Terça, 23 Agosto 2022 09:44

AGOSTO DOURADO | Importância da amamentação é tema de curso para servidores da Maternidade Destaque

Escrito por Suyanne Sá
AGOSTO DOURADO | Importância da amamentação é tema de curso para servidores da Maternidade Ascom/Sesau

Nesta segunda-feira, 22, o HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) deu início a um curso sobre a importância da amamentação para recém-nascidos. A qualificação segue até amanhã, 23, sendo mais uma atividade da programação alusiva ao mês do Agosto Dourado.

Os trabalhos foram iniciados pela manhã com um bate-papo entre a coordenadora do Banco de Leite Humano da Maternidade, Silvia Furlin, e os participantes do curso. Ela apresentou o terceiro passo para o sucesso do aleitamento materno em uma capacitação que acontece na unidade ao longo de todo o ano.

“Nosso hospital está sempre capacitando os servidores para melhor assistência do aleitamento materno. Esse curso está dentro da seção três do Hospital Amigo da Criança, temos esse selo que é uma estratégia do Ministério da Saúde onde se preconiza os dez passos para o sucesso do aleitamento materno. E ele vem para reforçar os benefícios do aleitamento materno para as gestantes”, explicou.

A atividade iniciada hoje também tem a finalidade de instruir médicos, enfermeiros, técnicos e acadêmicos das áreas de saúde sobre a melhor maneira de informar as mulheres que chegam à maternidade sobre os benefícios da amamentação.

A técnica de enfermagem Maria da Paz Costa, de 51 anos, trabalha na ala das orquídeas do HMI. Ela comentou sua visão sobre o curso.

“É importante porque aprendemos como orientar a mãe a falar o certo. E assim, como trabalhamos no Materno Infantil, é muito bom sabermos quais são os cuidados que a mãe deve ter com o bebê, como amamentar, e que o leite materno é muito importante para a criança”, disse.

7.500 PARTOS EM 2022

Segundo dados do SAME (Serviço de Arquivo Médico Estatístico) da unidade, de janeiro até o dia 21 de agosto, o Hospital Materno Infantil realizou 7.505 procedimentos, entre partos normais, cesáreas e cirurgias de emergência. O número representa uma média de 28 partos diários, fazendo com que as demandas por leite materno também se elevem.

DEZ PASSOS PARA O SUCESSO DO ALEITAMENTO MATERNO

Todos os estabelecimentos que oferecem serviços obstétricos e cuidados a recém-nascidos devem seguir os seguintes passos:

1) Ter uma norma escrita sobre aleitamento, que deve ser rotineiramente transmitida a toda a equipe de cuidados de saúde;

2) Treinar toda a equipe de cuidados de saúde, capacitando-a para implementar a norma;

3) Informar todas as gestantes sobre as vantagens e o manejo do aleitamento;

4) Ajudar as mães a iniciar o aleitamento na primeira meia hora após o nascimento;

5) Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos;

6) Não dar a recém-nascidos nenhum outro alimento ou bebida além do leite materno, a não ser que tal procedimento seja indicado pelo médico;

7) Praticar o alojamento conjunto, permitindo que mães e bebês permaneçam juntos 24 horas por dia.

8) Encorajar o aleitamento sob livre demanda;

9) Não dar bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas ao seio;

10) Encorajar o estabelecimento de grupos de apoio ao aleitamento, para onde as mães deverão ser encaminhadas por ocasião da alta, no hospital ou ambulatório.

PROGRAMAÇÃO DO AGOSTO DOURADO

23.08 - Blitz de Amamentação com alunos do Ceterr (Centro de Educação e Técnica Especializada de Roraima);

23 e 24.08 - Curso sobre Manejo Clínico no Aleitamento Materno promovido pelo IHAC (Instituto de Humanidades, Artes & Ciências Professor Milton Santos);

26.08 - Blitz de Amamentação com a Liga Acadêmica de Enfermagem Obstétrica de Roraima;

30.08 - Blitz de Amamentação com acadêmicos do Centro Universitário Estácio da Amazônia;

30 e 31.08 - Curso de Sensibilização ao Recém-Nascido de Baixo Peso - Método Canguru.