Sexta, 20 Mai 2022 14:37

INCLUSÃO | Alunos do CAP-DV/RR recebem kits de livros adaptados da Fundação Dorina Nowill Destaque

Escrito por Gabriel Cavalcante
INCLUSÃO | Alunos do CAP-DV/RR recebem kits de livros adaptados da Fundação Dorina Nowill Ascom/Seed

O Projeto ‘Dorinha pelo Brasil - Inclusão sem Barreiras’, iniciativa voltada para crianças com deficiências visuais do Brasil, foi lançado em Roraima nesta quinta-feira, 20. O evento aconteceu no auditório da Escola Estadual Lobo D’Almada.

O evento contou com a participação de profissionais e alunos do (CAP-DV/RR (Centro Estadual de Apoio Pedagógico aos Deficientes Visuais de Roraima) e familiares, da primeira-dama do Estado, Simone Denarium, do secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita e da representante da Fundação Dorina Nowill, Perla Assunção.

Idealizado pela Fundação Dorina Nowill em parceria com o Instituto Maurício de Souza, o Projeto distribui para todos os estados do Brasil, kits de livros infantis acessíveis para deficientes visuais, adaptados com escrita braile, fontes ampliadas e audiodescrição. O CAP-DV/RR recebeu 20 kits para os alunos.

Para a primeira-dama Simone Denarium, os livros do Projeto ‘Dorinha pelo Brasil - Inclusão sem Barreiras’ são mais uma ferramenta para os alunos do CAP-DV, para que possam aprender de forma lúdica e inclusiva.

“Eu acredito que é dessa forma que estamos sempre construindo acessos e derrubando barreiras, incluindo as nossas crianças. É uma bandeira que eu levanto como mãe especial e como primeira dama, cuidar das pessoas com muito carinho”, ressaltou.

SOBRE OS KITS

Cada kit contém cinco livros infantis e cd’s com áudio livro que contam de forma lúdica as aventuras da protagonista deficiente visual Dorinha, que sai do bairro do Limoeiro, em São Paulo junto com os amigos da Turma da Mônica, para conhecer as culturas, músicas, culinária e costumes das cinco regiões do país.

“Junto ao Instituto Maurício de Souza, nós produzimos a coleção Dorinha pelo Brasil, com o foco em apresentar um pouquinho de cada região do país, sobretudo mostrando as brincadeiras regionais”, disse Perla Assunção.

A representante ainda contou que a personagem Dorinha é inspirada na Dorina Nowill, que foi a primeira professora cega do Brasil, sendo uma das precursoras da educação especial no país.

Perguntada sobre o que achou dos livros, a jovem aluna do CAP-DV/RR, Anny Estefanne Silva, de apenas 14 anos, disse ter ficado encantada com as histórias. “Eu achei tão lindas as histórias, me emocionei, até chorei. Estou tão empolgada para ler que meu coração está até acelerado”, disse Anny, deficiente visual atendida pelo CAP-DV.

Para o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, o material vai potencializar o processo de ensino das crianças e adolescentes atendidos no CAP-DV.

“Para trabalhar com a educação especial tem que existir o amor, o carinho, a atenção, o afeto, e foi isso que nós vivenciamos na tarde de hoje. Essa parceria entre a Fundação Dorina e o Governo do Estado, irá contribuir com o ensino-aprendizagem desses alunos”, disse Nonato Mesquita.

O evento contou ainda com apresentações musicais e relatos dos alunos atendidos no CAP-DV/RR, e exposição de materiais adaptados utilizados no Centro como jogos, livros e instrumentos em braile e exposição dos livros de poesias em braile e tinta, produzidos por Ronald Melville, usuário do CAP-DV que faleceu de Covid-19.