Terça, 25 Outubro 2022 09:43

DEMANDAS EM PESQUISA | Faperr apresenta programas a secretários de Estado Destaque

Escrito por Gabriela Garcia
DEMANDAS EM PESQUISA | Faperr apresenta programas a secretários de Estado Ascom/Faperr

Para aprimorar os programas que serão executados a partir de 2023, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) reuniu, na segunda-feira, 24, na sede da instituição, diversos representantes de secretarias de Estado.

 

De acordo com o diretor técnico da Faperr, Carlos Borges, as demandas apresentadas na reunião permitiram o desenvolvimento de editais mais adequados aos problemas reais do estado de Roraima. “Tudo isso vai possibilitar o fomento de pesquisas que possam trazer possíveis soluções a estes problemas. Vamos nos reunir com essas secretarias, por meio de visitas técnicas, para facilitar ainda mais essa construção”, afirmou Borges.

 

Segundo o presidente da Aderr (Agência Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), Marcelo Parisi, as pesquisas a serem realizadas precisam também fazer um diagnóstico do mercado. “Tudo isso é interessante porque, deste modo, o poder público tem condições de lançar políticas que possibilitem o desenvolvimento de cadeias produtivas mais sustentáveis para o Estado de Roraima", destacou Parisi. 

 

Além da diretoria técnica da Faperr e a Aderr, participaram da reunião o presidente da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Glicério Fernandes, além de representantes do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Seadi (Secretaria de Abastecimento, Desenvolvimento e Inovação), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural) e Sei (Secretaria Estadual do Índio).

 

CENTELHA RORAIMA

 

De início, foi apresentado o Programa Centelha, que é desenvolvido em todo o país e que já está em sua segunda edição, sendo o programa mais consolidado da Faperr até o momento. Com edital previsto para ser lançado em breve no estado, o Centelha RR visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

 

Além disso, o Centelha visa contribuir para ampliação da quantidade e melhoria da qualidade das propostas de empreendimentos de base tecnológica submetidas aos ambientes promotores de inovação existentes no país, tais como incubadoras e aceleradoras de empresas, espaços de coworking, laboratórios abertos de prototipagem, parques e polos tecnológicos, entre outros.

 

PROGRAMAS

 

Também foram apresentados os 14 programas já construídos pela Faperr e os editais previstos para o ano que vem que vão contemplar diversas áreas do conhecimento. São programas como: pró-solos/águas, pró-equipamentos, pró-ciência, pró-educação e pró-pesquisador, além de outros programas com abrangência nas áreas de inovação, saúde, segurança, realização de eventos, indústria, biodiversidade, entre outros. Para mais informações, basta acessar o site oficial da Faperr.