Quarta, 09 Novembro 2022 08:10

DIA DO RADIOLOGISTA | Sesau destaca a importância de profissional em serviços de saúde Destaque

Escrito por Suyanne Sá
DIA DO RADIOLOGISTA | Sesau destaca a importância de profissional em serviços de saúde Ascom/Sesau

Nesta terça-feira, 8, é celebrado o dia do radiologista. O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), ressalta a importância da profissão no atendimento das demandas da rede pública de saúde.

 

Segundo o coordenador do setor de imagem do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Daniel Azevedo, o trabalho do radiologista auxilia para se definir de forma clara a condição de melhora ou piora do paciente e consequentemente para que ele possa voltar para casa ou receber um melhor tratamento dentro da unidade.

 

“A importância da profissão do médico radiologista é basicamente fornecer uma avaliação especializada dos exames de imagem dos pacientes e dar um laudo detalhado, que será direcionado para as equipes de especialistas e dos médicos, fazendo com que os diagnósticos sejam mais precisos e rápidos”, destacou.

 

Em 2022, a unidade realizou 68.335 exames simples e especiais. Já as tomografias somaram 25.841 exames.

 

Outros dados relevantes são os 94.176 exames de radiologia entre janeiro e setembro deste ano. O quantitativo contempla tanto o HGR quanto o Pronto Socorro Airton Rocha.

 

“É uma demanda grande. Trabalha-se uma média de 90 a 100 exames em 24h. São mais de 2 mil exames por mês. Isso varia dependendo da situação”, reforçou o médico.

 

A rotina no HGR para os profissionais radiologistas é principalmente relacionada aos exames de tomografia computadorizada, seja na urgência, emergência, pronto socorro, atendendo também os pacientes de trauma e os internados.

 

Além de receber pacientes de todo o estado, sejam vindos do HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), do Pronto Atendimento Cosme Silva, do HC (Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco) ou do HRS (Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto), o Estado também atende as demandas vindas das unidades instaladas no sistema prisional.

 

“Atualmente fazemos exames de radiografia simples e contrastada, raio-x, tomografia computadorizada e também fazemos exames de radiologia dentro do centro cirúrgico, como o arco cirúrgico e ortopédicos”, explicou Azevedo.

 

A paciente Francisca Saboya, de 74 anos, foi diagnosticada com covid-19 e pneumonia moderada. Por essa razão, precisou fazer uma tomografia para saber como anda o estado do seu pulmão. “Fui muito bem atendida. A equipe está de parabéns pelo investimento”, declarou.