Segunda, 17 Outubro 2022 09:10

IDEB | Escolas estaduais de Roraima avançam e conseguem bons resultados Destaque

Escrito por Layse Menezes
IDEB | Escolas estaduais de Roraima avançam e conseguem bons resultados Ascom/Seed

Instituições da rede estadual de ensino, entre elas, o CME (Colégio Militar Estadual) Coronel PM Derly Vieira Borges, Escola Estadual Euclides da Cunha e Escola Estadual São José, todas em Boa Vista, alcançaram excelentes médias no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2021.

O resultado foi divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), no dia 16 de setembro de 2022, e revela um cenário de superação, em meio ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Algumas notas ultrapassaram a média nacional.

O Colégio Militar obteve nota 7.3, a Escola Euclides da Cunha 5,6 e a Escola São José 5,0 para o Ensino Fundamental. O Colégio Militar também obteve a nota 6,4, no Ensino Médio Regular, maior que a média nacional, que é de 5,0.

“Nós atribuímos o resultado satisfatório do Ideb à nossa filosofia de trabalho que é fundamentada no gerenciamento participativo de toda a comunidade escolar. A educação oferecida pelo colégio visa um ensino de qualidade, aliado a disciplina consciente e interativa. É um trabalho realizado a várias mãos e que tem trazido bons frutos”, disse a gestora militar do CME, a major Ana Cláudia de Santana Mourão.

A Escola Euclides da Cunha alcançou a segunda melhor nota entre as escolas de Ensino Fundamental, e a gestora Flávia Coelho afirmou que a colocação tem um grande sabor de vitória.

“Estávamos em pandemia, com alunos em casa, as salas de aula viraram grupos de WhatsApp. No início, não sabíamos o caminho a percorrer, tivemos dificuldades, mas paramos, nos organizamos e, através do modelo guarda-chuva, pudemos realizar uma nova gestão envolvendo funcionários, pais e principalmente as crianças, nossos protagonistas”, disse.  

A gestora da Escola São José, Jeane Soares, destacou o esforço da equipe diante das dificuldades impostas pela pandemia.

“A equipe da Escola São José recebeu com grande alegria o resultado do Ideb, pois saímos da média 4,4 para 5,0, e isso demonstra que, mesmo diante das dificuldades no período da pandemia, a escola privilegiou o esforço conjunto da equipe que buscou desenvolver estratégias com foco na recomposição da aprendizagem e também no acolhimento do professor e dos alunos”, ressaltou.

Vale destacar que os índices nacionais entre as escolas públicas e privadas do País para o Ensino Fundamental, anos finais (6º a 9º ano), foram 5,0 e 6,3, respectivamente. O Ensino Médio Regular no Brasil obteve 5,0, e a rede estadual em Roraima alcançou o índice de 3,9.

 

Região Norte

 

Nos índices regionais, Roraima obteve nota 4,6 para os anos finais (6° ao 9° ano), enquanto a média das escolas públicas da Região Norte foi 4,5. Já para o Ensino Médio, o Ideb ficou em 3,4 na Região, e Roraima alcançou 3,7.

Outras escolas da capital que ofertam o Ensino Fundamental anos finais que merecem destaque com a nota do Ideb são o CEM (Colégio Estadual Militarizado) Irmã Maria Teresa Parodi que obteve 4,9, Escola Estadual Presidente Costa e Silva com a nota 4,7 e Escola Estadual Professora Antônia Coelho de Lucena que alcançou 4,6.

Embora Roraima tenha alcançado bons resultados, algumas unidades de ensino não apresentaram nota do Ideb 2021. Os percentuais de municípios do Estado com Ideb divulgados para o ensino fundamental foram 27%, para os anos iniciais, e 20%, para anos finais. Em 2019, esse percentual foi de 60% e 73% respectivamente.

O fato se deu em razão da necessidade da oferta do ensino remoto durante o período crítico da pandemia da Covid-19 e, como consequência, houve a redução da participação dos estudantes no exame.

A situação atípica do Estado foi esclarecida por meio de uma Nota Técnica publicada pelo Inep.

 

O IDEB

 

O Ideb é um importante indicador utilizado para avaliar a qualidade do aprendizado das escolas do Brasil. Foi criado em 2007 e é realizado em todo o País pelo Inep, a cada dois anos.

O Ideb é calculado mediante os dados de aprovação do Censo Escolar juntamente com as médias de desempenho das provas do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

O Saeb é formado por três avaliações: a Aneb (Avaliação Nacional da Educação Básica), Anresc (Avaliação Nacional do Rendimento Escolar), também conhecida como Prova Brasil, e a Ana (Avaliação Nacional de Alfabetização).

Com esses resultados, o MEC (Ministério da Educação) possui panorama da educação brasileira e, a partir dessas informações, pode elaborar políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade do ensino.

Outras informações sobre o Saeb, bem como os resultados do Ideb, estão disponíveis para consulta no site do Inep: https://www.gov.br/inep/pt-br.