Mostrando itens por marcador: governotrabalhando

Atendendo as reivindicações dos fazedores culturais, o Governo de Roraima vai redefinir os editais emergenciais de seleção e premiação de projetos ligados à cultura e à economia criativa, conforme prevê a Lei Aldir Blanc. Esse foi o resultado da reunião que ocorreu na manhã desta segunda-feira, 23, entre Governo e uma comissão representando os artistas.

“Nos  colocamos à disposição dos segmentos culturais para ouvir as demandas e buscar uma solução conjunta, que contemple a necessidade desse público”, ressaltou o secretário Chefe da Casa Civil, Soldado Sampaio, que presidiu a reunião e determinou, em nome do governador Antonio Denarium, o atendimento da demanda.

Ao todo são 11 instrumentos de seleção pública para investimento de R$ 11 milhões na cadeia produtiva da Cultura. Será redefinida a distribuição do valor destinado ao segmento de economia criativa, passando a contemplar três projetos com pouco mais de R$ 100 mil.

Outro avanço nas discussões foi em relação aos integrantes da banca que vai avaliar os projetos. Com o acordo, os segmentos vão indicar dois nomes e a Secretaria de Cultura vai escolher um. “Foi uma reunião muito resolutiva. Conseguimos ser ouvidos pelo Governo e também ser atendidos”, alegou Elisa Coimbra, que representa o segmento de Literatura e Audiovisual.

NOVOS PRAZOS

Como todo o processo sofrerá alteração para atender ás necessidades dos segmentos culturais, a Secretaria de Cultura está trabalhando nos ajustes e tão logo os novos prazos serão publicados em Diário Oficial, passando a valer o período de inscrição de projetos.

 

Publicado em DESTAQUES

Com o objetivo de prestar um serviço digno e de qualidade para a população, o Governo de Roraima não tem medido esforços para promover as mudanças necessárias na área de saúde. Na tarde deste domingo, dia 22, o secretário de saúde, Marcelo Lopes, esteve no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth para realizar uma vistoria técnica. O foco foi acompanhar o trabalho, identificar as necessidades urgentes e definir medidas eficazes para sanar as demandas.

A visita também teve como foco definir de que forma será realizada a obra de revitalização da Unidade para melhorar a estrutura do local. “Nos últimos dias tivemos uma demanda grande em relação à maternidade, no que se refere às emergências, profissionais nos postos de trabalho, e foram estabelecidas algumas medidas imediatas, e decidimos vir aqui entender a dinâmica do que está acontecendo, que está relacionada a vários fatores externos que contribuíram para as demandas e verificando se os problemas foram resolvidos”, disse.

O secretário constatou que os serviços laboratoriais e de diagnóstico por imagem estão normalizados. “Se Deus quiser, muito em breve, a partir dessa verificação in loco, vamos ter a clareza sobre quais as unidades que poderão ser transferidas para o espaço do Hospital de Campanha, para que seja promovida a reforma necessária para a reestruturação destes locais e assim teremos condições de sanar de forma definitiva os problemas”, finalizou.

Lopes frisou que a visita foi necessária. “Precisávamos vir até aqui, conversar com a equipe e com os pacientes, ter uma visão real de como o serviço está sendo prestado. Esse acompanhamento deve ser feito de forma contínua, para que possamos conhecer a realidade das nossas unidades hospitalares e saber se o planejamento está sendo executado da forma correta, assim será possível saber o que precisa ser readequado e o onde podemos avançar mais”, esclareceu o secretário.

Durante a visita o secretário acompanhou um pouco da rotina da Unidade, conversou com servidores e pacientes e explicou sobre a meta de realizar um trabalho de revitalização geral, incluindo as instalações elétrica, hidráulica e sanitária.

“É muito importante acompanhar cada uma das unidades hospitalares. Hoje aqui na maternidade verificamos como está sendo feito o atendimento à nossa população, sabemos da complexidade dessa unidade, que registra uma média de pelo menos 40 nascidos por dia e viemos aqui conversar com os profissionais, que integram essa equipe gigantesca que tem trabalhado muito e que atende toda a população”, complementou.

 

 

Publicado em DESTAQUES
Segunda, 23 Novembro 2020 00:17

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 128.201 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 62.015 foram confirmados, sendo  11.663 por RT-PCR e 50.352 por teste rápido, 66.186 foram descartados, sendo 11.342 por RT-PCR e 54.844 por teste rápido e 720 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 744 em Alto Alegre, 509  no Amajari, 46.414 casos foram notificados em Boa Vista, 1.222 em Bonfim, 1.326 no Cantá, 1.304 em Caracaraí, 1.025 em Caroebe, 479 em Iracema, 1.229 em Mucajaí, 380  em Normandia, 1.689 em Pacaraima, 1.917 em Rorainópolis, 869 em São João da Baliza, 263 em São Luiz e 977   em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.024  em Alto Alegre, 637 em Amajari, 50.278 notificações ocorreram em Boa Vista, 1.746 em Bonfim, 692 no Cantá, 1.669 em Caracaraí, 1.312 em Caroebe, 669  em Iracema, 1.486 em Mucajaí, 330  em Normandia, 620 em Pacaraima, 2.733 em Rorainópolis, 762 em São João da Baliza, 347 em São Luís e 406 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 720  óbitos por Coronavírus (COVID-19), 17 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 525 no município de Boa Vista, 14 no Bonfim, 14 no Cantá, 17 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 06 em Iracema, 14 em Mucajaí, 16 em Normandia, 29 em Pacaraima, 27 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 04 São Luiz e 05 em Uiramutã.

Além disso, 58.377 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 711 em Alto Alegre, 487  em Amajari, 43.409 são de Boa Vista, 1.138 de Bonfim, 1.252 no Cantá, 1.287 em Caracaraí, 1.003  em Caroebe, 469 em Iracema, 1.213 em Mucajaí, 377 em Normandia, 1.644 em Pacaraima, 1.864 em Rorainópolis, 860 em São João da Baliza, 160 de São Luiz e 958 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Durante vistoria no HGR (Hospital Geral de Roraima), na manhã deste domingo, 22, ficou definido pelo secretário da Saúde, Marcelo Lopes, que será realizada a readequação da estrutura física do Bloco D para ampliação de mais dez leitos de UTI e de enfermaria. A previsão é que o trabalho seja concluído até o final da próxima semana.

“Com a inauguração do Bloco B, não temos leitos externos e, por isso, já estamos trabalhando para que o Bloco D seja readequado e, conforme o Plano de Contingência, esteja disponível para atender a futura demanda gerada pela pandemia da COVID-19, caso haja a necessidade. No espaço, teremos dez novos leitos de UTI, além de leitos de enfermaria que serão em torno de 30”, afirmou Marcelo Lopes.

Somado a isso, conforme o secretário, com a proximidade do mês de dezembro, é preciso acelerar as medidas para que haja condições de atender também as demandas comuns em época de fim de ano.

“Nossa meta é, até o final do ano, habilitar o Bloco D, com toda a equipe funcionando, preparados para atender as demandas do mês de dezembro, em que temos um período de festas. Assim, garantiremos tranquilidade aos pacientes da capital e do interior do Estado. Estamos nos antecipando para ter a estrutura pronta e atender a demanda que surgir. Este planejamento é fundamental para que o trabalho seja executado de forma organizada, célere e eficiente”, ressaltou.  

Secretário destaca avaliação permanente das ações para melhorar a prestação dos serviços

Marcelo Lopes ressaltou que é necessário acompanhar o trabalho que está sendo feito e manter de forma contínua a avaliação, somar esforços e discutir de maneira conjunta o que pode ser efetivado para garantir a assistência necessária aos pacientes atendidos nas unidades de saúde da rede pública estadual.

Segundo ele, todo o trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, tem o objetivo de prestar um serviço digno e de qualidade para a população.  Esta avaliação permanente das ações de gestão e o planejamento necessário para a definição de medidas estratégicas, visam atender as demandas nas unidades hospitalares e proporcionar a melhoria dos serviços ofertados.

Na visita realizada hoje, Marcelo Lopes estava acompanhado das equipes de epidemiologia, técnica e de engenharia.

O secretário, além de anunciar a ampliação da estrutura de atendimento, fez também o monitoramento das ações efetuadas dentro do HGR, em relação ao Plano de Contingência criado para o enfrentamento da pandemia.

“Passamos pelo Bloco B, que está funcionando 100% para o atendimento de pacientes acometidos pela COVID-19, verificamos as questões técnicas e conversamos com pacientes e familiares para entender também como está sendo realizado o tratamento. Com muita satisfação, recebi informações de praticamente todos com quem conversei sobre a excelência do atendimento que está sendo prestado pelos profissionais que integram a equipe multidisciplinar do HGR”, afirmou.

 

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 21 Novembro 2020 23:43

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 127.945 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 61.838 foram confirmados, sendo  11.486 por RT-PCR e 50.352 por teste rápido, 66.107 foram descartados, sendo 11.266 por RT-PCR e 54.841 por teste rápido e 720 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 742  em Alto Alegre, 508  no Amajari, 46.252 casos foram notificados em Boa Vista, 1.221 em Bonfim, 1.326 no Cantá, 1.297 em Caracaraí, 1.025 em Caroebe, 479 em Iracema, 1.229 em Mucajaí, 380  em Normandia, 1.689 em Pacaraima, 1.917 em Rorainópolis, 869 em São João da Baliza, 262 em São Luiz e 977   em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.022  em Alto Alegre, 637 em Amajari, 50.207 notificações ocorreram em Boa Vista, 1.744 em Bonfim, 692 no Cantá, 1.667 em Caracaraí, 1.312 em Caroebe, 669  em Iracema, 1.486 em Mucajaí, 330  em Normandia, 620 em Pacaraima, 2.733 em Rorainópolis, 762 em São João da Baliza, 346 em São Luís e 406 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 720  óbitos por Coronavírus (COVID-19), 17 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 525 no município de Boa Vista, 14 no Bonfim, 14 no Cantá, 17 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 06 em Iracema, 14 em Mucajaí, 16 em Normandia, 29 em Pacaraima, 27 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 04 São Luiz e 05 em Uiramutã.

Além disso, 58.377 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 711 em Alto Alegre, 487  em Amajari, 43.409 são de Boa Vista, 1.138 de Bonfim, 1.252 no Cantá, 1.287 em Caracaraí, 1.003  em Caroebe, 469 em Iracema, 1.213 em Mucajaí, 377 em Normandia, 1.644 em Pacaraima, 1.864 em Rorainópolis, 860 em São João da Baliza, 160 de São Luiz e 958 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Neste sábado, 21, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) abriu as portas para receber doadores. Participaram da ação coletiva de doação de sangue os amantes de aventura da turma regional da AMM (Ministério dos Motociclistas Adventistas), além agentes da Polícia Rodoviária Federal e militares da Base Aérea de Boa Vista.

A ação voluntária contou também com a participação dos membros dos clubes Roraima Moto Clube, os Bodes do Asfalto, os Tenereiros, Moto Clube Cata Vento, e da comunidade. Ao todo, 62 doadores compareceram ao Hemoraima.

“Tivemos a chance de praticar a solidariedade, visto que o Hemocentro enfrenta um momento crítico de bolsas de sangue, por isso colaborar é fundamental. Então decidimos nos reunir e ajudar nessa causa tão importante”, disse o representante do AMM, Chardson Moraes.

Para a gerente de Captação do Hemoraima, Juliane Uchoa, receber tantos doadores assim é muito positivo e fundamental para manter o abastecimento do estoque equilibrado.

“Esse envolvimento da sociedade nos deixa muito felizes, pois com o estoque bem abastecido o Hemoraima tem condições de atender todas as demandas de forma tranquila e, quando entidades se mobilizam para colaborar, a rede da solidariedade é fortalecida, pois mais pessoas despertam e se interessam pela doação”, enfatizou.

A cada chegada, foi reforçado o cuidado para receber o público, com orientações sobre a necessidade de distanciamento físico, o uso de máscara e álcool em gel.

“Mantivemos todos as medidas de segurança necessárias para garantir a doação segura. Foi uma alegria muito grande receber todos e perceber no olhar de cada um o interesse em salvar vidas. Foi muito gratificante abrir as portas para esse dia tão especial”, complementou Juliane.

De acordo com Chardson, o voluntariado é uma das marcas do Ministério dos Motociclistas Adventistas, presente no Brasil desde 2013 e atualmente em 23 Estados, somando mais de três mil membros no País. 

“Queremos agradecer a toda a equipe do Hemoraima e da Sesau por terem nos recebido neste sábado de portas abertas. Para nós, estar aqui hoje é uma verdadeira demonstração da nossa preocupação com o bem-estar coletivo”, finalizou Moraes.

Publicado em DESTAQUES
Sexta, 20 Novembro 2020 22:48

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 127.712 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 61.744 foram confirmados, sendo  11.440 por RT-PCR e 50.304 por teste rápido, 65.968 foram descartados, sendo 11.221 por RT-PCR e 54.747 por teste rápido e 720 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 741  em Alto Alegre, 508  no Amajari, 46.161 casos foram notificados em Boa Vista, 1.221 em Bonfim, 1.326 no Cantá, 1.297 em Caracaraí, 1.025 em Caroebe, 479 em Iracema, 1.229 em Mucajaí, 380  em Normandia, 1.689 em Pacaraima, 1.917 em Rorainópolis, 868 em São João da Baliza, 262 em São Luiz e 977   em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.020  em Alto Alegre, 637 em Amajari, 50.073 notificações ocorreram em Boa Vista, 1.744 em Bonfim, 692 no Cantá, 1.667 em Caracaraí, 1.312 em Caroebe, 669  em Iracema, 1.485 em Mucajaí, 330  em Normandia, 620 em Pacaraima, 2.733 em Rorainópolis, 762 em São João da Baliza, 346 em São Luís e 406 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 720  óbitos por Coronavírus (COVID-19), 17 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 525 no município de Boa Vista, 14 no Bonfim, 14 no Cantá, 17 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 06 em Iracema, 14 em Mucajaí, 16 em Normandia, 29 em Pacaraima, 27 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 04 São Luiz e 05 em Uiramutã.

Além disso, 58.377 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 711 em Alto Alegre, 487  em Amajari, 43.409 são de Boa Vista, 1.138 de Bonfim, 1.252 no Cantá, 1.287 em Caracaraí, 1.003  em Caroebe, 469 em Iracema, 1.213 em Mucajaí, 377 em Normandia, 1.644 em Pacaraima, 1.864 em Rorainópolis, 860 em São João da Baliza, 160 de São Luiz e 958 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Um encontro fortuito e providencial entre a guarnição comandada pela aluna sargento Amilres Vasconcelos, da PMRR (Polícia Militar de Roraima), e a família do recém-nascido Emanuel, então com 24 dias, foi determinante para salvar a vida dele na noite da última quarta-feira, dia 18.

O abastecimento da viatura 006, do 2º Batalhão da Polícia Militar, em horário inabitual, depois das 22 horas, colocou no mesmo cenário, um posto de combustíveis, localizado na Avenida Estrela Dalva, bairro Raiar do Sol, um tio, Adriano Vasconcelos, de 41 anos, e uma mãe, Marta Verônica Damazio, de 22 anos, desesperados, um bebê com dificuldade para respirar, e a equipe formada por Amilres e os soldados Alexander e Valdei.

“Parece que foi tudo cronometrado. Deus é maravilhoso. Normalmente, abastecemos a viatura às 19 horas, no máximo, às 20h30. Naquele dia, decidi, antes de abastecer, passar no CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública). Às 22h45, estávamos no posto, esperando para realizar o abastecimento, quando o tio do bebê surgiu, aflito, pedindo socorro”, disse Amilres.

A partir deste momento, houve uma corrida contra o tempo para salvar a vida do pequeno Emanuel. Ele estava desacordado e tinha sinais de cianose, seu rosto estava arroxeado. Ainda no local, foi realizada a manobra de Heimlich, método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores, mas sem resultado.

Imediatamente, a guarnição se deslocou, com sirene e giroflex ligados, levando a mãe e o menino ao Hospital da Criança Santo Antônio. Muito tensa e nervosa, em sua primeira ocorrência como aluna sargento, Amilres fez no bebê uma sucção nasal, técnica já usada por ela, quando sua segunda filha, atualmente com seis anos, aos sete meses, se engasgou com leite.  

Emanuel estava, aparentemente, com as vias aéreas congestionadas, dificultando a passagem do oxigênio. Com o procedimento, uma secreção foi sugada, e ele emitiu sinal de vida com um choro breve. Antes da chegada ao hospital, a manobra foi realizada novamente.

“Quando chegamos ao hospital, saí em disparada, abri a viatura e corri para o pronto atendimento. Minha guarnição é acostumada a atender ocorrência de qualquer natureza, mas nesta me senti inexperiente, porque foi atípica. Minha equipe foi incrível. Sem eles nada teria sido possível. O bebê foi atendido, estabilizado e depois encaminhado para a Maternidade Nossa Senhora de Nazareth”, ressaltou a policial.

Emanuel está bem e hoje foi fazer o teste do pezinho na Maternidade

Todo o esforço da guarnição foi fundamental para salvar a vida do bebê. “A atuação dos policiais foi excelente. Agradeço muito à Corporação. Foi uma situação delicada, mas, graças a Deus, eles apareceram na hora exata. Parabéns por isso”, disse o tio de Emanuel, Adriano Vasconcelos.

Segundo ele, o menino está bem e foi levado na manhã desta sexta-feira, 20, para fazer o teste do pezinho na Maternidade.

 

Publicado em DESTAQUES

O Governo de Roraima, por intermédio da Secult (Secretaria da Cultura), publicou os editais emergenciais de seleção e premiação de projetos ligados à cultura e à economia criativa, conforme disposto na Lei Aldir Blanc (Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020).

Ao todo, são 11 instrumentos de seleção pública para investimento de R$ 11 milhões em diversos segmentos da cadeia produtiva da cultura e economia criativa. São eles: audiovisual, música, artesanato, literatura, artes cênicas, artes visuais, cultura alimentar, cultura indígena, cultura popular e afro-brasileira, economia criativa e gestão, pesquisa, difusão e capacitação nas áreas da cultura, economia criativa e patrimônio histórico.

De acordo com o secretário da pasta, Johnson Castro, os editais foram construídos em diálogo com a classe artística, demonstrando o compromisso do Governo na formação de políticas públicas com participação ativa da sociedade civil, em especial dos fazedores da cultura.

“O objetivo dos prêmios é reconhecer, valorizar e incentivar as práticas artísticas de criação, de transmissão de saberes, bem como iniciativas de preservação da memória, das expressões e das manifestações culturais do Estado. Por meio dos editais, será possível promover os bens culturais que enaltecem a identidade roraimense, nesse processo que é o maior investimento da história da cultura de Roraima”, ressaltou.

Inscrições

As inscrições serão gratuitas e estarão abertas a partir da próxima quarta-feira, 25 de novembro, com término previsto no dia 2 de dezembro.

Os interessados podem realizar as inscrições nos e-mails previstos nos editais, bem como de forma presencial no Departamento de Promoção Cultural da Secretaria da Cultura, localizado no Palácio da Cultura Nenê Macaggi - Praça do Centro Cívico, Nº 84, das 8h30 às 12h30.

Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural surgiu com o objetivo de auxiliar trabalhadoras e trabalhadores da Cultura, bem como espaços culturais brasileiros, severamente afetados pela pandemia da COVID-19.

Confira os editais:

Os editais estão disponíveis no site da Secretaria http://www.secult.rr.gov.br/ -https://drive.google.com/drive/folders/10dmQ4EoofelM5kVV2irsftFefSlMCznK?usp=sharing

 

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium assinou a primeira parcela do pagamento das diárias dos policiais militares, que não tinham sido pagas em gestões anteriores, referentes ao ano de 2018.

A assinatura ocorreu durante encontro entre o governador Denarium, o chefe da Casa Civil, deputado Soldado Sampaio e o comandante-geral da PMRR(Polícia Militar de Roraima) coronel Francisco Xavier Medeiros.

O comandante ressaltou que o governador Denarium, mesmo diante das dificuldades, tem honrado o pagamento das diárias das missões policiais na sua gestão.

"A minha gestão está trabalhando pela valorização dos servidores públicos. Honrar o pagamento de diárias é uma obrigação do gestor e direito do servidor. Então buscamos meios para regularizar essa questão e dar dignidade aos nossos policiais militares que tanto trabalham pela segurança da população", enfatizou o governador Antonio Denarium.

Valores

As diárias atrasadas de 2018, para a Polícia Militar totalizam R$ 544 mil. O débito foi parcelado em três vezes. A primeira parcela no valor de R$ 122 mil reais, será paga neste mês de novembro.

 O comandante Francisco explicou que as diárias são relativas às missões de policiais militares quando são enviados ao interior do estado em apoio aos fiscais da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), em fiscalizações nas barreiras do Jundiá, e várias missões.

“As diárias de 2020 também já estão sendo pagas. Então, houve esse compromisso do governador, por intermédio do chefe da Casa Civil, deputado Sampaio que intermediou esse compromisso para que as diárias atrasadas continuem sendo pagas de maneira parcelada, bem como as diárias de 2020. O objetivo é encerrar o ano com as diárias de 2020 totalmente pagas”, explicou o comandante.

Publicado em MANCHETES
Página 1 de 219