Mostrando itens por marcador: governoderoraima

Boa Vista é a nova casa do professor doutor em Educação Física, André de Araújo. O cearense de 36 anos é um dos 15 aprovados no concurso público realizado pela Universidade Estadual de Roraima (UERR) no segundo semestre do ano passado e tomou posse nesta quarta-feira, dia 12.

Emocionado durante a solenidade, ele conta que está ansioso para começar a trabalhar. “Quando saiu a classificação final eu fiquei imensamente feliz. Eu estou sem palavras”, comemora.

Aprovada no mesmo certame que André, Vitória Gandur Pigari está animada para voltar a ministrar aulas na UERR. Ela já atuou como professora horista por um semestre e a partir do mês de março vai lecionar como professora efetiva do curso de Medicina. “É uma grande honra. Estou animada em fazer parte do corpo de docentes da universidade. Pretendo contribuir para tornar a UERR uma referência na formação de médicos”.

A cerimônia de posse ocorreu nesta quarta-feira (12) no auditório da instituição em Boa Vista. O evento seguiu as recomendações sanitárias do Ministério da Saúde para prevenção à Covid-19. Em seu discurso o reitor Regys Freitas deu as boas-vindas aos professores empossados e destacou o apoio do Governo do Estado na ampliação do quadro de servidores efetivos da UERR.

“O último grande concurso da UERR foi na implantação da universidade em 2005. Há tempos a instituição não recebia tantos recursos como na gestão do governador Antonio Denarium”, destacou. “É mais um compromisso cumprido pelo Governo de Roraima em melhorar a educação superior. Vocês servidores estão entrando no melhor momento da universidade. Ela está crescendo e vai fazer muita coisa a partir deste ano”, completou.

O governador Antonio Denarium reforçou a importância da valorização do ensino superior. O chefe do executivo estadual afirmou que vai manter e até ampliar os investimentos na UERR. “O prédio da reitoria será reformado, o campus Rorainópolis também vai receber melhorias estruturais”, exemplificou. Ele também mencionou que os acadêmicos terão novidades em investimentos de biblioteca e laboratório já neste semestre.

Os novos docentes da UERR vão atuar no campus de Boa Vista, nos cursos de Administração, Contabilidade, Direito, Educação Física, Enfermagem, Medicina e Serviço Social. Eles começarão a trabalhar em até 15 dias. O concurso público foi realizado entre junho e agosto do ano passado. O certame teve três etapas: prova discursiva, prova didática e prova de títulos. Professores de vários estados do país participaram do certame.

Publicado em DESTAQUES

Para impulsionar novos negócios e atender microempreendedores formais e autônomos, o Governo de Roraima liberou, por meio da Desenvolve Roraima, mais de R$ 3,7 milhões em financiamentos em 2020 e 2021.

Por conta da pandemia, muitos empreendimentos foram interrompidos ou sofreram queda no faturamento. Em contrapartida, a agência ofertou linhas de crédito para fomentar a economia, auxiliar quem precisava de capital de giro para expandir o negócio e estimular o desenvolvimento, por meio da geração de emprego e renda em todo o Estado.

As linhas de financiamento atendem empreendedores como Katia Soares, proprietária do Tagliatelle Bistrô, que trocou os 17 anos de bancária, pela cozinha de um restaurante. A empreendedora conta que estava desmotivada nos últimos anos e que fazia algumas encomendas na área de alimentação há seis meses. Foi quando ela decidiu apostar no próprio negócio. Abandonou a carteira assinada e foi à Itália, onde se especializou na culinária local e trouxe os conhecimentos para colocar à disposição do paladar dos roraimenses.

O bistrô foi inaugurado em 2015, mas de lá pra cá, precisava de melhorias. Desde o início, Kátia conta que sonhava em ampliar a cozinha. O valor que ela faturava só dava para melhorar a área de atendimento ao cliente. Em 2021, Katia foi contemplada com o financiamento da Desenvolve Roraima no valor de R$ 50 mil.

“Sem o crédito, não teria sido possível viabilizar tantas mudanças em tão pouco tempo. Além de ampliar minha cozinha, investimos na construção de banheiros, em mais um espaço climatizado para os clientes e aquisição de equipamentos. E de fato a ajuda do Governo foi essencial para cobrir em torno de 70% do total das mudanças feitas no bistrô”, contou a empresária.

Assim como a chef de cozinha, outros 445 empreendedores de todo o Estado de Roraima receberam o financiamento, efetivaram ampliações, mudanças estruturais e mais investimento nos seus negócios. A agência de fomento oferta crédito com maior prazo e carência de parcelas, com taxas baixas e sem burocracia.

Benefícios:

Para quem tem um negócio, formalizado ou trabalhe como autônomo, a Desenvolve Roraima disponibiliza a linha Microcrédito Empreendedor, com 6 meses de carência, 30 meses de amortização e juros de 0,99% ao mês.

E para a linha Crédito Rural, o produtor da agricultura familiar e indígena, tem carência de 1 a 2 anos para começar a pagar o financiamento, com taxa de juros de 3% ao ano e 3 anos de amortização.

De acordo com o presidente da agência, Adailton Fernandes, a Desenvolve Roraima, por determinação do governador Antonio Denarium, vem cumprindo a missão institucional de agente financeiro de desenvolvimento econômico do Estado de Roraima, possibilitando os investimentos e financiamentos necessários para que o empreendedorismo e o agronegócio familiar e indígena possam se desenvolver e se fortalecer.  “Desta forma, aumentamos a geração de empregos, como também a produção e a renda da agricultura familiar, para que em 2022, com o aporte de novos recursos do Governo do Estado, a instituição possa disponibilizar em torno de 50 milhões em novos financiamentos”, destacou.

APOSTANDO NO EMPREENDEDORISMO FEMININO

Para fortalecer o empreendedorismo feminino, o Governo de Roraima instituiu o Projeto Potencializando Mulheres, realizado em parceria com a Secretaria do Trabalho e Bem Estar Social (Setrabes) e financiado pela Desenvolve Roraima, que custeia microempreendedoras com até R$ 5 mil. Na fase inicial, já foram beneficiadas costureiras e profissionais da área da alimentação. O projeto prevê ainda financiamento para o ramo de beleza, artesanato, digital, horticultura e turismo local.

O governador Antonio Denarium explicou durante o lançamento do Potencializando Mulheres que, o projeto faz parte da série de incentivos governamentais para minimizar os impactos da pandemia e fortalecer o empreendedorismo feminino e inserção das mulheres no mercado de trabalho, garantindo mais geração de renda. “Estamos ajudando essas mulheres guerreiras, assim como ajudamos todos que trabalham e produzem. Porque só assim vamos fazer Roraima um Estado voltado ao desenvolvimento, gerando empregos e renda para todos”, destacou Denarium.

INVESTINDO NO CAMPO

No decorrer de todo o ano, a equipe técnica da Desenvolve Roraima leva até o homem do campo mais investimentos, em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), que mapeia por meio das Casas do Produtor Rural, potenciais negócios a ser financiados.

Após a orientação da Seapa, a equipe de atendimento da Desenvolve vai ao encontro dos produtores contemplados pelo crédito e leva o contrato de financiamento, facilitando para que os produtores não precisem se deslocar até a capital.

“Essas ações, que trazem os serviços para perto de casa, independente da região que moramos é fundamental, tendo em vista que teríamos que ir até Boa Vista, tendo gastos com estadia, deslocamento e alimentação. E eu ainda teria que deixar o restaurante fechado”, disse Regina Batista, proprietária de um restaurante na Vila do Paiva, em Tepequém, Município de Amajari. Regina foi uma das empreendedoras da região, contemplada com a linha Microcrédito Empreendedor, em novembro de 2021 e agradeceu o apoio recebido do Governo do Estado.

O financiamento pode ser usado para compra de mercadorias para revenda, matéria-prima ou bens produtivos, como insumos agrícolas para irrigação, calcário, máquinas e equipamentos tecnológicos.

Os valores injetados na economia do Estado foram investidos na área de turismo e alimentação, corte e costura, autônomos, para pequenos comerciantes, apicultores, agricultores e produtores rurais, empreendedores da área de beleza, estética, vestuário, perfumaria, construção e serviços.

APOSTA NO EMPREENDEDORISMO

Dymerson Andrade, de 40 anos de idade, dono da Hamburgueria 244, era publicitário e largou a profissão para entrar no ramo alimentício. Ele começou a fazer os hamburgueres em casa, com uma churrasqueira de aro de carro e ele mesmo entregava. Com o passar do tempo, abriu um espaço físico no bairro Buritis. Com a pandemia, o faturamento caiu 80%, mas as vendas retomaram conforme as flexibilizações dos decretos mudaram.

As metas de faturamento foram crescendo e em 2021, Dymerson chegou a vender em um único dia 250 hambúrgueres. Com o sucesso do empreendimento, os próprios clientes indicaram para ele procurar um espaço com maior visibilidade. Foi quando o empreendedor viu um anúncio de vaga no Roraima Garden Shopping e procurou o Sebrae, onde recebeu toda a orientação necessária para ser contemplado com o financiamento da Desenvolve Roraima, por meio da garantia do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe).

“Recebi um financiamento até maior do que eu estava esperando, de R$ 21 mil. Dois dias depois o crédito foi aprovado. Juntei o valor com minhas economias e investi em uma nova unidade da hamburgueria no Garden, inaugurada em dezembro de 2021. Sou grato pelo apoio, pois sou ciente que, sem agências como essa do Governo do Estado, não teria realizado mais um sonho”, disse Dymerson.

A Desenvolve Roraima está localizada na avenida Major Williams, N 1335, no Centro, pronta para atender os empreendedores do Estado de Roraima, das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira.

Confira os valores financiados nos últimos dois anos e áreas atendidas com as linhas de crédito da Desenvolve Roraima.

Desenvolve Roraima – Contratos financiados 2020

Atividade

Valor financiado

Agricultura

R$ 85.450,00

Fruticultura

R$ 329.070,54

Pecuária

R$ 78.766,27

Avicultura

R$ 129.832,33

Horticultura

R$ 119.563,92

Total Crédito Rural 2020

R$ 742.683,06

 

Desenvolve Roraima – Contratos financiados 2021

Atividade

Valor financiado

Fruticultura

R$ 430.139,73

Apicultura

R$ 387.600,00

Pecuária

R$ 307.965,29

Horticultura

R$ 216.047,41

Agricultura

R$ 103.667,96

Avicultura

R$ 100.781,19

Psicultura

R$ 20.999,00

Açaí

R$ 20.091,12

Total Crédito Rural 2021

R$ 1587.291,70

Microcrédito Empreendedor: Comércio, Serviços e Turismo

R$ 1370.660,76

Total de financiamentos 2020 e 2021

R$ 3.700.635,52

Publicado em DESTAQUES

Como forma de garantir espaços adequados para o armazenamento de alimentos e otimizar as atividades das copas e cozinhas das escolas da rede estadual, o Governo de Roraima iniciou a distribuição de novos equipamentos para as unidades.

No ano passado, foram adquiridos por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), 300 fogões, 405 freezers, 300 geladeiras, 400 liquidificadores além de 800 conjuntos de refeitório e 310 bebedouros. As escolas não recebiam esse tipo de material há 15 anos.

“Com a proximidade do início das aulas, estamos preparando nossas escolas para receber os alunos que vão encontrar unidades  equipadas e mais estruturadas a fim de garantir um aprendizado com qualidade”, destacou o governador Antonio Denarium.

A Escola Estadual Ulysses Guimarães, no bairro Silvio Botelho, já recebeu os eletrodomésticos. A escola atende hoje 800 alunos do Ensino Fundamental.

“Agradecemos ao Governo pelo olhar diferenciado com a Educação do Estado. Recebemos novos equipamentos de cozinha para garantir que o ano letivo 2022 seja iniciado sem nenhuma dificuldade de material, favorecendo o bem-estar de alunos e professores, como jamais vimos nesta instituição de ensino”, disse Isane Soares Pedrosa, gestora da escola.

A Escola 13 de Setembro e Colégio Estadual Militarizado Irmã Maria Tereza Parodi, no bairro Vila Jardim, devem receber os eletrodomésticos ainda nesta semana. A distribuição seguirá conforme cronograma de atendimento organizado pela Seed. Serão contempladas escolas da Capital e interior.

Escolas também receberão novos mobiliários e materiais para sala de aula

Os investimentos do Governo do Estado não param por aí. Além da copa e cozinha, as escolas também vão receber outros mobiliários e equipamentos que vão fazer a diferença nos demais ambientes escolares.

Foram adquiridos 3.550 quadros brancos, 8.220 pinceis e 500 conjuntos de mesa e cadeira para professor, a fim de proporcionar mais conforto aos docentes em sala de aula.

“Esta é uma gestão que se preocupa em transformar os espaços escolares, com aquisição de materiais que vão favorecer a melhoria do processo de ensino e também das atividades de rotina da escola, que  contribuem para a formação integral do aluno”, disse a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

O Governo também adquiriu para as escolas, 300 TVs Smart, 500 quadros de feltro, 750 armários de aço, 500 mesas para computadores, 500 poltronas e 1.650 estantes, além de mesas para computadores, cadeiras, e projetores multimídia. Os investimentos na reestruturação das escolas da rede são do Tesouro Estadual, na ordem de R$ 27 milhões.

Publicado em DESTAQUES

Quase 20 anos após sua implantação, o bairro Governador Aquilino Mota Duarte, conhecido como Distrito Industrial, inicia uma nova fase da sua história. Nessa terça-feira, 11, o governador Antonio Denarium autorizou o início dos serviços de drenagem na região.

A Obra, coordenada pela Seinf (Secretaria de Infratestutra), abrange um trecho de 2,12 Km na principal via do bairro, que receberá ainda asfaltamento, duplicação, iluminação e calçadas.

“Vamos asfaltar outras 10 ruas no Distrito Industrial. Nosso compromisso é dar melhor condição de vida aos moradores, trazendo mais infraestrutura para o bairro. O que significa mais segurança e desenvolvimento para a área comercial da região”, destacou Denarium.

A primeira fase do projeto conta com emenda de bancada federal no valor de R$ 8,5 milhões e contrapartida do governo de quase R$ 2 milhões. A obra compreende a duplicação do trecho entre o distrito industrial (do 5º Distrito Policial) até a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Atualmente o Distrito Industrial conta com mais de 50 empresas instaladas, distribuídas entre vários segmentos da cadeia de comércio, serviços e indústrias.

A obra irá beneficiar  empresas e  moradores que trafegam  diariamente pela região. Como é o caso do  microempreendedor Daniel Pinheiro, que tem um comércio no local há mais de 15 anos. “Agora vai ficar show de bola com a drenagem. Vai ter iluminação e segurança, está tudo melhorando”, comemorou.

O morador Luís Shroee não esconde a ansiedade em ver a obra pronta. “ Com o asfalto ficará 100%. Espero que fique pronto antes de começar o inverno. A tendência agora é só  melhorar, não pode parar”, disse.

O segundo projeto de infraestrutura das ruas será licitado em fevereiro e tem emenda do senador Mecias de Jesus, para o asfaltamento de 3,2km em oito ruas no Distrito Industrial. Haverá também calçadas, acessibilidade, sarjetas, drenagem, meio-fio, duplicação de uma das vias e ciclovia.

Publicado em DESTAQUES

O Governo de Roraima entende que a ressocialização é a chave para que um interno do sistema penitenciário possa ter melhores chances de recomeçar. Por conta disso, o Executivo, por meio da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), vem coordenando o projeto Renascer, que visa dar oportunidades para os reeducandos que desejam voltar ao convívio social por meio da força do trabalho.

Atualmente atendendo 48 detentos em todas as unidades prisionais do Estado, a iniciativa oferece oficinas profissionalizantes voltadas as áreas de lava-jato, oficina mecânica, lanternagem e pintura, borracharia, marcenaria, serralheria e barbearia, com o objetivo de transformar as unidades prisionais em celeiros produtivos e de crescimento profissional.

O governador Antonio Denarium pontua que o projeto Renascer faz parte do pacote de medidas que estão sendo tomadas pelo governo para evitar a reincidência de presos, ou seja, que ao saírem do sistema prisional, retornem ao mundo do crime e, consequentemente, aos presídios.

“A maior prova de que esse projeto está funcionando é que, no ano passado, 11 ex-detentos que participaram do Renascer voltaram ao convívio social e nenhum deles retornou ao sistema prisional. Essas iniciativas de fato funcionam. Por isso, abraçamos e fazemos questão de continuar esse trabalho, pois todos merecem uma segunda chance”, destacou o chefe do Executivo.

Coordenador do projeto Renascer, Lúcio Oliveira Arruda ressaltou que o principal impacto da iniciativa para a sociedade é justamente a ressocialização por meio de oficinais profissionalizantes. Tal objetivo tem dado cada vez mais visibilidade à esse trabalho realizado pela Sejuc

“É um projeto em que os reeducandos acabam aprendendo uma profissão e uns que já tinham a profissão acabam aprimorando. Isso incentiva [o interno] a ingressar no mercado de trabalho e não voltar a cometer delitos”, ressaltou.

Tendo a premissa de que o projeto Renascer é aberto à sociedade, a população pode estar contribuindo com as atividades por meio de doações de materiais de insumo de trabalho, tais como madeira, ferro pra serralheria, pneus, itens de oficinas mecânicas, lava jato, marcenaria e serralheria, entre outros itens.

A doação pode ser feita na sede da Sejuc, localizada na Avenida Getúlio Vargas, n° 8120, bairro São Vicente; ou na coordenação do projeto, que funciona na Garagem do Governo, localizada na Avenida Dr. Paulo Coelho Pereira, também no São Vicente, próximo ao Cemitério Municipal de Boa Vista.

Publicado em DESTAQUES

Em Nota Alerta, o Governo de Roraima chamou a atenção para o aumento de 67% dos casos confirmados de covid-19 entre as duas últimas semanas de dezembro de 2021 e a primeira semana de janeiro de 2022.

O documento, que foi elaborado pela Secretaria de Saúde, por meio da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde, que monitora o comportamento do Coronavírus no Estado, será encaminhado aos 15 municípios do Estado como forma de alerta.

No período de dezembro de 2021, Roraima tinha 781 casos confirmados de covid-19. Na primeira semana de janeiro de 2022, esse dado saltou para 1.305, um aumento relativo a 67%.

Segundo a coordenadora Geral de Vigilância em Saúde, Valdirene Oliveira, em dezembro de 2021, a taxa de positividade dos exames feitos no Lacen-RR [Laboratório Central de Roraima] era de 2%. “No período que vai de 1 a 9 de janeiro de 2022, essa taxa avançou para 18,3%”, alertou.

Em Roraima continua em vigor o Decreto 28.835 que estabelece o uso de máscara de proteção facial em lugares públicos e privados em todo o Estado, principalmente em locais de frequentação coletiva, sejam fechados ou abertos, bem como em áreas de circulação comum, vias públicas e nos meios de transporte públicos ou privados, sobretudo, respeitando o distanciamento social.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

A aplicação das doses contra a covid-19 é responsabilidade das prefeituras dos 15 municípios do Estado. O Governo de Roraima recebe as doses e distribui imediatamente para o interior.

Até o momento Roraima recebeu do Ministério da Saúde 1.212.538 doses de vacinas e distribuiu 826.495 doses distribuídas. Foram aplicadas 513.334 (1ª dose), 535.104 (2ª dose) e 148.920 (dose reforço).

Publicado em DESTAQUES
Terça, 11 Janeiro 2022 15:56

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da  Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 366.006 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 130.541 foram confirmados, sendo 26.964 por RT-PCR e 103.577 por teste rápido, 235.465 descartados, sendo 63.241 por RT-PCR e 172.224 por teste rápido e 2.078 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 1.705 em Alto Alegre, 1.195 no Amajari, 100.466 casos foram notificados em Boa Vista, 2.562 em Bonfim, 2.586 no Cantá, 2.727 em Caracaraí, 2.061 em Caroebe, 1.442 em Iracema, 2.406 em Mucajaí, 650 em Normandia, 2.451 em Pacaraima, 3.439 em Rorainópolis, 1.681 em São João da Baliza, 723 em São Luiz e 1.205 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.280 em Alto Alegre, 2.367 em Amajari, 185.192 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.028 em Bonfim, 3.650 no Cantá, 3.939 em Caracaraí, 2.781 em Caroebe, 1.844 em Iracema, 3.755 em Mucajaí, 1.009  em Normandia, 7.701 em Pacaraima, 5.385 em Rorainópolis, 2.649 em São João da Baliza, 1.708 em São Luís e 742 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 2.078 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 39 em Alto Alegre, 25 em Amajarí, 1.566 no município de Boa Vista, 36 no Bonfim, 42 no Cantá, 61 em Caracaraí, 21 em Caroebe, 18 em Iracema, 47 em Mucajaí, 36 em Normandia, 50 em Pacaraima, 69 em Rorainópolis, 12 em São João da Baliza, 13 São Luiz e 22 em Uiramutã.

Além disso, 126.807 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 1.657 em Alto Alegre, 1.160 em Amajari, 97.349 são de Boa Vista, 2.518 de Bonfim, 2.531 no Cantá, 2.663 em Caracaraí, 2.031 em Caroebe, 1.422 em Iracema, 2.352 em Mucajaí, 612 em Normandia, 2.388 em Pacaraima, 3.367 em Rorainópolis, 1.668 em São João da Baliza, 710 de São Luiz e 1.182 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

A deputada estadual Lenir Rodrigues (PPS) visitou o delegado Geral, Herbert de Amorim Cardoso na manhã desta segunda-feira (10), ocasião em que anunciou alocação de recursos no valor de R$ 100 mil, para fortalecer os trabalhos do LGF (Laboratório de Genética Forense), pertencente ao IC (Instituto de Criminalística) da PCRR (Polícia Civil de Roraima).
O encontro aconteceu na Sala de Reuniões da Delegacia Geral e contou ainda com a presença do diretor do IC, Stteffani Ribeiro e da perita criminal Érica Veras.

O diretor do IC destacou que o recurso será destinado à compra de reagentes específicos, utilizados em crimes de violência contra a mulher e em casos de pessoas desaparecidas.
“Nós temos um alto índice dessa demanda no Laboratório hoje e essa emenda vai ser destinada à compra dos reagentes para auxiliar a elucidação de casos”, destacou Ribeiro.

Conforme a deputada, a parceria com a PCRR ocorre desde 2015.
“Nós estamos alocando emendas anualmente, sempre tentando aprimorar o laboratório. É importante, pois muitas vezes, o criminoso ao violentar uma mulher, pode não ser identificado pelo aspecto físico. Mas pelo DNA é possível”, afirmou.

Lenir Rodrigues frisou a importância da identificação criminal de agressores no combate à violência contra a mulher em Roraima.

“Não adianta ir mascarado, na calada da noite. Aqui em Roraima não tem mais como a pessoa cometer o estupro e não ser detectada a sua identidade, pois a população conta com o trabalho fantástico da Polícia Civil, por meio do Laboratório de Genética Forense e a nossa contribuição é colocar emenda para que o material de identificação seja comprado e o trabalho realizado”, afirmou.

Durante a reunião, o Delegado Geral agradeceu a deputada e ressaltou a importância do trabalho realizado no LGF durante as investigações e no combate aos crimes hediondos.
 “Entre esses crimes, a gente tem um grande sucesso na elucidação de casos de estupro. Nas investigações, muitas vezes, nós não temos pistas sobre o agressor e o LGF nos dá a certeza da sua identificação”, ressaltou.

Cardoso ressaltou o sentimento de gratidão que a sociedade demonstra ao trabalho.
“São crimes sensíveis e esse é um trabalho que a sociedade agradece muito. Eu, em nome do governador Antonio Denarium, também agradeço pela oportunidade de melhorar os serviços da PCRR prestados à população”, concluiu.

Publicado em DESTAQUES

O primeiro título de registro do Serviço de Inspeção Estadual – S.I.E do ano de 2022 foi entregue nesta segunda-feira (10), pela Aderr (Agência de Defesa Agropecuária). A empresa é uma Unidade de Produtos de Abelha, a segunda do segmento a obter o documento e se enquadra na categoria artesanal.

Desde 2012, o registro é emitido pela Aderr, que trabalha para assegurar a qualidade dos produtos que chegam à mesa dos roraimenses, garantindo também a confiabilidade das empresas. O documento dá legalidade de venda do produto em todo o Estado e o torna sanitariamente seguro.

Esse é um incentivo aos microemprendedores individuais (MEI) e para os agricultores familiares (DAP), uma vez que há flexibilizações para este público, como explica o gerente de inspeção de produtos de origem artesanal, Diego Costa.

“Nesta categoria as exigências são equacionadas para as pequenas produções, porém mantendo toda a exigência sanitária. Os artesanais também são isentos de taxas dentro da Aderr.”

Assim, a empresa tem o aval para atender todos os mercados locais, gerando também empregos no mercado de trabalho e trazendo mais lucro, beneficiando a todos.  

“O Governo trabalha para apoiar a produção, principalmente da agricultura familiar, indígena e cooperados. Esse é o nosso papel: simplificar e tornar acessíveis, os serviços que facilitam a produção e comercialização  do que é produzido em nosso Estado, incentivando o mercado, criando novas oportunidades de geração de emprego e renda”, destacou o governador Antonio Denarium.

O título

Por se tratar de algo que exige a certificação da qualidade do que está sendo oferecido, são feitas vistorias de construção no local, aprovação de planta e terreno onde o produto é fabricado. Além disso, a empresa precisa apresentar documentos como licença Ambiental, alvará, análise de água.

É essencial que para evitar gastos na hora de legalizar a empresa, os empresários, microempreendedores ou agricultores, procurem a Aderr para se informar das exigências de cada categoria. “As construções devem seguir padrões de qualidade e fluxograma e os materiais utilizados na produção também são específicos para esse fim”, pontuou Diego.

Até o momento, foram emitidos 117 títulos para empresas que passaram por essas etapas. Para legalizar a sua empresa procure a GPOA (Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal) na Aderr, que dispõe de todas as informações necessárias ao processo.  
 

Publicado em DESTAQUES

O Governo do Estado tem mantido o compromisso de valorização dos profissionais que atuam na administração pública. Nesta segunda-feira, dia 10, o governador Antonio Denarium assinou o decreto que cria a Comissão de Enquadramento dos profissionais da saúde, regulamentando a Lei 1.475/ 21, que trata do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração), aprovada em maio de 2021, e que entrou em vigor no dia 01 de janeiro de 2022.
 
A assinatura foi realizada na manhã de hoje, no palácio Senador Hélio Campos, com a presença do  secretário estadual de Saúde, Leocádio Vasconcelos, o secretário-chefe da Casa Civil, Flamarion Portela e os representantes dos sindicatos contemplados pela Lei, incluindo, SINTRAS (Sindicato dos Trabalhadores de Saúde de Roraima), SINFITO (Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais), ARNUTRI (Associação Roraimense de Nutrição), SINDPRERR (Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do estado de Roraima), SINTEARR (Sindicato dos Tecnólogos Técnicos e Auxiliares em Radiologia), SINDIFARR (Sindicato dos Farmacêuticos) e SIMEDRR (Sindicato dos Médicos).
 
Com a assinatura do decreto, o Governo de Roraima, por meio da Sesau, buscará com que a Comissão conclua até a próxima sexta-feira, dia 14, o enquadramento para que os servidores recebam o pagamento de janeiro atualizado.
 
"Hoje na assinatura do decreto que vai garantir o enquadramento dos servidores da saúde, quero primeiro agradecer a parceria com os servidores. E dizer que vamos continuar trabalhando para valorizar muito mais. O próximo passo será garantir a reposição salarial de todos os servidores da saúde", esclareceu o governador Antonio Denarium.
 
Para Maceli Carvalho, presidente do SINTRAS, a nova Lei vem assegurar direitos importantes como garantir que os servidores recebam de acordo com o tempo de serviço e supera dificuldades antigas como o pagamento de progressões atrasadas.  
 
“Falamos com o secretário na semana passada e fomos prontamente atendidos. E por isso agradeço ao governador por estar abraçando essa causa e nos ajudando, sempre ter nos recebido e dialogado conosco sobre a garantia de direitos que hoje, nos deixa felizes e satisfeitos", agradeceu Maceli.
 
Sindicatos agradecem reconhecimento que não era feito há oito anos -
 
Para os servidores da Saúde a assinatura do decreto de enquadramento é uma conquista, uma vez que a última atualização foi somente em 2014.
 
"Os servidores da saúde já sofreram muito e quero agradecer pela boa vontade do governador de reconhecer os nossos direitos, tanto que temos recebido dos servidores em cada corredor de unidade o agradecimento pelo diálogo e boa vontade da gestão da saúde de ouvir as demandas, nos chamar para conversar e nos apresentar soluções", ressaltou o presidente do SINFITO, Thiago Reis.
 
Para o médico Alisson Lins, que representou o Sindicato dos médicos, a segunda-feira é um dia que vai ficar na história.
 
“Temos uma vitória importante hoje, pois desde 2014, esses profissionais não tinham reajuste e nem reposição salarial. O PCCR foi construído com a participação de todas as categorias, incluindo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares de radiologia e o que nos deixa muito felizes é ver a sensibilidade do governador de reconhecer a importância dos profissionais da saúde para o desenvolvimento do Estado”, salientou.  
 
Enquadramento regulamentará reajuste salarial de servidores -
 
Com a assinatura do enquadramento do PCCR, na manhã de hoje, será providenciada a regulamentação da Lei 1.475/21 que garante o reajuste salarial de 43% para todas as 14 categorias da saúde estadual.
 
"Constituímos a comissão e queremos o mais breve possível concluir o enquadramento e, se Deus quiser, vai estar pronto até sexta-feira para tenhamos condições de seguir o trâmite junto à SEGAD e efetuar o pagamento ainda na folha de janeiro. Mas a comissão que está sendo instituída hoje, vai ficar vigente pelo prazo de 90 dias para assegurar também a regulamentação do adicional de qualificação no segundo momento. Esse é o nosso compromisso", acrescentou o secretário de Saúde, Leocádio Vasconcelos.  
 

Publicado em DESTAQUES