n
Segunda, 19 Dezembro 2022 09:00

SALA LILÁS | Policiais civis são capacitados para atender mulheres vítimas de violência Destaque

Escrito por Márcia Fernanda
SALA LILÁS | Policiais civis são capacitados para atender mulheres vítimas de violência Ascom/PCRR

Nesta sexta-feira, 16, policias civis lotados na CF (Central de Flagrantes), onde está instalada a Sala Lilás, participaram de uma capacitação com o objetivo de humanizar ainda mais o atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica e intrafamiliar e de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

 

O treinamento faz parte da política de enfrentamento desenvolvida pela PCRR (Polícia Civil de Roraima) às diversas formas de violência contra a mulher, crianças e adolescentes.

 

A capacitação está sendo ministrada pela diretora do DPE (Departamento de Polícia Especializada), delegada Elivânia Aguiar. Segundo ela, a Sala Lilás é um espaço criado para prestar atendimento especializado e humanizado e, por isso, há a necessidade de qualificar os policiais para a realização deste atendimento especializado às vítimas.

 

“Essa capacitação tem como objetivo demonstrar como deve funcionar o fluxo de atendimento prestado às vítimas, com mais empatia, humanização e fazer com que o policial preste o melhor serviço possível às vítimas”, disse a delegada.

 

Além da teoria, a delegada enfatizou que os participantes do curso terão a oportunidade de conhecer sobre os serviços oferecidos na Casa da Mulher Brasileira, onde o treinamento está sendo realizado, para que possam dar os encaminhamentos corretos às vítimas.

 

A capacitação foi dividida em duas turmas. A primeira recebeu o treinamento nesta sexta-feira e a segunda, será na próxima segunda-feira, 19.

 

O AMBIENTE

 

A Sala Lilás é um espaço criado para prestar atendimento especializado e humanizado às mulheres vítimas de violência física e sexual. É um ambiente acolhedor onde a mulher, que chega fragilizada, possa ser acolhida e receba apoio. A cor lilás ou roxa inspira respeito e dignidade, mas também piedade, purificação e transformação.

 

A meta é que as vítimas de violência doméstica, intrafamiliar ou de violência doméstica sejam atendidas de forma priorizada, separada dos agressores, em um ambiente mais acolhedor.

 

De acordo com a delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Darlinda de Moura Viana, para esse acolhimento, foi designada uma sala localizada no primeiro piso da Central de Flagrantes, totalmente adaptada para este fim.

 

“Preparar o ambiente, capacitar o servidor e priorizar esse atendimento às vítimas é uma das responsabilidades da Polícia Civil e estamos empenhados em ofertar todos esses serviços para trazer mais dignidade a essas mulheres”, finalizou.

Publish modules to the "off-canvas" position.

Orjinal cialis sipariş hattı orjinal cialis resmi sitesi olan https://cialispillshop.com adresidir. mert tesisat