Terça, 12 Abril 2022 11:48

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL | Governo incentiva Pecuária com alta tecnologia Destaque

Escrito por Cacau Bastos
INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL | Governo incentiva Pecuária com alta tecnologia Ascom Iater

Distante 47 quilômetros da capital Boa Vista, a Fazenda Sertãozinho, localizada no município de Bonfim, recebeu nesta quinta-feira, 7, a equipe do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Roraima. A visita faz parte do Programa de Melhoramento Genético, com o protocolo IATF, (Inseminação Artificial por Tempo Fixo), com o intuito de inseminar vacas com tecnologia em reprodução animal.

O melhoramento genético vai trazer mudanças profundas na pecuária do Estado, segundo o governador Antonio Denarium, que destaca a importância do setor. "Roraima tem um histórico de pecuária muito forte, temos terra e temos pecuaristas que possuem uma larga experiência. Agora damos um passo maior, com melhoramento genético, por meio de reprodução artificial, para pequenos produtores que neste momento, não conseguiriam esta tecnologia sem o esforço do Estado".

Seu Sebastião Queiroz, mais conhecido como Tião, agradece o incentivo do Governo para os pequenos produtores rurais. "É um meio de incentivar o produtor, para crescer um pouco e fazer que o seu rebanho desenvolva uma qualidade melhor. A raça que está vindo deve ser muito boa. Eu acho que é importante isso.  Que o governo continue incentivando os pequenos produtores e que permaneça com assistência técnica. Essa assistência técnica boa, que isso ajuda o produtor rural, principalmente o pequeno, para alavancar a sua propriedade em função do programa a ser desenvolvido".

O coordenador responsável pelo Programa de Melhoramento Genético realizado pelo Iater, Guilherme Cavalcante,  explica a realização do protocolo. "Hoje aqui na fazenda Sertãozinho fizemos o D-10, ou seja, hoje completa 10 dias da indução, através de hormônios, do período fértil nas matrizes, período ideal para realizar a inseminação artificial. Ao todo foram inseminadas 93 vacas”.

Marlon Buss, presidente do Iater, fala dos avanços a longo prazo para a pecuária, a partir do IATF/Iater. "A prenhes da vaca tem o período de nove meses, ou seja, o resultado não é rápido. Porém, a partir do momento que vai nascendo um rebanho melhorado geneticamente, vamos ver a pecuária dar passos largos para o desenvolvimento".

IATF

O IATF é um protocolo que foi desenvolvido pela equipe do Iater, que foi adaptado às condições do Estado de Roraima.

Guilherme Cavalcante informa ainda que a equipe irá retornar à fazenda no período de 30 dias, para realizar o exame de ultrassom nas vacas inseminadas hoje, para saber quais procedimentos tiveram êxito e em quais animais deverão ser refeitos. "A maioria das vacas ficam prenhas logo na primeira tentativa, mas aquelas que por algum motivo não engravidam, nossa equipe já separa e refaz o protocolo".

O pequeno produtor rural que tiver interesse em participar do Programa de Melhoramento Genético, deve procurar a unidade do Iater mais próxima da sua propriedade, no seu município. A solicitação será enviada para a unidade de Produção Animal e posteriormente será agendada uma visita ao produtor. Durante a visita será feita uma avaliação e se o produtor se enquadrar no programa ele será contemplado.