Segunda, 10 Outubro 2022 09:09

DESENVOLVIMENTO | Secretário de Agricultura aborda economia e crescimento do Estado na Rádio RR Destaque

Escrito por Secom-RR
DESENVOLVIMENTO | Secretário de Agricultura aborda economia e crescimento do Estado na Rádio RR Michel Sales

O titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, foi entrevistado, nesse sábado, 8, pelo jornalista Ribamar Rocha, apresentador do Programa Gestão em Foco da Rádio Roraima AM-590.

Na oportunidade, ele destacou o crescimento econômico estadual conquistado nos últimos anos, além da projeção do Plano Roraima 2030 impactando na Agricultura Familiar e Indígena, Indústria, Comércio, Serviços, Infraestrutura, Segurança, Educação, Bem-Estar, Saúde e Desenvolvimento Sustentável.

“A cada ano, o Governo de Roraima vem elevando os indicadores econômicos do Estado, promovendo trabalho e renda para o povo. Nesse intuito, nosso esforço contínuo tem sido destaque na imprensa geral, além do Tesouro Nacional que pela segunda vez consecutiva avaliou Roraima com nota A, a máxima em Capacidade de Pagamento, indicando a situação fiscal de Municípios e Estados capazes de sanar suas dívidas”, explicou Baú.

 

Plano Roraima 2030

 

Segundo o secretário, até 2027 o governo já projeta uma performance de 100% no alcance do Plano Roraima 2030. “Trabalhamos no intuito de antecipar as metas desta gestão, também para mantermos nossa credibilidade com o serviço público estadual diante do reconhecimento regional, nacional e internacional, já que Roraima agrega uma tríplice-fronteira estratégica para o agronegócio, agroindústria, turismo e cultura”, disse.

Ainda cruzando os objetivos do Roraima 2030, Baú reforçou a garantia da propriedade urbana e rural, destacou a gestão integrada do Governo do Estado e o trabalho desenvolvido para promover o crescimento socioeconômico.

“Trabalhando de forma integrada, as secretarias têm fomentado segurança jurídica, assistência técnica, além de crédito para o pequeno empreendedor investir e crescer de forma autônoma. Vivemos ainda o melhor período em Roraima na valorização do patrimônio. E nesse caminho, também trabalhamos a transição da independência do setor público, num momento em que 48,5% da nossa economia ainda circula nesse sentido. Contudo, até 2030 nossa estimativa é reduzir o percentual de participação da gestão pública para 30%, favorecendo um crescimento médio da nossa produção interna bruta de 5% ao ano”, observou.

 

Agricultura Familiar

 

Na Agricultura Familiar, Baú destacou a atuação do governo estadual na atração de investidores de maior porte junto aos pequenos produtores. “Estamos estruturando as cadeias produtivas da suinocultura, avicultura, fruticultura, citricultura, horticultura, grãos e outros, viabilizando suporte, além do incentivo para a capacitação técnica operacional, com apoio do Sistema S, das Federações e das Universidades Estadual e Federal que asseguram a formação profissional, fomentando o desenvolvimento com técnicas de inovação para quem trabalha e produz suprir a necessidade dos investidores”, referiu.

 

Distrito Industrial

 

Sobre o Distrito Industrial, o secretário destacou avanços na implantação de médias e grandes empresas no local e reforçou que novos polos serão implantados no interior.

“A gestão atual do governo é bastante expressa na articulação dos negócios. Com o Distrito Industrial na Capital, observamos hoje uma vitrine de obras a céu aberto. Também vem acontecendo a revitalização de ruas e avenidas, iluminação e demais obras de melhorias necessárias, além da regularização de lotes e empresas. Já no interior, o mesmo favorecimento econômico será implantado, tendo Rorainópolis e Bonfim seus polos industriais, enquanto Roraima se destaca entre os Estados que mais recebem investidores de outras regiões e países, favorecendo a circulação da moeda interna com efeito multiplicador”, exclamou.

 

Desenvolvimento Estadual

 

Concluindo a entrevista, Baú falou sobre inovação e reforçou a atuação da Seadi junto ao eixo de desenvolvimento estadual.

“O Governo de Roraima está transformando o nosso Estado também com inovação. Estamos melhorando os benefícios fiscais e logo os problemas energéticos e de internet também serão sanados. Este esforço, além da Seadi, é um conjunto de atitudes da Femarh (Fundação Estadual Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Desenvolve Roraima, Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Codesaima, (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) e SEI (Secretaria do Índio)”, finalizou.