Terça, 18 Outubro 2022 11:32

HOJE E AMANHÃ | Mais de 800 detentos fazem prova do ENCCEJA em Roraima Destaque

Escrito por SECOM RORAIMA
HOJE E AMANHÃ | Mais de 800 detentos fazem prova do ENCCEJA em Roraima Divulgação/Sejuc

Durante dois dias (18 e 19 de outubro), 825 reeducandos do sistema prisional de Roraima fazem a prova do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade).

 

As provas iniciaram às 8h, com previsão de término para às 12h. À tarde, das 14h às 19h e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) é o órgão responsável pela organização.

 

O exame é a oportunidade para que todo jovem ou adulto que não concluiu as etapas escolares na idade certa possa obter o diploma do Ensino Fundamental ou Médio e dar continuidade em sua vida escolar.

 

Do total de inscritos no sistema prisional de Roraima, 454 são para o nível fundamental e 371 para o nível médio. A Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) juntamente com a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) tem trabalhado para ampliar a oferta de educação dentro do sistema prisional. “Com essa nossa estratégia, podemos observar o avanço por meio dos dados comparativos dos inscritos nos anos anteriores”, reforçou o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes.

 

Segundo ele, em 2017 foram 59 inscritos; em 2018, foram 67; em 2019 foram 177 e em 2020, 520 inscritos no Encceja. “O que corresponde um aumento de 58% comparado a última inscrição do Encceja realizado em 2020”, detalhou.

 

AS PROVAS

 

Para o Ensino Fundamental serão quatro provas objetivas que avaliarão as seguintes áreas:  prova I: Ciências Naturais, prova II: Matemática, prova III: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação e prova IV: História e Geografia.

 

As provas de Ensino Médio serão abordadas as seguintes áreas:  prova I: Ciências da Natureza e suas Tecnologias, prova II: Matemática e suas Tecnologias, prova III: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação e prova IV: Ciências Humanas e suas Tecnologias.

 

As disciplinas mudam de acordo com o nível de ensino (Fundamental ou Médio) e as provas são distribuídas nos dois turnos.

 

SOBRE O ENCCEJA

 

A participação no Encceja é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada etapa de ensino, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e, no mínimo, 18 anos completos, no caso do Ensino Médio, na data de realização do exame.

 

As provas do Encceja têm o mesmo nível de dificuldade do Encceja regular. A única diferença está na aplicação, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos respectivos órgãos de administração prisional e socioeducativa de cada unidade da Federação.

 

O Encceja é uma avaliação para aferição de competências, habilidades e saberes de jovens e adultos. Dessa forma, estabelece uma referência nacional de avaliação para esse público, tendo, assim, uma relevância multidimensional para a educação brasileira.

 

Para ser aprovado é preciso atingir o mínimo de 100 pontos em cada área de conhecimento do Encceja e obter nota igual ou superior a 5 pontos na prova de redação.

 

Para realização da prova foi montado todo uma estrutura de segurança pela direção de cada unidade prisional com apoio dos Policiais Penais. Durante a aplicação da prova foram mantidos todos os protocolos de segurança contra o covid-19, buscando atender as orientações e prevenção contra o vírus.