n
Sábado, 09 Dezembro 2023 19:24

30ª FECIRR | Feira Estadual de Ciências apresenta 210 trabalhos e premia cinco mais bem colocados em diversas modalidades de ensino Destaque

Escrito por Layse Menezes

As quadras do Complexo Poliesportivo Rivaldo Neves do Parque Anauá foram palco da 30ª Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima), um evento que marca a exposição de projetos desenvolvidos por estudantes ao longo do ano letivo de 2023.

O tema deste ano foi “Ciências Básicas para o desenvolvimento sustentável”, baseado na semana nacional de Ciência e Tecnologia. A feira é considerada o maior evento de iniciação científica da Educação Básica do Estado e ocorreu entre os dias 6 e 7 de dezembro.

Realizada pelo Governo de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e em parceria com o Sebrae-RR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a Fecirr contou com a presença de autoridades na cerimônia de abertura, incluindo o secretário de Educação, Nonato Mesquita, e o adjunto de Educação Básica, Semaias Alexandre.

A diretora do Ceforr (Centro de Formação de Profissionais da Educação de Roraima), Stella Damas, a diretora do Departamento de Educação Básica, Nildete Melo, e o diretor do Departamento de Gestão Escolar, José Silvano de Pinho, também estiveram presentes, além de representantes do Sebrae-RR, como a coordenadora de Educação Empreendedora, Graciela Missio.

A novidade é que duas escolas, sendo uma de Minas Gerais e outra do Rio Grande do Sul, participaram da Feira neste ano: Escola Estadual Inspetor Luiz Pedro (Ensino Médio) de Nova Porteirinha (MG) e Escola Municipal de Ensino Fundamental Miguel Couto de Nova Santa Rita (RS).

Para o secretário Nonato Mesquita, é o momento de os professores, através da Fecirr, mostrarem o que desenvolveram ao longo do ano com os estudantes. "Os nossos professores muito comprometidos desenvolveram trabalhos sobre robótica, ciências culturais e ciências biológicas ", ressaltou.

A estrutura da feira contou com 210 trabalhos inscritos, de escolas públicas e privadas da Capital, Interior e Comunidades Indígenas, analisados por 120 avaliadores. A Fecirr contou também com parceiros convidados como a Faculdade Iedi (Instituto de Educação e Inovação), que levou atendimento básico preventivo como medição de pressão arterial e glicemia, o LabCrie (Laboratório de Criação da Seed), além de atrações culturais.

A diretora do Ceforr, Stella Damas, explicou que o evento é tradicional e todos os anos traz algo de inovador para os espectadores. “Tivemos um número expressivo de escolas do interior e indígenas inscritas. A Fecirr tem uma premiação de 1º a 5º lugar, contudo, acreditamos que o maior prêmio para as crianças que participam é estarem aqui, juntas, tendo a oportunidade de interagir e aprender”, disse.

Um dos destaques da Fecirr deste ano foi o projeto dos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental II, do Colégio Estadual Militarizado Vitória Mota Cruz, de Boa Vista, que desenvolveram uma horta que gera oxigênio para um tanque que serve para criação de peixes. A estudante Geovanna Luísa conta sua experiência na Fecirr.

“Está sendo uma experiência muito nova para mim, até porque eu nunca tinha participado de nenhuma Feira de Ciências, daí como aconteceu a feira na minha escola, tive a oportunidade de representar em nível estadual. Estou gostando muito porque aprendo coisas novas e descubro coisas que eu não sabia”, disse.

PREMIAÇÃO

A premiação dos melhores projetos foi realizada em duas etapas. A primeira foi no dia 6 para as modalidades de Educação Infantil e Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano).

Na Educação Infantil: 1º Lugar – Creche Municipal Maria Augusta Esbell (Normandia); 2º Lugar – Creche Municipal Maria Augusta Esbell (Normandia); 3º Lugar – Creche Municipal Maria Augusta Esbell (Normandia); 4º Lugar – Escola Municipal Mi-Vó (Alto Alegre) e 5º Lugar – Escola Municipal Mi-Vó (Alto Alegre).

Ensino Fundamental I: 1º Lugar – Escola Anjo da Guarda; 2º Lugar – Colégio de Aplicação da UFRR; 3º Lugar – Colégio de Aplicação da UFRR; 4º Lugar – Sesi e 5º Lugar – Colégio de Aplicação da UFRR.

No dia seguinte, foram premiados os melhores trabalhos das modalidades Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos). O resultado ficou assim: Ensino Fundamental II - 1º Lugar – Escola Estadual Indígena Júlio Pereira (Uiramutã); 2º Lugar – Colégio de Aplicação da UFRR; 3º Lugar – Colégio de Aplicação da UFRR; 4º Lugar – Escola Estadual Professora Diva Alves de Lima e 5º Lugar – Professora Diva Alves de Lima.

Ensino Médio - 1º Lugar – Escola Estadual Major Alcides Rodrigues dos Santos; 2º Lugar – Escola Estadual Inspetor Luiz Pedro (MG); 3º Lugar – Escola Estadual Mario David Andreazza; 4º Lugar – Sesi e 5º Lugar – Colégio Estadual Militarizado Irmã Maria Teresa Parodi.

EJA - 1º Lugar – Escola Estadual Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes; 2º Lugar – Escola Estadual Professor Geraldo da Silva Pinto (Alto Alegre); 3º Lugar – Sesi; 4º Lugar – Escola Estadual Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes e 5º Lugar – Sesi.

Todos os premiados receberam troféus e medalhas. Os dois primeiros colocados também receberam credenciais para participação em eventos científicos nacionais.

 

 

Publish modules to the "off-canvas" position.

Orjinal cialis sipariş hattı orjinal cialis resmi sitesi olan https://cialispillshop.com adresidir. mert tesisat