Sábado, 10 Setembro 2022 18:52

FORMAÇÃO CONTINUADA | Sesau realiza terceira capacitação de servidores sobre fluxos licitatórios Destaque

Escrito por Suyanne Sá
FORMAÇÃO CONTINUADA | Sesau realiza terceira capacitação de servidores sobre fluxos licitatórios Ascom/Sesau

 

A Secretaria de Saúde, por meio do Núcleo de Processos da CGA (Coordenadoria Geral de Administração) e CSL (Comissão Setorial de Licitação), realizou neste sábado, 10, na ETSUS-RR (Escola Técnica do SUS em Roraima), a 3ª oficina de capacitação de servidores da saúde.

O curso tem como principal foco o aprimoramento das atividades de elaboração de licitações, dando maior celeridade aos serviços executados pela pasta.

“As oficinas de fluxo licitatório têm o objetivo de capacitar o servidor, trazendo mais informações para os requisitantes, e hoje tivemos uma aula baseada em pesquisa de preço. Nós já tivemos uma oficina de ETP, que é o Estudo Técnico Preliminar, outra foi sobre o documento de formalização de demanda das unidades hospitalares, e hoje o curso é voltado para a pesquisa de preço”, explicou o coordenador do Núcleo de Processos da Sesau, Jonathan Amaral.

O diretor de Cotação da pasta, Francinei Pereira, foi responsável pela palestra do dia. Na ocasião, ele apresentou um trabalho sobre pesquisa de preços dentro do Estudo Técnico Preliminar e do Termo de Referência.

“Nessa palestra, nós explicamos o assunto com foco nas normativas relacionadas a pesquisa de preço, demos orientações e tiramos as dúvidas que surgiram na atividade. Esse é um estudo técnico para facilitar a rotina do servidor na realização da cotação oficial para o processo”, destacou.

Assistente administrativa da Coordenadoria Geral de Urgência e Emergência, Sâmara de Souza, está pouco tempo no setor. Ela acredita que o curso facilitará nas pesquisas de preço de materiais para as unidades hospitalares, algo que demanda agilidade e atenção às normativas da Secretaria.

“Esse curso é importante visto a dificuldade quanto a pesquisa de preços nos grandes sites, e muitas vezes as cotações realizadas em outros processos já estão defasadas. Por essa razão, é difícil obter os preços com a agilidade que precisamos, pois os processos são de caráter emergencial”, pontuou.