Sexta, 07 Outubro 2022 11:37

RESIDÊNCIA MÉDICA | Servidores da Sesau participam de qualificação do Sírio Libanês Destaque

Escrito por Suyanne Sá
RESIDÊNCIA MÉDICA | Servidores da Sesau participam de qualificação do Sírio Libanês Ascom/Sesau

Profissionais da Sesau (Secretaria de Saúde) e acadêmicos de cursos voltados para a área de saúde participaram nesta quinta-feira, 6, de uma qualificação voltada para a melhoria de fluxos de trabalho em hospitais públicos. A ação é uma iniciativa do Ministério da Saúde com o Hospital Sírio Libanês e o Conass (Conselho Nacional das Secretarias de Saúde).

 

Realizada pela manhã, a atividade teve como foco a gestão de programas de residência médica, em complementação aos cursos de preceptoria e especialização do SUS e qualificação de segurança do paciente. 

 

O secretário-adjunto da Sesau, Edson Castro, ressaltou a importância do curso para o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) e o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), consideradas as duas unidades de referência hospitalar do Estado.

 

“Como a saúde vem passando por transformações nos últimos meses, essa parceria é mais um fator que nos ajuda a reavivar os nossos programas de residência médica, tanto no HGR quanto na Maternidade. Ou seja, analisar os fluxos, os protocolos e as dinâmicas que são aplicadas em São Paulo, nos grandes centros [urbanos], e trazer para o nosso estado”, afirmou.

 

Ao todo, a atividade de hoje contou com a participação de 40 pessoas que fizeram a apresentação de seus projetos para os representantes da Maternidade e HGR.

 

“Os cursos estão acontecendo em Boa Vista desde fevereiro de 2022. São três cursos de especialização que qualificam nos programas de residência e do cuidado com o paciente, refletindo na melhoria da assistência à população no SUS”, pontuou representante do Sírio Libanês, Akemi Fuonke.

 

Segundo a diretora do DGES (Departamento de Gestão da Educação na Saúde), Márcia Máximo, o principal intuito é colocar em prática os projetos propostos pelos acadêmicos, resultando em melhorias na assistência aos pacientes do SUS.

 

“A importância desse evento é exatamente atender aos anseios que os gestores e os servidores tem, que é estar em constante capacitação dos profissionais. Esse curso é um dos melhores, estão se especializando para orientar os nossos próprios alunos e servidores”, enfatizou a diretora.

 

Fisioterapeuta do HGR há 10 anos, Evair Rocha foi um dos servidores selecionados para participar da especialização. Ele afirmou que apresentou para os representantes do Sírio Libanês uma proposta de qualidade e segurança do paciente.

 

“O curso tem sido muito importante, porque na formação acadêmica não somos acostumados a trabalhar essa prática de segurança. Para a população, isso dará a garantia de que ela será recebida com segurança, humanização, qualidade e que ela possa ter o seu problema resolvido de forma justa e adequada dentro da unidade”, salientou.