GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA

Postado em: Saúde - 20/03/2017 às 15:52
  • LAPER
    Repórter: | Edição: Secom-RR | Foto:



     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Após 35 anos funcionando em locais improvisados, o Laper (Laboratório de Anatomocitopatologia de Roraima), único laboratório público para diagnóstico de várias doenças, inclusive do câncer, finalmente ganhou sua sede própria.

     

    O prédio será inaugurado nesta segunda-feira (20), às 16h, na Rua Amsterdã, S/N, Aeroporto, ao lado do Hospital Geral de Roraima, com a participação da governadora Suely Campos. Antes, a unidades funcionava na antiga sede da Escola Técnica do SUS (Sistema Único de Saúde), no Bairro dos Estados, de maneira improvisada.

     

    O novo espaço tem 400 metros quadrados e recebeu aparelhos e móveis novos para atender à população, além de ter 35 profissionais qualificados para a detecção de doenças graves como o câncer.

     

    O valor total da obra é de aproximadamente R$ 750 mil provenientes de recursos federais, por meio da Caixa Econômica Federal, com contrapartida do Estado. O Governo do Estado angariou mais R$270 mil para compra de equipamentos.


    AS SEDES IMPROVISADAS – Quando foi criado, o Laper funcionava no antigo Hospital Coronel Mota. Depois, na Maternidade e no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima), até ser transferido para a antiga sede da Escola Técnica do SUS, no bairro dos Estados.

     

    A atual gestão encontrou o processo de construção da nova sede parado, e nos seis primeiros meses de gestão da governadora Suely Campos, a Sesau acompanhou de forma intensiva o processo para iniciar a construção do Laper.

     

    O laboratório dispõe de dois setores principais: o de Citopatologia, que analisa os exames de paponicolau (que detecta a presença de câncer de colo do útero); e o setor de Histopatologia, onde são realizados, por exemplo, exames histopatológicos para confirmar ou afastar um ou mais diagnósticos ou hipóteses diagnósticas.

     

    Somente em 2016 o Laper realizou mais de 15,3 mil exames. Com a nova sede, e novos equipamentos, a Unidade terá procedimentos feitos como muito mais tecnologia. Ainda no ano passado foram confirmados 390 casos de câncer no Estado por meio dos diagnósticos do Laper. Vale lembrar que o laboratório se tornou autosuficiente há cinco anos, quando passou a realizar todos os exames solicitados, não tendo que enviar para outro Estado.