Terça, 09 Agosto 2022 08:30

CUIDANDO DAS PESSOAS | Campanha quer reforçar a vacinação em crianças e adolescentes em Roraima Destaque

Escrito por Suyanne Sá
CUIDANDO DAS PESSOAS | Campanha quer reforçar a vacinação em crianças e adolescentes em Roraima Ascom Sesau

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), promove a
partir desta segunda-feira, dia 8, até o dia 9 de setembro, a Campanha contra
Poliomielite e Multivacinação no Estado, para atualização da caderneta de
vacinação de crianças e adolescentes.

A ação faz parte das estratégias do PNI (Programa Nacional de Imunizações)
para fomentar a vacinação em todo o País. A campanha terá ainda um "Dia
D" previsto para ocorrer dia 20 de agosto.

“A campanha contra a Poliomielite é de suma importância, e nós do estado de
Roraima estamos com o risco alto, ou seja, a ameaça de reintrodução a
doença da paralisia infantil que estava erradicada nas américas desde 1994 é
alto para todos os municípios”, afirma a enfermeira apoiadora do PNI pela
Opas (Organização Pan-Americana da Saúde), Naiáde Bezerra.

De acordo com Naiáde, antes do surgimento das vacinas, doenças como o
sarampo, febre amarela e a poliomielite eram responsáveis por causar a
mortalidade de muitas pessoas pelo mundo, além de deixar sequelas em que
acabava sobrevivendo. Por esse motivo, é importante destacar que o SUS
(Sistema Único de Saúde) é responsável por oferecer 19 vacinas gratuitas à
população.

“Para conseguirmos combater e evitar que volte a paralisia infantil como
voltou o sarampo, precisamos que todos cumpram com a sua
responsabilidade. A orientação que foi dada aos municípios é que se amplie
nesse período a oferta e serviço para que fiquem mais próximo das pessoas”,
ressaltou.

VACINAS DISPONIBILIZADAS

Durante todo o período da campanha, serão disponibilizadas para as crianças
as vacinas da Pentavalente, VIP (Vacina Inativada Contra a Poliomielite),
VOP (Vacina Oral contra a Poliomielite), Pneumocócica 10V, Rotavírus
Humano, Meningocócica C, Tríplice Viral, Febre Amarela, Hepatite A,
Varicela, Tríplice Bacteriana (DTP) e Covid-19.

No caso da poliomielite, o público alvo é crianças menores de 1 ano até 4
anos, 11 meses e 29 dias. Estima-se que 63.565 crianças nessa faixa etária
sejam vacinadas em Roraima.

Já os adolescentes poderão se vacinar contra o HPV, Meningocócica ACWY,
Hepatite B, DT (Difteria e Tétano), Tríplice Viral, Febre Amarela e Covid-19.

A Naiáde Bezerra reforçou que é importante que a população compareça às
unidades básicas de saúde para garantir que a pólio não volte a ser uma
ameaça para as crianças.

“[No passado] a poliomielite deixou muitos mortos, mas graças às vacinas,
que são muito eficazes, essa doença foi erradicada, então não vamos deixar

que ela volte. Para isso, é preciso que as pessoas se vacinem, levem as
crianças para vacinar, procure a UBS mais próxima”, concluiu.