TODO O ESTADO

  

A servidora pública Cristiane da Conceição, 35, teve gêmeas prematuras de 25 semanas em um parto de emergência em decorrência da síndrome do colo curto. Porém, por ter nascido com pouco peso, a Jasmim, de 520 gramas, resistiu apenas alguns dias.

 

Já a outra filha, Ana Rosa, depois de quatro meses internada, está prestes a receber alta e finalmente ir para casa. Tudo graças ao apoio da equipe multiprofissional da UTIN, UCINCa e também do método canguru, que é bastante usado no setor.

 

“Não foram dias fáceis, primeiro porque a minha menorzinha não resistiu, já foi um sofrimento muito grande, mas conforme a Ana Rosa ia se desenvolvendo e ganhando peso e vencendo as intercorrências isso me deu força. Nós fomos muito bem acolhidos aqui, desde a técnica até os médicos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. Eu só tenho a agradecer mesmo, tudo que vem sendo feito até agora”, comentou Cristiane.

 

PROGRAMAÇÃO

 

As programações alusivas ao Novembro Roxo seguem até o fim deste mês em Roraima. As atividades propostas incluem palestras, confraternizações e capacitações para os agentes que atuam nas unidades de saúde do Estado.

 

22/11 – Treinamento sobre infecção primária da corrente sanguínea, 9h e 15h.

 

23/11 – Blitz Educativa na Ala das Rosas, às 15h.

 

24 e 25/11 – Curso de Sensibilização do Método Canguru, de 8h às 18h.

 

28/11 – Curso de admissão do recém-nascido em unidade Neonatal, às 9h e 15h.

 

29 e 30/11 – Curso de manejo clínico em aleitamento materno, de 8h às 18h.

Avalie este item
(1 Votar)

Estão abertas de 17 a 24 de novembro as inscrições para participar do PAB (Programa Alimenta Brasil) 2022, antigo PAA (Programa de Aquisição de Alimentos. A ação federal é executada em parceria com o Governo de Roraima e voltada para agricultores familiares do Estado enquadrados no Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

 

Para este ano, o PAB disponibilizou mais de R$ 7 milhões para Roraima, aumentando também o valor disponível para o produtor individual em até R$ 12 mil reais. O Alimenta Brasil é um programa de aquisição de alimentos do Governo Federal que busca ampliar o acesso à alimentação e incentivar a produção de agricultores familiares.

 

Para o governador Antonio Denarium, o PAB é um projeto importante para Roraima beneficiando os pequenos produtores e a população mais necessitada. “Os alimentos comprados pelo governo são doados para as redes assistenciais no intuito de ajudar famílias em situação de vulnerabilidade a terem acesso à alimentação de qualidade”, concluiu.

 

O PROGRAMA

 

O Alimenta Brasil promove o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos, fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização, valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos, incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o cooperativismo e o associativismo.

 

“Com o PAB, o poder público também pode comprar os alimentos produzidos por esses agricultores e destiná-los a famílias em situação de insegurança alimentar, e várias instituições, como as redes de assistência social, escolas públicas e unidades de internação”, destacou o secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú.

 

O presidente do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Marlon Buss, explicou que em Roraima, a execução do programa é feita por meio da compra com doação simultânea. “Por meio do PAB, os produtores podem garantir o atendimento ao programa em todos os municípios”, reforçou.

Avalie este item
(1 Votar)

Continuando a programação de encerramento do 3º bimestre letivo de 2022, as instituições de ensino da Rede de Colégios Estaduais Militarizados realizam, até o dia 1º de dezembro, a entrega de alamares e promoções de alunos.

 

Na manhã desta quarta-feira, 16, o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Senador Hélio da Costa Campos, no bairro Silvio Leite, em Boa Vista, realizou uma cerimônia para a entrega de 33 alamares e promoção de alunos. O evento ocorreu no próprio colégio.

 

No período da tarde, a cerimônia ocorreu no CEM Profº Severino Gomes Cavalcante, localizado no bairro Silvio Botelho. Foi feita a entrega de 274 alamares e 203 promoções de alunos. Já na tarde de quinta-feira, 17, ocorreu no CEM Professora Maria dos Prazeres Mota, no bairro Santa Tereza, com entrega de 67 alamares.

 

No dia 18, sexta-feira, as solenidades acontecem em mais dois colégios. No CEM João Rodrigues da Silva, em São Luiz, será feita solenidade de entrega de 32 alamares e no CEM João Rogélio Schuertz, em Caracaraí, onde serão distribuídos 46 alamares para os destaques do bimestre.

 

Anteriormente, de 7 a 11 de novembro, outras sete CEMs da capital e do interior entregaram mais de mil alamares a estudantes da rede.

 

QUEM RECEBE O ALAMAR?

 

A honraria do alamar é entregue para os estudantes que alcançaram nota igual ou superior a 8,5 e tiveram comportamento no mínimo bom ao longo do bimestre. As solenidades de entrega dos alamares fazem parte da rotina dos colégios militarizados da Capital e interior do Estado. A cada encerramento do bimestre os alunos destaque são agraciados com a honraria.

 

“O alamar é uma conquista pessoal. Cabe a cada aluno alcançar a condição de aluno destaque durante o bimestre tendo como parâmetro o rendimento escolar, a disciplina, a assiduidade e a pontualidade e assim usar o alamar como forma de reconhecimento acadêmico. Lembrando que o alamar é o símbolo da meritocracia dos colégios militarizados”, destacou o secretário adjunto de coordenação dos colégios militarizados, José Rodrigues Souza.

 

REDE DE COLÉGIOS

 

Atualmente existem 33 colégios militarizados em todo o Estado, sendo 20 na capital e 13 no interior, em Mucajaí (e Vila Samaúma), Iracema, Caracaraí, Rorainópolis (e Vila Nova Colina), Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre, São Luiz do Anauá e Amajari. Os colégios militarizados em Roraima atendem, juntos, 27.885 estudantes.

Avalie este item
(0 votos)

O Conselho Federal de Farmácia realizou, de 10 e 12, na cidade de Foz do Iguaçu (PR), a 2ª edição do CBCF (Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas) com o tema “Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade na Assistência à Saúde”, o maior congresso farmacêutico da América Latina.

 

A Sesau (Secretaria de Saúde) participou do evento, representada pela a coordenadora da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) de Roraima, Valdirene Cruz, que na oportunidade, palestrou sobre as políticas públicas de imunização realizadas pelo órgão.

 

“Fui convidada como palestrante [do evento] em uma mesa para falar das experiências exitosas em serviço de vacinação, à frente da coordenação de vacinação covid-19, sarampo e outros”, disse a coordenadora.

 

Valdirene apresentou questões sobre a administração de políticas de vacinação realizadas pelo Governo de Roraima com outros cinco farmacêuticos de diferentes Estados, que relataram as experiências que tiveram em unidades hospitalares privadas e rede de farmácias.

 

“A importância desse tema como palestrante é poder levar, além da questão profissional, a nossa experiência aqui na gestão do Programa de Imunização com outros Estados”, ressaltou.

 

FRONTEIRA

 

No início de novembro, o Governo de Roraima participou do dia “D” da Campanha de Multivacinação Transfronteiriça dos países Brasil e Guiana. O evento ocorreu no