Sexta, 19 Agosto 2022 08:30

AGRICULTURA FAMILIAR | Governo de Roraima investe mais de R$ 800 mil em alimentação escolar nos últimos três meses Destaque

Escrito por Lidiane Oliveira
AGRICULTURA FAMILIAR | Governo de Roraima investe mais de R$ 800 mil em alimentação escolar nos últimos três meses Secom-RR

Quando o assunto é alimentação na mesa das pessoas, o Governo de Roraima dá
provas do compromisso com o bem-estar da população. Nos últimos três meses, a
gestão estadual investiu quase R$ 800 mil na distribuição de mais de 300 mil quilos
de produtos para escolas e instituições sem fins lucrativos.


O investimento foi realizado por meio do Programa Estadual de Aquisição de
Alimentos no período entre 26 de abril a 28 de julho de 2022.
Por meio da medida, os alimentos são adquiridos diretamente do produtor rural
cadastrado nas cooperativas e associações, ou seja, trata-se de uma forma do
Governo valorizar, incentivar e fortalecer a agricultura familiar no Estado, bem como
contribuir para a alimentação saudável das pessoas atendidas pelas instituições
cadastradas no Programa.


“O PAA é um projeto emblemático que executamos para solidificar a excelência de
resultados com envolvimento do produtor rural, além do reforço na nutrição de
pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar”, destacou o secretário da Seed
(Secretaria de Educação e Desporto), Nonato Mesquita.


Conforme o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e
Inovação), Emerson Baú, com o PAA, o Governo trabalha de forma sistemática,
gerando resultados para quem precisa comercializar excedentes e quem necessita
se alimentar.


“A equipe do programa atua na base, buscando consistência e força na legalidade
dos negócios, além da parceria com o corpo técnico do IATER [Instituto de
Assistência Técnica e Extensão Rural], que recebe os produtos e distribui para as
entidades cadastradas”, complementou.


MAIS INVESTIMENTOS


Nos últimos anos, o PAA recebeu R$ 2,3 milhões de investimento do Governo de
Roraima e foram destinados R$ 1 milhão para a continuidade do projeto em 2022,
favorecendo a agricultura familiar.

Em Boa Vista, instituições arrecadaram mais de 11 toneladas de alimentos frescos.
São alimentos ricos em proteínas e sais minerais que complementam a alimentação,
repassados a cada quinze dias para as escolas estaduais da capital, interior e áreas
indígenas, além de instituições sem fins lucrativos que atuam em Roraima.


“Para que todas tenham a oportunidade de serem atendidas, é feito revezamento de
entrega durante o período de duas semanas, pois só em Boa Vista são mais de
cinquenta instituições atendidas”, explicou a coordenadora da Seadi, Yoná Suanny.
A coordenadora ressalta que entre os produtos adquiridos de cooperativas e
associações estão melão, batata doce, farinha de batata doce, melancia, abacaxi,
banana, laranja, limão, hortaliças como alface, cheiro-verde, couve, e ainda batata,
tomate, pimentão, cará, milho verde, macaxeira, abóbora, feijão verde e polpa de
frutas, além de alimentos agroecológicos frescos e saudáveis, comprados pelo
Governo de Roraima e posteriormente entregues às instituições.


“Os alimentos são comprados com recursos próprios do Governo do Estado por
meio do Programa Estadual e graças ao investimento temos agricultores com
oportunidade de vender a produção e as pessoas consumindo alimentos mais
saudáveis”, salientou.


Frutas enriquecem merenda escolar nas escolas estaduais
Para a gestora da Escola Estadual Professor Coema Souto Maior Nogueira, Joziane
Lima Rodrigues, todo o material que é recebido é de grande importância para deixar
a merenda das crianças mais saudável e saborosa.


“As crianças amam. A gente coloca de forma diversificada e fazemos salada de
frutas. Eu não tenho nem palavras para expressar o quanto é importante, pois é uma
contribuição de maneira significativa para a merenda dos alunos, já que diversifica o
cardápio da merenda e ainda complementa com a fruta como sobremesa”, salientou.
Para o diretor da Escola Estadual Barão de Parima, as frutas e verduras enviadas
são de qualidade, o que deixa os estudantes satisfeitos.


“O programa é uma excelente iniciativa do Governo de Roraima. Essa parceria serve
de estímulo e quando recebemos as frutas percebemos que a aceitação é muito
boa, tanto que eles sempre perguntam quando teremos mais e procuram saber
sobre o cardápio diferenciado”, complementou.