Terça, 29 Novembro 2022 17:53

29ª FECIRR | Com exposição de 193 trabalhos, Feira Estadual de Ciências segue até quarta-feira, 30 Destaque

Escrito por Layse Menezes
29ª FECIRR | Com exposição de 193 trabalhos, Feira Estadual de Ciências segue até quarta-feira, 30 Secom-RR

Começou na manhã desta terça-feira, 29, a XXIX Fecirr (Feira Estadual de Ciências de Roraima), com a abertura oficial do evento no Forródromo do Parque Anauá. A Feira segue até quarta-feira, 30, com 193 trabalhos inscritos que estarão expondo projetos desenvolvidos pelos estudantes ao longo do ano letivo de 2022.

Com o tema “Roraima: 33 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação”, a Fecirr é o maior evento de iniciação científica da Educação Básica do Estado. Uma iniciativa do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) com a parceria do Sebrae-RR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Estiveram presentes na cerimônia de abertura, o secretário da Seed, Nonato Mesquita e o adjunto de Educação Básica da pasta, Semaias Alexandre, o assessor da diretoria técnica do Sebrae, Rildo Dias, a diretora do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima), Stella Damas, além da diretora do DEB (Departamento de Educação Básica), Nildete Melo, e o diretor do DGE (Departamento de Gestão Escolar), José Silvano de Pinho.

Devido à pandemia de covid-19, o evento não pôde ser realizado de forma presencial em 2021. No entanto, em uma plataforma virtual os alunos mostraram o que desenvolveram naquele ano. Nesta edição, o secretário Nonato Mesquita tem mais a comemorar porque os estudantes podem mostrar presencialmente seus projetos e interagir com alunos de outras escolas.

“Para a Seed, esta edição da Fecirr tem um significado maior que as outras porque é a oportunidade de reencontros. Depois de um momento de pandemia que assolou o mundo inteiro, é muito significativo e importante para a iniciação à ciência dos jovens a gente retomar a exposição presencial de uma tradição de Roraima, que vem desde 1985”, ressaltou o secretário Nonato.

O assessor da diretoria técnica do Sebrae-RR, Rildo Dias, falou sobre a importância da educação na vida em sociedade. “A educação é o ímã que nos torna pessoas melhores”, disse o representante da instituição parceira na realização da Fecirr.

A ESTRUTURA

Dos 193 projetos da Fecirr, 148 são de escolas de Boa Vista, 41 do interior de Roraima e quatro de comunidades indígenas das redes estaduais, municipais e particulares, sendo julgados por 120 avaliadores.

“Os trabalhos são apresentados por etapas. Hoje [dia 29], pela manhã se apresenta um grupo de escolas, à tarde outro e à noite se apresentam estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos). Amanhã [dia 30], outros trabalhos serão organizados para exposição no período da manhã e à tarde, ocupando assim os 80 estandes”, disse a coordenadora da feira, Gisele Oliveira.

A diretora do Ceforr disse estar satisfeita com os trabalhos apresentados até o momento e durante a sua fala na abertura do evento salientou que “o mais importante não é a culminância e sim o que é feito dentro dos trabalhos realizados”, completa Damas.

Vindos do município de Alto Alegre, estudantes da 1ª série do ensino médio do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Sadoc Pereira, fizeram um projeto para substituir combustível fóssil e água na geração de energia para estabelecimentos de pequeno porte.

O grupo queria ajudar os moradores região de maneira sustentável. Então, com a aquisição de materiais recicláveis construíram um amplificador de velocidade que, dependendo do tamanho e da sua finalidade, ilumina um sítio inteiro. Após muitos testes o resultado foi satisfatório.

“Pretendemos multiplicar o projeto, tornando-o acessível. Estamos pensando em abrir uma empresa para atender os moradores da região. Por exemplo, em um sítio na vicinal do Paredão, que não recebeu energia elétrica, a gente só colocaria esta máquina que ajudaria muito”, disse o estudante Harlei da Silva, um dos autores do projeto.

A Seed premiará os projetos que possuam as melhores pontuações de todo o evento.  Os cinco melhores colocados receberão troféus, certificados, medalhas e garantem credenciais para participação em feiras nacionais. Os primeiros colocados de cada etapa de ensino receberão também Menção Honrosa.

VISITAÇÃO

O horário de visitação está disponível das 8h às 12h e das 14h às 20h. Expositores e visitantes poderão participar do sorteio de um smartphone ao final do evento. O brinde é uma cortesia da Faculdade Eadi (Instituto de Educação e Inovação). Voluntários da instituição também fazem aferição de pressão arterial, medição de glicose e bioimpedância durante o evento.