Segunda, 30 Mai 2022 17:36

OPERA RORAIMA | Governo realiza mais de 700 cirurgias de catarata e zera fila de espera Destaque

Escrito por Joselinda Lotas
OPERA RORAIMA | Governo realiza mais de 700 cirurgias de catarata e zera fila de espera Joselinda Lotas/Ascom Sesau

Acabar com a demanda reprimida de pacientes que aguardam para realização de procedimentos cirúrgicos é uma prioridade para o Governo de Roraima. Por isso, a Sesau (Secretaria de Saúde) zerou a fila de espera para cirurgias de catarata, doença que afeta a visão.

Os procedimentos foram realizados nas quatro clínicas conveniadas, durante toda a semana, nos quatro primeiros meses do ano. Ao todo, foram feitas 737 cirurgias realizadas em quatro meses, zerando a demanda reprimida.

“Foi de suma importância essa união de forças, para acabar com a demanda reprimida de muitos pacientes que aguardavam pela cirurgia. Com isso, aumentamos a assistência na saúde e melhoramos a qualidade de vida e tratamento do paciente. Tudo isso foi possível graças ao empenho do nosso governador Antonio Denarium, que trabalha incansavelmente para melhorar a cada dia a saúde da nossa população”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

De acordo com o coordenador Geral de Regulação, Avaliação e Controle, Eliakin Terminelle, as demandas são atendidas conforme a chegada de pacientes. Caso o especialista encontre a necessidade de realização de procedimento, a solicitação para a cirurgia é encaminhada para a Central de Marcação de Exames e Consultas, mediante o preenchimento de formulário de Autorização de Procedimento de Alta Complexidade.

“Os exames oftalmológicos são realizados na Clínica Médica Especializada Coronel Mota, e quando a indicação é de cirurgia, o paciente é encaminhado para central de marcação de exames, e deve ir munido da solicitação de cirurgia, juntamente com o cartão do SUS, Identidade, CPF e comprovante de residência. E na central de marcação de exames serão encaminhados para uma das clínicas conveniadas”, ressaltou Eliakin Terminelle.

Os atendimentos com os profissionais de oftalmologia são agendados através das Unidades Básicas de Saúde, que após avaliação médica, envia a solicitação para o Coronel Mota, para atendimento com o oftalmologista. Os atendimentos são realizados de segunda a sexta-feira, nos horários da manhã e tarde.

Para o agricultor João Alves Martins, de 67 anos, morador do bairro Santa Tereza, o atendimento foi excelente e ele ainda saiu do procedimento enxergando.

“Minha cirurgia foi boa, foi ótima, cheguei na clínica cego, usando uma bengala e com ajuda do meu sobrinho. Sentei na cadeira para cirurgia, e após 30 minutos, já sai enxergando o médico e a médica que estavam ao meu lado. E já pude ir pra casa enxergando tudo. Em menos de um mês, foi operado do outro olho. Eu não conseguia ver a mais de três anos. Realizei um sonho de voltar a ver, pra mim é uma vitória, com a glória de Deus”, completou.

CATARATA

A maioria dos casos de catarata desenvolve-se lentamente ao longo de anos. O principal sintoma é a visão embaçada, como se a pessoa estivesse olhando por um vidro opaco. Quando a catarata interfere nas atividades normais do indivíduo, o cristalino embaçado pode ser substituído por lentes artificiais transparentes. Este geralmente é um procedimento ambulatorial seguro.

ATENDIMENTOS

De acordo com dados de atendimento ambulatorial da Clínica Médica Especializada Coronel Mota, foram realizadas no ano de 2021, 13.546, consultas.

Já em 2022, nos quatro primeiros meses, foram realizados 4.345, atendimentos oftalmológicos, sendo 829 em janeiro, 936 em fevereiro, 1.409 em março e 1.171 em abril.

Vale destacar ainda que graças aos investimentos realizados pelo Governo, não há mais demanda reprimida da especialidade na Central de Marcação de Exames e Consultas.