Segunda, 21 Novembro 2022 08:28

UNIÃO DE ESFORÇOS | Sesau convoca municípios para intensificação de ações de combate à dengue Destaque

Escrito por Minervaldo Lopes e Suyanne Sá
UNIÃO DE ESFORÇOS | Sesau convoca municípios para intensificação de ações de combate à dengue Ascom Sesau

O Dia Nacional de Combate à Dengue é celebrado neste sábado, 19. Por conta disso, o Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, tem reforçado a necessidade de intensificar ações de combate aos vetores do mosquito Aedes aegypti junto aos 15 municípios do Estado.

 

“O dia 19 foi instituído como o ‘Dia D’, e as atividades podem ser feitas a partir desse dia. Alguns municípios, no entanto, se organizaram de forma diferente, com cada um realizando as suas próprias ações”, explicou a gerente do NCFAD (Núcleo Estadual de Controle da Febre Amarela e Dengue), Rosângela Santos.

 

Conforme dados do 4º LIRAa (Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti), seis cidades apresentaram risco alto para transmissão da dengue, sendo elas São João da Baliza (5,5%); Mucajaí (5,3%); Caracaraí (4,4%), Caroebe (4,3%); Alto Alegre (4,2%) e Cantá (4,0%).

 

O levantamento considera alto risco para transmissão das arboviroses quando o município obtém índice igual ou superior a 4,0% de infestação do Aedes aegypti.

 

Já os municípios de Rorainópolis (3,7%); Iracema (3,0%); Boa Vista (2,8%); São Luiz (2,2%); Bonfim (2,1%) e Uiramutã (1,4%) apresentaram médio risco de Aedes; enquanto Normandia (0,6%), Pacaraima (0,4%) Amajari (0,0%) foram as cidades que obtiveram baixo risco para arboviroses.

 

“No caso de Rorainópolis, que é o segundo município mais populoso do Estado, eles conseguiram reduzir muito o número de casos de arboviroses, por meio da execução de várias ações. No caso do Dia D, a atividade deles com o Governo do Estado será no dia 17 de dezembro”, completou Rosângela.

 

APOIO AOS MUNICÍPIOS

 

Ao longo do ano, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) elaborou e implementou rotinas de eliminação de criadouros, ofertou capacitações e treinamentos aos municípios, além de visitas técnicas de acompanhamento de atividades de controle dos vetores em todo o Estado.

 

Segundo a gerente do NCFAD, o número de casos prováveis de dengue este ano está abaixo do limite mínimo esperado, totalizando pouco mais de 56 casos.

 

“Por esse motivo, nós convidamos toda a população para se juntar aos profissionais de saúde e agentes de endemias que estão todos os dias à frente desse serviço, para assim conseguir realizar uma grande campanha de eliminação de criadouros do Aedes aegypti”, afirmou.

 

Rosângela lembra ainda que pequenas atitudes podem ser feitas para dar apoio às equipes de combate, como identificar os potenciais criadouros, como lixo doméstico mal acondicionado, tampinhas de refrigerante jogadas no quintal, pratinhos de planta com água, recipientes de armazenamento de água como caixa d’água, potes e tonéis descobertos, entre outros.

 

“A equipe estadual de controle das arboviroses e os municípios convocam a população para combater o mosquito todos os dias. Assim, vamos evitar essas doenças que são transmitidas pelo Aedes Aegypti”, concluiu.

 

SOBRE O DIA D

 

A lei número 12.235/2010 estabelece o penúltimo sábado do mês de novembro, este ano sendo realizado no dia 19, como o Dia Nacional de Combate à Dengue.

 

O objetivo principal da data é mobilizar iniciativas do poder público e participação da população para o combate e controle do vetor dessa doença, o Aedes aegypti, por meio de campanhas educativas.