Sexta, 04 Março 2022 15:34

RESSOCIALIZAÇÃO | Reeducandos da Pamc participam de projeto de horta e auxiliam na revitalização de escola Destaque

Escrito por Francis Silva
RESSOCIALIZAÇÃO | Reeducandos da Pamc participam de projeto de horta e auxiliam na revitalização de escola Ascom/Seed

Mais de 100 reeducandos matriculados na Escola Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes, localizada na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), estão cultivando hortaliças por meio de um projeto educacional.

O projeto é financiado pela Vepema (Vara de Penas e Medidas Alternativas), iniciativa do TJRR (Tribunal de Justiça do Estado de Roraima) que destina para instituições, recursos oriundos de prestações pecuniárias de transação penal, suspensão condicional do processo e sentenças condenatórias, no âmbito da comarca de Boa Vista. Os recursos são utilizados para execução de projetos sociais e educacionais.

“Os reeducandos já estão cumprindo sua pena e nosso papel, além de fazer a cumprir a legislação é disponibilizar alternativas que promovam uma verdadeira ressocialização, fazendo com que no futuro, essas pessoas tenham condições de voltar ao convívio da sociedade” destacou o governador Antonio Denarium.

Os internos estão cultivando na horta da escola, alface americana, rúcula, feijão de corda, couve, pimentão, melão, manjericão, abóbora, pepino japonês, entre outras hortaliças. Os produtos cultivados são vendidos e a renda é destinada à manutenção da horta e estrutura física da escola.

“Por meio do projeto de horta escolar é possível trabalhar temas como alimentação saudável, sustentabilidade, conteúdos de componentes curriculares, e no caso dos reeducandos, também é a oportunidade de aprenderem um trabalho com o manejo da terra. Quando saírem do sistema prisional, terão uma possibilidade de trabalhar e garantir o seu sustento”, pontuou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

Reeducandos da Pamc também atuaram na revitalização da escola

Além da horta, os reeducandos também atuaram na revitalização da Escola Professora Crisotelma Francisca de Brito Gomes. A ação, que recuperou a estrutura física da unidade, é fruto de parceria institucional entre a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), que disponibilizou os materiais, e a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), que coordenou os serviços de revitalização junto aos reeducandos.

Para o secretário da Sejuc, André Fernandes, essa parceria com a Seed é de extrema importância, visto que a educação é uma das ferramentas mais efetivas de ressocialização.

“Revitalizamos toda a escola contando com a mão de obra dos internos do sistema. Iniciativas como essa são importantes, pois só existem duas formas de ressocializar, que é através da educação e do trabalho ``, ressaltou o secretário.

A estrutura da escola conta com quatro salas, uma biblioteca, banheiros masculino e feminino, além de sala dos professores, direção e secretaria escolar. Atualmente, a unidade oferta o Ensino Fundamental e Médio na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos).