Terça, 24 Janeiro 2023 08:54

CULTURA EM FESTA | Governo lança selo comemorativo em alusão aos 10 anos de criação da Secult Destaque

Escrito por Ayan Ariel
CULTURA EM FESTA | Governo lança selo comemorativo em alusão aos 10 anos de criação da Secult Charles Bispo

No dia 23 de janeiro de 2013, foi sancionada a Lei n° 890, que criava a Secult (Secretaria de Cultura). Após 10 anos, nomeada Secretaria de Cultura e Turismo, a pasta continua desenvolvendo e fomentando movimentos culturais importantes para a população e dando evidência ao setor turístico de Roraima.

 

Para comemorar esta primeira década de existência da Secult, o Governo de Roraima lançou, nesta segunda-feira, 23, um selo comemorativo em alusão à data. O novo símbolo faz referência ao Palácio da Cultura, um dos principais símbolos dos movimentos culturais no Estado, e será utilizado em 2023 em todas as ações que envolvem a pasta.

 

O secretário de Cultura e Turismo, Shérisson Oliveira, celebrou a data e pontuou que, para 2023, novos projetos e ações da Secult serão executados para fomentar ainda mais a cultura local. Entre essas ações de fomento, destacou, estão as leis Aldir Blanc 2 (Lei n° 14.399/2022) e Paulo Gustavo (Lei Complementar n° 195/2022), além da nova Lei de Incentivo à Cultura de Roraima.

 

“Esse é um ano de muito ganho para a cultura local. Temos duas leis federais que trazem para o estado recurso de fomento direto, algo em torno de R$ 30 milhões. Também estamos trabalhando com a retomada da Lei de Incentivo à Cultura que, inclusive, estamos lançando a minuta para consulta pública, que vai fomentar em torno de R$ 4 milhões para a cultura local”, explicou.

 

NOVAS OBRAS

 

Durante o evento, foram anunciadas algumas obras que irão impulsionar o movimento cultural no Estado, dando novos espaços para as manifestações culturais. O vice-governador e secretário de Infraestrutura, Edilson Damião parabenizou a Secult e citou quais serão esses empreendimentos.

 

“Estamos anunciando as novas obras que vão acontecer, como as reformas do Palácio da Cultura, do Teatro Carlos Gomes e da Casa de Cultura, ali na Jaime Brasil. Este ano, com certeza vamos, além desse selo, dar início a mais atividades culturais. A partir de agora, tanto no Parque Anauá e nos eventos que acontecem, como o Arraial e o tradicional Réveillon, vão ter esse selo que é o selo cultural de 10 anos da Secult”, ressaltou Damião

 

CENA CULTURAL RORAIMENSE

 

A realização de manifestações culturais nasce das mãos daqueles que se propõem a levar cultura para o povo. Em Roraima, a cena local segue em forte crescimento, com as mais diferentes formas e diferenças.

 

O agente cultural Francisco Alves pontuou que esse processo de 10 anos de criação da Secult dentro do cenário roraimense representa resistência, uma vez que se tem um estado cultural híbrido, que é rico nas linguagens culturais, dança, teatro, música, artes plásticas, performance, poesia, literatura, entre outras manifestações.

 

“A Secult tem a função e a capacidade para desenvolver coisas importantes na democratização das artes. É importante comemorar esses 10 anos porque a gente está falando de anos de luta. Enquanto coletivos e artistas, essa comemoração reforça a importância da secretaria para todos os seguimentos das artes em Roraima”, avaliou.

 

O trabalho realizado pela Secretaria de Cultura e Turismo ao longo dessa década abrangeu não só manifestações artísticas, incluindo manifestações religiosas. O respeito às crenças trouxe trabalhos voltados a religiões de várias matrizes, como as africanas.

 

Profana de Oyá, Rayra Santos reiterou a cultura como um ato de resistência, principalmente por abraçar os elementos culturais de várias religiões, dentre danças culturais, trazendo a cultura da comida, da própria religião, entre outros elementos.

 

“Estamos prestigiando esse momento reforçando políticas públicas que contemplem tanto os artistas e os agentes culturais também, inclusive em relação à questão afro e nos fazendo presentes nessa nova etapa cultura que vai seguir agora em Roraima”, frisou.