Quarta, 24 Novembro 2021 18:38

Construção da nova Feira do Passarão avança mais uma etapa Destaque

Escrito por Cacau Bastos
Construção da nova Feira do Passarão avança mais uma etapa Secom Roraima

O Governo de Roraima inicia mais uma obra no Estado, a construção da Nova Feira do Passarão que é administrada pela Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A estrutura metálica está sendo retirada para dar espaço à nova obra.

Segundo o governador Antonio Denarium, uma nova feira bonita e moderna será entregue aos feirantes e à comunidade. “Será um novo espaço onde a economia vai girar e os produtores vão escoar seus produtos. Estou muito feliz em fazer parte dessas melhorias na vida das pessoas. Esse é o meu compromisso”, disse.

Para o secretário Aluizio Nascimento, titular da pasta, a Nova Feira do Passarão será um espaço agradável para realizar compras. “Todo o projeto arquitetônico foi formulado para atender as principais demandas dos feirantes que vão trabalhar no local. Tenho absoluta certeza que o novo espaço irá fazer a diferença na vida das pessoas, tanto feirantes, produtores e os clientes ficarão satisfeitos”, enfatizou.

A obra da Nova Feira do Passarão conta com recurso do deputado federal Hiran Gonçalves no valor de R$ 3 milhões com contrapartida do Governo de R$ 4,5 milhões. Será realizada pela empresa Alpha Engenharia, com prazo de execução de 180 dias. 

A FEIRA

Localizada no cruzamento entre as Avenidas Ataíde Teive e Imigrantes, no bairro Caimbé, a Feira do Passarão está fechada desde março de 2018 e funciona de forma improvisada em uma rua ao lado. O Governo de Roraima, preocupado com a situação, pediu urgência e prioridade na concepção de um projeto para suprir as reais necessidades dos feirantes da forma mais rápida possível.

Sobre a nova Feira

A Nova Feira do Passarão foi idealizada em conjunto com os feirantes e profissionais da área de arquitetura. O novo prédio, que será construído pelo Governo de Roraima, foi aprovado em audiência pública feita com os produtores e vendedores que trabalham no local.

Uma maquete foi apresentada com detalhes de funcionamento, onde foi explicada cada parte do projeto, entre as quais, os posicionamentos dos boxes, além de mostrar que as contribuições e reclamações dos feirantes foram contempladas.

Estiveram na audiência, representantes dos segmentos de hortifrutigranjeiros, cereais, açougues, peixes, lanchonetes, restaurantes, entre outros.

A antiga estrutura de metal não atendia mais às necessidades dos produtores, além de não estar em conformidade com as regras sanitárias vigente.

O IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), que é a instituição responsável pela preservação e divulgação do patrimônio material e imaterial do Brasil, foi consultado, e a Feira do Passarão nunca recebeu tombamento, portanto, não há nenhum impedimento legal para a retirada da estrutura metálica e a realização da construção da nova feira.