Segunda, 23 Mai 2022 17:28

CAPACITAÇÃO | Profissionais da saúde passam por treinamento para otimizar notificação de malária Destaque

Escrito por Joselinda Lotas
CAPACITAÇÃO | Profissionais da saúde passam por treinamento para otimizar notificação de malária Joselinda Lotas/Ascom sesau

Otimizar as notificações de casos da malária, melhorando as ações de combate à doença em Roraima. É com esse objetivo que o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), deu início nesta segunda-feira, dia 23, ao Curso Básico de Epidemiologia Aplicada à Vigilância das Doenças Transmissíveis.

Realizada em parceria com o Ministério da Saúde, o curso terá duração de 180 horas, com realização de três encontros presenciais, sendo este o primeiro das atividades. Todo o acompanhamento está sendo realizado no IERR (Instituto de Educação de Roraima), na avenida São Sebastião, no bairro Santa Tereza.

Segundo a consultora do Ministério da Saúde Etna Leal, as atividades são voltadas para os profissionais de saúde pública das secretarias estadual e municipal de saúde, responsáveis pela vigilância da malária - coleta de dados, monitoramento, análise e resposta da malária.

“O objetivo desse curso é fortalecer a vigilância da malária no território e, principalmente, reforçar a atenção nesses municípios, que são prioritários na malária. Vamos trabalhar um pouco do ciclo de vigilância da malária com os participantes, prevenção e as etapas de surtos”, reforçou Etna.

Para o gerente do Núcleo de Controle da Malária, Gerson Castro, a capacitação é primordial para se ter um controle maior dos agravos recebidos pela unidade.

“O curso tem uma importância muito grande para os gestores municipais [de endemias], e vem justamente para atualizar o conhecimento deles e melhorar de maneira mais focada, econômica e prática, o trabalho no seu município”, destacou.

Nesse primeiro curso participam oito municípios: Alto Alegre, Amajari, Rorainópolis, Cantá, Caracaraí, Pacaraima, Mucajaí e Iracema.

O gerente de Endemias do município do Cantá, Gleison Barbosa, ressaltou que é de suma importância não só para os municípios como também para o Estado, saber trabalhar de maneira mais eficaz.

“O curso é muito importante não só para os municípios, como também para o Estado. Levar melhoria para o município e trabalhar em cima do controle da malária e na redução”, afirmou Barbosa.

As ações do curso serão finalizadas em agosto.