Imprimir esta página
Terça, 11 Janeiro 2022 10:04

SERVIÇO DE INSPEÇÃO ESTADUAL | Selo da Aderr garante segurança nos produtos de origem animal Destaque

Escrito por Bárbara Araújo
SERVIÇO DE INSPEÇÃO ESTADUAL | Selo da Aderr garante segurança nos produtos de origem animal Ascom/Aderr

O primeiro título de registro do Serviço de Inspeção Estadual – S.I.E do ano de 2022 foi entregue nesta segunda-feira (10), pela Aderr (Agência de Defesa Agropecuária). A empresa é uma Unidade de Produtos de Abelha, a segunda do segmento a obter o documento e se enquadra na categoria artesanal.

Desde 2012, o registro é emitido pela Aderr, que trabalha para assegurar a qualidade dos produtos que chegam à mesa dos roraimenses, garantindo também a confiabilidade das empresas. O documento dá legalidade de venda do produto em todo o Estado e o torna sanitariamente seguro.

Esse é um incentivo aos microemprendedores individuais (MEI) e para os agricultores familiares (DAP), uma vez que há flexibilizações para este público, como explica o gerente de inspeção de produtos de origem artesanal, Diego Costa.

“Nesta categoria as exigências são equacionadas para as pequenas produções, porém mantendo toda a exigência sanitária. Os artesanais também são isentos de taxas dentro da Aderr.”

Assim, a empresa tem o aval para atender todos os mercados locais, gerando também empregos no mercado de trabalho e trazendo mais lucro, beneficiando a todos.  

“O Governo trabalha para apoiar a produção, principalmente da agricultura familiar, indígena e cooperados. Esse é o nosso papel: simplificar e tornar acessíveis, os serviços que facilitam a produção e comercialização  do que é produzido em nosso Estado, incentivando o mercado, criando novas oportunidades de geração de emprego e renda”, destacou o governador Antonio Denarium.

O título

Por se tratar de algo que exige a certificação da qualidade do que está sendo oferecido, são feitas vistorias de construção no local, aprovação de planta e terreno onde o produto é fabricado. Além disso, a empresa precisa apresentar documentos como licença Ambiental, alvará, análise de água.

É essencial que para evitar gastos na hora de legalizar a empresa, os empresários, microempreendedores ou agricultores, procurem a Aderr para se informar das exigências de cada categoria. “As construções devem seguir padrões de qualidade e fluxograma e os materiais utilizados na produção também são específicos para esse fim”, pontuou Diego.

Até o momento, foram emitidos 117 títulos para empresas que passaram por essas etapas. Para legalizar a sua empresa procure a GPOA (Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal) na Aderr, que dispõe de todas as informações necessárias ao processo.