Adrian Menezes

A importância da triagem neonatal com foco na coleta do teste do pezinho foi o tema central de uma capacitação de dois dias oferecida pela Referência Técnica Saúde da Criança de Boa Vista. A atividade, promovida pelo Governo de Roraima por meio da Secretaria de Saúde, foi realizada em parceria com o Laboratório Guthrie de Brasília e envolveu profissionais que atuam na Atenção Básica do Estado e dos municípios. 

Conforme o gerente do Núcleo de Ações Programáticas da Saúde da Criança da Sesau, Marcelo Silva, as ações ocorreram de forma online, por meio da plataforma Google Meet. Ao todo, 180 profissionais, divididos em duas turmas, participaram do treinamento.

“É um treinamento teórico remoto em triagem neonatal, ofertado para os profissionais dos municípios do estado de Roraima e DSEI’s Yanomami e Leste”, explicou.

Além de fortalecer as ações do Programa Nacional de Triagem Neonatal, a capacitação também teve como finalidade a preparação para a implantação de novos postos de coleta para realização do exame, que é coletado entre o 3º ao 5º dia de vida do recém-nascido até 30 dias.

Silva ressaltou ainda que os participantes farão treinamento prático na sala do teste do pezinho do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (Maternidade), complementando a carga horária de 16 horas da atividade. “Os municípios vão encaminhar a lista com os profissionais que vão fazer o exame e vamos marcar esse treinamento”, completou.

A IMPORTÂNCIA DO TESTE

O teste do pezinho é o instrumento responsável por detectar, de forma precoce, parte das doenças metabólicas, genéticas, enzimáticas, endócrinas e infecciosas que acometem os recém-nascidos. Por esse motivo, é importante de gestores promovam iniciativas que visem aumentar o conhecimento dos profissionais que atua na rede pública de saúde

O aumento de profissionais capacitados para a coleta do exame de Triagem Neonatal reduz sensivelmente o número de coletas inadequadas ou inválidas.

“Quando esse exame é realizado e detectado precocemente, ele salva vidas, evita que os recém-nascidos tenham sequelas de desenvolvimento físico, motor, neurológico, e até mesmo evolua ao óbito”, concluiu Marcelo Silva.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura, finalizou nesta quarta-feira, 13, as obras de reparo na cabeceira da ponte sobre o Rio Mucajaí, na BR -174 sul, garantindo a segurança na trafegabilidade neste trecho para os condutores.

O serviço foi feito por meio de cooperação técnica entre o Governo de Roraima e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). “Uma equipe que já presta serviço de manutenção nas estradas e pontes do município foi acionada e rapidamente solucionou a problema, liberando o trecho em tempo recorde. E assim permitindo que os usuários utilizem a via de forma mais segura”, destacou o governador Antonio Denarium.

Conforme explica o secretário de Infraestrutura, Emerson de Paula, para corrigir o defeito na pista foi feito um serviço onde foi colocada uma recomposição de pedra, travamento e base. Dessa forma, durante o período do inverno, será seguro transitar sobre a ponte, principalmente veículos de grande porte. “Vale ressaltar que posteriormente, deve-se fazer um projeto para recuperação definitiva“, explicou o secretário.

MAIS PONTES

Recentemente foram construídos 195 metros de pontes em Mucajaí abrangendo as vicinais: Apiaú e Samaúma. Além disso, foi iniciada a construção da terceira ponte na vicinal 9, em Vila Nova. Os moradores da vicinal 1 do Samaúma, agora podem transitar com mais segurança sobre as três pontes da região, que juntas, somam 75 metros. Quem passa pelas estradas do Apiaú também sente a diferença.

A região ganhou cinco novas pontes, que juntas somam 120m. No município também foram recuperadas as pontes das vicinais:  1 T da Vila Nova, 6, 8, 11, 14, 15, 19, 21 e 23. O trabalho não para e serão finalizadas as pontes das vicinais, 8, travessão da 8, 13, 21 e 23 do Apiaú e 9 da Vila Nova.

O CADAHS (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação) realizou nesta sexta-feira, 24, por meio do projeto “Parceria Amiga”, uma oficina de artes visuais para alunos da educação especial captados da rede estadual de ensino. A atividade ocorreu na sede do Centro e contou com o apoio da Escola de Desenhos de Roraima.

Um dos apoiadores do projeto, o professor de Artes Visuais/Desenho, Kayo Soares, dono da Escola de Desenhos, firmou uma parceria com o CADAHS e desenvolveu a atividades com os alunos, conforme explicou a professora Virginia Nascimento, idealizadora do projeto.

“A parceria do professor Kayo é muito importante, porque o aluno tem que ser potencializado, no que ele apresenta como interesse. Então, percebi que esse aluno tinha interesse, por exemplo, em fazer desenhos de cartoon, mangá, ou seja, é algo que a gente não tem domínio. E é nesse sentido que a parceria vem ao encontro dessa possibilidade de potencializar o que o aluno está demonstrando”, destacou.

Virginia disse também que o projeto desenvolvido é compatível com o trabalho que ocorre na rotina pedagógica da instituição e funciona como extensão das atividades do Centro.

“O Centro faz um trabalho de parceria com as escolas públicas, levando palestras para conscientizar todo o corpo técnico e pedagógico da escola com relação à necessidade de fazer o processo de identificação desses alunos. A população tem um percentual de alunos com altas habilidades para "superdotados" de 5% a 10%”, ressaltou.

Conforme ela, após identificar o interesse de três alunos do Centro, buscou conhecer mais sobre a Escola de Desenho, para firmar uma colaboração mais consistente por meio do projeto Parceria Amiga.

“Através de uma conversa entre a equipe do CADAHS e o professor Kayo Soares, a gente chegou ao consenso de que essa parceria teria um foco permanente, porque outros alunos poderiam também vivenciar essa necessidade ou essa potencialidade”, complementou.

O professor Kayo ressaltou a parceria e a importância que a Arte tem para o desenvolvimento dos alunos, principalmente com habilidades no campo profissional.

“A Arte na verdade é uma forma de se comunicar. E qualquer comunicação é como se fosse um abecedário. Então eles estão aprendendo um pouquinho dos fundamentos sobre as técnicas de desenho, também sobre a pintura. Futuramente poderão usar isso no campo profissional, na área que escolherem; que a gente não sabe muito cedo, mas quando a gente se prepara é melhor”, enfatizou.

Os oito acadêmicos de Direito aprovados no 9º Processo Seletivo para atuarem na PGE-RR (Procuradoria-Geral do Estado), tomaram posse na manhã desta quinta-feira, dia 23, em solenidade que ocorreu no auditório da instituição e contou com a presença de sete procuradores servidores e demais colaboradores que atuam na instituição.

Estavam presentes os procuradores Mivanildo da Silva Matos, Marcus Gil Barbosa Dias, Daniela de Torres Bezerra, Tyrone Mourão Ferreira, Christiane Mafra Moratelli, Eduardo Daniel Lazerte Moron e Cláudio Belmino.

Coube ao procurador-adjunto, Cláudio Belmino, representando o procurador-geral, Jean Michetti, recepcionar os novos colaboradores que, a partir de agora, passam a compor as equipes de trabalho nas Procuradorias Administrativa, Judicial, Pessoal, Fiscal e Trabalhista.

Para Belmino, a chegada dos novos aprendizes é muito oportuna, uma vez que eles vão auxiliar, diretamente, na tramitação, execução e observação dos prazos das ações que tramitam na PGE-RR.

O adjunto aproveitou destacar que o Governo do Estado, por meio de políticas inclusivas e de ofertas de vagas no organograma da administração pública, prevê oportunidade para que a grande oferta de profissionais, que se preparam para o mercado de trabalho nos bancos das universidades, tenham acesso e contato com o serviço público e desta maneira, tenham na prática, o desenvolvimento das atividades fins, para as quais se preparam.

“A política de acesso ao serviço público que o Governo do Estado promove e incentiva, é uma das etapas que vocês [estagiários] percorreram para chegar aqui e hoje, temos a grata satisfação de recebê-los na PGE-RR. Contem com o nosso apoio para que a cada dia possamos contribuir com o melhor para o desenvolvimento dos trabalhos que desenvolvemos em benefício do Estado e da nossa população”, afirmou.

O procurador que preside a Comissão de Concursos e Seletivos da PGE-RR, Eduardo Lazarte, destacou que as atividades dos estagiários iniciam a partir da próxima semana e que cada um vai trabalhar diretamente no assessoramento dos procuradores a que ficarem subordinados.

Para o estagiário Miguel Lucas, acadêmico do curso de Direito da UERR (Universidade Estadual de Roraima), essa é a oportunidade ideal para desenvolver os ensinamentos obtidos e na ocasião, aproveitou para agradecer o incentivo dos mestres da Universidade.

“Aproveito para fazer um agradecimento especial aos meus professores em nome do professor Sérgio Matheus, que nos incentivou e abriu os olhos para essa brilhante oportunidade. Espero que possamos contribuir com o que temos de melhor para oferecer à PGE-RR”, agradeceu.

O ESTÁGIO

O Estágio para acadêmicos de Direito, regularmente matriculados e cursando o 5º semestre das Universidades de Roraima, oportuniza experiência de trabalho com duração de dois anos, carga horária de quatro horas diárias e uma bolsa no valor de R$1.200 mais vale transporte.

Sábado, 28 Mai 2022 22:29

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

 

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br).

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 414.585 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 155.753 foram confirmados, sendo 30.241 por RT-PCR e 125.512 por teste rápido, 258.832 descartados, sendo 69.885 por RT-PCR e 188.947 por teste rápido e 2.152 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.219 em Alto Alegre, 1.358 no Amajari, 119.844 casos foram notificados em Boa Vista, 2.894 em Bonfim, 3.723 no Cantá, 3.220 em Caracaraí, 2.463 em Caroebe, 1.632 em Iracema, 2.926 em Mucajaí, 998 em Normandia, 2.788 em Pacaraima, 3.905 em Rorainópolis, 1.934 em São João da Baliza, 883 em São Luiz e 1.407 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.843 em Alto Alegre, 2.424 em Amajari, 202.427 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.568 em Bonfim, 4.392 no Cantá, 4.121 em Caracaraí, 3.481 em Caroebe, 1.876 em Iracema, 3.953 em Mucajaí, 1.085 em Normandia, 7.834 em Pacaraima, 6.523 em Rorainópolis, 3.138 em São João da Baliza, 2.079 em São Luís e 1.210 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.152 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.621 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 46 do Cantá, 63 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 54 de Pacaraima, 72 de Rorainópolis, 14 de São João da Baliza, 14 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 153.478 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.180 em Alto Alegre, 1.333 em Amajari, 118.146 são de Boa Vista, 2.856 de Bonfim, 3.675 no Cantá, 3.129 em Caracaraí, 2.442 em Caroebe, 1.609 em Iracema, 2.879 em Mucajaí, 962 em Normandia, 2.734 em Pacaraima, 3.833 em Rorainópolis, 1.918 em São João da Baliza, 869 de São Luiz e 1.383 em Uiramutã.

 

 

 

 

 

 

 

 

Para estimular os estudos e auxiliar os estudantes na preparação para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o Governo de Roraima firmou uma parceria com a plataforma Estudo Play Soluções Educacionais, para a oferta gratuita de aulas por meio da TV Assembleia (canal 57.3). É o projeto Maratona Enem.

“Nosso objetivo é proporcionar ferramentas e apoiar nossos estudantes na preparação para o Enem. A oferta de aulas gratuitas pela televisão com professores de excelência com certeza vai auxiliar os estudantes na realização desse exame tão importante para dar continuidade na vida acadêmica, com o ingresso no Ensino Superior”, destacou o governador de Roraima, Antonio Denarium.

A parceria com a plataforma Estudo Play foi firmada por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto). As aulas serão exibidas todos os sábados, a partir das 14h, na TV Assembleia.

Haverá também PDF disponível com questões via QR Code. A plataforma disponibiliza também banca de propostas de redação, textos motivadores, simulados e equipe de professores ou monitores para o fórum tira-dúvidas.

“Roraima é o segundo Estado da Federação a firmar parceria com a Estudo Play, que tem um trabalho de vanguarda de projetos e ações educacionais no Brasil. A Maratona Enem vem fortalecer o processo educacional não só dos alunos da rede estadual, mas de todos que estão se preparando para o Enem ou concursos públicos”, destacou Leila Perussolo, secretária de Educação e Desporto.

As aulas começaram a ser exibidas no último dia 23 de abril e, para ter acesso aos conteúdos, basta que os interessados sintonizem todos os sábados, a partir das 14h, o Canal 57.3 (TV Assembleia).

As aulas serão ministradas por professores de vários Estados

As aulas são preparadas por um time de professores selecionados de vários Estados do Brasil, com aulas dinâmicas e diferenciadas envolvendo todos os componentes curriculares do Ensino Médio.

Por meio de links, os estudantes poderão interagir e sugerir à equipe da Estudo Play, temas para serem trabalhados nas aulas, ou revisão de determinados conteúdos que tenham maior interesse. A secretária adiantou que no final de mês de maio, já está sendo organizado um aulão presencial em Roraima, com a equipe de professores da Estudo Play.

“No dia 28 de maio, estamos programando um aulão presencial da Maratona Enem, para os estudantes da rede estadual do Ensino Médio e estudantes também de outras redes. Será um dia inteiro com aulas dinâmicas e interativas. Em breve, divulgaremos o horário e local”, finalizou a secretária Leila.

Para marcar o Abril Laranja, iniciativa que chama a atenção para a proteção animal, a Escola Estadual Penha Brasil promove nesta semana, uma programação diferenciada com palestras e rodas de conversas sobre o tema.

Na manhã desta quarta-feira, dia 27, os estudantes do 8° e 9° anos do Ensino Fundamental participaram de uma palestra sobre conscientização e prevenção contra a crueldade animal e sobre a Lei Ordinária N° 1.637, de 24 de janeiro de 2022, do Estado de Roraima, que instituiu o ‘Código de Direito e Bem-Estar Animal de Roraima’.

A palestra foi ministrada por Palmira Leão, integrante da Radarr, instituição dedicada à proteção e cuidados com os animais. A iniciativa de trabalhar o tema foi da Sala de Leitura da instituição. A professora Marly Bernardo Souza, responsável pela ação, destacou que a escola é um espaço de conscientização.

“Desenvolver nos adolescentes a consciência de proteger um animal, é essencial, pois cada animal é uma vida. Observamos que 90% dos nossos estudantes têm um animal de estimação em casa, e como os alunos estão na idade de adquirir conhecimento e de formação de caráter, nosso objetivo é trazer sensibilização sobre esse tema trabalhado no Abril Laranja”, explicou Marly.

Os estudantes aprovaram a iniciativa. Karoline Gonzaga, do 9° ano do Ensino Fundamental, disse que é suspeita para falar, pois tem dois cachorros e disse que ama os animais.

“Fiquei animada com essa ação, eu gosto muito da minha escola porque sempre traz esses temas importantes. Os animais não são só para proteger as casas, como muitas pessoas acham, eu tenho dois animais e, para mim, eles são também um apoio emocional. Fico triste de ver animais na rua, tenho vontade de levar todos para casa. As pessoas precisam se conscientizar e cuidar dos animais”, disse Karoline.

A instituição de ensino também mobilizou a comunidade escolar e alguns parceiros para arrecadar ração e outros tipos de alimentos, que serão doados para a ONG Radarr.

Programação segue na sexta-feira, 25 com palestras de médicos veterinários

Como parte da programação, na próxima sexta-feira, 29, haverá palestra com médicos veterinários sobre os cuidados com os pets e também sobre o tema “Prevenção contra a crueldade animal”, a partir das 16h, destinadas aos alunos do turno vespertino.

O Estado de Roraima foi representado nesta quarta-feira, dia 6, no Debriefing da Operação Resguardo II, promovido pela Seopi (Secretaria de Operações Integradas), realizado no auditório do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), em Brasília-DF.

O evento reuniu policiais civis de todo País, que participaram da Operação Resguardo II, ocorrido entre os dias 7 de fevereiro e 8 de março deste ano, promovida pelo MJSP, sob coordenação da Seopi, com apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

De Roraima, participaram do evento a delegada Jaira Farias, da DEAM (Delegacia de Defesa da Mulher), que coordenou a operação em Roraima, e o escrivão de polícia Márcio Bandeira.

De acordo com a delegada, durante o evento foi apresentado um panorama informando o efetivo que participou da operação, os valores investidos, os pontos positivos, negativos, oportunidades de melhorias, além do resultado do trabalho policial por Estado.

“O Debriefing é de suma importância, porque é uma oportunidade de fazermos uma análise geral dessa operação nacional, colocando as peculiaridades de cada região, de cada Estado, em especial do nosso Estado. Roraima tem as suas especificidades, suas dificuldades e, sempre buscando melhorar, é preciso implementar as melhorias e as boas práticas, para que, a cada ano, essas ações se tornem cada vez melhor. Assim, teremos um resultado mais eficaz, atendendo à sociedade, as vítimas de violência doméstica e familiar da melhor forma possível”, enfatizou a delegada

Para o delegado geral, Eduardo Wayner, o Governo de Roraima está alinhado às políticas de trabalho do Ministério da Justiça e Segurança Pública e a participação de Roraima na Operação Resguardo II foi produtiva. Destacou que a Polícia Civil tem se empenhado para cumprir as metas, dando assim, uma resposta à sociedade.

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima em parceria com o Tribunal de Justiça de Roraima, Ministério Público Estadual e Casa da Mulher Brasileira realizou, na manhã desta segunda-feira, 4, das 8h às 10h, no auditório do Quartel do Comando Geral Cel. Jean Cláudio de Souza Hermógenes, o 1º Ciclo de Palestras voltado ao Enfrentamento da Violência Contra a Mulher.

O evento buscou promover o esclarecimento e aprimoramento do conhecimento sobre as mais diversas formas de violência praticadas contra a mulher, no ambiente de trabalho, familiar e na sociedade.

“Nunca foi realizado um evento voltado especificamente para o tema assédio ou as diversas formas de violência praticada contra a mulher. Agradecemos a presença das palestrantes que tão brilhantemente discorreram sobre os temas propostos e esperamos que todos os nossos bombeiros tenham adquirido os conhecimentos necessários para a melhora das condições de vida dos próprios bombeiros e dos familiares”, disse o comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima, coronel Anderson Carvalho de Matos.

O evento contou com a participação da juíza Lana Leitão Martins, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri e da Justiça Militar que palestrou sobre Abuso Moral. E ainda, Lucimara Campaner, promotora de Justiça de Defesa da Mulher que palestrou sobre a garantia de bem-estar das mulheres na carreira militar.

Além das palestrantes, o evento contou com a participação de Graça Policarpo, que é diretora da Casa da Mulher Brasileira, e foi responsável pela palestra sobre o fluxo de atendimento à mulher na Casa da Mulher Brasileira.

Sexta, 25 Março 2022 09:12

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza até o momento 406.026 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 154.973 foram confirmados, sendo 30.231 por RT-PCR e 124.742 por teste rápido, 251.053 descartados, sendo 67.839 por RT-PCR e 183.214 por teste rápido e 2.144 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença 2.210 em Alto Alegre, 1.277 no Amajari, 119.467 casos foram notificados em Boa Vista, 2.888 em Bonfim, 3.669 no Cantá, 3.085 em Caracaraí, 2.458 em Caroebe, 1.590 em Iracema, 2.881 em Mucajaí, 998 em Normandia, 2.780 em Pacaraima, 3.901 em Rorainópolis, 1.933 em São João da Baliza, 883 em São Luiz e 1.405 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 3.716 em Alto Alegre, 2.402 em Amajari, 196.557 notificações ocorreram em Boa Vista, 5.411 em Bonfim, 4.128 no Cantá, 4.099 em Caracaraí, 3.222 em Caroebe, 1.868 em Iracema, 3.860 em Mucajaí, 1.067 em Normandia, 7.771 em Pacaraima, 6.390 em Rorainópolis, 3.046 em São João da Baliza, 2.030 em São Luís e 785 em Uiramutã.

O estado também contabiliza 2.144 óbitos por Coronavírus (COVID-19). Deste total 39 são de Alto Alegre, 25 de Amajari, 1.618 do município de Boa Vista, 36 do Bonfim, 46 do Cantá, 62 de Caracaraí, 21 de Caroebe, 18 de Iracema, 47 de Mucajaí, 36 de Normandia, 53 de Pacaraima, 71 de Rorainópolis, 12 de São João da Baliza, 14 de São Luiz e 23 de Uiramutã.

Além disso, 152.611 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 2.171 em Alto Alegre, 1.250 em Amajari, 117.706 são de Boa Vista, 2.852 de Bonfim, 3.621 no Cantá, 3.023 em Caracaraí, 2.437 em Caroebe, 1.559 em Iracema, 2.833 em Mucajaí, 961 em Normandia, 2.725 em Pacaraima, 3.827 em Rorainópolis, 1.919 em São João da Baliza, 869 de São Luiz e 1.339 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Página 1 de 3