Terça, 24 Mai 2022 08:19

CESTA DA FAMÍLIA | Programa do governo atende 50 mil famílias em Roraima Destaque

Escrito por Lidiane Oliveira
CESTA DA FAMÍLIA | Programa do governo atende 50 mil famílias em Roraima Secom-RR

Quando o assunto é alimentação não tem jeito, é preciso estar bem alimentado para deixar o corpo pronto para a rotina. E é com o compromisso de levar comida de qualidade para a mesa de quem mais precisa que o Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem-estar Social), executa o Programa Cesta da Família, que até o momento alcançou cerca de 50 mil famílias na Capital e no Interior, e Comunidades Indígenas.

Cada cesta é composta por itens fundamentais para uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e minerais, elaborada com base nas orientações de um profissional de nutrição.

“O objetivo é levar comida para a mesa de famílias que não têm condições de arcar com todas as despesas e precisam de auxílio para ter o que comer, o Governo criou o Programa com o propósito de atender essas pessoas porque o objetivo é desenvolver o Estado e para isso é fundamental dar condições às pessoas mais carentes”, esclareceu a secretária da Setrabes, Tânia Soares.

CALENDÁRIO NO INTERIOR

Esta semana serão atendidos os moradores de dois municípios do interior. Nos dias 24 e 25 as equipes da Setrabes estarão em Pacaraima, na sede e nas vilas Sorocaima I e II, Surumu e Contão.

Entre os dias 25 e 27 serão atendidas as famílias que vivem em Amajari, na sede e nas vilas Trairão/Vila Nova, Tepequem, Bom Jesus, Garagem, Cajueiro e Monte das Oliveiras, Anamás, Leão de Ouro e Santa Inês, P.A/Amajari, Novo Paraíso, Guariba, Aningal e Vida Nova, Três Corações, Nova União, Ponta da Serra, Juracy e Urucury, Anaro, Ouro e São Francisco, Mangueira e Mutamba, Araçá.

“É importante que cada família cadastrada fique atenta aos locais atendidos, aos horários de entrega e a todas as informações importantes para poder receber o cartão ou a Cesta”, complementou a secretária.


Projetos em comunidades indígenas contribuem para a segurança alimentar

O Governo também investe no plantio de grãos, avicultura, psicultura e hortaliças em terras indígenas com o foco no desenvolvimento sustentável de Roraima e segurança alimentar dos povos indígenas.

Nas áreas indígenas é trabalhada atualmente a produção das culturas de milho e feijão caupi em mais de 100 comunidades indígenas localizadas nos municípios de Alto Alegre, Amajari, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Normandia, Pacaraima, São João da Baliza e Uiramutã.

Entre os municípios, Uiramutã surpreendeu na produção de grãos graças ao trabalho realizado pelo Governo por meio da Secretaria do índio no ano passado que resultou no cultivo de aproximadamente 70 hectares, com bom desempenho. E esse ano a área de plantio foi ampliada com expectativa de produção em 230 hectares.

“O foco é promover a segurança alimentar para as famílias que vivem em Roraima, incluindo as comunidades indígenas que têm na produção de milho e feijão caupi a alternativa para alimentação e venda do excedente como estratégia para a auto sustentabilidade. Paralelo a esse trabalho, a iniciativa do Governo de levar o Cesta da Família para as comunidades ajuda a amenizar o impacto que o inverno tem causado, principalmente por conta das enchentes que fizeram muitas famílias perder a produção, e com esse auxílio tem a alimentação de qualidade”, acrescentou o secretário do Índio, Marcelo Pereira.