Terça, 11 Janeiro 2022 10:09

POLÍCIA CIVIL | Lenir Rodrigues anuncia recurso para Laboratório de Genética Forense Destaque

Escrito por ASCOM/PCRR
POLÍCIA CIVIL | Lenir Rodrigues anuncia recurso para Laboratório de Genética Forense PCRR

A deputada estadual Lenir Rodrigues (PPS) visitou o delegado Geral, Herbert de Amorim Cardoso na manhã desta segunda-feira (10), ocasião em que anunciou alocação de recursos no valor de R$ 100 mil, para fortalecer os trabalhos do LGF (Laboratório de Genética Forense), pertencente ao IC (Instituto de Criminalística) da PCRR (Polícia Civil de Roraima).
O encontro aconteceu na Sala de Reuniões da Delegacia Geral e contou ainda com a presença do diretor do IC, Stteffani Ribeiro e da perita criminal Érica Veras.

O diretor do IC destacou que o recurso será destinado à compra de reagentes específicos, utilizados em crimes de violência contra a mulher e em casos de pessoas desaparecidas.
“Nós temos um alto índice dessa demanda no Laboratório hoje e essa emenda vai ser destinada à compra dos reagentes para auxiliar a elucidação de casos”, destacou Ribeiro.

Conforme a deputada, a parceria com a PCRR ocorre desde 2015.
“Nós estamos alocando emendas anualmente, sempre tentando aprimorar o laboratório. É importante, pois muitas vezes, o criminoso ao violentar uma mulher, pode não ser identificado pelo aspecto físico. Mas pelo DNA é possível”, afirmou.

Lenir Rodrigues frisou a importância da identificação criminal de agressores no combate à violência contra a mulher em Roraima.

“Não adianta ir mascarado, na calada da noite. Aqui em Roraima não tem mais como a pessoa cometer o estupro e não ser detectada a sua identidade, pois a população conta com o trabalho fantástico da Polícia Civil, por meio do Laboratório de Genética Forense e a nossa contribuição é colocar emenda para que o material de identificação seja comprado e o trabalho realizado”, afirmou.

Durante a reunião, o Delegado Geral agradeceu a deputada e ressaltou a importância do trabalho realizado no LGF durante as investigações e no combate aos crimes hediondos.
 “Entre esses crimes, a gente tem um grande sucesso na elucidação de casos de estupro. Nas investigações, muitas vezes, nós não temos pistas sobre o agressor e o LGF nos dá a certeza da sua identificação”, ressaltou.

Cardoso ressaltou o sentimento de gratidão que a sociedade demonstra ao trabalho.
“São crimes sensíveis e esse é um trabalho que a sociedade agradece muito. Eu, em nome do governador Antonio Denarium, também agradeço pela oportunidade de melhorar os serviços da PCRR prestados à população”, concluiu.