Segunda, 20 Junho 2022 09:35

INCENTIVO À AGRICULTURA | Agro em Campo leva serviços do Governo para o Passarão Destaque

Escrito por Michel Sales
INCENTIVO À AGRICULTURA | Agro em Campo leva serviços do Governo para o Passarão Ascom/Seadi

O Governo de Roraima esteve neste final de semana na região do Passarão, zona rural de Boa Vista, atendendo aos produtores durante ação do Agro em Campo, programa estadual que vem realizando mutirões de serviços e orientações, objetivando a regularização fundiária, segurança jurídica, além do incentivo ao crédito e fomento da Agricultura Familiar.

A mobilização envolveu técnicos da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Roraima), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização) e Desenvolve Roraima.

Representando o governador Antonio Denarium, o secretário Emerson Baú destacou o esforço conjunto das instituições em benefício dos pequenos produtores rurais, favorecendo o trabalho e a economia.

“Entendemos as necessidades do povo e estamos propondo soluções urgentes. Com os projetos voltados ao produtor rural, a realidade do mercado em Roraima vem constantemente evoluindo diante do muito que já foi feito e do mais que será realizado para tornarmos nosso Estado um grande polo produtivo”, disse o titular da Seadi.

Para o governador Antonio Denarium, o programa Agro em Campo atende as necessidades dos produtores rurais, por meio dos projetos que empenham a evolução econômica do Estado.

“Nos últimos anos, a agricultura em Roraima vem evoluindo como nunca visto antes, recebendo infraestrutura, mecanização e apoio necessário para o desenvolvimento dos negócios, oportunizando serviços e renda para o povo roraimense”, ressaltou.

Produtores falam de fé e esperança no aumento da produção

O produtor de bananas no Novo Passarão, o maranhense Manoel da Cruz comentou sobre os trabalhos do Governo de Roraima na Agricultura Familiar.

 “Nossa fé aumentou depois que o Governo esteve aqui, porque estávamos engatinhando, sempre lutando e agora temos certeza de que vamos produzir bastante. Roraima é uma região próspera para o plantio, desde que o investimento adequado seja constituído para a nutrição do solo”, disse.

Para o presidente do Iater, Marlon Buss, a organização das famílias rurais é um processo favorável para a construção de uma nova história no Estado.

“Enxergamos a prosperidade e temos certeza do sucesso de vocês no desenvolvimento da produção. O Governo de Roraima vem preparando este caminho. Temos a estrutura, boas equipes e plena sinergia para oferecer o melhor atendimento aos agricultores”, afirmou o presidente.

OUTROS PROJETOS

Cadastro Ambiental Rural

Na oportunidade, a Femarh também realizou a entrega de 117 CAR (Cadastro Ambiental Rural). Segundo o presidente Glicério Fernandes, o CAR é um registro público eletrônico que detalha as informações ambientais da propriedade, quanto à vegetação nativa existente no lote, igarapés e outros fatores que limitam áreas de preservação permanente.

“O CAR é um registro obrigatório para os imóveis rurais, sendo o primeiro passo para a legalização ambiental, conquista de crédito rural, regularização fundiária e demais necessidades autênticas”, disse.

Poços Artesianos

Na última sexta-feira, 17, os produtores do Novo Passarão receberam calcário e insumos para preparar o solo e logo iniciar o cultivo de milho na região.

“O Projeto de Grãos já é uma realidade local. Em julho, será efetuado o programa de poços artesianos. A demanda em todo o Estado é grande, mas estamos realizando um rodízio para atender a todos. O Iater está cadastrando os produtores que buscam o programa. Os poços artesianos não atendem somente a irrigação, mas servem também para quem está iniciando ou ampliando atividades agropecuárias, seja uma granja ou uma criação de gado, e o Governo de Roraima não vai deixar ninguém de fora”, reforçou Elton Dias, técnico da Seadi.

Menos burocracia

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, avaliou que o Governo tem reduzido a burocracia para impulsionar a produtividade em Roraima.“Hoje, a Aderr conta com 40 veterinários, mais de 50 agrônomos, além de uma centena de técnicos agropecuários e agrícolas que levam conhecimentos para toda a população. Nosso laboratório também está em processo de reformulação para suprir as demandas do Estado. Com apoio da Femarh e do Iater, estamos revitalizando 30 casas do produtor. Inauguramos também um novo posto na Vila do Passarão que atenderá a região, e a Aderr está de portas abertas para regularizar qualquer situação”, destacou.

Mais crédito

O diretor de crédito da Desenvolve Roraima, Mgleide Carneiro, destacou que a Agência fomenta recursos para atender empreendedores urbanos e rurais.

“A Desenvolve Roraima incentiva o microcrédito para empreendedores urbanos com taxas de juros de 0,99% ao mês, e prazo para pagamento de até 36 meses, sendo seis meses de carência para o empreendedor fomentar capital de giro. Já o crédito da Agricultura Familiar, a taxa de juros é de 3% ao ano, ou seja, 0,25% ao mês. O prazo alongado é de até cinco anos para pagar, com dois anos de carência neste período. Os técnicos do Iater podem realizar a assistência, orientando a capacidade financeira daqueles produtores interessados no programa de crédito”, concluiu.