Sexta, 04 Novembro 2022 08:39

40 ANOS | Hospital Materno-Infantil celebra aniversário com almoço e programação para servidores Destaque

Escrito por Minervaldo Lopes
40 ANOS | Hospital Materno-Infantil celebra aniversário com almoço e programação para servidores Ascom/Sesau

Referência no cuidado de mães e recém-nascidos em Roraima, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) completará 40 anos de implantação no neste sábado, 5. A unidade foi a primeira no estado a atender as demandas de partos de todo o Estado e de mulheres oriundas de outros países.

 

Para comemorar a data, a gestão da unidade vai promover uma extensa programação para os servidores nesta sexta-feira, 4.  

 

“Nós preparamos uma programação que inclui almoço e jantar especial para todos os servidores. Em uma dessas ocasiões, vamos homenagear aquelas pessoas que estão há mais de 30 anos prestando serviços para as nossas pacientes”, ressaltou a diretora de Ensino e Pesquisa, Raíssa Sampaio.

 

Outra ação prevista para acontecer na maternidade é o Dia da Beleza. Na ocasião, serão distribuídas senhas para procedimentos de estética e sessões de massagem.

 

“Esse dia de beleza terá os serviços de corte de cabelo, escova e design de sobrancelhas, além de uma sala onde serão realizadas massagens relaxantes”, completou.

 

CUIDANDO DAS PESSOAS

 

Ao longo dos últimos três anos, o Governo de Roraima vem realizando uma série de investimentos para melhorar o atendimento em saúde da população, incluindo mães e bebês. Além da reforma da antiga unidade da Maternidade, a atual gestão fez a aquisição de equipamentos de última geração para suprir as demandas existentes no Estado.

 

Na sede atual, em funcionamento no bairro 13 de Setembro, às pacientes pós-parto podem usufruir de espaço aconchegante na Ala das Rosas e os bebês prematuros contam com o suporte da UTI Neurológica Neonatal.

 

Outra vitória conquista obtida pela direção da unidade é a implantação da RAMI (Rede de Atenção Materna e Infantil), aumentando ainda mais as estratégias que são preconizadas pelo Ministério da Saúde na cadeia de cuidados para gestantes e puérperas, substituindo o antigo modelo da Rede Cegonha.