Sexta, 21 Agosto 2020 19:27

INTERCÂMBIO CULTURAL | Secult realiza visita técnica à sede da Funarte, no Rio de Janeiro Destaque

Escrito por Raisa Carvalho
Avalie este item
(1 Votar)
INTERCÂMBIO CULTURAL | Secult realiza visita técnica à sede da Funarte, no Rio de Janeiro Ascom/Funart-RJ

Em visita técnica ao Rio de Janeiro (RJ), o secretário e Cultura de Roraima, Johnson Castro, e equipe foram recebidos pelo presidente da Funarte (Fundação Nacional das Artes), Luciano Barbosa, na tarde desta sexta-feira, 21. Na ocasião, o secretário Johnson Castro apresentou o plano de ação da Secult (Secretaria Cultura) e as necessidades do setor cultural do Estado de Roraima.

 O presidente da Funarte apresentou as linhas de trabalho atuais da instituição, especialmente em relação à capacitação e formação dos fazedores de cultura nos estados, bem como as possibilidades de inserção de Roraima nessa conjuntura.

“Além disso, foi definido o irrestrito compromisso da Funarte com a política estadual de recuperação dos espaços culturais implementada pela Secult, por meio do apoio no planejamento de ocupação desses espaços, principalmente no que se refere à gestão de acervo e curadoria”, explicou Johnson Castro.

Na nesta quinta-feira, 20, o secretário Johnson Castro e equipe foram recebidos pelas equipes das pastas culturais do Estado e do Município do Rio de Janeiro, bem como pelas administrações dos aparelhos culturais Museu do Amanhã, MAR (Museu de Arte do Rio) e Cidade das Artes.

“O intuito da visita técnica foi reforçar a política estadual de recuperação dos espaços culturais implementada pela Secretaria de Cultura de Roraima, por meio do intercâmbio de boas práticas, especialmente em relação à concepção arquitetônica das edificações culturais, bem como dos aspectos de governança, sustentabilidade e parcerias público-privadas de cada aparelho visitado”, explicou o secretário.

Nos encontros também foi discutido o processo de implementação da Lei Aldir Blanc, além dos desafios em comum das pastas culturais do Rio de Janeiro e de Roraima, no intuito de criar instrumentos de fomento menos burocráticos e que atendam às demandas do setor cultural.

Ler 1991 vezes