O Governo do Estado tem se empenhado para atrair cada vez mais investidores que possam colaborar com o desenvolvimento econômico de Roraima. Nesta sexta-feira, 20, o governador Antonio Denarium recebeu empresários que já investem em Roraima e desejam aumentar os investimentos, e novos empreendedores que já enxergam a vocação do Estado para a produção de alimentos.

Denarium afirmou que o papel do Estado é dar condições e proporcionar atrativos para que investidores se interessem por Roraima. Esse trabalho tem sido feito de forma contínua por meio de regularização fundiária, ambiental e defesa agropecuária.

“Estamos fazendo um trabalho de valorização dos que já estão aqui e atraindo novos investidores. Recebemos hoje investidores de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Alguns já investem aqui e trouxeram amigos e familiares para conhecer o Estado de Roraima. A nossa vocação é essa, a produção de alimentos, então temos que transformar o Estado de Roraima em uma nova fronteira agrícola do Brasil”, declarou.

Tarciso Ferrari, empresário do setor agropecuário no Rio Grande do Sul, é um dos novos investidores. Com um grupo de empresários gaúchos, comprou uma área de 2,6 mil hectares, na região do Cauamé, zona Rural de Boa Vista.

“Aqui é uma região promissora, com muitas áreas. Incialmente estamos adquirindo algumas áreas para depois fazermos investimentos, abrir, fazer supressão, até chegar ao ponto de plantar. Soja, milho e com certeza pecuária, tudo dentro do tempo certo, dentro da legislação, tendo sempre as licenças e documentação nas mãos”, explicou.

Ferrari frisou ainda que o trabalho do Governo do Estado para destravar o desenvolvimento é fundamental. “É fundamental o que o governador tem feito nesse sentido. Roraima tem potencial para se tornar um dos maiores produtores do Brasil e estamos dando os primeiros passos nesse caminho”, disse.

Lucas Cavalca investe em Roraima desde 2014. Ele relatou que quem investe em Roraima já sente uma diferença quanto ao interesse do Governo do Estado em proporcionar desenvolvimento.

“Na última safra produzimos 600 hectares de grãos. Estamos ampliando a nossa operação aqui no Estado, vendo novas áreas e ampliando os horizontes de produção. O Governo do Estado tem ajudado bastante, dado muito incentivo, trazendo investidores de fora, isso muda totalmente o cenário para quem já está aqui. É mais fácil a compra de insumos e revenda. Tudo isso colabora para a mudança da matriz econômica. Onde tem agricultura, tem progresso”, pontuou.

Publicado em Agricultura e Pesca

Com objetivo de ressocializar as internas da Cadeia Pública Feminina, a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) recebeu na unidade o projeto Cinema Solidário, da Igreja Universal, que há dois anos e meio atua dentro das instituições prisionais com atividades recreativas por meio do programa UNP (A Universal nos Presídios).

 Com exceção das 35 reeducandas em regime semiaberto que trabalham durante o dia, nesta quinta, 19, e sexta-feira, 20, as demais 169 internas assistiram ao filme “Nada a Perder 2”, que conta a história do Bispo Edir Macedo e da Igreja Universal, e também fala sobre fé e superação.

Para a diretora da unidade, Fabiany Leandro, realizar essas atividades recreativas é uma das prioridades da Cadeia Pública Feminina porque são positivos e trazem distração e lazer para as internas.

 “O público feminino tem uma especificidade diferente e nesta tarde elas puderam ter contato com o filme e com certeza levarão essa mensagem adiante no cumprimento de suas penas”, pontuou.

 O bispo da Igreja Universal, Wilker Rocha, disse que este é um trabalho espiritual, com foco na ressocialização das detentas.

 “Trazemos a Palavra de Deus para tirar a revolta do coração dos detentos, mas também a gente trabalha com a família, que visitamos e ajudamos com alimentação”, acrescentou.

 Foi a primeira vez que o Cine Solidário esteve na Cadeia Pública Feminina, mas toda semana a UNP está na unidade com cursos de artesanato e com a prática de esportes, como vôlei e futebol.

Publicado em DESTAQUES

Em busca de uma aproximação com o parlamento dos municípios de Roraima, nesta sexta-feira, dia 20, o Governo de Roraima por meio da Secretaria Estadual de Articulação Municipal está promovendo o 1° Fórum Estadual com os Vereadores.

 O evento ocorre até às 18h, no Palácio Senador Hélio Campos e conta com vereadores dos 15 municípios. Os 59 parlamentares participam de cinco oficinas temáticas, onde discutem as dificuldades de cada região nos eixos educação, saúde, assistência social, infraestrutura e desenvolvimento.

 O governador Antonio Denarium falou da importância do Governo ouvir as demandas dos municípios. “Essa é a oportunidade de colocar nossos secretários de Estado à disposição dos vereadores, para debater os principais temas de cada município. Queremos fazer um trabalho de aproximação do Executivo Estadual com Legislativo Municipal, pois são ações como essa que vão trazer a população, mais benefícios e desenvolvimento para cada região. Além de tirar dúvidas e buscar soluções, os vereadores também podem fazer críticas e reclamações”, destacou Denarium.

Segundo a secretária de Articulação Municipal, Ilaine Henez, o legislativo municipal é um filtro do seu município, é ele que vai trazer de fato a demanda, o clamor e as necessidades da comunidade.

 “Nesse Fórum, vamos fazer um levantamento dos problemas, o diagnóstico dos municípios para ver quais são os problemas que mais comuns a todos, e em sequência trabalhar a construção de soluções. O Governo do Estado hoje, busca construir soluções de mãos dadas com a população, por meio dos representantes de cada município, pois são eles que têm conhecimento dos problemas e necessidades da população mais carente”, disse a secretária.

O vereador Junior Brasil, presidente da Câmara Municipal de Normandia, parabenizou a iniciativa do Governo em fazer o evento.  “Estamos trazendo os anseios do nosso município e as dificuldades, para verificar o que podemos levar de melhoria para nossa cidade, com ações em parceria com o governo”. 

Conforme o vereador por Boa Vista, Ítalo Otávio, o vereador é o político mais próximo da população e são eles que sentem mais na pele aonde dói na sociedade, então quando o governo estadual convida para fazer um fórum como esse, ele está também, tentando ter um contato melhor com os vereadores e consequentemente com a população.

  “É vereador, dentro do seu respectivo município, que destina o orçamento, seja da saúde, seja da educação, então é importante que a gente tenha esse contato com o governo estadual, pra que a gente possa entender o que está norteando o trabalho dele, para onde está indo as diretrizes e também para que a gente consiga se adequar e ele também entender as nossas demandas”, pontuou Ítalo.

Publicado em DESTAQUES

Após passar por sabatina na Assembleia Legislativa de Roraima, cumprindo o rito constitucional, mais dois nomes indicados para compor o primeiro escalão do Governo de Roraima foram aprovados por deputados estaduais nesta quinta-feira, 19.

Os indicados aos cargos de presidente do IACTI (Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação) Aluizio Nascimento e diretor-presidente do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito), Igo Brasil, foram aprovados por unanimidade em votação no Plenário da Assembleia Legislativa.

 “Tivemos apreciação do meu nome pelo Plenário da Assembleia Legislativa. Fui aprovado por unanimidade, então eu quero agradecer a todos os deputados estaduais que confiaram no meu nome e na proposta que estamos fazendo, e principalmente ao governador Antonio Denarium, todo seu secretariado que vem demonstrando uma retidão incrível e isso faz com que a gente se estimule”, destacou o presidente do Iacti, Aluizio Nascimento, que foi indicado a assumir o cargo em fevereiro.

Tendo como um dos principais projetos, Aluizio Nascimento, pretende trazer melhorias na internet, por meio do programa Roraima Estado Digital, que utiliza a estrutura do Parque Anauá para a criação de uma Cidade Tecnológica. Além disso, com o projeto Roraima Digital, o projeto pretende conectar os municípios por meio de cabo submerso.

O roraimense Igo Brasil, também aprovado pelos deputados estaduais, ocupa o cargo de diretor-presidente do Detran desde dezembro do ano passado, período em que Denarium assumiu com interventor federal.

 “A votação no Plenário é importante porque ratifica a seriedade do trabalho que vem sendo desenvolvido, que vem sendo realizado. E isso significa que os parlamentares estão de acordo com o que vem sendo realizado, oferecido para a sociedade. Garante que nós tenhamos uma segurança para gente colocar em prática tudo aquilo que foi planejado no início da gestão. Então reforça a confiança tanto do governador quanto os parlamentares”, disse Igo Brasil.

Foram várias ações realizadas durante os oito meses à frente do Detran-RR, entre as quais estão a inauguração de três unidades descentralizadas e com horário diferenciado para a população, a assinatura de convênio com cartórios e o credenciamento do parcelamento de todas as taxas do Detran, por meio de cartão de crédito.

Publicado em DESTAQUES

A equipe gestora de 21 escolas de Ensino Médio, sendo nove da capital Boa Vista, oito do interior área rural e quatro unidades indígenas, participam nesta quinta-feira, 19, de mais uma etapa da formação para a implementação do  Programa Novo Ensino Médio no Estado de Roraima.

A capacitação ocorre todas as quintas-feiras na Univirr (Universidade Virtual), Unidade Maria Odete Calheiros Pena, localizada na Avenida Princesa Isabel, n° 3524, bairro Tancredo Neves, das 8h às 12h e das 14h às 17h30 e seguirá até o dia 26 de outubro.

Nesta quinta-feira, foram abordados temas como a gestão de Recursos Financeiros, Flexibilização Curricular, Referenciais Curriculares para elaboração e implementação dos Itinerários Formativos além das oportunidades e desafios do Novo Ensino Médio.

Na formação são realizadas palestras, dinâmicas, trabalhos em grupos, apresentação de vídeos explicativos, além de debates e discussões acerca dos temas que envolvem o programa.

 “A capacitação envolve gestores, coordenadores pedagógicos e professores orientadores na busca de entender o novo e suas adequações. Esse é o terceiro encontro e como gestora sinto que as dúvidas estão sendo esclarecidas e sei que posso contar com a Secretaria de Educação de nosso Estado”, destacou Ana Ilza, gestora da Escola Estadual Major Alcides.

As atividades são coordenadas pelo DEB (Departamento de Educação Básica) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), em parceria com o Ceforr (Centro de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima).

 “Esse nosso terceiro encontro é para sanar as dúvidas do programa. Estamos realizando a capacitação uma vez por semana e assim seguirá até o dia 26 de outubro. Após essa capacitação, a equipe gestora repassará as informações aos docentes que atuam nas escolas”, explicou Hélia Maria Souza, coordenadora do Programa Novo Ensino Médio em Roraima.

 ENTENDA O NOVO ENSINO MÉDIO - O Programa Novo Ensino Médio vem sendo implementado nas escolas de Ensino Médio de todo o Brasil como forma de promover mudanças significativas nesta etapa de rnsino e estimular o protagonismo juvenil.

O programa traz três principais mudanças, sendo a primeira delas a ampliação da carga horária anual que sairá das 880 horas para 1.000 horas e ainda a expansão das EMTI (Escolas de Ensino Médio de Tempo Integral).

A segunda principal mudança vem com os itinerários formativos pelos quais os alunos poderão escolher caminhos de aprofundamento do que desejam realmente estudar. Esse aprofundamento poderá ser por meio de áreas do conhecimento ou por formações técnicas profissionais.

Também será obrigatória a elaboração do Projeto de Vida, relacionado com seus talentos e vontades. Por meio do Projeto de Vida, o estudante poderá refletir sobre os seus desejos e objetivos, conhecer e valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais, apropriar-se de conhecimentos e experiências e a partir daí, poderá fazer escolhas alinhadas aos seus interesses.

O terceiro ponto principal está atrelado à BNCC (Base Nacional Comum Curricular), documento que define as aprendizagens essenciais para o jovem nesta etapa de ensino:1) por meio dos conhecimentos garantidos, ou seja, as disciplinas do currículo comum como Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, entre outras; e 2) por meio do desenvolvimento de competências importantes para a sua vida em sociedade.

Em Roraima, 145 escolas ofertam o Ensino Médio. O programa será implementado inicialmente em 21 instituições, mas a previsão é que até o ano de 2022 todas as escolas de Ensino Médio tenham aderido ao programa.

      Conheça as escolas que serão inicialmente contempladas:

Localidade

Escolas

01

 

 

 

 

Boa Vista

Escola Estadual Vitória Mota Cruz

02

Escola Estadual Lobo D’Almada

03

Escola Estadual Major Alcides

04

Escola Estadual Mário David Andreazza

05

Escola Estadual Monteiro Lobato

06

Colégio Estadual Militarizado Maria dos Prazeres Mota

07

Escola Estadual Camilo Dias

08

Escola Estadual Carlo Casadio

09

Escola Estadual Hildebrando Ferro Bitencourt

10

Bonfim

Colégio Estadual Militarizado Aldébaro José Alcântara

11

Escola Estadual Escola São Francisco

12

Cantá

Escola Estadual Genira Brito

13

Escola Estadual Indígena Ednilson Lima Cavalcante

14

Caracaraí

Escola Estadual Presidente Castelo Branco

15

Caroebe

Escola Estadual Clóvis Nova da Costa

16

Iracema

Escola Estadual Manoel Agostinho de Almeida

17

Mucajaí

Escola Estadual Venceslau Catossi

18

Pacaraima

Escola Estadual Indígena José Marcolino

19

Rorainópolis

Colégio Estadual Militarizado Tenente João de Azevedo Cruz

20

Uiramutã

Escola Estadual Indígena São Sebastião do Cailã

21

Amajari

Escola Estadual Indígena Santa Luzia

Publicado em Educação

Durante visita à Casa da Mulher Brasileira ao lado do governador Antonio Denarium, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, pontuou a necessidade de fortalecer o entendimento público voltado às mulheres, além da rede de saúde e educação.

 "É o objetivo do Governo Federal  enfrentar a violência contra a mulher e aqui na Casa da Mulher Brasileira nós temos um excelente e extraordinário equipamento para fortalecer a rede de proteção e para enfrentar a violência contra a mulher", disse.

 O local é aberto 24 horas e oferece serviços psicossociais, triagem, acolhimento e uma brinquedoteca para os filhos das vítimas que passam por atendimentos.

 Também acompanharam a visita a primeira-dama Simone Denarium, o secretário-chefe da Casa Militar, coronel Elson Paiva; da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) Tânia Soares; da Secult (Secretaria de Cultura), Marksjohnson Ferreira; de Segurança Pública, coronel Olivan Junior e de Articulação Municipal,  Ilaine Henz e o prefeito Uiramutã, Dedeu Silva.

 A ministra cumpriu uma agenda de compromissos durante dois dias em Roraima acompanhada do governador.

 "Nós conversamos bastante sobre todos os aspectos e a violência contra a mulher, criança e idoso é resultado da falta de trabalho pelos últimos 20 anos e temos projetos com a ministra para transformar Roraima em um Estado modelo para o país", frisou o governador.

 Alguns desses projetos, além de gerar mais assistência para a mulher, fazem um trabalho de ressocialização de detentos e melhoria de qualidade de vida dos imigrantes.

 Outro objetivo da ministra é a criação de um escritório de representação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos em Roraima para intensificar as ações em defesa da mulher, dos idosos, das crianças e dos indígenas. As tratativas estão em andamento.

 VISITA A SODIUR - Em seguida, a comitiva seguiu agenda de visita a Sodiur (Sociedade Defensora dos Indígenas Unidos de Roraima).

 Na oportunidade, indígenas das etnias Ingaricó, Macuxi do município de Uiramutã, ao norte do Estado, e Ianomâmi, apresentaram demandas à ministra Damares Alves e ao governador Antonio Denarium.

 No encontro, os representantes indígenas reforçaram o pedido feito ao presidente Jair Bolsonaro no mês de agosto em Brasília.

 Esse pedido contempla demandas que tratam de educação, infraestrutura e saúde indígenas, além de melhorias nas políticas indígenas.

 Denarium afirmou que apoia as causas indígenas e que o Governo está trabalhando para dar assistência à produção nas comunidades indígenas e, com isso, gerar independência financeira.

Publicado em DESTAQUES

Uma ação integrada coordenada pela Delegacia Geral de Polícia Civil, por meio da DRCAP (Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Administração), a DECOR (Divisão Especial de Combate à Corrupção) e SESP (Secretaria de Estado da Segurança Pública) por meio do DEINT (Departamento de Inteligência), resultou no cumprimento de nove mandados judiciais na manhã desta quinta-feira, dia 19. A ação é oriunda de uma investigação que apura desvio de medicamentos do HGR (Hospital Geral de Roraima). Uma pessoa foi presa em flagrante, pois em sua casa foram encontrados medicamentos proscritos furtados.

COLETIVA – Os detalhes da operação policial foram anunciadas na tarde desta quinta-feira, durante coletiva a imprensa. Participaram da entrevista o secretário de Segurança, coronel Olivan Junior, a delegada geral em exercício, Elisa Reis Mendonça, o comandante da Polícia Militar, coronel Elias Santana e o delegado da DRCAP, João Evangelista, que presidiu as investigações.

Para o cumprimento dos mandados judiciais, o trabalho contou com o apoio de policiais de outras unidades da Polícia Civil, tais como DENARC (Departamento de Narcótico), NI (Núcleo de Inteligência), DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher), DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecente), DGH (Delegacia Geral de Homicídios) e GRT (Grupo de Resposta Tática).

Foram realizadas buscas em dois setores do HGR, na sede da Rede Cidadania (unidade Cuidador de Idoso) no bairro Caranã e mais três endereços residenciais de servidores públicos da saúde.

A Justiça também decretou a prisão temporária de três funcionários do HGR envolvidos na subtração de medicamentos do setor de farmácia do hospital.

Os nomes completos dos presos não foram divulgados, somente as iniciais, uma vez que as investigações terão desdobramentos. São eles: o auxiliar de serviços de saúde, F.G.M.S., o auxiliar de enfermagem M.A.S.F., e o técnico em enfermagem E.S.S.

 INVESTIGAÇÃO - Há aproximadamente dois meses, a Polícia Civil, por meio da DRCAP vem investigando um esquema de desvio de medicamentos de elevado potencial anestésico, que vinha ocorrendo nas dependências do maior hospital público do Estado.

As investigações iniciaram após o atendimento de um acidente de trânsito envolvendo uma servidora da área da saúde no final do mês de julho. No veículo dela foram apreendidos medicamentos proscritos. No dia seguinte a esse fato, foi registrada outra situação com a mesma servidora, desta vez na casa dela, em que também foram encontrados mais medicamentos.

A própria SESAU (Secretaria de Estado da Saúde) foi quem registrou Boletim de Ocorrência na DRCAP, relatando o sumiço de medicamentos e solicitando investigação.

De acordo com informações prestadas pelo presidente do inquérito que apura o caso, delegado de Polícia Civil João Evangelista, as investigações apontam que os medicamentos eram subtraídos do interior do HGR e vendidos a terceiros. Foi contatada inicialmente a participação de três servidores, sendo que um deles trabalhava no Trauma e outro no Centro Cirúrgico do Hospital.

Alguns funcionários da saúde prestaram esclarecimentos na DRCAP e durante a operação, para cumprir os mandados judiciais, medicamentos de uso interno do hospital foram encontrados em poder de um dos alvos da investigação, que foi preso em flagrante por tráfico de drogas, uma vez que o medicamento é classificado como droga psicotrópica. Esse funcionário foi autuado em flagrante e encaminhado para Audiência de Custódia. Os outros dois com mandados de prisão decretados foram encaminhados ao Sistema Prisional.

O delegado João Evangelista destacou que com a operação realizada hoje, foi possível entender como os acusados agiam para a prática do crime. O trabalho terá continuidade e poderá apontar outros envolvidos.

Foram apreendidos documentos e telefones celulares dos suspeitos. Todos eles serão submetidos à perícia para análise dos documentos e dos dados a serem extraídos dos telefones.

 PREJUÍZOS – O delegado João Evangelista disse que ainda não foram contabilizados os prejuízos financeiros causados ao erário público com o desvio dos medicamentos. Entretanto, destacou que as investigações apontaram que os suspeitos vinham praticando os furtos de medicamentos desde o mês de janeiro deste ano.

“Identificamos que eram desviados uma média de 20 frascos de medicamentos proscritos, por quatro vezes na semana. Estamos fazendo esse levantamento, mas de janeiro até agora, nos permite perceber que foi um volume muito grande de medicamentos furtados”, destacou.

O secretário de Segurança Pública, Olivan Júnior destacou que que mais grave que os prejuízos financeiros causados ao erário público, são os prejuízos causados aos cidadãos que precisam fazer uso dos medicamentos desviados do Hospital.

“São prejuízos incalculáveis. Pessoas em estado grave, precisando do medicamento, principalmente o de alto poder anestésico, usado para cirurgias. Ou seja, pessoas que vêm sofrendo com dores por falta do medicamento, cirurgias que foram canceladas. Um absurdo. O sistema de Segurança Pública está unido para combater a corrupção. Crimes como esses não podem continuar acontecendo e vamos combater de forma enérgica”, assegurou.

INTEGRAÇÃO – No início da manhã desta quinta-feira, as equipes da Polícia Civil com auxílio do Departamento de inteligência da SESP cumpriram nove mandados judiciais, sendo seis mandados de busca e apreensão domiciliar e três mandados de prisão temporária por 30 dias.

Para o delegado João Evangelista, a integração das instituições foi fundamental para o desfecho da operação. Segundo ele, a ação policial de hoje representa a fase descoberta da investigação.

“O apoio do Poder Judiciário e Ministério Público está sendo fundamental e se traduz em medidas enérgicas a fim de rechaçar qualquer tentativa de subverter a ordem”, esclareceu João Evangelista.

Para a delegada chefe da DECOR, (Divisão criada recentemente), Darlinda Viana, somente neste ano, a Polícia Civil já desencadeou três grandes operações policiais de combate à corrupção, sendo uma na Codesaima, outra na Coopebras e, agora, no HGR.

A delegada geral em exercício, Elisa Mendonça Reis, destacou a importância da integração das forças de Segurança no combate a Corrupção em Roraima.

“Trata-se de uma investigação extremamente importante, com resultados positivos. As equipes policiais estão de parabéns e vamos continuar trabalhando para que esses crimes sejam combatidos”, destacou.

Para Olivan Junior as investigações de combate à corrupção estão progredindo em diversas frentes de trabalho dentro do Estado.

“Estamos alinhados com as diretrizes do Ministério da Justiça no Combate à Corrupção e as ações de hoje significam o resultado de uma investigação minuciosa, para apurar crimes de peculato - furto, associação criminosa e tráfico de drogas, todos praticados nas dependências do HGR”, disse.

PHARMAKON - A Operação foi batizada de PHARMAKON, palavra oriunda do grego, que significa veneno ou remédio, “aquilo que tem o poder de transladar as impurezas”.

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium acompanhou a comitiva da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que visitou o município de Pacaraima nesta quinta-feira (19). Damares veio a Roraima para ver de perto os impactos da migração na fronteira com a Venezuela e afirmou que o Estado precisa de ajuda.

 “Eu saio daqui com uma visão diferente sobre a realidade do Estado. Saio daqui entendendo mais do que nunca, que precisamos ajudar o Estado de Roraima. Precisamos investir políticas públicas para ajudar o governador nesse momento tão difícil”, disse.

 Denarium destacou a importância da visita da ministra e que pediu para que Damares leve os anseios do Estado para Brasília.

 “É um dia importante receber a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que está vendo pessoalmente o drama da migração venezuelana. São milhares de pessoas que estão fugindo da fome e da miséria, que vieram para o Brasil em busca de esperança. Nós estamos aqui pedindo apoio do Governo Federal e que possam nos atender o mais rápido possível”, enfatizou.

Além de visitar as instalações da Operação Acolhida, a comitiva percorreu algumas ruas de Pacaraima. Damares conversou com brasileiros e venezuelanos e disse que sai com a certeza de que o povo de Roraima é acolhedor.

 “Um Estado incrível que é governado por um governador incrível”, acrescentou.

 INTERIORIZAÇÃO

 Antonio Denarium explicou que o trabalho feito pela a Operação Acolhida é bom, mas cabe ao Estado e aos municípios arcar com as consequências da maior imigração da América Latina principalmente na saúde, educação, segurança e na área social.

 O governador enfatizou que a Venezuela não faz fronteira com Roraima e sim com o Brasil. Que o processo de interiorização acontece, mas precisa ser intensificado.

“Entram pela fronteira do Estado mais de mil venezuelanos por dia. A ministra está fazendo um trabalho muito importante com as igrejas, com as organizações não governamentais para que cada um possa interiorizar pelo menos uma família. Com essas ações nós vamos diminuir a quantidade dessas pessoas que estão em Roraima em busca de oportunidades”, falou.

 Para a ministra a interiorização é o único caminho para resolver o problema do Estado que pode ter os serviços públicos do Estado entrando em colapso a qualquer momento.

 “O Estado de Roraima não tem condições de suportar esse fluxo, então a interiorização não é o melhor caminho, é o caminho. E como o governador falou não é um problema só de Roraima é um problema do Brasil e o Governo Federal já está ajudando. Estou pedindo às igrejas, aos empresários, aos outros governadores que procurem a Operação Acolhida e ajudem na interiorização” complementou.

Publicado em DESTAQUES

A Escola Estadual São Vicente de Paula realizará neste sábado, 21, a Feira de Ciências com o tema "Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável". O evento ocorre das 7h30 às 11h45 nas dependências da escola. O objetivo do evento é divulgar a produção de conhecimentos dos projetos de pesquisas científicos e pedagógicos desenvolvidos pelos alunos.

“Essa é uma forma de estimular o ensino-aprendizagem dos alunos de maneira diferenciada. Além de contribuir com o meio ambiente através da capacidade de reaproveitamento”, explicou a coordenadora pedagógica da escola, Marilena Fernandes.

Durante a Feira de Ciências, serão apresentados os projetos "Depressão: corte esse mal da sua vida", "Reutilização do óleo de fritura como alternativa de amenizar a poluição do solo e das águas", "O futuro da energia renovável em Roraima", "A imigração venezuelana e seus impactos na escola São Vicente", "Arte e sustentabilidade econômica", "Energia solar", "Biodiversidade no quintal", "Nossa escola, nosso ambiente" e "Observando a importância das plantas no ecossistema"

No decorrer dos projetos, os estudantes realizaram a confecção de porta-retratos, centro de mesas, jogos americanos com tecido jeans, porta-caneta, entre outros objetos. Todo o material utilizado foi reciclado. Além da apresentação dos projetos, a Feira de Ciências contará com aferição de pressão arterial, avaliação física, nutricional, postural e aplicação de flúor. Os atendimentos serão realizados pelos professores e acadêmicos da Faculdade Estácio da Amazônia.

SETEMBRO AMARELO - Durante o mês de prevenção ao suicídio, a escola vem desenvolvendo uma série de atividades com os alunos. Entre eles, o projeto "Depressão: corte esse mal da sua vida", que também será apresentado na Feira de Ciências. No decorrer do projeto, foram aplicados questionários com os alunos. De acordo com as respostas, os alunos participavam toda terça-feira, no horário oposto às aulas de oficinas.

 “As atividades serviram como terapia e os alunos puderam expressar através da arte o que estavam sentindo. Após isso, notamos uma melhora significativa dos estudantes”, explicou Marilena.

 A Escola Estadual São Vicente de Paula está localizada na Avenida Nossa Senhora da Consolata, n° 2772 bairro São Vicente.

Publicado em DESTAQUES

A cada dia que passa o trabalho de sensibilização ambiental realizado pela Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) ganha mais força. Esta semana a empresa levou informações para alunos do Instituto Batista de Roraima e para a Escola Municipal Isete Evangelista Albuquerque, localizada no bairro Asa Branca.

  As palestras foram ministradas para os estudantes do Ensino Fundamental que tiveram a oportunidade de saber mais e tirar dúvidas sobre o processo de tratamento da água.

  “Trabalhar com as crianças e jovens é fantástico, é a oportunidade que temos de repassar o conhecimento necessário para que eles se tornem adultos conscientes sobre a importância da preservação dos recursos naturais”, esclareceu o presidente da Companhia, James Serrador.

  Só esta semana mais de 200 estudantes participaram das atividades. As palestras fazem parte do Programa Caer Socioambiental, executado pela Companhia, na Capital e no Interior.

  “São ações que alcançam toda a família, pois as crianças levam para casa os ensinamentos que aprendem e incentivam os familiares a praticar os cuidados como evitar o consumo exagerado de água por exemplo. Isso pra nós é muito gratificante”, complementou a diretora de Engenharia e Gestão Ambiental, Elizângela de Sousa Rodrigues.

 O Programa Caer Socioambiental conta também com outros projetos educativos: Caer nos Rios (realizado a cada 2 meses), Caer de Olho no Óleo, Reúse, Bairro Sustentável, Adote um Caneco, Caminhada Ecológica (realizada sempre no mês de janeiro) e Plante Uma Muda- A natureza Agradece.

Publicado em DESTAQUES