Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), iniciou nesta semana a distribuição dos gêneros alimentícios para abastecer as escolas da capital e do interior com produtos da alimentação escolar para o ano letivo de 2023. As aulas estão previstas para iniciar na rede estadual de ensino no próximo dia 1º de fevereiro.

 

“Já iniciamos todo o trabalho para abastecer as escolas estaduais e receber nossos alunos em tempo hábil para o início das aulas deste ano. E esses alimentos adquiridos pelo Governo são de qualidade, de origem da agricultura familiar”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

O abastecimento iniciou nas escolas da zona rural de Boa Vista, se estendendo a todas as sedes dos municípios do interior. A partir do dia 30, será feita a cobertura total das escolas da capital. A logística de distribuição dos produtos é realizada pelo DAE (Departamento de Apoio ao Educando) da Seed.

 

O secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, explicou que as escolas também estão recebendo o gás de cozinha. “As unidades estão sendo bem subsidiadas para ofertar uma alimentação com itens de qualidade para os nossos alunos, uma parte importante na rotina escolar e que influencia positivamente no rendimento dos estudantes”, destacou.

 

As escolas situadas em áreas em que só é possível chegar por meio de via aérea, também vão receber os produtos para o preparo da merenda escolar.

 

“Algumas escolas de Boa Vista já receberam o gás de cozinha. Nas entregas para o interior, o fornecedor do produto acompanha as equipes do DAE realizando o abastecimento do gás simultaneamente com os gêneros”, explicou a nutricionista do departamento da Seed, Larissa Batista.

 

Abastecimento acontece de forma periódica ao longo do ano letivo

 

A entrega da merenda escolar ocorre de forma periódica durante todo o ano letivo. A cada 20 dias, são encaminhados os alimentos não perecíveis, enquanto os itens perecíveis são distribuídos a cada 10 dias. A medida que as escolas são abastecidas, os cardápios são encaminhados pela equipe de nutricionistas do departamento.

 

As escolas estão recebendo produtos como macarrão, feijão, arroz, sardinha em conserva, peixe, carne bovina, achocolatado, leite em pó, biscoitos, açúcar, suco e entre outros. 100% dos investimentos dos produtos imperecíveis e proteínas (carne, frango e peixe) são do Governo de Roraima.

 

“Os itens da merenda escolar estão diversificados garantindo uma dieta balanceada para os alunos e uma variedade no cardápio semanal”, complementou Larissa.

 

A Escola Estadual Raimunda Nonato Freitas da Silva vai iniciar as aulas em formato presencial após a revitalização predial. Os mais de 700 alunos poderão usufruir de uma alimentação balanceada e de qualidade a partir do início das aulas. O depósito da escola já está devidamente abastecido.

 

“Recebemos a merenda, os nossos depósitos e freezers estão cheios, preparados para receber os alunos na próxima semana em formato presencial”, disse a gestora da escola, professora Elineuda Clara de Souza.

 

Escolas também vão receber gêneros da agricultura familiar

 

O Governo de Roraima também vai adquirir produtos da agricultura familiar para incrementar a alimentação escolar. São frutas como melão, melancia, abacaxi, banana, laranja, limão; hortaliças entre elas alface, cheiro-verde, couve, além de batata, repolho, tomate, cebola, macaxeira, abóbora, feijão verde, ovo caipira, e polpa de frutas.

 

Os gêneros são adquiridos direto de cooperativas por meio do procedimento de Chamada Pública, o qual está em andamento na Seed. Desde 2019 o Governo de Roraima vem cumprindo a legislação que prevê o investimento de 30% dos recursos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) para aquisição de gêneros da agricultura familiar.

 

No ano passado, de forma inédita, o Governo de Roraima também passou a adquirir gêneros alimentícios direto da agricultura familiar indígena, fomentando também a produção de algumas comunidades indígenas localizadas em Uiramutã, Normandia, Pacaraima e Boa Vista zona rural.

 

MERENDEIROS

 

O Governo de Roraima também está contratando profissionais de copa e cozinha (merendeiros) para atuação nas escolas da rede estadual de ensino. O processo seletivo está em andamento e estão sendo ofertadas 225 vagas para atuação na capital e no interior. O resultado final do certame está previsto para o dia 6 de fevereiro.

 

Avalie este item
(0 votos)

O fortalecimento das políticas de saúde no país foi o principal tema de discussão do primeiro encontro de 2023 do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). O estado de Roraima foi representado pelo secretário-adjunto de Saúde, Edson Castro.

 

Realizada nos dias 25 e 26, 1ª Reunião do Conass serviu para melhorar articulação das secretarias de saúde dos estados para a pactuação de acordos que fortaleçam as ações SUS (Sistema Único de Saúde), além de incentivar as trocas de experiências entre os gestores.

 

“A função do Conass é orientar e apoiar as secretarias de saúde de todo o país, ajudando na formulação de ações para essa área, promover e disseminar informações relacionadas a política pública de saúde, difundir o conhecimento, inovar e incentivar a troca de experiências, e atuar permanentemente em defesa do SUS”, explicou Castro.

 

O encontro desta semana contou com a presença de membros do MS (Ministério da Saúde) e do Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde).

 

Segundo o secretário, a participação de Roraima na reunião foi necessária para deixar claro as atuais questões acerca da saúde indígena no Estado.

 

“O Governo de Roraima está apoiando toda a logística que o Ministério da Saúde vem tentando implementar. O Estado já vinha promovendo acesso à saúde para todos os indígenas, criando alas específicas nos hospitais de grande complexidade, para a internação e tratamento desses pacientes”, disse.

 

SOBRE O CONASS

 

O Conass é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, cujas ações são pautadas pelos princípios que regem o direito público. Ela congrega todas as SES (Secretarias de Estado da Saúde) e seus substitutos legais.

 

Os principais objetivos do Conass são fortalecer as secretarias estaduais de saúde, tornando-as mais participativas na reconstrução do setor saúde e representá-las politicamente.

Avalie este item
(0 votos)

A partir do dia 30 de janeiro, o Governo de Roraima, por meio da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), dará início ao recadastramento funcional de todos os servidores públicos ativos dos órgãos da administração pública direta e indireta. O servidor poderá se recadastrar até dia 28 de fevereiro de 2023, exclusivamente pelo site oficial do servidor do Estado.

 

Todos os servidores públicos estaduais ativos, servidores federais e demais servidores à disposição do Estado, inativos que recebem pela folha de pagamento do Estado por meio da Segad, assim como cargos em comissão, seletivados/temporários, dos empregados públicos ativos das empresas públicas e sociedades de economia mista do Poder Executivo estadual estão obrigados a se recadastrarem.

 

É importante enfatizar que o recadastramento, por meio do acesso ao site, é para todos os servidores e empregados públicos, sob pena de suspensão de pagamento e/ou responsabilização disciplinar.

 

O Decreto nº 33.853-E, de 24 de janeiro de 2023, foi publicado no DOE (Diário Oficial do Estado) nº 4368.

 

O titular da Segad, Anselmo Gonçalves, enfatizou sobre a necessidade da colaboração de todos os servidores, de forma a ficarem atentos ao prazo final. “O servidor tem até o dia 28 de fevereiro para se recadastrar. É uma ação essencial para assegurar a atualização cadastral, financeira e funcional dos servidores”, frisou.

 

A medida solicita que todos façam seu recadastramento, em virtude da necessidade da atualização cadastral de todos os servidores públicos. Os servidores federais e demais servidores à disposição do Estado que não conseguirem realizar o recadastramento por meio do site, deverão comparecer no prazo estabelecido, no setor de recursos humanos da secretaria ou entidade de lotação.

 

O coordenador do setor da Folha de Pagamento, José Batista, reforçou a importância do recadastramento dos servidores do Estado: “É uma medida que vai facilitar toda a tramitação de processos e ajudar na vida funcional dos colaboradores da administração pública de Roraima”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Realizar atendimento humanizado sempre foi a principal prioridade na rotina de atividades do HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth). A busca por excelência se traduz principalmente na adoção de técnicas fisioterapêuticas que resultam em qualidade de vida tanto para as mães, quanto para os recém-nascidos.

 

No caso dos pequenos, a prática terapêutica com uso de ofurô tem feito a diferença na recuperação dos bebês internados na UCINCa (Unidade de Cuidados Intermediários Canguru). Esse tipo de serviço é oferecido desde 2017.

 

O ofurô terapêutico, ou hidroterapia neonatal, é uma técnica da fisioterapia aquática de relaxamento que remete o bebê ao ambiente uterino favorecendo a sua recuperação clínica e estabilização, auxiliando no aumento de peso e a um sono mais adequado.

 

“O ofurô é uma técnica relaxante, para que o bebê reviva a experiência que teve dentro útero materno, e assim se sinta seguro. O aconchego relaxa a musculatura. E para isso criamos um plano de tratamento para esses bebês”, explicou a fisioterapeuta da unidade neonatal, Márcia Helena Sartor.

 

Além de prematuros, a técnica também é aplicada em bebês que tenham alguma disfunção neurológica que resulta em processo de internação muito doloroso, como ruídos, luzes e procedimentos invasivos. Todas essas condições acabam por não propiciar um desenvolvimento neuronal apropriado para o paciente.

 

TEMPO DE DURAÇÃO

 

De acordo com Márcia, a prática terapêutica com ofurô pode ser feita diariamente por 10 minutos, sendo necessário um balde que não machuque o recém-nascido, com pelo menos 7 litros de água aquecida a 36º C.

 

Nesse procedimento, o bebê enrolado em um pano de postura flexora. Ele também precisa pesar acima de um quilo, não possuir acessos periféricos e estar clinicamente estável.

 

“A mãe também consegue ter participação no cuidado, aprendendo a fazer a terapia durante esse período de internação. Então ela fica mais confiante e aumenta o vínculo mãe e bebê”, salientou.

 

Sartor ressalta ainda o trabalho que a equipe de fisioterapia do HMI vem realizando diariamente com os bebês internados, e que a técnica do ofurô veio para somar na recuperação desses pacientes.

 

“É uma coisa muito gratificante oferecer o melhor cuidado e o melhor tratamento para essa população específica e delicada que são os esses bebês prematuros. Nós trabalhamos para devolver à sociedade um bebê que tenha a capacidade cognitiva, física e mental apropriada na vida adulta”, disse.

 

O pequeno Gabriel nasceu prematuramente no dia 8 de janeiro e desde então está aos cuidados dos profissionais da UTI Neonatal da Maternidade. A mãe dele, a estudante Anna Letícia Peixoto, conta como está sendo o processo de recuperação com a aplicação da técnica.

 

“Achei maravilhoso [a técnica do ofurô] pelo fato de que os casos de apneia podem parar e que pode fortalecer o pulmão dele. Mesmo depois de receber alta, eu pretendo fazer em casa, até eu ver que ele está bem melhor”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Dando continuidade aos trabalhos alusivos ao 10° aniversário de criação da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), o Governo de Roraima publicou, em edição do Diário Oficial de segunda-feira, 23, uma portaria que estabelece os critérios e regras do processo eleitoral para escolher novos membros do CEC-RR (Conselho Estadual de Cultura de Roraima).

 

O governador Antonio Denarium destaca a dedicação dos membros do Conselho no trabalho de desenvolvimento da cultura, contando sempre com a participação de entidades públicas e privadas, além de representantes da sociedade civil.

 

“A cultura é uma das coisas essenciais para a formação da história de um povo. Por conta disso, com o Conselho, atuamos em parceria para que diversas manifestações artísticas, folclóricas e religiosas do nosso Estado sejam ainda mais divulgadas, ativas e acessadas pela nossa população”, disse.

 

Serão escolhidos no processo um total de 11 novos integrantes do colegiado. Deste total, cinco nomes serão indicados por entidades, por meio de lista tríplice das seguintes áreas, a ser enviada nos próximos 30 dias:

 

  • Ciências Humanas e Naturais(indicações da Universidade Estadual de Roraima e Secretaria do Índio);
  • Patrimônio Cultural e Museológico(indicações do Departamento de Patrimônio Cultural da Secult e Museu Integrado de Roraima);
  • Turismo(Departamento de Turismo da Secult).

 

As seis vagas restantes serão dedicadas à candidatos oriundos da sociedade civil que devem ser escolhidos dentre pessoas de reconhecida expressão e experiência na área cultural. Os que forem eleitos membros do CEC-RR devem corresponder às áreas de Livro e Literatura, Cultura Indígena e/ou Popular, Artes Plásticas e/ou Visuais, Música, Comunicação e/ou Audiovisual, bem como Artes Cênicas.

 

Os interessados em concorrer às vagas voltadas à sociedade civil deverão ter mais de 18 anos e comprovar, por meio de portfólio, participação em atividades culturais relativas a uma das áreas culturais citadas nos lugares voltados à sociedade civil. Também é exigido que o candidato esteja cadastrado no CEC-RR há pelo menos 45 dias.

 

Os candidatos da sociedade civil devem comprovar residência. Sendo indígena, é preciso apresentar declaração emitida por liderança indígena comprovando a residência na comunidade. Se for estrangeiro, precisa apresentar o RNE (Registro Nacional de Estrangeiro) de pelo menos os últimos cinco anos em Roraima.

 

“Com o lançamento do edital para as eleições, estamos desenvolvendo um planejamento estratégico para incentivar a produção de bens culturais, promover a conservação do patrimônio histórico e artístico e fomentar a promoção da diversidade das artes, costumes e tradições populares de Roraima”, declarou o secretário de Cultura e Turismo, Shérisson Oliveira, sobre a divulgação do edital.

 

CRONOGRAMA

 

Para este processo eleitoral, foram publicados dois cronogramas, sendo um dedicado para as vagas da sociedade civil e outro dedicado para a escolha das entidades.

 

Em relação ao cronograma para as eleições das vagas voltadas à sociedade civil, as inscrições já estão abertas e seguem até o dia 14 de março. O período de votação, que ocorrerá de forma on-line, será entre os dias 25 e 27 de março. O resultado final da modalidade será divulgado no dia 6 de abril.

 

Já as escolhas específicas das vagas reservadas para as listas tríplices das entidades terão um cronograma diferenciado. Confira abaixo os dois cronogramas:

 

MEMBROS DA SOCIEDADE CIVIL

 

25/01 – Lançamento do Edital.

28/01 – Data limite de recurso contra o Edital.

14/03 – Data limite de inscrição de candidatos e membros do colégio eleitoral.

16/03 – Homologação preliminar dos inscritos a candidatos e membros do colégio eleitoral.

20/03 – Data limite de recurso contra homologação dos inscritos.

22/03 – Homologação final dos inscritos a candidatos e a membros do colégio eleitoral.

24/03 – Divulgação do resultado dos inscritos a candidatos e a membros do colégio eleitoral.

25/03 a 27/03 – Período de eleições.

28/03 – Divulgação do resultado preliminar das eleições.

30/03 – Data limite de recurso contra o resultado preliminar

03/04 – Homologação do resultado final das eleições.

06/04 – Divulgação do resultado final.

05/05 – Decreto de nomeação.

12/05 – Posse dos novos membros do Conselho Estadual de Cultura.

 

LISTAS TRÍPLICES DE ENTIDADES

 

25/01 – Ofício da SECULT solicitando o envio de documentos dos representantes do poder público para as vagas do Conselho.

27/02 – Data limite para envio dos documentos solicitados pela SECULT.

06/03 – Data limite de envio dos documentos recebidos pela SECULT para o Conselho Estadual de Cultura para análise e definição de listra tríplice por área destinada ao poder público.

14/04 – Análise dos documentos pelo Conselho Estadual de Cultura e definição de listra tríplice por área.

17/04 – Data limite de envio das listas tríplices para SECULT requerendo o envio para escolha dos indicados pelo Governador do Estado.

02/05 – Composição dos representantes do poder público indicados nas listas tríplices pelo Governador, aos representantes eleitos da sociedade civil cultural para fins de elaboração de Decreto de Nomeação.

05/05 - Decreto de Nomeação.

12/05 - Posse dos novos membros do CEC

 

SOBRE O CONSELHO

 

Criado em 1993, o CEC-RR é um órgão colegiado que atua de forma consultiva, normativa, fiscalizadora e deliberativa, orientando e coordenando as políticas e atividades culturais do Estado. A entidade também é responsável por auxiliar na proteção e conservação do patrimônio cultural de Roraima. Atualmente, o CEC-RR é presidido por Sebastião Moura e o vice-presidente é Claudio Lavor.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quinta-feira, 26, o Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), participou do lançamento da campanha “Favelas com Yanomamis”, juntamente com as lideranças da Cufa (Central Única das Favelas) e da FNA (Frente Nacional Antirracista).

 

O Governo de Roraima vai disponibilizar apoio no processo de logística durante as ações realizadas no projeto das entidades na campanha, que tem como objetivo arrecadar R$ 3 milhões em doações para levar alimento às famílias indígenas Yanomami em Roraima.

 

“O Governo vai trabalhar nesta missão com apoio logístico e na distribuição do material arrecadado para auxiliar os povos indígenas yanomami neste momento”, declarou a secretária da Setrabes, Tânia Soares.

 

Durante a coletiva, o presidente da Cufa, Preto Zezé, explicou quais são as reais necessidades para dar continuidade às ações, e como a sociedade civil e as empresas parceiras podem contribuir na missão que apoia a população yanomami.

 

“Conseguimos 15 toneladas de alimentos, que serão enviadas ao território indígena. Estamos aguardando mais 40 toneladas de alimentos de vários estados e com eles iremos montar cestas específicas, de acordo com a necessidade nutricional das pessoas nesta situação atual”, disse Zezé.

Avalie este item
(0 votos)

Com intenção de ajudar e melhorar o atendimento à população indígena Yanomami, o Governo de Roraima, em parceria com o Governo do Amazonas, enviou nesta quinta-feira, 26, medicamentos e composto lácteo nutricional.

 

O carregamento foi entregue pela manhã na Casai (Casa de Saúde Indígena) Yanomami, que atende a etnia em Boa Vista. Toda a logística foi coordenada pela CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica) da Sesau (Secretaria de Saúde).

 

“O Governo do Estado está comprometido com a solução da crise enfrentada pelos povos yanomami e buscando parcerias para reforçar o trabalho. Além disso, nossas unidades de saúde estão preparadas para receber e tratar os casos mais graves”, declarou o governador Antonio Denarium.

 

Ao todo, foram doados mais de 16 mil latas de composto nutricional para combater a desnutrição infantil e adulta, além de mais de 203 mil unidades de medicamentos.

 

“Essa união de forças entre os entes federativos é muito importante neste momento. O Governo acompanha a crise e está à disposição dos órgãos para o que for necessário”, afirmou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

De acordo com o coordenador da CGAF, Charles Gonçalves, o Governo é parceiro dos povos indígenas, e todas as vezes que os Dsei (Distritos Sanitários Especiais Indígena) Leste e Yanomami buscam a Sesau, a secretaria atende os órgãos prontamente, dentro das possibilidades e atribuições.

 

“Após a decretação de estado de emergência, o governador determinou que não medíssemos esforços para ajudar a população. Fizemos contato com o Estado do Amazonas, e em parceria doaram uma quantidade de composto nutricional e medicamentos. Entre os remédios doados estão antibióticos, antitérmicos, soro fisiológico, inflamatórios e anti-hipertensivos”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

Pacientes internadas no HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth) foram contempladas nesta quinta-feira, 26, com doação de fraldas descartáveis. O repasse ocorreu graças à campanha “Mês da Gratidão”, desenvolvida pelo DEP (Departamento de Ensino e Pesquisa) e setor de Serviço Social da unidade hospitalar.

 

A ação tem como intuito apoiar puérperas que recorreram aos serviços da unidade, com o intuito de gerar uma corrente do bem em prol de mães e recém nascidos mais carentes, conforme ressalta a assistente social do HMI, Rosana Lopes.

 

“Estamos colaborando [com as pacientes], de acordo com a vulnerabilidade social de cada mãe. São fraldas de tamanho médio, voltadas para os bebês nascidos na unidade”, disse.

 

Os itens foram arrecadados por meio de doação feita pela Operação Acolhida, do Governo Federal. Ao todo, a unidade recebeu 1.376 pacotes de fraldas.

 

A prioridade dos organizadores da iniciativa são as pacientes que não possuem condições de adquirir alguns itens básicos de higiene para os bebês.

 

“As mães que estão tendo a sua alta médica podem estar passando no Serviço Social, que terá direito a dois pacotes de fraldas, pegamos apenas o nome completo e o leito em que ela estava internada”, frisou.

 

A dona de casa Eleandris Wuendoly, de 23 anos, teve sua primeira filha no dia 23, e ficou surpresa ao receber os pacotes de fraldas enquanto se arrumava para sair da unidade.

 

“Eu não sabia que receberia isso [os pacotes de fraldas], estou muito agradecida e minha bebê também”, comentou.

 

APOIE A MATERNIDADE

 

Qualquer pessoa que queira contribuir com doações de itens básicos de higiene para bebês pode comparecer na Maternidade. O interessado deverá se identificar na Recepção Eletiva, onde um atendente vai direcioná-lo para o DEP. O horário de funcionamento é das 7h às 17h, sem horário para almoço.

 

A sede provisória do Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth fica localizada na avenida Brasil, no bairro Treze de Setembro.

Avalie este item
(0 votos)

Para celebrar o Dia Mundial da Educação Ambiental, comemorado nesta quinta-feira, 26, o Governo de Roraima, por meio da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), realizou uma ação no Viveiro Agroflorestal Cláudio Delai, que contou com a participação de alunos do curso de Engenharia Florestal da Uerr (Universidade Estadual de Roraima) que fazem estágio na fundação.

 

O Dia Mundial da Educação Ambiental é comemorado em 26 de janeiro, data instituída em 1975 pelas Nações Unidas a fim de ampliar a conscientização sobre proteção e conservação ambiental, por meio da educação. No Brasil, o Dia Nacional da Educação Ambiental foi instituído como sendo 3 de junho, através da Lei Federal nº 12.633/2012.

 

De acordo com a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Femarh, Ana Carolina Rodrigues, a educação ambiental é a esperança na busca por um mundo melhor, mais equilibrado e igualitário.

 

“A educação ambiental é transversal, sendo uma boa oportunidade como na atividade de hoje de estarmos falando mais sobre o meio ambiente com os alunos, mostrando as boas práticas e todo o processo de produção de mudas do viveiro, para que eles se tornem agentes multiplicadores da preservação e da temática ambiental como um todo”, destacou.

 

“A Femarh tem buscado aproximar o conhecimento técnico do órgão com os jovens que estão saindo das universidades e por isso hoje estamos desenvolvendo esse trabalho com a abertura das portas da casa para estagiários de áreas afins”, destacou o analista ambiental da Femarh, Aluizio Moura, que também é o coordenador do programa que recebe os estudantes.

 

Para a estudante Valéria Dias, que participou da ação, a oportunidade de ver em campo o que se aprende na sala de aula é única. “Na visita de hoje estamos tendo a oportunidade de conhecer todo o funcionamento do viveiro na produção das mudas, desde a preparação da terra com o adubo, a semeadura, o manejo nos berçários, até o plantio”, disse.

 

O VIVEIRO

 

Criado com o objetivo de recuperar as APP (áreas de preservação permanente) e áreas de reserva legal, o Viveiro Agroflorestal Cláudio Delai, localizado na Usina Termelétrica Oliveira, na região de Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, tem capacidade de plantio de até 100 mil mudas e foi fruto de uma compensação ambiental para concessão da licença.

 

Para ter acesso às mudas disponibilizadas no local, a população pode procurar a Femarh e fazer um requerimento. As mudas podem ser doadas para plantio de produtores rurais ou para plantio residencial.

Avalie este item
(0 votos)

Durante esta quinta-feira, 26, e sexta-feira, 27, ocorre em Brasília (DF) o Fórum de Secretários de Meio Ambiente da Amazônia Legal, encontro que trata sobre políticas públicas voltadas à temática do meio ambiente.

 

No encontro, Roraima será representado pelo presidente da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Glicério Fernandes. O representante irá apresentar um levantamento dos desafios do órgão para 2023.

 

“Nessa reunião de todos os secretários de meio ambiente do Brasil, é o desafio de cada pasta que a gente apresenta nessa reunião, e principalmente para a ministra Marina Silva, com quem iremos nos reunir nesta sexta-feira, 27. Esse cenário da região amazônica converge com o cenário das demais secretarias”, explicou.

 

Na reunião, serão abordados um total de seis desafios relacionados à rotina de trabalho de órgãos estaduais de meio ambiente de todo o Brasil:

 

  • Análise e Validação do CAR (Cadastro Ambiental Rural) pelos Estados da Amazônia serem os últimos a receber os insumos cartográficos, e equipe reduzida dedicada exclusivamente a gestão do SICAR;

 

  • Gestão das Unidades de Conservação – no ano de 2022, o Estado criou através da Lei 1.704 de 15 de julho, o SEUC (Sistema Estadual de Unidades de Conservação) e um mosaico de UCs com área total de 2.647.043,1790 hectares, sendo um de uso restrito – Parque Estadual das Nascentes e três de uso sustentável - Reserva de Desenvolvimento Sustentável Itapará-Boiaçu, Reserva de Desenvolvimento Sustentável Campina e Reserva de Desenvolvimento Sustentável Xeriuini;

 

  • Regularização Ambiental – o Estado de Roraima possui 63 Projetos de Assentamento da Reforma Agrária, e uma taxa de irregularidade fundiária muito expressiva. No ano de 2020 e 2021, foi realizado no âmbito do Projeto CAR Roraima, o levantamento de 10.430 parcelas localizadas em PA, destes apenas 3.683 imóveis estavam com ocupação regular, o que representa apenas 35,3 %. A ocupação irregular ultrapassa 60%, e dificulta o processo de regularização ambiental;

 

  • Combate a ilícitos ambientais – intensificar as ações de combate a ilícitos ambientais no combate integrado com as forças policiais e união, e a implantação de embargos remotos, para maior agilidade na responsabilização dos danos ambientais;

 

  • Monitoramento ambiental – fortalecimentos das ações e avanços que o monitoramento ambiental obteve no ano de 2022, com automatização dos sistemas já desenvolvidos, bem como, criação de sistemas de alertas de desmatamento para o cerrado roraimense, mais tipicamente conhecido como lavrado;

 

  • Execução da Política de REDD + (Redução de Emissões provenientes de Desmatamento e Degradação Florestal) – celeridade na implantação da política de REDD + no Estado de Roraima, com reestruturação do arcabouço jurídico e execução de todas as demais etapas necessárias;

 

“A importância do fórum, tanto para o desenvolvimento regional, com vistas para a preservação das florestas, e o desenvolvimento econômico são pontos principais, bem como tirar também os gargalos relacionados à pauta ambiental como um todo e trabalhar a redução por degradação e desmatamento”, disse Fernandes sobre a importância desse encontro.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Nesta quinta-feira, 26, estão previstas várias atividades, como o Relatório das atividades desenvolvidas pelo GCF (Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas), atualização dos temas prioritários para trabalhos conjuntos e apresentação de aspectos Institucionais do Fórum e Comitê Diretivo do GCF.

 

Na sexta-feira, 27, será realizada uma audiência com a Ministra de Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, a ocorrer na sede da Pasta Ministerial. Também está previsto para a data um almoço com Embaixadores da Noruega e Reino Unido e Diretor da USAID (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, em português), bem como encontros sobre o contexto global e perspectivas pós-COP 27.

Avalie este item
(0 votos)

O número de ovos produzidos pelas granjas de Roraima chegou em 122.231.478, em 2022. A produção é direcionada ao consumo interno, no caso das empresas com o Selo de Inspeção Estadual (S.I.E) e para exportação feita pelas empresas com o Selo de Inspeção Federal (S.I.F).

 

A produção vem a cada ano se modernizando com investimentos em técnicas de manejo e adoção de novas tecnologias voltada para avicultura de postura, a fim de garantir para os consumidores ovos sempre frescos e com sanidade atestadas pelos selos de inspeção.

 

Em 2018 esse número era de 53.632.542 e foi crescendo conforme os investimentos no setor e o aumento populacional. Esse aumento de produção contou com o incentivo que vem sendo dado pelo Governo do Estado a partir de 2019, que estimularam os empresários locais e atraíram novos investidores para Roraima com políticas públicas votadas para o desenvolvimento. 

 

Não só recorde na produção de ovos. Com os incentivos do governo, a cadeia produtiva roraimense tem alcançados notáveis avanços. A pecuária, por exemplo, teve no ano passado 84.000 bovinos abatidos para o consumo em todo Estado. Além disso, Roraima apresentou a menor taxa de desemprego da história, o que demonstra grande crescimento do comércio e serviço locais com geração de emprego e renda para toda população.

 

 

O governador Antonio Denarium enfatizou que a agroindústria em Roraima tem crescido devido ao investimento que vem sendo feito, a fim de tornar o Estado forte no agronegócio. “Estamos trabalhando muito em todas as áreas para fortalecer a produção do campo e o resultado são esses números que refletem todo nosso trabalho”, destacou.

 

Denarium destacou que a regularização fundiária tem sido fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado. Com o Título Definitivo, o empresário pode acessar inúmeras linhas de créditos em bancos, o que pode fomentar a produção.

 

GRANJAS EM RORAIMA

 

Com 10 granjas localizada nos arredores de Boa Vista, a avicultura industrial tem o plantel de aves criada em regime de confinamento, o que garante uma produção alta para atender a demanda por ovos. Por causa da localização a distribuição do produto é favorecida, pois consegue manter constante a entrega em mercadinhos e grandes supermercados.

 

Hoje o Governo do Estado, por meio da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), tem cadastrado 10 produtores com o Serviço de Inspeção Estadual (S.I.E). Destes, 3 se classificam no ramo agro familiar.

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi destacou que o serviço de inspeção estadual está cada vez mais próximo dos produtores, com o objetivo de levar qualidade e sanidade às cadeias de produtos de origem animal. Enfatizou ainda que a avicultura de postura gera empregos diretos e indiretos, empregando centenas de famílias no Estado.

 

 

S.I.E. GARANTE A SEGURANÇA ALIMENTAR

 

Responsável por garantir a sanidade dos alimentos que são consumidos pelos roraimenses, a Aderr tem incentivado os produtores a procurarem a regularização com o cadastro no Serviço de Inspeção Estadual (S.I.E). O selo de inspeção garante o consumo saudável e permite que os produtos possam ser vendidos em todo Estado.

 

“Nós estamos prontos para atender qualquer empreendedor que queira ter seu produto legalizado e preparado para conquistar o mercado. A Aderr está de portas abertas para informações sobre o registro. Lá temos um manual onde explicamos passo a passo como fazer para obter o selo de inspeção”, disse Parisi.

 

O gerente de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Aderr, Diego Costa, completou que os produtores registrados passam por fiscalização rotineira nos estabelecimentos e cumprem e respeitam uma série de exigências tecnológicas e estruturais para garantir que os produtos vendidos tenham qualidade e sejam sanitariamente seguras.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) está realizando o processo de renovação de registro de revendas e indústrias de defensivos agrícolas e afins. Para comercializar os produtos, as lojas agropecuárias de Roraima devem solicitar junto ao órgão estadual de controle o recadastramento. O objetivo é permitir o comércio e o uso seguro para quem produz e consome produtos agrícolas.

 

 

A Lei estadual nº 881, de 21 de dezembro de 2012, define os critérios para o registro de empresas que produzem, manipulam, aplicam, embalam, armazenam, importam ou comercializam agrotóxicos em Roraima, e que este registro deve ser renovado anualmente.

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, salientou que os agrotóxicos só podem ser comercializados em Roraima por empresas registradas junto ao órgão como revendas de agrotóxicos e afins. “Todos os produtos agrotóxicos comercializados e utilizados no Estado devem ser registrados no Mapa [Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento] e cadastrados na Aderr”, disse.

 

DOCUMENTOS

 

Para solicitar o registro junto à Aderr, as empresas deverão apresentar o requerimento dirigido ao dirigente da agência de controle solicitando o cadastro, além de memorial descritivo, cópia do contrato social registrado e atualizado na Jucerr (Junta Comercial do Estado de Roraima), comprovante de pagamento da taxa anual, ART (anotação de responsabilidade técnica), CNPJ, inscrição estadual e alvará de funcionamento.

 

Além desses documentos, também é exigida a apresentação da declaração firmada pelo profissional legalmente habilitado, que presta serviço de assistência técnica à empresa, renovada anualmente, além do comprovante que é associado a um Posto de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos.

 

Segundo o engenheiro agrônomo e e chefe do Núcleo de Agrotóxicos da Aderr, Carlos Terossi, no momento da renovação do registro, devem ser apresentados apenas a solicitação de renovação de registro do estabelecimento comercial e o comprovante de pagamento da taxa.

 

“Quando houver qualquer alteração nos dados da empresa apresentados no momento da solicitação de registro junto à Aderr, a empresa deverá comunicar imediatamente à

agência pedindo a alteração do registro, apresentar os documentos comprobatórios que geraram a alteração nos dados e o comprovante de pagamento da taxa”, explicou

Terossi.

 

Ele enfatizou que é preciso que o Certificado de Registro fornecido pela Aderr, depois de aprovado, deve ser fixado em local visível dentro do estabelecimento comercial. Ressaltando também que todos os documentos citados anteriormente podem ser enviados para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., não havendo a necessidade de ir presencialmente à sede da agência ou enviar por correspondência.

 

TAXAS ONLINE

 

O comerciante que precisa fazer o recadastramento pode acessar este link do Sigaderr (Sistema de Gerenciamento Agropecuário do Estado de Roraima).

 

No site da Aderr constam ainda todas as informações sobre os serviços oferecidos pelo Nagro (Núcleo de Agrotóxicos) do órgão, que podem ser acessadas diretamente por este link.

 

Para informações e atendimentos podem ser utilizados o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e o telefone: (95) 3198-8624.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima apresentou nesta quarta-feira, dia 25, as plantas do projeto de restauração da Casa da Cultura Cultura Madre Leotávia Zoller, prédio histórico localizado no centro de Boa Vista que já foi residência oficial dos governadores do Território Federal do Rio Branco e é tombado como patrimônio histórico do Estado.

 

Atualmente, o prédio pertence à Secult (Secretaria de Cultura e Turismo) e está em processo de tombamento pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

 

Em solenidade realizada na sede temporária da ARL (Academia Roraimense de Letras, o vice-governador e secretário da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Edilson Damião, destacou que a gestão está empenhada em restaurar a edificação para que a atual e futuras gerações conheçam parte da história de Roraima.

 

‘’Esse é um grande trabalho que o governador Antonio Denarium está colocando em andamento. Após meses de estudos técnicos, nossa equipe concluiu o projeto de restauração, um documento em que a gente comprova e mostra que a Casa da Cultura vai ficar muito próxima ao que era quando foi construída e como vamos fazer para chegar neste resultado”, declarou Damião.

 

Ele adiantou que agora o projeto aguarda a aprovação do Iphan, que vai realizar uma análise minuciosa do documento. “Somente após essa etapa podemos licitar e dar início às obras’’, completou.

 

O arquiteto e urbanista da Seinf e coordenador do projeto, Tony Guarnielle, explicou que, por se tratar de um prédio tombado pelo Estado e por já estar na lista de análise de tombamento pelo Iphan, o maior desafio foi elaborar um projeto que seguisse todas as normas previstas na legislação no tocante à restauração de prédios históricos tombados.

 

“Essa não é uma obra comum, pois há várias etapas e agentes envolvidos a nível municipal, estadual e federal. O prédio terá a cor original, portas, janelas e portões com os mesmos materiais, métodos e o que puder ser recuperado.  Essa é uma obra onde é necessário manter os desenhos e materiais originais. Todos esses detalhes foram encaminhados ao Iphan, que é responsável por analisar e aprovar o projeto de restauração’’, detalhou.

 

O prédio da Casa da Cultura possui a parte térrea e um andar. Um destes espaços será destinado para o uso e desenvolvimento de atividades dos membros da Academia Roraimense de Letras. O vice-presidente da Academia, Alcides Lima, reconheceu o trabalho do Governo de Roraima na valorização dos agentes de cultura.

 

“Parafraseando nosso expoente da literatura, o escritor Monteiro Lobato, uma nação se faz com seu povo, sua história e sua cultura. E a finalidade principal da Academia Roraimense de Letras é exatamente essa, ajudar na preservação da história e cultura roraimenses. Nossa Academia ainda não possui uma sede própria. Mas com esse espaço, o governador Antonio Denarium demonstra confiança e reconhece o valor da Academia. Nos colocamos à disposição do Governo para dividir o peso da grande responsabilidade que é desenvolver o lado social, econômico e cultural da nossa querida terra roraimense’’, afirmou.

 

CASA DA CULTURA

 

Localizada na avenida Jaime Brasil, no centro da capital, a Casa da Cultura foi construída na década de 40 por Milton Miranda e vendida ao Governo do Território Federal do Rio Branco.  Por muitas décadas, o prédio foi a residência oficial dos governadores do Estado. Após a construção e finalização do Palácio Senador Hélio Campos, a residência foi usada como sede de repartições públicas e outras atividades.

Avalie este item
(0 votos)

Hoje, dia 25 de janeiro, o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural de Roraima), autarquia do Governo de Roraima criado pela Lei 1.642/22, completa o primeiro ano de existência com mais de 60 mil atendimentos na agricultura familiar e indígena em todo o Estado.

 

O Instituto foi implantado para suprir as necessidades de assistência técnica ao homem do campo, com objetivo de acompanhar desde o planejamento, análise de solo, até a comercialização dos alimentos produzidos no Estado.

 

Dentre as ações executadas pelo Iater estão o Projeto de Grãos, avicultura, piscicultura, suinocultura e melhoramento genético de rebanhos, além de ações voltadas ao setor produtivo local de mandioca, banana, caju, leite, café e cacau.

 

O governador Antonio Denarium ressaltou que o Iater galgou muitas conquistas para a agricultura familiar e indígena de Roraima. “O Iater foi criado na minha gestão com a missão de promover o desenvolvimento rural sustentável de Roraima. Mesmo com pouco tempo desde que foi criado, já deu muitos resultados na melhoria da qualidade de vida dos agricultores do nosso Estado, porque levou tecnologia, pesquisa e capacitação ao homem do campo”, declarou o governador.

 

Hoje são 28 unidades locais do Iater presentes em todos os municípios atendendo agricultores e empreendedores familiares rurais e indígenas. O presidente do órgão, Marcelo Pereira, destacou que o objetivo é implementar ainda mais os projetos já existentes e implantar novos polos no Estado.

 

“Ao longo do ano, o Governo de Roraima contribuiu de forma contundente no aumento da produtividade agrícola e na melhoria das condições de vida no meio rural e vai fazer muito mais nos próximos anos, principalmente na produção indígena, pelo trabalho em parceria com a SEI [Secretaria do Índio]”, disse.

 

Ele falou ainda da importância do trabalho nas comunidades indígenas. “Criamos

projetos e ações dentro das comunidades indígenas para potencializar a produção.

Por meio do Projeto de Grãos conseguimos, de 2021 a 2022, trabalhar cerca de 800

hectares de milho e feijão. O resultado disso foi trazer esperança para as comunidades no setor produtivo do estado”, destacou.

 

Após a colheita, o Iater dá todo apoio aos produtores no processo de comercialização e também orientando as cooperativas e associações. O Governo do Estado disponibiliza ainda máquinas, materiais, equipamentos agrícolas e caminhões, que garantem o deslocamento dos insumos até a lavoura.

 

PARCERIA

 

Durante o período de atuação, o Iater contou com apoio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), da SEI (Secretaria do Índio), da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), da Femarh (Fundação do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima) e da Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima), além de contar com a colaboração de entidades parceiras, como o Basa (Banco da Amazônia S/A), da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), do Banco do Brasil, da Agência Desenvolve Roraima, cooperativas, associações e prefeituras.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 25, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) comemora seu primeiro aniversário. A instituição que veio para atender a uma demanda antiga de pesquisadores, cientistas e instituições de ensino de Roraima foi criada pelo governador Antonio Denarium no dia 25 de janeiro de 2022, por meio da Lei nº 1.641/22.

 

Sendo a mais nova FAP (Fundação de Amparo à Pesquisa) do Brasil, a Faperr tem como principal objetivo fomentar a pesquisa, o conhecimento científico, tecnológico, inovador e a formação de recursos humanos, que poderão ser aplicados às áreas de interesse do desenvolvimento econômico e social do Estado.

 

A Faperr foi instituída em 2022 com personalidade jurídica de direito público, dotada de autonomia administrativa e financeira, estando vinculada à Seadi (Secretaria Estadual de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação de Roraima).

 

O governador Antonio Denarium ressaltou a importância da Faperr para a sociedade roraimense e para todos os setores da ciência e inovação que permitem que o Estado cresça e se desenvolva de maneira sustentável.

 

“A Faperr celebra seu primeiro ano com muitas conquistas e representa o esforço do Governo em estimular e apoiar todas as práticas de criação de soluções, geração de emprego, renda e desenvolvimento criativo. Desejamos que esse trabalho continue avançando e envolvendo ainda mais pessoas para garantir um futuro pleno de crescimento econômico e científico para Roraima”, disse.

 

Para o presidente da Faperr, Pedro Cerino, a criação do órgão é um marco da ciência em Roraima. “Nós éramos o único estado do Brasil sem uma fundação de amparo. Mas graças ao olhar dedicado do governador Antonio Denarium para o setor de inovação, nós mudamos essa realidade para melhor. É um momento de celebração, mas também de muito trabalho a ser feito”, afirmou.

 

PROGRAMAS

 

Executado pela primeira vez em Roraima desde o dia 21 de novembro de 2022, a Faperr promove o Programa Centelha Roraima, que foi criado pelo MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos). O Programa Centelha, que está com inscrições abertas, visa impulsionar ideias inovadoras e geração de novas empresas de base tecnológica de interesse social e empresarial, além da formação da cultura do empreendimento inovador.

 

Serão financiados 15 projetos com apoio financeiro de até R$ 53,3 mil pelo Governo do Estado em parceria com a Finep, além de R$ 26 mil em bolsa de inovação ofertadas pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) por projeto. Para saber mais, basta acessar o site da Faperr e ficar por dentro do certame.

 

A Faperr também segue desenvolvendo outros programas, que deverão ser lançados em breve. Os projetos buscam atender diversas áreas de pesquisa, principalmente aquelas ligadas ao setor produtivo, fomentando novos conhecimentos e ampliando ainda mais o leque de oportunidades para as vocações próprias do Estado de Roraima.

Avalie este item
(0 votos)

A Lei de Licitações e Contratos 8.666/93, vigente há quase 30 anos, está dando espaço à Lei 14.133, sancionada em 1º de abril de 2021. A nova lei entra em vigor em todo o país no próximo dia 1º de abril.

 

Para orientar sobre as mudanças pontuais no setor de licitações, a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação) recebeu nesta quarta-feira, 25, o presidente da CPL (Comissão Permanente de Licitação), Everson Cerdeira, da CPL (Comissão Permanente de Licitação), que instruiu os servidores da casa.

 

“Estamos percorrendo as secretarias destacando as novas características da Lei 14.133, reforçando ainda os benefícios na questão do planejamento estratégico orçamentário, prioridades de contratação anual, entre outros aspectos processuais de quando a Administração Pública precisa comprar, contratar ou alugar produtos, obras e serviços”, explicou.

 

Com a atual lei vigente, o Estado também ganha mais celeridade na tomada de políticas públicas e os novos processos também serão condensados em um site específico, facilitando os serviços e a transparência na execução das demandas, reforçou Cerdeira.

 

“Diante do cenário nacional que mudou muito ao longo dos últimos anos, sobretudo, tecnologicamente, já era esperado uma evolução na Lei de Licitações e Contratos. Por isso o Executivo poderá trabalhar agora com mais eficiência os planos de governança firmados pelas secretarias, verificando os contratos necessários e os recursos adequados de orçamento”, destacou.

 

Para o secretário-adjunto da Seadi, Marlon Buss, a atualização da Lei de Licitações e Contratos é uma necessidade fundamental para o desenvolvimento social.

 

“A aplicação dos recursos públicos ganha mais fluidez com a Lei 14.133, favorecendo a boa governança do Estado com a implementação de novos processos”, disse.

Avalie este item
(0 votos)

O Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima), em parceria com a Unicless Educacional, iniciará nesta quarta-feira, 25, um ciclo de palestras sobre fluxo do sangue e a importância da doação junto a estudantes de cursos ligados à área de saúde.

 

A atividade será realizada na sede da unidade educacional, que fica situada no bairro Asa Branca, e tem como finalidade apresentar qual o caminho que as bolsas de sangue percorrem após a coleta, além de incentivar a doação.

 

A assistente social do setor de captação do Hemoraima, Hellen Bessa, destacou que as ações dentro das instituições de ensino são fundamentais por se tratarem de eventos que reúnem um grande grupo de possíveis doadores.

 

“Nas instituições de ensino em geral, nós temos uma quantidade de pessoas que podem se tornar doadoras, e quando essa instituição tem cursos na área da saúde, a ação é fundamental porque compreende o entendimento da pessoa que está se formando, para que no futuro possa entender como funciona esse processo”, explicou.

 

PARCEIROS DO HEMOCENTRO

 

As instituições interessadas em se tornar parceiras do Hemoraima devem procurar o setor de captação da unidade, que fica localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento).

 

“Devido o nosso cenário ainda estar com o estoque estar bem crítico, principalmente na questão dos [fator Rh] negativos, nós começamos a mobilizar as instituições parceiras de ensino para realizar ações de conscientização para a doação de sangue”, completou.

 

O horário de funcionamento da unidade é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h. Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98414-0726.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

 

25/01 – Palestra para as turmas do turno da noite

Local: Rua Vicente Corrêa Lira, 1000, Asa Branca.

Horário: 19h

 

26/01 - Palestra para as turmas do turno da noite

Local: Rua Vicente Corrêa Lira, 1000, Asa Branca.

Horário: 19h

 

28/01 - Palestra para as turmas de sábado

Local: Rua Vicente Corrêa Lira, 1000, Asa Branca.

Horário: 07h

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo), abriu uma consulta pública voltada especialmente à lei n° 1.545/2021, conhecida como Lei de Incentivo à Cultura de Roraima, para dar continuidade ao trabalho de fomento de movimentos culturais e artísticos do Estado.

 

As sugestões e comentários podem ser realizadas pela sociedade civil pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até o dia 2 de fevereiro. Podem ser enviadas opiniões, sugestões, críticas e contribuições para a Lei de Incentivo à Cultura, que serão consideradas para a construção do edital referente à matéria.

 

Esta é a segunda ação oficial do Governo de Roraima em alusão ao aniversário de 10 anos da pasta, comemorada na segunda-feira, 23, com o lançamento do selo comemorativo que será utilizado nas ações culturais do Executivo em 2023.

 

“O governo é um grande incentivador da cultura local e por isso estamos nesta etapa importante de elaboração do edital. Pretendemos disponibilizar cerca de R$ 4 milhões em fomento direto para a produção cultural e é imprescindível a participação da sociedade civil para garantir que a lei atenda às necessidades e as demandas da comunidade”, ressaltou o governador Antonio Denarium.

 

A lei n° 1.545/2021, que trata sobre a concessão de incentivos fiscais de estímulo à realização de projetos culturais no Estado e garante até 100% do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) de contribuintes que apoiem a cultura em Roraima, bem como o edital em si, marcam a retomada desse trabalho de incentivo, paralisada desde 2017.

 

“A retomada da Lei de Incentivo é importante para o desenvolvimento da cultura de Roraima. Ela pode contribuir para a geração de empregos e renda, além de promover a difusão cultural e valorizar a diversidade artística do Estado. A lei também pode trazer sustentabilidade financeira para projetos culturais, valorizando os talentos artísticos e preservando o patrimônio cultural local”, frisou o titular da Secult, Shérisson Oliveira.

 

SELO COMEMORATIVO

 

Em 2023, a Secult comemora seu 10° aniversário de criação. Para comemorar a data, a pasta irá utilizar, durante ações e eventos de todo o ano, um selo comemorativo em alusão à data. O material gráfico traz em destaque o Palácio da Cultura Nenê Macaggi, considerado símbolo dos movimentos culturais do Estado.

 

O lançamento do selo foi realizado nesta segunda-feira, junto com a abertura da consulta pública do edital. A cerimônia contou com a presença do vice-governador Edilson Damião, de autoridades políticas e agentes culturais dos mais diversos segmentos.

 

Na ocasião, foram anunciadas algumas novidades para o setor em 2023, como as reformas do Palácio da Cultura, do Teatro Carlos Gomes e da Casa de Cultura, bem como a execução das leis Aldir Blanc 2 (Lei n° 14.399/2022) e Paulo Gustavo (Lei Complementar n° 195/2022). A previsão é que haja o fomento de R$ 30 milhões nas manifestações culturais em Roraima.

Avalie este item
(0 votos)

As aulas na rede estadual de ensino começam no dia 1° de fevereiro, mas os professores já retornam às atividades no próximo dia 26 de janeiro, para iniciar a Jornada Pedagógica. A abertura ocorrerá às 8h no auditório da Faculdade Cathedral, e contará com uma intensa programação na sexta-feira, 27, e na próxima segunda-feira, 30.

 

A Jornada tem como tema “Reflexões sobre o planejamento e práticas pedagógicas”. Para o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, o evento, que está previsto no Calendário Escolar, marca o início do ano letivo de 2023.

 

“Esse é o retorno dos professores após o período de férias. É um momento importante para alinhar as ações pedagógicas para a retomada das aulas e para definir prioridades, em busca da melhoria dos nossos índices educacionais”, destacou Nonato.

 

As vagas para a abertura presencial da Jornada são limitadas. Para participar, é necessário fazer uma inscrição online por meio deste link. A abertura também terá transmissão ao vivo pela Rádio Roraima (AM 590), pela TV Assembleia (canal 57.3), e pelo canal do Legislativo no YouTube.

 

Uma das palestras de abertura será ministrada pela palestrante Betina Von Staa. A doutora em Linguística Aplicada foi convidada para falar sobre “Metodologias Ativas e Práticas Pedagógicas”.

 

Formação segue nos dias 27 e 30 de forma presencial e online

 

A Jornada Pedagógica segue nos dias 27 e 30 com formações presenciais para os professores das escolas da capital, e online para os professores do interior. Na capital, as formações serão realizadas nas Escolas Monteiro Lobato e Lobo D’Almada.

 

Para participar, os docentes devem fazer inscrição por meio deste link.

 

No interior, a formação ocorrerá por meio do canal do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima) no YouTube, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h30. “Planejamento articulado com as habilidades e competências”, “Avaliação diagnóstica”, “Recomposição de aprendizagens” e “Planejamento articulado com as habilidades e competências” estão entre as temáticas das formações.

 

“Convidamos todos os professores a participarem da formação. É um evento ímpar que tem o objetivo de acolher os nossos educadores para o novo ano letivo, assim como tratar de temas importantes para atualização e formação profissional dos nossos educadores”, destacou a diretora do Ceforr, Stela Damas.

 

Os professores que atuam nas escolas localizadas em comunidades indígenas terão a formação em um outro momento, em uma jornada pedagógica específica.

 

PARCERIA

 

A Jornada Pedagógica 2023 é uma realização do Governo de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e conta com a parceria do Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Assembleia Legislativa de Roraima, Faculdade Cathedral e Rádio Roraima.

 

O superintendente do Sebrae-RR, Emerson Baú, destacou que a parceria com o Governo de Roraima e com a Seed continuará em 2023 para potencializar em especial ações educacionais na área da educação empreendedora.

 

“Trabalhar a educação é a base para uma sociedade sustentável. O Sebrae fortalece a educação empreendedora em parceria com o Governo e prefeituras na estruturação e aplicação de metodologias junto aos professores e estudantes para que os jovens cresçam compreendendo comportamentos empreendedores que possam mudar a realidade do setor profissional do Estado”, detalhou Emerson Baú. 

Avalie este item
(0 votos)

Dando sequência na programação do Janeiro Branco em Roraima, o CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial) Edna Marcellaro Marques de Souza promoveu, na tarde desta terça-feira, 24, uma roda de conversa sobre a importância do cuidado da saúde mental.

 

Intitulada “A Vida Pede Equilíbrio”, a atividade foi voltada exclusivamente para pacientes assistidos pela unidade. A intenção foi chamar a atenção das pessoas para questões e necessidades relacionadas ao equilíbrio emocional.

 

“Assim como outras campanhas, o Janeiro Branco também tem essa importância junto às pessoas, pois ela trabalha os cuidados com a mente como forma de prevenção, de autoconhecimento e de busca de estratégias para uma boa educação psicossocial”, destacou a psicóloga do CAPS III, Alessandra Rodrigues.

 

Além do bate-papo, a ação contou ainda a realização de uma oficina prática coordenada pelos setores de psicologia e educação física da unidade.

 

O CAPS III oferece aos usuários o SUS (Sistema Único de Saúde) tratamento para pessoas que possuem transtornos mentais graves, possibilitando a reintegração das mesmas na sociedade.

 

Dentre os pacientes assistidos está a aposentada Rebeca Alves, de 41 anos. Ela parabenizou a iniciativa dos profissionais em reforçar a importância das atividades em prol dos pacientes.

 

“A saúde mental importa muito nos dias de hoje, e é necessário ter esse autocuidado. Nós passamos por problemas e situações estressantes e então precisamos nos reconectar novamente, para podermos dar conta dos nossos projetos pessoais”, completou.

 

O Centro de Atenção Psicossocial Edna Marcellaro Marques de Souza fica localizado na avenida Capitão Ene Garcês, 497, no centro de Boa Vista. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h.

 

PROGRAMAÇÃO

 

31/01 – Coffee break e encerramento da programação

Local: Sala de espera do CAPS III

Horário: 15h

Avalie este item
(0 votos)

O Ipem-RR (Instituto de Pesos e Medidas de Roraima) realiza durante todo o ano, fiscalizações rotineiras em vários tipos de produtos, e neste período sazonal de volta às aulas não seria diferente. A equipe do órgão está realizando, desde segunda-feira, 23, uma ação especial de fiscalização no comércio do estado para intensificar a fiscalização em produtos da lista de material escolar.

 

A ação segue até sexta-feira, 27, para garantir que a população compre apenas os produtos em conformidade com o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

 

Segundo Jackson Medeiros, Diretor de Qualidade e Metrologia do Ipem-RR, a fiscalização do Governo é executada pelo instituto e faz parte do calendário especial de ações do Inmetro. O principal objetivo é dar segurança ao consumidor na hora da compra dos produtos, e também ao empreendedor, para que tenha uma concorrência justa com os demais.

 

“O Governo de Roraima, por meio do Ipem-RR, realiza essa ação de fiscalização em todo o estado. Durante todo o decorrer do ano são realizadas ações de fiscalização, e no período ressaltamos os trabalhos para garantir que os pais e responsáveis pelas crianças, comprem apenas materiais escolares adequados e em conformidade com o Inmetro, para evitar que acidentes venham a acontecer com os pequenos”, pontuou Medeiros.

 

Segundo o gerente de Avaliação da Conformidade do Ipem-RR, Vitor Alves, 25 itens compõem a lista de artigos escolares que devem apresentar o selo de conformidade do Inmetro na embalagem, ou no caso de produtos comercializados a granel, o selo deve estar exposto na embalagem expositora.

 

“O selo de identificação da conformidade deve estar nas embalagens dos produtos de forma clara, e no caso dos produtos vendidos a granel, essa informação pode estar gravada em adesivo nas prateleiras, por exemplo. Além da presença do selo do Inmetro, a indicação de faixa etária de uso de cada item, também deve estar informada na embalagem ou bem próxima, para que o consumidor observe as informações antes de comprar o produto”, ressaltou Vitor Alves.

 

É obrigatório que os 25 itens dos produtos de material escolar, disponibilizados ao consumidor, contenham a certificação do Inmetro. Os itens são apontadores, borrachas, caneta esferográfica, caneta hidrográfica, cola (líquida ou sólida), compasso, corretor, curva francesa, giz de cera, lápis de cor, lápis preto ou grafite, lapiseira, massa de modelar, massa plástica, marcador de texto, normógrafo, ponteira de borracha, régua, tesoura de ponta redonda, tinta (pintura a dedo, aquarela, guache, nanquim, plástica), merendeira, pasta com aba elástica, esquadro, estojo e transferidor.

 

Durante as fiscalizações, os produtos que estiverem fora da normalidade que forem identificados, serão apreendidos e encaminhados para o Instituto. As empresas terão um prazo de 10 dias para apresentar a nota fiscal da compra, origem do produto e ou defesa jurídica. Podendo estar sujeito à multa, caso não apresente a documentação do fabricante, exigida.

 

OUVIDORIA

 

Caso encontre irregularidades, o consumidor pode entrar em contato com o órgão por meio da ouvidoria do Ipem-RR ou enviar mensagens através do telefone (95) 9971-6066, além do Instagram e do Facebook do instituto.

 

O órgão atende de segunda à sexta, das 7h30 às 13h30 e está localizado na avenida Surumu, nº 1719, bairro São Vicente.

Avalie este item
(0 votos)

Dando continuidade ao concurso público para provimento de vagas na PCRR (Polícia Civil de Roraima), a Fundação Vunesp lançou, nesta terça-feira, 24, seis editais contendo, entre eles, as listas definitivas com os nomes dos candidatos classificados para os cargos de agente e delegado.

 

Foram publicadas ainda as convocações para as próximas fases do certame dos candidatos aos cargos de delegado e agente de polícia, com as datas da realização das fases de avaliação psicotécnica, avaliação psicológica, apresentação de exames médicos e a prova de capacidade física.

 

Também foram publicados os resultados dos recursos das provas objetivas e discursivas.  Todos os editais estão disponíveis no site da Vunesp, na respectiva página do concurso.

 

De acordo com o diretor administrativo da PCRR, Jimmy Santana, é importante que os candidatos aptos para fazer as avaliações leiam minuciosamente o edital do cargo ao qual concorrem.

 

“Todos os exames são classificatórios e de caráter eliminatório. É importante que todos os candidatos leiam com atenção os editais e observem a forma como os exames, acompanhados de laudos, devem ser apresentados, e as datas para entrega e realização das etapas. Maiores esclarecimentos também estão disponíveis nos respectivos editais” , detalhou o diretor.

 

De acordo com Jimmy, os candidatos declarados como PCDs (pessoas com deficiência) concorrentes ao cargo de agente de polícia civil vão passar pela avaliação biopsicossocial no dia 10 de abril.

 

Os demais candidatos ao cargo de agente de polícia devem se apresentar para prova de capacidade física que será realizada no dia 5 de março, com aplicação de reteste em 6 de março. Além disso, se for o caso do candidato, o exame médico (avaliação de saúde) será realizado no período de 10 a 14 de abril, e o exame psicotécnico no período de 15 a 16 de abril deste ano.

 

Para o cargo de delegado de polícia civil, o edital detalha as notas finais das provas objetivas e discursivas dos candidatos habilitados, levando em consideração a nota de corte.

 

A avaliação biopsicossocial dos candidatos PCDs, a prova de capacidade física, apresentação de exames médicos e exame psicotécnico (avaliação psicológica), ocorrem no período de 05 a 12 de março de 2023.

 

Todas as provas e avaliações serão realizadas na cidade de Boa Vista (RR) e os locais e horários serão disponibilizados nos cartões informativos e em comunicado no site da Fundação Vunesp, com antecedência mínima de 10 dias úteis.

 

“É de estrita responsabilidade do candidato o acompanhamento das informações, datas e prazos no site da instituição”, concluiu Jimmy Santana.

 

RECURSOS

 

Foram divulgados os resultados das avaliações dos recursos apresentados contra o resultado provisório das provas objetivas, resultado definitivo das provas objetivas e resultado provisório das provas discursivas para os cargos de médico legista de polícia civil, odontolegista de polícia civil, perito criminal de polícia civil (várias especialidades/áreas), escrivão de polícia civil, perito papiloscopista de polícia civil e auxiliar de necrópsia de polícia civil.

 

Conforme o diretor administrativo da PCRR, Jimmy Santana, esses candidatos, caso tenham interesse, poderão interpor recurso contra o resultado provisório da prova discursiva e aos padrões de resposta, no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br), na respectiva página do concurso, das 8 horas do dia 25 de janeiro de 2023, até as 23 horas e 59 minutos (horário de Brasília/DF) do dia 27 de janeiro de 2022.

 

Também foram publicados os editais contendo o resultado dos recursos contra o resultado provisório das provas discursivas, o resultado definitivo das provas discursivas e a convocação para a avaliação biopsicossocial, prova de capacidade física (exame de aptidão física), exames médicos (avaliação de saúde) e exame psicotécnico (avaliação psicológica) para o cargo de agente de polícia civil.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quinta-feira, 26, o HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth) fará a entrega de pacotes de fraldas para pacientes que estão prestes a receber alta. A ação visa apoiar puérperas que recorreram aos serviços da unidade, gerando uma corrente do bem em prol de mães e recém nascidos.

 

Conforme a diretora do DEP (Departamento de Ensino e Pesquisa) do Hospital Materno-Infantil, Raissa Sampaio, as entregas serão feitas por meio da campanha “Mês da Gratidão”. Os itens foram arrecadados por meio de uma doação feita pela Operação Acolhida, do Governo Federal.

 

“O objetivo é gerar um sentimento de gratidão no coração das pessoas e semear essa doação que recebemos com tanto carinho da Operação Acolhida”, disse.

 

Ao todo, a unidade recebeu 1.376 pacotes de fraldas, de tamanhos variados. A prioridade do DEP são as mães que não possuem condições de adquirir alguns itens básicos de higiene para os bebês.

 

“Essa ação vem com o intuito social de beneficiar as mães que não tem condições de adquirir todos os itens de higiene relacionados ao bebê. É uma forma também de mostrar que a unidade está atenta a essas necessidades e procurar novas parcerias”, ressaltou.

 

Raissa contou ainda que a unidade está aberta para doações de itens básicos de higiene para bebês. O interessado deverá apenas se identificar na Recepção Eletiva da Maternidade, onde um atendente vai direcioná-lo para o DEP.

 

O horário de funcionamento do departamento é das 7h às 17h, sem horário para almoço. O HMI está localizado temporariamente na avenida Brasil, no bairro Treze de Setembro.

 

Avalie este item
(0 votos)

Entre os dias 7 a 10 de fevereiro, a Sesau (Secretaria de Saúde) vai realizar uma série de atividades que serão executadas no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) sobre a importância do descarte correto dos resíduos hospitalares. As ações são destinadas para servidores, pacientes e visitantes.

 

“Serão três dias de palestras e uma exposição na unidade. Nosso intuito é orientar os profissionais de saúde sobre como descartar os resíduos do hospital. Quando esse descarte é feito de forma inadequada, os riscos de surgimento de algumas doenças são altos”, explicou o gerente de Resíduos de Serviços de Saúde do HGR, Paulo Marcos Ferreira.

 

Ele ressaltou que a implantação da Gerência de Resíduos de Saúde é de muita importância, sendo responsável por desenvolver ações de verificação, vigilância e controle dos resíduos produzidos na unidade hospitalar.

 

“A Gerência sempre mantém a vigilância sobre as ações que são desempenhadas pelos profissionais e também pelas pessoas que entram no hospital e podem estar fazendo o descarte incorreto desse resíduo de saúde. São ações baseadas em uma resolução do colegiado da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] e no nosso Plano de Gerenciamento de Resíduos de Saúde e Regimento Interno”, completou.

 

Ainda segundo o gerente, os resíduos de saúde que são produzidos no HGR são descartados separadamente, para que possam receber o tratamento e a sua destinação correta, sem comprometer o meio ambiente e oferecer riscos sanitários às pessoas.

 

“Nossas lixeiras estão em padrão preconizado pela legislação e os resíduos são incinerados. Temos também um fluxograma para amputação de membros que antes não tínhamos coleta de resíduos químicos, e hoje nós fazemos a segregação [desse material] da forma correta”, concluiu.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

 

07/02 – Palestra sobre Gerenciamento de Resíduos

Local: Auditório do HGR

Horário: 9h

 

08/02 - Palestra sobre Gerenciamento de Resíduos

Local: Auditório do HGR

Horário: 9h

 

09/02 - Palestra sobre Gerenciamento de Resíduos

Local: Auditório do HGR

Horário: 9h

 

10/02 – Ação Educativa junto a Pacientes e Visitantes

Local: Corredor principal do HGR

Horário: A partir das 9h

Avalie este item
(0 votos)

A sorologia em aves começou a ser feita em Roraima com o trabalho de médicos veterinários da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), nas granjas do Estado.

 

O trabalho consiste nos exames de swab (cotonete estéril) da traqueia, da cloaca e coleta de sangue da asa para detectar casos de influenza aviária de alta patogenicidade. No Brasil ainda não há ocorrência de casos da doença.

 

A gripe aviária, como é popularmente conhecida, é uma doença viral de rápido contagio e que acomete aves domésticas e silvestres, levando à morte.

 

Segundo o médico veterinário e chefe do Programa Nacional de Sanidade Avícola na Aderr, Ronaldo Feitosa, os exames coletados são enviados para laboratório em São Paulo, que é responsável em examinar o material.

 

Em Roraima 12 granjas que serão visitadas: 10 em Boa Vista, 01 em Bonfim e 01 em Caracaraí. São selecionadas 11 galinhas com mais de 30 dias de alojamento, adultas e de descartes para a realização da sorologia. “É um trabalho que precisa ser feito para termos noção da condição sanitária das aves no Estado”, reforçou Ronaldo.

 

O Brasil, como maior exportador de frango, tem atualmente a atenção voltada para a gripe aviária, já que é a maior epidemia em aves que ocorre hoje no mundo. Na Colômbia, Equador, Venezuela, Peru e Chile foram notificados casos da doença em aves silvestres e de subsistência ou de produção.

 

ORIENTAÇÕES DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

 

De acordo com a nota técnica Nº 8/2022/CGSA/DSA/SDA/MAPA, a primeira linha de defesa contra a influenza aviária é a detecção precoce e a notificação oportuna de suspeita da doença para permitir uma resposta rápida, a fim de evitar a disseminação da doença.

 

Todas as suspeitas de ocorrência de influenza aviária devem ser notificadas imediatamente aos órgãos estaduais de sanidade agropecuária ou às Superintendências Federais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

A influenza aviária de alta patogenicidade é caracterizada principalmente pela alta mortalidade de aves que pode ser acompanhada por sinais clínicos, tais como andar cambaleante; torcicolo; dificuldade respiratória e diarreia.

 

A notificação de uma suspeita de influenza aviária de alta patogenicidade em aves silvestres, de subsistência e de produção pode ser realizada por qualquer cidadão, que tenha o conhecimento de suspeitas de influenza aviária, presencialmente ou por telefone em qualquer instância regional, estadual ou federal do Serviço Veterinário Oficial, representado pelos Órgãos Estaduais de Sanidade Agropecuária e pelas Superintendências Federais de Agricultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ou, diretamente, por meio da plataforma e-Sisbravet, por meio do link https://sistemasweb4.agricultura.gov.br/sisbravet/manterNotificacao!abrirFormInternet.action.

 

Os produtores de aves devem reforçar as medidas de biosseguridade das granjas, especialmente aquelas que visem evitar o contato de aves silvestres e de pessoas alheias ao sistema produtivo com as aves de produção.

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento desenvolveu um plano de contingência para uma eventual introdução da doença no País e tem promovido a capacitação e o treinamento de profissionais em todas as Unidades Federativas para o atendimento às suspeitas e resposta a situações de emergência em saúde animal.

 

O Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura ressalta que a prevenção da influenza aviária é responsabilidade compartilhada entre os segmentos público e o setor privado, com o firme propósito de preservar a sanidade do plantel avícola nacional.

Avalie este item
(1 Votar)

Para dar prosseguimento às etapas do concurso público da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) voltado à Educação Básica, o Governo de Roraima publicou no Diário Oficial do Estado de 17 de janeiro a nomeação de 131 novos professores que vão atuar na rede estadual de ensino ainda neste ano.

 

Estes professores nomeados fazem parte do quadro de reserva do certame e foram convocados pela Segad (Secretaria da Gestão Estratégicas e Administração) para realizar a entrega de documentos, conforme a publicação oficial do dia 18 deste mês.

 

A recolhida dos documentos ocorrerá entre os dias 30 e 31 de janeiro, das 8h às 13h, na Escola Estadual Monteiro Lobato. Os nomeados devem apresentar os seguintes documentos:

 

  • Original e cópia ou cópia autenticada do diploma de graduação na área específica, devidamente registrados pelo MEC, para o cargo inscrito (Diploma de Nível Superior);
  • Original e cópia ou cópia autenticada do Histórico Escolar, para o cargo inscrito;
  • Original e cópia ou cópia autenticada do Registro Profissional no órgão competente da categoria, quando for requisito do cargo;
  • Original e cópia ou cópia autenticada Carteira de Identidade;
  • Original e cópia ou cópia autenticada do Título de Eleitor;
  • Certidão do cartório eleitoral comprovando a quitação com as obrigações eleitorais (para fins de concurso público);
  • Original e cópia ou cópia autenticada da Certidão de casamento, se for o caso;
  • Original e cópia ou cópia autenticada da Certidão de nascimento ou Registro Geral dos filhos, se for o caso;
  • Certificado de reservista, de dispensa de incorporação ou outro documento de quitação com o serviço militar, para o sexo masculino;
  • Original e cópia ou cópia autenticada do Cartão PIS/PASEP;
  • Original e cópia ou cópia autenticada do Cartão CIC/CPF;
  • Original e cópia ou cópia autenticada de comprovante de residência: conta de energia elétrica, água ou telefone (emitidos nos últimos 3 meses) ou declaração de residência devidamente assinada;
  • Poderá ser aceito comprovante de residência em nome de cônjuge, de companheiro (a) ou de parente, seja em linha reta ou por afinidade, até o 4º grau, mediante prova da relação ou do parentesco, ou, se em nome de terceiro, acompanhada de declaração de residência emitida por este mesmo terceiro;
  • Duas fotos 3x4;
  • Original e cópia ou cópia autenticada da última Declaração do Imposto de Renda, ou Declaração de isento;
  • Certidão Negativa da Receita Estadual – Secretaria Estadual da Fazenda do Estado de Roraima;
  • Certidão Negativa de Antecedentes criminais da Justiça Federal de 1° e 2º grau nos quais residiu nos últimos 5 anos;
  • Certidão Negativa de Antecedentes criminais da Justiça Estadual de 1° e 2º grau nos quais residiu nos últimos 5 anos;
  • Certidão Negativa de ação Militar na Justiça Estadual de 1° e 2º grau de jurisdição;
  • Certidão Negativa de Antecedentes criminais da Polícia Federal dos estados nos quais residiu nos últimos 5 anos;
  • Certidão Negativa de Antecedentes criminais da Polícia Estadual dos estados nos quais residiu nos últimos 5 anos;
  • Declaração de bens conforme Anexo I;
  • Declaração de bens cônjuge conforme Anexo II;
  • Declaração de não ter sofrido sanção disciplinar conforme Anexo III;
  • Declaração de acumulação de cargos, empregos ou funções públicas conforme Anexo IV;
  • Relação de dependentes para fins de Imposto de Renda, conforme Anexo V;
  • Relação de dependentes para fins Previdenciários, conforme Anexo VI;
  • Informações Bancárias para fins de depósito do salário, conforme Anexo VII.
  • Original e cópia ou cópia autenticada do cartão ou extrato bancário da conta corrente.

 

O governador Antonio Denarium ressaltou que a posse dos novos professores, que ocorrerá no dia 9 de fevereiro, é mais uma importante etapa para a mudança positiva que vem sendo feita pela atual gestão.

 

“A educação é a base de tudo, e uma educação de qualidade depende de pessoas prontas para ensinar e guiar o futuro dos alunos. Fico feliz de estar à frente de uma gestão que valoriza o ensino, convocando novos professores para as salas de aula. Além de receberem todo o nosso suporte, eles também são agraciados com salários acima da média nacional”, disse Denarium.

 

Roraima paga o salário dos professores acima do piso salarial da categoria, que atualmente foi reajustado para R$ 4.420,55 para uma jornada de 40h semanais.

 

O titular da Seed, Nonato Mesquita, destacou que o Governo de Roraima realiza todas as etapas de forma séria e dinâmica, preocupado com a lisura do certame. Por conta disso, após o preenchimento das vagas disponibilizadas, estão sendo chamados classificados do cadastro de reserva para reforçar o quadro da educação em Roraima

 

“Nós sabemos da importância desses professores concursados virem atuar com a gente em caráter definitivo, como efetivos. São professores que estudaram, são capacitados, se prepararam e estão prontos para contribuir de forma efetiva com a Secretaria de Educação”, pontuou Mesquita.

 

A nova leva de nomeados contempla professores de Artes, Educação Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática e Química. Esses educadores atuarão nos municípios de Alto Alegre, Amajari, Boa Vista (zonas Urbana e Rural), Bonfim, Cantá, Iracema, Mucajaí e Rorainópolis (incluindo a região do Baixo Rio Branco).

 

EMPOSSADOS

 

O concurso público voltado à Educação Básica ocorreu no dia 10 de outubro de 2021, ofertando um total de 650 vagas. Desde então, o Governo de Roraima empossou cerca de 617 professores que já estão atuando na rede estadual de ensino.

 

Com a nova posse, prevista para ocorrer no dia 9 de fevereiro no Auditório do Corpo de Bombeiros Militares de Roraima, o número de novos professores aumentará para 748 empossados.

 

SECOM RORAIMA

Avalie este item
(0 votos)

No dia 23 de janeiro de 2013, foi sancionada a Lei n° 890, que criava a Secult (Secretaria de Cultura). Após 10 anos, nomeada Secretaria de Cultura e Turismo, a pasta continua desenvolvendo e fomentando movimentos culturais importantes para a população e dando evidência ao setor turístico de Roraima.

 

Para comemorar esta primeira década de existência da Secult, o Governo de Roraima lançou, nesta segunda-feira, 23, um selo comemorativo em alusão à data. O novo símbolo faz referência ao Palácio da Cultura, um dos principais símbolos dos movimentos culturais no Estado, e será utilizado em 2023 em todas as ações que envolvem a pasta.

 

O secretário de Cultura e Turismo, Shérisson Oliveira, celebrou a data e pontuou que, para 2023, novos projetos e ações da Secult serão executados para fomentar ainda mais a cultura local. Entre essas ações de fomento, destacou, estão as leis Aldir Blanc 2 (Lei n° 14.399/2022) e Paulo Gustavo (Lei Complementar n° 195/2022), além da nova Lei de Incentivo à Cultura de Roraima.

 

“Esse é um ano de muito ganho para a cultura local. Temos duas leis federais que trazem para o estado recurso de fomento direto, algo em torno de R$ 30 milhões. Também estamos trabalhando com a retomada da Lei de Incentivo à Cultura que, inclusive, estamos lançando a minuta para consulta pública, que vai fomentar em torno de R$ 4 milhões para a cultura local”, explicou.

 

NOVAS OBRAS

 

Durante o evento, foram anunciadas algumas obras que irão impulsionar o movimento cultural no Estado, dando novos espaços para as manifestações culturais. O vice-governador e secretário de Infraestrutura, Edilson Damião parabenizou a Secult e citou quais serão esses empreendimentos.

 

“Estamos anunciando as novas obras que vão acontecer, como as reformas do Palácio da Cultura, do Teatro Carlos Gomes e da Casa de Cultura, ali na Jaime Brasil. Este ano, com certeza vamos, além desse selo, dar início a mais atividades culturais. A partir de agora, tanto no Parque Anauá e nos eventos que acontecem, como o Arraial e o tradicional Réveillon, vão ter esse selo que é o selo cultural de 10 anos da Secult”, ressaltou Damião

 

CENA CULTURAL RORAIMENSE

 

A realização de manifestações culturais nasce das mãos daqueles que se propõem a levar cultura para o povo. Em Roraima, a cena local segue em forte crescimento, com as mais diferentes formas e diferenças.

 

O agente cultural Francisco Alves pontuou que esse processo de 10 anos de criação da Secult dentro do cenário roraimense representa resistência, uma vez que se tem um estado cultural híbrido, que é rico nas linguagens culturais, dança, teatro, música, artes plásticas, performance, poesia, literatura, entre outras manifestações.

 

“A Secult tem a função e a capacidade para desenvolver coisas importantes na democratização das artes. É importante comemorar esses 10 anos porque a gente está falando de anos de luta. Enquanto coletivos e artistas, essa comemoração reforça a importância da secretaria para todos os seguimentos das artes em Roraima”, avaliou.

 

O trabalho realizado pela Secretaria de Cultura e Turismo ao longo dessa década abrangeu não só manifestações artísticas, incluindo manifestações religiosas. O respeito às crenças trouxe trabalhos voltados a religiões de várias matrizes, como as africanas.

 

Profana de Oyá, Rayra Santos reiterou a cultura como um ato de resistência, principalmente por abraçar os elementos culturais de várias religiões, dentre danças culturais, trazendo a cultura da comida, da própria religião, entre outros elementos.

 

“Estamos prestigiando esse momento reforçando políticas públicas que contemplem tanto os artistas e os agentes culturais também, inclusive em relação à questão afro e nos fazendo presentes nessa nova etapa cultura que vai seguir agora em Roraima”, frisou.

Avalie este item
(0 votos)

A segurança alimentar da população indígena tem sido reforçada com ações do Governo do Estado. Por meio do programa Cesta da Família, 11 mil pessoas que vivem em comunidades indígenas estão tendo a garantia da comida na mesa.

 

Ao longo de três anos, a atual gestão distribuiu de forma ininterrupta, uma cesta com gêneros alimentícios fundamentais para uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e minerais, elaborada com base nas orientações de um profissional de Nutrição.

 

Famílias como a da dona Juventina da Silva, moradora da comunidade Água Fria, no município do Uiramutã, são beneficiadas pela ação de governo.  “É doloroso ouvir os filhos pedindo comida, lembro com tristeza. E hoje graças a esse governo, estamos recebendo essa Cesta [da Família]. Nunca vi governo nenhum fazer isso”, reforçou.

 

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem-estar Social), executa o Programa Cesta da Família, que até o momento alcançou cerca de 50 mil famílias na Capital e no Interior, e Comunidades Indígenas.

 

Cada cesta é composta por 46 itens, dentre eles: arroz, feijão, café, macarrão, carne bovina em conserva, sardinha, leite em pó, farinha de trigo, flocão de milho, biscoitos, sucos, sal, açúcar e outros.

 

Lucinéia Simão mora na comunidade Pedra Branca e recebe a cesta desde o início da pandemia. “A gente agradece essa ajuda, pois ficou muito difícil, principalmente durante a pandemia. Tudo faltava”, lembrou. 

 

Projeto incentiva o plantio de grãos

 

Investir na agricultura indígena também é garantir comida na mesa das famílias. Por isso, o Governo de Roraima executa o maior programa de agricultura indígena do país com mais de 1.800 hectares plantados no ano de 2022, que resultou na colheita de 5 mil toneladas de milho e 1,1 mil de feijão caupi, beneficiando mais de 100 comunidades indígenas.

 

Para 2023, a perspectiva é aumentar o plantio de milho e feijão para 2.000 hectares e assim alcançar mais 2.250 famílias.

 

Além da distribuição das sementes, as comunidades recebem adubos, calcário, tratores, caminhões, implementos, preparação da terra e colheita, tudo com investimentos feitos pelo Governo do Estado, abrangendo os municípios de Alto Alegre, Boa Vista, São João da Baliza, Cantá, Bonfim, Pacaraima, Normandia, Amajari e Uiramutã.

 

O Tuxaua da Comunidade Bom Futuro, no município de Uiramutã, Renisson Miguel conta como a vida das famílias mudaram com o incentivo do governo. “Nossa roça era toda manual, pouca produção de banana e feijão. Mas quando o governador Antonio Denarium implantou o projeto de grãos, nossa realidade mudou. Hoje temos de onde tirar nosso sustento e ainda conseguimos vender nossa produção”, destacou.

 

Na comunidade do Jabuti, no município do Bonfim as comunidades indígenas apostaram na produção do milho. “Tínhamos muita terra e nada plantado. Hoje a gente sabe cultivar o solo do lavrado, e vimos que a produção do milho deu certo. Temos como alimentar nosso povo e trazer desenvolvimento para dentro da nossa comunidade”, afirmou Fernando Jacó, que é um dos líderes indígenas da região.

 

OUTRAS CULTURAS

 

Não só o projeto de grãos é executado pelo governo em terras indígenas. A ideia de potencializar a segurança alimentar e a geração de renda nas comunidades indígenas tem se mostrado presente por meio de projetos ligados à avicultura, piscicultura, bovinocultura.

 

Só no ano passado foram implantados 37 polos de produção de piscicultura, o que garantiu renda extra e alimento a mesa de 370 famílias indígenas.  Para 2023 serão implantados mais 100 novos polos, que resultará no alcance a mais 1000 famílias.

 

Em 2022 foram implantados 145 polos de produção de aves, com isso mais de 1.450 famílias implementaram a renda. Para este ano, a expectativa é que seja implantado mais 200 novos polos e o número de beneficiados chegue a 2.000.

 

HORTAS MEDICINAIS

 

Os investimentos não param por aí. O governo também investe no projeto de hortas medicinais nas comunidades indígenas, com o objetivo de auxiliar também na geração de renda e conservar as tradições dos povos originários. Em 2022 foram efetivados o plantio em 29 polos de produção, atendendo a 290 famílias.

 

Em 2023 este projeto será ampliado para 100 polos de produção e a meta é alcançar mais de 1.000 famílias.

 

Projetos serão reforçados

 

Para os próximos quatros anos, o governo investirá em novos projetos para auxiliar no fortalecimento e desenvolvimento da produção agrícola indígena no estado.

 

Entre os projetos estão: horticultura, implantação de cursos técnicos de acordo com as vocações regionais, desenvolver programa de captação de água para garantir o fornecimento de água potável e para atividades produtivas. Além disso, estimular a atividade produtiva da piscicultura, fortalecimento das atividades produtivas artesanal, agropecuária, florestal e extrativista.

 

CADEIA PRODUTIVA

Também é meta do Governo do Estado organizar e dinamizar a cadeia produtiva avícola de corte e postura, bem como fortalecer a cadeia produtiva da bovinocultura.

 

Para isso ocorrer, o governo vai assegurar a prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural de qualidade. Além de incentivar o fortalecimento da atividade de mandiocultura mecanizada em grande escala e apoiar a elaboração e implementar os Planos de Gestão Territorial e ambiental das Terras Indígenas (PGTA).

 

O governo vai incentivar a produção de mudas de plantas de espécies florestais e frutíferas para fins de reflorestamento e criação de banco de sementes e apoiar as iniciativas locais empreendedoras com oferta de oficinas, cursos, elaboração e gestão de projetos para os povos indígenas.

 

Avalie este item
(0 votos)

Neste mês de janeiro, o Governo de Roraima, tem realizado diversas ações relativas à campanha Janeiro Branco com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da saúde mental na vida das pessoas.

 

Nesta segunda-feira, 23, a Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) promoveu um dia especial para a população em situação de vulnerabilidade social e situação de rua no centro de Boa Vista, com roda de conversa, discussões sobre saúde mental, além de atendimento médico e psicológico e serviços estéticos.

 

A ação da CEPPED (Coordenação Estadual de Políticas Públicas para o Enfrentamento às Drogas) também ofereceu atendimento com assistentes sociais, distribuição de panfletos informativos, lanches e apresentação cultural e musical das comunidades terapêuticas Impacto e Recanto de Davi.

 

A psicóloga e coordenadora-adjunta da CEPPED, Clarice Custódia, explicou que o objetivo do evento foi desenvolver uma ação de prevenção, acolhimento e atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade social.

 

“Hoje falamos da saúde mental para que o público tenha consciência das escolhas que pode fazer, já que ela está ligada à vida de um modo geral, na alimentação, no emprego e até na moradia. Por isso trouxemos essa ação para que esse público possa ter um dia especial com uma equipe de psicólogos e assistentes sociais oferecendo acolhimento e atendimento”, disse Clarice.

 

A secretária da Setrabes, Tânia Soares, destacou a importância do movimento, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o cuidado com a saúde mental.

 

“A saúde da mente é fundamental para manter a qualidade de vida, e quando falamos de pessoas em vulnerabilidade, isso deve ser prioridade na vida de cada ser humano. Nesse sentido a Setrabes tem projetos que oferecem atendimento psicológico, assistencial e de acolhimento”, afirmou Tânia.

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) vai realizar uma programação alusiva à campanha do Janeiro Branco de terça, 24, a sexta-feira, 27. Parte da agenda será na instituição e outra envolverá o público externo.

 

Nesta terça-feira, servidores do Detran participam de uma roda de conversa sobre saúde mental, conduzida pela psicóloga Ieda Mariusso. Na programação ainda consta a realização de blitz educativa, quando será entregue à população material com informações sobre os cuidados com a saúde mental.

 

Na quarta-feira, 25, a blitz será próxima ao semáforo em frente ao pátio do Detran-RR, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes. Na quinta-feira, 26, a mobilização ocorre na esquina da avenida Ataíde Teive com a rua S-4, no bairro Canaã. Essa ação será às 8h.

 

Para encerrar a semana de atividades, no dia 27, às 10h, acontecerá um culto em alusão ao Janeiro Branco, com o pastor Júlio, no estacionamento das viaturas do Detran.

 

A chefe da Divisão de Prevenção e Educação para o Trânsito do Detran-RR, Andréia Nicoletti, disse que a programação tem o objetivo de fazer com que os participantes percebam e compreendam a forma de como lidar e reagir com outras pessoas.

 

“O comportamento humano reflete também no trânsito, no nosso dia a dia no trabalho e até mesmo em casa. Nesta semana, vamos abordar a importância de entender e lidar com as emoções e as formas de se cultivar uma boa saúde mental e emocional”, explicou Andréia.

 

A VIDA PEDE EQUILÍBRIO

 

A campanha Janeiro Branco é um movimento social dedicado à construção de uma cultura da saúde mental na humanidade. Este ano, o tema da campanha é “A Vida pede Equilíbrio”

 

O objetivo é conscientizar a população para os cuidados com a saúde mental, a partir da prevenção de transtornos mentais, como depressão, ansiedade e pânico.

 

A campanha teve início em 2014, em Minas Gerais, e hoje se estende por todo o Brasil.

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium assinou nesta segunda-feira, dia 23, o termo de posse de 97 novos policiais penais oriundos da segunda turma do concurso público da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) que atuarão no sistema prisional de Roraima. A cerimônia ocorreu no Palácio Senador Hélio Campos.

 

Com esta nova posse, o Estado terá agora efetivo de 541 policiais penais. Todos foram contratados por meio de aprovação no concurso promovido pelo Governo de Roraima em 2020. A primeira turma do mesmo certame assumiu os cargos em novembro de 2021.

 

Nesta segunda turma, foram formados 324 policiais penais. Destes, 97 tomaram posse nesta segunda. Os demais agentes serão convocados de acordo com a necessidade do sistema prisional.

 

O governador Antonio Denarium declarou durante o evento que a posse é mais um momento histórico e positivo para a segurança pública de Roraima. “É com felicidade que recebemos estes concursados da polícia penal e os parabenizamos pelo esforço e o empenho no curso de formação. Eles ingressam no serviço público para trabalhar por uma segurança de qualidade para os roraimenses”, disse.

 

Denarium lembrou ainda que, quando assumiu a intervenção no Governo de Roraima, em dezembro de 2018, a segurança pública e o Estado passavam por um cenário de caos total, inclusive no sistema prisional, em que eram comuns as chacinas, fugas, rebeliões e assassinatos.

 

“Com a intervenção iniciamos o controle daquela crise generalizada e depois, no Governo, reformamos unidades e revitalizamos inclusive a nível de recursos humanos por meio desse concurso público tão necessário. Agora vamos trabalhar para Roraima ser o primeiro Estado do Brasil a acabar com o déficit carcerário, tanto em medidas de ressocialização dos reeducandos, importante para reduzir a reincidência, como na ampliação das instalações penitenciárias”, frisou.

 

Sobre a ampliação da infraestrutura do sistema prisional, o governador antecipou que a obra da Penitenciária de Segurança Máxima, do lado externo da Pamc (Penitenciária Agrícola do Monte Cristo), já está 70% concluída e deve ser entregue à sociedade roraimense nos próximos meses deste ano. O espaço tem capacidade de acomodação para 300 reeducandos.

 

Além disso, está sendo construído um novo pavilhão dentro da própria Pamc com recursos próprios do Governo do Estado, atendendo aos padrões exigidos pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional). A obra também deve ser entregue nos próximos meses.

 

O secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes, ressaltou que a posse significa um reforço no trabalho do Governo de Roraima em prol da segurança pública, principalmente em termos de ressocialização dos internos do sistema prisional.

 

“A entrada desses policiais vai contribuir com o aumento da nossa produtividade, garantindo principalmente que esse trabalho seja feito com segurança tanto para os internos quanto para sociedade roraimense”, disse.

 

Grande parte dos agora policiais penais vai atuar no Presídio de Rorainópolis, unidade cujas obras estavam paradas há 14 anos e foram finalizadas pela gestão do governador Antonio Denarium. O local está dividido em seis blocos, com 43 celas coletivas.

 

“Agora alguns desses policiais vão cumprir as suas funções no Presídio de Rorainópolis, que já recebeu alguns presos”, detalhou o secretário.

 

FORMAÇÃO

 

O curso de formação da segunda turma de policiais penais aprovados no concurso da Sejuc foi anunciado no dia 31 de março de 2022.

 

O curso de formação teve duração de 65 dias, com carga horária de 480 horas-aula ministradas por professores de todo o Brasil. Durante o treinamento, os policiais abordaram todas as áreas de atuação, tanto em relação à segurança quanto na área de ressocialização dos reeducandos.

 

A policial penal Nayara Cristina da Silva está na expectativa para ser lotada e começar a trabalhar. Ela foi a “01” das mulheres da turma, ou seja, a que teve maior pontuação considerando todas as atividades do curso de formação.

 

“É uma experiência única. Sempre tem a pressão em cima com a expectativa de como vai ser o trabalho nas unidades, mas a gente recebeu uma ótima formação técnica e humana. Nós aprendemos todas as técnicas possíveis com pessoas qualificadas para aplicar na prática e manter a integridade física e moral dos nossos companheiros e dos internos”, ressaltou a recém-empossada.

 

O agora policial penal Rodrigo Martins conta sobre a alegria de estar tomando posse. Ele estava listado na primeira turma de aprovados para o curso de formação, mas não pôde participar na ocasião porque havia contraído covid-19 durante a fase de convocação.

 

“A gente estava no auge da pandemia e muitos não puderam participar do curso naquele momento por uma questão de segurança sanitária, o que era previsto no edital e aí ficamos para a segunda turma”, disse.

 

Ele explicou ainda que a formação foi um processo árduo, mas gratificante pelo fato de os policiais terem recebido uma capacitação multifatorial de profissionais vindos de vários Estados, além de grupos de intervenção e operacionais que atuam no sistema penitenciário de todo o Brasil.

 

“Hoje é buscado o perfil não apenas do policial operacional, mas ele também tem que ser multifacetado, correto? Para trabalhar na carreira é preciso saber do tema da segurança, mas também da lei no âmbito penal, de temas de ressocialização e saber trabalhar no setor administrativo. Esse trabalho da polícia tem várias etapas e a nossa turma tem orgulho e a certeza de que vai entregar um serviço excelente em primeiro lugar para a sociedade roraimense”, complementou Rodrigo.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado tem trabalhado para o fortalecimento da economia, e a capacitação para o mercado de trabalho faz parte dessa frente de atuação. Por meio do IERR (Instituto de Educação de Roraima) a oferta de cursos de qualificação para a população entre os meses de janeiro, fevereiro e março, será de 3.135 vagas para cursos presenciais e EAD (Ensino à Distância) voltados a várias áreas de trabalho.

 

Desse total, 1.375 vagas serão dedicadas a cursos presenciais nos municípios do Interior e da Capital. As inscrições podem ser feitas no site https://ierr.edu.br/form/, onde também são encontradas mais informações sobre as ofertas. A carga horária é de 40 horas-aula

 

Entre os dias 23 a 27 deste mês, serão ofertados os seguintes cursos para o município de Iracema: Gestão da diversidade e inclusão na liderança de equipes de saúde;Cuidados com o idoso I; Atendente de farmácia - básico; Biossegurança e segurança do paciente; Controle de infecção hospitalar; Fisioterapia no trabalho; Comunicação na saúde; Saúde mental nas organizações; Calendário vacinal; Gestão de riscos de emergência em Saúde Pública no contexto da covid-19; Epidemiologia em Saúde; Cuidados com o idoso; Atendente de farmácia - Intermediário; Psicologia da Saúde e Noções básicas de avaliação nutricional. As aulas ocorrem na Escola Estadual Dom Pedro II, das 8h às 18h.

 

O próximo município a ser contemplado com os cursos será Alto Alegre, a partir do dia 06 de fevereiro, com oferta de 175 vagas para várias modalidades.

 

OUTROS CURSOS

A primeira oferta de vagas para qualificação ocorreu nos dias 16 e 19, na Escola Estadual José Aureliano da Costa, município de Cantá. Foram ofertadas 275 vagas para os cursos de Inseminação Artificial (Animal), Hematologia Básica, Cuidado com a saúde do idoso, Microscopia de doenças parasitórias tropicais, Noções básicas de agentes de Endemias. Treinamento básico de boas práticas na manipulação de alimentos (merendeira) e Noções básicas de Agente Comunitário.

 

E ainda: cursos de Hematologia Básica, Treinamento Básico de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos (Merendeira), Inseminação Artificial (Animal), Procedimentos Técnicos em Feridas e Curativos, Primeiros Socorros, Punção Venosa e Noções Básicas de Agentes Comunitários.

 

ENSINO À DISTÂNCIA

Para o aluno que tem dificuldade de fazer as os cursos de forma presencial, o Instituto de Educação de Roraima também está oferecendo o ensino na forma EAD.

 

Para essa modalidade serão ofertadas 1.760 vagas para cursos voltados a área da saúde, que serão transmitidas pela internet. A inscrição também pode ser feita pelo site https://ierr.edu.br/form/.

 

Assim como os cursos presenciais, a carga horária dos cursos EAD é de 40 horas-aula.

Avalie este item
(0 votos)

O ano de 2022 ficou marcado como um dos mais produtivos para a saúde em Roraima, graças aos investimentos em aquisição de medicamentos e insumos realizados pelo Governo de Roraima.

 

A Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica é o órgão da Sesau (Secretaria de Saúde) responsável por repassar medicamentos para pacientes cadastrados e abastecer as unidades hospitalares do estado com materiais médicos. 

 

De acordo com balanço da Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica da Sesau, foram investidos R$ 67.080.850,00 na aquisição de medicamentos dos componentes básico e hospitalar, especializado, controlado, oncológico, de nutrição e dietas enterais.

 

“Esse resultado foi conquistado graças a preocupação que o Governo tem com o funcionamento dos nossos hospitais, visto que as gestões passadas não conseguiram dar o suporte que essas unidades necessitavam”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

OUTROS INSUMOS

 

Além de medicamentos, houve também investimentos na compra de materiais médico hospitalares, que vão desde EPI’s. (Equipamento de Proteção Individual) a itens de curativos e também manutenção de serviços e logística de materiais e medicamentos. O montante total foi de R$ 42.028.419.

 

“Tudo que está na Central de Abastecimento Farmacêutico é armazenado da forma correta e dentro do padrão sanitário. Isso é o zelo e cuidado que nós temos com os pacientes”, destacou o coordenador da CGAF, Charles Gonçalves.

 

 

Nova sede representa comodidade aos usuários

 

Em setembro do ano passado, o Governo de Roraima inaugurou a nova sede da Central de Abastecimento Farmacêutico, que funciona no bairro Santa Tereza. A mudança de local permitiu melhorar a logística de distribuição dos itens para as unidades de saúde.

 

“Nós saímos de um espaço de logística, um centro de distribuição, que tinha 1.200m², para outro que tem 5 mil m². Então, quadruplicamos a capacidade de armazenamento dos medicamentos e materiais [médicos]”, completou.

 

Além do novo espaço, a central também conta com suporte de dois veículos climatizados, rastreados e seguros, que estão auxiliando nas entregas de medicamentos para a capital e interior.

 

HUMANIZAÇÃO NO ATENDIMENTO

 

A Sesau realizou ainda implementações no atendimento aos pacientes que procuram o serviço da Assistência Farmacêutica para obter os medicamentos de componentes especializados. A palavra de ordem nesse sentido foi humanização.

 

“Eles são atendidos pela farmacêutica, que passa toda a orientação do medicamento de forma privativa, dentro do seu consultório. Então, o paciente se sente mais seguro, no ato de tirar dúvidas quanto ao uso correto do medicamento, do armazenamento e da interação medicamentosa com outros remédios”, salientou Gonçalves.

 

A cabeleireira Ana Flávia Carvalho, de 28 anos, precisa ir periodicamente à Central de Assistência Farmacêutica para pegar a toxina botulínica. O medicamento é usado no tratamento de pessoas com doenças neurológicas, como é o caso de sua filha, a pequena Sofia.

 

“Para nós é muito importante [o serviço da CGAF], porque é um medicamento muito caro e acaba sendo de grande ajuda receber o insumo pelo SUS (Sistema Único de Saúde)”, complementou Ana Flávia.

 

Para a gerente do Núcleo de Medicamento Especializado e Controlado da CGAF, Sara Souza, a satisfação dos usuários é motivo de orgulho para toda a equipe que atua na Central.

 

“Para mim é gratificante ser farmacêutica. Eu aprendo muito a como ser e agir, e aqui [na CGAF] nós trabalhamos diretamente com o paciente. Então, eu vejo a importância de ter um profissional farmacêutico no atendimento”, pontuou.

 

A Central de Assistência Farmacêutica fica localizada na avenida São Sebastião, nº 1485, no bairro Santa Tereza. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h (para a retirada de medicamentos) e das 14h às 18h (para medicamentos e material médico hospitalar).

Avalie este item
(0 votos)

Equipes da PCRR (Polícia Civil de Roraima) reforçaram, neste sábado (21), os principais pontos de Boa Vista, considerados estratégicos, para garantir a segurança durante a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O reforço no efetivo policial atendeu a uma solicitação do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) da Presidência da República e contou com equipes de outros componentes do Sistema de Segurança Pública do Estado 

A ação foi coordenada pela delegada geral adjunta, Darlinda de Moura Viana, que acompanhou os trabalhos ao longo do dia, indo a cada posto de policiamento montado.

Segundo Darlinda Viana, o esquema de segurança visou garantir a tranquilidade nas ruas de Boa Vista e ocorreu de forma integrada entre Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Estadual de Trânsito, Força Nacional, Guarda Civil Municipal e Exército Brasileiro.

“As forças de Segurança do Estado participaram de todo o esquema de policiamento montado, para garantir que a visita do presidente ocorresse na maior tranquilidade possível, sem nenhum contratempo”, destacou a delegada.

Avalie este item
(1 Votar)

O edital com o resultado dos recursos apresentados contra a fase provisória das provas discursivas para o cargo de delegado foi publicado nesta sexta-feira, 20, no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). Paralelamente, foi divulgado ainda o resultado definitivo das provas discursivas deste cargo.

Segundo o diretor Administrativo da PCRR, Delegado Jimmy Santana, a fundamentação para o deferimento ou indeferimento dos recursos encontra-se disponível no site da Vunesp, na página do concurso.

As próximas etapas, segundo Santana, preveem a convocação, dentro dos quantitativos previstos no edital, para realização dos exames físico, médico e psicológico. Também está prevista a divulgação do edital com o resultado provisório das provas discursivas dos demais cargos com a consequente abertura do prazo para recursos.

“As fases estão sendo divulgadas paulatinamente e visam atender a todos os critérios estabelecidos no edital”, disse.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima vai realizar, entre segunda-feira, 23, a sábado, 28, vistorias nos locais de reunião de público em Roraima. As vistorias das equipes da DPST (Diretoria de Prevenção e Serviços Técnicos) serão realizadas em alusão aos 10 anos do acidente na Boate Kiss, ocorrido em 27 de janeiro de 2013, na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

 

A ação ocorrerá em todo o país sob coordenação do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil. Em Roraima, a expectativa da diretoria é vistoriar mais de 40 locais de reunião de público em todo o Estado.

 

Ao todo, o CBMRR contará com duas equipes diárias realizando vistorias. As visitas aos locais de reunião de público serão realizadas entre os dias 23 e 27 no turno vespertino (14h às 18h) e nos dias 27 e 28 no turno noturno (18 às 22h).

 

“Contaremos com duas equipes diárias de vistoriantes percorrendo os locais de concentração de público. Para atingir o objetivo planejado pela nossa diretoria, contaremos com 20 Bombeiros Militares”, destacou a diretora de Prevenção e Serviços Técnicos do CBMRR, coronel Keissyanna Coelho.

 

A maioria dos estabelecimentos foi vistoriada em 2022 nas duas fases da Operação Boas Festas, operação realizada pelo CBMRR na preparação para as festas de fim de ano.

 

“Apesar das vistorias já terem sido realizadas em novembro e dezembro de 2022, retornaremos aos locais para verificar se os itens de prevenção contra incêndio e pânico continuam no local e em perfeito funcionamento”, completou a coronel.

 

Ainda durante o período de vistorias, as equipes do CBMRR irão fazer visitas às empresas de manipulação de gás em Roraima.

 

OPERAÇÃO BOAS FESTAS 2022

 

Entre novembro e dezembro de 2022, a Diretoria de Prevenção e Serviços Técnicos do CBMRR realizou mais de 192 fiscalizações em locais de reunião de público (casas de festas, clubes, bares, restaurantes, pizzarias, etc) em Boa Vista e nos demais municípios de Roraima.

 

A Operação Boas Festas é realizada anualmente pelo CBMRR e ocorre em dois períodos. As primeiras visitas são realizadas em novembro e objetivam identificar as possíveis infrações e falhas nos sistemas preventivos dos estabelecimentos. Em Dezembro, as equipes retornam para verificar se todos os itens necessários para a prevenção de acidentes, apontados na primeira visita, foram corrigidos. No caso de falha nos sistemas preventivos, o estabelecimento é multado, podendo ser interditado pelos vistoriantes.

 

BOATE KISS

 

O incêndio na boate Kiss foi uma tragédia que vitimou 242 pessoas em Santa Maria (RS). Além das vítimas fatais, o incidente deixou 636 feridos. A tragédia ocorreu na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013, e foi provocada por uma série de ações humanas.

 

O acidente da boate Kiss é considerado a segunda maior tragédia no Brasil em número de vítimas em um incêndio e teve características semelhantes às do incêndio ocorrido na discoteca República Cromañón em 2004 na Argentina.

 

O ocorrido na boate Kiss é considerado como a quinta maior tragédia da história do Brasil, sendo a maior do Rio Grande do Sul e o terceiro maior desastre em casas noturnas no mundo.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quarta-feira, 18, a Central de Matrículas do Estado iniciou o atendimento para pais e responsáveis de crianças e adolescentes em idade escolar que ainda buscam uma vaga na rede estadual de ensino.

 

Estão sendo disponibilizadas 5.638 vagas para escolas da capital, distribuídas entre o Ensino Fundamental, Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos). Neste primeiro dia de atendimento, foram realizados 319 encaminhamentos de matrículas.

 

A Central busca auxiliar os pais ou responsáveis que não efetivaram a matrícula no primeiro período, que foi de 9 a 13 de janeiro, como explicou o secretário-adjunto de Educação Básica da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Semaias Alexandre. 

 

“No atendimento da Central, a equipe identifica a vaga, de preferência mais próxima da residência do aluno, e daí já emite um encaminhamento para o pai ir direto na escola e efetivar a matrícula, evitando que ele percorra várias escolas em busca de vaga”, disse Semaias.

 

Atendimentos da Central seguem até 31 de janeiro

 

A Central de Matrículas está localizada na avenida Sílvio Botelho, n° 249, Centro (antiga Escola Princesa Isabel, próximo ao terminal de ônibus). O atendimento é presencial, das 7h30 às 13h30, e segue até o dia 31 de janeiro.

 

De acordo com o Calendário Escolar, as aulas na rede estadual de ensino estão previstas para iniciar no dia 1° de fevereiro.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima participou de uma reunião com líderes das comunidades da Terra Indígena São Marcos sobre assuntos relacionados ao fortalecimento da agricultura familiar indígena de Roraima. O encontro ocorreu na quarta-feira (18) na comunidade indígena Lago Grande, na região Norte de Boa Vista.

 

Durante a reunião, foram definidas as estratégias que vão dar continuidade aos projetos do Governo de Roraima nas comunidades indígenas, executados por meio do Iater e pela SEI (Secretaria do Índio), além das ações que vão implementar os trabalhos em 2023.

 

O presidente do Iater, Marcelo Pereira pontuou algumas questões que serão importantes para o andamento das atividades e do trabalho do Instituto em parceria com a Secretaria do Índio.

 

“A parceria com a SEI é de suma importância, pois assim teremos estrutura e profissionais capacitados desenvolvendo as atividades no campo. Isso é mais um avanço significativo para produção do Estado”, detalhou.

 

Ele destacou que os agricultores vão continuar recebendo todo o suporte do Governo de Roraima, como aquisição de insumos para o plantio, calcário, sementes e outros itens, além de ferramentas, caminhões e tratores.

 

Presente na reunião, o presidente da Apirr (Associação dos Povos Indígenas do Estado de Roraima), Jefferson Ferreira, ressaltou que o encontro foi positivo e a expectativa é de crescimento na produção nos próximos anos.

 

“Conversamos sobre diversas demandas da região que vão atender os produtores indígenas. Já crescemos muito com o incentivo do Governo do Estado e para 2023 a expectativa é que a gente tenha mais atendimento técnico e estrutura para desenvolver ainda mais a agricultura indígena. É nisso que acreditamos nisso”, disse.

 

PROJETOS EM COMUNIDADES INDÍGENAS

 

Entre as ações do Governo do Estado desenvolvidas nas comunidades, está o Projeto de Produção de Grãos, que teve início em 2020 com as primeiras tratativas junto aos povos indígenas e em 2023 a previsão é plantar 1.500 hectares, contemplando mais de 100 polos de produção.

 

Também estão em execução nas comunidades indígenas os projetos de avicultura, piscicultura, bovinocultura (capacitações), hortas e plantas medicinais, bem como o apoio para a comercialização do artesanato produzido nessas regiões.

Avalie este item
(1 Votar)

Referência no tratamento de pacientes com câncer no Estado, a Unacon-RR (Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima) realizou 110.007 atendimentos médicos e multiprofissionais no ano de 2022. O aumento foi de 37.7% quando comparado aos 79.842 atendimentos do ano anterior.

 

A diretora geral do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento, Patrícia Renovato.“Esse aumento se deve à melhoria nos atendimentos da unidade, que hoje conta com novos serviços como coloproctologia e também a acupuntura. Esses dois serviços vieram para somar ao trabalho que já vem sendo realizado, dando uma qualidade de vida aos pacientes”, destacou.

 

O paciente que recorre à Unacon-RR tem acesso a tratamentos clínicos, cirúrgicos e quimioterápicos para todas as neoplasias. São 32 tipos de serviços oferecidos, tornando a unidade uma das melhores da Região Norte.

 

“Houve ampliação tanto na oferta de serviços quanto no número de vagas para atendimento. Isso foi necessário devido ao crescimento da demanda aqui no Estado, principalmente de pacientes estrangeiros vindos da Venezuela, o que tem impactado bastante dentro da unidade”, ressaltou o diretor da Unacon-RR, Anderson Dalla Benetta.

 

Natural do Rio de Janeiro (RJ), a protetora de animais Clozenira Ferreira, 53, ressaltou a importância do serviço para os pacientes oncológicos. Ela acompanha o irmão, que atualmente está em tratamento contra um câncer colorretal.

 

“Meu irmão passou por uma cirurgia para retirar o tumor de 20 cm, e agora está passando pela quimioterapia, que tem freado a doença. A evolução dele tem sido boa e sinto que ele está se recuperando aos poucos”, comentou.

 

SOBRE A UNIDADE

 

Inaugurada no dia 8 de julho de 2006, a Unacon-RR tem sido importante na vida de muitas pessoas. Além de atender as demandas locais, a unidade também atende pacientes vindos de outras localidades, sejam eles do território nacional ou de outros países.

 

Na unidade, os pacientes têm acesso a uma gama de serviços, como uma equipe multidisciplinar bastante ampla, formada por médicos, fisioterapeutas, assistentes sociais e nutricionistas, entre outros.

 

A Unacon-RR também foi a primeira unidade da rede estadual a dispor de prontuário eletrônico. A novidade foi implantada em 2018, ajudando a dinamizar os serviços realizados pelas equipes que atuam no atendimento ao paciente.

 

A unidade atende pacientes acima de 18 anos, pacientes entre 13 e 18 anos devem ser encaminhados para TFD (Tratamento Fora de Domicílio) para Serviços de Oncologia Pediátrica e abaixo de 13 anos são de responsabilidade do município de Boa Vista.

 

“Somos uma unidade de referência, temos uma equipe bastante grande de todas as áreas da saúde, onde o paciente recebe um atendimento multidisciplinar em oncologia”, pontuou Dalla Benetta.

 

A Unacon-RR está situada dentro do HGR, que fica na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, nº 1.364, bairro Aeroporto. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Para se cadastrar na unidade é preciso ter a biópsia positiva, encaminhamento, RG, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

 

SERVIÇOS OFERECIDOS

 

  • Cancerologia Cirúrgica;
  • Cancerologia Clínica;
  • Cirurgia de Cabeça e Pescoço;
  • Cardio-oncologia;
  • Clínica Médica;
  • Anatomia Patológica;
  • Cirurgia Plástica;
  • Cirurgia Torácica;
  • Cirurgia Geral;
  • Coloproctologia;
  • Ginecologia;
  • Mastologia;
  • Hematologia;
  • Urologia;
  • Radio-oncologia;
  • Cuidados Paliativos e Visita Domiciliar;
  • Farmácia;
  • Fisioterapia;
  • Fonoaudiologia;
  • Enfermagem;
  • Educação Física;
  • Nutrição;
  • Psicologia;
  • Odontologia;
  • Serviço Social;
  • Ambulatório de Ostomizados;
  • Anestesiologia e Clínica da Dor;
  • Acupuntura;
  • Central de Quimioterapia;
  • RHC (Registro Hospitalar de Câncer);
  • CAPO (Centro de Apoio ao Paciente Oncológico);
  • Grupos de Apoio para pacientes e familiares.

 

GRUPOS DE APOIO

 

  • Grupo de Apoio Psicossocial para Familiares e Acompanhantes;
  • Grupo de Apoio Psicossocial para Familiares de Pacientes em Cuidados Paliativos;
  • Grupo de Apoio Psicossocial para Homens;
  • Grupo de Apoio Psicossocial para Mulheres com Câncer (Grupo Girassol);
  • Grupo de Atividade Física em Pacientes em Quimioterapia;
  • Grupo de Orientação Nutricional para Pacientes em Quimioterapia;
  • Grupo de Cinesioterapia;
  • Grupo de Laringectomizados;
  • Grupo de Pré-Operatório.
Avalie este item
(1 Votar)

Dando sequência à programação da campanha do Janeiro Branco, a CMECM (Clínica Médica Especializada Coronel Mota), promoveu na manhã desta quarta-feira, 18, uma palestra voltada para pacientes e servidores que atuam no setor de psiquiatria da unidade.

 

O encontro aconteceu durante um piquenique realizado na praça Jorge Manoel Da Silva, conhecida popularmente como Mirandinha, no bairro Caçari. O objetivo da ação é chamar a atenção da população sobre a promoção da saúde mental.

 

“Escolhemos essa data para fazer um piquenique com as psicólogas, pacientes e uma convidada especial para dar uma palestra. Estamos hoje aqui em referência ao Janeiro Branco, para que possamos ter esses cuidados [com a saúde mental]”, reforçou a responsável pelo setor de psiquiatria do Coronel Mota, Suely do Nascimento.

 

A advogada e especialista em neurociência, Dolane Patrícia Santos, foi convidada para ministrar a palestra do dia. O assunto abordado por ela foi o perfil comportamental e como as palavras podem influenciar na saúde mental das pessoas.

 

““Hoje um dos maiores problemas da humanidade é o relacionamento, ou melhor, como se relacionar com as outras pessoas. Na neurociência, usamos o cérebro a favor de melhorar a nossa vida como um todo”, ressaltou a advogada.

 

A técnica em enfermagem Tereza Alves, de 68 anos, faz acompanhamento com a psicóloga e psiquiatra do Coronel Mota há pelo menos um ano, depois de uma indicação das profissionais da unidade. Ela explicou ter ficado contente com o convite para participar do encontro.

 

“Eu me senti muito feliz com o convite e acho maravilhosa [a campanha do Janeiro Branco], principalmente porque uma vez já pensei em tirar minha vida. É uma dor e desespero muito grande e as pessoas precisam procurar ajuda, um especialista, para você conseguir viver o presente que Deus lhe deu”, comentou.

 

PROGRAMAÇÃO

 

A próxima atividade do Coronel Mota sobre o Janeiro Branco está prevista para o próximo dia 27, com a realização de um passeio ciclístico com pacientes e colaboradores da unidade.

 

O horário da atividade está previsto para às 8h30, com ponto de concentração no estacionamento da clínica, que fica localizada na rua Coronel Pinto, nº 636, Centro.

Avalie este item
(1 Votar)

O presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), Álvaro Duarte, e representantes do IFRR (Instituto Federal de Roraima), se reuniram nesta quarta-feira, 18, para discutir a oferta de um curso de especialização Lato Sensu em Educação de Trânsito.

 

Neste primeiro encontro, que ocorreu no Detran-RR, foi apresentada a proposta de convênio entre as instituições para a realização do curso, que tem previsão para iniciar no segundo semestre deste ano.

 

A diretora de Políticas de Educação à Distância do IFRR, Solange Almeida Santos, disse que a finalidade com a pós-graduação é capacitar servidores da rede pública de segurança e da educação, além de cidadãos de todos os municípios de Roraima.

 

“Esse convênio vai depender do nosso planejamento e das nossas articulações. Mas a princípio, a proposta é que como produto, a pós-graduação tenha o objetivo de trazer um mapeamento da situação do trânsito e da educação do trânsito em Roraima”, explicou Solange.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, destacou que o IFRR é uma instituição de ensino de grande reconhecimento e, com a parceria, se pretende ampliar a possibilidade de qualificar servidores da educação e da segurança pública, além da sociedade roraimense em geral.

 

“É muito importante o processo de formação para os cidadãos. E quando o assunto é educação no trânsito, se torna mais importante ainda, pois quanto mais pessoas tendo conhecimento sobre essa área, melhor para todos”, ressaltou Duarte.

Avalie este item
(1 Votar)

O número de animais abatidos em Roraima em 2022 mostra o resultado do trabalho do Governo do Estado ao longo dos últimos quatro anos. A economia fortalecida com o aumento de empregos gera renda para a população e possibilita o consumo cotidiano de proteína animal, estimulando uma dieta balanceada e garantindo a segurança alimentar das famílias roraimenses.

 

No ano passado, a Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) registrou que foram abatidos 84.027 animais para consumo em todo Estado. Um número que põe em destaque o município de Mucajaí, com 20.155 animais. Em segundo lugar vem o Cantá, com 11.107, e logo Iracema em terceiro lugar, com 9.121 cabeças.

 

Em seguida está Caracaraí com 8.529, Caroebe com 7.537, Bonfim com 6.945, Rorainópolis com 6.685, Alto Alegre com 6.595, Amajari com 2.700, São Luís do Anauá com 2.162, São João da Baliza com 1.888, Boa Vista com 596, Pacaraima com sete e Normandia e Uiramutã, que não registraram abates de animais.

 

CRESCIMENTO CONTÍNUO

 

A evolução do rebanho tem sido consistente ao longo dos anos. Esse aumento foi registrado pelos números coletados pela Aderr nas campanhas de vacinação contra febre aftosa. Para se ter uma ideia do avanço na pecuária, em 2018 foram aproximadamente 780 mil bovinos cadastrados.

 

Já no segundo semestre de 2021 esse número cresceu e ultrapassou a barreira de um milhão de animais, sendo o maior crescimento do plantel bovino na história de Roraima. Hoje o Estado tem 1.151.342 bovinos.

 

“Nossa gestão fomenta o crescimento econômico do Estado e isso passa pelo agronegócio. São diversas ações em muitas frentes que fortalecem a atuação do agronegócio, gera emprego e renda para a população”, destacou o governador Antonio Denarium sobre o crescimento do rebanho roraimense e o aumento dos números de abates.

 

Os valores são registrados na base de dados da Aderr e trazem informações precisas sobre a quantidade de animais guiados para o abate, evolução do rebanho bovino e percentuais de vacinação contra febre aftosa e entrada de animais no Estado, além da população bovina.

 

Segundo o médico veterinário e fiscal agropecuário da Aderr, Sylvio Botelho, apesar de alguns municípios que ficaram em posições mais baixas no quesito abate, são locais campeões no ranking de produção de bezerros. Eles fornecem grandes quantidades de bovinos para os campeões de abate no interior, como Mucajaí, que trabalha principalmente com a engorda e concentra o maior rebanho do Estado.

 

“Com o investimento e apoio para setor agropecuário, o Governo de Roraima vem gerando centenas de empregos e renda para as famílias que trabalham na cadeia produtiva desse setor, produzindo carne bovina de qualidade e segura para o consumo”, ressaltou Botelho.

 

AMBIENTE PROPÍCIO

 

Esta impulsão no crescimento da pecuária em Roraima é fruto da segurança estimulada pelo Governo do Estado em prol para uma produção local em larga escala, que proporciona uma política de garantia jurídica, proteção e respeito ao meio ambiente, além do respaldo por meio de licenças ambientais e pelo controle da sanidade animal com a vacinação massiva contra a febre aftosa, que vem obtendo em sequentes campanhas com efetividade acima de 97%.

 

Além disso, o atendimento ao produtor rural é atendido pelos órgãos estaduais das áreas de agricultura e pecuária de forma rápida e com competência técnica, por meio dos profissionais que trabalham nas UDAs (Unidades de Defesa Agropecuária) e EACs (Escritórios de Atendimento ao Consumidor) instalados em todos os municípios do Estado, permite a prestação de serviço de qualidade.

 

“Tudo isso contribuiu para que mais pecuaristas se interessem em produzir em Roraima, comprando mais animais e retendo as fêmeas para aumentar o rebanho, visando o crescimento do plantel e consequentemente ajudando nesse aumento de abate de animais em 2022,” enfatizou o presidente da Aderr, Marcelo Parisi.

 

INVESTIMENTOS

 

Para este crescimento também foram essenciais o trabalho e o incentivo da atual gestão do Governo de Roraima em parceria com os pecuaristas.

 

Em um contexto geral, além da Aderr, os órgãos estaduais reguladores ligados à área produtiva, como a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), a Seinf (Secretaria de Infraestrutura), o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), o Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima) e a Desenvolve Roraima criaram e agora mantém condições para o desenvolvimento da agricultura e da pecuária.

 

Esses investimentos acontecem por meio da melhoria das estradas e vicinais para escoamento da produção, aproveitamento das pastagens, o incremento de tecnologias, no cuidado com a sanidade animal, no melhoramento genético do rebanho, técnicas de produção e melhoria da estrutura física das propriedades, além da entrega de títulos e licenças ambientais, facilitando e desburocratizando o acesso do trabalhador rural ao crédito para a atividade.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Dando continuidade ao trabalho de valorização das forças de segurança do Estado, o Governo de Roraima irá pagar, em três parcelas, nos meses de janeiro, fevereiro e março, o auxílio-fardamento para militares da PMRR (Polícia Militar de Roraima) e do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militares de Roraima).

 

A liberação do pagamento foi assinada na manhã desta quarta-feira, 18, pelo governador Antonio Denarium, que destacou a valorização pela atual gestão, da segurança pública para a população roraimense.

 

“As nossas forças de segurança têm recebido um forte investimento em equipamentos, porque entendemos que uma tropa preparada é uma tropa pronta para atender com qualidade a população. O Governo de Roraima cumpre seu compromisso de fazer o pagamento do auxílio, que é um direito dos nossos militares”, declarou Denarium.

 

O auxílio-fardamento é pago anualmente e, neste ano, 3.126 militares deverão receber este pagamento. Do total, serão beneficiados 2.600 policiais militares e 526 bombeiros militares.

 

A gratificação possui valor de R$ 3.573,01 para compra de fardamento e é prevista por meio da lei complementar n° 224/2014. A responsabilidade para a aquisição desse equipamento, dentro ou fora de Roraima é dos próprios militares

 

O comandante da PMRR, coronel Francisco Xavier, ressaltou que o pagamento é uma ação regular e que vem sendo cumprida rigorosamente pelo Governo de Roraima durante a atual gestão e sem atrasos.

 

“É um direito que vem sendo mantido durante o mandato do governador Antonio Denarium e os policiais militares se veem muito valorizados no momento que recebem essa gratificação. Com o auxílio, os militares vão adquirir equipamentos e fardamentos, tudo para dar melhores condições para eles cumprirem suas missões”, frisou.

 

O subcomandante do CBMRR, Gewrly Batista, explicou que o pagamento do auxílio-fardamento é uma justa remuneração, que vem sendo cumprida de forma séria e comprometida pelo Governo de Roraima.

 

“O benefício na aquisição de uniformes e equipamentos individuais novos se reverte em uma boa apresentação dos militares e na qualidade do serviço prestado à sociedade”, afirmou.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Uma demanda antiga de profissionais da Educação do Campo foi atendida pelo Governo de Roraima. Na terça-feira, 16, o governador Antonio Denarium sancionou a lei que altera o Plano de Cargos Carreiras e Remunerações, possibilitando o ingresso destes professores na carreira docente.

 

Agora os professores formados no curso de Licenciatura em Educação no Campo pela UFRR (Universidade Federal de Roraima) poderão participar no futuro, de concursos públicos específicos e ingressarem no quadro efetivo da rede estadual de ensino para atuação nas escolas da zona rural.

 

“Ganha a educação pública de Roraima com profissionais que vão ampliar o atendimento aos nossos estudantes. A lei vai atender centenas de professores da Educação no Campo, que terão condições justas e equiparadas com os demais profissionais da educação Estado”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

A assinatura do documento ocorreu no salão nobre da Reitoria da UFRR com a presença do governador Antonio Denarium, do reitor da instituição, José Geraldo Ticianeli, do vice-reitor, Silvestre Lopes, do secretário de Educação de Roraima, Nonato Mesquita, o vice-presidente da ALE-RR (Assembleia Legislativa de Roraima), Marcelo Cabral, além de professores e graduados.

 

PIONEIRO

 

“Roraima é o primeiro Estado da Federação a incluir na sua carreira do Magistério o curso de Licenciatura de Educação do Campo, o que é muito importante, não só para o curso, mas para os egressos e para a sociedade roraimense”, destacou o reitor da UFRR, Geraldo Ticianeli.

 

O projeto de lei para alteração do PCRR foi de autoria do ex-deputado estadual Evangelista Siqueira.

 

EDUCAÇÃO NO CAMPO

 

A Educação no Campo é uma modalidade da educação que ocorre em espaços rurais ou ainda em espaços de floresta, de agropecuária, assentamentos, populações ribeirinhas e indígenas.

 

Nesta modalidade, que é amparada pela Lei n° 9394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), são consideradas as diversidades, costumes, saberes populares e cultura contidas nesses espaços rurais, os quais são também inseridos no currículo escolar.

 

“É um grande avanço para Roraima a alteração do artigo 18 da Lei 892/13. A partir disso, os professores poderão participar de concursos específicos e assim, contribuir efetivamente para a formação dos nossos estudantes localizados nas áreas rurais”, destacou Nonato Mesquita, secretário de Educação e Desporto.

Avalie este item
(1 Votar)

Em 2022, o Governo de Roraima, por meio da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), concluiu com êxito todas as ações voltadas para garantir aos produtores e sociedade sobre serviços essenciais para a manutenção da sanidade na agricultura e na pecuária, beneficiando a segurança alimentar e assegurando a saúde pública no Estado.

 

O potencial agropecuário de Roraima foi valorizado com ações de educação sanitária, fiscalização e inspeção. A Aderr também garantiu serviços para atender com qualidade e presteza ao homem e à mulher do campo, se consolidando como órgão parceiro do produtor rural.

 

O governador Antonio Denarium explicou que durante a gestão, o órgão focou em realizar ações de forma contínua, com atendimento de qualidade e eficiência na capilaridade nos municípios do interior do Estado.

 

“O Governo realizou muitas ações de fortalecimento da agricultura em Roraima, algumas de domingo a domingo. Os escritórios da Aderr nos municípios facilitaram o trabalho dos agricultores e pecuaristas, que puderam resolver suas demandas de forma rápida sem precisar se deslocar até a capital”, declarou.

 

ATENDIMENTOS

 

De janeiro a dezembro de 2022, segundo dados da Agência foram realizados 28.183 atendimentos a produtores nas UDAs (Unidades de Defesa Agropecuária e nos EACs (Escritórios de Atendimento à Comunidade em todo o estado, que tiveram demandas resolvidas pelo corpo técnico da Aderr em vários serviços prestados diariamente.

 

Dentre estes serviços, a Aderr emitiu 28.219 GTAs (Guias de Trânsito Animal) e foram vacinados contra brucelose 39.210 animais. No setor da Educação Sanitária, a agência realizou 226 atividades, dando apoio aos produtores com o repasse de conhecimentos importantes para o dia a dia no campo.

 

O presidente da Aderr, Marcelo Parisi, destacou o número de propriedades ativas cadastradas no órgão de regulação, que hoje são 13.440; em 2020, eram apenas 11.665, um aumento de 1.785 novas propriedades com exploração agropecuária.

 

“É um grande avanço com mais produtores sendo atendidos com o apoio do governador Antonio Denarium, que tem investido muito nas ações de defesa agropecuária, visando o desenvolvimento seguro desse setor que é muito proeminente na economia roraimense”, disse

 

MAIS PRODUTORES

 

Em relação aos dados, cabe ressaltar ainda o acréscimo de novos produtores no Estado. Em 2022, esse número chegou a 926 mulheres e homens do campo, trabalhando a terra e acreditando no potencial agropecuário de Roraima.

 

Em 2020 havia 605 novos produtores, uma diferença de 321 pessoas em relação ao ano mais recente registrado.

 

Investimentos e contratação de profissionais garantiram qualidade dos serviços

 

Para realização de todas essas ações com eficiência e capacidade técnica, o governo do

Estado contratou, por processo seletivo, sete médicos veterinários e oito técnicos em agropecuária pelo período de 12 meses.

 

O seletivo contemplou, conforme enfatizou Parisi, uma das metas para o Estado ficar livre da febre aftosa sem vacinação. “Foi necessária a contratação desses profissionais para ampliarmos os serviços de atendimento ao produtor rural que está chegando agora para produzir em Roraima, além daqueles que já produziam”, frisou

 

Além do seletivo a aquisição de veículos e materiais de uso contínuo, as reforma das UDAs e do laboratório contribuíram para a excelência da qualidade dos serviços prestados pela Aderr.

 

 

Avalie este item
(1 Votar)

A segunda etapa da campanha interna de doação de sangue “Caer Solidária” iniciou na sexta-feira, 13, e segue até o dia 30 de janeiro. A primeira etapa da campanha foi realizada em 2022, com 51 colaboradores voluntários que doaram o equivalente para suprir a necessidade de sangue de aproximadamente 204 pacientes.

 

A iniciativa é do Sesmt (Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho da Caer e tem por objetivo reforçar o estoque do Hemocentro de Roraima, que durante todo o ano precisa de reposição de bolsas de sangue. A campanha conta com um calendário alinhado ao período ideal em que os doadores voluntários podem retornar ao Hemoraima para realizar a segunda doação.

 

A assistente social do Sesmt, Diarraira Soares, afirmou que a campanha reforça o compromisso social da companhia. “A Caer Solidária vem para reforçar o sentimento de solidariedade entre os colaboradores e o compromisso social da empresa com os roraimenses. Desde a primeira etapa tem sido um sucesso e esperamos continuar com a ação ao longo do ano”, disse.

 

A assistente social aproveitou para convidar a população roraimense a fazer a doação. “Com o estoque crítico do Hemoraima, fazemos o convite não só para os colaboradores, mas para a população em geral. Doar sangue é doar vida. Abrace você também essa causa!”, finalizou.

 

QUEM PODE DOAR

 

Para ser um doador de sangue, é preciso se encaixar em alguns critérios como, ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, a pessoa é cadastrada e encaminhada para uma entrevista e em seguida passa por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, é levada para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98414-0726.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O PACS (Pronto Atendimento Cosme e Silva) e o HC (Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco Rodrigues) receberam nesta segunda-feira, 16, equipamento de TRM (Teste Rápido Molecular) para diagnóstico da tuberculose. Com isso, as unidades passam a reforçar o combate à doença no Estado.

 

A aquisição dos aparelhos é uma das iniciativas do Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), para ampliar a rede de diagnóstico e saúde da população local. Os equipamentos são da marca Cepheid, modelo geneXpert, e foram adquiridos por meio de recursos próprios da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), no valor de R$ 151.229,00 cada aparelho.

 

O TRM é um exame automatizado, simples e de fácil execução nos laboratórios, tendo a capacidade de realizar até 24 exames por dia.

 

“Na semana passada entregamos o equipamento novo para o HGR, que já fazia esse exame e agora o HC vai começar a fazer esse diagnóstico, então será um suporte a mais”, ressaltou a coordenadora da CGVS, Valdirene Oliveira.

 

Responsável pela direção geral de ambas as unidades, Rafael Azevedo explica que essa será a primeira vez em que as unidades irão disponibilizar o serviço.

 

“Agora será possível, com a chegada deste aparelho, a própria unidade dar o diagnóstico no mesmo dia, dar a conduta terapêutica [o tratamento], e uma assistência mais adequada também”, disse.

 

A infectologista do HC, Nayara Melo, conta que a expectativa é que aumente o número de diagnósticos na unidade, graças à rapidez com que o equipamento dá o resultado dos exames.

 

“Quando não era feito aqui na unidade, esse exame demorava em torno de cinco a sete dias para conseguirmos o resultado. Agora ter um diagnóstico que sai em poucas horas vai facilitar bastante já que o Cosme e Silva, anexo ao Hospital das Clínicas, é uma das principais portas de entrada”, completou.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima vai contratar profissionais de copa e cozinha (merendeiros) para atuação nas escolas da rede estadual de ensino. Estão sendo oferecidas 225 vagas (e formação de cadastro reserva) para atuação na capital e interior, respeitadas as vagas para PCDs (pessoas com deficiência).

 

“Os merendeiros são profissionais essenciais dentro da rotina escolar. Eles são responsáveis pelo armazenamento correto dos produtos e pelo preparo da merenda ofertada aos mais de 78 mil alunos da rede estadual de ensino”, destacou a diretora do DRH (Departamento de Recursos Humanos) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Nilza Chaves.

 

Para Boa Vista são 90 vagas na área urbana (sendo 9 para PCDs) e outras quatro vagas para área rural (uma para PCD). As outras 131 vagas estão distribuídas entre os demais 14 municípios, incluindo as localidades da Vila do Jundiá e Região do Baixo Rio Branco (ambas em Rorainópolis).

 

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e a remuneração é de R$ 1.700. O processo seletivo terá vigência de 12 meses a contar da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período.

 

A novidade dos processos seletivos da Seed deste ano é que serão todos organizados pelo IERR (Instituto de Educação de Roraima), por meio de parceria firmada entre as instituições com a assinatura de um termo de cooperação técnica.

 

“Foi uma forma que a Seed encontrou para tornar o certame mais ágil, célere, sem a necessidade de o candidato estar se deslocando presencialmente para efetuar a sua inscrição”, destacou Nilza.

 

INSCRIÇÕES

 

As inscrições serão realizadas no período de 19 a 23 de janeiro, de forma on-line, por meio do site da instituição de ensino (https://ierr.edu.br/). Será permitida somente uma inscrição por candidato. A seleção será por meio de avaliação de títulos.

 

O interessado deverá acessar o site, preencher um formulário online, anexar os documentos pessoais e os títulos em arquivo único, no formato PDF, conforme exigido no edital, que já está disponível para consulta no site do IERR. O edital também será publicado no DOE (Diário Oficial do Estado) do dia 16 de janeiro.

 

De acordo com o cronograma do edital, a relação de inscritos será divulgada no dia 24 de janeiro e a análise curricular ocorrerá de 27 a 31 de janeiro. O resultado final da análise curricular será no dia 3 de fevereiro e o resultado final e convocação, no dia 6 de fevereiro.

 

ASSINATURA DE CONTRATO E LOTAÇÃO

 

A apresentação dos convocados para a assinatura do contrato e lotação imediata ocorrerá, para a Capital, nos dias 08 e 09 de fevereiro das 8h às 13h30 na Seed (Rua Barão do Rio Branco, n° 1495, Centro).

 

Já para os convocados que vão atuar no interior, a lotação será nos dias 13 de fevereiro das 8h às 11h e no 14 de fevereiro, das 8h às 15h, seguindo a ordem de apresentação por município a qual consta no edital.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta segunda-feira, 16, o Conselho Deliberativo da Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima), se reuniu para dialogar sobre a estrutura do órgão e a regulamentação das câmaras de assessoramento relacionadas ao estatuto da entidade. Este foi o segundo encontro oficial dos representantes da comissão, que se reuniu no auditório do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Roraima).

 

Presidida pelo secretário-adjunto da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Marlon Buss, a reunião contou com a presença de representantes de instituições que fazem parte do Conselho Deliberativo, entre secretarias de Estado e instituições de ensino.

 

O assessor técnico da Faperr, Elemar Favreto, realizou as apresentações dos programas prioritários que serão desenvolvidos este ano e o esboço dos que estão programados para 2024.

 

O Conselho também fez um levantamento de alguns órgãos para que a Faperr busque captação de recursos que serão utilizados em investimentos de pesquisas e demais áreas. Todos os assuntos foram apresentados, discutidos e posteriormente aprovados.

 

Para o presidente da Faperr, Pedro Cerino, a segunda reunião do Conselho Deliberativo trouxe resultados importantes. “Discutir e debater os pontos prioritários é relevante, pois assim vamos evoluindo cada vez mais”, destacou.

 

O presidente do Conselho Deliberativo, Marlon Buss, afirmou que o encontro foi proveitoso e mais um passo foi dado para criar as bases de fundamentação do órgão. “Tomamos algumas decisões em relação a algumas mudanças no estatuto da Faperr. Isso só mostra o tanto que nos preocupamos com os avanços e a fundação só tem a ganhar com as discussões”, disse.

 

Participaram da segunda reunião do conselho deliberativo a Seed (Secretaria de Educação de Roraima), a Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), a UERR (Universidade Estadual de Roraima), a UFRR (Universidade Federal de Roraima), o IFRR (Instituto Federal de Roraima), a Fier (Federação das Indústrias do Estado de Roraima), e o Centro Universitário Estácio da Amazônia e o Sebrae-RR (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Roraima) como convidado.

 

Avalie este item
(1 Votar)

No meio da farda preta rotineiramente utilizada pelos agentes da PCRR (Polícia Civil de Roraima), o uniforme em tons marrons estilo camuflagem do GRT (Grupo de Resposta Tática) se destaca, sendo identificado imediatamente por onde passa. É assim que a unidade mais operacional da instituição policial é conhecida há exatos 16 anos, comemorados nesta segunda-feira, 16.

 

 

De acordo com a delegada-geral adjunta, Darlinda de Moura Viana, o GRT é o apoio tático mais utilizado dentro da Polícia Civil.

 

 

“Todas as nossas unidades operacionais solicitam o emprego do GRT. É nossa unidade de nível operacional, de pronto emprego, com maior número de acionamentos da Polícia Civil de Roraima. Eles estão em diversas missões, demandando o emprego tático especializado e a resposta do grupo tem sido sempre exitosa”, relatou.

 

 

O decreto de criação, datado de 16 de janeiro de 2007, publicado no Diário Oficial de Roraima de mesma data pelo então delegado-geral Têndeles Antônio Alves de Barros, criou o grupo dentro do Dopes (Departamento de Operações Especiais) da PCRR.

 

 

À época o documento considerou a necessidade de criação do grupo para atuar em serviço especializado a ser solicitado em situações com presença de reféns; operações de combate ao tráfico; entradas estratégicas em locais de ocorrência de crime; abordagem de suspeitos de alta periculosidade; operações de combate ao narcotráfico e crime organizado, utilização de armamento de uso especial, segurança para altas autoridades brasileiras ou internacionais que se encontre, ou não, em situação de risco no País, entre outras.

 

 

Para isso, o treinamento constante dos agentes é necessário, conforme explicou a delegada-geral adjunta.

 

 

“É um grupamento policial extremamente treinado tático-operacionalmente falando, formado por policiais com nível de execução de excelência e sempre preocupados com a redução do risco no ambiente. Desde que foi criado, o GRT vem entregando resultados excepcionais, nos orgulhando da competência e do profissionalismo dos profissionais lotados ali”, concluiu.

 

Avalie este item
(1 Votar)

O baixo comparecimento de doadores de sangue no mês de janeiro tem preocupado a equipe que atua no Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima), unidade responsável por abastecer a rede pública e privada de hospitais com bolsas de sangue.

Esse fenômeno é ocasionado pelo período de férias do início de ano e pode impactar na realização de cirurgias eletivas. A assistente social do Hemoraima, Helen Bessa, ressalta a importância de manter os estoques em quantitativo satisfatório.

“Nós estamos recebendo uma média de 30 doações, isso é muito preocupante. Pela parte da manhã, que tem uma movimentação maior, recebemos 25 doações e, à tarde, só três. Isso nos preocupa demais por se tratar de um hemocentro que atende todo o Estado”, afirmou.

Para se ter uma noção da importância do comparecimento de doadores voluntários, em dias satisfatórios, a unidade costuma receber de 50 a 75 doações. Nas duas primeiras semanas do mês, esse número não chegou a 30 doações.

A unidade pede o comparecimento de doadores de todas as tipagens sanguíneas, principalmente o tipo O-.

O processo de doação é simples e rápido, ajudando a salvar até 4 vidas. Cerca de 450 ml são coletados, e a doação pode ser feita a cada três meses, podendo ajudar até 12 pessoas.

A servidora pública Clarisse Pereira, de 27 anos, está doando sangue pela segunda vez. Ela conta que sua principal motivação é ajudar o próximo.

“A minha motivação é que, através desse ato, podemos salvar outras vidas, sem saber quem é, sem conhecer [o receptor], mas o importante é que sabemos que vai salvar a vida de alguém”, comentou.

 

PARCERIA

 

A partir desta segunda-feira, 16, até sexta-feira, 20, o Hemoraima estará realizando uma campanha em conjunto com a BABV (Base Aérea de Boa Vista). A expectativa é que a unidade receba 40 doadores por dia.

“Do dia 16 ao dia 20, estaremos fazendo uma campanha em parceria com a Base Aérea. Isso significa que nesse período receberemos esse parceiro, mas com o final da campanha volta essa baixa de doadores”, ressaltou Helen.

 

COMO SER UM DOADOR?

 

Para ser um doador de sangue, é preciso se encaixar em alguns critérios como, ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

Se encaixando nesses critérios, a pessoa é cadastrada e encaminhada para uma entrevista e em seguida passa por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, é levada para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

Outras informações podem ser obtidas por meio do número (95) 98414-0726.

Avalie este item
(1 Votar)

O Iper (Instituto de Previdência Estado de Roraima) realiza o treinamento em gestão de documentos, iniciativa que integra o plano de trabalho do órgão, que há um ano iniciou a implantação do trabalho de gerenciamento de arquivos e documentações.

 

Todos os servidores do instituto vão passar pela capacitação, que tem carga horária total de 8 horas. Foram divididas duas turmas para não ocorrer prejuízo na execução dos serviços da entidade. O primeiro grupo participou do curso na quinta, 12 e nesta sexta-feira, 13. A segunda turma vai participar na próxima semana, nos dias 18 e 19.

 

O treinamento é ministrado pela arquivista e consultora em gestão documental Angélica Vicente, que está há mais de um ano no Iper gerenciando o arquivo e organizando o fluxo de processos.

 

Para a presidente do Iper, Adriana Padilha, o Iper tem como missão conquistar o Pró-Gestão RPPS (Regimes Próprios de Previdência Social), e por isso inova na gestão pública. “Trabalhamos para alcançar a excelência, e a gestão documental é importante para organizar, classificar os processos, garantir agilidade no fluxo de informação e preservar a memória previdenciária dos servidores públicos estaduais”, explicou.

 

A gestão documental implantada na instituição tem objetivo de organizar, reduzir gastos, oferecer segurança jurídica, apoio à tomada de decisão e proteção dos dados. “A documentação tem está acessível, preservada e organizada para deixá-la disponível para os segurados”, disse Antônio Araújo, chefe de Arquivo e Protocolo.

 

O treinamento apresenta os temas gestão de documentos, código de classificação de documentos, tabela de temporalidade e destinação de documentos, manual de gestão documental, atribuições da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos e eliminação de documentos públicos.

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta sexta-feira, 13, foi realizada a perícia médica dos candidatos convocados da segunda turma de aprovados no concurso público da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) para os cargos da Polícia Penal.

 

Esta é a conclusão da última etapa eliminatória do certame. A ação foi realizada pela junta médica do Estado, na Segad (Secretaria de Administração e Gestão Estratégica).

 

Os candidatos convocados foram avaliados quanto a sua aptidão para investidura no cargo. O resultado final será divulgado em publicação no DOERR (Diário Oficial do Estado de Roraima), no próximo dia 18 de janeiro. A data da posse será divulgada em breve.

  

As etapas de entrega de documentação e perícia médica antecedem o último ato administrativo do concurso. A futura policial penal Gislaine Silva explicou que, como os outros candidatos, está na expectativa para efetivar o exercício no cargo. “Todos nós batalhamos muito para chegar até aqui e agora estamos contando os minutos para começar a trabalhar”, afirmou.

 

O secretário da Segad, Anselmo Gonçalves, destacou a importância da nomeação dos novos policiais penais. “A investidura nos cargos é um fortalecimento para a categoria, sobretudo quando se trata de uma área tão importante como a segurança pública”, disse.

Avalie este item
(1 Votar)

A Cermu (Central Estadual de Regulação Médica de Urgência), unidade vinculada à Sesau (Secretaria de Saúde) responsável por regular o socorro pré-hospitalar de urgência, divulgou dados apontam que 2022 contabilizou 10.838 acionamentos para o atendimento de ocorrências envolvendo todos os tipos de acidentes.

 

O órgão faz a intermediação de todos os atendimentos clínicos, traumáticos e transferências inter-hospitalares de pacientes em todos os 15 municípios de Roraima.

 

“Nós absorvemos as solicitações da população do serviço de urgência, e então direcionamos para o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] dos 15 municípios”, afirmou o gerente da Cermu, Raimundo Soter.

 

Segundo o levantamento, somente no primeiro semestre do ano passado foram contabilizados 9.774 acionamentos. As ocorrências são diversificadas e vão desde acidentes automobilísticos a colisões envolvendo animais.

 

Atualmente a equipe é composta por 18 médicos reguladores, seis rádio operadores, 22 técnicos auxiliares de regulação médica, quatro assistentes administrativos e um gerente de Regulação.

 

Além do atendimento móvel realizado por meio dos postos descentralizados do SAMU, a equipe da Cermu também presta orientações à distância aos pacientes.

 

“O trabalho da regulação não consiste apenas em enviar ou não uma ambulância, destinar a melhor maneira de ele ser conduzido, até mesmo por meios próprios, é um ato que cabe ao médico regulador. Além de cuidados básicos relacionados por exemplo a alguns acidentes domésticos também são feitos via central de regulação”, reforçou a coordenadora médica da Cermu, Leidiane Nobles.

 

Ela lembra ainda que ao solicitar o serviço do 192, é preciso estar atento para repassar os dados necessários que visem agilizar o atendimento da equipe móvel, como endereço completo e pontos de referência. Em acidentes em vias públicas e rodovias, também deve ser feito um isolamento e sinalização do local para evitar novas ocorrências.

 

Além disso, uma vez em contato com o atendimento de urgência, é importante que o acidentado não saia do local, pois pode acarretar em um cancelamento da ocorrência.

 

NOVA ESTRUTURA

 

A Central foi implantada no Estado em 2012, onde funcionou até julho de 2022 em espaços alugados ou cedidos, sendo sua última estadia no Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), onde não havia espaço suficiente para acomodação dos servidores.

 

Com a mudança das instalações para o complexo da Sesau (Secretaria de Saúde) no bairro Aeroporto, a equipe acabou sendo contemplada com um espaço com maior comodidade, com uma sala de regulação, uma sala de gerência, uma sala para estatística, duas para equipamentos, espaços de conforto masculino e feminino, além de copa e banheiros sociais.

 

Houve ainda a disponibilização de equipamentos novos e modernos, tais como computadores, mobiliário e eletrodoméstico. Os profissionais contam também com estacionamento privativo para guardar seus veículos.

 

“No segundo semestre de 2022, nós iniciamos o processo de informatização, o dinamismo disso é gigante, nós conseguimos atender mais pessoas, realizar uma estatística com o real número de ocorrências e ter uma minúcia das informações das ocorrências”, completou Soter.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima publicou nesta quinta-feira, dia 12, o edital de processo seletivo simplificado da SeCidades (Secretaria de Estado das Cidades, Desenvolvimento Urbano e Gestão de Convênios) para a contratação de 25 gerentes de área e 90 visitadores sociais da pasta, além de formação de cadastro de reserva.

 

O cronograma do edital, disponível neste link, iniciou nesta quinta. A contratação tem vigência de 12 meses contados a partir da data da assinatura dos primeiros contratos dos convocados e o processo será gerido por comissão organizadora constituída pela SeCidades.

 

Os salários são de R$ 2 mil para o cargo de visitador social (nível fundamental) e de R$ 3 mil para gerente de área (nível médio). São reservadas ainda vagas para PCDs (pessoas com deficiência) e a carga horária é de 40 horas semanais para ambos os cargos.

 

Os profissionais devem atuar no suporte técnico, logístico e pessoal nas atividades da Secretaria nos cadastramentos de famílias para enquadramento das mesmas nos  programas socioassistenciais conduzidos pelo Governo do Estado.

 

O governador Antonio Denarium destacou a importância da realização do seletivo para a continuidade das atividades da SeCidades. “É uma necessidade da secretaria contratar efetivo temporário para colocar em prática as ações voltadas à população”, declarou.

 

O titular da SeCidades, Edécio Marques, explicou que os profissionais atuam na articulação com os municípios, fazendo o acompanhamento de todas as ações do Governo do Estado em programas sociais, como o Cesta da Família, o Morar Melhor e o Colo de Mãe.

 

“Hoje a gestão do governador Antonio Denarium atende um número próximo de 100 mil famílias roraimenses em vários programas. Com o seletivo, podemos ouvir a demanda da sociedade e dos beneficiários, porque o Governo não quer apenas repassar o benefício, mas também entender como ele impactou e como está mudando a vida das pessoas”, disse Edécio.

 

Além dos programas, a equipe da SeCidades também fez o acompanhamento e busca ativa dos pacientes que realizaram cirurgias eletivas em 2022, medida que colaborou para zerar filas de espera na Sesau (Secretaria da Saúde),  uma das conquistas da atual gestão.

 

INSCRIÇÕES

 

As inscrições são gratuitas e serão realizadas de forma presencial a partir da próxima terça, 17, e quarta-feira, 18 de janeiro de 2023, na sede da UERR (Universidade Estadual de Roraima) em Boa Vista, localizada na rua Sete de Setembro, 231, bairro Canarinho.

 

Para participar da seleção, o interessado deve organizar a documentação e entregá-la em envelope lacrado, contendo cópia de documento oficial de identificação com foto; o formulário de inscrição preenchido e assinado, além de declarações preenchidas e assinadas, conforme previsto nos anexos do edital.

 

O candidato que se declarar pessoa com deficiência deve preencher campo respectivo específico no formulário, no ato da inscrição, e enviar atestado médico (laudo médico).

 

ATUAÇÃO

 

Marques explicou que os gerentes de área prestam auxílio na coordenação de atividades de campo na interlocução e organização com as equipes de visitadores sociais designadas para cada área de atuação em Roraima, que pode ser na capital e no interior, em zonas urbanas e rurais e localidades de difícil acesso.

 

“Os gerentes fazem os trabalhos administrativos no acompanhamento e controle das ações de cadastro e coleta de dados das famílias atendidas por programas sociais do Governo, elaborando relatórios e documentos, além de outras atividades de rotina dos cargos. Os visitadores também fazem serviços administrativos e atividades de campo, com visitas e coletas de dados”, disse.

 

É de responsabilidade do candidato acompanhar as publicações de todos os atos relacionados ao processo seletivo simplificado, que também serão publicados no site do Governo e no DOERR (Diário Oficial do Estado).

 

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Janeiro Branco, mês dedicado à sensibilização acerca da saúde mental, o Governo de Roraima, por meio do CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Edna Macellaro Marques de Souza) realizará uma programação voltada para os pacientes assistidos pela unidade e público em geral.

 

As atividades serão diversificadas, indo desde a realização de oficinas terapêuticas, passando pela promoção de exercícios para o corpo, até chegar à prestação de orientações por meio de rodas de conversas, palestras, entre outros.

 

“Colocar esse tema em evidência e gerar uma abordagem mais direta, que estimule a conscientização sobre a importância de prevenir danos adicionais é um dos objetivos da campanha. A partir disso, podemos alertar sobre a importância de começar um novo ciclo de forma saudável e tranquila”, afirmou a psicóloga do CAPS III, Juliene Silva.

 

Conforme dados do Centro, mais de 2.700 consultas foram realizadas no primeiro semestre de 2022. Atualmente, existem mais de 2 mil prontuários ativos na unidade.

 

IMPORTÂNCIA DA CAMPANHA

 

O Janeiro Branco chama a atenção para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional. A cor utilizada na campanha remete a uma folha ou uma tela em branco, que inspira as pessoas a reescreverem as suas próprias histórias de vida.

 

“É com esse objetivo que o CAPS III fará essa programação dentro da unidade com os usuários, para que consigamos fomentar, fortalecer e empoderar as pessoas para o autocuidado e olhar para o recomeço”, ressaltou Juliene.

 

O CAPS III fica localizado na avenida Capitão Ene Garcês, 497, Centro. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO

 

17/01 – Roda de conversa sobre os cuidados pessoais com os pacientes acompanhados nas oficinas

Local: Sala de espera

Horário: 13h30

 

 

18/01 – Recepção de pacientes e palestra sobre cuidados com a saúde mental

Local: Sala de oficina 2

Horário: 15h

 

 

19/01 – Oficina “Arte de Viver”

Local: Sala de oficina

Horário: 14h

 

 

24/01 – Roda de conversa “O que me faz relaxar? Temas em saúde mental”

Local: Sala de espera

Horário: 13h30

 

 

25/01 - Recepção de pacientes e palestra sobre cuidados com a saúde mental

Local: Sala de oficina

Horário: 15h

 

 

26/01 – Cinema com pacientes acompanhados nas oficinas

Local: Cinema

Horário: 13h30

 

 

31/01 – Coffee break e encerramento das atividades com pacientes acompanhados nas oficinas e familiares

Local: Sala de espera

Horário: 15h

Avalie este item
(0 votos)

Uma das prioridades do Governo de Roraima é promover melhorias na infraestrutura das áreas da educação, esporte e lazer. Por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), vem trabalhando para realizar a entrega de várias obras para os roraimenses ainda no primeiro trimestre deste ano.

 

Entre as obras, estão a Escola Estadual Indígena Tuxaua Lauro Melquior, na comunidade do Ticoça, no município de Uiramutã; o Ginásio Poliesportivo de Pacaraima; o campo de futebol society da comunidade do Boqueirão, por exemplo.

 

O vice governador e secretário de Infraestrutura, Edilson Damião, ressaltou que a atual gestão vem investindo na melhoria da infraestrutura das escolas  e espaços públicos de lazer com a finalidade de oferecer mais qualidade de vida para a população.

 

“Estamos trabalhando para fazer reformas em 125 novas escolas tanto na Capital quanto também em escolas indígenas. Além de iniciarmos este ano o processo para construção de 100 novas escolas, dando mais segurança e qualidade no ensino de nossos jovens”, adiantou.

 

Segundo ele, o governo tem  investido no esporte. “O ginásio de Pacaraima estava abandonado por gestões de governo, agora será palco de grande campeonatos esportivos. Ainda estamos reformando os ginásios de Rorainópolis, Baliza e São Luiz”, afirmou Damião.

 

No caso da Escola Lauro Melquior, o Governo realizou a reforma geral da unidade com R$ 820 mil do Tesouro Estadual. A previsão para inaugurar o local é em fevereiro.

 

A escola teve a substituição da estrutura de madeira da cobertura e telhamento metálico, substituição de portas, janelas, piso de cimento e forro em PVC. Também foram feitas as instalações das divisórias nos banheiros, parte elétrica e piso tátil. Os banheiros coletivos e cozinha passaram por adequações.

 

Os investimentos na infraestrutura dos prédios escolares também estão sendo efetivados em obras de reformas, construções e ampliações de outras 62 escolas indígenas de Roraima. Os recursos estão garantidos e são de emendas parlamentares de iniciativas da bancada federal do Estado.

 

Serão entregues duas escolas em Boa Vista: a unidade Luiz Ribeiro de Lima, localizada no bairro Equatorial, e a Escola Maria das Neves Rezende, no bairro Asa Branca.

 

O QUE FOI FEITO

 

GINÁSIO DE PACARAIMA

 

A reforma e revitalização do Ginásio de Pacaraima contou com investimento de mais de R$ 1 milhão, de emenda do ex deputado federal Ottaci Nacimento e contrapartida do Estado. Em  breve o espaço poderá ser utilizado pela população para prática diversas modalidades esportivas como futsal, vôlei e basquete.

 

 

O local teve toda a cobertura substituída, recuperação estrutural interna e externa, banheiros e vestiários com louças e metais novos, pintura total do ginásio e muro externo e interno, forro em salas como vestiários e banheiros, portas de madeira e de proteção e portão principal em aço.

 

 

Também foi feita a substituição de todas as louças do banheiro, acessibilidade com piso tátil de alerta direcional, grades de proteção da quadra substituída em 100%, instalações elétricas e substituição total dos cabos existentes, iluminação em led, construção de castelo d’água e combate a incêndio.

 

 

CAMPO DO BOQUEIRÃO

 

Os moradores   da comunidade do Boqueirão, em Alto Alegre terão em breve um campo de futebol Society para prática esportiva. A obra representa o respeito que a atual administração tem com os povos tradicionais do Estado, além do incentivo a prática esportiva.

 

Construído em uma área total de 2.092,25 metros quadrados, o Campo de Futebol conta com grama sintética com drenagem, alambrado tubular com tela, rede de cobertura para a quadra, cobertura da arquibancada com estrutura e telhas metálicas, arquibancada em estrutura de concreto armado com rampas de acessibilidades, iluminação do campo em LED e sistema de combate a incêndio.

 

Avalie este item
(0 votos)

No período de 14 de fevereiro a 09 de março de 2023, a delegada da classe especial da PCRR (Polícia Civil de Roraima), Cândida Alzira Bentes de Magalhães, participará como monitora no curso de Combate ao Crime Organizado Transnacional, que vai acontecer na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, no Centro Europeu de Estudos em Segurança George C. Marshall. O curso é uma parceria entre a Alemanha e os Estados Unidos.

 

 

A delegada participou como aluna deste curso em julho de 2022 por indicação da Adepol/RR (Associação dos Delegados de Roraima), a pedido da Adepol/BR (Associação Nacional dos Delegados do Brasil), que dispõe de um convênio em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos.

 

 

Devido ao destaque na disciplina, que é ministrado em língua inglesa e reúne profissionais de todo o mundo, foi convidada para ser uma das monitoras.

 

 

A delegada destacou que teve autorização da Delegacia Geral de Polícia Civil de Roraima para realizar o curso e que sua participação como monitora no curso, evidencia a importância do policial se atualizar sempre nas mais diversas disciplinas que estão em destaques não somente no Brasil, como em outros países, pois, assim, haverá um maior conhecimento a ser aplicado nas investigações em tramitação na PCRR.

 

 

“Essa oportunidade demonstra a importância de o policial está sempre atualizando e ampliando os seus conhecimentos, inclusive o investimento em outros idiomas. Mesmo após mais de 18 anos de carreira se mostra de extrema importância a atualização em novas técnicas de combate ao crime, bem como o fortalecimento de uma network com as forças de segurança de todo o mundo. Aproveito inclusive para agradecer a confiança da Delegacia Geral, que nos autorizou a participar deste curso na Alemanha”, disse.

 

 

Para a delegada Geral adjunta da Polícia Civil, Darlinda de Moura Viana, o convite feito à delegada Cândida Magalhães é reflexo direto da competência e da qualificação profissional da policial, que se dedicou ao estudo das redes de organizações criminosas brasileiras que já ultrapassam as fronteiras do Brasil.

 

“Com isso, o conhecimento da profissional vai ser empregado por outros países na Alemanha, trazendo à nossa PCRR um canal de transferência de conhecimento e know-how importante internacionalmente”, disse.

 

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) registrou, em 2022, um aumento no número de ocorrências atendidas pela corporação quando comparadas com os anos de 2020 e 2021.

 

Durante os 12 meses de 2022, o CBMRR atendeu 6.999 ocorrências. Em 2021 foram realizados 5.442 atendimentos, ou seja, um aumento de 28,6%.

 

Se comparado com 2020, o CBMRR registrou um aumento ainda maior. Em 2020, a corporação registrou 5.159 ocorrências atendidas. Comparando com 2022, houve um aumento de 35,6%.

 

O subcomandante-geral do CBMRR, coronel Gewrly Batista Melo, atribui o aumento no número de ocorrências atendidas a maior possibilidade de atendimento da corporação.

 

“Os investimentos realizados pelo Governo de Roraima nos últimos quatro anos atingiram um nível recorde no CBMRR. Com isso, melhoramos nosso poder de resposta e conseguimos prestar um serviço ainda melhor para a população de Roraima”, disse o subcomandante-geral.

 

 

As ocorrências envolvendo atendimento pré-hospitalar são as que lideram a estatística da corporação. Ao todo, foram 1.269 ocorrências atendidas pela ambulância do CBMRR, sendo que 353 envolveram acidentes de trânsito com motocicletas.

 

Em 2022, o CBMRR ainda registrou 749 ocorrências de incêndios, sendo 267 de incêndio em terreno baldio, 81 de incêndios residenciais, etc. As ocorrências envolvendo busca e salvamento ultrapassaram a marca de 800.

 

RECORDE DE INVESTIMENTOS

 

O Governo de Antonio Denarium bateu o recorde de investimentos no CBMRR

no período de 2019 a 2022. Ao todo, foram investidos mais de R$ 19 milhões na compra de materiais, equipamentos, viaturas e reformas estruturais nas instalações da instituição militar.

 

 

Além de recursos do próprio Estado, o CBMRR recebeu R$ 3.839.728,00 reais em emendas parlamentares da bancada federal de Roraima.

 

“Desde que assumiu a gestão, o governador Antonio Denarium vem investindo no CBMRR. Tivemos diversos investimentos na aquisição de novos equipamentos. Foram cinco caminhões, duas ambulâncias, mais de 30 viaturas pick ups e diversos materiais e equipamentos”, detalhou o coronel Gewrly.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 11, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) realizou ação alusiva ao Janeiro Branco no auditório da companhia.

 

 

Este ano, a campanha do Ministério da Saúde tem como tema “A Vida Pede Equilíbrio” e, dentro deste contexto a Caer visa sensibilizar os colaboradores para os cuidados com a saúde mental, fazendo uma reflexão sobre sua vida, suas relações pessoais e seus sentimentos.

 

 

A ação foi promovida pelo Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) da Caer.

 

 

Na programação houve palestra sobre saúde mental e bem-estar com o tema: “O mundo pede saúde mental”, que foi ministrada pela psicóloga Thamirys Soares, especialista em terapia cognitivo-comportamental, além de um momento de vivência do método “Caminho Direto de Meditação”, com Rubianna Zeidler (Bhuti), praticante de meditação há 10 anos.

 

 

“O objetivo é chamar a atenção dos colaboradores para cuidados com sua saúde mental, com reflexão a respeito de suas vidas e mudanças de hábitos que gerem mais bem-estar e produtividade, aumentando a qualidade de vida dentro e fora do trabalho” explicou Rayane Vieira, psicóloga do Sesmt.

 

 

“A programação do Janeiro branco e voltado para atenção da saúde mental do colaborador,  promovemos essa palestra para esclarecer, orientar quem sofre dessa doença da mente e ter uma vida de equilíbrio pessoal, familiar  e o convívio com os colegas de trabalho”, ressaltou a diretora da DTA (Diretoria de gestão e tecnologia tratamento de água) da Caer, Anabel Mota.

Avalie este item
(0 votos)

Com recorde de apreensão de drogas e números positivos de ações realizadas ao longo de 2022, a Polícia Civil de Roraima celebra os resultados e destaca os investimentos que devem ser implementados ainda neste ano pelo Governo do Estado.

 

Dentre as melhorias voltadas à corporação, o Governo de Roraima investiu mais de R$ 30 milhões em obras como as três novas delegacias de polícia, o novo IML (Instituto de Medicina Legal) e a aquisição de viaturas, armamentos e capacitações.

 

Segundo o delegado-geral Eduardo Wayner, várias ações administrativas positivas foram efetivadas para a Polícia Civil de Roraima ao longo de 2022 pela gestão do governador Antonio Denarium.

 

Algumas delas foram a inauguração da nova Delegacia de Pacaraima, o início das obras do Núcleo Regional de Perícia Forense (Regional Sul), em Rorainópolis e o início das obras do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente, que vai atender tanto a crianças e adolescentes vítimas como eventuais infratores.

 

Ele destacou também a retomada das obras do 2º Distrito Policial, no bairro Buritis, que estavam paradas desde 2013, e o lançamento da licitação para construção do novo prédio do IML em Boa Vista, além das licitações para as construções das novas delegacias do Cantá e de Rorainópolis.

 

“A construção do novo IML é um sonho antigo que foi atendido pela atual gestão. É um prédio que foi construído em 1984, e em 38 anos passou por várias reformas. Mas o Estado cresceu, a demanda aumentou e o prédio não comporta mais. O novo IML vai trazer mais condições de trabalho para os servidores e um melhor acolhimento ao cidadão que precisa dos serviços”, detalhou.

 

CONCURSO PÚBLICO

 

Ainda segundo o delegado, após 18 anos da realização do único concurso público da Polícia Civil, o governador Antonio Denarium lançou um novo certame, que neste momento está em fases adiantadas.

 

Wagner fez um balanço de outras conquistas de 2022, como as aquisições de novas viaturas, equipamentos de informática e a implantação de atendimento especializado à mulher vítima de violência de gênero na Central de Flagrantes.

 

Também foi implantado um ambiente adequado ao atendimento de crianças vítimas de violência na Delegacia Regional de Caracaraí e no Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente e a realização de cursos presenciais e online para os profissionais de segurança pública.

 

NÚMEROS

 

No quesito policial, Wayner destacou que foram cumpridos 1.033 mandados de prisão nas unidades da Polícia Civil de Roraima, com a integração das forças de segurança pública do Estado. No combate às drogas a PCRR apreendeu 356 quilos de drogas em 2022, 378% a mais que em 2021.

 

Os números indicam ainda uma grande demanda nos institutos de perícias oficiais da Polícia Civil, No IML, por exemplo, foram expedidos 7302 laudos em 2022, sendo 6.707 periciais em pessoas vivas e 595 em mortas. Um aumento de 17,90% em relação a 2021, que expediu 6.193 laudos.

 

No ICPDA (Instituto de Criminalística Perito Dimas Almeida) foram expedidos 10.772 laudos periciais, um aumento de 43,37% a mais que em 2021 que emitiu 7513 laudos periciais.

 

No Instituto de Identificação foram emitidas 64.462 carteiras de identidades em 2022. Destas, 24.868 foram primeira via, 38.879 foram segunda via e 715 carteiras foram reimpressas. Um percentual de aumento de 43,42% em relação ao ano de 2021, que emitiu 44.946 carteiras.

 

“Essas ações são de apenas algumas unidades da Polícia Civil, pois temos um volume muito grande de trabalho e a perspectiva é de que aumente ainda mais neste ano”, frisou Wayner.

 

Em 2023, três novas unidades policiais devem ser inauguradas

 

De acordo com o delegado-geral, há várias ações em andamento e que devem ser concluídas em 2023, e estão englobadas no investimento de R$ 30 milhões. A previsão é de que o Governo de Roraima inaugure as obras do 2º Distrito Policial que foram retomadas, o Núcleo Regional de Perícia Forense (Regional Sul), em Rorainópolis e o Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente.

 

“A construção do 2º DP e sua conclusão é uma prioridade do governador Antonio Denarium. É uma obra que começou em 2013 e durante todo este tempo passou por uma série de dificuldades.  Por determinação do governador, os trabalhos foram retomados, e a previsão é de que se conclua para inaugurarmos agora em 2023”, afirmou.

 

Ainda segundo Eduardo, em 2023 darão início às obras do novo Instituto de Medicina Legal em Boa Vista, as obras da nova Delegacia do Cantá e as obras da nova Delegacia de Rorainópolis.

 

“São obras grandes e de extrema importância para a Polícia Civil. Também teremos o curso de formação dos novos policiais civis, a substituição integral do armamento de porte da Polícia Civil, a substituição dos coletes balísticos e a renovação e ampliação da frota de veículos, com a disponibilização de veículo blindado”, destacou.

 

A Polícia Civil vai adquirir ainda um veículo adequado ao transporte de PCDs (pessoas com deficiência).

 

“É um veículo de extrema necessidade, pois a Polícia Civil necessita muitas vezes atender a pessoas com deficiência e precisa ter um veículo adequado. É uma preocupação do governador Antonio Denarium que atendamos aos vulneráveis com mais dignidade e, por isso, a importância de nos adequarmos”, destacou.

 

Outra ação prevista para 2023, é a implantação de um datacenter e a melhoria na infraestrutura de comunicação de dados nas unidades da capital e interior do estado, bem como a implantação de câmeras corporais.

 

“Precisamos melhorar o atendimento nas unidades policiais no quesito internet, e esse datacenter é muito importante para que possamos efetivar essa melhoria. Além disso, em 2023 vamos ampliar as ações que visam a capacitação continuada de todos os policiais civis e a ampliação dos ambientes especializados de atendimento às mulheres vítimas de violência para as demais unidades policiais”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

Implementado em novembro de 2022, o Programa de Saúde Bucal “Sorriso é Arte” continuará sendo ofertado aos alunos da rede estadual de ensino em 2023. A ação leva atendimento odontológico aos estudantes por meio de uma carreta móvel itinerante.

 

“No ano passado iniciamos com atendimentos para estudantes da Capital e em 2023 a previsão é ampliar esse serviço para atender os nossos estudantes do interior do Estado. Para isso uma segunda carreta foi adquirida para o Programa”, informou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

O programa é coordenado pelo DAE (Departamento de Apoio ao Educando) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto). Nos dois primeiros meses de funcionamento, o Programa Sorriso é Arte contabilizou 1.757 atendimentos e 7.948 procedimentos.

 

Os primeiros estudantes atendidos foram do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Luiz Rittler Brito de Lucena, no bairro Nova Cidade, durante o mês de novembro.

 

Foram 1.254 atendimentos e 5.767 procedimentos. A segunda unidade atendida já no mês de dezembro, foi o CEM Severino Cavalcante, no Pintolândia, onde foram realizados 503 atendimentos e 2.181 procedimentos.

 

“Estamos fechando o cronograma para 2023 e vamos divulgar em breve. Lembramos que o programa é voltado para os alunos matriculados nas escolas estaduais e o principal objetivo é cuidar da saúde bucal e com isso gerar um impacto positivo no rendimento escolar, além de gerar confiança e melhorar a autoestima das crianças e adolescentes”, explicou o diretor do DAE, Naicon Rodrigues.

 

CARRETA ODONTOLÓGICA

 

A carreta móvel é equipada com oito gabinetes odontológicos que são utilizados para atendimentos simultâneos. Oito dentistas realizam os procedimentos com previsão de dez atendimentos por dia para cada profissional, o que equivale a uma média de 400 atendimentos semanais.

 

Entre os procedimentos que podem ser realizados, estão: manutenção corretiva e preventiva e procedimentos leves e moderados, como obturações, extrações e limpeza.  Casos mais complexos que forem detectados serão encaminhados para tratamentos mais específicos.

 

O programa também prevê o fornecimento de material e insumos, além da aplicação coletiva de flúor e escovação supervisionada.

Avalie este item
(0 votos)

O dia 11 de janeiro de 2023 vai ficar marcado na memória e no coração do apicultor Pedro Freitas, de 68 anos. Após 45 dias internado, ele teve alta da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) cardiológica do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), retomando assim os seus afazeres.

 

Conforme Pedro, a internação ocorreu no dia 10 de dezembro de 2022, em decorrência de problemas cardíacos. Diante da gravidade da situação, ele procurou a atenção da unidade e precisou passar por um procedimento de angioplastia, recebendo total assistência da equipe do local.

 

“Meus sentimentos são de orgulho e gratidão, porque estive entre a vida e a morte e hoje estou aqui contando a história. Sempre ouvia falar mal do hospital, mas hoje quero dizer que a saúde de cinco anos pra cá mudou cinco vezes para melhor. Hoje temos uma saúde de responsabilidade, equipamentos e medicamentos. Agradeço de coração a toda equipe médica que contribuiu para que eu estivesse aqui de pé”, afirmou.

 

O coordenador da cardiologia do HGR, Alexandre Klipel, ressaltou os avanços que ocorreram no setor nos últimos anos e o quanto ele tem feito a diferença na vida dos pacientes.

 

“A UTI Cardiológica é o nosso setor mais novo. Começamos a funcionar em julho de 2022, ou seja, menos de um ano. A gente completou uma estrutura que já estava sendo montada, que começou com o serviço de hemodinâmica, e conseguimos que os pacientes que precisam de angioplastia e cateterismo, pudessem realizar a cirurgia em Roraima, sem precisar realizar em outro Estado. É o caso do senhor Pedro, que fez a angioplastia aqui mesmo”, disse.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou o fato como uma vitória, reforçando o comprometimento do Governo de Roraima em melhorar a qualidade da saúde em Roraima.

 

“Tudo isso foi possível graças à união de esforços e ao empenho do governador Antonio Denarium, que trabalha incansavelmente para melhorar a cada dia a saúde da nossa população. No caso a ideia foi facilitar o tratamento para o paciente e a função de acompanhante para os familiares, proporcionando mais conforto, porque eles não teriam mais que se deslocar para outros Estados [via TFD]”, frisou.

 

NOVOS TEMPOS

 

A atual diretora do HGR, Patrícia Renovato, explicou sobre a importância de o procedimento voltar a ser feito no local de residência do paciente.

 

“Os reflexos do serviço de cardiologia demonstram o comprometimento do Governo que está engajado em fazer o melhor para os pacientes. Com os nossos cardiologistas e toda a equipe assistencial da unidade, foi possível retornar às enfermarias de cardiologia. Equipamos a UTI e iniciamos as cirurgias cardíacas. Hoje estamos colhendo os frutos de todo trabalho em equipe”, completou.

 

Segundo Renovato, o intuito é sempre melhorar os atendimentos e procedimentos voltados para o coração.

 

“Estamos nos esforçando a cada dia para melhorar o atendimento. Os pacientes tem colhido os frutos do empenho da equipe e constatamos a melhora por meio do exemplo do senhor Pedro. É muito gratificante para o paciente, que não precisa sair do conforto do lar e do lado da família, pois consegue receber todo o tratamento em Roraima, do exame à conclusão cirúrgica”, finalizou.

 

INVESTIMENTOS

 

Visando melhorar os atendimentos e procedimentos voltados para o coração, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), reforçou o quantitativo de especialistas da área de cardiologia, que atualmente é de 22 médicos e estruturou uma UTI cardiológica com dez leitos.

 

A atual gestão também realizou a aquisição de equipamentos, dentre eles 12 aparelhos de anestesia com monitorização de agentes anestésicos; dois desfibriladores cardioversor, com funções adulto; 10 eletrocardiogramas; 54 monitores multiparâmetro, dois microscópios cirúrgicos, para uso em neurocirurgia no HGR; dois sistemas de cirurgias guiadas por imagens, neuronavegador e 30 desfibriladores, totalizando 114 equipamentos.

Avalie este item
(0 votos)

A Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) em parceria com o Corpo de Bombeiros, realizou nesta quarta-feira, 11, uma ação em alusão à campanha do Janeiro Branco, com o intuito de promover um momento de integração entre os servidores da secretaria, bombeiros e unidades vinculadas, trabalhando a temática da saúde mental no âmbito social e pessoal.

 

O Janeiro Branco é uma campanha que estimula que as pessoas reflitam sobre saúde mental, promovendo a conscientização da importância do tema para a nossa sociedade.

 

O evento executado pela Coordenação da Gestão do Trabalho e Educação Permanente (CGTEP) da Setrabes contou com palestras com o tema voltado para a saúde mental, ginástica laboral, entretenimento entre os servidores e teve ainda um momento de louvor e oração.

 

A titular da Setrabes, Tânia Soares, explicou que janeiro é um mês dedicado à saúde mental e para chamar a atenção sobre questões e necessidades relacionadas ao emocional dos servidores.

 

“Estas ações de promoção de saúde mental colaboram para o fortalecimento de relacionamentos entre os servidores da assistência social que trabalham diretamente com o público vulnerável, para que possam refletir a respeito da necessidade do autocuidado para enfrentar as questões que envolvem o psicológico individual e coletivo”, afirmou Tânia.

 

A psicóloga Darlim Saratt destacou que a palestra teve como objetivo a conscientização, a importância e a necessidade de falar sobre a saúde mental.

 

“Principalmente para os profissionais do Corpo de Bombeiros e da Setrabes, pois trabalham diretamente com o público e precisam estar em equilíbrio em termos de saúde mental para atender, escutar e acolher com qualidade. O tema da Campanha em 2023 é ‘A Vida Pede Equilíbrio’, onde passamos por uma pandemia, que foi um momento difícil, para manter o equilíbrio diante do isolamento, medo e perdas e nos adaptamos à situação”, finalizou Darlim.

 

A servidora Elisabete Ramos disse que o evento é muito importante para os servidores saberem sobre a conscientização e cuidados da saúde em seu ambiente de trabalho.

 

“A palestra trouxe um momento de reflexão da minha vida como pessoa, servidora e mãe diante de tudo que passamos, com notícias ruins e negativas.

 

Esse encontro me proporcionou coisas muito boas para escrever a minha história no papel em branco, começar com pensamentos positivos e cuidado com minha saúde mental”, disse Elisabete.

Avalie este item
(0 votos)

Dando sequência às ações de modernização dos serviços do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), a Sesau (Secretaria de Saúde) realizou nesta quarta-feira, 11, um treinamento para as equipes que ficam responsáveis pela operacionalização dos dois novos arcos cirúrgicos da unidade.

 

Os aparelhos serão utilizados durante os procedimentos de ortopedia e cardiologia. Trata-se de equipamentos da marca VMI Tecnologias, que foram adquiridos por meio de emenda parlamentar no valor de R$ 925.000,00.

 

De acordo com a diretora técnica do HGR, Juliana Gomes, os equipamentos já passaram por processo de tombamento e montagem. A unidade realiza, em média, 15 cirurgias diárias, um número que deve dobrar com o uso dos aparelhos.

 

“A importância deles é que vamos conseguir fazer mais cirurgias, otimizar mais salas, e com isso quem ganha é a população”, completou.

 

EFICIÊNCIA

 

Os novos aparelhos são do modelo Fênix AG, uma novidade no Estado. Eles são dotados de detectores digitais dinâmicos, que permitem um melhor gerenciamento de doses de radiação ionizante, auxiliando principalmente em cirurgias vasculares.

 

O engenheiro e consultor técnico da empresa, Fabio Souza Felix, foi o responsável por fazer a instalação e treinamento com as equipes técnicas do centro cirúrgico. Ele revelou que os novos equipamentos deverão agregar maior dinamismo às atividades realizadas na unidade.

 

“O grande diferencial desses equipamentos é que eles são totalmente digitais, trabalham com um detector de altíssima resolução e isso vai melhorar significativamente na qualidade da imagem, com uma ampla área de atuação que cobre toda a tela do monitor”, ressaltou.

 

O técnico em radiologia do HGR, Leidson Braga, trabalha há sete anos no setor. Ele afirmou estar empolgado em aprender a utilizar os novos aparelhos, que são o que há de mais moderno atualmente.

 

“Hoje recebemos esses arcos cirúrgicos bem modernos, que facilitarão o nosso trabalho nas cirurgias cardíacas e ortopédicas. É um aprendizado que vai somar com as cirurgias e facilitar o trabalho dos técnicos em radiologia”, comentou.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Segad (Secretaria de Administração e Gestão Estratégica), promoveu nesta quarta-feira, 11, o treinamento para o recadastramento dos servidores públicos estaduais referente ao ano de 2023 no e-Social, plataforma digital de facilitação que reúne dados trabalhistas e tributários de funcionários.

 

A capacitação, ministrada pela Coordenação Geral da Folha de Pagamento, foi destinada a todas as unidades da administração direta e indireta, que indicaram servidores que vão atuar como multiplicadores dos conhecimentos adquiridos em seus respectivos órgãos. Cerca de cem funcionários participaram da capacitação, que aconteceu no auditório do Ipem-RR (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Roraima).

 

O coordenador geral da Folha de Pagamentos da Segad, José Batista, ressaltou a importância de alinhar entendimentos acerca do e-Social. “Debatemos sobre as dúvidas acerca do recadastramento de servidores estaduais para que eles atuem como facilitadores nas suas unidades com o sistema no dia a dia nas repartições”, enfatizou.

 

Para o secretário Anselmo Gonçalves, a capacitação é a melhor maneira de alinhar procedimentos.

 

“Sempre que temos ações de grande porte, como o recadastramento de servidores, é necessário que todas as secretarias trabalhem de forma otimizada, e a melhor maneira de alcançar esse objetivo é capacitar nossas equipes, o que torna o trabalho efetivo e eficaz, por isso investimos constantemente no conhecimento dos nossos colaboradores”, destacou.

 

A PLATAFORMA

 

O eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) é uma plataforma criada pelo Governo Federal em 2014 com o intuito de facilitar a prestação de dados referentes aos colaboradores, como folha de pagamento, aviso prévio, contribuições previdenciárias e vínculos, entre outros.

 

As informações ficam unificadas em apenas uma plataforma, diminuindo a burocracia e eliminando a necessidade de preencher e entregar declarações e formulários separadamente para diferentes órgãos.

Avalie este item
(0 votos)

O governador Antonio Denarium entregou, na manhã desta quarta-feira (11), 150 títulos definitivos para produtores rurais dos municípios de Boa Vista, Alto Alegre, Amajari, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Iracema, Mucajaí e Normandia, totalizando mais de 30 mil hectares de terras regularizadas.

 

A solenidade de entrega, que faz parte das comemorações de 30 anos do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), ocorreu no Palácio Senador Hélio Campos, e contou com a participação de autoridades como secretários de Estado e deputados estaduais.

 

Durante a solenidade, Denarium falou sobre a segurança jurídica que o documento garante aos produtores, entre outros diversos benefícios.

 

“Mais uma entrega, e dessa vez, 150 títulos definitivos rurais, com mais de 30 mil hectares regularizados. É a segurança jurídica tão sonhada no nosso Estado. Depois de 30 anos, estamos dando a segurança jurídica para os nossos produtores, que recebem o título, levam no cartório de registro de imóvel para registrar e cada um pode falar Aqui Tem Dono. É o Governo do Estado apoiando quem trabalha e produz”, destacou o governador.

 

O produtor Gilmar Araújo dos Santos, foi um dos contemplados com título definitivo. Ele, que produz frutas e legumes em uma propriedade localizada na zona rural de Boa Vista, esperava o documento há mais de 20 anos.

 

“Eu me sinto feliz e gratificado! Mais de 20 anos de luta tentando, tivemos várias gestões e nunca foi resolvido, eu parabenizo nosso governador por ser um governador que resolveu esse problema e realizou o sonho de milhares de pessoas no estado de Roraima”, disse o produtor.

 

Outra beneficiada foi Aldenora de Magalhães Pamplona, de 67 anos, moradora da região do Bom Intento, também na zona rural de Boa vista. Ela esperava o documento há mais 30 anos.

 

“Muita espera, de muito tempo. Com esse título aqui, agora a propriedade é minha, vou legalizar tudo que tem por lá para valorizar as terras do Bom Intento”, disse Aldenora.

 

AQUI TEM DONO

 

A entrega de Títulos Definitivos é resultado de ações continuadas do Iteraima, dentro do programa Aqui Tem Dono, em todos os municípios do estado.

 

Os técnicos do Instituto percorrem as propriedades e orientam os produtores quanto aos procedimentos de regularização fundiária. Conforme informou a presidente do Iteraima, Dilma Costa, os títulos entregues nesta manhã garantem inúmeros benefícios aos produtores.

 

“Para os produtores que hoje estão recebendo esses documentos, isso é uma benção, é uma coisa extraordinária, é a valorização da terra, é a garantia de poder conseguir um financiamento, é a propriedade dele sendo reconhecida”, disse a presidente.

 

Ela disse ainda que os moradores que ainda não possuem processo devem comparecer ao Iteraima para dar entrada no procedimento de regularização.

 

O Iteraima funciona na Rua João evangelista Pereira de Melo, 228 – Aparecida, e na Casa do Cidadão na Rua Izidio Galdino da Silva, 2425 – Senador Hélio Campos, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

 

Iteraima tem nova gestão

 

O Iteraima passou a ser comandado por Dilma Costa, que anteriormente ocupava o cargo de diretora de Gestão e Desenvolvimento Fundiário do Instituto. Ela substitui Márcio Grangeiro, que passou a ser titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

 

A presidente iniciou a gestão com a garantia da continuação dos trabalhos, uma vez que já fazia parte da equipe, trabalhando na regularização fundiária nas áreas do estado.

 

“Nós vamos focar na regularização fundiária, vamos alcançar a todos, não importa o tamanho, seja o pequeno, seja o médio, seja o grande, o trabalho é para todos e nós vamos estar imbuídos do melhor propósito para avançar e atender o anseio dessas pessoas que estão há anos aguardando por essa oportunidade de regularizar suas terras”, disse a presidente.

 

A nova gestora do Iteraima tem vasta experiência no serviço público, e, em especial, na regularização fundiária. É servidora efetiva do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e já ocupou diversos cargos, inclusive a titularidade do Instituto Nacional, além de ter passado pela Emhur (Empresa Municipal de Habitação e Urbanismo). Desde 2018 fazia parte da diretoria do Iteraima.

Avalie este item
(0 votos)

Para reforçar o quadro efetivo de docentes para o ano letivo 2023, o Governo de Roraima convocou mais 131 professores que estão no cadastro reserva do Concurso Público da Carreira do Magistério da Educação Básica. O anúncio foi feito pelo governador Antonio Denarium na noite desta terça-feira, dia 10.

 

“Sabemos da importância de professores concursados atuando em sala de aula. Além de maior estabilidade financeira, estes profissionais estudaram, se prepararam e estão prontos para nos ajudar a elevar os índices educacionais, melhorando o processo de ensino”, destacou Antonio Denarium.

 

Estão sendo convocados para tomar posse, 115 professores para atuação nas escolas estaduais localizadas em Boa Vista sendo 30 docentes de Língua Espanhola, 18 de Língua Inglesa, 20 de Língua Portuguesa, 23 de Matemática, 04 de História e 01 de Química, além de 02 docentes de Geografia para atuação na região Boa Vista – Área Rural.

 

Mais 16 professores estão sendo chamados para atender as escolas do Interior, sendo 05 professores para Alto Alegre (01 de Geografia, 02 de História e 02 de Química), 01 para Amajari (História), 01 para Bonfim (Geografia), 01 para o Cantá (Educação Física).

 

Ainda para o Interior, 01 professor para Iracema (História), 01 para Mucajaí (Química) e 04 professores para atuação nas escolas de Rorainópolis (02 de Geografia e de 02 História), sendo que um professor de História vai atender a Região Baixo Rio Branco. 

 

A Segad (Secretaria de Gestão Estratégia e Administração) publicará no Diário Oficial a listagem dos convocados conforme ordem de classificação, para apresentação dos documentos exigidos em edital para a posse.

 

A lotação será imediata e os novos professores terão uma jornada de trabalho de 30 horas semanais e o vencimento inicial básico é de R$ 3.782,94.

 

 

Ao todo, governo fez seis convocações

 

 

Se todos os 131 docentes desta que já é 6ª convocação, efetivamente tomarem posse, a rede de ensino passará a contar com 748 novos professores efetivos.

 

O certame, realizado em outubro de 2021, ofertou 650 vagas imediatas mais cadastro reserva e contou com 6.760 inscritos. O concurso era aguardado há 14 anos pelos professores.

 

Alguns componentes curriculares não possuem professores aprovados de forma suficiente para atender as necessidades da rede, como por exemplo, Física que ofertou 15 vagas e teve apenas 07 aprovados e Filosofia que disponibilizou 17 vagas e somente 06 aprovados, ambos para Boa Vista. 

 

Além disso, para Química, não há candidatos aprovados, nem em Cadastro Reserva, o que gera a necessidade de contratação de professores por meio de processo seletivo para garantir a oferta do ensino e o cumprimento do Calendário Escolar.

 

“É uma determinação do governador a convocação de professores do cadastro reserva, desde que atendam às necessidades da Educação. Para este ano, ainda será necessário a contratação de professores por meio de processo seletivo, porque não podemos deixar nossos estudantes desassistidos”, disse o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

Possibilidade de novo concurso

 

O secretário Nonato Mesquita disse que o governo estuda a possibilidade de um novo concurso público para professores a fim de atender toda a demanda da rede estadual de ensino.

 

“Seguindo a determinação do governador, solicitei ao Departamento de Recursos Humanos um levantamento da nossa real necessidade. No decorrer do ano de 2023 temos o objetivo de lançar um novo concurso público a fim de sanarmos todas as nossas necessidades de professores em caráter definitivo”, destacou Nonato Mesquita.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Para fortalecer a agricultura indígena em Roraima, o Governo do Estado entregou, na tarde desta terça-feira, 10, cinco caminhões 3/4 para os municípios de Pacaraima, Cantá, Amajari, Alto Alegre e Bonfim, beneficiando 61 comunidades indígenas que atuam na produção agrícola.

 

Os veículos foram adquiridos por meio de emenda parlamentar do Senador Chico Rodrigues, no valor total de R$ 2.980.000,00 e contrapartida do Governo de Roraima na ordem de R$ 1.350.000,00.

 

A cerimônia foi realizada na esplanada do Palácio Senador Hélio Campos, com a presença de representantes das comunidades beneficiadas, autoridades civis e militares e parlamentares estaduais e federais.

 

“O Governo de Roraima apoia quem trabalha e quem produz. As agriculturas familiar e indígena são valorizadas pela gestão e hoje temos esse momento muito importante com a entrega dos primeiros cinco caminhões, mas teremos mais, são ações que não vão parar. Nosso trabalho é gerar mais emprego, renda e desenvolvimento social no Estado”, declarou o governador Antonio Denarium durante a cerimônia de entrega.

 

Para garantir o fortalecimento da produção, o Governo adquiriu também cinco grades aradoras intermediárias de 14 discos de 26 polegadas, cinco carretas agrícolas de madeira com capacidade para quatro toneladas cada, cinco grades niveladoras, 45 motocultivadores partida elétrica e 45 carretas para motocultivador. Os equipamentos serão entregues em outro momento. 

 

“Entendemos que a parceria é muito importante essas ações que desenvolvemos em prol dos povos indígenas porque eles também são comunidades de trabalhadores e precisam de meios que possam facilitar o se trabalho. Com o Governo, viabilizamos essas emendas que são fundamentais para o desenvolvimento da produção nas suas comunidades”, complementou o senador Chico Rodrigues. 

 

Lideranças indígenas agradecem apoio do Governo à agricultura nas comunidades

 

Desde o início da gestão, o Governo de Roraima investe no aparelhamento das comunidades indígenas, com aquisição de insumos para o plantio, como calcário, sementes e outros, como também ferramentas, caminhões e tratores. 

 

De acordo com a tuxaua Mirian Ribeiro dos Santos, que atua há dois anos com a produção de grãos nas comunidades do Juraci e Urucuri, em Amajari, pelo menos 100 pessoas serão beneficiadas nas duas comunidades.

 

“Quero agradecer o governador Denarium pela conquista de receber esse caminhão que vai ajudar a produção no polo Juraci no projeto de grãos na comunidade. Essa ajuda é muito bem vinda, pois teremos o caminhão que vai nos ajudar a desenvolver ainda mais a comunidade e não vamos mais depender de transporte alheio para escoar a nossa produção”, destacou Mirian. 

 

De acordo com o tuxaua da Malacacheta, no município do Cantá, Adailton, antes era difícil escoar a produção porque não tinham transporte próprio.

 

“Antes a gente tinha que alugar caminhonete e agora vai ficar ainda mais fácil para fazer os trabalhos da comunidade. Esse caminhão vai servir para transportar as madeiras e palhas e realizar os serviços da nossa comunidade e esse veículo será um incentivo para aumentar o Polo de produção", agradeceu o tuxaua. 

 

Produção de Grãos reforça plantio de comunidades

 

Outra medida para incentivar e fortalecer a agricultura indígena é o Projeto de Produção de Grãos, que teve início em 2020, com as primeiras tratativas juntos aos povos indígenas. Em 2021, foram feitas as primeiras plantações dos grãos, com 800 hectares plantados em 52 polos de produção. No cultivo desses grãos, foram colhidas 16 mil sacas de milho e 272 de feijão caupi, envolvendo 648 famílias indígenas, que compõem os grupos de trabalhos, no  trabalho direto nas lavouras, como uma das contrapartidas para a implantação do projeto.

 

Na comparação dos dados de um ano para outro, houve aumento considerável de 87,5% no tamanho de área, de 126% no número de pólos de produção e de 118,5% no número de famílias indígenas pelo projeto. À época, para dar suporte à agricultura familiar indígena, o governo investiu R$ 49.856.345,00 na compra de vários equipamentos agrícolas, como tratores, grades aradoras e niveladoras, distribuidor de calcário e plantadeira de grãos, além de carretas agrícolas, perfurador de solo e batedeira de cereais.

 

Governo amplia ações para fortalecer ainda mais agricultura indígena

 

Além do projeto de grãos em terras indígenas, o governo do estado possui outras ações em execução, por meio da SEI (Secretaria do Índio). 

 

Estão em execução projetos de avicultura, de piscicultura e hortas e plantas medicinais, bem como o apoio na comercialização do artesanato indígena. para ser contemplada, a comunidade deve solicitar da SEI.

 

Além disso, o Governo oferece aos povos indígenas toda a logística, com insumos e assistência técnica aos pequenos produtores. Foram adquiridos 1.545 equipamentos agrícolas, incluindo 100 tratores, adquiridos para auxiliar o pequeno produtor rural a aumentar a produção.

 

“É um investimento em tecnologia que também auxilia a preservar o meio ambiente, porque era comum antes derrubar um pedaço da mata e utilizar uma área nova para fazer o plantio. Com a área mecanizada e adubada, eles repetem o plantio no mesmo lugar e evitam o desmatamento e preservando o meio ambiente”, finalizou o governador.

 

Avalie este item
(0 votos)

Com a intenção de ampliar a rede de diagnóstico e qualificar as ações de atenção ao paciente, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), adquiriu um novo aparelho de TRM (Teste Rápido Molecular) para diagnóstico da Tuberculose.

 

O aparelho será instalado no laboratório do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), a fim de detectar com mais rapidez os casos da doença na unidade e também demandas vindas da capital e interior. 

 

De acordo com a enfermeira do Núcleo de Controle da Tuberculose da CGVS, Elba Urzedo Lamounier, o aparelho tem capacidade de realizar até 24 diagnósticos por dia.

 

“Este equipamento de TRM da [marca] GeneXpert é extremamente importante para o diagnóstico da tuberculose. Nós tínhamos um equipamento há vários anos aqui no HGR, que no início representava mais de 50% dos diagnósticos dos casos do estado, mas agora estamos substituindo esse aparelho por um mais moderno”, informou.

 

Segundo informações do Núcleo, o Estado contabilizou 407 casos da doença durante todo o ano de 2022.

 

SOBRE O TESTE

 

O Teste Rápido Molecular é um exame automatizado, simples e de fácil execução nos laboratórios. Ele detecta o Mycobacterium tuberculosis e indica se há resistência de algumas drogas, como o antibiótico rifampicina, em aproximadamente duas horas.

 

“[O aparelho] é de grande importância, pois vamos conseguir dar um diagnóstico de tuberculose muito mais rápido, seja ela pulmonar ou extrapulmonar. É um equipamento moderno que consegue ver a resistência de drogas”, explicou o médico infectologista do HGR, Domingos Dantas.

 

Até então, a unidade conseguia identificar a resistência do paciente apenas nas drogas usadas no início do tratamento, tendo um resultado em no mínimo três horas. 

 

“A demanda dos pedidos desses exames é muito alta, pedimos [o exame de tuberculose] para vários pacientes de diversas patologias, porque é uma doença presente e precisamos fazer um diagnóstico precoce. O tratamento existe e a possibilidade de cura também”, ressaltou o médico.

Avalie este item
(0 votos)

Janeiro Roxo é o mês que marca ações de sensibilização sobre os riscos da hanseníase, uma doença perigosa que afeta os nervos e a pele das pessoas. Em Roraima, o ano de 2022 apresentou uma significativa queda no número de novos casos.

 

De acordo com dados do Núcleo de Controle da Hanseníase, órgão subordinado à CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), o estado contabilizou 51 casos, ante os 57 do ano de 2021. A redução foi de 10,5%.

 

Pela rede estadual de saúde, a referência para o tratamento da doença em estágio grave é a Clínica Especializada Coronel Mota. Somente no ano passado, foram realizados 767 atendimentos mediante ao encaminhamento feito pelas UBS (unidades básicas de saúde).

 

A unidade possui uma equipe multidisciplinar com enfermeiros, dermatologistas, fisioterapeuta e cirurgião ortopedista.

 

“É uma doença que atinge muitas pessoas no Brasil, e a importância do Janeiro Roxo é sempre lembrar da hanseníase, para chegarmos nesse objetivo de erradicar a doença”, ressaltou a médica especialista em dermatologia, Laila Lima.

 

A DOENÇA

 

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa, causada pela bactéria Mycobacterium leprae, considerada prima da tuberculose, e pode afetar qualquer pessoa e atinge principalmente os nervos e a pele.

 

A transmissão é feita pelo contato íntimo, como por exemplo a convivência no mesmo ambiente, e caso não tratada precocemente pode causar sérias sequelas.

 

Caracteriza-se por alteração, diminuição ou perda da sensibilidade térmica na mancha, dolorosa, tátil e força muscular, principalmente em mãos, braços, pés, pernas e olhos e pode gerar incapacidades permanentes, as manchas podem ser brancas, vermelhas ou marrom.

 

“Manchas que aparecem, duram bastante tempo e possuem sensibilidade podem ser hanseníase. Se você tiver alguma dessas manchas é necessário procurar um serviço de atendimento, como uma UBS ou uma consulta com um clínico geral para identificar a doença”, afirmou a dermatologista.

 

ENDEREÇO

 

A Clínica Médica Especializada Coronel Mota está localizada na Rua Coronel Pinto, nº 636, Centro. Os atendimentos ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) realiza nesta quarta-feira, 11, uma ação alusiva ao Janeiro Branco, a partir das 8h30, no auditório da companhia.

 

Este ano, a campanha do Ministério da Saúde tem como tema “A Vida Pede Equilíbrio” e, dentro dessa narrativa, a Caer visa sensibilizar os colaboradores para os cuidados com a saúde mental, fazendo uma reflexão sobre suas vidas, suas relações e seus sentimentos.

 

Promovida pelo Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) da Caer, a programação contará com uma palestra sobre saúde mental e bem-estar, que será ministrada pela psicológa Thamirys Soares, especialista em terapia cognitivo-comportamental, além de um momento de vivência do método “Caminho Direto de Meditação”, com Rubianna Zeidler (Bhuti), praticante de meditação há 10 anos.

 

“O objetivo é chamar a atenção dos colaboradores para cuidados com sua saúde mental, com reflexão a respeito de suas vidas e mudanças de hábitos que gerem mais bem-estar e produtividade, aumentando a qualidade de vida, dentro e fora do trabalho” explicou Rayane Vieira, psicóloga do Sesmt.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Sefaz (Secretaria da Fazenda) e do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) publicou no DOE (Diário Oficial do Estado), em dezembro de 2022, portaria conjunta com o calendário de vencimento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) e do licenciamento de veículos para o exercício de 2023.

 

De acordo com o calendário, o vencimento da primeira parcela do imposto para veículos com placa final 1 é dia 31 de janeiro. Já o Licenciamento pode ser pago até 28 de fevereiro.

 

Para o secretário da Fazenda, Manuel Sueide Freitas, o lançamento antecipado do calendário facilita a vida do contribuinte, que pode se planejar previamente para o pagamento das taxas.

 

“A gestão do governador Antonio Denarium prima por facilitar a vida do contribuinte, tanto com o lançamento prévio dos calendários de pagamento, como no acesso aos Dares [Documentos de Arrecadação de Receitas Estaduais] pela internet, diminuindo a burocracia e, consequentemente, melhorando o atendimento a todos”, pontuou.

 

Segundo o diretor em exercício do Departamento da Receita, Cosmo Chaves dos Santos, a legislação estadual estabelece que o valor venal do veículo é que será usado como base de cálculo para estabelecer a taxa que cada proprietário pagará.

 

“Esse valor venal em 2023 utilizado pela Sefaz foi seguido pelos cálculos da Fipe [Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas], que apontou que nos últimos três anos os veículos usados, embora sofrendo uma depreciação natural, têm ganho sobrepreço com relação aos anos anteriores, o que fez com que o valor do IPVA aumentasse”, explicou.

 

COMO PAGAR O IPVA 2023

 

Para fins de recolhimento do IPVA, o borderô correspondente está disponível nos endereços eletrônicos da Sefaz e do Detran-RR e pode ser acessado a partir da aposição da placa e Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) correlatos do veículo.

 

O IPVA pode ser recolhido em cota única ou em três cotas desmembradas em valores iguais, nas instituições financeiras credenciadas pela Sefaz ou correspondentes bancários devidamente autorizados, sob observância ao calendário de vencimento do imposto disposto na Portaria.

 

Para veículos isentos de IPVA, a data de vencimento para o Licenciamento, será a mesma data de vencimento da 2ª Cota do IPVA.

 

O Estado de Roraima tributa com o IPVA veículos fabricados de 2013 em diante. De acordo com a Sefaz, até setembro de 2022 a frota tributável de Roraima era constituída de 88.797 veículos, dos quais 83.486 foram tributados pelo IPVA em 2022.

 

Freitas esclarece que do total do IPVA arrecadado pelo Estado, 50% (cinquenta por cento) é destinado ao Município no qual está aquele veículo registrado, conforme reza o art. 158, III da Constituição Federal.

 

“Por isso é muito importante que os veículos dos residentes e domiciliados em cidades interioranas tenham seus veículos registrados naqueles municípios, pois quanto mais veículos cadastrados na cidade, mais arrecadação haverá para investimentos pelas prefeituras”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Entre os dias 10 e 11 de janeiro, cerca de 593 reeducandos do sistema prisional de Roraima devem realizar a prova do Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoa Privada de Liberdade) no horário das 11h30 às 18h.

 

O exame é aplicado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) com parceria entre a Seed (Secretaria de Educação e Desporto e a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), que possibilita a autoavaliação dos participantes, tendo em vista a continuidade da vida acadêmica e inserção no mercado de trabalho.

 

As inscrições ocorreram em outubro de 2022. Concorrem reeducandos da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), da CPMBV (Cadeia Pública Masculina de Boa Vista), da Casa do Albergado, do CPC (Comando de Policiamento da Capital), do CPP (Centro de Progressão Penitenciária e da CPFBV (Cadeia Pública Feminina de Boa Vista)

 

De acordo com a coordenadora pedagógica da Cespe (Coordenação de Educação no Sistema Prisional) da Seed, Nilcinéia Reis, graças à parceria entre as duas secretarias proporcionado uma política de acessibilidade e inclusão para os reeducandos com base na educação como elemento de transformação, as mudanças ocorrem positivamente.

 

“Dentro da educação superior, o reeducando tem duas possibilidades. Os que estão no regime semiaberto podem fazer uma faculdade durante o dia, seja ela pública ou privada, ou EAD (Educação a Distância). Estas pessoas estão pagando por seus erros, mas nós estamos garantindo o direito deles como cidadãos e acima de tudo entendemos que a educação é a única que pode modificar a vida deles”, disse a coordenadora.

 

O Enem PPL é aplicado desde 2010 em todo o país para elevar o nível escolar da população prisional do país permitindo assim o acesso ao ensino superior.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta segunda-feira, 9, a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) iniciou o atendimento dos 102 candidatos aprovados no concurso público para policiais penais do órgão para entrega de documentos, conforme o edital de homologação do resultado final do certame.

 

Os candidatos, que passaram pelo curso de formação, fazem parte da segunda turma do de reserva do concurso da Polícia Penal, realizado em 2020, e agora dão prosseguimento às etapas eliminatórias para a posse, que ocorre no próximo dia 20 de janeiro.

 

Até quarta-feira, 11, a Sejuc está recebendo e realizando a conferência dos documentos entregues e, para evitar tumultos, a comissão resolveu atender cerca de 34 candidatos em cada um dos dias reservados. A documentação pessoal é necessária para investidura nos cargos. A secretaria está na avenida Getúlio Vargas, 8120, bairro São Vicente.

 

O titular da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), Anselmo Gonçalves, ressaltou a importância da organização do atendimento realizado pelas comissões formadas em conjunto com a Sejuc.

 

“Nossa intenção é promover um atendimento humanizado e ágil aos candidatos. Para isso, a comissão organizadora das etapas determinou o pré-agendamento aos candidatos do concurso”, esclareceu.

 

Os exames médico-periciais vão ser realizados na quinta, 12, e sexta-feira, 13, das 8h às 12h, no prédio da Segad, localizada na rua Francisco Paulino da Silva, 215, bairro 5 de Outubro.

 

Para o candidato Josuel Viana, essa nomeação é uma grande conquista. “Estou alcançando uma vitória em minha vida que será de grande valia pra mim, pois pretendo contribuir para o sistema prisional do Estado”, salientou.

 

CERTAME

 

O concurso da Polícia Penal do Estado de Roraima foi realizado em 2020, e após ampliação do efetivo, o Governo nomeou mais 102 candidatos aptos no curso de formação para prosseguir com as demais etapas do certame, que são compostas pela entrega de documentação e perícia médica. Após estas etapas os candidatos julgados aptos tomarão posse no dia 20 do corrente mês.

Avalie este item
(0 votos)

Executado pela primeira vez no Estado e sob responsabilidade do Governo de Roraima por meio da Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima), o Programa Centelha, do Governo Federal, teve as inscrições prorrogadas até o dia 1º de março de 2023.

 

As regras para participação e as inscrições podem ser conferidas no site oficial do Programa Centelha em Roraima.

 

O programa, criado pelo Governo Federal, pretende receber mais de 200 ideias inovadoras, sendo ao menos 15 startups beneficiadas com recursos financeiros. Até 15 projetos serão contemplados por meio do programa, com até aproximadamente R$ 53 mil em subvenção econômica, além de outros benefícios.

 

Por meio de benefícios como subvenção econômica, bolsas de apoio, capacitações e networking com parceiros, o programa busca incentivar a geração de ideias inovadoras em estágios iniciais, de ideação e prototipação. Nesta edição, todos os projetos contemplados receberão bolsas de apoio técnico financiadas pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

 

De acordo com o assessor técnico da Faperr, Gabriel Carvalho, a iniciativa é uma ótima oportunidade para quem quer começar ou melhorar o próprio negócio.

 

“Prorrogamos as inscrições para mais pessoas poderem participar, justamente por conta do período de férias. É uma oportunidade para pensar em uma ideia inovadora que se encaixe no edital e não ficar de fora”, afirmou Carvalho, que é um dos coordenadores do Programa Centelha Roraima.

 

Durante a etapa de seleção, os empreendedores participantes passarão por três fases. As fases 1, 2 e 3 compreendem, respectivamente, na submissão de Ideias Inovadoras; na construção de um Projeto de Empreendimento; e por último, na elaboração de um Projeto de Fomento.

 

Ao longo dessas etapas, os empreendedores vão receber capacitações para aprimorar os projetos inovadores, além de suporte e feedback dos avaliadores.

 

O PROGRAMA

 

Promovido pelo MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), o Programa Centelha acontece pela primeira vez em Roraima, executado de forma descentralizada por meio da articulação institucional e cooperação com órgãos e entidades do Governo do Estado.

 

O edital visa impulsionar ideias inovadoras e geração de novas empresas de base tecnológica de interesse social e empresarial, além da formação da cultura do empreendimento inovador.

 

Serão financiados 15 projetos com apoio financeiro de até R$ 53,3 mil pelo Governo do Estado em parceria com a Finep, além de R$ 26 mil em bolsa de inovação ofertadas pelo CNPq por projeto, totalizando um valor de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

Avalie este item
(0 votos)

O engenheiro agrônomo roraimense Márcio Grangeiro é o novo secretário estadual de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação (Seadi). A transmissão do cargo ocorreu nesta segunda-feira, 9, durante cerimônia no auditório da própria instituição, com a presença dos servidores e do ex-titular da pasta, Emerson Baú.

 

“O Governo do Estado já realizou muito pelo Estado com a Seadi. Agora com o Márcio faremos ainda mais na secretaria para reforçar projetos importantes que estimulem a renda e o trabalho com autonomia para o povo roraimense”, declarou o governador Antonio Denarium sobre o novo titular.

 

Recém-nomeado, Grangeiro explicou que aceitou com entusiasmo o convite do governador Antonio Denarium.

 

“Também pela vontade de realizar novos projetos e dar continuidade ao excelente trabalho já feito pelo Governo no desenvolvimento de Roraima na agropecuária e no fortalecimento da indústria. Depois de 18 anos retorno a esta casa, onde fiz grandes amizades e trabalhamos construindo oportunidades para as famílias do campo”, destacou.

 

Nos últimos quatro anos, Márcio Grangeiro presidiu o Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), promovendo a regularização fundiária do Estado. Na gestão do governador Antonio Denarium, o órgão estadual entregou mais de 5 mil títulos, valorizando e apoiando a população urbana, rural e do Distrito Industrial.

 

“Durante toda a minha vida como gestor público trabalho com seriedade pelo meu Estado, primando pela organização, transparência, desburocratização, dignidade, respeito e felicidade das pessoas”, concluiu o novo titular da Seadi.

 

PERFIL

 

Márcio Glayton Araújo Grangeiro é servidor público de carreira do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), graduado em Agronomia, mestre em Zootecnia, especialista em Produção Animal e MBA em Gestão de Cooperativas.

 

Ele também foi delegado federal do Desenvolvimento Agrário em 2014 e presidiu a Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) de 2016 a 2017.

 

 

Avalie este item
(0 votos)

Segundo dados do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), houve uma redução de 13.6% no número de infrações de trânsito ao se fazer um comparativo entre os anos de 2022 e 2021.

 

No ano passado, foram registradas 20.182 infrações de trânsito, e em 2021, foram 23.368. Os dados são do setor de Estatística, da Divisão de Engenharia de Trânsito do Detran-RR.

 

Motorista dirigindo sem o cinto de segurança foi a infração que liderou o ranking em 2022, com 8.552 registros e em 2021 foram 10.237. Ou seja, uma redução de 16%.

 

Dirigir sem possuir CNH aparece em segundo lugar, com 1.838 infrações em 2022, enquanto em 2021 foram 2.321 registros. Neste caso, houve uma redução de 21%.

 

A infração que ocupa a terceira posição em 2022 é dirigir veículo sem licenciamento, com 1.589 casos. Já em 2021 o Detran-RR registrou 1.930 infrações, com uma diminuição de 17%.

 

O quarto lugar do ranking é ocupado pela infração de passageiros sem cinto de segurança. Em 2022 foram 1.430 infrações e em 2021 o número foi de 1.624 casos. Uma redução de 11%.

 

Infrações referentes ao uso de celular enquanto o motorista estava dirigindo totalizaram 2.466 no ano passado. Em 2021, o número foi de 1.261. Aqui, a redução foi de 44%.

 

Dirigir sob influência de álcool também houve uma diminuição, ao comparar os dados de 2022 com 2021. No ano passado foram 421 infrações, contra 492 no ano anterior. Um percentual de redução de 14%.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, afirmou que, com base nos dados recentes, serão implementadas mais campanhas educativas de conscientização. “Vamos continuar trabalhando para reduzir esses números, mas para isso precisamos do apoio de motoristas, motociclistas e pedestres mais conscientes no trânsito”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Ao todo, 26 jovens do Programa Jovem Aprendiz de 2022 concluíram nesta segunda-feira, 9, uma importante etapa da jornada profissional dentro da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima).

 

A turma ingressou em janeiro de 2022 e teve a oportunidade de vivenciar a rotina da empresa durante um ano. O encerramento desta etapa do Programa, contou com a presença da Diretoria da Empresa e foi realizada no auditório Dagmar Ramalho, na sede da Companhia.

 

O diretor administrativo e financeiro da Caer, Rodrigo Mesquita, destacou a importância de a empresa poder contribuir com a formação profissional dos jovens. Para ele, o programa de aprendizagem muitas vezes marca o início da atuação profissional de uma pessoa e contribui para conhecimento técnico e na formação de convivência em ambiente de trabalho.

 

“É um momento de experimentar e engrandecer esses jovens como profissionais. É uma honra poder contribuir e colocar o nome de uma empresa com mais de meio século como a Caer no currículo desses jovens, a maior indústria de Roraima, destacou Rodrigo.

 

Na primeira etapa do programa, os jovens passaram seis meses em curso de capacitação na área administrativa, que proporcionou formação em conceitos de aprendizagem profissional com conteúdos teóricos e práticos e puderam se desenvolver a nível pessoal e profissional.

 

Na segunda etapa, trabalharam por mais seis meses na Caer na condição de aprendizes, favorecendo a promoção e integrações social e profissional.

 

“Trabalhar na Caer foi uma experiência nova, que despertou mais interesse pelos estudos e por buscas de novos conhecimentos. Trabalhar na auditoria da Empresa, desenvolveu em mim mais curiosidade por buscar um curso superior, na área de contabilidade ou até direito, disse Mateus Sales, Jovem Aprendiz.

Avalie este item
(0 votos)

Em 2022, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) realizou 8.880 negociações de débitos em todo o Estado referentes a serviços de consumo de água e coleta de esgotos.

 

No final de 2022, os números de negociações duplicaram, passando de uma média de 740 negociações por mês para 1423 contratos fechados apenas em dezembro. As mais de 8 mil negociações, representam um total de R$ 20.123.071,45 que estavam parados e deixando de serem investidos em saneamento básico, que proporciona qualidade de vida e bem-estar à população de Roraima.

 

“Devido ao alto índice de endividamento dos clientes com a empresa, a campanha de negociação foi estendida por seis meses desde o mês de junho. Essa foi a melhor forma que a gestão encontrou para facilitar a vida dos clientes que queriam colocar suas contas em dia”, explicou o diretor comercial e do interior da Caer, Cícero Batista.

 

Para a companhia garantir melhores resultados com as negociações, várias medidas foram implantadas, como o envio de comunicados aos inadimplentes, parcelamento virtual através do site da Caer, facilidades de pagamento por meio de máquinas de cartão de crédito em todas as unidades da capital e interior e junto às equipes de cortes e religação da empresa.

 

O setor de atendimento da Caer continua realizando as negociações, com outras condições. Os interessados podem procurar as unidades de atendimento para verificar a situação e fazer a negociação junto à companhia.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima iniciou, nesta segunda-feira, 9, o período de matrículas para o ano letivo de 2023 da rede estadual de ensino. São 22.697 novas vagas para escolas da capital, interior e indígenas.

 

Na manhã desta segunda, o atendimento foi dinâmico na Escola Raimunda Nonato Freitas da Silva, apesar do grande fluxo de pessoas. A unidade, no bairro Santa Tereza, em Boa Vista, oferta mais de 200 vagas para o 6º ano do Ensino Fundamental.

 

“Temos um diálogo aberto com os pais e há vagas na escola, então em relação às demandas, está tranquilo. Toda a equipe está empenhada, principalmente neste primeiro dia até o final da tarde, e por isso não há necessidade de aglomeração”, afirmou a gestora da escola, Elineuda Clara de Souza.

 

Com procura mais intensa, a Escola Maria Raimunda Mota de Andrade, no bairro Pintolândia, acolheu os pais ainda no domingo, 8. Nesta segunda-feira, minutos antes das 8h da manhã, as senhas foram entregues e os pais foram direcionados para o atendimento e entrega da documentação.

 

“Organizamos uma mesa de café para os pais, deu tudo certo, os pais estavam satisfeitos”, salientou a gestora da escola, a professora Márcia Rocha.

 

No interior do Estado, a movimentação também é tranquila nesta segunda-feira de matrículas.

 

Para as escolas localizadas nas zonas urbana e rural dos municípios estão sendo ofertadas 8.981 vagas, sendo 2.913 para o ingresso no 6° ano do Ensino Fundamental, 2.638 para a 1ª série do Ensino Médio e 3.430 para a EJA.

 

Para a educação escolar indígena foram disponibilizadas mais 6 mil novas vagas.

 

O secretário-adjunto da Educação Básica da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Semaias Alexandre, destacou que as instituições de ensino estão preparadas para atender a comunidade escolar.

 

“Todas as escolas estão orientadas a receber os pais da melhor forma possível para que todos tenham a tranquilidade de matricular seus filhos em uma escola pública. As escolas militarizadas também passam pelo processo, porém organizados por um cronograma. Caso não façam a matrícula no dia agendado, a vaga é disponibilizada para um novo aluno da fila de espera”, explicou.

 

Os 4.217 estudantes sorteados publicamente para os 20 colégios militarizados e para as escolas Euclides da Cunha e Lobo D’Almada também formalizam as matrículas durante esta semana conforme cronograma abaixo.

 

Cronograma de matrículas Colégios Estaduais Militarizados escolas Euclides da Cunha e Lobo D’Almada

DATA

LETRAS (Inicial do primeiro nome)

09/01/2022

Manhã – A. B. C

Tarde – D, E, F

10/01/2022

Manhã – G, H, I

Tarde – J, K, L

11/01/2022

Manhã – M, N, O

Tarde – P, Q, R

12/01/2022

Manhã –  S, T, U, V

Tarde – W, X, Y, Z

13/01/2022

Chamamento da Lista de Espera

Horário

Manhã: 8h às 11h30

Tarde: 14h às 17h30

 

 

 

CARTÃO DE VACINA

 

Para efetivar a matrícula, os pais ou responsáveis devem dirigir-se às escolas pretendidas e efetuar a matrícula diretamente na secretaria da escola. É necessário apresentar cópia e original do histórico escolar ou guia/declaração de transferência; CPF do aluno (se tiver) ou RG, ou certidão de nascimento do aluno.

 

E ainda RG e CPF do pai, mãe ou responsável legal do aluno; comprovante de residência com CEP; cartão de vacina atualizado (não obrigatório); cartão do Bolsa Família (se beneficiário) e duas fotos 3x4 recentes.

 

Devido à pandemia de covid-19, a Seed orienta que os cartões de vacina sejam apresentados no instante da matrícula para posterior levantamento de dados sobre a vacinação dos alunos.

 

CENTRAL DE MATRÍCULAS

 

Se, no período de 9 a 13 de janeiro algum pai ou responsável não encontrar a vaga próxima de sua casa poderá contar com a Central de Matrículas que funcionará no antigo prédio da Escola Princesa Isabel, na Av. Silvio Botelho, n° 249 (antiga Escola Princesa Isabel, próximo ao terminal de ônibus), no Centro da capital.

 

Na Central, será identificada a escola mais próxima da residência do aluno e de lá o pai já sairá com o encaminhamento necessário para fazer a matrícula na instituição de ensino.

Avalie este item
(0 votos)

Como forma de reforçar o quadro de servidores públicos da Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento), o Governo de Roraima realizou neste domingo, 8, o concurso público que contempla 50 vagas para cargos de analista, sendo 35 vagas imediatas e 15 vagas para cadastro de reserva.

 

Ao todo, o certame recebeu 1.953 inscrições. Deste total, cerca de 40% dos inscritos não compareceram aos dois locais de prova para concorrer às vagas disponíveis. A prova iniciou às 14h15, com duração de quatro horas e 30 minutos.

 

Uma das inscritas que realizou a prova neste domingo é a dona de casa Elciane Barros, 33, que, coincidentemente, também faz aniversário na mesma data da aplicação do certame. Ela relatou que ficou sabendo do concurso por meio das redes sociais e familiares.

 

“Quis tentar pois faz tempo que não fazia uma prova desse tipo e eu queria saber como estava meu grau de conhecimento e dificuldade da prova. Ela estava complexa, mas foi tranquilo. Também teve um bom tempo de duração”, avaliou a concorrente.

 

TRABALHO DE GESTÃO

 

O governador Antonio Denarium ressaltou que a atual gestão vem trabalhando para garantir a realização de concursos públicos e aperfeiçoar a rotina de trabalho dentro da estrutura governamental.

 

“Estamos criando vagas necessárias para setores importantes para a rotina de trabalho do governo, como esse concurso público com vagas para analistas. A gente entende  que criar oportunidades de trabalho é essencial para que o fluxo de trabalho seja aperfeiçoado para que a economia do Estado gire”, disse Denarium.

 

O secretário de Planejamento e Orçamento, Diego Prandino, pontua que as carreiras relacionadas às vagas ofertadas no certame foram criadas recentemente e que irão suprir as necessidades da pasta.

 

“Pretendemos suprir não só uma deficiência de servidores na secretaria, mas também colocar a atividade de planejamento do Estado em outro patamar, com outros Estados que já possuem carreira semelhante para desempenhar uma atividade tão importante para administração pública como a desses cargos ofertados”, ressaltou.

 

ANÚNCIO

 

Os trabalhos para a realização do concurso público começaram em abril, quando houve a escolha da banca organizadora. Em maio, o governador Antonio Denarium anunciou o edital do concurso, que seria lançado em setembro.

 

As vagas lançadas contemplam os cargos de atuação na área de Planejamento de Orçamento, bem como para atuação na área de Tecnologia da Informação. A remuneração é de R$ 5.853,30 com jornada de trabalho de 30h semanais.

Avalie este item
(0 votos)

A noite de sexta-feira, 6, foi muito especial para policiais militares e representantes de instituições civis. O Governo de Roraima, por meio da PMRR (Polícia Militar de Roraima), realizou a entrega de 275 medalhas e títulos honoríficos a policiais, instituições militares e civis em diversas áreas de atuação.

 

O ato foi uma homenagem coletiva pelos relevantes serviços prestados pelos recém-condecorados à corporação militar em 2022. A cerimônia foi realizada no CAF (Centro Amazônico de Fronteiras) da UFRR (Universidade Federal de Roraima).

 

A outorga é feita anualmente como forma de reconhecimento público e premia as pessoas que tenham feitos relativos à corporação em qualquer tempo e mereçam o destaque.

 

“É com muita satisfação que fazemos essa homenagem aos nossos policiais militares que se dedicam ao trabalho prestado a nossa sociedade com amor e compromisso. É uma alegria homenagear também pessoas da nossa sociedade que contribuem direta ou indiretamente com a PM”, declarou o governador Antonio Denarium sobre o evento. 

 

Foram homenageados 21 militares com a Medalha Mérito Operacional, 20 com a Medalha Dedicação Policial 20 anos, cinco pessoas receberam a medalha Mérito Comunitário, a homenagem por Mérito Intelectual foi para 17 pessoas.

 

Também foram concedidas Medalhas Forte São Joaquim a 91 militares e 24 representantes civis e outras 97 pessoas receberam o Título Honorífico Amigo da Polícia Militar.

 

“A PM prepara esse momento anualmente. Ele representa uma demonstração de reverência e reconhecimento ao trabalho dos policiais e das pessoas e instituições que colaboraram com a corporação e, consequentemente, com a segurança pública de Roraima”, acrescentou o comandante-geral da Polícia Militar de Roraima, coronel Francisco Xavier.

 

Agraciados relatam sentimento de gratidão por condecoração

 

Para o sargento Henrique Severo Carvalho, que atua na Polícia Militar há oito anos, receber a medalha por Mérito Operacional Cruzeiro do Sul é um momento ímpar.

 

“É uma honra ser reconhecido e receber essa primeira medalha.  É de grande valia pra gente na nossa carreira profissional receber esse reconhecimento”, agradeceu.

 

Para a sargento Liliane Costa, receber a Medalha Forte São Joaquim é uma honra.

 

“Receber a primeira homenagem é um momento maravilhoso. Agradeço ao governador pelo trabalho na área de segurança pública e ao comandante-geral e hoje estou muito feliz e ser agraciada pelo nosso trabalho servindo a nossa sociedade e é um dia muito especial e importante para ser comemorado”, disse.

 

Para o patrono do CTG (Centro de Tradições Gaúchas) Nova Querência, Jayme Roque Huppes, que chegou em Roraima há mais de quatro décadas, receber a medalha Amigo da PM é uma alegria imensa.

 

"É uma satisfação muito grande receber esse reconhecimento da PM pela parceria que o CTG tem desempenhado. Desde que cheguei em Roraima acompanho o trabalho fantástico da PM e é um orgulho fazer parte desse momento", agradeceu.

 

Para o sargento Allison Tomazelli Barbosa, que atua na PM há quase 10 anos, receber o Mérito Intelectual é um reconhecimento pelo trabalho.

 

“Para mim é um orgulho de ver o reconhecimento da instituição e de receber essa honraria da Polícia Militar. Tentamos fazer o melhor no curso de formação e hoje estamos realizando o sonho de conquistar essa tão sonhada medalha", agradeceu.

 

Para o tenente Fagner Pereira Vieira que atua na corporação há mais de duas décadas receber a medalha 20 anos de PM é um momento que vai ficar na lembrança.

 

"É de uma importância ímpar não só pra mim mas para os demais colegas. Hoje ser agraciados com a medalha jos deixa muito feliz pois é algo que reforça o orgulho de ser policial militar de Roraima", salientou.

 

Para o sargento Reginaldo Barbosa Ramos, que atua na PM há 20 anos receber a medalha Mérito Comunitário é motivo de muito orgulho.

 

"O sentimento é de muita felicidade graças a Deus, pois quando entramos na Polícia temos a missão de servir e proteger e ajudar as pessoas, e hoje com essa medalha temos a sensação de que conseguimos fazer com que isso aconteça. Essa medalha dá uma energia e um Plus a mais para que possamos continuar fazendo o nosso trabalho", agradeceu.

 

SOBRE AS MEDALHAS

 

A Medalha Mérito Operacional Cruzeiro do Sul é destinada ao policial militar da ativa que, de maneira isolada ou coletiva, tenha se destacado em ação ou operação policial por ato de coragem, abnegação ou risco pessoal, alcançando rendimento que tenha elevado o conceito e a qualidade do serviço operacional da corporação na sociedade.

 

A Medalha Mérito Dedicação Policial 20 anos é concedida ao policial por haver completado o 2º decênio e como prova do reconhecimento aos bons serviços policiais militares prestados durante duas décadas.

 

A Medalha Mérito Comunitário é entregue a personalidades civis e militares que, por atuação excepcional, tenham se destacado em ações comunitárias apoiando e valorizando as atividades da polícia militar, e que por essa razão é merecedora da outorga.

 

A Medalha Mérito Intelectual Barão do rio Branco é conferida ao policial militar que se destacar ou tenha se destacado em qualquer tempo nos cursos profissionais da Polícia Militar de Roraima ou de outras corporações policiais‑militares, militares e instituições civis, nacionais ou estrangeiras, classificando‑se em primeiro lugar entre todos os participantes.

 

A Medalha Mérito Forte São Joaquim é outorgada, anualmente, a militares, personalidades civis e instituições que tenham prestado relevantes serviços à corporação.

 

O Título Honorífico Amigo da Polícia Militar do Estado de Roraima distingue tanto militares, policiais militares de outras unidades da federação, personalidades civis e instituições, nacionais e estrangeiras, por serviços prestados para o engrandecimento ético, cultural e material da Polícia Militar de Roraima, em qualquer tempo.

Avalie este item
(1 Votar)

Por meio da Saúde Itinerante, iniciativa do Governo de Roraima, a Sesau (Secretaria de Saúde) tem levado serviços de saúde para todos os municípios do Estado, não importando a distância ou dificuldades de acesso.

 

Ao longo de 172 ações realizadas em 2022, o Governo conseguiu realizar um total de 33.718 atendimentos. Só na capital do Estado, foram 15.888 pessoas atendidas.

 

“O Governo fez um planejamento minucioso para atender às demandas da população de forma que a saúde chegue ao público do interior com qualidade e os pacientes não precisem se deslocar para a capital em casos mais simples”, declarou o governador Antonio Denarium sobre o projeto executado pela Sesau.

 

“O ano de 2022 foi ótimo para a Saúde Itinerante. Atendemos de forma contínua, dinâmica e com qualidade mais de 30 mil pessoas, levando atendimentos cardiologista, oftalmologista, dermatologista, urologista, ortopedista, clínico pediatra e otorrino”, destacou a secretária Cecília Lorenzon.

 

Dentre as pessoas beneficiadas, está a aposentada Doracélia da Silva Madeira, de 58 anos. Ela aproveitou uma das ações realizadas em Boa Vista para se consultar com o oftalmologista e saiu satisfeita com o atendimento que recebeu.

 

“Procurei a Saúde Itinerante em uma das ações do Governo Sem Parar, que aconteceu próximo do meu bairro, o Alvorada. Fui atendida pelo oftalmologista e por um ginecologista, o atendimento foi ótimo e até hoje eu continuo com o tratamento que o gineco me passou”, disse.

 

Além da capital, os municípios do interior também foram assistidos em diversas ações realizadas pela Saúde Itinerante ao longo de 2022.

 

Caracaraí recebe atendimento de otorrino após 14 anos

 

Em novembro, por exemplo, Caracaraí recebeu pela primeira vez uma caravana de especialistas da área de otorrino, uma especialidade que não era ofertada aos moradores há 14 anos. A ação aconteceu no Hospital Irmã Aquilina, atendendo cerca de 50 pessoas.

 

A diretora da unidade, Antônia Melo, ressalta a importância da ação para o município. “O Dr. Luiz Serrano [otorrino] fez o atendimento de pacientes aqui na unidade e realizou também alguns procedimentos. E a população tem ficado cada dia mais satisfeita com isso”, frisou.

 

Outros 905 atendimentos médicos foram contabilizados durante uma das edições do Governo Sem Parar que foi realizada em Caracaraí. Dentre as várias pessoas beneficiadas está a moradora do município, Eliane Costa, de 40 anos.

 

Ela contou que na ocasião levou suas filhas para serem consultadas e que todas foram bem atendidas pelos profissionais que atuaram na ação.

 

“Eu nunca tinha visto atendimentos com essas especialidades para a população no município. Eu como agente comunitária de saúde, vejo de perto a situação das pessoas que não tem a condição de ficar indo para Boa Vista [se consultar com um especialista]”, salientou.

Avalie este item
(1 Votar)

A Escola Estadual Ana Libória, localizada no bairro Mecejana em Boa Vista, desenvolve, há 12 anos, o Projeto THS (Trabalhando Habilidades Socioemocionais). A ação, que leva atendimento psicológico aos estudantes brasileiros e venezuelanos, é realizada mediante trabalho voluntário do psicólogo Marcos Antunes de Souza, que também é pai de um ex-aluno da escola.

 

Todas as sextas-feiras os alunos são atendidos na sala da administração da escola pelo psicólogo. O atendimento é por hora marcada. O projeto THS foi oficializado como projeto efetivo do calendário da escola em 2021, no retorno das aulas presenciais, após o período crítico da pandemia de covid-19.

 

Para otimizar e fortalecer as atividades, Souza convidou a PADF (Fundação Panamericana de Desenvolvimento) para participar da ação, inserindo atividades de integração social, atividades terapêuticas, teatrais e práticas esportivas.

 

Com o sucesso da parceria entre a gestão da escola, o voluntário e a fundação, o THS beneficia a comunidade escolar. A gestão da unidade estima que aproximadamente 700 famílias já foram beneficiadas pelo projeto desde o início dos atendimentos.

 

“Nós estamos no Janeiro Branco em alusão a saúde mental. Acredito que lutamos diariamente buscando esse equilíbrio. Receber o apoio da PADF para um projeto desta grandeza traz para a comunidade escolar conforto, acolhimento e o sentido de que o nosso trabalho não é em vão”, disse emocionada a gestora da Ana Libória, Adriana do Vale.

 

Projeto recebeu equipamentos e material esportivo

 

Na manhã desta sexta-feira, 6, a escola Ana Libória recebeu mais um incentivo para o projeto. A PADF entregou para a unidade de ensino, sofás, microfones, um equipamento de datashow e um computador, além de materiais esportivos que ajudarão no convívio social dos alunos.

 

“Os insumos servirão para apoiar o projeto. A PADF sistematizou as atividades e fortaleceu as capacidades de organização dentro do ambiente escolar. Além de promover oficinas sobre ansiedade em adolescentes trazendo as famílias para dentro da escola, fazemos outras atividades que movimentam toda a comunidade do bairro”, disse a coordenadora regional da Fundação, Mirian Esquierda. O valor do investimento é de R$ 10 mil.

 

A PADF

 

A Fundação Panamericana de Desenvolvimento atua em Boa Vista, Pacaraima e Manaus (AM), desenvolvendo o Programa Integrando Horizontes, que possui diferentes linhas de trabalho, entre as quais se destaca a integração de imigrantes no Brasil, desenvolvida nas escolas.

 

A ação nas escolas consiste em trabalhar a empatia dos brasileiros quanto à situação em que vivem os venezuelanos no País e ajudá-los a se desenvolverem socialmente. Em Boa Vista, a PADF também realiza atividades na EMTI (Escola de Ensino Médio em Tempo Integral) Maria das Dores Brasil e na Escola 13 de Setembro.

Avalie este item
(1 Votar)

Na manhã desta sexta-feira, 6, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) e a SMST (Secretaria Municipal de Segurança no Trânsito) firmaram um termo de cooperação técnica durante reunião que ocorreu na sede do órgão estadual.

 

O acordo visa integrar as duas instituições, delegar competências recíprocas para a melhoria do trânsito, desenvolver ações de educação para combater acidentes viários e conscientizar a população sobre o trânsito.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, disse que, como são dois órgãos de trânsito participantes do Sistema Nacional de Trânsito, será realizado um trabalho voltado para a população de Boa Vista.

 

“Já realizamos ações de educação de trânsito nas escolas estaduais, e agora, com esse acordo, iremos levar esse trabalho para as unidades do município. Então essa reciprocidade é realmente necessária”, afirmou Duarte.

 

O presidente disse ainda que a ideia é que os órgãos trabalhem juntos para um trânsito melhor e mais seguro, alcançando as metas do Pnatrans (Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito).

 

“As iniciativas para salvar vidas no trânsito são realizadas o ano inteiro. Mas quando tratamos de parcerias como essa, reforçamos o compromisso de formarmos um cidadão melhor, para que a cidadania e o respeito façam parte da vida da sociedade como um todo”, destacou.

 

O secretário municipal de Segurança no Trânsito, Pablo Jullyerre, ressaltou que a parceria com o Detran-RR é fundamental para que se alcance o objetivo de uma cidadania mais harmoniosa e um melhor convívio social.

 

“Salvar vidas sempre foi e será a nossa intenção. Então esse acordo vem em um momento importante, porque sabemos que, infelizmente, a insegurança no trânsito está aumentando em nossa cidade. Vamos trab

Avalie este item
(1 Votar)

Durante a manhã desta sexta-feira, 6, uma equipe de policiais civis participou de um treinamento sobre conhecimentos gerais da aviação de asa rotativa e teoria de voo. A capacitação de duas horas ocorreu na sede da Delegacia Geral.

 

A capacitação é uma iniciativa do Governo de Roraima por meio da PCRR (Polícia Civil de Roraima) e foi ministrado pelo comandante de uma empresa privada, Marcel Coelho Carvalho, considerado referência na área.

 

De acordo com a delegada Darlinda de Moura Viana, o órgão, com apoio do Governo do Estado, pretende implantar um grupamento aéreo no âmbito da Polícia Civil. “A capacitação faz parte da política implantada pelo governador Antonio Denarium que fortalece as investigações e dá mais celeridade aos trabalhos da Polícia Civil”, disse.

 

Segundo o delegado Adriano Santos, que participou da capacitação, o treinamento foi específico para delegados e agentes da Polícia Civil que atuam na aviação civil. Além dele também participou o delegado Clayton Ellwanger e os agentes de polícia Elton Castro, Weverton Brito e Gomes Júnior.

 

“O treinamento teve como objetivo melhorar os conhecimentos gerais e expandir o conceito de teoria de voo da equipe técnica responsável pela aeronave de asas rotativas da PCRR”, destacou o delegado.

Avalie este item
(1 Votar)

Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), vinculado ao Ministério do Trabalho, mostram que foram criados mais de 19 mil postos de trabalho, entre janeiro de 2019 e novembro de 2022 em Roraima, o que representa um aumento de 38% nos índices de novos empregos gerados no Estado, o maior de toda a história da Unidade Federativa para esse intervalo de tempo.

 

O aumento recorde de novas vagas de trabalho é percebido de forma contínua nos últimos quatro anos, sendo 2.261 novos empregos em 2019, 3.462 no ano seguinte, 5.232 novos postos de trabalho em 2021 e 8.863 no ano passado.

 

Os dados registrados pelo Caged mostram que Roraima é o Estado que proporcionalmente liderou a criação de novos empregos formais no Brasil com crescimento de 13,91%, mais do que o dobro da média nacional, que foi de 6,06%.

 

O governador Antonio Denarium explicou que o avanço na criação de empregos é alcançado, em grande parte, graças às políticas de desenvolvimento focados no setor produtivo, na geração de renda e na atração de novos investimentos que são executadas pelo Governo de Roraima.

 

“Desde 2019, quando assumimos a gestão, uma das nossas metas foi trabalhar em cima de ações focando o desenvolvimento do Estado. Sabemos que a geração de emprego e renda é fundamental, por isso colocamos em prática várias medidas que contribuíram para esse resultado positivo, alcançando uma nova realidade que coloca Roraima em primeiro lugar no ranking como Estado que mais emprega no País”, declarou Denarium.

 

De acordo com o secretário da Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento), Diego Prandino, os dados mostram o resultado de uma gestão eficiente. “Isso é fruto do comprometimento com o desenvolvimento do Estado, que leva em consideração todas as áreas de atuação”, reforçou.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social), irá realizar a colônia de férias do Projeto Brincar e Sonhar no CAS (Centro de Atendimento Social) Vila Jardim, de 9 a 27 de janeiro.

 

Durante o mês de janeiro, o CAS vai oferecer diversas atividades educativas, oficinas de música, atividades esportivas e jogos para crianças, jovens, adultos, moradores do Vila Jardim e comunidades da região. O evento está sendo organizado pela Cejuved (Coordenação de Políticas Públicas para o Esporte) da Setrabes

 

As inscrições podem ser feitas até sexta-feira, 6, no CAS Vila Jardim, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

 

Segundo a gestora do CAS, Cristiane Cardoso, a colônia de férias tem o objetivo de desenvolver a prática esportiva, recreação e competição com foco na integração social e comunitária através das atividades ofertadas.

 

“É muito importante a realização da ação para que a população possa praticar uma modalidade esportiva ou até outro tipo de atividade durante o período de férias para estimular uma qualidade de vida melhor das pessoas”, disse Cristiane.

 

A secretária Tânia Soares afirmou que a ação contribui para o bem-estar mental, além da diversão, música e atividades esportivas que serão ofertadas para as crianças e jovens atendidos pelo Centro de Atendimento Social.

 

“O projeto estimula o desenvolvimento e integração comunitária, onde as crianças e jovens se divertem e interagem entre si, através das atividades lúdicas, música, esporte e demais atividades que serão realizadas durante a colônia de férias, ” afirmou Tânia

 

PROGRAMAÇÃO DAS ATIVIDADES

 

Os participantes do Brincar e Sonhar vão poder praticar futsal, voleibol, xadrez, capoeira, ginástica rítmica, hitbox, música, oficina de dança (forró, danças urbanas, hip hop e danças livres), dança artística, acrobática, contemporânea, balé e jazz, além de teatro musical e maquiagem artística.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), entregou na última sexta-feira, 30 de dezembro, a nova sala do necrotério do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). A estrutura não passava por reformas há quase 30 anos.

 

“O necrotério do HGR foi revitalizado para dar um conforto maior para as famílias que passam por um momento difícil e de tristeza, de forma que sejam atendidas de maneira acolhedora e com qualidade”, afirmou a diretora geral da unidade, Patrícia Renovato.

 

O coordenador de Recepção e Monitoramento do HGR, Reilã Rodrigues, informou que a obra foi iniciada em julho de 2022, sendo dividida em três partes. Além da ampliação, todo o local recebeu tratamento de revitalização.

 

“A parte elétrica foi trocada, além do forro, telhado e piso, que agora é de porcelanato para facilitar a limpeza do lugar”, ressaltou.

 

Ainda segundo Rodrigues, com a diminuição dos casos de morte por covid-19, a parte de isolamento foi fechada, permitindo assim a ampliação da sala de acesso e melhorando o fluxo de despacho de corpos para as funerárias.

 

“[A mudança] vai melhorar o fluxo, porque antes tínhamos uma rotina muito apertada para liberação dos corpos, justamente pela estrutura ser muito pequena”, completou.

 

O acesso ao necrotério é permitido somente aos servidores do HGR e agentes das funerárias contratadas pelos familiares, não sendo permitida a visitação por terceiros.

Avalie este item
(1 Votar)

Com a maior apreensão de skunk já registrada em 18 anos, a PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DRE (Delegacia de Repressão ao Entorpecente) e do Denarc (Departamento de Narcóticos), fechou o ano de 2022 com 356,925 kg de drogas apreendidas, um aumento de 378,2% em relação ao ano de 2021, que finalizou com 73,969 kg.

 

A maconha foi a droga com maior número de apreensão, o equivalente a 509% em relação ao ano anterior.

 

No ano de 2021, a equipe da DRE lavrou 50 APFs (auto de prisão em flagrante) que resultaram na prisão de 83 pessoas, e, ainda, no cumprimento do mandado de prisão de cinco pessoas.

 

As ações de 2021 resultaram nas apreensões de 19,084 kg de Cocaína e 55,554 kg de Maconha, totalizando 74,638 kg de drogas, além de 67 comprimidos de ecstasy tirados de circulação. Aprendeu ainda oito armas de fogo, 110 munições, 32 veículos (sendo 11 motocicletas e 21 carros), 30 balanças digitais, 95 aparelhos de telefones celulares e a importância de R$ 85.234.

 

Em 2022 foram lavrados 66 APFs (aumento de 32% em comparação a 2021), resultando na prisão de 128 pessoas, um aumento de 54,2% a mais de pessoas presas que em todo o ano de 2021.

 

Os dados, segundo a delegada titular da DRE, Francilene Lima Hoffmann de Vargas, apontam que os resultados dos trabalhos desenvolvidos em 2022 na DRE e Denarc, superaram as expectativas.

 

Ela detalhou que ao todo foram apreendidos 356,925 kg de drogas, sendo 18,392 kg de Cocaína e 338,533 kg de Maconha, um aumento de 378,2% de apreensão de drogas pela equipe da DRE. Sendo que a maconha foi o entorpecente mais apreendido, com um aumento de 509% em relação ao ano anterior.

 

“Um aumento de 378,2% de drogas apreendidas em comparação com o ano de 2021 reflete numa quebra no núcleo financeiro dos traficantes”, destacou a delegada.

 

Ainda em 2022, as equipes policiais apreenderam também 12 armas de fogo, 570 munições, 44 veículos (sendo 20 motocicletas e 24 carros), 148 telefones celulares, 48 balanças e a importância de R$ 111.792,00.

 

De acordo com a delegada-geral adjunta e diretora do Denarc, Darlinda de Moura Viana, em comparação ao ano de 2021, os dados apontam que em 2022 houve um crescimento 54,2% no número de pessoas presas por tráfico de drogas.

 

“As equipes das duas unidades aumentaram ainda em 50% a apreensão de armas, 418% de munições, 37,5% de veículos, 55,7% de celulares e 31,15% de dinheiro. Ou seja, tivemos um foco muito forte no combate à logística utilizada pelos traficantes que envolvem o uso de veículos, armas, munições, telefones, etc. Então temos números muito positivos, que revelam o comprometimento dos policiais nas ações desencadeadas de combate ao crime organizado, especificamente do tráfico e drogas”, disse.

 

O delegado-geral da Polícia Civil, Eduardo Wayner, avaliou os trabalhos como uma “resposta do Governo de Roraima para um Estado mais seguro”.

 

Segundo Wayner, os dados positivos evidenciam que aumentaram as estratégias de combate ao crime organizado, utilizando a inteligência policial e a integração entre as equipes da Polícia Civil, aliadas ao apoio da população, que tem denunciado mais a atuação de traficantes nos bairros.

 

“O tráfico de drogas tem como consequência a prática de outros crimes como furtos, roubos, homicídios, estupros e a lavagem de dinheiro. Então, como estratégia para um combate mais eficaz, reforçamos não somente o efetivo da DRE e Denarc, como também a estrutura de trabalho, para que nossos policiais tenham mais condições de atuar no combate a esse tipo de crime”, destacou Wayner.

 

Ainda segundo o Delegado Geral da Polícia Civil, para combater o crime organizado, foram implementadas várias estratégias ao longo de 2022, “seguindo as diretrizes do governador Antonio Denarium de fortalecer ainda mais as investigações”.

Avalie este item
(2 votos)

Implantada com intenção de melhorar o atendimento à população indígena que recorre aos serviços de saúde do PACS (Pronto Atendimento Cosme e Silva) e HC (Hospital das Clínicas Dr. Wilson Franco Rodrigues), a Coordenação Indígena Integrada já começa a colher os seus frutos.

 

De 1º de junho de 2022 até esta quinta-feira, 5 de janeiro de 2023, foram contabilizados mais de 3 mil atendimentos a pacientes indígenas, tanto brasileiros quanto oriundos da Venezuela.

 

“Do mês de junho até a presente data, nós atendemos 3.678 pacientes, entre eles os brasileiros aldeados [que vivem em comunidades indígenas] e não aldeados, e os indígenas venezuelanos também entram nessa estatística”, afirmou o responsável pela Coordenação Indígena da Sesau (Secretaria da Saúde), Rony Oliveira.

 

Segundo ele, a implantação da coordenação atende a necessidade de um melhor controle do fluxo para as estratégias de atendimento a esse público.

 

“Nós criamos uma ferramenta onde vamos identificar os indígenas, que é uma ficha de atendimento do PACS, com dados da etnia, polo base [território] ou município onde ele reside. Assim, conseguimos ter informações para ajudar no tratamento desses pacientes”, explicou.

 

Dentro das novas estratégias está o Kanban, que são as placas de informações do paciente que fica acima da cama do leito, com a logo da coordenação para ajudar a equipe a identificar o indígena e sua etnia.

 

“A nossa equipe é composta por pessoas que já trabalharam em áreas indígenas e conseguem falar a língua nativa de algumas etnias, e com isso podemos dar um atendimento de qualidade para o povo indígena”, ressaltou.

 

Indígena da etnia Macuxi, Tercilina Laurentino, 71, precisou ser internada no HC após sofrer um AVC (acidente vascular cerebral). Ela explicou que tem sido bem tratada na unidade.

 

“Eu fui da minha comunidade para o HGR, e de lá eu vim para o HC. Minha internação aqui está sendo muito boa, estou sendo bem atendida e o pessoal aqui é maravilhoso”, disse.

 

PACTUAÇÃO

 

Em dezembro de 2022, a Sesau, em parceria com a Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), assinou em dezembro de 2022 a pactuação do PMA (Planos de Metas e Ações) para atenção especializada à saúde dos povos indígenas, uma ação que contou com a presença das coordenações dos DSEIs (Distritos Sanitários Especiais Indígenas) Leste e Yanomami.

 

O objetivo da pactuação é disponibilizar recursos financeiros para atenção especializada aos povos indígenas, a fim de fortalecer as equipes de apoio e logística que fazem o atendimento das comunidades do Estado.

 

“A Sesau vai fortalecer ainda mais a equipe de apoio e logística para o atendimento aos povos indígenas para que a gente possa cuidar dessa população com atendimento médico especializado”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

Avalie este item
(1 Votar)

Doar sangue é um gesto de extrema generosidade e capaz de salvar várias vidas. No Estado, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) recebeu um total de 15.181 doações de sangue durante o ano de 2022.

 

Os dados levam em consideração o número de campanhas realizadas pela unidade, a convocação de doadores voluntários e a presença de doadores de reposição.

 

Apesar de ser um quantitativo satisfatório, a demanda por bolsas de sangue tem aumentado bastante nos últimos meses, conforme ressalta a assistente social do setor de captação, Hellen Bessa.

 

“Tivemos mais de 15 mil doações, número um pouco maior que o de 2021 [foram 14.120 doações no período], mas temos que considerar algumas situações, como a influência do fluxo imigratório, o aumento de acidentes e as frequentes cirurgias eletivas”, afirmou.

 

Como forma de prevenir a baixa no estoque, a unidade tem reforçado parcerias com empresas e entidades da sociedade civil. A ideia é sensibilizar a população sobre a importância da doação de sangue.

 

“É um alerta que desenvolvemos para sensibilizar a sociedade civil para que não estejamos em uma situação de perigo, para não provocar um caos no estado”, explicou Bessa.

 

O office-boy Carmelito Lélio Rodrigues, 39, se tornou doador após a enteada precisar de bolsa de sangue em um momento onde reforçar o estoque da unidade é de grande necessidade.

 

“Eu sou doador há muito tempo, e de ano em ano faço uma doação. Esse ano vou doar certinho [dentro do período de quatro meses]. É sempre bom os doadores aparecerem no Hemoraima, pois tem muita gente que precisa e infelizmente também tem muitos acidentes acontecendo”, comentou.

 

Hellen aproveitou para reforçar o convite para que doadores voluntários e parceiros se façam ainda mais presentes em 2023.

 

“Se o homem pode doar até quatro vezes no ano e a mulher três vezes, porque não distribuir esse período durante esse ciclo de 12 meses? Então, a gente visualiza a possibilidade de sensibilizar todos esses nossos parceiros para estarmos dentro dessa causa, mantendo um equilíbrio satisfatório do ano de 2023”, ressaltou.

Avalie este item
(1 Votar)

A comunidade do Pium, município de Bonfim tem muito a comemorar pois a Escola Estadual Indígena Olegário Mariano, que atende a 156 alunos da região foi entregue, totalmente revitalizada e mobiliada pelo Governo de Roraima nesta quarta-feira, 4.

 

“Esta é a 43ª escola que estamos entregando, desta vez para uma comunidade indígena, com grande alegria. Todos os utensílios que a escola recebeu são novos, desde itens de copa e cozinha, freezer, geladeira, mesas para o refeitório, carteiras e móveis para a gestão. As entregas estão em ritmo frenético graças a visão do governador Antonio Denarium ”, destacou Nonato Mesquita.

 

A Olégário Mariano não recebia manutenção na estrutura física há 25 anos. Para dificultar o andamento das aulas na comunidade, em 2022, durante a obra de revitalização a cheia do Rio Tacutú ilhou os moradores do local. Mas a educação não ficou em segundo plano. 

 

“Em primeiro lugar é uma conquista do nosso povo. Daqui sairão mais pessoas formadas para ajudar na nossa comunidade. Estamos entrando 2023 com muita luta após esse feito da natureza. Perdemos quase tudo, mas as aulas dos alunos não foram suspensas. A parceria com a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) foi de suma importância”, destacou o 1º tuxaua da comunidade Pium, Lázaro Alexandre.

 

 

A escola atende alunos do 6º ano do Ensino Médio até o a 3ª série do Ensino Médio, está com quadro de professores completos, devidamente abastecida com produtos para o preparo da merenda escolar e com o quadro de professores completo, além de ter recebido utensílios de copa e cozinha, quadros brancos entre outros mobiliários.

 

Na oportunidade, a escola recebeu kits com materiais esportivos para fortalecer a prática da educação física na instituição.

 

“Quero agradecer ao governador Antonio Denarium porque esperamos muito por este momento. Hoje fica fácil saber que os alunos ficarão muito felizes depois que retornarem das férias. A natureza atrapalhou o ano letivo de 2022, mas neste ano vamos iniciar as aulas no período certo porque temos uma escola muito melhor do que antes”, disse o gestor da instituição de ensino, professor Mailton Nicacio Farias.

 

REVITALIZAÇÃO

A escola recebeu reparos na parte elétrica, hidráulica e no alicerce do prédio, além de pintura nova. O investimento é do Tesouro Estadual na ordem de R$ 393.881,76.

 

MAIS UMA ESCOLA VAI RECEBER REVITALIZAÇÃO

 

Durante a cerimônia de entrega da Escola Estadual Indígena Olegário Mariano, o secretário de educação e desporto, Nonato Mesquita anunciou que a Escola Estadual Indígena Nossa Senhora da Consolata, na comunidade do Manoá, município de Bonfim também passará por revitalização completa.

 

Os engenheiros da empresa responsável por recuperar a escola realizaram vistoria no local no final da tarde dessa quarta-feira, 4, com o objetivo de iniciar as obras o mais rápido possível.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio da Caer (Companhia de Água de Esgotos de Roraima), iniciou nesta quarta-feira, 4, a perfuração de poços artesianos no Estado, com nove poços no interior a serem construídos entre os meses de janeiro e fevereiro.

 

Esta etapa das obras atende a Vila Campos Novos, no município de Iracema; e as vilas Nova, Penha e Apiaú, em Mucajaí. O cronograma segue no mês de fevereiro, com a perfuração de dois poços na Vila do Tepequém, no Amajari; um na Vila Surumu e outro na sede de Pacaraima, além de mais um poço na sede de Caroebe.

 

“São mais de 90 poços artesianos perfurados pelo Governo de Roraima em todo Estado. Vamos continuar cumprindo o compromisso de levar água tratada e de qualidade por meio do programa Água para Todos da Caer”, disse o governador Antonio Denarium sobre a agenda de obras.

 

O presidente da Caer, James Serrador, afirmou que mais 50 poços devem ser perfurados no Estado, sendo 30 no interior e 20 na capital. São mais de R$ 60 milhões investidos em saneamento básico desde 2020, por meio do Água para Todos.

 

“Esses investimentos estão sendo possíveis graças à sensibilidade do governador em destinar recursos para realizar os investimentos e garantir o fornecimento de água potável para a população roraimense”, explicou.

 

Desde o início da gestão, o Governo de Roraima realiza um investimento maciço na ampliação do sistema de abastecimento de água. São novos poços, além da extensão da rede, obras de reformas e construção de novas unidades da empresa pública em todo o Estado.

 

Avalie este item
(1 Votar)

Nesta quarta-feira, 4, é celebrado o Dia da Pessoa com Hemofilia. Além de conscientizar a população sobre a importância dos cuidados com o paciente que sofre com a doença, a data foi escolhida como forma de homenagear o cartunista Henrique de Souza Filho, o Henfil, falecido no ano de 1988.

 

Em Roraima, segundo dados do Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima), 46 pacientes fazem tratamento de hemofilia. A unidade é a principal referência do estado no tratamento de doenças relacionadas ao sangue.

 

“Nós temos desde o pediatra, o hematopediatra, o especialista em clínica médica e o hematologista para adultos, além de uma equipe de enfermagem preparada para essa assistência e aplicação dos fatores”, destacou a médica hematologista, Regina Rebouças.

 

O ambulatório de hematologia da unidade dispõe de serviço multidisciplinar para todos os pacientes hemofílicos do Estado, tanto crianças como adultos, com atendimento médico, enfermagem, psicólogo, fisioterapeuta, nutricionista e serviço social.

 

O estudante Askemaque Alves, 22, é um desses pacientes. Ele foi diagnosticado com hemofilia ainda criança, após um acidente simples. Desde então, passou a receber tratamento para a doença, a fim de melhorar sua qualidade de vida.

 

“Depois de uma picada de abelha que eu recebi na minha testa, criou um hematoma. Fui ao hospital e o médico achou estranho e passou alguns exames, que constataram que eu tinha a hemofilia tipo A, que é a mais simples”, relatou.

 

O tratamento do jovem consiste basicamente no recebimento do Fator VIII, um tipo de proteína essencial para a coagulação do sangue, durante três vezes na semana. Essas aplicações podem ocorrer em casa, seguindo sempre as orientações da hematologista.

 

“Viver com a hemofilia tem suas dificuldades. Como não pode se exercitar muito nem praticar esportes, tenho algumas limitações físicas que me impedem até de fazer as atividades mais simples, como pedalar”, comentou o paciente.

 

O QUE É?

 

A hemofilia é uma doença genética ligada ao cromossomo X, que afeta a coagulação do sangue. O paciente com essa condição possui sangramentos que demoram a ser controlados.

 

Considerada uma doença rara, ela possui duas variações: o tipo A, que está ligado ao Fator VIII, e o tipo B ligado ao Fator IX de coagulação.

 

“A hemofilia é uma doença genética ligada ao cromossomo X, ou seja, a mãe passa para o filho, e na maioria dos casos acontecem de os homens desenvolverem a doença, que pode ser hemofilia tipo A ou B”, explicou Regina.

 

A hematologista destaca ainda que o acompanhamento regular para monitoramento clínico e laboratorial é fundamental para evitar complicações da doença, além de promover melhoria na qualidade de vida dos pacientes.

 

Ela lembra também que estes pacientes apresentam sangramentos que demoram muito mais tempo para serem controlados, pois o organismo não tem condições de produzir adequadamente o coágulo, que é responsável por estancar o sangramento.

 

“Esses pacientes sangram muito desde bebês, então você já pode observar no joelhinho e cotovelos quando eles começam a engatinhar, que ficam muito roxos e às vezes são sangramentos intensos”, completou.

 

O TRATAMENTO

 

Regina explicou que o tratamento é baseado por meio do uso de hemoderivados (produto industrializado provenientes do plasma humano de doadores de sangue), que são fornecidos de forma gratuita pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

 

“O tratamento é um só, que é repor esses fatores. Nós os temos disponíveis e os chamamos de hemoderivados, que são produtos industrializados preparados com o plasma do doador de sangue”, ressaltou.

 

Para marcar uma consulta, é preciso ter um encaminhamento de outro médico, além de apresentar o CPF e cartão do SUS. Após isso, o paciente passará por triagem e investigação.

 

A clínica hematológica do Hemoraima funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e de 13h30 às 18h, na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento).

 

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima convoca os 102 policiais penais aprovados no concurso público da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) para entrega de documentos e apresentação para exames médicos, conforme o edital de homologação do resultado final e classificação do certame.

 

No dia 23 de dezembro passado, o governador Antonio Denarium assinou o decreto de nomeação de 102 candidatos do cadastro de reserva aprovados para os cargos. Os servidores fazem parte da segunda turma de policiais penais que passaram pelo curso de formação.

 

A entrega de documentos pessoais necessários para investidura nos cargos será realizada de segunda a quarta-feira, nos dias 9, 10 e 11 de janeiro de 2023, das 8h às 13h, na própria Sejuc, na avenida Getúlio Vargas, 8120, bairro São Vicente.

 

Posteriormente, os exames médico-periciais serão feitos de quinta a sexta-feira, nos dias 12 e 13 de janeiro, das 8h às 12h, desta vez na Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), que fica na rua Francisco Paulino da Silva, 215, bairro Cinco de Outubro.

 

Para maior agilidade e conforto nos atendimentos, os convocados foram divididos em turmas e vão realizar as entregas de documentação e perícia em datas pré-estabelecidas conforme lista no edital, que pode ser verificado na edição 4351 do DOERR (Diário Oficial de Roraima), no site da Imprensa Oficial do Estado.

 

Após essas etapas, eles passam a integrar o corpo de segurança pública no âmbito do sistema prisional de Roraima.

 

De acordo com o titular da Segad, Anselmo Gonçalves, a etapa de entrega de documentação e perícia médica é uma das mais sensíveis em um processo de admissão.

 

“São registros que marcam o início da vida documental do funcionário público dentro da secretaria. Logo, é uma etapa que precisa ser avaliada com atenção e cuidado, pois trata da concretização do sonho desses novos servidores”, explicou.

Avalie este item
(0 votos)

Nos dias 30 e 31 de dezembro do mês passado e 1° de janeiro deste ano, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) realizou a Operação Ano Novo em Boa Vista e em outros municípios do Estado.

 

Durante o período, foram registradas 88 infrações de trânsito, em que 34 motoristas foram autuados por dirigirem sem cinto de segurança e por transportar 14 passageiros sem o acessório de segurança, além de 25 usando celular enquanto conduziam o veículo.

 

A operação resultou ainda na autuação de oito motoristas por transportar crianças sem observar as normas de segurança; três por conduzirem o veículo com licenciamento atrasado; dois por se recusarem a fazer o teste do etilômetro; um por andar com o veículo com placa ilegível e um sem possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, explicou que os dados da operação de Ano Novo reduziram quando comparados com a mesma ação de fiscalização realizada no período do Natal.

 

“No período de Natal foram registrados 82 motoristas sem o cinto de segurança e no final do ano foram 34. Mas reforçamos aos condutores a importância de usarem esse acessório de segurança, porque impede que o corpo vá para frente em casos de colisões ou frenagens bruscas”, alertou o presidente.

 

Segundo o 167 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), não usar o cinto de segurança é uma infração grave e o condutor receberá uma multa no valor de R$ 195,23 e mais cinco pontos na CNH. Vale lembrar que o pagamento da multa não retira os pontos da habilitação do motorista

 

Avalie este item
(0 votos)

No início da noite desta terça-feira, 3, o Governo de Roraima entregou para a população o Estádio Raimundo Ribeiro de Souza, conhecido popularmente como “Ribeirão”, completamente revitalizado.

 

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto), que administra o estádio de futebol por meio do IDR (Instituto de Desporto de Roraima), também fez entrega kits de material esportivo na ocasião para as escolas da capital e interior, de forma a potencializar as aulas de educação física nas unidades.

 

O governador Antonio Denarium explicou no evento de inauguração que o Governo valoriza o esporte em todas as categorias e lembrou que o Executivo está trabalhando nas revitalizações dos parques aquáticos e quadras de esporte.

 

“A reestruturação do Ribeirão significa dar condições favoráveis para os atletas roraimenses. Já enviamos mais de 2 mil alunos para competir em campeonatos em outros Estados, e reforçamos mais esses avanços com as entregas de kits esportivos para as escolas estaduais hoje. Todas as categorias do esporte têm o nosso apoio”, declarou o governador.

 

O Governo de Roraima investiu R$ 365.697,63 na reestruturação do Estádio Ribeirão.

 

Inicialmente, foram distribuídos kits de bolas para 87 escolas, sendo 57 da capital e 30 do interior. O Instituto de Desporto vai elaborar um cronograma para realizar a entrega dos materiais para as demais escolas, principalmente as unidades do interior e as indígenas.

 

“Em anos passados não recebíamos esse incentivo que o Governo trabalha hoje no esporte escolar. Agora a gente percebe prosperidade na área pela oportunidade que os alunos têm ao praticarem com itens novos e de qualidade, sem contar o apoio logístico para quem compete”, frisou a gestora pedagógica Vilma Rufino, que faz parte da administração do Colégio Militarizado Presidente Tancredo Neves. Ela também é técnica em educação física e realiza diversos projetos na área.

 

O investimento é de R$ 170.579,74 do Tesouro Estadual com os kits entregues no Ribeirão. Outros materiais esportivos também foram adquiridos, e assim que finalizarem os procedimentos licitatórios, serão entregues para as escolas. Entre esses materiais estão redes esportivas, bolas de basquete, bomba para inflar bola, cronômetros, material para tênis de mesa, badminton, xadrez, implementos para atletismo e outros.

 

O valor total investido na aquisição de materiais esportivos para as escolas é na ordem de R$ 1,5 milhão.

 

Para o secretário de Educação, Nonato Mesquita, o esporte precisa ser valorizado dentro de sala de aula, e o desporto, o lazer e a educação precisam caminhar de mãos dadas.

 

“Neste segundo mandato de Governo, estamos investindo maciçamente nestas áreas. Por exemplo, os kits escolares não eram distribuídos há mais de 15 anos. Agora com mais este incentivo poderemos alcançar maior êxito em competições, além do que isso estimula o estudante a participar das aulas e a entregar bons resultados na sala e no campo”, disse Mesquita.

 

O ESTÁDIO

 

O Ribeirão foi inaugurado no ano 2000 e há 22 anos não recebia uma revitalização completa na estrutura física. O estádio atende vários campeonatos e atividades diversas promovidas pela população e poder público, sendo um espaço importante para a prática esportiva e também de lazer.

 

“Nossa família está muito feliz. Eu joguei futebol, meu pai foi um baluarte do esporte e nos incentivou, joguei aqui várias vezes e graças ao trabalho do governador, revitalizar este estádio para nós é uma maravilha”, disse Pedro Ribeiro, filho do patrono do Estádio.

 

VALORIZAÇÃO

 

A recuperação do Estádio Ribeirão integra o maior programa de recuperação dos prédios públicos de Roraima. O investimento geral do governo para recuperação de espaços esportivos, que contempla revitalização e manutenção preventiva e corretiva de ginásios, campos e parques aquáticos (da capital e interior), é na ordem de R$ 19 milhões de recursos do Tesouro Estadual

 

Outros serviços já estão em andamento no estado como a recuperação dos parques aquáticos Caranã e Jardim Primavera em Boa Vista e parque aquático Ottomar de Souza Pinto, em Caracaraí.

 

Em setembro de 2022, foram entregues para a população a Praça Interativa José Renato Hadad, conhecida como Praça das Fontes, além da Piscina Olímpica. Os dois espaços estão localizados no complexo de esporte e lazer do Ginásio Totozão e foram completamente revitalizados.

Avalie este item
(0 votos)

O Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional) disponibilizou nesta terça-feira, 3, os locais onde serão realizadas as provas objetivas para o concurso público da Sefaz (Secretaria da Fazenda) do Estado de Roraima, que está ofertando 54 vagas para convocação imediata.

 

São 33 vagas para os cargos do Cetif (Centro de Tecnologia da Informação Fazendária) e 21 vagas para o cargo de técnico de tributos estaduais. Também serão ofertadas 228 vagas para cadastro de reserva.

 

As provas serão realizadas no dia 15 de janeiro (domingo). Pela manhã, das 8h às 12h (horário local), serão aplicadas as provas objetivas para os cargos de desenvolvedor de software, implementador de software, administrador de banco de dados e administrador de redes de dados.

 

Pela tarde do mesmo dia, das 15h às 19h (horário local), serão aplicadas as provas para os cargos de Técnico de Tributos Estaduais e Técnico em Infraestrutura de Tecnologia da Informação.

 

Para saber onde vai realizar a prova, o candidato deve acessar o site do Idecan e digitar o CPF na área indicada para que seja direcionado ao endereço do respectivo local do certame.

 

INSCRIÇÕES

 

O concurso teve 4.996 inscritos para todos os cargos, assim distribuídos: técnico de tributos estaduais (3.676 inscritos, sendo 175 por vaga); desenvolvedor de software (166 inscritos, 14 por vaga); implementador de software (98 inscritos, 10 por vaga); administrador de banco de dados (51 inscritos, 17 por vaga); administrador de redes de dados (89 inscritos, 30 por vaga) e técnico em infraestrutura de tecnologia da informação (916 inscritos, 183 por vaga). Foram concedidas 261 isenções de inscrições.

 

Para o secretário da Sefaz, Manoel Sueide Freitas, o grande número de inscritos reflete a seriedade e a credibilidade do concurso que está sendo promovido pelo Governo de Roraima.

 

“No concurso para auditor fiscal de tributos realizado em 2021, por exemplo, tivemos um número expressivo de inscritos, com participação de candidatos de muitos Estados. Isso é resultado de um trabalho sério feito pelo governador Antonio Denarium na gestão, que motiva as pessoas a ingressarem no serviço público e sabem que vão ter um bom ambiente de trabalho, reconhecimento e salário em dia”, explicou o secretário.

 

VAGAS E REMUNERAÇÕES

 

O concurso vai ofertar 33 vagas para o Cetif, sendo 28 para nível superior, das quais 24 para ampla concorrência e quatro para PCDs (pessoas com deficiência) nos cargos de desenvolvedor de software (12 vagas), implementador de software (10 vagas), administrador de banco de dados (3 vagas) e administrador de redes de dados (3 vagas), com salário inicial de R$ 5.037,97.

 

Também serão ofertadas cinco vagas para nível médio com curso técnico na área específica, das quais quatro são para ampla concorrência e uma para PCD, no cargo de técnico em infraestrutura de tecnologia da informação, com salário inicial de R$ 2.672,38.

 

Serão ofertadas 21 vagas para o cargo de técnico de tributos estaduais, sendo 19 para ampla concorrência e duas para pessoas com deficiência, com remuneração inicial de R$ 1.339,22 mais a GEP (Gratificação de Estímulo à Produtividade). As vagas exigem nível superior em qualquer área.

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde), por meio da CMECM (Clínica Médica Especializada Coronel Mota), deu início nesta terça-feira, 3, à programação alusiva ao Janeiro Branco, mês de incentivo às políticas de cuidados com a saúde mental.

 

A ação que abriu a campanha em Roraima consistiu na entrega de panfletos com mensagens de otimismo para o novo ano que se inicia. Este é o terceiro ano consecutivo em que a unidade realiza ações voltadas à temática.

 

“A saúde mental das pessoas é muito importante. Ultimamente temos nos preocupado apenas com o corpo, mas a mente também deve estar bem, porque se um estiver bem e o outro não, não vivemos nem produzimos”, afirmou o clínico-geral responsável pelo serviço de psiquiatria do Coronel Mota, Gustavo Ubirajara Marques.

 

A campanha deste ano tem como tema “Quem Cuida da Mente Cuida da Vida”. Segundo o médico, as constantes alterações no humor, perda de sono e de apetite são alguns indícios que a saúde mental precisa de maior atenção. 

 

“Sintomas que podem sugerir a necessidade de um tratamento para a saúde mental, por exemplo, é a pessoa acordar cansada, achar que não dormiu bem, ou o estado de ânimo persistentemente depressivo, diminuição da paciência, comer muito ou quase nada”, explicou.

 

Marques ressalta ainda que, além de cuidar da mente, é preciso também melhorar os hábitos para o corpo.

 

“Temos que evitar ficar doente, tratando bem o corpo e mente, dietas saudáveis, tomando água e fazendo atividade física, é uma coisa que o ser humano não tem feito”, completou

 

A dona de casa Raimunda de Souza, 74, é acompanhante da neta, que recebe consultas na unidade. Ela parabenizou a ação organizada pelos servidores e citou alguns benefícios de cuidar da saúde mental.

 

“É muito bonita a ação, pois precisamos realmente de cuidados, carinho e apoio para cuidar da mente. Eu me cuido e também cuido da minha neta, que é acompanhada aqui, e isso tem ajudado nos estudos e no dia a dia dela”, destacou.

 

VALORIZANDO A SAÚDE

 

De acordo com o setor de psiquiatria do Coronel Mota, média mensal de atendimentos da especialidade em 2022 foi de 1.258 consultas, enquanto a de psicologia foi de 385 atendimentos.

 

Atualmente a unidade conta com cinco psiquiatras e 11 psicólogos, com os atendimentos sendo realizados de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

 

Segundo a responsável pelo setor de psiquiatria do Coronel Mota, Suely do Nascimento, o atendimento ambulatorial da unidade é feito somente com pacientes estáveis e a partir dos 13 anos.

 

“Os pacientes que podem e devem procurar a unidade para fazer esse atendimento, são os encaminhados da UBS (Unidade Básica de Saúde), aqueles que dão entrada no HGR ou Cosme e Silva, mas não são pacientes crônicos [com histórico de casos]”, frisou.

 

Vale lembrar ainda que a marcação de consultas é feita no primeiro dia útil do mês, ou enquanto houver vagas. A recepção está aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. A unidade está localizada na Rua Coronel Pinto, nº 636, Centro.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO

 

18/01 – Piquenique com pacientes convidados e profissionais da saúde

Local: Praça do Mirandinha (Rua da Tangerineira, bairro Caçari)

Horário: A partir das 8h30;

 

27/01 – Intervalos de 10 minutos, com passeios de bicicleta com pacientes e colaboradores

Local: Estacionamento do Coronel Mota (Rua Coronel Pinto, nº 636, Centro)

Horário: A partir das 8h30;

 

31/01 – Encerramento da programação com lanche e dinâmicas entre os colaboradores da unidade

Local: Estacionamento do Coronel Mota (Rua Coronel Pinto, nº 636, Centro)

Horário: A partir das 14h30.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) está participando ativamente da Operação Guardiões do Bioma 2022, uma ação de proteção ambiental desenvolvida pelo MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública) em conjunto com diversos órgãos federais e estaduais.

 

A operação foi criada em 2021 com o objetivo de combater o desmatamento ilegal, as queimadas, os incêndios florestais e proteger terras indígenas. Para desenvolver as ações em todo o País com melhor articulação, o Brasil foi dividido conforme a predominância dos biomas da Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal.

 

EM RORAIMA

 

“Em Roraima, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil Estadual participam ativamente da operação atuando no combate a incêndio florestal e também por meio de ações preventivas, ou seja, vistorias e conscientização dos colonos, agricultores e moradores. Isso pode ser sobre a limpeza de uma determinada área ou o uso consciente do fogo”, disse o subcomandante operacional do CBMRR, tenente-coronel Juberly Coutinho.

 

Pela diversidade ambiental existente em Roraima, o Estado possui equipes preparadas para atuar em incêndios florestais tanto na floresta como no cerrado amazônico, conhecido popularmente na região como “lavrado”.

 

A Operação Guardiões do Bioma 2022 teve início em 1º de dezembro e conta com a participação de 64 bombeiros militares. As guarnições estaduais estão equipadas com viaturas pick-up 4x4, kits de combate a incêndio florestal, abafadores, mochilas costais e outros itens. As equipes permanecem fixas nos municípios, sempre à disposição dos moradores e das prefeituras.

 

Neste primeiro mês de ação, as equipes do CBMRR ficaram divididas em sete municípios (Amajari, Alto Alegre, Cantá, Caracaraí, Iracema, Mucajaí e Rorainópolis). A escolha dos municípios atendidos levou em consideração o número de ocorrências atendidas pelo CBMRR e pela Defesa Civil em anos anteriores.

 

 

RESULTADOS

 

O tenente-coronel Coutinho informou ainda que durante todo o mês de dezembro de 2022, equipe da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros registraram 444 ações preventivas. “Devido às chuvas nesses municípios, fizemos apenas sete combates a incêndios florestais. Foram três no Amajari, dois em Alto Alegre e outros dois em Iracema”, detalhou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), está solucionando um problema enfrentado há mais de 20 anos pelos moradores da Vicinal 6 do Cantá. Uma equipe de trabalhadores está na região trabalhando no trecho da estrada de 21 quilômetros, a única que dá acesso ao local, além de implantar galerias de concreto no trecho, substituindo as antigas pontes de madeira.

 

A estrada será inaugurada ainda na primeira quinzena de janeiro. A obra, orçada no valor R$ 1.941.073,71, conta com recursos provenientes do Governo de Roraima e emenda parlamentar do deputado estadual Gabriel Picanço. Estão sendo beneficiados produtores rurais, moradores da comunidade indígena do Jenipapo e outras localidades da região.

 

“A agricultura familiar está presente na região com a produção de banana, pimenta e macaxeira, além de outros insumos. Nosso trabalho para estimular o crescimento do setor é dar condições estruturais, fazendo estradas e pontes. Agora esses agricultores vão poder escoar a produção gerando renda para essas famílias”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

O agricultor José Benedito mora na Vicinal 6 explicou ter passado por muitas dificuldades pela falta da estrada no local em que vive há 22 anos.

 

“Hoje estamos praticamente dentro da cidade. O percurso é mais rápido, antes só se conseguia andar de moto. Já passamos muito aperreio por falta dessa estrada. Antes ela não existia, era um picadão. Lembro da minha esposa doente e da dificuldade de ir até o posto de saúde. Hoje é outra realidade”, disse Benedito.

 

De acordo com o morador Alexandre Santos, no período de chuvas, a dificuldade era ainda maior para trafegar, além dos riscos constantes de acidentes. “Meu sogro tem essa terra há quase 30 anos, e para vir até o sítio era um transtorno, já que carro pequeno não passava na estrada e só tínhamos acesso de moto. Agora já conseguimos vir de carro e ir na cidade é um pulo. Temos gratidão por essa atenção e pelo trabalho do Governo”, destacou.

 

MAIS OBRAS NO CANTÁ

 

Outra obra muita aguardada pela população e que segue a todo vapor é o asfaltamento da estrada Tronco–Malacacheta, região que dá acesso à região da Taboca.

 

Vão ser mais 11 quilômetros que receberão asfalto, com recursos do Governo do Estado, fruto de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus e do senador Mecias de Jesus. A obra vai beneficiar as comunidades indígenas de Canauanim, Tabalascada, Malacacheta e a região do Taboca.

Avalie este item
(0 votos)

Nasceu no HMI (Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazaré) o primeiro bebê roraimense de 2023. Trata-se de Esther Laís Barbosa da Silva, uma menina que chegou ao mundo com 3.140 Kg e 51 centímetros. O nascimento de Esther aconteceu exatamente às 00h19, de parto normal.

 

Moradora do bairro Silvio Leite, em Boa Vista, a mãe de Esther, Fernanda Barbosa da Silva, não esperava que a filha seria justamente o primeiro bebê a nascer no Ano Novo. Ela relatou a emoção de ser mãe pela primeira vez.

 

“O amor de mãe foi uma das melhores sensações que eu já senti. Sempre ouvi outras mães falarem que você só sabe o que é o verdadeiro amor, depois que tem um filho. Hoje eu sei o que é esse amor”, disse.

 

A mãe completou dizendo ainda o quanto está emocionada com a equipe médica. “Foi uma das melhores sensações da minha vida, e não imaginei que seria na virada do ano. A equipe médica foi super receptiva e todos queriam tirar foto com a primeira bebê de 2023”, relatou.

 

A diretora clínica da Maternidade, Flávia Bonini, afirmou que o parto correu normalmente e muito tranquilo. Ela explicou que na virada do ano, foram registrados sete partos normais da meia-noite até as 7h da manhã, sendo Esther a primeira criança nascida no ano.

 

“[Ela] nasceu super bem, com boa vitalidade, chorou ao nascer e foi colocada imediatamente junto à mãe. Recebeu a primeira vacina, que é a de vitamina K e contra a hepatite B”, detalhou.

 

PARTOS EM 2022

 

De acordo com dados do SAME (Serviço de Arquivo Médico e Estatístico), de 1º de janeiro até 21 de dezembro de 2022, foram registrados 9.625 partos, sendo 6.310 partos normais e 3.315 procedimentos cesáreos.

 

EM 2021

 

Já entre os meses de janeiro a dezembro de 2021 foram realizados um total de 10.270 partos no Hospital Materno-Infantil Nossa Senhora de Nazareth.

 

Deste total, 6.888 partos ocorreram por meio de procedimento normal, e outros 3.382 partos ocorreram por meio de cesarianas.

Avalie este item
(0 votos)

Ao final da tarde do primeiro dia de 2023, durante sessão solene na Assembleia Legislativa de Roraima, o governador reeleito Antonio Denarium, e o vice-governador Edilson Damião, tomaram posse para o mandato de 2023 a 2026.

 

A solenidade, conduzida pelo presidente reeleito da ALE, soldado Sampaio, contou com a participação de autoridades civis e militares.

 

Para o governador Antonio Denarium o sentimento é só de gratidão. “Sou governador de todos e grato por viver esse momento pela segunda vez, e isso aumenta a minha responsabilidade de fazer Roraima cada dia melhor, porque o nosso bem maior é a população do nosso Estado”, disse, durante o discurso de posse na ALERR.

 

Denarium agradeceu à população e a cada servidor público que ao longo dos quatro primeiros anos de gestão, acreditaram na vontade de mudar o que estava errado e fazer o certo.

 

“A minha gratidão incondicional a cada pessoa de Roraima que me deu um voto de confiança. Tenho certeza que os próximos anos serão de sucesso, desenvolvimento e dignidade para nossa gente”, esclareceu.

 

Ainda no discurso, Denarium disse que esses próximos quatro anos serão de muito trabalho para garantir o desenvolvimento social e econômico do Estado. “Concluí o primeiro mandato com a certeza de que fizemos muito e ainda faremos muito mais nos próximos quatro anos, como por exemplo, a geração de emprego que Roraima se destacou na minha primeira gestão”, ressaltou.

 

Segundo Denarium, com o vice-governador Edilson Damião, será dividido o trabalho e juntos farão mais por Roraima.

 

Para o vice-governador Edilson Damião, o momento também é de gratidão. “Acreditamos em um projeto de desenvolvimento e de mudança de Roraima e vamos trabalhar para que isso seja nossa realidade na nossa gestão”, frisou.

 

O presidente da ALE, soldado Sampaio declarou que Roraima está no caminho certo. “Tenho a certeza que a gestão do Estado está em boas mãos, de duas pessoas sérias e comprometidas com o Estado”, reforçou.

 

Depois de empossado, Denarium recebe faixa de governador

 

Após a cerimônia de posse na Assembleia Legislativa o governador Antonio Denarium e o vice-governador Edilson Damião seguiram caminhando para a cerimônia de recebimento da faixa de governador, realizada no início da noite, em frente ao Palácio Senador Hélio Campos, com a presença da população, autoridades e imprensa em geral.

 

Durante a cerimônia, o governador recebeu as honras militares, a bênção do padre Revislande Araújo e da pastora Edna, da Igreja do Evangelho Quadrangular.

 

No ato foram entregues ao chefe do Executivo uma Bíblia, para simbolizar o evangelho e um pote de grãos em referência à grande produtividade da agricultura familiar indígena e não indígena, com analogia à fartura.

 

“Esse é um dos momentos mais felizes da minha vida, pois quando assumi o Estado tinha tudo como prioridade, eu vi no olhar na conversa com as pessoas, como as famílias estavam sem esperança, e depois de quatro anos de muito trabalho essa realidade mudou e hoje o povo de Roraima vive dias melhores”, complementou o governador.

 

ESQUEMA DE SEGURANÇA

 

Um esquema de segurança foi montado para garantir uma cerimônia tranquila e em ordem. O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito) disponibilizou agentes de trânsito em pontos estratégicos para manter a organização e fluxo no trânsito nas proximidades da cerimônia e interditou o acesso nas ruas do entorno da Assembleia Legislativa.

 

A Polícia Militar de Roraima garantiu a segurança com policiais militares, viaturas e o policiamento especializado, a exemplo do Grupo de Ações Táticas. O Corpo de Bombeiros também designou equipes de prevenção e apoio na segurança do evento, com viatura, caminhão de combate a incêndio e uma ambulância do Resgate.

 

“Agradeço a Deus por mais um dia de vida e pela vida de cada uma das pessoas que me acompanham nesse sonho desde o início. O povo de Roraima reconheceu o meu trabalho e reforço que cada cidadão é meu parceiro para esse segundo mandato”, pontuou o governador Antonio Denarium.

Avalie este item
(0 votos)

Quem gosta de festa boa teve compromisso marcado nesse sábado, dia 31, no Réveillon do Parque Anauá. A Festa da virada, realizada pelo Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo) foi um sucesso de público. Cerca de 50 mil pessoas compareceram ao Parque para conferir a tradicional queima de fogos, que este ano durou 10 minutos e foi silenciosa.

A Secult seguiu à risca o planejamento feito para garantir uma festa linda e segura, voltada para a diversão da família. O Parque foi totalmente revitalizado, com pintura nova, iluminação de led e limpeza total.

“O Réveillon do Parque Anauá é uma grande festa promovida pelo Governo do Estado para alegrar as famílias roraimenses. Estamos celebrando 2023 que está chegando e que seja um ano de muitas vitórias e realizações para o povo de Roraima. A todos os roraimenses um grande abraço, se cuidem e fiquem com Deus”, declarou o governador Antonio Denarium.

A estrutura nova que foi toda pensada para receber a população com todo o carinho e aconchego que a gestão tem com a população de Boa Vista e dos demais municípios do Interior que prestigiaram a festa.


População se encanta com queima silenciosa de fogos


O ponto alto da noite foi a queima de fogos tão esperada pela população. Crianças, jovens e adultos se encantaram a ver as luzes colorirem o céu. Foram 10 minutos de fogos de artifícios silenciosos. Um emoção que vai ficar na lembrança de muita gente.

Os fogos foram concentrados no Lago dos Americanos e as famílias se concentraram no gramado frente ao palco principal.

O servidor público, Sérgio de Amorim, ficou encantado com a beleza dos fogos que marcaram a chegada de 2023.

"Tudo maravilhoso, foi feito um trabalho muito bom. Eu fiquei muito alegre de ver o resultado e essa iluminação maravilhosa. Agradeço por esse espetáculo lindo e que 2023 seja muito melhor que o ano passado”, ressaltou.

A socióloga Cristina Leite, de 45 anos, levou toda a família para comemorar e fazer a ceia de Réveillon no gramado do Parque Anauá.

"O Réveillon é uma festa belíssima, festa da família e viemos para o coração do Parque para receber 2023. O Parque na beira do lago está ventilado e muito lindo, por isso trouxemos nossa família, filhos e nossos amigos para festejar esse momento maravilhoso", disse.


Banda Magníficos anima a noite com o melhor do forró


E festa boa tem que ter música de qualidade. Foi com esse objetivo que a atração nacional se apresentou. A banda paraibana Magníficos subiu ao palco principal com um show que fez o público vibrar ao som dos hits conhecidos como “Me Usa”, “Carta Branca” e “Verdadeiro Amor”.

“É muito bom começar 2023 em Boa Vista, é um prazer imenso em fazer um show maravilhoso cantando os grandes sucessos da banda Magníficos e começando 2023 com muita alegria”, disse a vocalista Ohara Ravick.

O parceiro de palco, o vocalista Fernando Frajola, disse estar muito feliz em ter passado a virada em Roraima. “Estamos muito felizes de estar aqui, e principalmente porque em Roraima as pessoas gostam de forró e a galera não canta apenas as músicas principais, e sim todas. Feliz ano novo e um beijo carinhoso para todos", acrescentou o vocalista.

Além do show nacional e de bandas locais no palco principal, o palco da Família surpreendeu com a programação para as crianças. Na Tenda Eletrônica a animação ficou por conta da DJ Larissa Merack, DJ Chica Loca, DJ Márcio Mota e DJ Estrella. E no Palco Estrela quem garantiu muitas risadas e entretenimento foi o Grupo de Palhaçaria Xuxu & Cia, Show Infantil “Colorindo com Euterpe”, Criart Teatral – Espetáculo Musical “O Menino e o Barquinho” e Show Gospel – Gedson e Banda / Felipe Flores.


Comerciantes aproveitam para ganhar renda extra


O Réveillon promovido pelo Governo de Roraima trouxe benefícios ainda para a economia. Foi uma oportunidade para vendedores ambulantes ganharem uma renda extra. Cerca de 130 ambulantes tiveram a chance de comercializar produtos como bijuterias, alimentação, bebidas, máquinas especiais, trailers, food truck e carrinhos, rotativos, área Kids, tiro ao alvo e bingo e parque de diversão.

Iraneldi Conceição que trabalha com venda de carne de sol há mais de 17 anos aprovou a organização.

"A organização está muito boa e melhor do que nos anos anteriores. O movimento está bom e eu tô muito feliz, o Governo está de parabéns por dar essa oportunidade pra gente trabalhar e achar nosso pão do dia a dia", agradeceu.

Ritley Kinsley Silva Sousa, que trabalha como ambulante há 16 anos também elogiou o trabalho do Governo.

"Está ótimo, uma benção, a organização está de parabéns. Nós trabalhamos junto com a organização no diálogo sobre a nossa atuação e o resultado é que nos acomodaram bem e nos deixaram bem a vontade pra trabalhar e graças a Deus estamos conseguindo alcançar expectativa de vendas e com certeza vamos vender tudo", disse.

Avalie este item
(0 votos)

O ano de 2023 está se aproximando, e, com ele, a renovação do mandato do governador reeleito Antonio Denarium, que tem como vice o engenheiro civil Edilson Damião.

 

A estrutura para a cerimônia de recebimento da faixa de governador, que será no domingo, dia 1º, às 19 horas, está montada em frente ao Palácio Senador Hélio Campos para receber em média duas mil pessoas, entre população em geral e autoridades estaduais.

 

Após serem empossados pela Assembleia Legislativa, o governador Antonio Denarium e o vice, Edilson Damião, atravessarão a praça do Centro Cívico em direção ao Palácio Senador Hélio Campos, para o recebimento da faixa.

 

“Durante a cerimônia, o governador receberá as honras militares, a benção da pastora Edna, da Igreja do Evangelho Quadrangular, e do padre Revislande Araújo, e também alguns presentes: uma Bíblia, para simbolizar o evangelho e um pote de grãos em referência à grande produtividade da agricultura familiar indígena e não indígena, simbolizando a fartura”, explicou a coordenadora do Cerimonial do Governo de Roraima, Bruna Sack.

 

Para o governador Antonio Denarium, esse será um dos momentos mais especiais da vida. “Quando assumi o Estado, tudo era prioridade. Os roraimenses estavam sem esperança de viver dias melhores, mas agora isso é uma realidade! Os quatro primeiros anos foram árduos, mas conseguimos colocar Roraima nos trilhos certos. Tenho certeza que os próximos anos serão de sucesso, desenvolvimento e dignidade para nossa gente. Estou muito ansioso para a cerimônia, sei que ficarei muito emocionado e com o coração cheio de gratidão”, declarou.

 

Ruas serão interditadas

 

O esquema de segurança está montado para garantir uma cerimônia tranquila e em ordem. O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito) vai empregar quatro viaturas e 12 agentes de trânsito em pontos estratégicos para manter a organização e fluxo no trânsito nas proximidades da cerimônia.

 

O trânsito será fechado na Av. Nossa Senhora da Consolata, sentido bairro Centro e na Av. Ville Roy do Centro Cívico até a rua Coronel Pinto. Viaturas e barreiras fixas estarão no perímetro da Assembleia Legislativa e do Palácio Senador Hélio Campos e não será permitido o acesso de veículos.

 

A interdição das ruas terá início às 15h de domingo, dia 1º e serão liberadas ao final da cerimônia de recebimento da faixa de governador.

 

A Polícia Militar de Roraima estará no evento com policiais militares, viaturas e o policiamento especializado, a exemplo do Grupo de Ações Táticas, que vai reforçar a segurança da população e das autoridades.

 

O Corpo de Bombeiros estará presente com equipes de prevenção e apoio na segurança do evento, com viatura, caminhão de combate a incêndio e uma ambulância do Resgate.

Avalie este item
(0 votos)

A política educacional do Governo de Roraima tem avançado a cada ano e em 2022 não foi diferente. Por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), o ano de 2022 encerra com 42 escolas reinauguradas, entre revitalizações e reformas, todas mobiliadas e equipadas, que beneficiaram 17.678 estudantes da Capital, Interior e de Comunidades Indígenas.

 

A ação integra o “Aqui tem Obra”, maior programa de recuperação de prédios públicos do Governo de Roraima. E ainda existem mais 15 escolas com serviços em andamento na Capital e Interior. O governador Antonio Denarium anunciou, para 2023, a reinauguração de 125 escolas e construção de outras novas unidades de ensino.

 

“Prédios escolares novos e equipados interferem positivamente na aprendizagem dos nossos estudantes e também no trabalho dos professores. Já são mais de R$ 28 milhões investidos na recuperação de 42 escolas. E vamos fazer muito mais, inclusive temos programação de construção de mais 100 escolas”, disse o governador.

 

Uma outra obra que está em andamento e bem adiantada é a construção da nova sede da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), no Centro da Capital. O prédio contará com área total de 2.557,12 m², e uma estrutura moderna que terá quatro andares, incluindo o térreo.

 

No local funcionará a estrutura administrativa, auditório com capacidade para 200 pessoas, área especial para eventos, fachada em pele de vidro e acessibilidade em todos os pisos. A obra está com previsão de inauguração para junho de 2023 e é realizada com recursos do Tesouro Estadual e Governo Federal que totalizam R$ 12 milhões em investimentos.

 

Concursos Públicos e valorização profissional

 

2022 também foi o ano das novas contratações. O Governo de Roraima realizou dois grandes concursos públicos para professores que ofertaram juntos 1.650 vagas imediatas.

 

Até o momento foram empossados 1.265 docentes sendo 548 para a Educação Escolar Indígena. Uma ação de valorização da Carreira do Magistério Público que, além de promover a melhoria do processo educacional, proporciona segurança e estabilidade financeira aos profissionais.

 

Salários em dia e com valores acima do piso nacional, pagamento de R$ 26,5 milhões de progressões verticais a 2.051 docentes (aguardadas há 14 anos), pagamento de verbas rescisórias, aprovação do novo PCCR (Plano de Cargos Carreiras e Remunerações) dos técnicos educacionais e pagamento do abono pecuniário extraordinário para 8.822 servidores da educação na ordem de R$ 8 mil reais, integram o pacote de ações relacionadas à valorização dos profissionais.

 

“O Governo do Estado vem demonstrando compromisso e respeito com os profissionais que fazem a Educação em Roraima, inclusive com as portas sempre abertas ao diálogo com o sindicato que representa a categoria. Para 2023, os investimentos vão continuar tanto na área da estrutura física, de pessoal e quanto pedagógica. Nosso objetivo é melhorar os nossos índices educacionais”, destacou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

Ele adiantou ainda sobre uma parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora (MG) para trazer o curso de Mestrado para Roraima em 2023, contemplando inicialmente 70 professores na primeira turma.

 

Tecnologia e novo ensino médio

 

Outra ação importante em 2022 foi o investimento em tecnologia educacional com a distribuição de 21 mil tablets e chips de internet para estudantes e professores do Ensino Médio, a fim de potencializar as ações pedagógicas. Também foram distribuídos kits de robótica, computadores e notebooks para as escolas da rede.

 

Também merece destaque em 2022, a efetivação da implementação do Novo Ensino Médio, que traz entre as principais mudanças, a ampliação da carga horária anual (de 800 horas para 1.000 horas) e os Itinerários Formativos, (parte flexível do currículo), a qual deve se desenvolver em três componentes: Aprofundamento, Eletivas e Projeto de Vida.

 

O novo modelo foi implementado em 14 escolas neste ano e até o final de 2023, todas as 153 escolas que ofertam esta etapa de ensino devem concluir o ciclo de implementação.

 

“Sabemos que muita coisa ainda precisa ser feita para alcançarmos a melhoria da qualidade do processo educacional, mas também precisamos reconhecer todos os avanços até aqui. Essa é uma gestão que tem compromisso e que vai continuar trabalhando para transformar a Educação de Roraima”, complementou Nonato Mesquita.

 

Avalie este item
(0 votos)

Ser qualificado é fundamental para ter êxito na profissão, e, para garantir a qualidade do trabalho no serviço público, o Governo de Roraima tem investido cada vez mais na oferta de cursos de qualificação para servidores civis e militares. Por meio da Apics (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago) 3.938 policiais foram capacitados nos últimos quatro anos.

 

Desse total, 1.031 foram atendidos em 2019; 352 no ano seguinte; 1.040 no ano passado e 1.525 policiais beneficiados este ano.

 

“Temos nos empenhado para proporcionar aos nossos servidores oportunidades de qualificação, para que eles adquiram mais conhecimento e tenham condições de atuar com excelência, mas para isso sabemos que estar atualizado em relação às novas dinâmicas é fundamental para desempenhar a rotina de trabalho com responsabilidade”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

De acordo com a diretora da Apics, delegada Giuliana Castro, a capacitação de servidores é fundamental para garantir a eficiência na prestação dos serviços.

 

“É uma iniciativa fundamental para que tenhamos uma equipe preparada e com domínio do desempenho das atividades. E nesse sentido o Governo tem dado a atenção especial aos nossos servidores promovendo a qualificação que vai ajudá-los no crescimento profissional”, complementou.

 

 

Servidores agradecem oportunidade de crescimento profissional

 

De acordo com a sargento Naiara Costa de Mesquita Souza, servidora há 14 anos, desde 2008, quando ingressou na Polícia Militar de Roraima, aproveita as iniciativas da gestão para participar dos cursos ofertados.

 

“Os cursos que são realizados na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago são fundamentalmente importantes para o nosso desenvolvimento e aperfeiçoamento profissional. São bem planejados,  organizados e conduzidos com muito profissionalismo e dedicação pelos profissionais que ali atuam”, disse.

 

Segundo ela, o investimento que o Governo de Roraima faz na Segurança de Pública é visando benefícios para a sociedade roraimense. “E eu me sinto honrada em fazer parte dessa história de sucesso”, agradeceu.

 

“Sem dúvidas são cursos que vão contribuir muito para o engrandecimento da formação profissional dos servidores, pois trata-se de cursos em áreas estratégicas que possibilitarão aos nossos policiais ainda mais domínio e no desempenho de suas tarefas diárias”, ressaltou a delegada Giuliana.

 

Cursos contribuem para a melhoria da rotina de atuação policial 

 

Entre os cursos de aperfeiçoamento disponibilizado estão Formação de Oficiais Policiais Militares, Especial de Formação de Sargentos PM, Formação de Sargentos Bombeiro Militar, Formação de Cabos, Formação de Soldados,  Aperfeiçoamento de Sargentos Músicos Policiais Militares.

 

E ainda: Curso de Operações de Combate a Incêndio Florestal, Conduta de Sobrevivência e Autoproteção Policial, Salvamento Aquático do Corpo de Bombeiro Militar de Roraima, Segurança Orgânica, “Abordagem Policial à Pessoa Surda”, Operações Policiais Ambientais, Resgate e Atendimento Pré-Hospitalar, Prática de Tiro, Manejo e Manuseio de Arma De Fogo, Fiscalização Ambiental, Mergulho Autônomo, Tiro Defensivo Prisional, entre outros.

Avalie este item
(0 votos)

A Coordenação de Projetos Estratégicos, da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), concluiu neste mês de dezembro, quatro novos relatórios técnicos de gestão que contribuirão para o desenvolvimento do Estado.

 

Em destaque, a Produção Agropecuária 2022, além das pesquisas sobre o Ambiente de Negócios em Boa Vista, a Satisfação dos Expositores e Visitantes na 41ª Expoferr e a Capacidade de Recebimento e Armazenamento de Grãos em Roraima.

 

Segundo a coordenadora Angelita Vogel, a atualização dos dados reflete o crescimento produtivo e econômico roraimense neste ano. “Nos últimos meses, analisamos diferentes perspectivas, onde encontramos muitos resultados positivos. Contudo, também documentamos carências e falhas importantes que vão possibilitar novas políticas públicas”, disse.

 

Para o secretário Emerson Baú, o Governo de Roraima tem centrado forças no bem-estar da população, fomentando infraestrutura e segurança jurídica em favor do desenvolvimento. “Os projetos realizados pela gestão do governador Antonio Denarium refletem a política de expansão dos negócios, favorecendo quem trabalha e produz. Dessa forma, nosso Estado vem crescendo economicamente, apresentando resultados estimulantes para grandes investimentos, principalmente, na cadeia produtiva”, reforçou.

 

SAFRA 2022

 

O Relatório Técnico de Grãos sintetizou os resultados da produção de arroz, milho e soja, identificando os municípios de Alto Alegre, Amajari, Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Iracema e Mucajaí como os principais produtores de grãos, concentrando grandes propriedades e o agronegócio empresarial.

 

Os demais municípios como Caroebe, Normandia, Pacaraima, Rorainópolis, São João da Baliza e Uiramutã aparecem na pesquisa com áreas de produção situadas em unidades da Agricultura Familiar e Indígena, destacando a produção de milho e feijão.

 

Em números, o documento reforça mais de 190 propriedades produtoras fomentando 125,4 hectares de grãos em 2022, o que representa crescimento de 34,95% em relação ao ano anterior.

 

Segundo os coordenadores Marcelo Hentges e Regis Monteiro, o levantamento destaca a implantação dos projetos de fortalecimento da Agricultura Familiar desenvolvidos pelo Governo de Roraima reforçando a produção de milho e feijão em áreas de assentamentos da reforma agrária e terras indígenas, totalizando mais de 1.800 hectares distribuídos em todo o Estado.

 

“Os resultados desse projeto garantem a manutenção e o crescimento da produção de milho em Roraima e apresenta também uma tendência de queda em grandes propriedades devido à alta dos insumos. Mas dada a importância do milho na composição de rações como principal ingrediente, o Projeto de Grãos tem rompido paradigmas, garantindo, sobretudo, a oferta do produto no mercado regional”, complementou Hentges.

 

SOJA, ARROZ E MILHO

 

Somente com o plantio da soja, mais de 100 mil hectares foram plantados em 2022, correspondendo a um crescimento significativo de 42,6% em relação a 2021. Quanto à perspectiva para a cultura do grão em 2023, o relatório prevê o aumento da área de lavoura em 21,2%, com produtividade média de 59,7 sacas por hectare de soja.

 

Na produção de arroz, o relatório destaca 9.700 hectares de área plantada, referindo Boa Vista, Amajari, Bonfim e Normandia totalizando 18,5% de crescimento produtivo em relação a 2021. O município de Bonfim é o maior produtor de arroz do Estado, plantando esse ano 6.100 hectares.

 

A produção de milho em 2021 concentrou-se em sete municípios do Estado, totalizando 13.590 mil hectares de área plantada, com uma produção de 93.327,5 toneladas e produtividade de 111 sacas por hectares. Em 2022, somente São Luiz não cultivou milho, e a área plantada de milho ficou distribuída em 14 municípios, importando num crescimento de 4,95%, totalizando 14.263,6 mil hectares.

 

“Devido ao período de chuvas prolongado em Roraima, o processo de colheita do milho ainda está sendo finalizado, favorecendo a produção do grão numa estimativa de 94.995,5 toneladas para 2022”, detalhou Hentges.

 

SILOS

 

O armazenamento de grãos em silos apresenta vários benefícios, entre eles está a diminuição das perdas na produção, redução dos gastos com transporte, garantia da qualidade dos produtos armazenados e a utilização do produto em momento oportuno.

 

Conforme o Levantamento de Recebimento e Armazenamento de Grãos, os Silos em Roraima estão localizados nos municípios de Boa Vista, Cantá, Bonfim, Alto Alegre e Mucajaí. A Capital concentra 61,5% dos Silos, sendo seis deles na área urbana com estocagem apenas de arroz. Outros dois estão na área rural, dentro de fazendas, e mais cinco aparecem nas imediações do setor urbano.

 

Segundo a Pesquisa, 21 empreendimentos no Estado possuem Silos, mas somente 20 estão em funcionamento com capacidade total de armazenar 301.180 toneladas de grãos. Por safra, os Silos podem receber até 550.460 toneladas, sendo que a rotatividade da colheita de grãos também permite maior recebimento do que o armazenamento.

 

Em 2021, os silos receberam 204.066 toneladas de grãos, com destaque para o arroz (81.130t) e a soja (76.206t), juntos representaram 77,1% do total de grãos recebidos. Já em 2022, a expectativa de recebimento é de 337.930 t, sendo 201.740 t apenas de soja. Comparado ao ano anterior, o crescimento projetado estima 65,5%.

 

EXPOFERR 2022

 

O sucesso da Expoferr 2022 (Exposição Feira Agropecuária de Roraima) também foi registrado em pesquisa da Seadi, destacando a vitrine de negócios, conforto, tranquilidade, entretenimento, cultura e segurança em favor do desenvolvimento econômico estadual.

 

Segundo o documento, a Expoferr arrecadou mais de R$ 300 milhões em volume de negócios, contabilizando também uma média recorde de 70 mil visitantes por dia, movimentando, ao todo, mais de 300 mil pessoas curtindo os shows e demais atrativos instalados no Parque de Exposições Dandãenzinho, durante os dias 11 a 15 de novembro, no bairro Monte Cristo, zona Rural de Boa Vista.

 

A aceitação dos expositores, instituições parceiras e sociedade também foi documentada, além da revitalização do Parque, variedade de produtos, limpeza, infraestrutura, segurança e organização.

 

Ainda em números, a Expoferr 2022 comportou mais de 190 expositores dos mais variados segmentos, além de 140 bares, incluindo restaurantes. Durante o evento, as linhas de crédito e financiamentos foram atuantes na realização dos negócios, bem como os segmentos variados de expositores que lucraram com a venda de veículos leves e pesados, máquinas e equipamentos agrícolas, produtos agropecuários, serviços, movelaria, setor de gastronomia, além de incentivos para Agricultura Familiar e Indígena.

 

NEGÓCIOS

 

Sobre o Ambiente de Negócios em Boa Vista, a pesquisa abrangeu os segmentos do comércio, indústria e serviços, identificando características e expectativas de curto prazo. A metodologia aplicada utilizou um questionário semiestruturado abordando a Caracterização e Condição Atual das Empresas, o Nível de Confiança e a Atuação da Gestão Pública.

 

Para Max Fraga, coordenador de Competitividade Industrial e Comercial, o relatório identificou a atuação de diferentes empreendimentos, observando o perfil empresarial, além da busca por matéria-prima. “O documento ainda destaca fatores cruciais para a amplitude comercial e de serviços em Boa Vista, bem como a expectativa de investimentos e aperfeiçoamento de gestão e atendimento ao cliente com suporte do Governo de Roraima”, salientou.

Avalie este item
(0 votos)

Em funcionamento no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal tem feito a diferença na vida de muitos recém-nascidos, sendo a primeira UTI neurológica de Roraima.

 

Desde a implantação, em setembro deste ano, a unidade recebeu 13 recém-nascidos prematuros. O setor dispõe de monitoramento 24h por profissionais da própria Maternidade e pediatras do estado de São Paulo.

 

“Eles são monitorizados 24h por um eletroencefalograma e por meio desse aparelho podemos ter uma melhor neuroproteção desses pacientes e detectando de forma precoce alguma atividade epilética”, afirmou o pediatra Neonatologista, Rafael Freitas.

 

Ao todo, a UTI Neurológica possui um leito que é inteiramente voltado para o tratamento de asfixia perinatal, onde a equipe realiza exames clínicos, eletrográficos e de sangue que mostram o grau de oxigenação no cérebro do bebê, a fim de diminuir os riscos de complicações na saúde neurológica.

  

Entre os casos mais comuns estão a apneia e a anoxia neonatal, que é uma condição de privação ou diminuição de oxigênio no cérebro do bebê. E também casos de transtornos convulsivos silenciosos, onde não são perceptíveis os tremores.

 

Segundo o pediatra, a falta de um pré-natal adequado pode acarretar em um parto prematuro e difícil, sendo esses um dos motivos para internar o recém-nascido na UTI neurológica.

 

“Os pacientes que são selecionados [para passar pela UTI Neurológica] geralmente são prematuros. Muitas vezes as mães não fazem um pré-natal adequado ou então incompleto durante o processo de gestação, e no nascimento do bebê acabam por apresentar vários problemas, tendo um parto difícil que pode levar a anoxia”, ressaltou o pediatra.

Avalie este item
(1 Votar)

O Governo de Roraima, por meio do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), apoia o Projeto Ambiental e Patriótico “Pau-Brasil, no extremo norte do país”. E nesta sexta-feira, dia 30, o Iater recebeu a primeira placa do projeto da espécie que foi plantada na frente da sede do Instituto.

 

A entrega foi feita pelo fundador do projeto, 2º Ten QEPM José Alexandre Faustino. “O intuito do projeto é fazer renascer o espírito patriótico na nova geração, além de contribuir com a preservação do meio ambiente e fazer que Roraima seja reconhecido em nível nacional. O projeto está sendo implantado em todos órgãos públicos do estado de Roraima”, explicou.

 

O presidente do Iater, Marlon Cristiano Buss, ressaltou que receber a primeira placa de identificação é uma honra. “Estamos felizes em contribuir com o projeto. A planta está com vigor excelente, folhas verdes, bem nutrida, sinal que está sendo bem cuidada. E todos nós temos a obrigação de proteger e cuidar dessa muda para que daqui 30 anos as pessoas possam ver o resultado desse importante trabalho”, frisou.

 

O pau-brasil durante o período colonial foi uma das principais fontes de renda. Na época, a extração estava associada à construção civil e naval. Do lenho, também era extraído um tipo de corante, usado para colorir roupas e confeccionar tinta para escrever.

 

Em 2004 essa espécie entrou oficialmente na lista de árvores ameaçadas de extinção. Hoje, a árvore pau-brasil encontra-se protegida por lei e não pode ser cortada.

Avalie este item
(0 votos)

O secretário Emerson Baú, titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), está deixando a pasta do Governo do Estado para ocupar a superintendência do Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Roraima), a partir de janeiro de 2023.

 

Na despedida, Baú fez uma avaliação dos serviços realizados na Seadi e afirmou que o Governo deixará projetos finalizados para o próximo mandato. “Hoje, concluímos um ciclo intenso de serviços prestados para a sociedade roraimense, deixando um legado de desenvolvimento inédito e promissor de novos cenários com a futura gestão”, detalhou.

 

Ele disse que em março de 2022 iniciou a estruturação organizacional da Seadi buscando monitorar e avaliar as políticas públicas estaduais relativas aos setores produtivos, atuando no fomento da agricultura, indústria, comércio regional e internacional, serviços e inovação com ênfase na geração de emprego e renda recorrentes ao desenvolvimento sustentável.

 

“Em 2022, estou completando quatro anos de gestão pública, onde obtive um aprendizado imensurável. E uma vez aqui, percebi o quanto é necessário mantermos um esforço extraordinário para o desenvolvimento do Estado", avaliou.

 

Na oportunidade, o secretário também agradeceu o empenho dos servidores e colaboradores da Seadi, que, segundo ele, são pessoas que trabalham de forma ativa e precisa cumprindo o orçamento da pasta à risca.

 

"Deixo na Seadi um corpo técnico sinergético construído nestes últimos dez meses em que juntos atuamos dando o melhor de si, cada um em seu ambiente organizacional, aferindo a solidez do comprometimento. Deus nos colocou nesse caminho. Assim, agradeço também ao nosso governador Antonio Denarium e a primeira dama Simone Denarium pela atuação sensível em favor do desenvolvimento do povo roraimense. Contudo, são passagens como essa nos fortalece para encarar novos projetos em nossa vida”, reforçou.

 

O governador Antonio Denarium agradeceu o empenho dedicado por Baú na gestão da Seadi. “O [Emerson] Baú é um profissional de excelência, que potencializou as ações de Governo ao longo desses quatro anos, tanto no planejamento quanto na agricultura, promovendo desenvolvimento social e econômico. Nessa nova jornada, no Sebrae-RR, eu tenho a certeza de que ele vai desenvolver um grandioso trabalho e continuar ajudando o Estado de Roraima”, disse.

 

AGRICULTURA FAMILIAR E DISTRITO INDUSTRIAL

 

Para Emerson Baú, a Seadi ainda tem muito por realizar no que tange à jornada de benefícios para os agricultores, principalmente, na Agricultura Familiar.

 

"Em nossa gestão, entregamos implementos e tratores em todo o Estado, além do maior projeto de produção na Agricultura Familiar. Neste momento, a colheita de milho continua a todo vapor, além da atuação da equipe Seadi no Distrito Industrial assegurando títulos definitivos, bem como os negócios internacionais integrando com os mercados de fronteira, estabelecendo o fluxo da exportação de produtos também pela ampliação da economia regional”, destacou.

 

REALIZAÇÕES

 

"Nesse incessante período de trabalho realizamos diferentes serviços em favor do povo roraimense, destacando a Aprovação do ZEE-RR [Zoneamento Ecológico-Econômico]; Ampliação dos Benefícios Fiscais aos produtores; Assistência Técnica por meio do Agro em Campo; Criação do Iater [Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural]; Regularização e Censo das empresas no Distrito Industrial; Crescimento da produtividade agrícola e atração de investimentos para Roraima; Tecnologia e Sustentabilidade com a criação da Faper [Fundação de Amparo à Pesquisa]; Estruturação e Evolução do Plano Roraima 2030; Novos acordos de exportação com a Caricom; Coordenamos a Expoferr 2022; Desenvolvemos o site da Seadi e o Calendário Agrícola de Roraima, entre outros projetos fundamentais de desenvolvimento. Temos orgulho dessa trajetória", destacou.

Avalie este item
(0 votos)

Referência entre as unidades que realizam serviços de urgência médica no Estado, o Pronto Atendimento Cosme e Silva realizou 167.372 atendimentos em 2022, entre 01º de janeiro a 28 de dezembro.

 

O quantitativo supera os 149.187 atendimentos realizados durante o ano de 2021. A unidade recebeu uma série de investimentos do Governo do Estado para melhorar a sua capacidade de resposta às necessidades dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

 

“A unidade aumentou o quantitativo de médicos, enfermeiros, técnicos e criamos a sala fast [rápida] que é uma novidade do estado que visa agilizar o atendimento. Então, antes o paciente mais simples que esperava por horas, agora espera de 15 a 20 minutos para ser atendido”, afirmou o responsável pela administração da unidade, Valtecy Mendes.

 

Situado na rua Delman Veras, no bairro Pintolândia, o Cosme e Silva acolhe a demanda de grande parte da população da zona Oeste da Capital, registrando uma média de 14 mil atendimentos por mês. A unidade funciona 24h/dia, todos os dias da semana.

 

Uma das novidades implantadas neste ano pela Sesau (Secretaria de Saúde) é a Sala Rápida, um local destinado para atender situações que poderiam ser resolvidas em UBS’s (Unidades Básicas de Saúde).

 

O Cosme e Silva também dispõe de sala de vacina, salas de isolamento de covid-19 e malária, sala de observação e outra de estabilização para casos mais graves. Além de exames, caso necessário, como raio-x e eletrocardiograma.

 

2022 também foi o ano onde a unidade recebeu grande volume de investimentos em aquisição de insumos para atender e tratar essa crescente demanda dos pacientes.

 

“Apesar de o quantitativo de pacientes ser muito grande aqui [no PACS], nós estamos conseguindo absorver [os pacientes]. Nós temos recebido muito mais medicamentos com uma variedade maior, e com isso fazemos o tratamento de todos os pacientes que chegam à unidade”, ressaltou Valtecy.

 

O autônomo Yvan José Figuera, de 59 anos, aguarda a data de uma cirurgia, e, enquanto não se confirma, o imigrante tem ido ao pronto atendimento para tratar de algumas dores que sente.

 

“A equipe tem nos recebido muito bem e [meu pai] tem melhorado. Estamos só aguardando a alta do médico”, complementou a filha do imigrante, Losbel Figuera.

Avalie este item
(0 votos)

O estado de Roraima recebeu diversos investimentos na infraestrutura nos últimos anos. Em 2022, o Governo Estadual injetou R$ 81.251.274,98, destinado à realização de 29 obras públicas, que já foram entregues a população. O Estado trabalha de forma planejada e um dos eixos que merecem destaque na atual gestão é o da infraestrutura.

 

Dentre as obras em destaque, 41 escolas foram revitalizadas e 10 estão com obras em andamento, que são executadas em parte pela Seinf (Secretaria de Infraestrutura) e Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

 

Na área da segurança pública recentemente foi entregue o primeiro estande de tiro da Polícia Militar. O local possui 470 metros quadrados, com isolamento acústico e área de tiro para arma curta e outra área para armamento de cano longo. A instalação possui seis raias, três de 50 metros e três de 25 metros, com segurança, acústica moderna e em modelo “indoor”, que oferecem proteção contra as condições climáticas adversas e podendo ser operada 24 horas por dia.

 

Além disso, foi feita a ampliação do Centro de Referência da Saúde da Mulher Maria Luiza Castro Perin. As Casas do Produtor Rural dos municípios de Cantá, Mucajaí, Uiramutã, Alto Alegre foram todas reformadas e todos os prédios ligados à Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem Estar Social) também passaram por reforma geral.

 

Na área do esporte e lazer foi entregue o complexo esportivo de Novo Paraíso (Caracaraí), Campo de Futebol da comunidade indígena do Boqueirão (Alto Alegre), Ginásio Poliesportivo de Pacaraima e a Praça Interativa José Haddad.

 

Em breve outras obras serão entregues à população, entre elas: o campo de futebol e pista de atletismo do Parque Anauá, que está com 60 % dos serviços concluídos; a nova sede do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima) que vai funcionar no antigo Boa Vista Shopping e está com 80% da obra concluída, e o Parque aquático Ottomar de Souza Pinto, em Caracaraí, com 60% da obra concluída.

 

 

Governo investe R$ 76 milhões na recuperação de estradas, pontes e vicinais

 

Para dotar Roraima de uma infraestrutura moderna de transportes, o Governo atuou de forma eficiente e transparente na aplicação de recursos, assim foi possível recuperar estradas, pontes e pavimentar alguns trechos.

 

Nesses quatro anos de governo foram investidos na infraestrutura das estradas R$ 76 milhões. De 2019 a 2022 foram recuperados 2.900 quilômetros de estradas. No mesmo período foram construídos 3.685 metros de pontes de madeira. E foram entregues cinco pontes de concreto com extensão total de 120 metros, construídas ao longo da RR-325, entre os municípios de Mucajaí e Alto Alegre.

 

O trabalho de manutenção nas estradas dos 15 municípios de Roraima continuará em 2023. Assim como a construção de pontes de madeira e serão construídas mais três pontes mistas de concreto e aço, sendo uma na RR-205 e duas na RR-206, trecho que liga Boa Vista a Vila São Francisco.

 

PAVIMENTAÇÃO

 

Entre as rotas de escoamento de produção mais utilizadas pelos agricultores no Estado, diversas rodovias estão recebendo asfalto. O Governo está investindo R$ 202.279.245,03 na melhoria na malha viária das rodovias estaduais, incluindo a implantação das sinalizações nas estradas.

 

A RR-342, que liga a BR-174 e a Vila do Taiano, em Alto Alegre, conta com 28 quilometro de asfalto novo e está em execução mais 18km. A Vila São Silvestre, localizada no mesmo município também está recebendo asfalto. Os moradores do Sul do Estado serão beneficiados com a pavimentação da Vicinal 26, que liga o município de São João do Baliza a Nova Colina.

 

O trecho de 18 quilômetros da vicinal 28 está sendo pavimentado. Ainda no SUL do Estado, na Vicinal 09 que liga a Vila Martins Pereira, até a Vila Moderna, em São Luiz também recebe asfalto.

 

No município do Cantá, a estrada Tronco Malacacheta está passando pelos serviços de terraplanagem e receberá 12 quilômetros de pavimentação. E no Amajari, a estrada do troco Trairão, no trecho de 17km, receberá em breve a camada asfáltica.

 

No bairro Cidade Satélite, em Boa Vista, está em execução à duplicação da rodovia RR-205, no trecho urbano que vai até o anel viário, com extensão de 18 Km.

 

ELETRIFICAÇÃO

 

O Governo também tem investido na melhoria da iluminação pública dos municípios. Em 2022, as ruas de Iracema ficaram mais iluminadas. Isso se deve aos trabalhos de modernização do sistema de iluminação com tecnologia em LED.

 

Foram investidos recursos no valor de R$ 1.386.023,05 para a  instalação de 711 pontos de iluminação.  A opção pelo LED gera economia de, no mínimo, entre 30% e 40%  e, dependendo do caso, pode chegar a 50% .  O que significa mais segurança aos moradores e economia na conta de energia do município.

 

O município do Cantá, por exemplo, foi beneficiado com a modernização da iluminação em LED, atendendo também o distrito de Santa Cecília.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Seplan (Secretaria de Planejamento e Orçamento) e Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), inicia nesta quinta-feira, 29, uma consulta pública quanto ao Planejamento do Eixo de Desenvolvimento Sustentável - Roraima 2030.

 

A consulta objetiva a participação popular para inserir ideias inovadoras no fomento das cadeias produtivas, empreendedorismo comercial e mercado competitivo.

 

Para participar do processo, é preciso acessar o endereço eletrônico: https://seadi.rr.gov.br/eixo/. Baixar o documento e, em seguida, apresentar as ideias em favor do Estado.

 

Segundo o governador Antonio Denarium, o Plano estabelece estratégias a longo prazo em sintonia com os desafios socioambientais da Amazônia, assegurando o aproveitamento racional dos recursos naturais com incentivo e apoio à produção sustentável em todo o Estado, promovendo efetiva qualidade de vida nas pessoas.

 

“Nesse intuito, o Governo de Roraima convida toda a população, além das Instituições vigentes, para somar neste processo de futuro oferecendo sugestões sobre o Eixo de Desenvolvimento Sustentável, que garantem ações governamentais que colaborem com um ambiente favorável de crescimento defensável para nossa região”, destacou Denarium.

 

O titular da Seplan, Diego Prandino, disse que o Roraima 2030 traça planos e objetivos fundamentais para os eixos principais da política pública. “O Roraima 2030 é uma ação inédita pensando nos anos subsequentes do Estado com técnicas importantes de políticas públicas visando novos sistemas de segurança e processos de produção sendo trabalhados como alavancas de sustentabilidade e desenvolvimento”, reforçou.

 

O secretário da Seadi, Emerson Baú, afirmou que dentro do eixo sustentável, o plano cria uma ambiência positiva e segura de gestão agroambiental, governança fundiária, qualidade sanitária, além do etnodesenvolvimento nas terras indígenas.

 

EIXO SUSTENTÁVEL

 

O Plano Roraima 2030 – no eixo de Desenvolvimento Sustentável - propõe a construção de políticas públicas empreendedoras, inovadoras e efetivas para o crescimento econômico estadual aproveitando as condições especiais de produção, além do fomento ao bem-estar, saúde, educação, gestão econômica, segurança e infraestrutura.

 

Nesse intuito, o Roraima 2030 permite o melhor direcionamento dos esforços governamentais, propiciando o bem viver das pessoas no estímulo aos negócios, valorizando a sustentabilidade e a biodiversidade frente às oportunidades de produção, geração de emprego e renda.

Avalie este item
(0 votos)

Com objetivo de informar aos produtores rurais sobre a melhor época de plantio e condução da lavoura, o Governo do Estado, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), lançou, nesta quarta-feira, dia 28, o Calendário Agrícola de Roraima.

 

O instrumento, além de beneficiar os agricultores, poderá ser utilizado por instituições públicas e financeiras no incentivo de projetos potenciadores do universo agro. “O planejamento agrícola é responsável pelas estratégias de gestão objetivando a redução de custos, fomento da produtividade e sustentabilidade dos negócios”, detalhou o governador Antonio Denarium.

 

Segundo o secretário de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação, Emerson Baú, nessa perspectiva, os bons resultados atrelados aos processos do plantio necessitam do melhor planejamento e seguridade da execução, evitando o máximo de prejuízos aos produtores rurais.

 

ENTENDA COMO FUNCIONA

 

Durante o ano, o calendário ajusta as principais etapas das diferentes culturas agrícolas, destacando informações sobre o preparo do solo, semeadura/plantio, trato e colheita. “Como as condições climáticas de Roraima são diferenciadas, o calendário apresenta, em parte, conhecimentos voltados para a região Norte e, noutra, para a região Sul, bem como informações específicas para a produção da Olericultura”, reforçou Baú.

 

Na confecção do Calendário, a Seadi tomou como base o exemplar utilizado pela Secretaria de Agricultura em 2006, bem como os Zoneamentos Agrícolas de Risco Climático elaborados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

“Além do corpo técnico da Seadi, a produção do Calendário Agrícola Roraimense também contou com auxílio da equipe do Iater [Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural], que entre as observações, situou o preparo do solo para as regiões de mata iniciando de outubro a abril. E para os locais de cerrado, de janeiro a abril, devendo o produtor atentar ao ciclo de cada cultura quanto às variedades precoces e tardias implantadas”, complementou Baú.

Avalie este item
(0 votos)

Ao longo deste ano, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) realizou diversas campanhas para manter o estoque bem abastecido, atendendo as demandas de sangue das unidades hospitalares de todo o Estado.

 

Nesse período, a unidade contabilizou 4.570 doações de reposição, que são destinadas para o atendimento das cirurgias de emergência.  Esses doadores geralmente são amigos ou familiares vinculados a um paciente internado que necessitará de transfusão imediata.

 

“O paciente que vai necessitar dessa reposição é alguém que se enquadra nas cirurgias eletivas, que são as cirurgias não emergenciais. E para isso é indicado pelo menos dois doadores para fazer essa reposição de sangue, então sempre sensibilizamos a família ou amigos próximos para que eles nos procurem e façam essa doação”, explica a Assistente Social, Hellen Bessa.

 

De acordo com ela, a presença desse tipo de doador é importante, uma vez que evita a queda brusca do estoque de sangue, ajudando a manter a realização de cirurgias nos hospitais de referência do Estado, como o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento).

 

Caso o voluntário se interesse em doar sangue para alguém que fará uma cirurgia eletiva, é preciso direcionar a solicitação para a recepção. Após a doação, é necessário solicitar um atestado que deve ser entregue ao paciente internado na unidade hospitalar.

 

“No final da coleta, ele precisa sair com um atestado que fez a doação e depois deverá ser entregue para o paciente que irá ser internado ou familiar dele, onde essa pessoa vai sinalizar no hospital que já foram realizadas as reposições solicitadas pela unidade hospitalar”, explicou a assistente social.

 

O agente de trânsito Ednaldo Faustino de Lima, 47 anos, é doador há mais de 25 anos. Ele foi até o Hemoraima para fazer uma doação de reposição em prol de um amigo que estava internado no HGR.

 

“Doar sangue é necessário para salvar a vida de quem está precisando, e naquele momento [da doação] é o que você pode dar o melhor. Hoje, eu estou podendo fazer por ele, mas amanhã pode ser ao contrário”, complementou o funcionário público.

 

COMO DOAR?

 

Para ser doador de sangue é necessário pesar no mínimo 50 quilos e ter entre 16 e 69 anos. Caso o doador seja menor de 18 anos, é necessário que o mesmo tenha o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

É preciso apresentar a identificação oficial física (Identidade, habilitação ou carteira de trabalho).

 

O Hemoraima fica na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 3418, bairro Aeroporto. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h, e das 13h30 às 17 horas.

 

Avalie este item
(0 votos)

Durante 15 dias o Palácio Senador Hélio Campos proporcionou para aproximadamente 12 mil pessoas uma experiência única: a sensação de estar na França.

 

Com uma decoração totalmente inspirada no Palácio de Versalhes, famílias inteiras visitaram a sede do Governo para registrar por meio de fotografias e vídeos a magia transmitida pelas árvores, bonecos, iluminação e móveis decorativos que resgatam o espírito de Natal.

 

O capitão Júlio Cesar, da Casa Militar do Governo de Roraima, ressaltou que durante esse período, os responsáveis pela segurança do local não receberam acionamento para nenhum tipo de ocorrência ou imprevisto, sendo que todas as visitas foram pacíficas.

 

“Registramos muitas pessoas de outros Estados, que elogiaram a organização. Todos que visitaram enfatizaram nunca terem visto uma decoração tão bonita no estado de Roraima! O público maior era de crianças, idosos e pessoas que contrataram fotógrafos particulares para fazer book´s”, ressaltou o capitão.

 

Até o dia 30 de dezembro, o Palácio Senador Hélio Campos estará aberto das 8h até meia noite para visitação.

 

“A cada dia, mais e mais famílias visitam nosso Palácio para registrar momentos lindos na decoração natalina. Fiquei muito feliz e satisfeito com o resultado. Convido a todos a prestigiarem, já que a visitação estará disponível até o dia 30 de dezembro. Tenho certeza que vão sentir a magia que emana pelos quatro cantos desse lugar especial”, reforçou o governador Antonio Denarium.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima divulgou os editais de matrículas para o ano letivo 2023. A rede estadual de ensino ofertará 22.697 novas vagas para escolas da Capital, Interior e Indígenas. As novas matrículas serão de 09 a 13 de janeiro e as aulas vão iniciar no dia 1° de fevereiro de 2023.

 

Na capital Boa Vista, foram ofertadas 11.933 vagas e destas, 4.217 já foram preenchidas com o sorteio público para 20 colégios estaduais militarizados e escolas Euclides da Cunha e Lobo D’Almada (resultado disponível para consulta no link https://is.gd/colegiosmilitarizadosrr).

 

Ficaram disponíveis para as escolas da Capital, 7.716 vagas, sendo 3.215 para o 6° ano do Ensino Fundamental, 3.311 para a 1ª série do Ensino Médio e 1.190 para a EJA (Educação de Jovens e Adultos).

 

No Interior, para as escolas localizadas nas zonas urbana e rural dos municípios, estão sendo ofertadas 8.981 vagas, sendo 2.913 para o ingresso no 6° ano do Ensino Fundamental, 2.638 para a 1ª série do Ensino Médio e 3.430 para a EJA. Para a educação escolar indígena serão disponibilizadas mais 6 mil novas vagas.

 

“Estamos preparados para receber os novos alunos que vêm da rede municipal de ensino e também os estudantes imigrantes, que é uma realidade em nosso Estado. Reforçamos que há vagas suficientes para atender toda a população em idade escolar, de forma que ninguém ficará fora da sala de aula”, reforçou diretora do Departamento de Educação Básica, da Secretaria de Educação e Desporto, Nildete Melo.

 

Para os estudantes que vão permanecer na mesma escola, a matrícula é feita de forma automática, mediante o avanço de um ano para o outro. Já as transferências, essas podem ser efetuadas a qualquer tempo, basta que o pai ou responsável procure a secretaria escolar.

 

MATRÍCULAS NOVAS SERÃO EM JANEIRO

 

O período de matrículas novas na rede estadual será de 09 a 13 de janeiro. Os pais ou responsáveis devem dirigir-se às escolas pretendidas e efetuar a matrícula diretamente na secretaria da escola.

 

É necessário apresentar cópia e original dos seguintes documentos: histórico escolar ou guia/declaração de transferência; CPF do aluno (se tiver) ou RG, ou certidão de nascimento do aluno. E ainda RG e CPF do pai, mãe ou responsável legal do aluno; comprovante de residência com CEP; cartão de vacina atualizado (não é obrigatório); cartão do Bolsa Família (se beneficiário) e duas fotos 3x4 recentes.

 

Os pais ou responsáveis de estudantes que foram sorteados para os colégios estaduais militarizados e escolas Euclides da Cunha e Lobo D’Almada também devem procurar as unidades de ensino para fazer as matrículas entre 09 a 12 de janeiro, conforme cronograma abaixo (tabela). Caso a matrícula não seja efetivada nesse período, a vaga será disponibilizada para convocação dos estudantes que estão na lista de espera a partir do dia 13 de janeiro.

Avalie este item
(0 votos)

A festa da virada de ano é um dos momentos mais esperados por milhares de pessoas e a chegada de 2023 tem tudo para ser uma belíssima festa. É o tradicional Réveillon do Parque Anauá que reúne as famílias.

 

Para garantir a segurança e encantar o público presente, o Governo do Estado, por meio da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo) segue o planejamento com a finalização dos últimos ajustes.

 

Segundo o governador Antonio Denarium, a festa de Réveillon do Parque Anauá está sendo organizada para todas as famílias de Roraima. “Será um momento de confraternização, sentimento de gratidão e amor. Convido a toda a população a comparecer nessa tão tradicional festa de virada do ano no Parque Anauá”, ressaltou.

 

O diretor de Promoção Cultural da Secult, Enos Almeida, disse que o Parque está sendo totalmente revitalizado, com pintura nova, iluminação de led e limpeza total.

 

“Temos uma estrutura nova que foi toda pensada para receber a população com todo o carinho e aconchego que a gestão tem com a população de Boa Vista e dos demais municípios do Interior que vem prestigiar a festa. Para isso o Parque Anauá está bem iluminado com um palco diferenciado, no gramado para as famílias ficarem próximas ao palco e poderem curtir a atração nacional e as bandas locais”, esclareceu.

 

Além do palco principal que será montado na beira do Lago dos Americanos, haverá ainda o Palco da Família, com surpresas para que as pessoas possam fazer as tradicionais selfs e registrar a virada do ano.

 

Enos explica que os fogos terão desenhos diferentes este ano e sairão todos de dentro da área do Lago dos Americanos. Para este ano, a tradicional queima de fogos terá duração de 10 minutos e serão utilizados fogos de artifícios silenciosos.

 

 

Banda Magníficos vai fazer o show da virada

 

 

A atração nacional deste ano será a banda paraibana Magníficos, que subirá no palco principal do Parque Anauá a partir de 23h. A banda é considerada uma das maiores potências do forró, e é conhecida nacionalmente pelo repertório gigantesco que tornam o acervo de sucessos variado e conquistou o povo nos últimos anos. Entre os hits mais conhecidos estão “Me Usa”, “Carta Branca” e “Verdadeiro Amor”.

 

A banda foi oficialmente criada em 1995, no município de Monteiro (PB) e, desde então, Magníficos vendeu mais de oito milhões de cópias, o que rendeu vários discos de ouro ao grupo musical.

 

Atualmente, a Magníficos tem como vocalistas Ohara Ravick e Fernando Frajola.

 

ATRAÇÕES REGIONAIS

 

Entre as outras atrações que animarão o público no Palco Principal estão Cassia Kyss, Dithânia, Emily Oliveira, Estevão Alves, Marcos Noleto e Felipe Cardoso.

 

Além disso, na Tenda Eletrônica animarão a noite a DJ Larissa Merack, DJ Chica Loca, DJ Márcio Mota e DJ Estrella.

 

E no Palco Estrela a agitação ficará por conta do Grupo de Palhaçaria Xuxu & Cia, Show Infantil “Colorindo com Euterpe”, Criart Teatral – Espetáculo Musical “O Menino e o Barquinho” e Show Gospel – Gedson e Banda / Felipe Flores.

 

 

 

Réveillon será oportunidade para aquecer a economia local

 

 

Durante a noite de festa cerca de 130 ambulantes estarão espalhados pela área do Parque Anaúa. A expectativa é a geração de mais de 300 empregos diretos e cerca de mil empregos indiretos durante a festa. Eles estarão divididos nas áreas para comercialização de bijuterias, circuito de alimentação, espaços para barracas de bebidas, máquinas especiais, trailers, food truck e carrinhos, rotativos, área Kids, tiro ao alvo e bingo e parque de diversão.

 

“É a oportunidade que muitos ambulantes têm para garantir uma renda extra e a população de saborear as delícias da culinária, além das atrações que prometem animar a noite e atividades voltadas para a família. Esperamos todos para esse evento que é um dos momentos tradicionais do Estado de Roraima”, complementou.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta terça-feira, dia 27, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) realizou, na sede da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), o primeiro encontro oficial do Conselho Deliberativo da instituição.

 

Formado por 15 instituições, o Conselho tem como objetivo principal a orientação geral da Faperr, além de elaborar ou modificar estatuto, aprovar proposta orçamentária, julgar contas, apreciar relatórios e também o Plano Anual de Atividades da instituição.

 

Durante a primeira reunião, que contou com a presença de nove instituições, foi apresentado o estatuto já com as alterações sugeridas pelo Conselho, como também a apresentação dos programas prioritários que serão executados em 2023.

 

Para o presidente da Faperr, Pedro Cerino, a reunião foi um marco para o início das atividades. “Hoje fizemos a apresentação do nosso estatuto já com as devidas alterações e também a divulgação do calendário de reuniões para o ano que vem. Mais um grande passo foi dado”, destacou.

 

O secretário da Seadi, Emerson Baú, explica que 2022 foi o ano da ciência em Roraima. “Lutamos muito e nos enche de orgulho termos uma fundação de amparo à pesquisa em nosso Estado. Hoje estamos dando mais um grande passo rumo ao desenvolvimento da ciência e pesquisa roraimense”, afirmou.

 

CONHEÇA OS CONSELHEIROS DA FAPERR

 

Fazem parte do Conselho Deliberativo, além da Faperr, representantes dos seguintes órgãos e instituições: Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação); Seed (Secretaria de Estado da Educação); Sesau (Secretaria de Estado da Saúde); Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda); Femarh (Fundação de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado); Uerr (Universidade Estadual de Roraima); Ierr (Instituto Estadual de Roraima); ALERR (Assembleia Legislativa de Roraima); UFRR (Universidade Federal de Roraima); IFRR (Instituto Federal de Roraima); Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária); Fier (Federação das Indústrias de Roraima); Faer (Federação de Agricultura de Roraima) e também representantes das Instituições de Ensino Superior privadas sediadas no Estado.

Avalie este item
(0 votos)

Nos dias 23, 24 e 25 de dezembro de 2022, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) realizou uma operação de Natal, na capital Boa Vista e em outros municípios do Estado.

 

Durante o período natalino, foram registradas 120 infrações de trânsito, resultando em 82 motoristas sem cinto de segurança e 14 passageiros sem cinto de segurança.

 

Também foram autuados 10 condutores de veículo usando celular enquanto dirigia; 08 veículos não licenciados; 03 motoristas dirigindo sem possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e três motoristas autuados por embriaguez ao volante.

 

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito, o valor da multa por dirigir embriagado é de R$ 2.934,70, além de ser considerada uma multa gravíssima. O valor é o mesmo, caso o motorista se recuse a fazer o teste do bafômetro.

 

“Esse valor serve para alertar o motorista sobre os perigos de consumir álcool e dirigir, e aumentar o rigor em relação a esse tipo de infração. Afinal, isso implica na segurança do condutor, dos passageiros e de outros motoristas e pedestres que estão por perto no momento”, comentou o presidente do Detran-RR, coronel Álvaro Duarte.

Avalie este item
(0 votos)

As demandas comuns do final de ano, como férias, matrículas escolares, viagens, e o período de festas, provocam uma média de até 30% de aumento nas solicitações de serviços no IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz).

 

Para que as pessoas evitem contratempos na hora de conseguir o RG (Registro Geral), a direção do IIOC recomenda que todos aqueles que precisarão da 1ª ou 2ª via do documento nesta época, que procurem com antecedência os postos de atendimento tanto na Capital, como no interior.

 

“O Instituto de Identificação nesses meses de dezembro e janeiro próximo está trabalhando de forma intensa e eficiente para que o cidadão possa ter acesso e facilidade em solicitar o seu RG”, disse o diretor do Instituto de Identificação Odílio Cruz, Hênio Stânio Lima Andrade.

 

Ele ressaltou que todos os postos da Capital e do Interior estão funcionando e que em casos de prioridade ou urgência para a emissão do RG, o cidadão deve informar no momento do atendimento.

 

“O prazo médio para entrega do documento é de 10 dias. Contudo, sabemos que algumas demandas são urgentes e por isso a pessoa deve conversar com o atendente no posto que for e procurar saber se ela se enquadra em alguma urgência”, afirmou.

 

LOCAIS DE ATENDIMENTO

 

Em Boa Vista o IIOC tem duas unidades de atendimento: a sede, localizada na Av. Venezuela, 2083, bairro Liberdade, com horário de atendimento entre 7h30 e 19h30 e um posto avançado dentro da Casa do Cidadão, na Rua N5, bairro Senador Hélio Campos.

 

No interior, os municípios de Pacaraima, Amajari, Alto Alegre, Normandia, Iracema, Caracaraí, São Luiz, São João da Baliza e Rorainópolis também contam com postos de atendimentos com funcionamento de segunda à sexta, de 7h30 até às 13h30.

 

Boa Vista registra maior demanda de emissão de RG - Um levantamento feito pelo Instituto de Identificação Odílio Cruz expõe os dados de emissão de RG em Boa Vista e no Interior de Roraima nos últimos dois anos.  

 

De acordo com os dados, a capital Boa Vista se destacou com a maior quantidade de solicitações do documento nos últimos dois anos. Conforme os dados, até a metade de dezembro deste ano de 2022 foram emitidos 40.933 documentos, sendo 13.510 de 1ª via e 27.423 solicitações de 2 ª via.

 

No ano passado, a Capital registrou 27.211, sendo 8.019 solicitações de 1 via e 19.192 de 2ª vias emitidas. Quando comparados, os dados representam um aumento de 49,2% em 2022.

 

Os dados do IIOC mostram ainda que em 2022 foram emitidos 15.060 documentos no interior do estado. Os três municípios que mais emitiram o documento foram: Rorainópolis (2.658), Caracaraí (2362) e Normandia (2.152). Iracema teve a menor demanda, 560 solicitações.

 

Em 2021, foram 5.703 no total. Os municípios de Caracaraí (1.318) e Iracema (829) registraram a maior demanda.

 

De acordo com o Hênio, o resultado foi possível devido a política de trabalho adotada pelo Governo do Estado.

 

“Neste ano o nosso objetivo era levar o IIOC para mais perto da sociedade e possibilitar que as pessoas tivessem mais acesso ao nosso serviço. Ações como estender o horário de atendimento na sede, abrir novos postos de atendimento avançado no interior e realizar mais atividades itinerantes foram adotadas e mostram que estamos no caminho correto”, avaliou Hênio.

Avalie este item
(0 votos)

Quando o assunto é apoio à agricultura familiar e indígena o Governo do Estado dá provas do compromisso com trabalho executado para garantir o fortalecimento do setor agricultura.

 

Entre os resultados positivos estão os benefícios fiscais concedidos por meio da Lei Nº 215/98, que trata sobre a isenção de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), para aquisição de máquinas, equipamentos, peças e principalmente insumos e combustível.

 

Para estimular o desenvolvimento econômico, o governador Antonio Denarium assinou decreto que credencia a Coparr (Cooperativa Agropecuária e Agroindustrial dos Piscicultores de Roraima) para que seja mais uma instituição atendida com a concessão de benefícios fiscais.

 

Acompanhado dos secretários estaduais de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação, Emerson Baú, e de Fazenda, Cel. Freitas, o govenador explicou sobre as ações executadas desde o primeiro momento de gestão com foco no apoio ao homem do campo.

 

“O Estado de Roraima tem tudo para crescer e se desenvolver e a agricultura é uma das áreas de grande importância, e é por isso que temos trabalhado firme nas medidas necessárias para contribuir com o fortalecimento desse setor como a regularização fundiária, aquisição de equipamentos e treinamentos para que o homem do campo tenha a qualificação necessária e possa acompanhar a evolução do mercado”, esclareceu o governador.

 

Para o presidente da Coparr, José Carlos Markus, a Cooperativa tem sido fortalecida graças às ações de Governo voltadas para o setor produtivo. 

 

“É extremamente importante porque aumenta a capacidade de competir no mercado, pois o ICMS é um imposto que muitas vezes maltrata o produtor rural e com a isenção o Governo incentiva produção de alimentos e a competitividade. A partir de agora cada um poderá fazer o seu plano de exploração para ter a aprovação do Governo e ter acesso aos benefícios da Lei”, ressaltou.

 

 

Cooperados podem iniciar projeto técnico para ter direito ao benefício

 

“A partir de agora a Coparr é uma entidade credenciada e com isso os seus cooperados poderão apresentar o projeto técnico e econômico e ter acesso a benefícios concedidos pela Lei 215/98 que trata da isenção de ICMS. Para nós é uma satisfação fazer parte desse novo momento na vida desses agricultores que terão condições de alavancar ainda mais os seus negócios”, informou o secretário de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação, Emerson Baú.

 

Hoje com 32 cooperados e quase oito mil funcionários, a Cooperativa explora principalmente a produção e comercialização de peixe para Roraima e o Amazonas, mas atua ainda com a produção de grãos e bovinocultura.

 

“Só temos a agradecer pela política de Governo em prol da agricultura. Nossa Cooperativa, por exemplo, teve mais acesso a financiamentos bancários depois que recebeu o Título Definitivo. E sem sombra de dúvidas futuramente teremos condições de crescer muito mais com mais esse apoio”, acrescentou Markus.

Avalie este item
(0 votos)

Os proprietários de veículos devem ficar atentos ao prazo para realização da transferência de propriedade. A partir do dia 15 de dezembro de 2022, uma portaria publicada pelo Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), determina que o período volta a ser de até 30 dias.

 

Esse prazo sofreu alteração durante a pandemia, com a finalidade de evitar aglomeração no setor de vistoria do Detran-RR e no cartório.

 

O diretor-presidente do Detran-RR, coronel Álvaro Duarte, lembrou que quando uma pessoa compra um carro e reconhece as assinaturas em cartório, tem até 30 dias para procurar o órgão de trânsito e transferir para o nome, sob pena de incidir multa por esse atraso.

 

“Esse prazo de até 30 dias é em conformidade com as diretrizes que já estão previstas no CTB [Código de Trânsito Brasileiro], mesmo antes da pandemia. Isso traz mais segurança para quem vai vender o veículo porque ficará livre de possíveis transtornos, e o novo dono vai conseguir emitir o licenciamento anual”, complementou cel. Álvaro Duarte.

 

Dessa forma, o CRV (Certificado de Registro de Veículo) ou ATPV-e (Autorização para Transferência de Propriedade Veicular Eletrônica) que tiverem assinaturas reconhecidas até 15 de dezembro, terão prazo de até 30 dias para realizar a transferência de propriedade.

Avalie este item
(0 votos)