Terça, 16 Agosto 2022 08:11

PREVENÇÃO | Governo promove mutirão de colonoscopia no Hospital Geral de Roraima Destaque

Escrito por Joselinda Lotas
PREVENÇÃO | Governo promove mutirão de colonoscopia no Hospital Geral de Roraima Secom Roraima

Acabar com a demanda reprimida de pacientes que aguardam na fila do SUS para a
realização de exames é uma das prioridades do Governo de Roraima. Por este
motivo, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio do HGR (Hospital Geral de
Roraima Rubens de Souza Bento), irá realizar um mutirão de colonoscopia.

Os atendimentos serão feitos no ambulatório da unidade, de segunda-feira a sexta-
feira, no período da tarde. A meta é realizar aproximadamente 38 procedimentos por
semana, e 150 por mês. O objetivo é zerar a demanda reprimida existente no Estado
em dois meses.

Os exames são realizados pela equipe médica de gastroenterologia, conforme
explica a diretora geral do HGR, Patrícia Renovato.

“As colonoscopias foram suspensas devido à pandemia, e algumas eram feitas
esporadicamente. Agora estamos organizando o mutirão com o objetivo de zerar a
fila de espera. Hoje temos em média 300 pessoas à espera pelo exame. Em dois
meses pretendemos zerar essa fila”, afirmou.

Ainda segundo a diretora, as colonoscopias são agendadas por meio da Unacon RR
(Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima) e na
Clínica Médica Especializada Coronel Mota, após pedido do profissional.

“A colonoscopia é um procedimento de diagnóstico, similar à endoscopia. É um
exame para rastrear doenças do colo e do reto. Nesse processo, o médico observa
todo o colo e o reto, e se for necessário será feita biópsia”, ressaltou.

COMO É FEITO O EXAME?

A colonoscopia é um exame de imagem que investiga alterações ao longo do
intestino grosso e no final do intestino delgado. Também possibilita a retirada de
tecido para biópsia e a realização de procedimentos simples, como a polipectomia
(remoção de pólipos intestinais).

O procedimento é indolor e pode ser indicado em casos de suspeita de doenças no
intestino grosso ou no reto. Ela pode diagnosticar infecções, tumores, pólipos e
outras doenças.

O procedimento é feito pelo especialista e dura, em média, 60 minutos.