Avalie este item
(1 Votar)

No próximo domingo, dia 2 de outubro, milhões de eleitores em todo o Brasil têm compromisso marcado com a cidadania e com o exercício do direito à democracia. Para garantir a segurança e a tranquilidade no primeiro turno das eleições gerais de 2022 em Roraima, o Governo do Estado definiu o planejamento de trabalho e atuação de 1.130 agentes de segurança pública estaduais.

 

Estarão envolvidos no trabalho 1.000 militares que compõem a PMRR (Polícia Militar de Roraima), 110 homens da PCRR (Polícia Civil de Roraima) e 20 agentes do Detran-RR (Departamento de Trânsito de Roraima) para garantir a tranquilidade aos eleitores durante a escolha dos representantes para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

 

De acordo com o titular da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), Coronel Edison Prola, o planejamento foi definido com o objetivo de assegurar a normalidade na capital e nos municípios.

 

“Teremos equipes com homens e viaturas distribuídos de forma estratégica para possibilitar a atuação em todos os locais de votação, em Boa Vista e no interior. O foco é dar a resposta imediata e objetiva necessária para qualquer caso de ilícito, evitando transtornos nesse dia tão importante para o exercício da democracia”, esclareceu o secretário.

 

Polícia Militar participa da Operação do Ministério da Justiça

 

Desde o dia 26, a Polícia Militar de Roraima também participa, em âmbito estadual, da Operação Eleições 2022, coordenada a nível nacional pela Secretaria de Operações Integradas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que consiste no monitoramento junto ao Centro Integrado de Comando e Controle Nacional para a prevenção e combate a ilícitos durante o período eleitoral.

 

O objetivo é complementar as ações de segurança aos eleitores e dar apoio ao TRE-RR (Tribunal Regional Eleitoral de Roraima), por meio de ações integradas com os outros órgãos de segurança pública estaduais e federais.

 

De acordo com o Coordenador Estadual da Operação Eleições 2022 em Roraima, tenente-coronel Ronivon Silva de Oliveira, a PMRR estará presente nos 316 locais, e dois policiais serão responsáveis pela operação no Estado nos dias de votação, sendo o dia 2 de outubro no primeiro turno, e 30 de outubro, caso haja segundo turno.

 

“A operação tem como finalidade proporcionar segurança em todas as áreas de interesse operacional em apoio à Justiça Eleitoral no Brasil. Os órgãos de segurança estarão em todos os locais de votação do Estado, cartórios eleitorais, local de apuração dos votos e vias da capital e interior para garantir a ordem pública e proporcionar segurança e proteção aos cidadãos, eleitores e servidores do TRE, garantindo a segurança e coordenação entre os órgãos envolvidos no pleito para que tenhamos uma votação tranquila e segura”, reforçou oliveira.

 

LEI SECA

 

O secretário reforça a todos que estará em vigor a Portaria n° 126, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 21 de setembro de 2022, que trata sobre a Lei Seca Eleitoral, a qual proíbe a venda, distribuição, fornecimento e consumo de bebidas alcóolicas durante o período entre 23h de sábado, dia 1º, às 19h de domingo, dia 2.

 

“É um momento importante e por isso é fundamental que as pessoas, principalmente os adultos, estejam cientes das restrições e respeitem as normas, pois o descumprimento da medida pode acarretar prisão em flagrante por desobediência, bem como aplicação de multa, conforme a legislação eleitoral”, ressaltou.

 

Para informações, denúncias, comunicação de crimes e emergência durante as eleições, o cidadão poderá ligar para o 190, que funciona 24 horas.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta sexta-feira, 30, a Escola Estadual Major Alcides Rodrigues dos Santos comemora 30 anos de fundação. A equipe gestora da escola preparou uma programação diferenciada com momentos culturais, homenagens e entrega de premiações.

 

Toda a programação acontecerá no pátio da escola, a partir das 9h. Toda a comunidade escolar está convidada a prestigiar. Haverá homenagens a ex-gestores, funcionários e ex-alunos, entrega de placas de honra ao mérito, além do encerramento da gincana em alusão à data, iniciada na segunda-feira, 26.

 

A professora Ana Ilza Silva é gestora da escola e se sente muito agradecida pelos anos compartilhados com equipe e amigos porque, na sua infância, também foi aluna da escola. Para ela, o trabalho e respeito pela escola são combustíveis de sucesso.

 

“Em 1993 comecei como aluna e hoje respondo pela gestão. Uma escola que vem se destacando a cada ano no cenário roraimense, quando se fala em educação e comprometimento. Educação se faz com amor, dedicação e nossos profissionais, desde o começo, um ano antes, com a professora Ieda, vem se perpetuando a cada gestão”, disse Ana Ilza.

 

A ESCOLA

 

Fundada em março de 1992, a escola localizada no bairro Asa Branca, em Boa Vista, leva o nome do ex-prefeito da capital, que exerceu o mandato de 1980 a 1983. Alcides Rodrigues dos Santos era Major da Força Aérea Brasileira, e respondeu interinamente, por 21 vezes, pelo Governo do ex-território de Roraima, sendo responsável por importantes pavimentações de ruas e estradas da capital e do interior.

 

A instituição, que possui 70 servidores entre professores e colaboradores de apoio, atende a 420 alunos no Ensino Médio, desenvolve importantes projetos junto à comunidade, como o incentivo à leitura e à horta escolar, além do Festival da Matemática.

 

Avalie este item
(0 votos)

Incentivando melhorias no setor cacaueiro da Amazônia Legal, o Plano Inova Cacau 2030 promoveu nesta quarta-feira, 28, um workshop reunindo técnicos agrícolas, pesquisadores e produtores rurais do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Mato Grosso.

 

A iniciativa da Ceplac (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira) e da Esalq-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo) tem fomentado ações na produtividade do cacau com assistência técnica, crédito rural, associativismo e cooperativismo.

 

Para o engenheiro agrônomo e técnico da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Sousalem Bastos, o Plano Inova Cacau 2030 corrobora na qualidade e sustentabilidade da produção. “O programa estimula o melhoramento genético das espécies de cacau, melhora a resistência a pragas e doenças, além de capacitar o produtor em questões ambientais”, explicou.

 

Em Roraima, a produção de cacau está concentrada no município de Caroebe, especificamente na região da Vila Entre Rios, no Sul do Estado, onde foi criado o quinto pólo cacaueiro do Brasil implantado pela Ceplac, destacando 300 hectares. A iniciativa partiu do fórum da Agricultura Familiar junto com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

 

“Em Rorainópolis, São João da Baliza, São Luiz do Anauá e Caracaraí também estão sendo desenvolvidos pólos cacaueiros, elevando para 500 hectares a produção do Estado que é expandida a cada ano”, ressaltou Sousalem.

 

O titular da Seadi, Emerson Baú, reforçou a importância do Plano Inova Cacau 2030. “Roraima está iniciando nesta nova cultura no Estado. Nossas mudas e sementes ainda chegam do Pará e de Rondônia, e também enfrentamos dificuldades no manejo técnico, além da falta de informação para a evolução cacaueira. Com o plano, os produtores e técnicos agrícolas de Roraima estão evoluindo com a produção diante da pesquisa e tecnologia”, concluiu.

 

Avalie este item
(0 votos)

Depois de otimizar os serviços oferecidos no Hospital Regional Sul Ottomar de Souza Pinto, no município de Rorainópolis, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), conseguiu zerar a fila de procedimentos eletivos na especialidade de cirurgia geral. Foram 1.452 pessoas atendidas na unidade desde o início do ano.

 

A diretora do Hospital, Juliene Monauer, disse que a capacidade de atendimento na unidade aumentou e o quadro de especialistas também, sendo que hoje o centro cirúrgico conta com quatro salas, todas bem equipadas.

 

“Hoje temos condições físicas para realizar cirurgias de grande e médio portes. Diante disso, a demanda reprimida que vinha para Boa Vista já está sendo toda atendida em Rorainópolis. Hoje, o paciente que precisa de cirurgia de hérnia, vesícula e ortopedia e bucomaxilo consegue marcar o procedimento em uma semana. Não temos mais demanda reprimida de cirurgias gerais”, afirmou.

 

Ela também destacou as melhorias que estão sendo implementadas pelo Governo na unidade. "Estão em fase de instalação os equipamentos de tomografia e de mamografia. Os pacientes que necessitam de exames de alta complexidade, vão fazer na própria unidade, melhorando o fluxo de atendimento”, complementou.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, explica que além de retomar as cirurgias eletivas no Estado, a meta do Governo é proporcionar o máximo de atendimento.

 

“No que for possível, zeramos as filas. Estabelecemos e cumprimos uma meta de seis meses. No Sul do Estado elas estão zeradas e na Capital já estamos operando desde julho de 2022”, destacou.

 

 

PRIMEIRAS CIRURGIAS DE CATARATA NO SUL DE RORAIMA

 

Além de oferecer os atendimentos oftalmológicos, uma das propostas da gestão era realizar também as cirurgias de catarata aos pacientes do Sul de Roraima. O plano foi posto em prática pela Sesau na segunda-feira, dia 26, durante o Dia D do Projeto de Atenção Oftalmológica em Rorainópolis.

 

Na ocasião, foram realizadas as primeiras cirurgias de catarata por Facoemulsificação no Sul do Estado. Além da implementação do serviço, foram realizados 22 procedimentos cirúrgicos, sendo 14 pela manhã e oito na parte da tarde.

 

“Nós investimos no Sul do Estado para que essas pessoas não tenham que se deslocar e tenham acesso a um serviço de qualidade e na mesma proporção da Capital, com uma boa recuperação e no conforto do seu lar”, destacou Cecília Lorenzon.

 

Segundo a coordenadora do projeto, Cristiane Cordeiro, a intenção do projeto é oportunizar o tratamento evitando que as pessoas fiquem cegas e sejam prejudicadas na sua rotina diária.

 

“É um programa importante, porque a visão é o principal sentido que as pessoas precisam para estarem realizando suas atividades diárias. E trabalhar para reabilitar as pessoas e preparar a visão é algo fundamental para que tenham qualidade de vida e boa autoestima. Muitos pacientes saíram contentes e felizes porque já saíram do centro cirúrgico enxergando”, enfatizou.

 

 

O PROCEDIMENTO

 

A Facoemulsificação é um método moderno de cirurgia de catarata, no qual a lente interna do olho é emulsificada com uma peça de mão ultrassônica e aspirada pelo olho. Fluidos aspirados são substituídos por irrigação de solução salina equilibrada para manter a câmara anterior.

Avalie este item
(0 votos)

O dia 29 de setembro é celebrado como o Dia Mundial do Coração, data em que o setor da saúde promove medidas de prevenção das DCVs (Doenças Cardiovasculares), como o infarto do miocárdio e o acidente vascular encefálico, considerados as principais causas de morte no Brasil. O problema é comumente associado a uma série de fatores, dentre eles a hereditariedade, estresse elevado e sedentarismo.

 

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 300 mil pessoas sejam acometidas por algum tipo de DCV por ano, com destaque para os infartos e derrames. Em 30% dos casos, o paciente acaba não resistindo aos danos causados, evoluindo rapidamente ao óbito.

 

O coordenador do serviço de cardiologia do HC (Hospital das Clínicas Dr Wilson Franco Rodrigues), Leonardo Vasconcelos, explica que as DCVs são decorrentes de muitas doenças. “Então o Dia Mundial do Coração serve como um dia-símbolo de promoção para prevenir essas doenças. Elas não matam agudamente, mas trazem prejuízos para o corpo ao longo dos anos, e com isso aumenta as chances de exposição para essas enfermidades”, destacou.

 

De acordo com o especialista, os principais fatores de risco para eventos cardiovasculares são: hipertensão, diabetes, dislipidemia (níveis elevados de gordura no sangue), histórico familiar, estresse, tabagismo, obesidade, sedentarismo e doenças da tireoide. O uso de drogas ilícitas, como a cocaína, também pode levar ao infarto agudo do miocárdio.

 

“Se a gente trata essas doenças precocemente, as chances de o paciente evoluir bem, de não ter essas enfermidades, são altas. São problemas simples de tratar se os cuidados forem feitos no início”, completou.

 

INVESTIMENTOS

 

Visando melhorar os atendimentos e procedimentos voltados para o coração, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), reforçou o quantitativo de especialistas da área de cardiologia, que atualmente é de 22 médicos. 

 

A atual gestão também realizou a aquisição de equipamentos, dentre eles 12 aparelhos de anestesia com monitorização de agentes anestésicos; dois desfibriladores cardioversor, com funções adulto; 10 eletrocardiogramas; 54 monitores multiparâmetro, dois microscópios cirúrgicos, para uso em neurocirurgia no HGR; dois sistemas de cirurgias guiadas por imagens, neuronavegador e 30 desfibriladores, totalizando 114 equipamentos.

 

“O serviço de cardiologia passou por transformações nos últimos anos e conseguimos avançar no diagnóstico e tratamento, com exames de primeiro mundo. Fazemos cerca de 30 cateterismos cardíacos por mês, 15 angioplastias”, ressaltou Vasconcelos.

 

Em agosto foram iniciadas as cirurgias cardíacas de grande porte, o projeto piloto realizou 8 cirurgias e a proposta é aumentar para 16, além disso, foi estruturada uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) cardiológica com 10 leitos.

 

 

IMPORTÂNCIA DA DATA

Instituída pela Confederação Mundial do Coração (do inglês World Heart Federation), a data tem como principal marca a prestação de esclarecimentos sobre os cuidados com a saúde cardíaca, além da promoção de hábitos saudáveis, como manter uma boa alimentação e a prática de atividades físicas.

 

Todos esses cuidados são seguidos à risca pelo autônomo Giovane José Lira, de 43 anos. Ele recorreu ao serviço de ecocardiograma do HC para verificar como está o coração.

 

“Como prevenção fazemos os exames, tipo um check-up, de todo o seu sistema, como o coração, ver a pressão, fazer dieta também, se prevenir no peso, que eu acho que a maioria dos problemas cardíacos hoje é devido ao aumento de peso, uma má alimentação, falta de atividade física e também a idade”, disse.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Prestar um atendimento de qualidade para a população mais necessitada é uma das prioridades do Governo de Roraima. Por isso, a Sesau (Secretaria de Saúde) implantou o Consultório Odontológico Itinerante, unidade móvel que irá realizar atendimentos tanto na capital como no interior do Estado.

 

A ação, iniciada no mês de setembro, já resultou no atendimento de 100 pacientes.

 

“O ônibus é uma proposta anterior que foi consolidada nesta gestão. São atividades itinerantes que levamos para a população na mesma qualidade das unidades fixas, sem que as pessoas precisem se deslocar às vezes de um lugar distante. É mais um programa de saúde do Governo que está sendo implementado de forma permanente, em benefício ao público roraimense”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

Segundo a responsável técnica do consultório itinerante, Aline Amâncio, o objetivo é ofertar diversos procedimentos à população, priorizando um atendimento humanizado, e com capacidade de atender 120 pessoas por dia.

 

“A unidade comporta quatro cadeiras odontológicas, sendo que ela tem capacidade para atender diversos procedimentos como limpeza, raspagem, extração, restauração, aplicação de flúor, entre outros serviços. Conseguimos atender 120 pessoas entre manhã e tarde. E o que nós queremos priorizar é a atenção humanizada”, frisou.

 

O servidor público Celso Pires, morador do bairro Caranã, levou o filho para ser atendido no consultório odontológico, e ressaltou a qualidade do serviço.

 

“Ao entrar no ônibus a gente observa que o atendimento é de primeira qualidade, até mais do que outras clínicas particulares que pagamos e não têm uma especialização como a que tem aqui dentro. Quero parabenizar o Governo por essa iniciativa e por levar esse serviço para a gente”, destacou.

 

EQUIPE E EQUIPAMENTOS

 

Atualmente a equipe do consultório é composta por dentistas e auxiliares de saúde bucal, que realizam limpeza, raspagem, extração, restauração, aplicação de flúor, entre outros serviços.

 

Os equipamentos são os mais modernos. A estrutura possui isolamento térmico, estrutura elétrica moderna, sistema de nivelamento, estrutura hidráulica com acionamento semiautomático, climatização, rodo ar, quatro cadeiras odontológicas, acessibilidade para cadeirantes, refletor, unidade de água.

Avalie este item
(0 votos)

A Escola Estadual EMTI (de Ensino Médio Em Tempo Integral) José de Alencar, localizada no município de Rorainópolis realizou um projeto de incentivo à leitura entre seus estudantes, intitulado “Desafio Literário e o Pensamento do Jovem Contemporâneo da Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral José De Alencar”.

 

O objetivo do projeto é sensibilizar o educando na prática da leitura de obras literárias, na escrita de diversos gêneros textuais, interpretação textual, dramatização, competição individual e coletiva durante um bimestre letivo.

 

“Foram escolhidas três obras. O 1º ano ficou com a literatura roraimense, 2º e 3º anos com literatura nacional. Os alunos leem as obras e em seguida precisam produzir um gênero textual baseado no livro que é escolhido na hora a exemplo de uma das turmas que escreveram uma lenda.

 

Dentro da programação, os alunos tiveram o desafio interpretar, por meio de peças teatrais as obras que leram de autores como José Vilela, José de Alencar, e Rachel de Queiroz, além de participarem de um jogo de perguntas e respostas também baseado nas obras lidas e construir um documentário e um vídeo publicitário de incentivo a leitura.

 

 Cada atividade tem uma pontuação diferente. Para avaliar os alunos, são convidados professores formados em letras para serem os jurados. A equipe que obter as melhores notas, sagra-se campeã.

 

As equipes do 1º, 2º e 3º anos receberam como prêmio pelo seu desempenho nas provas literárias um dia de lazer no Parque Aquático Aquamak. Os alunos contemplados farão o passeio nesta sexta-feira, 30.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Escola Estadual EMTI (de Ensino Médio Em Tempo Integral) José de Alencar, localizada no município de Rorainópolis realizou um projeto de incentivo à leitura entre seus estudantes, intitulado “Desafio Literário e o Pensamento do Jovem Contemporâneo da Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral José De Alencar”.

 

O objetivo do projeto é sensibilizar o educando na prática da leitura de obras literárias, na escrita de diversos gêneros textuais, interpretação textual, dramatização, competição individual e coletiva durante um bimestre letivo.

 

“Foram escolhidas três obras. O 1º ano ficou com a literatura roraimense, 2º e 3º anos com literatura nacional. Os alunos leem as obras e em seguida precisam produzir um gênero textual baseado no livro que é escolhido na hora a exemplo de uma das turmas que escreveram uma lenda.

 

Dentro da programação, os alunos tiveram o desafio interpretar, por meio de peças teatrais as obras que leram de autores como José Vilela, José de Alencar, e Rachel de Queiroz, além de participarem de um jogo de perguntas e respostas também baseado nas obras lidas e construir um documentário e um vídeo publicitário de incentivo a leitura.

 

 Cada atividade tem uma pontuação diferente. Para avaliar os alunos, são convidados professores formados em letras para serem os jurados. A equipe que obter as melhores notas, sagra-se campeã.

 

As equipes do 1º, 2º e 3º anos receberam como prêmio pelo seu desempenho nas provas literárias um dia de lazer no Parque Aquático Aquamak. Os alunos contemplados farão o passeio nesta sexta-feira, 30.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) vai inaugurar mais uma agência descentralizada. A nova unidade está localizada no Centro de Atendimento Social (CAS) Vila Jardim na Rua James Meirelles Sobreiro Júnior, 33, Cidade Satélite.

 

A inauguração será às 9h30 desta quinta-feira, 29. A nova unidade funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

 

Serão disponibilizados serviços referentes à CNH (Carteira Nacional de Habilitação), veículos, infrações, emissão de taxas, consultas, emissão de CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos), biometria, transferência de propriedade de veículo, agendamento de vistoria, entrega de documentos, entre outros atendimentos.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, garantiu que com a nova agência, o acesso aos serviços prestados pelo órgão ficará mais fácil para a população do Cidade Satélite e bairros adjacentes.

 

“Esta é a quinta unidade que temos na capital que facilita a vida do cidadão de Boa Vista por descentralizar e aumentar o alcance do Detran. É mais comodidade para a população que precisa resolver alguma questão no órgão ou tirar dúvidas sobre o processo da CNH e outros serviços”, declarou o presidente.

 

OUTRAS UNIDADES

 

O Detran-RR agora conta com cinco agências descentralizadas em funcionamento. Confira o endereço:

 

  • Casa do Cidadão - Rua Izidio Galdino da Silva, 2.469, bairro Senador Hélio Campos. Atende de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

 

  • Shoppings Garden (bairro Caçari) e no Pátio (bairro Cauamé). Atende de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h.

 

  • Bairro Raiar do Sol - Rua Três Marias, 139. Atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Funciona em uma sala da empresa W.R. Leilões.

 

Avalie este item
(0 votos)

Seguindo com a política de valorização do servidor público, marca da atual gestão, o Governo de Roraima vai efetuar o pagamento de R$ 10 milhões referentes a retroativos de verbas rescisórias e RRA (Rendimento Recebido Acumuladamente), a professores e servidores técnicos do quadro efetivo da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

O anúncio foi feito pelo secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, na tarde desta terça-feira, 27, na sede do Sinter (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Roraima), onde foi protocolada a lista com o nome de 1.086 servidores ativos que serão contemplados.

 

Esses pagamentos são devidos desde o ano de 2007 e são valores retroativos referentes a abono de permanência, adicional de insalubridade e penosidade, salário família, verbas rescisórias sobre exoneração, indenização à gestante, licença prêmio em pecúnia, dias trabalhados, férias, e gratificação natalina.

 

“O governador Antonio Denarium vem cumprindo uma política de valorização dos servidores porque respeita e reconhece os direitos de cada um. Recentemente pagamos o quinto lote de progressões verticais. Somados todos os lotes foram mais de R$ 25 milhões em progressões. Agora mais uma dívida está sendo quitada com os profissionais da Educação, tudo isso graças ao equilíbrio econômico que o Estado alcançou”, enfatizou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

Os professores receberão valores referente ao RRA, relacionados à abono de férias, abono de faltas, abono pró-funcionário, gratificação natalina, adicionais de interiorização, qualificação e de substituição, vencimentos comissionados, GID e GIDAE, além de diferença de enquadramentos.

 

“São direitos dos servidores que por motivos diversos deixaram de ser efetivados em gestões anteriores. São demandas antigas que há muito tempo éramos cobrados diariamente no departamento. Agora, mais um débito será saldado e os servidores terão seus direitos garantidos”, destacou a diretora do Departamento de Recursos Humanos da Seed, Nilza Chaves.

 

A previsão é que o pagamento esteja na conta dos servidores na próxima terça-feira, dia 4. A listagem completa dos contemplados está disponível para consulta no Sinter.

 

 

VALORIZAÇÃO DOS SERVIDORES

 

Até o momento já foram pagos R$ 26,5 milhões em retroativos de progressões verticais para 2.051 professores. São valores devidos desde 2008.

 

Em novembro de 2021, o Governo de Roraima pagou R$ 5 milhões para 817 professores. Em março deste ano, foram pagos mais R$ 7 milhões para 278 professores. Em maio, no terceiro lote, foram mais R$ 4,9 milhões beneficiando 418 docentes.

 

Em julho, foram beneficiados mais 231 professores com o pagamento de R$ 4 milhões em progressões. E em agosto, o quinto lote de R$ 5,5 milhões contemplou 307 professores.

 

REAJUSTE

 

Além disso, no pagamento do mês de março de 2022, os professores e os demais servidores do Estado foram contemplados com um reajuste linear de 11%, o maior da história de Roraima. O reajuste salarial não ocorria desde 2016.

 

Com diálogo sempre aberto junto à categoria dos professores, além do reajuste salarial de 11%, o governador Denarium autorizou a criação de um Projeto de Lei para adequação do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remunerações) dos professores em um percentual de 10%, que somados ao reajuste de 11% totalizaram 21% de acréscimo para a categoria.

 

ABONO PECUNIÁRIO

 

Em dezembro de 2021, todos os servidores da educação (professores, servidores administrativos, porteiros, merendeiros) foram contemplados com um abono pecuniário no valor de R$ 6 mil.

 

Além disso, no mesmo ano, foi pago R$ 600 mil em retroativos para 46 servidores aposentados e R$ 960 mil em verbas rescisórias para 235 servidores.

 

Avalie este item
(0 votos)

A população agora tem dois ambientes totalmente revitalizados pelo Governo do Estado. Na noite desta terça-feira, dia 27, foram entregues revitalizadas a Praça Interativa José Renato Hadad, conhecida popularmente como Praça das Fontes, e a piscina olímpica, localizadas no complexo de esporte e lazer do Ginásio Totozão.

 

Desativada há dez anos, a Praça das Fontes passou por completa revitalização, e agora conta com iluminação em LED composta por 280 refletores que mudam de cor e com uma estrutura totalmente modernizada, incluindo mesa de controle para garantir a utilização segura do espaço.

 

“É um momento de felicidade ver entregar hoje esse trabalho do Governo de Roraima no parque interativo. É uma alegria ver esse momento de resgate da nossa juventude, de pessoas que desfrutaram desse espaço e hoje são pais e mães que vão trazer suas famílias. E esse é só o pontapé inicial de muitas obras que serão inauguradas aqui no Parque Anauá que contemplam a inclusão de pessoas com deficiência”, ressaltou a Secretária de Promoção, Desenvolvimento e Inclusão Social, Simone Denarium. 

 

O espaço é administrado pela secretaria de educação e desporto. Segundo o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, será feito um cronograma para que a população possa usufruir do espaço tendo mais uma opção de lazer e descontração.

 

“O mérito é do Governo do Estado que sempre executou obras e ações que garantem o bem-estar da população roraimense. Enquanto equipe, nós temos feito o melhor e seguido as orientações para que esse trabalho seja efetivo e benéfico para o Estado. Por isso agradecemos e felicitamos a todos pela inauguração do nosso parque interativo”, ressaltou o secretário.

 

O PARQUE

 

O local tem 10 mil metros quadrados, onde foram colocados três mil metros de grama, nova grade, nova pintura, as bombas injetoras foram substituídas, também foram implantados inversores de frequência para as águas se movimentarem e substituição da pavimentação molhada.

 

De acordo com o titular da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Emerson de Paula, a ação faz parte do programa “Aqui Tem Obra”, que visa recuperar os prédios públicos do Estado. Foram investidos cerca de R$ 5 milhões com recursos próprios do Governo para garantir a revitalização total da praça e da piscina olímpica.

 

“Hoje é uma data especial, pois estamos entregando essa praça que estava desativada e a piscina, que não estava sendo usada. Graças ao apoio e preocupação do Governo, foram destinados recursos para a revitalização desse espaço, e hoje temos o prazer de entregar uma etapa do trabalho no Parque Anauá que inclusive vai receber outras obras para a população”, enfatizou.

 

População agradece pela recuperação do espaço público

 

Foi com muita emoção que centenas de pessoas acompanharam a entrega da Praça nesta terça-feira, 26, e muitos aproveitaram para se refrescar. A autônoma Carmina Matias, 41 anos, trouxe a filha para conhecer a praça em que ela também aproveitou no passado. 

 

“É maravilhoso estar aqui depois de anos. Só tenho a agradecer ao Governo por resgatar essa praça linda principalmente nesse verão, então só tenho a elogiar essa iniciativa”, disse.

 

A professora Laiane Abreu, 30 anos, também compareceu e matou a saudade dos tempos de criança. “Achei muito bacana essa iniciativa e quero dizer que a gestão está de parabéns, pois era muito necessário ter esse espaço de volta, principalmente para as crianças”, agradeceu.

 

A advogada Valessa Tabosa, 37 anos, não perdeu tempo. Compareceu e acompanhou tudo de perto.  “Foi uma excelente iniciativa do Governo em restaurar esse local maravilhoso e resgatar memórias como as que vivemos aqui. Na minha época eu aproveitei muito essa praça, e hoje estou trazendo a minha filha para aproveitar também. É uma maravilha”, ressaltou.

 

Os filhos de José Renato Hadad, que dá nome à praça, também se emocionaram.

 

“É uma satisfação ver o reconhecimento ao nome do meu pai e principalmente de ver a população tendo o benefício de usufruir desse espaço tão maravilhoso”,  salientou Marco Antonio Bartholomew de Oliveira Hadad.

 

“Eu não tenho palavras para agradecer a homenagem que foi feita ao meu pai e hoje ver esse espaço funcionando novamente me deixa muito emocionada”, acrescentou Julia de Oliveira Hadad.

 

REFORMA DO PARQUE ANAUÁ E DO TOTOZÃO

 

A reforma do Parque Anauá conta com emenda do deputado federal Jhonatan de Jesus, com investimento no valor de R$ 14 milhões, e é dividida em duas etapas.

 

A primeira etapa da obra do complexo poliesportivo do Parque Anauá foi concluída. O projeto compreende uma lanchonete, duas quadras poliesportivas cobertas, um campo de futebol society, uma pista pavimentada para cooper, um relógio solar em granito, além da urbanização do local.

 

A segunda etapa contempla um campo de futebol gramado com sistema de irrigação e drenagem, reforma da escola de música e construção de um novo museu. Além disso, serão construídas quadras de vôlei e de tênis, pista de atletismo e kartódromos no Ginásio Totozão.

 

“O nosso objetivo é atender a preocupação do Governo do Estado e tornar o Parque Anauá o primeiro inclusivo do Brasil”, acrescentou o titular da Seinf, Emerson de Paula.

Avalie este item
(0 votos)

A comunidade escolar do bairro Pintolândia, em Boa Vista, está em festa com a revitalização e entrega da Escola Estadual Maria Raimunda Mota de Andrade foi entregue na tarde desta terça-feira, 27. A instituição estava funcionando em formato remoto há três anos, por conta da pandemia de Covid-19.

 

Devido à estrutura e mobiliários antigos, a escola precisou passar por uma manutenção intensiva para melhor acolhimento e ensino aos alunos.

 

Francisca Gomes é avó de Jó Emanuel de 12 anos, um aluno autista, muito atuante na escola. Ele não vê a hora de voltar para a escola e a avó mais ainda, porque agora tem um lugar adequado para levar o filho para aprender.

 

“Eu estou achando a escola muito linda. Conheço o lugar há muitos anos e acompanhei essa transformação feita pelo Governo. Agora tem mobília nova, central de ar, janela de vidro, um refeitório muito lindo. Estou muito feliz porque meu neto também vai ficar muito feliz em estudar aqui”, disse Francisca.

 

CARA NOVA

 

A escola foi criada em fevereiro de 2000 e a última manutenção na unidade de ensino ocorreu em 2015. Desta vez, a escola recebeu revitalização total incluindo a parte elétrica, hidráulica e pintura. O investimento é do Tesouro Estadual e na ordem de R$ 1.871.378,48.

 

Entre os mobiliários novos que a escola recebeu estão 250 carteiras escolares, 15 kits refeitório, 30 armários, 20 centrais de ar, 20 cadeiras para professor, além de freezer, geladeira, dois bebedouros, fogão, utensílios para copa e cozinha, 15 quadros brancos, uma smart TV e um projetor.

 

A Escola Vovó Mundica, como é conhecida pela comunidade escolar, atende a 578 estudantes no Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e conta com 32 professores. As aulas iniciam em formato presencial, nesta quarta-feira, 28.

 

Investimentos da gestão na recuperação de prédios escolares

 

O Governo de Roraima vem investindo na reestruturação de prédios escolares. Até o momento, já foram reinauguradas 38 escolas em todo o Estado, entregues revitalizadas e mobiliadas.

 

Na Capital, das 17 escolas que passam por manutenção, dez já foram entregues para a comunidade escolar.

 

O investimento com a revitalização é de R$ 9 milhões do Tesouro Estadual, beneficiando mais de 6.800 estudantes com ambientes revitalizados, equipados e propícios para o desenvolvimento do processo educacional.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) entregou ao TRE-RR (Tribunal Regional Eleitoral de Roraima) a lista com a relação de 174 reeducandos aptos a votar em Roraima neste domingo, 2 de outubro, nas eleições de 2022.

 

As regras para a instalação das urnas nas unidades prisionais foram definidas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). De acordo com a Sejuc, seria possível abrir uma sessão eleitoral somente com 20 ou mais eleitores.

 

Conforme o secretário da pasta, André Fernandes, são 144 reeducandos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo e 30 da Cadeia Pública Masculina de Boa Vista. As demais unidades tiveram número de interessados abaixo do estabelecido.

 

“Nós fomos dentro das unidades, selecionamos todos os presos provisórios e perguntamos quem gostaria de votar. Aqueles que manifestaram interesse vão ter o direito de exercer o voto”, afirmou.

 

O protocolo segue os critérios baseados no artigo 15º da Constituição Federal de 1988, onde diz que é vedada a cassação de direitos políticos de qualquer cidadão, salvas as exceções dos casos de cancelamento da naturalização por sentença transitada em julgado; condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos; incapacidade civil absoluta e improbidade administrativa.

 

SEGURANÇA E LOGÍSTICA

 

A previsão de início para a votação segue conforme o horário já definido pelo TRE-RR, que, considerando o horário de Brasília, ocorrerá das 7h às 16h em Roraima. No dia do pleito, a Sejuc deverá montar uma força tarefa de segurança para garantir a tranquilidade na votação.

 

“Vamos ter um sistema especial de segurança com vários agentes reforçando o transporte das urnas. Inclusive, nós vamos recebê-las do TRE com antecedência e teremos um esquema de segurança para levá-las até às unidades, recolhê-las e entregá-las ao tribunal no dia”, revelou.

 

Avalie este item
(0 votos)

Como previsto no cronograma, os gabaritos oficiais e preliminares das provas objetivas do concurso da PCRR (Polícia Civil de Roraima) que foram aplicadas nos dias 24 e 25 de setembro de 2022 estão disponíveis no site da Fundação Vunesp.

 

O diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, lembrou que os candidatos que fizeram as provas para os cargos de delegado, perito criminal e agente de polícia já podem interpor recurso contra o gabarito.

 

“Esse recurso pode ser feito também pelo site da Vunesp, das 8h de quarta [28 de setembro] até exatamente 23h59 de sexta-feira [30 de setembro]. Lembrando que é no horário de Brasília”, alertou Santana.

 

PRÓXIMAS PROVAS

 

O concurso para o provimento de vagas na PCRR segue com novas provas previstas para novembro deste ano.

 

Na manhã do dia 5 de novembro (sábado), serão aplicados exames de caráter objetivo e discursivo para os candidatos aos cargos de médico-legista, odontolegista e perito criminal. Ainda neste dia, pelo período da tarde, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de perito papiloscopista.

 

No dia 6 de novembro (domingo), será aplicada a prova objetiva para os concorrentes às vagas de auxiliar de necrópsia no período da manhã. Já na tarde do dia 6 de novembro, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de escrivão.

Avalie este item
(0 votos)

A CET-RR (Central Estadual de Transplantes de Roraima) iniciou nesta segunda-feira, 26, um ciclo de palestras para sensibilizar a população sobre a importância da doação de órgãos e de como os profissionais da medicina podem agir em situações de morte encefálica. A iniciativa faz parte da programação do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), alusiva à campanha do Setembro Verde.

 

Nesta terça-feira, 27, haverá uma palestra sobre o tema no Centro Universitário Estácio da Amazônia, a partir das 19h, no auditório da instituição, que fica localizada na rua Jornalista Humberto Silva, 308, bairro União. O evento é aberto ao público.

 

A primeira discussão com a comunidade acadêmica foi promovida na UFRR (Universidade Federal de Roraima) na segunda-feira.

 

De acordo com a coordenadora da CET-RR, Patrícia Renovato, o ciclo está sendo voltado para a comunidade acadêmica e profissionais da área de medicina.

 

“A CET optou por estar realizando essas palestras com os alunos do 5º e 6º ano de medicina por estarem em estágio nas unidades hospitalares. A intenção [da atividade] é que eles tenham o conhecimento do que é a morte encefálica, para estarem atuando da forma correta diante desse tipo de situação”, afirmou.

 

Cursando o quinto ano de medicina da UFRR, Leonardo Aguiar, de 24 anos, aproveitou a palestra para tirar dúvidas e destacar alguns pontos interessantes que serão relevantes para a sua vida profissional. “Os direitos da família e do paciente devem ser respeitados, e essa parte o curso está abordando muito bem pois estão nos ajudando a ter essa noção sobre como se comportar frente a essa situação”, destacou.

 

A programação sobre o Setembro Verde será encerrada nesta sexta-feira, 30, às 17h, com uma panfletagem na Orla Taumanan, no Centro de Boa Vista. A iniciativa é da Astras (Associação de Transplantados e Amigos de Roraima), tendo o HGR como entidade apoiadora.

 

SOBRE A CET-RR

 

Inaugurada no Estado em 2015, a Central Estadual de Transplantes de Roraima está conectada aos CETs de todo o país. Como o Estado não realiza as cirurgias de transplantes, a unidade funciona como unidade de captação de possíveis doadores, a partir da autorização dos familiares.

 

Com o consentimento da família, uma equipe cirúrgica de outro estado vem ao Estado para fazer a captação no Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento.  Os órgãos são ofertados na Central Nacional, para que um receptor seja beneficiado.

 

Em 2018, foi efetuada a primeira captação de órgãos no Estado e outras cinco captações foram realizadas ao longo de quatro anos.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sefaz (Secretaria da Fazenda), antecipou para esta
quarta-feira, dia 28, o pagamento do salário dos servidores estaduais, das
administrações direta e indireta, referente ao mês de setembro. Com a medida, serão
injetados pouco mais de R$ 236 milhões na economia local.

De acordo com o calendário instituído pelo Governo no início do ano, o pagamento do
salário estava marcado para ser feito no dia 29, próxima quinta-feira. A antecipação foi
anunciada pelo governador Antonio Denarium na segunda-feira, dia 26.

O secretário adjunto da Fazenda, Manoel Sueide Freitas, destacou que o pagamento
dos servidores em dia tem sido uma política da atual gestão, como forma de valorizar
quem faz a máquina do Estado funcionar.

“Com uma gestão séria e eficiente, o Governo conseguiu tirar o Estado do caos
financeiro que encontrou em 2018 e equilibrar todas as contas públicas, sanando dívidas
de gestões anteriores, pagando em dia os fornecedores, fazendo os repasses
constitucionais rigorosamente em dia e pagando o salário dos servidores dentro do mês
trabalhado, coisa que não acontecia em outras gestões”, pontuou o secretário.

O secretário adjunto do Tesouro, Valdeildo Paiva de Menezes, informou que a equipe da
Segad [Secretaria de Gestão e Administração] está finalizando o fechamento da Folha
de Pagamento, e ainda nesta terça-feira, dia 27, será encaminhada para o banco.

“Nossas equipes da Segad e da Sefaz iniciaram os trabalhos para garantir que o
pagamento esteja creditado na conta de todos os servidores no início da manhã desta
quarta-feira”, complementou.

 
Avalie este item
(0 votos)

A 44ª Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa terá início no próximo sábado, 1º, e se encerrará no dia 31 de outubro. O Governo do Estado, por meio da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), já mobilizou todos os técnicos, lojistas e produtores rurais para realizar o trabalho de imunização do rebanho roraimense. A meta é vacinar cerca de 450 mil animais de zero a 24 meses.

 

 

Os produtores devem ficar atentos para a atualização dos dados cadastrais. A retirada da vacina está prevista para o final de 2023, prazo que ainda será confirmado pelos integrantes do Bloco 2, composto por Roraima, Amazonas, Amapá e Pará.

 

 

Com a retirada da cadeia produtiva da carne bovina desses Estados, haverá vários benefícios, como a diminuição de custos, possibilidade de novos mercados, trabalho e desgaste no manejo dos animais.

 

“Em contrapartida aumentará também a responsabilidade de todos os envolvidos a fim de reforçar os cuidados com o rebanho, que precisa estar sempre sendo monitorado em ações constantes de prevenção”, explicou a diretora de Defesa Animal da Aderr, Erika Paracat.

 

A retirada da vacinação também vai proporcionar maior lucratividade para o produtor rural do Estado, além de ratificar a Defesa sanitária de Roraima como capaz de manter o status de área livre de febre aftosa sem vacinação.

 

Rebanho de bois e búfalos em Roraima ultrapassa 1 milhão de cabeças

 

Roraima chega a 1.000.879 (um milhão oitocentos e setenta e nove) animais entre bovinos e bubalinos. Os números vêm aumentando nos dois últimos anos, reflexo direto das ações que vêm sendo implantadas pelo Governo de Roraima.

 

A retirada da vacina vai possibilitar a abertura do mercado de carnes no chamado “circuito não aftósico”, onde a exportação chega à casa dos bilhões de Reais.

 

“Nosso rebanho cresceu, o que é muito importante para a economia de Roraima. Vamos realizar mais uma campanha para reforçar a luta contra a febre aftosa. Precisamos do envolvimento de todos, desde o produtor rural, comerciantes e técnicos da Aderr, para continuarmos com uma alta cobertura vacinal e conquistarmos nosso objetivo maior, que é consolidar cada vez mais nossa área como livre da doença por meio da vacinação e assegurar a sanidade desses animais”, enfatizou o governador Antonio Denarium.

 

NOTIFICAÇÃO

 

O produtor tem até o dia 15 de novembro para fazer a notificação de vacinação junto à Aderr. Para isso, basta apresentar as notas fiscais da vacina e os dados do rebanho, que inclui sexo e idade dos animais. “Mas a partir do momento que vacinar, o produtor já pode fazer a declaração, não deixando para a última hora,” ressaltou o presidente da Aderr, Marcelo Parisi.

 

Ele lembrou que é importante o produtor rural preparar seus animais para receber a vacinação e ficar atento para a atualização dos dados cadastrais.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Única unidade de captação de sangue do Estado, o Hemoraima completou 30 anos de fundação no dia 24 de setembro. Responsável por atender às demandas da rede hospitalar pública e privada de Roraima, o trabalho realizado pelo centro resulta no resguardo de várias vidas.

 

De janeiro até o dia 23 de setembro deste ano, o Hemocentro alcançou a marca de 12.223 mil doadores, além de 352 doadores de medula óssea. Para a direção do órgão, estes são números considerados positivos, pois a unidade vem retomando a rotina de trabalho que havia sido impactada pela pandemia da covid-19.

 

“A nossa comemoração de 30 anos foi no último sábado, 24, através de campanhas extraordinárias em parceria com a Unama [Universidade da Amazônia] e Moto Clube Insano, além da realização de palestras na Ceterr”, destacou a diretora da unidade, Patrícia Veríssimo.

 

De acordo com Patrícia, o Hemoraima é responsável pelo processamento e distribuição de sangue em todo o Estado para a realização de procedimentos hemoterápicos, o que, além da captação, torna a unidade também uma referência no tratamento de pacientes com doenças do sangue.

 

Para atender e acolher os doadores e pacientes hematológicos, a unidade dispõe de 130 funcionários que estão distribuídos entre setores de captação, coleta de sangue, Redome (Registro de Doadores de Medula), triagem hematológica e clínica.

 

“Frisamos a importância do nosso Hemocentro, que é sempre acionado quando há a necessidade de atender pacientes com doenças hematológicas. E também aqueles que precisam fazer cirurgias, sejam eletivas ou de emergência”, ressaltou a diretora.

 

Por incentivo do irmão, Tony Pan resolveu doar sangue pela primeira vez. Ele ressalta que tal gesto ajuda a salvar muitas vidas.

 

“Sempre tive vontade de doar mas nunca conseguia. Então como hoje meu irmão veio doar, vim junto com ele. Acho importante incentivar a doação, porque pode fazer a diferença na vida de alguém”, completou.

 

QUEM PODE DOAR

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo dez minutos.

 

“Você que já é doador de sangue e está em tempo de doar novamente, ou você que não é doador de sangue, mas sente a vontade de se tornar um, venha até o Hemoraima, pois todos os nossos estoques estão baixos, e a importância disso é que você estará fazendo o bem e salvando vidas”, completou.

 

ENDEREÇO

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima zerou, nesta segunda-feira, 26, a fila de espera por cirurgias de cataratas no município de Rorainópolis. Foram realizados 23 procedimentos cirúrgicos, sendo 15 pela manhã e oito na parte da tarde.

 

O atendimento aos pacientes que aguardavam as cirurgias ocorreu durante todo o dia, no Centro Estadual de Especialidades Médicas, no Hospital Ottomar de Souza Pinto.

 

Somente esse ano de 2022, o número de pacientes atendidos na especialidade ultrapassou as 1.720 intervenções. Desde que foram retomadas, no mês de março até setembro, o Estado realizou em média 240 atendimentos.

 

A iniciativa é um compromisso e realização do Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde) em zerar as filas e acabar com as internações nas unidades de saúde do Estado.

 

“O Governo zerou a fila das cirurgias em Rorainópolis em um esforço um de diminuir filas e internações investindo ainda nos exames e consultas para a população”, disse o governador Antonio Denarium.

 

CATARATA

 

A característica mais comum da doença ocorre lentamente ao longo dos anos. Entre os sintomas, é possível destacar a visão embaçada, como se a pessoa estivesse olhando por um vidro opaco.

 

Outro ponto importante a ser destacado é a interferência nas atividades normais do indivíduo, o cristalino embaçado pode ser substituído por lentes artificiais transparentes. Segundo os especialistas este geralmente é um procedimento ambulatorial seguro.

 

De acordo com a médica oftalmológica, Cristiane Cordeiro, a Catarata se apresenta nas pessoas com o envelhecimento. “A catarata é uma doença decorrente principalmente do envelhecimento. Todos aqueles que viverem bastante serão acometidos por essa doença, e o quanto antes puderem operar e corrigida, melhor para o paciente”, explicou.

 

Ainda de acordo com Cristiane, a intenção do projeto é oportunizar o tratamento evitando que as pessoas fiquem cegas e sejam prejudicadas na sua rotina diária.

 

“É um programa importante, porque a visão é o principal sentido que as pessoas precisam para estarem realizando suas atividades diárias. E trabalhar para reabilitar as pessoas e preparar a visão é algo fundamental para que tenham qualidade de vida e boa autoestima. Muitos pacientes saíram contentes e felizes porque já saíram do centro cirúrgico enxergando”, enfatizou.

Avalie este item
(0 votos)

A comitiva de saúde da RAMI (Rede de Atenção Materno Infantil) visitou Pacaraima, município da região Norte de Roraima, para definir ações estratégicas na implantação do projeto nas unidades do Estado.

 

Realizada no último dia 22, a comitiva é formada pela Sesau (Secretaria de Saúde), Hospital Israelita Albert Einstein, Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena).

 

“O objetivo dessa visita é elaborar um planejamento estratégico para a implementação da Rede de Atenção Materno Infantil no estado, para garantir o pré-natal e parto seguro, levando em consideração a população indígena e Venezuela”, afirmou a coordenadora geral da Atenção Básica da Sesau, Helena Castelo Branco.

 

A RAMI assume essas ações que antes pertenciam a Rede Cegonha, uma estratégia do MS (Ministério da Saúde) que trabalha uma cadeia de cuidados para gestantes e puérperas.

 

De forma mais estruturada, a iniciativa garante às mulheres uma série de benefícios, dentre eles o direito ao planejamento familiar, à atenção segura, qualificada e humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

 

As primeiras ações do RAMI foram realizadas no dia 14, com a realização de oficinas para conselheiros de saúde, gestores e profissionais que atuam em unidades de saúde dos municípios e do Estado.

 

Além da Sesau, Albert Einstein, Fiocruz e Sesai, a comitiva também conta com as presenças do CES-RR (Conselho Estadual de Saúde de Roraima), ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), UNFPA (Fundação da População das Nações Unidas) e Operação Acolhida.

 

“Após diálogo com os gestores do município e corpo técnico da secretaria municipal de saúde, nós acolhemos as demandas e voltamos com a missão de elaborar um planejamento estratégico para enfrentar as dificuldades que foram mostradas”, pontuou Helena.

 

Avalie este item
(0 votos)

Reforçando as atividades desenvolvidas pela rede estadual de saúde, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), deu início nesta segunda-feira, 26, ao repasse de computadores para unidades do interior do Estado.

 

Os primeiros contemplados com a iniciativa foram os municípios de Mucajaí e Iracema. Os equipamentos foram adquiridos por meio de recurso do próprio Governo do Estado, com a junção de emendas parlamentares.

 

“É uma iniciativa que nos enche de orgulho, pois é mais um compromisso que o Governo cumpre em prol da população. Esses equipamentos vão ajudar a dinamizar os serviços que são realizados pela saúde, através da Sesau”, destacou a coordenadora geral de Urgência e Emergência da pasta, Adélia Bonfim.

 

Para esta terça-feira, 27, serão entregues equipamentos para o município de Caracaraí, e os municípios do Sul do Estado serão atendidos até o fim da semana.

 

“Vale destacar que além de computadores, a Sesau também está fazendo a entrega de nobreaks para algumas unidades e toda a instalação desses equipamentos está sendo feita pelo nosso DTI [Departamento de Tecnologia da Informação]”, completou a coordenadora da CGUE.

 

CONFIRA A LISTA DE UNIDADES CONTEMPLADAS:

 

- Hospital Estadual Vereador José Guedes Catão (Mucajaí)

Quantitativo: quatro computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 26 de setembro;

 

- Unidade Mista Irmã Camila (Iracema)

Quantitativo: dez computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 26 de setembro;

 

- Hospital de Caracaraí Irmã Aquilina (Caracaraí)

Quantitativo: três computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 27 de setembro;

 

- Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto (Rorainópolis)

Quantitativo: 28 computadores e quatro nobreaks

Previsão de Entrega e Instalação: 28 de setembro;

 

- Hospital Francisco Ricardo Macêdo (São Luiz)

Quantitativo: sete computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 29 de setembro;

 

- Unidade Mista de São João da Baliza (São João da Baliza)

Quantitativo: seis computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 29 e 30 de setembro;

 

- Unidade Mista de Caroebe (Caroebe)

Quantitativo: dois computadores

Previsão de Entrega e Instalação: 30 de setembro;

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), reforça a oferta de serviços de saúde para usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) que residem tanto na capital quanto nos municípios do interior e áreas indígenas do Estado.

 

Graças a ações da Saúde Itinerante, na sexta-feira, 23, a população do município de Mucajaí teve a oportunidade de acessar, de forma direta, serviços de oftalmologia e cardiologia.

 

“Foram cerca de 240 atendimentos realizados no decorrer do dia, reafirmando o compromisso do Governo do Estado de estar cada vez mais próximo da população”, destacou o coordenador do DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante) da Sesau, Rafael Sena.

 

DSEI LESTE

 

Na sexta-feira, além de Mucajaí, a equipe da Saúde Itinerante atendeu ainda o público da Casai (Casa de Apoio à Saúde Indígena) do Dsei Leste (Distrito Sanitário Especial Indígena do Leste), levando serviços para indígenas graças a uma parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

 

Na ocasião, foram oferecidas as especialidades de ginecológico e pediátrico, resultando assim em mais 200 atendimentos.

 

"Agradecemos a esta parceria da Sesau, que foi de suma importância os atendimentos aos nossos povos indígenas que se encontram internados aguardando consultas e retorno para as suas comunidades”, enfatizou a enfermeira da coordenação da Casai Leste, Nonata de Souza.

 

Avalie este item
(0 votos)

A equipe do Censo Escolar 2022 da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) iniciou uma nova etapa no sistema EducaCenso. A coleta de dados encerrou em agosto, agora as escolas têm até o dia 18 de outubro para conferir, confirmar e retificar dados junto ao sistema.

 

Esta é a última oportunidade para realizar alterações nos dados declarados. 

 

“Chamamos a atenção de todos os atores envolvidos no Censo Escolar da Educação Básica. Neste período, devemos estar atentos para verificar se todas as informações conferem ou se precisa retificar alguma informação. A equipe da Coordenação Estadual, está na Seed à disposição dos profissionais que precisarem de qualquer orientação”, salientou a coordenadora do censo escolar, Rosalete Saldanha.

 

Neste período, as escolas também podem complementar informações que não tenham conseguido declarar no período de coleta, desde que estes dados sejam referentes ao censo de 2022.

 

DATA DE REFERÊNCIA

 

De acordo com a Portaria nº 264 de 26 de março de 2007, a última quarta-feira do mês de maio é sinalizada como a data de referência do Censo Escolar. Logo, para o ano de 2022, esta data é o dia 25 de maio. Todas as informações declaradas ao sistema EducaCenso devem retratar as informações baseando-se nesta data.

 

CENSO ESCOLAR

 

A maior pesquisa educacional do Brasil começou no dia 25 de maio e finalizou o período de coleta no dia 1º de agosto. Em Roraima, 100% das Escolas finalizaram o censo antes do encerramento do prazo.

 

O Censo é coordenado nacionalmente pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação, com a participação de escolas públicas e privadas.

 

Em 2021, o Estado de Roraima registrou a matrícula de 77.313 estudantes em 346 escolas.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Caer (Companhia de Águas e Esgoto de Roraima) inicia, nesta terça-feira, 27, a construção do sistema de água do bairro Pedra Pintada, zona leste da capital.

 

 

O investimento é de R$ 8 milhões e vai beneficiar mais de 14 mil pessoas que moram no Pedra Pintada e no Said Salomão.

 

 

O novo sistema inclui a perfuração de dois poços tubulares profundos, uma estação de tratamento de água, um reservatório elevado de 300 m³, um reservatório apoiado de 600 m³, além de uma subestação aérea trifásica e uma casa de química, que serão instaladas no terreno onde ficará o CRD (Centro de Reservação e Distribuição), na RR-321.

 

 

Ao todo, serão implantados 21 mil metros de rede de distribuição de água, sendo, uma rede adutora de água bruta com tubulação de 100mm e uma rede adutora de água tratada com tubulação de 150mm.

 

 

Conforme o presidente da Caer, James Serrador, no local também será construída uma unidade de atendimento para facilitar o acesso da população aos serviços da companhia.

 

 

“A gestão tem se empenhado em melhorar a qualidade de vida de toda a população, tanto na capital, como no interior. E esta é mais uma obra do Programa Água Para Todos que segue o cronograma de planejamento do Governo de Roraima para universalizar o acesso à água em Roraima”, destacou.

 

 

Estão em andamento, as obras do sistema de abastecimento de água do João de Barro, na Cooperativa dos Carvoeiros de Roraima, e do bairro bairro Senador Hélio Campos.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio do Departamento de Políticas de Saúde Mental da Sesau (Secretaria de Saúde), promoveu no domingo, 25, um passeio ciclístico em alusão ao mês de sensibilização e cuidados sobre a saúde mental e prevenção do suicídio, o Setembro Amarelo.

 

O evento contou com a participação de mais de 300 ciclistas, que se concentraram na Praça Fábio Paracat. O percurso do grupo percorreu a Praça das Águas, em frente ao Portal do Milênio e passou pelo Parque Anauá.

 

O passeio foi realizado graças à parceria do CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Edna Macellaro Marques de Souza), CAPS-AD III (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III), Núcleo de Educação Permanente do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima).

 

“O evento foi lindo, muitas famílias participaram, crianças e tudo com muita organização e segurança. Ações como essas, além de promoverem a saúde mental, também são incentivo à população para que adotem hábitos saudáveis e pratique exercícios físicos”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

O diretor geral do CAPS III, Maurício Caldart, destacou que o passeio ciclístico foi um sucesso graças a união de todos em prol de uma saúde melhor.

 

“O passeio foi tranquilo e o sol ajudou no nosso percurso. Quero agradecer à presença de todos que nos ajudaram para a realização desse momento de lazer e consciência coletiva. Essa socialização serve também para quebrar aquele ciclo vicioso do celular, da televisão, falta de convívio familiar, e é uma oportunidade de resgatar aquela pessoa que apresenta os primeiros sinais de depressão”, declarou.

 

Quem participou do evento foi a servidora Cecília Magalhães, de 33 anos. Ela destacou que eventos como esses consegue integrar pessoas de todas as idades.

 

“O passeio foi muito bacana, e o melhor é que consegue incluir crianças, jovens e adultos em um só lugar. Todos em busca de uma saúde mental melhor”, afirmou.

Avalie este item
(0 votos)

Investir em medidas que visem melhorar a atenção em saúde dos pacientes sempre foi uma prioridade para o Governo de Roraima. Essa preocupação pode ser sentida principalmente no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), considerada a unidade hospitalar mais importante do Estado.

 

Graças à implantação de recreações terapêuticas, o tempo de internação de pacientes tem reduzido consideravelmente. A novidade tem sido executada pela equipe de enfermagem na unidade desde 2020, minimizando os efeitos da ansiedade.

 

A recreação terapêutica é entendida como um elemento facilitador e humanizado no processo de recuperação do paciente internado, conciliando a diversão e a terapia com atividades e dinâmicas de acordo com a necessidade de cada pessoa, o que faz com que a passagem pelo hospital seja menos traumática.

 

“Por visitar os pacientes diariamente, a enfermagem sentiu a necessidade de dar uma acolhida melhor para estas pessoas. Foi então que pensamos em ocupar o tempo deles com atividades manuais como os crochês e pinturas de várias formas”, destacou a diretora de enfermagem do HGR, Joelma Rebouças.

 

As atividades atuam diretamente na condição mental, auxiliando na comunicação dos pacientes, tornando o tempo de passagem pelo hospital menos traumático.

 

Técnica em enfermagem do HGR, Antônia Monteiro ressalta a relevância da recreação terapêutica para o fortalecimento dos aspectos de humanização aos pacientes.

 

“Muitos pacientes da cardiologia e da oncologia ficavam deitados e cobertos sem conversar com ninguém. Então eu oferecia desenhos e lápis de cores para eles aguardarem os procedimentos com mais tranquilidade”, relatou.

 

A idealização da iniciativa da equipe de enfermagem ganhou força através da doação e voluntariado de alguns acompanhantes, que viram o resultado das atividades recreativas e se empolgaram com a evolução dos pacientes durante a internação.

 

“Para nós da coordenação de enfermagem, tanto para mim como para a Joelma, tem sido muito gratificante ver o sorriso de cada um deles quando eu entrego os desenhos e alguns lápis de cores. Isso tem sido uma felicidade enorme para mim, porque acabo ajudando-os no restabelecimento [da saúde] e com a ida deles mais rápido para casa”, salientou Antônia.

 

Internada por causa do câncer no intestino, Maria José Lima, de 49 anos, revelou que as atividades têm melhorado sua qualidade de vida.

 

“No primeiro dia que eu pintei, foi tão maravilhoso que cansei e dormi a noite todinha. Eu gostei porque eu consegui descansar, que era algo que não conseguia antes, pela ansiedade. Foi bom demais e todos os desenhos foram muito bem-vindos. Foi uma terapia para mim, pelo menos não fico pensando na doença”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

A final do Torneio de Badminton ocorreu na tarde deste domingo, 25, no Estádio Canarinho, com entrega de medalhas e seleção dos atletas que representarão Roraima nos JEBS (Jogos Escolares Brasileiros), organizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar), que serão realizados de 31 de outubro a 15 de novembro, no Rio de Janeiro.

Uma realização do Governo de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), o 1º Torneio de Badminton começou na sexta-feira, dia 23, e envolveu estudantes de nove escolas estaduais, com idades entre 12 a 14 anos.

O Badminton é uma modalidade nova em Roraima e o objetivo é fomentar cada vez mais o esporte em todas as suas vertentes.

O coordenador da 1ª Seletiva de Badminton e presidente da recém-criada Federação Roraimense de Badminton, Raimundo Morais, explicou que o torneio contou com alunos atletas de Boa Vista, Caracaraí e Bonfim.

“É a primeira vez que abrimos inscrições para esta modalidade e se inscreveram 18 atletas, no masculino, e 20 no feminino. Os quatro atletas selecionados em primeiro e segundo lugar, tanto do masculino como do feminino, vão representar Roraima nos Jogos Escolares Brasileiros. Criamos a Federação de Bedminton e vamos colocar subsedes nos municípios para desenvolver a modalidade, não só escolar, mas para toda a comunidade”.

 

Alunos selecionados para representar Roraima nos JEBS no Rio de Janeiro

 

A aluna do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Monteiro Lobato, Ana Lívia de Andrade, 14 anos, segunda colocada, disse que descobriu o esporte há pouco tempo, antes participava do voleibol, mas está confiante em fazer uma boa participação na maior competição escolar do Brasil. 

“Treino exatamente há duas semanas. É uma emoção enorme, porque não imaginava que ia chegar até a final. Então, estou feliz porque já tive oportunidade de vôlei, mas não consegui ter um bom resultado, fiquei em segundo e terceiro, mas com o Badminton é treinar para trazer a medalha para Roraima. Gostei muito do Badminton e pretendo continuar. É um jogo de inteligência, de rapidez. É uma coisa nova pra mim, mas gostei muito”, disse feliz.

Aluno do 9º ano da Escola Monteiro Lobato, Richarlysson Bezerra, de 14 anos, também esbanjava felicidade por ter sido selecionado em 1º lugar e poder participar da competição nacional.

“Estou muito feliz.  É a primeira vez que vou sair daqui.  Foi a minha professora quem me chamou pra jogar. Estou gostando e vou continuar treinando Badminton”, disse.

A aluna do 8º ano do Colégio Estadual Militarizado Fernando Grangeiro de Menezes, Ingride Henrique, de 14 anos, ficou em primeiro lugar e contou que está se preparando para representar Roraima no Rio de Janeiro.

“Eu descobri o Badminton por meio da professora Jeniffer. Nunca tinha ouvido falar. É a primeira vez que estou participando. Estou bem feliz por representar Roraima lá fora. A minha expectativa é ser uma das melhores. Não sei se eu vou conseguir, mas quero fazer o meu melhor”, garantiu.

O 2º colocado na seletiva de Badminton, masculino, é do município de Caracaraí. Arllisson Sousa Ferreira, de 13 anos, é aluno do 8º ano da Escola Estadual José Vieira Sales Guerra, ele pratica Atletismo e contou que ficou sabendo do Badminton pelo professor Morais.

“Ele estava treinando lá com as meninas e me convidou para treinar e disse que tinha vaga para os Jogos Escolares. Estou feliz pela segunda colocação. Vou continuar praticando o Badminton e também atletismo, que é um esporte que eu adoro”.

 

Avalie este item
(0 votos)

No Brasil, o milho é a segunda maior cultura agrícola, ficando atrás apenas da soja. A utilização do cultivo do milho no país desencadeia enorme esforço na alimentação animal até a indústria de alta tecnologia. O Brasil também é o segundo maior exportador mundial de milho, atrás somente dos Estados Unidos.

Em Roraima, com o advento da irrigação na cultura do milho como segunda safra em algumas propriedades, a alternativa tem garantido mais produtividade, além da melhoria na qualidade do produto, segundo o técnico-agropecuário, Nonato Rodrigues, do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural).

“O manejo irrigado do milho confronta a estiagem, pois em regiões mais quentes e secas a necessidade de irrigação aumenta em relação às regiões úmidas. Dessa forma, o milho irrigado promove continuidade ao plantio”, destacou.

A irrigação também fornece outras vantagens ao cultivo do grão, reforça o técnico. “Lavouras convencionais de milho têm produtividade média de 95 sacas por hectare. As áreas irrigadas, por sua vez, podem atingir mais de 200 sacas por hectare. Portanto, possuir um sistema de irrigação faz com que cerca de 60% da água seja contida pelo solo. Essa quantidade é suficiente para o ciclo de desenvolvimento do milho, garantindo uma boa qualidade do produto final”, concluiu.

Para a agricultora amazonense Raimunda Ferreira, 47 anos, o manejo irrigado na produção de milho também acarreta a diminuição de perdas. “Mesmo subutilizado durante o período chuvoso, o sistema de irrigação tem sido crucial para minimizar prejuízos e garantir uma boa colheita”, comentou.

E dentre alguns tipos de irrigação desenvolvidos para o cultivo de grãos são destaques o de aspersão, por superfície e localizada. Na propriedade de Raimunda, no Bom Intento, ela utiliza o modelo de aspersão. “Esse processo consiste num pivô central lançando jatos de água no ar caindo sobre a cultura em forma de precipitação. O procedimento abrange um enorme espaço da lavoura”, enfatizou.

O secretário estadual Emerson Baú destaca que a produção de milho irrigado em Roraima vem ocorrendo massivamente na Agricultura Familiar. “A produção de milho verde é uma especialização dos pequenos produtores, no plantio irrigado a produtividade pode durar o ano todo”, concluiu o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

 

Manejo na irrigação do milho

 

Segundo o técnico Nonato Rodrigues, para obter bons resultados não basta apenas irrigar. “É preciso manejar o sistema com eficiência e qualidade. Dessa forma, dois fatores são cruciais na hora de irrigar: quando e quanto. Pois, o momento da aplicação e o volume de água a ser aplicada são critérios que podem determinar a rentabilidade da lavoura na safra”, destacou.

No caso do milho, Nonato explica que o consumo de água na fase vegetativa fica próximo aos 2,5 mm diários, mesmo em climas quentes e secos, e reforça. “Já no estádio reprodutivo, desde o embonecamento até a maturação, a demanda pode crescer mais de 200% e alcançar níveis entre 5 e 10 mm/dia”, comentou.

O técnico também esclarece que o fornecimento preciso e controlado de água é fundamental para o desenvolvimento da cultura. “O período de transição entre os estágios vegetativo e reprodutivo é considerado o mais delicado, pois a espiga está sendo formada, e um déficit hídrico nesse estágio pode reduzir a produtividade drasticamente”, disse.

 

Quando e quanto irrigar

 

Nonato explica que a irrigação pode ser mensurada através de métodos diretos ou indiretos que variam em função de preço, tempo de leitura e precisão das mensurações. “Com a utilização de um tensiômetro, por exemplo, a ferramenta determina a tensão com que a água é retida pelas partículas do solo. Quanto mais seco estiver o solo, maior a dificuldade a planta tem de absorver água, ou seja, maior será a tensão indicada pelo manômetro e vice-versa”, comentou.

Já com a utilização dos sensores FDR e TDR, o técnico reforça que o método é mais apropriado para quem busca praticidade e precisão na tomada de decisão sobre quando e quanto irrigar. “Estas tecnologias fornecem leituras precisas, rápidas e em diferentes profundidades num processo automatizado e com medições em tempo real”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Teve início neste sábado, 24, a aplicação das provas para os candidatos que concorrem às vagas de delegado e auxiliar de perito no concurso da PCRR (Polícia Civil de Roraima).

Segundo o diretor Administrativo da PCRR e membro da Comissão do Concurso, delegado Jimmy Santana, o início das provas foi tranquilo, sem intercorrências. Apenas alguns candidatos chegaram atrasados e acabaram perdendo a oportunidade de fazer a prova.

Pela manhã foi aplicada a prova discursiva para quem concorre à vaga de delegado. Os portões foram fechados às 8h.

Uma candidata que veio do Amazonas para concorrer a uma das vagas de delegado não conseguiu realizar o certame, pois chegou atrasada e os portões já estavam fechados.

“Vim ontem à noite de Manaus, cheguei nesta manhã e, por conta do atraso, perdi a prova. Agora vou tentar a vaga de agente, na prova que acontece no domingo”, disse a candidata.

“De acordo com a banca organizadora do concurso, a Vunesp (Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista), foi registrado um índice de abstenção de aproximadamente 50% em relação ao número de candidatos inscritos no cargo de delegado. Ou seja, dos 2.772 inscritos, aproximadamente a metade não fez a prova”, disse Jimmy Santana.

No período da tarde, houve um incidente externo na rede elétrica que atende à Universidade Estácio, o que gerou um atraso no início da aplicação das provas para alguns candidatos, mas sem prejuízo aos inscritos, uma vez que foi garantido o tempo de prova para os candidatos.

Os locais de prova tiveram a segurança reforçada por policiais civis e a equipe do GRT (Grupo de Resposta Tática). Acompanharam o início das provas o delegado geral, Eduardo Wayner, e a delegada geral adjunta, Darlinda Moura.

“O horário de abertura dos portões e fechamento é um desafio aos candidatos, pois seguem o horário de Brasília. Quem não se atentou ou deixou para chegar em cima da hora e se atrasou não pôde entrar e ficou sem a chance de concorrer a uma das vagas do concurso”, enfatizou Eduardo Wayner.

As provas seguem à tarde, com 5.109 candidatos inscritos para concorrer às vagas do cargo de auxiliar de perito de polícia civil.

No domingo, 25, pela manhã, os candidatos ao cargo de delegado fazem a prova objetiva e, à tarde, serão aplicadas as provas para os 5.987 candidatos que concorrem ao cargo de agente de Polícia Civil.

“O certame segue dentro da normalidade e, conforme a banca, os cadernos de provas estarão disponíveis a partir das 10h de segunda-feira, 26, no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br)”, concluiu o delegado geral.

Avalie este item
(0 votos)

A ação deste sábado, dia 24, do Governo Sem Parar, atendeu aproximadamente mil pessoas do bairro Pintolândia e de bairros adjacentes que buscaram pelos serviços que são oferecidos por todos os órgãos do Governo de Roraima. Os atendimentos ocorreram no Colégio Estadual Militarizado Professora Maria de Lourdes Neves.

O coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde), Rafael Sena, destacou a dinâmica dos atendimentos e a grande procura pelos serviços de saúde.

“Na ação deste sábado, trouxemos oftalmologista, otorrino, ortopedista, além do nosso ônibus odontológico. Só os atendimentos médicos foram em torno de 600. Além dos demais serviços oferecidos no Governo Sem Parar, totalizando aproximadamente mil pessoas atendidas. Uma ação bastante dinâmica, bastante produtiva, todo mundo saindo satisfeito e feliz”.

A coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Sesau, Valdirene Oliveira, ressaltou que, durante o Governo Sem Parar, a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde) disponibiliza testes rápidos, além de todas as vacinas.

“Estamos com o teste rápido de HIV, sífilis, hepatite B e C, teste Covid, vacina para as crianças e para adultos, vacina de influenza, covid, sarampo. Nos preparamos para atender de 200 a 250 pessoas”. 

A servidora pública Vitória Lima, de 35 anos, moradora do bairro Silvio Botelho, soube da ação deste sábado por intermédio da irmã dela. Ela disse que a ação é muito positiva, sobretudo, porque acontece no fim de semana.

“Vim tomar a vacina de covid. Achei ótimo. Tudo bem organizado, o atendimento bem rápido e fui bem atendida. É muito bom acontecer no fim de semana, porque durante a semana a gente trabalha e não tem disponibilidade. Facilita muito pra gente”, afirmou.

O cinegrafista Adonias Ribeiro, de 56 anos, soube da ação pelas redes sociais e foi para retirar a 2ª via da Certidão de Nascimento dele na DPE (Defensoria Pública do Estado).

“Eu vim procurar fazer a 2ª via da minha Certidão de Nascimento. Fui bem atendido e o Governo está de parabéns por essa ação nos bairros”.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), iniciou neste sábado, dia 24, as obras de construção da rede de abastecimento de água tratada dos bairros Senador Hélio Campos e Operário, localizados na zona Oeste de Boa Vista. No bairro Pedra Pintada as obras começarão na próxima semana.

A obra vai beneficiar as famílias com 700 ligações domiciliares, perfuração de um poço artesiano tubular, uma adutora de água tratada, e ainda 8 mil metros de extensão de rede de água, atendendo aos padrões da Caer e reforçando o abastecimento das famílias.

O valor total do investimento é de R$1,5 milhão, recurso oriundo do Programa Água para Todos. No processo executado pela empresa, cada residência ficará com a ligação pronta e já padronizada para a instalação do hidrômetro.

O presidente da Caer, James Serrador, explicou que a área compreende cerca de 37 ruas do bairro que antigamente eram chácaras e foram desmembradas em terrenos menores. A partir dessa regularização é que a Companhia pode realizar os investimentos no sistema de distribuição de água local, iniciando na Travessa S-22 até a Travessa S-40.

“Estamos dando continuidade aos trabalhos de universalização da água por meio do Água para Todos. Após a regularização da área, a Caer vai mudar a realidade destas pessoas que há anos anseiam por este serviço. A Companhia vai implantar aqui um sistema dentro do padrão com todas as caixas, com todas as ligações domiciliares para as residências de maneira que essas pessoas tenham água potável, água de qualidade e possam melhorar a sua condição de vida”, disse.

O diretor Comercial da Caer, Cícero Batista, ressaltou a importância da obra. “É muito gratificante estarmos aqui, hoje, fazendo a implantação dessa rede que vai beneficiar inúmeros moradores dessa região. Hoje o poder público está trazendo água de qualidade para todos”, afirmou.  

 

População destaca importância do acesso à água tratada

 

A água potável é fundamental para garantir a qualidade de vida e da saúde do ser humano e traz inúmeros benefícios, e os moradores dos bairros beneficiados destacaram a importância da obra de implantação da rede de abastecimento de água.   

Para a líder comunitária do bairro Senador Hélio Campos, Damiana Correa, de 44 anos, o início da obra é motivo de alegria e de gratidão ao Governo do Estado e à Caer porque vai melhorar a vida de muitos moradores que esperam há alguns anos.

“Para nós, essa obra representa muita felicidade, porque são muitas pessoas que moram aqui e não têm água em suas casas. Agradecemos ao Governo do Estado e ao presidente da Caer, porque são 700 famílias que vão ter água em suas residências. Vai ficar nota dez”, disse.

A dona de casa Irene de Oliveira, de 37 anos, mora no bairro há 12 anos. Ela falou da dificuldade de não ter água potável em sua casa.

“Moro aqui desde que meu filho nasceu. Como ele tem problema renal, sempre compro água mineral para ele. Hoje quero agradecer ao Governo por começar esse trabalho que vai nos trazer água de qualidade, que vai fazer a diferença na minha vida e de todo mundo aqui, porque água é vida, e sem a água nós não podemos fazer nada”, frisou.

 

MAIS INVESTIMENTOS    

 

Em 2022, a Caer concluiu a implantação dos sistemas de abastecimento nos bairros Nova Vida e Jardim das Copaíbas. Atualmente, estão em andamento as obras dos sistemas do bairro João de Barro e na Cooperativa Unicarvão. A empresa inicia ainda neste mês as obras do sistema de água no bairro Pedra Pintada, cuja licitação já foi concluída e homologada.

Por meio do Programa Água para Todos, que visa beneficiar a população com água potável e encanada nas residências da capital, lançado em novembro de 2021, o Governo de Roraima vai investir R$ 60 milhões para garantir saneamento básico em todo o Estado.

Serão implantados no sistema de abastecimento, reservatórios, subestações, casa de químicas com laboratórios e 76. 216 mil metros de rede de distribuição de água potável, além de 5.672 ligações domiciliares, que beneficiarão cerca de 22 mil pessoas, nos bairros João de Barro, Pedra Pintada, Nova Vida e Jardim das Copaíbas.

 

INTERIOR

 

O interior do Estado também será atendido com a construção de novas agências de atendimento, nos municípios de Rorainópolis, Mucajaí, São Luiz, Uiramutã e Amajari (vila do Tepequém), com investimento de R$ 3,3 milhões.

O Governo do Estado também vai investir em sistemas com rede de distribuição, poços, reservatórios e ligações domiciliares em 20 vilas no interior. A estimativa é beneficiar 10 mil pessoas, com investimento de cerca de R$ 19 milhões.

Os municípios e vilas atendidas são: Alto Alegre (vilas Samaúma e Recrear); Amajari (Tepequém, Vila Nova, Projeto Assentamento Amajari); Bonfim (vila Primavera); Cantá (vilas Santa Rita, São José, Aguiar, Progresso, Taboca, Fonte Nova, São Raimundo e Rodrigão); Caracaraí (vilas Itã, no Km 75, Baraúna, no Km 55, e Vista Alegre); Mucajaí (vilas Nova, Roxinho, Penha, Antônio Silva e Pirilândia).

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Setembro Amarelo, mês da Campanha de Prevenção ao Suicídio, a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) promoveu a palestra Juntos Somos Mais Fortes? O encontro ocorreu nesta sexta-feira, 23, reunindo os servidores com a psicóloga Joselita Peixoto, no auditório da Instituição.

 

Para o titular da Seadi, Emerson Baú, a oportunidade instigou atenção sobre os valores do ser humano. “O momento foi de reflexão sobre a continuidade das nossas vidas, onde aprendemos a enxergar nossas atitudes com os outros e o mundo na relação de respeito e prosperidade”, destacou.

 

Referindo as condições no trabalho, a psicóloga Joselita explicou que a saúde mental está diretamente ligada à produtividade. “Fortalecer um ao outro, resgatar a proximidade familiar, agradecer todos os dias as boas oportunidades da vida, dialogar e quebrar tabus são fatores importantes para entendermos que o corpo fala, o olhar fala e assim podemos administrar melhor os limites comportamentais, inibindo os impactos do estresse, favorecendo nossa saúde mental”, comentou.

 

A psicóloga também manifestou como diagnosticar o alerta da autodestruição. “A manutenção do equilíbrio mental é uma constante diária, sendo preciso observar a ausência de paz no trabalho, agressividade, faltas, o ritmo dos filhos na escola, os laços de amizade e convívio familiar, entre outras decorrências que necessitem de apoio urgente, antes que o estrago emocional ocorra num impacto explosivo. Diante destes problemas, a prática de atividades saudáveis e prazerosas é um caminho positivo de sensibilização, além de ouvir e dialogar com o outro sem julgar, acolher suas razões e demonstrar a credibilidade de que precisamos das pessoas nesta vida”, concluiu.

 

Para a técnica da Seadi, Joana Dark, o encontro também destacou a necessidade da atuação profissional diante das dificuldades emocionais. “Aprendemos a observar os sintomas físicos da depressão diante da indisposição no trabalho, ansiedade, falta de concentração, fraqueza, sudorese, pressão alta. Sobretudo, aprendemos a coibir estes males praticando boas ações, organizando nossa vida com equilíbrio e esforço, com uma boa noite de sono, reforçando os laços de amizade e reservando um tempo para curtirmos a vida com os outros, também intensamente com a família”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

Pequenos e grandes produtores, analistas de mercado e novos empreendedores rurais poderão acompanhar de perto o desenvolvimento da pecuária em Roraima através dos leilões de rebanhos novamente recorrentes no Parque de Exposições Dandãezinho, na região do Monte Cristo.

 

“Com a revitalização do salão e curral, o agronegócio em nosso Estado reconquista um espaço amplamente revigorado e prontamente projetado para o recebimento e saída de animais de pura raça, num local também propício para palestras e demais programações do Agro. Com os leilões em andamento de forma presencial, a conversa rola solta e alegre entre o público e empresários do campo”, destacou o produtor Renato Primo.

 

No salão, enquanto acontecem os leilões, os animais em oferta desfilam pelo palco e os lances de aquisição giram no placar eletrônico. “Com o negócio fechado, o martelo do leiloeiro ressoa no ambiente. Em seguida, a comemoração irrompe o salão com cumprimentos e abraços”, explicou Primo.

 

Em Roraima, o Parque de Exposições Dandãezinho recebe animais de várias regiões, além de localidades mais distantes do Estado. Na última aquisição feita por produtores de Amajari, Bonfim, Cantá, Caroebe e São Luiz, 126 animais, dentre novilhas e touros, desembarcaram no Dandãezinho.

 

“O lote atual chegou no início de setembro, sendo todos provenientes de São Paulo. A aquisição partiu de grandes e pequenos pecuaristas em Roraima, havendo comprador de apenas um bicho e comprador que arrematou até 26 cabeças”, disse Primo.

 

No mesmo lote, 100 cabeças de touros da raça Nelore chegaram para incrementar o melhoramento genético no Estado. O recebimento e a comercialização de animais no Parque de Exposições Dandãezinho integram o processo de revitalização do complexo.

 

“As vantagens do Nelore em Roraima viabilizam rápido ganho de peso, forte resistência às doenças, longevidade reprodutiva em machos e fêmeas, boas habilidades maternas no caso das fêmeas, carne de qualidade com pouca gordura e sabor acentuado e carcaça de qualidade”, concluiu Primo.

 

MOVIMENTAÇÃO CONSTANTE

 

Com a revitalização do Parque de Exposições realizada pelo Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o Dandãezinho vem fomentando também um novo leque de atividades com intuito familiar, em que a Equoterapia e o Circuito Esportivo de Arrancadas têm se destacado, além do amparo agroindustrial.

 

O titular da Seadi, Emerson Baú, explicou que o Governo do Estado objetiva uma reformulação total no Dandãezinho. “Este é um local estratégico para o auxílio de pequenos e grandes agricultores no manejo de animais e demais produtividades do campo, oferecendo além do suporte, a segurança necessária para as negociações. Contudo, mais que uma fronteira de mercado, queremos estimular a cultura, o lazer, a diversão e novos serviços, favorecendo uma movimentação frequente no local”, destacou.

Avalie este item
(0 votos)

Suspensas há seis anos, as cirurgias plásticas pós-bariátricas voltam a ser realizadas no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). A retomada foi possível graças aos investimentos em infraestrutura e em equipamentos, realizados pelo Governo do Estado.

 

O procedimento que marcou o retorno da especialidade ocorreu na tarde desta sexta-feira, 23, sendo uma realização da Sesau (Secretaria de Saúde), que tem melhorado o fluxo de atendimento das unidades da rede pública estadual.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou o retorno da especialidade, como um ganho para os pacientes que aguardavam por tanto tempo pelo procedimento.

 

“Esta é mais uma demonstração do cuidado da gestão com a população. Passando o nosso marco de mais de 22 mil cirurgias em 2022, os procedimentos pós-bariátricos complementam o esforço que o Governo de Roraima faz para que operemos todos os pacientes que necessitam”, afirmou.

 

A diretora do HGR, Patrícia Renovato, falou sobre o procedimento e os benefícios para as vidas dos pacientes.

 

“Com o retorno das bariátricas, esses pacientes irão perder peso ao longo do tempo, e com isso necessitarão de uma cirurgia reparadora para a redução de pele que fica em excesso. Esse procedimento não era realizado há mais de seis anos, e é um benefício para quem busca uma qualidade de vida e uma saúde melhor”, disse.

 

O PROCEDIMENTO

 

De acordo com o cirurgião geral do HGR, Elias Carvalho, foi realizada uma abdominoplastia, método que remove o excesso de pele da região do abdômen e realoca os músculos abdominais, melhorando o contorno corporal.

 

“O intuito é trazer para o paciente autoestima, que é muito importante para cada pessoa. E hoje estamos proporcionando a volta das reparadoras e prover melhores condições, tanto física como emocionalmente”, frisou.

 

A primeira pessoa a ser atendida neste tipo de procedimento foi a professora Grace Martins, de 54 anos. Ele relatou como foi a espera.

 

“A partir de hoje é só alegria. Eu sei que a partir da minha cirurgia os outros também começam a sentir aquela alegria e esperança de volta. Não é uma plástica, é uma cura, faz parte do processo, e ficamos estacionados no meio do processo. Agora existe a esperança concreta da realização da outra parte que estava faltando”, declarou.

 

BARIÁTRICAS

 

Também suspensas desde 2017, as cirurgias bariátricas voltaram a ser realizadas no HGR por investimentos em infraestrutura do Governo do Estado. O procedimento que marcou o retorno da especialidade ocorreu no dia 12 de setembro.

 

O HGR é o único hospital do Estado especializado para realizar o atendimento bariátrico pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A expectativa é de que sejam atendidos os pacientes com obesidade grau 3 vindos do ambulatório do Coronel Mota.

 

As cirurgias são realizadas por meio de videolaparoscopia, método moderno e com eficácia cientificamente comprovada.

Avalie este item
(0 votos)

A parceria entre os Governos de Roraima e Federal para derrubar os entraves da construção do Linhão de Tucuruí, que vai interligar Roraima ao SIN (Sistema Interligado Nacional), resultaram em um momento histórico: o TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1° Região) homologou acordo judicial que conclui as ações públicas sobre o licenciamento ambiental para a obra.

 

Com isso, se permite a continuação das obras dos 715 km da linha de transmissão, sendo que 122 km do linhão passarão dentro da Terra Indígena Waimiri-Atroari, às margens da BR-174. No total, 425 km da linha de transmissão passarão pelo lado roraimense, enquanto que cerca 122 km passarão em território amazonense.

 

Para que essa decisão se tornasse realidade, a atual gestão do Governo de Roraima esteve presente em todas as etapas deste processo, dialogando em todas as frentes, principalmente junto aos povos indígenas da Terra Indígena Waimiri-Atroari, comunidade que também é interessada no projeto.

 

O Governo também dialogou e formou parcerias com os senadores, deputados federais e estaduais de Roraima. Tudo isso foi feito por meio de conversas e audiências públicas que contaram com a participação da Funai (Fundação Nacional do Índio) e de representantes de organizações indigenistas.

 

Em maio deste ano, foi publicado o termo de repasse de R$ 133 milhões para os povos indígenas Waimiri-Atroari como forma de compensação pelo impacto ambiental do empreendimento, necessário para garantir a continuidade das obras e a segurança energética de Roraima.

 

ENQUANTO O LINHÃO NÃO VEM

 

Com investimentos de R$ 1,5 milhão, a construção do Linhão de Tucuruí deve ter duração de 36 meses e, em outubro deste ano, está previsto o início da obra da subestação Boa Vista.

 

Sabendo da necessidade de garantir a segurança energética para o Estado enquanto a interligação ao SIN não saía do papel, o Governo de Roraima contratou, por meio de leilão realizado pelo Governo Federal em 2019, o consórcio de empresas Oxe Energia.

 

O consórcio contratado é responsável por um empreendimento composto por quatro usinas termoelétricas de biomassa de madeira reflorestada, do tipo Acácia Mangium. Destas, duas já estão em funcionamento em Bonfim e Cantá, gerando energia limpa e de qualidade para Roraima.

 

Cada uma dessas termoelétricas terão capacidade de produção de 10 MW, o que irá totalizar 40 MW a mais de energia gerada para o Estado. O investimento é de R$ 365 milhões

 

O mesmo leilão que liberou as usinas administradas pela Oxe Energia também autorizou a construção de mais cinco geradores de energia limpa. Uma delas é a usina termoelétrica Jaguatirica II, localizada na zona Rural de Boa Vista. Considerada a maior desse conjunto, produz 126,29 MW de potência, graças a produção de energia movida a gás natural.

Avalie este item
(0 votos)

Na Semana da Luta da Pessoa com Deficiência, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio da Saúde Itinerante, levou atendimentos médicos para o “Dia D” de saúde dos usuários do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência. A ação ocorreu durante todo o período da manhã desta sexta-feira, 23.

 

“Essa é uma ação da Setrabes [Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social], da qual a Sesau teve a honra de participar como apoiadora. Estamos com cardiologista, ginecologista, pediatra e otorrino dando atenção especial às pessoas com deficiência”, ressaltou o coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau, Rafael Sena.

 

O apoio da Saúde Itinerante na data de hoje foi mais um reforço nas atividades que são desenvolvidas pelo CER II (Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual), unidade subordinada a CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Especializada) da pasta.

 

A diretora-geral da unidade, Irgélia Ramos, pontuou que o apoio destaca ainda mais a preocupação do Governo de Roraima com uma parcela social que sempre necessita de atenção por parte do poder público.

 

“Isso tem sido importante, porque os usuários se sentem acolhidos e nós gratificados quando vemos as respostas”, disse.

 

Mãe da pequena Isadora Rodrigues, Regina de Almeida aproveitou a oportunidade para requisitar uma consulta com otorrino, uma especialidade que ela não conseguiu na Rede Municipal. Ela avaliou a iniciativa de tornar o atendimento acessível como algo positivo.

 

“Com essa ação, por ela já estar fazendo a estimulação precoce, eu consegui receber esse atendimento que é importante para ela, a muito tempo eu vinha correndo atrás de um especialista para saber o que ela precisa”, relatou.

 

DIA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

 

Instituído pela Lei nº 11.133/2005, o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é celebrado no dia 21 de setembro, e tem como finalidade sensibilizar a sociedade sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência.

 

No campo da saúde, as diretrizes estabelecidas pela Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência são:

 

– Promoção da qualidade de vida das pessoas com deficiência;

 

– Assistência integral à saúde da pessoa com deficiência;

 

– Prevenção de deficiências;

 

– Ampliação e fortalecimento dos mecanismos de informação;

 

– Organização e funcionamento dos serviços de atenção à pessoa com deficiência;

 

– Capacitação de recursos humanos.

Avalie este item
(0 votos)

Para qualificar servidores de departamentos voltados para a área de administração e licitação e melhorar os serviços da saúde no Estado, a Sesau (Secretaria de Saúde), promove neste sábado, 24, a 4ª Oficina de Fluxo de Processo Licitatório.

 

A ação será realizada a partir de 9h e é voltada aos funcionários da pasta que atuam no Núcleo de Processos da CGA (Coordenadoria Geral de Administração) e CSL (Comissão Setorial de Licitação). A ênfase do curso será na qualificação técnica de fase interna, visto a importância e a obrigatoriedade nas contratações e aquisições da pasta.

 

“A ideia das oficinas é justamente capacitar os servidores para que eles tenham mais conhecimentos sobre as próprias rotinas de trabalho”, ressaltou o coordenador do Núcleo de Processos da Sesau, Jonathan Amaral.

 

O coordenador informou ainda que os servidores vão conhecer, de forma mais dinâmica, os requisitos que são preconizados no ato da licitação, onde os concorrentes apresentam todas as especificações de seus produtos, sobretudo os itens que fazem parte do componente especializado da Assistência Farmacêutica.

 

“Nessa qualificação médica, nós vamos qualificar ou desabilitar esse licitante na esfera da qualificação técnica, onde avaliaremos a licença sanitária dele, a autorização de funcionamento, entre outros requisitos solicitados”, destacou o palestrante e coordenador geral de Assistência Farmacêutica da Sesau, Charles Gonçalves.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 27, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) entregará revitalizada a Escola Estadual Maria Raimunda Mota de Andrade, no bairro Pintolândia, em Boa Vista. A ação será às 16h30 e toda a comunidade escolar está convidada a participar. As aulas presenciais retornam na quarta-feira, 28.

 

A escola foi criada em fevereiro de 2000, e a última manutenção na unidade de ensino ocorreu em 2015. Desta vez, a escola recebeu revitalização total, incluindo na parte elétrica e hidráulica, além de pintura. O investimento é de R$ 1.871.378,48, do Tesouro Estadual.

 

“Hoje nossos alunos voltam para a escola para aulas presenciais com ambiente adequado, mobílias novas, uma escola linda. É muito importante para o processo de ensino aprendizagem, principalmente para aqueles que estão retornando após três anos de ensino remoto” disse a gestora da escola, Márcia Rocha.

 

Ao longo dos anos, devido à estrutura antiga e mobiliários velhos, antes da entrega, o acolhimento e ensino aos alunos estava prejudicado.

 

MOBÍLIA

 

Entre os mobiliários novos que a escola recebeu, estão 250 carteiras escolares, 15 kits refeitório, 30 armários, 20 centrais de ar, 20 cadeiras para professor, além de freezer, geladeira, dois bebedouros, fogão, utensílios para copa e cozinha, 15 quadros brancos, uma TV Smart e um projetor.

 

A Escola Vovó Mundica, como é conhecida pela comunidade escolar, atende 578 estudantes no Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e conta com 32 professores. As aulas iniciam em formato presencial, nesta quarta-feira, 28.

 

“Mais uma escola entregue na capital revitalizada e mobiliada que com certeza estimulará os nossos alunos que terão um ambiente favorável ao aprendizado quanto aos professores que terão um ambiente propício ao ensino. Solicitamos agora o apoio da comunidade para cuidar e manter a escola preservada ”, destacou Nonato Mesquita, secretário de Educação e Desporto.

 

INVESTIMENTOS DA GESTÃO

 

O Governo de Roraima vem investindo na reestruturação de prédios escolares. Até o momento, 38 escolas já foram revitalizadas e mobiliadas em todo o Estado.

 

Na capital, das 17 escolas que passam por manutenção, dez já foram entregues para a comunidade escolar. O investimento com a revitalização é de R$ 9 milhões do Tesouro Estadual, beneficiando mais de 6.800 estudantes com ambientes revitalizados, equipados e propícios para o desenvolvimento do processo educacional.

Avalie este item
(0 votos)

O início da aplicação das provas do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima) será neste final de semana. Ao todo, são esperados 13.868 candidatos que concorrem às vagas de delegado, auxiliar de perito criminal e agente de polícia.

 

De acordo com o delegado-geral da PCRR, Eduardo Wayner Brasileiro, a expectativa pela classificação e futura efetivação dos candidatos é a melhor possível.

 

“Iniciamos mais uma etapa do nosso concurso que sem dúvida é muito esperado, tanto por nós, que estamos há quase duas décadas na corporação, quanto para os candidatos que sonham com a carreira e se preparam para isso. Desejamos a todos uma ótima prova”, destacou o delegado-geral.

 

ORIENTAÇÕES GERAIS

 

O diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, lembrou que alguns cuidados são necessários para que o candidato realize a prova sem nenhum tipo de contratempo ou impedimento.

 

Conforme o edital do certame, para identificação só será aceito o documento original, vigente e com foto da cédula de identidade (RG), Registro Nacional de Estrangeiro (RNE), Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), carteira de órgão ou conselho de classe, ou, ainda, passaporte.

 

Para a realização da prova, o candidato deve portar caneta transparente de tinta preta, lápis preto e borracha. Para preenchimento da folha de respostas somente será permitida a utilização de caneta transparente de tinta preta.

 

“Atender corretamente a todas essas determinações e também respeitar o horário de abertura e fechamento dos portões é imprescindível, pois qualquer inferência nesse sentido vai desclassificar o candidato”, alertou Santana.

 

Além disso, o delegado reforçou que os candidatos devem permanecer em sala por, no mínimo, 75% do período da prova. “Eles também não poderão sair com o caderno de provas”, disse.

 

Ainda em suas orientações, o delegado destacou que o candidato declarado sabatista deverá observar as regras específicas relativas à sua condição, constante do edital de convocação. “Eles deverão comparecer ao local de prova no mesmo horário dos demais”, frisou.

 

DELEGADO

 

No sábado, dia 24, os 2.772 candidatos inscritos para disputar as 35 vagas para delegado iniciam o certame fazendo a prova discursiva.

 

Os portões abrem às 7h da manhã no horário local (8h no horário de Brasília). O fechamento dos portões e início das provas está marcado para às 8h da manhã de Boa Vista (9h no horário da Capital Federal).

 

No domingo, observando o mesmo horário das provas do sábado, os candidatos fazem a prova objetiva.

 

“As provas para delegado ocorrerão tanto na Faculdade Cathedral como no IFRR (Instituto Federal de Roraima). Devendo o candidato confirmar o seu local de prova tanto nos editais de convocação disponíveis no site da VUNESP”, afirmou o diretor administrativo da PCRR, Jimmy Santana.

 

AUXILIAR DE PERITO CRIMINAL

 

Dando continuidade ao certame, no sábado, 23, pela tarde, os 5.109 candidatos ao cargo de auxiliar de perito de polícia civil fazem a prova de caráter objetivo.

 

Para eles, na hora local de Boa Vista, os portões abrem às 13h e fecham às 14h (ou seja, 14h e 15h no horário de Brasília, respectivamente).

 

As provas serão aplicadas na Faculdade Cathedral, IFRR, Colégio Claretiano e Faculdade Estácio Atual.

 

AGENTE DE POLÍCIA

 

São 5.987 candidatos ao cargo de agente de Polícia Civil. As provas ocorrem no domingo, 24, à tarde, com abertura dos portões às 13h e fechamento às 14h, em Boa Vista (14h e 15h, pelo horário de Brasília). As provas serão aplicadas na Faculdade Cathedral, no IFRR (Instituto Federal de Roraima), no Colégio Claretiano e na Faculdade Estácio Atual.

 

O candidato pode conferir o local que irá fazer a prova através do site oficial da Fundação Vunesp ou pelo telefone (11) 3874-6300. A lista contendo as orientações também foi disponibilizada no DOE (Diário Oficial do Estado), com acesso pelo site da Imprensa Oficial de Roraima.

Avalie este item
(0 votos)

As obras de asfaltamento de 11 km da Vicinal Tronco-Malacacheta, rodovia que liga a BR-432 à comunidade indígena Malacacheta, no município de Cantá, estão avançando. Executada pelo Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), os serviços encontram-se atualmente na fase de implantação de arte corrente e terraplenagem, com previsão de conclusão em março de 2023.

 

O valor de investimento na obra é R$ 8.105.093,28, oriundos de recursos da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia), autarquia do MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional). O Governo de Roraima empregou contrapartida de R$ 100 mil no projeto.

 

O titular da Seinf, Emerson de Paula, pontuou que esse trecho é somente a primeira etapa dos trabalhos, uma vez que há projeto previsto de asfaltamento até a Vila do Taboca.

 

“É uma obra do primeiro lote, de 11 km, que vai beneficiar muito a escoação da produção, porque a via será pavimentada. Nós já substituímos a ponte de madeira que existia no Igarapé do Inácio por uma galeria tripla. Era um ponto crítico que tinha ali, pois só passava um veículo por vez e agora tem uma galeria que permite a passagem de dois veículos ao mesmo tempo”, explicou.

 

PERÍODO CHUVOSO

 

As obras de asfaltamento da Vicinal Tronco-Malacacheta iniciaram no primeiro trimestre de 2022 e até então, estavam na fase de terraplanagem. Entretanto, com o forte período chuvoso enfrentado no Estado, as obras foram paralisadas, prejudicando os trabalhos e a população da região.

 

O secretário de Infraestrutura pontuou que, com o fim do inverno, as máquinas voltarão a funcionar e, com a obra concluída, o escoamento da produção, o transporte escolar e o deslocamento serão garantidos.

 

“Vai permitir facilidade para que todos os produtores da região possam trafegar pela rodovia com conforto e o Governo do Estado já está com planejamentos para dar sequência nas etapas de pavimentação sentido Malacacheta. Em breve a gente deve ter mais projetos para continuar essa pavimentação asfáltica”, disse De Paula.

 

NO CANTÁ

 

A pavimentação da Vicinal Tronco-Malacacheta, que também compreende 5 km da RR-207, é uma das inúmeras obras que foram executadas pela Secretaria de Infraestrutura em estradas do município de Cantá nos últimos três anos e nove meses.

 

Somente naquele município, a atual gestão realizou serviços de manutenção, recuperação e implantação de mais de 1.200 km de vicinais, com realização de implantação de bueiros e obras de arte corrente. Isso significa um investimento de mais de R$ 23 milhões nessas estradas.

 

O Governo também revitalizou 80 pontes de madeira, perfazendo mais de 1.000 metros lineares, com investimento de cerca de R$ 12 milhões na malha viária do município de Cantá. São pontes de madeira reforçadas, que suportam a passagem de veículos mais pesados, como caminhões que transportam a produção da região.

Avalie este item
(0 votos)

Considerada como a principal referência hospitalar do Estado, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) registrou redução nos índices de lotação em emergências médicas, graças à metodologia Lean.

 

O Lean pode ser traduzido como “produção enxuta”, e é uma metodologia japonesa que chegou ao ocidente após a Segunda Guerra mundial. Utilizada em praticamente todos os setores produtivos, foi adaptada para a área da saúde nos anos 90, com impactos muito positivos na área.

 

Implantado na unidade em maio, a iniciativa tem como foco a melhoria progressiva dos aspectos de humanização e agilidade de atendimento ao paciente. O Lean é um projeto do Ministério da Saúde, que no caso de Roraima, conta com dois consultores da Beneficência Portuguesa de São Paulo (SP).

 

“Com ele, nós trabalhamos a questão da lotação das emergências e os três indicadores principais que nós tivemos foram bem representativos em relação à redução desse fator”, ressaltou a assessora da direção de enfermagem do HGR, Ana Renata Guirro.

 

O primeiro indicador avaliado foi o NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência), que mediu o percentual de lotação do Pronto Socorro Francisco Elesbão. Nele, foi analisada a agilidade das equipes nos horários de atendimentos considerados de pico, que são às 10h e às 16h. A redução alcançada foi de 74%.

 

O segundo indicador avaliado foi o LOS (sigla do inglês Length of Stay) com Internação, que mede o tempo transcorrido entre a entrada de pacientes que necessitam de internação até a sua alta médica. Nesse quesito, a unidade apresentou redução de 95%.

 

Já o último indicador é conhecido como LOS sem Internação, que é basicamente o tempo de entrada do paciente da unidade sem a necessidade de internação. A redução apresentada foi de 60%.

 

Em resumo, o Lean fez com que os fluxos de trabalho das emergências médicas ganhassem melhor dinamismo, eliminando os desperdícios com as atividades de baixo valor agregado. A pontuação geral foi de 309 para 154 em quatro meses, desde a implantação do projeto.

 

“Todos os indicadores e atividades que foram realizadas [no HGR], elas foram focadas na questão de fluxo de processo. É importante ressaltar que esses dados estão sendo acompanhados diretamente pelo Ministério da Saúde, junto com os consultores, onde ao final desse ciclo nós estaremos concorrendo com mais 38 hospitais para apresentar o nosso case de sucesso em São Paulo”, frisou Ana.

 

As avaliações das etapas do Projeto Lean no HGR foram feitas por dois representantes da Beneficência Portuguesa, que estiveram participando de em encontros quinzenais na unidade.

 

A dona de casa Célia Maria Francisca, de 57 anos, veio do município de Iracema trazer o filho para o atendimento na emergência. Ela avaliou a agilidade da unidade como um ponto positivo.

 

“Eu vim de lá para cá com ele doente, suspeita de pneumonia. Fomos bem recebidos aqui, e não demorou. Estamos aqui ainda porque estamos esperando só o resultado do exame”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

Diante do baixo quantitativo de bolsas de sangue no estoque, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) abrirá as portas para a comunidade em geral neste sábado, 24, das 7h às 12h.

 

A recepção ocorre em paralelo à celebração da parceria do Hemoraima com o Motoclube Insanos e Unama (Universidade da Amazônia). 

 

“Nesse dia, nós estaremos em parceria com o Motoclube Insanos e a Unama, mas os doadores [interessados] podem comparecer normalmente, porque o Hemoraima vai estar recebendo a comunidade em geral”, destacou a enfermeira captação de sangue da unidade, Liliana Bezerra.

 

Para ser um doador de sangue, o interessado precisa ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o doador seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

“Você que já é doador de sangue e está em tempo de doar novamente, ou você que não é doador de sangue, mas sente a vontade de se tornar um, venha até o Hemoraima, pois todos os nossos estoques estão baixos, e a importância disso é que você estará fazendo o bem e salvando vidas”, completou.

 

ENDEREÇO

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98404-9593.

Avalie este item
(0 votos)

A inclusão social é um dos caminhos mais eficazes para oportunizar transformação e conquistas em várias áreas da sociedade, e na área da educação não é diferente. Em Roraima, escolas públicas da rede estadual de ensino adotam a educação inclusiva como ferramenta primordial para o processo de aprendizagem dos alunos. Graças a essa metodologia, um aluno com deficiência auditiva do CEM IX (Colégio Estadual Militarizado) Pedro Elias Albuquerque Pereira pôde vivenciar a experiência de ser xerife de sala.

 

O cargo de liderança é assumido por alunos que se destacam nas atividades escolares, e o estudante Maurício José Salazar Guarena, do 7º ano, conquistou o mérito após aprender os comandos e sinalizar para a turma as tarefas diárias durante as atividades.

 

De acordo com a coordenadora pedagógica da escola, Gisele Sodré, o xerifado é exercido por todos os estudantes para que adquiram atitudes de liderança e autoconfiança. Ela explica que essa é uma conquista não só do estudante, mas da escola que propicia um ambiente saudável, justo e inclusivo.

 

“Sempre tivemos a proposta de reforçar a inclusão na escola e com a chegada do Maurício essa ideia ficou mais forte, principalmente depois da chegada da tradutora de Libras que o acompanha em todas as aulas fazendo a tradução e ajudando na explicação para que ele possa realizar as tarefas e socializar em sala de aula”, disse.

 

Gisele ressalta que o estudante se destaca muito, é assíduo e participativo, sendo inclusive o primeiro aluno a receber o alamar por ter notas superiores ou iguais a 80 e ter passado em todas as disciplinas sem precisar fazer recuperação.

 

Durante uma semana, o aluno foi colocado para comandar a turma e superou as expectativas. 

 

“Ele é aluno do colégio desde 2021 e apesar da deficiência auditiva é um aluno que lê e escreve e conquistou ainda mais autonomia e interação com a turma depois que passou a contar com o auxílio da intérprete de libras”, complementou.

 

Outros alunos PCD também são destaque na escola

 

O colégio possui 28 alunos que são pessoas com deficiência (PCD), e a coordenação busca garantir o envolvimento de todos nas atividades educacionais.

 

A coordenadora salienta que a escola marcou presença na primeira fase da 17ª OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas) e graças ao esforço, a escola será representada na segunda fase, prevista para esse mês, com a participação do aluno Arthur Gama Carvalho 9º ano.

 

“Tivemos a alegria de ter um aluno autista que se destacou nessa competição e esse foi um dos momentos mais importantes para a nossa escola, pois é o reconhecimento do trabalho que temos realizado em prol da inclusão social entre os nossos alunos”, enfatizou.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima foi destaque durante o 24º CBCENF (Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem), realizado no dia 13 de setembro. A enfermeira do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Paula Lopes, foi agraciada com o prêmio Anna Nery, uma das mais importantes honrarias da área de saúde do país pela atuação profissional nas ações de atenção e cuidados ao paciente durante a pandemia da covid-19.

 

“Para mim foi uma surpresa quando fui convidada, e recebi [o prêmio] com muito orgulho. Eu fui representando o estado de Roraima e voltei trazendo [o prêmio] para todos os meus colegas técnicos, enfermeiros, auxiliares, parteiras, porque a enfermagem é uma só. É ela quem cuida, que está ao lado do paciente 24 horas”, afirmou Paula.

 

Ela fez parte da equipe de profissionais da UTI 4 (Unidade de Terapia Intensiva), ambiente o qual já está familiarizada desde 2004.

 

“Quando a pandemia começou de fato, foi feita uma reunião para definir como seria o atendimento dos pacientes, quem iria ficar e quem não estaria seguro para atuar na UTI, até porque não havia uma obrigação, e nisso, eu optei por ficar, já que sou servidora na unidade desde 2004. Lá é a minha segunda casa e não seria da minha índole desistir”, afirmou.

 

Foi durante a pandemia da covid-19 que o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou as maiores ações em prol da saúde do Estado.

 

Além da ampliação do número de leitos e estruturação de unidades hospitalares da capital e interior, a gestão investiu pesado na aquisição de itens médicos, insumos e contratação de profissionais de saúde.

 

“O que me fez perseverar no início é que tínhamos material para trabalhar, conseguimos fazer o nosso serviço. Tiveram muitos óbitos, assim como em todo o Brasil, mas era algo desconhecido e estávamos aprendendo a lidar com essa guerra. Tínhamos os equipamentos de proteção, medicação, então isso fez com que eu conseguisse ficar do primeiro paciente até o último”, ressaltou a enfermeira.

 

A PREMIAÇÃO

 

O Prêmio Anna Nery é a honraria máxima concedida pelo Sistema Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) e Conselhos Regionais de Enfermagem aos profissionais que se destacaram e contribuíram de forma relevante para o desenvolvimento da Enfermagem brasileira.

 

As indicações foram propostas pelos plenários dos Conselhos Regionais e do Cofen, respeitando os requisitos estabelecidos pelas resoluções 601/2019 e 676/2021.

 

Este ano, a celebração de premiação foi realizada durante o 24º CBCENF (Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem), que ocorreu na cidade de Fortaleza (CE).

Avalie este item
(0 votos)

No dia 2 de outubro, a população roraimense vai às urnas para decidir o futuro político de Roraima e do Brasil. Como medida para garantir que os eleitores possam assegurar o direito de exercer a democracia, foi publicada no Diário Oficial do Estado a Portaria n° 126, da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), que vale para as Eleições 2022, que trata da Lei Seca Eleitoral, adotada em todo o país.

 

O texto, assinado pelo titular da Pasta, coronel Edison Prola, prevê a proibição de venda, distribuição, fornecimento e consumo de bebidas alcóolicas durante o período entre 23h de sábado (1) e 19h de domingo (2).

 

O descumprimento da medida pode render prisão em flagrante por desobediência, bem como aplicação de multa, conforme previsto no Art. 347 do Código Eleitoral e Art. 330 do Código Penal.

 

Segundo o coronel Prola, em 2022, o horário de votação será uniformizado conforme o horário de Brasília, o que ocasionou o adiantamento do período para o pleito. Em 2020, a proibição valeu até às 20h de domingo.

 

“A sociedade nunca teve problema grave em relação a isso, tanto é que já está acostumada. Os comerciantes já estão acostumados a isso. Esperamos que não haja nenhum tipo de problema em relação a isso. O nosso povo roraimense é um povo ordeiro e nossos comerciantes são da mesma forma. Então esperamos que tudo aconteça da melhor forma possível”, ressaltou Prola.

 

FISCALIZAÇÃO

 

Para garantir o cumprimento da Portaria 126, haverá fiscalização por parte dos órgãos de segurança pública do Estado, como Polícia Militar de Roraima, Polícia Civil, Guarda Municipal, além do Tribunal Regional Eleitoral. A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral também devem atuar nessa fiscalização, uma vez que a portaria também foi distribuída para esses órgãos.

 

Qualquer cidadão que presenciar alguma situação que fere a normativa pode denunciar por meio do 190, que as forças policiais tomarão as providências em caso de descumprimento da ordem.

Avalie este item
(0 votos)

Para apoiar os professores nos desafios do ambiente escolar no período pós-pandêmico, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), iniciou nesta quarta-feira, 21, o curso “Acolhimento e Bem-estar na Sala de Aula”, feito em parceria com o Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação) e a Plataforma Vivescer.

 

De forma inédita no Brasil, a formação acontece no formato híbrido, e será ministrado em 80 horas, divididas em 40h online e 40h presenciais. O curso foi construído coletivamente entre os profissionais da Vivescer e do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima) para qualificar professores nas relações interpessoais envolvendo aspectos de acolhida e de uma visão mais humana nas relações que se estabelecem na escola.

 

As aulas presenciais serão ministradas pelo Ceforr. Elas foram destinadas inicialmente a 60 professores da rede de escolas militarizadas de Roraima, e recentemente ampliadas, abrangendo agora um total de 33 instituições de ensino do Estado.

 

“Entendemos que as escolas militarizadas estão vivendo um momento importante de ampliação e os profissionais precisam também de um suporte pedagógico mais efetivo. Nesse sentido, essa primeira formação é direcionada a eles”, explicou Stela Damas, diretora do Ceforr.

 

Ferramentas de acolhimento e práticas pedagógicas

 

No formato online serão quatro módulos com atividades diversas envolvendo textos, fotos, infográficos e vídeos e, na sequência, encontros presenciais ao final de cada módulo.

 

A representante da Plataforma Vivescer, Silvia Breim, Vivescer destacou que o curso busca auxiliar professores a lidarem com situações observadas atualmente nas salas de aulas entre os alunos com o retorno das aulas presenciais, como ansiedade, preocupação, estresse e aumento de conflitos.

 

“A formação apresenta ferramentas de acolhimento e práticas que o professor pode aplicar em sala de aula, como rodas de conversa, feedback sensível, escuta qualificada, diários de aprendizagem, ou seja, ferramentas do âmbito pedagógico que ajudam a construir um clima positivo em sala de aula”, detalhou.

 

Ao final da formação, os docentes receberão certificados emitidos pelo Instituto Singularidades, parceiro da ação.

Avalie este item
(0 votos)

Mais uma etapa da II Gincana do Detran-RR ocorreu nesta quinta-feira, 22, no pátio da instituição. A prova teve a participação de diretores, coordenadores, professores e pais de alunos, que foram indicados pelos estudantes de cinco escolas da rede estadual de ensino.

 

A gincana faz parte das ações programadas pela autarquia, em alusão à Semana Nacional de Trânsito, que acontece anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro, para incentivar um ambiente mais seguro no trânsito junto à sociedade.

 

Na etapa desta quinta-feira, 23, participou uma dupla de condutores de cada escola, sendo um motorista de moto e um de carro, que passaram por testes que geram pontos para as escolas que eles representavam.

 

Os coordenadores, professores e pais de alunos também cumpriram as provas de doação de sangue, vistoria de veículos, teste do bafômetro e a prova prática.

 

A agente de trânsito Ruth Prill contou que a gincana é importante para que toda a comunidade escolar esteja unida em busca de um trânsito mais seguro. “A gincana busca mobilizar toda a comunidade escolar. Aqui nós estamos fazendo as provas antecipadas que começaram com a doação de sangue e em cada etapa as escolas vão somando pontos”, explicou.

 

O encerramento da II Gincana do Detran, quando serão divulgados os resultados das provas, ocorrerá no sábado, 24, na Escola Estadual Ana Libória, a partir das 14h

 

Avalie este item
(0 votos)

Buscando fomentar cada vez mais o esporte em todas as suas vertentes, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), realizará a I Seletiva de Badminton, voltada para estudantes entre 12 a 14 anos, a partir desta sexta-feira, 23, até domingo, 25, no Estádio Canarinho.

 

Durante a manhã o campeonato inicia às 8h e no período da tarde, a partir das 15h. Participam do evento 38 inscritos, sendo 20 atletas no naipe feminino e 18 atletas no masculino.

 

O evento é organizado pelo IDR (Instituto do Desporto de Roraima) em parceria com a Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima), FRBd (Federação Roraimense de Badminton) e Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

 

“Nós estamos lançando a primeira semente da modalidade com parceria da recém-criada Federação Roraimense de Badminton, cujo presidente é Raimundo Morais. Os atletas inscritos são de nove escolas, e quatro são do interior do Estado”, disse a gerente-técnica do evento, Adriana de Souza.

 

As inscrições para a seletiva ocorreram entre 12 e 20 de setembro no Estádio Canarinho. Nesta quarta-feira, 21, ocorreu o congresso técnico com toda a equipe organizadora.

 

Os estudantes que vencerem a seletiva garantem vaga para representar Roraima nos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), que ocorrerá de 31 de outubro a 15 de novembro, no Rio de Janeiro, e é organizado pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar).

 

PARABADMINTON

 

Em parceria com a Uerr, durante a seletiva, haverá ainda um momento especial do paradesporto, com a apresentação e vivência do parabadminton voltado a estudantes de 13 a 17 anos. A ação é promovida pelo Centro Paralímpico da Uerr.

 

A MODALIDADE

 

Badminton é um esporte dinâmico praticado entre dois ou quatro jogadores. É parecido com o tênis, que usa raquetes e está dividido por uma rede, porém, ao invés de uma bola, ele é jogado com uma espécie de peteca.

 

A modalidade exige grande treinamento físico, além de agilidade, coordenação e reflexo dos jogadores. O Badminton é considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo. No início da década de 90, ele foi incluído nas modalidades olímpicas, sendo disputado pela primeira vez nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992.

 

E neste ano de 2022, a modalidade começa a ser implementada em Roraima, com a fundação da Federação Roraimense de Badminton e a realização da primeira seletiva no Estado.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), deu início nesta quinta-feira, 22, a uma capacitação sobre noções básicas para fiscalização sanitária. A atividade segue até esta sexta-feira, 23, no auditório da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância Epidemiológica), no bairro São Francisco.

 

Ao todo, 14 representantes de municípios do Estado estão participando da atividade, que reforça o poder de atuação dos agentes que desempenham atividades de fiscalização sanitária.

 

“O curso de fiscalização e conduta sanitária serve para capacitar e orientar os fiscais sanitários nas suas inspeções. Ele é voltado para todos os municípios, e hoje 14 deles estão participando”, afirmou o diretor da Vigilância Sanitária da CGVS, Rafael Chrusciak.

 

A programação havia sido acordada com os municípios há bastante tempo, mas sua execução precisou ser adiada por conta da pandemia de covid-19. Somente agora, com a doença sob controle, foi que a CGVS conseguiu colocar a capacitação em prática para os profissionais da área.

 

“A vigilância sanitária do Estado é responsável por capacitar e orientar os fiscais sanitários, tanto nas ações quanto na conduta, postura e habilidade. Então preparamos uma equipe técnica com experiência para estar ministrando a capacitação”, ressaltou o administrador do DVS (Departamento da Vigilância Sanitária), Jander Welson Arruda.

 

RELEVÂNCIA DA AÇÃO

 

As vigilâncias sanitárias dos municípios são as que mais desenvolvem mudanças ações diretas em prol da sociedade, uma vez que são conhecedoras da realidade de suas regiões. O intuito do curso é que cada representante esteja ciente das principais condutas que deve desempenhar dentro de seu ambiente de trabalho.

 

“Nossa principal expectativa em relação a esse treinamento é agregar mais conhecimento a respeito do nosso trabalho, do dia a dia e da postura do fiscal sanitário, acredito que isso será muito relevante para o nosso município”, comentou o gerente da Vigilância Sanitária de Caroebe, Josiel Almeida.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Água e Esgoto de Roraima), inicia, neste sábado, 24, as obras de construção da rede de distribuição e abastecimento de água tratada do bairro Senador Hélio Campos, localizado na zona Oeste de Boa Vista.

 

A obra vai beneficiar as famílias com 700 ligações domiciliares, perfuração de um poço artesiano tubular, uma adutora de água tratada, e ainda, 8 mil metros de extensão de rede de água, atendendo aos padrões da Caer e reforçando o abastecimento das famílias.

 

O valor total do investimento é de R$ 1,5 milhão oriundos do Programa Água para Todos. No processo executado pela empresa, cada residência ficará com a ligação pronta e já padronizada para a instalação do hidrômetro.

 

O presidente da Caer, James Serrador, explicou que a área compreende cerca de 37 ruas do bairro que antigamente eram chácaras e foram desmembradas em terrenos menores. A partir dessa regularização é que a companhia pode realizar os investimentos no sistema de distribuição de água local, iniciando na Travessa S-22 até a Travessa S-40.

 

“Estamos dando continuidade aos trabalhos de universalização da água por meio do Água para Todos. Após a regularização da área, a Caer vai mudar a realidade destas pessoas que há anos anseiam por este serviço”, disse.

 

MAIS INVESTIMENTOS     

 

Em 2022, a Caer concluiu a implantação dos sistemas de abastecimento de abastecimento nos bairros Nova Vida e Jardim das Copaíbas. Atualmente, estão em andamento as obras dos sistemas do bairro João de Barro e na Cooperativa Unicarvão. A empresa inicia ainda neste mês as obras do sistema de água no bairro Pedra Pintada, cuja licitação já foi concluída e homologada.

Avalie este item
(0 votos)

Estudantes do CME (Colégio Militar Estadual) Coronel PM Derly Luiz Vieira Borges conquistaram 24 medalhas na 7ª Olimpíada Brasileira de Geografia e Ciências da Terra.

 

Dentre as escolas roraimenses, o CME foi a instituição de ensino que conquistou o maior número de medalhas na Olimpíada GeoBrasil. Foram seis condecorações de ouro, três de prata e quinze de bronze alcançadas pelos alunos .

 

A conquista do ouro na competição assegurou uma das três vagas para representar Roraima na cidade de Campinas (SP), nos dias 25 a 27 de novembro.

 

INTERIOR

 

A EMTI (Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral) José de Alencar, localizado no município de Rorainópolis também participou da olimpíada, recebendo a medalha de prata na fase estadual.

 

Agora, os alunos João dos Santos Cunha, Deyse Kelli Oliveira Morais e Ana Rita Gomes de Castro, formam “Os Rurais”, única equipe do interior do Estado que conseguiu se classificar para a terceira fase em Campinas. Eles foram coordenados pelo professor Roniel Vitor de Oliveira

 

“Como professor coordenador, agradeço muito a participação dos alunos e a colaboração da gestão da escola. Todos estamos de parabéns”, explicou Roniel.

 

O objetivo primordial da olimpíada é fortalecer o processo de construção do conhecimento geográfico e contribuir para o processo ensino aprendizagem, tendo como pressuposto o ensino para uma formação cidadã.

 

A COMPETIÇÃO

 

A Olimpíada GeoBrasil é uma competição científica para estudantes das escolas públicas e particulares do Brasil, desde o 9° ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio, abrangendo temas de Geografia e das Geociências.

 

Os medalhistas terão a oportunidade de fazer parte da Seleção Brasileira que participará da Olimpíada Internacional de Geografia (IGeo) em 2023 na cidade de Bandung, Indonésia.

Avalie este item
(0 votos)

O dia 21 de setembro é marcado pela sensibilização sobre o Alzheimer, doença neurodegenerativa que afeta cerca de 1,2 milhão de pessoas no Brasil, segundo estimativas do Ministério da Saúde.

 

Em Roraima, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota é uma das unidades que realizam atendimentos voltados para quem sofre da doença, com média de 4 atendimentos por dia.

 

“O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que infelizmente não tem cura, e que ao longo dos anos progride. No entanto, temos medidas para fazer com que essa progressão seja mais lenta, através de medicamentos e com terapia multidisciplinar”, ressaltou o médico neurologista Felipe Queiroz.

 

A doença é definida como demência ou perda de funções cognitivas, como a memória, orientação, atenção e linguagem, causada pela morte de células cerebrais, além da piora progressiva dos sintomas. Quando diagnosticado precocemente, é possível retardar o seu avanço e ter um controle dos sintomas, permitindo uma melhor qualidade de vida para o paciente.

 

A evolução dos sintomas pode ser dividida em três fases: leve, moderada e grave.

 

Na fase leve, podem ocorrer alterações como perda de memória recente, dificuldade para encontrar palavras, desorientação no tempo e no espaço, dificuldade para tomar decisões, perda de iniciativa e de motivação, sinais de depressão, agressividade, diminuição do interesse por atividades e passatempos.

 

Na fase moderada, são comuns dificuldades mais evidentes com atividades do dia a dia, como esquecimento de fatos importantes e de nomes de pessoas próximas; incapacidade de viver sozinho, incapacidade de cuidar da casa, de fazer compras; dependência de outras pessoas, como ajuda com autocuidados; maior dificuldade para falar e se expressar com clareza; alterações de comportamento (agressividade, irritabilidade, inquietação); ideias sem sentido (desconfiança, ciúmes) e alucinações (ver pessoas, ouvir vozes de pessoas que não estão presentes).

 

Na fase grave, observa-se prejuízo gravíssimo da memória, com incapacidade de registro de dados e muita dificuldade na recuperação de informações antigas como, reconhecimento de parentes, amigos, locais conhecidos; dificuldade para alimentar-se; dificuldade de orientar-se dentro de casa. Pode haver incontinência urinária e fecal e intensificação de comportamento inadequado. Há tendência de prejuízo motor, que interfere na capacidade de locomoção, sendo necessário auxílio para caminhar. Posteriormente, o paciente pode necessitar de cadeira de rodas ou ficar acamado.

 

As causas da doença ainda são desconhecidas, mas há a possibilidade de que seja geneticamente determinada. Identificando algum dos sintomas, o paciente ou familiar deve procurar por um psiquiatra, geriatra ou neurologista especializado na doença para receber o tratamento adequado.

 

“O diagnóstico precoce é importante, porque o quanto antes descobrirmos a doença daquele paciente nós conseguimos fazer as intervenções mais cedo, visando dar um ganho funcional e mais tempo para esse paciente”, reforçou o especialista.

 

Queiroz salientou ainda a importância da data, uma vez que o Alzheimer ainda é encarado como um tema tabu para muitas pessoas.

 

"A data é importante para poder lembrar a todos nós dessa condição que não consideramos rara. O Alzheimer é uma doença que tem uma relativa frequência, que vai aumentando ao longo da idade e acomete principalmente os idosos acima de 65 anos”, completou.

 

A Clínica Médica Especializada Coronel Mota está localizada na rua Coronel Mota, nº 636, Centro. O horário de funcionamento é das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira.

 
Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 21, é comemorado o Dia de Luta pela Pessoa com Deficiência, uma data que ressalta a importância de promover ações de inclusão por parte das esferas pública e privada no Brasil.

 

Em Roraima, o CER II (Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual) se destaca na oferta de serviços de reabilitação para pessoas com algum tipo de deficiência, reforçando o compromisso do Governo de Roraima em dar autonomia para os pacientes.

 

Localizada no bairro Santa Tereza, o centro realiza uma média de 3 mil atendimentos por mês. A unidade é subordinada ao Departamento de Políticas de Reabilitação da Sesau (Secretaria de Saúde), que tem colocado em prática uma série de ações com foco na oferta de serviços de saúde para a população.

 

“O CER II tem o objetivo de reabilitar as pessoas, tanto as que sofrem acidentes quanto aquelas que nascem ou desenvolvem algum tipo de problema neurológico. Com esse serviço, nós estamos reforçando que somos o apoio para o desenvolvimento das atividades deles”, destacou a diretora da unidade, Irgélia Ramos.

 

Entre os pacientes assistidos está Raimundo da Silva, de 59 anos. Ele tem recorrido ao serviço de terapia da unidade para recuperar os movimentos que foram comprometidos por um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

 

“Às vezes, não nos sentimos parte da sociedade, e ter um dia específico para lembrar de nós é gratificante. O tratamento que eu tenho aqui no CER II é muito bom, o atendimento é humanizado”, completou.

 

O SERVIÇO

 

As atividades do CER II funcionam no prédio do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência em Boa Vista. A unidade atende todos os casos neurológicos do estado, como síndrome de Down, espectro autista, microcefalia, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e traumatismo craniano.

 

A equipe é composta por assistentes sociais, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeuta, fisiatra, pediatra, psicólogos e profissionais de enfermagem. Um trabalho essencial para reabilitar o paciente para a rotina de sua vida.

 

O Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência em Boa Vista está localizado na Avenida São Sebastião, 1195, bairro Santa Tereza. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 19h.

 

MEIOS AUXILIARES

 

Outro serviço oferecido pelo Governo é o repasse de meios auxiliares de locomoção, que ocorre através do PAPD (Programa de Atenção e Prevenção a Deficiência).

 

De janeiro a julho deste ano, foram realizadas a entrega de 2.108 meios auxiliares de locomoção. O repasse é feito após o paciente realizar um cadastro junto ao NERF (Núcleo Estadual de Reabilitação Física 08 de Outubro), unidade que funciona na avenida Ataíde Teive, bairro Nova Canaã.

 

Os documentos exigidos são os seguintes:

 

- Cópia da carteira de identidade ou registro de nascimento;

- Cópia do CPF;

- Cópia de comprovante de residência;

- Cópia do Cartão do SUS;

- Solicitação original do material médico, fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional com o diagnóstico médico ou CID (Classificação Internacional de Doença).

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 21, gestores das escolas estaduais do interior se reuniram no auditório da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) para tratar de assuntos referentes a pré-lotação de servidores para o ano de 2023 pela Dilot (Divisão de Lotação) e receber orientações sobre o NEM (Novo Ensino Médio).

 

Na reunião foram tratados assuntos como o envio da frequência, abono e lançamento de faltas, retroativo de gratificação, além de esclarecimentos sobre pedido de férias, progressões, licenças, retorno de atividades e aposentadoria.

 

“A reunião aconteceu ainda no mês de setembro para que os gestores se preparem dentro da escola, conversando com os professores. A novidade para o interior é a implementação do Nem, então este tempo servirá para organizar o quadro de servidores, no intuito de serem atendidos em novembro na pré-lotação”, informou Vanessa Peres, servidora da divisão de lotação e responsável pelos informes desta reunião.

 

O secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, participou da reunião, dando boas-vindas aos gestores e debateu demandas dos profissionais.

 

ASSISTÊNCIA AO INTERIOR

 

Na ocasião, a pedido dos gestores, o Diretor do DGE (Departamento de Gestão Escolar), Silvano Pinho e o diretor do DAE (Departamento de Apoio ao Educando), Naicon Araújo, falaram sobre a distribuição de itens do mobiliário e merenda escolar às escolas do interior.

 

De acordo com o DGE, até o final do ano, cerca de 1.900 tablets e notebooks devem ser entregues para as escolas que não haviam sido previamente contempladas.

 

Já os itens da merenda escolar, serão, mais uma vez reforçados para garantir comida de qualidade a todas as comunidades, principalmente aquelas fora das sedes dos municípios.

 

Vinda da comunidade do Trairão, no Amajari, a gestora Jaquilene Freire, que trabalha na Escola Estadual Francisco Pereira da Silva, veio e aprovou o encontro, relatando que reunir representantes do interior nem sempre é uma tarefa fácil.

 

“É um encontro muito necessário e esclarecedor. Fiz questão de me levantar e agradecer porque a escola tem sido contemplada mesmo sendo em uma localidade distante e recebemos todos os suprimentos e merenda”, disse a gestora.

 

Avalie este item
(0 votos)

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral), reuniu nesta terça-feira, 20, em Brasília, representantes das polícias civis de todos os Estados e do Distrito Federal para discutir a segurança das Eleições de 2022.

 

Roraima foi representado pelo delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Eduardo Wayner, que destacou a importância do alinhamento do trabalho em todas as unidades da federação brasileira.

 

“Esse é um grande momento no qual a Polícia Judiciária trabalha para garantir que o pleito ocorra de forma segura, observando que é fundamental a troca de informações entre a Justiça Eleitoral e as polícias civis”, disse o delegado.

 

A reunião foi conduzida pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, que reforçou as regras para o pleito de 2022, principalmente as que proíbem o acesso do eleitor à cabine de votação usando celular ou armas.

 

Também foram apresentadas pelos chefes das policiais civis as especificidades de cada localidade, e as soluções para eventuais problemas, além de debater estratégias para coibir possíveis intercorrências nos dias de votação.

 

“A Polícia Civil reforçará as ações de segurança para garantir o desenvolvimento pleno no pleito e vai colaborar com o plano estratégico de segurança nas eleições em Roraima, que estão sob a responsabilidade do TRE [Tribunal Regional Eleitoral de Roraima]”, concluiu Eduardo Wayner.

Avalie este item
(0 votos)

O general de brigada Marcelo Lorenzine Zucco, comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro, visitou, na manhã desta quarta-feira, 21, o quartel do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima). A visita anual da comitiva serve como forma de coordenação, controle, orientação técnica e planejamento do órgão para promover e integrar o desenvolvimento de atividades das forças auxiliares.

 

Os militares do Exército foram recepcionados pelo comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, pelo subcomandante geral, coronel Gewrly Batista Melo e membros do Estado-Maior-Geral da corporação.

 

Durante a visita, o general Zucco falou da importância da visita técnica como forma de conhecer o trabalho realizado pela Corporação com o objetivo de promover uma maior parceria entre as instituições.

 

O general fez a entrega de um certificado ao coronel Anderson como forma de agradecimento pelo apoio ao Exército Brasileiro. “Esta é uma maneira que a Brigada e o Exército Brasileiro têm de expressar o agradecimento ao trabalho do comando e do Corpo de Bombeiros de Roraima”, declarou.

 

Foi feita uma breve apresentação à comitiva do Exército Brasileiro sobre toda a estrutura do Corpo de Bombeiros na capital e no interior, com destaque para materiais e equipamentos adquiridos nos últimos anos.

 

O comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson, agradeceu a visita do general Zucco, colocando a corporação militar sempre à disposição para o estreitamento de parcerias em diversas áreas.

 

“O Exército Brasileiro já é nosso parceiro de longa data, e essa visita do general Zucco é extremamente importante para estreitarmos as relações entre as instituições, promovendo assim, uma melhor prestação de serviço à nossa sociedade”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

O Programa Cuidando do Servidor, promovido pelo Governo de Roraima, por meio da Escola de Governo da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), realizou nesta quarta-feira, 21, aproximadamente 70 atendimentos especializados na Escola Estadual Buritis.

 

Desta vez, a iniciativa oportunizou que os servidores e moradores da comunidade tivessem acesso aos serviços diversos como enfermagem, farmácia, biomedicina, nutrição, fisioterapia, testagem rápida para covid-19 e vacinação.

 

Além disso, ofertou atendimentos pelo Procon Estadual, Caer (Companhia de Água e Esgoto de Roraima), Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), Clube de Benefício do Servidor, além de atendimentos jurídicos.

 

O objetivo é de acompanhar e trazer melhorias à qualidade de vida dos servidores públicos, levando serviços diretamente ao local de trabalho do servidor.

 

Para a servidora pública do Programa Nacional de Imunização, Leila Lima, o projeto facilitou o acesso a serviços médicos e cidadania aos servidores que não encontram tempo para ir até uma unidade.

 

“O programa é uma excelente iniciativa para o servidor receber atendimentos de saúde sem precisar enfrentar filas, principalmente aos servidores que não podem se ausentar do trabalho”, destacou.

 

Durante o mês de setembro, as ações serão concentradas na matriz da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e nas escolas da rede estadual. A programação teve início no dia 24 de agosto na Escola Estadual Lobo D’Almada e encerrou o mês, nesta quarta, 21.

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) realiza a segunda prova da II Gincana do Detran, que conta com a participação de alunos de cinco escolas da rede estadual de ensino. O evento ocorre nesta quinta-feira, 22, às 9h, no pátio da instituição, e faz parte da Semana Nacional de Trânsito.

 

Durante toda a semana serão realizadas diversas atividades como blitze educativas, palestras e a última etapa da Gincana do Detran, que tem a participação de alunos das escolas estaduais Barbosa de Alencar, 13 de Setembro, Cívico-Militar Fagundes Varela e dos colégios militarizados Elza Breves e Dr. Luiz Rittler de Lucena.

 

A gincana é uma maneira de orientar os estudantes de forma lúdica sobre a importância de respeitar as leis de trânsito. “Essa ação é importante, uma vez que esse público será o futuro motorista da nossa cidade, do nosso Estado, e no dia a dia tem o papel de atuar como multiplicador, repassando o que aprenderam aos pais e responsáveis”, disse o presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte.

 

A Semana Nacional de Trânsito, que tem o tema “Juntos Salvamos Vidas”, é promovida com o objetivo de sensibilizar a população, em especial os motoristas sobre as medidas de segurança no trânsito. “É necessário que a população tenha consciência sobre a necessidade da participação e da responsabilidade de todos no trânsito.

 

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

Dia 22, quinta-feira

Atividade: Prova de direção (carro e moto) da II Gincana do Detran

Local: Pátio do Detran (avenida Brigadeiro Eduardo Gomes)

Horário: 9h

 

Dia 23, sexta-feira

Atividade: Blitz educativa

Local: Frente do Detran, junto com a Empresa Hemissul

Horário: 8h

 

Dia 24, sábado

Atividade: Encerramento da Gincana do Detran

Local: Escola Ana Libória

Horário: 13h às 18h

 

Na próxima semana serão realizadas mais ações, em que estão sendo definidos os locais, horários e dias.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima será representado pela Secult (Secretaria de Cultura e Turismo) na ABAV Expo 2022, considerada a maior e mais importante feira turística do Brasil. O evento é organizado pela Associação Brasileira de Agências de Viagens e começa nesta quarta, 21, e segue até sexta-feira, 23.

 

Na ocasião, a equipe roraimense participa da 16ª reunião da Fornatur (Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo), para discutir várias pautas relacionadas ao setor. O encontro ocorre na quinta-feira, 22.

 

Entre os assuntos a serem tratados, estão a apresentação da atualização do Programa de Regionalização do Turismo, mensuração de pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o setor de serviços, abrangendo a Região Norte e a avaliação do Programa Voar de Novo. As RAI (Rotas Amazônicas Integradas) também terão destaque no evento.

 

De acordo com o diretor do Departamento de Turismo da Secult, Bruno Muniz de Brito, as revistas promocionais feitas pela pasta serão apresentadas em stands parceiros, destacando os roteiros turísticos de Roraima. Ainda na quinta-feira, a equipe acompanha a palestra de lideranças indígenas de Pacaraima e Normandia, que vão falar de iniciativas da Secult voltadas ao etnoturismo.

 

“Recentemente nós conseguimos estruturar e capacitar 12 comunidades para receber turistas. Essas comunidades já estão trabalhando, com a recepção de visitantes e as lideranças vão participar desse momento de compartilhamento de informações no evento”, ressaltou Bruno.

 

Avalie este item
(0 votos)

Visando melhorar cada vez mais os serviços voltados para a população, o Hospital Regional Sul Governador Ottomar de Sousa Pinto promoveu no último sábado, 17, uma palestra junto aos servidores da unidade. A ação foi alusiva ao Dia Mundial da Segurança do Paciente.

 

“Foram envolvidas as equipes de enfermagem, assistência, pacientes e acompanhantes nessa campanha. Realizamos palestras, dinâmicas e distribuição de fôlderes explicativos”, destacou a responsável pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente da unidade, Mônica Aguiar.

 

O setor é encarregado por promover a prevenção, implantar protocolos, controlar os incidentes e estimular o corpo multiprofissional impulsionando ações que fortaleçam a segurança do paciente.

 

Na ocasião, também foram apresentadas as seis metas internacionais de segurança do paciente, que são preconizadas pelo Ministério da Saúde. O intuito é promover melhorias específicas na segurança do paciente, por meio de estratégias que abordam aspectos problemáticos na assistência à saúde.

 

“O objetivo é sensibilizar os profissionais, de todas as áreas, os potenciais riscos à segurança do paciente, para auxiliar na construção de barreiras de defesa que minimizem as possibilidades de danos, seja para o paciente, profissional ou o ambiente de trabalho”, ressaltou Mônica.

 

METAS INTERNACIONAIS DE SEGURANÇA DO PACIENTE

 

  • Identificar o paciente corretamente;
  • Melhorar a eficácia da comunicação;
  • Melhorar a segurança dos medicamentos de alta-vigilância;
  • Assegurar cirurgias com local de intervenção correto, procedimento correto e paciente correto;
  • Reduzir o risco de infecções associadas a cuidados de saúde;
  • Reduzir o risco de danos ao paciente, decorrente de quedas.
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima começou a atender os produtores rurais no novo Centro Estadual Integrado de Atendimento ao Produtor Rural de Alto Alegre. O prédio está funcionando desde terça-feira, 20, na Rua Antonio Eduardo de Santana, 0SN, na sede do município.

 

Para a nova rotina de trabalho, serão ofertados regularização fundiária, ambiental, extensão rural, crédito agrícola e demais atividades do setor produtivo, fortalecendo o eixo de desenvolvimento agroambiental.

 

No espaço, o leque de atendimentos ao produtor rural aumentará, uma vez que serão realizadas ações conjuntas da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Seadi (Secretaria Estadual Agricultura Desenvolvimento e Inovação), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Desenvolve Roraima e Sei (Secretaria Estadual do Índio).

 

O local faz parte do planejamento de estruturação de todas as 30 CPRs (Casas do Produtor Rural) em todo o Estado, que vão atender a população com novo nome e estrutura.

 

“É um espaço feito para dar um melhor atendimento a todos os agricultores familiares do nosso estado. Tem por função agora uma nova proposta de trabalho do governo de Roraima para atendimentos a vários outros setores no nosso estado. A obra é atualizada, moderna e quem vem com outro intuito, que é facilitar a vida do agricultor familiar do Estado”, destacou o presidente do Iater, Marlon Buss.

 

As entregas dos 30 Centros Estaduais Integrado de Atendimento ao Produtor Rural estão sendo executadas pelo Governo de Roraima, sob responsabilidade da Femarh. O valor total do investimento de revitalização nos locais é de R$ 4 milhões oriundos de recursos próprios

 

“As Casas do Produtor Rural vão abrigar todos esses serviços e estes espaços têm o intuito de receber todas as instituições do eixo de produção de Roraima. Mas esse serviço também vai funcionar de modo itinerante para qualquer outra secretaria que precise utilizar os pontos para alguma ação”, detalhou o presidente da Femarh, Glicério Fernandes.

 

OUTROS CENTROS

 

Além de Alto Alegre, os produtores rurais de Iracema e Caracaraí também começarão a ser atendidos em dois centros a partir de quinta-feira, 22. Em Iracema, o local funciona na rua Quintino Serqueira, n° 2295, no Centro. Já em Caracaraí, o espaço é localizado na rua T-7 Nº 352, bairro Santa Luzia.

 

No dia 27, serão entregues à população duas unidades em Pacaraima e na Vila do Trairão, no município de Amajari.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima deu início aos serviços do CEAD (Centro Especializado de Atenção ao Diabetes). A iniciativa, executada pela Sesau (Secretaria de Saúde), tem como finalidade garantir uma vida mais ativa, com mais qualidade e mais saúde para as pessoas com diabetes.

 

O centro começou a atender o público a partir desta terça-feira, 20. A unidade está na Clínica Coronel Mota, localizada no Centro de Boa Vista, e funciona de segunda a sexta, das 7h às 13h.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou o fato como uma vitória para o paciente com diabetes.

 

“Já era um projeto que vinha sendo amadurecido e hoje celebramos a sua efetivação. O intuito é estimular o paciente a ter uma vida mais saudável, e para isso contamos com uma equipe multidisciplinar para acolher essa pessoa, de modo a garantir um tratamento mais humanizado com profissionais de diversas especialidades e garantir um procedimento mais adequado”, destacou.

 

A diretora geral do Coronel Mota, Rayane Santos explicou melhor sobre o horário de atendimento para a população.

 

“Os atendimentos irão funcionar pela manhã de segunda a sexta, das 7h às 13h, na própria unidade. O local irá funcionar como acolhimento para esse paciente”, afirmou a diretora do Coronel Mota, Rayane Santos.

 

Tafarel Marques, que tem diabetes há 20 anos, acredita que o centro vai ajudar muitas pessoas que necessitam de um atendimento melhor e de qualidade.

 

“Esse novo serviço disponibilizado é muito bom para nós que somos diabéticos, é um espaço com ótima acomodação. Esse acolhimento e olhar diferenciado era necessário, porque a diabetes não espera, quanto antes for tratada, melhor”, frisou.

 

SERVIÇOS OFERECIDOS

 

O Centro terá parceria dos serviços de enfermagem e educação física da UERR (Universidade Estadual de Roraima).

 

“É um serviço especializado que tem como foco atender aqueles pacientes que já estão em tratamento de diabetes. A ideia é que consigamos um acompanhamento voltado para educação em saúde, voltado para mudanças no estilo de vida, e assim contribuir para o tratamento desses pacientes”, salientou a coordenadora de enfermagem da instituição, Ellen Bertelli.

 

O CEAD prestará serviço no atendimento clínico multiprofissional, com cerca de 15 especialidades, na assistência à prática de atividades físicas, incluindo iniciativas como programas em grupo para auxiliar e assistir pessoas com diabetes na prática do cotidiano, com a filosofia de transformar doenças em saúde, fazendo dos corredores de longa distância com diabetes um exemplo de saúde para toda a comunidade.

Avalie este item
(0 votos)

No período de janeiro a agosto deste ano, o CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Edna Macellaro Marques de Souza) realizou mais de 2.700 atendimentos médicos psiquiátricos em pacientes do Estado. A unidade é referência no acolhimento de pessoas que sofrem de algum tipo de transtorno mental grave e persistente, que se encontram em situação de crise ou em processo de reabilitação.

 

Conforme o diretor da unidade, Maurício Caldart, o CAPS III realiza, aproximadamente, cerca de cem consultas mensais pela equipe de psicólogos, sendo que 40 deles estão relacionados a novos acolhimentos de pessoas que recorrem ao serviço psicossocial pela primeira vez ou que retomam o tratamento após abandono.

 

“Além do tratamento com medicamentos, nós realizamos atividades terapêuticas com educadores físicos e terapias ocupacionais, e atendimentos com psicopedagogos, assistentes sociais e equipe de enfermagem, justamente para melhorar o suporte e acompanhamento dos pacientes”, ressaltou.

 

O serviço de assistência social do CAPS III realiza o acolhimento inicial dos usuários, com orientações e também atendendo aos familiares. Dentro disso, é feito uma articulação com a rede de acolhimento, para que os pacientes busquem os seus direitos e assistência através das outras unidades.

 

“Fazemos acompanhamento em domicílios dos pacientes e também o acompanhamento dos familiares para ajudá-los nesse processo de tratamento”, frisou a assistente social da unidade, Talissa Nogueira.

 

Iolanda de Jesus é uma das pacientes que é acompanhada pelo Centro após diagnóstico de depressão e ansiedade grave. Com 62 anos, ela explicou que frequenta o CAPS há vários anos e tem a equipe do centro como uma família.

 

“No meu caso, eu não posso ficar sozinha, então quando eu venho para cá me sinto bem e acolhida. As técnicas aqui são melhores até que os meus próprios parentes, sempre bastante atenciosos”, relatou.

 

COMO FUNCIONA A REDE?

 

O acesso ao atendimento psiquiátrico em Roraima se dá de duas formas: por livre demanda ou encaminhamento, sendo a primeira opção por meio das UBS (Unidades Básicas de Saúde). Dependendo da situação, o paciente pode ser encaminhado para os demais pontos da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial).

 

Fazem parte da rede a Clínica Médica Especializada Coronel Mota, que é a referência de ambulatório de psiquiatria e psicologia no estado; os CAPS que atuam em cada município; o CAPS II, unidade voltado para o atendimento infantil em Boa Vista; e o CAPS III.

 

Além desses pontos, há ainda o CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas), que é destinado para o acolhimento e tratamento de pacientes dependentes de álcool e drogas.

 

Em casos de surtos psicóticos, tentativas de suicídio, crise por abstinência, é recomendado que o paciente seja encaminhado para o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), que é a referência no Estado para emergências psiquiátricas, com escala de atendimento de 24h.

 

“Ele chega até nós por encaminhamento ou então por demanda espontânea. os CAPS são classificados como serviços de portas abertas, onde a pessoa pode se referenciar até nós em qualquer dia e horário e será acolhido e orientado corretamente para o local onde vai receber o melhor atendimento possível”, completou Caldart.

 

O CAPS III fica localizado na avenida Capitão Ene Garcês, 497, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h.

 

PASSEIO CICLÍSTICO

 

No próximo domingo, 25, o Departamento de Políticas de Saúde Mental da Sesau (Secretaria de Saúde) vai promover um passeio ciclístico em alusão ao Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

 

 Qualquer pessoa pode participar da ação que iniciará com concentração na Praça Fábio Marques Paracat, a partir das 15h.

 

“O ‘Todos pela Vida’ é uma atividade alusiva ao setembro amarelo, convidamos a população a se concentrar na praça Fábio Paracat. Faremos um percurso curto, pode vir crianças e suas famílias, lembrando de trazer equipamento de segurança e uma garrafinha de água”, concluiu o diretor.

 

PROGRAMAÇÃO

 

15h – Concentração dos participantes na Praça Fábio Paracat;

16h – Início do percurso;

18h – Fim do percurso na Praça das Águas, em frente ao Portal do Milênio.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta segunda-feira, 19, desembarcaram em Boa Vista os últimos integrantes da delegação de Roraima que representou o Estado nos Jogos da Juventude 2022. A competição promovida pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) ocorreu no período de 2 a 18 de setembro em Aracaju (SE), com a participação de mais de 4 mil atletas entre 15 a 17 anos (categoria infantil) de todo o Brasil.

 

Roraima conquistou duas medalhas de ouro com as equipes feminina (Escola Tancredo Neves) e masculina (Escola Camilo Dias) de vôlei de praia, além de uma medalha de prata no naipe feminino (Escola Tancredo Neves).

 

O Estado foi muito bem representado em 12 modalidades: atletismo, tênis de mesa, natação, vôlei de praia, voleibol, futsal, taekwondo, ciclismo, handebol, basquetebol, judô e ginástica rítmica. O Governo de Roraima viabilizou a participação de 170 integrantes, com a aquisição de todas as passagens aéreas da delegação.

 

MEDALHISTAS E DESTAQUES

 

Um dos pódios roraimenses nos Jogos da Juventude foi na modalidade vôlei de praia, que conquistou duas medalhas de ouro. As duplas Jamile Santos e Cláudia Valente, da Escola Tancredo Neves, e Jorge Barros e Raylan Martins, da Escola Camilo Dias, conquistaram os lugares mais altos dentro da segunda divisão. Pelo feito, as duplas inseriram Roraima na primeira divisão, ou seja, na elite do vôlei de praia escolar brasileiro. As equipes estavam acompanhadas do professor Wallace Souza.

 

No voleibol de quadra, o time feminino da Escola Tancredo Neves trouxe para o Estado a medalha de prata e também elevou Roraima para a primeira divisão da modalidade. A equipe foi liderada pelo professor Roberval Mendonça.

 

Já o time masculino da Escola Monteiro Lobato, que já está na primeira divisão, disputou com grandes times do eixo Rio-São Paulo e conquistou o quarto lugar, ficando, portanto, entre as quatro melhores equipes do Brasil. O time foi coordenado pelo professor Antonio Fidelis.

 

Outro grande destaque da competição foi a participação de Roraima pela primeira vez na modalidade ciclismo. O estudante Dheyvid Barros, do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Wanda David Aguiar foi o pioneiro nesta modalidade e abriu as portas para futuros participantes. Ele foi acompanhado do professor Emilangelo Medeiros.

 

INVESTIMENTO

 

O chefe da delegação, Dinaildo Barreto, afirmou que o Governo de Roraima entende a importância do esporte para o desenvolvimento integral dos nossos jovens e adolescentes e por isso vem investindo nessa grande ferramenta de transformação social.

 

“Tivemos uma boa representatividade em 12 das 16 modalidades ofertadas na competição. Isso é muito importante para o Estado, principalmente para nossos atletas terem contato com equipes de outros lugares, verem de perto um grande evento esportivo, além de terem a oportunidade de vivenciar uma experiência única que levarão para o resto da vida”, disse Barreto.

 

PRÓXIMAS COMPETIÇÕES

 

O próximo desafio esportivo escolar serão os JEB’s (Jogos Escolares Brasileiros), que ocorrem em novembro no Rio de Janeiro (RJ) e são destinados a estudantes entre 12 a 14 anos (categoria mirim).

 

Os atletas vencedores dos JER’s (Jogos Escolares de Roraima) garantiram vaga para participar da competição nacional, que será toda custeada e organizada pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar) e feita em parceria com a Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima).

 

Já a próxima sede dos Jogos da Juventude 2023 já foi definida para ser em Ribeirão Preto (SP). Dinaildo destacou que o Estado realizará projetos a fim de oferecer uma boa preparação para as equipes participantes no próximo ano. “Vamos desenvolver projetos para estimular a prática esportiva e preparar bem nossos atletas que possuem grande potencial”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

A Vunesp (Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista) divulgou nesta terça-feira, 20, no site da instituição, os locais das provas dos inscritos para o concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima).

 

O certame para o provimento de vários cargos da instituição tem provas previstas para o próximo final de semana, nos dias 24 e 25 de setembro, e posteriormente para os dias 5 e 6 de novembro, a depender do cargo pretendido.

 

O candidato pode conferir o local que irá fazer a prova através do site oficial da Vunesp ou pelo telefone 11-3874-6300. A lista contendo as orientações também será disponibilizada no DOE (Diário Oficial do Estado), com acesso pelo site da Imprensa Oficial de Roraima.

 

De acordo com o diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, é preciso conferir com atenção os locais e horários das provas.

 

“Alguns locais sofreram alteração. Antes seriam realizadas provas em escolas estaduais e agora foram transferidos para o IFRR (Instituto Federal de Roraima). É importante também que os candidatos se programem em relação aos horários, para que não tenham problemas com atrasos e percam a oportunidade de fazer a prova”, destacou.

 

O delegado-geral Eduardo Wayner enfatizou que as novas datas das provas foram definidas de acordo com a Lei nº 1.471, de 5 de maio de 2021, que prevê que a data e horário de aplicação de provas de concursos públicos estaduais não podem coincidir com a data e hora de aplicação de provas de certames públicos já registrados em Diário Oficial.

 

24 E 25 DE SETEMBRO

 

Com duas etapas, a prova discursiva para o cargo de delegado de Polícia Civil será aplicada no sábado, dia 24 de setembro pela manhã. No domingo, dia 25 de setembro, também pela manhã, é a vez da prova objetiva.

 

Nos dois dias, os portões serão abertos às 8h no horário de Brasília, ou seja, às 7h no horário de Boa Vista. Início das provas às 8h em Boa Vista. 

 

Os candidatos que vão concorrer às vagas para o cargo de auxiliar de perito criminal farão as provas objetivas no dia 24, sábado, à tarde. Neste caso, a abertura dos portões ocorrerá às 14h do horário de Brasília (DF), ou seja, 13h no horário local.

 

O início das provas será às 14h em Boa Vista.

 

No dia 25 de setembro, domingo, à tarde, será aplicada a prova discursiva para os candidatos ao cargo de agente de Polícia Civil, seguindo os mesmos horários do sábado pela tarde.

 

5 E 6 DE NOVEMBRO

 

No dia 5 de novembro pela manhã serão aplicadas as provas objetiva e discursiva pela manhã para os candidatos aos cargos de médico-legista, odontolegista e perito criminal.

 

No período da tarde, no dia 5, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de perito papiloscopista.

 

No dia 6 de novembro será aplicada a prova objetiva para quem vai concorrer às vagas ao cargo de auxiliar de necropsia no período da manhã.

 

À tarde do dia 6 de novembro serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de Escrivão.

 

VAGAS

 

O concurso da Polícia Civil de Roraima oferta 175 vagas imediatas, distribuídas entre vários cargos de nível médio e superior, para os cargos de delegado, escrivão, agente de polícia, papiloscopista, auxiliar de perito, auxiliar de necropsia, médico-legista, odontolegista e perito criminal. Ao todo, foram registrados 21.321 candidatos inscritos.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), inicia nesta terça-feira, 20, a entrega de um kit de emergência para reforçar a atenção básica de saúde. A localidade a ser beneficiada será a cidade de Pacaraima, na região Norte do Estado.

 

“Ao todo, Roraima foi agraciada com mais de 10 mil itens, graças à parceria do Estado com o Governo Federal. Essa será uma grande ajuda para o município, que vem sofrendo com intercorrências climáticas, como a que aconteceu no último sábado, 17”, ressaltou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

O kit que será destinado ao município contém medicamentos e insumos para atender até 1.500 pessoas por um prazo de até 30 dias. Tais itens são destinados para tratar as principais doenças ocasionadas pelas chuvas, como verminoses, diarreia e problemas respiratórios.

 

Serão enviadas também ataduras, luvas e gaze para suprir os atendimentos em um mês.

 

“O Ministério da Saúde possui portarias de auxílio aos municípios atingidos por desastres, e aqui em Roraima eles anualmente são visitados para que em épocas de períodos relacionadas a chuvas, possam pedir essa ajuda do MS. Como ponto focal, nós temos o departamento de vigilância ambiental, que é quem faz essa ponte entre o município e o ministério”, afirmou o gerente da Vigidesastres, Guaracy Cabral.

 

Além do reconhecimento do estado da situação de emergência da cidade fronteiriça, consequência das chuvas intensas, o Governo Federal determinou a condição de calamidade pública.

 

“Ano passo entregamos um kit para o município de São João da Baliza por causa das chuvas, e esse ano em Pacaraima, além da situação de emergência reconhecida pelo Governo de Roraima, o Governo Federal decretou estado de calamidade pública, por conta das fortes chuvas atingindo mais de 8 mil pessoas. Em razão disso, foi solicitado o auxílio a vigilância em desastres”, esclareceu Cabral.

 

VIGIDESASTRES

 

O Vigidesastres é um programa sob a responsabilidade da Coordenação-Geral de Vigilância em Saúde Ambiental, do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. O objetivo do órgão é desenvolver um conjunto de ações a serem adotadas continuamente pelas autoridades de saúde pública para reduzir o risco da exposição da população e dos profissionais de saúde, reduzir doenças e agravos decorrentes deles, bem como os danos à infraestrutura de saúde.

Avalie este item
(0 votos)

Para discutir estratégias e ações na implementação do NEM (Novo Ensino Médio) nas escolas estaduais de Roraima, o coordenador-geral do programa no MEC (Ministério da Educação), Fernando Wirthmann, está em Boa Vista para um encontro formativo com o comitê geral de implementação no Estado.

 

O evento acontece nesta terça-feira, 20, a partir das 8h30, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi. É uma iniciativa da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio da Diemp (Divisão de Ensino Médio e Educação Profissional).

 

Participam do encontro técnicos da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), gestores e coordenadores de escolas da capital, interior e comunidades indígenas.

 

Durante o evento, serão tratados temas relevantes como a trajetória do ensino médio nas perspectivas dos marcos legais, a aplicação e reprogramação dos recursos ofertados, a estrutura curricular do novo ensino médio, a escolha de alunos sobre os itinerários formativos, além de relatos de experiências das escolas com o novo sistema implantado e rodas de perguntas.

 

“A implementação do Novo Ensino Médio iniciou em 2022 de forma obrigatória para todos os estados, com as primeiras séries, com o objetivo de contemplar as três séries até 2024, respeitando as diversidades, as realidades de cada canto do país, principalmente as escolas do interior, indígenas e quilombolas que vão necessitar de um tempo maior para a implementação”, disse o coordenador geral, Fernando Wirthmann.

 

Status do NEM em Roraima

 

Atualmente, das 153 escolas estaduais de ensino médio na rede estadual, 14 já implementaram o NEM no Estado. Até 2024, mais 139 escolas devem concluir o ciclo.

 

Para auxiliar a equipe gestora junto aos professores, a Seed promove um cronograma de oficinas de formação e qualificação curricular.

 

“Lembramos que a lei 13.415 de 2017 alterou a lei de diretrizes e bases da educação a nível nacional e estabeleceu uma mudança no ensino médio, ampliando o tempo mínimo do estudante na escola de 800 para mil horas anuais. Isso define uma nova organização curricular, mais flexível”, salientou a chefe da divisão de ensino médio e educação profissional da Seed, Irene Pereira.

 

A mudança tem como objetivo garantir a oferta de educação de qualidade aos estudantes brasileiros e de aproximar as escolas das realidades das comunidades de hoje.

 

Em Roraima, o coordenador-geral constatou os avanços da implementação do NEM, principalmente no último semestre, com a aprovação das matrizes e referenciais curriculares e a aprovação do plano de implementação, além do plano de ação para os itinerários formativos.

Avalie este item
(0 votos)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) realizou na manhã desta segunda-feira, 19, no QCG (Quartel do Comando Geral), uma coletiva de imprensa para atualizar as informações sobre o vendaval de sábado, 17.

 

Prestaram esclarecimentos à população, através da imprensa, o comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, o subcomandante-geral, coronel Gewrly Batista Melo, e o gerente de Proteção e Defesa Civil, capitão Rodrigo Alcoforado.

 

De acordo com os números apresentados pelo comandante-geral, nas 36 horas seguintes ao evento, o Corpo de Bombeiros recebeu 562 chamados na linha de emergência 193 para situações relacionadas ao vendaval.

 

Desse total, 183 ocorrências foram classificadas como sendo prioridade de atendimento, por se tratar de ocorrências envolvendo em sua maioria, queda de árvores sobre residências, veículos, ou algum patrimônio da população.

 

Desde as primeiras horas, as equipes do Corpo de Bombeiros foram reforçadas para prestar o devido atendimento à população.

 

O Posto de Comando do SCI (Sistema de Comando de Incidentes) foi instalado na noite de sábado, 17, na sala do Centro de  Operações e Comunicações de Bombeiros, na Secretaria de Segurança Pública (Ciops/Sesp), e passou a gerenciar toda a operação.

 

Com a organização do cenário, o número de equipes nas ruas passou rapidamente de cinco para 17, totalizando o emprego direto de 68 bombeiros. Os trabalhos seguiram até às 6h da manhã de domingo, 18, quando as equipes retornaram ao quartel para realizar a passagem de serviço às novas equipes.

 

Foram registradas ocorrências em 18 bairros da capital, entre eles os mais atingidos foram o São Vicente, 13 de Setembro, Pricumã e Liberdade.

 

Somente entre o sábado à noite e toda madrugada de domingo, o Corpo de Bombeiros realizou o atendimento em 59 residências; domingo durante o dia foram mais 34 ocorrências, e nesta segunda-feira (19) pela manhã, outras 10 ocorrências já foram executadas. A Corporação trabalha com uma demanda reprimida de 81 ocorrências.

 

O coronel Anderson informou que esses números ainda podem aumentar, em razão de novas ocorrências estarem sendo registradas a todo momento no COCB/Ciops. “Nossas equipes estão trabalhando incansavelmente para atender o maior número possível de solicitações. Pedimos a compreensão da nossa população, pois não descansaremos enquanto não zerarmos o número de ocorrências”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Diante do aumento das demandas por bolsas de sangue pelas unidades hospitalares do Estado, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) dará início nesta terça-feira, 20, a uma série de ações de orientação junto a instituições parceiras.

 

Conforme a assistente social da captação de sangue da unidade, Hellen Bessa, as atividades incluem desde a realização de palestras a campanhas de doação in loco. A ideia é sensibilizar o máximo de pessoas, a fim de aumentar o número de doadores cadastrados.

 

“Palestraremos sobre a importância e critérios da doação de sangue, do horário de funcionamento, e formas estratégicas de atender os grupos com interesse em fazer a doação e o fluxo durante a semana. Quando identificamos um grupo com quantitativo acima de 50 pessoas, podemos abrir os atendimentos durante o fim de semana, que acontece no sábado de manhã”, informou.

 

As palestras acontecerão em diferentes instituições de ensino, como a Unama (Universidade da Amazônia), Ceterr (Centro de Educação Técnico e Especializado de Roraima), Uniasselvi (Associação Educacional Leonardo da Vinci). A programação junto a essas unidades seguirá até o fim do mês.

 

“Temos parceiros fundamentais que abriram as portas para nós. Iniciamos com as palestras para identificar também as pessoas com o fator RH negativo, pois observamos que, para um Centro que atende todo o estado, a quantidade de pessoas cadastradas com o fator RH negativo é muito baixa. E percebemos o interesse que esses alunos mostraram ao fazer questionamentos para identificar a forma mais adequada para se preparar para doar”, ressaltou Hellen.

 

AUMENTO DE DOAÇÕES

 

No mês de agosto, o Hemoraima realizou campanhas de captação junto ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) para suprir as demandas de sangue das cirurgias eletivas. Em decorrência disso, a unidade recebeu 1.930 doações.

 

A enfermeira do Hemoraima, Liliana Bezerra, afirmou que o mês de agosto foi muito bom para a unidade, que teve aumento considerável nas doações de reposição. “Agradecemos à população em geral que se manteve firme na doação. Convidamos as pessoas a manterem as doações, precisamos da manutenção desse estoque para que consigamos atender todas as unidades”, destacou.

 

A auxiliar de limpeza Nayara Ribeiro, de 22 anos, decidiu se engajar nessa corrente do bem pela primeira vez. A doação foi direcionada para o seu padrasto, mas o desejo de ajudar a unidade era uma vontade antiga.

 

“Eu sempre quis doar sangue, mas antes não podia porque eu não tinha o peso mínimo. Acho muito bonito quem doa, pois você está salvando várias vidas”, contou a jovem.

 

QUEM PODE DOAR?

 

Para ser um doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número 98404-9594.

 

PROGRAMAÇÃO

 

20/09 - Campanha de doação (Parceria com Detran-RR);

 

21/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

22/09 – Palestra no Centro Universitário Estácio da Amazônia;

 

23/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

24/09 – Palestra no Ceterr e campanha de doação (Parceria com Unama e Moto Clube Insano);

 

26/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

28/09 – Palestra Uniasselvi e campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

30/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr).

Avalie este item
(0 votos)

Os ventos fortes da tempestade tropical, que se formou no Atlântico, região próxima à Venezuela, na noite deste sábado, dia 17, atingiram o Estado de Roraima provocando destruição, principalmente na capital.

O primeiro relatório produzido por técnicos da Defesa Civil Estadual aponta para ventos de 22km/h, registrados no anemômetro de coleta automática localizado no Aeroporto Internacional de Boa Vista. Porém, não foi possível registrar as rajadas de vento que possuem uma maior magnitude.

O vendaval veio acompanhado por uma precipitação de 25,8mm de chuva em um intervalo de 2 horas. Esses dados foram captados pelo Cemaden, no bairro Pricumã. Nesse primeiro momento, o Corpo de Bombeiros registrou 71 ocorrências que interditaram vias, danificaram veículos, residências e a rede de distribuição elétrica, deixando vários bairros da cidade sem energia.

Chuvas intensas também foram registradas às 4 horas da madrugada deste domingo, 18, num volume acumulado de 51,6mm, durante 2 horas no pluviômetro Cemaden, agravando o atendimento a ocorrências em andamento.

 

Inmet mantém o alerta amarelo

 

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) manteve o alerta amarelo para Estados da região Norte, inclusive Roraima, com possibilidade de chuvas intensas, perigo potencial.

Há possibilidade de novas pancadas de chuva com volume variando de 20 a 30 mm/h, ou 50 milímetros de chuva ao dia, podendo ocasionar ventos de 40 a 60km/h, com baixo risco de queda de energia, queda de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Avalie este item
(0 votos)

Equipes do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar) e da Defesa Civil, acompanhadas pelo governador Antonio Denarium, realizaram na manhã deste domingo, dia 18, vistorias nos locais mais afetados pelo vendaval que atingiu Boa Vista, na noite de sábado, dia 17, e na madrugada de hoje.

Ainda na noite de ontem, o chefe do Executivo estadual, ao receber informações sobre as chuvas intensas que caíram na capital, cancelou a agenda política que estava ocorrendo no município de Bonfim e retornou para Boa Vista.

Nas primeiras horas da madrugada deste domingo, ele iniciou visitação a vários locais afetados pelo temporal, entre os quais, a Maternidade e o Centro de Progressão Penitenciária provisório. 

E, durante toda a manhã de hoje, as equipes vistoriaram diversos pontos da cidade, que sofreram danos ocasionados pelas chuvas.  

“Suspendi a minha agenda política deste domingo pela manhã e estou percorrendo e vistoriando os pontos críticos ocasionados pela forte tempestade da noite de sábado. Estamos acompanhando o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil no atendimento à população, nos 94 pontos da cidade que foram danificados pelas fortes chuvas e pela ventania. Graças a Deus não tivemos vítimas”, afirmou o governador.

 

Trabalhos do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil prosseguem neste domingo

 

Assim que a chuva iniciou, a Central 193 do Corpo de Bombeiros começou a receber inúmeros chamados para atender ocorrências. A primeira resposta foi iniciada com as equipes de plantão.

 

O CBMRR está atuando na resposta aos danos causados pelo forte vendaval com um reforço de 15 equipes, totalizando 82 bombeiros e mais nove brigadistas.

Os bairros mais atingidos foram São Vicente, Pricumã e 13 de Setembro. Somente nas primeiras horas, após o temporal, a Central 193 recebeu 71 chamadas para atender ocorrências, hoje pela manhã foram mais 34 solicitações.

As principais ocorrências estão relacionadas à queda de árvores sobre residências, sobre muros e sobre veículos. As chamadas podem ser encaminhadas ao número de emergência 193, porém, o tempo médio de espera para atendimento, nestes casos, está em torno de 4 horas.

A Corporação já registrou ocorrências em 18 bairros e os trabalhos seguem neste domingo durante todo o dia.

 

Governo adota medidas para recuperação de estruturas danificadas

 

O Governo do Estado está trabalhando, por meio do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, no atendimento à população vítima das fortes chuvas e mobilizou as equipes das secretarias que registraram danos em estruturas prediais para realização de reparos.

Estão sendo adotadas as medidas para a recuperação de parte do muro do Centro de Progressão Penitenciária provisório, localizado no bairro São Vicente, que caiu em decorrência da forte chuva.

Já foram adotadas providências também para corrigir os danos causados pelas fortes chuvas e ventos em grandes proporções na estrutura do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, a Maternidade.

As pacientes internadas nas áreas impactadas foram remanejadas para outros leitos da unidade, de forma segura e sem prejuízo ao tratamento clínico e obstétrico.

A Secretaria de Educação e Desporto acionou imediatamente a equipe da Divisão de Infraestrutura para verificar a situação do muro da Escola Estadual 13 de Setembro que desabou em consequência da chuva e da ventania.

Neste domingo, 18, serão avaliados pelos técnicos da Secretaria os reais prejuízos, a fim de tomar as medidas necessárias para a reconstrução do muro da unidade de ensino.

Não houve registro de feridos durante os incidentes nas estruturas dos prédios públicos, apenas danos materiais.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo Sem Parar deste sábado, dia 17, atendeu mais de 1.200 moradores do bairro Caranã e de bairros circunvizinhos. A ação ocorreu na Escola Estadual Jesus Nazareno de Souza Cruz.

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, que sempre acompanha a ação pelos bairros da capital Boa Vista, ressaltou que são oferecidos diversos serviços à população.  

“Os atendimentos do Governo Sem Parar, como sempre aqueles voltados para a saúde, bem-estar social e desenvolvimento. Isso engloba todos os atendimentos, oftalmológico, ginecologista, pediatria e, agora, atendimento odontológico, além de entrega de cadeira de rodas; emissão de Registro Geral; emissão de documentos da Sefaz (Secretaria Estadual da Fazenda). É uma proposta do Governo de levar a administração até a população.  Mais uma edição de sucesso desse programa que, daqui a pouco, faz um ano”, disse Lorenzon.

O coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde), Rafael Sena, destacou a organização da ação e o bom atendimento ao público e de forma mais rápida.

“Estamos aqui na Escola Jesus Nazareno com uma ação muito bem organizada. Todo mundo sendo bem atendido. São em torno de 540 atendimentos médicos, além de atendimentos do Detran (Departamento de Trânsito), da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima); do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor); da DPE (Defensoria Pública de Roraima), todos os serviços oferecidos pelos órgãos do Governo. É um serviço mais dinâmico. O maior beneficiário é a sociedade que consegue ser atendida por especialistas, marcar exames e cirurgias. Foram aproximadamente 1.300 pessoas procurando os serviços oferecidos na ação deste sábado”, explicou Rafael.

A auxiliar de limpeza, Elecilde Damasceno, disse que soube da ação por meio de colegas do trabalho e ficou satisfeita com o atendimento com o oftalmologista.

“Fiquei sabendo da ação através dos meus colegas de trabalho da Codesaima [Companhia de Desenvolvimento de Roraima]. Eu achei ótimo. O atendimento foi rápido”, disse contente.

Avalie este item
(0 votos)

Policiais militares de Roraima concluíram nesta sexta-feira, 16, no Amapá, um curso para aprimoramento da comunicação institucional. Promovido pela PMAP (Polícia Militar do Amapá) em parceria com a Unifap (Universidade Federal do Amapá), o III CCO (Curso de Comunicação Organizacional) teve duração de 20 dias, em tempo integral.

A solenidade de formatura ocorreu no Comando-Geral da PMAP e contou com a presença da comandante-geral da PMAP, coronel Heliane Braga de Almeida, do secretário de Justiça e Segurança Pública daquele Estado, coronel Carlos de Souza, além de representantes da Unifap.

Reconhecido como curso de extensão, o III CCO objetivou capacitar os militares para atuarem nas atividades de relações públicas e imprensa no âmbito de suas instituições. Esta edição contou com a presença de militares do CBMAP (Corpo de Bombeiros Militar do Amapá), das Polícias Militares do Amazonas e de Roraima e da Força Nacional de Segurança Pública, totalizando 49 participantes.

A participação das componentes da PMRR (Polícia Militar de Roraima), a 2º tenente Raquel Fernandes e a soldado Laiane Magalhães, nessa formação foi um esforço do Comando Geral, com o objetivo de promover a capacitação dos militares que atuam no setor de comunicação institucional, a fim de fortalecer o contato permanente com a sociedade roraimense. 

“Eu e a soldado Laiane participamos do curso e tivemos aulas sobre cerimonial, mídias sociais e assessoria de imprensa, ministradas por instrutores de outros Estados. Aprendemos bastante, nesses 20 dias, com esses instrutores e tivemos também experiências com militares de outras forças. Somos gratas à coronel Heliane de Almeida, comandante-geral da Polícia Militar do Amapá, e também ao nosso comandante-geral, Coronel Francisco Xavier, que tem se preocupado bastante em investir em capacitação, beneficiando nossos policiais militares e garantindo a melhoria dos serviços prestados à sociedade”, ressaltou a 2º tenente Raquel Fernandes.   

 

III CCO

 

O curso iniciou no dia 29 de agosto, na Universidade Federal do Amapá, e teve aulas expositivas e práticas. As instruções foram divididas em três eixos principais: cerimonial público e castrense, marketing em mídias sociais e assessoria de comunicação.

 

Avalie este item
(0 votos)

O mês de setembro é marcado pela conscientização sobre a doação de medula óssea e o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) tem motivos para comemorar. A unidade alcançou a marca de 8.073 doadores. Somente no ano de 2022, foram 465 novos cadastros, número que atinge a cota anual estabelecida para o Estado pelo Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea).

 

A assistente social do setor de captação do Hemoraima, Rafaella Pessoa, explicou que é na medula óssea que são fabricados os componentes do sangue, e quem precisa deste tipo de doação são aqueles que não conseguem produzir as células sanguíneas de forma normal.

 

“Quando não há um doador entre os próprios familiares do paciente se recorre ao Redome, que é o banco que reúne as informações de todas as pessoas que se candidatam para fazer esse tipo de doação”, destacou.

 

O transplante de medula óssea pode ser indicado para tratamento de um conjunto de cerca de 80 doenças, incluindo a maioria dos tipos de leucemias. As chances de o paciente encontrar um doador compatível são de um em cada 100 mil pessoas, em média.

 

COMO DOAR?

 

Para se tornar um doador de medula óssea, é necessário ter entre 18 e 35 anos, estar em bom estado de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, além de não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

 

Há também o método de doação chamado coleta por aférese, onde o doador faz uso de uma medicação por cinco dias com o objetivo de aumentar o número de células-tronco (células mais importantes para o transplante de medula óssea) circulantes no seu sangue.

 

Após esse período, a pessoa faz a doação por meio de uma máquina de aférese que colhe o sangue da veia do doador e não há necessidade de internação nem de anestesia, sendo todos os procedimentos feitos pela veia.

 

“No momento, o nosso cadastro [de doadores de medula] está suspenso, porque Roraima já atingiu a cota anual de 465 cadastros, e ela será retomada em 2023. Então, todas as pessoas que procuram a unidade, nós estamos repassando essa informação, elas deixam o número de telefone para que possamos entrar em contato no ano que vem”, completou.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações ou até mesmo agendamento podem ser solicitadas no número (95) 98404-9593.

 

DIA MUNDIAL

 

Celebrado no terceiro sábado do mês de setembro, o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea será comemorado este ano neste sábado, 17. A data reafirma a importância da doação de medula óssea, sobretudo para pacientes com leucemia, que é o décimo tipo de câncer mais comum no país, principalmente entre os homens.

 

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), mais de dez brasileiros devem ser diagnosticados com a doença este ano. Até junho deste ano, apenas dois pacientes encontravam-se em tratamento contra a leucemia pela Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima).

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima lançou nesta sexta-feira, 16, o edital do concurso público da Sefaz (Secretaria da Fazenda), que vai ofertar 54 novas vagas para convocação imediata, sendo 33 vagas para os cargos do Centro de Tecnologia da Informação Fazendária (Cetif) e 21 vagas para o cargo de Técnico de Tributos Estaduais. Também serão ofertadas 228 vagas para cadastro de reserva. As inscrições iniciam nesta sexta-feira e seguem até o dia 17 de outubro.

 

De acordo com o secretário adjunto da Sefaz, Cel. Manoel Sueide Freitas, a banca organizadora do certame, o Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional), já disponibilizou em seu site o sistema de inscrição, para que os interessados possam fazer todo o processo online.

 

“Na semana passada nós assinamos o contrato com o Idecan, que prontamente agilizou o processo para que o edital fosse lançado o quanto antes, de modo que pudéssemos realizar a prova ainda este ano, como determinou o governador Antonio Denarium”, explicou o secretário.

 

As inscrições devem ser feitas diretamente no site do Idecan. A taxa de inscrição é de R$ 102,00 para os cargos de nível superior e R$ 64,00 para os cargos de nível médio.

 

O secretário destacou ainda que este é o segundo concurso que o Governo do Estado está realizando na Sefaz na atual gestão.

 

“Este ano já tivemos a posse de 37 novos auditores fiscais aprovados no concurso realizado no ano passado. Com mais esses 54 novos profissionais que entrarão neste novo concurso, teremos uma Sefaz ainda mais atuante e pronta para atender melhor nossos contribuintes, se convertendo também em mais arrecadação e, por consequência, mais recursos para investimentos em políticas públicas para Roraima”, pontuou Freitas.

 

VAGAS E REMUNERAÇÕES

 

O concurso vai ofertar 33 vagas para o Cetif, sendo 28 para nível superior, das quais 24 para ampla concorrência e 04 para Pessoas com Deficiência, nos cargos de Desenvolvedor de Software, Implementador de Software, Administrador de Banco de Dados e Administrador de Redes de Dados, com salário inicial de R$ 5.037,97. Também serão ofertadas 5 vagas para nível médio, das quais 04 para ampla concorrência e 01 para Pessoa com Deficiência, no cargo de Técnico em Infraestrutura de Tecnologia da Informação, com salário inicial de R$ 2.672,38.

 

Serão ofertadas 21 vagas para o cargo de Técnico de Tributos Estaduais, sendo 19 para ampla concorrência e 02 para pessoas com deficiência), com remuneração inicial de R$ 1.339,22 mais a GEP (Gratificação de Estímulo à Produtividade).

 

Para o secretário adjunto do Cetif, Kleber da Silva Lyra, o concurso tem a missão de modernizar a administração tributária do Estado de Roraima, o braço tecnológico da Sefaz, que proporciona soluções informatizadas e automatizadas para sustentar o crescimento econômico do Estado e do Fisco.

 

“É um concurso aguardado desde a criação do Cetif em 2010. A tecnologia da informação é um instrumento fundamental para o processo tributário do Estado e esse concurso vai trazer profissionais qualificados que vão fazer com que nós possamos desenvolver tecnologias para facilitar a vida do contribuinte e do cidadão e dar mais transparência no processo de arrecadação do Estado, afirmou Kleber Lyra.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) vai promover ações educativas em comemoração à Semana Nacional de Trânsito 2022, no período de 18 a 25 deste mês. O tema deste ano foi definido pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito): “Juntos salvamos vidas!”.

 

Nestes dias serão realizadas ações como palestras, blitze e trabalhos educativos. A iniciativa é direcionada a motoristas, motociclistas, ciclistas, pedestres e passageiros, com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de um trânsito mais seguro.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, informou que com a realização da Semana do Trânsito, a ideia é trazer questões e reflexões sobre comportamentos, além da importância do senso de coletividade no tráfego.

 

"Vamos ministrar palestras em escolas e empresas, mas já adiantamos essas atividades com uma palestra para motoristas de ambulância do HGR [Hospital Geral de Roraima]”, disse.

 

Duarte explicou ainda que estará no evento de motos de altas cilindradas, que ocorre nesta sexta (16) e sábado (17), distribuindo etilômetros para os próprios motoristas fazerem o teste e medirem a concentração de bebida alcoólica no sangue.  “Essa ação é de conscientização. Aliás, proteger a própria vida e a dos demais ao seu redor é fundamental”, declarou.

 

A Semana Nacional de Trânsito é realizada anualmente no mês de setembro, de acordo com o artigo 326 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), e tem como objetivo promover ações educativas e de conscientização para um trânsito mais seguro.

 

Uma das expectativas da campanha da Semana Nacional de Trânsito de 2022 é fazer com que as pessoas adotem novos comportamentos, valorizando a vida e, assim, seja possível reduzir o elevado número de lesões e de mortes causadas pelos acidentes de trânsito no Brasil.

 

TRANSPORTE DE PACIENTES

 

Nesta sexta-feira, 16, Detran-RR e Sesau (Secretaria de Saúde) organizaram uma palestra de orientação sobre condução segura e respeito às leis de trânsito voltada a motoristas de ambulâncias que prestam serviços para o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento.

 

Os participantes puderam entender melhor as prerrogativas do CTB no tocante ao deslocamento de pacientes para unidades hospitalares e como os profissionais devem atuar nesta atividade.

Avalie este item
(0 votos)

Motoristas de ambulâncias que prestam serviços para o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento participaram nesta sexta-feira, 16, de palestra de orientação sobre condução segura e respeito às leis de trânsito. A iniciativa é da Sesau (Secretaria de Saúde), em parceria com o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima).

 

Na ação, os participantes puderam entender melhor as prerrogativas do CTB (Código de Trânsito Brasileiro) no que diz respeito ao deslocamento de pacientes para unidades hospitalares, sobretudo, a atuação dos condutores de ambulâncias.

 

“Estivemos com os condutores de ambulância para trazer a importância do respeito à legislação, e ao cumprimento dessas regras que proporcionará segurança a eles e para as pessoas que estão sendo conduzidas dentro desse veículo”, afirmou o agente de fiscalização do Detran-RR, Vilmar Florêncio.

 

Segundo a diretora do DGES (Departamento de Gestão da Educação na Saúde), Márcia Máximo, a palestra surgiu com a demanda do HGR, onde viram a necessidade de capacitar os condutores de ambulância, uma vez que o serviço que prestam é essencial para a população.

 

“Nós articulamos com o Detran para nos ajudar e neste primeiro momento fizemos com os condutores de ambulância apenas do HGR. A ideia é ampliar isso para as outras unidades da capital e depois do interior do estado”, ressaltou.

 

Ao todo, 23 motoristas participaram da palestra, que aconteceu no auditório do HGR. Alex Nunes foi um dos condutores que estiveram presentes na palestra. Ele conta sobre o que mais absorveu da iniciativa.

 

“O que mais me chamou atenção no curso foram os vídeos educativos que mostram o que deve ser feito, a realidade dos dias atuais, nós nos colocamos na posição de condutor, pedestre e entre outros”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima vem ganhando destaque nas competições esportivas por conta do ótimo desempenho dos atletas do Estado. No dia 9 deste mês, a atleta Rafaela Silva, ganhou o Campeonato Brasileiro de Boxe Cadete e Juvenil, sediado em Foz do Iguaçu (PR), após derrotar a baiana Maria Eduarda de Jesus na categoria leve (até 60 kg).

 

Para comemorar a vitória da boxeadora de 17 anos, que é estudante do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Maria dos Prazeres Mota, o Governo de Roraima recepcionou a atleta no Palácio Senador Hélio Campos, onde foi promovido um encontro entre Rafaela e o governador Antonio Denarium.

 

“Fico feliz em podermos contribuir para o sucesso da Rafaela em um esporte tão importante como o boxe. O Governo de Roraima já enviou mais de 2 mil atletas para campeonatos regionais, nacionais, sul-americanos e mundiais. É um trabalho de valorização de todo o esporte no Estado”, declarou Denarium.

 

A paixão de Rafaela pelo boxe vem de berço, já que a principal influência no esporte é o pai, que também é boxeador há 30 anos. Por conta disso, ela é, agora, campeã brasileira de boxe e grande promessa do esporte brasileiro. E tudo com apoio do Compete Roraima, executado pelo Governo do Estado.

 

“A sensação é de gratidão, porque foi uma coisa que eu sonhei, trabalhei, lutei, e agora estou colhendo os frutos. Só tenho a agradecer a todo apoio que o Governo está dando. Estou muito feliz, porque só eu sei o quanto eu me esforcei, e quanto meu pai, minha irmã, família e amigos estavam treinando comigo e me apoiando. O esforço valeu a pena. Muito obrigada a todos”, ressaltou.

 

CAMPEÃ MUNDIAL

 

O pai de Rafaela, Ronaldo Silva, também é treinador e principal influência da carreira da atleta. Ele explicou que a jovem está atualmente no melhor momento da carreira. Além do brasileiro, ela também foi campeã mundial do campeonato de boxe Gymnasiade 2022, título conquistado em maio deste ano, na França.

 

“A Rafaela faz parte do círculo olímpico agora. Então, o Comitê Olímpico Brasileiro e a Confederação Brasileira de Boxe estão investindo nela, que viaja dia 2 para se preparar para o mundial na Europa. A Rafaela está agora com 17 anos e no topo da carreira”, relatou.

 

Silva detalhou que Rafaela se prepara para um campeonato que servirá como preparatório no dia 3 de outubro, na Espanha; depois, já em novembro, volta ao mesmo país para disputar a competição mundial.

 

Avalie este item
(0 votos)

Estão abertas as inscrições para o 1º Torneio de Xadrez Bia Cheres, do Cadah/S (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação), unidade vinculada à Seed (Secretaria de Educação e Desporto). Jogadores de 10 a 17 anos podem participar.

 

As inscrições seguem até o dia 20 de setembro. O evento ocorre no dia 24 deste mês, a partir das 8h, no Cadah/S, localizado na rua Profº Agnelo Bitencourt, 768, bairro São Francisco.

 

“O torneio é uma culminância para nossos alunos que já praticam o xadrez com o intuito de aprimorar suas potencialidades, além de divulgar e estimular a modalidade em Roraima e possuir um possível indicador de altas habilidades e superdotação”, disse o professor do domínio psicomotor do centro, Carlos Antonio Galiasso.

 

Os primeiros colocados das categorias masculina e feminina serão premiados com R$ 200,00. Os segundos e terceiros colocados receberão medalhas.

 

O CENTRO

 

O Cadah/S atende alunos com AEE (atendimento educacional especializado) que possuem indicadores de superdotação ou altas habilidades. Esses indicadores, de acordo com o psicólogo educacional americano Joseph Renzulli, são habilidades gerais ou específicas acima da média, elevados níveis de comprometimento com a tarefa e elevados níveis de criatividade.

 

Atualmente o Cadah/S de Roraima atende a oito alunos com domínio psicomotor que trabalham indicadores de altas habilidades, como é o caso dos enxadristas ou daqueles que se destacam em provas de raciocínio lógico. Ao todo, são 77 alunos matriculados no centro.

 

BIA CHERES

 

O torneio homenageia a aluna do centro que mais se destacou nos últimos anos, não só no xadrez. Bia é destaque a nível nacional, e coleciona 40 premiações a nível regional e nacional.

 

Avalie este item
(0 votos)

A tarde desta quinta-feira, 15, foi de fortes emoções para os roraimenses nos Jogos da Juventude em Aracaju (SE). O time de handebol masculino da Escola Monteiro Lobato entrou com tudo em quadra e venceu a equipe da Bahia em um jogo emocionante, garantindo vaga na semifinal.

 

A partida foi muito acirrada. A emoção estava à flor da pele tanto em quadra, quanto na  arquibancada, com a presença em massa da torcida dos dois times. Os roraimenses acertavam os passes, marcavam gols e a reação dos baianos era imediata.

 

Por várias vezes o placar ficou empatado. Em um momento, Roraima estava em vantagem, e no seguinte, estava atrás da Bahia, padrão que permaneceu durante toda a partida.

 

Posteriormente, a equipe roraimense conseguiu manter o ritmo, executando boas marcações. O destaque foi o goleiro Eduardo, que conseguiu fazer grandes defesas.

 

Segundo o ponteira direita da equipe, Lucas Gabriel, o time teve alguns erros, mas conseguiu fazer um jogo focado na estratégia.

 

"Foi um jogo muito duro, mas também muito tático. Nós estudamos a outra equipe, assim como eles também observaram o nosso jogo antes. Mas conseguimos avaliar os nossos erros em quadra e observar os deles e assim conseguimos sair na frente no placar", disse.

 

Roraima venceu Bahia com um placar com quatro pontos de diferença: 26 a 22. Agora, o time se prepara para enfrentar a equipe de Tocantins, no jogo da semifinal, nesta sexta-feira, 16.

 

"Foi um jogo muito difícil, com placar apertado, mas os meninos conseguiram virar o jogo, tiveram uma atuação maravilhosa. O goleiro pegou muitas bolas e foi emocionante do início ao fim. Estamos felizes, e agora vamos para a próxima", destacou Klyssia Sahdo, professora que acompanha a equipe e que conta também com o apoio do técnico e professor Elton Guedes.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima formou nesta quinta-feira, 15, mais uma turma de 123 cabos da que concluíram o Curso Especial de Formação de Cabos do quadro especial de praças da Polícia Militar de Roraima do segundo semestre de 2022.

 

A cerimônia de promoção ocorreu no Estádio Flamarion Vasconcelos e teve a presença do general de brigada e comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, Marcelo Lorenzini Zucco.

 

O curso de qualificação iniciou no dia 15 de junho e teve duração de 3 meses. Foram ministradas 12 disciplinas nas áreas jurídica, administrativa e o estágio operacional, totalizando a carga horária de 450 horas-aulas na formação.

 

A formação continuada faz parte do programa de valorização da carreira dos policiais militares, política que tem sido desenvolvida pelo Governo do Estado. Ainda neste ano, mais 194 soldados estarão realizando o mesmo curso de Formação de Cabos e poderão ascender em suas carreiras.

 

Para o comandante da PM, coronel Francisco Xavier, o Governo de Roraima tem se preocupado com a qualificação e valorização de todos que compõem as forças de segurança estaduais.

 

“Além de todo o investimento na segurança que o Governo de Roraima tem feito, como reaparelhamento, reestruturação dos quartéis e delegacias, também temos preocupação em qualificar a tropa. Hoje formamos mais 123 cabos, e isso demonstra a valorização do profissional de segurança pública. Agora esses policiais se encontram prontos para contribuírem ainda mais a nossa sociedade”, disse Xavier.

 

Os novos cabos serão empregados, prioritariamente, na execução da atividade policial militar. Eles foram capacitados para desempenhar novas funções, que a partir de agora passam a atuar no comando de equipes de serviço e auxiliar sargentos e oficiais nas instruções e serviços diários da corporação.

 

Agora recém-formado, o segundo colocado da tropa, o cabo PM, Luan Storny, falou sobre o desempenho que teve no curso e atuação no serviço.

 

“O curso foi um desafio pessoal pra mim, onde tive que superar minhas dificuldades para conseguir avançar durante o curso e conseguir oficiar a colocação que tive, em ser o segundo colocado. Julgo que não foi fácil, entre 123 alunos poder conquistar e alcançar o objetivo, isso foi muito gratificante. A partir desse momento, pretendo aplicar o meu conhecimento no serviço do dia a dia”, declarou.

 

VALORIZAÇÃO DA TROPA

 

Desde de 2018, a gestão do Governo de Roraima trabalha para melhorar as forças estaduais de segurança pública com o aparelhamento, viaturas e cursos de qualificação profissional. Já foram mais de R$ 600 milhões na Polícia Militar de Roraima, em equipamentos, armamentos, munição, pistolas, rifles, fuzis e itens de proteção individual, como coletes balísticos.

 

No dia 12 de novembro de 2021, o Governo lançou o Polícia na Rua, o maior programa de segurança pública da história do Estado. São mais de 120 viaturas modernas e equipadas com sistema de inteligência para reforçar o policiamento ostensivo, tanto na capital, quanto no interior.

 

Além disso, o Executivo tem valorizado a tropa com promoções de policiais militares do quadro de praças e oficiais. Entre os anos de 2019 e 2021, foram promovidos 1.913 policiais militares, sendo 559 oficiais e 1.354 praças, o que totaliza, até o momento, 2.037 promoções. Investindo na qualificação dos profissionais, 678 policiais militares fizeram cursos de formação e aperfeiçoamento.

 

Também realizou concurso público para a PMRR com 400 vagas. No entanto, após todas as etapas finalizadas, 423 aprovados foram convocados para o curso de formação, e todos já estão trabalhando.

 

Também foram chamados 137 policiais da segunda turma para fazer o curso de formação, totalizando 559 novos policiais que passaram a fazer parte da corporação militar.

 

No início do mês de abril de 2022, o Governo convocou 334 da terceira turma para o curso de formação. Posteriormente, em junho, foram convocados mais 120 classificados do cadastro de reserva.

Avalie este item
(0 votos)

Desde 2021, o CRSM (Centro de Referência de Saúde Mulher Maria Luíza Castro Perin), unidade da Sesau (Secretaria da Saúde), recebe as servidoras estaduais para atendimento noturno. A iniciativa do Governo de Roraima tem como foco a valorização contínua da mulher.

 

Sabendo da dificuldade de muitas funcionárias em acessar alguns serviços médicos devido ao horário de trabalho, a Sesau estendeu os atendimentos para o período da noite, especialmente para que as servidoras pudessem usufruir dos benefícios do centro.

 

“É uma grande conquista estender o atendimento para as servidoras estaduais, não importa se ela é seletivada, concursada ou comissionada, inclusive funcionárias de empresas terceirizadas têm acesso aos serviços que o Centro de Referência oferece que são dirigidos a elas”, afirmou a diretora da unidade, Marília Pinto.

 

A servidora Cyane Barros é uma das mulheres que procurou o atendimento estendido para as funcionárias. Ela conta como soube da novidade.

 

“Faz um tempo que procurava um dermatologista e uma colega mandou uma mensagem falando do atendimento para as servidoras. Achei maravilhoso, porque eu nem sabia que tinha esse serviço disponível aqui [no CRSM]. E foi super fácil conseguir uma consulta, agendei em um horário ótimo e estou amando”, relatou.

 

SERVIÇOS

 

As servidoras estaduais têm acesso em horário estendido do CRSM a partir das 18h, de segunda a quinta-feira. A unidade fica localizada na avenida Capitão Júlio Bezerra, nº 1632, Aparecida.

 

Integram os serviços noturnos ginecologia geral, mastologia geral, nutrição, dermatologia, fisioterapia, pilates, coleta de preventivo, e havendo a necessidade é feito o exame de ultrassonografia, e fisioterapia em uroginecologia.

 

Para abrir o prontuário, é preciso comparecer ao SAME (Serviço de Arquivo Médico e Estatística) da unidade durante o dia, das 7h às 18h, com os documentos em mãos, incluindo o cartão do SUS, RG, CPF, comprovante de residência, e também um crachá ou declaração do RH (Recursos Humanos) constatando que se trata de uma servidora.

 

Avalie este item
(0 votos)

Para melhorar a gestão de recursos nas escolas da rede estadual, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e o Cecampe Norte/Roraima (Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais) aplicam, entre os dias 15 e 30 de setembro, um curso de capacitação para equipes gestoras de 58 escolas da capital.

 

Podem participar gestores das unidades escolares, coordenadores pedagógicos, presidentes e tesoureiros das APMs (Associações de Pais e Mestres). Caso os participantes não puderem participar, terão que escolher um membro comum da associação para representá-los.

 

“Geralmente as equipes gestoras sabem das necessidades de material para as escolas e as associações executam a compra desses materiais” Explicou o chefe da Diconv (Divisão de Convênio) da Seed, Edmilson da Silva Júnior.

 

As escolas foram divididas em três grupos com dias alternados de capacitações. O primeiro grupo, com 18 escolas, termina nesta sexta-feira, 16. O segundo grupo, com mais 18 escolas, inicia no dia 22 e segue até o dia 23 deste mês. O último grupo, com 22 escolas, recebe a capacitação entre os dias 29 e 30 de setembro.

 

O curso acontece no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional Antônio de Pinho Lima, localizado na rua Hungria, 926, bairro Cauamé.

 

“A inscrição é feita via link enviada por memorando para as escolas. Caso não tenha se inscrito pelo link, no dia do evento pode se inscrever no ato da capacitação”, destacou Júnior.

 

A inscrição pode ser realizada por meio presencial, de acordo com o cronograma em que a escola está inserida, ou ainda por meio do link do Google Formulários.

 

CENTROS COLABORADORES

 

Os centros colaboradores são universidades parceiras do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) que realizam atividade de assistência técnica e monitoramento para apoiar Estados, municípios e escolas que aprimorarem a execução e o desempenho do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola) e suas ações integradas, além dos Programas Caminhos da Escola e o Pnate (Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar).

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quinta-feira, 15, é celebrado o Dia Mundial de Conscientização sobre o Linfoma, um tipo de câncer que se caracteriza pelo crescimento acelerado das células não saudáveis no sistema linfático.

 

Mais de 14 mil casos são diagnosticados anualmente no Brasil, segundo dados o INCA (Instituto Nacional do Câncer). Em Roraima, oito pacientes passaram por tratamento contra a doença na Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima).

 

“A data é interessante como forma de promover para o público a importância de verificar, através da palpação [método que consiste em usar as pontas dos dedos ou as palmas das mãos para examinar o corpo], se tem algum linfonodo que realmente mereça uma atenção especial”, explicou a médica hematologista da Unacon-RR, Rinilza Felizola.

 

Conforme a especialista, o linfoma pode se manifestar em forma de inchaços nos linfonodos, geralmente na região do pescoço, axila e virilha, além de outros sintomas como suor noturno, aumento do baço, perda de peso sem motivo aparente, febre, coceira na pele e fadiga.

 

Apesar de ser detectável por meio da palpação, Rinilza ressalta que a busca por um especialista é essencial para o diagnóstico precoce. O tratamento pode ser feito por quimioterapia, radioterapia e transplante de medula óssea.

 

“O linfoma tem alguns outros sintomas. Além do caroço, que está associado à febre, perda de peso e suor noturno, a partir disso, a suspeita da doença se torna maior. Com o diagnóstico, é necessário melhorar os hábitos de alimentação, diminuição do estresse e outros elementos que favorecem o acometimento”, destacou.

 

Vale ressaltar ainda que o rastreamento da doença é feito em qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde), que pode encaminhar o paciente para uma unidade da rede especializada de saúde, como a Clínica Médica Especializada Coronel Mota, caso haja a necessidade de uma avaliação mais detalhada.

 

A unidade dispõe de uma equipe multidisciplinar, com cerca de 80 profissionais, oferecendo 31 diferentes serviços em diversas especialidades, desde o tratamento médico ao atendimento psicológico e terapêutico, atendendo assim a todas as necessidades do paciente.

 

Com a apresentação de exames, um especialista passa a fazer o acompanhamento do paciente, conforme o tipo de câncer que ele precisará tratar. Feito a análise do caso, o mesmo contará com toda a estrutura necessária para garantir o melhor tratamento para a doença.

 

Até o momento, a unidade contabilizou 645 procedimentos voltados para a hematologia oncológica.

 

“Muitos nem sabem ou ignoram. E tendo um diagnóstico precoce de um câncer, a probabilidade de cura é maior”, concluiu Rizilda.

Avalie este item
(0 votos)

Finalizando mais uma importante etapa de regularização fundiária urbana em Boa Vista, a Codesaima está atendendo moradores do conjunto habitacional Cambará até sábado, 17 de setembro. A ação teve início na segunda-feira, 12. 

 

O atendimento aos moradores é realizado na Escola Estadual Militarizada Pedro Elias Albuquerque, na rua Ametista, nº 631, no bairro Jóquei Clube, das 14h às 18h30. No sábado, último dia da campanha, o horário será das 8h às 12h.

 

Os documentos que os mutuários devem providenciar são: RG, CPF, comprovante de residência, certidão de casamento e matrícula do imóvel, além de carteira de vacinação contra a covid-19 para isenção de tarifas.

 

O conjunto Cambará possui 620 imóveis. Até agora 190 pessoas foram à escola para iniciar o processo de regularização.

 

A moradora Elizete Januário espera há oito anos para receber o documento de transferência da residência para o seu nome. “Sou a quarta proprietária, tenho os recibos de compra e espero poder conseguir regularizar. Sem documento da casa é ruim, você fica com receio”, disse.

 

Já a moradora da rua Melo Junior, Sandra Maria Castro, disse que foi uma das primeiras moradoras do conjunto, há 32 anos. “Já tentamos regularizar, veio a pandemia e não conseguimos. Agora vai dar certo”, declarou.

 

A coordenadora da ação, Jaira Monteiro, disse que o atendimento irá até sábado e não está previsto nenhuma prorrogação dos trabalhos na escola. “Iremos atender até sábado. Mas de qualquer forma, as pessoas que precisarem do serviço podem buscar informações na própria sede da Codesaima”, disse.

 

A sede da Codesaima fica na avenida Mário Homem de Melo, 1489, no bairro Mecejana e funciona de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

 

OUTROS CONJUNTOS

 

Em agosto a ação foi realizada para os conjuntos Caimbé l e ll. O atendimento aos moradores aconteceu na Escola Estadual Major Alcides, no bairro Asa Branca. De 631 casas, 229 mutuários procuraram o serviço. A campanha para esses conjuntos deve retornar, provavelmente, entre os dias 26 a 30 de setembro.

 

Avalie este item
(0 votos)

Servidores do PACS (Pronto Atendimento Cosme e Silva) celebraram na manhã desta
quinta-feira, 15, o aniversário de 28 anos da unidade, completados na segunda-feira, 12.
A ação contou ainda com um café da manhã servido aos funcionários do local.

Situada na rua Delman Veras, no Pintolândia, em Boa Vista, o Cosme e Silva acolhe as
demandas de grande parte da população que reside na zona oeste da capital,
registrando uma média de 16 mil atendimentos por mês.

Por ser uma unidade de pronto atendimento, a unidade é o destino de pacientes que
procuram acolhimento com maior celeridade, funcionando 24 horas por dia para os
casos de urgência e emergência médica, com oito clínicos de prontidão.

Servidora da unidade desde 2005, Rozires Souto Maior atua como coordenadora do
SAME (Serviço de Arquivo Médico Estatístico). Ela lembra com carinho o crescimento da
unidade, que hoje é tida como uma das referências do Estado.

“Já trabalhei em vários outros setores como forma de aprendizado e contribuição. Desde
2005 a população do Estado cresce e o PACS tem acompanhado esse fenômeno, com
laboratório, raio X e vários consultórios médicos que foram sendo acrescentados à
unidade”, destacou.

A assessora da direção-geral da unidade, Romina Carvalho, afirmou que a data foi
comemorada com um café da manhã oferecido aos servidores como forma especial de

agradecimento à equipe que presta serviço de qualidade para a população que procura
o Cosme e Silva.

“Nós não deixamos de atender nenhum usuário que vem a nossa unidade. Temos uma
equipe de triagem para fazer a classificação de risco e com isso ela é direcionada aos
médicos”, completou Romina.

 
Avalie este item
(0 votos)

As feiras de ciências de escolas estaduais da capital e interior são atividades que
servem para estimular a prática de atividades científicas dentro das escolas e escolher
previamente trabalhos de relevância para serem exibidos na 29ª edição da Fecirr (Feira
Estadual de Ciências de Roraima), que vai ocorrer nos dias 10 e 11 de novembro, no
Parque Anauá.

Nesta sexta-feira, 16, a Escola Estadual Hildebrando Ferro Bitencourt realiza, durante
toda a manhã, a 13ª Feira de Ciências da instituição, com temática sobre a tecnologia e
inovação da ciência nos 200 anos de Independência do Brasil.

O evento é aberto a toda a comunidade escolar, com apresentações de brinquedos
antigos, trabalhos sobre a presença de povos de outras nacionalidades e o impacto da
migração no processo educativo, conceito e prática sobre a arborização e reciclagem na
escola, apresentação de estudos de casos, fatos e opiniões sobre o garimpo no Estado
e diferentes fontes de energia em Roraima.

“Nós temos um tema central na escola sobre a questão ambiental, partindo do eixo ‘do
descarte à arte’ com o intuito de divulgar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos e
identificar os diversos fatores que contribuem para a bioeconomia de Roraima
explorando a curiosidade dos alunos”, disse a gestora da escola, Hilda Maria Freire
Montysuma.

O evento inicia às 7h30 com a organização dos projetos, seguindo para a abertura com
a palavra da gestora, exposição dos trabalhos e visitação encerrando às 11h45.

FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS

O período de inscrições para a tradicional Fecirr está aberto. Após a pandemia de covid-
19, o evento, que já está na 29ª edição, acontecerá de forma presencial no Parque
Anauá nos dias 10 e 11 de novembro. Este ano, o tema será “Roraima: 33 anos de
Ciência, Tecnologia e Inovação”.

As inscrições devem ser efetuadas pelo professor-orientador, gestor escolar ou
coordenador pedagógico da escola, por meio do preenchimento de um formulário
eletrônico oficial, encontrado no edital da feira.

Para participar da feira, é importante que cada trabalho inscrito esteja composto por no
máximo três estudantes além do professor-orientador. Cada professor-orientador poderá
orientar um único projeto por turma e por escola. Cada instituição poderá inscrever até
três projetos por etapa de ensino.

 
Avalie este item
(0 votos)

Policiais militares de Roraima concluíram na terça-feira, dia 14, no estado do Amazonas, curso de negociadores de crises. Os militares passaram por treinamento de 30 dias no estado vizinho e agora estão capacitados para atuarem em ocorrências típicas de crises.

 

O I Curso de Negociação Policial foi promovido pela Polícia Militar do Amazonas (PMAM), em Manaus. Iniciado no dia 15 de agosto teve a duração de quatro semanas. Entre os participantes estavam a 2° Tenente PMRR Cristiane de Sousa Levino e o 2° Tenente PMRR Jefferson da Silva Santos.

 

Segundo o comandante Geral da PMRR, coronel Francisco Xavier, a presença dos policiais militares de Roraima em mais este curso representa o investimento que o Governo de Roraima faz na Polícia Militar de Roraima, promovendo, ao logo de dois anos, a todo seu efetivo, proporcionado a oportunidade da formação técnica, capacitação continuada e treinamento da tropa na busca do melhor atendimento ao cidadão roraimense.

 

A 2° Ten Levino, agradeceu a Polícia Militar de Roraima pelo privilégio de ter ido fazer o curso no Amazonas. “Foi uma oportunidade impar de se obter uma gama ampla de conhecimentos”, complementou.

 

E acrescentou: “Tivemos contato com instrutores do Amazonas, Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco, Espírito Santo, Paraná, Ceará, São Paulo e Amapá. Alem disto tivemos instrutores renomados de âmbito internacional como de Portugal, Equador e Peru, foi um momento de muito aprendizado, fomos muito bem capacitados”, destacou a tenente.

       

O CURSO

 

O curso durou 30 dias e teve 260 horas-aulas, contando com a participação de 22 policiais, sendo 18 da PMAM, um da PMPA, um da PRF e dois da PMRR, englobando 16 disciplinas, das quais: Doutrina de Gerenciamento de Crises, Psicologia aplicada à negociação em crises, Primeira intervenção em crise, Técnicas e táticas de negociação, Crise em estabelecimentos prisionais, Negociação com suicidas, Terrorismo, Tiro de comprometimento, Primeira intervenção em ocorrência com artefatos explosivos, entre outras.

 

O curso capacitou os profissionais da segurança pública para atuarem em ocorrências como rebeliões, assaltos com reféns, terrorismo e tentativas de suicídios, baseado em uma série de treinamentos, estudos de casos e além de exercícios práticos.

Avalie este item
(0 votos)

A equipe de handebol masculina da Escola Monteiro Lobato estreou com o pé direito nos Jogos da Juventude. Os roraimenses estavam muito centrados no jogo. Depois de vencido o nervosismo inicial, partiram pra cima dos adversários.

 

O time estava bem, conseguiu armar jogadas de ataque rápido. A defesa também funcionou e o resultado foi a marcação de muitos gols, balançando a rede adversária.

 

Roraima conseguiu manter o ritmo da partida e ficou sempre à frente no placar. O Acre tentou uma reação, acertou passes e marcou pontos em busca de empatar e virar a partida. Mas, os acreanos não conseguiram e a vitória foi de Roraima por 29 a 21.

 

"Todo jogo é muito difícil. É uma guerra. Mas a gente tava psicologicamente e fisicamente preparado. No primeiro tempo, o time estava nervoso, porque era nossa estreia no campeonato. Mas tivemos um bom resultado.  Conseguimos colocar a cabeça no lugar e isso foi importante para a vitória", explicou Luciano Firmiano, pivô do time.

 

Para a professora que acompanha a equipe, Klyssia Sahdo, o time conseguiu realizar bem a marcação.

 

"Foi uma partida difícil, várias vezes mudaram a marcação. Mas eles conseguiram se adaptar e colocar em prática o que treinaram lá em Roraima. Agora precisamos pensar no próximo jogo", disse.

 

Os roraimenses enfrentam na tarde desta quinta-feira, 15, a equipe da Bahia. No handebol feminino, o time da Fametro jogou contra o Amazonas e não alcançou a vitória. No Basquetebol feminino, as meninas do IBR (Instituto Batista de Roraima) enfrentaram o Ceará e também perderam a partida.

 

No masculino, a equipe de basquetebol, que também é do IBR jogou contra Sergipe. Foi um bom jogo, os roraimenses foram pra cima dos sergipanos e começaram vencendo a partida com a diferença de sete pontos.

 

Mas, o time da casa reagiu, conseguiu virar o placar, e acabou vencendo por por 36 a 29.

 

 

JUDÔ E GINÁSTICA RÍTMICA

 

 

Nesta quinta-feira, 15, começam as disputas no judô e na ginástica rítmica.

 

Para este quarto e último bloco de competições dos Jogos da Juventude, Roraima conta com uma representante na ginástica, a atleta Andrea Fontes do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Irmã Maria Teresa Parodi, acompanhada da professora Soraya Souza.

 

Na manhã de hoje será o treinamento obrigatório oficial de pódio da ginástica, onde as atletas podem treinar a série com e sem música no tapete. A competição começa na sexta-feira, 16.

 

E no judô, 13 atletas representam o Estado e estão acompanhados dos professores Paulo Cézar e Eudenio Matias. As lutas já começam nesta quinta-feira, 15.

Avalie este item
(0 votos)

Alunos e professores das escolas estaduais de ensino médio em Boa Vista que receberam tablets educacionais agora podem contar com cartões SIM (chips) de 20 GB de internet móvel.

 

A entrega dos dispositivos ocorreu na manhã desta quarta-feira, 14, no auditório da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) aos gestores da capital. A ação é mais um investimento do Governo de Roraima por meio da secretaria na área de tecnologia educacional.

 

A proposta prevê equipar as escolas para a recuperação do tempo perdido durante a pandemia de covid-19. Os cartões SIM servem para acesso à internet e não como ligação.

 

A previsão é que a partir da próxima semana, alunos das escolas do interior também sejam contemplados. As únicas restrições são para as localidades que não possuem qualquer tipo de acesso à internet.

 

“Houve uma lacuna na aprendizagem e o recurso tecnológico vem para fortalecer enquanto ferramenta pedagógica nessa recuperação. Foram entregues tablets para os alunos, notebooks para as escolas e agora vem os chips para otimizar o aprendizado do estudante dentro de sala de aula”, disse o secretário-adjunto de educação básica da Seed, Semaias Alexandre.

 

INVESTIMENTO

 

Até o momento, o Governo de Roraima já distribuiu 21.850 tablets para estudantes de escolas localizadas na capital, interior e comunidades indígenas. No caso dos cartões, caso o aluno saia da escola por quaisquer motivos, o chip será desativado.

 

“Esses materiais tecnológicos que os alunos estão recebendo ajudam no desenvolvimento cognitivo. A pandemia veio nos mostrar o que já tínhamos e não usávamos diariamente com os alunos. Também veio para aprimorar o conhecimento dos professores com oficinas e outros aplicativos e novas metodologias”, afirmou a gestora da Escola Estadual América Sarmento Bezerra, Luciana Bezerra.

 

NOVO PRAZO PARA AQUISIÇÃO

 

Os gestores das escolas do Ensino Médio em que foram entregues os tablets devem entregar, devidamente preenchida, uma planilha de dados de todos os alunos que receberam os equipamentos.

 

Uma equipe da GTIC (Gerência de Tecnologia da Informação e Comunicação) da Seed está fazendo a análise das planilhas enviadas pelas escolas, para que novos chips sejam liberados.

 

“Mesmo quem ainda não recebeu tablets vai receber os chips que podem ser colocados no celular ou outro equipamento. Os alunos e professores terão internet custeada pelo Governo de Roraima por um ano. Caso o aluno saia da escola, tanto o chip quanto o tablet vão ser devolvidos para serem utilizados por outro aluno”, detalhou Samuel.

 

No ato de recebimento do chip, os alunos ou responsáveis devem assinar um termo de compromisso, que será disponibilizado para as escolas assim que os dispositivos forem liberados para uso.

 

RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL

 

A internet disponibilizada é da operadora Claro. Os recursos para aquisição dos chips de conectividade são oriundos do Governo Federal por meio do Piec (Programa de Inovação Educação Conectada), na ordem de R$ R$ 8,5 milhões. O objetivo do Programa é promover o uso da tecnologia como ferramenta de enriquecimento pedagógico do ensino público.

 

“A Seed dividiu esse recurso em dois projetos: um deles adquirindo 45 mil chips para que todos os alunos do Ensino Médio, professores e uma parcela de alunos do Ensino Fundamental, primeiramente do 9º ano, recebam o dispositivo para que possam ter internet”, explicou o gerente de Tecnologia da Informação e Comunicação da secretaria, Samuel Castro.

 

Ele destacou ainda que o outro projeto é a aquisição de tablets para atender os estudantes do Ensino Fundamental, e que o processo já está em andamento na Secretaria.

Avalie este item
(0 votos)

O Setembro Amarelo é o mês em que é realizada a campanha de sensibilização sobre a prevenção do suicídio. E nesta quarta-feira, 14, o DPSE (Departamento de Proteção Especial Social) da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), promoveu uma manhã de palestras e debates no auditório do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima.

 

O objetivo do evento é promover a reflexão e sensibilização dos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), servidores e público geral sobre a temática da campanha, ressaltando a importância da valorização da vida e do cuidado com a saúde mental.

 

Segundo a psicóloga Priscila Amazonas, a escolha do tema “Seja Sol na Vida de Alguém” é uma forma de valorizar a vida da pessoa que está precisando de ajuda.

 

“Este ano a campanha Setembro Amarelo é direcionada para os servidores dos abrigos, do SUAS e unidades que integram a Setrabes, o tema em si busca trazer o conhecimento e a importância de a pessoa ser um Sol na vida de alguém, através de conversa, ajuda e proteção, demonstrando amor e cuidado ao próximo”, disse.

 

A secretária Tânia Soares relatou sobre o trabalho desenvolvido pela Setrabes, para ajudar quem mais precisa, mostrar que ninguém está só e que juntos podemos auxiliar a todos que estão passando por esse momento difícil.

 

“É fundamental falarmos sobre o tema e promover a prevenção e sensibilizar sobre a importância da vida para a população, neste caso os servidores, para os sintomas de um problema sério para a saúde mental que pode afetar a qualquer um no nosso entorno”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

Com o intuito de diminuir o tempo de espera e potencializar o número de doações, foi criada a campanha Setembro Verde, alusiva ao Dia Nacional da Doação de Órgãos, comemorado em 27 do mesmo mês, com ações em todo o país durante o mês de setembro. Em Roraima, o Governo do Estado promove uma série de ações para sensibilizar a população sobre a importância do ato.

 

A programação teve início nesta terça-feira, 13, com a promoção de uma passeata que mobilizou profissionais de saúde e moradores do município de Alto Alegre. Todas as atividades têm o apoio da CET-RR (Central Estadual de Transplantes de Roraima)

 

“Doar órgãos é um ato altruísta. Então, é sempre importante que a pessoa que tenha interesse em ser doadora converse com a família sobre o assunto, para que o desejo em vida seja respeitado e atendido em uma eventual ocasião de morte", destacou a coordenadora da CET, Patrícia Renovato. 

 

Além dos profissionais de saúde e população em geral, a classe acadêmica também receberá orientações sobre o tema, com um ciclo de palestras que será realizado no dia 26, na UFRR (Universidade Federal de Roraima).

 

“Além de levar conhecimento para os profissionais de saúde, esse ciclo de palestras também tem o intuito de conscientizar a população em geral sobre a importância de conversar com a família a possibilidade de ser um doador de órgãos, e de mesmo em um momento difícil você ter essa atitude benevolente ofertando uma chance de vida para quem está à espera de um órgão”, completou.

 

SOBRE A CET-RR

 

Inaugurada em 2015, a Central Estadual de Transplantes de Roraima está conectada às CETs de todo o Brasil. Como o Estado não realiza as cirurgias de transplantes, a unidade funciona como unidade de captação de possíveis doadores, a partir da autorização dos familiares.

 

“Quando um paciente tem uma lesão neurológica grave irreversível, que apesar das condutas e esforços médicos disponíveis vem a óbito, nós fazemos o diagnóstico de morte encefálica e então comunicamos a família sobre a possibilidade da doação e explicamos o processo”, explicou Renovato.

 

Com o consentimento da família, uma equipe cirúrgica de outro estado vem ao Estado para fazer a captação no Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento.  Os órgãos são ofertados na Central Nacional para que posteriormente um receptor seja beneficiado.

 

Em 2018, foi efetuada a primeira captação de órgãos no Estado e outras 05 captações foram realizadas ao longo de quatro anos.

 

“No Brasil existe uma fila enorme de receptores, são pacientes doentes em final de vida aguardando por um órgão, mas não a fila de doadores. Quem tem o interesse em ser um doador, é importante conversar com os parentes que caso aconteça de vir a falecer, que ele seja um possível doador”, concluiu Patrícia

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima deu início à implementação da Rami (Rede de Atenção Materna e Infantil) nas maternidades de Roraima. A iniciativa, executada pela Sesau (Secretaria de Saúde), tem a finalidade de garantir uma melhor prestação de serviço para gestantes e recém nascidos.

 

O secretário-adjunto da Sesau, Edson Castro, explicou que a Rami é uma rede que leva em consideração aspectos e diferenças culturais de cada região do Brasil. “Aqui em Roraima temos a questão da imigração, e anteriormente essa realidade não era vivenciada no âmbito da Rede Cegonha. Então os profissionais das maternidades foram ouvidos para reconhecimento e orientações, de forma a buscar o melhor atendimento possível”, destacou.

 

A Rede Cegonha é uma estratégia do MS (Ministério da Saúde) que trabalha uma cadeia de cuidados para gestantes e puérperas. Agora a Rami assume essas ações de forma estruturada para garantir às mulheres o direito ao planejamento familiar, à atenção segura, qualificada e humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

 

A NOVA REDE

 

O início das ações de implementação da Rami em Roraima ocorreu com execução da quinta oficina da rede, que contou com a presença de técnicos do MS. O treinamento teve ainda com a participação de conselheiros de saúde, gestores e profissionais que atuam em unidades de saúde dos municípios e do Estado

 

A coordenadora-geral da Atenção Básica da Sesau, Helena Castelo Branco, ressaltou que a Rami é uma ferramenta de qualificação do cuidado às gestantes, puérperas e aos bebês, à medida que estabelece critérios de habilitações de serviços, recursos e objetivos da rede, além do estímulo para mais conhecimento da realidade local.

 

“A Rede de Atenção Materna e Infantil veio substituir a Rede Cegonha, e é uma estratégia que o Ministério da Saúde vem desenvolvendo para assegurar às mulheres o direito ao planejamento familiar, acolhimento, acesso ao cuidado humanizado no pré-natal, no parto e no puerpério, bem como garantir ao recém-nascido, o direito de um nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudáveis”, reforçou.

 

A Rami é desenvolvida em cada Estado considerando critérios epidemiológicos, taxas de mortalidade infantil, razões de mortalidade materna e densidades populacionais.

 

Além da oficina, a equipe do ministério participou de visitas na Maternidade de Rorainópolis Thereza Monay Montessi e no Hospital Délio de Oliveira Tupinambá de Pacaraima, devidamente acompanhada por técnicos de referência da Sesau para o cuidado materno infantil.

 

As próximas unidades que serão visitadas são Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luíza Perin Castro e o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, uma vez que são as duas unidades de referência na realização dos serviços de pré-natal de alto risco e de parto no Estado.

Avalie este item
(0 votos)

A PCRR (Polícia Civil de Roraima) apresentou nesta quarta-feira, 14, o balanço da Operação Vetus 2022, realizada por meio de cooperação entre o MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e as polícias civis de todo o país.

 

De acordo com informações prestadas pelo Delegado Paulo Henrique Tomaz, titular da DPIPNE (Delegacia de Proteção ao Idoso e a Pessoa com Necessidade Especial), que coordenou pelo terceiro ano consecutivo as ações policiais no Estado, a Operação Vetus teve como objetivo o combate aos crimes de violência contra os idosos.

 

NÚMEROS

 

Conforme Tomaz, foram recebidas 59 denúncias de violência contra idosos, 57 vítimas atendidas e 251 diligências realizadas, além do cumprimento de um mandado de prisão, duas MPUs (medida protetiva de urgência) solicitadas, instauração de 17 inquéritos policiais, conclusão de 15 inquéritos e 11 TCOs (Termos Circunstanciados de Ocorrência) lavrados, com uma vítima resgatada.

 

“Foram 30 dias ininterruptos, fazendo levantamentos, visitas, apurando denúncias, instaurando inquéritos e realizando diligências de crimes contra idosos vítimas de violência”, disse o delegado.

 

CASO RECENTE

 

“Durante as diligências recebemos a denúncia de uma senhora de 74 anos que estava sendo vítima de agressão física. Prontamente prestamos auxílio e passamos a diligenciar no socorro da idosa, que foi levada ao Hospital Geral de Roraima”, disse Paulo Henrique.

 

 

Segundo o delegado, foram constatadas lesões graves, com dois dedos da mão quebrados, lesões nas costas, ombro, dentes quebrados e lábios machucados. Diante da situação da vítima, ela foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito, e instaurado um inquérito policial para responsabilização da autora do crime, a filha da idosa, uma mulher de 38 anos, que morava com ela.

 

 

O caso foi registrado na sexta-feira, 9, e policiais realizaram diligências com intuito de localizar a acusada. Ela foi encontrada, mas, por não estar mais em situação de flagrante, a mesma foi indiciada e vai responder pelos crimes de lesão corporal grave, maus tratos e apropriação de bens ou proventos, uma vez que era ela a responsável por receber o pagamento da mãe e após desentendimentos agrediu a idosa.

 

 

“A denúncia é importante, essas informações são trazidas até o nosso conhecimento, onde é preservada a identidade de quem denuncia. Em função dessas denúncias, muitos inquéritos são iniciados e nós conseguimos combater esses crimes. E uma das nossas preocupações é que os familiares tenham consciência que os idosos precisam de uma atenção especial, cuidado especial e em função de abandono e maus tratos esses parentes são investigados e indiciados”, finalizou o delegado.

Avalie este item
(0 votos)

Na terça-feira, dia 13, começou em Aracaju, a terceira etapa da competição, com as modalidades de basquetebol e handebol. Para este bloco, desembarcaram na cidade sede dos Jogos da Juventude, 46 atletas da Delegação de Roraima.

 

E os roraimenses estrearam em quadra. Na terça-feira, 13, o time de handebol feminino da Fametro jogou contra a equipe da Bahia, dentro da categoria terceira divisão.

 

As meninas começaram vencendo, fazendo os primeiros gols da partida. Porém, o nervosismo da estreia do primeiro jogo pesou um pouco para as roraimenses, que apresentaram algumas falhas na defesa.

 

As baianas, exploraram um contra-ataque rápido e com esse tipo de jogada, começaram a fazer gols, abrindo uma boa diferença no placar. Esse ritmo se manteve durante a partida e a Bahia acabou levando a melhor, vencendo por 26x17.

 

"O nervosismo foi uma das causas principais delas não terem conseguido manter o ritmo de jogo, além do cansaço da viagem. Por isso, precisei fazer muitos revezamentos ao longo do jogo. Espero que hoje [quarta-feira] elas consigam suportar mais a carga do jogo", disse Elton Guedes, professor que acompanha a equipe. 

 

Hoje, 14, as meninas enfrentam o Amazonas e amanhã, 15, o jogo será contra Rondônia.

 

MASCULINO

 

O time de handebol masculino da Escola Monteiro Lobato, vai fazer o seu primeiro jogo na tarde de hoje, 14, e o adversário será o time do Acre. Na sequência, também jogam com a Bahia. 

 

Hoje é dia de estreia do basquetebol roraimense

 

Os times masculino e feminino de basquetebol do IBR (Instituto Batista de Roraima) estreiam nos Jogos da Juventude nesta quarta-feira, 14. As equipes estão na categoria da terceira divisão.

 

Pela manhã, as meninas enfrentam o time do Ceará e pela parte da tarde, os meninos jogam contra o time da casa, Sergipe.

 

"As meninas vêm treinando desde a época dos Jogos Escolares em Roraima. A chave que nós pegamos é tranquila, tem um nível equiparado. Vamos ver o que acontece no primeiro jogo. A equipe está preparada”, destacou João Bezerra, técnico do time feminino.

 

Atletas de judô e ginástica rítmica chegam nesta quarta-feira, 14, em Aracaju

 

O quarto e último bloco dos Jogos da Juventude começa amanhã, 15, com as lutas do judô e a competição de ginástica rítmica. Mais 15 atletas de Roraima chegam hoje, 14, para disputar um lugar no pódio nestas duas modalidades.

 

O Governo de Roraima disponibilizou todas as 170 passagens para a Delegação do Estado competir nos Jogos da Juventude.

 

O evento esportivo é organizado pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), responsável por toda a logística, que envolve alimentação, hospedagem, transporte, arbitragem, premiação e toda a parte técnica da competição, em cada uma das 16 modalidades.

 

Os atletas também têm a oportunidade de realizar testes físicos e participar de atividades lúdicas, culturais e integrativas no Centro de Convenções de Aracaju, local que concentra boa parte das atividades dos jogos, e onde também está localizado o refeitório.

 

Além de integrar estudantes de todo o país na faixa etária dos 15 aos 17 anos, os Jogos da Juventude também são uma oportunidade para revelar novos talentos do esporte nacional. Outras informações sobre o evento estão disponíveis no site www.cob.org.br.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 13, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) iniciou a obra de implantação do sistema de abastecimento de água da Unicarvão (Cooperativa dos Carvoeiros de Roraima), localizada no Distrito Industrial Governador Aquilino Mota Duarte, em Boa Vista.

 

O novo sistema vai garantir água de qualidade para 64 famílias que trabalham na produção da Cooperativa. O investimento é de R$ 278 mil. A obra faz parte do programa Água Para Todos e inclui a perfuração de um poço artesiano, instalação de 727 metros de rede de distribuição de água com tubulação de 60 milímetros e a construção de um reservatório elevado com capacidade de armazenamento para dez mil litros de água.

 

Todo o sistema de abastecimento da Unicarvão deve estar em funcionamento no prazo de 30 dias.

 

“Cada produtor terá um ponto de distribuição de água potável para fomentar a produção. É um investimento do Governo de Roraima que beneficia a classe dos produtores de carvão, que desenvolvem uma atividade fundamental para a economia do Estado”, destacou o presidente da Caer, James Serrador.

 

Para a presidente da Uni carvão, Denize Vital, o sistema de água representa saúde e dignidade para o trabalho das famílias. “Agradecemos a essa parceria com o Governo do Estado que vem investindo muito no Distrito Industrial e isso colabora muito com o trabalho da cooperativa, seja com o próprio local e agora com o sistema de abastecimento de água”, disse.

 

O secretário estadual de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação, Emerson Baú, participou do evento e acrescentou que o Governo desenvolve políticas efetivas para a população. “Para a Unicarvão, que antes trabalhava em situação precária, o Estado fez a cessão de quatro lotes no Distrito Industrial, além da doação de tijolos e kits incineradores que eliminam 90% da fumaça gerada pelos fornos. É um trabalho que cuida das pessoas, valoriza os trabalhadores e se preocupa com o meio ambiente”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Investindo na qualidade do atendimento ao público e na saúde do Estado, a Sesau (Secretaria de Saúde) adotará o Protocolo de Manchester no Pronto Socorro Dr. Airton Rocha, método utilizado pelos principais hospitais do mundo e que garante a prioridade de pacientes mais graves em relação a casos menos urgentes.

 

A triagem propõe a avaliação do quadro clínico logo na chegada do paciente na unidade e, a partir da identificação das reais necessidades da pessoa atendida, realiza a classificação de gravidade de cada caso a partir do sistema de cores.

 

“O Protocolo de Manchester vai priorizar a gravidade do quadro clínico do paciente: o vermelho é considerado com risco eminente de morte, e, portanto, deve ser atendido de imediato. O laranja significa urgente, mas ele tem um tempo razoável para o atendimento; o amarelo também é considerado de urgência, mas pode esperar em média de 30 a 60 minutos; e o verde é considerado pouco urgente e pode aguardar até 2 horas”, destacou a diretora do HGR, Patrícia Renovato.

 

A classificação também auxilia a organizar a unidade ao longo do dia, evitando superlotação no pronto socorro, além de contribuir para melhorar a eficiência de utilização de recursos de emergência, evitando o desperdício em condições onde não há agravamento do quadro clínico dos pacientes.

 

“A unidade vai funcionar como alta complexidade para atenção terciária àqueles pacientes em estado mais crítico e que precisem de médico intensivista”, afirmou o diretor do Pronto Socorro, Raphael Brunelli.

 

COMO FUNCIONA?

 

O método propõe uma avaliação do quadro clínico do paciente logo na chegada e, a partir da identificação das suas reais necessidades, realiza a classificação de gravidade de cada caso a partir sistema de cores:

 

Vermelho – Emergência – casos gravíssimos, com necessidade de atendimento imediato.

 

Laranja – Muito Urgente – Caso grave, com necessidade de atendimento o mais prontamente possível. Tempo máximo de espera: 10 minutos.

 

Amarelo – Urgente – O paciente precisa de avaliação. Não é considerada uma emergência, já que possui condições clínicas de aguardar. Tempo máximo de espera: 60 minutos.

 

Verde – Pouco urgente – Caso menos grave, que exige atendimento médico, mas pode ser assistido ambulatorialmente no consultório médico. Tempo máximo de espera: 120 minutos.

 

Azul – Não urgente – Caso de menor complexidade, sem problemas recentes. Este paciente deve ser acompanhado no consultório médico ambulatoriamente. Tempo máximo de espera: 240 minutos.  

Avalie este item
(0 votos)

O HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) recebeu o primeiro recém-nascido que ficará aos cuidados na nova UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neurológica Neonatal.

 

Implantado na segunda-feira, 12, o serviço vai monitorar as alterações cerebrais de bebês, dando um prognóstico mais preciso e diminuindo danos de problemas neurológicos ao paciente.

 

A diretora geral da unidade, Ana Brum, ressaltou que a implantação da UTI trará ainda segurança para as mães que recorrem à Maternidade para ter os seus bebês.

 

“A UTI neurológica veio para melhorar a qualidade de vida e os prognósticos dos recém-nascidos do estado. O nosso Hospital é o segundo da região norte a aderir ao sistema inovador”, disse.

 

Ao todo, a UTI Neurológica possui um leito voltado para o tratamento de asfixia perinatal. A equipe realiza exames clínicos, eletrográficos e de sangue que mostram o grau de oxigenação no cérebro do recém-nascido, controlando, assim, qualquer tipo de alteração. O treinamento dos profissionais foi encerrado nesta terça-feira, 13.

 

O primeiro paciente a ser beneficiado pela UTI neurológica foi o pequeno Willians Peres, de apenas 15 dias. Ele teve um comprometimento neurológico grave ao nascer e por essa razão, vai precisar dos cuidados da equipe do HMI.

 

“Estou com o sentimento de esperança, por causa desse novo exame que pode dar um ótimo prognóstico para o meu bebê. Podendo dar um tratamento a tempo e ter menos sequelas caso aconteça”, contou a mãe de Willians, Jackeline Albuquerque.

 

NEONATAL

 

Segundo dados do SAME (Serviço de Arquivo Médico Estatístico) do Hospital Materno Infantil, o mês de agosto registrou a maior taxa de ocupação do ano, com 99% dos leitos da UTI neonatal ocupados. Com a chegada da UTI Neurológica, será possível dar alta com mais celeridade aos bebês, tranquilizando as mães.

 

“A UTI neurológica é um ganho extraordinário para nossos bebês mais graves que precisam ser constantemente monitorados a nível cerebral. São crianças que em caso de qualquer alteração nós conseguimos intervir com segurança e fornecer a elas uma qualidade de vida melhor e principalmente tranquilizar os pais quanto a saúde do seu bebê”, pontuou a responsável pela coordenação de enfermagem, Gervana Soares.

Avalie este item
(0 votos)

A partir de 3 de outubro, a Central de Abastecimento Farmacêutico do Governo de Roraima, que atualmente funciona no bairro Caimbé, passará a atender o público em um novo endereço em Boa Vista. A mudança visa melhorar o acondicionamento dos medicamentos que fazem parte do componente especializado do Estado.

 

O novo espaço, localizado na avenida São Sebastião, nº 1485, no bairro Santa Tereza, tem aproximadamente 4 mil metros quadrados. A localização também facilita o acesso aos pacientes e uma melhora logística na distribuição de medicamentos para as unidades de saúde da capital e do interior de Roraima.

 

A Central de Abastecimento Farmacêutico realiza cerca de 2 mil atendimentos mensais. Por conta dos trâmites de mudança para a nova sede, os atendimentos ao público no prédio da avenida Mário Homem de Melo, no Caimbé, ficam suspensos no período de 26 a 30 deste mês.

 

“O objetivo da mudança é para armazenar e controle melhor os medicamentos e materiais médicos hospitalares adquiridos pela Sesau [Secretaria de Saúde], tudo dentro das normas sanitárias, climatizado ou refrigerado e com área de descarga e recebimento”, destacou o coordenador geral de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, Charles Gonçalves.

 

Charles explicou ainda que os pacientes que sejam atendidos pela central tentem antecipar a retirada de medicamentos ou insumos na unidade. “Vale ressaltar que esse período de 26 a 30 [a central] vai estar suspensa, mas a gente retorna às atividades a partir do dia 3 de outubro, na nova sede no Santa Tereza”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta terça-feira, 13, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) participou de um encontro com docentes do Centro de Ciências Agrárias da UFRR (Universidade Federal de Roraima) para conhecer os cursos e núcleos de pesquisas científicas da divisão.

 

Mediado pelo diretor do Centro, professor Beethoven Barbosa, foram apresentados os grupos e linhas de pesquisas dos cursos das graduações que fazem parte das ciências agrárias, como medicina veterinária, zootecnia, agronomia, além do Posagro (Programa de Pós-graduação em Agronomia).

 

O objetivo do encontro foi conhecer os projetos já desenvolvidos pelos diversos cursos do Centro de Ciências Agrárias e firmar uma parceria entre a Faperr e a UFRR para a execução de programas de pesquisa que serão realizados a partir de 2023.

 

Para o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Beethoven Barbosa, a Fundação irá contribuir ainda mais para a ciência. “Além de fortalecer nossa mão de obra em linhas de pesquisa, a Faperr vai ajudar muitos estudantes de diversas áreas. Estamos aqui para apoiar e sermos apoiados”, afirmou.

 

O presidente da Faperr, Pedro Cerino, apresentou no encontro as principais metas da Faperr ao corpo docente. Para ele, a parceria vai incentivar ainda mais a produção de pesquisas. “Uma oportunidade única para nós estarmos aqui. Um ambiente que só tem a crescer mais com a parceria entre a Faperr e a UFRR”, relatou.

 

De acordo com o diretor técnico da Faperr, Carlos Borges, o momento foi importante para apresentar os programas também desenvolvidos da Faperr. “Foi importante para nós sabermos das diversas dissertações e teses apresentadas pelo centro. Nosso fomento sem dúvida vai potencializar ainda mais esses trabalhos científicos”, ressaltou Borges.

 

O reitor da UFRR, Geraldo Ticianelli, lembrou ainda que o passo dado pela fundação, ainda inicial, significa uma grande conquista para a ciência produzida em Roraima. “Fico muito feliz. É um momento histórico para o Estado. Sempre falamos desta necessidade, e hoje temos uma fundação de amparo. É uma grande e importante instituição para Roraima”, destacou Ticianelli.

Página 1 de 12