Segunda, 24 Janeiro 2022 10:59

SEGURANÇA PÚBLICA | 137 alunos iniciam Curso de Formação de Soldados da PMRR Destaque

Escrito por Ayan Ariel
SEGURANÇA PÚBLICA | 137 alunos iniciam Curso de Formação de Soldados da PMRR Ederson Brito

O Governo de Roraima dará início ao segundo curso de formação da PMRR (Polícia Militar de Roraima). Para isso, nesta segunda-feira, dia 24, foram apresentados 137 alunos de segunda classe que vão participar do treinamento, que terá duração de 180 dias.

Os novos convocados são oriundos do concurso público realizado em 2018 e convocados em dezembro de 2021, um mês após anúncio feito pelo governador Antonio Denarium. Após a qualificação, estarão aptos para atuarem na corporação e reforçarem os trabalhos do programa Polícia na Rua, maior programa voltado à segurança pública de Roraima, além de preparados para realizar a confecção do TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

“No mês de junho, chamaremos outra turma, no mês de dezembro mais uma turma. Lançamos o programa Polícia Na Rua com 80 viaturas em todos os bairros da Capital e no Interior, fazendo a segurança ostensiva nas ruas do estado de Roraima. E, com isso, nós estamos reduzindo as taxas de criminalidade. Só com a Polícia na Rua, que foi lançada em novembro, houve a redução de mais de 40% nos assaltos e arrombamentos”, explicou o chefe do Executivo sobre os investimentos na PMRR.

No total, o curso de formação terá carga horária de 1.150 horas, divididas em 30 disciplinas teóricas e práticas, além de estágio operacional. Dentro deste arcabouço oferecido pelo treinamento, haverá ensino voltado a armamento e tiro, uso seletivo e diferenciado da força, radiopatrulhamento, polícia comunitária, defesa pessoal, instrução militar básica, educação física militar e disciplinas voltadas às mais diversas áreas do Direito.

Comandante geral da PMRR, o coronel Francisco Xavier reforçou que esses alunos já estão ingressando na corporação sob a condição de soldados de segunda classe e, após o fim do curso, farão a diferença no policiamento de todos os municípios do Estado.

"Essa é a continuidade da convocação para aquele primeiro edital, que é do concurso de 2018, e que, graças a essa visão, graças a essa vontade do governador Antonio Denarium, foi autorizado o chamamento do cadastro de reserva e nós estamos indo para segunda convocação. Então é um grande ganho para a sociedade, um grande ganho para segurança pública, mais esse investimento feito pelo Governo do Estado, para a convocação de mais 137 novos policiais militares", frisou o comandante da PMRR.

SONHO REALIZADO

Para estes estudantes do segundo curso de formação, a emoção de finalmente estar participando desse treinamento, após mais de três anos de espera é grande. Um desses alunos é Daniel Igor Moura, de 27 anos, que disse ser um grande momento para ele, para sua família e para todos os convocados.

"É um sonho de quase todos que estão aqui. Acredito que 99% sonham em ser policiais militares e estamos esperando já há mais de dois anos esperando orçamento, esperando as primeiras turmas entrarem e gostaria de agradecer também o apoio do legislativo e do governador em chamar nossa turma. Gostaríamos de agradecer a eles que nos chamou e nós estamos aqui para servir e proteger", ressaltou o aluno da nova turma

CONCURSO

Como citado pelo comandante da PMRR, os convocados fazem parte do cadastro de reserva e são a segunda turma convocada dessa lista. O secretário de Segurança Pública, coronel Edison Prola coroa o trabalho do Governo do Estado em relação ao combate à criminalidade.

“Esses jovens, depois de formados, serão colocados nas ruas não só na Capital, mas em todo o Interior do Estado. Onde a gente tiver um roraimense necessitando da polícia, lá vai estar um policial militar”, concluiu.

INVESTIMENTOS NA POLÍCIA MILITAR

A segurança pública e a Polícia Militar têm sido focos do trabalho desenvolvido pela atual gestão. Nos últimos três anos, o Executivo investiu R$ 605.658.000,00 na corporação, com ações de infraestrutura, administração e equipamentos, tais como compras de viaturas, manutenção dos quartéis, construção do quartel do Giro (Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva), entre outras obras prediais, além de pagamento de diárias atrasadas e remuneração, renovação do armamento da PMRR, entre outros investimentos. Todos os investimentos foram possíveis graças a emendas parlamentares e recursos próprios.

Além disso, houve a promoção de 357 oficiais, sendo 61 oriundos do ex-Território e 296 oficiais estaduais. Também foram promovidos 758 praças, sendo dois oriundos do ex-Território e 756 praças do Estado.