Quarta, 01 Junho 2022 12:10

UERR | vai ampliar investimentos no esporte para pessoas com deficiência Destaque

Escrito por Otacílio Monteiro
UERR | vai ampliar investimentos no esporte para pessoas com deficiência Ederson Brito

A UERR (Universidade Estadual de Roraima) realizou nesta terça-feira, 31, a aula inaugural do projeto de extensão “Atividades Físicas e Esportivas Para Pessoas Com Deficiência”, que oferece aulas gratuitas de basquete e handebol em cadeira de rodas para o público de 12 a 45 anos.

Durante a solenidade, o reitor Regys Freitas anunciou que a iniciativa será ampliada em breve com a aquisição de mais 50 equipamentos e parceria com a Setrabes (Secretaria Estadual do Trabalho e Bem-Estar Social).

As cadeiras de rodas possuem angulação diferente que dão mais velocidade e facilitam o deslocamento dos atletas. O projeto de Extensão iniciou as atividades com 12 unidades. “Desse projeto vão nascer atletas que poderão participar de campeonatos nacionais e internacionais. O projeto vai possibilitar que essas pessoas possam treinar e participar desses eventos”, destaca.

Coordenador da iniciativa, o professor Vinícius Denardin, do curso de Educação Física, frisou essa como uma das metas do projeto. “Estamos contribuindo imensamente para que Roraima entre e permaneça no cenário paralímpico nacional. Isso já é uma realidade graças ao trabalho da UERR de incentivo. É um orgulho fazer parte dessa instituição que apoia a pessoa com deficiência”, comemorou.

A aula inaugural contou com a presença de autoridades, entre elas o chanceler da UERR e governador de Roraima, Antonio Denarium, que esteve no evento para prestigiar a participação do filho - João Antonio - que faz parte da turma de alunos assistidos.

A titular da Secretaria de Estado Extraordinária de Promoção, Desenvolvimento e Inclusão Social, Simone Denarium, falou da parceira com a UERR na execução do projeto. “Esse é um importante passo para a inclusão social das pessoas com deficiência. Além de especial ele é necessário. Essa inciativa vai transformar vidas”, pontuou.

Vidas como da Ângela Camanho, de 46 anos. Ela sonha com uma carreira no basquete profissional. “Eu gosto demais de basquete. Eu acredito que as aulas vão melhorar bastante minha saúde de forma geral. E também espero futuramente participar de competições oficiais”, ressalta.

Já na vida de Luiz Otávio Seabra, de 44 anos, o esporte está presente há mais tempo. Ele tem medalhas de ouro, prata e bronze em eventos no Brasil e no exterior, na modalidade Tênis. Agora na turma de basquete do projeto de extensão da UERR, sonha com novas conquistas. “O esporte é uma forma de reabilitação. Além de ajudar nas questões físicas, também eleva a autoestima”, salienta.

AULAS

As aulas de basquete e handebol ocorrem no Ginásio Hélio Campos, às segundas e quartas-feiras, a partir das 14 horas. As inscrições são gratuitas e ficarão permanentemente abertas. Quem quiser saber mais pode entrar em contato pelo telefone (95) 98120-2329.