Terça, 16 Agosto 2022 08:02

AGOSTO DOURADO | Maternidade recebe mais de 10 mil frascos para coleta de leite materno Destaque

Escrito por Suyanne Sá
AGOSTO DOURADO | Maternidade recebe mais de 10 mil frascos para coleta de leite materno Ascom/Sesau

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou a
entrega de mais de 10 mil frascos de coleta de leite humano para o HMI (Hospital
Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth). A unidade possui o selo IHAC
(Iniciativa Hospital Amigo da Criança), uma estratégia criada para o fortalecimento
das práticas de promoção ao aleitamento materno e cuidados com os recém-
nascidos.


A entrega dos frascos ocorreu na semana passada, sendo destinados
exclusivamente para o BLH (Banco de Leite Humano), unidade responsável por
atender às demandas de leite humano para os bebês prematuros. O HMI participa
do Agosto Dourado, que no âmbito da saúde é o mês voltado ao aleitamento
materno.


“A CGAF [Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica] fez a compra de 3.185
frascos graduados de 250 ml e 10 mil frascos de plásticos de 80 ml para o Banco de
Leite. Essa doação também ajudará as ações de outra iniciativa que será implantada
no Materno Infantil, que é a Ordenha Beira Leito”, explicou a coordenadora da
unidade, Sheila Barbosa.


Em julho, o BLH contava com 199 mães doadoras ativas, resultando na coleta de
119,9 litros de leite. O número é considerado baixo quando comparado à grande
quantidade de bebês prematuros internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva)
Neonatal da maternidade.


A coordenadora do Banco de Leite, Sílvia Furlin, ressaltou que a entrega do material
deve melhorar o processo de pasteurização do leite materno doado para a unidade.
“Vamos utilizar frascos de café solúvel somente para as mães fazerem a doação do
leite materno. Então, dentro do nosso laboratório agora a utilização vai ser apenas
de frascos ideais, apropriados para o Banco de Leite, que são esses que chegaram”,
disse.

Sílvia detalhou ainda que a Maternidade não é adepta de chupetas e mamadeiras.
Por isso, os frascos de plástico são ideais para oferecer o leite para os recém-
nascidos que mais necessitam. A entrega também é essencial na implantação do
projeto Ordenha Beira Leito na unidade.


“Esses copinhos são ideias para a oferta do leite humano para o prematuro, por isso,
com eles vamos implantar a Ordenha Beira Leito na Unidade Canguru, quando os
bebês saem da UTI, vão pra Ucinca (Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal
Canguru) e posteriormente para a unidade Canguru”, completou.