Segunda, 28 Março 2022 12:41

Roraima tem três regiões e 10 municípios validados no Mapa do Turismo Brasileiro Destaque

Escrito por Júlia Rocha
Roraima tem três regiões e 10 municípios validados no Mapa do Turismo Brasileiro Detur-RR

Nesta segunda-feira, dia 28, o Ministério do Turismo lançará mais uma edição do Mapa do Turismo Brasileiro, que traz como novidade o mapa interativo com os novos municípios que figuram como prioridade para o desenvolvimento turístico nacional.

Em 2019, apenas oito municípios do Estado faziam parte do mapa. Com o crescimento para 10, constata-se o crescimento da relevância do turismo em Roraima como importante vetor de desenvolvimento local.

Os municípios que agora fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro em 2022 são: Amajari, Normandia, Pacaraima, Bonfim – Região Turística O Extremo Norte do Brasil; Alto Alegre, Boa Vista, Mucajaí, Cantá – Região Turística Roraima, a Savana Amazônica, e; Caracaraí e Rorainópolis – Região Turística Águas e Florestas da Linha do Equador.

O Governo do Estado, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo) vem atuando com o objetivo de proporcionar estruturação aos municípios e demais profissionais do trade turístico estadual, oferecendo melhoria na infraestrutura viária das vicinais, além da identificação e apoio à construção de novos roteiros turísticos, capacitação de novos condutores locais, guias de turismo e formatação de novos roteiros, sobretudo apoiando a implementação do turismo em terras indígenas junto as comunidades.

O município que ainda não conseguiu entrar no Mapa do Turismo Brasileiro neste momento deve procurar o Departamento de Turismo da Secult e buscar orientações para que possa atender a todos os critérios estabelecidos pelo Ministério do Turismo e Governo do Estado de Roraima.

O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento no âmbito do Programa de Regionalização do Turismo, que define a área a ser trabalhada prioritariamente pelo Ministério do Turismo, consoante à política pública de desenvolvimento do turismo nacional.

Para isso, o município precisa possuir um órgão responsável pela pasta de Turismo. Esse órgão pode ser uma secretaria, fundação, coordenadoria, gerência, departamento, ou diretoria. Além disso, entre outros critérios, deve apresentar um plano de trabalho de, pelo menos, dois anos para ser executado em razão do turismo municipal, além de apresentar nos quadros dos servidores municipais um profissional formado em Turismo ou com especialização na área, para que possa auxiliar os gestores municipais na construção de sua política local de turismo.

Para o diretor do Detur (Departamento de Turismo), Bruno Muniz, Roraima tem grande potencial de crescimento nessa área. "Foi feita uma série de trabalhos envolvendo todos os segmentos do turismo de Roraima, a exemplo dos segmentos de aventura, ecoturismo, pesca esportiva, etnoturismo, observação de aves e, agora, vamos colher esses resultados positivos para o Estado" afirmou.

A atual gestão já qualificou mais de 620 condutores locais de turismo, durante cerca de 40 cursos promovidos pelo departamento em todas as regiões turísticas.