Notice: Trying to get property 'component' of non-object in /var/www/html/portal/plugins/content/jdsocialshare/jdsocialshare.php on line 348

Notice: Trying to get property 'component' of non-object in /var/www/html/portal/plugins/content/jdsocialshare/jdsocialshare.php on line 355

Notice: Trying to get property 'component' of non-object in /var/www/html/portal/plugins/content/jdsocialshare/jdsocialshare.php on line 357

Notice: Trying to get property 'component' of non-object in /var/www/html/portal/plugins/content/jdsocialshare/jdsocialshare.php on line 357
Segunda, 22 Fevereiro 2021 17:33

Aderr tem novo presidente Destaque

Escrito por Elias Venâncio
Aderr tem novo presidente Ascom/Aderr

A Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) tem novo presidente. Assumiu o posto o engenheiro Agrônomo Kelton Oliveira Lopes.

Natural de Boa Vista, Kelton tem 45 anos, é funcionário efetivo da Secretaria de Agricultura e Pecuária há 26 anos. Em 2012 assumiu a chefia da Unidade Avançada do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e depois a Superintendência do órgão federal.

Em 2020 passou a ser secretário adjunto da Seapa, e agora, atendendo um pedido do governador Antonio Denarium, assume a direção da Aderr.

"Estou aqui assumindo um compromisso para que a Agência funcione cada vez melhor, fortalecendo a sanidade animal e vegetal para fazer uma Agropecuária forte, ajudando Roraima a desenvolver o agronegócio, gerando mais empregos e renda para o Estado”, disse.

TRABALHO LIGADO AO CAMPO

Na Seapa onde trabalhou como extensionista rural, o novo presidente da Aderr ressaltou, que esta função lhe permitiu o conhecimento da realidade rural de Roraima, suas limitações e necessidades de implantação de políticas públicas de desenvolvimento, a problemática fundiária, que determinam as condições de vida e trabalho dos agricultores.

No período de 2000 a 2011, quando atuou como chefe da coordenação de Crédito em toda a região Sul do Estado, teve a oportunidade de aprofundar os conhecimentos neste importante instrumento de desenvolvimento, inclusive permitindo formular uma proposta da necessidade da criação do que ele denomina de “Pronaf Amazônia” que teria características próprias, adaptadas às exigências da região amazônica.

"A partir de 2012 assumi a chefia da unidade avançada do Incra SR/25 em Rorainópolis, onde obtive grandes êxitos e me familiarizei com as políticas públicas da Instituição, suas dificuldades e limitações", disse, ao acrescentar que em agosto de 2014 assumiu a Superintendência do Incra SR/25, durante a maior crise histórica. "Estava sem sede, com dívidas e quase paralisada", lembrou.

GESTÃO AVANÇADA

Kelton, fazendo uso de suas capacidades técnicas, empreendeu um trabalho árduo, onde conseguiu números expressivos, tais como: Atendidos e resolvidas cerca de 2.000 pendências de processos de assentados da reforma agrária; Pagamento das dívidas, inclusive mais de dois milhões da empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, pendentes há dois anos; Conseguiu R$ 11 milhões para a infraestrutura, para os municípios de Alto Alegre, Baliza, Caroebe e Amajari.

Viabilizou, através de emenda parlamentar, R$ 4,7 milhões para a autarquia. Todo esse trabalho na gestão do Órgão fez com que ele estreitasse laços de boa relação com os agricultores familiares, empresários do setor do agronegócio, políticos e dirigentes do Incra em Brasília, onde deixou encaminhado as propostas de emancipação dos Projetos de Assentamento e a titulação dos lotes.