Quarta, 21 Setembro 2022 10:59

NOVO ENSINO MÉDIO | MEC forma servidores de escolas estaduais para implantação de programa em Roraima Destaque

Escrito por Layse Menezes
NOVO ENSINO MÉDIO | MEC forma servidores de escolas estaduais para implantação de programa em Roraima Ascom/Seed

Para discutir estratégias e ações na implementação do NEM (Novo Ensino Médio) nas escolas estaduais de Roraima, o coordenador-geral do programa no MEC (Ministério da Educação), Fernando Wirthmann, está em Boa Vista para um encontro formativo com o comitê geral de implementação no Estado.

 

O evento acontece nesta terça-feira, 20, a partir das 8h30, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi. É uma iniciativa da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio da Diemp (Divisão de Ensino Médio e Educação Profissional).

 

Participam do encontro técnicos da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), gestores e coordenadores de escolas da capital, interior e comunidades indígenas.

 

Durante o evento, serão tratados temas relevantes como a trajetória do ensino médio nas perspectivas dos marcos legais, a aplicação e reprogramação dos recursos ofertados, a estrutura curricular do novo ensino médio, a escolha de alunos sobre os itinerários formativos, além de relatos de experiências das escolas com o novo sistema implantado e rodas de perguntas.

 

“A implementação do Novo Ensino Médio iniciou em 2022 de forma obrigatória para todos os estados, com as primeiras séries, com o objetivo de contemplar as três séries até 2024, respeitando as diversidades, as realidades de cada canto do país, principalmente as escolas do interior, indígenas e quilombolas que vão necessitar de um tempo maior para a implementação”, disse o coordenador geral, Fernando Wirthmann.

 

Status do NEM em Roraima

 

Atualmente, das 153 escolas estaduais de ensino médio na rede estadual, 14 já implementaram o NEM no Estado. Até 2024, mais 139 escolas devem concluir o ciclo.

 

Para auxiliar a equipe gestora junto aos professores, a Seed promove um cronograma de oficinas de formação e qualificação curricular.

 

“Lembramos que a lei 13.415 de 2017 alterou a lei de diretrizes e bases da educação a nível nacional e estabeleceu uma mudança no ensino médio, ampliando o tempo mínimo do estudante na escola de 800 para mil horas anuais. Isso define uma nova organização curricular, mais flexível”, salientou a chefe da divisão de ensino médio e educação profissional da Seed, Irene Pereira.

 

A mudança tem como objetivo garantir a oferta de educação de qualidade aos estudantes brasileiros e de aproximar as escolas das realidades das comunidades de hoje.

 

Em Roraima, o coordenador-geral constatou os avanços da implementação do NEM, principalmente no último semestre, com a aprovação das matrizes e referenciais curriculares e a aprovação do plano de implementação, além do plano de ação para os itinerários formativos.