Quinta, 20 Outubro 2022 17:39

COSTURANDO RECOMEÇOS | Bonecas feitas por reeducandas serão apresentadas em feira da Sejuc Destaque

Escrito por Ayan Ariel
COSTURANDO RECOMEÇOS | Bonecas feitas por reeducandas serão apresentadas em feira da Sejuc Arquivo/Sejuc

Um dos projetos da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) voltados à ressocialização, o Costurando Recomeços, promove, com a produção de bonecas, uma nova realidade às reeducandas da Cadeia Pública Feminina de Boa Vista. O artesanato será apresentado para a sociedade roraimense na IV Feira de Bonecas.

 

O evento ocorrerá nesta sexta-feira, 21, entre 9h e 16h, na sede da Sejuc, e será aberto para toda a comunidade. No local, os visitantes vão conhecer e podem adquirir, além das bonecas, outros itens produzidos no projeto, como toalhas, panos de prato e outros itens expostos.

 

Nascido em setembro de 2021, por meio de uma iniciativa de uma policial penal, o “Costurando Recomeços” atende atualmente 12 detentas da Cadeia Pública Feminina de Boa Vista.

 

As detentas trabalham com a produção de bonecas, panos de prato, toalhas, capas de travesseiro, entre outros itens produzidos com máquinas de costura. Em breve, o projeto também deverá qualificar as participantes da iniciativa para produzirem os uniformes das unidades prisionais do Estado.

 

Conforme o titular da pasta, André Fernandes, o projeto e a feira se traduzem como chances de recomeço para as reeducandas que estão no sistema penitenciário, proporcionando novos rumos a elas quando estiverem reinseridas na sociedade.

 

“É muito importante para as internas essa oportunidade de ressocialização. Sempre pensamos na maioria, que são os homens, mas não podemos esquecer das mulheres. Elas estão sendo capacitadas para que no futuro possam gerar renda própria, quando saírem de dentro da unidade prisional e, principalmente, possam sustentar e dar dignidade às suas famílias”, destacou.

 

PROJETO RENASCER

 

Durante a atual gestão do Governo de Roraima, outras iniciativas voltadas à ressocialização de internos do sistema penitenciário vêm sendo executadas. Uma delas é o Projeto Renascer, que atende, atualmente, 50 detentos do sistema prisional.

 

No projeto, os detentos trabalham com atividades nas áreas de mecânica elétrica, lanternagem, posto de lavagem, serralheria, borracharia, marcenaria e barbearia, e dessa forma os reeducandos realizam as atividades aprendendo um ofício, o que reduz a pena em um dia para cada três dias trabalhados.