Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrada nesta quarta-feira, 05, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio do DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais), promoverá de 05 a 07 de junho, no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi, ações de sensibilização ambiental para os alunos da rede estadual de ensino. O evento ocorre das 8h às 12h e das 14h às 18h.

O objetivo do evento é contribuir de forma efetiva com as ações de Educação Ambiental que as escolas já realizam ao longo do ano letivo, além de ser uma oportunidade para os alunos aprenderem um pouco mais sobre esse tema tão importante para a vida em sociedade.

“Serão realizadas atividades que favoreçam a reflexão, construção de conceitos ambientais, adoção de hábitos e atitudes cidadãs”, explicou Karen Ribeiro, chefe da Divisão de Educação Ambiental do DEPE.

Entre as atividades estão palestras, sarau literário, exposições e oficinas pedagógicas, que serão realizadas no Palácio da Cultura, nos dias 05 e 07 de junho. Também no dia 05, ocorrerá o lançamento do Concurso de Redação com o tema “O meio ambiente: O lugar que vivo”.

No dia 06 de junho, as escolas Voltarie Pinto Ribeiro, Ana Libória, Presidente Costa e Silva e Lobo D’Almada farão distribuição de mudas frutíferas, ornamentais e medicinais para a população que reside no seu entorno.

“Essa é uma forma de alcançar a comunidade sobre ações de sensibilização ambiental. É importante que todas as pessoas possam refletir sobre o seu papel no meio em que está inserido, pois não estamos alheios aos problemas ambientais, pelo contrário, fazemos parte dele”, destacou Karen.

Para a realização das atividades, a Seed conta com os seguintes parceiros: Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito), UFRR (Universidade Federal de Roraima), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa), Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e EMURR (Escola de Música de Roraima), além dos poetas Zezé Maku e Elienai Menezes.

Confira a programação:

05 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

- Momento Cultural: Elienai Menezes

- Sarau Literário: Zezé Maku

- Palestra: Meio Ambiente – uso não sustentável dos recursos naturais (UFRR)

- Lançamento do Concurso de Poesias: Meio Ambiente: O lugar onde vivo

06 de junho

Escolas Estaduais

- Distribuição de mudas de plantas para a comunidade

07 de junho(08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

- Momento Cultural

- Exposição Biofotografia de Roraima – Comissão da Feira de Ciências

- Oficia de Reciclagem (Senac/RR)

Publicado em Educação

Estudantes do Colégio Militar Derly Vieira Borges e colaboradores da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), por intermédio da Divisão de Educação Ambiental, realizaram na manhã desta segunda-feira, 03, uma blitz ambiental. A ação ocorreu na frente da sede da Femarh. A atividade deu início às comemorações alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado mundialmente no dia 05 de junho.

O diretor de Licenciamento e Controle Ambiental da Femarh, Rogério Martins Campos, falou na solenidade de abertura sobre a  importância de celebrar a data e levar conscientização ambiental à população. “O Dia Mundial do Meio Ambiente é um momento para que a gente se conscientize cada vez mais da importância de se preservar, para que todos os dias do ano tenhamos responsabilidade nas nossas residências com os nossos rios, igarapés e no nosso ambiente de trabalho”, disse.

O diretor de Monitoramento e Controle Ambiental da Femarh, Eugenio Thomé, também falou sobre a importância da atividade com a distribuição das mudas de estévia à população. “A estévia é um excelente adoçante natural. Com três folhas você consegue adoçar um litro de  água, para fazer seu chá, seu café e consumir de forma mais saudável”, destacou.

Durante a abertura da programação, a aluna Aipana, do Colégio Militar Derly Vieira Borges, fez a leitura de uma mensagem de sua autoria. “Hoje o Colégio Militar Derly Vieira Borges soma-se à Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos para juntos praticarem a semeadura. Não é tarde demais para salvar o planeta. Hoje serão entregues plantas e amanhã poderá ser desenvolvida a saúde do planeta. Espera-se que os objetivos sejam alcançados e com a participação e responsabilidade de todos nada pode dar errado”, disse na mensagem.

A blitz iniciou às 8h30 e entregou cerca de 500 mudas à população que passava pelo local. Quem recebeu as mudas viu de forma positiva a iniciativa, como é o caso da servidora pública Alaíde da Silveira. “A Femarh está de parabéns, bem como os alunos que estão aqui dedicando sua manhã para ajudar o planeta”, disse.

PROGRAMAÇÃO

Conforme a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Femarh, Ana Carolina Rodrigues, a programação segue durante toda a semana.

“Nesta terça-feira, 04, a programação será na Escola Municipal Tia Ercilia, na sede do município de Cantá, durante toda a manhã. No dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, será no município de Amajari, com palestras e distribuição de mudas. Na quinta-feira, 06, será a vez do município de Iracema receber nossa equipe, fechando a programação na sexta-feira, 07, com uma grande exposição de todos os projetos desenvolvidos pela Divisão de Educação Ambiental ao longo dos anos, no Palácio da Cultura”, disse.

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado no dia 05 de junho. Foi criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas na resolução (XXVII) de 15 de dezembro de 1972 com a qual foi aberta a Conferência de Estocolmo, na Suécia, cujo tema central foi o Ambiente Humano.

Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente.

Em 2019, a China sediará a Conferência Internacional do Dia Mundial do Ambiente, com o principal objetivo de combate à poluição, em uma iniciativa promovida pela Organização das Nações Unidas no quadro da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima.

POLUIÇÃO DO AR

Poluição do ar é o tema do Dia Mundial do Meio Ambiente 2019 e tem a China como país-sede da celebração. De acordo com a ONU, Aproximadamente 7 milhões de pessoas morrem prematuramente a cada ano devido à poluição do ar, sendo 4 milhões das mortes somente na região da Ásia e do Pacífico.

O Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano incitará governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

Segundo a ONU Meio Ambiente, 92% das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 trilhões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

Publicado em Meio Ambiente

 

Espaço importante para práticas esportivas, atividades culturais e de lazer, o Parque Anauá recebeu na tarde deste domingo, 2, dezenas de pessoas, que acompanharam competição de cross country moto e participaram de aula de zumba, oferecida pelo Governo do Estado para servidores e para a população em geral.

Criado com a finalidade de atrair a população pra participar de atividades esportivas e culturais no Parque Anauá, o projeto Domingo no Parque é realizado em parceria pelas secretarias de Comunicação Social (Secom), do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) e Rádio Roraima.

“É uma ação do Governo do Estado pra trazer as famílias pro Parque Anauá, que é um parque muito bonito, um dos maiores da Região Norte e precisa ser movimentado. O Domingo no Parque com a família é pra descontrair, tirar o estresse, e, é claro, se preparar pra uma semana toda de trabalho, porque o roraimense gosta de trabalhar, e pode aproveitar o domingo pra se divertir, curtir com a família, fazer um piquenique, andar de bicicleta, pular amarelinha, correr de corrida de saco e aproveitar pra fazer uma zumba”, afirmou o secretário de Comunicação, Marcos Marques.

As atividades começaram às 15 horas com a corrida de cross country moto, organizada pelo Clube Tribos e Trilhas, com apoio do Governo do Estado, da Prefeitura de Boa Vista e de empresas privadas. Conforme um dos organizadores, Dão Roberto, a competição é um evento solidário para ajuda no tratamento de câncer da professora Kátia Cilene.

“Este é o segundo evento solidário de outros que virão por aí. Estamos aqui pra ajudar as pessoas necessitadas. O CTT [Clube Tribos e Trilhas] está imbuído nesse propósito de ajudar. Fizemos uma competição beneficente em 2017, para ajudar no tratamento de uma jovem que tinha a doença de ossos de vidro [osteogênese imperfeita], e agora estamos aqui pra ajudar a professora Kátia”, enfatizou.

Cerca de 50 motociclistas de várias modalidades participaram da competição, que exige perícia pra passar sobre obstáculos e velocidade. Não houve cobrança de ingressos, por se tratar de ação beneficente. O recurso a ser repassado para a professora Kátia Cilene foi adquirido nas inscrições individuais e por equipe, respectivamente R$10,00 e R$30,00, feita pelos competidores. O Clube também está realizando rifas para arrecadar recursos.

Além da satisfação de participar de uma ação solidária, os competidores receberam premiações. Vencedores do primeiro ao quinto lugar ganharam troféus. Os demais motociclistas receberam medalhas.

Praticante de motociclismo desde os 15 anos, o piloto Cereade Sousa, hoje com 26 anos, foi um dos participantes e ressaltou o caráter filantrópico da competição. “O pensamento maior aqui é ajudar a professora Kátia nessa hora em que ela realmente precisa. Todos os pilotos estão ajudando de coração. É o mínimo que podemos fazer”, disse.

Como ocorreu no domingo anterior, a zumba atraiu, no fim da tarde, pessoas interessadas em atividades físicas. Praticante há quatro meses, Andréia de Sousa, ressaltou as qualidades da zumba. “É muito bom pra gente ter mais energia, disposição. É uma atividade que reanima. Recomendo pra quem não faz que venha fazer. Estou vindo pela segunda vez. O Parque é uma área de lazer muito boa pra trazer as crianças pra brincar, e a gente ainda faz atividade física”, afirmou.

Publicado em Cidadania

O governador Antonio Denarium lançou, na manhã deste sábado, 1º, o projeto de revitalização do Distrito Industrial, que beneficiará 30 quilômetros de vias. O investimento inicial previsto é de R$128,8 milhões, recurso a ser captado. O projeto executivo tem prazo de seis meses para execução e o tempo previsto para realização da obra é de 24 meses.

Participaram da cerimônia parlamentares da bancada federal, entre os quais, o senador Chico Rodrigues e os deputados federais Haroldo Campos e Antonio Nicoletti, secretários de Estado, presidentes de autarquias, presidente da FIER (Federação das Indústrias de Roraima) Rivaldo Neves, e empresários.

Com execução em quatro etapas, o projeto prevê revitalização e urbanização do complexo industrial. A primeira etapa contempla implantação de rede de água, esgoto e drenagem. Em seguida, serão realizados serviços de urbanização, com pavimentação, construção de meio-fio e de calçada. A terceira fase da obra inclui iluminação e construção do pátio de manobras, com capacidade para atender até 80 caminhões. A parte é a implantação de uma praça, às margens da lagoa localizada no Distrito Industrial, criando um espaço de lazer.

O governador Antonio Denarium frisou a importância de firmar parceria com a bancada de parlamentares em Brasília para alocar recursos para as obras. “Lançamos um projeto de revitalização e reurbanização do Distrito Industrial, que inclui pavimentação, rede de esgoto, iluminação, rede de água e calçada, apresentando melhor o Distrito Industrial para os que estão aqui e, também, possibilitando a atração de novos investidores”, afirmou.

Ele ressaltou que o objetivo é mudar a matriz econômica do Estado, saindo da economia do contracheque. “Roraima não tem mais condições de contratar servidores públicos. Então, vamos mudar a matriz econômica do contracheque para o setor privado, setor empresarial, e o agronegócio, gerando emprego e renda paraa população”, disse.

Conforme o senador Chico Rodrigues, este é um momento histórico para Roraima. Ele lembrou que o Distrito Industrial foi criado em 1979 pelo governador Ottomar de Sousa Pinto. “Obviamente, passou por várias fases e tem hoje quase 75 empresas já instaladas e mais 30 em fase de instalação. A melhoria da infraestrutura é necessária”, afirmou.

O senador destacou que o projeto elaborado pelo atual governo já está no ponto de ser apresentado como emenda parlamentar para captação de recurso. “Agora, a bancada de deputados e senadores vai realmente se debruçar sobre essa questão e decidir pra ajudar o governo a revitalizar o Distrito Industrial. Afinal de contas, é uma espécie de cartão postal do Estado. Com essa infraestrutura pronta, o Distrito vai deslanchar”, garantiu.

Segundo o deputado federal Haroldo Campos, o projeto é um marco importante para o setor industrial de Roraima. “Sou convicto de que, a partir da revitalização do Distrito Industrial, vamos ter geração de empregos e de renda. Vamos atrair novas indústrias para o Estado. Isso está se afunilando no momento em que iniciaremos a construção do Linhão de Tucuruí. Tudo vai somar para tirar Roraima do problema do desemprego. Como parlamentar, estou alinhado nesse projeto e vou contribuir com emendas”, frisou.

De acordo com o secretário de Planejamento, Marcos Jorge Lima, há muitos anos os empresários do Distrito sonham com a revitalização deste espaço, que é fundamental para o desenvolvimento da economia do Estado. “Temos aqui pessoas que acreditam no potencial de Roraima, que geram emprego e renda, e que não têm abastecimento de água, nem esgotamento sanitário, nem drenagem adequada. O projeto contempla não apenas a estrutura para o Distrito, mas também pavimentação, iluminação pública e, com certeza, vai contribuir pra melhoria do ambiente de negócios, para o desenvolvimento de quem já está aqui e das novas empresas que serão implantadas no Distrito Industrial”, explicou.

Ele acrescentou ainda o empenho do governo para alavancar o desenvolvimento. “É importante incentivar os que estão empreendendo em Roraima, para que possam ampliar seus investimentos, gerando mais emprego e renda, melhorando a economia do Estado e, também, atrair novos investidores, para que possamos tirar o Estado da dependência da economia do contracheque”, afirmou Marcos Jorge.

Conforme o presidente da Câmara de Comércio Brasil-Guiana e do Conselho de Desenvolvimento Industrial, Remídio Monai, a revitalização é uma reivindicação antiga dos empresários do Distrito. “Os empresários lutam aqui, desde a década de 1980, para recuperar as ruas, para ter iluminação, para ter segurança, para ter água e esgoto. Hoje, estamos vendo essa possibilidade com o projeto que o Governo do Estado está trazendo. Projeto de reurbanização, que pode ser a redenção do nosso Distrito, para receber investimentos de novos empresários, uma vez que está chegando energia, regularização fundiária”,

Instalada há mais de 25 anos no Distrito Industrial, a empresária Izabel Itikawa destacou a importância do projeto para os empreendedores. “Hoje é um dia de muita comemoração. Receber um projeto bem elaborado, com prazo definido pra revitalização é motivo de alegria. Sofremos com alguns problemas, dos quais, destaco a segurança. O governador é comprometido com o desenvolvimento de Roraima, consciente das dificuldades encontradas no Distrito Industrial. Saio desse encontro com bastante esperança, confiante de que este projeto sairá do papel”, disse.

Empresário do ramo de transportes, Valcir Peccini, também falou sobre a relevância do projeto de reestruturação do Distrito Industrial. “Há muito esperamos essa revitalização. Todos estão vendo como está a situação aqui. As pessoas têm dificuldades de chegar ao seu próprio negócio. Não tem iluminação, não tem água encanada. Tudo é difícil, e o custo é muito alto. Precisamos mesmo que revitalize esse espaço para os empresários que estão aqui e para outros que virão pra cá, com certeza”, ressaltou.

Publicado em MANCHETES

O Governo de Roraima participou na manhã desta sexta-feira (31) da audiência pública sobre a imigração venezuelana na Assembleia Legislativa. Os secretários da Segurança Pública Olivan Pereira Melo, da Setrabes (Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social) Tânia Soares, o adjunto da saúde Edvaldo Hermógenes e o adjunto da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) Semaias Alexandre apresentaram aos deputados e à plateia os números dos impactos da imigração venezuelana ao governo do Estado.

Semaias apresentou o número de estudantes imigrantes nas escolas estaduais. Em 20119 foram matriculados mais de 4.500 alunos venezuelanos. Segundo o secretário, todos os 15 municípios de Roraima possuem alunos venezuelanos e mesmo com esse número crescendo a cada ano, não falta vagas para os estudantes.

Ele destacou o trabalho feito pela Secretaria de Educação em parceria com a Operação Acolhida para que todas as crianças e adolescentes tenham o direito de estudar garantido.

“A Acnur faz a busca ativa dessas crianças no abrigo e a Seed faz a matrícula. Aqueles alunos que não possuem o histórico escolar passam por um processo de localização, para saber em qual série ele se encaixa. A partir daí eles são inseridos no banco de dados Nacional e, mesmo se esse aluno mudar de cidade, leva o currículo escolar. Assim a gente garante que todos tenham o direito de estudar”, disse.

Outra pasta muito afetada com a chegada em massa dos imigrantes venezuelanos é a saúde. O secretário Adjunto Edvaldo Hermógenes explicou que o número de atendimentos nos hospitais sofre um aumento regular a cada ano, mas o número de atendimentos de venezuelanos em relação aos brasileiros teve uma mudança radical.

“Na prática, o brasileiro quando chega aos hospitais lotados, percebe uma demora maior no atendimento devido ao aumento de pacientes venezuelanos. Isso em todos os hospitais do Estado”, enfatizou.

O secretário de Segurança Pública Coronel Olivan Pereira Melo parabenizou a Operação Acolhida desenvolvida pelas Forças Armadas.  Disse que o Governo Federal tem tratado com carinho a Operação, mas reconheceu que é preciso olhar com mais atenção para os cidadãos roraimenses. Olivan destacou o esforço do governador de Roraima Antonio Denarium em buscar junto ao Governo Federal recursos para investir no Estado

“Protocolamos no dia 2 de maio um pedido no Palácio do Planalto para que o Estado de Roraima receba R$ 161 milhões por semestre para que possamos cobrir despesas com saúde, educação e a parte social. O governador tem feito gestões para que isso aconteça e nós temos esperança que isso aconteça”, complementou.

 

Publicado em DESTAQUES

 Na manhã desta sexta-feira, dia 31, os servidores da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) tiveram a oportunidade de participar da palestra “O Poder da Ação”, ministrada pelo master coach Max Fraga. O objetivo da ação foi fazer com que as pessoas busquem solucionar os conflitos na vida pessoal e profissional para que possam atingir a alta performance em diversas áreas da vida.

O titular da Seapa, Emerson Baú, explicou que a palestra faz parte de um projeto em execução na Seapa, que toda sexta-feira proporciona uma capacitação para os servidores nos mais diversos temas. “Já tivemos algumas palestras em parceria com a Embrapa voltada para os nossos técnicos. Temos planejamento de palestras para a área administrativa e demais setores”, destacou.

O palestrante, o coach Max Fraga, explicou que o objetivo da palestra é trazer à consciência como que a pessoa está em seu interior. “A partir do momento que a pessoa tem essa autoconsciência, nós trabalhamos alguns pilares para eles melhorarem. Utilizamos algumas ferramentas para que eles possam melhorar, buscar alta performance nos pilares da vida que estão ruins, seja profissional, pessoal, saúde, relacionamento conjugal e com os filhos”, detalhou.

Fraga ressaltou que para desempenhar bem as funções e ser produtivo, o servidor precisa estar bem internamente. “Ninguém consegue ter alta performance com problemas em casa. A primeira coisa é trazer o problema à consciência, se perguntar onde está errando, em que pilar ocorre a falha, o que fazer para melhorar. A palestra trabalha a inteligência emocional para que a pessoa possa atingir a alta performance tanto na vida pessoal como na profissional”, disse.

A servidora Luiama Azevedo avaliou de forma positiva a capacitação proporcionada aos funcionários da Seapa. “Foi sensacional essa intenção da Seapa em trazer o Max Fraga para falar sobre o poder da ação. Acontece muito com os servidores de um modo geral, eles estão desmotivados, vêm trabalhar sem ânimo, cumprem as tarefas apenas pela obrigação de executá-las, não vêm com vontade de servir ao público. Essa palestra ajuda nesse sentido, nos motiva a melhorar, a servir e ter um melhor desempenho tanto na vida profissional como na vida pessoal”, pontuou.

 

Publicado em Secom

A secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, a gerente da unidade de Educação Empreendedora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RR), Kátia Maria Veskesky, e a diretora técnica do Sebrae/RR formalizaram a parceria para o desenvolvimento de projetos educacionais voltados ao empreendedorismo.

A assinatura do Termo de Parceria foi realizada na manhã desta quinta-feira, 30, no gabinete da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Por meio do Termo, alunos da rede estadual de ensino participarão de projetos como o Despertar, voltado aos estudantes do Ensino Médio; programa JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), direcionado aos estudantes do Ensino Fundamental; e programa Crescendo e Aprendendo, para os alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Todos os programas estimulam a educação empreendedora, o desenvolvimento profissional e autoconhecimento. Também proporciona novas aprendizagens, atuação coletiva e busca tornar os alunos aptos a atuarem no mercado de trabalho, assumindo o papel de empreendedores.

Na Seed, as ações dos programas serão coordenadas pelo DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais). A secretária Leila Perussolo considera a parceria importante, destacando que o tema empreendedorismo deve ser trabalhado também no dia a dia, em sala de aula.

"Hoje o empreendedorismo integra o currículo escolar como um tema transversal e ele deve ser trabalhado em sala de aula. Com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), o empreendedorismo passa a compor de forma sistemática o currículo, as atividades e os conteúdos", disse.

Por meio da parceria, os professores das escolas participantes dos programas recebem uma capacitação de 40 horas que será ministrada por profissionais do Sebrae, responsável também por todo o material a ser utilizado durante o programa.

Depois, atuando nas escolas como multiplicadores, os professores promoverão encontros presenciais, atividades de campo e organizarão uma feira para mostra dos trabalhos. Nos encontros, os estudantes recebem noções sobre elaboração de plano de negócios, trabalho em equipe, possibilidade de riscos e captação de recursos, além de noções teóricas e práticas sobre empreendedorismo.

Publicado em Educação

Para solucionar e prever extravasamentos na rede de esgoto, especialmente durante o inverno, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) tem investido na aquisição de equipamentos e materiais, como bombas eletromecânicas, quadro de comando elétrico, peças de reposição e geradoras de energia.

Além destes investimentos estruturais, a Companhia mantém um quadro de técnicos que monitora diariamente os poços de visita, instalação nas vias públicas (tampa redonda) que dá acesso às redes. As equipes estão preparadas para atender às ocorrências de transbordamento e sempre estão em alerta, fazendo vistorias constantes, pois o problema se agrava durante as chuvas intensas.

“Os resíduos sólidos nas tubulações são um problema sério que dificulta o bom funcionamento da rede, mas as equipes estão sempre prontas para realizar os serviços de desobstrução, seja nas demandas rotineiras, seja em situação de emergência”, explica a diretora de Engenharia e Gestão Ambiental, Elizângela Rodrigues.

Atualmente, a Caer possui três equipes e três caminhões em campo para executar os serviços, entre desobstrução e limpeza na rede. As equipes atuam diariamente - incluindo os finais de semana - monitorando e atendendo chamados dos clientes por meio dos canais de comunicação.

INVESTIMENTOS - Está em processo de ativação nos meses de maio e junho a rede que atenderá parte dos bairros Asa Branca, Cambará e Jóquei Clube. A Companhia está entregando o aviso de liberação da rede nas residências autorizadas e, após o recebimento do comunicado, passa a contar o prazo de 30 dias para que os moradores façam a interligação das residências.

Em 2019, a capital registrará o aumento da cobertura de 65% para 93%, por meio da conclusão de obras de esgotamento sanitário, superando a média nacional que atualmente é de 40% e da Região Norte que é de 20%. As obras de implantação da rede de esgoto, iniciadas em 2009 e executadas pela Seinf (Secretaria Estadual de Infraestrutura), fazem parte de uma parceria entre o Governo de Roraima e o Ministério das Cidades.

Ao todo, cinco etapas estão previstas no convênio, um investimento total de aproximadamente R$ 500 milhões. Após o término dos trabalhos, o sistema será administrado pela Caer. Atualmente, dos 55 bairros de Boa Vista, 41 são atendidos, 22 bairros contam do 100% de rede, outros 19 são atendidos parcialmente e 11 estão em obras, o que representa uma cobertura de 65%.

Após a conclusão das três primeiras fases, o trabalho segue agora o cronograma de ações das duas últimas etapas. Com isso, 93% dos domicílios estarão interligados à rede de esgoto.

Publicado em Secom

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, terá atenção especial este ano. O Governo do Estado por meio da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e Seed (Secretaria de Educação e Desporto) realiza de 3 a 7 de junho palestras, blitz educativa e distribuição de mudas.

Segundo a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Femarh, Ana Carolina Rodrigues, as atividades iniciam na segunda-feira, 3, a partir das 8  horas em frente à Femarh. “Estaremos realizando uma blitz ambiental, levando conscientização ambiental e entregando mudas com o apoio dos alunos do Colégio Militar Derly Vieira Borges”.

Na terça-feira, 4, a programação será na sede do município do Cantá, na Escola Municipal Tia Ercilia durante toda a manhã. “No dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, estaremos no município do Amajari, realizando palestras e distribuindo mudas, na quinta-feira, 6, será a vez do município de Iracema receber nossa equipe, fechando a programação na sexta-feira, 7, com uma grande exposição de todos os projetos desenvolvidos pela Divisão de Educação Ambiental ao longo dos anos no Palácio da Cultura”.

A Seed por meio do DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais) promoverá de 5 a 7 de junho no auditório do Palácio da Cultura Nenê Macaggi ações de sensibilização ambiental para os alunos da rede estadual de ensino. O evento ocorre das 8h às 12h e das 14h às 18h.

O objetivo do evento é contribuir de forma efetiva com as ações de Educação Ambiental que as escolas já realizam ao longo do ano letivo. Além de ser uma oportunidade para os alunos aprenderem um pouco mais sobre esse tema tão importante para a vida em sociedade. Entre as atividades estão palestras, sarau literário, exposições e oficinas pedagógicas.

“Serão realizadas atividades que favoreçam a reflexão, construção de conceitos ambientais, adoção de hábitos e atitudes cidadã”, explicou Karen Ribeiro, chefe da Divisão de Educação Ambiental do DEPE.

No dia 05 de junho, ocorrerá o lançamento do Concurso de Redação: “O meio ambiente: O lugar que vivo”.  No dia 06 de junho, as escolas Voltarie Pinto Ribeiro, Ana Libória, Presidente Costa e Silva e Lobo D’Almada farão distribuição de mudas frutíferas, ornamentais e medicinais para a população que reside no entorno das instituições de ensino.

“Essa é uma forma de alcançar a comunidade sobre ações de sensibilização ambiental. É importante que todas as pessoas possam refletir sobre o seu papel no meio que está inserido, pois não estamos alheios aos problemas ambientais, pelo contrário, fazemos parte dele”, finalizou Karen.

Para a realização das atividades, a Seed conta com os seguintes parceiros: Detran (Departamento Estadual de Trânsito), UFRR (Universidade Federal de Roraima), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa), Femarh e EMURR (Escola de Música de Roraima). Além dos poetas Zezé Maku e Elienai Menezes.

ENTENDA A DATA

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado no dia 5 de junho, foi criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas na resolução (XXVII) de 15 de dezembro de 1972 com a qual foi aberta a Conferência de Estocolmo, na Suécia, cujo tema central foi o Ambiente Humano.

Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente.

Em 2019, a China sediará a conferência internacional do Dia Mundial do Ambiente com o principal objetivo de combate à poluição, em uma iniciativa promovida pela Organização das Nações Unidas no quadro da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima.

POLUIÇÃO DO ARPoluição do ar é tema do Dia Mundial do Meio Ambiente 2019 e tem a China como país-sede da celebração. De acordo com a ONU, Aproximadamente 7 milhões de pessoas morrem prematuramente a cada ano devido à poluição do ar, sendo 4 milhões das mortes somente na região da Ásia e do Pacífico. O Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano incitará governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

Segundo a ONU Meio Ambiente, 92% das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 trilhões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

PROGRAMAÇÃO

3 de junho (a partir das 8h)

Em frente à Femarh.

Blitz ambiental, com entrega de mudas com o apoio dos alunos do Colégio Militar Derly Vieira Borges

4 de junho

Município do Cantá (durante toda a manhã)

Escola Municipal Tia Ercilia

 

5 de junho

Município de Amajari

Palestras e distribuição de mudas

 

6 de junho

Município de Iracema

Palestras e distribuição de mudas

 

7 de junho

Palácio da Cultura

Exposição de todos os projetos desenvolvidos pela Divisão de Educação Ambiental da Femarh

5 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

 

 

 

- Momento Cultural: Elienai Menezes

- Sarau Literário: Zezé Maku

- Palestra: Meio Ambiente – uso não sustentável dos recursos naturais (UFRR)

- Lançamento do Concurso de Poesias: Meio Ambiente: O lugar onde vivo

6 de junho

Escolas Estaduais (Capital)

- Distribuição de mudas de plantas para a comunidade

7 de junho (08 às 12h e das 14h às 17h)

Palácio da Cultura

 

- Momento Cultural

- Exposição Biofotografia de Roraima – Comissão da Feira de Ciências

- Oficia de Reciclagem (Senac/RR)

 

Publicado em Secom

O Estado de Roraima deu um importante passo rumo à independência energética. O primeiro leilão de energias renovais, que ocorreu na manhã desta sexta-feira, 31, na CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) em São Paulo, garantiu redução de 35% no valor do MWh (Megawatt por hora). 

Hoje o valor da energia gerada pelas térmicas é de R$ 1.287/MWh. Com o resultado do leilão, haverá redução de 35% com o novo valor médio de R$ 833/ MWh, assim que as novas fontes de energia começarem a ser comercializadas, em 2021.

Considerado um momento histórico para Roraima, o governador Antonio Denarium pontuou que a estabilidade energética vai atrair investidores, gerar trabalho e fomentar a economia no Estado.

“A segurança de energia vai fazer com que empresários tenham confiança em investir em Roraima, o que vai auxiliar no desenvolvimento econômico e social do Estado. A construção das usinas vai gerar, pelo menos, três mil empregos, garantindo renda para a população e movimentação do comércio”, pontuou Denarium.

Além de ser um marco, Denarium classificou este momento como uma grande conquista. “Considero uma vitória concretizar um compromisso de governo, que teve total apoio do presidente Jair Bolsonaro. Era um objetivo em conjunto e prioritário para a presidência e o Governo de Roraima”, continuou.

O governador representou o Estado a convite do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que ressaltou a importância deste acontecimento. Para o ministro, o leilão foi um sucesso.

“Uma das prioridades do governo Bolsonaro foi proporcionar ações na área de energia para Roraima, tendo em vista que era o único Estado que ainda não faz parte do Sistema Interligado Nacional”, disse.

Albuquerque pontuou que é a primeira vez que haverá novas fontes de energias híbridas e renováveis. “Será bom para Roraima, para o meio ambiente e vai proporcionar condições que nenhum outro estado brasileiro tem”, justificou.

FONTES RENOVÁVEIS – O leilão proporcionou a contratação de 293,869 MW que permitirão ao consumidor maior segurança energética, a um preço mais justo para a sua energia.

Ao todo, serão 9 tipos de usinas para geração de energia por meio de gás natural, bioenergia, biomassa de madeira, energia solar e óleo diesel em menor quantidade, que substituirão o uso integral de diesel, hoje usado nas termoelétricas que abastecem Boa Vista.

O investimento será em torno de R$ 1,6 bilhão, que vai contemplar tanto a construção das usinas, quanto o pagamento da mão de obra. A previsão é que a operação comercial inicie em junho de 2021.

O presidente da CCEE, Rui Guilherme, empresa responsável pela operação do leilão, falou sobre os benefícios da construção das usinas. “Nosso objetivo era garantir tanto o suprimento quanto diminuir o custo da energia, o que conseguimos”, enfatizou.

“A redução deste custo tem impacto tanto em Roraima quanto no restante do Brasil, uma vez que este valor é rateado em todo país. Por isso, o leilão foi considerado um verdadeiro sucesso”, complementou Rui.

Cinco empresas vencem leilão de energia renovável

Ao todo, cinco empresas serão contratadas para o fornecimento de energia. A empresa Oliveira foi a única que ganhou para fornecer energia por meio de óleo diesel. O investimento foi de R$ 126.983.750,00 com potência nominal de 38,116 MW.

A empresa Azulao investiu R$ 425.410.800,00 para gerar 126,290 MW. A empresa BFF fez investimento de R$ 97.416.022,00 para fornecimento de energia via Biocombustível e biomassa, e R$ 573.759.883,00 para energia de origem de Biocombustível e radiação solar. A potência é de 17,616 MW e 56,218 MW, respectivamente.

Outra empresa que ganhou o leilão para fornecimento energético por meio de Biocombustível e radiação solar foi a Enerplan. O investimento é de R$ 70.355.713,00 com potência de 11,490 MW.

A Uniagro investiu R$ 227.400.000,00 com potência de 40 MW, totalizando os 293,869 MW contrata

Publicado em DESTAQUES