Adrian Menezes

A ação deste sábado, dia 24, do Governo Sem Parar, atendeu aproximadamente mil pessoas do bairro Pintolândia e de bairros adjacentes que buscaram pelos serviços que são oferecidos por todos os órgãos do Governo de Roraima. Os atendimentos ocorreram no Colégio Estadual Militarizado Professora Maria de Lourdes Neves.

O coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde), Rafael Sena, destacou a dinâmica dos atendimentos e a grande procura pelos serviços de saúde.

“Na ação deste sábado, trouxemos oftalmologista, otorrino, ortopedista, além do nosso ônibus odontológico. Só os atendimentos médicos foram em torno de 600. Além dos demais serviços oferecidos no Governo Sem Parar, totalizando aproximadamente mil pessoas atendidas. Uma ação bastante dinâmica, bastante produtiva, todo mundo saindo satisfeito e feliz”.

A coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira, ressaltou que, durante o Governo Sem Parar, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) disponibiliza testes rápidos, além de todas as vacinas.

“Estamos com o teste rápido de HIV, sífilis, hepatite B e C, teste Covid, vacina para as crianças e para adultos, vacina de influenza, covid, sarampo. Nos preparamos para atender de 200 a 250 pessoas”. 

A servidora pública Vitória Lima, de 35 anos, moradora do bairro Silvio Botelho, soube da ação deste sábado por intermédio da irmã dela. Ela disse que a ação é muito positiva, sobretudo, porque acontece no fim de semana.

“Vim tomar a vacina de covid. Achei ótimo. Tudo bem organizado, o atendimento bem rápido e fui bem atendida. É muito bom acontecer no fim de semana, porque durante a semana a gente trabalha e não tem disponibilidade. Facilita muito pra gente”, afirmou.

O cinegrafista Adonias Ribeiro, de 56 anos, soube da ação pelas redes sociais e foi para retirar a 2ª via da Certidão de Nascimento dele na DPE (Defensoria Pública do Estado).

“Eu vim procurar fazer a 2ª via da minha Certidão de Nascimento. Fui bem atendido e o Governo está de parabéns por essa ação nos bairros”.

Buscando fomentar cada vez mais o esporte em todas as suas vertentes, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), realizará a I Seletiva de Badminton, voltada para estudantes entre 12 a 14 anos, a partir desta sexta-feira, 23, até domingo, 25, no Estádio Canarinho.

 

Durante a manhã o campeonato inicia às 8h e no período da tarde, a partir das 15h. Participam do evento 38 inscritos, sendo 20 atletas no naipe feminino e 18 atletas no masculino.

 

O evento é organizado pelo IDR (Instituto do Desporto de Roraima) em parceria com a Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima), FRBd (Federação Roraimense de Badminton) e Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

 

“Nós estamos lançando a primeira semente da modalidade com parceria da recém-criada Federação Roraimense de Badminton, cujo presidente é Raimundo Morais. Os atletas inscritos são de nove escolas, e quatro são do interior do Estado”, disse a gerente-técnica do evento, Adriana de Souza.

 

As inscrições para a seletiva ocorreram entre 12 e 20 de setembro no Estádio Canarinho. Nesta quarta-feira, 21, ocorreu o congresso técnico com toda a equipe organizadora.

 

Os estudantes que vencerem a seletiva garantem vaga para representar Roraima nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), que ocorrerá de 31 de outubro a 15 de novembro, no Rio de Janeiro, e é organizado pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar).

 

PARABADMINTON

 

Em parceria com a Uerr, durante a seletiva, haverá ainda um momento especial do paradesporto, com a apresentação e vivência do parabadminton voltado a estudantes de 13 a 17 anos. A ação é promovida pelo Centro Paralímpico da Uerr.

 

A MODALIDADE

 

Badminton é um esporte dinâmico praticado entre dois ou quatro jogadores. É parecido com o tênis, que usa raquetes e está dividido por uma rede, porém, ao invés de uma bola, ele é jogado com uma espécie de peteca.

 

A modalidade exige grande treinamento físico, além de agilidade, coordenação e reflexo dos jogadores. O Badminton é considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo. No início da década de 90, ele foi incluído nas modalidades olímpicas, sendo disputado pela primeira vez nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992.

 

E neste ano de 2022, a modalidade começa a ser implementada em Roraima, com a fundação da Federação Roraimense de Badminton e a realização da primeira seletiva no Estado.

Equipes do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar) e da Defesa Civil, acompanhadas pelo governador Antonio Denarium, realizaram na manhã deste domingo, dia 18, vistorias nos locais mais afetados pelo vendaval que atingiu Boa Vista, na noite de sábado, dia 17, e na madrugada de hoje.

Ainda na noite de ontem, o chefe do Executivo estadual, ao receber informações sobre as chuvas intensas que caíram na capital, cancelou a agenda política que estava ocorrendo no município de Bonfim e retornou para Boa Vista.

Nas primeiras horas da madrugada deste domingo, ele iniciou visitação a vários locais afetados pelo temporal, entre os quais, a Maternidade e o Centro de Progressão Penitenciária provisório. 

E, durante toda a manhã de hoje, as equipes vistoriaram diversos pontos da cidade, que sofreram danos ocasionados pelas chuvas.  

“Suspendi a minha agenda política deste domingo pela manhã e estou percorrendo e vistoriando os pontos críticos ocasionados pela forte tempestade da noite de sábado. Estamos acompanhando o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil no atendimento à população, nos 94 pontos da cidade que foram danificados pelas fortes chuvas e pela ventania. Graças a Deus não tivemos vítimas”, afirmou o governador.

 

Trabalhos do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil prosseguem neste domingo

 

Assim que a chuva iniciou, a Central 193 do Corpo de Bombeiros começou a receber inúmeros chamados para atender ocorrências. A primeira resposta foi iniciada com as equipes de plantão.

 

O CBMRR está atuando na resposta aos danos causados pelo forte vendaval com um reforço de 15 equipes, totalizando 82 bombeiros e mais nove brigadistas.

Os bairros mais atingidos foram São Vicente, Pricumã e 13 de Setembro. Somente nas primeiras horas, após o temporal, a Central 193 recebeu 71 chamadas para atender ocorrências, hoje pela manhã foram mais 34 solicitações.

As principais ocorrências estão relacionadas à queda de árvores sobre residências, sobre muros e sobre veículos. As chamadas podem ser encaminhadas ao número de emergência 193, porém, o tempo médio de espera para atendimento, nestes casos, está em torno de 4 horas.

A Corporação já registrou ocorrências em 18 bairros e os trabalhos seguem neste domingo durante todo o dia.

 

Governo adota medidas para recuperação de estruturas danificadas

 

O Governo do Estado está trabalhando, por meio do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, no atendimento à população vítima das fortes chuvas e mobilizou as equipes das secretarias que registraram danos em estruturas prediais para realização de reparos.

Estão sendo adotadas as medidas para a recuperação de parte do muro do Centro de Progressão Penitenciária provisório, localizado no bairro São Vicente, que caiu em decorrência da forte chuva.

Já foram adotadas providências também para corrigir os danos causados pelas fortes chuvas e ventos em grandes proporções na estrutura do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, a Maternidade.

As pacientes internadas nas áreas impactadas foram remanejadas para outros leitos da unidade, de forma segura e sem prejuízo ao tratamento clínico e obstétrico.

A Secretaria de Educação e Desporto acionou imediatamente a equipe da Divisão de Infraestrutura para verificar a situação do muro da Escola Estadual 13 de Setembro que desabou em consequência da chuva e da ventania.

Neste domingo, 18, serão avaliados pelos técnicos da Secretaria os reais prejuízos, a fim de tomar as medidas necessárias para a reconstrução do muro da unidade de ensino.

Não houve registro de feridos durante os incidentes nas estruturas dos prédios públicos, apenas danos materiais.

 

Terça, 23 Agosto 2022 09:47

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), e do Centro de
Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima (COERR) torna pública a
divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O
CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de
Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações
vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br).

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 451.695
notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do
Ministério da Saúde.

Destes 174.403 foram confirmados, sendo 30.701 por RT-PCR e 143.702 por teste
rápido, 277.292 descartados, sendo 73.557 por RT-PCR e 203.735 por teste rápido e
2.167 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.625 em Alto Alegre, 1.427 no
Amajari, 132.997 casos foram notificados em Boa Vista, 3.152 em Bonfim, 4.283 no
Cantá, 4.681 em Caracaraí, 2.635 em Caroebe, 1.871 em Iracema, 4.055 em Mucajaí,
1.014 em Normandia, 2.878 em Pacaraima, 4.030 em Rorainópolis, 2.252 em São
João da Baliza, 1.128 em São Luiz e 1.447 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 4.638 em Alto Alegre, 2.500 em Amajari, 212.425
notificações ocorreram em Boa Vista, 6.257 em Bonfim, 4.943 no Cantá, 4.495 em
Caracaraí, 3.993 em Caroebe, 2.215 em Iracema, 6.443 em Mucajaí, 1.102 em
Normandia, 7.936 em Pacaraima, 7.578 em Rorainópolis, 3.660 em São João da
Baliza, 2.370 em São Luís e 1.502 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.167 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39
são de Alto Alegre, 26 de Amajari, 1.631 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 47
do Cantá, 63 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 37 de
Normandia, 54 de Pacaraima, 73 de Rorainópolis, 15 de São João da Baliza, 14 de
São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 171.713 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de
isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.578 em Alto Alegre, 1.399 em
Amajari, 130.975 são de Boa Vista, 3.103 de Bonfim, 4.222 no Cantá, 4.587 em
Caracaraí, 2.600 em Caroebe, 1.851 em Iracema, 4.001 em Mucajaí, 973 em

Normandia, 2.816 em Pacaraima, 3.953 em Rorainópolis, 2.235 em São João da
Baliza, 1.110 de São Luiz e 1.423 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou
que o mundo vive uma pandemia da doença.

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), tem intensificado uma série de
ações com o objetivo de proporcionar maior qualidade de vida para a população. Graças ao programa
Saúde Itinerante, vários serviços médicos estão chegando a todos os cantos do Estado, tanto na
capital quanto nos municípios do interior.


Até o fim de agosto, o Saúde Itinerante deve realizar mais de 6.300 atendimentos médicos,
contabilizados durante todo o período mensal. Esse quantitativo abrange os municípios de Alto
Alegre, Amajari, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Caroebe, Iracema, Mucajaí, Normandia,
Pacaraima, Rorainópolis, São João da Baliza e São Luiz.


“A Secretaria de Saúde tem o compromisso de estar cada vez mais próximo da população. É por
meio da Saúde Itinerante que estamos reafirmando isso, levando mais dignidade, saúde e qualidade
de vida para todos”, ressaltou o coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde
Itinerante), Rafael Sena.


ESPECIALIDADES


Durante essas ações, serão disponibilizadas consultas com especialistas nas áreas de cardiologia,
ginecologia, oftalmologia, pediatria, clínico geral, urologia, dermatologia e otorrino.
No caso da oftalmologia, além da avaliação médica, o Governo também estará disponibilizando o
cadastro para aquisição de óculos pelo SUS (Sistema Único de Saúde).


Para dar entrada na solicitação, o interessado deve apresentar a guia de atendimento do profissional
junto a APAC (Autorização de Procedimentos Ambulatoriais), munidos do original e cópias de RG,
CPF, Comprovante de Residência e Cartão do SUS.


A confecção dos óculos é feita pelas empresas que possuem convênio com a Sesau.

A comunidade indígena Juraci, localizada no município de Amajari, sedia nesta
sexta-feira, 12, a partir das 9h, o II Fórum de Consolidações das Ações dos Povos
Indígenas de Roraima. A reunião é uma iniciativa do Governo de Roraima por meio
da SEI (Secretaria Estadual do Índio) e apoio de parceiros.

O objetivo da assembleia é ouvir as organizações, representantes dos povos
indígenas no direcionamento do planejamento e das políticas públicas do Governo
do Estado.

A intenção é fazer frente ao planejamento de projetos e ações da secretaria para os
próximos quatro anos, por meio do PPA (Plano Plurianual), na LDO (Lei de
Diretrizes Orçamentárias) e na LOA (Lei Orçamentária Anual). O cronograma traz a
construção, indicação de novas demandas e apresentação das propostas.

O secretário do Índio, Marcelo Pereira, destacou que o foco principal do fórum é
atender as organizações de todas as 719 comunidades indígenas presentes no
Estado com a participação na construção das demandas para que o Governo se
direcione por suas instituições na execução de ações e projetos.

“Esses projetos contemplam as comunidades indígenas em diversos segmentos,
desde a infraestrutura à saúde, educação, social, turismo, cultura, além da produção
agropecuária e outros segmentos relacionados à agricultura familiar indígena”, frisou
Pereira.

A importância da triagem neonatal com foco na coleta do teste do pezinho foi o tema central de uma capacitação de dois dias oferecida pela Referência Técnica Saúde da Criança de Boa Vista. A atividade, promovida pelo Governo de Roraima por meio da Secretaria de Saúde, foi realizada em parceria com o Laboratório Guthrie de Brasília e envolveu profissionais que atuam na Atenção Básica do Estado e dos municípios. 

Conforme o gerente do Núcleo de Ações Programáticas da Saúde da Criança da Sesau, Marcelo Silva, as ações ocorreram de forma online, por meio da plataforma Google Meet. Ao todo, 180 profissionais, divididos em duas turmas, participaram do treinamento.

“É um treinamento teórico remoto em triagem neonatal, ofertado para os profissionais dos municípios do estado de Roraima e DSEI’s Yanomami e Leste”, explicou.

Além de fortalecer as ações do Programa Nacional de Triagem Neonatal, a capacitação também teve como finalidade a preparação para a implantação de novos postos de coleta para realização do exame, que é coletado entre o 3º ao 5º dia de vida do recém-nascido até 30 dias.

Silva ressaltou ainda que os participantes farão treinamento prático na sala do teste do pezinho do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (Maternidade), complementando a carga horária de 16 horas da atividade. “Os municípios vão encaminhar a lista com os profissionais que vão fazer o exame e vamos marcar esse treinamento”, completou.

A IMPORTÂNCIA DO TESTE

O teste do pezinho é o instrumento responsável por detectar, de forma precoce, parte das doenças metabólicas, genéticas, enzimáticas, endócrinas e infecciosas que acometem os recém-nascidos. Por esse motivo, é importante de gestores promovam iniciativas que visem aumentar o conhecimento dos profissionais que atua na rede pública de saúde

O aumento de profissionais capacitados para a coleta do exame de Triagem Neonatal reduz sensivelmente o número de coletas inadequadas ou inválidas.

“Quando esse exame é realizado e detectado precocemente, ele salva vidas, evita que os recém-nascidos tenham sequelas de desenvolvimento físico, motor, neurológico, e até mesmo evolua ao óbito”, concluiu Marcelo Silva.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura, finalizou nesta quarta-feira, 13, as obras de reparo na cabeceira da ponte sobre o Rio Mucajaí, na BR -174 sul, garantindo a segurança na trafegabilidade neste trecho para os condutores.

O serviço foi feito por meio de cooperação técnica entre o Governo de Roraima e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). “Uma equipe que já presta serviço de manutenção nas estradas e pontes do município foi acionada e rapidamente solucionou a problema, liberando o trecho em tempo recorde. E assim permitindo que os usuários utilizem a via de forma mais segura”, destacou o governador Antonio Denarium.

Conforme explica o secretário de Infraestrutura, Emerson de Paula, para corrigir o defeito na pista foi feito um serviço onde foi colocada uma recomposição de pedra, travamento e base. Dessa forma, durante o período do inverno, será seguro transitar sobre a ponte, principalmente veículos de grande porte. “Vale ressaltar que posteriormente, deve-se fazer um projeto para recuperação definitiva“, explicou o secretário.

MAIS PONTES

Recentemente foram construídos 195 metros de pontes em Mucajaí abrangendo as vicinais: Apiaú e Samaúma. Além disso, foi iniciada a construção da terceira ponte na vicinal 9, em Vila Nova. Os moradores da vicinal 1 do Samaúma, agora podem transitar com mais segurança sobre as três pontes da região, que juntas, somam 75 metros. Quem passa pelas estradas do Apiaú também sente a diferença.

A região ganhou cinco novas pontes, que juntas somam 120m. No município também foram recuperadas as pontes das vicinais:  1 T da Vila Nova, 6, 8, 11, 14, 15, 19, 21 e 23. O trabalho não para e serão finalizadas as pontes das vicinais, 8, travessão da 8, 13, 21 e 23 do Apiaú e 9 da Vila Nova.

O CADAHS (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação) realizou nesta sexta-feira, 24, por meio do projeto “Parceria Amiga”, uma oficina de artes visuais para alunos da educação especial captados da rede estadual de ensino. A atividade ocorreu na sede do Centro e contou com o apoio da Escola de Desenhos de Roraima.

Um dos apoiadores do projeto, o professor de Artes Visuais/Desenho, Kayo Soares, dono da Escola de Desenhos, firmou uma parceria com o CADAHS e desenvolveu a atividades com os alunos, conforme explicou a professora Virginia Nascimento, idealizadora do projeto.

“A parceria do professor Kayo é muito importante, porque o aluno tem que ser potencializado, no que ele apresenta como interesse. Então, percebi que esse aluno tinha interesse, por exemplo, em fazer desenhos de cartoon, mangá, ou seja, é algo que a gente não tem domínio. E é nesse sentido que a parceria vem ao encontro dessa possibilidade de potencializar o que o aluno está demonstrando”, destacou.

Virginia disse também que o projeto desenvolvido é compatível com o trabalho que ocorre na rotina pedagógica da instituição e funciona como extensão das atividades do Centro.

“O Centro faz um trabalho de parceria com as escolas públicas, levando palestras para conscientizar todo o corpo técnico e pedagógico da escola com relação à necessidade de fazer o processo de identificação desses alunos. A população tem um percentual de alunos com altas habilidades para "superdotados" de 5% a 10%”, ressaltou.

Conforme ela, após identificar o interesse de três alunos do Centro, buscou conhecer mais sobre a Escola de Desenho, para firmar uma colaboração mais consistente por meio do projeto Parceria Amiga.

“Através de uma conversa entre a equipe do CADAHS e o professor Kayo Soares, a gente chegou ao consenso de que essa parceria teria um foco permanente, porque outros alunos poderiam também vivenciar essa necessidade ou essa potencialidade”, complementou.

O professor Kayo ressaltou a parceria e a importância que a Arte tem para o desenvolvimento dos alunos, principalmente com habilidades no campo profissional.

“A Arte na verdade é uma forma de se comunicar. E qualquer comunicação é como se fosse um abecedário. Então eles estão aprendendo um pouquinho dos fundamentos sobre as técnicas de desenho, também sobre a pintura. Futuramente poderão usar isso no campo profissional, na área que escolherem; que a gente não sabe muito cedo, mas quando a gente se prepara é melhor”, enfatizou.

Os oito acadêmicos de Direito aprovados no 9º Processo Seletivo para atuarem na PGE-RR (Procuradoria-Geral do Estado), tomaram posse na manhã desta quinta-feira, dia 23, em solenidade que ocorreu no auditório da instituição e contou com a presença de sete procuradores servidores e demais colaboradores que atuam na instituição.

Estavam presentes os procuradores Mivanildo da Silva Matos, Marcus Gil Barbosa Dias, Daniela de Torres Bezerra, Tyrone Mourão Ferreira, Christiane Mafra Moratelli, Eduardo Daniel Lazerte Moron e Cláudio Belmino.

Coube ao procurador-adjunto, Cláudio Belmino, representando o procurador-geral, Jean Michetti, recepcionar os novos colaboradores que, a partir de agora, passam a compor as equipes de trabalho nas Procuradorias Administrativa, Judicial, Pessoal, Fiscal e Trabalhista.

Para Belmino, a chegada dos novos aprendizes é muito oportuna, uma vez que eles vão auxiliar, diretamente, na tramitação, execução e observação dos prazos das ações que tramitam na PGE-RR.

O adjunto aproveitou destacar que o Governo do Estado, por meio de políticas inclusivas e de ofertas de vagas no organograma da administração pública, prevê oportunidade para que a grande oferta de profissionais, que se preparam para o mercado de trabalho nos bancos das universidades, tenham acesso e contato com o serviço público e desta maneira, tenham na prática, o desenvolvimento das atividades fins, para as quais se preparam.

“A política de acesso ao serviço público que o Governo do Estado promove e incentiva, é uma das etapas que vocês [estagiários] percorreram para chegar aqui e hoje, temos a grata satisfação de recebê-los na PGE-RR. Contem com o nosso apoio para que a cada dia possamos contribuir com o melhor para o desenvolvimento dos trabalhos que desenvolvemos em benefício do Estado e da nossa população”, afirmou.

O procurador que preside a Comissão de Concursos e Seletivos da PGE-RR, Eduardo Lazarte, destacou que as atividades dos estagiários iniciam a partir da próxima semana e que cada um vai trabalhar diretamente no assessoramento dos procuradores a que ficarem subordinados.

Para o estagiário Miguel Lucas, acadêmico do curso de Direito da UERR (Universidade Estadual de Roraima), essa é a oportunidade ideal para desenvolver os ensinamentos obtidos e na ocasião, aproveitou para agradecer o incentivo dos mestres da Universidade.

“Aproveito para fazer um agradecimento especial aos meus professores em nome do professor Sérgio Matheus, que nos incentivou e abriu os olhos para essa brilhante oportunidade. Espero que possamos contribuir com o que temos de melhor para oferecer à PGE-RR”, agradeceu.

O ESTÁGIO

O Estágio para acadêmicos de Direito, regularmente matriculados e cursando o 5º semestre das Universidades de Roraima, oportuniza experiência de trabalho com duração de dois anos, carga horária de quatro horas diárias e uma bolsa no valor de R$1.200 mais vale transporte.

Página 1 de 4